Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO"

Transcrição

1 18/junho/2015 Caesar Business Faria Lima São Paulo, SP Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

2 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO Edson Fernandes Gerente Nacional- PSQ Esquadrias de Alumínio

3 ABNT NBR Esquadrias externas para edificações PRINCÍPIO BÁSICO: ATENDER A NORMA DE ESQUADRIAS EXTERNAS PARA EDIFICAÇÕES NBR 10821:2011 Parte 1 Terminologia Parte 2 Classificação e desempenho Parte 3 Métodos de ensaio

4 ABNT NBR Esquadrias externas para edificações REQUISITOS DA ABNT NBR TABELA DE CLASSIFICAÇÃO PENETRAÇÃO DE AR (LOCAIS CLIMATIZADOS E NÃO CLIMATIZADOS) VERIFICAÇÃO DA ESTANQUEIDADE À ÁGUA VERIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO, QUANDO SUBMETIDO À CARGAS UNIFORMEMENTE DISTRIBUÍDAS (PRESSÕES DE ENSAIO E PRESSÕES DE SEGURANÇA) RESISTÊNCIA ÀS OPERAÇÕES DE MANUSEIO

5 ABNT NBR Esquadrias externas para edificações VARIAVEIS : REGIÃO / ALTURA / DIMENSÕES. GRÁFICO DAS ISOPLETAS DE VELOCIDADE BÁSICA DO VENTO, EM m/s NO BRASIL Fonte: ABNT NBR 6123

6 ABNT NBR Esquadrias externas para edificações ESQUADRIAS ENTRE VÃOS

7 ABNT NBR 10821:2011 FACHADAS CORTINAS

8 AFEAL - NORMA DE DESEMPENHO... ABNT NBR EDIFICAÇÕES HABITACIONAIS - DESEMPENHO PARTE 4 da Norma de desempenho: REQUISITOS PARA OS SISTEMAS DE VEDAÇÕES VERTICAIS INTERNAS E EXTERNAS Primeira publicação em 2008 Revisada e... Válida a partir de 19/07/2013

9 ABNT NBR Esquadrias externas para edificações NBR novas partes: (Projetos finalizados encaminhados para a ABNT ) Parte 4 Requisitos de desempenhos adicionais atenuação acústica, desempenho térmico (ventilação e sombreamento) Parte 5 Instalação e manutenção

10 PROPOSTA ABNT NBR Tabela 1 Níveis de desempenho das esquadrias Ensaio Desempenho D C B A Índice de redução sonora ponderado R w (db) R w < < R w < < R w < 30 R w > 30 Texto está na ABNT

11 PROPOSTA ETIQUETA / ABNT NBR

12 Atenuação acústica do conjunto e da esquadria, em laboratório Metodologia: ISO

13 Re = Rw + Ctr 35 Desempenho A Resumo dos ensaios acústicos em 3 lotes de esquadrias Realidade com mais empresas e melhoria do existente Desempenho B 20 Desempenho C Desempenho D

14 ISOLAMENTO ACÚSTICO: MUITO A APRENDER!!! Qual frequência?

15 Exigência pela Norma: Eficiência B Rw 25dB O assunto é complexo!!! NÃO TEM TABELINHA!!! ESTUDAR, ESTUDAR.

16

17

18 RUÍDO PELO VIDRO HOLOGRAFIA ACÚSTICA

19 Substituindo o vidro: HOLOGRAFIA ACÚSTICA RUÍDO PELO ACESSÓRIO Próximo passo: melhorar o fecho

20

21

22

23

24

25

26 ESQUADRIAS QUE ATENDEM A ABNT NBR Contribuem no desempenho acústico!!! Melhorias das esquadrias existentes : Componentes, usinagens, montagens, instalações... Optar por produtos Homologados; Escolher fabricantes Qualificados; Pesquisar tipologias adequadas: Janela de correr integrada; Janela maxim-ar; Esquadrias de movimentos compostos.

27 Figura 13 : Esquadria gira e ou tomba Figura 11 : Esquadria de correr com giro ESQUADRIAS COM QUALIDADE QUE ATENDEM A ABNT NBR LADO INTERNO Esquadrias de movimentos compostos, conforme ABNT NBR Folhas de correr que ao fechar comprimem o marco inferior deixando sem peso nas roldanas VISTA INTERNA VISTA INTERNA LADO INTERNO Folhas alinhadas quando fechadas Folhas de correr que ao fechar pressionam perimetralmen VISTA INTERNA VISTA INTERNA FIXO FIXO Figura 12 : Esquadria alçante FIGURA 14 : Equadria de correr paralela e ou tomba FIXO FIXO FIGURA 15 : Esquadria de correr Contact LADO INTERNO Esquadria alçante LADO INTERNO LADO INTERNO Esquadria paralela e de tombar LADO INTERNO Esquadria de abrir e de tombar Esquadria de correr com compressão transversal ao plano de movimentação

28 ONDE ENCONTRAR... LABORATÓRIOS: CONCREMAT IPT ATENUA SOM UNISINOS CONSULTORES: HARMONIA ACÚSTICA SCHAIA AKKERMAN GINER ACÚSTICA MODAL ACÚSTICA CURSOS: NELSON SOLANO PRO ACÚSTICA VIDROSOM POLI PÓS-GRADUAÇÃO EM ACÚSTICA

29 Agradeço a oportunidade! Edson Fernandes

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Associação Nacional de Fabricantes de Esquadria de Alumínio Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Enga. Fabiola Rago Beltrame Coordenadora

Leia mais

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias Aspectos técnicos e jurídicos Enga. Fabiola Rago Beltrame AFEAL - Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio

Leia mais

Esquadrias para Edificações. Como atender a norma de desempenho das edificações ABNT NBR 15575-4

Esquadrias para Edificações. Como atender a norma de desempenho das edificações ABNT NBR 15575-4 Esquadrias para Edificações Como atender a norma de desempenho das edificações ABNT NBR 15575-4 Enga. Fabiola Rago Beltrame AFEAL - Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio ABNT NBR

Leia mais

ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS. Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575

ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS. Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575 ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575 Em julho de 2013 entrou definitivamente em vigor a NBR 15.575, a norma de desempenho de

Leia mais

Esquadrias Externas para Edificações ABNT NBR 10821, sua revisão e a Norma de desempenho

Esquadrias Externas para Edificações ABNT NBR 10821, sua revisão e a Norma de desempenho Esquadrias Externas para Edificações ABNT NBR 10821, sua revisão e a Norma de desempenho Eng a. Fabiola Rago Beltrame ESQUADRIAS EXTERNAS PARA EDIFICAÇÕES NBR 10821:2011 Parte 1 Terminologia Parte 2 Classificação

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS HISTÓRICO DO PSQ-Esquadrias de Alumínio - ABR/2001: AFEAL implementa o Programa Setorial da Qualidade (PSQ) de Esquadrias de Alumínio. O referido programa está inserido no Programa

Leia mais

Aula 7 : Desenho de Ventilação

Aula 7 : Desenho de Ventilação Aula 7 : Desenho de Ventilação Definições: NBR 10821:2001, Caixilho para edificação: Janela Caixilho, geralmente envidraçado, destinado a preencher um vão, em fachadas ou não. Entre outras, sua finalidade

Leia mais

A EVOLUÇÃO D A S ESQUADRIAS

A EVOLUÇÃO D A S ESQUADRIAS A EVOLUÇÃO D A S ESQUADRIAS Imagine um sistema de esquadrias completo, com três versões distintas para as principais tipologias, que podem ser fabricadas com os mesmos perfis, em um mesmo estampo, com

Leia mais

ESQUADRIAS Resumo da aula

ESQUADRIAS Resumo da aula ESQUADRIAS Resumo da aula Os vãos têm como funções a vedação e a comunicação dos ambientes internos e externos do edifício. Ambos necessitam de obras e serviços, executadas com materiais, segundo determinadas

Leia mais

1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015

1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 FABRICANTES, LOJISTAS, CONSTRUTORAS E CONSUMIDORES 1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 PSQ Esquadrias de Alumínio 2015 Alberto

Leia mais

ESQUADRIAS EXTERNAS. NBR 10821 Projetos finalizados encaminhados para consulta nacional da ABNT em maio 2013

ESQUADRIAS EXTERNAS. NBR 10821 Projetos finalizados encaminhados para consulta nacional da ABNT em maio 2013 ABNT NBR 10821 Esquadrias externas para edificações ESQUADRIAS EXTERNAS PARA EDIFICAÇÕES NBR 10821 Projetos finalizados encaminhados para consulta nacional da ABNT em maio 2013 Parte 4 Requisitos de desempenhos

Leia mais

Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios

Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios Esquadrias anti-ruídos Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios Laboratório de acústica da Divisão de

Leia mais

Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura

Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura 1 Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura Analise da Norma NBR 15575 Autor Principal Consultor www.gineraudio.com.br giner@gineraudio.com.br

Leia mais

Instaladores de Janelas Eficientes

Instaladores de Janelas Eficientes Instaladores de Janelas Eficientes LNEG, 8 julho BUILD UP Skills FORESEE IEE/13/BWI 702/SI2.680177 BUILD UP Skills FORESEE September 2014 to February 2017 Carga horária 25 horas A. Teoria: Objetivos 1.

Leia mais

Programa Setorial da Qualidade Esquadrias de Aço. PSQ EA TR 05/15 Pág. 1 / 21

Programa Setorial da Qualidade Esquadrias de Aço. PSQ EA TR 05/15 Pág. 1 / 21 PSQ EA TR 05/15 Pág. 1 / 21 Entidade Setorial Nacional Mantenedora Rua Tupi, 318 São José do Rio Preto/SP CEP.: 15.090-020 Fone: (17) 3222-1790 Fax: (17) 3364-5700 www.afeaco.com.br afeaco@afeaco.com.br

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS HISTÓRICO DO PSQ-Esquadrias de Aço - NOV/1996 :O Programa da Qualidade da Construção Habitacional do Estado de São Paulo (QUALIHAB), implantado pela CDHU, estimulou a criação do

Leia mais

O vidro na barreira do som

O vidro na barreira do som Maio 2015 O vidro na barreira do som OFERECIMENTO SUPLEMENTO 1 março CONCEITOS BÁSICOS E A EVOLUÇÃO DO USO DO VIDRO SUPLEMENTO 2 abril EXEMPLOS PRÁTICOS DO USO DO VIDRO ACÚSTICO SUPLEMENTO 3 maio ENSAIOS

Leia mais

O impacto da Norma de Desempenho NBR 15575 na Indústria de materiais e componentes visando o atendimento do desempenho acústico

O impacto da Norma de Desempenho NBR 15575 na Indústria de materiais e componentes visando o atendimento do desempenho acústico O impacto da Norma de Desempenho NBR 15575 na Indústria de materiais e componentes visando o atendimento do desempenho acústico Vera Fernandes Hachich Sócia-gerente da PBQP-H INMETRO Programas Setoriais

Leia mais

Sistema A.080. A modelação dos vidros é enfatizada pela aba exterior do perfil. A aba em alumínio que serve de moldura tem 15 mm de vista.

Sistema A.080. A modelação dos vidros é enfatizada pela aba exterior do perfil. A aba em alumínio que serve de moldura tem 15 mm de vista. A.080 SISTEMA A.080 A.080 CLÁSSICA - SOLUÇÃO BASE Fixação dos vidros por capa de aperto em alumínio. As capas de aperto são parafusadas à estrutura montante travessa recorrendo a vedantes em EPDM. O corte

Leia mais

Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL N O 38

Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL N O 38 Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio Av. Marques de São Vicente, 121 4º andar, sala 401 Barra Funda - São Paulo SP cep 01139-001 Telefone:

Leia mais

Sistema A.045 - Caracterização

Sistema A.045 - Caracterização Sistema A.045 - Caracterização Sistema de batente com rotura de ponte térmica, vedação central e câmara europeia as ferragens. Permite a construção de caixilhos de abrir com uma ou mais folhas móveis,

Leia mais

Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas. Eng. Luiz Barbosa

Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas. Eng. Luiz Barbosa Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas Eng. Luiz Barbosa Objetivo Mostrar, de forma conceitual, a aplicabilidade do vidro em fachadas, tendo ele, não somente excelente desempenho acústico, mas sendo,

Leia mais

sistemasprediais engenharia arquitetura www.engenhariaearquitetura.com.br ISSN 1981-4240

sistemasprediais engenharia arquitetura www.engenhariaearquitetura.com.br ISSN 1981-4240 ea engenharia arquitetura sistemasprediais www.engenhariaearquitetura.com.br ISSN 1981-4240 Sistemas Prediais - engenharia arquitetura Edição 31 ano V I 2012 R$ 12,50 Leroy Merlin aposta em sustentabilidade

Leia mais

Foto: Arquitecto Luis Santos Edifício Desfo: Grijó

Foto: Arquitecto Luis Santos Edifício Desfo: Grijó Foto: Arquitecto Luis Santos Edifício Desfo: Grijó Sistema A.062 - Caracterização Sistema de batente com rotura de ponte térmica, vedação central e câmara europeia para as ferragens. Permite a construção

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-013 Folha: 1 / 09 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO S.A. IPT CENTRO TECNOLÓGICO DO AMBIENTE CONSTRUÍDO - CETAC

Leia mais

PARÂMETROS PARA QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES CONFORME NBR 15.575

PARÂMETROS PARA QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES CONFORME NBR 15.575 EMPRESA NBR 15.575 DESEMPENHO ACÚSTICO PROJETO ACÚSTICO EXECUÇÃO PARÂMETROS PARA QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES CONFORME NBR 15.575 EMPRESA NBR 15.575 DESEMPENHO ACÚSTICO PROJETO ACÚSTICO EXECUÇÃO

Leia mais

PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES PARA CONSTRUÇÃO CIVIL FABRICADOS COM PERFIS DE PVC SETORIAL JANELAS

PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES PARA CONSTRUÇÃO CIVIL FABRICADOS COM PERFIS DE PVC SETORIAL JANELAS AFAP-PVC: TESIS: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FABRICANTES DE PERFIS DE PVC PARA CONSTRUÇÃO CIVIL TECNOLOGIA DE SISTEMAS EM ENGENHARIA REFERÊNCIA: PGQ 2 - F - PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES

Leia mais

BRISA20 C a t á l o g o Té c n i c o 2 Conceito: Linha BRISA 20 BRISA20 As esquadrias de Alumínio são muito mais do que apenas uma designação genérica para portas e janelas, são verdadeiras molduras por

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLOGIA QUALIDADE POUPANÇA GARANTIA SUSTENTABILIDADE ESTÉTICA FUNCIONALIDADE DESIGN CONFORTO I+D+I

INOVAÇÃO TECNOLOGIA QUALIDADE POUPANÇA GARANTIA SUSTENTABILIDADE ESTÉTICA FUNCIONALIDADE DESIGN CONFORTO I+D+I SISTEMA COR 60 FOLHA OCULTA A CORTIZO desenvolveu mais de 50 sistemas exclusivos de janelas, fachadas, painel compósito e sistemas de proteção solar de última geração. Esta aposta na inovação permite-nos

Leia mais

As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica.

As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica. GUILHOTINAS As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica. Com um sistema de ferragens de elevado desempenho, a solução de janelas de guilhotina

Leia mais

A.100 A.175 SISTEMA DE BATENTE. Módulo. Otimização dos recursos energéticos e contribuição para uma construção sustentável.

A.100 A.175 SISTEMA DE BATENTE. Módulo. Otimização dos recursos energéticos e contribuição para uma construção sustentável. A.175 Módulo A.100 SISTEMA DE BATENTE Solução composta por três versões, A.175, A.165 e A.155, todas concebidas dentro da mesma filosofia: Otimização dos recursos energéticos e contribuição para uma construção

Leia mais

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO. Um sistema com bom desempenho MITOS E VERDADES

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO. Um sistema com bom desempenho MITOS E VERDADES Seminário: Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO Um sistema com bom desempenho MITOS E VERDADES Arnoldo Wendler Sistema Construtivo Estudo de viabilidade Anteprojeto arquitetônico Comercialização

Leia mais

AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL

AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL PERÍODO: JANEIRO A DEZEMBRO DE 2007 1. HISTÓRICO Em abril

Leia mais

Zendow oscilo-paralelas. + liberdade para o seu espaço + isolamento térmico e acústico + segurança

Zendow oscilo-paralelas. + liberdade para o seu espaço + isolamento térmico e acústico + segurança OSCILO-PARALELAS + liberdade para o seu espaço + isolamento térmico e acústico + segurança Zendow oscilo-paralelas A tecnologia e a estética Zendow O sistema de janelas e portas oscilo-paralelas Zendow

Leia mais

ESQUADRIAS PARA EDIFICAÇÕES. Construção Civil II. Prof. 15:04Dr. Leonardo F. R. Miranda 1

ESQUADRIAS PARA EDIFICAÇÕES. Construção Civil II. Prof. 15:04Dr. Leonardo F. R. Miranda 1 ESQUADRIAS Construção Civil II PARA EDIFICAÇÕES Prof. 15:04Dr. Leonardo F. R. Miranda 1 Referências normativas NBR 10821/11 Esquadrias externas para edificações Outras relacionadas Outras relacionadas

Leia mais

qualidade é o nosso perfil

qualidade é o nosso perfil Alumínio qualidade é o nosso perfil Fachada Unitizada - Thera Corporate / São Paulo Extrusão Jateamento Para atender a demanda do segmento da construção civil e da indústria, a Olga Color possui equipamentos

Leia mais

ROTEIRO DE CÁLCULO PARA ACÚSTICA

ROTEIRO DE CÁLCULO PARA ACÚSTICA ROTEIRO DE CÁLCULO PARA ACÚSTICA DIAGNÓSTICO, PROJETO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO a. Caracterizar as condições de exposição: ruído urbano móvel (tráfego viário, aéreo, etc) e fixo (casas noturnas, indústrias,

Leia mais

Alcoa. Soluções completas, do produto ao serviço

Alcoa. Soluções completas, do produto ao serviço Alcoa. Soluções completas, do produto ao serviço Nossa Visão Alcoa. Avançando cada geração. Nossos Valores Vivenciamos diariamente nossos valores, em todos os lugares, colaborando em benefício de nossos

Leia mais

PSQ AL FT 09/15. Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica

PSQ AL FT 09/15. Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica Página 1 de 26 - Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio Rua Dr. Elias Chaves, 122 Campos Elíseos São Paulo SP cep 01205-010 Telefone: (0XX11)

Leia mais

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I SISTEMAS DE VEDAÇÃO VERTICAL SISTEMA DE VEDAÇÃO Um subsistema

Leia mais

Metodologia de desempenho e NBR 15575 na concepção e desenvolvimento de empreendimentos residenciais. Eng. Maria Angelica Covelo Silva

Metodologia de desempenho e NBR 15575 na concepção e desenvolvimento de empreendimentos residenciais. Eng. Maria Angelica Covelo Silva Metodologia de desempenho e NBR 15575 na concepção e desenvolvimento de empreendimentos residenciais Eng. Maria Angelica Covelo Silva O conceito e metodologia de desempenho Exigências de uso e operação

Leia mais

Ação do vento. c) calcular a pressão dinâmica q:

Ação do vento. c) calcular a pressão dinâmica q: Ação do vento Neste item são apresentados os principais procedimentos para a determinação da ação do vento sobre edificações, extraídos da NBR 6123 (ABNT, 1988). 2.3.1 Procedimentos para o cálculo das

Leia mais

Tabela 1- Intensidades sonoras características em db(a)

Tabela 1- Intensidades sonoras características em db(a) Desempenho Acústico DESEMPENHO ACÚSTICO O ruído gerado pela circulação de veículos, crianças brincando no playground e música alta no apartamento vizinho são causas de desentendimentos e de estresse. Por

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO:

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: Adequações frente às s normas de desempenho. Marcelo Moacyr Diretor de Engenharia, Construção e Relacionamento 1 Escolha do Sistema Construtivo 2 Avaliações

Leia mais

APRESENTAÇÃO FA - V02-05/13. Belmetal SP - GDP

APRESENTAÇÃO FA - V02-05/13. Belmetal SP - GDP APRESENTAÇÃO Ousadia. Este é o resultado estético da utilização do sistema, que ao criar um aspecto clean acrescenta modernidade à sua obra. Com versões ``pele de vidro e structural glazing, o sistema

Leia mais

UFAL- Universidade Federal de Alagoas DEHA- Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado Disciplina: DEH 204 -Acústica Arquitetônica

UFAL- Universidade Federal de Alagoas DEHA- Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado Disciplina: DEH 204 -Acústica Arquitetônica UFAL- Universidade Federal de Alagoas DEHA- Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado Disciplina: DEH 204 -Acústica Arquitetônica NBR 15575:2013 Desempenho de edificações habitacionais Professora Dra. Maria

Leia mais

Construção Civil Linha PVC

Construção Civil Linha PVC Construção Civil Linha PVC Correr Abertura de 2 a 6 folhas que se movimentam mediante deslizamento horizontal. De fácil manuseio, podendo ser utilizada com persiana e tela mosquiteira. Permite ventilação

Leia mais

DR Technal CITAL JANELA DE CORRER BÁSICA

DR Technal CITAL JANELA DE CORRER BÁSICA DR Technal CITAL JANELA DE CORRER BÁSICA DR Technal CITAL, uma linha de estética simples e limpa linha de janelas Technal, oferece uma excelente relação entre o desempenho técnico e o valor do investimento.

Leia mais

NBR 15.575 - UMA NOVA FERRAMENTA PARA A QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES.

NBR 15.575 - UMA NOVA FERRAMENTA PARA A QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES. NBR 15.575 - UMA NOVA FERRAMENTA PARA A QUALIDADE ACÚSTICA NAS EDIFICAÇÕES. Arq. Cândida Maciel Síntese Arquitetura 61-34685613 candida@sintesearquitetura.com.br NBR 15575- EDIFÍCIOS HABITACIONAIS DE ATÉ

Leia mais

Artigo. Desempenho acústico de divisórias para escritórios

Artigo. Desempenho acústico de divisórias para escritórios Artigo Desempenho acústico de divisórias para escritórios Raros escritórios comerciais não possuem divisórias para definir ambientes. Trata-se de um elemento arquitetônico versátil, com boas opções de

Leia mais

Qualidade feita para durar

Qualidade feita para durar Qualidade feita para durar EXATA, A LINHA DE ESQUADRIAS COM ENCAIXE PERFEITO DAS PEÇAS, MELHOR CUSTO - BENEFÍCIO, PERFIS COM DESIGN E QUALIDADE GRAVIA. VENEZIANAS Vidros já colocados com vedações em borracha

Leia mais

VIABILIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO DA NORMA DE DESEMPENHO NBR15575

VIABILIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO DA NORMA DE DESEMPENHO NBR15575 VIABILIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO DA NORMA DE DESEMPENHO NBR15575 M. Engº Jorge Batlouni Neto Set/2010 NBR 15575 Edifícios habitacionais até cinco pavimentos Desempenho. Parte 1: Requisitos gerais; Parte 2:

Leia mais

PAULUZZI BLOCOS CERÂMICOS

PAULUZZI BLOCOS CERÂMICOS Conheça a PAULUZZI BLOCOS CERÂMICOS Mais de 80 anos de experiência O imigrante italiano Giovanni Pauluzzi e seus filhos Theo e Ferrucio construíram a primeira unidade da empresa em 1928, especializada

Leia mais

Sistemas de perfis Softline 70 mm para janelas deslizantes

Sistemas de perfis Softline 70 mm para janelas deslizantes Sistemas de perfis Softline 70 mm para janelas deslizantes Descrição Técnica do Sistema Secção lateral janela Secção central janela Secção lateral porta Secção central porta O sistema de perfis EKOSOL

Leia mais

Esta seção será publicada em duas partes. Veja na próxima edição os procedimentos e normas para instalação (serviço).

Esta seção será publicada em duas partes. Veja na próxima edição os procedimentos e normas para instalação (serviço). > ALTERNATIVAS TECNOLÓGICAS Esta seção será publicada em duas partes. Veja na próxima edição os procedimentos e normas para instalação (serviço). MATERIAL OPÇÕES Como a NBR 10820, de junho de 1989, não

Leia mais

NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE

NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO! Capacitação dos empresários! Capacitação das empresas! O Produto CAPACITAÇÃO DOS EMPRESÁRIOS Capacitação

Leia mais

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172084. Sistemas construtivos inovadores X avaliação técnica com abordagem de desempenho X SINAT

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172084. Sistemas construtivos inovadores X avaliação técnica com abordagem de desempenho X SINAT COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 172084 Sistemas construtivos inovadores X avaliação técnica com abordagem de desempenho X SINAT Luciana Alves de Oliveira Palestra apresentada no SIMPÓSIO ALAGOANO DE ENGENHARIA

Leia mais

ecoprodutos Instituto Politécnico de Castelo Branco Castelo Branco, 29 de Maio de 2015 Francisco Pereira Branco Francisco.branco@boavistawindows.

ecoprodutos Instituto Politécnico de Castelo Branco Castelo Branco, 29 de Maio de 2015 Francisco Pereira Branco Francisco.branco@boavistawindows. ecoprodutos Instituto Politécnico de Castelo Branco Castelo Branco, 29 de Maio de 2015 www.boavistawindows.com Francisco Pereira Branco Francisco.branco@boavistawindows.com CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL ALGUNS

Leia mais

Fachada A.080. 04/15 A.080 - Fachadas - Pag.1

Fachada A.080. 04/15 A.080 - Fachadas - Pag.1 Fachada A.080 04/15 A.080 - Fachadas - Pag.1 EXTRUSAL A.080 É COMPOSTO POR SEIS OPÇÕES DISTINTAS. SISTEMA DE FACHADA A.080 SOLUÇÃO HÉLIOS Solução integrada para envidraçados e controlo solar. Vidros e

Leia mais

Sistema softline Dupla Junta Arredondada 70 mm SL/DJ-R 70. Perfil de Calidad

Sistema softline Dupla Junta Arredondada 70 mm SL/DJ-R 70. Perfil de Calidad Sistema softline Dupla Junta Arredondada 70 mm SL/DJ-R 70 Perfil de Calidad Sl/DJ-R 70 Secção lateral Sistema de perfis de desenho suave e arestas arredondadas para janelas e portas de sacada de batente

Leia mais

BLI16086003-Ekoglass_folder_A4.indd 1

BLI16086003-Ekoglass_folder_A4.indd 1 BLI16086003-Ekoglass_folder_A4.indd 1 9/18/14 3:16 PM Vidro duplo termoacústico É uma solução formada por duas placas de vidro plano paralelas, separadas por um espaçador, com as bordas hermeticamente

Leia mais

Construindo um futuro mais leve JANELAS E PORTAS

Construindo um futuro mais leve JANELAS E PORTAS Construindo um futuro mais leve JANELAS E PORTAS Introdução SAPA no Mundo Fundada em 1963 na Suécia, a Sapa iniciou suas atividades a partir do zero e se transformou, em cinquenta anos, na líder mundial

Leia mais

VEJA AS ESQUADRIAS COM OUTROS OLHOS

VEJA AS ESQUADRIAS COM OUTROS OLHOS VEJA AS ESQUADRIAS COM OUTROS OLHOS PORTFÓLIO DE SOLUÇÕES COMPONENTES PORTFÓLIO DE SOLUÇÕES Para muitos, o componente em uma esquadria não é percebido, porque só se pensa nele quando uma porta ou janela

Leia mais

DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM

DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM Orientadores: André Penido/Renato César O QUE É FACHADA VENTILADA? O sistema de revestimento externo de edificações denominado fachada ventilada caracteriza-se

Leia mais

Sistema softline Dupla Junta 70 mm

Sistema softline Dupla Junta 70 mm Sistema softline Dupla Junta 70 mm SL/DJ-70 Sl/DJ-70 Secção lateral Sistema de perfis de desenho suave e arestas arredondadas para janelas e portas de sacada de batente ou oscilobatentes de 70 mm de profundidade

Leia mais

Sistema SOFTLINE Dupla Junta 70 mm SL/DJ-70. Sistemas de ventanas de PVC

Sistema SOFTLINE Dupla Junta 70 mm SL/DJ-70. Sistemas de ventanas de PVC Sistema SOFTLINE Dupla Junta 70 mm SL/DJ-70 Sistemas de ventanas de PVC SL/DJ-70 Secção Lateral Sistema de perfis de desenho suave e arestas arredondadas para janelas e portas de sacada de batente ou oscilobatentes

Leia mais

Qualidade Aprovada. Centro Tecnológico de Controle de Qualidade Falcão Bauer ABNT NBR 16259

Qualidade Aprovada. Centro Tecnológico de Controle de Qualidade Falcão Bauer ABNT NBR 16259 Qualidade Aprovada Centro Tecnológico de Controle de Qualidade Falcão Bauer ABNT NBR 16259 Lançamento da BBa, único e inovador, o Reiki UP chega ao mercado com força total, oferecendo um produto diferenciado,

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA QUALIFICAÇÃO PSQ - ESQUADRIAS DE AÇO POP 001 Pág. 1 / 1

PROCEDIMENTO PARA QUALIFICAÇÃO PSQ - ESQUADRIAS DE AÇO POP 001 Pág. 1 / 1 POP 001 Pág. 1 / 1 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Referências normativas 3 Definições 4 Siglas 5 Descrição do processo 6 Processo para manutenção da qualificação 7 Marcação dos produtos qualificados 8 Anexos Histórico

Leia mais

INDICE MISSÃO 4 VALORES 6 CASA 25 8 CASA 25 9 COR-VISION 11 4600 EL 13 4500 EL 15 4200 17 COR-URBAN 19 COR 70 CC 21 COR 70 CC OCULTA 23

INDICE MISSÃO 4 VALORES 6 CASA 25 8 CASA 25 9 COR-VISION 11 4600 EL 13 4500 EL 15 4200 17 COR-URBAN 19 COR 70 CC 21 COR 70 CC OCULTA 23 INDICE MISSÃO 4 VALORES 6 CASA 25 8 CASA 25 9 COR-VISION 11 4600 EL 13 4500 EL 15 4200 17 COR-URBAN 19 COR 70 CC 21 COR 70 CC OCULTA 23 COR 60 25 COR 60 OCULTA 27 GRELHAS 28 LAMINAS 29 FACHADA TP52 31

Leia mais

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 171527. O que é preciso fazer para que as fachadas e paredes internas atendam aos requisitos de desempenho da NBR 15.575-4?

COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 171527. O que é preciso fazer para que as fachadas e paredes internas atendam aos requisitos de desempenho da NBR 15.575-4? COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 171527 O que é preciso fazer para que as fachadas e paredes internas atendam aos requisitos de desempenho da NBR 15.575-4? Luciana Alves de Oliveira Slides da Palestra apresentada

Leia mais

NBR 15575. Requisitos. a) Segurança 1. Desempenho estrutural 2. Segurança contra incêndio 3. Segurança no uso e operação

NBR 15575. Requisitos. a) Segurança 1. Desempenho estrutural 2. Segurança contra incêndio 3. Segurança no uso e operação NBR 15575 Requisitos b) Habitabilidade 1. Estanqueidade 2. Desempenho térmico 3. Desempenho acústico 4. Desempenho lumínico 5. Saúde, higiene e qualidade do ar 6. Funcionalidade e acessibilidade 7. Conforto

Leia mais

Paredes Maciças as de Concreto

Paredes Maciças as de Concreto Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4B Paredes Maciças as de Concreto Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção

Leia mais

Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos Janelas. Versão 1.0 Janeiro de 2014

Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos Janelas. Versão 1.0 Janeiro de 2014 Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos Janelas Versão 1.0 Janeiro de 2014 Índice 1. Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP) 2. SEEP Janelas 3. Janelas Eficientes 4. Apoio ao consumidor

Leia mais

C ATÁ L O G O D E P R O D U T O S

C ATÁ L O G O D E P R O D U T O S CATÁLOGO DE PRODUTOS ADMIRÁVEL MUNDO NOVO PREPARE-SE. Você vai entrar em um mundo surpreendente. Que alia tecnologia de ponta, beleza, sofisticação e segurança. Sucesso nos EUA e Europa, as portas e janelas

Leia mais

Entidade Gestora Técnica

Entidade Gestora Técnica Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio Av. Marques de São Vicente, 121 4º andar, sala 401 Barra Funda - São Paulo SP cep 01139-001 Telefone:

Leia mais

Empresa. R. Estado do Amazonas, 609 Jd. Imperador São Paulo SP CEP 03935-000 PABX: (11) 2107-0499 www.isar.com.br

Empresa. R. Estado do Amazonas, 609 Jd. Imperador São Paulo SP CEP 03935-000 PABX: (11) 2107-0499 www.isar.com.br Empresa Com sede própria, construída em uma área de 6.000 m² e localizada estrategicamente próxima ao Pólo Petroquímico da região leste de São Paulo, a Isar é uma das maiores e mais competentes empresas

Leia mais

Sistema A.080. Conceito. Esqueleto. Soluções construtivas. Aberturas. Perfis de alumínio. Tratamentos de superfície

Sistema A.080. Conceito. Esqueleto. Soluções construtivas. Aberturas. Perfis de alumínio. Tratamentos de superfície A.080 Sistema A.080 Conceito Fachada cortina ligeira, versátil, com atenuação térmica e acústica. Estrutura composta por montantes e travessas, ambos com envergadura de 50mm, sendo os montantes os elementos

Leia mais

Normas Ensaios e Verificações de Desempenho de Esquadrias. Enga. Michele Gleice ITEC Instituto Tecnológico da Construção Civil

Normas Ensaios e Verificações de Desempenho de Esquadrias. Enga. Michele Gleice ITEC Instituto Tecnológico da Construção Civil Normas Ensaios e Verificações de Desempenho de Esquadrias Enga. Michele Gleice ITEC Instituto Tecnológico da Construção Civil NBR 15575 Edificações Habitacionais 2000 2013 2008 ABNT NBR 15575-4 NBR 15575:2013

Leia mais

BELEZA, INOVAÇÃO E PRATICIDADE SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LINHA EXTREMA

BELEZA, INOVAÇÃO E PRATICIDADE SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LINHA EXTREMA Catálogo Técnico BELEZA, INOVAÇÃO E PRATICIDADE SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LINHA EXTREMA Design único com maior área envidraçada na parte externa da esquadria; A fixação do vidro é feita com

Leia mais

Sistemas da edificação Aplicação na prática

Sistemas da edificação Aplicação na prática 1 Vantagens Alta produtividade com equipes otimizadas; Redução de desperdícios e obra limpa; Facilidade de gerenciamento e padronização da obra; Elevada durabilidade; Facilidade de limpeza e conservação;

Leia mais

Aeroporto de Carrasco - Uruguai EM SINTONIA COM O MERCADO. À ALTURA DO SEU PROJETO.

Aeroporto de Carrasco - Uruguai EM SINTONIA COM O MERCADO. À ALTURA DO SEU PROJETO. Aeroporto de Carrasco - Uruguai EM SINTONIA COM O MERCADO. À ALTURA DO SEU PROJETO. Aeroporto de Carrasco - Uruguai Alumínio. Esta é a principal matéria-prima da Belmetal. Atuamos fortemente na distribuição

Leia mais

PROJETO E IMPLEMENTAÇÃO DE CÂMARAS DE ENSAIO ACÚSTICO DE ESQUADRIAS

PROJETO E IMPLEMENTAÇÃO DE CÂMARAS DE ENSAIO ACÚSTICO DE ESQUADRIAS PROJETO E IMPLEMENTAÇÃO DE CÂMARAS DE ENSAIO ACÚSTICO DE ESQUADRIAS DE GODOY, Marcelo 1 ; MORAES, Edison C. 2 1 Modal Acústica marcelo@modalacustica.com.br 2 Atenua Som edison@atenuasom.com.br Resumo Este

Leia mais

Texto base: XXXXXXXXXXXXXXXXX

Texto base: XXXXXXXXXXXXXXXXX revisão e unificação da NBR 5626 e NBR 7198 Sistemas prediais de água fria e água quente Procedimento PRINCIPAIS INOVAÇÕES NO PROJETO DE NORMA Engº MSc Sérgio Frederico Gnipper Secretário da Comissão de

Leia mais

Norma de Desempenho. Conceitos e Histórico NBR 15575:2013

Norma de Desempenho. Conceitos e Histórico NBR 15575:2013 NBR 15575:2013 Eng Roberto Gonçalves Dias Conceitos e Histórico Conceito de : Origem na exigências de segurança estrutural na Segunda Guerra Mundial Evolução nos Congressos da Construção Civil em 1962

Leia mais

Perfis 09. Gráficos. Normas

Perfis 09. Gráficos. Normas Índice Geral 1 Apresentação 0 2 Tipologias 05 3 Perfis 09 Acessórios 57 5 Gráficos 75 6 Normas 83 03 Apresentação O Sistema MEGA é composto por três Linhas personificadas que atendem todos os níveis de

Leia mais

Aplicação das normas ABNT NBR Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR Esquadrias

Aplicação das normas ABNT NBR Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR Esquadrias Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Enga. Fabiola Rago Beltrame Coordenadora da CEE-191 (ABNT) Esquadrias Diretora do IBELQ Instituto

Leia mais

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA 1 DE 5 ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA 2 DE 5 CLIENTE CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO OBRA PROJETOS EXECUTIVOS PARA REALOCAÇÃO DE GRUPOS

Leia mais

Michele Gleice da Silva

Michele Gleice da Silva Palestrante: Michele Gleice da Silva Tema: As normas técnicas brasileiras da ABNT e o desempenho das esquadrias NBR 15575 Edificações Habitacionais 2000 2013 2008 ABNT NBR 15575-4 NBR 15575:2013 Parte

Leia mais

MANUAL DE MEDIÇÃO E CÁLCULO DAS CONDIÇÕES ACÚSTICAS

MANUAL DE MEDIÇÃO E CÁLCULO DAS CONDIÇÕES ACÚSTICAS 1 Programa de Recuperação de Espaços Didáticos Pró-Reitoria de Graduação MANUAL DE MEDIÇÃO E CÁLCULO DAS CONDIÇÕES ACÚSTICAS 2 1. INTRODUÇÃO Adotou-se um processo de trabalho convencional, de desenvolvimento

Leia mais

Requisitos de Conforto Acústico, Desempenho Acústico e as Experiências de ensaios de laboratório e campo

Requisitos de Conforto Acústico, Desempenho Acústico e as Experiências de ensaios de laboratório e campo Requisitos de Conforto Acústico, Desempenho Acústico e as Experiências de ensaios de laboratório e campo Eng. Dr. Fulvio Vittorino (11) 3767-4553 fulviov@ipt.br www.ipt.br Sumário Conforto Acústico e a

Leia mais

Sistema de correr dos produtos Alunik, vocacionado para o segmento da construção de blocos habitacionais com e sem custos controlados.

Sistema de correr dos produtos Alunik, vocacionado para o segmento da construção de blocos habitacionais com e sem custos controlados. Sistema de correr dos produtos Alunik, vocacionado para o segmento da construção de blocos habitacionais com e sem custos controlados. Possui uma gama de perfis onde despontam soleiras de caixa tubular

Leia mais

Necessidades identificadas em conjunto por quatro empresas incorporadoras/construtoras

Necessidades identificadas em conjunto por quatro empresas incorporadoras/construtoras Necessidades identificadas em conjunto por quatro empresas incorporadoras/construtoras Maurício Bernardes 18/junho/2015 Caesar Business Faria Lima São Paulo, SP AGENDA Avaliação de desempenho de sistemas

Leia mais

Normas Técnicas e as aplicações de vidros na Construção Civil

Normas Técnicas e as aplicações de vidros na Construção Civil Normas Técnicas e as aplicações de vidros na Construção Civil AGENDA Benefícios dos vidros A aplicação do vidro de acordo com a NBR 7199 A importância das normas técnicas BENEFÍCIOS DA UTILIZAÇÃO DE VIDROS

Leia mais

PAREDES DE CONCRETO em habitações. VELOCIDADE com QUALIDADE

PAREDES DE CONCRETO em habitações. VELOCIDADE com QUALIDADE PAREDES DE CONCRETO em habitações VELOCIDADE com QUALIDADE Por que Parede de Concreto? Boa solução para empreendimentos que tenham alta repetitividade, necessidade de padronização e rapidez na construção

Leia mais

O vidro isolante para a tranquilidade e o conforto

O vidro isolante para a tranquilidade e o conforto O vidro isolante para a tranquilidade e o conforto Isolamento acústico e poupança de energia com o vidro cria propriedades de isolamento acústico e térmico para uma melhor qualidade de vida. Mais de 80%

Leia mais

Série de correr THERMOLINE

Série de correr THERMOLINE A dedica-se à extrusão de perfis de alumínio de secções variadas, com maior ou menor complexidade, consoante as necessidades dos clientes. A extrusão de alumínio permite toda a liberdade de concepção em

Leia mais

TopComfort Brasilit. Temperatura agradável e muito mais conforto.

TopComfort Brasilit. Temperatura agradável e muito mais conforto. TopComfort Brasilit Nova telha térmica de fibrocimento Temperatura agradável e muito mais conforto. TopComfort Telhas Térmicas de Fibrocimento A Brasilit inovou outra vez. Agora, a linha de fibrocimento

Leia mais

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO

Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO Sistema Construtivo em PAREDES DE CONCRETO PROJETO Arnoldo Wendler Sistema Construtivo 1 Sistema Construtivo 2 Sistema Construtivo Sistema Construtivo 3 Sistema Construtivo Comunidade da Construção DIRETRIZES

Leia mais

CATÁLOGO 2011 SÉRIE DE CORRER CONFORT. Vidros e Alumínios, Lda - Fabricante de Vidro Duplo

CATÁLOGO 2011 SÉRIE DE CORRER CONFORT. Vidros e Alumínios, Lda - Fabricante de Vidro Duplo CATÁLOGO 2011 Índice Introdução 03 Perfis. Soleiras, verga, ombreira 04. Vidro duplo 05. Vidro simples 06. Tri-rail 07 Pormenores 08 Acessórios 10 Série de correr CONFORT comercializada pela, surge numa

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO No. RT002-062010 AVALIAÇÃO DA ISOLAÇÃO SONORA AÉREA DE PAINEL DE FIBROCIMENTO E GESSO ACARTONADO

RELATÓRIO TÉCNICO No. RT002-062010 AVALIAÇÃO DA ISOLAÇÃO SONORA AÉREA DE PAINEL DE FIBROCIMENTO E GESSO ACARTONADO Universidade Federal de Santa Maria Centro de Tecnologia Laboratório de Acústica Av. Roraima 1000, Campus Universitário, Bloco 10, Sala 439, Camobi, CEP 97105-900, Santa Maria/RS, Brasil Tel.: 55-55 -

Leia mais