Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Período/Série: 5ª a 8ª série Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( x ) Noturno"

Transcrição

1 Pág. 1 Caractrização Curso: PROEJA-FIC ( Curso d Formação Inicial Continuada m Alimntação Intgrado ao Ensino Fundamntal na Modalidad d EJA) Ano/Smstr ltivo: 2011 Príodo/Séri: 5ª a 8ª séri Turno: ( ) Matutino ( ) Vsprtino ( x ) Noturno Carga horária smanal: Emnta da disciplina Aprsntar a importância do mio nas rlaçõs ntr o homm a naturza. Idntificar d forma cintífica o mio qu nos rodia rconhcr os rprsntants vivos (bióticos) não-vivos (abióticos). A partir d o contxto difrnciar o hábitat nicho cológico dos srs vivos rlacioná-los com situaçõs vivnciadas plos ducandos. E finalmnt nfatizar como rprsntant da rgião Cntro-Ost o Bioma Crrado prmando todos os concitos cintíficos trabalhados rlacionando com o bm star do homm m prol da saúd ambintal. Objtivos da disciplina 1º Eixo: Sujito, Naturza Conhcimnto Abordar os tmas: Ambint, sus constituints a rlação com a saúd humana ambintal. A partir d tais tmáticas spra-s qu os ducandos sjam capazs d idntificar, difrnciar comprndr o homm, o m qu viv suas vrdadiras rlaçõs.

2 Pág. 2 Lançamnto do contúdo ministrado 2011/ 1º trimstr Objtivos Intgração dos ducandos ducadors Enfatizar a proposta do curso m alimntaççao Proporcionar harmonia, squências lógicas d pintura Rtomar concitos básicos sobr o contxto ambintal Rtomar concitos básicos sobr o contxto ambintal Rlmbrar lmntos vivos não-vivos no Rlmbrar lmntos vivos não-vivos no Entndr as caractrísticas indicativas rprsntativas do nicho do sr vivo Entndr as caractrísticas indicativas rprsntativas do nicho do sr vivo Comprndr a vivência dos srs vivos suas rlaçõs Comprndr a vivência dos srs vivos suas rlaçõs Conhcr o modlo squmático da cadia alimntar tia alimntar. Eixo 1: Sujito, naturza conhcimntos Data * Nº Contúdo aulas Estratégias d Ensino* ** Todas salas - Balõs d vivências 26/01 3 Dinâmica m grupo Todas salas - Fast food Mac Donalds Todas salas - Dobradura SL2 - Rvisando os concitos d SL1 - Rvisando os concitos d SL2 Difrnciando fators bióticos abióticos SL1 - Difrnciando fators bióticos abióticos SL 2 Concito d nicho cológico SL 1 - Concito d nicho cológico SL 2 Rlaçõs harmônicas dsarmônicas SL 1- Rlaçõs harmônicas dsarmônicas SL1 - A importância da cadia tia alimntar. 27/01 3 Film Suprsism 28/01 3 Calidociclo 31/01 1 Mapa concitual 01/02 1 Mapa concitual 03/02 1 Aula xpositiva 04/02 1 Aula xpositiva 07/02 1 Txtos didáticos 08/02 1 Txtos didáticos 10/02 1 Aula xpositiva 11/02 1 Aula xpositiva 15/02 1 Aula xpositiva Conhcr o modlo squmático da cadia alimntar tia alimntar. SL2 - A importância da cadia tia alimntar. 15/02 1 Aula xpositiva Difrnciar srs produtors, consumidors dcompositors. Conhcr o modlo squmático da cadia alimntar tia alimntar. Difrnciar srs produtors, consumidors dcompositors. Difrnciar srs produtors, consumidors dcompositors. Entndr o procsso fotossintético nos organismos fotossinttizants. SL2 Constituints da cadia alimntar SL3 - A importância da cadia tia alimntar. SL3 - Constituints da cadia alimntar. SL1 - Constituints da cadia alimntar SL2 - Comprndr a ração química da fotossínts 17/02 1 Exrcícios d 17/02 1 Aula xpositiva 18/02 1 Exrcícios d 21/02 1 Exrcícios d 21/02 1 Exrcícios d

3 Pág. 3 Entndr o procsso fotossintético nos organismos fotossinttizants. NOITE ESPORTIVA SL2 Atividads para vrificação d aprndizagm SL3 - Comprndr a ração química da fotossínts Jogos Entndr o procsso SL1 Comprndr a ração fotossintético nos química da fotossínts organismos fotossinttizants. SL 3 - Atividads para vrificação d aprndizagm SL1 Aula dada plo Manol substituí-lo m outro momnto Organizar a idéias rlacionando-as com divrsos concitos ESCOLA FECHOU PARA DETETIZAÇÃO Organizar a idéias rlacionando-as com divrsos concitos Promovr a litura scrita individual dos ducandos contxtualizados / Promovr a litura scrita individual dos ducandos Esqumatizar ou ilustrar a produção txtual Esqumatizar ou ilustrar a produção txtual Organizar a idéias rlacionando-as com divrsos concitos Abordar assuntos sobr a água. Abordar assuntos sobr a água. Promovr a litura scrita individual dos ducandos SL2 Função dos componnts da cadia alimntar SL3 SL3 Função dos componnts da cadia alimntar SL2 Concitos d cadias tias alimntars SL1 - Atividads para vrificação d aprndizagm SL 2 Produção txtual rlação ntr os concitos (habitat, nicho cológico, fators vivos não-vivos, cadia alimntar) SL 3 - Concitos d cadias tias alimntars / Produção txtual rlação ntr os concitos (habitat, nicho cológico, fators vivos não-vivos, cadia alimntar) SL 2 - Rprsntação squmática do txto construído na aula antrior SL 3 - Rprsntação squmática do txto construído na aula antrior SL 1 - Função dos componnts da cadia alimntar SL 2 Introdução ao studo da água SL 1 - Concitos d cadias tias alimntars SL 2 Rlação água mio SL 3 - Introdução ao studo da água SL 1 - Produção txtual rlação ntr os concitos (habitat, nicho cológico, fators vivos não-vivos, 22/02 1 Exrcícios d 22/02 1 Exrcícios d 25/02 1 Futbol, aróbica, dominó, música, truco 28/02 1 Exrcícios d 28/02 Exrcícios d 01/ /03 1 Construção do mapa concitual 04/ /03 1 Construção do mapa concitual 10/03 1 Exrcícios d 12/03 1 Exrcícios d 12/03 1 Rgistro txtual 13/03 1 Exrcícios d / Rgistro txtual 15/03 1 Trabalho d colagm 15/03 1 Trabalho d colagm 18/03 1 Construção do mapa concitual 18/03 1 Mapa concitual 20/03 1 Exrcícios d 20/03 1 Aula xpositiva 22/03 1 Mapa concitual 25/03 1 Rgistro txtual

4 Pág. 4 cadia alimntar) Promovr litura discussão do tma abordado Aprsntar difrnts manira d mantr a saúd corporal mntal Abordar assuntos sobr a água. Propiciar psquisa, litura discussão Estimular dbat discussão sobr o lixo Promovr litura discussão do tma abordado Esqumatizar ou ilustrar a produção txtual Conhcr o projto Agrinho Conhcr o projto Agrinho Rlacionar concitos sobr o lixo Litura matmática sobr o consumo d água Litura matmática sobr o consumo d água Promovr litura discussão do tma abordado Propiciar psquisa, litura discussão NOITE CULTURAL Propiciar psquisa, litura discussão Idntificar altrnativas para o dscart do lixo NOITE ESPORTIVA SL 3 - Rlação água mio SL 2 Rlação água saúd humana SL3 Aula intr Vânia Vído colção saúd nutrição SL1 - Introdução ao studo da água SL2 Donças transmitidas pla água Sintomas, prvnção, tratamnto profilaxia SL2 - Introdução ao studo do lixo SL3 - Rlação água saúd humana SL1 Rprsntação squmática do txto construído na aula antrior SL2 - AGRINHO SL3 - AGRINHO SL1 - Rlação água mio SL2 Dstinos do lixo SL3 Aula intr Manol Aula sobr água talõs d água SL1 - Aula intr Manol Aula sobr água talõs d água SL1 - Rlação água saúd humana SL3 - Donças transmitidas pla água. (Sintomas, prvnção, tratamnto profilaxia) Aprsntação tatral musical SL1 - Donças transmitidas pla água. (Sintomas, prvnção, tratamnto profilaxia SL2 Altrnativas para o dstino do lixo construção d Mapa concitual SL1 Anivrsário Marclo Jogos 28/03 1 Aula xpositiva 31/03 1 Txto d 01/04 1 Aula xpositiva dialogada 04/04 1 Mapa concitual 04/04 1 Trabalho m psquisa 05/04 1 Aula xpositiva dialogada 05/04 1 Txto d 08/04 1 Trabalho d colagm 11/ / /04 1 Aula xpositiva 14/04 1 Mapa concitual 15/04 1 Exrcícios d fixação 15/04 1 Exrcícios d fixação 18/04 1 Txto d 18/04 1 Trabalho m psquisa 19/04 1 Tatro Múscia 26/04 1 Trabalho m psquisa 26/04 1 Construção d Mapa Concitual 28/ /04 3 Futbol, vôli, dama, dominó, quimada, mmória.

5 Pág. 5 Dscrição da volução dos alunos Turma 01 Aluno Dscrição Profssor rsponsávl pla disciplina Nom:

6 Pág. 6 Coordnadora: Maria Cristina d C.B. Dmori Dirtora: Cíntia

PLANO DE CURSO 2011. 3 aulas Data show Aulas expositivas Estudo de casos e análise de precedentes dos Tribunais Estaduais e Superiores.

PLANO DE CURSO 2011. 3 aulas Data show Aulas expositivas Estudo de casos e análise de precedentes dos Tribunais Estaduais e Superiores. Est Plano d Curso podrá sofrr altraçõs a critério do profssor / ou da Coordnação. PLANO DE CURSO 2011 DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Excução civil, tutlas d urgência procdimntos spciais. PROFESSOR:

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO AFETIVO - SEXUAL E REPRODUTIVA

PROJETO DE EDUCAÇÃO AFETIVO - SEXUAL E REPRODUTIVA PROJETO DE EDUCAÇÃO AFETIVO - SEXUAL E REPRODUTIVA Tma: Sxualidad rlaçõs intrpssoais 1º Ano- EB1/JI DE VELAS Turma 2 Formas d Rcursos Atividads Objtivos Contúdos organização/ (humanos (por disciplina)

Leia mais

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO Unidad Didáctica: Trocas nutricionais ntr o organismo o mio nos animais. Comprndr qu a vida dos srs vivos assgurada pla ralização d funçõs spcíficas;. Comprndr qu as funçõs vitais rqurm nrgia;. Assumir-s

Leia mais

Plano de Estudo 5º ano - ANUAL

Plano de Estudo 5º ano - ANUAL Plano d Estudo 5º ano - ANUAL Disciplina: Ciências Naturais Unidad Tmática Contúdos 1 Importância das rochas do solo na manutnção dvida. Por qu razão xist vida na Trra? Qu ambint xistm na Trra? Ond xist

Leia mais

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 1.- A Informação, o conhcimnto o mundo das tcnologias A volução das tcnologias d informação

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Curso Profissional d Técnico d Markting Ano Ltivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL MARKETING 2º Ano Comptências Grais Colaborar na laboração ralização d studos d mrcado, bm

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR de ORIGEM: Pedagogia Licenciatura Compartilhada Noturno Estrutura Curricular 1 (Parecer CONSUNI-CONSEPE n 2.

ESTRUTURA CURRICULAR de ORIGEM: Pedagogia Licenciatura Compartilhada Noturno Estrutura Curricular 1 (Parecer CONSUNI-CONSEPE n 2. Conslho Univrsitário - CONSUNI Câmara d Ensino Curso d Graduação m Pdagogia da UNIPLAC Quadro d Equivalência para Fins d Aprovitamnto d Estudos ntr duas Estruturas Curriculars Disciplinars ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Curso Profissional d Técnico d Markting Ano Ltivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL MARKETING 3º Ano Comptências Grais Colaborar na laboração ralização d studos d mrcado, bm

Leia mais

Nenhum. Caracterização. Pré-requisitos. Ementa. Objetivos. Descrição do conteúdo

Nenhum. Caracterização. Pré-requisitos. Ementa. Objetivos. Descrição do conteúdo Instituto Fdral d Goiás Dpartamnto d Áras Acadêmicas 1 Plano d Ensino da Disciplina Sociologia da ducação Pág. 1 Caractrização Curso: Licnciatura m História Ano/Smstr ltivo: 2010/2 Príodo/Séri: 2 Turno:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG. PEDAGOGIA A DISTÂNCIA Síntese do Projeto Político Pedagógico PERFIL DO PROFISSIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG. PEDAGOGIA A DISTÂNCIA Síntese do Projeto Político Pedagógico PERFIL DO PROFISSIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Univrsidad Fdral d Alfnas. UNIFAL-MG Rua Gabril Montiro da Silva, 700 Alfnas / MG - CEP 37130-000 Fon: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 PEDAGOGIA A DISTÂNCIA Sínts do Projto Político

Leia mais

Planificação de Ciências Naturais. 9.ºAno. Alterações climáticas

Planificação de Ciências Naturais. 9.ºAno. Alterações climáticas Planificação d Ciências Naturais 9.ºAno Altraçõs climáticas Inês Hnriqus Sandra Mnds Tma: Biosfra Aula n.º: 1 Duração: 90 minutos Introdução à unid Altraçõs climáticas. Biosfra, concito importância. Dgração

Leia mais

Comportamento do Consumidor

Comportamento do Consumidor GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Profissionais Técnico d Markting Ano Lctivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL Comportamnto do Consumidor (3º ano d formação Turma 3TM) Página 1 d 9 GRUPO DE ECONOMIA

Leia mais

2015-2016. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo

2015-2016. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo 2015-2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º Ciclo Stmbro 2015 Est documnto prtnd dar a conhcr a todos os intrvnints no procsso ducativo os critérios d avaliação, rsptivas prcntagns, a qu os alunos do Agrupamnto

Leia mais

Dr. Joaquim de Carvalho Figueira da Foz

Dr. Joaquim de Carvalho Figueira da Foz Curso Profissional d 10º I Português Planificação Anual - Módulos: 1,2,3,4 5 Ano Ltivo: 2015/2016 Módulos Âmbito dos Contúdos Avaliação Módulo Um (30 horas) 40 Tmpos 21/09/2015 Trmo: 13/11/2015 Módulo

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O

P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O DISCIPLINA: EMRC ANO: 5º 1º PERÍODO ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A M É D I O P R A Z O UNIDADE DIDÁTICA 1: Vivr juntos AULAS PREVISTAS: 12 COMPETÊNCIAS (O aluno dvrá sr capaz d:) CONTEÚDOS

Leia mais

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 5/6.- Exploração d ambints computacionais Criação d um produto original d forma colaborativa

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SEMANA UEMG Escola de Design. 3 de junho segunda-feira

PROGRAMAÇÃO SEMANA UEMG Escola de Design. 3 de junho segunda-feira PROGRAMAÇÃO SEMANA UEMG 3 d junho sgunda-fira Titulo dscrição horário local Dsign tipográfico multiscrita: módulo latino grgo Dsign Tcnologia Social: Prcpção do intrcâmbio Brasil/Itália Fundamntos tóricos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano d Trabalho Docnt 2014 Ensino Técnico Etc Etc: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 0136 Município: TUPÃ Ára d conhcimnto: INFRAESTRUTURA Componnt Curricular: PLANEJAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL - PCC

Leia mais

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos:

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos: INSTRUÇÕES Estas instruçõs srvm d orintação para o trino das atividads planadas no projto Europu Uptak_ICT2lifcycl: digital litracy and inclusion to larnrs with disadvantagd background. Dvrão sr usadas

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO (UCB) 3.1.1.1. Organização Didático-Pgógica (4) (5) Mtas Rorganizar a distribuição dos discnts. Elaborar uma Política d contratação gstão d pssoal Rvisar o Projto Pgógico. Rstruturar

Leia mais

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Plano de Trabalho Docente Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Eletrônica

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Plano de Trabalho Docente Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Eletrônica Etc Monsnhor Antonio Magliano Plano d Trabalho Docnt 2014 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTÔNIO MAGLIANO Código: 088 Município: Garça Eixo Tcnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica d Nívl

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA EM MATEMÁTICA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Na ralização d uma avaliação ducacional m larga scala, é ncssário qu os objtivos da avaliação as habilidads comptências

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Topografia Básica e Planimetria CÓDIGO: AG-43 TURMA: 2013

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Topografia Básica e Planimetria CÓDIGO: AG-43 TURMA: 2013 PLANO DE ENSINO CURSO: Agronomia MODALIDADE: Prsncial DISCIPLINA: Topografia Básica Planimtria CÓDIGO: AG-43 TURMA: 2013 ANO/SEMESTRE/ANO: 2014/4º FASE/SÉRIE: 4º sm. CARGA HORÁRIA: 04 horas (smanal) /

Leia mais

QUE ESPANHOL É ESSE? Mariano Jeferson Teixeira (Grad /UEPG) Valeska Gracioso Carlos (UEPG)

QUE ESPANHOL É ESSE? Mariano Jeferson Teixeira (Grad /UEPG) Valeska Gracioso Carlos (UEPG) Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL QUE ESPANHOL É ESSE? Mariano Jfrson Tixira (Grad /UEPG) Valska Gracioso Carlos (UEPG) 1. Introdução Graças á rgulamntaçõs impostas por acordos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA Govrno do Estado do Rio d Janiro Scrtaria d Estado d Educação CURRÍCULO MÍNIMO LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA ÁREA: LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS MÍNIMO LINGUA PORTUGUESA E LITERATURA Currículo

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 1º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 1º Ano

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 1º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 1º Ano Govrno dos Açors Escola Básica Scundária d Vlas º Ciclo ENSINO BÁSICO Planificação Anual d EMRC º Ano º Príodo Unidad Ltiva - Tr um coração bom Curriculars F B. Construir uma d litura rligiosa da pssoa,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano d Trabalho Docnt - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana d Parnaíba Ára d Conhcimnto: Ciências da Naturza Componnt Curricular: Física Séri: 2ª Eixo Tcnológico: Informação

Leia mais

PLANO PEDAGÓGICO DE ENSINO (PPE)

PLANO PEDAGÓGICO DE ENSINO (PPE) I. IDENTIFICAÇÃO CURSO: CST Anális Dsnvolvimnto d Sistmas DISCIPLINA: Inglês instrumntal PROFESSOR(A): Gicl V. Viira Prbianca CARGA HORÁRIA (smanal/smstrsl/anual): 60H/R MODALIDADE/FORMA: Prsncial CÓDIGO/SIGLA:

Leia mais

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO Marclo Sucna http://www.sucna.ng.br msucna@cntral.rj.gov.br / marclo@sucna.ng.br ABR/2008 MÓDULO 1 A VISÃO SISTÊMICA DO TRANSPORTE s A anális dos subsistmas sus componnts é tão

Leia mais

Perfil de Aprendizagens da disciplina de Geografia 7º ano

Perfil de Aprendizagens da disciplina de Geografia 7º ano Dpartamnto d Ciências Sociais Humanas Prfil d Aprndizagns da disciplina d Gografia 7º ano Contúdos Calndarização Mmorizar/ Conhcr TEMA I - A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES A Gografia o Trritório A rprsntação

Leia mais

2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO

2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO 1. ÁREA DO CONHECIMENTO CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA 2. NOME DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS NA ORGANIZAÇÃO 3. JUSTIFICATIVA: Prspctivas no Mrcado Amazonns: A cidad d Manaus possui

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano d Trabalho Docnt - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana d Parnaíba Ára d Conhcimnto: Ciências da Naturza Componnt Curricular: Física Séri: 1ª Eixo Tcnológico: Informação

Leia mais

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo Rsidência para coltivos na Casa do Povo Chamada abrta tativo - Rsidência para coltivos na Casa do Povo Há mais d 60 anos, a Casa do Povo atua como lugar d mmória cntro cultural m sintonia com o pnsamnto

Leia mais

1 página Núm. Escola Dpartamnto Eixo Intrv. Eixo Intrv.Eixo Intrv.Dsigna. Objctivos Espcíficos Estratégias Activids Rsponsávis Calnrização Orçamnto Obsrvaçõs Avaliação 1 Bibliotcas Escolars Comuni d -

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Carvalhos. Escola E.B. 2, 3 Padre António Luís Moreira. Ano Letivo 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Carvalhos. Escola E.B. 2, 3 Padre António Luís Moreira. Ano Letivo 2014/2015 Agrupamnto d Escolas d Carvalhos Escola E.B. 2, 3 Padr António Luís Morira Ano Ltivo 2014/2015 Planificação da Ára Curricular d Educação Musical 8º Ano/Turma_--- Disciplina d organização smstral Objtivos

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS E ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA NA REGIÃO DE LONDRINA: DESAFIOS PARA SUA IMPLEMENTAÇÃO

POLÍTICAS PÚBLICAS E ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA NA REGIÃO DE LONDRINA: DESAFIOS PARA SUA IMPLEMENTAÇÃO Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL POLÍTICAS PÚBLICAS E ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA NA REGIÃO DE LONDRINA: DESAFIOS PARA SUA IMPLEMENTAÇÃO Catya Marqus Agostinho

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pinheiro Escola Básica e Secundária de Pinheiro

Agrupamento de Escolas de Pinheiro Escola Básica e Secundária de Pinheiro Agrupamnto Escolas Pinhiro Escola Básica Scundária Pinhiro Ano: 7.º Turma: A Disciplina: Formação Cívica Ano Ltivo: 2011/ 2012 PLANIFICAÇÃO DE FORMAÇÃO CÍVICA Dirtora Turma: Mónica Olivira Tmas/contúdos

Leia mais

Conselho Universitário - Consuni

Conselho Universitário - Consuni Cntro Univrsitário Brusqu - Unifb PROCESSO nº. 001/12 Procdência: PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO. ASSUNTO: ALTERAÇÕES NO EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. PARECER nº. 002/12 DATA: 08/02/12

Leia mais

O USO DE NOVÍSSIMAS TECNOLOGIAS COMO UMA PRÁTICA DO ENSINO DE ESPANHOL NAS SÉRIES INICIAIS

O USO DE NOVÍSSIMAS TECNOLOGIAS COMO UMA PRÁTICA DO ENSINO DE ESPANHOL NAS SÉRIES INICIAIS O USO DE NOVÍSSIMAS TECNOLOGIAS COMO UMA PRÁTICA DO ENSINO DE ESPANHOL NAS SÉRIES INICIAIS Julia Cristina Grantto PG/UNIOESTE Gric da Silva Castla - UNIOESTE 1.. INTRODUÇÃO A laboração do matrial didático

Leia mais

PLANO de ESTUDO 6.º ANO - ANUAL

PLANO de ESTUDO 6.º ANO - ANUAL PLANO d ESTUDO 6.º ANO - ANUAL Contúdos 1. Trocas nutricionais ntr o organismo o mio nos animais. 1.1. Os alimntos como vículo d nutrints. 1.2.Sistma digstivo do sr d outros animais. 1.2.1. Órgãos do sistma

Leia mais

OFICINAS - Cronograma e Descrição

OFICINAS - Cronograma e Descrição OFICINAS - Cronograma Dscrição As oficinas srão ofrtadas no príodo matutino, das 9h às 12h, no Câmpus Araquari. A localização das oficinas, d acordo com as salas/laboratórios ond srão ofrtadas, stará disponívl

Leia mais

SANEAMENTO SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA. Definição. Definição de Saúde Pública

SANEAMENTO SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA SANEAMENTO SAÚDE PÚBLICA. Definição. Definição de Saúde Pública SANEAMENTO Dfinição É o control d todos os fators do mio físico do homm, qu xrcm ou podm xrcr fitos nocivos sobr su bm star físico, mntal social (OMS) Srviços d Sanamnto abastcimnto d água (qualidad quantidad)

Leia mais

Melhoria contínua da qualidade do ensino

Melhoria contínua da qualidade do ensino 1. OBJETIVO Est procdimnto visa normalizar as ativis snvolvis no âmbito mlhoria contínua quali do nsino dos cursos ministrados na Escola Naval (EN). 2. CAMPO DE APLICAÇÃO O prsnt procdimnto é aplicávl

Leia mais

Alunos dos 1 anos participam de concurso de exposições sobre Inovação e Sustentabilidade na Agropecuária

Alunos dos 1 anos participam de concurso de exposições sobre Inovação e Sustentabilidade na Agropecuária Alunos dos 1 anos participam concurso xposiçõs sobr Inovação Sustntabilida na Agropcuária Na última trçafira, 23 junho, as turmas Curso 1 anos Técnico do m Agropcuária participaram do concurso xposiçõs

Leia mais

UMA REDE TEMÁTICA NO CONTEXTO DA ELABORAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE ENSINO DE CIÊNCIAS

UMA REDE TEMÁTICA NO CONTEXTO DA ELABORAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE ENSINO DE CIÊNCIAS UM RD TMÁTC NO CONTXTO D LBORÇÃO D UM PROPOST D NSNO D CÊNCS Yassuko Hosoum 1, Júlio César Foschini Lisboa 2, Maria ugusta Qurubim Rodrigus Prira 3 1 FUSP/PUCMinas, yhosoum@if.usp.br 2 FFCLFundação S.

Leia mais

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional

Anexo 2 Projetos identificados no Plano de Desenvolvimento Institucional Plano Dirtor d Tcnologia da Informação 2012-2013 88 Anxo 2 Projtos idntificados no Plano d Dsnvolvimnto Institucional Cód Projto/Programa (Ncssidad) 1 Espaço Cinma I II Equipar salas com datashow, room

Leia mais

PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE PROJETO DE PROMOÇÃO E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE VIGÊNCIA 2013 /17 ÍNDICE: 1. EQUIPA DE TRABALHO... 3 1. Comptência da Coordnadora do Projto d Promoção Educação para a Saúd (PES)... 4 2. Comptência da Equipa

Leia mais

CURRÍCULO MÍNIMO GEOGRAFIA

CURRÍCULO MÍNIMO GEOGRAFIA Govrno do Estado do Rio d Janiro Scrtaria d Estado d Educação CURRÍCULO MÍNIMO GEOGRAFIA ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS MÍNIMO GEOGRAFIA Currículo Aprsntação A Scrtaria d Estado d Educação do

Leia mais

Proposições sobre a psicanálise { TC "6.1 Uma releitura da microscopia relacional de W. Bion" \l 2 }relacional de W. Bion Olga Perazzolo

Proposições sobre a psicanálise { TC 6.1 Uma releitura da microscopia relacional de W. Bion \l 2 }relacional de W. Bion Olga Perazzolo Proposiçõs sobr a psicanális { TC "6.1 Uma rlitura da microscopia rlacional d W. Bion" \l 2 }rlacional d W. Bion Olga Prazzolo Considraçõs Introdutórias O trabalho s insr na proposta tmatizada plo binômio

Leia mais

Cursos Profissionais Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (2º ano de formação)

Cursos Profissionais Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (2º ano de formação) GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Profissionais Ano Ltivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (2º ano d formação) Página 1 d 5 Módulo 1 Dscobrindo a Sociologia Aulas Prvistas (45 m.):35 Data

Leia mais

I CIPLOM. Abordagem funcional da gramática na Escola Básica

I CIPLOM. Abordagem funcional da gramática na Escola Básica Abordagm funcional da gramática na Escola Básica Vania Lúcia Rodrigus Dutra UERJ UFF 1- Introdução Os rsultados d avaliaçõs oficiais vêm apontando o fracasso da scola brasilira, d uma forma gral, no qu

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: CURRÍCULO DE PEDAGOGIA, FORMAÇÃO,EDUCAÇÃO INFANTIL, IDENTIDADE PROFISSIONAL

PALAVRAS-CHAVE: CURRÍCULO DE PEDAGOGIA, FORMAÇÃO,EDUCAÇÃO INFANTIL, IDENTIDADE PROFISSIONAL Govrno do Estado do Rio Grand do Nort Scrtariado d Estado da Educação Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Ritoria d Psquisa Pós-Graduação PROPEG Dpartamnto d Psquisa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA EDITAL 2006

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA EDITAL 2006 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA EDITAL 2006 A Coordnação do MESTRADO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA torna

Leia mais

Pragmática intercultural e entoação: os enunciados interrogativos (perguntas) em português e em espanhol

Pragmática intercultural e entoação: os enunciados interrogativos (perguntas) em português e em espanhol Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL Pragmática intrcultural ntoação: os nunciados intrrogativos (prguntas) m português m spanhol Lticia Rbollo Couto (UFRJ) 1 Natalia dos Santos

Leia mais

ENE/08. ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Geral de Técnicos de Saúde e Educação em Equitação Terapêutica

ENE/08. ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Geral de Técnicos de Saúde e Educação em Equitação Terapêutica NEF nº nº 23A/ENE/0 ENE/08 Lisboa, 18 d Novmbro d 2008 ASSUNTOS: POFFTE VOLUME III PARTE II CAPÍTULO II Formação Gral d Técnicos d Saúd Educação m Equitação Trapêutica ========== X ========== NOTA: A prsnt

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT SELEÇÃO PÚBLICA EDITAL Nº 52, DE 30 DE JULHO DE 2013 A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT, nst ato rprsntada plo su ritor, Márcio Silvira, dsignado

Leia mais

PLANO DE CURSO ADMINISTRAÇÃO I (CÓD. ENEX 60154) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO ADMINISTRAÇÃO I (CÓD. ENEX 60154) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO I (CÓD. ENEX 60154) ETAPA: 3ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Smana Contúdos/ Matéria Catgorias/ Qustõs Tipo d aula Habilids Comptências Txtos, films outros matriais

Leia mais

A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO?

A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO? A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO? Luís Augusto Chavs Frir, UNIOESTE 01. Introdução. Esta é uma psquisa introdutória qu foi concrtizada como um studo piloto d campo,

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Govrno do Estado do Rio Grand do Nort Scrtariado d Estado da Educação Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Ritoria d Psquisa Pós-Graduação PROPEG Dpartamnto d Psquisa

Leia mais

PERFIL DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR MATEMÁTICA

PERFIL DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR MATEMÁTICA PERFIL DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR MATEMÁTICA CONTEÚDOS EIXO TEMÁTICO COMPETÊNCIAS Sistma d Numração - Litura scrita sistma d numração indo-arábico

Leia mais

17 3. Problemática e hipóteses levantadas. 19 4. Objetivos geral e específicos. 20 5. Breve histórico do Projeto Quebra Anzol.

17 3. Problemática e hipóteses levantadas. 19 4. Objetivos geral e específicos. 20 5. Breve histórico do Projeto Quebra Anzol. Sumario Introdução 13 13 1. Aprsntação gral. 2. Justificativa rlvância do tma d psquisa. 17 3. Problmática hipótss lvantadas. 19 4. Objtivos gral spcíficos. 20 5. Brv histórico do Projto Qubra Anzol. 20

Leia mais

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade.

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade. Informação - Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Duração da prova: 120 minutos / 24.06.2013 12º Ano Escolarida Curso Tcnológico

Leia mais

Conhecendo a trajetória de emergência de novidades : agricultores familiares, recriações e transformações no meio rural do sul do Rio Grande do Sul

Conhecendo a trajetória de emergência de novidades : agricultores familiares, recriações e transformações no meio rural do sul do Rio Grande do Sul Rvista Brasilira d Agrocologia ISSN: 1980-9735 Conhcndo a trajtória d mrgência d novidads : agricultors familiars, rcriaçõs transformaçõs no mio rural do sul do Rio Grand do Sul Knowing th trajctory of

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Govrno do Estado do Rio Grand do Nort Scrtariado d Estado da Educação Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Ritoria d Psquisa Pós-Graduação PROPEG Dpartamnto d Psquisa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL 402643 ESTREMOZ PLANIFICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL 402643 ESTREMOZ PLANIFICAÇÃO PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2015/2016 Ano 12º Ano DISCIPLINA: Docnt HISTÓRIA A Carlos Eduardo da Cruz Luna Contúdos Comptências Espcíficas Estratégias RECURSOS Módulo 7 Criss, Embats Iológicos Mutaçõs Culturais

Leia mais

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2 ] Univrsidad Fdral da Paraíba Cntro d Ciências Exatas da Naturza Dpartamnto d Matmática Univrsidad Fdral d Campina Grand Cntro d Ciências Tcnologia Unidad Acadêmica d Matmática Programa Associado d Pós-Graduação

Leia mais

I CIPLOM O USO DO TEXTO LITERÁRIO NO ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

I CIPLOM O USO DO TEXTO LITERÁRIO NO ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA O USO DO TEXTO LITERÁRIO NO ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA Maria Francisca da Silva UFRJ 1. Uma xpriência didática do uso do txto litrário A qustão qu m proponho a discutir nst trabalho é sobr

Leia mais

CESEP Centro de Serviços educacionais do Pará Coordenação do Ensino Médio

CESEP Centro de Serviços educacionais do Pará Coordenação do Ensino Médio PLANO DE CURSO/2015 CESEP Cntro d Srviços ducacionais do Pará Coordnação do Ensino Médio PROFESSOR: JOZINALDO GOMES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE: 1º ANO CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES COMO VOU ENSINAR

Leia mais

Campo elétrico. Antes de estudar o capítulo PARTE I

Campo elétrico. Antes de estudar o capítulo PARTE I PART I Unidad A 2 Capítulo Sçõs: 21 Concito d 22 d cargas puntiforms 2 uniform Ants d studar o capítulo Vja nsta tabla os tmas principais do capítulo marqu um X na coluna qu mlhor traduz o qu você pnsa

Leia mais

A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO

A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO FLH NÃO É UM OPÇÃO José Wagnr Braidotti Junior (1) Rsumo prssão por mlhors indicadors d produtividad, disponibilidad confiabilidad nas organizaçõs tm aumntado a cada ano, tornando os divrsos procssos d

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010 [Digit txto] 1 IDENTIFICAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dzmbro/2010 Programa: Opraçõs Coltivas Contrato CAIXA nº: 0233.389.09/2007 Ação/Modalidad: Construção d unidad habitacional

Leia mais

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro.

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro. INEC AUDITRIA Prof. CLAUDECIR PATN ESPECIALIZAÇÃ EM : GERÊNCIA CNTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITRIA TURMA III 1 Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 utubro. CNTRLE - Concitos; - Auditoria Control Intrno; - Importância

Leia mais

O uso dos gêneros textuais escritos no ensino/aprendizagem de espanhol como língua estrangeira. Introdução. Lis Helene Skrzypiec (UFPR)

O uso dos gêneros textuais escritos no ensino/aprendizagem de espanhol como língua estrangeira. Introdução. Lis Helene Skrzypiec (UFPR) Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL O uso dos gênros txtuais scritos no nsino/aprndizagm d spanhol como língua strangira Lis Hln Skrzypic (UFPR) Introdução O prsnt studo s

Leia mais

Educação / Expressão Expressões Artísticas Plástica. Físicomotoras

Educação / Expressão Expressões Artísticas Plástica. Físicomotoras Fvriro Janiro Dzmbro Novmbro Stmbro Outubro Agrupamnto d Escolas Gnral Humbrto Dlgado Estudo do Mio À dscobrta Introdução na comunidad scolar. Conhcr os colgas. Conhcr matéria o manual d Estudo do Mio.

Leia mais

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul Escola-sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul. Educação Pré-Escolar CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul Escola-sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul. Educação Pré-Escolar CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamnto d Escolas d S. Pdro do Sul - 161780 Escola-sd: Escola Scundária d S. Pdro do Sul Ano Ltivo: 2016/2017 Educação Pré-Escolar CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Conform prconizado nas novas Orintaçõs Curriculars

Leia mais

Escola Básica Tecnopolis Matemática - PLANIFICAÇÃO ANUAL 6ºano

Escola Básica Tecnopolis Matemática - PLANIFICAÇÃO ANUAL 6ºano DGEstE Dirção-GraL dos Establcimntos Escolars DSRAI Dirção d Srviços da Rgião Algarv AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JÚLIO DANTAS LAGOS (145415) Escola Básica Tcnopolis Matmática - PLANIFICAÇÃO ANUAL 6ºano 2013-2014

Leia mais

Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas

Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas Plano d Ensino - 2010 Nom do cntro: Cntro d Ciências Exatas Sociais Aplicadas 1. Idntificação Nom do curso: Administração Nom cód. Disciplina: Logística cadia d suprimntos Númro d créditos: 04 Carga horária

Leia mais

Distinguir os diversos tipos de memórias

Distinguir os diversos tipos de memórias AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO DE SANTARÉM Escola Básica 2,3 Pdro Santarém TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Ano lctivo 2010/2011 3º CICLO - CEF Planificação Anual Unidas Contúdos Objctivos Actividas/

Leia mais

ENSINO BÁSICO PLANIFICÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO. 1º Período A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES. A Geografia e o Território Observação de paisagens

ENSINO BÁSICO PLANIFICÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO. 1º Período A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES. A Geografia e o Território Observação de paisagens Govrno dos Açors Escola Básica Scundária d Vlas ENSINO BÁSICO PLANIFICÃO DE GEOGRAFIA 7º ANO 1º Príodo Comptências chav m Línguas Cintífica Tcnológica Digital METAS CURRICULARES A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES

Leia mais

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho II Sminário NEPPAS: Caminhos olhars da agrocologia nos srtõs d Prnambuco Normas para nvio d trabalho Srra Talhada, 26,27 28 d abril d 2012 Espaço Roda Mundo - Rodas d convrsas, rlatos trocas d xpriência

Leia mais

1 Fernando Pessoa Ortónimo

1 Fernando Pessoa Ortónimo ESCOLA SECUNDÁRIA DE LOUSADA Planificação Anual da disciplina d Português do 12º Ano d acordo com o manual Página Sguint, da Txto Editora Ano Ltivo 2011/2012 Squências Contúdos/Txtos Matriais Objtivos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Smstr/2015 Ensin Técnic Códig: 0262 ETEC ANHANGUERA Municípi: Santana d Parnaíba Cmpnnt Curricular: Gstã Emprsarial Módul: 1 Eix Tcnlógic: Sgurança C. H. Smanal: 2,5 Habilitaçã

Leia mais

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UNIP

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UNIP E D I T A L A b r t u r a i n s c O Programa r d Pós-Graduação m Engnharia d Produção, m nívl d Mstrado Doutorado, i comunica a abrtura d inscriçõs para a slção d candidatos, para o prnchimnto ç d vagas

Leia mais

Gestão Ambiental - Gestores Ambientais

Gestão Ambiental - Gestores Ambientais Am bint 9º Fór um amnto n M i o d Sa - Intgração m Políticas Públicas GESTÃO SE FAZ COM CONHECIMENTO E PARTICIPAÇÃO Grir qur dizr administrar, dirigir, mantr dtrminada situação ou procsso sob control m

Leia mais

Caros padrinhos, amigos & parceiros,

Caros padrinhos, amigos & parceiros, Caros padrinhos, amigos & parciros, Contato Est ano 2011 foi um ano muitas conquistas muitos rsultados significativos. Além trmos consguido chgar a final um prêmio nacional, o prêmio Itaú Unicf 2011, passamos

Leia mais

"Chernobyl: mitologia contemporânea?" Alexandre Ramos (USP) Sala G04. Sala G04. Coffe Break e Apresentação de Pôsteres e Henrique

Chernobyl: mitologia contemporânea? Alexandre Ramos (USP) Sala G04. Sala G04. Coffe Break e Apresentação de Pôsteres e Henrique MANHÃ (Palstras) TARDE (Minicursos) Programação da II SAIFUFT I ENFEBP (02-06 d Stmbro d 2014) Horário 02 (trça) 03 (quarta) 04 (quinta) 05 (sxta) 06 (sábado) 7h - 8h Rcbimnto do matrial 8:00 8:40 (10

Leia mais

Universidade Anhanguera-Uniderp Pró-Reitoria de Graduação. Curso: PSICOLOGIA PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Universidade Anhanguera-Uniderp Pró-Reitoria de Graduação. Curso: PSICOLOGIA PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Univrsidad Anhangura-Unidrp Pró-Ritoria d Graduação 4 Curso: PSICOLOGIA PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Disciplina ou Módulo: Estágio m Psicologia Organizacional. Séri/Smstr: Príodo Ltivo: 2011. Turno:

Leia mais

e e e e e e e e e e e e e e e

e e e e e e e e e e e e e e e DESCRIÇÃO DO PROJETO A Voz das Avós das Quatro Dirçõs do Planta Em outubro d 2011, Brasília srá palco d um ncontro qu irá valorizar a divrsidad cultural spiritual do Brasil do mundo: a Voz das Avós das

Leia mais

O ensino de língua espanhola no processo de formação do aluno da educação básica. Tânia Lazier Gabardo UTP

O ensino de língua espanhola no processo de formação do aluno da educação básica. Tânia Lazier Gabardo UTP O nsino d língua spanhola no procsso d formação do aluno da ducação básica Tânia Lazir Gabardo UTP Muito s tm discutido sobr os objtivos da Educação Básica do papl da disciplina d língua strangira no currículo

Leia mais

Leitura em E/LE e TICs: a questão de sua inserção na formação de professores. Cristina Vergnano-Junger UERJ

Leitura em E/LE e TICs: a questão de sua inserção na formação de professores. Cristina Vergnano-Junger UERJ Litura m E/LE TICs: a qustão d sua insrção na formação d profssors Cristina Vrgnano-Jungr UERJ 1. Problmatizando o tma: A litura é uma habilidad linguística qu faz part do cotidiano das socidads urbanas

Leia mais

ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO

ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO RESULTADOS Avaliação Intrna da Escola PROJETO DE MELHORIA DA ESCOLA ÁREAS DE INTERVENÇÂO E OPERACIONALIZAÇÃO Articulação ntr o Quadro d Rfrência da IGEC o Procsso d Autoavaliação da Escola Do mí nio s

Leia mais

As Abordagens do Lean Seis Sigma

As Abordagens do Lean Seis Sigma As Abordagns do Lan Sis Julho/2010 Por: Márcio Abraham (mabraham@stcnt..br) Dirtor Prsidnt Doutor m Engnharia d Produção pla Escola Politécnica da Univrsidad d São Paulo, ond lcionou por 10 anos. Mastr

Leia mais

EFA NÍVEL BÁSICO MÓDULO IV OBJECTIVO GERAL: OBJECTIVOS ESPECÍFICOS: CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUA DE FORMADORES E MEDIADORES DE CURSOS EFA

EFA NÍVEL BÁSICO MÓDULO IV OBJECTIVO GERAL: OBJECTIVOS ESPECÍFICOS: CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUA DE FORMADORES E MEDIADORES DE CURSOS EFA CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUA DE FORMADORES E MEDIADORES DE CURSOS EFA MÓDULO IV CARACTERÍSTICAS DOS CURSOS EFA OBJECTIVO GERAL: Conhcr o modlo d funcionamnto dos Cursos EFA - comptências d xcução, acompanhamnto,

Leia mais

Atitudes Sociolinguísticas em cidades de fronteira: o caso de Bernardo de Irigoyen. Célia Niescoriuk Grad/UEPG. Valeska Gracioso Carlos UEPG.

Atitudes Sociolinguísticas em cidades de fronteira: o caso de Bernardo de Irigoyen. Célia Niescoriuk Grad/UEPG. Valeska Gracioso Carlos UEPG. Atituds Sociolinguísticas m cidads d frontira: o caso d Brnardo d Irigoyn. Célia Niscoriuk Grad/UEPG. Valska Gracioso Carlos UEPG. 1. Introdução: O Brasil Argntina fazm frontira m crca d 1240 km dsd sua

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO PARA FINS DE CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO E AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE EDUCAÇÃO

Leia mais

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2013

TERMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS EM 2013 TRMOS ADITIVOS AOS CONTRATOS FIRMADOS M 2013 ORDM CRONOLÓGICA PRIMIRO TRMO ADITIVO Nº DO CONTRATO 14/2013 MOTIVO PRAZO VALOR PRSTAÇÃO D SRVIÇOS PARA LABORAÇÃO D TRMO D RFRÊNCIA PARA ATUALIZAÇÃO DO PLANO

Leia mais

I CIPLOM. Responsabilidade social e produção de atividades. no ensino de ELE

I CIPLOM. Responsabilidade social e produção de atividades. no ensino de ELE Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL Rsponsabilidad social produção d atividads no nsino d ELE Vivian Concição Antuns Lima (UFRRJ / APEERJ) Introdução Est trabalho é fruto d

Leia mais

OS RECURSOS TECNOLÓGICOS PARA A ÁREA DE LETRAS: UM LEVANTAMENTO DE SOFTWARES EDUCATIVOS

OS RECURSOS TECNOLÓGICOS PARA A ÁREA DE LETRAS: UM LEVANTAMENTO DE SOFTWARES EDUCATIVOS Encontro Intrnacional d Produção Cintífica Csumar 23 a 26 d outubro d 2007 OS RECURSOS TECNOLÓGICOS PARA A ÁREA DE LETRAS: UM LEVANTAMENTO DE SOFTWARES EDUCATIVOS Adriana Carla d Souza Maldonado 1 ; Ludhiana

Leia mais

Projeto Incluir: Uma experiência de ensino de ELE para crianças. Introdução: Viviana Morel de Hartmann Grad/UFSC e Adriane Elisa Glasser - UFSC

Projeto Incluir: Uma experiência de ensino de ELE para crianças. Introdução: Viviana Morel de Hartmann Grad/UFSC e Adriane Elisa Glasser - UFSC Congrsso Intrnacional d Profssors d Línguas Oficiais do MERCOSUL Projto Incluir: Uma xpriência d nsino d ELE para crianças Viviana Morl d Hartmann Grad/UFSC Adrian Elisa Glassr - UFSC Introdução: O Projto

Leia mais