Manual para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos"

Transcrição

1 23 4. CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o fórum nacional de normalização. É a ABNT que regulamenta os padrões técnicos dos trabalhos acadêmicos, além disso, cada faculdade pode ter suas normas próprias. Citação é quando o autor um texto faz menção a uma informação extraída de outra fonte (ABNT 10520/2002). Existem várias formas de citação como, citação de citação, citação direta e citação indireta. Em um texto de caráter científico todas as informações deverão ter uma citação, pois o conhecimento não se constrói do nada e sim a partir da opinião de outros pesquisadores. A citação direta é quando a informação é extraída de forma integral (literal) da fonte pesquisada. Na citação direta, não ocorre nenhum tipo de modificação, o autor respeita a pontuação, o idioma original, etc. Esse tipo de citação só deverá ser utilizado quando for EXTREMAMENTE NECESSÁRIO. A citação direta só poderá ser utilizada quando as palavras do autor deverão permanecer originais, sem modificação alguma. Já a citação indireta acontece quando o autor interpreta a fonte pesquisada e rescreve a ideia do texto com as próprias palavras baseada na linha de pensamento da referência bibliográfica. A citação no texto deverá ocorrer com o último sobrenome do autor principal seguido pela data em parêntese. Quando a citação acontecer apenas no final do parágrafo a mesma irá ocorrer entre parêntese e em caixa alta. A citação direta é dividida em citação curta e citação longa. A citação direta curta é aquela que tem até três linhas. Essa citação deverá ser transcrita no corpo do trabalho e colocado entre aspas duplas. Exemplos de citações curtas: Um autor: Conforme Azevedo (2004, p. 41), O resultado de uma pesquisa depende da adequada escolha do assunto (tema, objeto, problema) a ser investigado. No texto a último sobrenome do autor poderá vir com a primeira letra maiúscula seguida da data em parêntese ou poderá vir o sobrenome em CAIXA- ALTA, como demonstrado abaixo:

2 24 Conforme AZEVEDO (2004, p. 41), O resultado de uma pesquisa depende da adequada escolha do assunto (tema, objeto, problema) a ser investigado. Na citação o número de página é opcional. Em um trabalho científico um dos fatores a ser avaliado será a padronização das citações, TODAS em caixa-alta ou TODAS com a primeira letra em caixaalta. Outra forma de fazer uma citação direta é quando a fonte é colocada entre parêntese. O resultado de uma pesquisa depende da adequada escolha do assunto (tema, objeto, problema) a ser investigado. (AZEVEDO, 2004, p. 41). Neste exemplo, OBRIGATORIAMENTE, o sobrenome deverá estar em caixaalta. Dois autores: Segundo Lakatos e Marconi (2001, p. 35), Seminário é uma técnica de estudo que inclui pesquisa, discussão e debate; sua finalidade é pesquisar e ensinar a pesquisar. Quando a citação ocorrer no final do parágrafo os nomes deverão ser separados por ponto e vírgula. Seminário é uma técnica de estudo que inclui pesquisa, discussão e debate; sua finalidade é pesquisar e ensinar a pesquisar. (LAKATOS; MARCONI, 2001, p. 35). Três autores: De acordo com Radin, Benedet e Milani (2003, p. 25), Ao longo do tempo, para tentar esclarecer o desconhecido, a experiência humana desenvolveu explicações que se costuma classificar de mística, teológica, filosóficas e científicas. Ao longo do tempo, para tentar esclarecer o desconhecido, a experiência humana desenvolveu explicações que se costuma classificar de mística, teológica, filosóficas e científicas. (RADIN; BENEDET; MILANI, 2003, p. 25). Mais de três autores: Atkinson e outros (2000, p. 569) enfatizam que Os clientes da empresa representam um papel central em seu negócio. Os clientes da empresa representam um papel central em seu negócio. (ATKINSON et al., 2000, p. 569).

3 25 As citações longas deverão ser destacadas no texto por meio de um recuo de 4 cm a esquerda, com fonte menor que o texto (arial 10), sem aspas, e com parágrafo simples. A citação poderá vir em antes ou após, no último caso OBRIGATORIAMENTE em caixa-alta. Trevisol (2003, p. 92) explica sobre a importância da educação para um futuro melhor da humanidade e chama a sociedade a refletir: A incerteza em relação ao futuro e a insegurança que os riscos cotidianamente despertam têm levado as pessoas e os governos e enobrecerem o papel da educação. Ela tem sido apontada como a solução por excelência, o único barco que permite fazer a travessia de forma mais ou menos segura. Nunca foi tão necessário, como hoje se mostra, reabilitar a ÉTICA. A crise da Humanidade é uma crise moral. Os descaminhos da criatura humana, refletidos na violência, no egoísmo e na indiferença pela sorte do semelhante, assentam-se na perda de valores morais. De nada vale reconhecer a dignidade da pessoa se a conduta pessoal não se pautar por ela. (NALINI, 2001, p. 36). A citação direta só será utilizada em última circunstância, quando realmente não se consegue expressar a ideia com outras palavras. O mais comum em trabalhos científicos, e que mostra um poder de raciocínio lógico do autor é quando o mesmo realiza uma citação indireta. A citação direta é quando o autor escreve com as próprias palavras baseado nas referências bibliográficas. Nessa citação o autor não inventa nada e sim reescreve informações de outros artigos. Como a ideia expressa no texto continua a ser do artigo pesquisado o mesmo deverá ser citado no final do paragrafo. Outro tipo de citação que existe, porém não é muito recomendada, é a citação de citação. Este tipo de citação consiste em mencionar um trecho de um documento ao qual o autor não teve acesso, mas do qual se tem conhecimento por citação de outro. Nesse caso deverá ser utilizado a sigla apud (citado por) para indicar a obra aonde foi retirada a citação. Atualmente, devido aos meios de informação e a globalização é muito fácil recuperar vários artigos antigos, por isso a citação de citação deve ser evitada, denota preguiça por parte do autor. Dessa forma, evita-se ao máximo a citação de citação há não ser quando se mostre realmente necessária. Exemplo de citação de citação:

4 26 Sobre gestão por competências, Brandão e Aquino (2001 apud BITENCOURT; BARBOSA, 2004, p. 246) assim se posicionam: Deve fazer parte das políticas que recaem sobre as pessoas e para o sucesso organizacional direcionada ao recrutamento, seleção, treinamento, entre outros, fazendo parte das competências necessárias para atingir os objetivos da organização, lembrando sempre que devem estar alinhadas à estratégia organizacional. A ABNT normatiza que uando um paragrafo tiver a citação indireta de vários autores a citação deverá ocorrer em ordem alfabética e separada por ponto e vírgula. Porém o MANUAL DO TCC DA FACER-FACULDADE DE CERES normatiza para o projeto de curso e para o artigo científico que as citações indiretas deverão estar em ordem cronológica e separado por ponto e vírgula. A não citação da fonte, independente de citação direta ou indireta, confere a característica de plágio, que fere a Lei de direito autoral. PLÁGIO-UM AUTOR; PESQUISA VÁRIOS Toda citação originará uma referência bibliográfica, além disso tudo que for utilizado na construção do trabalho deverá ser citado e referenciado no final. Por exemplo, o uso de imagens extraídas de OUTROS artigos deverão estar citadas e também referenciadas. Por outro lado, quando o próprio autor faz uma imagem, gráfico, tabela NÃO É NECESSÁRIO citar, pois fica subentendido que a fonte é o próprio autor. Pelo exposto acima, é necessário que todos os pesquisadores saibam como fazer a referência bibliográfica corretamente. A referência bibliográfica é normatizada pela NBR 6023/2002 da ABNT. A NBR 6023/2002 regulamenta quais elementos compõem as referências, fixa a ordem destes elementos e estabelece elementos essenciais e elementos complementares (opcionais). Os elementos essenciais de uma referência bibliográfica consistem de informações indispensáveis para a identificação apropriada da obra. Segundo a NBR 6023/2002, os elementos essenciais são: autor, título e subtítulo, edição e ano de impressão (divulgação). Já os elementos complementares são colocados de forma a caracterizar os documentos, por exemplo, suplemento de uma revista. A ABNT normatiza que as referências deverão ser alinhadas à esquerda. Contudo o MANUAL DO TCC DA FACER-FACULDADE DE CERES regulamenta a

5 27 referência bibliográfica alinhada na forma justificativa, com entrelinhas simples na referência e espaçamento duplo entre elas, ou dois espaçamentos simples, as referências deverão ser organizadas na ordem alfabética. Na referência o autor deverá destacar algum elemento, ou o título da referência ou a Revista pesquisada, sendo esta última a mais utilizada. O destaque na referência deverá ocorrer de forma padronizada, seja itálico, negrito ou sublinhado. Para explicar melhor como fazer uma referência bibliográfica de acordo com as normas da ABNT (NBR 6032/2002) faz-se necessário a utilização de exemplos. Elementos essenciais, na ordem correta: autores, título, subtítulo (se houver), edição, local, editora e data. Elementos complementares: ilustrador, tradutor, revisor, páginas, volumes, série editorial, entre outras informações que irão apenas complementar os elementos essenciais. Para fazer a citação correta de um livro é necessário verificar a ficha catalográfica do mesmo. Os exemplos mencionados nesta apostila consistirão apenas dos elementos essenciais das principais utilizadas em pesquisa (livro, tese/ dissertação, artigos, lei - resolução e sites). LIVRO: o Sequência: autor (último sobrenome em CAIXA-ALTA), iniciais em caixa-alta do nome e sobrenome, título do livro (destacado negrito, itálico ou sublinhado, deverá ser padronizado), se tiver

6 28 subtítulo o mesmo deverá ser separado do título por dois pontos, edição (se tiver indicado na ficha catalográfica), cidade, editora, ano. NETZ, P.A. Fundamentos de físico-química: uma abordagem conceitual para as ciências farmacêuticas. Porto Alegre: Artmed, TESE/ DISSERTAÇÃO: o Sequência: autor (último sobrenome em CAIXA-ALTA), iniciais em caixa-alta do nome e sobrenome, título da tese/ dissertação (destacado negrito, itálico ou sublinhado, deverá ser padronizado), se tiver subtítulo o mesmo deverá ser separado do título por dois pontos, ano da defesa, número de folhas, característica do trabalho (Tese ou Dissertação), entre parêntese o tipo de pós-graduação, separado por um travessão a faculdade ou curso, seguido pela universidade ou faculdade do trabalho, cidade. BRITO, A.F. Síntese e avaliação farmacológica de um novo candidato a protótipo de fármaco ansiolítico f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) Faculdade de Farmácia, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

7 29 ARTIGO DE PERIÓDICO: o Sequência: autor (último sobrenome em CAIXA-ALTA), iniciais em caixa-alta do nome e sobrenome, título, subtítulo (se houver, separado por dois pontos), título da publicação (nome da revista), local de publicação, numeração correspondente ao volume, fascículo ou número, paginação inicial e final do artigo, data do artigo. GOMES, V.M.; SILVA, M.J.P.; ARAÚJO, E.A.C. Efeitos terapêuticos do toque terapêutico na redução da ansiedade de estudantes universitários. Rev. Bras. Enferm., Brasília, v. 61, n. 6, p , nov.- dez LEI/ RESOLUÇÃO/ PORTARIA, ETC. o Sequência: jurisdição (federal, estadual ou municipal), título, numeração e data, ementa e dados da publicação.

8 30 BRASIL, Portaria n.º 344, de 12 de maio de Aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. Diário Oficial da União, 31 dez , Seção I. SITE: Sequência: autor, título (destacado), cidade, ano, disponível em, acesso em. FEA/USP, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. O que é Administração. São Paulo, Disponível em: <http:// Acesso em: 20 de fev Para citações e referências bibliográficas que contenham mais de três autores deverão usar a expressão et al., essa expressão significa e outro(a)s. Por ser uma abreviatura é obrigatório a colocação de ponto em al. (abreviatura de alli ou aliae). Deve ser escrito em caracteres normais, sem destaque de negrito ou itálico, pois é uma expressão já incorporada ao domínio de nossa língua (FURASTÉ, 2003, p. 80). Decorar todas as normas de referência bibliográfica é praticamente impossível, pois são várias as variações que podem ocorrer, dessa forma, o acadêmico deverá consultar com frequências outras obras bibliográficas. Para mais detalhes sobre elaboração de referências, consultar Cruz, Anamaria da Costa; Perota, Maria Luiza Lourdes Rocha; Mendes, Maria Tereza Reis. Elaboração de referências (NBR 6023/2002). 2. ed. Rio de Janeiro: Interciência; Niterói: Intertexto, p. Além disso, a consulta da própria ABNT (NBR 6023/2002) também poderá ser útil em casos específicos, publicação de congressos, referências de entrevistas, etc.

9 31 Agora que você já sabe como fazer uma citação e referenciá-la, veja mais algumas dicas que Cruz, Ribeiro e Furbetta (2003, p. 97) apresentam, para ajudá-lo quando fizer citações:

10 32 AUTO-AVALIAÇÃO 7 Agora que você leu bastante sobre citações e suas diversas formas de classificação, pare um pouco, descanse e depois volte para ver o que assimilou sobre o conteúdo, indicando no espaço em branco o conceito a que se refere. a) As são utilizadas para omitir palavras de um texto nas citações diretas, podendo ser no início, meio ou fim da citação. b) As citações chamadas pelo sobrenome do autor, seja o escritor, seja uma instituição responsável, devem ser em letras quando estiverem entre parênteses e, em letras quando estiverem no texto, ficando ano e página entre parênteses. c) é a menção a um trecho de um documento ao qual não tivemos acesso, mas do qual tomamos conhecimento apenas por citação de outro. d) A citação transcreve exatamente as palavras do autor citado, conservando a grafia, a pontuação, o uso de maiúscula e o idioma original. Pode ser, quando ultrapassa três linhas, e quando tem até três linhas. e) A citação longa deve ficar em bloco e ser destacada com recuo de da margem esquerda, com letra menor que a do texto utilizado (10), sem e em. f) A citação curta deve ser transcrita no e estar entre aspas. As aspas são utilizadas para indicar citação no interior da citação. g) Para fazer uma citação,você usa suas palavras para dizer o mesmo que o autor disse no texto. Deve ser usada no corpo do trabalho, de maneira corrente, sem o uso de, citando, da mesma forma que a citação direta, a fonte: autor, ano da publicação e páginas pesquisadas (opcional),para a formatação da citação. h) Para enfatizar trechos da citação a que você deu algum destaque, em citação direta, deverá indicá-la com a expressão ; se o destaque for do autor, no original, colocar. Essas expressões serão colocadas entre parênteses com a referência.

11 33 i) Nas citações sem autor ou responsabilidade, você deverá identificar pela primeira (se o título iniciar por artigo ou monossílabo, este deve estar incluído na indicação da fonte) seguida de, da data de publicação do documento e das páginas da citação entre parênteses. AUTO-AVALIAÇÃO 8 Coloque V para as alternativas corretas ou F para as incorretas. ( ) A expressão et al. serve para dizer que o livro tem mais de três autores. ( ) Separamos com, (vírgula) os nomes dos autores quando somam mais de um na referência. ( ) Quando um autor tiver agrupado em seu nome um parentesco como Neto, Filho, Júnior, este fará parte do nome e deve ser mencionado por extenso, acompanhando o sobrenome. ( ) A NBR: 6023:2002 não permite que sejam utilizados documentos em que não constem todos os dados (ano, editora, local, paginação e outras informações faltantes) em publicações. Exercício: Existe diferença entre referências, referências bibliográficas e bibliografia?

Quando houver palavra em outro idioma, devemos destacá-la em itálico, a fim de diferenciá-la.

Quando houver palavra em outro idioma, devemos destacá-la em itálico, a fim de diferenciá-la. Regras para elaboração de citações Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (NBR [10520:2002), citação é a menção no texto de uma informação extraída de outra fonte. A citação pode ser: a) Direta

Leia mais

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Padrão FEAD de normalização Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Objetivo Visando padronizar os trabalhos científicos elaborados por alunos de nossa instituição Elaboramos este manual

Leia mais

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL Nome do autor principal (sigla da instituição a que pertence, entre parênteses)

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA 1 Prezado(a) aluno(a), Este roteiro foi preparado para auxiliá-lo na elaboração de sua monografia (TCC). Ele o apoiará na estruturação das etapas do seu trabalho de maneira

Leia mais

Título do trabalho: subtítulo do trabalho

Título do trabalho: subtítulo do trabalho Título do trabalho: subtítulo do trabalho Resumo Este documento apresenta um modelo de formatação a ser utilizado em artigos e tem como objetivo esclarecer aos autores o formato a ser utilizado. Este documento

Leia mais

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Editoração do Trabalho Acadêmico 1 Formato 1.1. Os trabalhos devem ser digitados em papel A-4 (210 X297 mm) apenas no anverso (frente) da folha. 2 Tipo e tamanho

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA

AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA AJES FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÀO DO VALE DO JURUENA E AJES - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO VALE DO JURUENA NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS JUINA/MT JULHO/2009 SUMÁRIO Introdução...

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA Normas para elaboração de Dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais MODELO

Leia mais

REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE

REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE REVISTA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Artigos, resenhas, análises jurisprudenciais devem ser enviados

Leia mais

Guarantã do Norte-MT 2012

Guarantã do Norte-MT 2012 Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte FSCGN Departamento de Administração José das Couves [J1] Comentário: Fonte Times, tamanho, espaçamento 1,5, recúo 0, texto centralizado. GUIA DE NORMALIZAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS ARACAJU 2012 2 PREFÁCIO A apresentação dos trabalhos acadêmicos

Leia mais

AUTOR TÍTULO GUARAPARI ANO

AUTOR TÍTULO GUARAPARI ANO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS GUARAPARI CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS AUTOR TÍTULO GUARAPARI ANO AUTOR

Leia mais

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias.

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Goiânia, 2010 SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. INTRODUÇÃO...3 1.1-

Leia mais

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico As orientações abaixo estão de acordo com NBR 14724/2011 da Associação

Leia mais

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório.

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório. 1 - ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio Supervisionado de todos os cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Formiga - irá mostrar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PIRENÓPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PIRENÓPOLIS 0 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PIRENÓPOLIS MANUAL PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PIRENÓPOLIS PIRENÓPOLIS 2012 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1

Leia mais

COMO PUBLICAR. 2 Apreciação dos trabalhos

COMO PUBLICAR. 2 Apreciação dos trabalhos 1 COMO PUBLICAR A revista Estação Científica tem como missão contribuir para o diálogo acadêmico-científico com a divulgação de trabalhos inéditos nas mais diversas áreas do conhecimento. Ela os publicará

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO. Manual de orientações sobre análise de plágio

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO. Manual de orientações sobre análise de plágio MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO 1 Manual de orientações sobre análise de plágio Entenda O que é plágio? Conheça suas implicações Verifique seus arquivos Cite as referências Entenda o que

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS F A C UL DA DE DE P R E S I DE N T E V E N C E S L A U REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS APRESENTAÇÃO GRÁFICA - CONFIGURAÇÃO DAS MARGENS Ir ao menu Arquivo, escolher a opção Configurar

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 Paula Carina de Araújo paulacarina@ufpr.br 2014 Pesquisa Pesquisa Atividade básica da ciência

Leia mais

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A 1 ARTIGO É o trabalho acadêmico que apresenta resultado de uma pesquisa, submetido ao exame de um corpo Editorial, que analisa as informações, os métodos

Leia mais

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO Finalidade de um Artigo Científico Comunicar os resultados de pesquisas, idéias e debates de uma maneira clara, concisa e fidedigna. Servir de medida da produtividade

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO UNIDADE DE ENSINO DE SÃO CARLOS ESTRUTURA DE TRABALHO ACADÊMICO MANUAL PARA O ALUNO São Carlos 2009 2 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 APRESENTAÇÃO Tanto o artigo quanto a monografia são trabalhos monográficos, ou seja, trabalhos que apresentam resultados de pesquisa sobre um

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE 1 INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTRUÇÕES GERAIS: papel branco A4, fonte Arial tamanho 12, com espaçamento de 1,5 cm entre as linhas,

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO ELETRÔNICO FaSCi-Tech DA FATEC-SÃO CAETANO DO SUL

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO ELETRÔNICO FaSCi-Tech DA FATEC-SÃO CAETANO DO SUL NORMAS PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO ELETRÔNICO FaSCi-Tech DA FATEC-SÃO CAETANO DO SUL 1. O artigo deverá ser enviado sem a identificação do(s) autor(es). Esta identificação deverá ser feita

Leia mais

Normas da ABNT para referências bibliográficas

Normas da ABNT para referências bibliográficas 1) Grifos Normas da ABNT para referências bibliográficas " " (aspas): apenas para metáforas, transcrições e CITAÇÕES; negrito: somente para títulos de capítulos, tópicos, tabelas e gráficos; sublinhado:

Leia mais

ESTRUTURA DO TIID 2010

ESTRUTURA DO TIID 2010 ESTRUTURA DO TIID 2010 7. Anexos c 7. A ficha de entrevista, agora com as respostas, deve ser apresentada como anexo, após as referências bibliográficas. 6. Referências Bibliográficas 6. As referências

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO Os seguintes padrões atendem às exigências da FTC Feira de Santana, em conformidade com a NBR 14724:2002/2005 da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002 METODOLOGIA CIENTÍFICA APLICADA A ANÁLISE AMBIENTAL PROJETO DE PESQUISA ELABORAÇÃO MONOGRAFIA DE CITAÇÕES REFERÊNCIAS NO TEXTO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ESTRUTURA DO DOCUMENTO 1 Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA (ABNT - NBR 15287- válida a partir de 30.01.2006) 1 COMPONENTES DE UM PROJETO DE PESQUISA (itens em negrito são obrigatórios) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS Capa

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

Guia para padronização de Citações:

Guia para padronização de Citações: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para padronização de Citações: de acordo com NBR 10520/2002 São Carlos 2010 Guia para padronização de Citações As orientações abaixo são de acordo com a NBR 10520/2002 da Associação

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Faculdade de Educação UAB/UnB Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA Parceria MEC/SECAD NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

Leia mais

FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores

FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores ESTRUTURA DO ARTIGO 1. Recomenda-se a utilização do processador

Leia mais

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT FACULDADE CRISTÃ DE CURITIBA Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT Elaborado pela bibliotecária Teresinha Teterycz - CRB 9 / 1171

Leia mais

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Biblioteca Normas para elaboração do TCC O que é um Trabalho de Conclusão de Curso? O TCC, é um trabalho acadêmico feito sob a coordenação

Leia mais

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC 1. O artigo deve apresentar enfoque INÉDITO e abordar tema relativo à Jurisdição Federal. O tema deve ser preferencialmente

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores Tecnológicos G. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Trabalho

Leia mais

NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS O texto a seguir tratará das seguintes normalizações: A. NBR 14724:2001 Informação e documentação - Trabalhos acadêmicos - Apresentação Informações pré-textuais

Leia mais

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005)

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Errata Folha de Rosto Capa ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Epígrafe Resumo L. estrangeira Resumo Agradecimentos Dedicatória Folha de Aprovação Anexos Apêndices Glossário Referências

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espaçamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Nome do Estagiário 2 espaços 1,5 Fonte 14 Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA LOCAL ANO Fonte

Leia mais

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO FORMATAÇÃO GERAL PAPEL: A4 MARGEM: 3 cm à esquerda e superior e 2 cm à direita e inferior ESPAÇAMENTO: 1,5 texto corrido; entre parágrafo 6pts antes e depois FONTE: Times New Roman ou Arial TAMANHO DA

Leia mais

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com).

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com). Envio de trabalhos 1.1. Serão aceitos trabalhos na área de Filosofia, de alunos vinculados a cursos de graduação (não necessariamente em Filosofia). Aceitaremos também contribuições de pós-graduandos e

Leia mais

Citações segundo ABNT

Citações segundo ABNT Norma de Citações Citações segundo ABNT De acordo com a ABNT, na NBR 10520 de agosto de 2002, citação é a menção de uma informação extraída de outra fonte. Esta Norma tem como objetivo especificar as características

Leia mais

REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS

REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Os artigos e os relatos de experiência devem ser enviados exclusivamente

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL AQUIDAUANA MS 2009 1. PAPEL E PROCESSO DE MULTIPLICAÇÃO O papel

Leia mais

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos FACULDADE SÃO FRANCISCO DE ASSIS BIBLIOTECA Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos Porto Alegre 2008 Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação

Leia mais

Uma instituição qualificando a ação profissional

Uma instituição qualificando a ação profissional Uma instituição qualificando a ação profissional SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...03 2. FORMAÇÃO GERAL...05 2.1 TIPO DE PAPEL...05 2.2 MARGEM...05 2.3 ESPAÇAMENTO...05 2.4 TIPO E TAMANHO DA FONTE...06 2.5 PAGINAÇÃO...06

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE FERNANDÓPOLIS FACULDADES INTEGRADAS DE FERNANDÓPOLIS NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE FERNANDÓPOLIS FACULDADES INTEGRADAS DE FERNANDÓPOLIS NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE FERNANDÓPOLIS FACULDADES INTEGRADAS DE FERNANDÓPOLIS NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS APRESENTAÇÃO... 4 PARTE A... 5 1 TIPOS DE ARTIGOS E AS PARTES CONSTITUINTES... 5 1.1 ARTIGOS

Leia mais

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS:

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS: MANUAL PARA TCC www.etecmonteaprazivel.com.br Estrada do Bacuri s/n Caixa Postal 145 Monte Aprazível SP CEP 15150-000 Tel.: (17) 3275.1522 Fax: (17) 3275.1841 NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (FTA) VITÓRIA DA CONQUISTA BA 2009

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC ANEXO A TERMO DE COMPROMISSO DE ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE Nome do Aluno: Matricula: Título do TCC CONCLUSAO DE CURSO (TCC) Solicito que seja designado como meu Orientador do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC 1 APRESENTAÇÃO As recomendações a seguir resumem os princípios para a elaboração

Leia mais

Universidade Federal de São Paulo Instituto Saúde e Sociedade Programa de Pós-Graduação Alimentos, Nutrição e Saúde

Universidade Federal de São Paulo Instituto Saúde e Sociedade Programa de Pós-Graduação Alimentos, Nutrição e Saúde Universidade Federal de São Paulo Instituto Saúde e Sociedade Programa de Pós-Graduação Alimentos, Nutrição e Saúde ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE DOCUMENTO DE QUALIFICAÇÃO E DISSERTAÇÃO PARA O PROGRAMA

Leia mais

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO FACULDADE DOM BOSCO Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO CORNÉLIO PROCÓPIO 2012 Como elaborar um TC 1 Introdução Objetiva-se

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) 1 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) SOBRENOME, Nome Aluno 1 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV SOBRENOME, Nome Aluno 2 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV RESUMO Este

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA 2014 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte

Leia mais

O título e subtítulo (quando houver) devem ser separados por dois pontos (:).

O título e subtítulo (quando houver) devem ser separados por dois pontos (:). VIII Jornada Ibmec de Iniciação Científica - 2013 Normas para submissão dos artigos Os autores devem ser cuidadosos com a apresentação técnica, com a sintaxe e a ortografia de seu texto, sob pena de recusa

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ALTA FLORESTA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E AGROECOSSISTEMAS

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros.

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. Estrutura Elementos Parte externa Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Parte

Leia mais

Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação & Informação: para o(s) autor(es)

Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação & Informação: para o(s) autor(es) UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO REVISTA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação

Leia mais

TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA

TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA CURSO DE DIREITO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA RIO DE JANEIRO MÊS - ANO NOME DO AUTOR DO PROJETO TÍTULO DO PROJETO Projeto de Pesquisa apresentado ao orientador

Leia mais

Guia de Orientação para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Guia de Orientação para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) 1 Guia de Orientação para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Gepós Unidade de Gestão de Pós Graduação Como requisito obrigatório para a obtenção do certificado de pós-graduação, o TCC deve ser desenvolvido

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS TÍTULO DO TRABALHO Primeiro Autor e-mail Instituição de Ensino Endereço CEP Cidade Estado Segundo Autor e-mail

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espacejamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 2 espaços 1,5 Fonte 14 Nome do Estagiário Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA BAMBUÍ ANO Fonte

Leia mais

Normas para apresentação de trabalhos

Normas para apresentação de trabalhos Normas para apresentação de trabalhos Missão da revista A revista Horizonte é uma publicação semestral da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e tem por objetivo veicular trabalhos

Leia mais

Título do artigo em português Título do artigo em inglês

Título do artigo em português Título do artigo em inglês Título do artigo em português Título do artigo em inglês Resumo Inserir aqui o resumo do artigo, em um só parágrafo e em no máximo 10 linhas. Palavras-chave: Mínimo de 3 e máximo de 5 palavras-chave, separadas

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO RESUMOS - Os resumos deverão ter no máximo 500 palavras. - A estrutura do resumo deverá conter, obrigatoriamente: problematização da pesquisa; objetivos;

Leia mais

FACULDADE DELTA INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU NORMATIZAÇÃO PARA TRABALHOS ACADÊMICOS

FACULDADE DELTA INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU NORMATIZAÇÃO PARA TRABALHOS ACADÊMICOS FACULDADE DELTA INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU NORMATIZAÇÃO PARA TRABALHOS ACADÊMICOS GOIÂNIA 2014 1 SUMÁRIO Modelo de capa de trabalho acadêmico... 2 Modelo de folha de rosto

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS PRESIDENTE EPITÁCIO CNPJ 10.882.594/0001-65 Al. José Ramos Júnior, 27-50, Jardim Tropical Presidente Epitácio

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

Manual para Elaboração Trabalhos Acadêmicos Conforme a NBR 14724:2005

Manual para Elaboração Trabalhos Acadêmicos Conforme a NBR 14724:2005 Manual para Elaboração Trabalhos Acadêmicos Conforme a NBR 14724:2005 Produzido pelos bibliotecários da Rede de Bibliotecas do Senac/RS com a finalidade de orientar os usuários na elaboração de seus trabalhos

Leia mais

Como fazer uma MONOGRAFIA

Como fazer uma MONOGRAFIA Como fazer uma MONOGRAFIA 1 MONOGRAFIA JURÍDICA Tipos de um mesmo gênero: paper, TCC, Monografia de Especialização, Dissertação de Mestrado e Tese Doutoral. A Monografia de especialização: expectativas,

Leia mais

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO LONDRINA 2009 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA DO ARTIGO CIENTÍFICO...01 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...01

Leia mais

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS MONOGRAFIA Trata-se de uma construção intelectual do aluno-autor que revela sua leitura, reflexão e interpretação sobre o tema da realidade. Tem como base a escolha de uma unidade ou elemento social, sob

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA - FADIVA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE PESQUISA E MONOGRAFIA PROFª Ms Mª AUXILIADORA PINTO COELHO FROTA MATÉRIA: METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO CAMPINA GRANDE 2015 1 DISSERTAÇÃO A defesa pública da dissertação

Leia mais

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE REVISTA PROPAGARE A Revista PROPAGARE, publicação da Faculdade Campo Real, criada em 2010, é dirigida à comunidade científica. A PROPAGARE reúne, debate coopera e propaga conhecimento para o progresso

Leia mais

CENTRO DE ENSINO MÉDIO 02 DE CEILÂNDIA

CENTRO DE ENSINO MÉDIO 02 DE CEILÂNDIA CENTRO DE ENSINO MÉDIO 02 DE CEILÂNDIA Normas Técnicas para Apresentação de Trabalhos Escritos 1 Os trabalhos escritos serão apresentados aos professores de todos os componentes curriculares desta escola

Leia mais

REGRAS GERAIS PARA APRESENTAÇÃO/FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. Prof. Dr. Luiz Carlos dos Santos

REGRAS GERAIS PARA APRESENTAÇÃO/FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. Prof. Dr. Luiz Carlos dos Santos REGRAS GERAIS PARA APRESENTAÇÃO/FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Todo trabalho acadêmico deve ser elaborado segundo parâmetros determinados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. Assim,

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

Manuais de Normalização SIB/UnP. Citações

Manuais de Normalização SIB/UnP. Citações Manuais de Normalização SIB/UnP Citações CONCEITO São informações retiradas de outras fontes mencionadas no texto para complementar as ideias do autor da pesquisa, embasando o assunto abordado, dando respaldo

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada no Brasil.

Leia mais

Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura

Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura Iniciação à Pesquisa em Informática Profª MSc. Thelma E. C. Lopes e-mail: thelma@din.uem.br 2 Texto Científico: o que é? A elaboração do texto científico

Leia mais

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Maria Bernardete Martins Alves Marili I. Lopes Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Módulo 3 Apresentação

Leia mais

XIV JORNADA DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE SÃO LUCAS VII FÓRUM DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL II CATNEPÃO PORTO VELHO. Data: 29 a 31.10.

XIV JORNADA DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE SÃO LUCAS VII FÓRUM DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL II CATNEPÃO PORTO VELHO. Data: 29 a 31.10. REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE RESUMOS DE TRABALHOS CIENTÍFICOS E FICHA DE INSCRIÇÃO 1- NORMAS GERAIS LEIA ATENTAMENTE Poderão participar da APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: I- Alunos de graduação

Leia mais

GUIA PARA EDIÇÃO DE DISSERTAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E OUTROS TRABALHOS NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS MOLECULARES

GUIA PARA EDIÇÃO DE DISSERTAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E OUTROS TRABALHOS NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS MOLECULARES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS MOLECULARES GUIA PARA EDIÇÃO DE DISSERTAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E OUTROS

Leia mais

Departamento Nacional de Pós Graduação e Atualização

Departamento Nacional de Pós Graduação e Atualização Regras para a Elaboração do Pré-projeto e Artigo Científico dos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Redentor Elaborado por: Prof. M.Sc. André Raeli Gomes Prof.ª M.Sc. Cilene Carla Saroba Vieira

Leia mais

MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GESTÃO EM RECURSOS HUMANOS

MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GESTÃO EM RECURSOS HUMANOS MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GESTÃO EM RECURSOS HUMANOS Salto 2010 MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 0 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1 CARACTERÍSTICAS DOS TCCS NA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ - UESC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BOTÂNICA - PPGBOT. ANEXO 1 Normas de editoração e estruturação de dissertações

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ - UESC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BOTÂNICA - PPGBOT. ANEXO 1 Normas de editoração e estruturação de dissertações UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ - UESC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BOTÂNICA - PPGBOT ANEXO 1 Normas de editoração e estruturação de dissertações 1ª edição Ilhéus BA 2012 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 APRESENTAÇÃO...

Leia mais