Injeção de plásticos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Injeção de plásticos"

Transcrição

1 Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA FORMAÇÃO DE CUSTOS E PREÇOS DE VENDA Caso de uma Central de distribuição Relatórios Menu Relatórios (6/10 10) Injeção de plásticos Netz Soluções Industriais Apostila_18 (11) / Emitida em 11/09/12 Revisada em 11/09/12

2 ÍNDICE 18) Previsão de faturamento 5 d) Relatórios 5 d.1) Produto na semana 6 d.2) Produto no período 7 d.3) Geral diária 8 d.4) Por semana 9 d.5) Por cliente (não há agrupamento por produto) 10 d.6) Por cliente/destino (semanal) 11 d.7) Por cliente (há agrupamento por produto) 12 d.8) Lista dos valores de venda 13 d.9) Lista com encargos 14 d.10) Totalização por cliente, produto e destino 15 d.11) Totalização por produto e destino (analítico) 16 d.11.1) Relatório 16 d.11.2) Histograma 17 d.12) Totalização por produto e destino (gerencial) 18 2

3 d.12.1) Relatório 18 d.12.2) Histograma 19 19) Custeio do refugo 20 d) Relatórios 20 d.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos 20 d.1.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos, tomando-se como elemento de conversão, o peso bruto correspondente 21 d.1.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos, tomando-se como elemento de conversão, o peso líquido correspondente 22 d.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas 23 d.2.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas, tomando-se como elemento de conversão, o peso bruto correspondente dos produtos envolvidos 24 d.2.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas, tomando-se como elemento de conversão, o peso 25 3

4 líquido correspondente dos produtos envolvidos 4

5 18) Previsão de faturamento a) Acesso Menu Relatórios 17. Previsão de faturamento b) Relação dos relatórios Produto na semana Produto por período Geral diária Por semana Por cliente (não há agrupamento por produto) Por cliente/destino (semanal) Por cliente (há agrupamento por produto) Lista dos valores de venda Lista com encargos Totalização por cliente, produto e destino Totalização por produto e destino (analítico) Totalização por produto e destino (gerencial) c) Saída A saída destes relatórios pode ser dada em monitor, impressora, planilha eletrônica ou . d) Relatórios Tem por função elaborar, editar e imprimir relatórios com a previsão de faturamento de uma gama de opções, bem como, permitir a extração de relatórios com a listagem dos valores de venda e encargos. 5

6 d.1) Produto na semana Optou-se por selecionar o produto CONJ_INJ_A na semana de 30/07/12. 6

7 d.2) Produto no período Optou-se por selecionar o produto CONJ_INJ_A no período com início em 30/07/12. 7

8 d.3) Geral diária Optou-se por selecionar todos os produtos no período entre 30/07/12 e 06/08/12; impressa tão somente a 1ª. página do relatório 8

9 d.4) Por semana Optou-se por selecionar todos os produtos na semana de 30/07/12. 9

10 d.5) Por cliente (não há agrupamento por produto) Optou-se por selecionar todos os produtos do cliente CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO FANTASIA, iniciando o período em 30/07/12; impressa somente a 1ª. página do relatório. 10

11 d.6) Por cliente/destino (semanal) Optou-se por selecionar todos os produtos do cliente CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO FANTASIA, com destino CDF_INJ, iniciando o período em 30/07/12. 11

12 d.7) Por cliente (há agrupamento por produto) Optou-se por selecionar todos os produtos do cliente CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO FANTASIA, iniciando o período em 30/07/12. 12

13 d.8) Lista dos valores de venda São fornecidas várias opções de seleção e classificação do relatório; optou-se por selecionar todos os produtos e ordenar por produto. 13

14 d.9) Lista com encargos São fornecidas várias opções de classificação do relatório; optou-se por selecionar o destino CDF_INJ e ordenar por produto. 14

15 d.10) Totalização por cliente, produto e destino Optou-se por selecionar todos os produtos do cliente CENTRAL DE DISTRIBUIÇÃO FANTASIA, no período entre 30/07 e 06/08/12 15

16 d.11) Totalização por produto e destino (analítico) Optou-se por selecionar todos os clientes, no período entre 30/07 e 06/08/12 d.11.1) Relatório 16

17 d.11.2) Histograma 17

18 d.12) Totalização por produto e destino (gerencial) Optou-se por selecionar todos os clientes, no período entre 30/07 e 06/08/12 d.12.1) Relatório 18

19 d.12.2) Histograma 19

20 19) Custeio do refugo a) Acesso Menu Relatórios 18. Custeio do refugo b) Relação dos relatórios Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas c) Saída A saída destes relatórios pode ser dada em monitor, impressora, planilha eletrônica ou . d) Relatórios Tem por função permitir a valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados em um dado mês. A definição dos produtos a serem valorizados, pode dar-se pela seleção de máquinas ou através da escolha direta dos produtos. Optou-se pela seleção dos dados relativos a julho de d.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos Selecionados todos os produtos em que se registraram ocorrências de refugo (atentar que não existem variações na totalização por peso, visto que os pesos bruto e líquido dos produtos são iguais). 20

21 d.1.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos, tomando-se como elemento de conversão, o peso bruto correspondente 21

22 d.1.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de produtos, tomando-se como elemento de conversão, o peso líquido correspondente 22

23 d.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas Selecionou-se a injetora INJ_01 (atentar que não existem variações na totalização por peso, visto que os pesos bruto e líquido dos produtos são iguais). 23

24 d.2.1) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas, tomando-se como elemento de conversão, o peso bruto correspondente dos produtos envolvidos 24

25 d.2.2) Valorização dos volumes produzidos, aprovados e refugados, através da seleção de máquinas, tomando-se como elemento de conversão, o peso líquido correspondente dos produtos envolvidos 25

Caso de uma Central de distribuição

Caso de uma Central de distribuição Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Injeção de plásticos

Injeção de plásticos Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Caso de uma Central de distribuição

Caso de uma Central de distribuição Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Procedimentos para instalação

Procedimentos para instalação Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Caso de uma Central de distribuição. Seqüência de processamento. Injeção de plásticos

Caso de uma Central de distribuição. Seqüência de processamento. Injeção de plásticos Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Caso de uma Central de distribuição. Fluxos e roteiros de processamento. Injeção de plásticos

Caso de uma Central de distribuição. Fluxos e roteiros de processamento. Injeção de plásticos Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NO SEQUENCIAMENTO DE OP S E CARGA DE MÁQUINAS OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Otimização na carga de máquinas e sequenciamento de OP s

Otimização na carga de máquinas e sequenciamento de OP s Max-Prod SIMULADORES DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE OTIMIZAÇÃO NA CARGA DE MÁQUINAS E SEQUENCIAMENTO DE OP S OTIMIZAÇÃO NA ESCOLHA DE MATERIAS DE PRODUTOS E COMPONENTES OTIMIZAÇÃO NA

Leia mais

Sistema MSYS/PRO - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo

Sistema MSYS/PRO - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Sistema MSYS/PRO - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Exemplos de relatórios Índice Tipo de papel e orientação... 2 Contas a pagar... 3 Cópia de cheque... 4 Contas a receber - opção de

Leia mais

Curva ABC. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br

Curva ABC. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Curva ABC Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Utilização no sistema TCar-Win... 3 Configuração da curva ABC... 4 Configuração

Leia mais

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 2013 Relatório Gerencial Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 Sumário 1. Objetivo... 4 2. Seleção dos registros... 4 2.1 Seleção dos executores... 4 2.2 Parâmetros...

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

Poderá instalar o ZSRest APP diretamente através da Play Store do equipamento.

Poderá instalar o ZSRest APP diretamente através da Play Store do equipamento. 1 ZSRest APP 2 Este manual serve para o ajudar na configuração e utilização da aplicação ZSRest APP. Poderá instalar o ZSRest APP diretamente através da Play Store do equipamento. Inicialização: Ao iniciar

Leia mais

Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo

Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Resumo O desenvolvimento de um sistema específico para Produtoras de Cinema foi iniciado em 1984, quando fui convidado pela Companhia

Leia mais

Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica

Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica Sistema de acompanhamento da Produção na indústria Gráfica Este programa serve para acompanhar os verdadeiros tempos utilizados na produção e impressão na indústria gráfica de pequeno e médio porte. SPGráfica

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais 11.8x março de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivos... 3 2 Introdução... 3 3 Etiquetas de Estoque... 4 3.1 Configurando Parâmetros de

Leia mais

Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais

Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais Dezembro - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivos... 3 2. Introdução... 3 3. Etiquetas de Estoque... 4 3.1 Configurando Parâmetros de Impressão... 4 3.2 Imprimindo Etiquetas de Estoque... 4 4. Etiquetas

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Movimentações de Estoque. 11.8x. março de 2015. Versão: 5.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Movimentações de Estoque. 11.8x. março de 2015. Versão: 5.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Movimentações de Estoque 11.8x março de 2015 Versão: 5.0 1 Sumário 1 Introdução... 3 2 Objetivos... 3 3 Movimentações de Estoque... 3 4 Parâmetros... 5 5 Cadastros...

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01 Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

Manual Operacional Vendedores

Manual Operacional Vendedores Manual Operacional Vendedores Versão 1.0 Abril/2015 1. ACESSO AO SISTEMA SSE a) Localize em seu Desktop ou menu de acesso o ícone do sistema conforme abaixo. b) Após localizar, clique 2 vezes para acessar

Leia mais

ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA

ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA Pagina 2 de 22 ÍNDICE Estatística Anual... 3 Estatística Anual...

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Novidades Versão 12.02a

Novidades Versão 12.02a 1. VISÃO GERAL 1.1 MODIFICAÇÕES E ATUALIZAÇÕES: Foram adicionadas diversas funcionalidades nos Módulos de,,, Varejo e no Módulo de Vendas Balcão que permitem melhorias no desempenho operacional dos usuários

Leia mais

Módulo Faturamento INDICE

Módulo Faturamento INDICE Módulo Faturamento INDICE Como faturar contas... 3 Editando os dados de uma conta... 5 Como gerar o arquivo TISS... 7 Como cadastrar médicos... 10 Como cadastrar um convênio... 15 Como cadastrar um layout...

Leia mais

Gestão de Produção Indústria Têxtil e Confecções

Gestão de Produção Indústria Têxtil e Confecções Gestão de Produção Definição A Gestão de Produção para a Indústria Têxtil e Confecções associa o Controlo, Planeamento e Custeio Industrial dos vários sectores das denominadas Têxteis Verticais com o tratamento

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Otimize seus negócios e ganhe produtividade

Otimize seus negócios e ganhe produtividade Otimize seus negócios e ganhe produtividade Diferenciais O software Fenícia ERP é uma solução completa, especialmente desenvolvida para atender a pequenas e médias empresas que cobre todos os processos

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN.

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN. VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE ACD2016 FINALIZAÇÃO: 10 JUN. 13 04 NOV.2014 FEV. 201313 JUN. 2016 PUBLICAÇÃO: Prezado Cliente, Neste documento estão descritas todas as novidades

Leia mais

PLANILHA PARA GERENCIAR NOTAS DAS TURMAS

PLANILHA PARA GERENCIAR NOTAS DAS TURMAS PLANILHA PARA GERENCIAR NOTAS DAS TURMAS INTRODUÇÃO Faça download de um dos arquivos de acordo com o software de planilha eletrônica disponível em sua máquina: Excel 97-03 https://dl.dropboxusercontent.com/u/5308498/rem_planilhaexemplo.xls

Leia mais

VALIDAÇÃO DOS DADOS. JOTEC Tecnologia em Software. Manual Validação dos dados 1

VALIDAÇÃO DOS DADOS. JOTEC Tecnologia em Software. Manual Validação dos dados 1 VALIDAÇÃO DOS DADOS 1 ÍNDICE Validação dos dados importados...3 CLIENTES / FORNECEDORES / PRODUTOS... 3 TRANSPORTADORAS / VENDEDORES... 5 DUPLICATAS A RECEBER / A PAGAR...7 2 Validação dos dados importados

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11

Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11 Template: Lei 12.619 Regulamentação e Disciplina da Jornada de Trabalho e Tempo de Direção dos Motoristas Profissionais Descrição do Projeto de Integração Grupo Totvs Microsiga Protheus Versão 11 Índice

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

Menu Listagem. Seleção Este item poderá filtrar algumas opções para a impressão, selecionando: Empresas Departamentos

Menu Listagem. Seleção Este item poderá filtrar algumas opções para a impressão, selecionando: Empresas Departamentos Funcionários Listagem para controle de funcionários Menu Listagem Esta listagem Completa apresenta alguns dados referentes ao cadastro dos funcionários. O usuário poderá filtrar a impressão através das

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Cadastro de Franquias. Cadastro de Tipo. Configuração da Exportação

Cadastro de Franquias. Cadastro de Tipo. Configuração da Exportação Franquias O módulo Franquias permite que o Franqueador envie cadastros de produtos, serviços e preços para seus Franqueados. Sendo possível também, controlar as movimentações de vendas e estoque dos mesmos.

Leia mais

Simulação e Gerenciamento de Manufatura. Quadro comparativo entre o Max-Prod e seu principal concorrente (Software importado)

Simulação e Gerenciamento de Manufatura. Quadro comparativo entre o Max-Prod e seu principal concorrente (Software importado) Simulação e Gerenciamento de Manufatura Quadro comparativo entre o Max-Prod e seu principal concorrente (Software importado) Max-Prod Software importado Simulação e Otimização da Carga de Máquinas e Sequenciamento

Leia mais

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas.

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas. Balancete Orçamentário Produto : TOTVS Gestão Patrimonial - 12.1.6 Processo : Relatórios Subprocesso : Balancete Orçamentário Data publicação da : 17/06/2015 O Balancete é um relatório contábil oficial

Leia mais

O objetivo deste treinamento é apresentar as ferramentas para gerar um Fluxo de Caixa no sistema SIF

O objetivo deste treinamento é apresentar as ferramentas para gerar um Fluxo de Caixa no sistema SIF Treinamento Financeiro SIF Fluxo de Caixa O objetivo deste treinamento é apresentar as ferramentas para gerar um Fluxo de Caixa no sistema SIF Todas as obrigações efetivamente pagas e recebidas compõe

Leia mais

PLANEJAMENTO DA MANUFATURA

PLANEJAMENTO DA MANUFATURA 58 FUNDIÇÃO e SERVIÇOS NOV. 2012 PLANEJAMENTO DA MANUFATURA Otimizando o planejamento de fundidos em uma linha de montagem de motores (II) O texto dá continuidade à análise do uso da simulação na otimização

Leia mais

Help Encerramento do Exercício E&L Produções de Software

Help Encerramento do Exercício E&L Produções de Software Help Encerramento do Exercício Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Contents 5 Table of Contents Foreword

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Evolution - Cobrança, Contas a Pagar e Fluxo de Caixa Gerenciar títulos vencidos e a vencer, controlar adiantamentos, cobrança eletrônica Cobrança em atraso, comissões,

Leia mais

Gerenciamento de Projeto: Monitorando e Controlando o Projeto II. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Gerenciamento de Projeto: Monitorando e Controlando o Projeto II. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Gerenciamento de Projeto: Monitorando e Controlando o Projeto II Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Reportar o Desempenho Realizar o Controle Integrado de Mudanças Reportar o

Leia mais

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista Crédito à Vista Guia Crédito à Vista Cada vez mais as redes varejistas querem manter um bom relacionamento com seus consumidores. Para viabilizar o negócio precisam disponibilizar o mais rápido e melhor

Leia mais

Gerenciamento da produção

Gerenciamento da produção 74 Corte & Conformação de Metais Junho 2013 Gerenciamento da produção Como o correto balanceamento da carga de dobradeiras leva ao aumento da produtividade e redução dos custos (I) Pedro Paulo Lanetzki

Leia mais

O Utility foi desenvolvido para atender de forma simples e integrada os setores de Vendas, Produção, Financeiro e Gerencial.

O Utility foi desenvolvido para atender de forma simples e integrada os setores de Vendas, Produção, Financeiro e Gerencial. UTILITY ERP 1.0 www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer recursos que irão facilitar o gerenciamento da

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo II

Treinamento Sistema Condominium Módulo II CONDOMINIUM - Módulo II GERAÇÃO DE EMISSÕES RATEIO Neste módulo o aprendizado será a emissão dos boletos bancários. O sistema disponibiliza algumas maneiras para facilitar o seu dia-a-dia: Sequencia para

Leia mais

Manual: Regra de Faturamento

Manual: Regra de Faturamento Manual: Regra de Faturamento Introdução Este manual tem o intuito de levar ao conhecimento dos clientes do sistema A7 Pharma a nova ferramenta de Regra de Faturamento. Esta nova função foi implementada

Leia mais

Guia Débito Parcelado

Guia Débito Parcelado Guia Débito Parcelado (antigo CDC) O parcelamento nos cartões de débito traz muitas vantagens para seu estabelecimento e seus clientes. Os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos seus portadores

Leia mais

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas Fenícia CRM & SRM Introdução O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para

Leia mais

Elaboração e redação: Equipe de Ensino e Documentação Unidade Indústria da Construção UNIC

Elaboração e redação: Equipe de Ensino e Documentação Unidade Indústria da Construção UNIC Notas Fiscais Copyright 2014 By Softplan. Rod. José Carlos Daux, km 1, Nº 10 Centro de Tecnologia Ilhasoft - ParqTec Alfa João Paulo Florianópolis SC CEP 88030-000 Telefone: (48) 3027-8000 Homepage: http://www.softplan.com.br

Leia mais

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 STEGEM - INTERFACE... 2 1 Introdução... 2 2 A interface... 2 2.1 Painel de Navegação... 3 2.2 Barra de Menus em forma de Ribbon... 4 2.3 Painel de Trabalho... 5 2.4 Barra de Status...

Leia mais

Treinamento do Sistema RH1000

Treinamento do Sistema RH1000 Treinamento do Sistema RH1000 = Bloco Treinamento = Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial Atualizado em 25Mai2014 1 Bloco Treinamento Tópico Slide Dinâmica dos treinamentos 4 Áreas de treinamento 5 Treinamentos

Leia mais

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SUMÁRIO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES... 3 1. Projeto Meta de Vendas... 3 1.1 Itens de Configuração Alterados... 3 2. Planejamento de Vendas... 3 2.1 Meta de Vendas...

Leia mais

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja

Parcelado Loja. Guia Parcelado Loja Guia Parcelado Loja O Parcelado Loja vem se mostrando um excelente produto para fidelizar seus clientes e assim, alavancar vendas, devido a possibilidade de parcelar compras sem juros. Com o Parcelado

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 1 ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 5. CADASTRO OPERAÇÕES FISCAIS (CFOP)...7 6. GERAR SINTEGRA...8 7. CONTROLE DE

Leia mais

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM)

Parcelado Emissor. Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Parcelado Emissor Guia Parcelado Emissor (antigo ADM) Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de cartões

Leia mais

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora

Parcelado Administradora. Guia Parcelado Administradora Parcelado Administradora Guia Parcelado Administradora Seu estabelecimento pode oferecer parcelamento com juros a seus clientes, pois os bancos emissores oferecem crédito préaprovado aos portadores de

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br Esta é a primeira tela, aonde o usuário irá colocar o código de acesso para utilizar o software. Se for a primeira vez

Leia mais

ZSRest. Manual Profissional. Comandos Rádio X64. V2011-Certificado

ZSRest. Manual Profissional. Comandos Rádio X64. V2011-Certificado Manual Profissional Comandos Rádio X64 V2011-Certificado 1 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. Configuração inicial... 3 4. Configurações X64... 5 a) Definições Gerais... 5 b) Documentos e Periféricos... 8

Leia mais

Como proceder diante de Críticas na Redução Z?

Como proceder diante de Críticas na Redução Z? Como proceder diante de Críticas na Redução Z? O fechamento da Redução Z é um procedimento diário e que deve ser feito depois do fechamento do Prestação de Contas. Quando há alguma divergência que impede

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.2C-03 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Lei do Imposto. Dezembro

Lei do Imposto. Dezembro Lei do Imposto Dezembro 2014 Guia para adaptação do sistema Wingas à Lei do Imposto 2.741/2012. Compatível com as versões 1.8.5 e posteriores. Atualizado em: 16/12/2014. 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2 1.1 OBJETIVOS

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS

MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS 1 Sumário Introdução... 3 Funcionalidades... 3 Requisitos Necessários... 3 Acesso ao Upload de Arquivo TISS... 3 Upload de Arquivo TISS... 5 Erros mais frequentes

Leia mais

Planejamento do Projeto. Projeto do Produto Engenharia de Produção

Planejamento do Projeto. Projeto do Produto Engenharia de Produção do Produto Engenharia de Produção Gestão de s Iniciação Planejamento Controle Execução Encerramento Definir interessados no projeto Planejamento do Plano de - Declaração do escopo - Atividades e duração

Leia mais

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO 5 www. HABISP. inf.br Outubro/2008 TREINAMENTO HABISP MÓDULO VERBA DE ATENDIMENTO 1 INTRODUÇÃO Este documento, tem por finalidade, permitir aos usuários a utilização das ferramentas do HABISP que possibilitam

Leia mais

Objetivos. Página - 2

Objetivos. Página - 2 Índice Índice... 1 Objetivos... 2 Configurações... 3 Cadastro de Bancos... 3 Plano de Contas... 3 Conta Corrente... 4 Instruções Bancárias... 6 Portadores Bancários... 7 Cadastro de Clientes... 8 Boletos...

Leia mais

Apostila PDV Frente de Caixa

Apostila PDV Frente de Caixa Apostila PDV Frente de Caixa Sumário Sincronização dos dados...4 Menu PDV...4 Abrir PDV...4 PDV (Ctrl+V)...4 Processos de Vendas...5 Venda em Dinheiro...5 Venda em Cartão de Débito...6 Venda em Cartão

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

ARTSOFT. Follow Up de Documentos

ARTSOFT. Follow Up de Documentos ARTSOFT Follow Up de Documentos Follow up de Documentos Um circuito documental compreende todo o percurso que determinado documento-tipo faz dentro da sua empresa. Exemplo de um circuito documental: Num

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo V

Treinamento Sistema Condominium Módulo V Módulo V Prestação de Contas Condomínio> Prestação de Contas Em Prestação de Contas Serão impressos todos os relatórios que irão compor sua Pasta mensal. Estão disponíveis diversos modelos para balancete,

Leia mais

MICROSOFT EXCEL AVANÇADO

MICROSOFT EXCEL AVANÇADO MICROSOFT EXCEL AVANÇADO SE Retorna um valor se teste_lógico avaliar como VERDADEIRO e um outro valor se for avaliado como FALSO. Use SE para conduzir testes condicionais sobre valores e fórmulas e para

Leia mais

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk 1 Conteúdo Introdução:... 3 CAMINHO:... 4 Inclusão e inicio do PEDIDO DE VENDAS... 5 DETALHES

Leia mais

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5 Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul S.A. SANESUL MANUAL OPERACIONAL COMPRAS Gerência de Suprimentos SUP/GESU SUMÁRIO Acessar o sistema MICROSIGA... 3 Elaborar Solicitação de Compra... 5 Gerar Relatório

Leia mais

Informações Gerais www.crfmg.org.br/congressomineiro Área do Congressista três dias Emitir 2ª Via do Boleto confirmação 5 dias úteis

Informações Gerais www.crfmg.org.br/congressomineiro Área do Congressista três dias Emitir 2ª Via do Boleto confirmação 5 dias úteis O 2º Congresso Mineiro de Farmácia, que acontecerá de 23 a 25 de outubro de 2014, é mais uma iniciativa do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais com o objetivo de levar capacitação de

Leia mais

OFIC1200 - Consulta da O.S.

OFIC1200 - Consulta da O.S. OFIC1200 - Consulta da O.S. Este programa é utilizado para consultar O.S. Para isso, deve ser seguido por 3 etapas: 1ª - Selecionar uma O.S., partindo de diversas opções. 2ª - Selecionada a O.S., filtrar

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP.

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. O objetivo deste manual é orientar os usuários do sistema de Processo Eletrônico a transformar

Leia mais

DIAGRAMA DE CASO DE USO

DIAGRAMA DE CASO DE USO Simulador de uma casa bancária: que faz empréstimo para aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Onde deve-se calcular a margem de consignação, o valor das parcelas de cada empréstimo e o valor

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos:

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15. Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: 8 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA Cargo 15 QUESTÃO 16 Uma pessoa, utilizando o sistema operacional Microsoft Windows, executou a seguinte seqüência de comandos: I. acessou a pasta Relatorios, selecionou

Leia mais

Guia Simplificada de Rotina PCP versão 2038 dicionário 2299 Planejamento e Controle de Produção

Guia Simplificada de Rotina PCP versão 2038 dicionário 2299 Planejamento e Controle de Produção Guia Simplificada de Rotina PCP versão 2038 dicionário 2299 Planejamento e Controle de Produção Opções Selecionar Empresa Selecionar a empresa que o usuário vai trabalhar. Empresa Dados cadastrais da empresa.

Leia mais

Título: De Olho na Produção

Título: De Olho na Produção Título: De Olho na Produção Resumo O De Olho na Produção trata-se de um sistema inovador de gestão de informação que tem por premissas: projetar a chegada dos vagões até os pontos de carregamento e descarga,

Leia mais

Contabilidade Gerencial 2. Contabilidade Gerencial. Projeção do orçamento. Administração. Prof: Marcelo dos Santos. Projeção Orçamento

Contabilidade Gerencial 2. Contabilidade Gerencial. Projeção do orçamento. Administração. Prof: Marcelo dos Santos. Projeção Orçamento Administração Prof: Marcelo dos Santos Contabilidade Gerencial 2 Contabilidade Gerencial Projeção Orçamento Análise de Desempenho Projeção do orçamento Uma projeção De orçamento deve Se iniciar pela vendas.

Leia mais

MANUAL UTILIZAÇÃO DO PORTAL SISTEMA TOTVS EEP

MANUAL UTILIZAÇÃO DO PORTAL SISTEMA TOTVS EEP MANUAL UTILIZAÇÃO DO PORTAL SISTEMA TOTVS EEP 1 Sumário Acesso ao Portal EEP.NET... 3 Login Portal EEP.NET... 4 Digitação de Notas... 5 Digitação de Faltas... 7 Digitação do Plano de Aula... 9 Emissão

Leia mais

Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial

Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial Senha para Cancelamento de Itens no Check-Out: É a senha obrigatória quando o Check-Out comandar um cancelamento de item (Botão F9). Pedido Automático Balcão

Leia mais