Multimédia Flash CS3 - Introdução

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Multimédia Flash CS3 - Introdução"

Transcrição

1 Departamento de Engenharia Informática Multimédia Flash CS3 - Introdução Rui Pedro Paiva

2 Sumário Elementos de Apoio Introdução Breve Resumo Histórico Ambiente de Desenvolvimento Exploração Introdutória Flash CS3 Introdução 2

3 Elementos de Apoio ActionScript ActionScript 3.0 Bible, Braunstein, Mims & Noble Geral Tutoriais online, Mailing Lists, Suporte da Macromedia e Adobe Ambiente de Desenvolvimento Help do Macromedia Flash CS3 Flash CS3 Introdução 3

4 Introdução Objectivos Desenvolvimento de Aplicações Multimédia Criação, manipulação e controlo de conteúdos multimédia (animação, imagem, áudio, vídeo) Criação de interfaces mais apelativos Design, interactividade, Simplicidade de programação: linguagem de (muito) alto nível, orientada ao multimédia Expressão de mensagens Meio para expressão criativa, de formas inovadoras Melhoria da qualidade da experiência web Interactividade e dinamismo Flash CS3 Introdução 4

5 Introdução Porquê Flash? Outros sistemas autor: Director dominava no passado Lingo: Linguagem de alto nível com muitos recursos para criação de aplicações multimédia interactivas Tipicamente, CDs multmédia Mudança de ponto de referência: Web Aplicações multimédia Web e não standalone (CD) 2005: Adobe adquire a Macromedia Investe em novas versões do Flash mas tem alguma relutância em manter Director: update apenas em 2008 Flash CS3 Introdução 5

6 Introdução Porquê Flash? Web Interactividade Outras tecnologias (e.g., Javascript) com poucos recursos SMIL: linguagem markup para descrição de apresentações multimédia (focada em aspectos de sincronização de media) Director: aplicações pesadas para Web Flash files (swf): pequenos, leves, adequados para download; Flash Player pequeno (< 500KB) Consistência na visualização Formatação HTML não é 100% consistente de browser para browser Flash CS3 Introdução 6

7 Introdução Porquê Flash? (cont.) Web (cont.) Presença de Flash na Web realimentação positiva Utilização de Flash na Web é universal Junho de 2003: 97.4% de utilizadores Web têm o Flash Player instalado no seu computador Flash Player plug-in pré-instalado no IE e outros browsers Mais recentemente, aplicações cliente-servidor, multi-utilizador E.g., acesso a bases de dados remotas, acesso a web services Flash CS3 Introdução 7

8 Introdução Porquê Flash? (cont.) Desenvolvimento de jogos (standalone ou Web) ActionScript (linguagem de programação do Flash) superior relativamente ao Lingo a este respeito Double-buffering Simplicidade de programação e mais recursos actualmente (nas versões iniciais, o Lingo dispunha de muito mais recursos que o ActionScript) Aplicações leves Flash CS3 Introdução 8

9 Introdução Porquê Flash? (cont.) Aplicações Páginas web (ou front-ends, com ligação a BDs remotas) Entretenimento Jogos, animações, cartoons, Publicidade online Propriedades TV-like vs banner-like Ensino e formação Contextos de aprendizagem interactivos, dinâmicos, apelativos, simulações Expressão artística Flash CS3 Introdução 9

10 Introdução Limitações ActionScript reformulado significativamente de versão para versão Sintaxe, funcionalidades Ambiente de desenvolvimento: seleccionar a versão AS a usar Flash Video Compressão de vídeo com menor qualidade do que codecs standard (até Flash CS3) Mas, Flash CS3: FLV já suporta codec H.264, parte do standard MPEG-4 3D Animação 3D apenas frame-a-frame Motores de pesquisa Não conseguem indexar o conteúdo de flash movies Flash CS3 Introdução 10

11 Breve Resumo Histórico Actualização permanente nos últimos 9 anos ( ) Complexidade crescente de versão para versão, na direcção de uma ferramenta de autoria multimédia com uma linguagem de programação standardizada Versões iniciais: apenas alguns comandos simples para controlo da timeline Essencialmente, aplicação gráfica com possibilidade de animação Alguma interactividade para criação de jogos básicos e sites mais ricos do que HTML simples Flash CS3 Introdução 11

12 Breve Resumo Histórico Flash 1 (1996) Macromedia compra o software de animação vectorial FutureSplash Animator, e lança no final do ano a primeira versão do Flash Gráficos vectoriais para animação: muito mais pequenos que GIFs animados Animação frame-a-frame Flash 2 (1997) Suporte de som stereo, botões, tweening de cores, etc, Flash CS3 Introdução 12

13 Breve Resumo Histórico Flash 3 (1998) Interactividade básica: pequenos scripts Melhorias na animação: shape tweening Flash 4 (1999) Primeira versão com full scripting: Actions Caixas de diálogo específicas para cada acção (artist-friendly programação drag-and-drop) Motion tweening, streaming de mp3 Explosão de utilização: inclusão no Internet Explorer 5 Flash CS3 Introdução 13

14 Breve Resumo Histórico Flash 5: AS 1.0 (2000) Resposta ao impacto da inclusão de scripting no Flash 4 Primeira versão de ActionScript (família do JavaScript) Amadurecimento para linguagem OOP Adição de novas funcionalidades: e.g., dados XML, XMLSockets Flash 6 e MX (2002) Modelo de gestão de eventos, AMF, RTMP (streaming) Dynamic loading Melhor suporte para aplicações cliente-servidor: Flash Remoting MX, Flash Communication Server MX Flash CS3 Introdução 14

15 Breve Resumo Histórico Flash 7 e MX 2004: AS 2.0 (2003) Melhores práticas de programação Declaração explícita de variáveis Class-based syntax, mecanismos de derivação e interfaces Expansão: novas classes e métodos Possibilidade de autoria em forms em vez de timeline e keyframes Adição de debugging (breakpoints, step, ) Acesso a web services e ficheiros flv em tempo de execução Flash 8: Melhoria de AS 2.0 pela adição de novas classes (controlo de bitmaps em tempo-real, upload de ficheiros, filtros, ) e sintaxe de classes OOP mais flexível Flash CS3 Introdução 15

16 Breve Resumo Histórico Flash 9 (inicialmente 8.5): AS 3.0 (2006) Melhorias de desempenho (JIT compilation), modo full-screen, revisão do API Flash CS3 (2007): utilizado na disciplina Extensões do API do AS 3.0 FLV com suporte de H.264 Mudança de escala por hardware, suporte de IPv6, alterações de segurança, Integração com outros produtos da Adobe Melhores gráficos vectoriais Flash CS3 Introdução 16

17 Breve Resumo Histórico Flash CS4 (2008): versão 10 (Diesel) Manipulação básica de objectos 3D Cinemática inversa (inverse kinematics) Animação baseada em objectos Motor de texto melhorado Algumas extensões ao AS 3.0 Requer Flash Player 10 (Astro) Flash CS3 Introdução 17

18 Breve Resumo Histórico Em síntese Primeiros dias Ferramenta de animação baseada em gráficos vectoriais Actualmente Ambiente de design e desenvolvimento rico, flexível e integrado Manipulação de imagens bitmap, áudio, vídeo, streaming, programação, comunicação em tempo-real, integração de tecnologias, Flash CS3 Introdução 18

19 Ambiente de Desenvolvimento Flash CS3 Introdução 19

20 Ambiente de Desenvolvimento Adaptação de Flash MX 2004 Bible Flash CS3 Introdução 20

21 Ambiente de Desenvolvimento Metáfora do cinema e animação Produção de uma aplicação multimédia idêntica à realização de um filme ou animação terminologia em consonância Elementos principais Documento Flash Aplicação em edição (.fla) Flash movie: resultado da produção (.swf) Library Janela com os elementos que poderão ser incluídos no produto multimédia (membros do elenco ou actores: bitmaps, sons, vídeos, fontes, símbolos, componentes...) Symbol Objectos reutilizáveis Instâncias Ocorrências de símbolos no Stage Controláveis por ActionScript Flash CS3 Introdução 21

22 Ambiente de Desenvolvimento Elementos principais (cont.) Scenes Segmentos do Flash Movie Cada cena contém a sua timeline Utilizadas como forma de organização e modularização do Flash Movie Na prática, mais recomendável organizar o conteúdo por vários Flash Movies Stage Palco: espaço onde se situam os actores, i.e., os conteúdos da aplicação (imagens, vídeos, botões, ) Controla onde são colocados os componentes Flash CS3 Introdução 22

23 Ambiente de Desenvolvimento Elementos principais (cont.) Timeline Idêntico ao score dos animadores Janela onde se faz a montagem, i.e., onde se controla quando são apresentados os conteúdos (e também um pouco como) Contém layers Layers (camadas) Componentes que contêm efectivamente o conteúdo a apresentar a cada momento Semelhantes a folhas transparentes de acetato, empilhadas umas sobre as outras Organização em pilha: layer mais acima fica à frente de todas as outras Utilizadas para organização dos conteúdos, i.e., componentes distintos em layers diferentes, componentes afins na mesma layer (semelhante ao Photoshop) Flash CS3 Introdução 23

24 Ambiente de Desenvolvimento Elementos principais (cont.) Assets ou Elementos Items colocados em cada layer (bitmaps, texto, ) Frames (quadros) Definem o conteúdo do filme em cada instante Dois tipos essenciais Frames estáticas Repetem o conteúdo da frame anterior Keyframes Denotam modificação de conteúdo, quer para animação frame-a-frame, quer para animação tweening Conteúdo das frames entre duas keyframes é animado automaticamente, e.g., interpolação) Playhead: indica a frame actual Flash CS3 Introdução 24

25 Ambiente de Desenvolvimento Elementos principais (cont.) Código ActionScript Possibilita o controlo e interacção entre os elementos anteriores, interacção com o utilizador, fluxo de informação entre elementos, gestão da sequência temporal, Controla como são apresentados os conteúdos Flash CS3 Introdução 25

26 Ambiente de Desenvolvimento Visualização do Flash Movie Plug-in do Flash Player (FP) num web browser Aplicação stand-alone: projector O FP é integrado no executável Forma frequente quando o meio de distribuição é fixo, e.g., CD, DVD QuickTime (MOV) ou Video for Windows (AVI) Animações ou vídeos criados em Flash Exportado como conjunto de imagens GIF, PNG, JPG Flash CS3 Introdução 26

27 Ambiente de Desenvolvimento Tipos de Ficheiros Documentos Flash:.fla Desenvolvimento de flash movies Flash movies:.swf ShockWave Flash Ficheiros ActionScript externos:.as Flash Debug File:.swd Ficheiro criado pela ferramenta de autoria em acções de debugging (depuração, correcção de erros) Flash Component Files:.swc E.g., ComboBox, List, Button, UI, Flash Video File:.flv Flash Project File:.flp *** Flash CS3 Introdução 27

28 Flash Movie Simples 1. Criar ficheiro novo File New General: ficheiro.fla novo Template: utilização de modelo de base Flash CS3 Introdução 28

29 2. Definir propriedades do documento Property Inspector Se não estiver visível: Window Properties Especifica parâmetros de todos os objectos, incluíndo o stage E.g., dimensão, cor Context-dependent Alternativamente: Modify Document Nota: janelas internas do Flash podem estar acopladas (docked) ou soltas (undocked) Flash CS3 Introdução 29

30 3. Adicionar conteúdos à Library Importação de ficheiros externos: jpg, mpeg, mp3, File Import Import to Library Criação de gráficos vectoriais ou texto internamente no Flash Tools Adição de componentes UI Window Components List, ComboBox, ProgressBar, Flash CS3 Introdução 30

31 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline 4.1. Arrastar da library para o Stage Coloca objecto na Layer activa e no bloco de frames activas Timeline inicial: - 1 layer - 1 Blank keyframe (keyframe sem conteúdo círculo branco) Timeline alterada: - 1 layer - 1 keyframe (com conteúdo círculo preto) Flash CS3 Introdução 31

32 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.2. Organizar Layers Timeline organizada por layers (semelhante ao Photoshop) Layer mais acima objectos no foreground Elementos colocados em cada layer mantêm-se no stage até à última frame em que estejam definidos Acções sempre realizadas na layer activa ícone com lápis A cabeça de reprodução (playback head) faz o ciclo (loop) automaticamente Flash CS3 Introdução 32

33 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.2. Organizar layers (cont.) Número máximo: limitado apenas pela memória do computador Não aumenta a dimensão do swf final Podem ser organizadas por pastas Layers especiais Guides Conteúdo não aparece: informação de suporte, e.g., marcador de zona a utilizar Masks Revelam selectivamente partes de layers mascaradas Controlo Esconder/visualizar (olho) Trancar/destrancar (cadeado) Não permite alterar Visualizar outlines (quadrado) Flash CS3 Introdução 33

34 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.3. Criar Line Art Com base na janela de ferramentas (Window Tools) Formas geométricas simples, texto, cores, Não aparecem na library Flash CS3 Introdução 34

35 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.3. Criar Line Art (cont.) Criação de gradientes: Window Color Tools: Gradient Transform Flash CS3 Introdução 35

36 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.3. Criar Line Art (cont.) Duplicar: Edit Duplicate (ou CRTL+D) Apagar DEL Transformações: Modify Transform (Envelope, Distort, ) Flash CS3 Introdução 36

37 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.3. Criar Line Art (cont.) Máscaras Revelam selectivamente partes das layers abaixo Right-click sobre o nome da layer Mask Flash CS3 Introdução 37

38 4. Adicionar conteúdos ao Stage e Timeline (cont.) 4.4. Definir durações Insert Frame na frame desejada 4.4. Inserir objectos noutros instantes temporais Insert Blank Keyframe Flash CS3 Introdução 38

39 5. Converter objectos para símbolos Botão direito do rato Convert to Symbol Ou Modify Convert to S Símbolo adicionado à library Se Movie clip ou Button Dar nome à instância Sufixo adequado: _mc, _btn,... Contexto para AS Flash CS3 Introdução 39

40 5. Converter objectos para símbolos (cont.) Algumas características de símbolos Base para interactividade Mais funcionalidades do que em Shapes E.g., transparência Símbolo alterado todas as instâncias são alteradas É possível ter símbolos dentro de símbolos, dentro de símbolos,, cada um na sua timeline (associada ou não à timeline mãe) Tipos de símbolos Button Criação de botões com efeitos especiais Animação em 4 estados (up, over, down, hit) Timeline individual e nomes às instâncias Flash CS3 Introdução 40

41 5. Converter objectos para símbolos (cont.) Tipos de símbolos (cont.) Graphic Adequado para manipulação de imagens estáticas Animações associadas à timeline principal Timeline principal só tem uma frame só se vê um quadro da animação Não se pode atribuir nomes às instâncias Não pode ser referenciado por ActionScript Movie Clip Análogo a documento dentro do documento: timeline independente da timeline principal Pode-se atribuir um nome à instância Pode ser referenciado por ActionScript Flash CS3 Introdução 41

42 6. Animação: Tweening (in between) Selecionar símbolo (Movie Clip) Converter para MovieClip, se não o for Editar o símbolo (duplo clique) Só se se pretender realizar a animação dentro do símbolo Timeline interna Flash CS3 Introdução 42

43 6. Animação: Tweening (cont.) Na timeline interna, converter o objecto para símbolo (novamente, para poder definir transparência) Definir a segunda keyframe Clicar numa das frames entre as duas keyframes e definir Tween Motion Em cada keyframe, seleccionar o objecto no stage e Definir posição, dimensão, cor, Voltar à timeline principal Flash CS3 Introdução 43

44 6. Animação: Tweening (cont.) Morphing Associar uma forma a uma keyframe e outra forma a outra keyframe Definir Tween Shape Flash CS3 Introdução 44

45 6. Animação: Tweening (cont.) Shape tween vs Motion tween Shape Tween Alterações de forma Só funciona sobre Shapes Motion Tween Movimentos, mudanças de escala, transparência, etc., sem mudança da forma essencial Só funciona sobre símbolos ou grupos (neste caso, o elemento gráfico é convertido duas vezes para MovieClip) A maioria das vezes, pode-se criar o mesmo efeito com qualquer uma delas Diferenças: e.g., transparência (Shape não suporta) Outra forma de executar Insert Timeline Effects Transform/Transition Flash CS3 Introdução 45

46 7. Criar Botões Button Símbolo cuja timeline contém 4 frames especiais, as quais denotam diferentes estados: Up Botão esquerdo do rato é libertado Over Ponteiro do rato sobre o símbolo, sem botões premidos Down Botão esquerdo do rato é premido Hit Permite definir a zona onde se aceitam clicks, e.g., em texto tipicamente só as letras são clicáveis, não o fundo Controlo das acções despoletadas ActionScript Flash CS3 Introdução 46

47 7. Criar Botões (cont.) Método geral i. Definir componente de base Criar line art, usar imagem, texto, ii. Converter para símbolo iii. Dar nome à instância: nome_btn iv. Entrar para a timeline interna e editar estados Em cada estado é possível definir diferentes comportamentos: animações, mudanças de cor, textos que aparecem, etc. Inserção de keyframes em cada estado a personalizar Flash CS3 Introdução 47

48 7. Criar Botões (cont.) Inserir keyframes em cada estado Para controlar efeitos separadamente (som, efeitos visuais, surgimento de elementos, etc.) Flash CS3 Introdução 48

49 7. Criar Botões (cont.) Associar código ActionScript à frame desejada (Window Actions) Numa layer separada, com nome Action (por convenção) Testar botão em modo de edição Control Enable Simple Buttons Flash CS3 Introdução 49

50 7. Criar Botões (cont.) Outras possibilidades Utilizar componentes pré-definidos: Window Common Libraries Buttons Hit Area Na frame Hit, adicionar uma forma, a qual define a área clicável União da zona original com a nova Cor não interessa, apenas a área Útil quando caixas de texto são transformadas em botões Flash CS3 Introdução 50

51 8. Adicionar Texto Seleccionar a Text Tool no Tools Panel: Definir com o rato a zona do stage onde a caixa de texto ficará e mensagem Caixa de texto com largura fixa (quadrado no canto) Expande na vertical Caixa de texto com largura fixa (círculo no canto) Expande na horizontal Comutar: duplo clique no canto ou alargar caixa Definir propriedades do texto Tipo, fonte, tamanho, cor, Flash CS3 Introdução 51

52 8. Adicionar Texto (cont.) Tipos de texto (cont.) Static Não pode ser alterado dinamicamente Não é instanciado Pode-se associar a um URL Flash CS3 Introdução 52

53 8. Adicionar Texto (cont.) Tipos de texto (cont.) Dynamic Pode ser alterado dinamicamente Possível definir instância (sufixo _txt) Pode ser utilizado para carregar conteúdo de ficheiro de texto Flash CS3 Introdução 53

54 8. Adicionar Texto (cont.) Tipos de texto (cont.) Input Entrada de dados (single line, multi line, password) Limitador de caracteres Também instanciado Flash CS3 Introdução 54

55 9. Visualizar Efeitos Gerar um preview (CTRL +ENTER ou Control Test Movie) Flash Movie criado de acordo com os parâmetros em File Publish Settings Criar Flash Movie Também via File Export Flash CS3 Introdução 55

56 9. Visualizar Efeitos (cont.) Flash CS3 Introdução 56

57 Outras Possibilidades Básicas Efeitos especiais (animações, etc.) Insert Timeline Effects (Effects, Transform / Transition) Alinhamento de elementos no stage Window Align Visualizar a estrutura do documento Window Movie Explorer Flash CS3 Introdução 57

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back.

O Stage onde estão os gráficos, videos, botões etc que irão aparecer durante o play back. O que é o Flash? Copyright 2006/2007 Jorge Mota- Multimédia I/ISTEC O flash é uma ferramenta autor, que pode ser usada por designers, editores de conteúdos, engenheiros multimédia e programadores para

Leia mais

De seguida vamos importar a imagem da lupa File > Import e abrir a imagem Lupa.png que está no Cd-rom.

De seguida vamos importar a imagem da lupa File > Import e abrir a imagem Lupa.png que está no Cd-rom. LUPA Introdução A base que está por detrás deste tutorial são duas imagens, uma com 50% do tamanho original colocada numa layer e outra imagem com o tamanho original colocada numa Mask layer dentro de

Leia mais

Prática 3 Princípios da Animação

Prática 3 Princípios da Animação Prática 3 Princípios da Animação As animações em um site são bem discutidas quanto ao seu uso, pois, qualquer coisa que se movimenta na visão periférica ocupa lugar na consciência. Isso faz com que o usuário

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787)

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787) ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE BARCELINHOS (403787) CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL DISCIPLINA TIC ANO LECTIVO 2010/2011 GUIA DE APRENDIZAGEM MÓDULO N.º 3 ADOBE FLASH FORMADOR: NUNO CUNHA Data: 14

Leia mais

Animação. Animação. Criação de imagens em movimento a partir de frames individuais

Animação. Animação. Criação de imagens em movimento a partir de frames individuais Criação de imagens em movimento a partir de frames individuais Em sentido literal: Dar vida P.ex. Produzir uma sequência de desenhos em papel nos quais a posição de personagens muda ligeiramente em cada

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT

INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT 6 INTRODUÇÃO AO ACTIONSCRIPT No capítulo anterior, aprendemos a criar animações lineares que são inseridas na timeline. Ao longo deste capítulo, iremos abordar a linguagem de programação ActionScript para

Leia mais

Ferramenta para design de web site Macromedia Flash Fábio Fernandes

Ferramenta para design de web site Macromedia Flash Fábio Fernandes Ferramenta para design de web site Macromedia Flash Fábio Fernandes O Flash entrou no mercado de web design introduzindo o que até então ainda não havia sido alcançado: a criação de animações e interatividade

Leia mais

Animação na Timeline do Flash

Animação na Timeline do Flash Animação na Timeline do Flash Quando falamos em animação com o Flash podemos estar a referir vários tipos de animação. Globalmente, podemos aceitar a animação como uma série de elementos gráficos distribuídos

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH

CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH CRIAÇÃO DE UM SITE COMPLETO EM FLASH Introdução A criação de sites completamente em Flash é uma boa indicadora do grau de experiência que alguém pode ter com este software. Escusado será dizer que a criação

Leia mais

Aplicações Informáticas B 12º Ano

Aplicações Informáticas B 12º Ano Aplicações Informáticas B 12º Ano Prof. Adelina Maia 2010/2011 AIB_U4C 1 TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO EM COMPUTADOR A animação por computador pode ser definida como a produção do movimento de imagens utilizando

Leia mais

Introdução ao Adobe Flash CS4

Introdução ao Adobe Flash CS4 Principais Arquivos do Flash http://tv.adobe.com/show/learn-flash-professional-cs4/ Introdução ao Adobe Flash CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Flash CS4 Design para Web Processor Alfamídia

Leia mais

1. I n t r o d u ç ã o

1. I n t r o d u ç ã o Curso Ed iição de v íídeo d iig iita ll com o V iideostud iio Partte 1 1. I n t r o d u ç ã o F. T. Ferreira ftferreira@sapo.pt O VideoStudio 1 segue um paradigma passo-a-passo, de forma a ser fácil realizar

Leia mais

CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX

CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX CRIAR UMA ANIMAÇÃO BÁSICA NO FLASH MX Introdução Este tutorial vai-te ajudar a compreender os princípios básicos do Flash MX - tal como layers, tweens, cores, texto, linhas e formas. No final deste tutorial

Leia mais

c) Insira uma nova camada, acima daquela que contém o texto. Nomeie-a de máscara. Clique com o botão direito nesta camada e marque a opção Mask.

c) Insira uma nova camada, acima daquela que contém o texto. Nomeie-a de máscara. Clique com o botão direito nesta camada e marque a opção Mask. Prática 5 Efeitos 1. Objetivos Desenvolver animações usando máscaras Fazer metamorfose pelo uso do Break apart 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia Flash MX ou superior. 3. Conceitos

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Prática 2 Características do Flash

Prática 2 Características do Flash Prática 2 Características do Flash 1. Objetivos Se familiarizar com os Painéis, Frames e Timelines. Desenvolver uma animação simples. 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia Flash

Leia mais

Introdução ao Adobe Flash CS4

Introdução ao Adobe Flash CS4 Introdução ao Adobe Flash CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Flash CS4 Design para Web Processor Alfamídia Classroom in a Book Guia de Treinamento Oficial da Adobe Crie, Anime e Publique

Leia mais

Introdução ao Adobe Flash CS4

Introdução ao Adobe Flash CS4 Introdução ao Adobe Flash CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Flash CS4 Design para Web Processor Alfamídia Classroom in a Book Guia de Treinamento Oficial da Adobe Crie, Anime e Publique

Leia mais

Prática 6 ActionScript

Prática 6 ActionScript Prática 6 ActionScript 1. Objetivos Se familiarizar com o ActionScript. Usar comandos e funções básicas. 2. Recursos Necessários Computador com o programa Macromedia Flash MX ou superior. 3. Conceitos

Leia mais

Planificação Anual 2015/2016

Planificação Anual 2015/2016 Planificação Anual 015/01 CURSO: PROFISSIONAL TÉCNICO DE MULTIMÉDIA DISCIPLINA: TÉCNICAS DE MULTIMÉDIA (TM) ANO: 10.º TURMA: I 1º Período º Período 3º Período Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun 3ª

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO INTRODUÇÃO AO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX 2004 O Macromedia Dreamweaver MX 2004 é um software que permite a criação de páginas de Internet profissionais, estáticas

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt * O leitor consente, de forma expressa, a incorporação e o tratamento dos seus dados nos ficheiros automatizados da responsabilidade do Centro Atlântico, para os fins comerciais e operativos do mesmo.

Leia mais

Imagens - Formatos. GIF (Graphics Interchange Format) JPEG (ou JPG) (Joint Pictures Experts Graphis)

Imagens - Formatos. GIF (Graphics Interchange Format) JPEG (ou JPG) (Joint Pictures Experts Graphis) Imagens - Formatos GIF (Graphics Interchange Format) - Muito popular na web. - Permite ter um máximo de 256 cores. - Indicado para cartoons, logos, imagens com áreas transparentes e animações. JPEG (ou

Leia mais

Explorando a Interface Flash

Explorando a Interface Flash CAPÍTULO UM Explorando a Interface Flash Se essa é sua primeira vez utilizando o Flash, pode levar algum tempo até que você se acostume com a abordagem idiossincrática do programa em relação aos desenhos

Leia mais

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA

IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA IMAGEM REFLECTIDA NA ÁGUA Introdução Vamos criar a imagem de um carro reflectida na água. Quando uma imagem é reflectida na água com ondulação o reflexo não é nítido, varia com as ondas. Aqui a variação

Leia mais

ANABELA GONÇALVES O GUIA PRÁTICO DO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX

ANABELA GONÇALVES O GUIA PRÁTICO DO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX ANABELA GONÇALVES O GUIA PRÁTICO DO MACROMEDIA DREAMWEAVER MX Portugal/2003 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização

Leia mais

Flash PreLoader. Selecione o primeiro keyframe da layer script, clique no lo local indicado na imagem e cole o seguinte actionscript:

Flash PreLoader. Selecione o primeiro keyframe da layer script, clique no lo local indicado na imagem e cole o seguinte actionscript: CURSO DISCIPLIN A PERÍODO: P2 PROFESS OR Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS Semestre: 2008.2 Geraldo

Leia mais

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12

7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 7.3. WINDOWS MEDIA PLAYER 12 Este programa permite gerir toda a sua colecção de músicas, vídeos e até mesmo imagens, estando disponível para download no site da Microsoft, o que significa que mesmo quem

Leia mais

Programação e Sistemas de Informação. Módulo 2 Flash. Prof. Daniel Silva

Programação e Sistemas de Informação. Módulo 2 Flash. Prof. Daniel Silva Programação e Sistemas de Informação Módulo 2 Flash Prof. Daniel Silva ÍNDICE Módulo 1 Introdução... 2 Interface... 3 Novo documento... 5 Camadas... 7 Vector x Bitmap... 10 Ferramentas... 11 Panel Color...

Leia mais

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição Criação de páginas p Unidade 4 UNIDADE 4: Criação de Páginas P Conceitos básicosb Técnicas de implantação de páginas p Criação de páginas p Programa de edição : Frontpage Programa de animação gráfica :

Leia mais

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/ Crie uma pasta (0) no ambiente de trabalho com o seu nome. Inicie o Internet Explorer através do: W O R K S H O P Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Leia mais

Quadro Interactivo GUIÃO DE APOIO

Quadro Interactivo GUIÃO DE APOIO Quadro Interactivo GUIÃO DE APOIO Para o correcto funcionamento do Quadro Interactivo é necessário: Quadro Interactivo; Projector de Vídeo; Software específico (ActivInspire); Caneta ActivPen. 1 CALIBRAÇÃO

Leia mais

Trabalhar com Layers em Photoshop

Trabalhar com Layers em Photoshop Painel Layers / Camadas Trabalhar com Layers em Photoshop Existem cinco tipos de layers / camadas, que podem estar listados neste painel: - de imagem, contendo pixéis - de texto, com texto editável - de

Leia mais

Definição: As extensões de arquivos são combinação de letras terminais que apresenta o formato original. Na plataforma Windows por exemplo, todo tipo

Definição: As extensões de arquivos são combinação de letras terminais que apresenta o formato original. Na plataforma Windows por exemplo, todo tipo Extensão de Arquivo Definição: As extensões de arquivos são combinação de letras terminais que apresenta o formato original. Na plataforma Windows por exemplo, todo tipo de arquivo salvo tem sua extensão.doc,.ppt,.xls...

Leia mais

Macromedia Flash MX 1

Macromedia Flash MX 1 Macromedia Flash MX 1 Introdução O software Flash é produzido pela Macromedia, e é sem dúvida, é uma das melhores ferramentas para se trabalhar com animações na Internet. Com ele é possível criar não

Leia mais

INTRODUÇÃO 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE. A série

INTRODUÇÃO 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE. A série FLASH CS5 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 MUDANDO O CURSOR DO MOUSE... 3 02 ANIMAÇÃO COM GUIAS... 5 03 MÁSCARAS COM BORDAS... 9 04 O SENHOR BATATA... 11 05 MUDANDO A COR DO CLIPE DE

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores

Instalação e Manutenção de Microcomputadores Instalação e Manutenção de Microcomputadores Conceitos básicos Técnicas de implantação de páginas na Web Criação de páginas Programa de edição Web: FrontPage Programa de animação gráfica Web: Flash Programa

Leia mais

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a Clicktag... 5

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a Clicktag... 5 Open AdStream 5.7.0.1 Guideline/ Banners em Flash 6 Adobe Security Update Junho 2008 Índice Introdução... 3 O que irá mudar?... 3 Por onde começar... 3 Para que serve cada camada (layer)?... 4 Inserindo

Leia mais

symbol FORMATOS E ESPECIFICAÇÕES DIGITAIS

symbol FORMATOS E ESPECIFICAÇÕES DIGITAIS symbol FORMATOS E ESPECIFICAÇÕES DIGITAIS Retângulo Médio Dimensões: 300x250 pixels Formatos permitidos: Flash, GIF e JPEG Peso máximo do arquivo: 40 KB Versão do Flash: Versão 9 ou 10 Frame rate (Flash):

Leia mais

CRIAR EFEITO DE LASER

CRIAR EFEITO DE LASER CRIAR EFEITO DE LASER Definição das Propriedades do Movie Frame Rate: 18 fps Stage Dimensions: 600px X 400px Background Color: preto (#000000) Grid Spacing: 10 Definição da Layers Da layer mais acima para

Leia mais

Criação de Páginas Web

Criação de Páginas Web MÓDULO 3 Criação de Páginas Web Duração de Referência: 33 horas 1 Apresentação Neste módulo, procura dar-se uma primeira ideia instrumental de como criar, a partir de aplicativos próprios, a organização

Leia mais

Visualização de um vídeo = movimento sequencial de um conjunto de imagens (fotogramas ou frames)

Visualização de um vídeo = movimento sequencial de um conjunto de imagens (fotogramas ou frames) 6.2. Compressão 6.3. Software Visualização de um vídeo = movimento sequencial de um conjunto de imagens (fotogramas ou frames) FRAME RATE = nº de frames por segundo (fps) Os valores mais utilizados pelas

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Cloud canvas

Leia mais

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com ANIMAÇÕES WEB AULA 2 conhecendo a interface do Adobe Flash professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com O layout do programa A barra de ferramentas (tools) Contém as ferramentas necessárias para desenhar,

Leia mais

Construção Páginas de Internet

Construção Páginas de Internet Construção Páginas de Internet Introdução ao Microsoft FrontPage Objectivos da sessão: No final da sessão os formandos deverão ser capazes de: 1 Conceito de Multimédia Em Informática, reporta-se a Sistemas

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Guião Páginas WWW com o editor do Microsoft Office Word 2003 1. Introdução. 2. Abrir uma página Web. 3. Guardar

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o da d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a AnimatorDV M a

Leia mais

Dominando Action Script 3

Dominando Action Script 3 Dominando Action Script 3 Segunda Edição (2014) Daniel Schmitz Esse livro está à venda em http://leanpub.com/dominandoactionscript3 Essa versão foi publicada em 2014-05-02 This is a Leanpub book. Leanpub

Leia mais

ACTOS PROFISSIONAIS GIPE. Gabinete de Inovação Pedagógica

ACTOS PROFISSIONAIS GIPE. Gabinete de Inovação Pedagógica ACTOS PROFISSIONAIS GIPE Gabinete de Inovação Pedagógica Cooptécnica Gustave Eiffel, CRL Venda Nova, Amadora 214 996 440 910 532 379 Março, 2010 MULTIMÉDIA 1 GIPE - Gabinete de Inovação Pedagógica Comunicar

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

1. Introdução. 2. A área de trabalho

1. Introdução. 2. A área de trabalho Curso Criiar web siites com o Dreamweaver Parrttee II 1. Introdução O Macromedia DreamWeaver é um editor de HTML profissional para desenhar, codificar e desenvolver sites, páginas e aplicativos para a

Leia mais

Anexar ficheiros no exe (versão 1.0x)

Anexar ficheiros no exe (versão 1.0x) UOe-L 27 Fevereiro 2008 Ficha Técnica Autor: Helder Caixinha UOe-L CEMED UA Versão: 2.0 Data de criação: 1/Março/2007 Data da última revisão: 29/Fevereiro/2008 1 Anexar ficheiros no exe (versão 1.0x) Tópicos

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a MonkeyJam M a

Leia mais

Índice. 1.1. Static Text (texto estático)...1 1.2. Dynamic Text (Texto Dinâmico)...3 1.3. Input Text...7 1.4. Exercício...8

Índice. 1.1. Static Text (texto estático)...1 1.2. Dynamic Text (Texto Dinâmico)...3 1.3. Input Text...7 1.4. Exercício...8 Textos no Flash Índice 1. Texto no Flash...1 1.1. Static Text (texto estático)...1 1.2. Dynamic Text (Texto Dinâmico)...3 1.3. Input Text...7 1.4. Exercício...8 1. Texto no Flash Há três maneiras de se

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Certificado ISO 9001:2000 Nº 23.0021/98. Centro de Informática CETEP Quintino www.ciquintino.com.br. Elaborada por: João Marcelo

Certificado ISO 9001:2000 Nº 23.0021/98. Centro de Informática CETEP Quintino www.ciquintino.com.br. Elaborada por: João Marcelo Certificado ISO 9001:2000 Nº 23.0021/98 Centro de Informática CETEP Quintino www.ciquintino.com.br Elaborada por: João Marcelo A POLÍTICA DA QUALIDADE DO CI Prover cursos de nível básico profissionalizante

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar?... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a ClickTag...

Introdução... 3. O que irá mudar?... 3. Por onde começar?... 3. Para que serve cada camada (layer)?... 4. Inserindo a ClickTag... Open AdStream Guia para implementação de Banners Multilink Novembro 2009 Índice Introdução... 3 O que irá mudar?... 3 Por onde começar?... 3 Para que serve cada camada (layer)?... 4 Inserindo a ClickTag...

Leia mais

Conteúdo Programático do Web Design

Conteúdo Programático do Web Design Conteúdo Programático do Web Design O Ambiente Macromedia Dreamweaver Instalação do Dreamweaver Arquivos Utilizados na Apostila A Inicialização de Dreamweaver Área de Trabalho Dreamweaver Criação de uma

Leia mais

2) Para iniciarmos o trabalho com esta ferramenta é necessário fazer o registo. Para isso, clica em Sign Up (assinalado a vermelho na Figura 1).

2) Para iniciarmos o trabalho com esta ferramenta é necessário fazer o registo. Para isso, clica em Sign Up (assinalado a vermelho na Figura 1). MANUAL E GUIA DE UTILIZAÇÃO Vanda Delgado Novembro de 2011 A. O que é o PREZI? O Prezi é uma ferramenta baseada na Web 2.0 que não necessita de qualquer software instalado no computador para além do browser

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o da d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Muvizu M a n u

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Windows Live Movie Maker

Windows Live Movie Maker Windows Live Movie Maker Passo-a-passo para Professores Criar um filme com o Windows Live Movie Maker Descarregue o programa 1. Visite o site http://explore.live.com/windows-live-movie-maker e descarregue

Leia mais

GRADIENTES. f lash TRABALHANDO COM. Guilherme Marconi

GRADIENTES. f lash TRABALHANDO COM. Guilherme Marconi f lash TRABALHANDO COM GRADIENTES Muito bem, vamos parar de falar sobre essa ferramenta espetacular e colocarmos logo a mão na massa. Neste exercício, nós veremos o que se pode criar com uma boa noção

Leia mais

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos Sumário Tecnologias de Informação e Comunicação Introdução ao módulo III. Importância das Páginas Web. Conceitos básicos. Bases de funcionamento de um sistema WWW. Técnicas de implantação e regras básicas

Leia mais

Manual de conteúdos da Aula Técnicas de Implantação

Manual de conteúdos da Aula Técnicas de Implantação Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia Licenciatura em Informática Ramo Educacional Ano Lectivo 2006/2007 Manual de conteúdos da Aula Técnicas de Implantação GRUPO 2 N.º Aluno Licenciatura Nome

Leia mais

Módulo 16 Projeto de software

Módulo 16 Projeto de software Módulo 16 Projeto de software Utilização, por parte do aluno, de conceitos e técnicas já leccionadas. Capacidade de improvisar e ultrapassar de forma autónoma problemas específicos. Aplicação os conceitos

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa

Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa Ação n.º 31/12 «Tratamento de Imagem e Animação em Photoshop» (Registo de acreditação - DREFAçores/AAFCM/011/2012) 1. OBJETIVOS

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP

O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP O TUX VAI À ESCOLA: UMA INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE IMAGEM COM O GIMP O GIMP (GNU Image Manipulation Program) (http://www.gimp.org/) é uma aplicação de Software Livre para desenho e edição de imagem digital.

Leia mais

ANIMAÇÕES WEB AULA 1. estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

ANIMAÇÕES WEB AULA 1. estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com ANIMAÇÕES WEB AULA 1 estrutura do curso e conceitos fundamentais professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com Sobre o docente Especialista em Desenvolvimento Web (UEM) Mestre em Tecnologia Educacional

Leia mais

Curso de Flash 5. Autora: Silvana T. Ynemine. Cursos Virtuais. O Site de Cursos do Brasil. http://www.cursosvirtuais.com.br

Curso de Flash 5. Autora: Silvana T. Ynemine. Cursos Virtuais. O Site de Cursos do Brasil. http://www.cursosvirtuais.com.br Curso de Flash 5 1 Curso de Flash 5 Autora: Silvana T. Ynemine O Site de Cursos do Brasil Proibida qualquer reprodução dessa apostila. Para entrar em contato com a autora, use o email: professora@cursosvirtuais.com.br

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Introdução ao Flash. Tutorial constituído por 3 lições para introduzir o flash no desenvolvimento de aplicações.

Introdução ao Flash. Tutorial constituído por 3 lições para introduzir o flash no desenvolvimento de aplicações. Introdução ao Flash Tutorial constituído por 3 lições para introduzir o flash no desenvolvimento de aplicações. Carla Teixeira Lopes http://www.carlalopes.com Dezembro de 2006 S U M Á R I O INTRODUÇÃO

Leia mais

Escola Secundária da Trofa Aplicações Informáticas A 11º Ano Curso Tecnológico de Informática T E S T E T I P O

Escola Secundária da Trofa Aplicações Informáticas A 11º Ano Curso Tecnológico de Informática T E S T E T I P O Grupo I (Utilização de Sistemas Multimédia) 1. Indique os atributos elementares das imagens 2. Complete as seguintes afirmações de forma a torná-las verdadeiras: a. A resolução de uma imagem digital é

Leia mais

COMO TRABALHAR COM O MICROSOFT FRONTPAGE 2003

COMO TRABALHAR COM O MICROSOFT FRONTPAGE 2003 COMO TRABALHAR COM O MICROSOFT FRONTPAGE 2003 O Microsoft FrontPage é uma aplicação que permite: A criação de páginas HTML (H ypertext Markup Language) num ambiente WYSIWYG (What You See Is What You Get)

Leia mais

Utilizadores Registados Visitantes Subscrição

Utilizadores Registados Visitantes Subscrição Requisitos Funcionais Descrição Utilizadores Registados Visitantes Gestores Subscrição Registo Permite o registo dos utilizadores no site; Log in Permite o acesso à conta dos utilizadores registados; Log

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE ANIMAÇÃO PARA WEB 14/09/2012. Professor: Lucas Grassano Lattari. lucas.lattari@ifsudestemg.edu.br

DESENVOLVIMENTO DE ANIMAÇÃO PARA WEB 14/09/2012. Professor: Lucas Grassano Lattari. lucas.lattari@ifsudestemg.edu.br DESENVOLVIMENTO DE ANIMAÇÃO PARA WEB 14/09/2012 Professor: Lucas Grassano Lattari lucas.lattari@ifsudestemg.edu.br Sumário Conceitos Básicos... 3 Mídia... 3 Multimídia... 4 Aplicações para Comunicação

Leia mais

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200.

1. Criem um novo documento no Flash MX 2004. Atribuam as dimensões do filme, Width e Height para 300 e 200. Timeline Effects Uma das evoluções que se denotam logo à partida no Flash MX 2004, são os efeitos da timeline. Os efeitos da timeline são uma colecção de efeitos especiais que podem ser personalizados

Leia mais

Apresentações dinâmicas e Interativas online. Tutorial

Apresentações dinâmicas e Interativas online. Tutorial Apresentações dinâmicas e Interativas online Tutorial Elsa Conde, MCarmo Cunha, MJosé Alves Março 2012 Como começar? - Aceder a http://prezi.com/ Efectuar o registo em Selecionar este tipo de licença Para

Leia mais

Microsoft Office 2010

Microsoft Office 2010 Microsoft Office 2010 Passo-a-passo para Professores Criar uma Apresentação com o PowerPoint 2010 Defina um tema Abra o PowerPoint. No separador Estrutura, no grupo Temas, clique em Mais para ver a galeria

Leia mais

Premiere CS3. Iniciando o Premiere CS3

Premiere CS3. Iniciando o Premiere CS3 Premiere CS3 Iniciando o Premiere CS3 1 Para iniciar o Adobe Premiere Pro CS3, utilize o botão Iniciar, Todos os programas e escolha Adobe Premiere Pro CS3. Em seguida o programa será aberto. Iniciando

Leia mais

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida Português Índice Instalação do Software... 1 Instalação do Controlador e Actualização do Controlador... 4 Motic Images Plus 2.0 ML...11 Calibração

Leia mais

AutoLISP - IV Ambiente de programação Visual Lisp. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca

AutoLISP - IV Ambiente de programação Visual Lisp. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca AutoLISP - IV Ambiente de programação Visual Lisp João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca Ambiente de programação Visual Lisp O software Visual Lisp é um ambiente de programação para a linguagem

Leia mais

Formador: Carlos Maia

Formador: Carlos Maia Formador: Carlos Maia Iniciar o MS Excel MS Excel - Introdução 1 Ajuda Se ainda não estiver visível a ajuda do Excel do lado direito do ecrã, basta clicar sobre Ajuda do Microsoft Excel no menu Ajuda,

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Curso de Adobe Illustrator CS2

Curso de Adobe Illustrator CS2 Curso de Adobe Illustrator CS2 Sessão 1: Desenhar logótipos e botões O Adobe Illustrator disponibiliza uma grande variedade de ferramentas para criar formas geométricas, logótipos e símbolos, com muitos

Leia mais

CURSO DE HTML. Tag padrão de toda página HTML. Esta deve estar presente no início e no fim de todo documento.

CURSO DE HTML. Tag padrão de toda página HTML. Esta deve estar presente no início e no fim de todo documento. INDÍCE 1. HTML...4 2. TAGS...4 3. Comandos Básicos...4 4. Cabeçalho e seus tamanhos ...6 5. Comandos de formatação de texto...6 6. Comandos de formatação de fonte...7 1. Conhecendo o Dreamweaver...9

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO

3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO 3ª PARTE O QUE É O LINGO ALGUMAS PROPRIEDADES DO LINGO POTENCIALIDADES DO LINGO DEPOSITAR LINGO NOÇÃO DE EVENTO A ESTRUTURA DO LINGO LINGO BÁSICO EXEMPLOS DE PROGRAMAÇÃO LINGO AVANÇADA 1 O que é o Lingo

Leia mais

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage.

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage. Objectivos: Identificar os elementos do Ambiente de trabalho do Microsoft FrontPage Criar um website Fechar um website Abrir um website Modos de visualização de um website Criar, eliminar, abrir e fechar

Leia mais

INTERATIVIDADE E ENTRETENIMENTO WEB AULA 1. Estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.

INTERATIVIDADE E ENTRETENIMENTO WEB AULA 1. Estrutura do curso e conceitos fundamentais. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha. INTERATIVIDADE E ENTRETENIMENTO WEB AULA 1 Estrutura do curso e conceitos fundamentais professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com Sobre o docente Especialista em Desenvolvimento Web (UEM) Mestre em

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

Definir um site com o Adobe Dreamweaver

Definir um site com o Adobe Dreamweaver Definir um site com o Adobe Dreamweaver Antes de começarmos a desenvolver o nosso site e depois da fase de planeamento, devemos começar por definir o site no Dreamweaver. Para isso devemos criar uma pasta

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES PRINCIPAIS O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES SECUNDÁRIOS

O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES PRINCIPAIS O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES SECUNDÁRIOS 1ª PARTE O QUE É O DIRECTOR? O QUE PERMITE FAZER? O QUE NÂO É? O INTERFACE COMPATIBILIDADE METÁFORAS O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES PRINCIPAIS O INTERFACE DO PROGRAMA E OS SEUS COMPONENTES

Leia mais

Introdução ao Fireworks CS4

Introdução ao Fireworks CS4 Introdução ao Fireworks CS4 Profa. Flávia Pereira de Carvalho Fontes: Adobe Fireworks CS4 Design para Web Processor Alfamídia Criação de Sites: Layout e Projetos - Processor Alfamídia Crie, Anime e Publique

Leia mais

Prof. Marcelo Correia

Prof. Marcelo Correia APOSTILA ADOBE PREMIERE 2.0 UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO MULTIMÍDIA EDIÇÃO E MONTAGEM DE VÍDEO V 1 PROFESSOR MARCELO CORREIA Settings Criação de Novo Projeto Padrão de Vídeo V Digital

Leia mais