TADI: Tratamento e análise de dados e informações Prof. Marcelo Lauretto de Sousa. Elizabete D. Sano N-USP:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TADI: Tratamento e análise de dados e informações Prof. Marcelo Lauretto de Sousa. Elizabete D. Sano N-USP: 8093872"

Transcrição

1 TADI: Tratamento e análise de dados e informações Prof. Marcelo Lauretto de Sousa Elizabete D. Sano N-USP:

2

3 Vida do Descartes René Descartes nasceu em La Haye, frança, dia 31 de março de Órfão com um ano de idade, de saúde frágil, passou a maior parte de sua infância em sua cidade natal.com onze anos foi mandado para o colégio jesuíta de La Fleche, de onde saiu em 1615, para conhecer o mundo. Este colégio na época era conhecido como um dos melhores colégios da França.

4 Em 1618, Descartes foi para a Holanda e se alistou no exercito de Mauricio de Nassau. A escola militar era, para ele, uma complementação de sua educação. Nessa época fez amizade com o duque filosofo e físico doutor Isaac Beeckman, e a ele dedicou Comprendium Musicae, um pequeno tratado sobre musica.

5 Em 1619, viajou para a Dinamarca, Polônia e Alemanha, onde, segundo a tradição no dia 10 de novembro, teve uma visão em sonho de um novo sistema matemático e cientifico. Três anos depois voltou para a frança, e passou os anos seguintes em outras parte da Europa. Em 1628, Descartes, incentivado pelo cardeal DE Bérulle, escreveu Regras para Direção do Espírito. Buscando a tranqüilidade, ele partiu para os países baixos, onde viveu até Em 1629, começou a trabalhar em Tratado do Mundo, uma obra de fisica. Mas em 1633, quando Galileu foi condenado pela igreja católica, Descartes não quis publicá-lo. Em 1635, nasceu sua filha ilegítima Francine, que morreu em 1640.

6 Em 1637, publicou anonimamente Discurso sobre o Método para Bem Conduzir a Razão a Buscar a Verdade através da Ciência. Os três anexos desta obra foram A Dioptrica (um trabalho sobre ótica), Os Meteoros (sobre meteorologia),e A Geométrica (onde introduz o sistema da coordenadas que ficaria conhecido como cartesianas em sua homenagem). Em 1641, surgiu sua obra mais conhecido as Meditaçoes sobre a filosofia primaria, com os primeiros conjuntos de Objeçoes e Respostas. Os autores de objeções foram, Johan de Kater, Mersene, Thomas Hobbes, Arnauld e Gassendi. A segunda ediçao das meditações incluía uma sistema sétima objeção, feita pelo jesuíta Pierre Bourdin. Em 1643, a filosofia cartesiana foi condenada pela universidade de Utrecht ( Holanda) e, acusado de ateísmo, ele obteve a proteção do príncipe de Orange.

7 Lançou o Principio da Filosofia este livro em grande parte dedicado á física, o qual ofereceu á princesa Elizabete da Boêmia, com quem mantinha correspondência, uma copia manuscrita do Tratado de Paixões, foi enviada para a rainha Cristina da Suécia, através do embaixador Frances. Em 1649, ele foi para Estocolmo com o objetivo de instruir a rainha de 23 anos em matemática e filosofia. O horário da aula era as cinco horas da manha, no clima rigoroso. Em fevereiro de 1650, ele contraiu pneumonia,e dez dias depois morreu.

8 Principais obras de Descartes Regras para a Direção de Espírito(1628)- juventude inacabada no qual o método aparece em forma de numerosas regras. O Mundo ou Tratado da Luz( )- obras contem algumas das conquistas definidas da física clássica, a lei da inércia, a refração da luze, principalmente, as base epistemológicas contrarias ao que seria dominado de principio da ciência escolástica, radicada de aristotelismo. Discurso sobre o Método (1637) Geometria (1637) Meditações (1641)- expande o metodo cartesiano exposto, em discurso sobre o metodo.

9 Alguns pensamentos de Descartes É não existe métodos fáceis para resolver problemas difíceis. A leitura de todos os bons livros é uma conversações com as mais honesta pessoas dos séculos passadas. Viver sem filosofar é que se chama ter os olhos fechado sem nunca os haver tentado abrir. Não nada do mundo que esteja melhor repartido do que a razão: toda gente está convencido de que a tem do sobra. Comigo se transforma em matemática.

10 Descartes e seu Legado Ele contribui para a educação concentra-se na proposta do método sem o qual a mente se organiza para processar o conhecimento seguro. Para ele a razão, é igual em todos os homens. A razão é o bom senso, em todos devem desejar possuí-la, pois representa o poder de julgar de forma correta e discernir entre o verdadeiro e o falso. Ele revolucionou a filosofia, ao constatar a ordem social e os pensamentos estabelecidos. Os aspectos de ele são : inquieto e comprometido com o seu tempo, com a ciência e com o pensamento da sua época.

11 OBRIGADA!

12 Bibliografias Opiniaoenoticia.com.br

Figura 1 Guia de ruas Fonte: Fundação Bradesco

Figura 1 Guia de ruas Fonte: Fundação Bradesco COORDENADAS CARTESIANAS CONTEÚDO Plano Cartesiano AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS Você já consultou um guia de ruas? Se já realizou essa consulta, observou que para fornecer uma determinada localização, a

Leia mais

RUA PREFEITO HILÁRIO DA COSTA E SILVA, Nº 147 - CENTRO - MARICÁ - RJ INSC. NO C.N.P.J. 00.198.742/0001-73 TEL: 2637-2956

RUA PREFEITO HILÁRIO DA COSTA E SILVA, Nº 147 - CENTRO - MARICÁ - RJ INSC. NO C.N.P.J. 00.198.742/0001-73 TEL: 2637-2956 HORÁRIO DAS AULAS 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL AULA DE MÚSICA / LÍNGUA PORTUGUESA / AULA DE INGLÊS / LÍNGUA PORTUGUESA / CIÊNCIAS / ARTES / LÍNGUA PORTUGUESA EDUCAÇÃO FÍSICA / HISTÓRIA E GEOGRAFIA / LÍNGUA

Leia mais

A Física na Idade Moderna

A Física na Idade Moderna A Física na Idade Moderna Mecânica Leonardo da Vinci a Isaac Newton Leonardo da Vinci Nascimento 25 de abril de 1452 Anchiano, Itália Falecimento 2 de maio de 1519 (67 anos) Amboise, França Nacionalidade

Leia mais

RENÉ DESCARTES. CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Curso de Direito Professora Kátia Paulino. Robson Stigar. Sua Vida

RENÉ DESCARTES. CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Curso de Direito Professora Kátia Paulino. Robson Stigar. Sua Vida RENÉ DESCARTES Robson Stigar Mestre em Ciências da Religião. Especialização em História do Brasil; Especialização em Ensino Religioso; Especialização em Psicopedagogia; Especialização em Educação, Tecnologia

Leia mais

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica 0 O que é Filosofia? Essa pergunta permite muitas respostas... Alguns podem apontar que a Filosofia é o estudo de tudo ou o nada que pretende abarcar tudo.

Leia mais

Entrevista a Galileu Galilei

Entrevista a Galileu Galilei Escola Secundária Emidio Navarro 2009/2010 Disciplina: Físico-Quimica Entrevista a Galileu Galilei Trabalho realizado por: Cristiana Monteiro nº5 Francisco Pinto nº9 11ºCT2 Entrevista a Galileu Galilei

Leia mais

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão.

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. Senso comum... aranha caranguejeira ou aranha-marrom? Epistemologia Moderna e Contemporânea EPISTEMOLOGIA investiga o conhecimento. limites. possibilidades.

Leia mais

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros

REFORMA E CONTRARREFORMA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros REFORMA E CONTRARREFORMA Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista de Montes Claros INTRODUÇÃO A Reforma Religiosa e o Renascimento ocorreram na mesma época e expressam a grande renovação de ideias

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração No decorrer da história da humanidade sempre existiu alguma forma simples ou complexa de administrar as organizações. O desenvolvimento

Leia mais

5ª. Apostila de Filosofia FILOSOFIA MODERNA

5ª. Apostila de Filosofia FILOSOFIA MODERNA 1 5ª. Apostila de Filosofia FILOSOFIA MODERNA A História da Filosofia A História da Filosofia não é apenas um relato histórico, mas as transformações do pensamento humano ocidental, ou seja, o percurso

Leia mais

Roteiro: Locke: contexto histórico, metodologia, natureza humana e estado de natureza

Roteiro: Locke: contexto histórico, metodologia, natureza humana e estado de natureza Gustavo Noronha Silva José Nailton Silveira de Pinho Juliana Gusmão Veloso Kátia Geralda Pascoal Fonseca Walison Vasconcelos Pascoal Roteiro: Locke: contexto histórico, metodologia, natureza humana e estado

Leia mais

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D ALEXANDRE, O GRANDE A Macedônia é um país nos Balcãs, leste da Europa, que faz fronteira com a Grécia, Sérvia,Albânia e Bulgária. Foi anexada à Iugoslávia e no século XX, tornou-se independente LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Guerra Civil (1642-1648)

Guerra Civil (1642-1648) Prof. Thiago Revolução Inglesa Governo Despótico de Carlos I (1625-1648) Petição de Direitos (1628) Exigência do Parlamento Cobrança do ship money em cidades do interior desobediência ao Parlamento Guerra

Leia mais

Frases Célebres de Albert Einstein

Frases Célebres de Albert Einstein Frases Célebres de Albert Einstein Convencido de que o ser humano é capaz de desenvolver seu intelecto tanto quanto deseja em certas ocasiões, julgava com as palavras criando frases de acordo com as circunstâncias.

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

O papel da dúvida na filosofia cartesiana: a interpretação hegeliana sobre Descartes nas Lições sobre História da Filosofia

O papel da dúvida na filosofia cartesiana: a interpretação hegeliana sobre Descartes nas Lições sobre História da Filosofia O papel da dúvida na filosofia cartesiana: a interpretação hegeliana sobre Descartes nas Lições sobre História da Filosofia Carlos Gustavo Monteiro Cherri Mestrando em Filosofia pela UFSCar gucherri@yahoo.com.br

Leia mais

Contexto. Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton. Concepção racionalista do mundo Leis Naturais

Contexto. Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton. Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Revolução Científica do século XVII Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Contexto Crise do Antigo Regime Questionamento dos privilégios do Clero

Leia mais

Relato de experiência do Projeto A Paz que tenho em Casa desenvolvido no Centro de Referência de Assistência Social CRAS Vila Rosa Palmeira/PR

Relato de experiência do Projeto A Paz que tenho em Casa desenvolvido no Centro de Referência de Assistência Social CRAS Vila Rosa Palmeira/PR 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750 John Locke (1632-1704) Biografia Estudou na Westminster School; Na Universidade de Oxford obteve o diploma de médico; Entre 1675 e 1679 esteve na França onde estudou Descartes (1596-1650); Na Holanda escreveu

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

MATEMÁTICA E ARTE UM DIÁLOGO POSSÍVEL, TRABALHANDO ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATEMÁTICA E ARTE UM DIÁLOGO POSSÍVEL, TRABALHANDO ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ISSN 2316-7785 MATEMÁTICA E ARTE UM DIÁLOGO POSSÍVEL, TRABALHANDO ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Rosiney de Jesus Ferreira 1 Universidade Federal de Juiz de Fora profneyufjf@hotmail.com

Leia mais

8º ANO TEOREMA DE PITÁGORAS. Nuno Marreiros. O que é um Teorema? Quem foi Pitágoras?

8º ANO TEOREMA DE PITÁGORAS. Nuno Marreiros. O que é um Teorema? Quem foi Pitágoras? TEOREMA DE PITÁGORAS 8º ANO Nuno Marreiros O que é um Teorema? Quem foi Pitágoras? 1 O que é um Teorema? Os Gregos trouxeram até nós o conceito de teorema. Um teorema é uma afirmação matemática cuja demonstração

Leia mais

Vida e Obra de Leonhard Euler

Vida e Obra de Leonhard Euler Vida e Obra de Leonhard Euler Euler é um dos maiores matemáticos de todos os tempos. Ele nasceu na Basiléia, ao norte da Suiça quase na fronteira com a França, no dia 15 de abril de 1707. Filho primogênito

Leia mais

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Sem limite para crescer! Resumo das aulas de Filosofia 1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Esses três filósofos foram os inauguradores da filosofia ocidental como a que

Leia mais

Calendário de Provas 2014

Calendário de Provas 2014 Calendário de Provas 1º BIMESTRE (de 27/01/ a 02/04/) 25 de Fevereiro Terça-feira Horário de Aula Produção Textual 26 de Fevereiro Quarta-feira P1 de Português 27 de Fevereiro Quinta-feira Horário de Aula

Leia mais

2 > Ciência Política UNIDADE 2. Maquiavel: a ação política virtuosa que desafia as contingências

2 > Ciência Política UNIDADE 2. Maquiavel: a ação política virtuosa que desafia as contingências 2 > Ciência Política UNIDADE 2 Maquiavel: a ação política virtuosa que desafia as contingências Objetivos Discutir o contexto histórico no qual Maquiavel escreveu a obra O Príncipe. Apresentar a obra de

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÃO SOBRE COMO DEVE SER FEITO O TCC DENTRO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Ministrantes: Anita Maria da Rocha Fernandes César Albenes Zeferino Maria Cristina Kumm Pontes Rafael Luiz Cancian Itajaí,

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO 1. Na teoria contratualista, o surgimento do Estado e a noção de contrato social supõem que os indivíduos abrem mão de direitos (naturais)

Leia mais

CALENDÁRIO DOS SEXTOS ANOS - 2012 AULAS DE RECUPERAÇÃO

CALENDÁRIO DOS SEXTOS ANOS - 2012 AULAS DE RECUPERAÇÃO CALENDÁRIO DOS SEXTOS ANOS - 2012 10/12 2ª Feira HISTÓRIA PORTUGUÊS INGLÊS ESPANHOL PORTUGUÊS HISTÓRIA PORTUGUÊS CIÊNCIAS ESPANHOL HISTÓRIA CIÊNCIAS PORTUGUÊS INGLÊS HISTÓRIA CIÊNCIAS PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

Índice. Prefácio...9. Palavras Prévias...13

Índice. Prefácio...9. Palavras Prévias...13 7 Índice Prefácio...9 Palavras Prévias...13 Procurando os braços perdidos da Vénus de Milo...17 1. Introdução...17 2. Definindo a questão...18 3. A relação filosofia pedagogia...20 3. 1. Dimensão filosófica

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

OBJEÇÕES INSTRUMENTO DE SUCESSO O LADO POSITIVIO DAS OBJEÇÕES PARA APRIMORAR O PROFISSIONAL DE VENDAS. Vista a camisa do 0800 E SEJA UM VENCEDOR!!!

OBJEÇÕES INSTRUMENTO DE SUCESSO O LADO POSITIVIO DAS OBJEÇÕES PARA APRIMORAR O PROFISSIONAL DE VENDAS. Vista a camisa do 0800 E SEJA UM VENCEDOR!!! OBJEÇÕES INSTRUMENTO DE SUCESSO O LADO POSITIVIO DAS OBJEÇÕES PARA APRIMORAR O PROFISSIONAL DE VENDAS. OBJEÇÕES VILÃS OU OPORTUNIDADES? A VISÃO ORIENTAL SOBRE Um para CRISE PERIGO (JI) A VISÃO ORIENTAL

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º PERÍODO LETIVO AV2 6º ANO

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 1º PERÍODO LETIVO AV2 6º ANO 6º ANO 17/04 quarta-feira Ciências 18/04 quinta-feira 19/04 sexta-feira Informática 25/04 quinta-feira Matemática 26/04 sexta-feira Inglês 29/04 segunda-feira Historia 30/04 terça-feira Geografia Música

Leia mais

Qual foi o resultado da Primeira Campanha Sorriso na África?

Qual foi o resultado da Primeira Campanha Sorriso na África? SORRISO NA ÁFRICA COMO SURGIU A IDÉIA Motivados pelas aulas e seus professores, os alunos da 8ª série tiveram a idéia de uma campanha de ajuda a África. Parecia um sonho inatingível, porém em um mês de

Leia mais

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em sua geração, adormeceu, foi sepultado com os seus antepassados e seu corpo se decompôs. Não são todos que têm o privilégio

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Esta prova contém 05 questões

Leia mais

Aula 4 Lugares de argumentação

Aula 4 Lugares de argumentação Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Programa de Pós-Graduação em Design Disciplina Seminário de desenvolvimento de tese Aula 4 Lugares de argumentação Profa. Dra. Jackeline Lima Farbiarz

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

MULHERES NA MATEMÁTICA: CONHECENDO SOBRE O MARCO QUE DEIXARAM NA HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS

MULHERES NA MATEMÁTICA: CONHECENDO SOBRE O MARCO QUE DEIXARAM NA HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS 1 MULHERES NA MATEMÁTICA: CONHECENDO SOBRE O MARCO QUE DEIXARAM NA HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS Vanessa Steindorf UFSM vanessasteindorf@hotmail.com Simone Munari Franco UFSM simonif@gmail.com Eliana do Carmo

Leia mais

Douglas Filenga TGA I. Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais;

Douglas Filenga TGA I. Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais; Administração Douglas Filenga TGA I Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais; c) Habilidades profissionais; d)influências históricas. Campo de atuação: Os diferentes

Leia mais

Louis de Broglie. Camila Welikson. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons.

Louis de Broglie. Camila Welikson. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. Camila Welikson Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/ Teoria Pura Tenho

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ª TURMA: Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Este trabalho contém

Leia mais

Gestão de Carreira para profissionais da área de Gestão e Lean Six Sigma

Gestão de Carreira para profissionais da área de Gestão e Lean Six Sigma Gestão de Carreira para profissionais da área de Gestão e Lean Six Sigma Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial pezeiro@setadg.com.br F.+55.11.8110-0026 www.setadg.com.br CLIENTES SETA T I V I

Leia mais

CINCO SEMANAS EM UM BALÃO. Inspirado na Obra de Júlio Verne

CINCO SEMANAS EM UM BALÃO. Inspirado na Obra de Júlio Verne CINCO SEMANAS EM UM BALÃO Inspirado na Obra de Júlio Verne Um Visionário JÚLIO VERNE, um dos mais fantásticos escritores de aventuras de todos os tempos, conhecido como o pai da ficção científica, antecipou

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO MATEMÁTICO E O PROCESSO CIVILIZADOR

O DESENVOLVIMENTO MATEMÁTICO E O PROCESSO CIVILIZADOR O DESENVOLVIMENTO MATEMÁTICO E O PROCESSO CIVILIZADOR Autor: Danilo Wagner de Souza Gomes Galdino; Co- autor: Prof. Ms. Adeilson Silva Tavares; Orientador: Prof. Dr. José Lamartine Barbosa Universidade

Leia mais

Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica. Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica. Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Sócrates: uma filosofia voltada para consciência crítica Professor Danilo Borges Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Sócrates 469 399 a.c. Divisor de águas na filosofia grega

Leia mais

Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 8.1 Conteúdo: A influência do Islamismo na formação dos Árabes.

Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 8.1 Conteúdo: A influência do Islamismo na formação dos Árabes. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 8.1 Conteúdo: A influência do Islamismo na formação dos Árabes. Habilidade: Conhecer a construção da identidade árabe através da consolidação histórica

Leia mais

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) -

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) - EXERCICÍOS DE FILOSOFIA I O QUE É FILOSOFIA, ETIMOLOGIA, ONDE SURGIU, QUANDO, PARA QUE SERVE.( 1º ASSUNTO ) Questão (1) - Analise os itens abaixo e marque a alternativa CORRETA em relação ao significado

Leia mais

Papel dos Bacharéis na formação do Estado nacional (slides) sobre texto de José Murilo de Carvalho

Papel dos Bacharéis na formação do Estado nacional (slides) sobre texto de José Murilo de Carvalho Papel dos Bacharéis na formação do Estado nacional (slides) sobre texto de José Murilo de Carvalho Diferença verificada na libertação das colônias espanhola e portuguesa. 1) Manutenção da unidade política

Leia mais

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE A GERAÇÃO DO CONHECIMENTO AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO V Transformando conhecimentos em valores www.geracaococ.com.br Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: TARDE Data: 9/6/2010 PORTUGUÊS

Leia mais

Oficina: Os Números Reais em Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Oficina: Os Números Reais em Ambientes Virtuais de Aprendizagem Oficina: Os Números Reais em Ambientes Virtuais de Aprendizagem Profº Ion Moutinho Resumo: Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) lançam, como desafio para as escolas, o problema de incorporar os recursos

Leia mais

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i LUÍS CARLOS SANTOS luis.santos@ese.ips.pt Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal 1- Agostinho da Silva, um adepto da Educação

Leia mais

Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009.

Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009. Palestra realizada no auditório da Secretaria de Economia e Planejamento do Governo do Estado de São Paulo no dia 05/06/2009. Palestrante: Profa. Dra. Gisele Mascarelli Salgado. GISELLE MASCARELLI SALGADO:

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DE DÜRER E LYGIA CLARK ÁS ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES ENVOLVENDO A MATEMÁTICA E A ARTE

CONTRIBUIÇÕES DE DÜRER E LYGIA CLARK ÁS ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES ENVOLVENDO A MATEMÁTICA E A ARTE CONTRIBUIÇÕES DE DÜRER E LYGIA CLARK ÁS ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES ENVOLVENDO A MATEMÁTICA E A ARTE Rosiney de Jesus Ferreira 1 Marco Aurélio Kistemann Jr. 2 1 Universidade Federal de Juiz de Fora/ICE,

Leia mais

V ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS

V ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS 1. Por que você decidiu fazer esse curso? 57% para ampliar conhecimentos, aperfeiçoar o trabalho, ampliar horizontes, permanecer na área 26% pelo sonho de ser educadora, gostar e acreditar na educação,

Leia mais

A Importância das Bibliotecas Públicas. Adriana Cybele Ferrari. Pontifícia Universidade Católica de Campinas Campinas, 04 de junho de 2012

A Importância das Bibliotecas Públicas. Adriana Cybele Ferrari. Pontifícia Universidade Católica de Campinas Campinas, 04 de junho de 2012 A Importância das Bibliotecas Públicas Adriana Cybele Ferrari Pontifícia Universidade Católica de Campinas Campinas, 04 de junho de 2012 Imagine um lugar no qual para cada recém nascido é dado um pacote

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO

EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO EXERCÍCIOS SOBRE RENASCIMENTO TEXTO O termo Renascimento é comumente aplicado à civilização européia que se desenvolveu entre 1300 e 1650. Além de reviver a antiga cultura greco-romana, ocorreram nesse

Leia mais

A Escola dos meus Sonhos Frei Betto

A Escola dos meus Sonhos Frei Betto A Escola dos meus Sonhos Frei Betto Na escola dos meus sonhos, os alunos aprendem a cozinhar, costurar, consertar eletrodomésticos, a fazer pequenos reparos de eletricidade e de instalações hidráulicas,

Leia mais

AGOSTINHO, TEMPO E MEMÓRIA

AGOSTINHO, TEMPO E MEMÓRIA AGOSTINHO, TEMPO E MEMÓRIA Fábio de Araújo Aluno do Curso de Filosofia Universidade Mackenzie Introdução No decorrer da história da filosofia, muitos pensadores falaram e escreveram há cerca do tempo,

Leia mais

MARX, Karl Contribuição à Crítica da Economia Política

MARX, Karl Contribuição à Crítica da Economia Política ////////////////////////// Ficha de Leitura * ////////////////////////// MARX, Karl Contribuição à Crítica da Economia Política Introdução [À Crítica da Economia Política] Prefácio [Para a Crítica da Economia

Leia mais

Missões para os índios americanos

Missões para os índios americanos Missões para os índios americanos Em busca do Nobre Selvagem A história de missões ameríndias é intrigante: Iniciada pela igreja Católica; Despertou o interesse dos protestantes. Depois de muito zelo e

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224. Podemos falar de ética nas práticas de consumo?

São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224. Podemos falar de ética nas práticas de consumo? São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 ISSN 2358-0224 9 772358 022003 Podemos falar de ética nas práticas de consumo? São Paulo, Ano I, n. 01, jan./abr. de 2014 164 A teologia católica e a ética no

Leia mais

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7 Sumário Introdução - O novo hábito... 1 Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3 Sobre o vocabulário... 4 Benefícios... 7 Perguntas Frequentes sobre o Orçamento Doméstico... 10 Capítulo 2 - Partindo

Leia mais

Distrito 4570 Relatório de intercambista Brasileiro no exterior (outbounds)

Distrito 4570 Relatório de intercambista Brasileiro no exterior (outbounds) Distrito 4570 Relatório de intercambista Brasileiro no exterior (outbounds) André Gallagher Souza 29/10/10 Rotary Club no Brasil: 4570 Clube nos EUA: 7450 Familia anfitrã : Anne, Carlton & Max Endereço

Leia mais

Nivelamento Matemática. Prof. Amintas Paiva Afonso

Nivelamento Matemática. Prof. Amintas Paiva Afonso Nivelamento Matemática Prof. Amintas Paiva Afonso APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR Olá! Eu sou Amintas Paiva Afonso. Sou Mestre em Educação, palestrante, instrutor e consultor em gestão empresarial. Doutorando

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade I Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - Conceitos gerais da administração Parte 2 - Evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo.

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Sonhos Pessoas Para a grande maioria das pessoas, LIBERDADE é poder fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Trecho da música: Ilegal,

Leia mais

serviços financeiros do Vaticano Romagne. Inspetor das finanças da indústria do tabaco e o sal

serviços financeiros do Vaticano Romagne. Inspetor das finanças da indústria do tabaco e o sal Família Montessori Alessandro Montessori, tesoureiro dos serviços financeiros do Vaticano Romagne. Inspetor das finanças da indústria do tabaco e o sal Renilde Montessori, Filha de Antonio Stoppani, filósofo,

Leia mais

Maquiavel. Teoria Política. (Capítulo 24, pág 298 a 302)

Maquiavel. Teoria Política. (Capítulo 24, pág 298 a 302) Maquiavel Teoria Política (Capítulo 24, pág 298 a 302) CONTEXTO HISTÓRICO (SÉC XIV e seguintes) 1. FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS NACIONAIS (Portugal, França, Inglaterra, Espanha). 2. Monarquias Nacionais ESTADO

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia Nome: Ano: 2º Ano 1º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Ciências Humanas Disciplina:

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM CRONOGRAMA AVALIAÇÕES - CURSO DE PEDAGOGIA 2008/1 III Semestre 1ª avaliações 31/03/08 2ª feira 21h Filosofia da Educação III 01/04/08 3ª feira 02/04/08 4ª feira 19h10min Educação e novas tecnologias I

Leia mais

BIOGRAFIA DE MATEMÁTICOS COMO AGENTE MOTIVADOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

BIOGRAFIA DE MATEMÁTICOS COMO AGENTE MOTIVADOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL BIOGRAFIA DE MATEMÁTICOS COMO AGENTE MOTIVADOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Sidmar Alencar Gil Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Pará Universidade

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

A importância de ler Paulo Freire

A importância de ler Paulo Freire A importância de ler Paulo Freire Rodrigo da Costa Araújo - rodricoara@uol.com.br I. PRIMEIRAS PALAVRAS Paulo Reglus Neves Freire (1921-1997) o educador brasileiro que via como tarefa intrínseca da educação

Leia mais

2º FESTIVAL CULTURAL E PEDAGÓGICO DO PÓLO UAB BARROSO

2º FESTIVAL CULTURAL E PEDAGÓGICO DO PÓLO UAB BARROSO 2º FESTIVAL CULTURAL E PEDAGÓGICO DO PÓLO UAB BARROSO Promover o conhecimento é favorecer a cidadania. Homenagens Mini cursos Vídeos Palestras Apoio: Prefeitura Municipal de Barroso e Secretaria Municipal

Leia mais

HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO

HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO HORÁRIO DE 5 PROVA ENSINO FUNDAMENTAL 8 ANO Aula de Ciências Avaliação de Matemática Aplicadora: Gleidiane Português Português Avaliação de Matemática Aplicadora: Gleidiane Português Português HORÁRIO

Leia mais

SIMULADO DE FILOSOFIA

SIMULADO DE FILOSOFIA NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE FILOSOFIA 1) A Filosofia é uma disciplina, ou uma área de estudo que envolve: a) ( ) investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias em uma situação

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino Vozes isoladas alertam sobre os perigos da neglicência aos conhecimentos matemáticos. Fala do franciscano Roger Bacon

Leia mais

CURSO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE EAD

CURSO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE EAD LÓGIC DE PROGRMÇÃO CURSO: TÉCNICO EM INFORMÁTIC N MODLIDDE ED Disciplina: Lógica de Programação Profa. Jaqueline F. Domenciano Meu nome é Jaqueline F. Domenciano. Sou Especialista em Educação à Distância,

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

TRÊS ESTILOS DE VIDA

TRÊS ESTILOS DE VIDA TRÊS ESTILOS DE VIDA 1 Co 2:14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 15 Porém o homem

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS CONCÓRDIA A MENTE DE UM GÊNIO. RODRIGO SANTIAGO Acadêmico do Curso Física- Licenciatura, rsantiago10@hotmail.

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS CONCÓRDIA A MENTE DE UM GÊNIO. RODRIGO SANTIAGO Acadêmico do Curso Física- Licenciatura, rsantiago10@hotmail. I Mostra de Iniciação Científica I MIC 23 e 24 de setembro de 2011 Instituto Federal Catarinense Campus Concórdia Concórdia SC INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS CONCÓRDIA A MENTE DE UM GÊNIO RODRIGO

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: Matemática; Geometria; Aulas Investigativas. Introdução

Resumo. Palavras-chave: Matemática; Geometria; Aulas Investigativas. Introdução III Seminário sobre Educação Matemática A desigualdade triangular em diferentes mídias Paulo César da Penha pcpenha@terra.com.br GRUCOGEO/USF/ Secretaria da Educação de Itatiba-SP Resumo O relato de experiência

Leia mais

A Ética e sua relação com o sucesso profissional do administrador e do contador

A Ética e sua relação com o sucesso profissional do administrador e do contador A Ética e sua relação com o sucesso profissional do administrador e do contador www.ricardoalmeida.adm.br ricardoalmeida@ricardoalmeida.adm.br Realização: 08/02/2007 Apoio: Boa Noite! Gostaria de desejar

Leia mais

Orquestra de flautas doces do Colégio de Aplicação da UFRGS

Orquestra de flautas doces do Colégio de Aplicação da UFRGS Orquestra de flautas doces do Colégio de Aplicação da UFRGS Juliana Rigon Pedrini jupedrini@terra.com.br Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Resumo. O presente trabalho é

Leia mais

A beleza persuade os olhos dos homens por si mesma, sem necessitar de um orador.

A beleza persuade os olhos dos homens por si mesma, sem necessitar de um orador. A beleza persuade os olhos dos homens por si mesma, sem necessitar de um orador. Algumas quedas servem para que nos levantemos mais felizes. A gratidão é o único tesouro dos humildes. A beleza atrai os

Leia mais

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus.

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. JÓ Lição 05 1 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. 2. Lição Bíblica: Jô 1 a 42 (Base bíblica para a história e o professor)

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO IRMÃS DOMINICANAS ORGANIZAÇÃO DO 4º BIMESTRE 2013 AULAS E RECUPERAÇÃO INTENSIVA

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO IRMÃS DOMINICANAS ORGANIZAÇÃO DO 4º BIMESTRE 2013 AULAS E RECUPERAÇÃO INTENSIVA SEGUNDA FEIRA: 02.12 6º A - SALA DE RECUPERAÇÃO 6º ANO EFII 6º B - SALA DE AULA 6º C - SALA DE AULA 1ª Aula Aula Geografia Ensino Religioso História 2ª Aula Aula Geografia História Ensino Religioso 3ª

Leia mais

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após encerramento do seminário empresarial Brasil-Chile

Leia mais

Juizados de Conciliação Relevância Social no Resgate da Cidadania

Juizados de Conciliação Relevância Social no Resgate da Cidadania Juizados de Conciliação Relevância Social no Resgate da Cidadania Luciana Trindade dos Reis Bottrel Mansur 1 RESUMO: Os Juizados de Conciliação foram criados por iniciativa do Poder Judiciário de Minas

Leia mais

Filosofia para crianças? Que história é essa?

Filosofia para crianças? Que história é essa? Filosofia para crianças? Que história é essa? P Isabel Cristina Santana Diretora do CBFC ara muitos provoca espanto a minha resposta quando me perguntam: qual é o seu trabalho? e eu respondo trabalho com

Leia mais

Engenheiro, Empreendedorismo e Inovação. AT073 Introdução a Engenharia Industrial Madeireira UFPR/DETF Prof. Umberto Klock

Engenheiro, Empreendedorismo e Inovação. AT073 Introdução a Engenharia Industrial Madeireira UFPR/DETF Prof. Umberto Klock Engenheiro, Empreendedorismo e Inovação AT073 Introdução a Engenharia Industrial Madeireira UFPR/DETF Prof. Umberto Klock Pessoa com formação técnico-científica que o torna capaz de resolver problemas

Leia mais

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE 23 3 COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE Por que você deve dar este estudo Nas duas semanas anteriores, conversamos sobre dois aspectos de nossa missão comunitária que envolve: (a) olhar para

Leia mais

MATEMÁTICA I AULA 03: LIMITES DE FUNÇÃO, CÁLCULO DE LIMITES E CONTINUIDADES TÓPICO 03: CONTINUIDADES Este tópico trata dos conceitos de continuidade de funções num valor e num intervalo, a compreensão

Leia mais