UMA ANÁLISE SOBRE AS DIVERSAS PAISAGENS DA LAGOA MAIOR EM TRÊS LAGOAS/MS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UMA ANÁLISE SOBRE AS DIVERSAS PAISAGENS DA LAGOA MAIOR EM TRÊS LAGOAS/MS"

Transcrição

1 UMA ANÁLISE SOBRE AS DIVERSAS PAISAGENS DA LAGOA MAIOR EM TRÊS LAGOAS/MS Cínthia dos Santos Sêna 1 Esp Luziane Albuquerque 2 RESUMO O presente trabalho visa analisar as diversas paisagens que compõem a Lagoa Maior, que está localizada no Município de Três Lagoas/MS. Os motivos que levaram à escolha deste tema configuram-se na necessidade de refletir sobre as diversas paisagens ao redor da Lagoa e se realmente existe um turismo ou a possibilidade para com este atrativo. Desta forma, serão levantados os aspectos sobre as potencialidades turísticas deste atrativo (lagoa maior), diagnosticando as diversas paisagens ao redor da lagoa em diferentes horários. É necessária uma análise peculiar sobre os empreendimentos que estão ao redor da lagoa e suas paisagens em diferentes horários. Com base nestas alternativas, poderá ser feita uma análise de como estas paisagens influenciam na composição dos acontecimentos em seu entorno, e para o auxilio na qualidade de vida local. O desenvolvimento da pesquisa encontra-se em fase inicial, o que permite considerarmos que será realizada na cidade de Três Lagoas, utilizando a metodologia de pesquisa diagnostico analítica propositivo. PALAVRAS-CHAVE Turismo e Meio Ambiente, Lagoa Maior e Paisagens INTRODUÇÃO A LAGOA MAIOR E UM POUCO DE SUA HISTÓRIA Sabe-se que há vários anos atrás, antes de pensarem em revitalizar a lagoa maior, esta já era tida como um local de lazer. A cidade nesta época não possuía ainda o Balneário Municipal de Três Lagoas /MS; então, como a cidade contava com uma represa bem no centro da cidade, a lagoa maior, obteve em meados de 1939 o nome de O Balneário da Lagoa, onde as famílias de traba- 1 Discente do curso de Turismo da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas/MS. 2 Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS. 1

2 lhadores da ferrovia, de fazendas, entre outros moradores, passavam suas tardes de domingo e feriados, usufruindo a água e as belezas naturais que a lagoa oferecia. Na época, havia passeios de barco, um tablado de madeira que aconchegava as pessoas para apreciar a paisagem da lagoa, pedalinhos, dentre outros tipos de diversão e lazer oferecidos no local. (Levorato, 1999, p. 51, p. 52) Este atrativo é de suma importância para o turismo, pois além de oferecer sua beleza natural para as pessoas; oferece também seu local para a prática de esportes e lazer. A Lagoa Maior é um atrativo influenciador para o turismo em Três Lagoas / MS, depois de revitalizada, voltou a ser o cartão postal da cidade. Por possuir um ambiente natural agradável, a lago maior, oferece sua pista para a prática de atividades, como por exemplo, caminhadas, corridas, e alguns exercícios localizados. Contribui também na melhora para a qualidade de vida local, dispondo de suas quadras cobertas e as quadras de areia para que a população possa praticar esportes como voleibol, basquetebol, futebol, ou disponibilizando as quadras para eventos da cidade. A cidade de Três Lagoas está crescendo muito e caminhando rumo ao desenvolvimento industrial. Devido à cidade ser cercada de água, Três Lagoas possui um grande potencial hídrico, o qual está sendo estudado para que possa ser usado de forma correta. Percebe-se que hoje Três Lagoas não possui um fluxo turístico forte. Muitas pessoas passam pela cidade porque a mesma faz divisa com o Estado de São Paulo, e é porta de entrada para o Estado. Geralmente, as maiorias dos turistas que passam pela cidade, possuem destinos à cidade de Campo Grande /MS; Bonito /MS, Miranda /MS, Pantanal / MS entre outras cidades do Estado. Porém só permanecem na cidade quando precisam passar a noite na mesma, mas não com o intuito de praticar o turismo neste local ou de simplesmente de conhecer a cidade. De acordo com a pesquisa de campo realizada pelo curso de Turismo das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS, no 3º Pedágio Informativo dos Produtos Turísticos do Mato Grosso do Sul e 3º Estudo de Demanda Turística, no dia 06 de Junho de 2007, as pessoas que passam pela cidade, em sua grande maioria, nunca ouviram falar sobre a Costa Leste, ou Turismo na cidade de Três Lagoas /MS; nem sabem ao menos da existência de uma represa na cidade, a Lagoa Maior ou de um Balneário Municipal. Nota-se que Três Lagoas /MS; possui potencial turístico, mas ainda não é tão explorado o quanto se espera. A cidade possui vários atrativos considerados turísticos, como por exemplo; a Lagoa Maior, Pousada do Tucunaré, Balneá- 2

3 rio Municipal de Três Lagoas / MS o qual ainda não foi terminado a revitalização do local o Rio Jupiá e sua comunidade que dispõe de lanchonetes na beira do Rio e é onde acontece a prática de esportes náuticos anualmente, dentre outros atrativos naturais da cidade. Desta forma, é cabível aos Órgãos Públicos competentes e aos empresários interessados, investir mais no turismo em Três Lagoas /MS, pois com todo esse potencial encontrado é possível que um turismo de praia ou balneário tenha resultados futuros positivos. A atividade turística, seja ela qual for, trás os resultados de médio à longo prazo, por isso, se algum empresário ou os Órgãos Públicos da cidade forem investir no turismo, utilizando os recursos de preferência hídricos da cidade, acredita-se que futuramente receberão um retorno viável ao empreendedor do negócio e principalmente para a cidade. Gerando então mais renda ao município e o aumento do fluxo turístico para o local. A LAGOA MAIOR COMO PAISAGEM De acordo com TUNG (2002): Paisagem, pois, é muito mais do que uma visão, é a epiderme de toda condição histórica, social, econômica, política e cultural na qual, para se poder intervir, é preciso ir além dos projetos descomprometidos com a realidade... Muitos são os sentidos da paisagem que necessitam ser explorados. Este é apenas um primeiro passo. Não pode haver turismo sadio sem que, antes de tudo, haja uma preocupação com a dignidade do cotidiano das pessoas que habitam o lugar e seus envolvimentos com o destino comum. (Tung, 2002, p. 9). De acordo com o que Tung ressaltou, quando se fala de paisagem, não basta só escolher um local, implantar ou modificar o mesmo, fazendo com que fique com a paisagem que a pessoa quer, e depois investir na paisagem para que aconteça o turismo. Quando se trata de investir em uma paisagem para que aconteça o turismo em torno dela, tem que se planejar bem como será este tipo de paisagem e o tipo de turismo que será desenvolvido. Feito um planejamento, devem-se analisar quais serão os impactos que essa atividade irá causar ao local onde será aplicada. Qual será a reação da comunidade em relação ao fluxo turístico que surgirá no local e como será feita 3

4 a inserção da comunidade local com o turismo. Se o planejamento for executado corretamente, o atrativo paisagístico utilizado também de forma correta e a comunidade interagindo com o turismo local; aí sim este atrativo trará fins lucrativos bons para o local; pois desta forma haverá um equilíbrio do turismo com a população local. Tendo o enfoque na Lagoa Maior em Três Lagoas como um atrativo de turismo na cidade, é que se buscará um resultado de como suas diversas paisagens em diferentes horários estão interagindo com a comunidade local e para com o turismo. Sabe-se que a paisagem (natural) é um fator muito importante para o turismo, pois os locais e atrativos que mais possuem enfoque e fluxo turístico são as paisagens agregadas ao turismo natural, ou seja, ao eco-turismo. CONSIDERAÇÕES FINAIS Conclui-se que para que um local ser torne paisagem e/ou atrativo turístico; são necessários que antes sejam feito um planejamento específico sobre o local, analisando quais serão os impactos para a localidade e, verificar se a comunidade aceitará a idéia de tal paisagem virar um atrativo turístico do local. Pois se a comunidade local não aceitar a idéia, logo, não haverá colaboração e compreensão da mesma, e o atrativo pode ficar ameaçado. Para que ocorra a atividade turística, é preciso que a comunidade seja inserida e trabalhe junto com o turismo. A partir do momento em que a comunidalocal não colaborar com o turismo, os turistas não freqüentarão o local, pois as pessoas não farão questão de tratar bem os turistas. Além de se sentirem ameaçadas a perderem sua identidade local. É importante que haja um equilíbrio entre a comunidade local, o turismo e o meio ambiente. Desta forma, será possível que ocorra o turismo para com o devido atrativo. No caso de Três Lagoas / MS, a Lagoa Maior pode vir a ser um realmente um atrativo turístico, pois no momento, acredita-se que ainda não haja um turismo em torno da lagoa maior, como muitos esperam. A Lagoa Maior é de suma importância para a cidade de Três Lagoas / MS, pois é devido a ela e às outras duas lagoas que a cidade possui o nome de Três Lagoas Cidade das Águas. 4

5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LAKATOS, Eva Maria. ; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Cientifica. 5ºed. ed. Atlas. São Paulo, 2003 LEVORATO, Adão Valdemir, Três Lagoas: Dama em Preto e Branco, / Adão Valdemir Levorato. Três Lagoas, MS: Graf Set Ltda., º ed. Manual acadêmico do aluno - AEMS. UNIPAR MS, Associação dos municípios do Alto Paraná. Relatório do Inventário de Equipamentos Turísticos de MS, s/ed. Sites Pesquisados Disponível em: < >acessado em 20/08/07. 5

LAGOA MAIOR: Um Entendimento da Qualidade do Espaço Urbano

LAGOA MAIOR: Um Entendimento da Qualidade do Espaço Urbano LAGOA MAIOR: Um Entendimento da Qualidade do Espaço Urbano Angelle Fucks Galvão Graduanda em Arquitetura e Urbanismo Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Halyson Fucks Galvão Graduando em Arquitetura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQ 399- TRABALHO DE CURSO -2011/2 BELLE MARE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQ 399- TRABALHO DE CURSO -2011/2 BELLE MARE UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQ 399- TRABALHO DE CURSO -2011/2 BELLE MARE ALUNA: ORIENTADORA: TERESA FARIA NOVEMBRO 2011 AGRADECIMENTOS AGRADEÇO A TODOS QUE ACREDITARAM,

Leia mais

PROJETO BÁSICO AMBIENTAL UHE TELES PIRES

PROJETO BÁSICO AMBIENTAL UHE TELES PIRES PROJETO BÁSICO AMBIENTAL UHE TELES PIRES P.38 - Programa de Apoio a Revitalização e incremento da Atividade de Turismo Relatório Semestral de Atividades Realizadas EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A VIABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DO HOTEL COSTA LESTE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS-MS

A VIABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DO HOTEL COSTA LESTE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS-MS A VIABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DO HOTEL COSTA LESTE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS-MS Fabiana Elias Padilha 1 Esp Luziane Albuquerque 2 PALAVRAS-CHAVE Capacitação; Emprego e Implantação RESUMO O presente artigo

Leia mais

A REVITALIZAÇÃO DO BALNEÁRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS/MS

A REVITALIZAÇÃO DO BALNEÁRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS/MS A REVITALIZAÇÃO DO BALNEÁRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE TRÊS LAGOAS/MS Tielly Rosa 1 Msc Silvânia de Fátima Bersan 2 RESUMO O lazer e o turismo são atualmente associados à valorização do meio natural e à qualidade

Leia mais

PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL)

PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL) PROPOSTA DE ARRANJO PRODUTIVO LOCAL (APL) ESTRADA PARQUE PATANTANAL (EPP) MS CARACTERIZAÇÃO ESTRADA PARQUE PANTANAL (EPP) Com 120 quilômetros, a Estrada Parque Pantanal diferencia-se de uma estrada convencional

Leia mais

1º CORPORATE RIDE & DIVE. Furnas 13 e 14 de junho 2015

1º CORPORATE RIDE & DIVE. Furnas 13 e 14 de junho 2015 Furnas 13 e 14 de junho 2015 Objetivo e Motivo Objetivo Fazer um passeio de fim de semana ao Lago de Furnas para promover o lazer e a integração, tendo como motivo principal... A atividade de mergulhar

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável de Pólo Turístico Ribeirão Branco - SP

Desenvolvimento Sustentável de Pólo Turístico Ribeirão Branco - SP Desenvolvimento Sustentável de Pólo Turístico Ribeirão Branco - SP NOVA CAMPINA 1 Objetivo para potencializar o desenvolvimento sustentável de Pólos Turísticos Fortalecimento e integração dos elos da Cadeia

Leia mais

Introdução. Núcleo de Pesquisas

Introdução. Núcleo de Pesquisas Introdução O verão é um período onde Santa Catarina demonstra todo a sua vocação para a atividade turística. Endereço de belas praias, o estado se consolidou como um dos principais destinos de turistas,

Leia mais

6.00.00.00-7 CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TURISMO 6.13.00.00-4

6.00.00.00-7 CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TURISMO 6.13.00.00-4 6.00.00.00-7 CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS TURISMO 6.13.00.00-4 QUALIDADE E EXCELÊNCIA DISNEY, UM EXEMPLO PARA HOTÉIS DE TODO O MUNDO Fábio Ricardo Barros da Silva Acadêmico do Curso de Turismo e Hotelaria

Leia mais

CULTURA, GASTRONOMIA E TURISMO: DESENVOLVIMENTO LOCAL ESTUDO DE CASO DA III FESTA DA FARINHA DE ANASTÁCIO (MS)

CULTURA, GASTRONOMIA E TURISMO: DESENVOLVIMENTO LOCAL ESTUDO DE CASO DA III FESTA DA FARINHA DE ANASTÁCIO (MS) CULTURA, GASTRONOMIA E TURISMO: DESENVOLVIMENTO LOCAL ESTUDO DE CASO DA III FESTA DA FARINHA DE ANASTÁCIO (MS) 1 TREVIZAN, Fernanda Kiyome Fatori INTRODUÇÃO A promoção dos recursos humanos e do planejamento

Leia mais

TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG)

TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG) TURISMO NO SUL DE MINAS: UMA ANÁLISE SOBRE O MUNICÍPIO DE FAMA (MG) SÉRGIO HENRIQUE DE CAMPOS ESPORTE 1 e ANA RUTE DO VALE 2 sergio_h13@hotmail.com, ana.vale@unifal-md.edu.br 1 Bolsista de iniciação científica

Leia mais

PREÇO/Diária Individual: R$ 260,00. Duplo: R$ 337,00. Individual: R$ 298,00. Duplo: R$ 387,00. Duplo: R$ 230,00. Individual: R$107,00

PREÇO/Diária Individual: R$ 260,00. Duplo: R$ 337,00. Individual: R$ 298,00. Duplo: R$ 387,00. Duplo: R$ 230,00. Individual: R$107,00 Confira os valores da hospedagem para os participantes e acompanhantes do XXIX Fonaje Fórum Nacional dos Juizados Especiais, durante o período de 25 a 27 de maio de 2011, na cidade de Bonito, MS. NOME

Leia mais

FIDELIZAÇÃO DOS CLIENTES NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA

FIDELIZAÇÃO DOS CLIENTES NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA 1 FIDELIZAÇÃO DOS CLIENTES NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA Bruno Garcia Alves (Discente do curso de MBA em Gestão de Pessoas e Marketing AEMS) Elisângela de Aguiar Alcalde (Docente

Leia mais

METAMORFOSES NA PAISAGEM PELA TURISTIFICAÇÃO DO RURAL EM UBERLÂNDIA - MG

METAMORFOSES NA PAISAGEM PELA TURISTIFICAÇÃO DO RURAL EM UBERLÂNDIA - MG METAMORFOSES NA PAISAGEM PELA TURISTIFICAÇÃO DO RURAL EM UBERLÂNDIA - MG Raphaella Karla Portes Beserra raphaella_udi@hotmail.com Geografia - Universidade Federal de Uberlândia 375 Resumo Jéssica Soares

Leia mais

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues A EMPRESA Fundada em 1997 15 anos de atividade Empresa 100% Catarinense 40 Empreendimentos construídos e entregues Credibilidade Fornecedores, Parceiros e Clientes Apoio a ações sociais MISSÃO DA HANTEI

Leia mais

Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia. Belém 03 de Setembro de 2015

Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia. Belém 03 de Setembro de 2015 Trans 2015 VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia e VI Feira Internacional de Transportes da Amazônia Belém 03 de Setembro de 2015 TURISMO NÁUTICO Caracteriza-se pela utilização de embarcações

Leia mais

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: LISTZ MADRUGA VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA:

Leia mais

N O V E E S C O L H A S

N O V E E S C O L H A S comissão turismo Brasil Sul NOVE ESCOLHAS Nove escolhas. Um destino encantador em cada roteiro no sul do Brasil. Escolha um mar azul, um cânion, uma cidade de outro tempo ou as capitais mais modernas da

Leia mais

A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL

A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL Junior Heberle 1 Esp Luziane Albuquerque 2 RESUMO Este artigo busca enfocar a questão da qualidade no atendimento nos restaurantes

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento

Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento www.visitesaopedrodaaldeia.com.br Portal de Turismo Divulgando seu empreendimento Tel/ax: (21) 2522-2421 ideias@ideias.org.br Quem Somos O Instituto IDEIAS é uma associação civil, sem fins lucrativos,

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 06.02.15 EDITORIA: CAPA E CIDADES

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 06.02.15 EDITORIA: CAPA E CIDADES FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 06.02.15 EDITORIA: CAPA E CIDADES Classificação: Positiva VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 06.02.15 EDITORIA: ECONOMIA Classificação: Positiva VEÍCULO: TRIBUNA DO

Leia mais

A PERCEPÇÃO DO PERFIL TURÍSTICO: UM ESTUDO DE CASO DA ATIVIDADE TURÍSTICA DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR A PUNTA DEL DIABLO

A PERCEPÇÃO DO PERFIL TURÍSTICO: UM ESTUDO DE CASO DA ATIVIDADE TURÍSTICA DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR A PUNTA DEL DIABLO A PERCEPÇÃO DO PERFIL TURÍSTICO: UM ESTUDO DE CASO DA ATIVIDADE TURÍSTICA DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR A PUNTA DEL DIABLO Miguel Angel Jacques Ribeiro Priscila Rosa da Silva RESUMO: O projeto de pesquisa

Leia mais

Meio Ambiente e Turismo Rural

Meio Ambiente e Turismo Rural Meio Ambiente e Turismo Rural Roteiro turísticorrural para a Estância Turística de Santa Fé do Sul e municípios do Circuito Espelho d Água no Noroeste Paulista Nelsi Coelho Araújo Calazans 1 Resumo: O

Leia mais

INFORMAÇÕES TRAVESSIA TRANSPANTANEIRA MS BIKE ADVENTURE

INFORMAÇÕES TRAVESSIA TRANSPANTANEIRA MS BIKE ADVENTURE 1) O que é o evento Travessia Transpantaneira - Bike Adventure? É um evento de cicloturismo organizado pela Espirito de Aventura Brasil (EDA Brasil), para praticantes da modalidade Mountain Bike, com uma

Leia mais

EXPEDIÇÃO E WORKSHOP DE FOTOGRAFIA PANTANAL SUL E BONITO/2016 João Marcos Rosa & Nature Brazil Tours

EXPEDIÇÃO E WORKSHOP DE FOTOGRAFIA PANTANAL SUL E BONITO/2016 João Marcos Rosa & Nature Brazil Tours EXPEDIÇÃO E WORKSHOP DE FOTOGRAFIA PANTANAL SUL E BONITO/2016 João Marcos Rosa & Nature Brazil Tours Apresentação: O pantanal sul-matogrossesnse ocupa cerca de 140 mil quilometros quadrados do estado do

Leia mais

BREVE HISTÓRICO INTERNACIONAL

BREVE HISTÓRICO INTERNACIONAL Histórico BREVE HISTÓRICO INTERNACIONAL Foi a partir dos anos 1950, reconhecida como estratégica para o desenvolvimento regional, em muitos países ao norte e centro da Europa. A partir dos anos 1970, nos

Leia mais

O TURISMO E O LAZER E SUA INTERFACE COM O SETOR DE RECURSOS HÍDRICOS

O TURISMO E O LAZER E SUA INTERFACE COM O SETOR DE RECURSOS HÍDRICOS O TURISMO E O LAZER E SUA INTERFACE COM O SETOR DE RECURSOS HÍDRICOS Martha Sugai Superintendente de Usos Múltiplos Substituta Brasília, 13 de julho de 2005 A indústria do turismo é, na atualidade, a atividade

Leia mais

Palavras-chave: Turismo Rural; Turismo Alternativo; Atividades Agropecuárias.

Palavras-chave: Turismo Rural; Turismo Alternativo; Atividades Agropecuárias. Turismo Rural: Teoria x Prática 1 Patrícia Fino 2 Faculdade Carlos Drummond de Andrade Resumo A busca do homem contemporâneo por locais naturais e autênticos em seu tempo livre é crescente. O interesse

Leia mais

PARQUE LINEAR EM BATAGUASSU/MS COMO PAISAGEM, PLANEJAMENTO E CONTROLE URBANOS

PARQUE LINEAR EM BATAGUASSU/MS COMO PAISAGEM, PLANEJAMENTO E CONTROLE URBANOS 493 PARQUE LINEAR EM BATAGUASSU/MS COMO PAISAGEM, PLANEJAMENTO E CONTROLE URBANOS Brysa Yanara de Mendonça Thomazini 1, Sibila Corral de Arêa Leão Honda 2 1 Discente do curso de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP. Central de Reservas (11) 3291-777

COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP. Central de Reservas (11) 3291-777 COLÔNIAS DE FÉRIAS USCEESP Central de Reservas (11) 3291-777 COLÔNIA DE SUARÃO Avenida Suarão, Nº 3189 - Suarão - Itanhaém/SP Telefone: (13)3422-1131 Uma colônia ampla, aconchegante e com ótimas instalações.

Leia mais

Palavras-chave: Turismo; ecoturismo; experiência da visitação; unidades de conservação; Parque Estadual de Itapuã.

Palavras-chave: Turismo; ecoturismo; experiência da visitação; unidades de conservação; Parque Estadual de Itapuã. A Visão dos Turistas sobre a Experiência de Ecoturismo no Parque Estadual de Itapuã RS Lidiane Backes 1 Laura Rudzewicz² Universidade Federal de Pelotas - UFPel Resumo: Este artigo tem foco na relação

Leia mais

Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque. Darlyne de Aquino Silva

Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque. Darlyne de Aquino Silva Hospedagem Sustentável: Gestão Ambiental em meios de hospedagem para o município de São Roque Darlyne de Aquino Silva Instituto Federal de Educação Ciência e tecnologia de São Paulo. São Roque, SP 2011

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE O TURISTA E A PAISAGEM NO ESPAÇO TURÍSTICO NATURAL 1

A RELAÇÃO ENTRE O TURISTA E A PAISAGEM NO ESPAÇO TURÍSTICO NATURAL 1 A RELAÇÃO ENTRE O TURISTA E A PAISAGEM NO ESPAÇO TURÍSTICO NATURAL 1 Letícia Indart Franzen 2 Carolina Weich 3 Adriana Pisoni da Silva 4 UNIFRA - Centro Universitário Franciscano/RS Resumo: O trabalho

Leia mais

Relações Públicas e Turismo Interfaces ligadas e não vistas no munícipio de Casserengue -PB 1

Relações Públicas e Turismo Interfaces ligadas e não vistas no munícipio de Casserengue -PB 1 Relações Públicas e Turismo Interfaces ligadas e não vistas no munícipio de Casserengue -PB 1 Gutemberg CARDOSO 2 Thâmara ROQUE 3 Amanda AZEVEDO 4 Joelma da Silva OLIVEIRA 5 Universidade Federal da Paraíba,

Leia mais

FERRAMENTAS UTILIZADAS PELO SEBRAE / MT

FERRAMENTAS UTILIZADAS PELO SEBRAE / MT MISSÃO SEBRAE Missão: Ser uma organização de desenvolvimento, ética e séria, gerando alternativas de soluções para nossos clientes tornarem-se competitivos alinhados à sustentabilidade da vida. ÁREA DE

Leia mais

Projeto Básico Ambiental (PBA) UHE Teles Pires

Projeto Básico Ambiental (PBA) UHE Teles Pires UHE Teles Pires P.38 - Programa de Apoio à Revitalização e Incremento da Atividade de Turismo Equipe Responsável pela Elaboração do Programa Responsável Registro Cadastro Técnico Profissional Federal IBAMA

Leia mais

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados. O Deputado Jovair Arantes (PTB-GO) faz o seguinte pronunciamento na sessão de 06 de maio de 2008: Itumbiara Esporte Clube, Campeão Goiano de 2008. Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados. Com muito orgulho,

Leia mais

Impactos ambientais do turismo e modificações na paisagem: um estudo de caso em cidades pantaneiras

Impactos ambientais do turismo e modificações na paisagem: um estudo de caso em cidades pantaneiras Impactos ambientais do turismo e modificações na paisagem: um estudo de caso em cidades pantaneiras Carla Moura de Paulo Gestora Ambiental, Mestra e Doutoranda em Ciência Ambiental PROCAM/USP carla.moura@usp.br

Leia mais

Ronan entrega a Praça Silva Júnior

Ronan entrega a Praça Silva Júnior NIQUELÂNDIA Ronan entrega a Praça Silva Júnior Euclides Oliveira Foi uma grande festa, bem à altura do importante acontecimento: na noite da sexta-feira (18), o prefeito Ronan Batista (PTB) entregou à

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013. Patricia Gaviolli

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013. Patricia Gaviolli FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2013 Administração: (Bacharel) Direito: (Bacharel) Mantida pela A.E.S.P. R: Tiradentes, 322 Centro Tel.: (67) 3437-8820 Ponta Porã MS Home Page: www.magsul-ms.com.br

Leia mais

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará Capítulo do Livro: Série Integração, Transformação e Desenvolvimento: Áreas Protegidas e Biodiversidade Fundo Vale para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro. 2012. Planejamento Turístico para

Leia mais

PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO: UM ESTUDO SOBRE OS BALNEÁRIOS DA BARRA DO CHUÍ E ALVORADA, NO SUL DO BRASIL

PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO: UM ESTUDO SOBRE OS BALNEÁRIOS DA BARRA DO CHUÍ E ALVORADA, NO SUL DO BRASIL PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO: UM ESTUDO SOBRE OS BALNEÁRIOS DA BARRA DO CHUÍ E ALVORADA, NO SUL DO BRASIL Taís Natália Cruz Pereira RESUMO: Este estudo realizado nos balneários da Barra do

Leia mais

PLANO DE AÇÕES NA REGIÃO DO PANTANAL

PLANO DE AÇÕES NA REGIÃO DO PANTANAL Luis Carlos Morente 1 PLANO DE AÇÕES NA REGIÃO DO PANTANAL 1 Gerente de Políticas e Programas de Desenvolvimento do Turismo da Fundação de Turismo, MS - FUNDTUR. Rua desembargador Leão Neto do Carmo, s/nº,

Leia mais

paraíso Novo rumo no Inspiração one experience Relatos de quem tem história

paraíso Novo rumo no Inspiração one experience Relatos de quem tem história Novo rumo no paraíso Como uma viagem para a ilha de Saint Barths fez a mercadóloga Jordana Gheler trocar a carreira que tinha no Brasil por outra muito mais ensolarada [ depoimento concedido a Ana Luiza

Leia mais

plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha www.damha.com.

plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha www.damha.com. facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp www.damha.com.br V I L L A G E D A M H A I I I Tem gente que vive preocupado,

Leia mais

OS IMPACTOS DO TURISMO DE COMPRAS NA FRONTEIRA SUL DO BRASIL

OS IMPACTOS DO TURISMO DE COMPRAS NA FRONTEIRA SUL DO BRASIL OS IMPACTOS DO TURISMO DE COMPRAS NA FRONTEIRA SUL DO BRASIL Taís Natalia Cruz Pereira 1 Cláudia Brandão Schwab 2 Gabriel Silveira Martins 3 RESUMO Este trabalho visa demonstrar os problemas resultantes

Leia mais

Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo!

Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo! Férias em Itapema SC, Passeios em Florianópolis, Beto Carrero e Nova Trento... O melhor de Santa Catarina com a Passeio Turismo! 10 a 17 de Janeiro 2016 Roteiros: 07 Dias 05 Noites Situada a 12 quilômetros

Leia mais

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social PROJETO TRAVESSIA Cidadânia e Responsabilidade Social PALMAS-TO 2014 Principais Parceiros das edições anteriores CONTATOS Projeto realizado pelo Grupo Pedais e Trilhas do Tocantins Coordenador do Projeto:

Leia mais

PROGRAMA ESTADUAL FÁBRICA DO AGRICULTOR: UMA AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS

PROGRAMA ESTADUAL FÁBRICA DO AGRICULTOR: UMA AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS PROGRAMA ESTADUAL FÁBRICA DO AGRICULTOR: UMA AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS Área: ADMINISTRAÇÃO José Lindomir Pezenti EMATER, Cascavel-PR, pezenti@yahoo.com.br Geysler Rogis Flor Bertolini UNIOESTE, Cascavel-PR,

Leia mais

ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO DE ATIVIDADES TURÍSTICAS NO MUNICÍPIO DE ÁLVARES MACHADO SP. Caio Roberto Pretel Ferreira 1, Claudemira Azevedo Ito 2

ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO DE ATIVIDADES TURÍSTICAS NO MUNICÍPIO DE ÁLVARES MACHADO SP. Caio Roberto Pretel Ferreira 1, Claudemira Azevedo Ito 2 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 486 ESTUDO PARA IMPLANTAÇÃO DE ATIVIDADES TURÍSTICAS NO MUNICÍPIO DE ÁLVARES MACHADO SP Caio Roberto Pretel Ferreira

Leia mais

PERCEPÇÃO DE IMAGENS NA CIDADE DE TRÊS LAGOAS MS

PERCEPÇÃO DE IMAGENS NA CIDADE DE TRÊS LAGOAS MS PERCEPÇÃO DE IMAGENS NA CIDADE DE TRÊS LAGOAS MS Cleiton Cecílio da Silva Bastos Discente do Curso de Tecnólogo em Gestão Ambiental AEMS Bárbara Aparecida Oliveira Ferreira Discente do Curso de Tecnólogo

Leia mais

Projeto de Revitalização do. Estádio de Remo da Lagoa. Preparação e Legado dos Jogos Olímpicos de 2016

Projeto de Revitalização do. Estádio de Remo da Lagoa. Preparação e Legado dos Jogos Olímpicos de 2016 Projeto de Revitalização do Estádio de Remo da Lagoa Preparação e Legado dos Jogos Olímpicos de 2016 FRERJ FEDERAÇÃO DE REMO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RIO DE JANEIRO 2009 Apresentação Este documento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PROJETO DE PESQUISA-ETENSÃO MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

5.10) Lazer, Turismo e Cultura

5.10) Lazer, Turismo e Cultura 5.10) Lazer, Turismo e Cultura 5.10.1) Metodologia No contexto da AII, com destaque para os Estados de Goiás e Mato Grosso, foram obtidas informações junto à EMBRATUR referentes aos principais pontos turísticos

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA O TURISMO SUSTENTÁVEL

ESTRATÉGIAS PARA O TURISMO SUSTENTÁVEL 212 ESTRATÉGIAS PARA O TURISMO SUSTENTÁVEL Cyro de Almeida Durigan Uni-FACEF INTRODUÇÃO O Brasil pode ser considerado, ainda, um país em desenvolvimento no que tange o turismo. Há apenas alguns anos o

Leia mais

Hospedagem Rural e Gestão Ambiental: Análise da Percepção dos Turistas de Hotéis Fazendas do Circuito das Grutas/ MG

Hospedagem Rural e Gestão Ambiental: Análise da Percepção dos Turistas de Hotéis Fazendas do Circuito das Grutas/ MG Hospedagem Rural e Gestão Ambiental: Análise da Percepção dos Turistas de Hotéis Fazendas do Circuito das Grutas/ MG Resumo: Este artigo aborda aspectos do turismo no meio rural e seus impactos, ressaltando

Leia mais

Palavras-chave: Turismo rural. Plano de desenvolvimento sustentável. Patrimônio ambiental. Distrito de Bela Vista.

Palavras-chave: Turismo rural. Plano de desenvolvimento sustentável. Patrimônio ambiental. Distrito de Bela Vista. PLANEJAMENTO TURÍSTICO SUSTENTÁVEL: DISTRITO DE BELA VISTA: Me Rodrigo Marciano da Luz 1 Ma Nadia Mar Bogoni 2 Ma Amanda Guareschi 3 Ma Elisabeth Foschiera 4 Dra. Rosa Maria Locatelli Kalil 5 Dra. Adriana

Leia mais

VIAJE POR MINAS Que tal conhecer um Paraíso Assim!! Carrancas 03 a 05 de abril

VIAJE POR MINAS Que tal conhecer um Paraíso Assim!! Carrancas 03 a 05 de abril VIAJE POR MINAS Que tal conhecer um Paraíso Assim!! Carrancas 03 a 05 de abril Contato: Mara Cristina Costa Fone: (31) 9637-9186 e-mail:remarturismo@gmail.com Quando? 03 a 05 de abril (sexta, sábado e

Leia mais

RESENHAS. Marketing Turístico e de Hospitalidade: Fonte de Empregabilidade e Desenvolvimento para o Brasil

RESENHAS. Marketing Turístico e de Hospitalidade: Fonte de Empregabilidade e Desenvolvimento para o Brasil RESENHAS Marketing Turístico e de Hospitalidade: Fonte de Empregabilidade e Desenvolvimento para o Brasil Erika Helena Bautto Completa, abrangente e extremamente didática, Marketing Turístico e de Hospitalidade:

Leia mais

A decolagem do turismo

A decolagem do turismo A decolagem do turismo OBrasil sempre foi considerado detentor de um enorme potencial turístico. Em 1994, no entanto, o país recebeu menos de 2 milhões de turistas internacionais, um contingente que, na

Leia mais

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP)

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Mariana Ferreira Cisotto maricisotto@yahoo.com.br IG/UNICAMP Antonio Carlos Vitte IG/UNICAMP Palavras-chave:

Leia mais

DIREITOS RESERVADOS CNEC

DIREITOS RESERVADOS CNEC 3.20.3. Subprograma de Fomento às Atividades Turísticas 3.20.3.1. Introdução As transformações e impactos decorrentes da formação do reservatório de Estreito serão de vários gêneros e natureza: sobre o

Leia mais

QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: UM ESTUDO DE CASO EM UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS/MS

QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: UM ESTUDO DE CASO EM UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS/MS 1 QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: UM ESTUDO DE CASO EM UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS/MS ADEMIR HENRIQUE Discente do Curso de Administração das

Leia mais

FÉRIAS DESPORTIVAS 2013

FÉRIAS DESPORTIVAS 2013 FÉRIAS DESPORTIVAS 2013 Pg.02 ALGARVE 2013 FÉRIAS DESPORTIVAS 2013 Introdução Pg.03 A empresa CATCHAWARDS, assume-se como uma empresa eximia na realização de eventos, sendo um dos seus principais know-how,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Pesquisa de Demanda, Terminal Rodoviário e Turismo.

PALAVRAS-CHAVE Pesquisa de Demanda, Terminal Rodoviário e Turismo. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( x ) TRABALHO

Leia mais

Uma abordagem à visão de Portugal

Uma abordagem à visão de Portugal Uma abordagem à visão de Portugal Como é que os operadores turísticos podem contribuir para um novo posicionamento XXXVIII Congresso da APAVT: Potenciar Recursos, Romper Bloqueios, Ganhar Mercado painel

Leia mais

BAIRRO DA BARRA CONTEXTO SOCIOECONÔMICO

BAIRRO DA BARRA CONTEXTO SOCIOECONÔMICO Quadro 5: Contexto socioecológico do Bairro da Barra, município de Balneário Camboriú (SC). BAIRRO DA BARRA DESCRIÇÃO DOS RECURSOS - Morrarias - Foz do Rio Camboriú - Limite com Rio Camboriú - Rio Camboriú

Leia mais

erceiro município mais populoso do interior paulista e o quarto mercado consumidor do Estado, fora da região metropolitana de São Paulo.

erceiro município mais populoso do interior paulista e o quarto mercado consumidor do Estado, fora da região metropolitana de São Paulo. T erceiro município mais populoso do interior paulista e o quarto mercado consumidor do Estado, fora da região metropolitana de São Paulo. Ao longo dos últimos 12 anos, Sorocaba vem crescendo expressivamente

Leia mais

Grupo WTB Experiência e solidez

Grupo WTB Experiência e solidez Grupo WTB Experiência e solidez Fundado em 1999, o Grupo WTB teve um crescimento sustentado e prosperou ao longo dos anos. Hoje, sua marca está presente em vários empreendimentos de sucesso, contando com

Leia mais

Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural. Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa?

Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural. Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa? Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa? O atual mundo do trabalho ANTIGO Qualifica para o trabalho;

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES

PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES 1 PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES Angela Brasil (Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas -AEMS) E-mail:angelabrasil@ibest.com.br Cleucimar Aparecida Pereira Prudente

Leia mais

LIVRO DE NEGÓCIO DO PÓLO DO CANTÃO

LIVRO DE NEGÓCIO DO PÓLO DO CANTÃO LIVRO DE NEGÓCIO DO PÓLO DO CANTÃO 294 POLO ECOTURISTICO DO CANTÃO TOCANTINS BRASIL SINTESE Relatório estratégico no qual se recomenda a implantação de um cluster de ecoturismo tendo como pólo o Parque

Leia mais

Comparação entre lei 4771 e PL relatado pelo Dep.Aldo Rebelo preparado por Zeze Zakia Versão preliminar ( APP)

Comparação entre lei 4771 e PL relatado pelo Dep.Aldo Rebelo preparado por Zeze Zakia Versão preliminar ( APP) Lei 4771 versão em vigor II área de preservação permanente: área protegida nos termos dos arts. 2 o e 3 o desta Lei, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos

Leia mais

METODOLOGIA. Apenas 1 (um) representante do NDE (Núcleo Docente Estruturante), eleito pelo colegiado do curso, terá direito de voz e voto.

METODOLOGIA. Apenas 1 (um) representante do NDE (Núcleo Docente Estruturante), eleito pelo colegiado do curso, terá direito de voz e voto. OBJETIVOS Eleger as disciplinas do Núcleo de Modalidade: disciplinas que atendam a toda a Modalidade dos Cursos Superiores de Tecnologia. Eleger e redigir a ementa, o número de créditos e a bibliografia

Leia mais

Proposta de Curso de Turismo Rural Polo de Ecoturismo de São Paulo Sindicato Rural de SP / SENAR

Proposta de Curso de Turismo Rural Polo de Ecoturismo de São Paulo Sindicato Rural de SP / SENAR Proposta de Curso de Turismo Rural Polo de Ecoturismo de São Paulo Sindicato Rural de SP / SENAR Objetivo Ampliar o olhar sobre a propriedade rural, fornecendo ferramentas para identificar e implantar

Leia mais

Como relacionar Educação Ambiental e Turismo (Eco e Rural)?

Como relacionar Educação Ambiental e Turismo (Eco e Rural)? ENCONTRO ÁGUA & FLORESTA o estado da arte da educação ambiental Como relacionar Educação Ambiental e Turismo (Eco e Rural)? Andréa Rabinovici ENCONTRO ÁGUA & FLORESTA o estado da arte da educação ambiental

Leia mais

ANÁLISE DOS IMPACTOS AMBIENTAIS DO TURISMO

ANÁLISE DOS IMPACTOS AMBIENTAIS DO TURISMO ANÁLISE DOS IMPACTOS AMBIENTAIS DO TURISMO Solange Marques Domingos da Silva 1, Pérsio D Oliveira Sandir 2 RESUMO: A necessidade emergente de práticas de lazer mais saudável, a tranqüilidade e o relaxamento

Leia mais

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ

APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ APL DE TURISMO NO LITORAL DO PIAUÍ (A) Teresina; (B) Cajueiro da Praia; (C) Luis Correia; (D) Parnaíba; (E) Ilha Grande Rota das Emoções: Jericoacoara (CE) - Delta (PI) - Lençóis Maranhenses (MA) Figura

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE

MANUAL DO PARTICIPANTE MANUAL DO PARTICIPANTE Caros participantes do 19º Encafé Muito em breve estaremos reunidos no Breezes Búzios, um belo e aprazível resort na Região dos Lagos no qual promoveremos mais uma grande confraternização

Leia mais

www.turismoegastronomia.com.br

www.turismoegastronomia.com.br Conexão T&G Sustentabilidade é um projeto do Grupo T&G, em parceria com o Instituto Supereco, com o firme proposito de promover a adoção de conhecimentos, atitudes e práticas sociais criando referências

Leia mais

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO quinze quilômetros. A do Poço do Soldado é uma das mais populares. Os moradores dizem que a força da água é uma verdadeira massagem. Na do Caboclo há duas duchas, escorrego e piscinas naturais, além de

Leia mais

Site : www.ecoexperiencias.com.br

Site : www.ecoexperiencias.com.br A Ecoexperiências atua há 02 anos no mercado com passeios sustentáveis em Florianópolis e é especialista em atividades voltadas para o fomento de comunidades tradicionais, preservação ambiental, total

Leia mais

Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030

Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030 Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030 5º Congresso de Gerenciamento de Projetos 10 de novembro de 2010 Belo Horizonte Planejamento Estratégico Longo Prazo período 2010-2030 - planejamento

Leia mais

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ.

ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. ESCRITÓRIO MODELO DA FACULDADE DO GUARUJÁ. Prof. Marat Guedes Barreiros Agosto/2013 Introdução É notória nos dias de hoje a dificuldade dos alunos egressos das Faculdades em obter emprego nas empresas

Leia mais

Pontal da Barra - Centro de Lazer e Negócios

Pontal da Barra - Centro de Lazer e Negócios Pontal da Barra - Centro de Lazer e Negócios Descrição Revitalizar, reurbanizar e ocupar, por meio de um projeto arquitetônico harmonioso e de completa infra-estrutura para o turismo, lazer, comércio e

Leia mais

VI - SITUAÇÃO ATUAL DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO

VI - SITUAÇÃO ATUAL DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO VI - SITUAÇÃO ATUAL DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO 1 - INFRA-ESTRUTURA A infra-estrutura do Parque Estadual do Guartelá conta com as seguintes edificações: Portal (foto VI.01): O portal pode ser avistado pela

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL)

DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL) DO SENADOR BENEDITO DE LIRA (PP AL) Senhor Presidente, Senhoras Senadoras e Senhores Senadores, O turismo é uma das atividades mais prósperas da economia alagoana. Todos os indicadores divulgados pela

Leia mais

Derivaldo da SILVA 1 Maria do Socorro VIANA³ Centro Universitário do Norte Uninorte, Manaus, Am

Derivaldo da SILVA 1 Maria do Socorro VIANA³ Centro Universitário do Norte Uninorte, Manaus, Am Derivaldo da SILVA 1 Maria do Socorro VIANA³ Centro Universitário do Norte Uninorte, Manaus, Am NOVO AIRÃO MITO, CULTURA E ECONOMIA UM ATRATIVO TURÍSTICO. 2 RESUMO Esta pesquisa visa analisar a história

Leia mais

XI Inic EPG - UNIVAP 2011. Top Business Magazine: a linguagem empresarial da região Alan Douglas Batista, Profª Msc. Vânia Braz de Oliveira

XI Inic EPG - UNIVAP 2011. Top Business Magazine: a linguagem empresarial da região Alan Douglas Batista, Profª Msc. Vânia Braz de Oliveira XI Inic EPG - UNIVAP 2011 Top Business Magazine: a linguagem empresarial da região Alan Douglas Batista, Profª Msc. Vânia Braz de Oliveira Universidade do Vale do Paraíba - UNIVAP/ Faculdade de Ciências

Leia mais

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br

www.idestur.org.br - info@idestur.org.br ROTEIROS PAULISTAS DE TURISMO EQUESTRE O Turismo Eqüestre que tem nos eqüídeos o principal atrativo ou, pelo menos, uma das principais motivações, já é reconhecido em diferentes países como um importante

Leia mais

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Abril/2014 Porto Velho/Rondônia Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Terceiro Setor É uma terminologia sociológica que

Leia mais

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO PLANEJAMENTO TERRITORIAL E TURISMO: UM ESTUDO DAS ESTÂNCIAS TURÍSTICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO RIBEIRO, RENATA MARIA 1 MARGARETE ARAUJO TELES 2 Resumo: Esse estudo defende a pertinência em aliar o planejamento

Leia mais

Para isso aliamos a toda solidez e estrutura da Tastur viagens, os melhores pro ssionais, roteiros e serviços.

Para isso aliamos a toda solidez e estrutura da Tastur viagens, os melhores pro ssionais, roteiros e serviços. A Tastur viagens, empresa consolidada em Franca e Região ha mais de 20 anos traz a você, Agente e Parceiro uma novidade. Tastur Operadora Rodoviário Oferecendo no Mercado de Turismo Rodoviário o que existe

Leia mais

AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA NA PONTE DO RIO SÃO JORGE/PARQUE NACIONAL DOS CAMPOS GERAIS

AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA NA PONTE DO RIO SÃO JORGE/PARQUE NACIONAL DOS CAMPOS GERAIS AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA NA PONTE DO RIO SÃO JORGE/PARQUE NACIONAL DOS CAMPOS GERAIS Andressa Stefany Teles Jasmine Cardoso Moreira Victor Emanuel Carbonar Santos RESUMO: Impactos negativos

Leia mais

PASSEIOS E ATIVIDADES PARA IDOSOS EM JUNDIAI. Elaborado pela Coordenadoria do Idoso

PASSEIOS E ATIVIDADES PARA IDOSOS EM JUNDIAI. Elaborado pela Coordenadoria do Idoso PASSEIOS E ATIVIDADES PARA IDOSOS EM JUNDIAI Elaborado pela Coordenadoria do Idoso BIBLIOTECA MUNICIPAL PROFESSOR NELSON FOOT Centro Educacional Argos Espaço João Guimarães Rosa Av. Dr. Cavalcanti, 396

Leia mais

Modalidade Caminho para a Inovação e Desenvolvimento em Sustentabilidade (CIDeS)

Modalidade Caminho para a Inovação e Desenvolvimento em Sustentabilidade (CIDeS) Modalidade Caminho para a Inovação e Desenvolvimento em Sustentabilidade (CIDeS) Estaleiro JURONG ARACRUZ com o projeto Navegar é preciso Conteúdo Caracterização da iniciativa O Estaleiro Jurong Aracruz

Leia mais

POSSIBILIDADES DA PRÁTICA DOS ESPORTES DE AVENTURA NA REGIÃO DE JATAÍ-GO. Palavras-chave: esportes de aventura; desenvolvimento sustentável; trabalho.

POSSIBILIDADES DA PRÁTICA DOS ESPORTES DE AVENTURA NA REGIÃO DE JATAÍ-GO. Palavras-chave: esportes de aventura; desenvolvimento sustentável; trabalho. POSSIBILIDADES DA PRÁTICA DOS ESPORTES DE AVENTURA NA REGIÃO DE JATAÍ-GO Rafael Alves Sá Jesus Universidade Federal de Goiás/Campus Jataí Comunicação Educação, trabalho e movimentos sociais O seguinte

Leia mais