Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada"

Transcrição

1 9 MATERIAIS DIDÁTICOS - Com base no conhecimento adquirido nas reuniões anteriores, o professor deve preparar uma proposta dos materiais que pretende produzir para o seu curso/disciplina. - É importante que o material didático (e a linguagem) seja escolhido de acordo com o perfil do público-alvo, projeto pedagógico e objetivos do curso. - Para se obter os resultados didáticos esperados, é importante também que se produza materiais em formatos e mídias variadas, pois eles abrangerão um maior leque de perfis de alunos, e que sejam articulados entre si. 1. MATERIAL PARA A LEITURA (OBRIGATÓRIO) Cada curso/disciplina deverá oferecer, obrigatoriamente, um texto para leitura. Poderá ser um texto mais completo com sugestões de leituras complementares ou resumo de conteúdos e facilitadores de leitura, caso escolha livro ou livros-textos. Assim, você deve elaborar um destes dois formatos. Apostila Tipo 1: Texto apresentando cada conteúdo, em discurso narrativo (aproximando-se ao discurso oral), com explicações, referências de diferentes autores, ilustrações, exemplos resolvidos ou comentados e estudos de caso. O formato irá depender do conteúdo abordado na disciplina. Deve conter indicação de leituras e sites relevantes, links para saiba mais, instigando o estudante a refletir sobre o tema, bem como a fazer associações ou avaliar implicações entre teoria e prática, entre o estudo e a vida real. Não existe um tamanho mínimo ou máximo, mas é aceitável considerar a variação de 120 a 140 páginas para um conteúdo de 60 horas (fonte Arial 11, espaçamento 1,5 e margens 2,0 cm). O material deve conter também: capítulo; na disciplina; Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada Indicação de tema para debate e seu período de duração Referência aos materiais didáticos obrigatórios e complementares produzidos. Desde que atenda determinados requisitos e seja aprovado pela comissão editorial, este material poderá vir a ser publicado na Série Conhecimento (publicação eletrônica da CEAD).

2 Apostila Tipo 2: Recomendável no caso de se optar pela utilização de livro, livros-textos ou referências. É essencialmente uma orientação para os estudos, em discurso narrativo, incentivando e acompanhando o aluno em seu percurso de leitura dos livros adotados ou recomendados na disciplina. Deve conter comentários sobre os conteúdos, como aqueles que os alunos têm em sala de aula, motivando e facilitando o processo de busca dos conteúdos. Os tópicos da discussão devem estar necessariamente na ordem da apresentação do conteúdo, bem como a eles referidos. Esperase que o material, após a sua formatação, contenha de 40 a 80 páginas, não existindo, entretanto, tamanho preestabelecido. Deve conter também: conteúdo; na disciplina; Exercícios orientadores do aprendizado e sua resposta; Indicação das referências complementares para cada Indicação de tema para debate e seu período de duração Referência aos materiais didáticos obrigatórios e complementares produzidos. Para cursos de graduação a distância, é muito importante que o professor indique, com antecedência (pelo menos, três meses antes do início do semestre), os livros-referência que serão utilizados para que o coordenador do curso solicite a sua aquisição nos polos. - Vantagens: rapidez de produção; base pra o desenvolvimento de outros materiais; comporta maior quantidade de conteúdo e informação; pode ser usada em versões on-line (com hiperlinks e recursos digitais) e off-line (impressa), etc. - Possíveis limitações: apresenta baixa taxa de interatividade e pode exigir maior poder concentração do aluno (aspectos que podem ser contornados com a devida orientação da equipe técnica da CEAD). Este trabalho envolve a análise do conteúdo elaborado (clareza, eficiência, ausência de informação, etc.), com as devidas sugestões e orientações textuais e gráficas, copidesque, programação visual/ diagramação. 1ª Providência: Marque uma reunião com o responsável pelo setor para receber todas as orientações. Se possível, leve também a primeira versão do material que será avaliado e editado. Responsável: João Batista ( Tempo médio de produção: 20 dias

3 2. VÍDEO DE APRESENTAÇÃO (OBRIGATÓRIO) Devem se considerados dois vídeos de apresentação, a depender da organização do curso: um para apresentação do curso e outro para a disciplina. Para cursos curtos, pode-se considerar apenas um vídeo de apresentação. Você deve preparar para cada uma das respectivas disciplinas que for desenvolver, contendo: um depoimento apresentando-se (formação sucinta, relação com o tema, etc.); objetivos instrucionais; estrutura geral de como o curso/disciplina será desenvolvido; o que espera do estudante e o que o estudante deve esperar do professor e tutores, etc. Deve ser uma conversa direta com o aluno, com uma linguagem objetiva e informal. Deve ser informativo e motivador e, se conveniente, apresentando a equipe do curso e os ambientes, ferramentas e dinâmica a ser utilizada. - Vantagens: de forma objetiva, familiariza o aluno com o professor, com o curso e/ou a disciplina, criando certa identificação entre eles. - Possíveis limitações: falta de objetividade do professor e longa duração. Não deve ser superior a 4min. Este trabalho envolve a elaboração de um texto básico e objetivo a ser lido pelo interessado (a) em estúdio ou outro lugar apropriado, com a possibilidade de usar imagens relacionadas com tema no fundo. 1ª Providência: Marque uma reunião com o responsável pelo setor para receber todas as orientações de tramitação. Se possível, leve também um esboço das informações que pretende apresentar no vídeo, bem como sugira imagens que podem ser utilizados no fundo da apresentação, ou ainda pessoas ou local para a gravação. Responsável: Márcio ( Tempo médio de produção: 2 dias Observações: Os prazos para a elaboração dos materiais são aproximados, podendo ser maiores ou menores, de acordo com a complexidade e/ou com tamanho do conteúdo original. Enquanto um material estiver sendo desenvolvido, outro poderá estar sendo produzido 3. AULA NARRADA O material didático considerado como Aula narrada poderá ser desenvolvido em diferentes formatos: apresentação, captura de tela, quadro digital e mesa digital. Devem incluir, sempre que possível, imagens e gráficos, com duração máxima de 15 minutos (10 a 15 min) cada. A escolha do formato dependerá do seu conteúdo e objetivos instrucionais. Antes de produzi-la, é recomendável que você assista a materiais produzidos nesses formatos. Não será incluída neste grupo a vídeo-aula.

4 Esses materiais podem ter a função de apresentar o conteúdo geral da semana e/ou um ou mais tópicos específicos do conteúdo geral - o que é mais recomendável -, explorando-o mais detalhadamente. Obrigatoriamente, você deve preparar, no mínimo, um produto por semana. Este número pode ser maior, de acordo com o conteúdo e a dinâmica do curso. a) Aula Narrada - Apresentação***: Neste formato, você prepara uma apresentação em PowerPoint. Em seguida, esta apresentação receberá a narração e, finalmente, será exportada para o formato swf (Flash). Poderá utilizar todas as ferramentas do PowerPoint, as quais não serão perdidas após a transformação em formato swf. b) Aula Narrada - Captura de tela: é um produto no qual se faz o uso de um software para capturar em formato de vídeo tudo o que é feito na tela do computador, enquanto é gravada a voz do professor realizando tal tarefa. Pode ser utilizado na apresentação de um software ou na navegação de sites na internet. c) Aula Narrada Quadro digital: os quadros ou lousas digitais podem ser utilizados para a produção de materiais didáticos semelhantes àqueles produzidos nos itens a e b. O quadro digital é uma lousa com sensor de localização que amplia a capacidade de controle de softwares e que permite usar tinta eletrônica para escrever/marcar/destacar o material exibido por uma projeção. O professor pode apresentar o conteúdo a partir de quadros brancos (menos recomendado), complementando e/ou interagindo com um material visual preparado previamente, navegar na internet, ou ainda em determinado software que deseja apresentar. d) Aula Narrada Mesa digital: A mesa digital pode ser considerada um quadro digital em tamanho reduzido (19 polegadas). Também nela, você pode produzir materiais semelhantes àqueles apresentados anteriormente ou ao quadro-digital. - Vantagens: a associação de áudio do professor ou tutor com imagens e recursos técnicos variados possibilita maior proximidade professor(a)- aluno(a) e melhor explicação/explanação de determinado aspecto do conteúdo, tornando-o mais atraente e claro dependendo do tema e forma abordados - ao aluno ; - Possíveis limitações: falta de planejamento da produção e duração. Não pode ultrapassar mais que 10min, para não se correr o risco de dispersar a atenção do aluno. Este trabalho envolve planejamento, escolha de texto, imagens (fotos, gráficos, ilustrações, etc.) e animações, bem como orientações para a gravação, além de edição do material produzido.

5 1ª Providência: Marque uma reunião com o responsável pelo setor para receber todas as orientações. Se possível, leve também um esboço das informações e/ou imagens que pretende apresentar. ***Recomenda-se que, até que o professor esteja familiarizado com o equilíbrio entre texto/imagem/narração e tempo das apresentações, primeiramente, as aulas narradas sejam encaminhadas ao setor de Edição de Conteúdo da Cead (João Mota ). Ali, será avaliada a adequação entre o texto a ser gravado e o escrito nos slides, bem como o tempo de cada um deles. Realiza ainda uma avaliação inicial das imagens, que serão efetivamente definidas pelo setor de Audiovisual. Responsável: Tim ( Tempo médio de produção: 2 dias Observação: Os prazos para a elaboração dos materiais são aproximados, podendo ser maiores ou menores, de acordo com a complexidade e/ou com tamanho do conteúdo original Enquanto um material estiver sendo desenvolvido, outro poderá estar sendo produzido 4. VÍDEO-AULA Em muitos casos, a imagem pode facilitar o processo de compreensão dos estudantes. Isso porque esse instrumento didático permite detalhes de um acontecimento (closes de uma cirurgia, por exemplo) ou acompanhamento da evolução de um fato (as fases de crescimento ou o procedimento de poda de determinada planta; construção ou elaboração de equipamento ou obra,etc.) Assim, você deve avaliar a possibilidade de apresentar alguns temas/conteúdos em vídeo. Ele pode ser externo (por exemplo, a apresentação de uma atividade no laboratório ou no campo) ou interno: o depoimento ou entrevista de um ou mais professores, mesas-redondas, etc. Podem ainda combinar imagens reais e animações ou desenhos esquemáticos. - Vantagens: permite inúmeras possibilidades de associação com outros recursos audiovisuais, bem como o registro (com detalhes) de situações, acontecimentos, práticas, etc. - Possíveis limitações: por envolver número maior de pessoas e equipamentos, exige um planejamento mais detalhado e maior tempo para a produção adequada, dependendo do tema a ser abordado. Este trabalho envolve a discussão de ideias iniciais, elaboração de roteiro, planejamento de produção, escolha de locações, gravação e edição de imagens, sonorização, geração de caracteres e pósprodução, se necessário.

6 1ª Providência: Marque uma reunião com o responsável pelo setor para receber todas as orientações. Se possível, leve também um texto com objetivos e principais informações e imagens que deverão estar no vídeo, além de possíveis locais onde poderão ser gravadas. Responsável: Márcio ( Tempo médio de produção: 10 dias Observação: Os prazos para a elaboração dos materiais são aproximados, podendo ser maiores ou menores, de acordo com a complexidade e/ou com tamanho do conteúdo original. Enquanto um material estiver sendo desenvolvido, outro poderá estar sendo produzido 5. ANIMAÇÕES/SIMULAÇÕES São materiais complementares fortemente recomendados. São objetos de aprendizagem, na maioria das vezes, preparados em Flash ou HTML5. Podem ser jogos, laboratórios virtuais ou simulações, mas sempre interativos, que exigem a intervenção do estudante. Tais materiais são sempre mais motivadores, mas você deve planejá-los com mais antecedência, pois demandam maior tempo para desenvolvimento. Ver exemplos de materiais já produzidos. Este trabalho envolve a elaboração de desenhos, imagens e animações, que podem ser ou não complementadas com áudio e imagens de vídeo, incluindo edição. - Vantagens: substitui, em determinados casos, a utilização de laboratórios reais; desperta o aspecto lúdico do aluno (jogos); grande taxa de interatividade; possibilita associação com diversos outros recursos audiovisuais. - Possíveis limitações: exige um tempo maior de produção, dependendo do tema e objetivos da prática didática desejada; 1ª Providência: Marque uma reunião com o responsável pelo setor para receber todas as orientações. Se possível, leve também um texto com objetivos e principais informações, bem como algumas imagens e animações que deverão ser desenvolvidas. Responsável: Marcelo, Pedro, Turbay, Wellerson ( ou 2850). Tempo médio de produção: 20 dias Observação: Os prazos para a elaboração dos materiais são aproximados, podendo ser maiores ou menores, de acordo com a complexidade e/ou com tamanho do conteúdo original. Enquanto um material estiver sendo desenvolvido, outro poderá estar sendo produzido

Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância Produção de Material Didático

Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância Produção de Material Didático Produção de Material Didático Frederico Vieira Passos Telma Regina C. G. Barbosa Produção de Material Didático Produção de Material Didático 01 Produção de Material Didático Objetivo: Este material foi

Leia mais

CRIAÇÃO DE CURSOS. Como resultado da aprendizagem, ao final do curso, os participantes deverão ser capazes de:

CRIAÇÃO DE CURSOS. Como resultado da aprendizagem, ao final do curso, os participantes deverão ser capazes de: MANUAL DO ALUNO INTRODUÇÃO AO AVA E À EAD Bem-vindo (a) à nossa disciplina! 1. APRESENTAÇÃO Esta disciplina visa ao conhecimento do ambiente virtual de aprendizagem (AVA), bem como à metodologia de educação

Leia mais

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA LED Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA Videoaula Visite o Portfólio do LED Professor A aula inicial é o primeiro contato do aluno com você e sua disciplina. Por isso, é importante

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

Como encontrar maneiras de associar um importante conteúdo didático a um software que ensine e divirta ao mesmo tempo? Estão os professores

Como encontrar maneiras de associar um importante conteúdo didático a um software que ensine e divirta ao mesmo tempo? Estão os professores Profª Levany Rogge Os softwares são considerados programas educacionais a partir do momento em que são projetados através de uma metodologia que os contextualizem no processo ensino-aprendizagem; Tajra

Leia mais

Guia do Aluno Disciplinas EAD. UNIPs

Guia do Aluno Disciplinas EAD. UNIPs Guia do Aluno Disciplinas EAD UNIPs Sumário GUIA DO ALUNO / DISCIPLINAS EAD - UNIPs 3 1. ACESSO... 3 2. AULA INSTRUCIONAL / INTRODUÇÃO À EAD... 5 3. DISCIPLINA EAD... 8 4. COMO ESTUDAR NA EAD... 10 5.

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar Tópicos Especiais em Informática Msc. Márcio Alencar Recursos Certamente, um dos atrativos do chamado e- Learning (ou ensino á distância com uso de ferramentas computacionais/eletrônicas), são os novos

Leia mais

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2.

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2. PIC VERSÃO PARA O PROFESSOR Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 2. o bimestre Arte Ciências A nota da PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto

Leia mais

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA BEATRIZ RENEIS LUIS¹, FELIPE DE PAULA RUI² e LUCIENE APARECIDA GOUVÊA NOGUEIRA³ biareneis@gmail.com,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação 1. Identificação PLANO DE ENSINO Curso: A INTERNET E SUAS FERRAMENTAS Disciplina: A Internet e suas Ferramentas Período Ministrado/Semestre- Bimestre- Mês/Ano: 03 de setembro a 08 de outubro/2º Semestre

Leia mais

1 Oferecimento de disciplina semipresencial

1 Oferecimento de disciplina semipresencial 1 Oferecimento de disciplina semipresencial Os cursos de graduação presenciais da UFV podem incluir em suas grades curriculares disciplinas que, em todo ou em parte, utilizem método de ensino semipresencial.

Leia mais

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Este roteiro tem como objetivo apresentar o projeto final do curso. Você deverá elaborar um projeto para

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

Design 3D. Formação em Web WEB DESIGN 3D 1

Design 3D. Formação em Web WEB DESIGN 3D 1 1 Formação em Web Design 3D Atualmente com o desenvolvimento para Web, a criação e montagem de sites, envolve um conhecimento mais aprofundado também na criação de 3D. Com a possibilidade de conexões mais

Leia mais

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional? página 01 Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional A definição de Objeto Educacional, adotada pela equipe do projeto Arte com Ciência, é um

Leia mais

O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA.

O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. O MODELO DA TELEVISÃO BRASILEIRA NA CONCEPÇÃO DE VIDEOAULAS: UMA EXPERIÊNCIA INOVADORA DO IFSC NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Autor: Paulo Vitor Tavares, Ms. Palavras-chave: EAD, Televisão, Videoaula, IFSC.

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

Proposta Didático-Pedagógica para Desenvolvimento de Disciplinas de Cursos de Graduação e Pós- Graduação na Modalidade a Distância

Proposta Didático-Pedagógica para Desenvolvimento de Disciplinas de Cursos de Graduação e Pós- Graduação na Modalidade a Distância Proposta Didático-Pedagógica para Desenvolvimento de Disciplinas de Cursos de Graduação e Pós- Graduação na Modalidade a Distância Maio 2007 na Lúcia Tinoco - UNICSUL ana.cabral@unicsul.br Carlos Fernando

Leia mais

Projeto de Design Instrucional

Projeto de Design Instrucional Projeto de Design Instrucional Curso: Educação Financeira Modalidade: EaD on-line o que é Design Instrucional? A ação institucional e sistemática de ensino, que envolve o planejamento, o desenvolvimento

Leia mais

Trabalho de conclusão do curso (TCC) Grupo de Elmara

Trabalho de conclusão do curso (TCC) Grupo de Elmara Trabalho de conclusão do curso (TCC) Grupo de Elmara Orientações Gerais Agenda TCC: 9/05/2008 (encontro presencial) Orientação geral para o TCC e definição dos grupos de trabalho 9/05/2008 a 14/05/2008

Leia mais

Cied. Guia de Produção de Material Didático GUIA DE PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Cied. Guia de Produção de Material Didático GUIA DE PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA GUIA DE PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO 1 Cied COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Guia de Produção de Material Didático COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA , Supervisão Coordenação

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

A Lousa Interativa ou Eletrônica como Uso Pedagógico. Profa. Marcia Kniphoff da Cruz e Alunas Bolsistas da Licenciatura em Computação

A Lousa Interativa ou Eletrônica como Uso Pedagógico. Profa. Marcia Kniphoff da Cruz e Alunas Bolsistas da Licenciatura em Computação A Lousa Interativa ou Eletrônica como Uso Pedagógico Profa. Marcia Kniphoff da Cruz e Alunas Bolsistas da Licenciatura em Computação Quem já trocou seu celular uma ou mais vezes? Núcleo de Socialização

Leia mais

www.ead.unifei.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=56&itemid=98 www.ispringsolutions.com/products/ispring_free.

www.ead.unifei.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=56&itemid=98 www.ispringsolutions.com/products/ispring_free. Neste tutorial serão apresentados os passos para elaboração de Agendas e Dinâmicas de Curso, para serem incluídas no AVA TelEduc, usando os softwares ispring Free 4.3 e Microsoft PowerPoint 2007. O ispring

Leia mais

Docência Multimídia - Produzindo Materiais Didáticos Audiovisuais 1

Docência Multimídia - Produzindo Materiais Didáticos Audiovisuais 1 Docência Multimídia - Produzindo Materiais Didáticos Audiovisuais 1 Marlene Aparecida dos Reis 2 Márcio Henrique Melo de Andrade 3 Renata Kelly Souza Araújo 4 Resumo O workshop Docência Multimídia - Produzindo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA 11 PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA O PVANet é o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) de uso exclusivo da UFV. Os AVAs apresentam diferenças de layout, forma de acesso, funcionamento,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Desenho didático para cursos online

Desenho didático para cursos online Desenho didático para cursos online Edméa Santos Professora da UERJ Professora-tutora do PROGED/ISP/UFBA E-mail: mea2@uol.com.br Site: www.docenciaonline.pro.br/moodle Que é cibercultura? Educação online:

Leia mais

CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS

CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS Guia da LIÇÃO Idade recomendada: 11 CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS Objetivos de aprendizado Os alunos irão desenvolver uma compreensão abrangente do conceito de comunidade e sua aplicação na internet.

Leia mais

Filme: O Lobisomem e o Coronel

Filme: O Lobisomem e o Coronel Filme: O Lobisomem e o Coronel Gênero: Animação Diretor: Elvis K. Figueiredo, Ítalo Cajueiro Ano: 2002 Duração: 10 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=1518

Leia mais

Britannica Escola Online. Manual de Treinamento

Britannica Escola Online. Manual de Treinamento Britannica Escola Online Manual de Treinamento 1 ÍNDICE Conhecendo a Britannica Escola Online...3 Como Acessar a Britannica Escola Online...3 Página Inicial da Britannica Escola Online...4 Área de Pesquisa...4

Leia mais

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual)

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual) 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 04 Geração de Login e Senha... 05 Guia de Percurso... 07 Manual Acadêmico... 09 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 11 Edição do Perfil... 13 Ambiente Colaborar e

Leia mais

CRITÉRIOS E INDICADORES PARA A ESCOLHA DE MATERIAIS DIDÁTICOS EM CURSOS ON-LINE

CRITÉRIOS E INDICADORES PARA A ESCOLHA DE MATERIAIS DIDÁTICOS EM CURSOS ON-LINE CRITÉRIOS E INDICADORES PARA A ESCOLHA DE MATERIAIS DIDÁTICOS EM CURSOS ON-LINE 05/2007 Fátima Cristina Nóbrega da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fatimacristina.hope@petrobras.com.br

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais

MATERIAL DE APOIO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA VIA WEB

MATERIAL DE APOIO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA VIA WEB 1 MATERIAL DE APOIO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA VIA WEB Edna Aniceto de Magalhães Universidade de Ribeirão Preto UNAERP edna@odin.unaerp.br Priscila de Oliveira Universidade de Ribeirão Preto UNAERP priscila.oliver@odin.unaerp.br

Leia mais

TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA

TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA 1 O acesso a plataforma educacional do colégio kadima deverá ser feito através do endereço: http://edunote.com.br/kadima/ 2 Na tela que segue,

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Sua Escola, Nossa Escola

Sua Escola, Nossa Escola Sua Escola, Nossa Escola Episódio: Andréa Natália e o Ensino na Fronteira Ponta Porã Resumo Esse vídeo integra a série Sua Escola, Nossa Escola, composta por dezessete programas, os quais mostram experiências

Leia mais

PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO

PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO MATERIAL DIDÁTICO ANEXO B Orientações para elaboração do orçamento de custeio dos cursos de formação continuada Os recursos destinados à formação continuada serão previstos pelo Ministério da Educação no Projeto de Lei

Leia mais

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO 1. Identificação do proponente 1.1. Nome: Moeses Andrigo Danner 1.2. Vínculo com a instituição: Docente permanente 1.3. Coordenação /

Leia mais

Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros

Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros Objetivo do programa: Apresentar os conceitos fundamentais, técnicos e comerciais para a Formação Inicial em Seguros Público-alvo: Pessoas interessadas em iniciar na carreira de Seguros; Profissionais

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE MATERIAIS VIRTUAIS INTERATIVOS EM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA

A CONSTRUÇÃO DE MATERIAIS VIRTUAIS INTERATIVOS EM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA A CONSTRUÇÃO DE MATERIAIS VIRTUAIS INTERATIVOS EM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA GT 06 Formação de professores de matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Tânia Michel Pereira UNIJUÍ

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: TÉCNICO EM PROGRAMAÇÃO DE

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Manual do Projeto Integrado de Análise de Sistemas (PROINANSI)

Manual do Projeto Integrado de Análise de Sistemas (PROINANSI) Manual do Projeto Integrado de Análise de Sistemas (PROINANSI) Curso de Análise de Sistemas Centro UNISAL - Americana Nome do documento: ANSI2004 - Atividade Integrada v1.0.doc Localização: Versão: 1.0

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769 FRAMEWORK PARA TREINAMENTOS NA WEB BASEADO EM VÍDEO SOBRE DEMANDA Ícaro Carlos Andrade Costa 1 Igor Antônio Andrade Costa 2 Ricardo Ariel Correa Rabelo 3 Renata Azevedo Santos Carvalho 4 RESUMO A educação

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

Sumário. Guia do Aluno

Sumário. Guia do Aluno Sumário Guia do Aluno 1. Roteiro de estudo...3 2. Acessando seu ambiente acadêmico...5 3. Ferramentas...6 3.1 Avisos...6 3.2 Calendário...7 3.3 Tarefas...8 3.4 Informações pessoais...9 3.5 Minhas notas

Leia mais

O USO DO SOFTWARE MATHEMATICA PARA O ENSINO DE CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL

O USO DO SOFTWARE MATHEMATICA PARA O ENSINO DE CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL O USO DO SOFTWARE MATHEMATICA PARA O ENSINO DE CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL Edward Luis de Araújo edward@pontal.ufu.br Evaneide Alves Carneiro eva@pontal.ufu.br Germano Abud de Rezende germano@pontal.ufu.br

Leia mais

T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA

T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA T E C N O LO G I A E D U C AC I O N A L LOUSA EDUCACIONAL INTERATIVA w w w. h o m e l a b. c o m.b r APRESENTAÇÃO Nos últimos anos, o perfil dos alunos no mundo tem mudado em consequência dos estímulos

Leia mais

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

ANIMAÇÕES WEB AULA 2. conhecendo a interface do Adobe Flash. professor Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com ANIMAÇÕES WEB AULA 2 conhecendo a interface do Adobe Flash professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com O layout do programa A barra de ferramentas (tools) Contém as ferramentas necessárias para desenhar,

Leia mais

Versão 3.2. 1. Apresentação. Parte I. Vivaldo Armelin Júnior

Versão 3.2. 1. Apresentação. Parte I. Vivaldo Armelin Júnior Versão 3.2 2010 1. Apresentação Parte I Vivaldo Armelin Júnior Esta é a janela principal do BrOffice Impress. Um programa para edição de apresentações, que é livre, seu código é aberto e ainda... grátis.

Leia mais

:::Informática Aplicada à::: :::Educação Ambiental::: Criando Mídias

:::Informática Aplicada à::: :::Educação Ambiental::: Criando Mídias :::Informática Aplicada à::: :::Educação Ambiental::: Criando Mídias jorge.cavalcanti@univasf.edu.br 13/02/2014 Projeto Escola Verde 1 Programa 1. Introdução e conceitos básicos. 2. Tecnologias de informação

Leia mais

Orientações para o Planejamento e Realização do Projeto Final

Orientações para o Planejamento e Realização do Projeto Final Orientações para o Planejamento e Realização do Projeto Final Simone Diniz Junqueira Barbosa Versão: 1.0.4 Orientações para o Planejamento e Realização do Projeto Final Sumário 1 Introdução... 3 2 Projeto

Leia mais

2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA

2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA 2 ALGUMAS PLATAFORMAS DE ENSINO A DISTÂNCIA Neste capítulo faremos uma breve descrição de algumas plataformas para ensino a distância e as vantagens e desvantagens de cada uma. No final do capítulo apresentamos

Leia mais

HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB

HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB Luzivone Lopes GOMES - PPGFP UEPB luzivone@gmail.com Kennedy Machado OLIVIERA prof.kennedy@hotmail.com RESUMO: Este artigo trata de um relato de experiência

Leia mais

Usar o Office 365 em seu telefone Android

Usar o Office 365 em seu telefone Android Usar o Office 365 em seu telefone Android Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu telefone Android para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde

Leia mais

Oferecimento de curso de Graduação a distância. 1.1 Graduação, Sequencial e Tecnológico modalidade a distância

Oferecimento de curso de Graduação a distância. 1.1 Graduação, Sequencial e Tecnológico modalidade a distância 1 Oferecimento de curso de Graduação a distância A UFV não diferencia tramitação e procedimentos para o oferecimento de cursos nas modalidades presencial e a distância. Para o oferecimento de curso de

Leia mais

Lousa Digital Interativa

Lousa Digital Interativa Universidade Federal de Viçosa Reitora Nilda de Fátima Ferreira Soares Vice-Reitor Demetrius David da Silva Diretor Frederico Vieira Passos Prédio CEE, Avenida PH Rolfs s/n Campus Universitário, 36570-000,

Leia mais

O USO DE TECNOLOGIAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA E CRENÇAS SOBRE A SUA APRENDIZAGEM

O USO DE TECNOLOGIAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA E CRENÇAS SOBRE A SUA APRENDIZAGEM O USO DE TECNOLOGIAS NAS AULAS DE MATEMÁTICA E CRENÇAS SOBRE A SUA APRENDIZAGEM Justificativa ABREU,Tamires de Sá 1 BARRETO, Maria de Fátima Teixeira² Palavras chave: crenças, matemática, softwares, vídeos.

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Os espaços de ensino presencial possuem uma estrutura física chamada sala de aula. No ensino a distância, também necessitamos de uma organização para que ocorram

Leia mais

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico.

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000598 - DESIGN Nivel: Superior Area Profissional: 0009 - DESIGN Area de Atuacao: 0240 - ARTE PROJ.DESENHO/DESIGN Criar e desenvolver projetos

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD 1 Curso Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD Unidade I Material Instrucional - Texto 1. Introdução Qualquer que seja

Leia mais

Possibilidades de uso na sala de aula

Possibilidades de uso na sala de aula Capítulo3 Possibilidades de uso na sala de aula As possibilidades de uso da lousa digital são inúmeras. Segundo a Revista Nova Escola, da Editora Abril, o professor pode preparar apresentações em PowerPoint,

Leia mais

Consultoria para desenvolvimento de estratégias de treinamento on-line

Consultoria para desenvolvimento de estratégias de treinamento on-line 1 2 A HIPOCAMPUS é uma empresa de consultoria em comunicação e ensino digital com foco nos profissionais de saúde. Estamos prontos a auxiliar empresas dos diferentes segmentos da área de saúde a estabelecer

Leia mais

Taxa de Gravação da Memória RAM (MegaBytes / segundo) G5 2.7 Ghz (Mac) Linux Kernel 2.6 2799 1575

Taxa de Gravação da Memória RAM (MegaBytes / segundo) G5 2.7 Ghz (Mac) Linux Kernel 2.6 2799 1575 21 4 Análise É necessária uma análise criteriosa, que busque retornar as questões primordiais sobre o que é realmente preciso para a aquisição de uma plataforma de produção gráfica digital profissional.

Leia mais

Seminário Sobre Reunir Registros

Seminário Sobre Reunir Registros Seminário Sobre Reunir Registros Esta lição e seus recursos de aprendizado podem ser usados para preparar um seminário de três a quatro horas sobre preparar, reunir, processar e entregar os registros a

Leia mais

SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA

SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA Aula 7 SOFTWARES DE SIMULAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA META Discutir a utilização de softwares no ensino de Química. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Através da utilização do software carbópolis,

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

ESTUDANDO E APRENDENDO ESTATISTICA EM AULAS DE MATEMÁTICA UTILIZANDO OBJETO DE APRENDIZAGEM ESTATÍSTICANET.

ESTUDANDO E APRENDENDO ESTATISTICA EM AULAS DE MATEMÁTICA UTILIZANDO OBJETO DE APRENDIZAGEM ESTATÍSTICANET. ESTUDANDO E APRENDENDO ESTATISTICA EM AULAS DE MATEMÁTICA UTILIZANDO OBJETO DE APRENDIZAGEM ESTATÍSTICANET. AUTORES: Maria Helena Schneid de Vasconcelos Ana Cecília Togni (Profª. Orientadora) CONTEXTUALIZAÇÃO:

Leia mais

Interatividade na docência e aprendizagem online

Interatividade na docência e aprendizagem online Interatividade na docência e aprendizagem online ou a pedagogia do parangolé Marco Silva EDU/UERJ Educar em nosso tempo conta com uma feliz coincidência histórica: a dinâmica comunicacional da cibercultura,

Leia mais

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia.

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia. Tecnologias da Educação Marco Antônio Tecnologias e mídias Comunicar não é de modo algum transmitir uma mensagem ou receber uma mensagem. Isso é a condição física da comunicação, mas não é comunicação.

Leia mais

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG Moema Gomes Moraes 1 RESUMO: Este trabalho faz uma reflexão sobre os aspectos relacionados ao uso de Blogs no ensino de Matemática. Para isto, ele inicia fazendo uma reflexão

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO)

JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO) JUSTIFICATIVA PEDAGÓGICA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS DIGITAIS NA FORMATAÇÃO DO SOFTWARE EDUCACIONAL (SIMULAÇÃO E ANIMAÇÃO) De acordo com o Edital de produção de conteúdo digitais multimídia, alguns aspectos

Leia mais

Disciplinas on-line. Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1

Disciplinas on-line. Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1 Disciplinas on-line Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1 Uma disciplina on-line é um instrumento poderoso de aprendizagem e desenvolvimento pessoal. Nosso objetivo é mostrar

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRODUZIR VÍDEOS PARA AS INICITAIVAS DE CONSERVAÇÃO DA THE NATURE CONSERVANCY,

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRODUZIR VÍDEOS PARA AS INICITAIVAS DE CONSERVAÇÃO DA THE NATURE CONSERVANCY, Termo de Referência CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRODUZIR VÍDEOS PARA AS INICITAIVAS DE CONSERVAÇÃO DA THE NATURE CONSERVANCY, EM SÃO FÉLIX DO XINGU, NO ESTADO DO PARÁ. INTRODUÇÃO E CONTEXTO A The Nature

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B PLANIFICAÇÕES SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B 12º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Introdução à Programação Introdução Linguagens naturais e formais Algoritmos

Leia mais

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA 1. DO OBJETO Constitui-se como objeto da Ata de Registro de Preço a aquisição de materiais didáticos e paradidáticos em tecnologia educacional para

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 02 PROCESSO DE INTERAÇÃO EM EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Interação em EAD A partir das novas mídias e tecnologias, tais como a televisão, o telefone

Leia mais

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Douglas Vaz, Suelen Silva de Andrade Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) Rua 24 de maio, 141 95520-000 Osório RS Brasil {doug.vaz,

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

OUTROS RECURSOS: VÍDEO, VIDEOCONFERÊNCIA, AULAS NARRADAS, ETC.

OUTROS RECURSOS: VÍDEO, VIDEOCONFERÊNCIA, AULAS NARRADAS, ETC. 3 SEMANA 3 OUTROS RECURSOS: VÍDEO, VIDEOCONFERÊNCIA, AULAS NARRADAS, ETC. APRESENTAÇÃO Na semana passada, você compreendeu a importância da diversidade de materiais didáticos no processo de ensino-aprendizagem

Leia mais

com diferentes relatórios de acompanhamento.

com diferentes relatórios de acompanhamento. 1 O PVANet é o ambiente virtual de aprendizado (AVA) desenvolvido e utilizado pela UFV para apoiar as disciplinas de cursos regulares, nas modalidades presenciais ou a distância, bem como nos cursos de

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

pesquisa histórias arte jogos

pesquisa histórias arte jogos O Colégio Trevo oferece quatro anos de ensino na Educação Infantil: Mini Maternal,Maternal, Jardim I e Jardim II. Cada sala de aula possui ambientes exclusivos, onde alunos desenvolvem suas habilidades

Leia mais

1 EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM A GALINHA RUIVA. Guia Didático do Objeto Educacional Digital

1 EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM A GALINHA RUIVA. Guia Didático do Objeto Educacional Digital Guia Didático do Objeto Educacional Digital LINGUAGEM 1 EDUCAÇÃO INFANTIL A GALINHA RUIVA Este Objeto Educacional Digital (OED) está relacionado ao tema da Unidade 3 do Livro do Aluno. LINGUAGEM A GALINHA

Leia mais

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância CURSOS DE GRADUAÇÃO MODALIDADE A DISTÂNCIA 2º semestre letivo / 2012 Sumário 1. Objetivo... 04 2. O Ambiente Virtual de Aprendizagem... 04

Leia mais

Manual do Sistema "Fala Comigo - Sistema de Atendimento On-Line" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Fala Comigo - Sistema de Atendimento On-Line Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Fala Comigo - Sistema de Atendimento On-Line" Editorial Brazil Informatica I Fala Comigo - Sistema de Atendimento On-Line Conteúdo Part I Introdução 2 1 Fala Comigo -... Sistema de Atendimento

Leia mais

Planificação de. Aplicações Informáticas B

Planificação de. Aplicações Informáticas B Escola básica e secundária de Velas Planificação de Aplicações Informáticas B Ano letivo 2011/2012 1- Introdução à Programação Planificação de Aplicações Informáticas B Unidade Sub-Unidades Objetivos Conteúdos

Leia mais

Sandromir Almeida. Treinamentos Realizados nas Empresas

Sandromir Almeida. Treinamentos Realizados nas Empresas Sandromir Almeida Consultor de Informática desde 1995 Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Docente de Informática há 15 anos Palestrante desde 2001 Técnico em Informática Webmaster Proprietário

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (Publicidade e Propaganda)

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (Publicidade e Propaganda) CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (Publicidade e Propaganda) NÚCLEO DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FACULDADE DA CIDADE DE MACEIÓ Regulamento de Funcionamento do Laboratório de Comunicação I INTRODUÇÃO: O Núcleo

Leia mais