PROPOSTA. relativa ao Ponto Quatro da Ordem do Dia da reunião da Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas da. Espírito Santo Saúde SGPS. S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA. relativa ao Ponto Quatro da Ordem do Dia da reunião da Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas da. Espírito Santo Saúde SGPS. S.A."

Transcrição

1 PROPOSTA relativa a Pnt Quatr da Ordem d Dia da reuniã da Assembleia Geral Extrardinária de Acinistas da Espírit Sant Saúde SGPS. S.A. Sciedade aberta (a Sciedade ) Cnvcada para dia 9 de fevereir de 2015 às 11h00 Cnsiderand que, cm vista a facilitar a simplificaçã da estrutura de gvernaçã da Sciedade subsequente à alteraçã acinista verificada, (a) (b) Senhr Dig Jsé Fernandes Hmem de Lucena apresentu renúncia a carg de Presidente d Cnselh de Administraçã da Sciedade; s Senhres Luis Espírit Sant Silva Ricciardi, Pedr Gnçal da Csta Pinheir Líban Mnteir, Maria d Rsári Nunes Vicente Rebrdã Sbral, Antóni Davide de Lima Cards, Artur Aires Rdrigues de Mrais Vaz, Jsé Manuel Malheir Hltreman Rquette, Jsé Manuel Caeir Pulid, Alexandre Carls de Mel Vieira Csta Relvas, Nun de Carvalh Fernandes Thmaz e Pedr Guilherme Beauvillain de Brit e Cunha apresentaram renúncia as cargs de vgais d Cnselh de Administraçã; vem a FIDELIDADE COMPANHIA DE SEGUROS, S.A., sciedade anónima registada junt da Cnservatória d Regist Cmercial de Lisba sb númer únic de matrícula e de pessa cletiva , cm sede n Larg d Calhariz, 30, Lisba, cm capital scial de , acinista da Espírit Sant Saúde SGPS, S.A., submeter à apreciaçã e discussã ds Senhres Acinistas, prpnd que seja aprvada, a eleiçã ds seguintes membrs d Cnselh de Administraçã para cmpletar mandat em curs de 2014 a 2017: 1

2 Jrge Manuel Batista Magalhães Crreia Changzeng Ma Jsé Manuel Alvarez Quinter Xia Qiang Li Lingjiang Xu Jsé Filipe de Susa Meira Presidente Vgal Vgal Vgal Vgal Vgal passand Cnselh de Administraçã a ter a seguinte cmpsiçã: Jrge Manuel Batista Magalhães Crreia Isabel Maria Pereira Aníbal Vaz Changzeng Ma Jsé Manuel Alvarez Quinter Xia Qiang Li Lingjiang Xu Iv Jaquim Antã Jã Paul da Cunha Leite de Abreu Nvais Jsé Filipe de Susa Meira Tmás Leitã Branquinh da Fnseca Presidente Vice-Presidente Vgal Vgal Vgal Vgal Vgal Vgal Vgal Vgal A aprvaçã da referida prpsta terá cm cnsequência a reduçã d númer efetiv de membrs d Cnselh de Administraçã n mandat em curs, de quinze para dez. Lisba, 16 de janeir de 2015 Pela Fidelidade Cmpanhia de Segurs, S.A. 2

3 Jrge M. B. Magalhães Crreia É presidente da cmissã executiva das seguradras Fidelidade, Multicare e Cares e presidente d cnselh de administraçã da seguradra Universal Segurs (Angla). N plan assciativ de incidência prfissinal é vice-presidente da Assciaçã Prtuguesa de Seguradres membr da The Geneve Assciatin. Iniciu a vida prfissinal cm dcente da Faculdade de Direit de Lisba. Fi dirigente da Inspeçã-Geral de Finanças, da Cmissã de Mercad de Valres Mbiliáris e Advgad. Desempenhu diverss cargs scietáris na área financeira e seguradra, tend sid nmeadamente administradr e/u presidente d cnselh de administraçã das seguradras Mundial-Cnfiança, Fidelidade Mundial, Impéri Bnança e Via Directa. Na área hspitalar fi administradr da USP Hspitales (Barcelna) e administradr e psterirmente presidente d cnselh de administraçã da HPP - Hspitais Privads de Prtugal SGPS. Outrs Cargs Sciais: Vice-presidente d Cnselh de Administraçã e Presidente da Cmissã Executiva da Fidelidade Vice-presidente d Cnselh de Administraçã e Presidente da Cmissã Executiva da Multicare Vice-presidente d Cnselh de Administraçã e Presidente da Cmissã Executiva da Cares Presidente d Cnselh de Administraçã da Fidelidade Prperty Eurpe, S.A. Presidente d Cnselh de Administraçã da Fidelidade Prperty Internatinal, S.A. Presidente d Cnselh de Administraçã da Universal Vice-presidente d Cnselh de Direçã da Assciaçã Prtuguesa de Seguradres 3

4 Jhn Changzheng Ma Jhn Changzheng Ma, de 52 ans, é membr nã-executiv d Cnselh de Administraçã e Presidente d Departament de Aparelhs Médics da Shanghai Fsun Pharmaceutical (Grup) C., Ltd. (ctada sb númer SH, HK) (dravante, Fsunpharma). A Fsunpharma é uma das empresas líderes de entre as sciedades ctadas na indústria farmacêutica. É também a terceira sciedade ctada da industria farmacêutica e de cuidads de saúde a ser ctada tant em Xangai cm em Hng Kng. Fi nmead Adjunt Sénir d Presidente da Shanghai Fsun High Technlgy (Grup) Crp., Ltd. (dravante, Grup Fsun) em dezembr de Jhn Changzheng Ma é ainda Presidente Executiv da Healthcare Hldings d Grup Fsun. O negóci d Grup Fsun, fundad em 1992, inclui a área farmacêutica, explraçã imbiliária, aç, minas, retalh, a indústria de serviçs e investiments estratégics. Graças à enrme ppulaçã chinesa e seu cnsum, prcura de investiment, cntínua urbanizaçã e a liderança da China na indústria fabril glbal, tds s principais negócis d Grup Fsun têm crescid cnstantemente a lng ds últims ans. Cada setr se encntra entre s melhres 10 d seu particular segment de mercad. O Grup Fsun cm um td situa-se entre s melhres 100 de entre as empresas chinesas. Jhn Changzheng Ma fi engenheir junt d Shanghai Metallurgical Design and Research Institute de junh de 1983 a julh de 1990, Diretr Operacinal d Departament de Negócis Internacinais d Perfrmed Line Prducts Cmpany (NASDAQ: PLPC) de mai de 1995 a mai de 2000, Vice-Presidente e Diretr Geral da GE Heathcare China de mai de 2000 a mai de 2005, Presidente da Asia-Pacific f Pentair Ltd. (NYSE: PNR) de mai de 2005 a mai de 2010 e Vice-Presidente da Express Scripts Hlding Cmpany (NASDAQ: ESRX) e seu Presidente na China de mai de 2010 a dezembr de Jhn Changzheng Ma licenciu-se em Metalurgia na Universidade de Xangai para as Ciências e Tecnlgia em julh de 1983, tend um Mestrad de Ciências em Ciências ds Materiais e um Dutrament em Filsfia da Wayne State University em mai de 1992 e dezembr de 1996, respetivamente. 4

5 Jse M. Alvarez Quinter É membr da cmissã executiva das seguradras Fidelidade e Cares e presidente d cnselh de administraçã da GEP, Cetra e da Safemde. N plan assciativ é presidente da cmissã permanente de auts e acidentes da Assciaçã Prtuguesa de Seguradres. Licenciad em Ecnmia pela Universidade de Santiag de Cmpstela, desenvlveu a sua atividade prfissinal sempre n setr seguradr, tend sid administradr da Médis, Aut-Gere, Impéri Bnança, Segur Direct e Multicare, entre utras. Fi também Presidente da Internatinal Mtr Claims Handing Grup f Eurapc entre 2002 e Em Espanha desempenhu cargs de respnsabilidade em grandes empresas d setr seguradr, cm Catalana Occidente e Vitalici Segurs. Também participu na fundaçã de nvas cmpanhias cm Impéri-España e Segurs Universal Asistencia. Outrs Cargs Sciais: CETRA - Centr Técnic de Reparaçã Autmóvel S. A Presidente EAPS - Empresa de Análise, Prevençã e Segurança, S. A (SAFEMODE) Presidente GEP - Gestã de Peritagens, SA Presidente CARES - Cmpanhia de Segurs, SA Vgal 5

6 Xia-Qiang Li Experiência na área ds cuidads de saúde: Mais de 25 ans de experiência na indústria ds cuidads de saúde, desde investiments em participações sciais ns serviçs de saúde e buyuts, a investiments em capital de risc, prática de medicina, frmaçã de médics, gestã de cuidads ambulatóris, start-ups de negócis, I&D na área da bifarmacêutica, prduçã bifarmacêutica e temas regulatóris farmacêutics; Liderança na gestã de várias entidades empresariais; Cmpetências de cmunicaçã transversais a váris setres de negóci e gestã de relações cm gvern. Experiência prfissinal: Diretr Geral, Healthcare Hlding, Fsun Grup ( Presente) Respnsável e crdenadr de investiment ns setres de serviçs de saúde internacinais e nacinais. Diretr Executiv, Healthcare Hlding, Fsun Grup ( Presente) Respnsável e crdenadr de investiment ns setres de serviçs de saúde internacinais e nacinais. Administradr Médic, CITIC Medical & Health Grup ( ) Respnsável e crdenadr da gestã hspitalar relacinada cm e pósaquisições. Crdenaçã d Investiment Médic e utras atividades de investiment (ex. investiment em negócis de cuidads de terceira idade). Diretr Geral Manager, Medical Investment Center ( ) CITIC Medical and & Health Grup Respnsável pr aquisições e explraçã crrente d centr Medical Investment. Fundadr e Diretr Geral ( ) Tasly-Jenner Bitech (Tianjin) C.,Ltd - Tianjin, China Fundadr da empresa ab initi há dez ans; bjetiv de desenvlver substâncias bilgicamente similares de alta qualidade para fins lcais e glbais, cnclusã da primeira subunidade de vacinaçã cntra a gripe na China, candidatura e 6

7 licenciament de nv medicament sb investigaçã para investigaçã clínica dentr de cinc ans; a empresa cnta atualmente cm 205 empregads. Sucesss Selecinads: Cnceçã e criaçã duma platafrma de labratóri para desenvlviment da vacina da gripe Criaçã de subunidade de prcess de fabric da vacina da gripe Cnceçã e cnstruçã de fábrica pilt de acrd cm as atuais bas práticas de prduçã para a prduçã de amstras clínicas da vacina da gripe Criaçã de sistema e nrmas de qualidade para a subunidade da vacina da gripe Candidatura bem-sucedida para nv medicament sb investigaçã para a subunidade da vacina da gripe Cnclusã bem-sucedida da segunda vlta de angariaçã de funds n mntante de 120 milhões Supervisã da investigaçã clínica bem-sucedida para a subunidade de vacina da gripe Cnceçã de base, supervisã de cnstruçã e gestã de encmendas da fábrica da vacina da gripe Gestã bem-sucedida da inspeçã relativa às atuais bas práticas de prduçã e aprvaçã de nv medicament e licença de prduçã pr parte d reguladr chinês para a alimentaçã e medicaments (SFDA) Diretr Geral Shanghai Tasly Pharmaceutical C.,Ltd - Shanghai, China Iniciu-se cm vice-diretr geral sénir em 2006 e assumiu carg de diretr geral passad um an, passand a dirigir a empresa bifarmacêutica de seis ans cm 120 empregads; desenvlveu e cmercializu primeir medicament trmblític de primeira pineira/segunda geraçã na China - human recmbinante Pr-Urkinase. Sucesss Selecinads: Recnceçã e agilizaçã d prcess de fabric d PrUK 7

8 Candidatura e aprvaçã de nv medicament pr parte d reguladr chinês para a alimentaçã e medicaments Gestã da renvaçã da fábrica de prduçã em cnfrmidade cm a versã de 2011 das bas práticas de prduçã Gestã bem-sucedida da inspeçã relativa às bas práticas de prduçã e emissã de licença de prduçã (pendente) para nv desenvlviment indicativ clínic d PrUK Diretr Geral, Tianjin Tasly Bitech Venture Capital Management C. ( ) Respnsável pela Gestã d fund 160,000,000 VC. Diretr, Tasly Bipharmaceutical R&D Institute Rerganizaçã e direçã deste institut de investigaçã e desenvlviment bifarmacêutic em plen funcinament, cm 36 investigadres. Sucesss Selecinads: Criaçã dum centr de I&D basead em platafrma cm platafrmas upstream, dwnstream, analítica, frmulaçã/dds e de vacinaçã Criaçã dum sistema de gestã de matriz para gestã de prjets de investigaçã Planeament e execuçã de desenvlviment de nv medicament - Medicament recmbinante de prteína para sarar feridas Fase II/III - Medicament recmbinante de prteína para dença neurdegenerativa - I/II - Vacina cnjugada multivalente plissacárid - Fase pré-clínica - Vacina cnjugada mnvalente plissacárid - Fase pré-clínica - Anticrp mnclínic para denças autimunes - Fase préclínica - Oligpéptid para cancr - Fase pré-clínica - Plipeptíde para cancr - Fase pré-clínicabipharmaceutical Desenvlviment de prcess de prduçã bi-farmacêutic Cnceçã de vetr para prduçã de prteína recmbinante Desenvlviment de linha celular recmbinante 8

9 Cnceçã de mei de cultura CD e desenvlviment de prcess de cultura Médic de serviç d crp dcente, Family Practice center ( ) Suthwest Washingtn Hspital and Medical Center Diretr Clínic, Family Practice Center, Advcate-Christ Hspital ( ) Oak Lawn, IL, USA Outrs cargs Administradr, CITIC-Xiangya Hspital fr Assisted Reprductin (2013) Perit Cnsultr, Tianjin High Curt Intellectual Prperty Divisin ( ) Adminsitradr ( ) Transgene Tasly Bipharmaceutical (Tianjin) C., Ltd Negciaçã e rganizaçã da criaçã de um jint-venture entre a Tasly Pharmaceutical C. e a Transgene (uma subsidiária da BiMerieux, França); assistência na cnduçã d futur desta empresa. Habilitações Master f Business Administratin (MBA) University f Illinis at Chicag Master f Science University f Chicag Frmaçã médica (MD) University f Illinis at Chicag Medical Schl Licenciatura em Medicina Beijing Medical University 9

10 Lingjiang Xu Lingjiang Xu, de 44 ans, tem um Mestrad em Finanças da Lndn Business Schl. É, atualmente, Diretr Representante Executiv d escritóri de Lisba d Grup Fsun. Lingjiang Xu desempenhu funções durante mais de 15 ans n Ministéri d Cmérci chinês. Durante esse temp, trabalhu ainda nas missões diplmáticas chinesas n Rein Unid e na Alemanha. Antes de se juntar a Grup Fsun, trabalhu em Lndres e Xangai nas áreas de banca de investiment e private equity 10

11 Jsé Filipe Susa Meira Jsé Filipe de Susa Meira tem licenciatura em Direit pela Universidade de Cimbra. Iniciu a sua carreira prfissinal n Auditr Geral d Mercad de Títuls (1988 a 1990), passu pel Crédit Predial Prtuguês (1990), pel IFADAP de 1990 a 1992 e CMVM - Cmissã de Mercad de Valres Mbiliáris entre 1992 e Ingressu na Cmpanhia de Segurs Mundial-Cnfiança, atual Fidelidade Cmpanhia de Segurs em 1996, tend sid diretr das áreas de assunts jurídics e de cmpliance e Advgad. Fi membr d cnselh de administraçã da HPP SGPS Hspitais Privads de Prtugal e de sciedades suas participadas entre 1999 a Fi membr d cnselh de administraçã da Real Vida Cmpanhia de Segurs (2009 a 2013) e membr d cnselh de administraçã da Ok!Telesegurs de 2008 a

Membros do Conselho de Administração

Membros do Conselho de Administração OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Membrs d Cnselh de Administraçã Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup SAG Presidente d

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã SIVA Sciedade

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outr carg desempenhad em entidade d Grup Presidente d Cnselh de Administraçã LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

CONVOCATÓRIA E INFORMAÇÕES PREPARATÓRIAS ASSEMBLEIA GERAL 9 DE FEVEREIRO DE 2015

CONVOCATÓRIA E INFORMAÇÕES PREPARATÓRIAS ASSEMBLEIA GERAL 9 DE FEVEREIRO DE 2015 CONVOCATÓRIA E INFORMAÇÕES PREPARATÓRIAS ASSEMBLEIA GERAL 9 DE FEVEREIRO DE 2015 Auditório do Hospital da Luz Avenida Lusíada, n.º 100, 1500-650 Lisboa 1 Assembleia Geral 9 de fevereiro de 2015 Page Convocatória

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXERCEM CARGOS SOCIAIS, COM EXCEÇÃO DAS SOCIEDADES DE PROFISSIONAIS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXERCEM CARGOS SOCIAIS, COM EXCEÇÃO DAS SOCIEDADES DE PROFISSIONAIS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXERCEM CARGOS SOCIAIS, COM EXCEÇÃO DAS SOCIEDADES DE PROFISSIONAIS 28 de abril de 2015 Jorge Manuel Baptista Magalhães Correia Fidelidade

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Presidente d Cnselh de Administraçã: LGA Lgística Autmóvel,

Leia mais

POSITIONS HELD IN OTHER ENTITIES BY THE MEMBERS OF THE BOARD OF DIRECTORS, WITH THE EXCEPTION OF BUSINESS ENTITIES. 28 April 2015

POSITIONS HELD IN OTHER ENTITIES BY THE MEMBERS OF THE BOARD OF DIRECTORS, WITH THE EXCEPTION OF BUSINESS ENTITIES. 28 April 2015 POSITIONS HELD IN OTHER ENTITIES BY THE MEMBERS OF THE BOARD OF DIRECTORS, WITH THE EXCEPTION OF BUSINESS ENTITIES 28 April 2015 Jorge Manuel Baptista Magalhães Correia Fidelidade Companhia de Seguros,

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh em Entidades Relacinadas SGC Investiments Sciedade Gestra

Leia mais

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO Um prject eurpeu em clabraçã cm a EHFA Eurpean Health and Fitness Assciatin, cm sede em Bruxelas Regist ds Prfissinais Intrduçã Estams numa fase em que a Tutela

Leia mais

Resultados Consolidados 1º Trimestre de 2015

Resultados Consolidados 1º Trimestre de 2015 SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA Sciedade Aberta Estrada de Alfragide, nº 67, Amadra Capital Scial: 169.764.398 Eurs Matriculada na Cnservatória d Regist Cmercial da Amadra sb númer únic de matrícula

Leia mais

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR LISTA CANDIDATA ÀS ELEIÇÕES PARA OS CORPOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE GEÓGRAFOS BIÉNIO 2006-2008 POR UMA GEOGRAFIA MELHOR Assembleia Geral Presidente Jsé Albert Ri Fernandes (FL, Universidade

Leia mais

Governação Corporativa e Mercado de Capitais

Governação Corporativa e Mercado de Capitais Gvernaçã Crprativa e Mercad de Capitais A Realidade Anglana Luanda, 4 de Dezembr de 2014 Cnferência da ABANC Assciaçã Anglana de Bancs Gvernaçã Crprativa A Realidade Anglana A Gvernaçã Crprativa diz respeit

Leia mais

A Cooperação para a Saúde no Espaço da CPLP

A Cooperação para a Saúde no Espaço da CPLP A Cperaçã para a Saúde n Espaç da CPLP Ainda antes da I Reuniã de Ministrs da Saúde da CPLP, realizada em Abril de 2008, em Cab Verde, fram adptads s seguintes instruments que, n quadr da saúde, pretenderam

Leia mais

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 Març 2015 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT MORADA Estrada de Benfica, nº 372 - Lisba Tel./Fax. 217780073 Email funda_champagnat@maristascmpstela.rg Índice I. Intrduçã.1

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014

DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014 DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014 1. NOVARTIS NO MUNDO A Nvartis é uma cmpanhia farmacêutica, líder mundial na investigaçã e desenvlviment de sluções de saúde invadras destinadas a dar respsta às necessidades

Leia mais

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui a cnsulta ds diplmas legais referenciads e da entidade licenciadra. FUNCHAL CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

FÓRUM ECONÓMICO PORTUGAL - CHINA

FÓRUM ECONÓMICO PORTUGAL - CHINA PORTUGAL - CHINA 一 届 中 国 葡 萄 牙 商 务 论 坛 UMA PARCERIA PARA O FUTURO 锻 造 未 来 合 作 CONFERÊNCIAS DE NEGÓCIOS FEIRA DE COMÉRCIO E INVESTIMENTO III GALA : PRÉMIOS DE MÉRITO EMPRESARIAL 商 务 会 议 投 资 与 贸 易 会 务 三

Leia mais

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social;

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social; Mdel de Cmunicaçã Certificads de Incapacidade Temprária Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes n âmbit ds CIT Certificads de Incapacidade Temprária.

Leia mais

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira A atuaçã d Síndic Prfissinal é a busca d plen funcinament d cndmíni Manuel Pereira Missã e Atividades Habilidade - Cnhecems prfundamente a rtina ds cndmínis e seus prblemas administrativs. A atuaçã é feita

Leia mais

Resultados Consolidados 1º Semestre de 2015

Resultados Consolidados 1º Semestre de 2015 SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA Sciedade Aberta Estrada de Alfragide, nº 67, Amadra Capital Scial: 169.764.398 Eurs sb númer únic de matrícula e de pessa clectiva 503 219 886 COMUNICADO Resultads

Leia mais

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta www.masterhuse.cm.br Prpsta Cm Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Apresentaçã Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Cpyright 2011-2012

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 Tend presente a Missã da Federaçã Prtuguesa de Autism: Defesa incndicinal ds direits das pessas cm Perturbações d Espectr d Autism e suas famílias u representantes. Representaçã

Leia mais

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral Mdel de Cmunicaçã Prgrama Nacinal para a Prmçã da Saúde Oral Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e utilizadres d Sistema de Infrmaçã para a Saúde Oral

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designaçã d Curs... 2 Duraçã Ttal d Curs de Frmaçã... 2 Destinatáris... 2 Objetiv Geral... 2 Objetivs Específics... 2 Estrutura mdular e respectiva carga hrária...

Leia mais

Newsletter Codificação #3-5/06/2006

Newsletter Codificação #3-5/06/2006 Newsletter Cdificaçã #3-5/06/2006 Car clega: Este é n.º 3 da nssa newsletter. A sua intençã é ser um mei de partilha de infrmaçã entre s médics cdificadres prtugueses preparand caminh para a criaçã duma

Leia mais

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária Uma nva prpsta para a Agenda Ambiental Prtuária Marcs Maia Prt Gerente de Mei Ambiente O grande desafi a tratar cm as questões ambientais prtuárias é bter um resultad equilibrad que harmnize s cnflits

Leia mais

Aplicações Clinicas. Patologia Clínica. Luís Lito

Aplicações Clinicas. Patologia Clínica. Luís Lito 0 Aplicações Clinicas Patlgia Clínica Luís Lit 1 Evluçã 1. 1993 - Infrmatizaçã parcial d Lab. de Química Clinica 2. 1996 - Inici da infrmatizaçã d Serviç de Patlgia Clínica Clinidata (sistema UNIX/COBOL

Leia mais

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P A Pessas e Sistemas, empresa de Cnsultria na área da Gestã e ds Recurss Humans e cm atividade nas áreas de Recrutament e Seleçã, Frmaçã e Cnsultria, prcura para a Câmara Municipal de Amarante - Agência

Leia mais

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento Aliança Estratégica cm a Delta Dezembr, 2011 Uma Cnsistente História de Investiment 1 Agenda Resum da Operaçã 1 Benefícis da Operaçã 2 2 Disclaimer O material a seguir é uma apresentaçã cnfidencial cntend

Leia mais

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013

João Carlos Aguiar Teixeira Nacionalidade: Portuguesa CV abril 2013 Jã Carls Aguiar Teixeira Nacinalidade: Prtuguesa CV abril 2013 Universidade ds Açres Departament de Ecnmia e Gestã Rua da Mãe de Deus, s/n 9501-801 Pnta Delgada, Prtugal Tel: 296 650 084 E-mail: jteixeira@uac.pt

Leia mais

RELAT6RIO ANUAL DE TRANSPARENCIA. Exercicio findo em 31 de Dezembro de 2008

RELAT6RIO ANUAL DE TRANSPARENCIA. Exercicio findo em 31 de Dezembro de 2008 ... OLIVEIRA. REIS & ASSOCIADOS, SROC, LDA. Inserite sb 0 no 23 FERNANDO MARQUES OLIVEIRA JOSE VIEIRA DOS REIS CARLOS A. DOMINGUES FERRAZ JOSE BARATA FERNANDES JOAQUIM OLIVEIRA DE JESUS CAinOS MANUEl G

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

HOSPITALITY MARKETING **

HOSPITALITY MARKETING ** Gestã e Marketing Turístic Crdenadr: Renat Caria Prquê fazer este Master? A cmpreensã da especificidade da Gestã Turística e Hteleira, na sua cmpnente de Marketing, Vendas, Vendas On-Line e Revenue Management

Leia mais

SEGURANÇA DE DADOS CLÍNICOS

SEGURANÇA DE DADOS CLÍNICOS SEGURANÇA DE DADOS CLÍNICOS 6/16/2005 HSM/SSIT-07062005/CA Carls Ferreira Hspital de Santa Maria Serviç de Sistemas de Infrmaçã e Telecmunicações Av. Prf. Egas Mniz 1649-035 Lisba Tel.: (+351) 217805327

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal do Peso da Régua

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal do Peso da Régua Exm. Senhr Presidente da Assembleia Municipal d Pes da Régua Em cumpriment d dispst n nº 4 d Art.º 35º d Anex I da Lei nº 75/2013, de 12 de setembr, prest a infrmaçã escrita da Atividade Municipal n períd

Leia mais

MAGDA FERREIRA DA FONTE

MAGDA FERREIRA DA FONTE MAGDA FERREIRA DA FONTE CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nme E-mail Nacinalidade Magda Ferreira da Fnte magda.fnte@reitria.ulisba.pt Prtuguesa FORMAÇÃO ACADÉMICA Nvembr de 2014 Estudante de Dutrament na

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região Ministéri da Justiça Departament da Plícia Federal Academia Nacinal de Plícia Secretaria Nacinal de Segurança Pública Departament de Pesquisa, Análise da Infrmaçã e Desenvlviment Humanan Orientações para

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial)

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial) SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO (Credenciada pela Assciaçã Brasileira de Otrrinlaringlgia e Cirurgia Cérvic-Facial) MANUAL DO CANDIDATO 2013 2 SOS OTORRINO Crdenadr da Residencia

Leia mais

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU Cnsulta Serviçs de cnceçã e desenvlviment criativ, prduçã e mntagem d Fórum PORTUGAL SOU EU Julh 2014 Cnteúd 1. Intrduçã... 2 2. Enquadrament... 2 3. Públic-Alv... 2 4. Objetivs da Cnsulta... 3 5. Cndições

Leia mais

RIBEIRO, PIRES & SOUSA, SOCIEDADE DE REVISORES OFICIAIS DE CONTAS, Pessoa Coletiva nº 502 481 641,

RIBEIRO, PIRES & SOUSA, SOCIEDADE DE REVISORES OFICIAIS DE CONTAS, Pessoa Coletiva nº 502 481 641, C U R R I C U L U M 1. IDENTIFICAÇÃO RIBEIRO, PIRES & SOUSA, SOCIEDADE DE REVISORES OFICIAIS DE CONTAS, Pessa Cletiva nº 502 481 641, inscrita na OROC - Ordem ds Revisres Oficiais de Cntas sb nº 90 e registada

Leia mais

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal INDICE DE PREÇOS TURISTICO Desenvlvid n quadr d Prgrama Cmum de Estatística CPLP cm api técnic d INE de Prtugal Estrutura da Apresentaçã INTRODUÇÃO. METODOLOGIA. FORMA DE CÁLCULO. PROCESSO DE TRATAMENTO.

Leia mais

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos As ferramentas SIG na análise e planeament da inclusã Jã Pereira Sants 1 Agenda Apresentaçã Intergraph Evluçã SIGs Prjects SIGs Exempls Questões 2 Apresentaçã Intergraph Fundada em 1969, cm nme de M&S

Leia mais

Seminário de Acompanhamento SNPG. Área 21. APCNs. André F Rodacki Marcia Soares Keske Rinaldo R J Guirro

Seminário de Acompanhamento SNPG. Área 21. APCNs. André F Rodacki Marcia Soares Keske Rinaldo R J Guirro Seminári de Acmpanhament SNPG Área 21 APCNs André F Rdacki Marcia Sares Keske Rinald R J Guirr Áreas de Avaliaçã - CAPES Clégi de Humanidades Ciências Humanas Ciências Sciais Aplicadas Linguística, Letras

Leia mais

MODALIDADE DE FORMAÇÃO

MODALIDADE DE FORMAÇÃO CURSO 7855 PLANO DE NEGÓCIO - CRIAÇÃO DE PEQUENOS E MÉDIOS NEGÓCIOS Iníci ------ Duraçã 50h Hrári(s) ------ OBJECTIVOS GERAIS - Identificar s principais métds e técnicas de gestã d temp e d trabalh. -

Leia mais

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA Organizaçã: Parceria: I WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA EXAMES DE CERTIFICAÇÃO DE AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO A ANCORD já certificu mais de 14.000 Agentes Autônms de Investiment. Obs.: A

Leia mais

Farmácia Clínica no Brasil: passado, presente e futuro

Farmácia Clínica no Brasil: passado, presente e futuro Marcs histórics/marcs legais 1950 Prcess de mdernizaçã ds serviçs de farmácia hspitalar Santas Casas de Misericórdia Hspital das Clínicas/USP 1962 Criaçã d 1º Centr de Infrmaçã sbre Medicaments Universidade

Leia mais

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa organiza

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa organiza A Câmara de Cmérci e Indústria Lus-Francesa rganiza Xº FÓRUM PORTUGAL-FRANÇA Infrmações sbre s mercads Reuniões cm cnsultres Entrevistas em B2B cm ptenciais clientes Presença de ptenciais investidres 25

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

QUEM SOMOS. projectos. processos. gestão. produtividade. l 2

QUEM SOMOS. projectos. processos. gestão. produtividade. l 2 Acreditads pr Partners 1. QUEM SOMOS l 2 A g3p cnsulting apsta na prmçã da excelência peracinal, através da realizaçã de prjects de cnsultria e frmaçã, que ptenciam ganhs a nível da melhria da prdutividade

Leia mais

RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL...

RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL... RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL... Respnsável pela elabraçã d trabalh: Fernanda Juli Barbsa Camps

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

Onde estamos. Campus Santa Rita do Sapucaí MG. Escritório São Paulo SP WTC - World Trade Center - 18º andar

Onde estamos. Campus Santa Rita do Sapucaí MG. Escritório São Paulo SP WTC - World Trade Center - 18º andar Onde estams Campus Santa Rita d Sapucaí MG Escritóri Sã Paul SP WTC - Wrld Trade Center - 18º andar Santa Rita d Sapucaí MG Vale da Eletrônica +40 mil Habitantes R$ 2.7 bi Faturament d setr em 2014 +14.000

Leia mais

Antropologia do Consumo no Marketing

Antropologia do Consumo no Marketing Antrplgia d Cnsum n Marketing Objetivs Demnstrar cm as influências culturais estã relacinadas cm s hábits de cnsum, a relaçã cm as Marcas e cmprtament de cmpra, evidenciand assim, prcess fundamental para

Leia mais

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral

CURRICULUM VITAE 1 DADOS PESSOAIS 2 GRAUS ACADÉMICOS. Manuel de Herédia Caldeira Cabral 1 DADOS PESSOAIS Endereç Prfissinal: Departament de Ecnmia, Universidade d Minh, 4700 Braga, Prtugal. Email: cabral_manuel@yah.c.uk Página Pessal: http://www1.eeg.uminh.pt/ecnmia/heredia/ 2 GRAUS ACADÉMICOS

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA Fund Lcal n Cncelh de Paredes de Cura PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO Entre: O Municípi de Paredes de Cura, pessa clectiva nº 506

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

2. Condições a Observar pelas Empresas Beneficiárias. Síntese dos termos e condições gerais da Linha de Crédito PME Crescimento. Condições genéricas:

2. Condições a Observar pelas Empresas Beneficiárias. Síntese dos termos e condições gerais da Linha de Crédito PME Crescimento. Condições genéricas: 2. Cndições a Observar pelas Empresas Beneficiárias Síntese ds terms e cndições gerais da Linha de Crédit PME Cresciment ( presente dcument identifica as principais características da Linha de Crédit PME

Leia mais

INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS

INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS CURSO DE PERITO JUDICIAL AERONÁUTICO - EMENTA EDITORA BIANCH COORDENADOR MENTOR PROFESSOR PROFESSOR KALAZANS 1 1 Bacharel em Direit; Pós-graduad em nível de Especializaçã em

Leia mais

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO A crescente cmplexidade ds prjets, a quantidade de infrmaçã que lhes está assciada e aument d númer de intervenientes n prcess cnstrutiv, transfrmaram a indústria da cnstruçã numa indústria

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Avis Públic Nº 08/Unesc/2012 O Magnífic Reitr da Universidade d Oeste de Santa Catarina - Unesc, pessa jurídica de direit privad, mantida

Leia mais

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7 Mdel de Cmunicaçã Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes d Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica.

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA. Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I PROVA 3 FINANÇAS PÚBLICAS

PADRÃO DE RESPOSTA. Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I PROVA 3 FINANÇAS PÚBLICAS Questã n 1 Cnheciments Específics O text dissertativ deve cmtemplar e desenvlver s aspects apresentads abaix. O papel d PPA é de instrument de planejament de médi/lng praz que visa à cntinuidade ds bjetivs

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

Programa de coaching e inteligência relacional para mulheres Por Thirza Reis, Master Coach

Programa de coaching e inteligência relacional para mulheres Por Thirza Reis, Master Coach Vem Ser Mulher Prgrama de caching e inteligência relacinal para mulheres Pr Thirza Reis, Master Cach Sbre Thirza Reis Thirza Reis é master cach, especialista em Inteligência Relacinal; Cm mestrad em desenvlviment

Leia mais

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Intrduçã A Faculdade Santa Marcelina é recnhecida nacinalmente pel seu pineirism pr lançar a primeira graduaçã de mda

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

O desafio da regulação econômico-financeira dos operadores públicos de serviços de saneamento básico no Brasil: primeiras experiências

O desafio da regulação econômico-financeira dos operadores públicos de serviços de saneamento básico no Brasil: primeiras experiências O desafi da regulaçã ecnômic-financeira ds peradres públics de serviçs de saneament básic n Brasil: primeiras experiências Karla Bertcc Trindade VI Fr Iber American de Regulación 11/11/2013 - Mntevide,

Leia mais

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Capital

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Capital Banc Industrial d Brasil S.A. Gerenciament de Capital 2014 1 Sumári 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL... 4 4. PLANO DE CAPITAL... 5 5. RESPONSABILIDADES... 6

Leia mais

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa Manual Cm intrduzir emplyeeship na empresa Índice Intrduçã Pass 1 - Cnheça as vantagens d emplyeeship para a empresa Pass 2 - Saiba que é a cultura emplyeeship Pass 3 - Aprenda a ter "bns" empregads Pass

Leia mais

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO Encntr de Alt Dirigentes - Viseu 2/3 Dez 2013 Cm Invar para Ser Mais Cmpetitiv ENCONTRO de ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), 2-3 DEZEMBRO 2013 Apresentaçã Crprativa Cnfidencial Cnclusões finais Página

Leia mais

15 medidas para salvar o país da recessão

15 medidas para salvar o país da recessão 15 medidas para salvar país da recessã - prgrama d Blc de Esquerda para OE 2011 O Orçament de austeridade para 2011 atira país para uma nva recessã. Acentua a injustiça scial. Prmve a desagregaçã das funções

Leia mais

Gabinete de Serviço Social

Gabinete de Serviço Social Gabinete de Serviç Scial Plan de Actividades 2009/10 Frmar hmens e mulheres para s utrs Despertar interesse pel vluntariad Experimentar a slidariedade Educaçã acessível a tds Precupaçã particular pels

Leia mais

Emenda às Regras Gerais 2012

Emenda às Regras Gerais 2012 Emenda às Regras Gerais 2012 Intrduçã Tds s dcuments estatutáris requerem revisã e atualizaçã casinal. A última emenda às Regras Gerais das Olimpíadas Especiais ( Special Olympics ) fi feita em 2004, cm

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos PLANO DE CURSO MSOBRPCMME PAG1 Plan de curs Planejament e Cntrle da Manutençã de Máquinas e Equipaments Justificativa d curs Nã é fácil encntrar uma definiçã cmpleta para Gestã da manutençã de máquinas

Leia mais

Situação Atual da EFTP no Afeganistão

Situação Atual da EFTP no Afeganistão Data: 8 de mai de 2015 Situaçã Atual da EFTP n Afeganistã Dr. Enayatullah Mayel Diretr Executiv d Prgrama Prgrama Nacinal de Desenvlviment de Cmpetências Ministéri d Trabalh, Assunts Sciais, Mártires e

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO POLÍTICA SOBRE PRESENTESE ENTRETENIMENTO Oferecer u receber presentes cmerciais e entreteniment é frequentemente uma frma aprpriada

Leia mais

Plano de Formação 2012

Plano de Formação 2012 1 INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALGARVE Plan de Frmaçã 2012 Centr de Empreg e Frmaçã Prfissinal de Prtimã 2 APRENDIZAGEM nível IV SAÍDA PROFISSIONAL INICIO FINAL

Leia mais

O que é sucessão de responsabilidades?

O que é sucessão de responsabilidades? GLOSSÁRIO DO EMPREENDEDOR O que é capital inicial? É capital de gir necessári para iniciar as atividades de seu negóci e "rdar" as perações até cmeçar a gerar receita suficiente para equilibrar este capital.

Leia mais

Cabe destacar que todo o dinheiro obtido pela associação deve ser usado para cumprir a missão dela; não pode ser dividido entre os associados.

Cabe destacar que todo o dinheiro obtido pela associação deve ser usado para cumprir a missão dela; não pode ser dividido entre os associados. Quais sã as vantagens de criar uma assciaçã? A vantagem de criar uma assciaçã é pder agir legalmente em nme dela, mvimentand recurss e firmand cnvênis. Os cnvênis pdem ser firmads cm s órgãs públics e

Leia mais

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões:

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões: Pessal, vislumbr recurss na prva de cnheciments específics de Gestã Scial para as seguintes questões: Questã 01 Questã 11 Questã 45 Questã 51 Questã 56 Vejams as questões e arguments: LEGISLAÇÃO - GESTÃO

Leia mais

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Mdels 3D e Vinhetas Animadas Cntrataçã de prdutra para desenvlviment ds mdels 3D das marcas e das vinhetas de animaçã 3D O Cmitê Ri 2016 pretende cm este prcess seletiv

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA REQUISITOS TECNICOS O Prgrama de Api as Actres Nã Estatais publica uma slicitaçã para prestaçã

Leia mais

Formação integrada em Contabilidade, Finanças e Fiscalidade

Formação integrada em Contabilidade, Finanças e Fiscalidade Frmaçã integrada em Cntabilidade, Finanças e Fiscalidade Objetivs Gerais Este Curs pretende dtar e cnslidar ns participantes s cnheciments avançads para desempenh das suas atividades prfissinais ns dmínis

Leia mais

PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA

PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA INSCRIÇÕES: 2015 UNIVERSIDADE COMPROMETIDA COM A QUALIDADE: UK - Universidad Argentina Jhn F. Kennedy Prestígi, Experiência e Alt Nível Acadêmic. Validade Nacinal Autrizada

Leia mais

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação Pesquisa Oficial de Demanda Imbiliária SINDUSCON Grande Flrianóplis. NÃO ASSOCIADOS Apresentaçã O presente trabalh tem cm principais bjetivs identificar perfil d frequentadr d Salã d Imóvel, suas demandas

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP PROGRAMA

I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP PROGRAMA I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP Event Carbn Zer Cascais, 24 e 25 de junh de 2015 Centr de Cngresss d Estril PROGRAMA A "I Cnferência Energia para Desenvlviment da CPLP" quer valrizar

Leia mais