%&;%/+/JK&'"'"3$%8$8%/JK&' ("'(/(&3'>/%/'&'("3"#2&521+"#$&'("'>%&;%/+/3'" name="description"> %&;%/+/JK&'"'"3$%8$8%/JK&' ("'(/(&3'>/%/'&'("3"#2&521+"#$&'("'>%&;%/+/3'">

!"#$%&'("')#*&%+,-./' 0#12"%31(/("'4"("%/5'("'6"%#/+78.&' 91#1.183'!/%(&3&':/%.1/'

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "!"#$%&'("')#*&%+,-./' 0#12"%31(/("'4"("%/5'("'6"%#/+78.&' 91#1.183'!/%(&3&':/%.1/' 2.;<.1#=8*>"=7%'?&2"+7%&@'ABCB'"
"=7%'?&2"+7%&@'ABCB'.pdf" class="btn bg-purple-seance" href="#" target="_blank" style="margin-top: 10px; display: none;"> Download Document

Transcrição

1 !"#$%&'("')#*&%+,-./' 0#12"%31(/("'4"("%/5'("'6"%#/+78.&' 91#1.183'!/%(&3&':/%.1/' F7G"-2&':"%/5''!H13.8-%'$I.#1./3'("'>%&;%/+/JK&'"'"3$%8$8%/JK&' ("'(/(&3'>/%/'&'("3"#2&521+"#$&'("'>%&;%/+/3' "L.1"#$"3''! F7G"-2&3'M3>".NL.&3''!6/%$"')O'P"213K&'(&3'.&#."1$&3'*8#(/+"#$/13'"' >%&;%/+/JK&'"+'Q/2/'"'F%1"#$/(/'/'F7G"$&3'!6/%$"'))O'M3$8(&'(/3'>%1#.1>/13'$I.#1./3'("' "3$%8$8%/JK&'("'(/(&3' A'

2 ! T1#;8/;"+'Q/2/'U'P"213K&'!!&#."1$&3'S,31.&3'("'6%&;%/+/JK&'Q/2/'! 6%&G"$&'F%1"#$/(&'/'F7G"$&3'! R#,513"'("'R5;&%1$+&3'! 4"%%/+"#$/3'("'R#,513"'! M3$%8$8%/3'("'H/(&3'H1#V+1./3'! 615W/3'"'415/3'! T13$/3'"')$"%/(&%"3'! X%2&%"3'! Z'! Y1$"'(/'(13.1>51#/'! W[>O\\21#1.183;/%.1/=]&%(>%"33=.&+\.&8%3"3\'! T13$/'("'H13.833K&'^;&&;5"_'! P"*"%`#.1/3'S1751&;%,L./3'! M3$%8$8%/3'("'H/(&3'"'R5;&%1$+&3'"+'Q/2/='a1.W/"5'b=' :&&(%1.W'c'P&7"%$&'b/+/331/='de'"(1JK&='M(='S&&f+/#'E' )YS?'ghiijkBBZCjBd'! S&/3'>%,-./3'! d'

3 ! M.51>3"'!W[>O\\]]]=".51>3"=&%;\(&]#5&/(3\'!?"$7"/#3''!W[>O\\#"$7"/#3=&%;\(&]#5&/(3\1#("p=W$+5' j'! 6%&2/O'hjq'#&$/'! b%/7/5w&3o'ajq'#&$/' k'

4 h' )3$&'(1r's8"'$&(&'+8#(&'>&("' "p".8$/%'"33"'>%&;%/+/' b&(&'+8#(&' >&("'"p".8$/%' "3$"'>%&;%/+/' M3$"'+I$&(&' &7G"$&' b&(&'.t(1;&'q/2/'("2"' >"%$"#."%'/'8+/'.5/33"' M33"'I'&'#&+"'(/'.5/33"'!W/2"3'1#(1./+'&'1#N.1&' (&'.&%>&'(/'.5/33"' >8751.'.5/33' a8#(&' u' ' >8751.' 3$/-.' 2&1(' +/1#' vy$%1#;^_'/%;3w' u' ' M3$"'+I$&(&'#K&' %"$&%#/'#/(/' Yn3$"+=&8$=>%1#$5#' vxf5,'a8#(&yzw' {' F'?&+"'(&'+I$&(&'s8"'3"'("3"G/'.W/+/%'v#"3$"'./3&'&'+I$&(&'>/%/' 1+>%1+1%'3$%1#;3'#/'$"5/'?&+"'("3$"' +I$&(&' F3'>/%V+"$%&3'>/33/(&3'>/%/'"3$"' +I$&(&'v#"3$"'./3&'&3'/%;8+"#$&3'(/' 51#W/'"'.&+/#(&'>/33/(&3'.&+&'8+' /%%/#G&'("'3$%1#;3w' F'6/%V+"$%&'>/33/(&'>/%/'&'+I$&(&' v#"3$"'./3&'&'3$%1#;'s8"'3"%,'1+>%"33&w'!w/2"3'1#(1./+'&'1#n.1&'(&'.&%>&'(&'+i$&(&' 6&#$&U"U2N%;85/'1#(1./'&' L+'("3$"'.&+/#(&'!W/2"3'>/%/'*".W/%'&'.&%>&'(/'.5/33"'!W/2"3'>/%/'*".W/%'&'.&%>&'(&'+I$&(&' i'

5 g'! 9/%1,2"13'("'1#3$V#.1/'v./+>&3w'!b1>&3'7,31.&3'&8'3"'%"*"%1%'/'&7G"$&3'("'&8$%/3'.5/33"3'! CB'

6 !"#$%&'&$())'!&#$/(&%'u' ''!*+,-&,-.'%/,'.&#$/(&%{'!!"#$%&'#()*&%+$,'-+*)%.*%'/&01/2'$%'/0*',$% ''!33%4%24/&0,"04,%.*5$")0%($,$%"#%467*04%84/0$.4,%3!% ''!&#$/(&%vw'u'.&#$/(&%'~'b{' ' ''!33%"#%#904.4%.*%$2*&&4%($,$%,*2"(*,$,%4%+$)4,%24,,*/0*%.4%24/0$.4,%3!% ''!"#$%&'%/,';"$!&#$/(&%vw'u'*-,"*/'.&#n/(&%{' ' ''!33%"#%#904.4%#4.':2$.4,%($,$%'/2,*#*/0$,%4%24/0$.4,%3!% ''!"#$%&'0+%.'1#.%"+"#$"!&#$/(&%vw'u'.&#$/(&%{' ' ''!33%"#%#904.4%#4.':2$.4,%($,$%.*2,*#*/0$,%4%24/0$.4,%3!% ''!"#$%&'0+%.'(".%"+"#$/!&#$/(&%vw'u'.&#$/(&%UU{' ' ' CC' CA'

7 ! 7&&5"/#'v$%8"'&8'*/53"wO'9/5&%"3'S&&5"/#&3{'!.W/%'vB'/'kjjZjwO'!/%/.$"%"3'%">%"3"#$/(&3'"+'Ck'71$3{'! 7n$"'vUCAi'/'CAhwO')#$"1%&'("'i'71$3{'! 3W&%$'vUZAhki'/'ZAhkhwO')#$"1%&'("'Ck'71$3{'! 1#$'vUAMZC'"'AMZCwO')#$"1%&'("'ZA'71$3{'! 5&#;'vUAMkZ'"'v'AMkZ'U'Cw'wO')#$"1%&'("'kd'71$3{'! &/$'vc=dbazgidkmudk'"'z=dbaiazdh"ziwo'6&#$&' 8$8/#$"'("'>%".13K&'31+>5"3{'! (&875"'vd=gdBkjkdjidCAdkjddMUZAd'"' C=hghkgZCZdikAZCjhMZBiwO'6&#$&' 8$8/#$"'("' >%".13K&'(8>5/=' CZ'?&+"'("3$/'.5/33"' >8751.'.5/33' Mp"+>5&' u' Y1#$/p"'>/(%K&'>/%/'(".5/%/%' 8+'+I$&(&' &7G"$&'!&#$/(&%' H".5/%/'/'2/%1,2"5' ('.&+&'3"#(&'&' ->&'!&#$/(&%' R$%1781'/' %"*"%`#.1/'/&' #&2&'&7G"$&'>/%/' /'2/%1,2"5'.' ' >8751.'3$/-.'2&1('+/1#'vY$%1#;^_'/%;3w' '!&#$/(&%'.{'!&#$/(&%'(' ~' /-1'!&#$/(&%vw' {'.' ~' (' ~' /-1'!&#$/(&%vw'.' {' {' u'!%1/'8+'#&2&'&7g"$&'!&#$/(&%'"' %"$&%#/'8+/'%"*"%`#.1/'>/%/'&' +"3+&' R$%1781'/'%"*"%`#.1/'>/%/'&'+"3+&'&7G"$&'s8"'.'v&' &7G"$&'s8"'('%"*"%"#.1/2/'#K&'$"+'+/13'#"#W8+/' 2/%1,2"5'%"*"%"#.1/#(&U&w' R$%1781'/'%"*"%`#.1/'/&'#&2&' &7G"$&'>/%/'/'2/%1,2"5'('!%1/'8+'#&2&'&7G"$&'!&#$/(&%'"' %"$&%#/'8+/'%"*"%`#.1/'>/%/'&' +"3+&' Cd'

8 Cj'!! Y"s `#.1/'("'./%/.$"%"3's8"'>%&2`+'/5;8+'/5*/7"$&'!/(/'./%/.$"%"'.'s8"'.&+>}"'8+/'3$%1#;'3'>&("'3"%'%"*"%"#.1/(&'>&%'3"8' N#(1."'^>/%-#(&U3"'(&'N#(1."'B_'! M+'Q/2/'83/U3"'0#1.&("'!!5/33"'Y$%1#;'!!&+>%1+"#$&'~'CZ'!.^A_'~' ;o'"'.^j_~ /o'!!&#./$"#/jk&'! Y$%1#;'3'~'xs815ƒz''x+"$%&3z{' Ck'

9 R'%"*"%`#.1/' F'&7G"$&' R'2/%1,2"5'%"*"%`#.1/' Ch' Ci'

10 ! 8+/'/73$%/JK&'s8"'("3.%"2"'$&(/3'/3'./%/.$"%N3-./3'.&+8#3'(&3'&7G"$&3'.%1/(&3'/'>/%-%'("5/='! 3/),4/&%(O'0+'&7G"$&'s8"'>"%$"#J/'/'8+/'.5/33"'I'.W/+/(&'("'1#3$V#.1/'("3$/'.5/33"=' Cg'! 0+/'&$())-'I'8+/'*&%+/'s8"'("3.%"2"'("'*&%+/' ;"#I%1./';%8>&3'("'&7G"$&3'.&+'./%/.$"%N3-./3' 31+15/%"3='! 0+/'%/),4/&%('("'8+/'.5/33"'I'8+'&7G"$&'%"/5='R'.5/33"' %">%"3"#$/'/'("3.%1JK&';"#I%1./'("'8+'&7G"$&' "#s8/#$&'8+/'1#3$v#.1/'i'8+/'%">%"3"#$/jk&'.&#.%"$/' ("3$"'&7G"$&=' AB'

11 AC' AA'

12 ! {'! 6&3381'+I$&(&3'>%"("L#1(&3'!"#$%&'&$())'!/5"#(/%1&'u' {' ''!"#$%&'),(6&'2&1('+/1#'vY$%1#;^_'/%;3w'u' ''''H1/'('~'H1/=YM:{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$5#vx)#1.1/5+"#$"'('Iz''(w{' ''''('~'H1/= 0R{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$5#vxM#$K&'/;&%/'Iz''(w{' ''''H1/'$'~'H/n=2/58"F*vx 0Rzw{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$5#vxR;&%/'('"'$'3K&'1;8/13Oz''v(~~$ww{' '' ' ' AZ' F%!! a&(1l./(&%"3'!!"#$%&o's8/5s8"%'8+'>&("'.w/+/%'!!*+,-&,-.o'/>"#/3'+i$&(&3'(&'+"3+&'>/.&$"'&8'387.5/33"'!!*%0(,-o'/>"#/3'+i$&(&3'(/'+"3+/'.5/33"'!.-7("$,o'&7g"$&3'("'.5/33"'(&'+"3+&'>/.&$"' R(1.1&#/13'! 8/($O'+I$&(&'s8"'#K&'>&("'3"%'3&7%"3.%1$&'>&%'8+/'387.5/33"'! ),(6&O'/33&.1/(&'/'8+/'.5/33"'"'#K&'/'1#3$V#.1/'>%&>%1/+"#$"'(1$/='6&("'3"%'83/(&3'>%/' /5$"%/%'&'"3$/(&'("'2/%1,2"13'),(6&'/33&.1/(/3'/'.5/33"'v("3("'s8"'#K&'$"#W/+'31(&' (".5/%/(/3'.&+&'8/($w' Ad'

13 !!!!!! O construtor de uma classe é um método especial que não possui retorno, leva o mesmo nome da classe e pode conter ou não parâmetros. Sempre que uma classe é instanciada (new), o método de construção é chamado. Se o construtor não for declarado na classe, Java adiciona automaticamente um construtor vazio no bytecode. Se na declaração da classe, existe algum construtor declarado, o construtor vazio não é inserido. Os parâmetros definidos em um construtor não vazio precisam ser passados no momento de instanciação (new) da classe.! Ex: Conta() {}, Conta(double saldo){ } Construtores podem ser sobrecarregados. Aj'! 0+'51$"%/5'I's8/5s8"%'2/5&%'.&#3$/#$"'s8"'>&("'3"%' 83/(&'"+'/$%1781J}"3'&8'&8$%&3'->&3'("'"p>%"33K&'! #855'! S&&5"/#&O'$%8"'"'*/53"'! )#$"1%&'"'1#$"1%&'5&#;&'v("2"'3"%'$"%+1#/(&'>&%'Tw'! 6&#$&' v Y$%1#;3O'3"s `#.1/'("'./%/.$"%"3'"#$%"'/3>/3'(8>5/3' Ak'

14 // Exemplos de constantes final float PI = ; final boolean DEBUG = false; final int LEFT = 0; final int RIGHT = 1; final int CENTER = 2; Ah' // Aritmética simples i = 2 + 4; // adição i = 4-2; // subtração i = 3 * 4; // multiplicação i = 5 / 2; // divisão i = 5 % 2; // módulo // Atribuições com operações aritméticas x += y; // x = x + y; x -= y; // x = x - y; x *= y; // x = x * y; x /= y; // x = x / y; Ai'

15 // Incremento e decremento pós-fixados // Atribui para incrementar. x = 1; y = x++; // x será 2; y será 1 y = x--; // x será 0; y será 1 // Incremento e decremento prefixados // Incrementa para atribuir. x = 1; y = ++x; // x será 2; y será 2 y = --x; // x será 0; y será 0 Ag' // Comparações em números i == 3; // igual (também em objetos) i!= 3; // diferente (também em objetos) i > 3; // maior i < 3; // menor i <= 3; // menor ou igual i >= 3; // maior ou igual // Operações lógicas b = b1 && b2; // AND b = b1 b2; // OR b =!b1; // NOT ZB'

16 // Operações em bits (inteiros) i = i & 0; // AND bitwise (0) i = i i; // OR bitwise (-32,768) i = i ^ i; // XOR bitwise (0) i = i << 4; // move 4 bits com S para esquerda i = i >> 3; // move 3 bits com S para direita i = i >>> 2; // move com zeros para a direita i = ~i; // complemento x <<= y; // x = x << y; x >>= y; // x = x >> y; x >>>= y; // x = x >>>y; x &= y; // x = x & y; x = y; // x = x y; x ^= y; // x = x ^ y; ZC'! &>"%/(&%"3'3K&'./5.85/(&3'#/'3";81#$"'&%("+O' // operações e suas precedências. [] ()» ++ --! ~ instanceof» new (type)exp» * / %» + -» << >> >>>» < > <= >=» ==!=» &» ^»» &&»» (cond)?t_exp:f_exp» = += -= *= /= %= ^= &= = <<= >>= >>>= ZA'

17 ! 038/13'.+"#$-'(C'~'Z=A{'.+"#$-'(A'~'Z=gggg{' %/,'1C'~'v%/,w(C{''''''''''''''''''''''''''''''''\\1C'$"+'2/5&%'Z' %/,'1A'~'v%/,w(A{'''''''''''''''''''''''''''''''\\1A'$"+'2/5&%'Z'.+"#$-'(Z'~'v.+"#$-w1A{'''''''''''''''\\(Z'$"+'2/5&%'Z=B'! F>"%/(&%"3' %/,'1C'~'Z{' %/,'1A'~'k{' (%"385$'~'v.+"#$-w1C'\'v.+"#$-w1A{'''''''''''\\(%"385$'$"+'2/5&%'B=j' (%"385$'~'1C'\'1A{'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''\\(%"385$'$"+'2/5&%'B=B'!!&#2"%3&%"3'1+>5N.1$&3'"'/8$&7&p1#;\8#7&p1#;' (%"385$'~'C\({''''''''''''''''''''''\\(%"385$'$"+'2/5&%'B=gZhj='1'*&1'.&#2"%-(&'>/%/'(&875"' 1%"385$'~'1'\'({''''''''''''''''''''''\\>"%(/'("'>%".13K&'U ')33&'I'8+'"%%&'("'.&+>15/JK&' ZZ' Zd'

18 // if then if (x>y) { // se verdadeiro execute aqui }; // if then else if (x>y) { // se verdadeiro execute aqui } else { //se falso execute }; Zj' switch (vardecisao) { case valor1: {// se vardecisao == valor1 } break; case valor2: {// se vardecisao == valor2 } break;... default: {// se nenhum } break; }; Zk'

19 // Estrutura for (inicialização; teste; incremento) { bloco de execução } // Exemplo for (i=0; i<100; i++) { bloco de execução } // Erro comum for (i=0; i<100; i++); a++; Zh' // Estrutura while (condição) { bloco de execução } // Exemplo i = 0; while (i<arranjo1.length) { bloco de execução i++; } Zi'

20 // Estrutura do { bloco de execução } while (condição) // Exemplo i = 0; do { bloco de execução i++; } while (i<10) Zg' // Exemplo i = 0; while (i<arranjo1.length) { bloco de execução if resultado = arranjo[i]; break; } } db'

21 // Exemplo sai: for(int i=1;i<=5;i++) { // ciclo 1 for (int j=1;j<=5;j++) { // ciclo 2 if (i + j > 5) { break sai; } } } // vai sair aqui (pulando dois ciclos) } dc' da'

22 // Arranjos (arrays) int vetorzinho[]; // array unidimensional int[] outrovetor; // a mesma coisa float[][] umatabela; // array bidimensional // Arrays de tipos complexos(instancias de classes) Font[] variasfontes; String[] nomes; dz' // Inicializando int[] maisumvetor = new int[10]; String[] nomes = new String[100]; // criando e inicializando um arranjo int[] conjunto = {9, 13, 15, 16, 20, 23}; dd'

23 // Clonando int[] a = {940, 880, 830, 790, 750, 660, 650, 590, 510, 440}; int[] b = new int[10]; // clonando um arranjo b = a.clone(); b[3] = 5; 9:;' <<;' <=;' >9;' ::;' 9:;' <<;' <=;' >9;' ::;' R5$"%/JK&'&%(1#,%1/'(/'/$%1781JK&'7^Z_'~'j{' 9:;' <<;' <=;' >9;' ::;' 9:;' <<;' <=;'?' ::;' dj' dk'

24 ! F7G"$&'3$/-.'Yn3$"+=&8$'!)#3$V#.1/'(/'.5/33"'G/2/=1&=6%1#$Y$%"/+'! ai$&(&'>/%/' 8p&'78*"%1r/(&'("'3/N(/'^78 "%_'!>%1#$vF7G".$'&wO'1+>%1+"'&'&7G"$&'&'83/#(&'3"8' dh'! M#$%/(/'("'(/(&3'/'>/%-%'(&'.&#3&5"'! Yn3$"+=1#'OO'&7G"$&'/33&.1/(&'/&'(13>&31-2&'("'"#$%/(/' >/(%K&' %5!+*,'G/2/=1&= {' %5!+*,'G/2/=8-5=Y./##"%{'!"#$%&'&$())'#)#>8$Mp/+>5"'u' ''!"#$%&'),(6&'0+%.'+/1#vY$%1#;^_'/%;3w',B*+1)')FMp.">-&#'u' ''''Y./##"%'3'~'/-1'Y./##"%vYn3$"+=1#w{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$vxM#$%"'38/'/5$8%/'"+'.+Ozw{' ''''C+(,'W"1;W$'~'3=#"p$45&/$vw{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$vxM#$%"'3"8'>"3&'"+'f;Ozw{' ''''C+(,']"1;W$'~'3=#"p$45&/$vw{' ''''C+(,'7+1'~']"1;W$\vW"1;W$ W"1;W$w CBBBB{' ''''Yn3$"+=&8$=>%1#$5#vxY"8'N#(1."'("'+/33/'.&%>&%/5'IOz''' ''''''''''7+&''x=zw{' '' ' ' Entre sua altura em cm: 180! Entre seu peso em kg: 80.5! Seu índice de massa corporal é: ! di'

25 ! W/3?"p$vwO'%"$&%#/'$%83'3"'"'3&"#$"'3"'"p13$"' +/13'8+'$&f"#'#&'3$%1#;'("'"#$%/(/'! #"p$vwo'%"$&%#/'&'>%tp1+&'$&f"#{';"%/'8+'"%%&' 3"'#K&'"p13-%'+/13'$&f"#3'! W/3?"p$bn>"vb1>&wO'%"$&%#/'$%8"'3"'"'3&+"#$"' 3"'"p13$"'+/13'8+'$&f"#'#&' 8p&'("'"#$%/(/'"' 3"'>&("'3"%'.&+&'3"#(&'(&'->&'v7,31.&w'! #"p$bn>"vb1>&wo'%"$&%#/'&'>%tp1+&'$&f"#'(&' 8p&'("'"#$%/(/'.&+&'8+'->&'7/3"'.&%%"3>&#("#$"'/'b1>&{';"%/'"%%&' dg'! W/3?"p$T1#"vwO'%"$&%#/'$%8"'3"'"'3&+"#$"'3"'&' 8p&'("'"#$%/(/'$"+'&8$%/'51#W/'! #"p$t1#"vwo'/2/#j/'/$i'&'l#/5'(/'51#w/'.&%%"#$"'"' %"$&%#/'$&(/'/'"#$%/(/'s8"'*&1'("1p/(/'>/%/'$%,3'! L#(5#T1#"vY$%1#;'3wO'>%&.8%/'8+/'3$%1#;'s8"'.&+71#"'.&+'&'>/(%K&'v"p>%"33K&'%";85/%w'3'#/' 51#W/'.&%%"#$"='Y"'"#.&#$%/%'%"$&%#/U&'"'/2/#J/' >/%/'&'>%1+"1%&'./%/.$"%"'/>t3'&'>/(%K&='Y"'#K&' "#.&#$%/%'%"$&%#/'#855'"'#K&'/2/#J/' jb'

26 jc' ja'

27 jz' jd'

28 jj' jk'

29 jh'! S/1p/%'"'1#3$/5/%'8+/')HM'Q/2/'!M.51>3"'!?"$7"/#3'! P"3&58JK&'(/'T13$/'("'Mp"%.N.1&3'BC'! a/1&%"3'1#*&%+/j}"3'#&'31$"'(/'(13.1>51#/'!w[>o\\]>=+"\6arsrukb' ji'

APOSTILA PHP PARTE 1

APOSTILA PHP PARTE 1 APOSTILA PHP PARTE 1 1. Introdução O que é PHP? PHP significa: PHP Hypertext Preprocessor. Realmente, o produto foi originalmente chamado de Personal Home Page Tools ; mas como se expandiu em escopo, um

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE

OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE OPERADORES E ESTRUTURAS DE CONTROLE 3.1 Operadores Os operadores indicam o tipo de operação matemática que será executada gerando novos valores a partir de um ou mais operadores. São muito utilizados em

Leia mais

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo:

Para testar seu primeiro código utilizando PHP, abra um editor de texto (bloco de notas no Windows) e digite o código abaixo: Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Capítulo 6. Operadores. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra

Capítulo 6. Operadores. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra Capítulo 6 Operadores Objetivos do Capítulo Apresentar os diversos operadores disponíveis no Java. Indicar a forma de uso dos operadores aritméticos para a realização de operações matemáticas fundamentais.

Leia mais

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40 JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1/40 Introdução 2/40 Page 1 Programação OO Elementos do modelo OO: Abstração: é o processo de abstrair as características essenciais de um objeto real. O conjunto de características

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Javascript 101. Parte 2

Javascript 101. Parte 2 Javascript 101 Parte 2 Recapitulando O Javascript é uma linguagem de programação funcional Os nossos scripts são executados linha a linha à medida que são carregados. O código que está dentro de uma função

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Primeiro Programa em Java public class OlaPessoal

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Programação em C++: Introdução

Programação em C++: Introdução Programação em C++: Introdução J. Barbosa J. Tavares Visualização Científica Conceitos básicos de programação Algoritmo Conjunto finito de regras sobre as quais se pode dar execução a um dado processo

Leia mais

9 Comandos condicionais

9 Comandos condicionais 9 Comandos condicionais Um comando condicional é uma instrução empregada quando se deseja criar um desvio, isto é, a opção de executar-se ou não um determinado trecho de código, segundo uma condição. Em

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

Capítulo 2. Fundamentos de Java

Capítulo 2. Fundamentos de Java Capítulo 2. Fundamentos de Java 1/52 Índice 2.1 - Variáveis Tipos Escopo Inicialização Casting Literais 2.2 - Operadores Aritméticos Relacionais Bit a Bit De atribuição 2.3 - Expressões, statements e blocos

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Introdução à linguagem

Introdução à linguagem A Tecnologia Java 1 Introdução à linguagem Origens do JAVA Projecto Green, programação para a electrónica de Consumo (Dezembro 1990): Pouca memória disponível Processadores fracos Arquitecturas muito diferentes

Leia mais

JSP - ORIENTADO A OBJETOS

JSP - ORIENTADO A OBJETOS JSP Orientação a Objetos... 2 CLASSE:... 2 MÉTODOS:... 2 Método de Retorno... 2 Método de Execução... 2 Tipos de Dados... 3 Boolean... 3 Float... 3 Integer... 4 String... 4 Array... 4 Primeira:... 4 Segunda:...

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

5 Caso de estudo O cartão fidelidade

5 Caso de estudo O cartão fidelidade 5 Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

Algoritmos e Programação Conceitos e Estruturas básicas (Variáveis, constantes, tipos de dados)

Algoritmos e Programação Conceitos e Estruturas básicas (Variáveis, constantes, tipos de dados) Algoritmos e Programação Conceitos e Estruturas básicas (Variáveis, constantes, tipos de dados) Os algoritmos são descritos em uma linguagem chamada pseudocódigo. Este nome é uma alusão à posterior implementação

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

Faculdade de Ciências Universidade Agostinho Neto Departamento de Matemática e Engenharia Geográfica Ciências da Computação

Faculdade de Ciências Universidade Agostinho Neto Departamento de Matemática e Engenharia Geográfica Ciências da Computação FaculdadedeCiências UniversidadeAgostinhoNeto DepartamentodeMatemáticaeEngenhariaGeográfica CiênciasdaComputação ProgramaçãoII SegundaParte Adaptado de um original dos docentes de ISCTE Objectivos Os alunos

Leia mais

Expressões. Prof. Alberto Costa Neto alberto@ufs.br. Linguagens de Programação. Departamento de Computação Universidade Federal de Sergipe

Expressões. Prof. Alberto Costa Neto alberto@ufs.br. Linguagens de Programação. Departamento de Computação Universidade Federal de Sergipe Linguagens de Programação Departamento de Computação Universidade Federal de Sergipe Expressão é uma frase de um programa que ao ser avaliada retorna um valor Tipos Literais Agregados Chamadas de Função

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Prof. Yandre Maldonado - 1 Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa Prof. Yandre Maldonado - 2 Linguagem C: Desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios da AT&T Bell (EUA) no início dos anos 70; Algol

Leia mais

Visual Basic e Java. À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos.

Visual Basic e Java. À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos. Visual Basic e Java À primeira vista o Java é completamente diferente do Visual Basic. Realmente as duas linguagens pertencem a mundos distintos. No entanto, elas compartilham uma série de funcionalidades.

Leia mais

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF Henrique Leonardo Medeiros Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional Privado Câmara dos Deputados

Leia mais

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Classes O conjunto de requisições que um objeto pode cumprir é determinado

Leia mais

Os 3 principais tipos de Instruções (INSTRUTION SET) dos up são:

Os 3 principais tipos de Instruções (INSTRUTION SET) dos up são: Linguagem Assembly Os 3 principais tipos de Instruções (INSTRUTION SET) dos up são: INSTRUÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS - Movem dados entre Registradores, Registradores e Memória e Valores Fixos para

Leia mais

José Valente de Oliveira e Fernando Lobo. Introdução à. Programação de Computadores em Java

José Valente de Oliveira e Fernando Lobo. Introdução à. Programação de Computadores em Java José Valente de Oliveira e Fernando Lobo Introdução à Programação de Computadores em Java José Valente de Oliveira e Fernando Lobo The Ualg Informatics Lab Universidade do Algarve Índice...4 CONCEITOS

Leia mais

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas 3196 31 4 4D Equipamentos não integrados nos Deposito de aguas das oliveiras 29-6-2 19.75,81 151,716.257,33 637 41 4 5D Cemitérios (construções, vedações e Cemiterio de Melres - novo 31-12-29 25.887,49

Leia mais

Cash Management Folha de Pagamento

Cash Management Folha de Pagamento Cash Management Folha de Pagamento Layout de Arquivo Padrão CNAB 240 Padrão 240 Folha de Pagamento Versão Atualizada Composição do Arquivo Header do arquivo (registro tipo 0) Header do lote (registro tipo

Leia mais

3 Classes e instanciação de objectos (em Java)

3 Classes e instanciação de objectos (em Java) 3 Classes e instanciação de objectos (em Java) Suponhamos que queremos criar uma classe que especifique a estrutura e o comportamento de objectos do tipo Contador. As instâncias da classe Contador devem

Leia mais

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível.

Programação Orientada a Objectos - P. Prata, P. Fazendeiro. Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Caso de estudo O cartão fidelidade Cartão de fidelização de clientes das distribuidoras de combustível. Definição em JAVA da classe CartaoFidelidade, que deverá apresentar uma funcionalidade semelhante

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

Internet e Programação Web

Internet e Programação Web COLÉGIO ESTADUAL PEDRO MACEDO Ensino Profissionalizante Internet e Programação Web 3 Técnico Prof. Cesar 2014 1 SUMÁRIO Criar sites dinâmicos em PHP --------------------------------------------------------

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos.

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java Pedro de Alcântara dos Santos Neto e-mail: pasn@ufpi.edu.br Home Page: http:// www.ufpi.br/pasn Relevância e Motivação Técnicas a serem utilizadas na prática

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Programação: Estruturas de seleção

Programação: Estruturas de seleção Programação de Computadores I Aula 07 Programação: Estruturas de seleção José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/53 Valores booleanos Os valores booleanos

Leia mais

Comandos de Controle de Fluxo

Comandos de Controle de Fluxo Algoritmos e Lógica de Programação Linguagem C Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Grupos: Seleção (comando condicional) if e switch; Iteração (laços) while, for e do-while Desvio break, continue, goto

Leia mais

ESTRUTURA CONDICIONAL

ESTRUTURA CONDICIONAL AULA 6 ESTRUTURA CONDICIONAL 130 Tem como objetivo executar um conjunto de comandos caso uma condição lógica seja atendida. Quando a resposta lógica for falsa, nada será executado. Sintaxe Se CONDIÇÃO

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Vitor Valerio de Souza Campos

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Vitor Valerio de Souza Campos LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Vitor Valerio de Souza Campos Exemplos de algoritmos Faça um algoritmo para mostrar o resultado da multiplicação de dois números. Algoritmo em descrição narrativa Passo 1 Receber

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP Programação WEB Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula III Introdução PHP Introdução PHP PHP=Hypertext Pre-Processor Linguagem de script open

Leia mais

Programação ao nível da máquina. Operações lógicas e aritméticas

Programação ao nível da máquina. Operações lógicas e aritméticas Programação ao nível da máquina Operações lógicas e aritméticas Operações lógicas e aritméticas Operações: aritméticas: add, sub, inc, dec, cmp lógicas: and, or, xor, not Realizadas pela ALU (Arithmetic

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo

Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo. Comandos de Controle de Fluxo Linguagem C Algoritmos e Lógica de Programação Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Grupos: Seleção (comando condicional) if e switch; Iteração (laços) while, for e do-while Desvio break, continue, goto

Leia mais

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães Diretor de Operações Adriano de Magalhães Manual de Abastecimento de Água pág. 2 !"!#$$ %"&'()*%+,%-%+,%./&01

Leia mais

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java INTRODUÇÃO O objectivo deste tutorial é ensinar as regras básicas de programação em Java e facilitar a aprendizagem dos capítulos que se seguem. Qualquer dúvida sobre

Leia mais

ULA Sinais de Controle enviados pela UC

ULA Sinais de Controle enviados pela UC Solução - Exercícios Processadores 1- Qual as funções da Unidade Aritmética e Lógica (ULA)? A ULA é o dispositivo da CPU que executa operações tais como: Adição Subtração Multiplicação Divisão Incremento

Leia mais

Resumo da última aula. Compiladores. Tipos. Regras semânticas. Expressões de tipos. Análise Semântica e checagem de tipos.

Resumo da última aula. Compiladores. Tipos. Regras semânticas. Expressões de tipos. Análise Semântica e checagem de tipos. Resumo da última aula Compiladores Análise semântica Verificação de tipos 1 Implementação: Esquemas S-atribuídos: Mecanismo bottom-up direto Esquemas L-atribuídos: Mecanismo top-down: Necessita gramática

Leia mais

Capacite toda sua equipe, realizamos treinamentos In-company em todo o Brasil. Os

Capacite toda sua equipe, realizamos treinamentos In-company em todo o Brasil. Os {tabs type=sliders} {tab title=disponibilidade e Calendário do Curso} Local Data e Horário Investimento Brasilia - DF Clique e solicite mais informações Curitiba - PR - Centro de Clique Excelência e solicite

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Cap. 02 Fundamentos de Linguagens Sumário : Linguagem, alfabeto e gramática

Leia mais

Laboratório de Sistemas Processadores e Periféricos Lista de comandos de Assembly

Laboratório de Sistemas Processadores e Periféricos Lista de comandos de Assembly Laboratório de Sistemas Processadores e Periféricos Lista de comandos de Assembly Gustavo G. Parma Lista dos comandos assembly que serão utilizados ao longo das práticas. 1 Comandos 1. ADD destino, fonte

Leia mais

Danilo Borges da Silva daniloborges_@hotmail.com

Danilo Borges da Silva daniloborges_@hotmail.com Danilo Borges da Silva daniloborges_@hotmail.com Simples o suficiente para um curso introdutório Muitos recursos Orientação a Objetos Escalável (módulos, classes, controle de exceções) Biblioteca embutida

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Engenharia Informática, Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Engenharia Informática, Matemática /Informática e Ensino da Informática Programação Orientada a Objectos - 28/29; P. Prata, P. Fazendeiro 2 A tecnologia Java Uma ideia base da linguagem JAVA é a de que um programa em JAVA deve poder ser executado em qualquer tipo de computador

Leia mais

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java Revisão OO Básico Orientação a Objetos em Java Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Nomenclatura A unidade básica de programação em linguagens orientadas a objetos é a

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

Características de Java

Características de Java Características de Java Familiar e Simples Sintaxe parecida com C/C++; Porém mais limpa: sem ponteiros, estruturas, etc; Orientada a Objetos (OO) Prática de programação já consolidada no mercado; OO permite

Leia mais

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA Prof. André R. Backes 1 COMANDOS DE CONTROLE CONDICIONAL Os programas escritos até o momento são programas sequeciais: um comando é executado após o outro, do começo ao fim do

Leia mais

Conceitos Básicos da Linguagem Java. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Conceitos Básicos da Linguagem Java. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Conceitos Básicos da Linguagem Java Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Histórico do Java; Características do Java; Compilação de um Programa em Java; Modificando o Primeiro Programa em

Leia mais

Programação de Computadores I. Ponteiros

Programação de Computadores I. Ponteiros Ponteiros Prof. Edwar Saliba Júnior Outubro de 2012 Unidade 13 Ponteiros 1 Identificadores e Endereços Na linguagem C, uma declaração de variável faz associação entre um identificador e endereços de memória;

Leia mais

e à Linguagem de Programação Python

e à Linguagem de Programação Python Introdução a Algoritmos, Computação Algébrica e à Linguagem de Programação Python Curso de Números Inteiros e Criptografia Prof. Luis Menasché Schechter Departamento de Ciência da Computação UFRJ Agosto

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C#

Microsoft Visual Studio 2010 C# Microsoft Visual Studio 2010 C# Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de Francisco

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Belo Horizonte 2009 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Estrutura de Programação Bibliografia HORSTMANN, Cay S., CORNELL, Gray. Core Java 2 Volume

Leia mais

Flash MX ActionScript

Flash MX ActionScript Flash Programação MX ActionScript Multimédia Flash MX ActionScript Pedro Costa / 2004 Introdução Neste momento, o ActionScript é provavelmente a ferramenta mais poderosa integrada no Flash. Esta linguagem

Leia mais

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Linguagem C: Estruturas de Controle Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Estrutura de Controle e de Fluxo Comandos de Seleção: O comando if; Ifs Aninhados; A escada if-else-if; A expressão condicional;

Leia mais

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva Java 1 visão geral Vitor Vaz da Silva Introdução 1991 Um grupo de projectistas da Sun Green Team tenta criar uma nova geração de computadores portáteis inteligentes e com grande capacidade de comunicação.

Leia mais

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF

CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF CAPITULO 5 COMANDO DE FLUXO IF Sempre que for necessária a tomada de decisão dentro de um programa, você terá que utilizar um comando condicional, pois é por meio dele que o PHP decidirá que lógica deverá

Leia mais

Linguagens de programação

Linguagens de programação Prof. André Backes Linguagens de programação Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve ser descrito em termos de 1 s ou 0 s

Leia mais

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1

Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Apostila Básica de Lógica e Programação para Game Maker por Giosepe Luiz 1 Sumário 1. Introdução a Lógica... 03 2. Verdadeiro e Falso... 03 3. Conectivo E e OU... 03 4. Negação... 04 5. Introdução a Programação...

Leia mais