Workshop Certificação Oracle Associate, Java SE 5/6.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Workshop Certificação Oracle Associate, Java SE 5/6."

Transcrição

1 Workshop Certificação Oracle Associate, Java SE 5/6. Rodrigo C. de Azevedo Certified ScrumMaster Project Management Professional CompTIA Project+ OMG Certified UML Professional Fundamental OMG Certified UML Professional Intermediate Sun Certified Associate for Java Platform Sun Certified Programmer Java 1.4, 5.0 e 6.0 Sun Certified Web Component Developer 1.4 e 5.0 Sun Certified Business Component Developer J2EE 1.3 Sun Certified Enterprise Architect [SCEA, Part I] Rodrigo Cabral de Azevedo :: 2 / 96 1

2 Roteiro Assuntos O que é a certificação? Porque se certificar? Mapa da certificação Certificações Oracle Novas Certificações Oracle Como marcar uma prova Visualizando as conquistas Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE - Conteúdo Questões Agradecimento Rodrigo Cabral de Azevedo :: 3 / 96 O que é certificação? É projetado para que um profissional demonstre sua competência, dedicação e seja considerado confiável no campo altamente competitivo da tecnologia. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 4 / 96 2

3 Porque se certificar? Aumentar o conhecimento Aumentar a produtividade Diferencial no currículo Reconhecimento do mercado Salário Rodrigo Cabral de Azevedo :: 5 / 96 Mapa da certificação Rodrigo Cabral de Azevedo :: 6 / 96 3

4 Certificações Oracle Titulação na certificação SUN Titulação na certificação Oracle Sun Certified Java Associate (SCJA) Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE 6 Sun Certified Java Programmer 5.0 (SCJP) Oracle Certified Professional, Java SE 5 Programmer Sun Certified Java Programmer 6.0 (SCJP) Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer Sun Certified Java Developer (SCJD) Sun Certified Web Component Developer (SCWCD) EE5 Sun Certified Business Component Developer (SCBCD) EE5 Oracle Certified Master, Java SE6 Developer Oracle Certified Professional, Java EE 5 Web Component Developer Oracle Certified Professional, Java EE 5 Business Component Developer Rodrigo Cabral de Azevedo :: 7 / 96 Certificações Oracle Titulação na certificação SUN Sun Certified Developer for Java Web Services 5 (SCDJWS) Sun Certified Enterprise Architect (SCEA) EE5 Sun Certified Mobile Application Developer (SCMAD) Titulação na certificação Oracle Oracle Certified Professional, Java EE 5 Web Services Developer Oracle Certified Master, Java EE 5 Enterprise Architect Oracle Certified Professional, Java ME 1 Mobile Application Developer Rodrigo Cabral de Azevedo :: 8 / 96 4

5 Novas Certificações Oracle Titulação na certificação SUN Sun Certified JSP and Servlet Developer for the Java EE6 Platform Sun Certified EJB Developer for the Java EE6 Platform Sun Certified JPA Developer for the Java EE6 Platform Sun Certified Developer for the Java Web Services for the Java EE6 Sun Certified Developer for the JSF for the Java EE6 Platform Titulação na certificação Oracle Oracle Certified Professional, Java Platform, Enterprise Edition 6 JavaServer Pages and Servlet Developer Oracle Certified Professional, Java Platform, Enterprise Edition 6 Enterprise JavaBeans Developer Oracle Certified Professional, Java Platform, Enterprise Edition 6 Java Persistence API Developer Oracle Certified Professional, Java Platform, Enterprise Edition 6 Web Services Developer Oracle Certified Professional, Java Platform, Enterprise Edition 6 JavaServer Faces Developer Rodrigo Cabral de Azevedo :: 9 / 96 Como marcar uma prova Fazer o cadastro no site da Prometric. Antigamente era preciso entrar em contato com a Sun Education para a aquisição do voucher, atualmente com a Oracle, basta realizar o pagamento através de cartão de crédito no site Prometric. No momento do agendamento deve-se escolher o local e data para realização da prova. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 10 / 96 5

6 Como marcar uma prova Rodrigo Cabral de Azevedo :: 11 / 96 Conquistas Alguns dias após a aprovação na prova escolhida, é possível visualizar sua certificação através do site Oracle Certification Database. https://i7lp.integral7.com/durango/do/login?ownername=sun&ch annel=sun&basechannel=sun&usertype=candidate Rodrigo Cabral de Azevedo :: 12 / 96 6

7 Conquistas Rodrigo Cabral de Azevedo :: 13 / 96 Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE 6 Provê um ponto de entrada no desenvolvimento de aplicações ou gerenciamento de projeto de software utilizando tecnologia JAVA. Valida o conhecimento básico dos conceitos OO, de representação UML, da linguagem de programação JAVA e conhecimentos gerais da plataforma JAVA. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 14 / 96 7

8 Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE 6 Exame CX Duração: 115 minutos. Número de questões: 51. Percentual de acerto para aprovação: 68% (35 questões). Possui opção de Português (Brasil). Questões de múltipla-escolha e do tipo drag and drop. Custo: USD 125 (cerca de 215 reais) Rodrigo Cabral de Azevedo :: 15 / 96 Oracle Certified Associate, Java SE 5/SE 6 Conteúdo Seção 1: Conceitos fundamentais de Orientação a Objeto Seção 2: Representação UML dos conceitos de orientação a objeto Seção 3: Conceitos de Orientação a Objeto implementados em Java Seção 4: Projeto e Implementação de Algoritmo Seção 5: Fundamentos do desenvolvimento Java Seção 6: Plataforma Java e tecnologias de integração Seção 7: Tecnologias Cliente Seção 8: Tecnologias Servidor Rodrigo Cabral de Azevedo :: 16 / 96 8

9 Seção 1: Conceitos fundamentais de Orientação a Objeto 14 questões Conceitos de Orientação a Objeto Descrever, comparar e diferenciar os tipos primitivos (inteiros, pontos-flutuantes, boleanos e caracter), tipo enumeration e objetos. Descrever, comparar e diferenciar classes concretas, classes abstratas e interfaces e como aplicar herança. Descrever, comparar e diferenciar composições de classe, associações (incluindo multiplicidade: um-para-um, um-paramuitos e muitos-para-muitos), e navegação da associação. Descrever ocultação da informação (usando atributos e métodos privados), encapsulamento, e exposição de funcionalidade de objeto utilizando métodos públicos; descrever as convenções do JavaBean para métodos acessadores (getter e setter). Rodrigo Cabral de Azevedo :: 18 / 96 9

10 Conceitos de Orientação a Objeto Descrever polimorfismo e como se aplica a classes e interfaces, e descrever e aplicar o princípio de "programar para uma interface" (programar orientado a interface). Rodrigo Cabral de Azevedo :: 19 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Qual das opções abaixo não representa uma classe Wrapper? A. Char. B. Byte. C. Short. D. Boolean. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 20 / 96 10

11 Conceitos de Orientação a Objeto Encapsulamento A. Permite o reuso de um tipo existente e a extensibilidade. B. Diferentes comportamentos para a mesma definição de variável, dependendo do tipo do objeto. C. Permite modificar a implementação dos métodos sem alterar seu contrato. D. Permite dar um estado inicial ao objeto criado. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 21 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Um classe abstrata pode: Marque duas. A. Estender de várias classes abstratas. B. Estender de uma classe concreta. C. Estender de várias interfaces. D. Definir métodos concretos. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 22 / 96 11

12 Conceitos de Orientação a Objeto O que pode conter métodos abstratos? Marque duas. A. Classes abstratas B. Interfaces C. Enumerations D. Classes concretas Rodrigo Cabral de Azevedo :: 23 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Uma classe abstrata tem que conter pelo menos um método abstrato. A. Verdadeiro B. Falso Rodrigo Cabral de Azevedo :: 24 / 96 12

13 Conceitos de Orientação a Objeto Métodos abstratos NÃO podem ser: Marque 4. A. final B. private C. static D. protected E. synchronized Rodrigo Cabral de Azevedo :: 25 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Qual das opções abaixo representa o relacionamento entre Pessoa e Professor. A. Associação B. Herança C. Composição D. Nenhuma das anteriores. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 26 / 96 13

14 Conceitos de Orientação a Objeto Qual é o relacionamento entre Locador e Locatário? A. Herança B. Composição C. Associação D. Abstração Rodrigo Cabral de Azevedo :: 27 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto O que é verdade sobre interfaces? Marque duas. A. Seus métodos são implicitamente abstratos. B. Seus métodos precisam ser explicitamente declarados como públicos. C. Suas variáveis não podem ser modificadas pelas classes que a implementam. D. Seus métodos precisam ser definidos por todas as classes que a implementam. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 28 / 96 14

15 Conceitos de Orientação a Objeto Quais opções abaixo definem corretamente o padrão JavaBean para métodos acessadores? Marque duas. A. Método getter e setter precisam ser públicos. B. Em propriedades boleanas, o método setter sempre começa com is. C. Método setter precisa ter o tipo da propriedade como retorno. D. Método setter precisa ter o tipo da propriedade como tipo do argumento. E. Método getter precisa ter o tipo da propriedade como tipo do argumento. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 29 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Qual afirmação é correta sobre classes abstratas? A. Não podem ter construtores. B. Seus métodos precisam ser marcados como final. C. Não podem ser estendidas por classes concretas. D. Não podem ser declaradas como final. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 30 / 96 15

16 Conceitos de Orientação a Objeto Quais trechos abaixo NÃO apresentam problemas? Marque duas. A. float f=5.5; B. double d = 10.0; long l = d; C. float f = (float) ; double d = f; D. char c = A ; int i = c; Rodrigo Cabral de Azevedo :: 31 / 96 Conceitos de Orientação a Objeto Uma classe abstrata pode ter todos os métodos concretos. A. Verdadeiro B. Falso Rodrigo Cabral de Azevedo :: 32 / 96 16

17 Conceitos de Orientação a Objeto Qual é classificação do relacionamento entre interface e a classe que a implementa? A. É-UM B. TEM C. É-COMPOSTO-POR D. Nenhuma das anteriores. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 33 / 96 Seção 2: Representação UML dos conceitos de orientação a objeto 9 Questões 17

18 Representação UML Reconhecer a representação UML de classes (incluindo atributos e operações, classes abstratas e interfaces), representação UML de herança, representação UML para modificadores de visibilidade de membros de classe. Reconhecer a representação UML para associações de classe, composições, multiplicidade e navegação da associação. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 35 / 96 Representação UML O que é verdade sobre o diagrama de classes apresentado abaixo? A. A é composto por 1 ou * objetos do tipo B. B. B é composto por 1 ou * objetos do tipo A. C. A é associado com B. D. B é associado com A. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 36 / 96 18

19 Representação UML Quais das afirmações são verdadeiras? Marque duas. A. No diagrama de classe, o nome da classe é em negrito. B. Classes abstratas são representadas usando o texto <<abstract>>. C. Interfaces são representadas usando o texto <<inter>>. D. Métodos abstratos são representados em itálico. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 37 / 96 Representação UML Qual é o relacionamento que representa corretamente a relação entre A e B? A. A B. B C. C D. D E. E F. F Rodrigo Cabral de Azevedo :: 38 / 96 19

20 Representação UML Identifique a ordem correta abaixo de acordo com as visibilidades possíveis em UML: + # ~ A. público, privado, pacote, protegido B. público, protegido, privado, pacote C. público, privado, protegido, pacote D. privado, público, pacote, protegido Rodrigo Cabral de Azevedo :: 39 / 96 Representação UML Quais afirmações são verdadeiras sobre o diagrama de classes apresentado abaixo? Marque quatro. A. A, B e C são interfaces. B. X e Y são classes. C. A herda de B. D. B herda de A. E. X implementa C. F. X é composto de B e C. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 40 / 96 20

21 Representação UML Navegabilidade na associação é bidirecional ocorre quando há: Marque duas. A. Uma linha contínua. B. Uma linha contínua com setas em ambas as pontas. C. Multiplicidade 2 é ambas as pontas. D. A linha tem um losango em ambas as pontas. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 41 / 96 Representação UML O que representa na notação UML 0..1? A. Multiplicidade B. Navegabilidade C. Papéis D. Atributos Rodrigo Cabral de Azevedo :: 42 / 96 21

22 Representação UML O que é verdade sobre o diagrama de classes apresentado abaixo? A. B e A herda de C B. B e A implementam C. C. B e A é composto por C. D. B e A é associado com C. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 43 / 96 Representação UML Quais afirmações são verdade sobre o diagrama de classes apresentado abaixo? Marque duas. A. B é subclasse A. B. C é um subtipo de B. C. B é um subtipo de C. D. B implementa C. E. B está associado a C. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 44 / 96 22

23 Seção 3: Conceitos de Orientação a Objeto implementados em Java 9 questões Orientação Objeto e Java Desenvolver código que usa primitivos, tipos enumeration e referências de objeto, reconhecer literais desses tipos. Desenvolver código que declara classes concretas, classes abstratas e interfaces, códigos que fornecem implementação e herança de interface, código que declara atributos e métodos de instância e códigos que usam modificadores de acesso Java: privado e público. Desenvolver código que implementa associações de classes, código que implementa multiplicidade usando arrays, e reconhecer códigos que implementam composições e códigos que implementar corretamente a navegação na associação. Desenvolver código que usa polimorfismo para classes e interfaces, e reconhecer código que usa o princípio "programar para interface" (programar orientado a interface). Rodrigo Cabral de Azevedo :: 46 / 96 23

24 Orientação Objeto e Java interface X {} interface Y {} interface W extends X, Y { void fazalgo(); } public abstract class XPTO implements W {} A. Não compila. A interface X e Y precisam ter pelo menos 1 método. B. Não compila. A interface W deveria ter usado implements e não extends. C. Não compila. A interface não pode herdar de mais de 1 interface. D. Não compila, A classe XPTO não implementou o método fazalgo(). E. Não compila, pois a classe XPTO não tem métodos abstratos. F. Compila sem problemas. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 47 / 96 Orientação Objeto e Java De acordo com o código abaixo: interface Mamifero { void beberleite(); } class Felino implements Mamifero { public void beberleite() {} } class Gato extends Felino { public void beberleite() {} } Qual das opções abaixo está de acordo com o princípio programar orientado a interface? A. class Cliente { void fazalgo(mamifero m) { m.beberleite(); }} B. class Cliente { void fazalgo(felino f) { f.beberleite(); }} C. class Cliente { void fazalgo(gato g) { g.beberleite(); }} D. class Cliente { void fazalgo(cliente c) { c.beberleite(); }} Rodrigo Cabral de Azevedo :: 48 / 96 24

25 Orientação Objeto e Java Qual dos códigos abaixo pode ser inserido na classe? abstract class XPTO { // Inserir código } A. public void fazalgo(); B. abstract protected void fazalgo(); C. abstract void fazalgo() {} D. protected abstract void fazalgo() {} Rodrigo Cabral de Azevedo :: 49 / 96 Orientação Objeto e Java class SubClasse { static int x; private double d; protected boolean b; } class SuperClasse extends SubClasse { public static void main (String args[]) { SubClasse sub = new SuperClasse(); System.out.println(sub.x + + sub.d + + sub.b); } } A. Não compila. As variáveis não foram iniciadas. B. Não compila. Há uma variável static. C. Não compila. A variável d é privada. D. Compila corretamente e não imprime nada. E. Compila corretamente e imprime false. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 50 / 96 25

26 Orientação Objeto e Java Uma pessoa pode ter zero ou um carro. Um carro pertence a uma única Pessoa. Que código abaixo retrata este relacionamento? (Pessoa conhece Carro) A. class Pessoa { Carro c; } class Carro{} B. class Pessoa { Carro c; } class Carro{ Pessoa[] p; } C. class Pessoa { List<Carro> c; } class Carro { Pessoa[] p; } D. class Pessoa { } class Carro { Pessoa p; } Rodrigo Cabral de Azevedo :: 51 / 96 Orientação Objeto e Java Se Mamifero é uma interface e Gato é uma classe concreta que implementa Mamifero. Quais dos trechos de códigos abaixo compilam sem problema? Marque duas. A. Mamifero m = new Mamifero(); B. Gato g = new Mamifero(); C. Mamifero m = new Gato(); D. Gato g = new Gato(); Rodrigo Cabral de Azevedo :: 52 / 96 26

27 Orientação Objeto e Java Uma pessoa tem nome e data de nascimento. Um funcionário é uma pessoa e tem matrícula e salário. Assumindo que a classe Pessoa já foi construída, o que é preciso ser colocado na classe Funcionário? Marque duas. A. Date datanascimento; B. String nome; C. int matricula; D. double salario; E. Pessoa p; F. Funcionario f; Rodrigo Cabral de Azevedo :: 53 / 96 Orientação Objeto e Java Quais dos trechos abaixo contendo declaração de enum são válidos? A. enum DiaSemana extends Enum { DOMINGO, SEGUNDA, TERCA, QUARTA, QUINTA, SEXTA, SABADO}; B. enum DiaSemana { domingo, segunda, terca, quarta, quinta, sexta, sabado} C. enum DiaSemana { boolean diautil; DOMINGO, SEGUNDA, TERCA, QUARTA, QUINTA, SEXTA, SABADO;} D. enum DiaSemana { DOMINGO, SEGUNDA, TERCA, QUARTA, QUINTA, SEXTA, SABADO; boolean diautil; void fazalgo() {} } Rodrigo Cabral de Azevedo :: 54 / 96 27

28 Orientação Objeto e Java abstract class A { abstract void fazalgo(); } class B extends A { void fazalgo() { System.out.println( B ); } } class C { public static void main (String[] args) { B b = new A(); // linha 1 b.fazalgo(); /* linha 2 */ } } A. Não compila. Há um erro na linha 1. B. Não compila. Há um erro na linha 2. C. Imprime B. D. Não imprime nada. E. Nenhuma das anteriores Rodrigo Cabral de Azevedo :: 55 / 96 Seção 4: Projeto e Implementação de Algoritmo 7 Questões 28

29 Projeto e Implementação de Algoritmo Descrever, comparar e diferenciar os três tipos fundamentais de procedimentos: atribuição, condicional e iteração, e dado uma descrição de um algoritmo selecionar o tipo apropriado de procedimento. Dado um algoritmo em pseudo-código, desenvolver o código do método que implementa tal algoritmo usando procedimentos condicionais (if e switch), procedimentos de iteração (for, for-each, while e do-while), procedimentos de atribuição, e comandos break e continue para controlar o fluxo de um switch ou de um comando de iteração. Desenvolver código que usa o operador de concatenação (+), e os seguintes métodos da classe String: charat, indexof, trim, substring, replace, length, startswith e endswith. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 57 / 96 Projeto e Implementação de Algoritmo Dado um algoritmo com múltiplas entradas e saídas, desenvolver código que implementa o algoritmo usando os parâmetros do método, o tipo de retorno, e o comando return, e reconhecer o efeito quando uma referência de objeto ou primitivo são passados para métodos que os modificam. Dado um algoritmo em pseudo-código, desenvolver o código que corretamente aplica os operadores incluindo operadores de atribuição (somente: =, +=, -=), operadores aritméticos (somente: +, -, *, /, %, ++, --+, operadores relacionais (somente: <, <=, >, >=, ==,!=), operadores lógicos (somente:!, &&, ) para produzir os resultados desejados). Adicionalmente, escrever códigos que determinam a igualdade entre dois objetos ou dois primitivos. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 58 / 96 29

30 Projeto e Implementação de Algoritmo Ao executar o trecho abaixo, o que será impresso ao final? int i = 0, j = 0; boolean b = ((i++ == ++j && i-- == --j)); System.out.println(b + + i); A. false 0 B. true 0 C. false 1 D. true 1 Rodrigo Cabral de Azevedo :: 59 / 96 Projeto e Implementação de Algoritmo Qual é a saída gerada pelo código abaixo? String s1 = new String( oi ); String s2 = oi ; String s3 = oi ; System.out.println(s1 == s3); System.out.println(s2 == s3); System.out.println(s1.equals(s2)); A.true true true B.false true true C.false false true D.false true false E.true false false F.false false false G.true true false Rodrigo Cabral de Azevedo :: 60 / 96 30

31 Projeto e Implementação de Algoritmo Qual é o resultado ao compilar e executar o código abaixo? class XPTO { public static void main (String args[]) throws Exception { String s = abc ; s.replace( c, C ); s = s.substring(1); System.out.println(s); } } A. Erro de compilação B. Exceção ao executar C. Imprime abc D. Imprime abc E. Imprime bc F. Imprime bc Rodrigo Cabral de Azevedo :: 61 / 96 Projeto e Implementação de Algoritmo Qual das declarações de loop executam sem problemas? Marque duas. A. while(1) {} B. for (;;) {} C. do {} while (true) D. for (int i=0, j=0; i<10; i++) {} Rodrigo Cabral de Azevedo :: 62 / 96 31

32 Projeto e Implementação de Algoritmo O que acontecerá quando o trecho de código abaixo for compilado e executado? String s = new String ( ABCD ); s = s.substring(0,2); System.out.println(s); A. Não compila B. Imprime AB C. Imprime ABC D. Imprime ABCD Rodrigo Cabral de Azevedo :: 63 / 96 Projeto e Implementação de Algoritmo public class XPTO { public static void main (String[] args) { String a = new String( mno ); String b = a; fazalgo(b); b+= ab ; System.out.println(a + + b); } public static void fazalgo(string b) { b+= cd ; } } A. Imprime mno mnoab B. Imprime mnoab mnoab C. Imprime mnocdab mnocdab D. Imprime mnoab mnocdab E. Erro de compilação Rodrigo Cabral de Azevedo :: 64 / 96 32

33 Projeto e Implementação de Algoritmo Deve-se projetar uma classe XPTO com 2 atributos (quantidade e preço). O quantidade é comum a todos os objetos XPTO, enquanto o preço é único para cada objeto XPTO. Qual das opções abaixo projeta corretamente? A. class XPTO { int quantidade; double preco;} B. class XPTO {static int quantidade, static double preco;} C. class XPTO {static int quantidade, double preco;} D. Nenhuma das anteriores Rodrigo Cabral de Azevedo :: 65 / 96 Seção 5: Fundamentos do desenvolvimento Java 8 Questões 33

34 Fundamentos do desenvolvimento Java Descrever o propósito de pacotes na linguagem Java, e reconhecer o uso correto dos comandos import e package. Demonstrar o uso correto do comando "javac" (incluindo as opções de linha de comando: -d e -classpath), e demonstrar o uso correto do comando "java" (incluindo as opções de linha de comando: -classpath, -D e -version). Descrever o propósito e os tipos de classes dos seguintes pacotes: java.awt, javax.swing, java.io, java.net, java.util. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 67 / 96 Fundamentos do desenvolvimento Java O que é verdade sobre a opção jar? A. Pode ser utilizada no comando java. B. Pode ser utilizado no comando javac. C. Pode ser utilizado tanto com o comando java e javac. D. Nenhuma das anteriores. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 68 / 96 34

35 Fundamentos do desenvolvimento Java Classes AWT estão em: A. Pacote java.awt. B. Pacote javax.awt. C. Em java.awt e javax.awt. D. Nenhuma das opções. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 69 / 96 Fundamentos do desenvolvimento Java Na definição de um arquivo fonte para uma classe Java, qual opção deve ser declarada primeiro, se for necessária sua presença? A. Procedimentos de import. B. Declaração de package. C. Declaração de classe. D. Nenhuma das anteriores. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 70 / 96 35

36 Fundamentos do desenvolvimento Java O que é verdadeiro sobre a opção version? Marque três. A. Mostra informações sobre a versão B. É utilizado para modificar a versão do Java utilizado. C. Pode ser utilizado no comando javac. D. Pode ser utilizado no comando java. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 71 / 96 Fundamentos do desenvolvimento Java XPTO.java package pct; public class XPTO { int alterar(int i) { return - - i*4; } } A.Não compila. B.Imprime 40. C.Imprime 36. D.Ocorre problemas na execução. E.Nenhuma das anteriores. Cliente.java import pct.*; class Cliente { public static void main (String args) { pct.xpto x = new pct.xpto(); System.out.println(x.alterar(10)); } } Rodrigo Cabral de Azevedo :: 72 / 96 36

37 Fundamentos do desenvolvimento Java Transporte.java package pct1; class Transporte { Transporte () { System.out.println( T ); } } A. Não compila. A classe Transporte não possui construtor recebendo um argumento inteiro. B.Não compila. A classe Jato não tem construtor sem argumentos. C.Não compila. A classe Transporte não é pública. D.Imprime T J E.Imprime J. Jato.java package pct2; import pct1.transporte; class Jato extends Transporte { Jato (int vmax) { System.out.println( J ); } public static void main (String[] args) { Jato j = new Jato(1200); } } Rodrigo Cabral de Azevedo :: 73 / 96 Fundamentos do desenvolvimento Java Automovel.java package pct1; public abstract class Automovel { public Automovel (int pneus) { System.out.println( A ); } } A.Compila mas ocorre erro na execução. B.Não compila. A classe Focus não é pública. Focus.java package pct2; import pct1.automovel; class Focus extends Automovel { Focus () { System.out.println( F ); } public static void main (String[] args) { Focus f = new Focus(); } } C.Não compila. A classe Automovel não tem construtor sem argumentos. D.Imprime Automovel Focus E.Imprime Focus. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 74 / 96 37

38 Fundamentos do desenvolvimento Java Qual dos procedimentos abaixo tem que ser inseridos no código para que a classe compile sem problemas? class XPTO { } public void fazalgo() { List<String> minhalista = new ArrayList<String>(); } A. import java.util.list; B. package java.util; C. import java.util.*; D. Não é preciso acrescentar nada. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 75 / 96 Seção 6: Plataforma Java e tecnologias de integração 4 Questões 38

39 Plataforma Java e tecnologias de integração Distinguir as características básicas das 3 plataformas Java: J2SE, J2ME, e J2EE, e dado o objetivo em alto-nível da arquitetura, selecionar a plataforma Java ou plataformas mais apropriadas. Descrever em alto-nível os benefícios e as características básicas do RMI. Descrever em alto-nível os benefícios e as características básicas do JDBC, SQL e das tecnologias RDBMS. Descrever em alto-nível os benefícios e as características básicas do JNDI, messaging e tecnologias JMS. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 77 / 96 Plataforma Java e tecnologias de integração Quais afirmações são verdadeiras? Marque duas. A. O pacote javax.sql provê a capacidade de utilizar pool de conexões. B. Para escrever uma aplicação com JDBC é necessário conhecer a API proprietária do BD. C. Cada driver de banco de dados precisa fornecer uma classe que implementa a java.sql.driver. D. Com a utilização de JPA, JDBC não é mais necessário e toda a API poderia ser removida da plataforma Java. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 78 / 96 39

40 Plataforma Java e tecnologias de integração Em J2ME, que configuração é utilizada para dispositivos com altas capacidades de memória e processamento? A. CLDC B. CDC C. CLDC e CDC D. Nenhuma das opções. CDC :: Connected Device Configuration CLDC :: Connected Limited Device Configuration Rodrigo Cabral de Azevedo :: 79 / 96 Plataforma Java e tecnologias de integração Quais afirmações são verdadeiras sobre JDBC? Marque duas. A. É necessário utilizar JDBC para conectar aplicações JAVA com RDBMS * B. A API JDBC pode ser encontrada nos pacotes java.sql e javax.sql. C. As implementações dos drivers JDBC são incluídas na API JDBC. D. JDBC não é independente de plataforma de RDBMS. (*relational database management system). Rodrigo Cabral de Azevedo :: 80 / 96 40

41 Plataforma Java e tecnologias de integração Qual das tecnologias abaixo permite que um objeto cliente chame os métodos de um objeto em um servidor residindo em outra JVM? A. JDBC B. JavaMail C. RMI D. SQL E. RDBMS F. Nenhuma das anteriores Rodrigo Cabral de Azevedo :: 81 / 96 Seção 7: Tecnologias Cliente 2 questões 41

42 Tecnologias Cliente Descrever em alto-nível as características básicas, benefícios e desvantagens na criação de thin-clients usando HTML e Javascript e relacionar questões e soluções de deployment. Descrever em alto-nível as características básicas, benefícios e desvantagens no deployment relacionados com a criação de clientes usando J2ME midlets. Descrever em alto-nível as características básicas, benefícios e desvantagens no deployment relacionados com a criação de fatclients usando Applets. Descrever em alto-nível as características básicas, benefícios e desvantagens no deployment relacionados com a criação de fatclients usando Swing. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 83 / 96 Tecnologias Cliente O que é verdade sobre Swing? Marque duas. A. Swing tem mais componentes que AWT B. Componentes Swing são parte do pacote java.awt. C. Componentes Swing podem ser encontrados no pacote java.swing D. Componentes Swing são considerados lightweigth. Rodrigo Cabral de Azevedo :: 84 / 96 42

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Certificação Sun Java Associado SCJA. Exame CX-310-019. Guia de viagem para passar no exame. Marcelo Castellani

Certificação Sun Java Associado SCJA. Exame CX-310-019. Guia de viagem para passar no exame. Marcelo Castellani Certificação Sun Java Associado SCJA Exame CX-310-019 Guia de viagem para passar no exame Marcelo Castellani II Certificação SCJA - Guia de Viagem IV Certificação SCJA - Guia de Viagem Certificação Sun

Leia mais

Mini-curso Gratuíto. http://vofficejava.googlecode.com/

Mini-curso Gratuíto. http://vofficejava.googlecode.com/ Mini-curso Gratuíto http://vofficejava.googlecode.com/ Slide 1 Mini-curso Gratuíto Certificação em Java: Vale a Pena? Slide 2 Palestrante Rodrigo Cândido da Silva rcandidosilva@gmail.com Trabalha: Arquiteto

Leia mais

Prof. Marcelo Heitor Teixeira marceloheitor.com. Java Aula Introdutória. # História e Anatomia Java

Prof. Marcelo Heitor Teixeira marceloheitor.com. Java Aula Introdutória. # História e Anatomia Java Prof. Marcelo Heitor Teixeira marceloheitor.com Java Aula Introdutória # História e Anatomia Java O Universo Java Model 1 Model 2 Data source API javac JAD Interface Websphere WEB.xml JME Eclipse Struts

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Prova Específica Cargo Desenvolvimento

Prova Específica Cargo Desenvolvimento UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 1: Introdução MEEC@IST Java 1/27 História versões (1) [1995] Versão 1.0, denominada Java Development Kit (JDK) 212 classes em 8 pacotes Lento, muitos bugs, mas com Applets

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Desenvolvimento de Aplicativos Web

Curso de Pós-Graduação Desenvolvimento de Aplicativos Web Curso de Pós-Graduação Desenvolvimento de Aplicativos Web Disciplina Programação Orientada a Objetos (POO) Objetivos Compreender os conceitos fundamentais do paradigma de orientação a objetos. O aluno

Leia mais

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition)

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition) Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) J2EE () Sumário Introdução J2EE () APIs J2EE Web Container: Servlets e JSP Padrão XML 2 J2EE é Uma especificação para servidores

Leia mais

Capítulo 4. Packages e interfaces

Capítulo 4. Packages e interfaces Capítulo 4. Packages e interfaces 1/17 Índice Indice 4.1 - Package 4.2 - Interface 2/17 Índice 4.1 Package 4.1 - Package 4.2 -- Interface 3/17 4.1 Package Package ou pacote está para o Java como as directorias

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

J2EE. J2EE - Surgimento

J2EE. J2EE - Surgimento J2EE Java 2 Enterprise Edition Objetivo: Definir uma plataforma padrão para aplicações distribuídas Simplificar o desenvolvimento de um modelo de aplicações baseadas em componentes J2EE - Surgimento Início:

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação?

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação? Algoritmos e Programação 2 Baseado no material do Prof. Júlio Pereira Machado Introdução à Programação Orientada a Objetos O que é um paradigma de programação? É um padrão conceitual que orienta soluções

Leia mais

Curso de Extensão Programação Orientada a Objetos com Java. Última atualização: 25/05/2010

Curso de Extensão Programação Orientada a Objetos com Java. Última atualização: 25/05/2010 Curso de Extensão Programação Orientada a Objetos com Java Última atualização: 25/05/2010 1 Objetivos do Curso Este curso fornece a você conhecimento e habilidades para: Programar e executar aplicações

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

RESUMO DOS IMPORTANTES

RESUMO DOS IMPORTANTES RESUMO DOS TÓPICOS + IMPORTANTES De instância (non-static) - estão no contexto da classe sem o modificador static De Classe (static) - estão no contexto da classe com o modificador static Local estão no

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações. Desenvolvimento de Aplicações. Desenvolvimento de Aplicações. Dificuldades no uso de Bancos de Dados

Desenvolvimento de Aplicações. Desenvolvimento de Aplicações. Desenvolvimento de Aplicações. Dificuldades no uso de Bancos de Dados Desenvolvimento de Aplicações Desenvolvimento de Aplicações Dificuldades no uso de Bancos de Dados Um leigo não sabe o que é e como funciona um BD Mesmo um profissional da área de informática pode ter

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java

Programação Orientada a Objetos em Java Programação Orientada a Objetos em Java Rone Ilídio da Silva Universidade Federal de São João del-rei Campus Alto Paraopeba 1:14 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos de Programção Orientada a

Leia mais

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010 Módulo 02 Programação Orientada a Objetos Última atualização: 07/06/2010 1 Objetivos Definir conceitos de orientação a objetos: o abstração, encapsulamento, pacotes. Discutir reutilização de código em

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java RedFoot J Dukes Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br 1 Roteiro Objetivos Plataforma Java Linguagem de Programação Maquina Virtual Tecnologias Conclusão 2 Objetivos Geral

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados Pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto MSc. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS

AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS AULA DE JAVA 1 - CONCEITOS BÁSICOS DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos Roque Oliveira Bezerra, M. Eng roque@das.ufsc.br Prof. Ricardo J. Rabelo ROTEIRO Introdução Fases de um programa Java Strings

Leia mais

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Tecnologia Java Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Origem da Tecnologia Java Projeto inicial: Oak (liderado por James Gosling) Lançada em 1995 (Java) Tecnologia

Leia mais

Java Coleções. Rodrigo C. de Azevedo

Java Coleções. Rodrigo C. de Azevedo Java Coleções Rodrigo C. de Azevedo OMG Certified UML Professional Fundamental OMG Certified UML Professional Intermediate CompTIA Project+ Sun Certified Associate for Java Platform Sun Certified Programmer

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 06 Orientação a Objetos e Classes Edirlei Soares de Lima Orientação a Objetos O ser humano se relaciona com o mundo através do conceito de objetos.

Leia mais

Análise de Programação

Análise de Programação Análise de Programação Conceitos Avançados da Linguagem de Programação Java Prof Gilberto B Oliveira Encapsulamento Proteger o dado dentro de uma classe (capsula segura) Facilita o uso da classe por outros

Leia mais

EMENTA DO CURSO. Tópicos:

EMENTA DO CURSO. Tópicos: EMENTA DO CURSO O Curso Preparatório para a Certificação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer (Java Básico) será dividido em 2 módulos e deverá ter os seguintes objetivos e conter os seguintes

Leia mais

Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior

Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior 5COP088 Laboratório de Programação Aula 1 Java Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior Sylvio Barbon Jr barbon@uel.br 1 Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior Formação: Ciência e Engenharia da Computação (2005

Leia mais

Introdução à linguagem

Introdução à linguagem A Tecnologia Java 1 Introdução à linguagem Origens do JAVA Projecto Green, programação para a electrónica de Consumo (Dezembro 1990): Pouca memória disponível Processadores fracos Arquitecturas muito diferentes

Leia mais

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40 JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1/40 Introdução 2/40 Page 1 Programação OO Elementos do modelo OO: Abstração: é o processo de abstrair as características essenciais de um objeto real. O conjunto de características

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA Curso de Especialização em Tecnologia Java UTFPR Capítulo 1 Parte 1 Introdução à tecnologia Java Ambiente de desenvolvimento Java Introdução à Tecnologia Java O que é Java?

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java + POO Programação Orientada a Objetos Classes em Java + Classes 2 Para que a JVM crie objetos: Ela precisa saber qual classe o objeto pertence Na classe estão definidos os atributos e métodos Programamos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento Programação Orientada a Objetos Encapsulamento de Dados Ocultação de dados Garante a transparência de utilização dos componentes do software, facilitando: Entendimento Reuso Manutenção Minimiza as interdependências

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

Módulo 07 Características Avançadas de Classes

Módulo 07 Características Avançadas de Classes Módulo 07 Características Avançadas de Classes Última Atualização: 15/06/2010 1 Objetivos Descrever variáveis, métodos e iniciadores static Descrever a semântica do modificador final em classes, métodos

Leia mais

UML Unified Modeling Language

UML Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada A linguagem UML UML (Unified Modeling Language) Linguagem de Modelagem Unificada É uma linguagem para especificação, É uma linguagem para

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da Java Laboratório Aula 1 Programação orientada a objetos Profa. Renata e Cristiane Introdução a Plataforma Java O que é Java? Tecnologia Linguagem de Programação Ambiente de Execução (JVM) Tudo isso é a

Leia mais

Certificações Glaucio Scheibel Rafael Chaves

Certificações Glaucio Scheibel Rafael Chaves Certificações Glaucio Scheibel Rafael Chaves v:2.0 O que é a certificação profissional? Possibilita ao profissional comprovar o seu conhecimento sobre uma determinada tecnologia ou produto através de uma

Leia mais

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 8 Classes Internas Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

SUN324093. Camilo Lopes -Sun Certified Programmer Java

SUN324093. Camilo Lopes -Sun Certified Programmer Java CAMILO LOPES SUN324093 Camilo Lopes -Sun Certified Programmer Java 1 CERTIFICAÇÃO JAVA 1. A IMPORTÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO 2. AS CERTIFICAÇÕES DA SUN 3. COMO SER CERTIFICADO? Camilo Lopes - Sun Certified

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Programa Capítulo 2 Visão Geral da Tecnologia Java Aplicação Hello

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre

Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre Prática: 1 - A plataforma JEE (Java Enterprise Edition) UBI, DI, Paula Prata SDTF T01 1 Arquitectura

Leia mais

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Como criar um EJB Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Gabriel Novais Amorim Abril/2014 Este tutorial apresenta o passo a passo para se criar um projeto EJB no Eclipse com um cliente web

Leia mais

Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br)

Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br) Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) (kalinowski@ic.uff.br) Agenda Arquiteturas Web em Java (Relembrando) Arquitetura Java EE Introdução a Enterprise Java Beans

Leia mais

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition CURSO DE GRADUAÇÃO J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition Antonio Benedito Coimbra Sampaio Junior abc@unama.br OBJETIVOS DO CURSO Capacitar os alunos no desenvolvimento de aplicações para a WEB com

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos.

Relevância e Motivação. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java. Qualidade do Software. Objetivos. Cancelamentos. Programação Orientada a Objetos Utilizando Java Pedro de Alcântara dos Santos Neto e-mail: pasn@ufpi.edu.br Home Page: http:// www.ufpi.br/pasn Relevância e Motivação Técnicas a serem utilizadas na prática

Leia mais

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva Java 1 visão geral Vitor Vaz da Silva Introdução 1991 Um grupo de projectistas da Sun Green Team tenta criar uma nova geração de computadores portáteis inteligentes e com grande capacidade de comunicação.

Leia mais

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Programação OO em Java Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Sumário Classes abstratas Interfaces Tipos genéricos Coleções Introdução GUI Classes abstratas São classes que não podem ser instanciadas,

Leia mais

Herança. Alberto Costa Neto DComp - UFS

Herança. Alberto Costa Neto DComp - UFS Herança Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Motivação Vimos como se faz encapsulamento e a importância de fazê-lo... Contudo, também é possível fazer encapsulamento em algumas linguagens não OO O que mais

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

rogerioaraujo.wordpress.com twitter: @rgildoaraujo - rgildoaraujo@gmail.com 1

rogerioaraujo.wordpress.com twitter: @rgildoaraujo - rgildoaraujo@gmail.com 1 rogerioaraujo.wordpress.com twitter: @rgildoaraujo - rgildoaraujo@gmail.com 1 Universo ESAF rogerioaraujo.wordpress.com twitter: @rgildoaraujo - rgildoaraujo@gmail.com 2 Galáxia 2012 CGU Analista de Finanças

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Curso. Linguagem Java

Curso. Linguagem Java Seja Bem Vindo! Curso Linguagem Java Carga horária: 40hs 1 Dicas importantes Nunca se esqueça de que o objetivo central é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso. Qualquer um termina, só os

Leia mais

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCC-0263 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java

Revisão OO Básico. Orientação a Objetos em Java Revisão OO Básico Orientação a Objetos em Java Grupo de Linguagens de Programação Departamento de Informática PUC-Rio Nomenclatura A unidade básica de programação em linguagens orientadas a objetos é a

Leia mais

Introdução à Linguagem Java

Introdução à Linguagem Java Introdução à Linguagem Java A linguagem Java surgiu em 1991 quando cientistas da Sun, liderados por Patrick Naughton e James Gosling, projetaram uma linguagem pequena para ser utilizada em eletrodomésticos

Leia mais

Introdução à Plataforma J2EE Java2 Enterprise Edition. Alex de V. Garcia, Dr.

Introdução à Plataforma J2EE Java2 Enterprise Edition. Alex de V. Garcia, Dr. Introdução à Plataforma J2EE Java2 Enterprise Edition 1 O que é a plataforma J2EE? Estende a linguagem Java através de padrões simples e unificados para aplicações distribuídas através de um modelo baseado

Leia mais

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA 1 Objetivos Apresentar de forma progressiva as diversas alternativas de persistência de dados que foram evoluindo na tecnologia Java, desde o JDBC, passando

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 5 Herança Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Prof. Bruno

Leia mais

1ª QUESTÃO Linguagem C Vantagens: Desvantagens: Linguagem C++ Vantagens: Desvantagens:

1ª QUESTÃO Linguagem C Vantagens: Desvantagens: Linguagem C++ Vantagens: Desvantagens: 1ª QUESTÃO Linguagem C Vantagens: É uma linguagem simples que nos permite trabalhar com funções matemáticas, ficheiros, entre outras sendo necessário para tal a inclusão de bibliotecas padrão as quais

Leia mais

Web Technologies. Tópicos da apresentação

Web Technologies. Tópicos da apresentação Web Technologies Tecnologias de Middleware 2004/2005 Hugo Simões hsimoes@di.fc.ul.pt 1 A Web Tópicos da apresentação Tecnologias Web para suporte a clientes remotos (Applets,CGI,Servlets) Servidores Aplicacionais

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Marcelo Lobosco DCC/UFJF Comunicação em Sistemas Distribuídos Aula 06 Agenda Modelo Cliente-Servidor (cont.) Invocação Remota de Método (Remote Method Invocation RMI) Visão Geral

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

Certificações Java. Informações e Dicas para Estudantes

Certificações Java. Informações e Dicas para Estudantes DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA - DI Certificações Java Informações e Dicas para Estudantes Bruno Garcia Vasconcelos Desenvolvedor de Sistemas Java Certified Professional bruno.garcia@uece.br Bruno Garcia

Leia mais

Revisão da linguagem Java

Revisão da linguagem Java Revisão da linguagem Java Laboratório de Programação Pedro Vasconcelos, DCC/FCUP Fevereiro 2015 Java TM linguagem de programação de propósito genérico desenvolvida pela Sun (e agora Oracle) suporta tipos

Leia mais

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API)

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL 2015 Tabela para Revisão Assunto (JPA) Interesse? 1 Vantagens e Desvantagens 4 2 Principais Conceitos 7 3 Anotações

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1 A Origem... 2 O Caminho Para a Aprendizagem... 4 Java Como Plataforma... 6 Finalidade... 9 Características... 11 Perspectivas... 13 Exercícios... 14 CAPÍTULO

Leia mais

ÁBACO TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO LTDA.

ÁBACO TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO LTDA. 2011 ÁBACO TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO LTDA. CNPJ 37.432.689/0001-33 Inscrição Estadual: 13.137.931-3 Rua Barão de Melgaço, 3726, Centro Norte CEP 78005-300 Fone: (65) 3617-0777 / FAX: (65) 3623-0646 CUIABÁ/MT

Leia mais

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Paradigmas da Programação Linguagem JAVA Interfaces (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Motivação para usar Interfaces Definição de Interface

Leia mais

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr

Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr Professor Antonio Benedito Coimbra Sampaio Jr 1 Apresentação do Curso Java 8 para Web 2 Por que você quer fazer este curso? Eu sou aluno da área de computação e preciso aprender (bem) Java para poder concluir

Leia mais