Linha Curso Docente Mês Local

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linha Curso Docente Mês Local"

Transcrição

1 Para o Centro Internacional de Negócios CIN e a Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior Funcex, a formação dos profissionais que atuam no comércio exterior deve ser planejada de maneira abrangente e dinâmica, partindo do princípio de que a dimensão internacional deve permear toda a empresa, criando mentalidade e comportamento alinhados com os padrões vigentes nas empresas internacionais. O programa oferecido no âmbito desta parceria reflete estes princípios, trazendo algumas novidades para 2015, incluindo temas considerados estratégicos para apoiar a tomada de decisão. Linha Curso Mês Local Estratégica Importância da atividade exportadora: visão estratégica do comércio exterior Romulo Del Carpio 24 de Março Firjan Estratégica Preparação para exportar Gabriel Segalis 16 de Abril Firjan Operacional Estrutura do comércio exterior, Marketing internacional, Incoterms e Classificação de mercadorias Marcos Assis 13 de Maio Funcex Operacional Transporte, Logística & Seguros internacionais Marilza Gama e Felipe Bussi 17 de Junho Funcex Operacional Procedimentos e rotinas na importação & Análise documental Marcelo Pereira 15 de Julho Funcex Operacional Câmbio na exportação e importação Shirley Atsumi 12 de Agosto Funcex Operacional Procedimentos e rotinas na exportação & Análise documental Marcos Assis 16 de Setembro Funcex Estratégica Financiamento às exportações: acesso a linhas de crédito Shirley Atsumi 28 de Outubro Firjan Estratégica Plano de Negócios Internacionais Gabriel Segalis 18 de Novembro Firjan Informações Horário Endereços De 09:00h. às 18:00h. FIRJAN: Av. Graça Aranha, 1, 13º andar, Castelo, RJ FUNCEX: Av. Rio Branco, 120, Grupo 707, Centro, RJ Investimento R$ 250,00 (duzentos e cinquenta) para associados e R$ 330,00 (trezentos e trinta) para não associados. Associados Associados ao CIRJ, Associados ao Movimento Sindical Firjan, Empresas mantenedoras da FUNCEX. Estudantes das instituições que integram o Conselho Consultivo do CIN: 1/11

2 o Universidade Cândido Mendes o Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ o Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ o Universidade Estácio de Sá o Fundação Getúlio Vargas o Instituto Metodista Bennett Inscrições FUNCEX Telefone: (21) , , Skype: cursos.funcex Site: CIN/FIRJAN Telefone: (21) Observações Site: 1. O curso contempla: material didático, coffee-break e certificado de conclusão. 2. As datas poderão ser alteradas segundo as necessidades dos organizadores, o que será comunicado com a devida antecipação. 3. Ao efetuar a inscrição em uma determinada programação, o aluno motiva alguns custos, tais como aquisição de recursos didáticos e contratação de docentes. Desta forma, informamos que: a) Para cancelamentos de inscrição realizados até 48 horas antes do início da programação (através de envio de para será restituído o valor total pago, através de depósito bancário, em até 48 horas após o recebimento do de cancelamento; b) Para cancelamentos de inscrição realizados em período inferior a 48 horas de antecedência ao início da programação, o valor pago não será devolvido, estabelecendo-se que o mesmo somente poderá ser utilizado em um novo treinamento, em um período máximo de 60 dias após a data do pagamento. Didática Ao iniciar o treinamento, os participantes receberão material didático (apostila) para o acompanhamento da aula expositiva, com aporte de recursos visuais, realização de exercícios e análise de cases. Corpo docente Profissionais com formação nas referidas áreas, seja em empresa privada e/ou órgãos governamentais, na área de pesquisa, bem como em docência e treinamento. Perfil da carreira Campo de atuação: comercial e operacional. Os profissionais da área operacional são responsáveis por toda a parte burocrática e documental necessária para a efetivação dos negócios. No setor comercial atuam aqueles que captam o cliente e negociam no exterior. Características que ajudam na profissão: Habilidade para lidar com números, empreendedorismo e liderança são relevantes, bem como sensibilidade para negociar com rapidez e segurança. Especializações: Câmbio, exportação, importação, marketing internacional, logística, transporte, seguros e defesa comercial. Apresentamos a seguir a ementa dos cursos. 2/11

3 Importância da atividade exportadora: visão estratégica do comércio exterior Linha: Estratégica Conscientizar o empresário sobre os benefícios da exportação, fornecendo um painel completo sobre o universo exportador, as responsabilidades e precauções, bem como a preparação necessária, visando a tomada de decisão para ingressar no mercado internacional. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam ingressar no comércio internacional. 1. Porque exportar Competitividade Diminuição da Carga Tributária Redução da Dependência das Vendas Internas Aperfeiçoamento dos Processos Industriais e comerciais 2. Para onde exportar: a escolha do mercado-alvo Rentabilidade Custos logísticos Riscos-cliente-país Pesquisa de mercado 3. Para quem exportar: conhecendo o importador Segurança financeira Estrutura comercial para ampliar o volume de importação Conhecendo o público-alvo 4. Como exportar Primeiros passos comerciais Estratégia direta: procedimentos básicos Estratégia indireta: o Trading companies o Empresas comerciais exclusivamente exportadoras. o Empresa comercial (importadora e exportadora) o Consórcios de exportadores o Agentes e representantes 5. O universo exportador Cultura exportadora Inteligência comercial e competitiva Ambiente de negócios Promoção comercial Romulo Del Carpio, Diretor da Del Carpio Assessoria Aduaneira; Autor de diversos livros sobre comércio exterior Cartas de Crédito e Brochura 500 e 522 Comentadas. Professor de comércio exterior da Pós Graduação da Fundação Getúlio Vargas-FGV, Professor da Universidade Estácio de Sá e Professor da FUNCEX. 3/11

4 Preparação para exportar Linha: Estratégica Promover conscientização sobre a necessidade da empresa se preparar para exportar, para atuar no mercado internacional com segurança e estabilidade, atingindo os objetivos traçados e consequentemente, o sucesso Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam ingressar no comércio internacional. 1. Analisando a situação financeira e organizacional da empresa Metas e objetivos da internacionalização Disponibilidade de recursos financeiros Comprometimento e motivação dos funcionários Competências fundamentais 2. Adequando o produto para o mercado internacional Características e requisitos da demanda potencial Conformidade do produto ou serviço em relação a regulamentações governamentais no exterior Barreiras comerciais Características das ofertas dos concorrentes 3. Construindo uma rede de parceiros qualificados Experiência e conhecimento do mercado Acesso a canais de distribuição Boa situação financeira Qualidade da equipe Conhecimentos técnicos Infraestrutura e instalações adequadas no mercado-alvo 4. Desenvolvendo a estratégia de marketing internacional Satisfaça as necessidades dos clientes Influencie as decisões de compra Crie um atrativo único para os produtos que serão exportados Quebre a resistência dos clientes Monitorando as reações do mercado Gabriel Segalis, Mestre em Administração EBAPE/FGV, especialista em Marketing pela PUC/RJ, em Comércio Internacional pela Unesa. Professor do IBMR, FGV, Cademp, Sociesc e Senai Fatesg. Consultor do CIN e SEBRAE-RJ. Conteudista e facilitador da Funcex. Organizador e co-autor do Livro Fundamentos de exportação e importação no Brasil Serie CADEMP, Editora FGV, /11

5 Estrutura do comércio exterior, Marketing internacional, Incoterms e Classificação Fiscal de Mercadorias Linha: Operacional Reunindo quatro temas ligados ao comércio exterior, ao final do treinamento o participante conhecerá: i) as instituições ligadas à atividade exportadora brasileira, sua organização e responsabilidades; ii) a importância do planejamento de marketing direcionado para o mercado internacional; iii) os termos internacionais de comércio utilizados para negociar as responsabilidades sobre transporte e seguro de mercadorias; e iv) as normas que regem a classificação fiscal de mercadorias no mercado internacional, importante para determinar os tributos envolvidos nas operações de importação e exportação e o tratamento administrativo requerido para o produto. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam ingressar no comércio exterior e precisam conhecer os trâmites ligados à operacionalização da atividade, para que possam realiza-la com segurança. 1. Estrutura do comércio exterior brasileiro Funcionamento/Consolidação das tarifas brasileiras Estrutura/Funcionamento Relacionamento externo 2. Marketing internacional Principais elementos Marketing mix Marketing para o mercado doméstico e para o mercado externo Fatores de sucesso: Qualidade; Design; Inovação; Embalagem; Preço; Marca Mercado: Seleção do mercado; Diferenças culturais; Pesquisa de mercado; Importância da informação Promoção comercial: Escolha da feira, Vantagens das feiras internacionais Distribuição no mercado externo: Decisões sobre distribuição; Intermediários Sugestões para o sucesso nos negócios internacionais, direcionadas a MPE 3. Condições de venda internacional INCOTERMS Termos Internacionais de Comércio Incoterms Resumo dos Termos Versão 2010 Outras Condições de Venda A escolha da Condição de Venda 4. Classificação fiscal de mercadorias Nomenclatura e Classificação de Mercadorias Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de Mercadorias SH Nomenclatura do Mercosul Nomenclatura da Aladi Procedimento no Comércio Exterior Brasileiro Regras e normas da NCM/SH e NALADI Marcos Assis, Bacharel em Administração e Direito, com MBA em Gestão e Economia Empresarial/UFRJ. Pós-graduado em Comércio Exterior. Professor de comércio exterior em cursos do SEBRAE/SENAC; Consultor em comércio exterior e gestão empresarial. Coordenador de projetos em comércio exterior do SENAC-RJ. 5/11

6 Transporte, Logística & Seguros internacionais Linha: Operacional Reunindo três temas ligados ao comércio exterior, ao final do treinamento o participante conhecerá: i) as modalidades de transporte de mercadorias no mercado internacional, suas características, vantagens e desvantagens, assim como o tratamento necessário no preparo da mercadoria; ii) a importância da logística na distribuição dos produtos no exterior, quais são as melhores práticas, recursos e sistemas vigentes; iii) o processo administrativo e funcional do seguro internacional de mercadorias. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam ingressar no comércio exterior e precisam conhecer os trâmites ligados à operacionalização da atividade, para que possam realiza-la com segurança. 1. Transporte internacional Transformação da mercadoria em carga: Preparação da Carga e Unitização, Contêiner, Consolidação de Carga, Análise da Carga a ser Transportada, Riscos Inerentes à Carga Terminais de carga: portos, aeroportos, pontos de fronteira Principais modais utilizados no comércio internacional: transporte marítimo, transporte aéreo, transporte terrestre, decisão do modal de transporte Multimodalidade nos transportes 2. Logística e competitividade Logística e comércio internacional: ferramentas eletrônicas, a importância do fator tempo, economia de escala e parcerias, gerenciamento da cadeia de suprimentos - supply chain management Operadores logísticos, Distribuição física internacional: centros de distribuição Logística e competitividade brasileira: Siscomex carga Siscarga, Portos secos 3. Seguro internacional Termos técnicos usuais O mercado segurador brasileiro Prêmio ganho/sinistralidade: Carteira de seguro de transportes Transporte internacional: limite de responsabilidade, interesse segurável, documentos para o processo de contratação do seguro de transporte, sistema tarifário, tipos de apólices, averbação, cobertura, início e fim dos riscos, moeda da contratação do seguro, adicional de classificação de navio, conhecimento aéreo sem valor declarado, mercadorias transportadas em container, embalagem, rescisão e cancelamento, diagnóstico da operação Gerenciamento do risco, Sinistro, Vistorias, Reclamação/indenização, Sub-rogação, Prescrição, Interrupção do prazo prescricional e Avaria grossa Marilza Gama, mestre em Adm. e Desenv. Empresarial e graduada em Pedagogia. Especialista em comércio exterior, com longa atuação no setor público (Cacex/Secex), faz parte do Conselho Técnico da AEB. Integra o grupo de instrutores da Funcex, Aduaneiras e Abiquim. Obras publicadas (coautoria): Comércio exterior competitivo, 4ª edição, Aduaneiras/SP, 2010; Obstáculos ao desenvolvimento de inteligência competitiva para o comércio exterior: o caso de um APL, Revista Adm. Made, Ano 1, nº 1, Unesa/RJ, 2007; Manual do exportador, Usaid/Brasil, Vol. 7, Fev/2007. Felipe Bussi, formado em Tecnologia da Informação pela UCL, atua na área de seguros há 20 anos integrando os departamentos técnicos e comerciais de seguros de transportes das principais Seguradoras e Corretoras do mercado. Foi Gerente Comercial na Allianz, dedicando-se ao atendimento aos corretores especializados em seguros de transporte, e subscritor na Bradesco, Generali, RSA e Sul América. Na Willis foi o Coordenador de Seguros de Transportes da Filial, e na Aon o Executivo Técnico responsável pelo atendimento e manutenção dos seguros de transporte. 6/11

7 Procedimentos e rotinas na importação & Análise documental Linha: Operacional Fornecer informações necessárias à compra internacional, passando pelo planejamento, negociação, operacionalização, tributação e desembaraço da mercadoria em território nacional. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam adquirir produtos ou serviços do exterior, trazendo-os para o Brasil, e precisam conhecer os trâmites e as regras que regem a operacionalização deste procedimento. 1. Planejamento estratégico 2. Contatos iniciais 3. Habilitação no Siscomex (Radar) 4. Tipos de importações: por conta própria, por encomenda, por conta e ordem de terceiros 5. Classificação fiscal de mercadorias: dicas para classificação de mercadorias, dúvidas 6. Tratamento administrativo: importações dispensadas de licenciamento, importações sujeitas a licenciamento automático, importações sujeitas a licenciamento não automático, importações de material usado, "ex" tarifário 7. Despacho aduaneiro: declaração de importação, verificação de mercadoria pelo importador, pagamento dos tributos, registro da declaração, registro antecipado da D.I., documentos de instrução da D.I., seleção para conferência aduaneira, conferência aduaneira, exame documental, agendamento da verificação da mercadoria, posicionamento da mercadoria para verificação, verificação da mercadoria, formalização de exigências e retificação da D.I., desembaraço aduaneiro, comprovante de importação, revisão aduaneira 8. Principais aspectos tributários: Imposto de Importação I.I., Imposto sobre Produtos Industrializados I.P.I., Pis/Pasep-Importação e Cofins-Importação, Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços ICMS/RJ 9. Taxas Marítimas: Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante AFRMM, Armazenagem, Capatazia, Demurrage, Handling, Desconsolidação, Taxa Registro no Siscarga, Liberação de Bl 10. Taxas aéreas: armazenagem, collect fee, delivery fee, desconsolidação 11. Análise de um processo documental completo de importação Marcelo Pereira, especialista em Comércio Exterior pelo Instituto de Economia da UFRJ; atua na área há 16 anos prestando consultoria e assessoria para empresas de importação e exportação. Despachante aduaneiro desde 1999, fundador da MSP Logística, empresa que atua na área de desembaraço aduaneiro, agenciamento de carga internacional e presta consultoria em comércio exterior. 7/11

8 Câmbio na exportação e importação Linha: Operacional Desenvolver os conhecimentos de técnicas de administração e de controle das operações de câmbio na exportação e importação, apontando o papel dos bancos e das empresas de comércio exterior. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam ingressar no comércio exterior e precisam conhecer os trâmites ligados aos pagamentos e recebimentos internacionais, para que possam não somente negociar, como também cumprir suas obrigações com segurança. 1. Definições e conceitos de câmbio 2. Taxa de câmbio 3. Mercado de câmbio: classificação das operações de câmbio, tipos de operações, classificação dos recursos 4. Organismos instituidores e de controle 5. Modalidades de transferência: cheques, travellers s checks, cartões de crédito e de débito de uso internacional, vale postal internacional, ordens de pagamento via swift 6. Contratos de câmbio: classificação das operações segundo sua natureza, liquidação, alteração, cancelamento e baixa 7. Exportação: disponibilidade no exterior, ingresso de divisas no país 8. Linhas de financiamento: Proex - de Financiamento às Exportações, Bndes-Exim, ACC e ACE 9. Importação: pagamento antecipado, pagamento à vista, pagamento a prazo, pagamento de importação com cartão de crédito e vale postal 10. Modalidades de pagamento: pagamento antecipado (cash in advance), remessa sem saque ou direta (open account), cobrança (collection), carta de crédito 11. Principais documentos de embarque emitidos pelo exportador 12. Sistema de Pagamentos em Moeda Local SML Shirley Atsumi atuou por mais de 30 anos na área de controle cambial de exportação, importação, remessas financeiras e capitais estrangeiros do Banco Central do Brasil. Faz parte do Conselho Técnico da AEB Associação de Comércio Exterior do Brasil. Professora convidada da FGV - Fundação Getúlio Vargas, no curso de MBA em Negócios Internacionais e Comércio Exterior. Professora do curso de pós-graduação em Comércio Exterior da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro e Fatesg/Senai em Goiás. Professora de Câmbio da Funcex e Aduaneiras. Organizadora do livro Gestão de operações de câmbio, Ed. FGV/RJ, 1ª Edição, 2013 e Co-autora do livro Fundamentos de exportação e importação no Brasil, Ed. FGV/RJ, 1ª Edição, /11

9 Procedimentos e rotinas na exportação & Análise documental Linha: Operacional Fornecer informações necessárias para a operacionalização da venda de produtos para o exterior, incluindo os instrumentos, as ações e as decisões administrativas relacionadas ao gerenciamento da atividade. Público-alvo: Empresários e profissionais que desejam vender seus produtos ou serviços no exterior e precisam conhecer os trâmites e as regras que regem a operacionalização deste procedimento. 1. Normas administrativas de exportação 2. Preferências tarifárias: Aladi - Associação Latino-americana de Integração, Mercosul - Mercado Comum do Sul, SGP - Sistema Geral de Preferências, SGPC - Sistema Global de Preferências Comerciais entre países em desenvolvimento 3. Formação do preço 4. Novoex/Siscomex: acesso, credenciamento e habilitação 5. Despacho aduaneiro de exportação: despachos de exportação realizados sem registro no sistema, despacho simplificado, envio de amostras, despachante aduaneiro 6. Regimes aduaneiros especiais: trânsito aduaneiro na exportação, exportação temporária, exportação temporária para aperfeiçoamento passivo, entreposto aduaneiro na exportação, drawback, drawback verde amarelo, drawback integrado 7. Principais documentos: fatura pro forma, registro de exportação RE, nota fiscal, conhecimento de embarque, romaneio ou packing list, certificado de origem, carta de crédito, certificado ou apólice de seguro, contrato de câmbio, fatura comercial (commercial invoice), saque ou cambial 8. Rotina operacional 9. Operações especiais: exportação em consignação, exportações com pagamento em moeda nacional, Exporta Fácil Correios 10. Tratamento tributário: IPI Imposto sobre Produto Industrializado, ICMS, COFINS, PIS/PASEP, Imposto de Exportação, Imposto de Renda 11. Análise de um processo documental completo de exportação Marcos Assis, bacharel em Administração e Direito, com MBA em Gestão e Economia Empresarial/UFRJ. Pós-graduado em Comércio Exterior. Professor de comércio exterior em cursos do SEBRAE/SENAC; Consultor em comércio exterior e gestão empresarial. Coordenador de projetos em comércio exterior do SENAC-RJ. 9/11

10 Financiamento às exportações: acesso a linhas de crédito Linha: Estratégica Apresentar as linhas de crédito existentes no mercado para o exportador, assim como suas características, condições, modalidades e requisitos para obtenção das mesmas, visando facilitar a decisão do exportador por uma linha que melhor se adeque às suas necessidades. Público-alvo: Empresários e profissionais que atuam no comércio internacional e desejam adquirir conhecimentos que lhe auxiliem na tomada de decisão sobre financiamentos com segurança. 1. Fontes dos recursos dos financiamentos 2. Riscos do financiamento 3. Classificação dos financiamentos 4. Garantias 5. Prazos 6. Tipos de financiamento na fase pré-embarque Adiantamento sobre contrato de câmbio ACC ACC indireto ACC Rural Pagamento antecipado Proger BB Giro Empresa Flex Exportação BB Capital de Giro Exportação Nota de Crédito à Exportação - NCR Cédula de Crédito à Exportação - CCE BNDES-Exim 7. Tipos de financiamento na fase pós-embarque Adiantamento sobre Cambiais Entregues - ACE PROEX- de Financiamento às Exportações BNDES-Exim Pós-Embarque 8. Câmbio/Regularização Cambial Shirley Atsumi atuou por mais de 30 anos na área de controle cambial de exportação, importação, remessas financeiras e capitais estrangeiros do Banco Central do Brasil. Faz parte do Conselho Técnico da AEB Associação de Comércio Exterior do Brasil. Professora convidada da FGV - Fundação Getúlio Vargas, no curso de MBA em Negócios Internacionais e Comércio Exterior. Professora do curso de pós-graduação em Comércio Exterior da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro e Fatesg/Senai em Goiás. Professora de Câmbio da Funcex e Aduaneiras. Organizadora do livro Gestão de operações de cêmbio, Ed. FGV/RJ, 1ª Edição, 2013 e Co-autora do livro Fundamentos de exportação e importação no Brasil, Ed. FGV/RJ, 1ª Edição, /11

11 Plano de negócio internacional Linha: Estratégica Orientar sobre como o empresário deve elaborar seu Plano de Negócios Internacional, documento muito utilizado no mercado, normalmente exigido por instituições credoras de financiamento e investidores. O Plano de Negócios Internacional é como um raio-x da empresa, demonstrando de forma ordenada e clara as condições atuais e o planejamento para o futuro. Público-alvo: Empresários e profissionais que atuam no comércio internacional e desejam adquirir conhecimentos sobre como elaborar corretamente um Plano de Negócios Internacional. 1. Gestão estratégica e plano de negócios 2. Descrição da empresa: estágio de desenvolvimento, produtos e serviços, mercados de atuação, concorrentes, operações, administração, visão, missão e valores da empresa 3. Resumo de desempenho: valores, receitas, lucro, análise do desempenho 4. Microambiente: concorrentes e posicionamento no mercado 5. Macroambiente: situação politica, social e econômica, tendências e riscos setoriais 6. Posicionamento estratégico para: produtos, serviços, preços, logística e distribuição, comunicação e propaganda 7. Informações e projeções financeiras Gabriel Segalis, Mestre em Administração EBAPE/FGV, especialista em Marketing pela PUC/RJ, em Comércio Internacional pela Unesa. Professor do IBMR, FGV, Cademp, Sociesc e Senai Fatesg. Consultor do CIN e SEBRAE-RJ. Conteudista e facilitador da Funcex. Organizador e co-autor do Livro Fundamentos de exportação e importação no Brasil Serie CADEMP, Editora FGV, Encontre a FUNCEX em... 11/11

Linha Curso Docente Mês Local

Linha Curso Docente Mês Local Para o Centro Internacional de Negócios CIN e a Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior Funcex, a formação dos profissionais que atuam no comércio exterior deve ser planejada de maneira abrangente

Leia mais

Curso. Básico Intensivo em Exportação e Importação

Curso. Básico Intensivo em Exportação e Importação Curso Básico Intensivo em Exportação e Importação Programação EAD 2016 Por que fazer? O programa deste treinamento, com 75 horas/aula, tem por objetivo desenvolver os instrumentos necessários para conhecimento

Leia mais

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE Profa. Lérida Malagueta Unidade IV SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Importação Importar consiste em uma operação de compra de produtos no mercado exterior e sua respectiva entrada em um país Necessidade

Leia mais

Formação de Analista em Comércio Exterior

Formação de Analista em Comércio Exterior Formação de Analista em Comércio Exterior com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para exercer a profissão de Analista de Comércio Exterior e trabalhar com a análise das operações, planejamento,

Leia mais

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS Providências básicas para iniciar atividades no comércio exterior Ser registrado no RADAR Registro de Exportadores e importadores na Receita Federal;

Leia mais

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

OBJETIVO DO CURSO PÚBLICO-ALVO INFORMAÇÕES GERAIS FORMAS DE PAGAMENTO MATRÍCULAS E LOCAL DE REALIZAÇÃO OBSERVAÇÕES

OBJETIVO DO CURSO PÚBLICO-ALVO INFORMAÇÕES GERAIS FORMAS DE PAGAMENTO MATRÍCULAS E LOCAL DE REALIZAÇÃO OBSERVAÇÕES OBJETIVO DO CURSO Curso de nível intermediário, que tem como objetivo transmitir informações sobre administração e controle das operações de câmbio, modalidade de pagamentos, conduzidas ao amparo de cartas

Leia mais

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR 1º Passo: Registro da empresa Atualizar o objeto social da empresa incluindo a atividade de importação e os tipos de produtos que serão

Leia mais

Curso Analista de Comércio Exterior

Curso Analista de Comércio Exterior Curso Analista de Comércio Exterior Curso Presencial em Belo Horizonte Aviso: O curso presencial é bem mais completo do que o curso de analista à distância Objetivo: Capacitar o aluno para atuar como analista

Leia mais

Cursos in company CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula

Cursos in company CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula PROGRAMA Preparando-se para exportar 6 hs Procedimentos básicos na exportação 6 hs Procedimentos básicos na importação 6 hs Câmbio

Leia mais

Curso Gestão de Importação

Curso Gestão de Importação Curso Gestão de Importação Curso Presencial em Belo Horizonte Leia até o final da página todas as informações deste curso Objetivo: Ensina o aluno a planejar e a gerenciar as etapas do processo de importação.

Leia mais

Curso Analista de Importação

Curso Analista de Importação Curso Analista de Importação (Curso Presencial em Belo Horizonte) Objetivo: Capacitar o aluno para planejar e gerenciar os processos de importação de uma empresa, atuando como analista de importação ou

Leia mais

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO PROCEDIMENTOS DE IMPORTAÇÃO 1º Passo - Habilitação Legal A inscrição no Registro de Exportadores e Importadores (REI) da Secretaria de Comércio Exterior constitui condição preliminar

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior CÂMBIO E POLÍTICA CAMBIAL Câmbio: compra e venda de moedas ou papéis conversíveis. Divisas - São as disponibilidades

Leia mais

Sistemática de Comércio Exterior

Sistemática de Comércio Exterior Sistemática de Comércio Exterior Comércio Exterior 6 ADN 1 Prof. Charles Chelala Informações Básicas Exportar: para quê? Amplia as chances de melhores resultados para a empresa Aumenta a produtividade

Leia mais

Comércio Exterior no Brasil

Comércio Exterior no Brasil Comércio Exterior no Brasil Comércio Exterior Fluxograma para empresa brasileira exportar Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, http://www.mdic.gov.br/sistemas_web/aprendex/default/index/conteudo/id/235

Leia mais

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador.

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador. EXPORTAÇÃO E XPORTAÇÃO Antes de fornecer o preço, é importante analisar os preços de produtos similares praticados no mercado onde está o potencial cliente, exigências técnicas, barreiras tarifárias e

Leia mais

Roteiro Básico para Exportação

Roteiro Básico para Exportação Roteiro Básico para Exportação As empresas interessadas em efetuar exportações deverão, em primeiro lugar, inscrever-se no RADAR, que corresponde ao Registro de Exportadores e Importadores da Inspetoria

Leia mais

Curso de Consultoria Empresarial

Curso de Consultoria Empresarial Curso de Consultoria Empresarial (Curso Presencial em Belo Horizonte) Início - 23/08 Objetivo: Capacitar o aluno para atuar na área de consultoria e gestão empresarial. Este é um curso livre de capacitação

Leia mais

ADUANA FRAUDE EM IMPORTAÇÃO 1 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

ADUANA FRAUDE EM IMPORTAÇÃO 1 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL ADUANA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL APRESENTAÇÃO: DANIEL BEZERRA DOS SANTOS AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL FRAUDE EM IMPORTAÇÃO 1 OBJETIVO Abordar, de forma sucinta, as atividades

Leia mais

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009 NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 30º AgroEx Manaus 26 de novembro de 2009 FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase Mercadológica Fase Comercial Fase Administrativa Fase Aduaneira

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA Curso: 22211 - ADMINISTRAÇÃO com Linha de formação em Comércio Exterior Disciplina: 02675 - OPERAÇÕES DE COMÉRCIO EXTERIOR - IMPORTAÇÃO

Leia mais

22/08/2013. Conceitos e aplicações básicas

22/08/2013. Conceitos e aplicações básicas 22/08/2013 Conceitos e aplicações básicas Palestrantes: Álvaro Cerqueira dos Anjos - Diretor Técnico responsável por toda a área operacional e de treinamento da CUSTOM; José Izidro Riba - Despachante Aduaneiro

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES 1. Aspectos operacionais 1.1 Roteiro para exportação 1º Passo Efetuar o registro de exportador na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior SILBRAN Comércio Exterior 1 Decisões em Negócios Globalizados Importadores Exportadores 2 SILBRAN Comércio Exterior Desafio Global Distância Documentos Diversidade Demanda Disponibilidade Velocidade Consistência

Leia mais

Caminhos para Exportar

Caminhos para Exportar NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 33º AgroEx Marco-CE ADILSON OLIVEIRA FARIAS Assessor técnico JULIANA CAETANO JALES Assistente técnico FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase

Leia mais

CAPÍTULO 3 SISCOMEX SISTEMA INTEGRADO DE COMÉRCIO EXTERIOR... 29...32 Questões de Provas...34

CAPÍTULO 3 SISCOMEX SISTEMA INTEGRADO DE COMÉRCIO EXTERIOR... 29...32 Questões de Provas...34 Sumário CAPÍTULO 1 VISÃO GERAL DE UMA IMPORTAÇÃO BRASILEIRA... 1 1.1. Escolha da Mercadoria...1 1.2. Licenciamento das Importações...1 1.3. Siscomex e Habilitação...2 1.4. Deferimento da Licença de Importação

Leia mais

IMPORTAÇÃO 05/08/2015. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Despacho Aduaneiro Tratamento Tributário.

IMPORTAÇÃO 05/08/2015. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Despacho Aduaneiro Tratamento Tributário. Conceituação Formas de Importação Tratamento Administrativo (Siscomex) Tratamento Tributário Conceituação Comercial Recebimento da mercadoria pelo comprador ou seu representante, no exterior, de acordo

Leia mais

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni

Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO. Prof. Márcio Antoni Unidade IV LOGÍSTICA PARA IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Prof. Márcio Antoni Seguros O seguro é uma operação comercial na qual o segurado (exportador ou importador) e segurador (companhia de seguro) formalizam

Leia mais

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

- Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Analista de Logística em Comércio Exterior - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Habilitar o participante para trabalhar com as rotinas da logística

Leia mais

Despacho Aduaneiro Desembaraço Aduaneiro de Importação. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Despacho Aduaneiro Desembaraço Aduaneiro de Importação. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Despacho Aduaneiro Desembaraço Aduaneiro de Importação Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 1 Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX - Módulo Importação) INTEGRAÇÃO DOS ÓRGÃOS GOVERNAMENTAIS

Leia mais

Consultoria Empresarial

Consultoria Empresarial Consultoria Empresarial (Curso de consultoria empresarial em Belo Horizonte) Programa do curso: Planejamento Empresarial com Técnicas de Negociação 1. Perfil do gestor empresarial: Características do gestor

Leia mais

3.3 - O Processo de Importação e Suas Etapas

3.3 - O Processo de Importação e Suas Etapas 3.3 - O Processo de Importação e Suas Etapas DISCIPLINA: Negócios Internacionais FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo: Atlas, 2004. SILVA, Luiz Augusto

Leia mais

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO

FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA DE EXPORTAÇÃO 1. PLANEJAMENTO Novos mercados; Mais lucros; Mais empregos Separar uma parte da produção para o mercado interno e outra para o mercado externo, pois a exportação é um processo

Leia mais

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Roteiro Básico Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 1º Passo Efetuar contatos com fornecedor (exportador). 2º Passo Formalizar as negociações com fornecedor (exportador). 3º Passo Negociar a condição de

Leia mais

Sistematização das exportações e pagamentos internacionais

Sistematização das exportações e pagamentos internacionais Introdução Sistematização das exportações e pagamentos internacionais Fundamentos de Comércio Exterior Prof. Marco A. Arbex As exportações geram entrada de divisas para o país exportador e saída de divisas

Leia mais

SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS

SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO SISCOMEX, DOCUMENTOS e FORMAS DE PAGAMENTOS Prof.: Leonardo Ribeiro 1 Siscomex O Sistema Integrado de Comércio Exterior - SISCOMEX, é um instrumento

Leia mais

IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo

IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo CURSO: Administração DISCIPLINA: Logística Internacional FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo: Atlas,

Leia mais

Manual de Exportação e Formação de Preço

Manual de Exportação e Formação de Preço Manual de e Formação de Preço. Sumário FASE 1ª 1 - Planejamento de 2 - Planejamento Estratégico 3 - Canais de Distribuição FASE 2ª 4 - Procedimentos Operacionais de FASE 3ª 5 - Formação de Preço O sumário

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO orienta na implantação e desenvolvimento do seu negócio de forma estratégica e inovadora O QUE SÃO PALESTRAS

Leia mais

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação I- CADASTRO DO FORNECEDOR EXTERIOR I.I- Cadastro Geográfico Antes de iniciarmos o registro do Fornecedor Exterior precisamos verificar se os detalhes do

Leia mais

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES

SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES SISTEMÁTICA DAS EXPORTAÇÕES CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo, Atlas, 2004. SILVA, Luiz Augusto

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais

Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais Financiamentos ao Comércio Exterior e Apoio aos Negócios Internacionais Diretoria de Negócios Internacionais Setembro/2013 Banco do Brasil. Do Brasil para o mundo. Do mundo para o Brasil O Banco do Comércio

Leia mais

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios Correios Quem somos? Empresa de administração pública. Missão: Fornecer soluções acessíveis e confiáveis para conectar pessoas,

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO orienta na implantação e desenvolvimento do seu negócio de forma estratégica e inovadora O QUE SÃO PALESTRAS

Leia mais

Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística

Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística Graduado em Administração de Empresas com habilitação em Comércio Exterior pela Universidade Paulista em 2000. Concluiu os cursos de pós-graduação

Leia mais

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES Ser Júnior é ser gigante pela própria natureza. Brasil Júnior Mensagem do presidente Capacitar membros, promover o Movimento Empresa Júnior e causar impacto da sociedade,

Leia mais

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro.

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Quem Somos A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Contamos com profissionais altamente qualificados no comércio internacional e uma rede

Leia mais

Agente de Carga Internacional

Agente de Carga Internacional Agente de Carga Internacional Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais, isto é, responsável pelo planejamento e a intermediação de soluções logísticas

Leia mais

Agente de Carga Internacional com Pós Graduação

Agente de Carga Internacional com Pós Graduação Agente de Carga Internacional com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais, isto é, responsável pelo planejamento e a intermediação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios Internacionais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios Internacionais CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios Internacionais Coordenação Acadêmica: Prof. Dr. Miguel Ferreira Lima CÓDIGO SIGA : TMBACEN*12/01 1 OBJETIVO:

Leia mais

Novas perspectivas e abordagens para os processos de importação e distribuição no Brasil

Novas perspectivas e abordagens para os processos de importação e distribuição no Brasil Introdução Há alguns anos as trading companies brasileiras têm se mostrado uma alternativa segura e economicamente atrativa para empresas estrangeiras que desejam exportar ou distribuir seus produtos no

Leia mais

Im portação Fo x 1/23

Im portação Fo x 1/23 Importação Fox 1/23 Índice 1.INTRODUÇÃO... 3 1.1. Quais os tributos que incidem sobre a importação de produtos e serviços no Brasil?... 3 2.CLASSIFICAÇÃO DOS TRIBUTOS... 5 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6.

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE IMPORTAÇÃO

MANUAL BÁSICO DE IMPORTAÇÃO MANUAL BÁSICO DE IMPORTAÇÃO 1º Edição São Paulo Julho de 2007 1 ÍNDICE Introdução-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------05

Leia mais

Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo

Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo Bases Tecnológicas do curso de Logística 1991 3º Módulo III.1 GESTÃO DE TRANSPORTES 1.1. O desenvolvimento econômico e o transporte. 1.2. A geografia brasileira, a infraestrutura dos estados, municípios

Leia mais

Variações no Patrimônio NBS. 4.2.2. Solicitação do Licenciamento. Capítulo 1 Visão Geral de uma Importação Brasileira

Variações no Patrimônio NBS. 4.2.2. Solicitação do Licenciamento. Capítulo 1 Visão Geral de uma Importação Brasileira Sumário Capítulo 1 Visão Geral de uma Importação Brasileira 1.1. Escolha da Mercadoria 1.2. Licenciamento das Importações 1.3. Siscomex e Habilitação 1.4. Deferimento da Licença de Importação e Embarque

Leia mais

AQUILES VIEIRA. Teoria e Prática Cambial. Exportação e importação. 2ª edição. Editora Lex

AQUILES VIEIRA. Teoria e Prática Cambial. Exportação e importação. 2ª edição. Editora Lex AQUILES VIEIRA Teoria e Prática Cambial Exportação e importação 2ª edição Editora Lex São Paulo 2005 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Vieira,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO COMERCIO EXTERIOR FATEC FRANCA PROF. DR. DALTRO OLIVEIRA DE CARVALHO

DOCUMENTAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO COMERCIO EXTERIOR FATEC FRANCA PROF. DR. DALTRO OLIVEIRA DE CARVALHO DOCUMENTOS EXIGIDOS NAS OPERAÇÕES DE EXPORTAÇÃO DISPONIVEL EM: HTTP://WWW.APRENDENDOAEXPORTAR.GOV.BR/SITIO/PAGINAS/COMEXPORTAR/CONTRATOS.HTML No comércio internacional, os documentos desempenham importante

Leia mais

Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX

Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX Roteiro Básico para Importação com SISCOMEX 1. ATIVIDADES NAS OPERAÇÕES DE IMPORTAÇÃO 2. REGISTRO DO IMPORTADOR 3. CONTATO COM O EXPORTADOR 4. LI LICENCIAMENTO DAS IMPORTAÇÕES 4. 1 Dispensa de Licenciamento

Leia mais

O Processo de Importação e Suas Etapas

O Processo de Importação e Suas Etapas O Processo de Importação e Suas Etapas CURSO: Administração / DISCIPLINA: Logística Internacional FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo: Atlas, 2004.

Leia mais

MBA em Gestão Logística

MBA em Gestão Logística Pág. 1/5 MBA em Gestão Logística Carga Horária: 360 horas/ aulas presenciais + monografia orientada. Aulas: sábados das 8h30 às 18h, com intervalo para almoço. Valor: 16 parcelas de R$ 380,00* * Valor

Leia mais

REGULAMENTO DO MERCADO DE CÂMBIO E CAPITAIS INTERNACIONAIS TÍTULO : 1 - Mercado de Câmbio CAPÍTULO : 11 - Exportação SEÇÃO : 1 - Disposições Gerais

REGULAMENTO DO MERCADO DE CÂMBIO E CAPITAIS INTERNACIONAIS TÍTULO : 1 - Mercado de Câmbio CAPÍTULO : 11 - Exportação SEÇÃO : 1 - Disposições Gerais SEÇÃO : 1 - Disposições Gerais 1. Este capítulo dispõe sobre as operações no mercado de câmbio relativas às exportações brasileiras de mercadorias e de serviços. 2. O exportador de mercadorias ou de serviços

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROEX FINANCIAMENTO FINALIDADE: Proporcionar e apoiar o exportador brasileiro na comercialização com o exterior de bens e serviços em condições de financiamento

Leia mais

5.564 cidades atendidas. 54 mil pontos de atendimento

5.564 cidades atendidas. 54 mil pontos de atendimento BOM DIA! Quem somos? 5.564 cidades atendidas 54 mil pontos de atendimento Distribuição diária: 50 mil carteiros que atendem 44 milhões de domicílios Maior rede logística intermodal do país: 2,6 milhões

Leia mais

Procedimentos para exportação

Procedimentos para exportação Procedimentos para exportação Fundamentos de Comércio Exterior Prof. 1. Inscrição da empresa em dois cadastros: REI (MDIC/SECEX) e Radar (MF /SRF); 2. Análise mercadológica: avaliação do potencial do mercado

Leia mais

A tríade do Comércio Internacional. Macro Ambiente de Negócio Internacional. Distribution Chain. Supply Chain. Manufatura

A tríade do Comércio Internacional. Macro Ambiente de Negócio Internacional. Distribution Chain. Supply Chain. Manufatura A tríade do Comércio Internacional Macro Ambiente de Negócio Internacional Distribution Chain Exportação Supply Chain Importação Manufatura Materials Requirement Planning II Supply Chain Visão holística

Leia mais

Cálculo de Imposto na Importação de BENS

Cálculo de Imposto na Importação de BENS Cálculo de Imposto na Importação de BENS Sistemática de Comércio Exterior Faculdade MORUMBI SUL Prof. Alexandre F. Almeida Produto a ser trabalhado na Importação fictícia: ipod Shuffle 4GB! Preço unitário

Leia mais

Disciplina: Comércio Internacional

Disciplina: Comércio Internacional COORDENADORIA DE TRANSPORTES Sumário 2 Disciplina: Comércio Internacional CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL Exportação e Importação Conceitos Cambiais, Aduaneiros e Comerciais Formas de

Leia mais

Intensivo de Comércio Exterior

Intensivo de Comércio Exterior Intensivo de Comércio Exterior Objetiva ministrar ensinamentos sobre os aspectos que envolvem a atividade de comércio exterior, de maneira compacta, trazendo aos participantes conhecimentos essenciais

Leia mais

Índice. 2 HABILITAÇÃO SISCOMEX... 7 2.1 - Habilitação de Responsável Legal e Certificado Digital... 7 2.2 - HABILITAÇÃO NO SISTEMA COMEXLABS...

Índice. 2 HABILITAÇÃO SISCOMEX... 7 2.1 - Habilitação de Responsável Legal e Certificado Digital... 7 2.2 - HABILITAÇÃO NO SISTEMA COMEXLABS... Índice 1 - DEFINIÇÕES... 3 1.1 Documentação no Comércio Exterior... 3 1.1.1 Fatura Comercial (Commercial Invoice):... 3 1.1.2 Lista de Embalagens (Packing List):... 3 1.1.3 - Certificado de Origem (C.O.):...

Leia mais

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO

DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO 1 DOCUMENTOS UTILIZADOS NA EXPORTAÇÃO Introdução D. Maria de Lourdes tem uma indústria de brindes que se tornou bastante conhecida no Brasil, principalmente pela criatividade com que desenvolve seus produtos.

Leia mais

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA 1. O Que é? O Importa Fácil Ciência é destinado a pesquisadores/entidades de pesquisa cientifica ou tecnológica, devidamente credenciadas no

Leia mais

MARIA MADALENA DO CARMO

MARIA MADALENA DO CARMO MARIA MADALENA DO CARMO Brasileira, divorciada, 04-Agosto-74 Avenida Alfredo Zunkeller, nº 141 Apto. 12 Mandaqui - São Paulo - SP Cel: (11) 7312-5445 Res: (11) 3569-1071 mada.carmo@hotmail.com ; mada.carmo74@gmail.com

Leia mais

Somos uma empresa especializada em Linha Azul (Despacho Aduaneiro Expresso) Atuamos também no RECOF (Regime Aduaneiro de Entreposto Industrial sob

Somos uma empresa especializada em Linha Azul (Despacho Aduaneiro Expresso) Atuamos também no RECOF (Regime Aduaneiro de Entreposto Industrial sob Quem Somos Somos uma empresa especializada em Linha Azul (Despacho Aduaneiro Expresso) Atuamos também no RECOF (Regime Aduaneiro de Entreposto Industrial sob Controle Informatizado) A AIV Auditoria Aduaneira

Leia mais

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI

PROCESSO DE EXPORTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO FLUXOGRAMA. Planejamento. Pesquisa de Mercado. Cadastramento REI PROCESSO DE FLUXOGRAMA DE Planejamento Pesquisa de Mercado Cadastramento REI 1 Cadastramento do REI O registro é feito automaticamente no sistema, quando da primeira importação e exportação (Portaria SECEX

Leia mais

Financiamento á exportação

Financiamento á exportação Financiamento á exportação Crédito seguro/pagamento Garantido É um meio de pagamento internacional que consiste na emissão de uma carta de crédito na qual o Banco Emitente se compromete a pagar, aceitar

Leia mais

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero CHECK LIST DO IMPORTADOR Passo a passo para começar do zero ÍNDICE 1) Preparando a empresa 2) Pesquisando fornecedores 3) Calculando os custos 4) Fazendo o pedido 5) Controlando a produção 6) Embarcando

Leia mais

FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC

FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC FORMAÇÃO Agente de Carga Internacional - Online Curso sob Regulamentação do Decreto 5.622 de 19/12/2005 - MEC Objetivo: Habilitar os participantes para trabalhar com o Agenciamento de Cargas Internacionais,

Leia mais

Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba

Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA em Finanças e Governança Corporativa Desenvolver conhecimentos e habilidades que possibilitem ao profissional dominar os conteúdos

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS Manual do Curso São Paulo Educação Executiva 2014 MBA em Gestão de Negócios 1 Apresentação O MBA em Gestão de Negócios visa preparar empresários e profissionais do Mato Grosso

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente Dilma Vana Rousseff Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Fernando Damata Pimentel Secretário Executivo Alessandro Golombiewski Teixeira Secretária

Leia mais

Administração. Mercado a atuar. Profª Mestre Patricia Brecht Innarelli. Exportação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro.

Administração. Mercado a atuar. Profª Mestre Patricia Brecht Innarelli. Exportação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro. Administração Profª Mestre Patricia Brecht Innarelli Exportação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro. Mercado a atuar Ao decidir atuar no comércio internacional, a empresa deverá desenvolver um planejamento

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais RFB/SUARI/COANA/COFIA/DIDES Buenos Aires, 08 de novembro de 2011 Tópicos: 1. Panorama Atual do

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL

COMÉRCIO INTERNACIONAL COMÉRCIO INTERNACIONAL 01. Sobre regimes aduaneiros, marque a opção incorreta: a) Regimes Aduaneiros Atípicos são criados para atender a determinadas situações econômicas peculiares, de pólos regionais

Leia mais

FORMAS DE PAGAMENTO UTILIZADAS NO COMÉRCIO EXTERIOR

FORMAS DE PAGAMENTO UTILIZADAS NO COMÉRCIO EXTERIOR 1 FORMAS DE PAGAMENTO UTILIZADAS NO COMÉRCIO EXTERIOR Vender para o exterior. Exportar. Aproveitar oportunidades do mercado mundial. Este é o sonho de muitos empresários! Mas nem tudo são flores no mundo

Leia mais

Analista de Comércio Exterior

Analista de Comércio Exterior Analista de Comércio Exterior Curso presencial em Belo Horizonte Início das aulas dia 28/04 Aproveite e faça agora sua inscrição em um dos melhores cursos de comércio exterior Inscrições abertas Vagas

Leia mais

O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários. Maicon Bertuol

O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários. Maicon Bertuol O papel do Banco do Brasil na exportação de produtos agropecuários Maicon Bertuol Passo Fundo, 26/05/2011 Vantagens da Exportação diversificação de mercados e de riscos; melhoria da qualidade e produtividade;

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

Formação de Despachante Aduaneiro OEA

Formação de Despachante Aduaneiro OEA Formação de Despachante Aduaneiro OEA Preparatório para o Exame de Qualificação Técnica e Operador Econômico Autorizado OEA para Despachantes Aduaneiros. Objetivo: Este curso tem como objetivo formar os

Leia mais

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS APRESENTAÇÃO FGV Criado em 1999, o FGV Management é o Programa de Educação Executiva Presencial da Fundação Getulio Vargas, desenvolvido para atender a demanda do mercado por cursos de qualidade, com tradição

Leia mais

Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL

Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL Pós-Graduação em GESTÃO EMPRESARIAL Ingresso março de 2016 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba Pós-Graduação em Gestão Empresarial O Curso tem por objetivo capacitar os participantes na utilização

Leia mais

Administração. Mercado a atuar. Pontos à serem observados. Importação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro. 15/8/2012

Administração. Mercado a atuar. Pontos à serem observados. Importação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro. 15/8/2012 Pontos 15/8/2012 Mercado a atuar Administração Professora Mestre Patricia Brecht Innarelli Importação Noções, Documentos e Despacho Aduaneiro. Ao decidir atuar no mercado internacional, a organização deverá:

Leia mais

Participação do do Banco nos nos Arranjos Produtivos Locais APL s

Participação do do Banco nos nos Arranjos Produtivos Locais APL s Bradesco Participação do do Banco nos nos Arranjos Produtivos Locais APL s Missão Ampliar a concessão de crédito e assistência financeira; Disponibilizar Produtos e Serviços Financeiros adequados; Facilitar

Leia mais