GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS. BND RNOD Europeana. Workshop Pré-Congresso BAD

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS. BND RNOD Europeana. Workshop Pré-Congresso BAD"

Transcrição

1 GESTÃO E DIFUSÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS BND RNOD Europeana Workshop Pré-Congresso BAD

2 SUMÁRIO: BND RNOD Europeana Conteúdos Estruturas de produção Serviços Objetivos Funcionalidades Requisitos Conteúdos Ponto de situação atual Requisitos

3 CONTEÚDOS BND 1,5 MILHÃO DE IMAGENS 24 MIL TÍTULOS

4 CONTEÚDOS BND Tipografia portuguesa: Manuscritos: imagens Portuguese Culture: imagens de livros impressos em Portugal nos séculos XVI e XVII imagens de livros publicados em língua inglesa

5 CONTEÚDOS BND

6 CONTEÚDOS BND Jornais portugueses séc. XIX: imagens já publicadas imagens digitalizadas a publicar até Dez. 2012

7 CONTEÚDOS BND

8 CONTEÚDOS BND obras imagens imagens 50 obras século XVI obras séc. XVII a XIX cartazes, postais, gravuras Mais de imagens

9 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: DIGITALIZAÇÃO Capturar imagem TIFF 300 dpi 24 bpp RGB Processamento de imagem Etiquetas TIFF Processamento mínimo de imagem Nomeação de ficheiros ID, nº ordem, paginação e propriedades Diretórios Scanners planetários para obras encadernadas SW correção curvatura e corte automático Procedimentos BNP digitalização Especificações TIFF 6 Etiquetas locais Regras BNP nomeação de imagem Regras BNP estruturação em diretórios

10 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: PUBLICAÇÃO Controlo de qualidade de digitalização Completude Qualidade de imagem Criação de cópias de consulta JPEG 150 dpi PDF comprimido Nomeação de ficheiros Propriedades Diretórios Elaboração de sumário Procedimentos BNP publicação Regras BNP nomeação ficheiros Regras BNP estruturação diretórios

11 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: PUBLICAÇÃO Processamento metadados Informação bibliográfica Direitos Met. técnicos Met. estruturais Criação de páginas HTML 5 5 Controlo qualidade publicação

12 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: PUBLICAÇÃO Armazenamento digital Cópias consulta Matrizes Registo objetos no sistema PURL Índices BND Novidades; Autores; Títulos; Datas ; Tipologia doc. Controlo qualidade obras publicadas e índices

13 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA Digitalização Metadados Publicação Visualização Funcionalidades Matrizes JPEG2000 PDFA Esquema Mix Esquema ALTO Esquema PREMIS Simplificação Modularidade OCR Paginação automática Criação modular sumários Flip page Download automático PDF e JPEG DeepZoom HTML para plataformas móveis Pesquisa em texto integral OCR embebido em PDF Impressão Partilha

14 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

15 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

16 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

17 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

18 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

19 ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO BND: EVOLUÇÃO FUTURA

20 CONSULTAS, PARTILHAS, REUTILIZAÇÕES BND N.º de visitas a objetos digitais MIL PARTILHAS E VISUALIZAÇÕES POR ANO NAS REDES SOCIAIS: 31% PARTILHAS FACEBOOK 21 % GOSTOS FACEBOOK 19% TWITTER

21 SERVIÇOS COMPLEMENTARES EDIÇÕES BNP EBOOK

22 SERVIÇOS COMPLEMENTARES EDIÇÕES BNP EBOOK

23 SERVIÇOS COMPLEMENTARES EDIÇÕES BNP EBOOK EOD EBOOKS ON DEMAND POD PRINT ON DEMAND

24 SOBRE O RNOD PARTICIPAR NO RNOD

25 Agregador de SOBRE O conteúdos bibliográficos digitais ou digitalizados disponibilizados em rede por entidades portuguesas

26 Recebe ou recolhe metadados que identificam, descrevem e dão acesso a objectos em rede disponibilizados pelos fornecedores de dados SOBRE O

27 Propicia SOBRE O Ponto central de pesquisa e acesso a objectos digitais Informação que permite evitar a duplicação visão global das iniciativas colaboração profissional

28 Propicia SOBRE O Inclusão na Europeana Mais acessos Mais visibilidade

29

30 Pesquisa

31

32

33

34 PARTICIPAR NO Requisitos técnicos Metadados descritivos mínimos Título Entidade RNOD

35 PARTICIPAR NO Requisitos técnicos Metadados de acesso URL do objecto URL da pré-visualização

36 PARTICIPAR NO Requisitos técnicos Metadados específicos do RNOD Tipo de recurso; Tipo de objecto registado (nascido digital, digitalizado, intenção); Direitos de acesso (livre, condicionado, pago, não definido); Exportar para Europeana; Existência de matriz do objecto digital

37 Requisitos técnicos PARTICIPAR NO

38 PARTICIPAR NO Requisitos técnicos

39 PARTICIPAR NO Requisitos técnicos

40 PARTICIPAR NO Requisitos organizativos Pré-inscrição de entidade RNOD Assinatura de Acordo de Fornecimento de Dados Autenticação para acesso ao sistema RNOD

41 PARTICIPAR NO Requisitos organizativos Pré-inscrição de entidade RNOD

42 Requisitos organizativos Assinatura de Acordo de Fornecimento de Dados PARTICIPAR NO

43 PARTICIPAR NO Requisitos organizativos Autenticação para acesso ao sistema RNOD

44 PARTICIPAR NO Vídeo demonstração

45 MEMBROS RNOD PARTICIPAR NO BNP Universidade de Lisboa Universidade de Coimbra Direção Regional de Cultura dos Açores Instituto Camões Hemeroteca Municipal de Lisboa BM Figueiró dos Vinhos BPM Porto Assembleia da República Instituto dos Museus e da Conservação Câmara Municipal de Montalegre Próximas agregações: Fundação Portuguesa das Comunicações BM Oliveira de Azeméis Biblioteca Central do Ministério das Finanças Universidade Católica Portuguesa Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

46 PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS

47 Partilha de boas práticas, standards e conhecimento entre diferentes organizações, domínios e países Direcionamento do tráfego para os conteúdos do fornecedor Fornecer conteúdos no contexto da Europeana Participação das organizações europeias mais relevantes no âmbito do património cultural e científico. Apoio político e financeiro da Comissão Europeia e do Parlamento Europeu. Prestígio e visibilidade internacional. Acrescentar valor aos conteúdos Relacionamento de documentos em diferentes formatos. Agregação de conteúdos geograficamente dispersos. Interface multilingue. Ponto único de acesso, coerente e contextual.

48 Fornecer conteúdos no contexto da Europeana A Europeana recolhe apenas metadados descritivos de objetos digitais, fornecendo uma ligação para o objeto localizado no sistema do fornecedor ou agregador de conteúdos. O Portal Europeana complementa, mas não duplica o ambiente de origem do objeto digital.

49 O utilizador é direcionado para o site do detentor de conteúdos, acedendo ao objeto digital de acordo com as condições de utilização por estes especificadas e com maior nível de contextualização. Os fornecedores/agregadores têm de ter sistemas, em que os objetos são armazenados, que permitam a visualização e utilização dos objetos e para os quais são feitas as ligações da Europeana.

50 O utilizador é direcionado para o site do detentor de conteúdos, acedendo ao objeto digital de acordo com as condições de utilização por estes especificadas e com maior nível de contextualização. Os fornecedores/agregadores têm de ter sistemas, em que os objetos são armazenados, que permitam a visualização e utilização dos objetos e para os quais são feitas as ligações da Europeana.

51 Fornecer conteúdos no contexto da Europeana A Europeana armazena representações dos objetos digitais, gerando uma descrição e pré-visualização dos mesmos, possibilitando a pesquisa e a descoberta de recursos a partir de um índice central de metadados.

52 Fornecer conteúdos no contexto da Europeana Direitos aplicáveis aos conteúdos É da responsabilidade dos fornecedores/agregadores de dados a determinação do regime legal aplicável a cada objeto digital (protegido, domínio público, licenciado, desconhecido) Identificação clara dos conteúdos em domínio público Nos metadados submetidos à Europeana o regime legal aplicável ao objeto deve ser claramente indicado pelo agregador/fornecedor de dados Direitos aplicáveis aos metadados O novo acordo de fornecimento de dados para a Europeana estabelece uma licença CC0 Public Domain para os metadados, o que significa que os mesmos podem ser usados para qualquer finalidade por terceiras partes, sem qualquer restrição Cada fornecedor de dados decide que metadados quer fornecer à Europeana, com exceção dos dados obrigatórios Os agregadores devem ter autorização escrita similar por parte dos seus fornecedores de dados Direitos aplicáveis às previsualiza ções Atribuição de direitos de publicação à Europeana Só poderão ser reutilizados por terceiras partes, se o fornecedor de dados/agregador assim o estabelecer

53 Novas funcionalidades Europeana Extração automática de informação contextual No âmbito do piloto Europeana LOD, foram extraídos automaticamente dados relativos a locais e tempo, para exibição de resultados em linhas de tempo e mapas

54 Novas funcionalidades Europeana Tradução automática Tradução automática dos títulos alternativos, etiquetas e notas

55 Novas funcionalidades Europeana Linked Open Data Publicação de metadados Europeana de acordo com os princípios da web semântica, de modo a poderem ser livre e automaticamente reutilizados por terceiros na web Ligação a outras fontes de dados ligados disponíveis na web: Tempo (Semium), Lugar (Geonames), Conceitos (Gemet) e Pessoas (DBPedia) Projeto piloto em que a BNP participa

56 Novas funcionalidades Europeana Linked Open Data Publicação de metadados Europeana de acordo com os princípios da web semântica, de modo a poderem ser livre e automaticamente reutilizados por terceiros na web Ligação a outras fontes de dados ligados disponíveis na web: Tempo (Semium), Lugar (Geonames), Conceitos (Gemet) e Pessoas (DBPedia) Projeto piloto em que a BNP participa

57 Novas funcionalidades Europeana Linked Open Data Publicação de metadados Europeana de acordo com os princípios da web semântica, de modo a poderem ser livre e automaticamente reutilizados por terceiros na web Ligação a outras fontes de dados ligados disponíveis na web: Tempo (Semium), Lugar (Geonames), Conceitos (Gemet) e Pessoas (DBPedia) Projeto piloto em que a BNP participa

58 Obrigada! Workshop Pré-Congresso BAD

BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA

BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA NOVOS SERVIÇOS, FUNCIONALIDADES E CONTEXTOS DE COOPERAÇÃO SUMÁRIO NOVA INTERFACE GRÁFICA DA BND COOPERAÇÃO RNOD REGISTO NACIONAL DE OBJETOS DIGITAIS PROJETOS EOD EBOOKS

Leia mais

PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS

PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS PARÂMETROS NORMATIVOS DE PARTICIPAÇÃO NA EUROPEANA FORNECEDORES CONTEÚDOS SUBMISSÃO DE DADOS Helena Patrício Biblioteca Nacional de Portugal 1 Julho 2010 1. Fornecer conteúdos no contexto da Europeana

Leia mais

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014

VI IBERCARTO Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 Madrid 23 e 24 de Outubro de 2014 DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS CARTOGRÁFICOS DA BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL GÉNESE, EVOLUÇÃO E CONTEXTOS Maria Joaquina Feijão Helena Patrício DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal

Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal Direitos de Autor na Biblioteca Nacional de Portugal EXPERIÊNCIAS E PERSPECTIVAS EM 3 TEMAS FUNDAMENTAIS: Reutilização de conteúdos Reutilização de dados Digitalização em massa Helena Simões Patrício 1.

Leia mais

Coordenar investimentos numa perspectiva de serviço: a função de um registo nacional de obras digitalizadas. Maria Inês Cordeiro

Coordenar investimentos numa perspectiva de serviço: a função de um registo nacional de obras digitalizadas. Maria Inês Cordeiro Coordenar investimentos numa perspectiva de serviço: a função de um registo nacional de obras digitalizadas Coordenar investimentos numa perspectiva de serviço: a função de um registo nacional de obras

Leia mais

A nova solução que torna seus projetos de digitalização realmente mais simples e eficientes!

A nova solução que torna seus projetos de digitalização realmente mais simples e eficientes! Aplicativo de software completo para processar, enriquecer e converter coleções culturais em ativos digitais. A nova solução que torna seus projetos de digitalização realmente mais simples e eficientes!

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Participar na Europeana: Requisitos Técnicos

Participar na Europeana: Requisitos Técnicos Participar na Europeana: Requisitos Técnicos Nuno Freire Biblioteca Nacional de Portugal nuno.freire@bnportugal.pt Agenda Participar na Europeana requisitos técnicos Objectos digitais, formatos de dados,

Leia mais

Ano Lectivo 2014/2015. Serviços de Apoio das Bibliotecas para o Desenvolvimento das Literacias da Leitura, dos Média e da Informação

Ano Lectivo 2014/2015. Serviços de Apoio das Bibliotecas para o Desenvolvimento das Literacias da Leitura, dos Média e da Informação Ano Lectivo 2014/2015 Serviços de Apoio das Bibliotecas para o Desenvolvimento das Literacias da Leitura, dos Média e da Informação O trabalho das bibliotecas escolares deve estar direcionado e contribuir

Leia mais

Publicação em contexto académico: OJS na prática

Publicação em contexto académico: OJS na prática Publicação em contexto académico: OJS na prática sumário 1. Publicações científicas em ambiente académico: um cenário pouco homogéneo 1.1 o papel das bibliotecas de ensino superior 2. OJS Open Journal

Leia mais

Manual de Utilizador Externo Arquivo Digital. Santos, Tânia 2007. Última actualização: 25-06-2007

Manual de Utilizador Externo Arquivo Digital. Santos, Tânia 2007. Última actualização: 25-06-2007 Manual de Utilizador externo Arquivo Digital Santos, Tânia 2007 SIBUL Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de Lisboa Última actualização: 25-06-2007 1 Introdução...3 O que é o Arquivo Digital

Leia mais

Dois projectos. por A. E. Maia do Amaral * Biblioteca Geral Digital (POC 410/05) Biblioteca Joanina Virtual (POC 409/05)

Dois projectos. por A. E. Maia do Amaral * Biblioteca Geral Digital (POC 410/05) Biblioteca Joanina Virtual (POC 409/05) Dois projectos por A. E. Maia do Amaral * Biblioteca Geral Digital (POC 410/05) Biblioteca Joanina Virtual (POC 409/05) Apresentação: Lisboa, Auditório da Biblioteca Nacional de Portugal - 12 Fev. 2008

Leia mais

Projecto-PilotoPiloto

Projecto-PilotoPiloto Lisboa, 6 de Novembro de 2006 Factura Electrónica Projecto-PilotoPiloto Secretaria-Geral Presidência do Conselho de Ministros José M. Sousa Rego Presidência do Conselho de Ministros Lisboa, 6 de Novembro

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central. Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC

IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central. Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC IDE_CIMAC O OSGeo na disponibilização de IG aos municípios do Alentejo Central Teresa Batista, Cristina Carriço e Duarte Carreira CIMAC O projecto IDE CIMAC Enquadramento e objectivos Componentes da solução

Leia mais

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS

PHC ControlDoc CS. ππ Empresas e organizações que desejem acabar com a circulação de papel BENEFÍCIOS SOLUCÃO DESTINATÁRIOS Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos

PHC ControlDoc CS BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez na pesquisa de documentos. _Segurança detalhada no acesso aos documentos Com o PHC ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc CS Reduza os

Leia mais

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento

PHC ControlDoc BENEFÍCIOS. _Fim do papel a circular na empresa. _Rapidez de encontrar um documento Com o ControlDoc pode arquivar digitalmente todo o tipo de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF, etc.) e relacioná-los com os dados existentes nas restantes aplicações. PHC ControlDoc Reduza os custos

Leia mais

BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO. Liliana Giusti Serra

BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO. Liliana Giusti Serra BIBLIOTECAS DIGITAIS: CONCEITOS E PLANEJAMENTO Liliana Giusti Serra INFORMAÇÃO - NOVA ECONOMIA Ciência da Informação Ciência da Computação CONTEÚDO Tecnologia de Rede BIBLIOTECAS DIGITAIS Interoperabilidade

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 02/2010.

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 02/2010. 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 02/2010. ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 2 ESCOPO DO FORNECIMENTO 1. Constitui o objeto desta

Leia mais

BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR

BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR ÍNDICE Biblioteca ANACOM - Manual do utilizador... 2 Página de entrada... 3 Barra de menus da Biblioteca ANACOM... 3 Tipos de pesquisa... 3 Pesquisa simples... 3

Leia mais

Preservação Digital de Património: paradigmas, estratégias e instrumentos no âmbito da DGPC

Preservação Digital de Património: paradigmas, estratégias e instrumentos no âmbito da DGPC Preservação Digital de Património: paradigmas, estratégias e instrumentos no âmbito da DGPC Paulo Ferreira da Costa Divisão do Património Imóvel, Móvel e Imaterial / Departamento dos Culturais 1.º Seminário

Leia mais

DOCBASE. 1. Conceitos gerais. 2. Estrutura da pasta de associações. 3. A área de documentos reservados. 4. Associação de Imagens

DOCBASE. 1. Conceitos gerais. 2. Estrutura da pasta de associações. 3. A área de documentos reservados. 4. Associação de Imagens Documentação, Informática e Desenvolvimento 1 DOCBASE ASSOCIAÇÔES MULTIMÉDIA 1. Conceitos gerais 2. Estrutura da pasta de associações 3. A área de documentos reservados 4. Associação de Imagens 5. Procedimentos

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa

INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa II Jornadas de Software Aberto para Informação Geográfica Henrique Silva, hsilva@igeo.pt Metadados e Serviços de Pesquisa Metadados são as informações que descrevem

Leia mais

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com A plataforma Sistemas de Gestão de Aprendizagem Carlos Nunes csmnunes@gmail.com O que é o Moodle? É um Sistema de Gestão de Aprendizagem (LMS) e de trabalho colaborativo, acessível através da Internet

Leia mais

Serviço Integrado das Bibliotecas da Universidade de Coimbra. URL: http://www.uc.pt/sibuc/

Serviço Integrado das Bibliotecas da Universidade de Coimbra. URL: http://www.uc.pt/sibuc/ URL: http://www.uc.pt/sibuc/ O Serviço Integrado das Bibliotecas da é o órgão coordenador das bibliotecas da UC. Tem como tarefa principal a gestão da informação documental da UC, designadamente a sua

Leia mais

MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Da AP Central à AP Local

MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Da AP Central à AP Local Da AP Central à AP Local PAULO NEVES PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETIVO 01 JULHO 2014 COMO OS CIDADÃOS VÊEM O SETOR PÚBLICO? 2 3 MAS SERÁ QUE PODEMOS FALAR NUMA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA? 4 DIVERSIDADE DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PENSAR O LIVRO 6. Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo e acesso a material digital em bibliotecas

PENSAR O LIVRO 6. Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo e acesso a material digital em bibliotecas PENSAR O LIVRO 6 Fórum Ibero-americano sobre o livro, a leitura e as bibliotecas na sociedade do conhecimento Junho 2009 Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo

Leia mais

Principais funcionalidades. Arquitetura e requisitos técnicos. Modalidades de aquisição

Principais funcionalidades. Arquitetura e requisitos técnicos. Modalidades de aquisição Agenda Principais funcionalidades Arquitetura e requisitos técnicos Modalidades de aquisição Funcionalidades Descrição arquivística Gestão de coleções digitais Publicação em-linha Conservação & restauro

Leia mais

Adaptação da apresentação de apoio à formação BE (RBE/PTE) Junho 2010 http://www.slideboom.com/presentations/181624/fformbe_literacia_curriculo

Adaptação da apresentação de apoio à formação BE (RBE/PTE) Junho 2010 http://www.slideboom.com/presentations/181624/fformbe_literacia_curriculo Adaptação da apresentação de apoio à formação BE (RBE/PTE) Junho 2010 http://www.slideboom.com/presentations/181624/fformbe_literacia_curriculo À medida que cada vez mais recursos estão presentes na web,

Leia mais

Paginas em Branco: O sistema possui a possibilidade de configuração, que remove automaticamente as páginas em branco.

Paginas em Branco: O sistema possui a possibilidade de configuração, que remove automaticamente as páginas em branco. GERENCIAMENTO ARQUIVÍSTICA DE DOCUMENTOS. Disponibiliza rotinas para armazenar e gerenciar (incluindo, alterando, excluindo e pesquisando) a documentação física e eletrônica (digitalizada, importada de

Leia mais

Da adoção de boas práticas ao Plano de Preservação Digital

Da adoção de boas práticas ao Plano de Preservação Digital Da adoção de boas práticas ao Plano de Preservação Digital Encontro Internacional de Arquivos Da Produção à Preservação Informacional: desafios e oportunidades Évora, 3 e 4 de outubro de 2014 1. Preservação

Leia mais

Pesquisa cruzada em múltiplas fontes e formatos (mesmo imagem) a partir duma única caixa nas colecções sem paralelo.

Pesquisa cruzada em múltiplas fontes e formatos (mesmo imagem) a partir duma única caixa nas colecções sem paralelo. Ainda melhores ferramentas para procurar, encontrar, usar e partilhar informação A nova plataforma ProQuest foi criada por si. A ProQuest trabalhou com centenas de profissionais de informação e utilizadores

Leia mais

Voluntariado Literário o projecto Página-a-Página

Voluntariado Literário o projecto Página-a-Página Voluntariado Literário o projecto Página-a-Página Por: Rita Farinha Exponor 16 Abril 2010 Voluntariado Success is a science; if you have the conditions, you get the result. Oscar Wilde O projecto conta

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

Gestão Documental. Informação para a Governação

Gestão Documental. Informação para a Governação Gestão Documental Desafios para a Administração Pública Informação para a Governação Informação para a governação 2015-07-10 1 AGENDA O CEGER Missão e atribuições Ring Serviços aplicacionais Gestão Documental

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 Domínios de referência Competências Conteúdos Calendarização Conceitos Essenciais e

Leia mais

Preservação e disseminação de dados em Ciências Sociais

Preservação e disseminação de dados em Ciências Sociais Projeto de Investigação: «A construção de um arquivo de dados em Ciências Sociais» Preservação e disseminação de dados em Ciências Sociais Pedro Moura Ferreira «Infraestruturas de Recolha, Preservação

Leia mais

Guia de Depósito Teses

Guia de Depósito Teses Guia de Depósito Teses Descreva o documento que está a depositar Página 1 Se seleccionar todas as opções nesta página, visualizará um formulário diferente, modificado com o intuito de capturar informações

Leia mais

Série ArcGIS Online I. Aprenda em 20. Módulo 5. Crie um App. www.academiagis.com.br

Série ArcGIS Online I. Aprenda em 20. Módulo 5. Crie um App. www.academiagis.com.br Série ArcGIS Online I Aprenda em 20 Módulo 5 Crie um App Junho/2015 academiagis@img.com.br www.academiagis.com.br 1 Crie um App Você pode adicionar mais valor para o mapa que criou no módulo anterior,

Leia mais

RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL

RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL Regulamenta a digitalização do Acervo Documental da Faculdade de Direito do Recife. O Conselho Departamental do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal

Leia mais

A Biblioteca Digital do Senado Federal. DSpace

A Biblioteca Digital do Senado Federal. DSpace A Biblioteca Digital do Senado Federal eo DSpace André Luiz Lopes de Alcântara Chefe do Serviço de Biblioteca Digital Simone Bastos Vieira Diretora da Biblioteca do Senado Federal BIBLIOTECA DO SENADO

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

DOI - Digital Object Identifier

DOI - Digital Object Identifier DOI - Digital Object Identifier conceito, requisitos e responsabilidades dos editores Claudiane Weber Bibliotecária BU/UFSC DOI conceito WEBER, Claudiane (2012) O que é o DOI? 3 "Digital Object Identifier",

Leia mais

EBSCOhost. Básico. www.ebsco.com

EBSCOhost. Básico. www.ebsco.com EBSCOhost Básico Tópicos Pesquisa básica Escolher bases de dados Página de resultados Facetas Resultados Página do resultado Ferramentas 2 Pesquisa básica 3 Pesquisa básica 4 Pesquisa básica Nesta tela,

Leia mais

AQUISIÇÃO / INVENTÁRIO. Integração dos módulos de aquisição (sugestões/indicações de compra) com o módulo de tratamento da informação

AQUISIÇÃO / INVENTÁRIO. Integração dos módulos de aquisição (sugestões/indicações de compra) com o módulo de tratamento da informação AQUISIÇÃO / INVENTÁRIO / NÃO 1 Integração dos módulos de aquisição (sugestões/indicações de compra) com o módulo de tratamento da informação Registro de sugestões de compra de materiais bibliográficos

Leia mais

LeYa Educação Digital

LeYa Educação Digital Índice 1. Conhecer o 20 Aula Digital... 4 2. Registo no 20 Aula Digital... 5 3. Autenticação... 6 4. Página de entrada... 7 4.1. Pesquisar um projeto... 7 4.2. Favoritos... 7 4.3. Aceder a um projeto...

Leia mais

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário

Gestão Documental e Governança da Informação - O Debate Necessário Gestão Documental e 11 de novembro de 2014 Auditório da Torre do Tombo PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI Critérios de Avaliação e Tendências dos ECM Luís Vidigal (APDSI) Lisboa 11 de Novembro

Leia mais

Guia de Utilização. A consulta dos e-books não exige a instalação de nenhum programa específico.

Guia de Utilização. A consulta dos e-books não exige a instalação de nenhum programa específico. Guia de Utilização Acompanhando a tendência actual para o acesso rápido a conteúdos informativos via Web e atendendo às solicitações dos clientes internos e externos do Centro de Recursos em Conhecimento/Mediateca

Leia mais

Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento

Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento Contexto Planejamento Estrutura Política de funcionamento Promoção do acesso universal Informação atualizada Facilidade de pesquisa Compartilhamento de informação Facilidade de manutenção da informação

Leia mais

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço online 1. Aderir ao serviço > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 2. Navegar no BAV 3. Consultar requisitos > Autenticação no BAV > Navegação nos menus > Localização

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Criação de Páginas Web - MS Word 2000

Criação de Páginas Web - MS Word 2000 Gestão Comercial e da Produção Informática I 2003/04 Ficha de Trabalho N.º 9 Criação de Páginas Web - MS Word 2000 1. Criação de uma página Web (HTML): Escreva o seu texto e introduza as imagens pretendidas

Leia mais

AÇÕES PARA A PRESERVAÇÃO DIGITAL DE ACERVOS AUDIOVISUAIS NO BRASIL

AÇÕES PARA A PRESERVAÇÃO DIGITAL DE ACERVOS AUDIOVISUAIS NO BRASIL AÇÕES PARA A PRESERVAÇÃO DIGITAL DE ACERVOS Associação Brasileira de Preservação Audiovisual ABPA http://abpreservacaoaudiovisual.org/site/ Fundada em 16 de junho de 2008 pelos participantes do 3º Encontro

Leia mais

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor 20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor Versão 1.0 Índice I. Começar a utilizar o 20 Aula Digital... 4 1. Registo... 4 2. Autenticação... 4 2.1. Recuperar palavra-passe... 5 II. Biblioteca...

Leia mais

Luciano Rocha Diretor Técnico Enial Coord..de TI Sec. Geral Mesa da ALES www.al.es.gov.br - luciano@al.es.gov.br Tel.: 027 3382.

Luciano Rocha Diretor Técnico Enial Coord..de TI Sec. Geral Mesa da ALES www.al.es.gov.br - luciano@al.es.gov.br Tel.: 027 3382. Luciano Rocha Diretor Técnico Enial Coord..de TI Sec. Geral Mesa da ALES www.al.es.gov.br - luciano@al.es.gov.br Tel.: 027 3382.3858-99712845 GED - ECM Estatísticas: Gasta-se 400 horas por ano procurando

Leia mais

Comunidades e sub-comunidades

Comunidades e sub-comunidades Biblioteca Digital de Alimentação e Nutrição Humana APOIO AO UTILIZADOR Figure BDNut 1 Tutorial de pesquisa - Biblioteca 2009, revisto a 2014-11 Objetivos Este tutorial tem como objetivo orientar o utilizador

Leia mais

Princalculo Contabilidade e Gestão

Princalculo Contabilidade e Gestão COMUNICAÇÃO EXTERNA Junho/2013 REGIME DOS BENS EM CIRCULAÇÃO A obrigação é a partir de quando? 1 de Julho de 2013 Quem está obrigado? Os que no ano anterior tiveram um volume de negócios superior a 100.000

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE EDUCAÇÃO MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA EDUCACIONAL Internet e Educação Ensaio: A Web 2.0 como ferramenta pedagógica

Leia mais

Um projeto em rede na Administração Pública. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados.

Um projeto em rede na Administração Pública. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. Um projeto em rede na Administração Pública 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 Missão Assegurar a obtenção de ganhos de eficácia e eficiência,

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Disponibilização da v4.12 do ETPOS, alterações e procedimentos

Disponibilização da v4.12 do ETPOS, alterações e procedimentos Introdução... 3 Comunicação dos elementos dos documentos de transporte... 3 Licenciamento via sms... 4 Configuração do ETPOS... 5 Dados para autenticação no Portal da AT... 5 Criação de uma nova série

Leia mais

... Calendarização: 2 blocos de 90 m Metas/Objetivos Descritores Conceitos/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

... Calendarização: 2 blocos de 90 m Metas/Objetivos Descritores Conceitos/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA DISCIPLINA: TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PLANIFICAÇÃO DE 7º ANO... 1º Período Domínio INFORMAÇÃO I7 A Informação, o conhecimento e o mundo das tecnologias

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Linhas de Orientação de Media. GS1 Portugal. Sync PT Linhas de Orientação de Media 1

Linhas de Orientação de Media. GS1 Portugal. Sync PT Linhas de Orientação de Media 1 Linhas de Orientação de Media GS1 Portugal 1 Índice Introdução... 3 Especificações Gerais de Imagens... 4 Propriedades da imagem... 5 Cor e Qualidade... 5 Clipping Paths... 5 Fundo... 6 Borda... 6 Formato

Leia mais

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências)

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL http://repositorio.ul.pt / repositorio@reitoria.ul.pt

Leia mais

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES

DSPACE GESTÃO DE. Características e requisitos técnicos REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS WHITE PAPER SERIES DSPACE GESTÃO DE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS Características e requisitos técnicos WHITE PAPER SERIES Sobre o documento Identificador WP11173 Autor Miguel Ferreira Contribuição Luís Miguel Ferros Distribuição

Leia mais

POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO

POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO Repositório Institucional - Universidade da Beira Interior POLÍTICA DE AUTO-ARQUIVO O Ubithesis Conhecimento Online é o Repositório Institucional Digital da Universidade da Beira Interior. Tem como objectivo

Leia mais

Disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação Ano Letivo 2014/2015

Disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação Ano Letivo 2014/2015 A informação, o conhecimento e o mundo das tecnologias. (I7.1) Utilização do computador e/ou dispositivos eletrónicos similares em segurança. (I7.2) 1. Compreender a evolução das tecnologias de informação

Leia mais

Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora

Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora Sistema de Informação Integrado da Universidade de Évora - SIIUE - Nelson Madeira nmadeira@uevora.pt Serviços de Informática Universidade de Évora 14 / 11 / 2013 Sumário Sistema de Informação Integrado

Leia mais

DOI: Claudiane Weber

DOI: Claudiane Weber clauweber@gmail.com DOI: sistema de identificação numérico para conteúdo digital Claudiane Weber Bibliotecária UDESSM CRB 14/1272 DOI conceito O que é o DOI? 3 "Digital Object Identifier", significando

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 ÍNDICE 1 Quem somos? 2 Informações, 3 Cursos Jurídicos, 4 Edição de Livros, 5 Loja Virtual, 6 Livros Digitais, 7 Livros Impressos, 8 Livros Usados, 9 Direitos Autorais,

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Conceito de NF-e. Conexão NF-e

Conceito de NF-e. Conexão NF-e WHITE PAPER Sumário Conceito de NF-e... 3 Conexão NF-e... 3 Validador de Arquivos da Nota de Entrada... 4 Importador da Nota de Entrada Para o ERP E M S... 5 Manifesto do Destinatário Eletrônico (MD-e)...

Leia mais

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com

Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com Andréa Gonçalves Gerente de Treinamento andrea.goncalves@proquest.com O que sua equipe precisa saber para lidar com e-books Toda a equipe de atendimento da biblioteca deveria ter que usar os recursos da

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos

Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Arquivo Digital de Trabalhos Práticos de Alunos Projecto Integrado Engenharia de Linguagens Eduardo Ribeiro Miguel Nunes Objectivos Criação de uma interface Web para incorporação de Objectos Digitais;

Leia mais

Blogues educativos: recursos e ideias para partilhar. Teresa Pombo, 2011 ~ teresa.pombo@dgidc.min-edu.pt

Blogues educativos: recursos e ideias para partilhar. Teresa Pombo, 2011 ~ teresa.pombo@dgidc.min-edu.pt Blogues educativos: recursos e ideias para partilhar O quê? utilização de blogues como repositório de recursos educativos digitais de qualidade reutilização público-alvo Windows Movie Maker Podomatic YouTube

Leia mais

Casos Práticos (Internacionais)

Casos Práticos (Internacionais) Casos Práticos (Internacionais) MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa Casos Estudo nos T&L Desenvolvido pelo GS1 Global

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAÍNHA SANTA ISABEL, ESTREMOZ Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano Planificação Anual Ano letivo 2015/2016 Professora: Maria dos Anjos Pataca Rosado Domínio: Informação

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática,QWURGXomRj,QWHUQHW Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador) PROJETO UNESC@LA Novembro de 2000 CONTEÚDO 1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA POLÍTICA DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Grupo de Trabalho dos Bibliotecários da UNL Abril de 2009 Aprovada na Reunião de 21 de Maio de 2009 do Colégio dos Directores Política

Leia mais

GUIÃO DE UTILIZAÇÃO. 2º Desafio: Elaborar um guião de utilização. Integrar Ferramentas Web 2.0 no Processo de Aprendizagem

GUIÃO DE UTILIZAÇÃO. 2º Desafio: Elaborar um guião de utilização. Integrar Ferramentas Web 2.0 no Processo de Aprendizagem 1 GUIÃO DE UTILIZAÇÃO Formação: 2º Desafio: Elaborar um guião de utilização 2 Introdução A Web 2.0 O termo Web 2.0 foi usado, pela primeira vez, por O'Reilly em 2004 numa conferência no MediaLive International,

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão I POR Definições de notas Ao longo deste manual do utilizador, é utilizado o seguinte estilo de nota: especifica o ambiente operativo,

Leia mais

12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES?

12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES? Registo da prestação de contas 12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES? Uma das obrigações integradas na IES é o registo de prestação de contas. Isto significa que, as empresas

Leia mais

O SIG como apoio à mobilidade intermodal

O SIG como apoio à mobilidade intermodal Especializações em Transportes Transportes e Vias de / SIG Comunicação / INSPIRE e Sistemas Painel de Lisboa Informação 6 novembro Geográfica 2012 Transportes / SIG / INSPIRE O SIG como apoio à mobilidade

Leia mais

PHC dcontroldoc Interno e Externo

PHC dcontroldoc Interno e Externo PHC dcontroldoc Interno e Externo DESCRITIVO Com o PHC dcontroldoc o utilizador tem a possibilidade de aceder a diversos tipos de ficheiros (Imagens, Word, Excel, PDF) a partir de um local com acesso à

Leia mais

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Versão Março 2008 1 Introdução Este documento tem por objetivo

Leia mais

Guia "Web Connect" Versão 0 POR

Guia Web Connect Versão 0 POR Guia "Web Connect" Versão 0 POR Modelos aplicáveis Este Manual do Utilizador aplica-se aos seguintes modelos: ADS-2500W e ADS-2600W Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado

Leia mais

Digitalização para PC

Digitalização para PC 1 Criarumperfildedigitalização... 2 Usar o utilitário ScanBack....................... 2 UseaspáginasdaWebnoMarkNet... 4 Personalizar configurações de parapc... 7 Criar um perfil de digitalização parapc

Leia mais

Manual Xerox capture EMBRATEL

Manual Xerox capture EMBRATEL Manual Xerox capture EMBRATEL Versão 2 Junho/2011 Tópicos 1) Instalação do Xerox Capture 2) Utilização do Xerox Capture 2.1) Capturar pacotes de imagens pelo scanner 2.2) Importar pacote de imagens a partir

Leia mais

PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS

PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS ARQUIVO CENTRAL DO SISTEMA DE ARQUIVOS PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS 2011 PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO

Leia mais

SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA. @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil

SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA. @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil O que é ScienceDirect? ScienceDirect é a base de dados de textos completos revisados

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a MockFlow M a

Leia mais

L A C Laboratory for Advanced Collaboration

L A C Laboratory for Advanced Collaboration Publicação de Dados Governamentais no Padrão Linked Data 1.2 - Dados Governamentais Abertos Karin Breitman José Viterbo Edgard Marx Percy Salas L A C Laboratory for Advanced Collaboration Objetivo deste

Leia mais