que planear o futuro continua a fazer

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "que planear o futuro continua a fazer"

Transcrição

1 Esta Banda é a Maior A ideia, lançada pela Câmara Municipal de Odivelas, era juntar um grupo de gente com talento musical, criar uma banda rock e dar o exemplo de como se pode ser sénior de forma ativa e divertida. A Banda Maior só podia mesmo tornar-se um sucesso. Os ensaios são para ser levados muito a sério. Têm dia certo e hora marcada. Não se admitem atrasos nem lamentos de idade 36 Julho2012 O ensaio tem dia certo na semana, hora marcada e programa de trabalhos previamente definido. Não é para profissionais, mas é como se fosse. Por isso, não são permitidos atrasos injustificados, nem lamentos de idade. Aqui, a vida é para se levar a sério. Mesmo a cantar. É claro que a Banda Maior é feita de muitas memórias. As músicas são, sobretudo, dos anos 60 e 70 e a ideia é pôr toda a gente que canta e que ouve a recordar as coisas boas do passado os bailaricos, os namoros, as bandas de garagem... Mas as vozes, o empenho e a animação são de agora. Aliás, aqui o passado é mesmo só o pretexto para preencher o presente e garantir que planear o futuro continua a fazer sentido. Esta é, então, a Banda Maior. É Banda porque toca e canta música, como as bandas dos tempos em que os Beatles, os Sheiks, os Rolling Stones e a Madalena Iglésias faziam sucesso. E é Maior, não por ser grande em número de membros que até é! -, mas por juntar gente que a faz ter uma média de idade invejável. O mais novo tem 55 anos e o mais velho fez há dias 84. Todos eles reencontraram nesta Banda um talento antigo, uma experiência de juventude, um sonho que achavam já estar arrumado. Mas não só. Descobriram que ser Maior, afinal, até pode ser divertido. É isso. O que se vê nas suas caras, o que se percebe nos seus gestos ritmados enquanto cantam, o que se sente no ambiente dos ensaios e dos concertos é que eles gostam mesmo disto. E gostam, especialmente, de transmitir esse prazer aos outros. São, ao todo, 25. Homens e mulheres que deixaram as suas carreiras e profissões para trás, há uns anos, e que aceitaram o desafio lançado pela Câmara Municipal de Odivelas, no ano passado, quando a autarquia começou a preparar as iniciativas para a celebração do Ano Europeu do Envelhecimento Ativo. Não fizemos propriamente um casting, refere António

2 atendimento juvenil A porta de entrada desta consulta mal se vê, quando se entra no Centro de Saúde de Loures. A ideia é mesmo ser o mais discreto possível Monteiro, que coordena este projeto na Câmara de Odivelas. Quando se começou a saber que íamos fazer isto, tivemos muitas inscrições. Mas a ideia era mesmo fazer uma banda, por isso escolhemos pessoas com algumas competências musicais, esclarece. É claro que a música não é o único objetivo. Nem é sequer a finalidade deste projeto. A música é um meio para juntar as pessoas. Porque este é um projeto social, lembra ainda António. Às quartas-feiras, as três da tarde são a hora sagrada do ensaio. Em cima do palco está já a maior parte dos membros do grupo. Um é baixista, outro baterista, dois tocam guitarra elétrica. E atrás o pessoal que canta. Tomás é um dos principais vocalistas. Mas muitas vezes dá lugar a Ilda ou a Marília, dependendo do estilo de música, do tipo de voz que é preciso para a canção ou, simplesmente, do facto de um se sentir melhor a cantá-la que outro. Ricardo é o jovem responsável pela preparação do grupo. Tem 31 anos, uma licenciatura em Direito e uma vocação óbvia, que o fez deixar tudo para trás. É músico e, entre as suas várias atividades artísticas, é formador musical, colaborando, nessa qualidade, com a Câmara Municipal de Odivelas na ocupação de tempos livres das crianças e dos idosos das instituições do concelho. É ele que dirige a Banda Maior. Faz os arranjos para as músicas, escolhidas em conjunto, orienta os ensaios, tenta disciplinar um pouco os seus elementos. E às vezes é difícil, reconhece, entre duas gargalhadas. O tom afinado e a concentração do momento não mostram nada disso. Em cima do palco, há quem cante de olhos fechados, quem não desvie os olhos do caderno das letras e quem siga atento os gestos do professor. Os instrumentistas reagem, zangados, quando são eles próprios a falhar a nota ou o ritmo. As interrupções têm, aliás, intervalos cada vez mais curtos. Vamos lá, estamos quase no final do ensaio e daqui a 15 dias temos um concerto. Julho

3 As músicas são dos anos 60 e 70 e a ideia é pôr toda a gente a recordar coisas boas do passado bailaricos, namoros, bandas de garagem... António vai lembrando os outros deveres que o grupo tem, além deste de cantar e tocar na perfeição. A Banda Maior leva-se a sério. Tem mesmo de ser. Afinal, na agenda estão programados sempre vários concertos em lares, creches, festas de instituições variadas e até programas de televisão. Há, pois, muito ainda para fazer. Não se pode desperdiçar um segundo. TALENTOS REVISITADOS Ilda sempre foi intérprete... em casa e para os amigos! E ia às vindimas só para cantar, acrescenta, rapidamente. De resto, a música nunca passou de um suplemento casual na sua vida. Até se reformar. Nesta altura, ganhou tempo para outras atividades: entrou no grupo de teatro sénior de Odivelas, escreveu umas letras de canções para um dos espetáculos que esse grupo realizou e, de um dia para o outro, viu-se primeira voz na Banda Maior, ao lado de Tomás. Canta um clássico que, normalmente, o público adora: Menina Estás à Janela, claro! Mas em versão rock a partir do terceiro ou quarto verso, o que acaba sempre por ser uma surpresa para as plateias dos seus concertos. O rock é quase sempre o pano de fundo das escolhas musicais do grupo. Porque é bom não esquecer esta é uma Banda no verdadeiro sentido da palavra! José que o diga. Os seus primeiros rendimentos, há umas décadas, foram ganhos precisamente com uma banda de garagem, que corria o país de Norte a Sul em concertos familiares e festas populares. Tocávamos o que estava na moda na altura, mas também Pink Floyd, Black Sabbath, etc. Era uma vida intensa e cansativa, reconhece. Só se faz isso quando se tem 20 anos, diz, com saudade. O casamento, a família e as responsabilidades da vida adulta obrigaram-no a pôr de lado aquela que era a sua verdadeira paixão. Mas esta banda sénior despertou-o. Há 30 anos que não tocava, assegura. ROSÁRIO SOBRAL Administradora da Espírito Santo Saúde Ligação do hospital à comunidade é fundamental O que quer dizer este conceito de envelhecimento ativo? O mundo está a envelhecer de forma acelerada e cresce a preocupação com o funcionamento de uma sociedade onde as pessoas vivem cada vez mais tempo e se nasce cada vez menos. A preocupação com o envelhecimento, e em 2012 especialmente com o envelhecimento ativo, traduz-se em questões fundamentais como estas: Como conseguir viver mais tempo, com mais saúde e ser mais feliz? Como conseguir criar e manter laços com a sociedade? Como manter os mais velhos nos seus ambientes habituais, respeitando a sua privacidade e a sua liberdade? Temos de aprender a responder a estas 38 Março 2012 questões, não apenas no Ano Europeu do Envelhecimento Ativo, mas de agora em diante. Esta é uma preocupação recente? Como estamos a preparar-nos para lhe dar resposta? O envelhecimento demográfico começou a afirmar-se na segunda metade do séc. XX, tendo adquirido rapidamente uma dimensão mundial. Em Portugal, só se começou a olhar para este fenómeno no início do séc. XXI. No entanto, o nosso país é hoje um dos mais envelhecidos da Europa, com a população com mais de 65 anos a representar em 2010 cerca de 16% da população total. Com o envelhecimento, aumenta naturalmente o risco de fragilidade da saúde física e mental, a prevalência das doenças crónicas e os níveis de dependência (25% da população com mais de 65 anos e 50% da população com mais de 80 anos têm algum tipo de dependência). A solidão, o isolamento, as preocupações com a saúde e a necessidade de obter apoios sociais adequados aumentam, inevitavelmente, à medida que os anos passam. Não há dúvida é que os estigmas do envelhecimento exigem, de todos os intervenientes na sociedade, abordagens inovadoras que possibilitem respostas sustentáveis e que venham dar significado, felicidade e alegria de viver a vidas mais longas que se aproximam ou mesmo ultrapassam os 100 anos. Mas a ideia do envelhecimento ativo não é um tema negativo. Pelo contrário... Viver mais anos e, sobretudo, viver com melhor qualidade durante mais anos é

4 José não tocava há 30 anos. Ilda nunca tinha cantado em palco. Vasco diz que só aqui está para ajudar os outros, que cantam melhor que ele. Para todos eles, ser Maior até é divertido Teve, por isso, de comprar uma viola baixo e, com a Banda Maior, ganhou uma nova vida. Por mim, estava aqui todos os dias a ensaiar. Adoro música, gosto muito de tocar. Não há nada igual à adrenalina que se sente quando se está em palco a fazer música. Vasco é o mais velho do grupo. Acabou de fazer 84 anos, não falha um ensaio e faz questão de ser um dos elementos da Banda Maior que mais se fazem notar. É que não há concerto em que não se apresente em palco com uns óculos escuros modernos, seja dia ou seja noite, a lembrar algumas estrelas da atualidade. Tenho um problema na vista. Fui operado e o médico disse para proteger bem os olhos da luz intensa, justifica. Seja qual for o motivo, Vasco é definitivamente o elemento do grupo com mais estilo. Foi alfaiate toda a vida, mas os últimos anos de profissão passou-os numa das aliciante e deve ser encarado como algo de muito positivo nas sociedades modernas. Mas há que aprender a viver bem durante mais anos após se atingir a idade da reforma. Para isso é necessário um esforço simultâneo por parte de cada pessoa individualmente, das suas famílias e das instituições de saúde e apoio social. A nível individual, é importante que as pessoas, desde jovens, saibam preparar o seu período de envelhecimento, assumindo de forma responsável e informada a gestão da sua vida, da sua saúde (prática de hábitos de vida saudáveis, preocupação com os tratamentos preventivos e com o controlo das suas doenças crónicas), a par com o estabelecimento de laços com a sociedade nas suas áreas de interesse pessoal (a música, como é o caso da Banda Maior). Que papel devem ter os hospitais, nomeadamente o Hospital Beatriz Ângelo, nesta estratégia? Os hospitais prestam cuidados de saúde agudos; a sua preocupação é, naturalmente, prestar aos cidadãos os melhores cuidados, humanizados, eficientes, tecnologicamente evoluídos, com qualidade e segurança. Mas uma organização de cuidados de saúde socialmente responsável, como é a Espírito Santo Saúde (ESS), no atual contexto de uma sociedade envelhecida, não pode deixar de reconhecer a importância do papel dos cuidados de saúde primários e continuados, incluindo os paliativos, e dos médicos de medicina geral e familiar na prevenção, rastreio e diagnóstico precoce da doença, na informação ao doente, aos seus familiares e cuidadores, sobre como prestar cuidados e como adotar práticas de vida saudáveis. A preocupação da ESS com a promoção e a educação para a saúde é bem visível nas ações que realizou em 2011: 4200 rastreios; 40 jornadas técnico-científicas para colaboradores internos e a profissionais de saúde externos (nomeadamente dos centros de saúde); e jornadas de informação sobre prevenção e educação em saúde, doenças crónicas e apoio ao cuidador, abertas a organizações de saúde, sociais, clientes e cuidadores da comunidade. Só o HBA, até maio, realizou 250 rastreios gratuitos e 10 ações abertas a profissionais de saúde externos e outros parceiros da comunidade, envolvendo um total de mil participantes. O patrocínio e envolvimento ativo de muitos profissionais da ESS na produção de recursos formativos (brochuras e filmes) pela Advita, para apoio aos cuidadores familiares (que apoiam o doente na sua própria casa) e aos cuidadores formais (que desenvolvem a sua atividade em unidades de saúde ou de apoio social) mostra também a preocupação do Grupo com a educação para a saúde. São recursos formativos, de fácil acesso e linguagem simples e clara. Cuidadores formados, informados e eficazes são muito importantes para manter as pessoas mais velhas nas suas casas ou nas instituições, bem tratadas, independentes e autónomas. O apoio ao cuidador, aliás, tem vindo a ser ativamente fomentado pelo ESS e é muito gratificante verificar que, no documento estratégico da União Europeia para estas matérias, em que se define como meta para o ano de 2020 a duplicação do número de anos saudáveis, esse tema é especialmente relevante, aparecendo incluído nos três pilares da estratégia europeia. Janeiro

5 lojas de roupa mais prestigiadas de Lisboa. Fez fardas para os generais Humberto Delgado e Craveiro Lopes e fatos para os mais importantes políticos do pré e pós-25 de Abril. Depois, claro, veio a reforma. Mas a sua vida não acalmou a partir daí. Hoje, faz ginástica, hidroterapia, caminhadas regulares e, claro, concertos e festas com a Banda Maior. Eles dizem que eu canto bem. Mas eu só estou aqui mais para ajudar. Nem sei cantar em estrangeiro... O palco não o assusta. Mesmo nada. Porque, assegura, adapta-se muito bem a tudo o que é novo. O resultado é que se diverte imenso na Banda Maior, vai dizendo, indiferente aos piropos de quem passa: Ele não canta. Ele encanta! O senhor das barbas brancas, que também integra o coro, chama-se António. Faz de Pai Natal, na época respetiva, em centros comerciais e programas de televisão uma espécie de part-time que lhe permite compor a reforma. Explica que tem de começar a deixar crescer a barba em fevereiro, para ela estar impecável na altura em que lhe rende um dinheiro extra. De resto, tem uma vida mais intensa agora do que tinha quando era técnico de vendas e percorria o país. Sou figurante na televisão. Já participei em mais de 70 filmes e séries! Faço anúncios, estou na Universidade Sénior, na aula de teatro e na escola de fado, a aprender a cantar. E faço ginástica três vezes por semana, enumera de rajada. Isto sem contar com a Banda Maior, claro. 40 Julho 2012 Ricardo é o jovem professor de música que dirige a Banda Maior (foto em cima). Enquanto Ilda canta, os espetadores aproveitam para dançar António diz que o palco sempre o fascinou, mas a vida obrigou-o a optar por outra profissão. Começou a trabalhar aos dez anos como empregado de balcão, mas sempre com vontade de largar tudo para se dedicar a uma qualquer atividade artística. Está, por isso, agora, a viver o melhor momento da sua vida, assegura. Aqui não se ganha dinheiro, mas dá tanto prazer... É uma felicidade, sobretudo quando vamos a lares e creches e vemos as pessoas felizes com o que fazemos. A Banda Maior em plena atuação, num dos muitos concertos para que são convidados pelas instituições sociais da zona. Já foram várias vezes à televisão e estão agora a preparar a gravação de um CD PROJETOS PARA SEIS MIL SENIORES Esta é, verdadeiramente, a essência do projeto. É não se limitar a ocupar o tempo livre de um grupo de gente sénior, mas dar-lhes a possibilidade de continuarem a servir, a serem úteis à comunidade em que estão inseridos. Para a Câmara Municipal de Odivelas, de quem partiu a iniciativa da criação da Banda Maior, esta é uma área de intervenção essencial e um dos mais importantes desafios que se colocam à nossa responsabilidade coletiva e individual. Até agora, os inúmeros programas promovidos pela câmara, especialmente os dirigidos a pessoas com 55 anos ou mais e visando a criação de condições para o seu desenvolvimento pessoal e social e para um envelhecimento activo mobilizaram cerca de seis mil munícipes seniores. O objetivo é, explica a autarquia, a sensibilização para a importância do envelhecimento ativo e da solidariedade intergeracional, e a promoção do intercâmbio de informações e de experiências. Por isso, reforça, a Câmara Municipal de Odivelas não podia deixar de se associar ao Ano Europeu do Envelhecimento Ativo, que, dado o período em que ocorre, dificilmente podia ser mais oportuna. Este objetivo assenta em três eixos fundamentais: a participação dos seniores na vida da comunidade; a promoção da sua saúde e bem-estar social, material e emocional; e a criação de ambientes físicos, comunitários e sociais, que lhes garantam uma vida quotidiana digna e segura. Entre eles, e além da Banda Maior, do Clube do Movimento e do Teatro Sénior, a Câmara destaca o Portal Sénior, com informação útil direcionada a esta população; o Cartão Municipal Sénior, um documento totalmente gratuito, que concede aos seus titulares o acesso a bens e serviços em condições vantajosas nas áreas de saúde, desporto, cultura e lazer, entre outras; e o Projeto Municipal Novas Tecnologias e Internet Sénior, através do qual é dada formação nesta área à população sénior.

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI)

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) II 1 Indicadores Desqualificação Não poder fazer nada do que preciso, quero fazer as coisas e não posso ; eu senti-me velho com 80 anos. Aí é que eu já

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus.

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus. Museus Novos produtos para novos públicos António Ponte Paço dos Duques de Bragança PORTO, 2011-11-07 Ao iniciar esta apresentação quero agradecer o convite que nos foi endereçado para apresentar a situação

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL O processo de envelhecimento e a velhice devem ser considerados como parte integrante do ciclo de vida. Ao longo dos tempos, o conceito de envelhecimento e as

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO. Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008

MENSAGEM DE ANO NOVO. Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008 MENSAGEM DE ANO NOVO Palácio de Belém, 1 de Janeiro de 2008 Portugueses No primeiro dia deste Novo Ano, quero dirigir a todos uma saudação amiga e votos de boa saúde e prosperidade. Penso especialmente

Leia mais

LEITURA DA ENTREVISTA 2. E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste

LEITURA DA ENTREVISTA 2. E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste LEITURA DA ENTREVISTA 2 E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste trabalho que estou a desenvolver. Como lhe foi explicado inicialmente, esta entrevista está

Leia mais

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s.

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s. Bom dia a todos e a todas, Não é difícil apontar vantagens económicas às medidas de gestão empresarial centradas na igualdade de género. Em primeiro lugar, porque permitem atrair e reter os melhores talentos;

Leia mais

Compromisso para IPSS Amigas do Envelhecimento Ativo CONFEDERAÇÃO NACIONAL INSTITUIÇÕES DE SOLIDARIEDADE

Compromisso para IPSS Amigas do Envelhecimento Ativo CONFEDERAÇÃO NACIONAL INSTITUIÇÕES DE SOLIDARIEDADE 2014 Compromisso para IPSS Amigas do Envelhecimento Ativo CONFEDERAÇÃO NACIONAL INSTITUIÇÕES DE SOLIDARIEDADE MANIFESTO E COMPROMISSO DA CNIS IPSS AMIGAS DO ENVELHECIMENTO ATIVO As modificações significativas

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO. NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO. NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org WEBSITES: Serviço de Voluntariado Europeu: http://www.sve.pt http://www.facebook.com/l.php?u=http%3a%2f%2fwww.sve.pt%2f&h=z

Leia mais

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos 25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos Intervenção da Deputada Municipal do PSD Célia Sousa Martins Senhora Presidente da Assembleia Municipal, Senhor Presidente da Câmara

Leia mais

POLÍTICAS SOCIAIS APOIO À NATALIDADE, À TERCEIRA IDADE, IGUALDADE E INCLUSÃO SOCIAL

POLÍTICAS SOCIAIS APOIO À NATALIDADE, À TERCEIRA IDADE, IGUALDADE E INCLUSÃO SOCIAL 1 POLÍTICAS SOCIAIS APOIO À NATALIDADE, À TERCEIRA IDADE, IGUALDADE E INCLUSÃO SOCIAL Senhora Presidente da Assembleia Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo Senhora e Senhores Membros

Leia mais

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba

Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba Relatório das Ações de Sensibilização do Projeto De Igual para Igual Numa Intervenção em Rede do Concelho de Cuba 1 A dignidade do ser humano é inviolável. Deve ser respeitada e protegida Artigo 1º da

Leia mais

R I T A FERRO RODRIGUES

R I T A FERRO RODRIGUES E N T R E V I S T A A R I T A FERRO RODRIGUES O talento e a vontade de surpreender em cada projecto deixou-me confiante no meu sexto sentido, que viu nela uma das pivôs mais simpáticas da SIC NOTÍCIAS.

Leia mais

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?)

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ação nº41/2012 Formadora: Madalena Moniz Faria Lobo San-Bento Formanda: Rosemary Amaral Cabral de Frias Introdução Para se contar histórias a crianças,

Leia mais

Para a disciplina de Área de Projecto. Prof.ª Ana Reis

Para a disciplina de Área de Projecto. Prof.ª Ana Reis Escola Secundária da Portela Loures Ensino Secundário Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias 12º Ano de Escolaridade Para a disciplina de Área de Projecto Prof.ª Ana Reis Relatório Individual

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe!

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! *MELHOR MÃE DO MUNDO Coaching para Mães Disponíveis, www.emotionalcoaching.pt 1 Nota da Autora Olá, Coaching

Leia mais

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09 INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng. Mário Lino Cerimónia de Abertura do WTPF-09 Centro de Congressos de Lisboa, 22 de Abril de 2009 (vale a versão

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA FESTA CRIATIVA Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA FESTA CRIATIVA Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA FESTA CRIATIVA Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Ele era um excelente e criativo professor de Educação Física. Um dia, a diretora da escola o procurou e disse: Dentro

Leia mais

Análise spot publicitário

Análise spot publicitário Análise spot publicitário Trabalho Realizado por: Carlos Nunes carlosmmnunes@gmail.com Nº 20240 Para a disciplina: Multimédia Scriptwriting Leccionada por: Profª Joana Carvalho Porto, 13 de Abril de 2011

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Entrevista 1.02 - Brenda

Entrevista 1.02 - Brenda Entrevista 1.02 - Brenda (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 22

Transcrição de Entrevista n º 22 Transcrição de Entrevista n º 22 E Entrevistador E22 Entrevistado 22 Sexo Masculino Idade 50 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL

PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL PROGRAMA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO E SAUDÁVEL ENQUADRAMENTO O tema «envelhecimento» tem sido alvo de estudos de pesquisadores e profissionais e vem desencadeando a produção de conhecimentos

Leia mais

Sonhar com a Solidariedade

Sonhar com a Solidariedade Sonhar com a Solidariedade Projeto de Voluntariado dos SALESIANOS com o CRID Centro de Reabilitação e Integração de Deficientes Um projeto O projeto que nos propomos desenvolver em parceria com uma Instituição

Leia mais

Missão Arronches 2012 Artigo Cluny

Missão Arronches 2012 Artigo Cluny Na semana de 10 a 17 de Julho, cinco jovens acompanhadas pela Irmã Olinda Neves, desenvolveram uma semana missionária em Arronches. Esta foi a segunda vez, que a Vila Alentejana foi palco de uma Missão

Leia mais

(PI): 01 - O 01 (A1):

(PI): 01 - O 01 (A1): Tema do Projeto: Composição Musical em Banda Pop/Rock em contexto extracurricular Que aprendizagens e motivações são desenvolvidas no projeto de composição de canções a partir de sequências harmónicas

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido

Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido Produtividade e qualidade de vida - Cresça 10x mais rápido Você já pensou alguma vez que é possível crescer 10 vezes em várias áreas de sua vida e ainda por cima melhorar consideravelmente sua qualidade

Leia mais

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro A Campanha Nacional pela Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma colheita para o futuro, é uma ação estratégica do Movimento Sindical de Trabalhadores

Leia mais

1º de Maio todos os dias

1º de Maio todos os dias Pág: 22 Área: 15,95 x 21,58 cm² Corte: 1 de 5 1º de Maio todos os dias Numa zona verde da cidade de Lisboa, no bairro de Alvalade, o Parque de Jogos 1º de Maio tem um borbulhar de actividade constante.

Leia mais

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Página 1 de 60 Plano de Acção

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

VAMOS CONSTRUIR UMA CIDADE

VAMOS CONSTRUIR UMA CIDADE VAMOS CONSTRUIR UMA CIDADE Versão adaptada de Eugénio Sena para Wir Bauen Eine Stadt de Paul Hindemith 1. MARCHA (Entrada) Uma cidade nossa amiga Não queremos a cidade antiga. Nós vamos pensar tudo de

Leia mais

mudanças e a alterar realidade dos Censos

mudanças e a alterar realidade dos Censos Crise está a acelerar mudanças e a alterar realidade dos Censos RESULTADOS Menos de dois anos depois, a crise já contribuiu para desatualizar alguns números dos últimos Censos, apresentados ontem. ATUAL

Leia mais

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto

Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto 1 Gostava de redacções, como gostava! Dos seis filhos da família Santos apenas ele e a Nazaré (que andava no 9. ano) gostavam de escrever; de resto eram também os únicos que passavam horas a ler, nos tempos

Leia mais

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã Entidades Promotoras de Voluntariado Câmara Municipal da Casa do Povo da Casa Pia de Lisboa Centro Social e Paroquial da ADAPECIL Associação Juvenil Tá a Mexer GEAL Junta de Freguesia de Ribamar LOURAMBI

Leia mais

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3

ÍNDICE: 1. Introdução. 1. - Caracterização do meio 2. - Caracterização do espaço ATL... 2. - Caracterização do grupo. 3 ÍNDICE: 1. Introdução. 1 2. CONTEXTUALIZAÇÃO - Caracterização do meio 2 - Caracterização do espaço ATL... 2 3. Grupo - Caracterização do grupo. 3 - Caracterização da equipa/horário. 3 4. OBJETIVOS: - Objetivos

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências)

ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) ESCOLA NACIONAL DE BOMBEIROS (Centro de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Educação (PRODEP III) Objectivos: Reduzir

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 A língua, a ciência e a produção de efeitos de verdade Programa Hora de Debate. Campanhas de prevenção contra DST: Linguagem em alerta SOM: abertura (Vinheta de abertura do

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

AS CRIANÇAS E A MISSA DOMINICAL

AS CRIANÇAS E A MISSA DOMINICAL Crianças na Missa AS CRIANÇAS E A MISSA DOMINICAL 1. É desejável que, na medida do possível, os pais possam participar juntos e com os filhos na Santa Missa dominical. É muito aconselhável que as crianças

Leia mais

5ª Edição do Projeto "Energia com vida"

5ª Edição do Projeto Energia com vida 5ª Edição do Projeto "Energia com vida" Maria Isabel Junceiro Agrupamento de Escolas de Marvão No presente ano letivo 2014-15, quatro turmas do Agrupamento de Escolas do Concelho de Marvão (8º e 9º anos),

Leia mais

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO Design & Saúde Financeira para maiores de 50 anos Vera Damazio Laboratório Design Memória Emoção :) labmemo (: O que Design tem a ver com Saúde Financeira para maiores de 50 anos? E o que faz um Laboratório

Leia mais

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011

Ano VI N.º 22. Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente. Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Ano VI N.º 22 Boletim Informativo da Junta de Freguesia da Ribeira Quente Quinta-Feira 28 de Julho de 2011 Bandeira Azul Hasteada na Ribeira Quente A Praia do Fogo da Ribeira Quente recebeu no dia 28 de

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

Trabalho 3 Scratch na Escola

Trabalho 3 Scratch na Escola Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra Departamento de Matemática Trabalho 3 Scratch na Escola Meios Computacionais de Ensino Professor: Jaime Carvalho e Silva (jaimecs@mat.uc.pt)

Leia mais

Índice. NOTA BIOGRÁFICA... 4 Prefácio... 11 Introdução... 15

Índice. NOTA BIOGRÁFICA... 4 Prefácio... 11 Introdução... 15 Índice NOTA BIOGRÁFICA... 4 Prefácio... 11 Introdução... 15 1 Já não são crianças, ainda não são adultos... 17 1. Desenvolvimento cognitivo... 18 2. Desenvolvimento psicossocial... 20 2 Ajudar a crescer

Leia mais

PERSONAL SHOPPER MARY KAY

PERSONAL SHOPPER MARY KAY PERSONAL SHOPPER MARY KAY O QUE É? Personal shopping é uma ocupação, na qual se ajuda alguém a fazer suas compras, dando conselhos e fazendo sugestões para os clientes. A personal shopper vai dar ao cliente

Leia mais

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos.

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos. Entrevista A2 1. Onde iniciaste o teu percurso na vida associativa? R.: Em Viana, convidaram-me para fazer parte do grupo de teatro, faltava uma pessoa para integrar o elenco. Mas em que associação? Na

Leia mais

> MENSAGEM DE BOAS VINDAS

> MENSAGEM DE BOAS VINDAS > MENSAGEM DE BOAS VINDAS A (DPE), da (DREQP), inicia, com o primeiro número desta Newsletter, um novo ciclo de comunicação e aproximação ao público em geral e, de forma particular, aos seus parceiros

Leia mais

Projecto Integrado da Baixa da Banheira

Projecto Integrado da Baixa da Banheira Projecto Integrado da Baixa da Banheira 1. INTRODUÇÃO O Projecto Integrado da Baixa da Banheira nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal da Moita e o ICE tendo em vista induzir as Associações da

Leia mais

Porto Escondido. Cuidados de saúde a pessoas sem-abrigo

Porto Escondido. Cuidados de saúde a pessoas sem-abrigo 47 Porto Escondido Cuidados de saúde a pessoas sem-abrigo 51 Na cidade do Porto, voluntários de Médicos do Mundo - Portugal percorrem a pé, duas noites por semana, as ruas da cidade. Fazem-no durante

Leia mais

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin Fotos: Luís Antônio Rodrigues No Perfil & Perfil Em meio às gravações no estúdio Brothers da Lua do músico, juntamente com o gravamos uma entrevista, onde eles nos contam como começou essa amizade e parceria,

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

ENSINO PROFISSIONAL EM PORTUGAL JOAQUIM AZEVEDO. O ensino profissional: uma aposta bem sucedida com quase 25 anos. O passado, o presente e o futuro

ENSINO PROFISSIONAL EM PORTUGAL JOAQUIM AZEVEDO. O ensino profissional: uma aposta bem sucedida com quase 25 anos. O passado, o presente e o futuro ENSINO PROFISSIONAL EM PORTUGAL O ensino profissional: uma aposta bem sucedida com quase 25 anos O passado, o presente e o futuro JOAQUIM AZEVEDO 16 MAR 2012 Uma aposta em quê, em particular? Desenvolvimento

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Dinâmica e Animação de Grupo

Dinâmica e Animação de Grupo Dinâmica e Animação de Grupo Desenvolvimento de Competências Turma G3D Leandro Diogo da Silva Neves 4848 Índice 1. Introdução... 3 2. Planeamento de desenvolvimento individual... 4 2.1 Competências...

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

Boas Práticas Autárquicas de Responsabilidade Social. Sónia Paixão. 8 de Maio 2012

Boas Práticas Autárquicas de Responsabilidade Social. Sónia Paixão. 8 de Maio 2012 Boas Práticas Autárquicas de Responsabilidade Social Sónia Paixão 8 de Maio 2012 Loures Mais Social: Diferentes Desafios, Novas Abordagens Responsabilidade Social É a integração voluntária de preocupações

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Vivendo e aprendendo em família

Vivendo e aprendendo em família Vivendo e aprendendo em família VERSÍCULO BÍBLICO Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado

Leia mais

Há 4 anos. 1. Que dificuldades encontra no seu trabalho com os idosos no seu dia-a-dia?

Há 4 anos. 1. Que dificuldades encontra no seu trabalho com os idosos no seu dia-a-dia? Entrevista A13 I Experiência no lar Há quanto tempo trabalha no lar? Há 4 anos. 1 Qual é a sua função no lar? Encarregada de Serviços Gerais. Que tarefas desempenha no seu dia-a-dia? O contacto directo

Leia mais

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA PROJETO DE AQUISIÇÃO DE KIT ESCOLAR PROJETO ESCOLA E CIDADANIA 1. HISTÓRICO A preocupação com a causa da criança e do adolescente em situação de risco, faz nascer instituições proféticas espalhadas pelo

Leia mais

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock ABCEducatio entrevista Sílvio Bock Escolher uma profissão é fazer um projeto de futuro A entrada do segundo semestre sempre é marcada por uma grande preocupação para todos os alunos que estão terminando

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

As Tic- Tecnologias de Informação e Comunicação nos meus Percursos de Vida Pessoal e Profissional

As Tic- Tecnologias de Informação e Comunicação nos meus Percursos de Vida Pessoal e Profissional As Tic- Tecnologias de Informação e Comunicação nos meus Percursos de Vida Pessoal e Profissional 1 Nasci no dia 4 de Novembro de 1967, na freguesia de Vila Boa do Bispo, Concelho de Marco de Canaveses,

Leia mais

Aula nº: Data: / / Lei de Igualdade

Aula nº: Data: / / Lei de Igualdade Aula nº: Data: / / Tema: Lei de Igualdade Atividade de Integração Em círculo será passado de mão em mão entre os jovens, uma pedra de gelo, uma vela acesa, um perfume, uma agulha. Compartilhar: O que isso

Leia mais

Newsletters PROGRAMA FESTA DE NATAL NO SBCD

Newsletters PROGRAMA FESTA DE NATAL NO SBCD AMRT ENTIDADE PROMOTORA Newsletters PROJETO SAI DO BAIRRO CÁ DENTRO - EDIÇÃO Nº20, DEZEMBRO 12 TRAVESSA DE VINHA, Nº172B, R/C DTº - CATUJAL TLF: 219419233 O U T R O S D E S T A Q U E S Festa de natal interna

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos CHARLIZE NAIANA GRIEBLER EVANDIR BUENO BARASUOL Sociedade Educacional Três de Maio Três de Maio, Rio Grande do Sul, Brasil

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com TRECHO: A VOLTA POR CIMA Após me formar aos vinte e seis anos de idade em engenharia civil, e já com uma

Leia mais

Mulheres de rabo de peixe e homens de rosto de cão :

Mulheres de rabo de peixe e homens de rosto de cão : Mulheres de rabo de peixe e homens de rosto de cão : dilemas e soluções contingenciais para evitar a exclusão social na investigação Isabel Estrela Rego & Ana Moura Arroz Métodos Qualitativos em Ciências

Leia mais

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2.1 A Avaliação de risco e possibilidades de mudança de comportamento A vulnerabilidade ao HIV depende do estilo de vida, género e das condições socioeconómicas. Isso

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes

Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes INTRODUÇÃO O direito à protecção da saúde está consagrado na Constituição da República Portuguesa, e assenta num conjunto de valores fundamentais como a dignidade

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO DOS SENIORES NUMA OFICINA DE MÚSICA E TEATRO: IMPACTOS NA AUTO-ESTIMA E AUTO-IMAGEM. Sandra Maria Franco Carvalho

A PARTICIPAÇÃO DOS SENIORES NUMA OFICINA DE MÚSICA E TEATRO: IMPACTOS NA AUTO-ESTIMA E AUTO-IMAGEM. Sandra Maria Franco Carvalho CENTRO DE COMPETÊNCIAS DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO A PARTICIPAÇÃO DOS SENIORES NUMA OFICINA DE MÚSICA E TEATRO: IMPACTOS NA AUTO-ESTIMA E AUTO-IMAGEM ESTUDO DE CASO NUMA UNIVERSIDADE

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA INED INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROJETO EDUCATIVO MAIA PROJETO EDUCATIVO I. Apresentação do INED O Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED) é uma escola secundária a funcionar desde

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6]

BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] BOLETIM INFORMATIVO MAR/ABRIL 2013 [Edição 6] O tema central desta edição do Boletim Informativo será a Psicologia Infantil. A Psicologia Infantil é a área da Psicologia que estuda o desenvolvimento da

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 53 Discurso na solenidade de lançamento

Leia mais

A PROPOSTA SOLINHO 1 : DESENVOLVENDO ASPECTOS MUSICAIS E SOCIAIS ATRAVÉS DA AULA DE VIOLÃO EM GRUPO. Igor Luiz Medeiros 2. igorluiz.m@hotmail.

A PROPOSTA SOLINHO 1 : DESENVOLVENDO ASPECTOS MUSICAIS E SOCIAIS ATRAVÉS DA AULA DE VIOLÃO EM GRUPO. Igor Luiz Medeiros 2. igorluiz.m@hotmail. A PROPOSTA SOLINHO 1 : DESENVOLVENDO ASPECTOS MUSICAIS E SOCIAIS ATRAVÉS DA AULA DE VIOLÃO EM GRUPO Igor Luiz Medeiros 2 igorluiz.m@hotmail.com Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Artes, Filosofia

Leia mais