História 1 aula 1 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "História 1 aula 1 COMENTÁRIOS ATIVIDADES PARA SALA COMENTÁRIOS ATIVIDADES PROPOSTAS"

Transcrição

1 História 1 aula 1 1. No período Paleolítico, os homens viviam da caça, da pesca e da coleta de frutos, grãos e raízes, eram nômades e viviam em bandos. 2. Na fase da História denominada de Pré-História, aconteceu o desenvolvimento da agricultura e da pecuária, melhorando consideravelmente as condições de vida e sedentarizando o homem para que este ficasse sempre próximo da sua plantação e levando-o a domesticar animais para usá-los como fonte de alimento. 3. Os dois textos abordam a transição do Paleolítico para o Neolítico com enfoques distintos: o primeiro atesta a ocorrência de uma verdadeira revolução nos costumes enquanto o segundo acredita numa simultaneidade de práticas e acontecimentos inerentes àquele período histórico. 4. Na Revolução Neolítica, o papel da mulher ganha importância pelo desenvolvimento da agricultura, a sedentarização dos grupos de indivíduos, a formação da família e a divisão de tarefas, cabendo à mulher cuidar da casa, dos filhos e da lavoura. 5. Nas sociedades do Oriente Próximo ocorreu um processo de unificação ao qual se atribui o nome de Estado, onde uma camada social terá poderes sobre os demais indivíduos baseado na riqueza e na acumulação material, além do domínio sobre a terra. 1. A questão diz respeito ao contraste entre ficção e realidade, fazendo uma separação nos campos de observação da História, seguindo princípios estabelecidos por esse tipo de concepção do estudo histórico. 2. O positivismo valoriza o documento como verdade absoluta e, por isso, se atém a fontes oficiais como as únicas que mereçam crédito e confiabilidade. 3. O historiador é um agente social e histórico e, como tal, não pode permanecer neutro em relação ao objeto estudado. Sendo assim, ele procura pesquisar e se aprofundar nos temas pelos quais possua interesse e paixão. 4. A História linear e cronológica, estudada por um historiador neutro e com objetivo de passar aos seus contemporâneos uma certeza absoluta, foi aos poucos sendo substituída por formas mais modernas e integrais do saber histórico. 5. Quanto mais nos aprofundamos no estudo da História como ciência, chegamos a uma infindável gama de sujeitos e agentes diferentes e não menos importantes que nos revelam uma pluralidade bastante interessante para a análise daqueles que se propõe a realizar suas pesquisas. 6. O pensamento antropocêntrico que sucede ao Humanismo revela uma valorização da figura do ser humano em detrimento dos valores clericais vividos durante o período medieval em certos locais da Europa Ocidental. 7. República e Monarquia representam duas formas tradicionais de governo na contemporaneidade e visam a um aperfeiçoamento das instâncias de poder desde a formulação do Estado moderno. 8. O ideal de nação se destaca na Europa Moderna depois de um período de absolutismos e revoluções que solaparam as massas e sangraram os povos daquele continente. O modelo de nação contemporânea ressalta a cidadania e a democracia como pilastras do novo modelo, sempre objetivando a paz e o equilíbrio naquele continente. 9. O pensamento religioso sempre obteve uma importância acentuada em qualquer época na humanidade, uma vez que este pensamento mexe com a fé e os valores subjetivos que se escondem no âmago dos seres humano, independentemente de local ou período histórico. 3ª SÉRIE E EXTENSIVO VOLUME 1 HISTÓRIA 1 1

2 10. A humanidade está em constante mutação e não se tem lugar para profecias e adivinhos, pois os fatos históricos se sobrepõem uns aos outros e as condições socioeconômicas interferem cada vez mais no cotidiano dos povos, onde quer que eles estejam. 11. As opiniões dos autores dos textos se contrapõem, pois o primeiro autor nos mostra que no nosso país não há lugar para o racismo, enquanto o outro autor utiliza-se de posições positivistas a respeito do tema. 1. Entre o ano 8 e o ano 12, sabe-se que Akhenaton desencadeou uma perseguição aos antigos deuses e em particular, aos deuses que estavam associados à cidade de Tebas, Amon, Mut e Khonsu. O faraó ordenou que os nomes destes deuses fossem retirados de todas as inscrições em que se encontravam em todo o Egito. Esta situação atingiu diretamente não só os sacerdotes, mas a própria população. As descobertas da arqueologia mostram que os donos de pequenos objetos retiraram os hieróglifos do deus Amon deles, numa atitude de autocensura, temendo represálias. aula 2 1. No Egito Antigo, a formação dos nomos (aldeias) vem do período chamado de pré dinástico. A unificação dos reinos do Alto e Baixo Egito acontece no início do Antigo Império. A invasão dos Hicsos ocorreu no Médio Império. Durante o Novo Império, o Egito passa por uma fase de expansão territorial militarista. 2. O Modo de Produção Asiático na Antiguidade se baseava no controle das terras pelo Estado, a construção de grandes obras hidráulicas e uma servidão coletiva. Esse modo de produção aconteceu nos chamados Impérios Teocráticos de Regadio. 3. No Egito Antigo, a figura do Faraó representava o Deus supremo, conferindo a esta autoridade um poder absoluto e inquestionável. 4. Durante o reinado de Amenófis IV, este implantou uma reforma religiosa abolindo o politeísmo e adotando o monoteísmo, culto ao Deus Aton. 5. Apesar de Impérios com autoridades centralizadoras e de caráter teocrático, o mosaico racial existente em muitas regiões levou à derrocada de vários destes reinos na Antiguidade Oriental. 2. As pinturas e as esculturas eram, geralmente, acompanhadas de inscrições hieroglíficas que explicavam as cenas ou figuras ali representadas. As múmias mais conhecidas são as egípcias. Os antigos egípcios tinham o custume de embalsamar os seus faraós. Todos os órgãos eram retirados e os cadáveres eram enrolados em uma espécie de pano. As múmias ficavam nas chamadas pirâmides, que eram construções na forma de triângulos. 3. O escriba profissional era uma importante figura nos vários aspectos da administração do antigo Egito civil militar e religioso. Quando uma pessoa iletrada precisava redigir ou ler um documento, via-se obrigada a pagar o serviço de um escriba. Cerca de 12 anos eram necessários para que alguém estivesse em condições de ler e escrever os cerca de 700 hieróglifos que eram comumente usados no decorrer do Império Novo e os estudos podiam começar aos quatro anos de idade. Muitos exercícios escolares antigos sobreviveram em seu inteiro teor, com correções dos professores, e são geralmente cópias dos clássicos egípcios. 4. A política do Egito Antigo era marcada pelo despotismo e pela teocracia. Frequentemente, os governantes locais contestavam o poder do faraó e tentavam derrubá-lo. 5. O rio Nilo fornecia água e com suas enchentes fertilizava as margens, tornando-as propícias à agricultura. Essas enchentes representavam um termômetro social por assegurarem a estabilidade do poder central. 6. No Egito Antigo, os soberanos (faraós) eram considerados deuses, o que fortalecia ainda mais seu poder político. 2 3ª SÉRIE E EXTENSIVO VOLUME 1 HISTÓRIA 1

3 7. O desenvolvimento cultural do Egito teve relação direta com a religião e com a crença na imortalidade da alma. 8. Os escribas formavam-se nas escolas do palácio e aprendiam os caracteres escritos. Devido ao domínio das letras, transformavam-se em magistrados, inspetores, fiscais e coletores de impostos. 9. O texto apresenta características específicas do Egito Antigo, civilização desenvolvida às margens do rio Nilo. 5. Dos artesãos e trabalhadores em geral no Egito Antigo não se tem muita notícia pelo fato da arte e da religião se preocuparem com a reprodução da elite governante; porém, estes tiveram grande importância, embora anônimos, na construção de uma fascinante sociedade da Antiguidade Oriental. 1. O Modo de Produção Asiático adotado pelo Egito Antigo presumia o controle das terras pelo Faraó, uma servidão coletiva e um grande número de obras hidrícas. 10. A arquitetura do Egito Antigo se caracterizou pela grandeza e imponência representada por construções como as pirâmides e zigurates. aula 3 1. Grandes obras hidráulicas eram construídas às margens do Rio Nilo com o objetivo de prover água para um maior número possível de regiões que dele dependiam. Essas obras eram efetuadas por camponeses, no período da entre-safra, e por escravos subjugados pelo Estado. 2. O rio Nilo foi de fundamental importância na construção da sociedade egípcia na Antiguidade, visto que representava o suporte à agricultura e à pecuária naquela região. O politeísmo religioso egípcio caracterizava-se pelo antropozoomorfismo e a integração entre as diversas divindades. As pirâmides egípcias foram construídas com a utilização dos servos em larga escala no período de entre-safras. O Egito atual é um país de população majoritariamente islâmica, devido à conversão desse povo quando ocorreu a expansão do islamismo pelo norte da África. 3. A reforma religiosa implantada pelo Faraó Amenófis IV visava centralizar ainda mais o poder em suas mãos e esvaziar o poder dos sacerdotes que cada vez mais se acentuava. 2. A arte da mumificação de cadáveres pertencentes à nobreza no Egito Antigo foi bastante desenvolvida e possuía o caráter religioso, pois o egípcio acreditava na vida após a morte e no reencontro da alma com o corpo em outro mundo. 4. No Egito Antigo, o faraó era a autoridade suprema, sendo considerado um deus vivo. 3. A sociedade egípcia era profundamente influenciada pela religião, derivando daí o grande poder que detinha a figura do sacerdote, sem se falar no Faraó, visto como um Deus para aquele povo. 5. O embalsamamento dos corpos no Egito Antigo propiciou o desenvolvimento da anatomia e da medicina. Nos sarcófagos, procurava-se representar as feições do indivíduo para facilitar às almas encontrar seus corpos. 4. A escultura egípcia foi bastante desenvolvida servindo de influência para a escultura grega na Antiguidade Clássica. 6. A religião egípcia era predominantemente politeísta. Podemos apontar duas características: antropozoomorfismo e crença na vida após a morte. Além disso, o faraó era considerado um deus. 3ª SÉRIE E EXTENSIVO VOLUME 1 HISTÓRIA 1 3

4 7. A importância do rio Nilo para a formação e manutenção da sociedade egípcia é inquestionável. O rio fornece água e, com suas enchentes, deposita matéria orgânica nas margens, tornando-as propícias à agricultura. 8. O controle e aproveitamento das águas eram vitais à produção econômica e à sobrevivência humana nos vales dos grandes rios. Assim, era necessária a formalização de uma organização política forte que fosse capaz de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos nessas áreas. 9. A pintura egípcia possuía caráter religioso e enaltecia sempre os representantes das camadas elitistas que detinham o poder naquela sociedade. aula 4 1. Os Sumérios constituem a base cultural da Mesopotâmia e, além de outros legados, implantaram a autoridade política do Patesi, que diferentemente do Faraó, não visto como o próprio Deus e sim um representante seu. 2. O episódio conhecido como o Cativeiro da Babilônia, representa a escravização de vários judeus por Nabucodonosor I, Rei dos Caldeus, sendo atribuída a Ciro, o Grande, a libertação desses judeus cativos após os Persas terem conquistado a Babilônia. 3. A existência de vários povos que, em períodos distintos, habitaram a Mesopotâmia, deve-se ao fato da fertilidade dessa região encravada entre os rios Tigre e Eufrates. 4. Os Sumérios, base da civilização mesopotâmica, agruparam-se em cidades-estado, praticavam a agricultura e a pecuária, eram de origem asiática e construíram torres de tijolos para sepultar os seus mortos pertencentes a elite, chamados de Zigurates. 5. O Patesi e a nobreza, os sacerdotes, os arrendatários de terras, os artesãos e os camponeses compunham o quadro social da Mesopotâmia na Antiguidade. 1. A existência de rios caudalosos e perenes deu à Antiguidade Oriental a possibilidade de desenvolvimento de civilizações que dependiam da fertilidade das terrras próximas para a concepção da agricultura e o pastoreio. 2. A família na Antiguidade Oriental constituía-se no cerne da civilização mesopotâmica, engendrando todas as teias sociais e sendo base para a religião naquela região. 3. Os sumérios lançaram as bases culturais da Mesopotâmia e seu direito consuetudinário foi incorporado no Código de Hamurábi. 4. A economia da região da Mesopotâmia era regida pelo modo de produção asiático, caracterizado pelo controle das terras e da produção pelo Estado. 5. O fragmento se refere ao Crescente Fértil, região fértil em meio ao deserto da Arábia em forma de lua crescente. 6. Originários de uma região vulnerável (Assur) ao norte da Mesopotâmia, os assírios desenvolveram desde o início um militarismo organizado e uma economia baseada em saques. 7. Todas as opções apresentam informações corretas acerca dos povos que se desenvolveram na Antiguidade na região da Mesopotâmia. 8. A destruição de Nínive significou a consumação da derrota dos assírios que foi comemorada pelos povos que sofreram o terror de sua dominação. 4 3ª SÉRIE E EXTENSIVO VOLUME 1 HISTÓRIA 1

5 9. As citações fazem referência ao Código de Hamurabi, primeiro código de leis escritas da História. 10. Tanto no Egito quanto na Mesopotâmia, o poder político era considerado de origem divina, sendo o faraó considerado um deus e o Patesi um representante dos deuses. aula 5 1. Na forma teocrática de governo do Egito Antigo, a figura do Faraó personificava o próprio Deus perante a sociedade. 2. O Código de Hamurábi foi redigido de acordo com o princípio de Talião ( Olho por olho, dente por dente ), sendo que a punição variava de acordo com o crime e com a posição social dos indivíduos, favorecendo as classes altas e os grandes proprietários. Resposta correta: F F V V V V 3. Dentre os povos que se desenvolveram na região da Mesopotâmia na Antiguidade, merecem destaque os sumérios, acádios, assírios, amorritas e caldeus. 4. As primeiras civilizações se desenvolveram na região conhecida por Crescente Fértil, que compreende os vales férteis dos rios Nilo, Tigre, Eufrates, Jordão, Indu, Ganges, Hoang Ho e Yang Tsé. 2. Na arquitetura da Antiguidade, tem destaque a construção de templos e palácios, uma vez que os Impérios se sustentavam na figura política centralizadora e autoritária e no alto grau de religiosidade das sociedades antigas. 3. O Código de Hamurábi teve como fonte de inspiração o princípio da Lei de Talião, que previa o olho por olho, dente por dente, tendo sido este o primeiro código de leis escritas que regeram uma sociedade. 4. Durante o reinado de Nabucodonosor I, na Babilônia, obteve-se destaque na arquitetura com a construção dos Jardins Suspensos da Babilônia e da Torre de Babel. 5. Os rios Tigre e Eufrates, na Mesopotâmia, possuíam regime de cheias irregulares o que dificultava a vida das populações ribeirinhas. Os Zigurates construídos pelos sumérios serviam para a elite daquele povo e e- ram supervisionados pelos sacerdotes donos de grandes riquezas. 5. A escrita cuneiforme, desenvolvida pelos sumérios, utilizava a argila abundante na região. 6. Os acádios foram responsáveis pela unificação política da Mesopotâmia, originando o primeiro Império da região. O cativeiro babilônico e os Jardins Suspensos estão ligados aos babilônios. 7. As civilizações surgidas nos vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates se desenvolveram apresentando traços comuns, tais quais: diferenciação de classes, política teocrática e Estado forte e centralizado. 8. De acordo com o Código de Hamurábi, o mais antigo código de leis escritas da História, a punição do indivíduo era aplicada de acordo com o crime cometido e a posição social do indivíduo. 9. De uma maneira geral, observou-se como características comuns às civilizações da Antiguidade Oriental o politeísmo, a divisão social e a constituição de Estados fortes e centralizados. 1. Egito, Síria e Mesopotâmia constituíram-se nas chamadas civilizações do Crescente Fértil, por estarem umbilicalmente ligadas a grandes rios que possibilitaram o desenvolvimento de sociedades importantes naquela região. Fran_ História_1_FG-09/REV.: Giselle. 3ª SÉRIE E EXTENSIVO VOLUME 1 HISTÓRIA 1 5

Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia.

Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia. Mesopotâmia Antiga Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia. Diferente do Egito, a Mesopotâmia nunca se preocupou com

Leia mais

MESOPOTÂMIA. TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive

MESOPOTÂMIA. TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive MESOPOTÂMIA TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive ASPECTOS FÍSICOS Os dois rios mais importantes são o Tigre e o Eufrates. Localiza-se, predominantemente, no Crescente Fértil, onde hoje está o Iraque. Possui precárias

Leia mais

Antiguidade Oriental. Prof. Helder Carneiro

Antiguidade Oriental. Prof. Helder Carneiro Antiguidade Oriental Prof. Helder Carneiro Impérios Teocráticos de Regadio Desenvolveram-se próximos de grandes rios; Teocracia = Governo de Deus; Obras Hidráulicas; Modo de Produção Asiático: O Estado

Leia mais

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios.

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. INTRODUÇÃO É uma faixa de terra cortada por dois grandes rios: o Tigre e o Eufrates; Fica situada entre a Europa, a

Leia mais

Antiguidade Oriental I. História A Prof. Thiago

Antiguidade Oriental I. História A Prof. Thiago Antiguidade Oriental I História A Prof. Thiago Modo de Produção Asiático Sociedades ditas Hidráulicas ou de Regadio; Estado proprietário da terra (posse comunitária); Base social aldeã; Intervenção estatal

Leia mais

MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA

MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA Um oásis em meio ao deserto Local em que teria ocorrido o processo de sedentarização do homem Período neolítico Formação das primeiras cidades Na Idade dos Metais

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG MESOPOTÂMIA As primeiras cidades se formaram justamente na região onde a agricultura começou a se desenvolver: no Oriente

Leia mais

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou 1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou dano de várias relíquias, obras e sítios arqueológicos

Leia mais

Conteúdo: Mesopotâmia: região entre rios Dois rios, muitos povos Dois grandes impérios Como viviam os mesopotâmicos Alguns aspectos culturais

Conteúdo: Mesopotâmia: região entre rios Dois rios, muitos povos Dois grandes impérios Como viviam os mesopotâmicos Alguns aspectos culturais CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA INTERATIVA I Conteúdo: Mesopotâmia: região entre rios Dois rios, muitos povos Dois grandes impérios Como viviam os mesopotâmicos Alguns aspectos culturais CONTEÚDO

Leia mais

- Obrigações básicas: pagamento de impostos, serviço militar e produção; Recursos agrícolas distribuídos pelo Estado.

- Obrigações básicas: pagamento de impostos, serviço militar e produção; Recursos agrícolas distribuídos pelo Estado. 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus ou representante dele;

Leia mais

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS 25 MESOPOTÂMIA: REGIÃO ENTRE DOIS RIOS (GREGO) 1. Sumérios e Acádios (antes de 2000 a. C) - Cidades Estados - Religião politeísta cada cidade possuía um Deus principal - A terra era dos deuses - Trabalhavam

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - História - 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - História - 2º Bimestre Capítulo 5 1) O que se entende por Crescente Fértil? E quais regiões correspondiam? 2) Qual a importância dos rios para a história da humanidade? 3) Leia as afirmações abaixo: I Civilização é o estágio

Leia mais

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA PARA O HISTORIADOR GREGO HERÓDOTO: O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO DÁDIVA = PRESENTE SIGNIFICADO = Sem as cheias do Nilo, o Egito seria um grande deserto PARA O HISTORIADOR FRANCÊS JEAN

Leia mais

escrita cuneiformes SUMÉRIOS

escrita cuneiformes SUMÉRIOS MESOPOTÂMIA A Mesopotâmia era uma região que se localizava entre os rios Tigre e Eufrates no continente asiático, onde atualmente encontra-se o Iraque. Este fato deu origem ao seu nome, que significa terra

Leia mais

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Série: 1ª Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

1 - O CRESCENTE FÉRTIL:

1 - O CRESCENTE FÉRTIL: 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus ou representante dele;

Leia mais

Antiguidade Oriental Egito Mesopotâmia Palestina Hebreus. Pérsia. Profª.. Auxiliadora

Antiguidade Oriental Egito Mesopotâmia Palestina Hebreus. Pérsia. Profª.. Auxiliadora Antiguidade Oriental Egito Mesopotâmia Palestina Hebreus Fenícios Pérsia Profª.. Auxiliadora Crescente Fértil F Impérios Teocráticos de Regadio ANTIGÜIDADE IDADE ORIENTAL EGITO Período Pré-Din Dinástico

Leia mais

Capítulo 3 A Mesopotâmia

Capítulo 3 A Mesopotâmia Capítulo 3 A Mesopotâmia Conceitos: sociedade, Estado, trabalho, desigualdade social, urbanização, escravidão, politeísmo e patriarcalismo. Professora: Marcela Guerra Durante o Neolítico: Agricultura e

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 LISTA DE EXERCÍCIOS 01 01 - (Unicamp 2014) Desde o período neolítico, os povos de distintas partes do mundo desenvolveram sistemas agrários próprios aproveitando as condições naturais de seus habitats

Leia mais

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br ANTIGÜIDADE ORIENTAL 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI

ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI LOCALIZAÇÃO NORDESTE DA ÁFRICA RIO NILO HERÓDOTO O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO EVOLUÇÃO POLÍTICA FASES ANTIGO IMPÉRIO MÉDIO IMPÉRIO NOVO IMPÉRIO PERÍODO

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes

Leia mais

Na Mesopotâmia: nossas raízes

Na Mesopotâmia: nossas raízes A U A UL LA Na Mesopotâmia: nossas raízes Você já leu algum horóscopo, desses que são publicados em jornais e revistas? Esse costume de consultar os astros é muito antigo e surgiu na Mesopotâmia - a chamada

Leia mais

Pérsia, fenícia e palestina

Pérsia, fenícia e palestina Pérsia, fenícia e palestina Região desértica Atuais estados de Israel e Palestina Vários povos (semitas) estabelecidos no curso do Rio Jordão Palestina Hebreus (Palestina) Um dos povos semitas (cananeus,

Leia mais

A Baixa Mesopotâmia e o Egito.

A Baixa Mesopotâmia e o Egito. A Baixa Mesopotâmia e o Egito. Em meados do século 70 antes de Cristo, o mundo oriental já servia de habitação pra povos que deixaram a vida nômade e passaram a ser sedentários, povos que não mais buscavam

Leia mais

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Sociedades do antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986. p. 56.

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Sociedades do antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986. p. 56. Disciplina: HISTÓRIA Nome: Nº: Ensino Fundamental 2 Prova: P - TARDE Código da Prova: 1206205770 Data: / /2012 Ano: 6º Bimestre: 2º NOTA: Algumas dicas para fazer uma boa prova: 1 - Leia a prova na íntegra

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _5ª_ TURMA: TURNO: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR(A): Equipe de História Roteiro e Lista de recuperação

Leia mais

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO COLÉGIO SANTO ANDRÉ EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO REFLITA A PARTIR DE ESTUDOS EM SALA DE AULA E TAREFAS DIRIGIDAS E RESPONDA ÀS SEGUINTES QUESTÕES

Leia mais

Lista de exercícios para pra final de História. 5ª série

Lista de exercícios para pra final de História. 5ª série Lista de exer PROVÍNCIA BRASILEIRA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO COLÉGIO VICENTINO SÃO JOSÉ Rua Pe. José Joaquim Goral, 182 Abranches Curitiba Fone (041) 3355-2200

Leia mais

Você acredita que a opinião de Heródoto é acertada, em relação ao Rio Nilo? Explique. R.:

Você acredita que a opinião de Heródoto é acertada, em relação ao Rio Nilo? Explique. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Os fundamentos

Leia mais

MATÉRIA. Magela. Troca-se. Vendem-se. Pedaços de ruínas do Império romano, do ano de 302, ou seja, século

MATÉRIA. Magela. Troca-se. Vendem-se. Pedaços de ruínas do Império romano, do ano de 302, ou seja, século Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA História PROFESSOR(A) Magela ANO SEMESTRE DATA 6º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. O trabalho do historiador é semelhante ao

Leia mais

EGITO PA P SSADO E PR P ESENT N E T

EGITO PA P SSADO E PR P ESENT N E T EGITO PASSADO E PRESENTE VOCÊ SABE ONDE ESTÁ O EGITO? ÁFRICA O EGITO É UM PAÍS DO CONTINENTE AFRICANO NO PASSADO O EGITO ERA ASSIM... ATUALMENTE, O EGITO CHAMA-SE REPÚBLICA ÁRABE DO EGITO. SUA CAPITAL

Leia mais

Sustentabilidade o que significa realmente?

Sustentabilidade o que significa realmente? Sustentabilidade o que significa realmente? Quando estudava no ginásio Conselheiro Crispiniano em Guarulhos, aprendíamos nas aulas de história sobre a Mesopotâmia, onde havia os rios Tigre e Eufrates e

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 26/03/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Capítulo 5 O Egito Antigo. Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba

Capítulo 5 O Egito Antigo. Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba Capítulo 5 O Egito Antigo Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba Egito atual O Egito Antigo 5.000 a.c. O Rio Nilo atraiu populações às suas margens em busca de água, vegetação

Leia mais

A Antiguidade Oriental Hebreus

A Antiguidade Oriental Hebreus A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) Mar Mediterrâneo Delta do Nilo Egito NASA Photo EBibleTeacher.com Península nsula do Sinai Mt. Sinai Mar Vermelho Canaã Tradicional Rota do Êxodo

Leia mais

História Antiga. Prof Davi Ruschel

História Antiga. Prof Davi Ruschel História Antiga Prof Davi Ruschel PRÉ-HISTÓRIA Processo Evolutivo... PALEOLÍTICO (surgimento do Homem 10 mil a.c.) Idade da Pedra Lascada Organizados em tribos nômades Economia Coletora caça, pesca e coleta

Leia mais

POR MARCOS FABER HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 A IMPORTÂNCIA DOS RIOS PARA AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES

POR MARCOS FABER HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 A IMPORTÂNCIA DOS RIOS PARA AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 HISTÓRIA ILUSTRADA, VOL. 2 A IMPORTÂNCIA DOS RIOS PARA AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES POR MARCOS FABER 1ª Edição (Agosto 2011) www.historialivre.com ÍNDICE Introdução... 3 A Sedentarização

Leia mais

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental Aulas 6 e 7 A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) III- I- Local: Economia: região da agricultura, Palestina pastoreio ( Canaã (rio ou Jordão) terra prometida ). e comércio Atualmente:

Leia mais

IDADE ANTIGA (Antiguidade oriental e ocidental)

IDADE ANTIGA (Antiguidade oriental e ocidental) IDADE ANTIGA (Antiguidade oriental e ocidental) 1) Introdução. Como sabemos, considera-se como marco inicial da Idade Antiga, o surgimento da escrita ocorrido no ano de 4.000 a.c. (ou seja, 4.000 + 2010

Leia mais

Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga

Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga Prof. Marcos Machry Paleolítico (do surgimento do homem à 10.000 a.c.) Organização em tribos nômades Propriedade coletiva comunismo primitivo Economia

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG

CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG CURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG POVOS PRÉ-COLOMBIANOS ASTECAS MAIAS INCAS Principais fontes para estudo dos povos americanos: 1º Fontes

Leia mais

História Fascículo 08 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli

História Fascículo 08 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli História Fascículo 08 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli Índice História Geral Idade Antiga: as civilizações hidráulicas...1 Exercícios...4 Gabarito...5 História Geral Idade Antiga:

Leia mais

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano.

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano. Trabalho realizado por: Luís Bernardo nº 100 8ºC Gonçalo Baptista nº 275 8ºC Luís Guilherme nº 358 8ºC Miguel Joaquim nº 436 8ºC Índice; Introdução; As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império

Leia mais

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil MATERIAL DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL 6 ANO 1) Classifique as fontes listadas abaixo em primarias e secundárias: - Vídeo do atentado terrorista ao World Trade Center em 2001 - Trecho da Carta de Pero

Leia mais

AULAS 5 e 6. Colégio Tiradentes 2013 Prof. Kadú A ANTIGUIDADE ORIENTAL: A Mesopotâmia

AULAS 5 e 6. Colégio Tiradentes 2013 Prof. Kadú A ANTIGUIDADE ORIENTAL: A Mesopotâmia AULAS 5 e 6 Colégio Tiradentes 2013 Prof. Kadú A ANTIGUIDADE ORIENTAL: A Mesopotâmia Vídeo: Grande Civilizações Mesopotâmia (Parte 1) (11:03) PONTOS PRINCIPAIS DA MESOPOTÂMIA EM PROVAS - A Mesopotâmia

Leia mais

caderno História Ciências Humanas e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS

caderno História Ciências Humanas e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS História Ciências Humanas e suas Tecnologias caderno de ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS ADRIANA DE BORTOLI GENTIL Graduada em história pelo Centro Universitário Barão de Mauá de Ribeirão Preto-SP e mestra em educação

Leia mais

ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA

ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA GEOGRAFIA Aula 1 Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Através da Geografia Bíblica... Podemos localizar os relatos no espaço e no tempo Compreender as regiões nas quais ocorreram

Leia mais

Lista de Exercícios:

Lista de Exercícios: PROFESSOR(A): Ero AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO ROTEIRO DA AVALIAÇÃO 2ª ETAPA AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º CONTÉUDOS ABORDADOS Cap. 4: o mundo grego todos os temas Cap

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano A Bíblia, na parte denominada Antigo Testamento (Torá), é o principal documento da história dos hebreus. Foi escrita ao longo

Leia mais

História da Arte. Exercícios de Sala de Aula

História da Arte. Exercícios de Sala de Aula História da Arte Exercícios de Sala de Aula A arte é um conjunto de procedimentos que são utilizados para realizar obras, e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Apresenta-se sob variadas formas como:

Leia mais

HISTÓRIA 6ºano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

HISTÓRIA 6ºano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES HISTÓRIA 6ºano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES A civilização egípcia 1. A vida econômica egípcia era bastante movimentada, apesar do deserto, a agricultura, a pecuária e o comércio

Leia mais

O NASCIMENTO DA CIVILIZAÇÃO

O NASCIMENTO DA CIVILIZAÇÃO O NASCIMENTO DA CIVILIZAÇÃO Revolução Neolítica Aparecimento de classes sociais - surgem ricos e pobres, exploradores e explorados, senhores e escravos. Formação do Estado - organiza-se um governo que

Leia mais

HISTÓRIA 7 O ANO FUNDAMENTAL. PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA

HISTÓRIA 7 O ANO FUNDAMENTAL. PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA 7 O ANO FUNDAMENTAL PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA Unidade III Cidadania e Movimentos Sociais Aula 14.2 Conteúdos Os maias Os incas 2 Habilidades Conhecer as principais características

Leia mais

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA Profª Regina Brito Fonseca Quando os europeus chegaram ao Continente Americano, no final do século XV, já o encontraram ocupado por vários povos. Alguns deles desenvolveram

Leia mais

O povo da Bíblia HEBREUS

O povo da Bíblia HEBREUS O povo da Bíblia HEBREUS A FORMAÇÃO HEBRAICA Os hebreus eram pastores nômades que se organizavam em tribos lideradas por chefes de família denominado patriarca. Principais patriarcas: Abraão, Jacó e Isaac.

Leia mais

As Civilizações Antigas e do Oriente

As Civilizações Antigas e do Oriente As Civilizações Antigas e do Oriente Egito e Mesopotâmia Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Características gerais das civilizações do Crescente Fértil Foram civilizações hidráulicas

Leia mais

Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim. Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva

Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim. Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva Império de Davi A Bíblia refere-se ao poderoso Reino de David no século 10 AC, segundo rei de Israel,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DAS VIAGENS NA NOSSA VIDA PARA SABERMOS VER MELHOR A VIDA PERCEBERMOS O NOSSO PAPEL NO MUNDO PARA ENTENDERMOS O PRESENTE PARA SABERMOS COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI VINDOS

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Fernanda Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Teerã - capital EGITO FENÍCIOS ISRAEL IRAQUE Mesopotâmia REINO DA PÉRSIA IRÃ A PÉRSIA, ATUAL IRÃ, LOCALIZAVA-SE A LESTE DA MESOPOTÂMIA, Á MARGEM DO CRESCENTE FÉRTIL Reino da Média

Leia mais

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações MESOPOTÂMIA FENÍCIA ISRAEL EGITO ORIENTE MÉDIO PÉRSIA ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE ORIENTAL Mesopotâmia - Iraque Egito Hebreus Israel Fenícios Líbano Pérsia

Leia mais

Aula 06 - Os Persas Prof. Dawison Sampaio

Aula 06 - Os Persas Prof. Dawison Sampaio FB MED, M3, 3 ANO, ANUAL, INTENSIVO Aula 06 - Os Persas Prof. Dawison Sampaio Mosaico representando os exércitos persas. Características gerais 1. Origem: Planalto Iraniano (o nome Irã originou-se de Aryanam

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 1º Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1º PROVA SUBSTITUTIVA DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA História 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 1) A função da História é investigar os fatos ocorridos, levando em consideração

Leia mais

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.:

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Como o relevo

Leia mais

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com ESTÉTICA TICA E HISTÓRIA DAS ARTES 1º semestre / 2012 Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão masiscao@hotmail.com 1 Pré História PRÉ-HIST HISTÓRIA 2 Pré História PALEOLÍTICO (35mil anos atrás) Datam

Leia mais

As Civilizações Mesopotâmicas

As Civilizações Mesopotâmicas As Civilizações Mesopotâmicas Asiático Egito, Mesopotâmia, China, Índia, América pré-colombiana. -A propriedade da terra é do Estado. -A posse da terra é comunitária. -Base social era formada por comunidades

Leia mais

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS SÉRIE/ANO:

Leia mais

Civilizações Hidráulicas

Civilizações Hidráulicas Civilizações Hidráulicas Mesopotâmia e Egito Prof. Thiago Modo de Produção Asiático Sociedades ditas Hidráulicas ou de Regadio; Ausência da propriedade privada; Base social aldeã; Intervenção estatal na

Leia mais

ARTE 1ª série Prof. Alysson

ARTE 1ª série Prof. Alysson ARTE 1ª série Prof. Alysson História contada a partir das Dinastias. Uma das formas mais estáveis de civilização A religiosidade integra toda a vida egípcia, interpretando o universo, justificando sua

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê?

A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê? A EXPERIÊNCIA DO DIA-A-DIA, APRESENTA DA EM NOSSA SOCIEDADE E SUAS CONTRADIÇÕES E DESIGUALDADES. * Tais disparidades ocorrem devido a quê? DÍVIDA SOCIAL ESCRAVIDÃO E IMIGRAÇÃO FALTA DE ESTRUTURA SOCIAL

Leia mais

História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano

História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano História/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 6ºhis302r RECUPERAÇÃO FINAL 2015 HISTÓRIA 6º ano Aluno(a), Seguem os conteúdos trabalhados no 2º trimestre. Como base neles você deverá iniciar seus

Leia mais

Pré-história prof. Emerson Guimarães. José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo

Pré-história prof. Emerson Guimarães. José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo Pré-história prof. Emerson Guimarães José Adolfo S. de Campos Observatório do Valongo Período Paleolítico (~ 2 milhões a ~ 8000 a.c.) Vivia em cavernas Fogo, Facas Tacapes Caça Segurança Habitação Alimentação

Leia mais

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos HISTÓRIA GERAL 2010 esquema básico das aulas orientação e organização: renato santos Evolução Humana Primatas pongidaes: grandes macacos atuais australopithecus hominídeos erectus homo neanderthal sapiens

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS Fixação F 1) Leia os itens abaixo, que contém possíveis condições para o surgimento do Estado nas 2 sociedades da Antigui-dade. I)

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Unidade II Natureza-Sociedade: questões ambientais 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL. Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04. hbp://historiaonline.com.br

ANTIGUIDADE ORIENTAL. Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04. hbp://historiaonline.com.br ANTIGUIDADE ORIENTAL Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04 M.P.A.: Modo de Produção Asiá9co M.P.E.: Modo de Produção Escravista M.P.F.: Modo de Produção Feudal M.P.K.:Modo de Produção Capitalista Pré- História

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO ANO LECTIVO - 010/ 011 ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA 7º ANO COMPETÊNCIAS GERAIS 1. Tratamento de informação; utilização de fontes;. Compreensão histórica:.1. Temporalidade.. Espacialidade.3. Contextualização

Leia mais

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Cumprimentos Sobre a importância do tempo Desejos HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Introdução História reconstituição do passado, por meio de fatos relevantes, ordenados cronologicamente. A história

Leia mais

Reinos da África Ocidental

Reinos da África Ocidental Reinos da África Ocidental A África é um continente imenso e com muita diversidade. As rotas comerciais adentraram a região oeste em busca de ouro. Com isso, as aldeias que serviam de ponto de intermediação

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS

ANTIGUIDADE ORIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS 1. (Ueg 2012) Artigo 200: Se um homem arrancou um dente de um outro homem livre igual a ele, arrancarão o seu dente. Artigo 201: Se ele arrancou o dente de um homem vulgar pagará um terço de uma mina de

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 3

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 3 Sugestões de avaliação História 6 o ano Unidade 3 5 Nome: Data: Unidade 3 1. Complete as sentenças a seguir. a) O termo Mesopotâmia, em grego, significa. b) O território mesopotâmico estava situado entre

Leia mais

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. 2

Leia mais

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita.

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. A PRÉ-HISTÓRIA Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. PERÍODO PALEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA LASCADA No começo de sua trajetória, o homem usou sobretudo a pedra (além do

Leia mais

TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES

TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES . Conhecer o processo de hominização ESCOLA SECUNDÁRIA DE TOMAZ PELAYO ANO LETIVO DE 03 04 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA - 7º ANO -.º PERÍODO TEMA A - DAS SOCIEDADES RECOLETORAS ÀS PRIMEIRAS

Leia mais

Coleguium -3ºEM 1ª etapa

Coleguium -3ºEM 1ª etapa Coleguium -3ºEM 1ª etapa CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA: - Desenvolvida às margens do Nilo, na África; - Organização social complexa e rica em realizações culturais; - Escrita bem estruturada; Hieróglifos na parede

Leia mais

Antiguidade: - MESOPOTÂMIA - POVOS DA PALESTINA - PERSAS

Antiguidade: - MESOPOTÂMIA - POVOS DA PALESTINA - PERSAS Antiguidade: - MESOPOTÂMIA - POVOS DA PALESTINA - PERSAS Mesopotâmia Sumérios e Acádios (3.500a.C. aprox.) Organização em cidades-estado > Patesis. Agricultura irrigada por canais. Criação da escrita cuneiforme.

Leia mais

EGITO, TERRA DAS PIRÂMIDES E DOS FARAÓS QUE GOVERNAVAM

EGITO, TERRA DAS PIRÂMIDES E DOS FARAÓS QUE GOVERNAVAM EGITO, TERRA DAS PIRÂMIDES E DOS FARAÓS QUE GOVERNAVAM COMO DEUSES TERRA DAS MÚMIAS E DOS GRANDES MISTÉRIOS LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Mar Mediterrâneo Egito Nordeste da África Península Arábica Lago Vitória

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

História Geral. 3ª Edição - 2007

História Geral. 3ª Edição - 2007 História Geral 3ª Edição - 2007 Os Hebreus Localizado a leste da Mesopotâmia, constituía de um vasto planalto desértico rodeado de montanhas, entre a Mesopotâmia e a Índia. O Império Persa constituiu um

Leia mais

Jesse R. Tabacchi Mesopotâmia Terra entre dois rios Gregos Vale dos rios Tigre e Eufrates Hoje território do Iraque Inserida na área do crescente fértil Leste Montes Zagros no Irã Oeste Desertos da Arábia

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

ATIVIDADES EXTRAS. Data: Entrega:

ATIVIDADES EXTRAS. Data: Entrega: Geografia ATIVIDADES EXTRAS Tema: Data: Entrega: Valor: Nota: AVALIAÇÕES Conteúdo: Data: Valor: Nota: A Geopolítica no Oriente Médio Atlas National Geographic Visitante contempla a vista de um restaurante

Leia mais

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA Criacionismo: modelo de explicação para a origem de tudo que existe no universo. Seus defensores, acreditam que a vida e todas as coisas existentes foram criadas por um

Leia mais

E Deus viu que tudo era bom

E Deus viu que tudo era bom E Deus viu que tudo era bom Nunca pensei que fosse assim O Livro do Gênesis é o livro mais fascinante da Bíblia e o mais complicado. Foi escrito milhares de anos depois dos fatos que ele narra. Foram vários

Leia mais

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império;

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; ROMA Roma Antiga O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; Sua queda, em 476, marca o início da Idade Média. O mito

Leia mais

A Palestina também foi ocupada por outros povos na Antiguidade, contudo, os hebreus foram predominantes.

A Palestina também foi ocupada por outros povos na Antiguidade, contudo, os hebreus foram predominantes. Os Hebreus Embora não tenham sido tão poderosos quanto os egípcios e as civilizações mesopotâmicas, os hebreus também foram importantes para a Antiguidade Oriental, com significativas realizações. A história

Leia mais