TRA LA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE - COMMISSARIATO GENERALE DI SEZIONE - E LA CAMERA DI COMMERCIO - ITALAFRICA CENTRALE -

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRA LA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE - COMMISSARIATO GENERALE DI SEZIONE - E LA CAMERA DI COMMERCIO - ITALAFRICA CENTRALE -"

Transcrição

1 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO 2015 TRA LA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE - COMMISSARIATO GENERALE DI SEZIONE - E LA CAMERA DI COMMERCIO - ITALAFRICA CENTRALE - 20 MAGGIO 2015 La REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE, in persona del proprio rappresentante ufficiale ad Expo 2015, Commissario generale, Sig.ra Miriam Barroso Daio, di seguito denominata "Principale" E LA CAMERA DI COMMERCIO ITALAFRICA CENTRALE, Organismo riconosciuto dal

2 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO Ministero per il Commercio Estero, iscrtitta al n 37 della lista delle Camere Miste di UnionCamere, con sede in Milano, Corso Sempione 32/b, qui rappresentata dal suo Presidente, Alfredo Carmine Cestari, d ora in avanti denominata Camera di Commercio o ItalAfrica PREMESSA : I. La città di Milano sarà la sede dell Evento Expo 2015 e per l occasione intende implementare le sue relazioni con i Paesi Africani che hanno manifestato il desiderio di essere presenti in questa manifestazione globale, con ricadute economiche, commerciali, turistiche, sociali, culturali e diplomatiche; II. La Repubblica Democratica di Sao Tomè e Principe, la quale figura tra i Paesi che hanno accettato l invito del Governo Italiano ed essere presenti all Evento, è chiamata a garantire una partecipazione adeguata alla opportuna promozione del suo ampio potenziale in molti settori ed a consolidare le relazioni di amicizia e cooperazione bilaterale tra i rispettivi Paesi (Italia e Repubblica Democratica di Sao Tomè e Principe); III. ItalAfrica svolge attività istituzionale di promozione e sviluppo della cooperazione socio-economica tesa a rafforzare le relazioni tra l Italia ed i Paesi dell Africa, le loro conoscenze, competenze ed esperienze uniche in diversi settori e aree, mediante redazione di progetti di sviluppo, la costruzione di opere di ingegneria civile e il consolidamento dei rapporti istituzionali ed economici; IV. La Camera di Commercio ha già organizzato molteplici missioni e riunioni

3 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO preliminari con le rappresentanze istituzionali e diplomatiche degli Stati Africani, il tutto quale attività preparatoria ad Expo 2015; V. ItalAfrica, in persona del suo Presidente, e disponibile alla realizzazione delle attività sopra indicate; Tutto quanto sopra considerato, che forma parte integrante ed essenziale del presente Accordo, le Parti convengono e stipulano quanto segue: Articolo 1. Oggetto dell Accordo In particolare, la Repubblica Democratica di Sao Tome e Principe intende conferire ad ItalAfrica il compito di organizzare l accoglienza delle delegazioni ufficiali provenienti dal Paese in occasione dell Esposizione Universale e di assisterle durante la loro permanenza in Milano ed all interno del sito dell Expo. Accanto alle attività di accoglienza di cui sopra, la Repubblica Democratica di Sao Tomè e Principe conferisce incarico ad ItalAfrica alla organizzazione e gestione di alcuni incontri tesi a favorire i contatti tra le aziende italiane e le delegazioni Ufficiali provenienti dal Paese, provvedendo ad effettuare tutte le preliminari operazioni di selezione delle aziende in base ai criteri che verranno stabiliti dal Commissariato di Sezione. Parallelamente alle attività indicate, il Commissariato di Sezione della Repubblica Democratica di Sao Tomè e Principe mette a disposizione di ItalAfrica e delle aziende ad essa associate alcuni spazi commerciali all interno de proprio padiglione in Expo 2015, tanto al fine di consentire alle aziende interessate di essere presenti nella importante esposizione e di poter incrementare le possibilità promuovere i propri beni o servizi.

4 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO Per ogni attività, ItalAfrica si impegna a presentare al Commissario Generale della Repubblica democratica di São Tomé e Principe, i programmi dettagliati sulle modalità di attuazione del ricevimento di delegazioni e l organizzazione di incontri BtoB richiesti. Articolo 2. Natura dell Accordo Questo Accordo è a titolo oneroso e la sua efficacia dipende dal coinvolgimento delle parti interessate e dalla reciproca collaborazione che sarà dimostrata da entrambe le organizzazioni e dai loro rappresentanti legali. Tutte le convenzioni e gli accordi di qualsiasi tipo, presentati a favore della Repubblica Democratica di São Tomé e Principe, da parte di ItalAfrica saranno a discrezione del Comitato Organizzativo composto dal Commissario Generale e dal Presidente della Camera di Commercio ItalAfrica Centrale e verranno, prima della loro esecuzione, sottoposti ad una validazione finale, in linea con quanto previsto con il presente Accordo. Articolo 3. Obblighi delle Parti La Repubblica Democratica di São Tomé e Príncipe, tramite il Commissario Generale di Sezione, metterà a disposizione della Camera di Commercio tutti i documenti necessari per lo svolgimento delle attività da questa programmate o previste quale eventi all interno del Cluster del Cacao e del Cioccolato. Per una corretta esecuzione del presente accordo, le parti si assumono i seguenti impegni: - Il Commissariato Generale di Sezione di Sao Tomè e Principe si impegna a comunicare, entro e non oltre 20 giorni prima dell arrivo della Delegazione Ufficiale del proprio Paese, il giorno e l orario di arrivo, la sua dettagliata composizione con le cariche ed i ruoli ricoperti da ciascuno dei componenti,

5 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO eventuali indicazioni di esigenze particolari o richieste specifiche, la indicazione della tipologia di aziende e/o istituzioni e/o enti con le quali si desidera organizzare gli incontri. - Il Commissariato Generale di Sezione di Sao Tomè e Principe mette a disposizione della Camera di Commercio ItalAfrica Centrale i seguenti spazi commerciali/espositivi all interno del proprio padiglione : 1. espositore di carta sul lato sinistro, accanto alla uscita di emergenza; 2. due monitor (sui quali sarà possibile trasmettere spot pubblicitari a rotazione durante gli intervalli dei video o dei contenuti prodotti dal Paese); 3. collocazione di un massimo di nr. 2 vetrine mobili o espositori verticali, a condizione che rispettino il design del padiglione; 4. sala riunioni al primo piano del padiglione, per incontri tra le imprese e/o le istituzioni in visita in Expo e la Commissaria Generale di Sezione e/o suo sostituto ufficiale; 5. possibilità di inserire, nello spazio espositivo del padiglione, attraverso i monitor presenti ovvero attraverso la esposizione di brochure promozionali, del logo e dei servizi della Camera di Commercio ItalAfrica Centrale, specificando inoltre che essa è partner della Repubblica Democratica di Saò Tomè e Principe. Tutto così come meglio individuato nell allegata planimetria. - ItalAfrica, d intesa con il Commissario Generale di Sezione della Repubblica Democratica di Saò Tomè e Principe, sarà autonoma nella gestione e commercializzazione degli spazi individuati al punto che precede, potendo direttamente contrattualizzare la presenza delle aziende interessate alla loro utilizzazione per finalità promozionali, ad ogni modo ItaAfrica si impegna a comunicare preventivamente al Commissarito Generale di Sezione il nome ed il logo dell azienda, impegnandosì altresì a non consentire l esposizione di loghi contrari al decoro del padiglione ovvero al buon costume e/o offensivi.

6 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO Il fatturato proveniente dalla commercializzazione degli spazi sopra individuati sarà ripartito nella misura del 40% a favore del Commissariato Generale di Sezione e nella misura del residuo 60% in favore di ItalAfrica quale compenso per la copertura dei costi di organizzazione delle attività professionali oggetto del presente Accordo e meglio descritte nei punti che seguono. Nulla altro sarà dovuto a titolo economico tra le parti. - ItalAfrica si impegna ad organizzare, con propri mezzi e personale, l accoglienza delle Delegazioni Ufficiali provenienti dal Paese, provvedendo ad effettuare il servizio di trasporto dall aeroporto di arrivo (Milano Linate o Milano Malpensa) fino all Hotel di destinazione ovvero fino al sito di Expo 2015 e viceversa, così come potrà organizzare il trasporto delle delegazioni ufficiali per incontrare le Istituzioni dentro la città di Milano; - ItalAfrica si impegna inoltre ad organizzare, se richiesto, servizio di accoglienza presso i propri uffici siti in Milano, Corso Sempione 32/b delle Delegazioni Ufficiali provenienti dal Paese, mettendo a disposizione un servizio di catering (con alimenti e bevande). - ItalAfrica si impegna ad organizzare, nelle date e nei luoghi per tempo indicati dal Commissariato Generale di Sezione, laddove disponibili, ovvero in altri luoghi preventivamente concordati, BtoB finalizzati a favorire l incontro tra aziende italiane e/o straniere ovvero Istituzioni e/o Enti e le Delegazioni Ufficiali, provvedendo preliminarmente a : a) selezione e briefing iniziale con l azienda (lato Italia) ; b) predisposizione di lettera di presentazione delle delegazioni ; c) raccolta di materiale informativo (schede tecniche, brochure, progetti ed altro) delle aziende / istituzioni coinvolte da mettere a disposizione delle Delegazioni Ufficiali. d) sensibilizzazione e fornitura alle aziende di tutte le informazioni messe a

7 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO disposizione dal Commissariato Generale di Sezione per la preliminare promozione delle possibilità di business del Paese ; e) servizio di traduzione documenti e di interpretariato (portoghese - italiano) ; Salvo diverso e specifico accordo tra le Parti, restano escluse dal presente Accordo tutte le spese relative all acquisto dei biglietti di viaggio, vitto ed alloggio delle Delegazioni Ufficiali, ed ogni altra spesa che non sia stata preventivamente approvata ed autorizzata da ItalAfrica. Durante la vigenza del presente Accordo le Parti si impegnano a stabilire per iscritto tutte le eventuali modifiche. Articolo 4. Durata Gli effetti di questo accordo entrano in vigore dalla data di sottoscrizione e la sua durata sarà determinata in conformità con gli impegni assunti per Expo Milano L'accordo terminerà alla fine di Expo Milano 2015, vale a dire il 31 Ottobre Articolo 5. Comunicazioni Tutte le comunicazioni che intercorrono tra le Parti devono essere presentate per iscritto agli uffici indicati in epigrafe. Articolo 6. Rescissione In caso di inadempimento o parziale esecuzione, le parti si impegnano a porre rimedio all inadempimento; altrimenti il contratto si intenderà risolto di diritto, con tutte le conseguenze in relazione alle responsabilità relative alle attività.

8 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO Articolo 7. Delega Le Parti possono delegare, sotto la propria responsabilità, le funzioni di cui al presente Accordo a persona e/o società scelta in maniera autonoma, previo conferimento di incarico ufficiale da presentare in forma scritta. Articolo 8. Giurisdizione competente Il presente Contratto e tutti gli altri documenti da firmare tra le Parti sono soggetti alla legge italiana e le Parti riconoscono e accettano di rinunciare espressamente alle altre giurisdizioni. Tutti i Regolamenti Speciali, i Regolamenti Generali, il Contratto di Partecipazione della Repubblica Democratica di São Tomé e Principe, e qualsiasi altro documento stabilite dall Organizzatore per la partecipazione della Repubblica Democratica di São Tomé e Principe entra a far parte, ipso facto, del presente Accordo. Articolo 9. Deroga di competenza Le Parti convengono e concordano espressamente che tutte le possibili controversie in attuazione del presente Accordo tra le parti, saranno risolte in via amichevole; altrimenti il Tribunale di Milano, città ospitante di Expo 2015, sarà competente. Articolo 10. Accettazione Questo accordo è composto da 10 articoli ed è redatto in duplice copia (due in

9 ACCORDO DI COLLABORAZIONE PER LA PARTECIPAZIONE DELLA REPUBBLICA DEMOCRATICA DI SAO TOME E PRINCIPE AD EXPO MILANO italiano e due in portoghese), uno per ciascuna delle parti contraenti, che affermano di aver accettato e approvato l'intero corpo del presente accordo. Per accettazione e la conferma: Fatto in Milano, il 20 Maggio 2015 Per la Segreteria di Sezione della REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Sra. Mirian Barroso Daio - Commissario Generale di Sezione - Per la CAMERA DI COMMERCIO ITALAFRICA CENTRALE Ing. Alfredo Carmine Cestari - Presidente -

10 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO 2015 ENTRE REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE - COMISSÁRIA GERAL DA SEÇÃO - E CÂMARA DE COMÉRCIO - ITALÁFRICA CENTRAL - 20 MAIO 2015 A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE, na pessoa do próprio representante oficial na Expo Milano 2015, a Comissária-Geral, Sra. Mirian Barroso Daio, a seguir denominada "Principal" E

11 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO A CÂMARA DE COMÉRCIO ITALÁFRICA CENTRAL - uma organização reconhecida pela Ministério dos Negócios Estrangeiros e Ministério do Desenvolvimento Econômico do Governo Italiano e colocada no número 37 na lista de câmaras conjuntas da Unioncamere, com sede em Milão - Itália, Corso Sempione 32/b, representada pelo seu Presidente, Alfredo Carmine Cestari, agora denominado "Câmara de Comércio ou ItalÁfrica". PREMISSA: I. A cidade de Milão está sendo a sede da "Expo 2015", e para a ocasião, pretende implementar as suas relações com os países Africanos que manifestaram o desejo de serem protagonistas nesta manifestação global, com importância econômica, comercial, turística, social, cultural e diplomática; II. A República Democrática de São Tomé e Príncipe, a qual está entre os Países que aceitaram o convite do Governo Italiano a tomar parte neste evento, é chamada a garantir uma participação bem sucedida na promoção do seu potencial multissetorial e de consolidar as relações de friendchip e cooperação bilateral entre os dois países (Itália e a República Democrática de São Tomé e Príncipe); III. ItalÁfrica executa atividades institucionais de promoção e desenvolvimento da cooperação sócio-econômica para o fortalecimento das relações entre a Itália e os países da África, de seu conhecimento, habilidades e experiências exclusivas em diversos setores e áreas, incluindo projetos, construção de obras de engenharia civil e de consolidação das relações institucionais e econômicas; IV. A Câmara de Comércio organizou uma equipe profissional e missões bem-

12 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO sucedidas e várias reuniões preliminares entre líderes institucionais e diplomáticos dos Estados Africanos, como parte dos preparativos para a Expo 2015; V. ItalÁfrica, na pessoa de seu Presidente, já concordou, em princípio, para alcançar as atividades acima mencionadas; É considerado como parte integrante e essencial do presente Acordo o acima exposto e as Partes acordam e estipulam o seguinte: Artigo 1. Objetivo do Acordo Especificamente, a República Democrática de São Tomé e Príncipe pretende encarregar, à ItalÁfrica, a organização e a recepção das delegações oficiais do país que virão à Exposição Universal e o auxílio, as mesmas, durante a estadia em Milão e dentro do espaço da Expo. Juntamente às atividades de acolhimento citadas acima, a República Democrática de São Tomé e Príncipe encarregará a ItalÁfrica para a organização e gestão de algumas reuniões destinadas a favorecer os contatos entre empresas italianas e as delegações oficiais do país, responsabilizando-se a efetuar todas as operações preliminares de seleção de empresas, com base nos critérios que serão estabelecidos pela Comissária da Seção. Paralelo às atividades mencionadas, a Comissária da República Democrática de São Tomé e Príncipe coloca à disposição da ItalÁfrica e das empresas associadas, alguns espaços comerciais dentro do próprio pavilhão na Expo Assim sendo, o objetivo será permitir às empresas interessadas em presenciar a importante exposição e de obter a possibilidade de aumentar suas chances para promover seus produtos ou serviços.

13 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO Para cada atividade, ItalÁfrica compromete-se a submeter à aprovação da Comissária Geral da República Democrática de São Tomé e Príncipe, projetos detalhados sobre as modalidades de execução da recepção das delegações e da organização dos encontros business 2 business solicitados. Artigo 2. Natureza do Acordo O presente Acordo è a título honeroso e sua eficácia depende do envolvimento das partes interessadas, e seguindo a vontade de colaboração mútua demonstrada por ambas as organizações e seus representantes legais. Todas e quaisquer convenções e acordos, apresentados em favor da República Democrática de São Tomé e Príncipe por ItalÁfrica, estarão sujeitos ao critério da Comissão Organizadora feita pela Comissária-Geral e do Presidente da Câmara de Comércio ItalÁfrica Central antes da execução para validação final, conforme quanto previsto no presente Acordo. Artigo 3. Obrigações das Partes A República Democrática de São Tomé e Príncipe, através da Comissária-Geral, colocará à disposição da Câmara de Comércio, todos os documentos necessários para a execução de atividades, como previsto, ou um programa de eventos dentro do Cluster do Cacau e Chocolate. Para uma correta execução do presente Acordo, as Partes assumem os seguintes compromissos: - A Comissária General da Seção de São Tomé e Príncipe compromete-se a comunicar, no máximo, 20 dias antes da chegada da Delegação Oficial do próprio país, a data e hora de chegada, a sua composição detalhada com os cargos e papéis desempenhados por cada um dos componentes, quaisquer indicações de

14 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO necessidades especiais ou solicitações específicas, a indicação do tipo de empresas e/ou instituições e/ou entidades, com as quais se deseja organizar reuniões. - O Comissariado-Geral da Seção de São Tomé e Príncipe coloca à disposição da Câmara de Comércio ItalÁfrica Central os seguintes espaços comerciais/expositivos no próprio pavilhão: 1. expositor esquerdo de papel, junto à porta de emergência; 2. dois televisores (sendo que os spots publicitários rodarão sempre durante o intervalo entre as passagens dos conteúdos de STP); 3. colocação de máximo duas vitrines móveis ou expositores verticais, que respeitem o enquadramento do design do Pavilhão.; 4. sala de reuniões no primeiro andar do próprio Pavilhão, para encontros entre as empresas e/ou instituições que visitarem a Expo e à Comissária-Geral da Seção de São Tomé e Príncipe e/ou seu substituto Oficial; 5. possibilidade de inserir, na área expositiva do Pavilhão, através de propaganda nos monitores presentes e através de exposição de brochures promocionais, do logo e dos serviços da Câmara de Comércio ItalÁfrica Central, especificando tambèm o seu papel de partner da República Democrática de São Tomé e Príncipe; Tudo como melhor discriminado na planimetria em anexo. - ItalÁfrica, em concordância com Comissariado Geral da Seção de STP, poderá ter a autonomia em dirigir a gestão e comercialização dos espaços individuados no item anterior, podendo diretamente contratualizar a presença de empresas interessadas à utilização dos mesmos para fins promocionais e, de qualquer forma, ItaÁfrica concorda em dar aviso prévio e em informar o exato conteúdo e modalidades de contratos com as mesmas, ao Comissariado-Geral da Seção, em relação ao nome e logotipo da empresa, e também se compromete a não permitir a exibição de logos contra o decoro do Pavilhão.

15 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO O faturamento, fruto da comercialização dos espaços acima identificados, será partilhado à extensão de 40% a favor do Comissariado-Geral da Seção e à extensão dos 60% restantes em favor da ItalÁfrica como compensação para cobrir os custos de organização das atividades profissionais, objeto do presente Acordo, e melhor descritas nos parágrafos seguintes ; nada mais será reclamado a título monetário às Partes. - ItalÁfrica compromete-se a organizar, utilizando os próprios meios e equipe, a recepção das Delegações Oficiais do país, oferecendo o serviço de transporte do aeroporto de chegada (Milão-Linate ou Milão-Malpensa) até o hotel e/ou à Expo 2015 e vice-versa, assim como será possível fornecer o transporte das delegações oficiais para encontros com instituições ao interno da cidade de Milão. - ItalÁfrica também se compromete em organizar, caso for solicitado, o serviço de meet and greet nos seus escritórios em Milão, no Corso Sempione 32/b, para as Delegações Oficiais do país, oferecendo um serviço de catering (com alimentos e bebidas). - ItalÁfrica compromete-se em organizar, nas datas e locais para o período especificado pela Comissária-Geral da Seção, caso forem disponíveis, ou em outros lugares previamente acordados, b2b com o objetivo de incentivar encontros entre empresas ou instituições italianas e/ou estrangeiras e/ou Entidades com as Delegações Oficiais, proporcionando uma condição prévia para: a) seleção e briefing inicial com a empresa (lado italiano); b) elaboração de uma carta de apresentação das delegações; c) coleta de informações (fichas de dados técnicos, brochures, projetos e outros) de empresas/instituições envolvidas para colocar à disposição das Delegações Oficiais; d) manifestação de consciência e entrega às empresas de todas as informações fornecidas pelo Comissariado-Geral de Seção para promoção preliminar de

16 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO oportunidades de business do país; e) serviços de traduçãode documentos e simultânea (Português - Italiano); f) colocar à disposição do Comissariado-Geral de Seção um «tutor» próprio para a organização de todas as atividades as quais se refere o presente Acordo, tudo isso permitindo a sua presença nos locais do Pavilhão, durante as fases de preparação e execução das atividades várias; Salvo diverso e específico acordo entre as Partes, serão excluídas, do presente Acordo, todas as despesas relacionadas à compra de passagens para viagens, alimentação e alojamento das Delegações Oficiais, e quaisquer outras despesas que não forem previamente aprovadas e autorizadas pela ItalÁfrica. Durante o curso do presente Acordo, os signatários comprometem-se a estabelecer, por escrito, as novas eventuais modificações. Artigo 4. Duração Os efeitos deste Acordo entrarão em vigor a partir da data de assinatura e a duração será determinada em conformidade com os compromissos assumidos na Expo Milano O acordo termina no final da Expo Milano 2015, 31 de outubro de Artigo 5. Comunicações Todas as comunicações que existirão entre as partes devem ser feitas por escrito aos escritórios indicados na epígrafe. Artigo 6. Rescisão Em caso de não execução ou execução parcial, as partes cumprirão as suas

17 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO obrigações para restaurar os direitos de quaisquer Partes e no prazo de desvantagem ; caso contrário, o contrato será automaticamente rescindido, com todas as consequências em relação às responsabilidades relacionadas às atividades. Artigo 7. Delegação As Partes podem delegar, sob a própria responsabilidade, o desempenho das funções previstas no presente Acordo, à pessoas escolhidas de forma independente, desde que tenham consigo um advogado e documento oficial para serem apresentados por escrito. Artigo 8. Jurisdição competente Este Acordo e todos os outros documentos a serem assinados entre as Partes estão sujeitos à Lei italiana e as partes reconhecem escolher e concordar com a renúncia expressa de ações voltadas para outras jurisdições. Todos os regulamentos especiais, Regras Gerais, na República Democrática de São Tomé e Príncipe, Contrato de Participação e quaisquer outros documentos estabelecidos pela Organização para a participação da República Democrática de São Tomé e Príncipe, relacionadas a este Memorando de Acordo devem, ipso facto, parte deste último. Artigo 9. Atribuição de competência As partes acordam e concordam expressamente que todas as disputas possíveis na execução do presente Acordo entre as Partes, serão resolvidas amigavelmente ; caso contrário, o Tribunal de Milão, cidade sede da Expo Milano 2015, será

18 MEMORANDO DE ACORDO DE COLABORAÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NA EXPO MILANO competente. Artigo 10. Aceitação O presente Acordo é composto por 10 artigos e é redigido em dois exemplares (dois em italiano e dois em português), um para cada Parte contratante, as quais alegam ter aceito e aprovado o corpo inteiro do presente Acordo. Para aceitação e confirmação : Constituído em Milão, 20 de Maio de 2015 Para a Secretaria de Seção da República Democrática de São Tomé e Príncipe Sra. Mirian Barroso Daio - Comissária-Geral da Seção - Para Câmara de Comércio Italáfrica Central Eng. Alfredo Carmine Cestari - Presidente -

II Convegno di Studi di Genere La donna in contesto italiano e nei paesi di lingua portoghese

II Convegno di Studi di Genere La donna in contesto italiano e nei paesi di lingua portoghese II Convegno di Studi di Genere La donna in contesto italiano e nei paesi di lingua portoghese Università degli Studi di Napoli L Orientale 4 e 5 novembre 2015 II Jornada em Estudos de Género A mulher no

Leia mais

Viaggi di studio di Tor Vergata in Brasile. Un approccio di extensão.

Viaggi di studio di Tor Vergata in Brasile. Un approccio di extensão. Viaggi di studio di Tor Vergata in Brasile. Un approccio di extensão. O que é Extensão De acordo com o Plano Nacional de Extensão brasileiro, publicado em 1999, essa prática acadêmica é entendida como:

Leia mais

Nozioni di. brasiliano. Pordenone, 13 maggio 2008

Nozioni di. brasiliano. Pordenone, 13 maggio 2008 Nozioni di diritto societario brasiliano Pordenone, 13 maggio 2008 Camera di Commercio Italo-Brasiliana CIAA Pordenone / Maggio 2008 2 Quadro normativo Differenze strutturali rispetto all Italia Principali

Leia mais

ACORDO DE DUPLO DIPLOMA ACCORDO DI DOPPIO DIPLOMA TRA LA ENTRE A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR, BRASILE

ACORDO DE DUPLO DIPLOMA ACCORDO DI DOPPIO DIPLOMA TRA LA ENTRE A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR, BRASILE ACORDO DE DUPLO DIPLOMA ENTRE A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR, BRASIL E A UNIVERSITA DEGLI STUDI DI FERRARA UNIFE, ITÁLIA A Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR, instituição

Leia mais

redesolmg@yahoo.com.br

redesolmg@yahoo.com.br redesolmg@yahoo.com.br Ogni giorno vengono prodotte su 100 MILA TONNELLATE DI RIFIUTI nelle città brasiliane. Circa l'88% dei rifiuti domestici finiscono nelle discariche. Le discariche rappresentano la

Leia mais

MENSAGEM N o 557, DE 2006

MENSAGEM N o 557, DE 2006 COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N o 557, DE 2006 Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Acordo de Cooperação no Domínio do Turismo entre a República Federativa

Leia mais

N. o 269 16 de Novembro de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 6741

N. o 269 16 de Novembro de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 6741 N. o 269 16 de Novembro de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 6741 tituição, e que o outro será conservado nos arquivos de Organização Mundial de Saúde. 3 Decide que a notificação de aceitação destas emendas

Leia mais

Luogo di svolgimento dell evento: Circolo Italiano, San Paolo. Av. São Luis, 50, 1 andar Edificio Itália Centro.

Luogo di svolgimento dell evento: Circolo Italiano, San Paolo. Av. São Luis, 50, 1 andar Edificio Itália Centro. San Paolo 16 Maggio 2012 Protocollo N. 010/2012-AS Oggetto: Workshop Italia para todos Egregi Signori, L ENIT, nell ambito delle proprie attività promozionali tese ad incrementare i flussi turistici dall

Leia mais

MENSAGEM N 36, DE 2015

MENSAGEM N 36, DE 2015 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N 36, DE 2015 Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Acordo entre o Governo da República Federativa do

Leia mais

CONCORDATO TRA LA SANTA SEDE E LA REPUBBLICA PORTOGHESE 18 MAGGIO 2004. CONCORDATA ENTRE A SANTA SÉ E A REPÚBLICA PORTUGUESA 18 Maio 2004

CONCORDATO TRA LA SANTA SEDE E LA REPUBBLICA PORTOGHESE 18 MAGGIO 2004. CONCORDATA ENTRE A SANTA SÉ E A REPÚBLICA PORTUGUESA 18 Maio 2004 CONCORDATO TRA LA SANTA SEDE E LA REPUBBLICA PORTOGHESE 18 MAGGIO 2004 CONCORDATA ENTRE A SANTA SÉ E A REPÚBLICA PORTUGUESA 18 Maio 2004 La Santa Sede e la Repubblica Portoghese, affermando che la Chiesa

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: TIRANDO UMA ONDA CARIOCA. 1.1. A presente promoção é instituída pela BROOKFIELD RIO DE JANEIRO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: TIRANDO UMA ONDA CARIOCA. 1.1. A presente promoção é instituída pela BROOKFIELD RIO DE JANEIRO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: TIRANDO UMA ONDA CARIOCA I DEFINIÇÕES 1.1. A presente promoção é instituída pela BROOKFIELD RIO DE JANEIRO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A., estabelecida nesta Cidade, na Avenida

Leia mais

IMPARA LE LINGUE CON I FILM AL CLA

IMPARA LE LINGUE CON I FILM AL CLA UNIVERSITÀ DEGLI STUDI DI PADOVA - CENTRO LINGUISTICO DI ATENEO IMPARA LE LINGUE CON I FILM AL CLA Vedere film in lingua straniera è un modo utile e divertente per imparare o perfezionare una lingua straniera.

Leia mais

Decreto n.º 101/78 Acordo de Base entre a Organização Mundial de Saúde e Portugal, assinado em Copenhaga em 12 de Junho de 1978

Decreto n.º 101/78 Acordo de Base entre a Organização Mundial de Saúde e Portugal, assinado em Copenhaga em 12 de Junho de 1978 Decreto n.º 101/78 Acordo de Base entre a Organização Mundial de Saúde e Portugal, assinado em Copenhaga em 12 de Junho de 1978 O Governo decreta, nos termos da alínea c) do artigo 200.º da Constituição

Leia mais

Autoridade Central Portuguesa (Autorità Centrale Portoghese)

Autoridade Central Portuguesa (Autorità Centrale Portoghese) 1 Autoridade Central Portuguesa (Autorità Centrale Portoghese) Requerimento/Pedido Ι - TIPO DE PEDIDO/REQUERIMENTO (Tipo di applicazione) Por favor indique o tipo de requerimento que pretende fazer colocando

Leia mais

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA E A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO À CRIAÇÃO DE UMA CÁTEDRA UNESCO EM PATRIMÓNIO IMATERIAL E SABER-FAZER TRADICIONAL:

Leia mais

Deliberação do Conselho da Câmara nº 15 de 7 de Fevereiro de 2014.

Deliberação do Conselho da Câmara nº 15 de 7 de Fevereiro de 2014. Aviso público e regulamento para a concessão de ajudas em concurso parcial das despesas de organização de viagens na província de Nápoles em períodos de baixa e média estação ano de 2014 Deliberação do

Leia mais

LE PERFORMANCE DEL FRANCHISING BRASILIANO NEL 2012. Logotipo da Empresa

LE PERFORMANCE DEL FRANCHISING BRASILIANO NEL 2012. Logotipo da Empresa LE PERFORMANCE DEL FRANCHISING BRASILIANO NEL 2012 \ Logotipo da Empresa Confronto crescita PIL e FRANCHISING Il franchising nel 2012 ha rappresentato il 2,3% do PIL brasiliano. Fontes: ABF, IBGE Franchising

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O GOVERNO DO BRASIL E A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A AGRICULTURA E A ALIMENTAÇÃO (FAO)

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O GOVERNO DO BRASIL E A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A AGRICULTURA E A ALIMENTAÇÃO (FAO) MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O GOVERNO DO BRASIL E A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A AGRICULTURA E A ALIMENTAÇÃO (FAO) CONSIDERANDO que o Governo do Brasil, através do Ministério da Educação do

Leia mais

CILS- CERTIFICAZIONE DI ITALIANO COME LINGUA STRANIERA DATAS DAS PROVAS - SEDE ILE- BRASÍLIA. ANO 2014 Níveis VALORES

CILS- CERTIFICAZIONE DI ITALIANO COME LINGUA STRANIERA DATAS DAS PROVAS - SEDE ILE- BRASÍLIA. ANO 2014 Níveis VALORES CILS- CERTIFICAZIONE DI ITALIANO COME LINGUA STRANIERA DATAS DAS PROVAS - SEDE ILE- BRASÍLIA ANO 2014 Níveis 5 JUNHO A1, A2, A1 Integrazione in Italia,A2 Integrazione in Italia UNO-B1, DUE-B2 TRE-C1, QUATTRO-C2

Leia mais

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem Ensino Superior - Mobilidade para estudos e/ou estágio [Denominação legal da entidade de envio e código Erasmus, se aplicável]

Leia mais

ACORDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ENTRE O JAPÃO E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

ACORDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ENTRE O JAPÃO E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ACORDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ENTRE O JAPÃO E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL O Japão e a República Federativa do Brasil, Desejosos de regular suas relações mútuas na área de Previdência Social, Acordaram

Leia mais

ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964.

ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964. ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964. Aprovado pelo Decreto Legislativo nº 11, de 1966. Entrada em vigor (art. 6º, 1º) a 2 de maio de 1966. Promulgado

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: COMPROU, GANHOU

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: COMPROU, GANHOU REGULAMENTO DA PROMOÇÃO: COMPROU, GANHOU I DEFINIÇÕES 1.1. A presente promoção é instituída pela BRASCAN SPE RJ 05 S/A., estabelecida nesta Cidade, na Avenida Paisagista José Silva de Azevedo Neto, n.º

Leia mais

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO Termo de Constituição de Consórcio 1 As Partes: A empresa (Nome da Empresa)..., com sede na cidade de..., (Endereço)..., com CNPJ n o..., Inscrição Estadual...,

Leia mais

CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO

CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO 1 CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO (A) Istituto Italiano di Cultura di San Paolo, com sede na Av. Higienópolis, 436 São Paulo SP, CEP 01238-000,

Leia mais

Roseni Pinheiro. Vita breve

Roseni Pinheiro. Vita breve Roseni Pinheiro Vita breve - Roseni Pinheiro- Nato a Rio de Janeiro (Brasile) nel 1965; - Laurea in Infermieristica da UERJ (Rio de Janeiro State University); - Corso di specializzazione in Mangement Ospedale

Leia mais

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1. Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Mobilidade de Pessoal para missões de ensino e/ou formação

Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1. Mobilidade individual para fins de aprendizagem. Mobilidade de Pessoal para missões de ensino e/ou formação Contrato Erasmus+ AÇÃO-CHAVE 1 Mobilidade individual para fins de aprendizagem Mobilidade de Pessoal para missões de ensino e/ou formação (denominação legal da instituição de envio), sedeada na (morada

Leia mais

Protocolo de Colaboração Entre a Câmara Municipal de Setúbal e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal

Protocolo de Colaboração Entre a Câmara Municipal de Setúbal e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal Protocolo de Colaboração Entre a Câmara Municipal de Setúbal e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal Considerando que: - A Câmara Municipal, no âmbito das suas

Leia mais

ITALIA A MAPUTO OPPORTUNITÀ E PROSPETTIVE DI INVESTIMENTO IN MOZAMBICO 7-11 luglio 2008

ITALIA A MAPUTO OPPORTUNITÀ E PROSPETTIVE DI INVESTIMENTO IN MOZAMBICO 7-11 luglio 2008 VISITE ALLE PROVINCE Settori: Energia, Agricoltura, Agro-industria, Turismo, Infrastrutture 10 luglio 2008 08.15 Partenza per Nampula (settori: energia agricoltura- agroindustria-turismo-infrastrutture)

Leia mais

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo do Reino Tailândia (doravante denominadas Partes Contratantes ),

O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo do Reino Tailândia (doravante denominadas Partes Contratantes ), ACORDO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DO REINO DA TAILÂNDIA SOBRE COOPERAÇÃO TÉCNICA EM MEDIDAS SANITÁRIAS E FITOSSANITÁRIAS O Governo da República Federativa do Brasil e

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DO EMPREENDIMENTO SPOT IPIRANGA "Comprou, Ganhou

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DO EMPREENDIMENTO SPOT IPIRANGA Comprou, Ganhou REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DO EMPREENDIMENTO SPOT IPIRANGA "Comprou, Ganhou REGULAMENTO EMPREENDIMENTO SPOT IPIRANGA ( Empreendimento Participante ) 1. A presente promoção ( Promoção ) é uma iniciativa da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO DO RECIFE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO DO RECIFE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FACULDADE DE DIREITO DO RECIFE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO ANDRÉ MELO GOMES PEREIRA CIDADANIA E EFETIVIDADE DO PROCESSO JUDICIAL

Leia mais

BRIO BBT - BRAZILIAN BUSINESS TOUR FEBBRAIO - MARZO - APRILE Brazilian Real Investment Opportunities

BRIO BBT - BRAZILIAN BUSINESS TOUR FEBBRAIO - MARZO - APRILE Brazilian Real Investment Opportunities BRIO Brazilian Real Investment Opportunities BRIO Road Show: 01 dicembre Torino e Milano 02 dicembre Padova 05 dicembre Bologna 06 dicembre Roma: evento finale Ambasciata del Brasile PRESENTAZIONE Organizzato

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO DE OBRAS DE ARTE

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO DE OBRAS DE ARTE CONTRATO DE EMPRÉSTIMO DE OBRAS DE ARTE No âmbito do projecto/exposição «.» é celebrado o presente contrato de empréstimo de obras de arte, entre: (instituição ou pessoa)..., (morada).., (tel.)., (fax)

Leia mais

Anexo F: Ratificação de compromissos

Anexo F: Ratificação de compromissos Anexo F: Ratificação de compromissos 1. Este documento constitui uma Ratificação de compromissos (Ratificação) do Departamento de Comércio dos Estados Unidos ("DOC") e da Corporação da Internet para Atribuição

Leia mais

Sintesi di un controllore a tempo discreto LT-Cap. 7-8

Sintesi di un controllore a tempo discreto LT-Cap. 7-8 per Controllo Digitale a.a. 2006-2007 di un controllore a tempo discreto LT-Cap. 7-8 processo corretto per processo corretto L algoritmo di controllo C(z) viene ricavato a partire dalla sua versione analogica

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA BULGÁRIA SOBRE CONTRATAÇÃO RECÍPROCA DOS RESPECTIVOS NACIONAIS.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA BULGÁRIA SOBRE CONTRATAÇÃO RECÍPROCA DOS RESPECTIVOS NACIONAIS. Decreto n.º 23/2003 Aprova o Acordo entre a República Portuguesa e a República da Bulgária sobre Contratação Recíproca dos Respectivos Nacionais, assinado em Sófia em 26 de Setembro de 2002 Considerando

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Serviço Nacional de Aprendizagem Rural REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE TERMOS DE COOPERAÇÃO Estabelece diretrizes, normas e procedimentos para celebração, execução e prestação de contas

Leia mais

PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015

PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015 PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre a adesão de instituições de ensino e programas de residência ao Projeto Mais Médicos para o Brasil enquanto das instituições supervisoras. O SECRETÁRIO

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015 Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação Protocolo de Colaboração (Exemplo) O Termo de Aceitação (TA) do financiamento atribuído pela Fundação

Leia mais

IT PT TILE THE ART OF COVERINGS

IT PT TILE THE ART OF COVERINGS IT PT N ella costruzione di nuovi edifici o nella ristrutturazione di quelli più vecchi, la fase riguardante la messa in opera delle piastrellature sia riguardanti i pavimenti che rivestimenti, è da sempre

Leia mais

+COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL

+COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL +COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N o 163, DE 2010. (Do Poder Executivo) Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Acordo entre o Governo da República Federativa

Leia mais

XIV CONGRESSO EUROPEO DELLE CONFRATERNITE ENOICHE E GASTRONOMICHE OEIRAS - CASCAIS PORTUGAL 4-5-6 2016 PORTOGALLO,

XIV CONGRESSO EUROPEO DELLE CONFRATERNITE ENOICHE E GASTRONOMICHE OEIRAS - CASCAIS PORTUGAL 4-5-6 2016 PORTOGALLO, XIV CONGRESSO EUROPEO DELLE CONFRATERNITE ENOICHE E GASTRONOMICHE OEIRAS - CASCAIS PORTUGAL 4-5-6 Novembre 2016 PORTOGALLO, paese di Scoperte ed eccelenza gastronomica L Europa enologica e culinaria 1/11

Leia mais

COM DELIBERAÇÃO DO CONSEGLIO REGIONAL 233/2014.

COM DELIBERAÇÃO DO CONSEGLIO REGIONAL 233/2014. EDITAL PARA A CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS A JOVENS UNIVERSITÁRIOS RESIDENTES NO EXTERIOR PARA REEMBOLSO PARCIAL DAS DESPESAS REALIZADAS PELA PARTICIPAÇÃO EM CURSO DE MESTRADO UNIVERSITÁRIO ORGANIZADO

Leia mais

Unimed Federazione Minas. Quando largomento è Unimed, siamo specialistici. L UNIMED FEDERAZIONE MINAS

Unimed Federazione Minas. Quando largomento è Unimed, siamo specialistici. L UNIMED FEDERAZIONE MINAS L UNIMED FEDERAZIONE MINAS L Unimed Federazione Minas agisce rappresentando politicamente e istituzionalmente le 62 cooperative mediche nello Stato, 5 federazioni regionali e 1 comitato, così come oltre

Leia mais

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE

DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE 2008: Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República da África do Sul no Campo da Cooperação Científica e Tecnológica,

Leia mais

Supportano l iniziativa in Brasile: Supportano l iniziativa in Italia: Organizzato da:

Supportano l iniziativa in Brasile: Supportano l iniziativa in Italia: Organizzato da: Organizzato da: MISSIONE IMPRENDITORIALE ITALIA - BRASILE BBT - BRAZILIAN BUSINESS TOUR FEBBRAIO MARZO APRILE 2017 Supportano l iniziativa in Italia: Supportano l iniziativa in Brasile: Il Brazilian Business

Leia mais

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016.

TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. TERMO PÚBLICO, ABERTO À ADESÃO, DE COMPROMISSO PELO EMPREGO E TRABALHO DECENTE NA COPA DO MUNDO FIFA DE 2014 E NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. O Ministério do Trabalho e Emprego, o Tribunal Regional do Trabalho,

Leia mais

A República Federativa do Brasil. A República Argentina (doravante denominadas as Partes ),

A República Federativa do Brasil. A República Argentina (doravante denominadas as Partes ), ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E A REPÚBLICA ARGENTINA RELATIVO À COOPERAÇÃO ENTRE SUAS AUTORIDADES DE DEFESA DA CONCORRÊNCIA NA APLICAÇÃO DE SUAS LEIS DE CONCORRÊNCIA A República

Leia mais

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor.

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor. REGULAMENTO DO FLOT TRAVEL CARD FLOT OPERADORA TURÍSTICA LTDA., o Presenteador e o Presenteado do FLOT TRAVEL CARD, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, o segundo e o terceiro,

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

AS FEIRAS ITALIANAS: passaporte para o mundo

AS FEIRAS ITALIANAS: passaporte para o mundo AS FEIRAS ITALIANAS: passaporte para o mundo UMA FEIRA PARA CADA ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO As empresas deparam-se todos os dias com a necessidade de ampliar os contactos, mostrar aos seus clientes a própria

Leia mais

EL OJO DE IBEROAMÉRICA 2015 CONCURSO NOVOS TALENTOS BRIEF CRIATIVO: POWERADE REGULAMENTO

EL OJO DE IBEROAMÉRICA 2015 CONCURSO NOVOS TALENTOS BRIEF CRIATIVO: POWERADE REGULAMENTO EL OJO DE IBEROAMÉRICA 2015 CONCURSO NOVOS TALENTOS BRIEF CRIATIVO: POWERADE REGULAMENTO O Festival Internacional El Ojo de Iberoamérica, com o Patrocínio da Coca Cola América Latina para sua marca Powerade,

Leia mais

CURSOS VOCACIONAIS PRÁTICA SIMULADA REGULAMENTO ESPECÍFICO

CURSOS VOCACIONAIS PRÁTICA SIMULADA REGULAMENTO ESPECÍFICO REGULAMENTO ESPECÍFICO MARÇO DE 2014 ÍNDICE ENQUADRAMENTO NORMATIVO... 1 ÂMBITO E DEFINIÇÃO 1 CONDIÇÕES DE ACESSO 1 OBJETIVOS 1 COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER 2 ESTRUTURA E DESENVOLVIMENTO DE PS 2 AVALIAÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO São partes ( Partes ), neste instrumento particular ( Contrato ):, inscrito no CNPJ/MF sob n.o, com sede na cidade de, estado de na, doravante denominado LICENCIADO,

Leia mais

PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014. Aprova o regulamento de utilização do auditório e das salas de treinamentos da GRANFPOLIS. O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DA GRANDE FLORIANÓPOLIS

Leia mais

A Declaração Italiana sobre Direitos na Internet e o Marco Civil Brasileiro. Diego R. Canabarro Equipe de assessoria do CGI.br

A Declaração Italiana sobre Direitos na Internet e o Marco Civil Brasileiro. Diego R. Canabarro Equipe de assessoria do CGI.br A Declaração Italiana sobre Direitos na Internet e o Marco Civil Brasileiro Diego R. Canabarro Equipe de assessoria do CGI.br PLANO Cinco considerações Stringiamoci a coorte: uma década de luta por Cartas

Leia mais

Associazone Acibra MG

Associazone Acibra MG Associazone Acibra MG Chi Siamo L Associazione culturale Italo-brasiliana di Minas Gerais, fu creata per gli italiani che vivono nello Stato di Minas Gerais e per i loro discendenti. L Associazione nasce

Leia mais

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição Termos e condições gerais I. Âmbito de aplicação 1. Os seguintes termos e condições aplicam-se a qualquer uso de aluguer de quartos de hotel para alojamento, bem como todos os outros serviços e entregas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA PARTNERS AGRINVEST

REGULAMENTO DO PROGRAMA PARTNERS AGRINVEST REGULAMENTO DO PROGRAMA PARTNERS AGRINVEST O PROGRAMA PARTNERS AGRINVEST ( Programa Partners ), desenvolvido pela empresa AGRINVEST COMMODITIES ( AGRINVEST ), inscrita no CNPJ sob o nº 06.348.158/0001-33,

Leia mais

PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO

PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO ETAPAS DO PROCESSO DE CANDIDATURA 1ª Etapa Candidaturas: 1 Out 2014 28 Fev 2015. O prémio Consumus Dixit é aberto a todos trabalhos profissionais, académicos, personalidades

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015

EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015 EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015 LEILÃO PÚBLICO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA BTG PACTUAL COMERCIALIZADORA DE ENERGIA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Avenida Brigadeiro Faria Lima, n.º

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

2ª CORRIDINHA TURÍSTICA DE PIRACICABA

2ª CORRIDINHA TURÍSTICA DE PIRACICABA REGULAMENTO 2ª CORRIDINHA TURÍSTICA DE PIRACICABA O evento é uma realização da Construtora Cataguá, organizado pela Chelso Sports, com o apoio da Prefeitura Municipal de Piracicaba. 1. REGULAMENTO A largada

Leia mais

IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos

IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos IV Regulamento do DICQ para Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade de Laboratórios Clínicos e seus anexos 1 - Objetivo Estabelecer o Regulamento para a Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

PROGRAMA VISITANTE VOLUNTÁRIO DO IPPDH

PROGRAMA VISITANTE VOLUNTÁRIO DO IPPDH PROGRAMA VISITANTE VOLUNTÁRIO DO IPPDH CONSIDERANDO: Que o IPPDH tem como objetivo estratégico para o biênio 2015-2016 estimular o pensamento e a cultura de Direitos Humanos na sociedade. Que o Programa

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA REUNIÃO DOS MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP

REGIMENTO INTERNO DA REUNIÃO DOS MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP REGIMENTO INTERNO DA REUNIÃO DOS MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA - CPLP A Reunião dos Ministros da Saúde da CPLP tendo em consideração: A sua qualidade de órgão da CPLP,

Leia mais

Termos Gerais & Política de Compras da Fon

Termos Gerais & Política de Compras da Fon Termos Gerais & Política de Compras da Fon Definições Termos e Condições: Termos e Condições para a Venda de Equipamento (doravante denominado TCVE ). Fon Technology, S.L.: A Companhia que fornece ou vende

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMPROU, GANHOU UNION HOME

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMPROU, GANHOU UNION HOME REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMPROU, GANHOU UNION HOME 1- Esta Promoção, denominada Comprou, Ganhou, é realizada pela Brookfield Rio de Janeiro Empreendimentos Imobiliários S/A., inscrita no CNPJ/MF sob o

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ACESSO À "INTERNET" Minuta

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET Minuta I CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ACESSO À "INTERNET" Minuta O PRESENTE CONTRATO FOI APROVADO PELO INSTITUTO DAS COMUNICAÇÕES DE PORTUGAL, NOS TERMOS E PARA OS EFEITOS DO ARTIGO 9/2 DO DECRETO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 27 DE MAIO DE 2004

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 27 DE MAIO DE 2004 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE GESTÃO DO PATRIMÔNIO GENÉTICO RESOLUÇÃO Nº 15, DE 27 DE MAIO DE 2004 Estabelece procedimentos para o transporte de amostra de componente do patrimônio genético existente

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE CABO VERDE NO DOMÍNIO DA DEFESA

ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE CABO VERDE NO DOMÍNIO DA DEFESA ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE CABO VERDE NO DOMÍNIO DA DEFESA A República Portuguesa e a República de Cabo Verde, doravante designadas por Partes : Animadas pela vontade

Leia mais

CONVÊNIO ESPECIAL ENTRE O CENTRO TÉCNICO AEROESPACIAL (CTA) E O INSTITUTO ALEMÃO DE PESQUISA E ENSAIO DE NAVEGAÇÃO AÉREA E ESPACIAL

CONVÊNIO ESPECIAL ENTRE O CENTRO TÉCNICO AEROESPACIAL (CTA) E O INSTITUTO ALEMÃO DE PESQUISA E ENSAIO DE NAVEGAÇÃO AÉREA E ESPACIAL CONVÊNIO ESPECIAL ENTRE O CENTRO TÉCNICO AEROESPACIAL (CTA) E O INSTITUTO ALEMÃO DE PESQUISA E ENSAIO DE NAVEGAÇÃO AÉREA E ESPACIAL ARTIGO 1º O Centro Técnico Aeroespacial (CTA) e o Instituto Alemão de

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO MUNICIPAL DE APOIO AO VOLUNTARIADO

CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO MUNICIPAL DE APOIO AO VOLUNTARIADO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO MUNICIPAL DE APOIO AO VOLUNTARIADO Considerando que: O voluntariado está a crescer no nosso país, ganhando cada vez mais expressão e importância, tanto para quem o pratica

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Acordo Parcelar Específico n.º 02 Entre O Centro Hospitalar de Lisboa Norte, EPE, E O Hospital de Santo Espírito de Angra do Heroísmo, EPE Junho de 2015 1 Acordo Parcelar Específico

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA RESOLUÇÃO COEMA N 116, DE 03 DE JULHO DE 2014. Dispõe sobre as atividades de impacto ambiental

Leia mais

SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO LXIV CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS

SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO LXIV CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO EDITAL DE 25 DE MARÇO DE 2014 LXIV CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS O DIRETOR-GERAL DO INSTITUTO RIO BRANCO, no uso de suas atribuições,

Leia mais

LEI Nº. 1826 DE 4 DE MAIO DE 2011

LEI Nº. 1826 DE 4 DE MAIO DE 2011 LEI Nº. 1826 DE 4 DE MAIO DE 2011 "AUTORIZA ASSINATURA DE CONVÊNIO E CONCEDE CONTRIBUIÇÃO CORRENTE ESPECIAL À ASSOCIAÇÃO DESENVOLVIMENTO DAS BANDEIRINHAS & DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS" A Câmara Municipal

Leia mais

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição,

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição, DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América Relativo à Cooperação entre suas Autoridades de Defesa

Leia mais

ELENCO DEI TRADUTTORI DI RIFERIMENTO DEL CONSOLATO D ITALIA A RECIFE LISTA DOS TRADUTORES DE REFERÊNCIA DO CONSULADO DA ITÁLIA EM RECIFE

ELENCO DEI TRADUTTORI DI RIFERIMENTO DEL CONSOLATO D ITALIA A RECIFE LISTA DOS TRADUTORES DE REFERÊNCIA DO CONSULADO DA ITÁLIA EM RECIFE ELENCO DEI TRADUTTORI DI RIFERIMENTO DEL CONSOLATO D ITALIA A RECIFE Questa lista è stata messa a disposizione dal Consolato d Italia in Recife esclusivamente a scopo informativo in quanto i professionisti

Leia mais

CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS

CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE CONTRATO DICQ Nº / (à ser preenchido pelo DICQ) DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALI- DADE DE LABORATÓRIO

Leia mais

Per loro è Meglio. Para o bebê é melhor. Dormire sulla schiena Non avere troppo caldo Essere allattati al seno Non fumare nel loro ambiente

Per loro è Meglio. Para o bebê é melhor. Dormire sulla schiena Non avere troppo caldo Essere allattati al seno Non fumare nel loro ambiente Per loro è Meglio Para o bebê é melhor Dormire sulla schiena Non avere troppo caldo Essere allattati al seno Non fumare nel loro ambiente Dormir de costas Não sentir muito calor Ser amamentado ao seio

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA BRASIL VOLUNTÁRIO

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA BRASIL VOLUNTÁRIO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA BRASIL VOLUNTÁRIO ACORDO DE COOPERAÇÃO Nº /2014. ACORDO DE COOPERAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO

Leia mais

Município de Santarém CÂMARA MUNICIPAL

Município de Santarém CÂMARA MUNICIPAL Município de Santarém CÂMARA MUNICIPAL CONTRATO DE CEDÊNCIA DE PEÇAS PARA EFEITO DE EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA 1. ENTIDADES ENVOLVIDAS O Município de Santarém, representado pelo, com sede na Praça do Município,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução;

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução; RESOLUÇÃO Nº 2689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

EDITAL PARA LICITAÇAO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA E CULTURA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO

EDITAL PARA LICITAÇAO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA E CULTURA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO EDITAL PARA LICITAÇAO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA E CULTURA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO 1) Ente Ofertante Istituto Italiano di Cultura di San Paolo Av. Higienópolis, 436

Leia mais

Contrato para Compra de Investimento No. [referência da SOCIEDADE]

Contrato para Compra de Investimento No. [referência da SOCIEDADE] Contrato para Compra de Investimento No. [referência da SOCIEDADE] Entre [ ].. representada pelas pessoas devidamente autorizadas nomeadas na página de assinatura do presente CONTRATO, doravante denominada

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA I - INTRODUÇÃO Art. 1º Art. 2º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares do Curso de

Leia mais

CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO

CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO CAMPEONATOS PAULISTA DE TODAS AS ESPECIALIDADES E DEMAIS EVENTOS OFICIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO CICLISMO DE ESTRARA CICLISMO DE VELÓDROMO- MOUNTAIN BIKE DOWN HILL BICICROSS CICLOTURISMO Termo de Filiação

Leia mais

3.2. O USUÁRIO poderá alterar sua senha a qualquer momento, assim como criar uma nova chave em substituição a uma chave já existente;

3.2. O USUÁRIO poderá alterar sua senha a qualquer momento, assim como criar uma nova chave em substituição a uma chave já existente; 1. CONTRATO Os termos abaixo se aplicam aos serviços oferecidos pela Sistemas On Line Ltda., doravante designada S_LINE, e a maiores de 18 anos ou menores com permissão dos pais ou responsáveis, doravante

Leia mais

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Contrato de locação de serviços que entre si fazem (nome e qualificação de quem está contratando: natureza ou profissão, endereço e dados como

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS Palácio Fulgêncio Alves Soyer

ESTADO DE GOIÁS CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS Palácio Fulgêncio Alves Soyer CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS N. 010/2013 Termo de contrato de locação de softwares que entre si celebram a CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS, pessoa jurídica de direito público, com sede na Praça Santana,

Leia mais

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos.

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos. ACORDO-QUADRO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE COOPERAÇÃO EM PESQUISA CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO O Governo da República

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 821/97 Aprova a NBC P 1 Normas Profissionais de Auditor Independente com alterações e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

PORTO ORGANIZADO DE SANTOS PLANO DE AUXÍLIO MÚTUO

PORTO ORGANIZADO DE SANTOS PLANO DE AUXÍLIO MÚTUO PORTO ORGANIZADO DE SANTOS PLANO DE AUXÍLIO MÚTUO ESTRUTURA ORGANIZACIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS, DA COMPOSIÇÃO E DA FILIAÇÃO Artigo 1º O Plano de Auxílio Mútuo PAM, do Porto Organizado de Santos, é

Leia mais

Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional. Identificação das Associações Universitárias

Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional. Identificação das Associações Universitárias Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional O objetivo deste roteiro é facilitar a apresentação e a análise das propostas de projetos encaminhadas,

Leia mais