Ferramentas de Auxílio à Escrita Científica. Sandra Maria Aluísio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferramentas de Auxílio à Escrita Científica. Sandra Maria Aluísio"

Transcrição

1 Ferramentas de Auxílio à Escrita Científica Sandra Maria Aluísio

2 Agenda Problemas da escrita científica por não-nativos do inglês, e por nativos escrevendo em português Referencial Teórico utilizado para minimizar os problemas Abordagens de IA (Inteligência Artificial) utilizadas por ferramentas desenvolvidas no NILC: RBC (Raciocínio Baseado em Casos) e Sistemas de crítica Gargalo para a construção destas ferramentas baseadas em córpus: Necessidade de córpus anotados em nível retórico Soluções via aprendizado automático da tarefa de anotação (SCIPO, AZEA) Trabalhos em andamento no NILC 2

3 Fatos Pesquisadores e acadêmicos devem escrever em inglês a lingua franca da Ciência. A escrita de artigos científicos representa uma barreira considerável para os autores que não possuem o inglês como língua materna. Escrita de artigos completos e até resumos de dissertações e teses 3

4 Alguns Problemas Para escrever artigos científicos em inglês pode não ser suficiente: Ser fluente em inglês, mas em outro gênero de textos existem fortes convenções lingüísticas em cada seção de um artigo Existem idiossincrasias em cada comunidade de pesquisa Ditam algumas variações na estrutura e na seleção de conteúdo de artigos Por exemplo, ditam os componentes essenciais de um resumo Ciências Biológicas focam em Propósito, Resultados e Conclusões 4 Computação focam em Propósito, Metodologia e Resultados

5 Pesquisas em Análise de Gênero Científico Várias pesquisas mostram que o estudo da organização retórica ou estrutura de textos é útil no ensino de leitura e escrita científica de nãonativos do inglês As dificuldades no nível sentencial podem ser derivadas da falta de conhecimento ou de experiência no nível do discurso J. M. Swales, Genre Analysis: English In Academic And Research Settings. Cambridge, U.K.: Cambridge Univ. Press, R. Weissberg; S. Buker. Writing up Research: Experimental Research Report Writing for Students of English.: Prentice Hall,

6 Definição de gênero Swales (1990:58): Um gênero compreende uma classe de eventos comunicativos, cujos membros compartilham o mesmo conjunto de propósitos comunicativos Esses propósitos são reconhecidos pelos experts da comunidade discursiva (leitores e escritores) e isso, simplesmente isso fundamenta um gênero. As amostras de um gênero exibem vários padrões de similaridade em termos de estrutura, estilo, conteúdo e público alvo. 6

7 O artigo científico pode ser visto como o produto de uma comunidade transnacional cuja forma e função é reconhecida em todo mundo. Assim, ele é um gênero universal e é perpetuado pelos participantes da comunidade, que acreditam que a forma padrão é adequada para reportar uma pesquisa para seus pares. (Swales, 1990: 65) 7

8 Estrutura retórica de um artigo científico típico I -fornecera razão fundamental para o artigo, partindo de discussões gerais sobre o tópico para a questão particular de pesquisa; atrair interesse para o tópico e, assim, leitores Geral R descrever os resultados que são geralmente acompanhados de comentários Resumo Introdução (I) Materiais e Métodos (M) Resultados (R) Discussão Conclusões (D) M descrever a metodologia, materiais, procedimentos D apresentar o que foi aprendido com o estudo; retomar afirmações feitas na introdução Específico Diferentes propósitos -> Diferentes características lingüísticas 8

9 Freqüência das características nas Seções Introdução Metodologia Resultados Discussão T. Presente Alta Baixa Baixa Alta T. Passado Média Alta Alta Média Voz passiva Baixa Alta Variável Variável Referências Alta Baixa Variável Alta Comentários Alta Baixa Variável Alta 9

10 Avaliação da consciência dos gêneros de pesquisa científica (Swales, 1990) Dado um abstract com as sentenças embaralhadas. Pede-se: Forneçam a ordem correta das sentenças. 10

11 Abstract 29 do SciPo-Farmácia To determine the effect of pulse-feeding, three additional fermentations were carried out with limiting-carbon added in 90-second pulses, during repeated five-minute cycles. 1 As a result, more carbon was added to pulse-fed fermentations that led to increased enzyme productivity by as much as 75%. 2 Pulsed addition of limiting-carbon during Aspergillus oryzae fermentation leads to improved productivity of a recombinant enzyme 3 The objective in this study was to determine if a simple, fed-batch, process strategy - pulsed addition of limiting-carbon source - could be used to reduce fungal broth viscosity, and increase productivity of an industrially relevant recombinant enzyme (glucoamylase). 4 11

12 Fungal morphology in many filamentous fungal fermentations leads to high broth viscosity which limits oxygen mass transfer, and often results in reduced productivity. 5 This finding has significant implications for the bioprocessing industry, as a simple process modification which is likely to cost very little to implement in most production facilities, has the potential to substantially increase productivity. 6 Pulse-fed fermentations were found to have smaller fungal mycelia, lower broth viscosity, and improved oxygen mass transfer. 7 As a control, three Aspergillus oryzae fed-batch fermentations were carried out with continuous addition of limiting-carbon. 8 In both cases, overall carbon feed-rate was used to control dissolved oxygen concentration, such that increased oxygen availability led to increased addition of limiting-carbon. 9 12

13 Seqüência correta Título Contexto Propósito Conclusão Metodologia Resultados Como uma das abordagens para escrever um abstract é apresentar um resumo das partes de um artigo utilizamos as características lingüísticas para reconhecer suas partes! Como as expressões formulaicas comuns a cada parte 13

14 Pulsed addition of limiting-carbon during Aspergillus oryzae fermentation leads to improved productivity of a recombinant enzyme 3 Fungal morphology in many filamentous fungal fermentations leads to high broth viscosity which limits oxygen mass transfer, and often results in reduced productivity. 5 The objective in this study was to determine if a simple, fed-batch, process strategy - pulsed addition of limiting-carbon source - could be used to reduce fungal broth viscosity, and increase productivity of an industrially relevant recombinant enzyme (glucoamylase). 4 As a control, three Aspergillus oryzae fed-batch fermentations were carried out with continuous addition of limiting-carbon. 8 To determine the effect of pulse-feeding, three additional fermentations were carried out with limiting-carbon added in 90-second pulses, during repeated five-minute cycles. 1 14

15 In both cases, overall carbon feed-rate was used to control dissolved oxygen concentration, such that increased oxygen availability led to increased addition of limiting-carbon. 9 Pulse-fed fermentations were found to have smaller fungal mycelia, lower broth viscosity, and improved oxygen mass transfer. 7 As a result, more carbon was added to pulse-fed fermentations that led to increased enzyme productivity by as much as 75%. 2 This finding has significant implications for the bioprocessing industry, as a simple process modification which is likely to cost very little to implement in most production facilities, has the potential to substantially increase productivity. 6 15

16 Sistemas de auxílio à escrita para nãonativos do inglês Amadeus (Fontana et al., 1993; Aluisio & Oliveira Jr, 1995; Aluisio et al., 2001) BEAR (Narita et al., 2003) MOVER (Anthony & Lashkia, 2003) 16

17 M. NARITA, K. KUROKAWA, AND T. UTSURO. Case Study on the Development of a Computer-Based Support Tool for Assisting Japanese Software Engineers With Their English Writing Needs. IEEE TRANSACTIONS ON PROFESSIONAL COMMUNICATION, VOL. 46, NO. 3, SEPTEMBER 2003 L. Anthony,AND G. V. Lashkia. Mover: A Machine Learning Tool to Assist in the Reading and Writing of Technical Papers. IEEE TRANSACTIONS ON PROFESSIONAL COMMUNICATION, VOL. 46, NO. 3, SEPTEMBER 2003 Fontana, N.; (Caldeira), Aluísio, S.M.; De Oliveira, M.C.F. and Oliveira Jr., O.N. Computer Assisted Writing Aplications to English as a Foreign Language. CALL, Volume 6 (2), pp , S. M. Aluísio; O.N. Oliveira Jr A Case-Based Approach for Developing Writing Tools Aimed at Non-native English Users. In Case-Based Reasoning Research and Development, Proceedings of the 1st International Conference on Case- Based Reasoning (ICCBR-95). Lecture Notes in Computer Science 1010, p S. M. Aluísio; I. Barcelos; J. Sampaio; O. N. Oliveira Jr How to Learn the Many Unwritten Rules of the Game of the Academic Discourse: A Hybrid Approach Based on Critiques and Cases to Support Scientific Writing. IEEE International Conference on Advanced Learning Technologies. Madison, Wisconsin. Los Alamitos, CA: IEEE Computer Society, 1, p

18 Ferramentas do AMADEUS O AMADEUS é um ambiente de auxílio e ensino de escrita científica em inglês por não-nativos, ferramentas inter-relacionadas baseadas em corpus para capturar as particularidades de uma comunidade (área de pesquisa) e para fornecer material lingüístico para ser reusado por pesquisadores iniciantes. Ferramenta de Referência, Ferramenta de Suporte, Ferramenta de Crítica e Ferramenta Tutorial ajudam a escrever o primeiro rascunho do texto (top-down) cada uma se aplica especificamente a um conjunto de problemas caracterizado por diferentes níveis de dificuldade no inglês e diferentes graus de experiência na escrita científica 18

19 O sistema BEAR (Building English Abstracts by Ricoh) Também baseado em corpus, foi implementado como um sistema Web e é composto por bases de exemplos de abstracts traduzidos (corpus paralelo inglês-japonês) que podem ser reutilizados em vários níveis (estrutural, sentencial e lexical) e por facilidades para a recuperação desses exemplos. Conta também com bases de dados voltadas para problemas com o uso da língua inglesa, Common Errors Patterns e Verb Complementation Patterns. 19

20 MOVER O Mover é uma ferramenta que se propõe a auxiliar a leitura e a escrita de textos científicos apresentando ao usuário a estrutura retórica do texto já escrito (botton-up), tomando por base o modelo CARS de Swales (1990). Identificação automática dos elementos do modelo estrutural, feita por um classificador estatístico que aprende a tarefa a partir de córpus Esse classificador determina, para cada sentença do texto, a categoria à qual a sentença pertence. Dessa forma, a saída do sistema é o texto de entrada com as sentenças etiquetadas de acordo com o modelo estrutural em uso. Entretanto, nenhum feedback sobre a estrutura identificada é fornecido. 20

21 Uma solução para dar suporte à Escrita do Primeiro Rascunho (AMADEUS) 1. Selecionar de um conjunto de artigos bem escritos de uma área de pesquisa 2. Utilizar estruturas esquemáticas para cada seção dos artigos 3. Indexar (anotar) cada oração pelos componentes da estrutura textual 4. Reusar as expressões formulaicas que aparecem em cada componente para praticar as convenções lingüísticas e de estilo 5. Colocar os 4 itens acima em uma ferramenta computacional 21

22 Estrutura esquemática de uma Introdução 1. Contexto 2. Revisão da Literatura 3. Lacuna(s) 4. Propósito 5. Metodologia 6. Principais Resultados 7. Valor do Trabalho (teses & dissertações) 8. Estrutura do Artigo (artigos longos) 22

23 Expressões padrões para cada parte da estrutura de uma Introdução a) Importance of the field, general interests, etc. There has been substantial interest in the fabrication of... Contexto b) Previous reports on related work. Several papers have reported measurements aimed at obtaining evidence for, and insight into,... processes in... Revisão da Literatura c) What is lacking in the field. Although significant advances have been made in the understanding of how... (something) influences... (another), very little further attention appears to have been given to the... d) What the present work does. The purpose of the work reported here was to study the influence of... on the... Lacuna(s) Propósito f) Layout or Outline of the paper The organisation (outline) of the (this) paper is as follows. In Section II we describe... The... is presented in section III. In Sec. II we solve the... equation giving expressions for... This is necessary for the work of Sec. III, in which the extended... equation is derived. Numerical results of the theory are given in Sec. IV, together with a comparison with... and... calculations. Estrutura 23

24 AMADEUS: Recursos e Ferramentas Escrita Aprendizado Avaliação Processos Ferramentas Referência Suporte Crítica CAPTEAP Recursos Expressões formulaicas e trechos reusáveis de textos Estruturas Esquemáticas Questões Críticas baseadas nos critérios de submissão de artigos para conferências Estratégias para escrever parágrafos 24

25 Ferramenta de Suporte Sistema baseado em casos que trabalha em cooperação com o escritor, seguindo 3 passos: i) obtenção dos componentes/estratégias de cada seção ii) seleção dos melhores exemplos recuperados pelo sistema iii) revisão do exemplo selecionado para auxiliar o usuário a inserir seu material específico Efetiva na criação de um texto informativo, com coerência e coesão Limitação Não fornece feedback (críticas) ao usuário relacionadas com suas escolhas 25

26 Raciocínio Baseado em Casos Entrada Caso do Usuário Recuperação Caso Aprendido Retenção + Conhecimento Geral Base de Casos Caso(s) Recuperados Reutilização Solução Confirmada Caso Reparado Revisão Caso Resolvido Solução Sugerida 26

27 1) Acesse o Scipo-Farmácia a partir do site do NILC (www.nilc.icmc.usp.br/nilc/index.html) 27

28 2) Escolha uma das seções do artigo Tela Inicial 28

29 Foi feita a escolha do Resumo... Modelo/Estrutura do Resumo Ajuda Local 29

30 Modelo/Estrutura do Resumo 30

31 Botões de Ajuda Local 31

32 Navegando pela base de resumos... 32

33 3) Escolha as estratégias e a ordem delas Para escrever qualquer seção do artigo primeiro escolha as estratégias para cada componente. depois escolha a ordem em que os componentes com suas estratégias serão organizados no texto. A ordem de componentes e estratégias que apresentamos nos modelos de cada seção do artigo é considerada boa e clara aos leitores recomendamos que você a siga, sempre que possível, pois seu texto será mais informativo e bem estruturado. 33

34 Vizualizando Exemplos de Estratégias... 34

35 Observação Você não precisa selecionar todas as estratégias de um componente apenas fique atento se as que você escolheu para um dado componente estão coerentes com as outras. No caso do componente Propósito, as estratégias Detalhar/Especificar o propósito e Apresentar mais propósitos são dependentes da estratégia Indicar o propósito principal. Isso significa que qualquer uma (ou as duas) das estratégias dependentes só poderá aparecer em uma estrutura que também contenha a estratégia Indicar o propósito principal. No caso do componente Resultado, a estratégia Comentar/Discutir os resultados é dependente da estratégia Descrever os resultados ou da estratégia Indicar os resultados. Isso significa que a estratégia Comentar/Discutir os resultados somente poderá ser utilizada em complemento à pelo menos uma das outras estratégias do componente Resultado. 35

36 Escolha da Estrutura de um Resumo Curto Botões da Área de Trabalho Área de Trabalho Um Clique 36

37 Botões da Área de Trabalho Permitem que você modifique a opção de componentes e estratégias que escolheu. O Sobe/Desce permite que você altere a ordem das estratégias. Se quiser apagar alguma delas, selecione-a com o recurso dos botões Sobe/Desce ou clique em cima da estratégia e depois clique no botão Exclui. Se você não gostou da ordem que escolheu, clique no botão Reinicia, para limpar a área de trabalho. 37

38 Recuperando casos similares... 38

39 Visualizando os casos similares... Duplo Clique 39

40 4) Modifique a Seleção ou Inicie a Redação 40

41 5) Edite o Texto 41

42 Reusando partes dos textos... Contadores ajudam a dosar quantidade de texto escrito para cada componente Marque o texto a ser reusado e copie para a área do componente específico 42

43 Marcadores Discursivos 43

44 6) Salve o arquivo gerado no formato RTF 44

45 Visualizando arquivo gerado... 45

46 Ferramenta de Crítica Trabalha colaborativamente em ciclos O usuário apresenta um produto para o sistema que dá feedback na forma de críticas para melhorar o produto Efetiva Em indicar a estruturação mais adequada para uma área Como recurso de ensino de EAP (Inglês para a o Propósito Acadêmico) Limitação Fornece somente críticas estruturais (componentes essenciais e ordem) e não de outra natureza 46

47 Abordagem de Críticas IA na Educação Domínio de Experiência Solução Proposta Domínio de Conhecimento Usuário Resolução do Problema Processo de Crítica Computador Objetivos Crítica Modelo do Usuário 47

48 Scipo (http://www.nilc.icmc.usp.br/~scipo/) 48

49 SciPo navegação pela base 49

50 SciPo componentes & estratégias 50

51 SciPo ciclo de críticas 51

52 SciPo ciclo de críticas 52

53 Casos recuperados 53

54 Casos comentados 54

55 Material de suporte no SciPo 55

56 Material de suporte no SciPo 56

57 Gargalo para a construção destas ferramentas baseadas em córpus A criação do córpus anotado com os componentes da estrutura esquemática (EE) é um processo caro que demanda especialistas da área de escrita científica e da área em questão Solução: aprendizado automático da tarefa 57

58 Abordagens de detectores automáticos de EE Argumentative Zoner (Teufel, 1999, 2002) Várias features léxicas, sintáticas e estruturais (algumas dependem da língua); aprendizado de máquina sobre um córpus pequeno anotado supervisionado (TEXTO) Mover (Antony & Laskia, 2003) Features baseadas em clusters (frases até 5 palavras) e na posição da sentença dentro do texto (independem de língua); aprendizado de máquina supervisionado sobre um córpus pequeno anotado (ABSTRACTS) S. Teufel Argumentative Zoning: Information Extraction from Scientific Text, unpublished PhD Thesis, School of Cognitive Science, University of Edinburg, Edinburg, UK. S. Teufel; M. Moens Summarising scientific articles - experiments with relevance and rhetorical status, Computational Linguistics 28 (4), p

59 Features em AZ 59

60 Mover anotando um resumo 60

61 AZPORT e AZEA AZPORT (Feltrim, 2004): AZ para resumos de teses e dissertações em português. AZEA (Genoves, et al, 2007): Features de AZPORT para resumos de artigos em inglês V. D. Feltrim Uma abordagem baseada em córpus e em sistemas de crítica para a construção de ambientes Web de auxílio à escrita acadêmica em português, unpublished. PhD Thesis, ICMC, University of São Paulo, Brazil. Genoves, et al Automatically detecting schematic structure components of English abstracts: building a high accuracy classifier for the task. A ser publicado no Workshop NPER da RANLP. 61

62 AZEA primeiros experimentos Classificador para resumos em inglês 6 classes contexto, lacuna, propósito, metodologia, resultado, conclusão Reimplemetação do AZ (Teufel & Moens, 2002) (Teufel, 1999) 7 features do AZ, que em grande parte também foram escolhidas para o AZPort Treinamento: Naïve Bayes do ambiente Weka (bons resultados para treinamento com poucos dados) 62

63 AZEA x MOVER mesmo córpus Córpus: 43 abstracts do SCIPO 63

64 AZEA experimentos finais 64

65 Segmentador textual e categorizador automático da estrutura retórica AZEA-WEB Metodologia para criar ferramentas como o SciPo-Farmácia para outros domínios. Disponível na Incubadora da FAPESP: 65

66 AZEA-WEB - abstracts 66

67 67

68 68

69 69

70 Trabalhos Atuais Automatização de uma Rubrica para Avaliar a qualidade da escrita de resumos em inglês PlanInt! Ferramenta de Crítica (Abordagem do SciPo) para planos de negócios em português Ferramentas de Suporte (Abordagem do Scipo- Farmácia) para artigos científicos das Engenharias. 70

71 Obrigada! Amadeus CALeSE SCIPO CALEAP-WEB CAPTEAP AZEA-WEB PlanInt! 71

72 Pulo do gato... Uso da base de exemplos para aprender características lingüísticas utilizada no gênero artigos científicos. Caso do componente Lacuna Caso do componente Propósito 72

73 Lacuna (GAP) Signal Words -- Special words are commonly used to indicate the beginning of the Gap. Connectors such as however are used for this purpose. The connector is followed immediately by a gap statement in the present or present perfect tense. Which often contains modifiers such as few, little, or no. Signal word + Gap (present or present perfect) + Research topic Subordinating conjunctions like while can also be used to signal the gap. If you use these kinds of signals, you must write a complex sentence typically using modifiers like some, many, or much in the first clause, and modifiers like little, few, or no in the second clause. Signal word + Previous work (present or present perfect) + Gap + Research topic 73

74 Exemplos do componente Lacuna na base de resumos Resumos - Exemplos de estratégias Estratégia escolhida: Lacuna -> * Casos encontrados: 4 Caso ab_20: 1) [Citar problemas/dificuldades] However, direct evidence of a causal role is limited and the source of reactive oxidants has not been identified. Caso ab_33: 1) [Citar problemas/dificuldades] Experiments in many laboratories have been limited by the availability of the enzyme, and its production required at least a week of work to complete its purification. Caso ab_55: 1) [Citar problemas/dificuldades] However, it is difficult to ensure that an oral preparation disintegrates specifically in the human colon. 2) [Citar necessidades/requisitos] To make a colonic delivery system practical for medical use, in vitro testing methods need to be established in order to determine the specifications of the preparations. Caso ab_60: 1) [Citar a ausência ou falta da pesquisa anterior] Although DNA codon optimization is a standard molecular biology strategy to overcome poor gene expression, to date no public software exists to facilitate this process. 2) [Citar problemas/dificuldades] Among the uses of codon optimization, human immunodeficiency virus (HIV) vaccine development represents one of the most difficult challenges. 74

75 Propósito Orientation and Tense -- You may write the statement of purpose of the work from one of two alternative orientations: 1 The orientation of the statement of purpose may be towards the report itself. If you choose the report orientation you should use the present or future tense. Report orientation + Main Verb (present or future) + Research question 2 Or the orientation of the statement of purpose may be towards the research activity. If you choose the research orientation you should use the past tense, because the research activity has already been completed. Research orientation + Main Verb (past) + Research question 75

76 Exemplos do componente Propósito na base de resumos Resumos - Exemplos de estratégias Estratégia escolhida: Propósito -> * Casos encontrados: 43 Caso ab_44: 1) [Apresentar o propósito com a metodologia] This paper presents an integrated process for the primary recovery of intracellular glyceraldehyde 3-phosphate dehydrogenase (G3PDH) and other proteins from bakers' yeast wherein cell disruption and aqueous two-phase systems (ATPS) were operated simultaneously. Caso ab_06: 1) [Apresentar o propósito principal] Here we show that most human tumors constitutively express IDO. Caso ab_29: 1) [Apresentar o propósito principal] The objective in this study was to determine if a simple, fed-batch, process strategy-pulsed addition of limiting-carbon source-could be used to reduce fungal broth viscosity, and increase productivity of an industrially relevant recombinant enzyme (glucoamylase). Caso ab_69: 1) [Apresentar o propósito principal] In this study we investigated whether a RGD-SA mutant that links SA to EC integrin receptors, and eliminates EC biotinylation, improves EC adhesion. 76

77 Segundo exercício para avaliar a consciência dos gêneros de pesquisa científica Utilizando a estrutura textual de um resumo como apresentada no SCIPO-Farmácia (Contexto Lacuna Propósito Metodologia Resumo Conclusão) e o seguinte resumo. Pede-se: Dividam e classifiquem as sentenças do resumo de acordo com os componentes da estrutura. 77

78 Protein Expression and Purification Volume 34, Issue 1, March 2004, Pages Overexpression and rapid purification of Escherichia coli formamidopyrimidine DNA glycosylase Abstract Formamidopyrimidine DNA glycosylase (Fpg) is a DNA glycosylase with an associated AP lyase activity. As a DNA repair enzyme, Fpg excises several modified bases from DNA associated with exposure to oxidizing agents such as free radicals. Experiments in many laboratories have been limited by the availability of the enzyme, and its production required at least a week of work to complete its purification. We have devised a new method that decreases the time and expense of purification of Fpg that should render this protein accessible to any laboratory. Fpg was subcloned into a λ PL promoter-containing vector (pre) and overproduced in the appropriate Escherichia coli host cells to about 25% of the total cellular protein. Fpg was purified to homogeneity in a simple two-step procedure with a 50% saving in time when compared to the previously known procedure. Comparative studies showed that the excision of 8-hydroxyguanine, 2,6-diamino-4-hydroxy-5-formamidopyrimidine, and 4,6-diamino-5- formamidopyrimidine, and to a lesser extent, 8-hydroxyadenine was virtually identical for the Fpg purified using this method and for the Fpg purified by the original method. Therefore, this method should prove useful for a large number of laboratories and further research on oxidative DNA damage. 78

79 Abstract Formamidopyrimidine DNA glycosylase (Fpg) is a DNA glycosylase with an associated AP lyase activity. As a DNA repair enzyme, Fpg excises several modified bases from DNA associated with exposure to oxidizing agents such as free radicals. Experiments in many laboratories have been limited by the availability of the enzyme, and its production required at least a week of work to complete its purification. We have devised a new method that decreases the time and expense of purification of Fpg that should render this protein accessible to any laboratory. Fpg was subcloned into a λ PL promoter-containing vector (pre) and overproduced in the appropriate Escherichia coli host cells to about 25% of the total cellular protein. Fpg was purified to homogeneity in a simple twostep procedure with a 50% saving in time when compared to the previously known procedure. Comparative studies showed that the excision of 8-hydroxyguanine, 2,6-diamino-4-hydroxy-5- formamidopyrimidine, and 4,6-diamino-5-formamidopyrimidine, and to a lesser extent, 8-hydroxyadenine was virtually identical for the Fpg purified using this method and for the Fpg purified by the original method. Therefore, this method should prove useful for a large number of laboratories and further research on oxidative DNA damage. 79

80 Link: Overexpression and rapid puri.cation of Escherichia coli formamidopyrimidine-dna glycosylase Prasad Reddy, Pawel Jaruga, Tim O'Connor, Henry Rodriguez and Miral Dizdaroglu Contexto: Familiarizar termos, objetos e processos Formamidopyrimidine DNA glycosylase (Fpg) is a DNA glycosylase with an associated AP lyase activity. Contexto: Familiarizar termos, objetos e processos As a DNA repair enzyme, Fpg excises several modified bases from DNA associated with exposure to oxidizing agents such as free radicals. Lacuna: Citar problemas/dificuldades Experiments in many laboratories have been limited by the availability of the enzyme, and its production required at least a week of work to complete its purification. Propósito: Apresentar o propósito principal We have devised a new method that decreases the time and expense of purification of Fpg that should render this protein accessible to any laboratory. Metodologia: Citar/Descrever materiais e métodos Fpg was subcloned into a k PL promoter-containing vector (pre) and overproduced in the appropriate Escherichia coli host cells to about 25% of the total cellular protein. Metodologia: Citar/Descrever materiais e métodos Fpg was purified to homogeneity in a simple two-step procedure with a 50% saving in time when compared to the previously known procedure. Resultado: Comentar/Discutir os resultados Comparative studies showed that the excision of 8-hydroxyguanine, 2,6-diamino-4-hydroxy-5- formamidopyrimidine, and 4,6-diamino-5-formamidopyrimidine, and to a lesser extent, 8- hydroxyadenine was virtually identical for the Fpg purified using this method and for the Fpg purified by the original method. Conclusão: Apresentar contribuições/valor da pesquisa Therefore, this method should prove useful for a large number of laboratories and further research on oxidative DNA damage. 80

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental Ajuda ao SciEn-Produção 1 Este texto de ajuda contém três partes: a parte 1 indica em linhas gerais o que deve ser esclarecido em cada uma das seções da estrutura de um artigo cientifico relatando uma

Leia mais

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Diogo Silveira Mendonça Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Campos extraídos diretamente Título Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Huang, Chin-Yu and Lin, Chu-Ti Ano de publicação 2006 Fonte de publicação

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06 vii Resumo Este estudo apresenta os resultados de uma análise de necessidades de uso da língua inglesa de estudantes de um curso universitário de Publicidade e Propaganda, bem como de profissionais dessa

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle

Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle Accessing the contents of the Moodle Acessando o conteúdo do Moodle So that all the available files in the Moodle can be opened without problems, we recommend some software that will have to be installed

Leia mais

Apresentação V.B.M.P.S.

Apresentação V.B.M.P.S. ISSN 0102-7077 the ESP São Paulo Vol. 25 nº 1 p. 1-106 2004 The Especialist/Centro de Pesquisas, Recursos e Informação em Leitura da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo CEPRIL. V. 1, n. 1 (1980)-.

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

Avaliação automática da qualidade de escrita de resumos científicos em inglês

Avaliação automática da qualidade de escrita de resumos científicos em inglês SERVIÇO DE PÓS GRADUAÇÃO DO ICMC USP Data de Depósito: 17/04/2007 Assinatura: Avaliação automática da qualidade de escrita de resumos científicos em inglês Luiz Carlos Genoves Junior Orientadora: Profa.

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins. Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários

Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins. Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários Rafael Jessen Werneck de Almeida Martins Recomendação de pessoas em redes sociais com base em conexões entre usuários Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

O PAPEL DA ATENÇÃO NA CONEXÃO FORMA E SIGNIFICADO EM L2 *

O PAPEL DA ATENÇÃO NA CONEXÃO FORMA E SIGNIFICADO EM L2 * O PAPEL DA ATENÇÃO NA CONEXÃO FORMA E SIGNIFICADO EM L2 * FIGHERA, A.C.M. (UCPel) & FINGER, I. (UFRGS) ABSTRACT: This article aimed at verifying the relationship between form and meaning in the written

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS 127 MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS VISUAL MODELING OF SOFTWARE FOR COMMUNICATION MANAGEMENT IN PROJECT MANAGEMENT Ricardo Rall 1 Arilson José

Leia mais

A contribuição do coaching executivo para o aprendizado individual: a percepção dos executivos

A contribuição do coaching executivo para o aprendizado individual: a percepção dos executivos Bianca Snaiderman A contribuição do coaching executivo para o aprendizado individual: a percepção dos executivos Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração

Leia mais

Relatório completo de proficiência da língua inglesa

Relatório completo de proficiência da língua inglesa Relatório completo de proficiência da língua inglesa 1 2 Entenda a avaliação Nesta avaliação de proficiência de inglês como língua estrangeira, quantificamos e identificamos o nível e perfil atual do candidato,

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS ENSINO MÉDIO 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS ENSINO MÉDIO 2014 DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL: PROGRAMA DE ENSINO MÉDIO 204 Língua Inglesa SÉRIE TURMA CARGA HOR./SEM Nº DE H/A MENSAL Nº DE H/A ANUAL Edimara Adams Haab 3º EM 4 38 edimara72@hotmail.com OBJETIVOS GERAIS

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

GABARITO ITA - 2013/2014

GABARITO ITA - 2013/2014 GABARITO ITA - 2013/2014 INGLÊS PORTUGUÊS 01. A 21. B 02. E 22. C 03. A 23. A 04. B 24. D 05. B 25. A 06. A 26. C 07. E 27. B 08. E 28. E 09. E 29. D 10. D 30. E 11. C 31. C 12. B 32. B 13. D 33. A 14.

Leia mais

Definição de Processo de Software através da Composição de Atributos de Casos Similares

Definição de Processo de Software através da Composição de Atributos de Casos Similares Definição de Processo de Software através da Composição de Atributos de Casos Similares Márcia Maria A. Brasil 1, Mariela Inês Cortés 1 1 Departamento de Estatística e Computação Universidade Estadual

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

NEVA: Programa para aumento de performance de sites web usando o algoritmo de esteganografia

NEVA: Programa para aumento de performance de sites web usando o algoritmo de esteganografia NEVA: Programa para aumento de performance de sites web usando o algoritmo de esteganografia MÁRCIO PANTOJA LOBATO 1, PEDRO VICTOR PONTES PINHEIRO 1, ROBERTO YURI DA SILVA FRANCO 1, ALESSANDRA NATASHA

Leia mais

1ª A, B, C, D, E Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: 02 TOTAL DE HORAS/AULA/ANO:

1ª A, B, C, D, E Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: 02 TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 2 ÁREA / DISCIPLINA: Inglês (Profa: Maria Luiza da Silveira Bicalho) SÉRIE: 1ª A, B, C, D, E Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: 02 TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 80 COMPETÊNCIA

Leia mais

Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software

Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software Mariano Montoni, Cristina Cerdeiral, David Zanetti, Ana Regina Rocha COPPE/UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Inglês 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Continuação bienal Prova 0/2.ª Fase Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA GRADUAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ROBERTO RAGUZE FLORES

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA GRADUAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ROBERTO RAGUZE FLORES UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA GRADUAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ROBERTO RAGUZE FLORES EXEMPLO DE MONOGRAFIA NO PADRÃO DA UNISINOS: VERSÃO L A TEX

Leia mais

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space 1 Próximas Actividades Next Activities Visualiza as próximas actividades a ter inicio, com a indicação do tempo restante Displays upcoming activities and indicating the remaining time 2 Categorias Categories

Leia mais

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS Fabiana Fraga Ferreira Bacharelanda em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

Uso dos Resultados de um Estudo Baseado em Revisão Sistemática para Elaborar uma Proposta Inicial de Pesquisa

Uso dos Resultados de um Estudo Baseado em Revisão Sistemática para Elaborar uma Proposta Inicial de Pesquisa VII Experimental Software Engineering Latin American Workshop (ESELAW 2010) Uso dos Resultados de um Estudo Baseado em Revisão Sistemática para Elaborar uma Proposta Inicial de Pesquisa Natália Chaves

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos Resumo da Dissertação apresentada à UFSC como parte dos requisitos necessários para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica. A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA

Leia mais

EPLNA_2012. Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis

EPLNA_2012. Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis Prof. Dr. Igor Renato Bertoni Olivares Top 02 in analytical chemistry Impact Factor - 6,6

Leia mais

Análise da produção científica nacional sobre Sistema de Informação Gerencial nos principais eventos nacionais em Engenharia de Produção

Análise da produção científica nacional sobre Sistema de Informação Gerencial nos principais eventos nacionais em Engenharia de Produção Análise da produção científica nacional sobre Sistema de Informação Gerencial nos principais eventos nacionais em Engenharia de Produção Tanise Fuckner de Oliveira (UTFPR) taniseoliveira@yahoo.com.br Antonio

Leia mais

O uso de aplicativos mobile para auxiliar na verificação de fatos aprendidos pelo NELL

O uso de aplicativos mobile para auxiliar na verificação de fatos aprendidos pelo NELL O uso de aplicativos mobile para auxiliar na verificação de fatos aprendidos pelo NELL Caio Guimarães Herrera 1, Luís Felipe Franco Candêo Tomazini 1 1 Departamento de Computação Universidade Federal de

Leia mais

Introdução à Bonita BPM

Introdução à Bonita BPM WHITE PAPER Introdução à Bonita BPM Como começar a usar o Bonita BPM para capturar um processo conceitual e transformá-lo em um diagrama de processo Charlotte Adams, Alexandre Bricout e Maria Picard, Bonitasoft

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial

Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial Lucas A. de Oliveira, Rui A. R. B. Figueira, Expedito C. Lopes Mestrado em Sistemas e Computação Universidade de Salvador (UNIFACS)

Leia mais

Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w

Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w Concordanciador freeware Desenvolvido por Laurence Anthony, Ph.D. Linguística de Corpus: Ensino, Tradução e Terminologia. Questões Teóricas e Metodológicas Professora:

Leia mais

INGLÊS PARA A ÁREA DE TURISMO: análise de necessidades do mercado e de aprendizagem

INGLÊS PARA A ÁREA DE TURISMO: análise de necessidades do mercado e de aprendizagem Maria Angela da Silva INGLÊS PARA A ÁREA DE TURISMO: análise de necessidades do mercado e de aprendizagem Dissertação de Mestrado apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Letras

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Biologia computacional Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

6 Não será permitido o uso de dicionário.

6 Não será permitido o uso de dicionário. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Discutindo a visibilidade da EaD Pública no Brasil USO DOS CONCEITOS DE INTERAÇÃO HUMANO-COMPUTADOR NO DESENVOLVIMENTO WEB PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Priscilla Márcia Scarpelli Bastos 1, Diogo Marcos de

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

ONLINE SUBMISSION Revisor

ONLINE SUBMISSION Revisor ONLINE SUBMISSION Revisor O Brazilian Journal of Medical and Biological Research é parcialmente financiado por: LOG IN Log In REVISOR Brazilian Journal of Medical and Biological O Brazilian Journal Research

Leia mais

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS.

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Mostraremos neste artigo um exemplo de como realizar o cadastro de uma Issue em um projeto existente no portal Java.net.

Mostraremos neste artigo um exemplo de como realizar o cadastro de uma Issue em um projeto existente no portal Java.net. Introdução Página 1 de 7 Mostraremos neste artigo um exemplo de como realizar o cadastro de uma Issue em um projeto existente no portal Java.net. Para iniciar este trabalho, estou considerando que você

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS

O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS O USO DO FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NO AVA MOODLE: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ALUNAS SURDAS Carlos Eduardo Rocha dos Santos, UNIBAN, carlao_santos@yahoo.com.br Oswaldo

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM

MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM CADERNO DE QUESTÕES NOTA FINAL MASTER S DEGREE IN INTELLECTUAL PROPERTY ADMISSION EXAM Before reading the text, pay attention to these important and essential remarks. All the answers must be written in

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE INGLÊS - 1º PERÍODO 8º ANO DE ESCOLARIDADE NÍVEL 4

PLANIFICAÇÃO DE INGLÊS - 1º PERÍODO 8º ANO DE ESCOLARIDADE NÍVEL 4 PLANIFICAÇÃO DE INGLÊS - 1º PERÍODO 8º ANO DE ESCOLARIDADE NÍVEL 4 MANUAL ADOTADO: NEXT MOVE- 8º ANO DE ESCOLARIDADE ANO LETIVO 2014/2015 PROFESSORAS: ISABEL NUNES, ISABEL SILVA COMPETÊNCIA COMPETÊNCIAS

Leia mais

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de + para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server Click the + sign to add new server details Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor Enter a friendly name for your BI Server Digite um nome amigável para o seu BI Server Enter the

Leia mais

Guia de Inicialização para o Macintosh

Guia de Inicialização para o Macintosh Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Macintosh Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

Material Auxiliar da Oficina Aprimorando a Apresentação Oral

Material Auxiliar da Oficina Aprimorando a Apresentação Oral Publicase Comunicação Científica (www.publicase.com.br) CNPJ: 10.300.134/0001-81 Estrada União Indústria 9153/Tangará Sl 104, Itaipava Petrópolis, Rio de Janeiro CEP: 25730-736 Material Auxiliar da Oficina

Leia mais

Estratégias de Aprendizado da Língua Estrangeira 1. Introdução

Estratégias de Aprendizado da Língua Estrangeira 1. Introdução Estratégias de Aprendizado da Língua Estrangeira Gedeon Santos de Medeiros Gerley Machado de Oliveira 1. Introdução A escolha de determinadas experiências de aprendizagem em qualquer contexto educacional,

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

Silvano Nogueira Buback. Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários

Silvano Nogueira Buback. Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários Silvano Nogueira Buback Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários Dissertação de mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

Aplicação de uma FAQ Baseada em RBC para Suporte a Usuários de um Sistema Web

Aplicação de uma FAQ Baseada em RBC para Suporte a Usuários de um Sistema Web Aplicação de uma FAQ Baseada em RBC para Suporte a Usuários de um Sistema Web Richard Marthendal Guckert 1, Daniela Souza Moreira 2, Anita Maria da Rocha Fernandes 1, 2 1 Curso de Ciência da Computação

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

Estratégias de Pesquisa

Estratégias de Pesquisa Estratégias de Pesquisa Ricardo de Almeida Falbo Metodologia de Pesquisa Departamento de Informática Universidade Federal do Espírito Santo Agenda Survey Design e Criação Estudo de Caso Pesquisa Ação Experimento

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia PRIMEIRA QUESTÃO Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem abaixo: ZERO Esta nota foi atribuída para os seguintes casos: Quando o candidato redigiu sua resposta em português;

Leia mais

Simulação Gráfica e Visão Computacional. Soraia Raupp Musse

Simulação Gráfica e Visão Computacional. Soraia Raupp Musse Simulação Gráfica e Visão Computacional Soraia Raupp Musse Objetivo Analisar exemplos comerciais e do estado-da-arte científicos que utilizam dados reais para aprimorar a qualidade de simulações e animações.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

FAP - Faculdade de Apucarana Curso de Sistemas de Informação RESUMO EXPANDIDO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -

FAP - Faculdade de Apucarana Curso de Sistemas de Informação RESUMO EXPANDIDO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - FAP - Faculdade de Apucarana Curso de Sistemas de Informação RESUMO EXPANDIDO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO RESUMO EXPANDIDO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - PLATAFORMA ARES: UMA PLATAFORMA VIRTUAL

Leia mais

O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS. Vanessa Doumid Damasceno

O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS. Vanessa Doumid Damasceno i O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS Vanessa Doumid Damasceno ii UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS Dissertação

Leia mais

Gestão de riscos operacionais utilizando diagramas bow-tie automatizados

Gestão de riscos operacionais utilizando diagramas bow-tie automatizados Copyright 2014-15 OSIsoft, LLC. 1 Gestão de riscos operacionais utilizando diagramas bow-tie automatizados Presented by Sergio Saad Copyright 2014-15 OSIsoft, LLC. Gestão de riscos operacionais utilizando

Leia mais

Instituto Adus. Tutorial de acesso e publicação na Plataforma Wiki do Instituto ADUS

Instituto Adus. Tutorial de acesso e publicação na Plataforma Wiki do Instituto ADUS Instituto Adus Tutorial de acesso e publicação na Última atualização: 9 de agosto de 05 Conteúdo Sobre o Projeto Wiki Adus... 3 Login e Acesso... 4 Editando conteúdo... 6 Dicas Avançadas... REFÊNCIAS DE

Leia mais

Ahrend, Jan-Marten. Requirements Elicitation in Startup Companies.

Ahrend, Jan-Marten. Requirements Elicitation in Startup Companies. Ahrend, Jan-Marten. Requirements Elicitation in Startup Companies. Dieste, O.; Juristo, N.; Shull, F., "Understanding the Customer: What Do We Know about Requirements Elicitation Mestrando: Rafael Carvalho

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Administração Central Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Leia mais

學 術 研 究 獎 學 金 申 請 表. Bolsas de Investigação Académica Boletim de Candidatura. Academic Research Grant Application Form

學 術 研 究 獎 學 金 申 請 表. Bolsas de Investigação Académica Boletim de Candidatura. Academic Research Grant Application Form 澳 門 特 別 行 政 區 政 府 Governo da Região Administrativa Especial de Macau 文 化 局 Instituto Cultural 學 術 研 究 獎 學 金 申 請 表 ( 根 據 學 術 研 究 獎 學 金 規 章 第 九 條 第 一 款 ) Bolsas de Investigação Académica Boletim de Candidatura

Leia mais

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Luiz Fernando Fernandes de Albuquerque. Avaliação de algoritmos online para seleção de links patrocinados. Dissertação de Mestrado

Luiz Fernando Fernandes de Albuquerque. Avaliação de algoritmos online para seleção de links patrocinados. Dissertação de Mestrado Luiz Fernando Fernandes de Albuquerque Avaliação de algoritmos online para seleção de links patrocinados Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS ÁREA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS ÁREA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS ÁREA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS LTA004 LÍNGUA ESPANHOLA I A Língua Espanhola do ponto de vista histórico, geográfico e linguístico. A sua unidade e diversidade.

Leia mais

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures GeoInfo - 2006 Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures Leonardo Lacerda Alves Clodoveu A. Davis Jr. Information Systems Lab

Leia mais

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4. Entrando em contato com a ez... 4 1.5. Direitos autorais e marcas

Leia mais

Planejamento de Comunicação Organizacional: uma releitura da estrutura, enriquecida pelos modelos de análise de marketing.

Planejamento de Comunicação Organizacional: uma releitura da estrutura, enriquecida pelos modelos de análise de marketing. Universidade de São Paulo Escola de Comunicações e Artes - ECA Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação Planejamento de Comunicação Organizacional:

Leia mais

Roteiro de Recuperação Língua Inglesa 6º ano

Roteiro de Recuperação Língua Inglesa 6º ano Roteiro de Recuperação Língua Inglesa 6º a Professor (es) da Disciplina: Christiane Bernardini Lourenço Data: / /15 3º TRIMESTRE Alu(a): Nº: A: 6º a Fundamental II Período: Matuti EM CASA: Revise o conteúdo

Leia mais

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BLOG DO CONHECIMENTO APRESENTAÇÃO O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma ferramenta de COLABORAÇÃO que tem como objetivo facilitar

Leia mais

Mobile Learning para apoio ao ensino de Lógica Proposicional

Mobile Learning para apoio ao ensino de Lógica Proposicional Mobile Learning para apoio ao ensino de Lógica Proposicional Andrew Rabelo Ruiz 1 Programa de Iniciação Científica Graduação em Ciência da Computação 1 Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) Rua Guatemala,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Palavras cognatas, palavras repetidas e marcas tipográficas UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Fatos: A língua inglesa teve origem

Leia mais

Engenharia Reversa para Recuperação de Modelos de Sistemas Desenvolvidos em PL/SQL

Engenharia Reversa para Recuperação de Modelos de Sistemas Desenvolvidos em PL/SQL Engenharia Reversa para Recuperação de Modelos de Sistemas Desenvolvidos em PL/SQL Rodnei Couto 1, Luana Lachtermacher 1, Soeli Fiorini 1, Akeo Tanabe 1, Gustavo Carvalho 1, Arndt von Staa 1, Ricardo Choren

Leia mais

Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM

Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM VEM Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM Renato Novais, Thiago S. Mendes, Fernando Teles Instituto Federal da Bahia (IFBA) Salvador Bahia Brasil {renato,thiagosouto,fernandoteles}@ifba.edu.br Abstract.

Leia mais