MANUAL DO VENDEDOR. Um produto da Brasilcap Capitalização S.A. Processo Susep nº / e /

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO VENDEDOR. Um produto da Brasilcap Capitalização S.A. Processo Susep nº 15414.002429/2009-93 e 15414.005233/2011-75"

Transcrição

1 MANUAL DO VENDEDOR Um produto da Brasilcap Capitalização S.A. Processo Susep nº / e /

2 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 1 PASSO A PASSO DA VENDA...1 SOBRE OS ARGUMENTOS DE VENDAS...1 1) Quais os principais argumentos de vendas do produto?...1 SOBRE O PRODUTO...2 2) Quem pode comprar o Cap Fiador?...2 3) Onde o título poderá ser adquirido?...2 4) Qual é o prazo de vigência do título?...2 5) E se o prazo do contrato de locação for diferente do prazo de vigência do título?...2 6) Qual o valor do título?...2 7) O que acontece com o valor pago?...3 8) Como é formado o capital (saldo de capitalização)?...3 9) E se o valor da garantia de aluguel for diferente dos valores mínimo ou máximo? ) Qual é a forma de pagamento?...3 SOBRE A CONTRATAÇÃO DO TÍTULO ) Como contratar o Cap Fiador? ) Quando o Título de Capitalização e o Certificado de Caução serão emitidos? ) O título poderá ser utilizado para uma nova garantia locatícia?...4 SOBRE OS SORTEIOS E VALORES DE PREMIAÇÃO ) Quando o título começa a concorrer aos sorteios mensais? ) Como os títulos são ordenados? ) De quantos sorteios o título participará durante sua vigência? ) Como é realizada a apuração dos sorteios? ) Quais os valores da premiação?...5

3 19) Os valores de premiação serão atualizados? ) Sobre o valor da premiação incide alguma tributação? ) O título sorteado continuará a participar dos sorteios mensais? ) Onde consultar o resultado dos sorteios?...6 SOBRE O RESGATE DO TÍTULO ) Qual a carência para resgate do título? ) Quais as formas de resgate do título? ) Como os títulos poderão ser resgatados ) A LIBERAÇÃO DA GARANTIA PODE OCORRER DA SEGUINTE FORMA ) A UTILIZAÇÃO DA GARANTIA PODE OCORRER DA SEGUINTE FORMA ) Como solicitar a Liberação da Garantia? ) Como solicitar a Utilização da Garantia? ) UTILIZAÇÃO DA GARANTIA POR ACORDO ENTRE O LOCADOR E O LOCATÁRIO ) UTILIZAÇÃO DA GARANTIA POR DEMANDA JUDICIAL OU SENTENÇA ARBITRAL ) UTILIZAÇÃO DE CAUÇÃO POR CARTA DE EXECUÇÃO ) Qual valor será pago no caso de resgate antecipado e final?...8 TABELA DE RESGATE - VIGÊNCIAS DE 15 E 30 MESES ) Haverá incidência de Imposto de renda sobre os valores de resgate?...9 SOBRE A ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS ) Em que casos podem ser alterados os dados cadastrais da caução? ) SUBSTITUIÇÃO DO LOCADOR ) SUBSTITUIÇÃO DO LOCATÁRIO ) ALTERAÇÃO CADASTRAL DO LOCADOR E LOCATÁRIO...10 SOBRE A CESTA DE SERVIÇOS...10 SOBRE OS CANAIS DE APOIO À COMERCIALIZAÇÃO ) Onde obter mais informações sobre o Cap Fiador? ) PORTAL DE COMERCIALIZAÇÃO - PORTALDECOMERCIALIZACAO.BRASILCAP.COM.BR.12

4 31.2) CENTRAL DE ATENDIMENTO DA BRASILCAP...12 OBSERVAÇÕES...13 ANEXO Documentação Necessária...14 ANEXO Sob a ótica do Direito do Consumidor...15 ANEXO Sob a ótica de Conformidade com a SUSEP...16

5 APRESENTAÇÃO O Cap Fiador é um título de capitalização de pagamento único, que funciona como garantia locatícia - ou seja, com ele, o Locatário não precisa de fiador. E mais: com o Cap Fiador, o cliente concorre a sorteios e, no fim da vigência, recebe 100% do valor pago pelo título, mais atualização monetária. Para você entender detalhadamente o produto, descrevemos a seguir o passo a passo da venda e as principais informações sobre o Cap Fiador, sob a forma de Perguntas e Respostas. No final do documento, destacamos também informações legais, sob a ótica do Direito do Consumidor e de Conformidade com a SUSEP, as quais devem ser seguidas. Esperamos, desta forma, que você possa oferecer sempre o melhor atendimento aos seus clientes. PASSO A PASSO DA VENDA 1º Passo: o Locatário escolhe o imóvel que deseja alugar; 2º Passo: o parceiro negocia com o Locador o Cap Fiador como garantia; 3º Passo: o parceiro define o valor da garantia com o Locador e o Locatário. O valor pode compreender somente aluguéis ou aluguéis mais taxas (luz, condomínio, gás, IPTU etc.); 4º Passo: o parceiro insere no Portal de Comercialização o valor total da garantia acordada entre o Locador e o Locatário, e o sistema calcula a quantidade de Propostas/títulos necessários para garantir a caução; 5º Passo: o parceiro informa ao Locatário os documentos necessários, com seus respectivos procedimentos de assinatura e, após o recebimento, confere com os originais. 6º Passo: o parceiro cadastra a venda no Portal de Comercialização, assinala a forma de pagamento do título Cap Fiador, gerando o respectivo boleto bancário ou agendando o débito automático em conta corrente (correntistas do Banco do Brasil), e confirma a venda no Portal de Comercialização. 7º Passo: as cópias dos formulários, Proposta e Notificação de Caução são entregues ao Locatário e ao Locador; os originais são guardados pelo parceiro para conferência e possíveis auditorias. 8º Passo: após a confirmação do pagamento, pelo sistema, o Certificado de Caução é disponibilizado no portal para ser entregue ao Locatário e ao Locador. SOBRE OS ARGUMENTOS DE VENDAS 1) Quais os principais argumentos de vendas do produto?» Substitui a figura do fiador;» Oferece um produto diferenciado e sem burocracia;» Garante as obrigações acordadas pelo Locatário até o limite do saldo de capitalização do(s) título(s) vinculado(s) à caução;» Não tem taxa de adesão ou qualquer custo adicional; 1

6 » Dispensa aprovação de crédito;» Tem a maior premiação em relação aos produtos concorrentes. A premiação é de 23,8096 vezes o valor do título;» Oferece uma Cesta de Serviços;» Devolve, no final da vigência, 100% do valor pago, mais atualização pela TR (taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança), caso não seja utilizada a caução;» É um produto da Brasilcap Capitalização S.A. empresa líder do mercado de capitalização em Faturamento, Reservas e Premiações Pagas;» A Brasilcap é uma empresa coligada ao Banco do Brasil. SOBRE O PRODUTO 2) Quem pode comprar o Cap Fiador? Pessoa Física e Pessoa Jurídica. 3) Onde o título poderá ser adquirido? Nos parceiros da Brasilcap. 4) Qual é o prazo de vigência do título? O prazo de vigência é de 15 (quinze) ou 30 (trinta) meses e a vigência se inicia na data do pagamento do título.. 5) E se o prazo do contrato de aluguel for diferente do prazo de vigência do título? Se a vigência do título de capitalização for superior ao prazo do contrato de locação, após o término do contrato, o Locador se obriga a liberar a garantia e poderá realizar o resgate antecipado ou final. Deve-se observar a tabela para resgates antecipados. Caso a vigência do título de capitalização seja inferior ao contrato de locação, mesmo após a vigência do título, o valor capitalizado permanecerá retido. Caso a caução não seja liberada ao final da vigência do título de capitalização, o título permanecerá retido e o cliente não concorrerá aos sorteios. No entanto, mesmo retido, o título garantirá a caução e será corrigido pela TR (taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança) até a liberação da garantia e efetivo resgate do valor capitalizado. 6) Qual o valor do título? O valor varia de R$ 2.000,00 a R$ ,00 e o Locatário pode adquirir mais títulos para garantir valores superiores. Este valor contratado é negociado entre o Locador e o Locatário. 2

7 7) O que acontece com o valor pago? Do valor total pago, uma parte é destinada à formação do capital do título de capitalização e o restante é destinado à cobertura das despesas administrativas e dos sorteios. Vigência Parcela Cota de Capitalização Despesas Administrativas Cota de Sorteio 15 meses Única 93,49% 6,17% 0,34% 30 meses Única 87,40% 11,9349% 0,6651% 8) Como é formado o capital (saldo de capitalização)? As cotas de capitalização do valor pago pelo título serão destinadas à formação do capital. Este valor será capitalizado à taxa de juros de 0,45% a.m., acrescido da taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança (TR), gerando o valor do resgate do título. 9) E se o valor da garantia de aluguel for diferente dos valores mínimo ou máximo? Não existe a possibilidade de contratar um título inferior a R$ 2.000,00. Caso haja necessidade de se obter um título com valor superior a R$ ,00, o parceiro deve inserir o valor no portal e o sistema calculará automaticamente os valores e quantidade de propostas. Para exemplificar, se o valor acordado for R$ ,00, serão contratados pelo sistema dois títulos, sendo um no valor de R$ 2.000,00 e o outro no valor de R$ ,00. 10) Qual é a forma de pagamento? O pagamento pode ser feito em qualquer banco, por boleto bancário; e clientes do Banco do Brasil também têm a opção do débito automático em conta corrente. SOBRE A CONTRATAÇÃO DO TÍTULO 11) Como contratar o Cap Fiador? Antes da contratação do Cap Fiador, o parceiro deve apresentar, ao Locatário/Subscritor, as Condições Gerais do produto, que estão disponíveis no site da Brasilcap e no Portal de Comercialização. Após a apresentação das Condições Gerais, o Locatário/Subscritor deve apresentar todos os seus documentos, conforme lista anexa, disponível também no Portal de Comercialização. Com o recebimento dos formulários de Notificação de Caução e Proposta assinados, o parceiro deve preencher todos os campos, conferir os dados cadastrados com os documentos originais, marcar a opção de pagamento (débito em conta corrente do Banco do Brasil ou Boleto Bancário) e confirmar a venda no Portal de Comercialização. No caso de pagamento via boleto bancário, o sistema preencherá automaticamente a data de vencimento. 3

8 Quando o pagamento for por débito automático (correntista do Banco do Brasil), o sistema exibirá a data de vencimento D+3 (três dias após a data do preenchimento no Portal de Comercialização), mas o parceiro poderá agendar outra data, limitada a D+8 (oito dias após a data do preenchimento no Portal de Comercialização). Uma via da Proposta e outra da Notificação de Caução serão entregues ao Locatário, e os originais dos formulários ficarão de posse do parceiro comercial da Brasilcap, obedecendo ao prazo estabelecido em contrato para futuras conferências ou auditorias. Ao Locador, serão disponibilizadas todas as informações relativas à efetivação da caução. 12) Quando o Título de Capitalização e o Certificado de Caução serão emitidos? O título será emitido automaticamente e enviado ao Titular/Locatário após a confirmação do pagamento da Proposta. O Certificado de Caução será disponibilizado ao parceiro, no Portal de Comercialização, em até sete dias úteis após a confirmação do pagamento. O parceiro deverá imprimir 02 (duas) vias do Certificado de Caução para serem entregues ao Locatário e ao Locador. 13) O título poderá ser utilizado para uma nova garantia locatícia? Sim. O título poderá ser vinculado a uma nova caução, desde que já tenha ocorrido a Liberação da Caução. Para solicitar a nova vinculação de caução, é necessário preencher todos os campos da função Nova Vinculação de Caução no Portal de Comercialização e recolher as assinaturas no formulário gerado. Para este procedimento, o valor da nova caução deverá ser igual ou superior ao valor capitalizado do título ativo. Se o valor da nova caução for igual ao valor capitalizado, basta entregar ao parceiro as cópias dos documentos e formulários preenchidos e assinados para a nova vinculação de caução. Se o valor da nova caução for superior ao valor capitalizado, o Titular/Locatário deverá contratar outro(s) título(s) com o valor complementar e entregar ao parceiro as cópias dos documentos e formulários preenchidos e assinados para a nova vinculação de caução. Se o valor da nova caução for inferior ao valor capitalizado, o Titular/Locatário deverá resgatar o(s) título(s) já liberados de caução e adquirir novo(s) título(s) para a nova vinculação de caução. Sendo necessário resgatar o(s) título(s) vigente(s), deverá ser observada a tabela de resgate disponível nas Condições Gerais do produto. 10 dias úteis após a efetivação da nova caução, será gerado um novo Certificado de Caução, que deverá ser entregue ao Locador e Locatário. O parceiro poderá acompanhar o andamento da análise da nova caução pela Central de Atendimento da Brasilcap ( ). 4

9 SOBRE OS SORTEIOS E VALORES DE PREMIAÇÃO 14) Quando o título começa a concorrer aos sorteios mensais? A participação nos sorteios inicia-se a partir da data de início da vigência do título. 15) Como os títulos são ordenados? Os títulos são ordenados em série (s) de ) De quantos sorteios o título participará durante sua vigência? De acordo com a vigência, o título participará de 15 (quinze) ou 30 (trinta) sorteios. A base para o sorteio é a Loteria Federal do Brasil e ele ocorrerá na primeira quarta-feira de cada mês. Se for feriado, a data-base de dados permanecerá inalterada. O que mudará será a data de realização do sorteio, de acordo com a nova marcação pela Loteria Federal. 17) Como é realizada a apuração dos sorteios? A cada título, é atribuído 1 (um) número exclusivo entre e Para saber o número contemplado, basta ver a combinação formada pela última coluna, composta pelos últimos algarismos do 1º ao 5º prêmios, lidos verticalmente, de cima para baixo. Extração da Loteria Federal do Brasil 1º Prêmio: º Prêmio: º Prêmio: º Prêmio: º Prêmio: Número Contemplado: ) Quais os valores da premiação? Mensalmente, será realizado um sorteio com premiação de 23,8096 vezes o valor do título. 19) Os valores de premiação serão atualizados? Sim. Os valores de sorteio serão atualizados, a partir da data de realização do sorteio até a data do efetivo pagamento, pela taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança. 20) Sobre o valor da premiação incide alguma tributação? Sim. Os valores das premiações estão sujeitos à retenção de Imposto de Renda na Fonte, no percentual de 30%, conforme legislação vigente. 5

10 21) O título sorteado continuará a participar dos Sorteios Mensais? Sim. O título concorrerá aos sorteios até o fim da sua vigência, desde que não tenha sido solicitado o seu resgate ou desde que sua garantia não tenha sido utilizada. 22) Onde consultar o resultado dos sorteios? No site da Brasilcap (brasilcap.com.br) e na Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes / Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). SOBRE O RESGATE DO TÍTULO 23) Quais a carência para resgate do título? O Cap Fiador não possui carência para resgate. No entanto, por se tratar de um título comercializado para garantia locatícia, após sua emissão, o resgate antecipado ou final só poderá ser realizado mediante acordo entre Locador e Locatário ou seus Representantes Legais, Decisão Judicial, Câmara de Arbitragem ou Carta de Execução. 24) Quais as formas de resgate do título? O título pode ter resgate antecipado (portanto, anterior ao término da vigência do título) ou resgate final, que ocorre ao final da vigência. No caso de resgate antecipado, é necessário consultar a tabela de resgates. 25) Como os títulos poderão ser resgatados? O título poderá ser resgatado mediante Liberação ou Utilização da garantia. 25.1) A LIBERAÇÃO DA GARANTIA PODE OCORRER DA SEGUINTE FORMA: a) Com solicitação de resgate antecipado O valor será disponibilizado em até 15 dias úteis após a análise e aprovação da documentação pela Brasilcap. b) Sem solicitação de resgate antecipado A liberação da caução será efetivada em até 07 dias úteis após a análise e a aprovação da documentação pela Brasilcap; O valor será disponibilizado ao final da vigência do título; Após a Liberação da Garantia, o Titular poderá solicitar o resgate antecipado a qualquer tempo, através da Central de Atendimento da Brasilcap. OBS: o Locador é obrigado a liberar a garantia após o término e liquidação do contrato de locação. 6

11 25.2) A UTILIZAÇÃO DA GARANTIA PODE OCORRER DA SEGUINTE FORMA: a) Acordo entre o Locador e o Locatário. b) Decisão Judicial. c) Sentença Arbitral, se o Locador e o Locatário aderirem à arbitragem. d) Carta de Execução. 26) Como solicitar a liberação da garantia? Para solicitar a liberação da garantia, com ou sem solicitação de resgate antecipado, é necessário preencher todos os campos da função Liberação de Caução no Portal de Comercialização e recolher as assinaturas no formulário gerado. Após o acolhimento das assinaturas do Locador e do Locatário ou de seus Representantes Legais e reconhecimento das assinaturas em cartório, o formulário e demais documentações deverão ser enviadas pelo parceiro para análise e aprovação da Brasilcap. Para valores até R$ ,00, o reconhecimento das assinaturas poderá ser por semelhança e, para valores a partir de R$ ,00, o reconhecimento das assinaturas deverá ser por autenticidade. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). 27) Como solicitar a utilização da garantia? Para solicitar a utilização da garantia, é necessário preencher todos os campos da função Utilização de Caução por Acordo entre as Partes ou Utilização de Caução por Acordo Judicial no Portal de Comercialização e recolher as assinaturas no formulário gerado. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). 27.1) UTILIZAÇÃO DA GARANTIA POR ACORDO ENTRE O LOCADOR E O LOCATÁRIO: Para utilizar a garantia é preciso entregar ao parceiro os documentos necessários e preencher todos os campos da função de Utilização de Caução por Acordo Entre as Partes, no Portal de Comercialização e recolher as assinaturas do Locador e do Locatário ou seus Representantes Legais no formulário gerado. O respectivo formulário deverá ser assinado pelo Locador e pelo Locatário e enviado para análise e aprovação da Brasilcap, juntamente com os demais documentos, se houver. Para valores até R$30.000,00, o reconhecimento das assinaturas em Cartório poderá ser por semelhança e para valores a partir de R$ ,00, o reconhecimento das assinaturas deverá ser por autenticidade. O formulário e demais documentos deverão ser vistados e enviados pelo parceiro à Brasilcap (Caixa Postal n 15150, CEP n ). 7

12 A validação dos documentos e o respectivo pagamento do valor pela Brasilcap ocorrerão em até 15 dias úteis. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). 27.2) UTILIZAÇÃO DA GARANTIA POR DEMANDA JUDICIAL OU SENTENÇA ARBITRAL: Para utilizar a garantia é necessário entregar no parceiro o original da Sentença Judicial ou Arbitral e demais documentos, quando houver, devendo o parceiro vistar, preencher todos os campos da função de Utilização de Caução por Demanda Judicial, no Portal de Comercialização e providenciar o envio dos mesmos, juntamente com o formulário gerado no Portal para a Brasilcap (Caixa Postal n 15150, CEP n ). O parceiro deverá arquivar uma cópia de toda a documentação enviada à Brasilcap, inclusive da Sentença Judicial ou Arbitral. A Brasilcap tomará as providências necessárias para atender ao prazo determinado judicialmente. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). 27.3) UTILIZAÇÃO DE CAUÇÃO POR CARTA DE EXECUÇÃO: Para utilizar a garantia é necessário preencher todos os campos da função de Utilização de Caução por Acordo Entre as Partes, no Portal de Comercialização, enviar a Carta de Execução, a comprovação dos débitos, a ordem de despejo, juntamente com o formulário gerado no Portal de Comercialização, para Brasilcap, Caixa Postal nº , CEP nº A validação dos documentos e o respectivo pagamento do valor pela Brasilcap ocorrerão em até 15 dias úteis. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). OBS: A garantia somente poderá ser executada se contemplada a cláusula de execução no contrato de locação. 28) Qual valor será pago no caso de resgate antecipado e final? Resgate Antecipado: o valor de resgate será pago de acordo com as tabelas abaixo, dependendo da vigência escolhida, com atualização monetária pela TR (taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança). Resgate Final: no final da vigência do título, serão devolvidos 100% (cem por cento) do valor pago, acrescidos da atualização monetária pela TR (taxa de remuneração básica aplicada à caderneta de poupança), desde que não tenha sido solicitado o seu resgate ou a garantia não tenha sido utilizada. 8

13 Tabelas de Resgate Vigências de 15 e 30 meses 15 meses 30 meses Mês completo de Vigência % do pagamento único Mês completo de Vigência % do pagamento único Mês completo de Vigência % do pagamento único 1 93,91% 2 94,33% 3 94,75% 4 95,18% 5 95,61% 6 96,04% 7 96,47% 8 96,91% 9 97,34% 10 97,78% 11 98,22% 12 98,66% 13 99,11% 14 99,55% ,00% 1 87,79% 16 93,91% 2 88,19% 17 94,33% 3 88,59% 18 94,76% 4 88,98% 19 95,18% 5 89,38% 20 95,61% 6 89,79% 21 96,04% 7 90,19% 22 96,47% 8 90,60% 23 96,91% 9 91,00% 24 97,34% 10 91,41% 25 97,78% 11 91,82% 26 98,22% 12 92,24% 27 98,66% 13 92,65% 28 99,11% 14 93,07% 29 99,55% 15 93,49% ,00% OBS: Os percentuais acima representam o valor mínimo do resgate, considerando a capitalização à taxa de juros de 0,45% ao mês. 29) Haverá incidência de imposto de renda sobre os valores de resgate? No pagamento do resgate, será aplicado tratamento tributário na forma da legislação fiscal vigente, que atualmente é de 20% sobre o valor dos rendimentos do título. SOBRE A ALTERAÇÃO DE DADOS CADASTRAIS 30) Em que casos podem ser alterados os dados cadastrais da caução? A alteração de dados cadastrais está prevista para os seguintes casos: Substituição do Locador, Substituição do Locatário, Alteração Cadastral do Locador e Alteração Cadastral do Locatário. 9

14 Em todos os casos, é necessário o preenchimento de todos os campos da função específica, no Portal de Comercialização. Após a conferência dos documentos particulares e do formulário, gerado no Portal de Comercialização, assinado com firma reconhecida, o parceiro deve enviar o formulário para análise da Brasilcap. Para valores até R$30.000,00, o reconhecimento das assinaturas em Cartório poderá ser por semelhança e para valores a partir de R$ ,00, o reconhecimento das assinaturas deverá ser por autenticidade. O parceiro deverá vistar e arquivar a cópia dos documentos particulares e do formulário, gerado no Portal de Comercialização, assinado com firma reconhecida. Após realizada a alteração cadastral um novo Certificado de Caução deverá ser impresso através do Portal de Comercialização e entregue ao Locador. Os interessados poderão acompanhar o andamento do processo pela Central de Atendimento da Brasilcap (Clientes e Parceiros / Deficientes Auditivos / Chamadas Internacionais a Cobrar ). SUBSTITUIÇÃO DO LOCADOR Na eventualidade de venda do imóvel, poderá ser transferida a condição de Locador da caução para o novo proprietário. Para tanto é necessário o preenchimento de todos os campos da função de Substituição de Locador, no Portal de Comercialização. Após a conferência dos documentos particulares e do formulário, gerado no Portal de Comercialização, assinado com firma reconhecida, o parceiro deve enviar o formulário para análise da Brasilcap. SUBSTITUIÇÃO DO LOCATÁRIO Na eventualidade de mudança do Locatário do imóvel, poderá ser transferida a condição de Locatário da caução, com autorização do Locador, para o novo Locatário do imóvel. Para tanto é necessário o preenchimento de todos os campos da função de Substituição de Locatário, no Portal de Comercialização. Após a conferência dos documentos particulares e do formulário, gerado no Portal de Comercialização, assinado com firma reconhecida, o parceiro deve enviar o formulário para análise da Brasilcap. ALTERAÇÃO CADASTRAL DO LOCADOR E LOCATÁRIO Para solicitar a alteração cadastral do Locador ou Locatário torna-se necessário o preenchimento de todos os campos da função de Alteração Cadastral do Locador e Locatário no Portal de Comercialização. Após a conferência dos documentos particulares e do formulário, gerado no Portal, assinado com firma reconhecida, o parceiro deve enviar o formulário para análise da Brasilcap. SOBRE A CESTA DE SERVIÇOS Cesta de Serviços disponibilizada aos titulares do Cap Fiador, tanto Pessoa Jurídica quanto Pessoa Física. Mais informações sobre a prestação de serviços encontram-se no Manual da Cesta de Serviços, disponível no Portal de Comercialização» Manuais e Formulários, e na página do produto Cap Fiador, no site da Brasilcap (brasilcap.com.br). 10

15 SERVIÇOS A SEREM OFERECIDOS: Serviços Chaveiro para acesso ao local assistido por Eventos Emergenciais e para acesso ao domicílio por Eventos Externos Cobertura Provisória de Telhados Eletricista por Evento Emergencial e por Evento Externo Encanador por Evento Emergencial e por Evento Externo Fixação de Antenas Informações de Emergência Limpeza 24 horas Proteção Urgente Recuperação de Veículos Regresso Antecipado Remoção Inter-hospitalar Transmissão de mensagens urgentes Transporte e guarda de mobiliário doméstico Vidraceiro Limites de Serviços 1 acionamento por Evento Mão de obra do Prestador: até R$ 150,00 por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Execução de até 1 cópia de chaves por evento Mão de obra do Prestador: até R$ 400,00 por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 1 acionamento por vigência Mão de obra do Prestador: até R$ 200,00 por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Mão de obra do Prestador: até R$ 200,00 por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Mão de obra do Prestador: até R$ 400,00 por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 1 acionamento por vigência Sem limite de acionamento por evento Mão de obra do Prestador: até R$ 500,00 por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Mão de obra do Prestador: até R$ 300,00 por evento Até 2 dias de proteção por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Até R$ 500,00 em custo de passagem para recuperação do veículo por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Até R$ 500,00 em custo com regresso antecipado da Brasilcap por evento 1 acionamento por evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Até R$ 3.000,00 em custo de remoção inter-hospitalar por evento 1 acionamento por Evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência Telefonia nacional Até R$ 500,00 com custo de guarda do mobiliário doméstico por Evento 1 acionamento por Evento Até, no máximo, 3 acionamentos por vigência Mão de obra do Prestador: até R$ 150,00 por Evento 1 acionamento por Evento Até, no máximo, 2 acionamentos por vigência 11

16 SOBRE OS CANAIS DE APOIO À COMERCIALIZAÇÃO 31) Onde obter mais informações sobre o Cap Fiador? 31.1) PORTAL DE COMERCIALIZAÇÃO - PORTALDECOMERCIALIZACAO.BRASILCAP.COM.BR 31.2) CENTRAL DE ATENDIMENTO DA BRASILCAP - 2ª A 6ª FEIRA: CLIENTES (08h00 às 21h00) Deficientes Auditivos ou de Fala PARCEIROS IMOBILIÁRIA Suporte ao Produto e Dúvidas Funcionais - 08h00 às 21h00 - Especialidade - Suporte Técnico ao Portal de Vendas - 09h00 às 18h00 CESTA DE SERVIÇOS CHAMADAS INTERNACIONAIS A COBRAR OUVIDORIA h00 às 21h00 12

17 OBSERVAÇÕES: 1) Os documentos particulares atualizados (CPF, Carteira de Identidade ou Passaporte Número Único de Identificação e Comprovante de Residência) deverão ser vistados com o nome do conferente, ficar arquivados no parceiro e ser encaminhados à Brasilcap sempre que solicitado. 2) Processos de Pós-Venda da Caução: a) Liberação de Caução, com ou sem resgate; b) Utilização de Caução; c) Manutenção de Caução (Alteração Cadastral do Locador, Alteração Cadastral do Locatário, Substituição de Locador, Substituição de Locatário) e Nova Vinculação de Caução. 3) Verificar os documentos necessários para cada alteração de Pós-Venda no respectivo formulário. 4) Para os processos de Pós-Venda, o parceiro deverá encaminhar os seguintes documentos para a Brasilcap: Formulário específico, disponível no Portal de Comercialização, assinado pelas partes (Locador / Locatário), com o reconhecimento em cartório por semelhança, para valores até R$ 30 mil, e por autenticidade, para valores acima de R$ 30 mil; Procuração do Outorgante e do Representante ou Contrato de Locação ou Contrato de Administração; Documentação Societária, para cliente Pessoa Jurídica. 5) Para os demais processos operacionais, assim como Registro de Óbito e Transferência de Titularidade, verificar instruções no respectivo formulário. 6) Para recebimento de valores de premiações e resgates iguais ou superiores a R$ ,00, é necessário que o Titular entregue, ao parceiro, cópia dos documentos, conforme Anexo I, destacando a necessidade de apresentação de Comprovante de Residência atualizado. Para a efetivação do pagamento, o parceiro deve enviar para a Brasilcap informando quanto ao recebimento dos documentos citados no Anexo I, conforme modelo abaixo: Assunto: Cap Fiador Pagamento de Sorteio / Resgate Nome completo do Titular: Produto: PU30XX (exemplo) Título / Série: Proposta: Data de recebimento da documentação: Texto Fixo: Foram recebidos e arquivados os documentos do Titular, em atendimento à Circular Susep

18 ANEXO 1 Documentação necessária: Documentos - Locador e Locatário Pessoa Física CPF Carteira de Identidade ou Passaporte (Número Único de Identificação) Comprovante de Residência expedido por concessionárias do Governo água, luz, gás ou telefone (não anterior a 3 meses) Pessoa Jurídica CNPJ; Contrato Social e todas as alterações (até a última) ou estatuto assembleia geral ordinária que consolide a última versão do estatuto, e última ata de eleição de diretoria; Outros documentários societários competentes, se for o caso; Carteira de identidade e CPF dos sócios (casos de Ltda. e pessoas jurídicas individuais); Comprovante de Residência dos sócios (para empresas Ltda.) ou Carteira de Identidade dos diretores (para empresas S.A); Documentos de Representante Legal - Locador e Locatário Pessoa Física CPF Carteira de Identidade ou Passaporte (Número Único de Identificação) Comprovante de Residência expedido por concessionárias do Governo água, luz, gás ou telefone (não anterior a 3 meses) Procuração do Outorgante e do Representante ou Contrato de Locação ou Contrato de Administração. Pessoa Jurídica CNPJ; Contrato Social e todas as alterações (até a última) ou estatuto assembleia geral ordinária que consolide a última versão do estatuto, e última ata de eleição de diretoria; Outros documentários societários competentes, se for o caso; Carteira de identidade e CPF dos sócios (casos de Ltda. e pessoas jurídicas individuais); Comprovante de Residência dos sócios (para empresas Ltda.) ou Carteira de Identidade dos diretores (para empresas S.A); Procuração do Outorgante e do Representante. 14

19 Sob a ótica do Direito do Consumidor: ANEXO 2 1. Configura prática abusiva, de acordo com o artigo 39 do código de Defesa do Consumidor, dentre outras práticas: Condicionar o fornecimento de qualquer produto ou serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa, impor valores ou produtos diversos daquele desejado pelo consumidor. Enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto, ou fornecer qualquer serviço; Prevalecer-se da fraqueza ou ignorância do consumidor, tendo em vista sua idade, saúde, conhecimento ou condição social, para impingir-lhe seus produtos ou serviços; Repassar informação depreciativa referente a ato praticado pelo consumidor no exercício de seus direitos; Recusar a venda de bens ou a prestação de serviços diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento. 2. É importante salientar que a Brasilcap também tem responsabilidade quanto às vendas de seus produtos realizadas por intermédio do parceiro. Por essa razão, é importante que haja responsabilidade e comprometimento dos vendedores no momento da comercialização do produto Cap Fiador. 3. O não atendimento às normas de consumo leva, conforme o caso, às seguintes sanções administrativas, sem prejuízo das de natureza civil, penal e das definidas em normas específicas: I - multa; II - apreensão do produto; III - inutilização do produto; IV - cassação do registro do produto junto ao órgão competente; V - proibição de fabricação do produto; VI - suspensão de fornecimento de produtos ou serviço; VII - suspensão temporária de atividade; VIII - revogação de concessão ou permissão de uso; IX - cassação de licença do estabelecimento ou de atividade; X - interdição, total ou parcial, de estabelecimento, de obra ou de atividade; XI - intervenção administrativa; XII - imposição de contrapropaganda. 4. O consumidor tem direito à absoluta clareza da informação. 5. O consumidor deverá ter acesso às informações existentes em cadastros, fichas, registros e dados pessoais e de consumo arquivados sobre ele, bem como sobre as suas respectivas fontes. (Art. 43 do Código de Defesa do Consumidor). 6. É muito importante que o consumidor tenha ciência quanto às cláusulas e termos que regem o produto (Condições Gerais e Proposta) antes da efetiva aquisição. Os contratos que regulam as relações de consumo não obrigarão os consumidores a cumpri-los se não lhes for dada a oportunidade de tomar conhecimento prévio de seu conteúdo. (Art. 46 do Código de Defesa do Consumidor).. 15

20 Sob a ótica de Conformidade com a SUSEP: ANEXO 3 1. É vedada a cobrança de quaisquer valores do Subscritor e/ou Titular com finalidade de inscrição, cadastro ou transferência do título, independentemente de sua denominação. 2. O consumidor poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de capitalização, na página virtual por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF. 3. As Condições Gerais completas deverão ser disponibilizadas ao Subscritor, assim como todas as demais informações acessórias ao produto, previamente à aquisição do título ou ao preenchimento da Ficha de Cadastro, quando existente. 4. Não poderão ser comercializados os direitos relativos ao título. 5. É vedada a reaplicação do valor de resgate ou do valor do sorteio em outro título sem a prévia anuência do Titular. 6. Sempre que realizar uma venda, o parceiro deve analisar toda a documentação original, confrontando-a com os dados preenchidos na Proposta ou com o sistema, e deve avaliar se os documentos são ou não suspeitos. Caso haja suspeita no que se refere à documentação, o funcionário da corretora deverá comunicar ao seu gestor imediato e à Brasilcap, para as providências necessárias. 7. É proibida a venda de título de capitalização aos menores de dezesseis anos. - Art.3º I do Código Civil. 16

Cartilha. Ourocap Fiador

Cartilha. Ourocap Fiador Faz diferença ter Ourocap Fiador na hora de alugar um imóvel. Cartilha Ourocap Fiador O Ourocap Fiador* é o título de capitalização que funciona como uma garantia de aluguel, facilitando sua vida na hora

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP EMPRESA FLEX - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP MULTISORTE PM24P - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 II GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 II GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 CAP FIADOR MODALIDADE: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005233/2011-75

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 Página 1 de 7 CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. CNPJ: 33.425.075/0001-73 TC CASH 36 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1 CAPITALIZAÇÃO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Porto Seguro Capitalização S.A. CNPJ Nº 16.551.758/0001-58 MODALIDADE I: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003346/2012-17 II GLOSSÁRIO

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: Nº 03.558.096/0001-04 PU 12 MESES - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: 03.558.096/0001-04 (PU 15 MESES) - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PLANO PM 48/48 P - MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP TORCIDA BRASIL MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA PLANO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 48/48 D - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ Nº. : 11.467.788/0001-67 PRODUTO: PR_PU_POPULAR1_S100_1S_CS0834 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 60/60 A - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE PLANO PM

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA

CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA Página 1 de 6 CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. TC MEGA DATA MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº 15414.000814/2006-53

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA PLANO PU

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH

CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PREMIUM CASH PLANO PM 60/60 N - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL PLANO PU 15/15 A - MODALIDADE:

Leia mais

Condições Gerais. I Informações Iniciais

Condições Gerais. I Informações Iniciais Condições Gerais I Informações Iniciais Sociedade de Capitalização: MAPFRE Capitalização S.A. CNPJ: 09.382.998/0001-00 Nome Fantasia do Produto: Mc-T-04- Pu 12 Meses Modalidade: Tradicional Processo Susep

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP Versão: 05/2013 Proc. SUSEP 15414.004330/2012-21 CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP SUMÁRIO I - INFORMAÇÕES

Leia mais

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1 CONDIÇÕES GERAIS DO PU114P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PLANO PU114P MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005166/2011-99II

Leia mais

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada.

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada. CONDIÇÕES GERAIS DO (PU 12 MESES versão 178) I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ Nº 03.558.096/0001-04 (PU 12 MESES versão 178) - MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM930T4 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

Condições Gerais Agromania CAP

Condições Gerais Agromania CAP Condições Gerais Agromania CAP CONDIÇÕES GERAIS DO (PU 12 MESES VERSÃO 16) I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ Nº 03.558.096/0001-04 (PU 12 MESES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº:

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM102T7 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: II GLOSSÁRIO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02 CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009)

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

Leia mais

OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO

OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO Subscritor - é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC CONDIÇÕES GERAIS DO PIC I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CIA ITAÚ DE CAPITALIZAÇÃO CNPJ: 23.025.711/0001-16 PIC - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005217/2012-63 WEB-SITE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PU 12/12 T MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR

CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO PM110P3 POPULAR SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM110P3 - MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003600/2011-04

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS

PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m.

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m. PLIN FIDELIDADE MODALIDADE TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003764/2008-28 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PU 81.4 - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP)

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP) - textos na cor azul serão adotados caso selecionados; - textos na cor vermelha deverão ser suprimidos no documento original e trata-se de informações para a elaboração do Título; - textos em negrito,

Leia mais

OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO

OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO Subscritor - é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25 WEB-SITE:

CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25 WEB-SITE: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE FÁCIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25

Leia mais

PM48 MPE. SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO

PM48 MPE. SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO PM48 MPE SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. I - INFORMAÇÕES INICIAIS Sociedade de Capitalização - APLUB Capita-lização S.A. CNPJ - 88.076.302/0001-94 Modalidade: Popular

CONDIÇÕES GERAIS. I - INFORMAÇÕES INICIAIS Sociedade de Capitalização - APLUB Capita-lização S.A. CNPJ - 88.076.302/0001-94 Modalidade: Popular ESTIPULANTE SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUB SORTE EXTRA - TCA 420 (PROC. SUSEP Nº 15414.200104/2009-74), da APLUB Capitalização S. A. I - INFORMAÇÕES INICIAIS

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLICAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 13.122.801/0001-71 APLICAP 026 MODALIDADE: PU POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900500/2014-62

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO 100 II PLANO PU 36/001 B1 - MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL)

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) I INFORMAÇÕES INICIAIS II GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM BÔNUS - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.902145/2013-85 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 1. Glossário Subscritor é quem adquire o Título, assumindo o compromisso de efetuar

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS ÍNDICE I Informações Iniciais... 4 II Glossário... 4 III Objetivo... 5 IV Natureza do Título... 5 V Vigência... 5 VI Pagamento... 5 VII Carência...

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901295/2014-52 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO.1 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.30/0001-94 APLUBCAP ECO.1 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: 15414.0055/011-47

Leia mais

HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS

HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

OUROCAP FIADOR SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL

OUROCAP FIADOR SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL OUROCAP FIADOR SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900001/2014-75 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO:

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.001039/2009-04

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 MODALIDADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 MODALIDADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: II - GLOSSÁRIO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 Din Din Copa Santander Libertadores MODALIDADE:

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900570/2013-30 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP Versão 2013 Processo SUSEP Nº: 15414.900275/2013-83 ÍNDICE I II III IV V VI VII VIII IX X XI XII XIII XIV INFORMAÇÕES INICIAIS........... Pág. 4 GLOSSÁRIO... Pág. 4 OBJETIVO...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP 20 ANOS MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900585/2015-60

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414.

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 166 : POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004323/2012-20 II - GLOSSÁRIO Subscritor é

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076. CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 226 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO

RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

SANTANDER CAP. Condições Gerais. I - Objetivo

SANTANDER CAP. Condições Gerais. I - Objetivo SANTANDER CAP Condições Gerais I - Objetivo Art. 1º - A SANTANDER CAPITALIZAÇÃO S.A., doravante denominada Sociedade de Capitalização, institui o Título de Capitalização ora descrito e devidamente aprovado

Leia mais

I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO

I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO PU_TRADICIONAL_100MM_15M Condições Gerais I. INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ Nº. : 11.467.788/0001-67 PRODUTO: PU_TRADICIONAL_100MM_15M MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

Regulamento Top Seguro Digital Lojas Dadalto. 1. Cessão: Essa promoção comercial envolve apenas a cessão de participação nos sorteios.

Regulamento Top Seguro Digital Lojas Dadalto. 1. Cessão: Essa promoção comercial envolve apenas a cessão de participação nos sorteios. Regulamento Top Seguro Digital Lojas Dadalto 1. Cessão: Essa promoção comercial envolve apenas a cessão de participação nos sorteios. 2. Promotora: A Royal & Sunalliance Seguros (Brasil)S.A, é titular

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 NOME FANTASIA DO PRODUTO: INVESTCAP POP-PM 61 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901593/2014-42

Leia mais

PROGRAMA DE CAPITALIZAÇÃO SORTE SEMPRE

PROGRAMA DE CAPITALIZAÇÃO SORTE SEMPRE PROGRAMA DE CAPITALIZAÇÃO SORTE SEMPRE DEFINIÇÕES UTILIZADAS NESTE REGULAMENTO I) TÍTULO: Título de Capitalização da Modalidade Tradicional emitido pela APLUB Capitalização S.A. (APLUBCAP) e aprovado pela

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS - DIN DIN JUNINA

CONDIÇÕES GERAIS - DIN DIN JUNINA CONDIÇÕES GERAIS - DIN DIN JUNINA GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada nestas Condições

Leia mais

Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais EMPRESARIAL

Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais EMPRESARIAL Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais O IDEAL CAP Empresarial é um título de capitalização de pagamento mensal que ajuda você a guardar dinheiro para tirar os projetos do papel. Além disso,

Leia mais

Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel

Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de sua cota de maneira ágil e fácil. Esse processo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Pagamento Cota de sorteio % Cota de carregamento % Cota de Capitalização % 1º ao 3º 5,336% 59,464% 35,20%

CONDIÇÕES GERAIS. Pagamento Cota de sorteio % Cota de carregamento % Cota de Capitalização % 1º ao 3º 5,336% 59,464% 35,20% CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada nestas Condições Gerais. Titular

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO EMPRESA SOCIOAMBIENTAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO EMPRESA SOCIOAMBIENTAL CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO EMPRESA SOCIOAMBIENTAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO EMPRESA SOCIOAMBIENTAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DIN DIN DO RONALDO

CONDIÇÕES GERAIS DIN DIN DO RONALDO CONDIÇÕES GERAIS DIN DIN DO RONALDO GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada nestas Condições

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA PLANO PM 30/30 - MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física:

INSTRUÇÕES BÁSICAS. Locatário Pessoa Física: INSTRUÇÕES BÁSICAS O que é necessário para alugar um imóvel na Bandeirantes Imóveis? Para alugar quaisquer dos imóveis disponíveis na carteira de locação da Bandeirantes Imóveis siga os seguintes passos:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS POSTALCAP. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 PROCESSO SUSEP Nº: 15414.

CONDIÇÕES GERAIS POSTALCAP. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 PROCESSO SUSEP Nº: 15414. CONDIÇÕES GERAIS POSTALCAP I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 POSTALCAP MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.902353/2014-65

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO: SHOW DE PRÊMIOS CAMPO DAS OLIVEIRAS PERÍODO DE VIGÊNCIA: 10/07/2015 À 30/12/2015

REGULAMENTO PROMOÇÃO: SHOW DE PRÊMIOS CAMPO DAS OLIVEIRAS PERÍODO DE VIGÊNCIA: 10/07/2015 À 30/12/2015 REGULAMENTO PROMOÇÃO: SHOW DE PRÊMIOS CAMPO DAS OLIVEIRAS PERÍODO DE VIGÊNCIA: 10/07/2015 À 30/12/2015 DADOS DA PROMOTORA DA PROMOÇÃO NOVA PÁTRIA PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR LTDA Rua: Barão de Jacareí,

Leia mais

GLOSSÁRIO. Data de aniversário é o mesmo dia do início de vigência para todos os meses subsequentes, enquanto o plano estiver em vigor.

GLOSSÁRIO. Data de aniversário é o mesmo dia do início de vigência para todos os meses subsequentes, enquanto o plano estiver em vigor. PLIN EMPRESARIAL Processo SUSEP: 15414.003337/2007-69 Período de Comercialização: 26/10/2007 a 27/02/2009 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE PLANO PM 60/60

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO CAIXACAP VITÓRIA

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO CAIXACAP VITÓRIA CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO CAIXACAP VITÓRIA GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada nestas

Leia mais

Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte

Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte CREDZ ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO Endereço: AVENIDA BRIGADEIRO FARIA LIMA, Nº 1309 11º ANDAR JARDIM PAULISTANO, SÃO PAULO - SP CNPJ 12.109.247/0001-20

Leia mais

GUIA OPERACIONAL. Data: 18/01/07

GUIA OPERACIONAL. Data: 18/01/07 GUIA OPERACIONAL Data: 18/01/07 ÍNDICE GARANTIA DE ALUGUEL... 4 1. Definição...4 2. Argumentos de Venda...8 3. Como é Feita a Contratação do Novo Garantia de Aluguel...9 PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS... 10

Leia mais

GLOSSÁRIO. Subscritor é a pessoa que adquire o Título, responsabilizando-se pelo seu pagamento.

GLOSSÁRIO. Subscritor é a pessoa que adquire o Título, responsabilizando-se pelo seu pagamento. GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que adquire o Título, responsabilizando-se pelo seu pagamento. Titular é o próprio subscritor ou outra pessoa expressamente indicada pelo mesmo, sendo este o proprietário

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 PADRÃO)

CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 PADRÃO) CONDIÇÕES GERAIS DO PRODUTO FEDERALCAP MENSAL (PM 60 - PADRÃO) 1. INTRODUÇÃO 1.1. A FEDERAL CAPITALIZAÇÃO S.A., a seguir denominada EMITENTE, é uma sociedade especializada na instituição e administração

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200

CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200 CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) VIP 200 CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO DE PAGAMENTO MENSAL (CÓDIGO 45.1) GLOSSÁRIO _ Subscritor é a pessoa que subscreve

Leia mais

(R$500)Título de Capitalização de Pagamento Único Cód. 11.4. Condições Gerais. Glossário

(R$500)Título de Capitalização de Pagamento Único Cód. 11.4. Condições Gerais. Glossário (R$500)Título de Capitalização de Pagamento Único Cód. 11.4 Condições Gerais Glossário Subscritor - é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o na forma

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME SOS MATA ATLÂNTICA 300

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME SOS MATA ATLÂNTICA 300 CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME SOS MATA ATLÂNTICA 300 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PRIME SOS MATA

Leia mais

1. DO PRAZO E DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA DA PROMOÇÃO

1. DO PRAZO E DA ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA DA PROMOÇÃO A PANAMERICANA DE SEGUROS S.A. que é subscritora dos Títulos de Capitalização emitidos e administrados pela CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A., inscrita no CNPJ sob o n 11.467.788/0001-67, cuja Nota Técnica e respectiva

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TORCIDA PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PU

CONDIÇÕES GERAIS DO TORCIDA PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PU I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO TORCIDA PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PU SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 TORCIDA PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PU PLANO

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA MITRASEG CORRETORA REGULAMENTO DO SORTEIO

CAPEMISA SEGURADORA MITRASEG CORRETORA REGULAMENTO DO SORTEIO CAPEMISA SEGURADORA MITRASEG CORRETORA REGULAMENTO DO SORTEIO A CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA, inscrita no CNPJ nº 08.602.745/0001-32, é subscritora dos Títulos de Capitalização da modalidade

Leia mais

C:\DOCUME~1\agarios\CONFIG~1\Temp\notesD4279C\CG s Ourocap Estilo Flex.docC:\DOCUME~1\agarios\CONFIG~1\Temp\notesD4279C\CG s Ourocap Estilo Flex.

C:\DOCUME~1\agarios\CONFIG~1\Temp\notesD4279C\CG s Ourocap Estilo Flex.docC:\DOCUME~1\agarios\CONFIG~1\Temp\notesD4279C\CG s Ourocap Estilo Flex. OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO CARREFOUR GARANTIA ESTENDIDA TELEMARKETING

REGULAMENTO PROMOÇÃO CARREFOUR GARANTIA ESTENDIDA TELEMARKETING REGULAMENTO PROMOÇÃO CARREFOUR GARANTIA ESTENDIDA TELEMARKETING Dados da Promotora: Cardif do Brasil Seguros e Garantias S.A. CNPJ: 08.279.191/0001-84 Rua Campos Bicudo, 98 1º ao 7º andar, São Paulo -

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: SORTE EXTRA PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/06/2013 à 31/05/2014 1ª PRORROGAÇÃO: 01/06/2014 à 31/05/2015 A PROMOÇÃO SORTE EXTRA sofreu algumas

Leia mais

Cota de sorteio. carregamento (%) capitalização (%) 1º a 3º 2,20 87,80 10,00 4º 2,20 67,80 30,00 5º a 60º 2,20 6,39 91,41

Cota de sorteio. carregamento (%) capitalização (%) 1º a 3º 2,20 87,80 10,00 4º 2,20 67,80 30,00 5º a 60º 2,20 6,39 91,41 HIPERPLIN Processo SUSEP: 15414.003979/2006-87 Período de Comercialização: desde agosto/07 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o

Leia mais