Roteiro para cálculos de índices antropométricos no software WHO Anthro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro para cálculos de índices antropométricos no software WHO Anthro"

Transcrição

1 Faculdade de Saúde Pública da USP Departamento de Nutrição Laboratório de Apoio à Informática Roteiro para cálculos de índices antropométricos no software WHO Anthro 1

2 SUMÁRIO 1.0 O SOFTWARE DOWNLOAD E INSTALAÇÃO MÓDULOS Calculadora Antropométrica (AC) Entrada de Dados Resultados Gráficos Acompanhamento Individual (IA) Estado Nutricional de Populações (NS) Dúvidas Freqüentes QUADRO RESUMO REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

3 1.0 O SOFTWARE O Anthro foi um software desenvolvido pela OMS para facilitar o monitoramento do crescimento e desenvolvimento de indivíduos e populações de crianças até cinco anos de idade. O WHO Anthro consiste em três módulos: Calculadora antropométrica, acompanhamento individual e estado nutricional de populações. Cada um destes módulos possui funções específicas para avaliar o estado nutricional das crianças, o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento das mesmas a longo prazo ou o estado nutricional de populações de crianças. Para o acompanhamento de crianças com mais de 60 meses de idade recomenda-se o uso do software WHO AnthroPlus. Algumas versões do software possibilitam ao usuário mudar o idioma. Para isto, basta clicar em Programas> Configuração e alterar o idioma. A alteração, no entanto, só se efetivará quando o software for reiniciado. 2.0 DOWNLOAD E INSTALAÇÃO Através da plataforma da OMS o usuário pode ter acesso gratuito ao download deste software, pelo link O download do WHO AnthroPlus também pode ser efetuado de forma gratuita através da mesma plataforma. O usuário pode optar por instalar este software a partir de download no link acima referido ou através de CD-ROM. A versão inicial do Anthro e a versão atual são independentes, portanto é possível que sejam manuseadas de forma concomitante. No entanto, recomenda-se a remoção da primeira versão, antes do ato de instalação da segunda. Caso a instalação se proceda através do download na plataforma da OMS, basta clicar no ícone WHO Anthro setup.exe e seguir as instruções posteriores. Depois de o download ter sido efetuado, basta clicar duplamente no ícone WHO Anthro no desktop do seu computador, ou seguir o caminho: Iniciar Programas WHO WHO Anthro. 3

4 3.0 MÓDULOS Como já foi mencionado, o software Anthro possui três módulos: Calculadora Antropométrica ( anthropometric calculator), Acompanhamento Individual ( individual assessment ) e Estado Nutricional de Populações ( nutritional survey ). Segue uma descrição mais detalhada de cada uma destas funções. 3.1 Calculadora Antropométrica (AC) Para acessar a calculadora antropométrica basta clicar no ícone AC na página principal do software. Este módulo facilita a visualização dos resultados para estado nutricional de crianças com base nos indicadores padrões propostos pela OMS. São eles: peso por idade, comprimento/ estatura por idade, peso por comprimento/ altura, IMC por idade, circunferência da cabeça por idade, circunferência do braço por idade, e pregas do tríceps e subescapular por idade. Os resultados podem ser visualizados através de gráficos utilizando escore z ou percentis. No entanto, neste módulo não há possibilidade de salvar dados. A Calculadora antropométrica é composta por três janelas: entrada de dados, resultados e gráficos: 3.11 Entrada de dados Nesta janela o usuário poderá digitar seus dados de entrada básicos, como: data de nascimento, sexo, idade e peso, para posterior análise do estado nutricional. Na opção entrada de dados, o usuário deve apresentar: A data de nascimento e a data atual para posterior cálculo da idade em anos, e em mês entre parêntesis. Para alterar ambas datas, basta utilizar a seta suspensa para abrir o calendário.caso o ano e mês de nascimento sejam conhecidos, mas a data desconhecida, basta marcar a caixa próxima a data aproximada; o software então selecionará um dia aleatório dentro do mês escolhido, derivando daí a idade. Por fim, se 4

5 mesmo o ano e mês forem desconhecidos, o usuário deve clicar na caixa em data desconhecida. A presença ou ausência de edemas na criança. Se a criança for portadora de edemas, o usuário deve clicar em sim; caso contrário, em não. Dados como comprimento estatura, peso, perímetro encefálico, perímetro braquial, pregas cutâneas do tríceps e subescapular, que devem ser digitadas em suas respectivas caixas. Observações: O IMC (Índice de Massa Corpórea) é calculado automaticamente através dos dados de peso e estatura / comprimento. Caso um destes dados não seja apresentado, no IMC poderá aparecer a sigla NSA, ou seja, não disponível. É preciso especificar se a medição foi realizada com a criança deitada ou em pé. Ao aparecer a mensagem Não foi possível importar *.dat, o formato do arquivo é inválido, o usuário deve checar se o arquivo em *.dat não inclui crianças arquivadas Resultados Os resultados dos indicadores de estado nutricional podem ser expressos em escores z ou em percentis, com base nas normas da OMS. Os escores z são apresentados com duas casas decimas, enquanto os percentis com apenas uma casa decimal. A sigla NA significa não disponível. Na coluna dos scores z, ela indica que o valor dos dados para a criança em particular, está fora dos padrões aceitos pela OMS. A cor verde no valor de escore z indica estado nutricional adequado; a cor amarela indica estado de alerta; a cor vermelha, déficit nutricional; e a cor preta, implausibilidade biológica. 5

6 3.13 Gráficos Para acessar o recurso de gráficos, basta clicar no ícone a direita do valor de escore z para o respectivo indicador, como assinalado na imagem. Nos gráficos as medições dos usuários em relações às medições padrões prescritas pela OMS podem ser visualizadas a partir de scores z ou de percentis. Se a medição do usuário estiver fora de uma escala padrão, o gráfico não será desenhado. Este recurso permite ao usuário selecionar diferentes tipos de gráficos, conforme a necessidade do mesmo. 3.2 Acompanhamento Individual (IA) Para acessar este módulo, basta clicar no ícone na página inicial do software. O IA é um recurso que possibilita ao usuário coletar e armazenar dados longitudinais para crianças que são examinadas de forma repetitiva desde o nascimento até os cinco anos de idade. Entre estes dados coletados podem estar incluso dados de medidas antropométricas e de desenvolvimento motor. Assim como no módulo anterior, estes dados podem ser representados através de gráficos, com base nas recomendações da OMS, utilizando o sistema de classificação por scores z ou por percentis. Além disso, estes gráficos podem servir para oferecer uma visão das múltiplas tendências de crescimentos da criança em análise. A lista de janelas de crianças, disponível neste módulo possibilita ao usuário arquivar os estados de todas as crianças que estão sendo analisadas em um banco de dados. Para adicionar os dados de uma nova criança, basta clicar no sinal assinalado na imagem ao lado criança, no ícone de pasta. Para abrir os dados de certa. Para excluir os dados de uma 6

7 determinada criança, no ícone marcado em vermelho, ao lado. Por fim, para buscar uma criança na base de dados do módulo clica-se na lupa. Para buscar crianças no banco de dados podem ser utilizados alguns critérios, como: nome, sobrenome, sexo, idade e data de nascimento: Busca por nomes: pode-se utilizar como recurso um asterisco caso o nome completo seja desconhecido. Assim, por exemplo, * C encontrará Carla, dentre outros nomes com a mesma inicial. Busca por sexo: o usuário pode clicar em feminino ou masculino, ou caso este sexo seja desconhecido, em qualquer. Busca por idade: pode-se especificar uma idade ou intervalos de idades, sendo para isto necessário especificar um valor inferior e outro superior. Busca pela data de nascimento: o usuário pode optar pela opção data desconhecida, ou por um intervalo de datas. Assim como na calculadora antropométrica, no Acompanhamento Individual também os valores de scores z são apresentados com duas casas decimais, enquantos os percentis com uma única casa decimal, com base nas normas da OMS. Na coluna dos scores z, NA ( não disponível) indica que o valor da medida para o indicador específico está fora dos padrões descritos pela OMS, ou que alguns dados essenciais estão ausentes. Por outro lado, NA na coluna dos percentis pode indicar que o valor correspondente de score z também não está disponível ou que o valor está fora da escala proposta pela OMS. Para que os resultados sejam expressos através de gráficos basta clicar no ícone à direita do valor de escore z para cada indicador Antropométrica., assim como na Calculadora 7

8 3.3 Estado Nutricional de Populações (NS) Em Saúde Pública este é o módulo mais utilizado, pois permite a análise de populações. Dada a dificuldade freqüente das pessoas em manuseá-lo, será abordado de forma mais detalhada neste manual. O NS pode ser utilizado para diversos fins, como: para coletar dados de desenvolvimento nutricional ou motor de uma amostra de crianças; para exibir resultados, em scores z ou em percentis, baseados nos padrões descritos pela OMS; para editar inquéritos já existentes; ou para importar/exportar bancos de dados em pesquisa Dúvidas Freqüentes 1) Como devo proceder para ter acesso ao NS? Para acessar este módulo, o usuário deve clicar no ícone na página inicial do Anthro. 2) Qual a diferença entre o NS e o IA? No NS, diferentemente do que ocorre no IA, o crescimento e desenvolvimento de uma criança só pode ser analisado de forma longitudinal.adicionalmente, os relatórios nutricionais são dados para todo o conjunto de indivíduos, assim como são elaboradas as curvas de distribuição do estado nutricional destes indivíduos.por isso, o IA é mais utilizado em análises clínicas de indivíduos, enquanto o NS em Saúde Pública para análise de populações. 3) Como abrir um banco de dados pré-existente? Para abrir um banco já existente, o usuário deve marcar a caixa ao lado do nome do banco nas lista que aparece abaixo da palavra Inquéritos e,em seguida,clicar no ícone da pasta grifado em vermelho, como na imagem. 8

9 4) Como importar um banco de dados? Para importar um arquivo o usuário deve clicar em > Inquérito Nutricional > e posteriormente na opção > Importar Arquivo >. É importante que o usuário esteja atento para a extensão do arquivo a ser importado. O sofware Anthro só importa arquivos nas extensões.txt,.csv,.xml,. WNS (Anthro 2005),.REC (Epiinfo),.DBF. Arquivos provenientes do software Stata, por exemplo, que estão em extensão.dta, devem ser convertidos para umas das extensões acima referidas para que seja possível proceder a importação dos mesmos. Também é importante que o usuário se atente para o fato de que os nomes dos arquivos a serem importados não devem conter espaços em brancos. Ao importar um banco, imediatamente aparecerá uma janela, como na figura abaixo: 9

10 O usuário deve, então, adequar as variáveis de seu banco às opções disponíveis nesta janela. Um cuidado necessário é se atentar para as unidades; por exemplo, a altura, perímetro braquial e perímetro cefálico devem ser expressos em cm, o peso em Kg, a idade em meses e, por fim, as pregas tricipitais e subescapular em mm. Outro aspecto fundamental é que as variáveis do banco de dados do usuário atendam as necessidades para os cálculos dos indicadores antropométricos, disponíveis no software; por isso, variáveis como idade, sexo e peso (e/ou altura) são imprescindíveis. Os valores de variáveis ausentes no banco de dados aparecerão como cédulas em branco. Observação: O campo de ID, identificação dos indivíduos, não aceita letras. Por isso, as crianças precisam ser identificadas numericamente, e não através de seus respectivos nomes. 5) Como exportar um banco de dados? Para exportar um banco de dados basta clicar em Inquérito Nutricional > Exportar arquivo. O usuário deverá escolher, então, a pasta na qual o arquivo deve ser exportado; portanto, é fundamental que o banco a ser exportado esteja aberto no software. Para informações a respeito de como importar e abrir um banco de dados, ver itens 3) e 4) do tópico 3.31 Dúvidas Freqüentes.O software exporta banco de dados como extensão.txt. 6) O software gera variáveis na exportação de arquivos? Sim. Por exemplo, a data de nascimento é codificada como 1 quando foi aproximada, e 0 caso contrário. O sexo também é codificado; 0 para feminino e 1 caso seja masculino. As variáveis que foram geradas são exportadas em colunas separadas e estão disponíveis para análise posterior. 7) Como proceder para adicionar um novo banco de dados? Inicialmente, o usuário deverá clicar no ícone marcado na imagem ao lado que aparece na página inicial deste módulo. Aparecerão 10

11 duas caixas de textos, nas quais poderão ser inseridos o nome e notas descritivas a respeito deste novo banco. 8) Como editar os dados de um banco? Quando um novo banco é aberto, cria-se uma planilha com todos os registros deste banco já existentes. Nela consta a data do registro, nome, data de nascimento e sexo de cada componente. Para adicionar uma nova criança neste banco o usuário deve clicar em ; para abrir o registro de uma criança, em ; para excluir uma criança, em. 9) Qual recurso o menu opções oferece ao usuário, e como acessá-lo? Para abrir a janela de opções, o usuário deve clicar no ícone padrão da OMS para as recomendações da NCHS.. As opções permitem ao usuário alterar a configuração 10) O NS notifica os usuários de possíveis erros na entrada de dados? Sim. De acordo com os limites padrões estabelecidos, o NS notifica, na cor preta, o usuário de quaisquer dados extremos e potencialmente incorretos que apareçam na planilha. Veja na imagem ao lado. 11

12 Caso os valores de escores z apareçam sinalizados em preto, recomenda-se ao usuário verificar os dados de entrada, como idade, peso, comprimento altura, e se forem constatados erros corrigi-los. Depois de editar um arquivo, é aconselhável que o usuário o salve, e em seguida, volte a abri-lo, de modo a verificar se as modificações fora, efetivamente aplicadas. 11) Como interpretar alguns códigos que o NS pode apresentar? O NS pode apresentar diversos erros, ou códigos que não indicam erros. Descreveremos os códigos mais comuns, e como os usuários devem proceder em tais casos. None: Indica que os valores de score z foram válidos para todos os indicadores. WHZ: O usuário deve verificar se os valores máximo e mínimo para o comprimento e altura das crianças estão entre os padrões estabelecidos. Caso estes valores estejam dentro dos limites padrões estabelecidos, o WHZ pode indicar valores extremos para altura ou peso das crianças. HAZ: Este código pode ser um indicador de crianças extremamente baixas ou altas. Neste caso, recomenda-se que o usuário verifique todos os dados de altura para averiguar se estes estão corretos e consistentes. No entanto, a idade destas crianças também pode ser o fator de erro. Por isso, o usuário também precisa se atentar para o WAZ. WAZ: Indica que peso ou idade podem estar incorretos. WHZ & HAZ: Indica que os valores para comprimento ou altura estão incorretos ou ausentes. WHZ & WAZ: Indica que os valores para peso estão incorretos ou ausentes. Isto pode ocorrer quando, por exemplo, a criança é classificada como tendo edemas. HAZ & WAZ: Indica que os valores para idade estão incorretos, ausentes, ou fora dos padrões estabelecidos. WHZ, HAZ & WAZ: Indica que o sexo é desconhecido, ou que uma das variáveis: idade, peso ou altura, foi registrada de forma incorreta, possui valores extremos, ou fora dos padrões de crescimento. BAZ: Indica uma combinação incomum entre WAZ e HAZ. 12

13 Observação: Até o momento, pouco foi desenvolvido sobre limites e combinações de indicadores para circunferência da cabeça, circunferência da cabeça/idade, prega do tríceps e subescapular/idade, por isto nenhum erro de assistência foi desenvolvido para estes indicadores. 12) É possível criar variáveis adicionais neste módulo? Sim. Para cada nova variável definida pelo usuário é adicionada uma coluna a direita na planilha. Estas variáveis, no entanto, devem ser definidas antes da coleta de dados da pesquisa. Aos usuários do Anthro recomenda-se limitar o número de variáveis adicionais, de modo a limitar o tamanho do banco de dados e acelerar a velocidade de funcionamento do software. Outra recomendação é que os usuários rotulem as variáveis adicionais com nomes exclusivos; sendo assim, no caso de haver mais de uma variável com o mesmo nome, o software adicionará números para evitar duplicatas. 13) Como acessar e utilizar o menu filtro interativo? Para acessar o menu de filtro interativo deve-se clicar em. Este recurso permite ao usuário selecionar uma subamostra no banco de dados para posterior análise. Para isto, ele deve escolher uma variável, especificar o valor e as condições e clicar em aplicar. Para desfazer os filtros, basta clicar em anular. 14) Os resultados são expressos a partir da comparação com algum parâmetro? Sim. No módulo NS os resultados e relatórios utilizam os padrões descritos pela OMS. Para alterar as referências da OMS para NCHS o usuário deve clicar nas opções, como já foi citado. 15) Existe um número mínimo de registros necessários para que a janela de resultados possa ser aberta? 13

14 Sim. São necessários pelo menos doze registros na pesquisa para que os resultados possam ser gerados. Os resultados permitem ao usuário visualizar a distribuição de dados e a presença de valores aberrantes. Através do menu de gráficos diversos indicadores para análise. o usuário pode selecionar 16) Quais são as opções de relatório de análise que o software dispõe, e como o usuário deve proceder para ter acesso as mesmas? O software dispõe ao usuário o acesso a vários tipos de relatório para análise. As opções devem ser escolhidas clicando-se em < Inquérito Nutricional > ou através dos menus específicos. Existem basicamente três opções: O relatório de antropometria : ao escolher esta opção o usuário precisa primeiro especificar se deseja realizar análise de amostra por conglomerado; depois, escolher entre a análise padrão e análise restrita. Ambas as opções produzem resultados com médias e desvios padrões para escores z com intervalo de confiança igual a 95%. O banco de dados da OMS : esta opção gera uma análise seguindo o formato de entrada de dados da OMS para crescimento infantil e desnutrição. Relatório referente aos marcos de desenvolvimento motor : esta opção fornece uma série de prevalências indicadoras do desenvolvimento motor destas crianças. 17) Como o usuário deve proceder caso o banco de dados tenha muitas variáveis? Recomenda-se que ele importe para o OMS Anthro apenas as variáveis relevantes para a análise de dados, de forma que seja possível gerar os valores de scores z, e posteriormente, exportar os dados de volta, mesclando- os com o banco original. 18) Qual a precaução que o usuário deve ter antes de executar a análise? 14

15 Recomenda-se que antes de executar a análise, o usuário reveja os dados de entrada da pesquisa, para evitar erros simples, como por exemplo, dados acidentalmente duplicados. Outra precaução importante é manter uma cópia dos dados brutos originais como backup. 19) Existe algum indicador da qualidade dos dados da pesquisa? Sim, por exemplo, o desvio padrão das tabelas de resultados. Pesquisas bem conduzidas e com bom treinamento e supervisão possui desvio padrão para os valores de scores z aproximadamente igual a 1. Um desvio padrão acima de 2 pode indicar algum problema na qualidade. 15

16 5.0 QUADRO RESUMO Módulo Calculadora Antropométrica (Anthropometric Calculator) AC Acompanhamento Individual (individual Assentment) IA Estado Nutricional de Populações (Nutrition Survey) NS Quando utilizar? Utilizada para cálculo do estado nutricional atual de uma criança, mas não serve para acompanhamento. Utilizado para acompanhamento do estado nutricional de uma criança. Utilizado para análises nutricionais de populações. Permite importar, editar e exportar bancos de dados; traçar curvas e comparar com os padrões descritos pela OMS; gerar relatórios com médias e intervalos de confiança. Só é possível importar bancos nos formatos.txt,.csv,.xml,. WNS (Anthro 2005),.REC (Epiinfo),.DBF. O NS exporta bancos para o Excel com o estado nutricional já calculado. 16

17 6.0 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Blössner, M. et al. Software for assessing growth and development of the world's children. World Health Organization. Department of Nutrition for Health and Development. Switzerland, << >> Acesso em 11 de Out. 17

nutricional Passo a passo no Stata: Introdução: Conhecimentos iniciais: Parte I: Conhecendo o Stata Arquivo log

nutricional Passo a passo no Stata: Introdução: Conhecimentos iniciais: Parte I: Conhecendo o Stata Arquivo log LLAPPII Laboratório de apoio à pesquisa e informática Guia de utilização do software Stata para análise do estado nutricional Parte I: Conhecendo o Stata comandos oferecidos pelo usuário. Se os comandos

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo O Tabnet, aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), permite ao usuário fazer tabulações de bases de dados on-line e foi gentilmente cedido para disponibilização

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Use o Google Drive para armazenar e acessar arquivos, pastas e documentos do Google Docs onde quer que você esteja. Quando você altera um arquivo na web, no

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

Gerencie Carteira - PF

Gerencie Carteira - PF Gerencie Carteira - PF Mais negócios para a sua empresa, com melhor resultado e o risco sob controle. Manual do Produto Manual do Produto 1 Índice Produto 02 Meio de acesso 02 Carteira de Clientes Pessoa

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

Instalação - SGFLeite 1

Instalação - SGFLeite 1 Instalação SGFLeite Sistema Gerenciador de Fazenda de Leite Instalação - SGFLeite 1 Resumo dos Passos para instalação do Sistema Este documento tem como objetivo auxiliar o usuário na instalação do Sistema

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Objetivos Explorar funções de procura e referência; Explorar ferramentas para controle de formulários em planilhas; Importar

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt 1 Índice Menu e-mail marketing...03 Conteúdo da mensagem...04 Listas de contatos...15 Ações de e-mail marketing...19 Perguntas frequentes...26 2

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Shop Control 8 Pocket. Guia do usuário

Shop Control 8 Pocket. Guia do usuário Shop Control 8 Pocket Guia do usuário Abril / 2007 1 Pocket O módulo Pocket permite fazer vendas dos produtos diretamente em handhelds Pocket PC, pelos vendedores externos da empresa. Os cadastros (clientes,

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características...5 Configuração necessária para instalação...6 Conteúdo do CD de Instalação...7 Instruções para Instalação...8 Solicitação da Chave de Acesso...22 Funcionamento em Rede...26

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO.

NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO. INSITE BOLETIM DE INSTALAÇÃO Página 2: Instalando o INSITE Página 7: Removendo o INSITE NOTA: POR FAVOR, NÃO TENTE INSTALAR O SOFTWARE ANTES DE LER ESTE DOCUMENTO. A INSTALAÇÃO OU O USO INCORRETOS PODEM

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Capture Pro Software. Guia de referência. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Guia de referência. A-61640_pt-br Capture Pro Software Guia de referência A-61640_pt-br Iniciando o Kodak Capture Pro Software Este guia foi projetado para fornecer instruções simples para início rápido, incluindo a instalação e a inicialização

Leia mais

Uso da ferramenta de mailing

Uso da ferramenta de mailing Uso da ferramenta de mailing A ferramenta e mailing integrada na plataforma SphinxnaWeb permite enviar rapidamente centenas ou milhares de e mails a diversos correspondentes, especialmente para obter respostas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

MÓDULO PROTOCOLO Manual do Usuário

MÓDULO PROTOCOLO Manual do Usuário MÓDULO PROTOCOLO Manual do Usuário Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. TÓPICOS ABORDADOS...3 3. PARA ENTRAR NO SIM...3 4. PARA ALTERAR SENHA...3 5. ACESSO AOS MÓDULOS... 4 6. APRESENTANDO A TELA INICIAL...4 7.

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

MANUAL DA PLATAFORMA RESUMO DAS PRINCIPAIS FUNÇÕES DA PLATAFORMA MOODLE, UTILIZADA NO WEBCURSO DA EETAD 1ª edição

MANUAL DA PLATAFORMA RESUMO DAS PRINCIPAIS FUNÇÕES DA PLATAFORMA MOODLE, UTILIZADA NO WEBCURSO DA EETAD 1ª edição MANUAL DA PLATAFORMA RESUMO DAS PRINCIPAIS FUNÇÕES DA PLATAFORMA MOODLE, UTILIZADA NO WEBCURSO DA EETAD 1ª edição Escola de Educação Teológica das Assembléias de Deus Campinas SP Brasil MANUAL DA PLATAFORMA

Leia mais

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL Versão 1.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Ponto Legal Manual do PONTO LEGAL S O F T W A R E P A R A E M I S S Ã O D O R E L A T Ó R I O E S P E L H O D E P O N T O Manual do Ponto Legal Versão 1.0 Carbon

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Importação de Dados no Sphinx

Importação de Dados no Sphinx Importação de Dados no Sphinx A importação de dados refere-se à transferência de dados coletados em outro ambiente para dentro do software Sphinx. No software, encontre a opção Importar dados no estágio

Leia mais

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela Aula 01 - Formatações prontas e Sumário Formatar como Tabela Formatar como Tabela (cont.) Alterando as formatações aplicadas e adicionando novos itens Removendo a formatação de tabela aplicada Formatação

Leia mais

VISUAL LIGHTBOX FERRAMENTA WEB DESIGN FABIANO KEIJI TAGUCHI

VISUAL LIGHTBOX FERRAMENTA WEB DESIGN FABIANO KEIJI TAGUCHI VISUAL LIGHTBOX FERRAMENTA WEB DESIGN FABIANO KEIJI TAGUCHI ESTE MATERIAL TEM UM OBJETIVO DE COMPLEMENTAR OS ASSUNTOS ABORDADOS DENTRO DE SALA DE AULA, TORNANDO-SE UM GUIA PARA UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA

Leia mais

Manual de Treinamento. Área do Membro

Manual de Treinamento. Área do Membro Manual de Treinamento Área do Membro 0 Contents Geral... 2 Transações... 3 Negociação e Estoque... 10 Licenças... 15 Mercado... 19 Finanças... 22 Fazer uma Declaração de Venda... 27 Fazer uma Declaração

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ÊXITO GESTÃO DE PROCESSOS. Dividir Arquivo com Winrar

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ÊXITO GESTÃO DE PROCESSOS. Dividir Arquivo com Winrar 1 Acesse a pagina http://www.win-rar.com/index.php?id=970&dl=/rar/ wrar393br.exe&btn=1, clique no ícone Download Now. 2 Ao clicar faça Download do Software, ao concluir o download de um duplo clique no

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO

SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. ACESSO AO SISTEMA... 1 1.2. TELA INICIAL

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização TRANSMISSOR ECF Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista Manual de Utilização 1. Histórico de alterações Data Versão Alteração 04/12/2012 1 Criação do documento 28/02/2013 2 Revisão 2. Proposta

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características... 5 Configuração necessária para instalação... 6 Conteúdo do CD de Instalação... 7 Instruções para Instalação... 8 Solicitação da Chave de Acesso... 22 Funcionamento

Leia mais

Manual Documentação de Arquivos. Tela Classificação de Arquivo

Manual Documentação de Arquivos. Tela Classificação de Arquivo Manual Documentação de Arquivos Tela Classificação de Arquivo Objetivo e orientações iniciais Registro das classificações dos arquivos: título e unidade organizacional responsável. Menu: Documentação Classificação

Leia mais

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO

V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO V 1.0 LINAEDUCA - GUIA DE USO ARGO Internet ARGO.com.br 2013 Sumário 1. Instalação... 2 1.1 Windows... 2 2 Guia de Uso... 5 2.1 Inicialização... 5 2.1.1 Modo Casa... 5 2.1.2 Modo escola... 6 2.2 Cadastro

Leia mais

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br

Capture Pro Software. Introdução. A-61640_pt-br Capture Pro Software Introdução A-61640_pt-br Introdução ao Kodak Capture Pro Software e Capture Pro Limited Edition Instalando o software: Kodak Capture Pro Software e Network Edition... 1 Instalando

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes 1 Índice Introdução............................................... 3 Conexão do software ao Computador de Desempenho Wattbike tela padrão Polar e edição

Leia mais

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO TUTORIAL PARA TUTORES PLATAFORMA MOODLE OURO PRETO 2014 1 SUMÁRIO 1. PRIMEIRO ACESSO À PLATAFORMA... 03 2. PLATAFORMA DO CURSO... 07 2.1 Barra de Navegação...

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW BEM-VINDO AO dhl PROVIEW Guia de Usuário O DHL PROVIEW COLOCA VOCÊ NO CONTROLE DE SEUS ENVIOS. PROVIEW O DHL ProView é uma ferramenta de rastreamento on-line que permite o gerenciamento dos envios, a programação

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Zimbra Versão 8.0.2 Sumário ACESSANDO O EMAIL... 1 ESCREVENDO MENSAGENS E ANEXANDO ARQUIVOS... 1 ADICIONANDO CONTATOS... 4 ADICIONANDO GRUPOS DE CONTATOS... 6 ADICIONANDO

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Esse tutorial visa apresentar as principais funcionalidades do Editor de Roteiro de Aprendizagem do Portal Clickideia.

Esse tutorial visa apresentar as principais funcionalidades do Editor de Roteiro de Aprendizagem do Portal Clickideia. Sumário Introdução... 1 Objetivos... 1 Instruções para utilização do Tutorial... 1 Metodologia... 2 Apresentação do Editor de Roteiro de Aprendizagem... 2 Inserir Roteiro de Aprendizagem... 3 Meus Roteiros...

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS Autodesk 360 é a nuvem da Autodesk, podendo ser acessada pela sua conta da Autodesk Education Community (estudantes) ou Autodesk Academic Resource

Leia mais

Trabalhando com banco de dados

Trabalhando com banco de dados Avançado Trabalhando com Aprenda a manipular dados no Excel com a ajuda de outros aplicativos da suíte Office Armazenar e organizar informações são tarefas executadas diariamente por todos nós. Desde o

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7) SafeSign Standard 3.0.77 (Para MAC OS 10.7) 2/23 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Hardware Homologado... 4 5 Instruções de Instalação... 5

Leia mais

1.4.4 Configurar serviços de armazenamento

1.4.4 Configurar serviços de armazenamento 1.4.4 Configurar serviços de armazenamento Esta versão do Office permite guardar os documentos na nuvem do OneDrive, de modo que possa posteriormente aceder aos seus conteúdos a partir de qualquer dispositivo

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Julho -2012 Conteúdo Sumário... 2... 3 Consultar Registros... 4 Realizar Atendimento... 9 Adicionar Procedimento... 11 Não Atendimento... 15 Novo Atendimento... 16 Relatórios Dados Estatísticos...

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo.

Validação de dados. Determinamos qual tipo de informação será aceita e dentro de qual intervalo. Validação de dados Por meio do recurso de validação, podemos definir que tipo de informação gostaríamos que fosse aceita em um intervalo de células ou uma mensagem de auxílio ao usuário indicando qual

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft PowerPoint 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que você precisa Clique

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

Manual Usuário Sistema Audatex

Manual Usuário Sistema Audatex Manual Usuário Sistema Audatex Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 2.0 24.08.2010 MT Versão

Leia mais

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon MDaemon GroupWare plugin para o Microsoft Outlook Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon Versão 1 Manual do Usuário MDaemon GroupWare Plugin for Microsoft Outlook Conteúdo 2003 Alt-N Technologies.

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL ATENÇÃO! Para utilizar este tutorial não se esqueça: Onde estiver escrito seusite.com.br substitua pelo ENDEREÇO do seu site (domínio). Ex.: Se o endereço do seu site é casadecarnessilva.net

Leia mais

Utilização do Webmail da UFS

Utilização do Webmail da UFS Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes de Computadores Utilização do Webmail da UFS Procedimento Com o intuito de facilitar a execução dos passos, este tutorial

Leia mais

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage...

Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... Índice Apresentação... 3 Mensagens... 4 Tickets... 6 Cadastro de Tickets... 6 Acompanhamento de Tickets:...9 Entregas... 11 Storage... 12 Apresentação O Pitstop foi desenvolvido pela Interact com o objetivo

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna O que é uma planilha eletrônica? É um aplicativo que oferece recursos para manipular dados organizados em tabelas. A partir deles pode-se gerar gráficos facilitando a análise e interpretação dos dados

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais