Resumo das atividades para o Nível I pré-escolar, 1º e 2º anos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resumo das atividades para o Nível I pré-escolar, 1º e 2º anos"

Transcrição

1 Resumo das atividades para o Nível I pré-escolar, 1º e 2º anos Papel Como atividade propõe-se a realização de um processo artesanal de reciclagem de papel. Associada a esta temática pretende-se transmitir um conjunto de noções referentes ao papel: qual a matéria-prima para a sua fabricação, qual a importância da reciclagem e o seu ciclo de produção. Água e Sal A água e o Sal estão presentes na maioria das atividades no nosso dia-a-dia, sendo também uma fonte de brincadeiras e prazer para as crianças. São explorados, de forma implícita, conteúdos relacionados com: dissolução de diferentes substâncias em água; processos de separação de misturas; flutuação de diferentes materiais; densidade dos líquidos; efeito da pressão atmosférica; importância da tensão superficial; observação dos diferentes tipos de sal e os seus cristais; efeitos da dissolução do sal em água na densidade, saturação e difusão. Luz e pigmentos Todos os dias utilizamos a luz do Sol para realizarmos as mais diversas tarefas. Com estas atividades as crianças têm a oportunidade de explorar aspetos relacionados com: as propriedades da luz e as cores que a constituem; a formação do arco-íris, as propriedades e a composição dos pigmentos. Produzir e brincar com CO2 O ar que nos rodeia é uma mistura de vários gases. Nesta atividade as crianças têm a oportunidade de descobrir de onde vem o dióxido de carbono (CO2), como produzi-lo através de uma reação química que lhes permitirá explorar diversos fenómenos, de forma lúdica, tais como: encher um balão sem soprar; aprender como um extintor de CO2 apaga uma vela; construir um vulcão e provocar a sua erupção, entre outras experiências em que se aprende de modo divertido.

2 Animais Os animais fazem parte do dia-a-dia das crianças através de um contacto mais ou menos direto. Durante esta atividade, os participantes têm a oportunidade de: identificar alguns animais; aprender quais são os diferentes tipos de adaptações ao habitat onde vivem; quais as suas características e singularidades. Eletricidade Todos os dias utilizamos a eletricidade e sabemos que os ímanes atraem materiais magnéticos. Nesta atividade as crianças têm a oportunidade de: explorar diversos fenómenos, como as propriedades eletromagnéticas de diversos materiais; construir um circuito elétrico simples; acender lâmpadas em série e em paralelo; verificar que materiais são condutores. Plantas e Sementes Esta atividade pretende dar a conhecer às crianças noções básicas sobre o que é uma planta: identificação de cada parte constituinte da planta e introdução do conceito das respetivas funções; proporciona ainda uma perceção clara da estrutura da folha (textura, contorno, cor, etc.) e o reconhecimento do tamanho e variedade das sementes, associando as sementes a óleos e farinhas, de acordo com as cores e cheiros característicos. Explora com Matemática Nesta atividade, são exploradas sequências e regularidades, identificação e criação de padrões e frisos a partir de atividades do dia-a-dia, como a pintura e recortes de papel. Conceitos matemáticos abordados de forma divertida e criativa. Explora com Física Nesta atividade as crianças desvendam os mistérios inerentes ao mundo físico que as rodeia, repleto de forças e de diferentes formas de energia, explorando o funcionamento de roldanas, alavancas, do movimento e do atrito, da gravidade e do calor.

3 Resumo das atividades para o Nível II do 3º ao 6º ano Vida de Planta I: As plantas também transpiram Com esta atividade pretende-se explorar um conjunto de questões. Por onde é que as plantas respiram e transpiram? As plantas absorvem água? Como sobe a água da raíz até às folhas? Como é o caule visto ao microscópio? Vida de planta II: Fábrica de alimento! São explorados vários conceitos relacionados com a fotossíntese e a produção de oxigénio realizada pelas plantas. O que produz a planta? O que é o amido e onde se encontra? Como são os cloroplastos e para que servem? Que pigmentos fotossintéticos se encontram nas plantas e como podemos extraí-los? Fazer Pão Através da produção do pão, são abordadas as reações bioquímicas que ocorrem durante o processo, a constituição das farinhas e o papel dos diferentes ingredientes para a textura e sabor finais do pão, incluindo a importância da atividade das leveduras na fermentação. Fornos Solares Durante esta atividade as crianças vão conhecer o que são superfícies absorsoras e refletoras, qual a importância do efeito de estufa num forno solar, como conservar o calor e como construir um forno solar. Dependendo das condições atmosféricas, será cozinhado um alimento ao sol para ilustração do potencial desta forma de cozinhar económica e amiga do ambiente. Plásticos e polímeros O que é um polímero? O que é um plástico? São algumas das questões a responder nesta atividade, em que os participantes produzem diferentes tipos de plástico e realizam diferentes testes para compreenderem as suas propriedades físicas.

4 Solos Durante esta atividade as crianças aprendem sobre: a constituição do solo; qual a taxa de saturação em água do solo; qual a sua plasticidade; o efeito da erosão. Eletricidade Esta atividade pretende dar a conhecer às crianças noções básicas sobre a eletricidade. Algumas das questões exploradas: O que é a eletricidade estática? Que materiais conduzem a eletricidade? Como se relacionam a eletricidade e o magnetismo? Água Nesta atividade são exploradas, através de experiências práticas, diferentes propriedades físico-químicas da água incluindo: densidade, condutividade, tensão superficial, mudanças de estado e solubilidade de substâncias. Caleidoscópio De uma forma divertida é feita a análise de ângulos e isometrias através da construção e exploração de um caleidoscópio colorido. Instrumentos de navegação Como se orientavam há séculos atrás os navegadores portugueses? Que instrumentos eram utilizados? Construção de um quadrante e sua utilização na determinação da altura de astros ou edifícios. Música e Som Será possível ver o som? Como se propaga? Como ouvimos? Construção de um instrumento musical e exploração dos sons produzidos. Literatura e Ciência Exploração de um poema quanto ao conteúdo e estrutura formal. Realização de uma atividade experimental simples de química de acordo com as instruções do poema.

5 Resumo das atividades para o Nível III 3º Ciclo Vida de Planta I: As plantas também transpiram Com esta atividade pretende-se explorar um conjunto de questões, que exploram também algumas propriedades da água. Por onde é que as plantas respiram e transpiram? As plantas absorvem água? Como sobe a água da raíz até às folhas? Como é o caule visto ao microscópio? Vida de planta II: Fábrica de alimento! São explorados vários conceitos relacionados com a fotossíntese e a produção de oxigénio realizada pelas plantas. O que produz a planta? O que é o amido e onde se encontra? Como são os cloroplastos e para que servem? Que pigmentos fotossintéticos se encontram nas plantas e como podemos extraí-los? Fazer Pão Através da produção do pão, são abordadas as reações bioquímicas que ocorrem durante o processo de fermentação, a constituição das farinhas e o papel dos diferentes ingredientes para a textura e sabor finais do pão e a importância da atividade das leveduras. Queijo instantâneo Produção de queijo fresco. Abordagem das reações bioquímicas que ocorrem durante o processo de coagulação. Fornos Solares Durante esta atividade as crianças vão conhecer o que são superfícies absorsoras e refletoras, qual a importância do efeito de estufa num forno solar, como conservar o calor e como construir um forno solar. Dependendo das condições atmosféricas, será cozinhado um alimento ao sol para ilustração do potencial desta forma de cozinhar económica e amiga do ambiente.

6 Instrumentos de navegação Como se orientavam há séculos atrás os navegadores portugueses? Que instrumentos eram utilizados? Construção de um quadrante e sua utilização na determinação da altura de astros ou edifícios. ETA Como funciona uma Estação de Tratamento de Água? Esta atividade consiste na realização de todos os passos que ocorrem durante o processo de tratamento de águas brutas. No final realiza-se a análise físico-química da água tratada durante a atividade. Modelação Matemática Tradução de uma situação real em linguagem matemática através de trabalho experimental; compreensão e resolução de situações problemáticas. Química Nesta atividade são abordados vários temas da área da química nomeadamente os conceitos de concentração, densidade, hidrofobicidade, entre outros, através da prática experimental. Ciência Forense Atividade experimental na qual se aplicam diferentes técnicas de criminalística, nomeadamente de biologia e química forenses. Introdução a técnicas de revelação e recolha de impressões digitais; identificação e comparação de vestígios biológicos e extração de DNA humano.

7 Resumo das atividades para o Nível IV - Secundário Vida de Planta I As plantas também transpiram: Com esta atividade pretende-se explorar um conjunto de questões, que permitem relacionar a estrutura das partes constituintes das plantas com a respectiva função. Por onde é que as plantas respiram e transpiram? As plantas absorvem água? Como sobe a água da raíz até às folhas? Como é o caule visto ao microscópio? Vida de planta II: Fábrica de alimento! São explorados vários conceitos relacionados com a fotossíntese e a produção de oxigénio realizada pelas plantas. O que produz a planta? O que é o amido (explorando o conceito de polímero) e onde se encontra? Como são os cloroplastos e para que servem? Que pigmentos fotossintéticos se encontram nas plantas e como podemos extraí-los? Fazer Pão Através da produção do pão, são abordadas as reações bioquímicas que ocorrem durante o processo de fermentação, a constituição das farinhas e o papel dos diferentes ingredientes para a textura e sabor finais do pão, incluindo a importância da atividade das leveduras. Sabão Artesanal Ao aprenderem a fazer sabão de azeite, através de uma atividade prática, os alunos têm a oportunidade de explorar os diversos aspetos ligados à química da saponificação tanto em termos qualitativos como quantitativos e à segurança durante o processo de produção. Queijo Instantâneo Produção de queijo fresco. Abordagem das reações bioquímicas que ocorrem durante o processo de coagulação.

8 Fornos Solares Durante esta atividade as crianças vão conhecer o que são superfícies absorsoras e refletoras, qual a importância do efeito de estufa num forno solar, como conservar o calor e como construir um forno solar. Dependendo das condições atmosféricas, será cozinhado um alimento ao sol para ilustração do potencial desta forma de cozinhar económica e amiga do ambiente. Modelação Matemática Tradução de uma situação real em linguagem matemática através de trabalho experimental; compreensão e resolução de situações problemáticas. ETA Como funciona uma Estação de Tratamento de Água? Esta atividade consiste na realização de todos os passos que ocorrem durante o processo de tratamento de águas brutas. No final realiza-se a análise físico-química da água tratada durante a atividade. Ciência Forense Atividade experimental na qual se aplicam diferentes técnicas de criminalística, nomeadamente de biologia e química forenses. Introdução a técnicas de revelação e recolha de impressões digitais; identificação e comparação de vestígios biológicos e extração de DNA humano. Química Nesta atividade os alunos exploram conceitos químicos (ácido base, equilíbrio químico, síntese química, entre outros) através de experiências laboratoriais. Eco-velas. Reutilização de óleo usado Qual a importância da reciclagem do óleo alimentar para o meio ambiente? Fabrico de velas aromáticas artesanais a partir de óleo alimentar usado.

Programa de atividades

Programa de atividades Centro Ciência Viva de Tavira Programa de atividades Ano letivo 2012/2013 O Centro Ciência Viva de Tavira É um espaço de divulgação científica e tecnológica, integrado na Rede Nacional de Centros Ciência

Leia mais

Aprender Ciências a Brincar

Aprender Ciências a Brincar Aprender Ciências a Brincar Os conhecimentos serão transmitidos recorrendo à exploração do meio e através de experiências simples, com materiais de uso corrente. A realização de experiências permitirá

Leia mais

MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO

MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO MINI LABS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO Visionarium Centro de Ciência do Europarque 4520 153 Santa Maria da Feira Tel. 256 370 605/9 Fax. 256 370 608 E-mail. Info.visionarium@aeportugal.com

Leia mais

PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO

PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO [2H00-5 /Aluno] Meteorologistas de Palmo e Meio Tal como verdadeiros meteorologistas, os participantes simulam alguns dos mais comuns e destrutivos fenómenos climatéricos. Constroem

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Curso superior em Agronomia GESA- Grupo de estudo em solos agrícolas Absorção de nutrientes e Fotossíntese Bambuí-MG 2009 Alunas: Erica Marques Júlia Maluf É o processo pelo qual a planta sintetiza compostos

Leia mais

OFERTA PEDAGÓGICA. Educação Pré-Escolar

OFERTA PEDAGÓGICA. Educação Pré-Escolar OFERTA PEDAGÓGICA Educação Pré-Escolar ANO LECTIVO 2014 2015 Durante todo o percurso escolar, é importante desenvolver ferramentas que permitam a compreensão do mundo que nos rodeia e despertar a curiosidade

Leia mais

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 MINILABS

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 MINILABS PROGRAMA DE 2010/2011 MINILABS 3º CICLO Biotecnologia do Iogurte [2 /aluno] Sessão em que os participantes observam microscopicamente as bactérias utilizadas no fabrico do iogurte e executam culturas selectivas

Leia mais

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão 74471 Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU 68 68977 Ciências Farmacêuticas 2008

Leia mais

Cientistas e Médicos por um dia

Cientistas e Médicos por um dia Para festejar a Semana da Ciência e Tecnologia, a Escola de Ciências da Saúde/Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde da Universidade do Minho abre os seus laboratórios aos alunos do ensino

Leia mais

Plano de Educação Ambiental

Plano de Educação Ambiental Plano de Educação Ambiental Ano Lectivo 2007/08 da Quinta da Gruta, 28 de Setembro de 2007 Tipos de Actividades: Laboratoriais; Hortas; Animais; Cozinha; Atelier s Visitas temáticas; Dias Comemorativos

Leia mais

Ciência na Planície EBI de Amareleja. Propostas de atividades

Ciência na Planície EBI de Amareleja. Propostas de atividades Ciência na Planície EBI de Amareleja Propostas de atividades Escrita Invisível Com esta experiência podes torna-te num espião e deixa mensagens que os teus amigos só poderão ler depois de desvendares o

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES MANUAL DE ATIVIDADES 2015

MANUAL DE ATIVIDADES MANUAL DE ATIVIDADES 2015 1 1 MANUAL DE ATIVIDADES 2015 ÍNDICE Atividades para o público em geral Visita à Exposição Cafetaria Termal Ateliê Pequenos Cientistas Ateliê de Pintura Safari Microbiano Passeio de Degustação das Águas

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 LABORATÓRIOS

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 LABORATÓRIOS PROGRAMA DE 2010/2011 LABORATÓRIOS PRÉ-ESCOLAR, 1º E 2º CICLOS À Descoberta do Criminoso [3 /aluno] Um divertido enigma é ponto de partida para uma empolgante aventura pelo mundo da investigação policial.

Leia mais

Simulação de um tornado Construção de um termómetro e medição da temperatura ambiente Construção de um barómetro e medição da pressão atmosférica

Simulação de um tornado Construção de um termómetro e medição da temperatura ambiente Construção de um barómetro e medição da pressão atmosférica LABORATÓRIOS [2H00-5 /Aluno] Meteorologistas de Palmo e Meio Tal como verdadeiros meteorologistas, os participantes simulam alguns dos mais comuns e destrutivos fenómenos climatéricos. Constroem instrumentos

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Habilidade da Questão Conteúdo Matriz da EJA/FB 01 Fisiologia Vegetal (Transporte e absorção de H34, H40, H41, H63 substâncias); Fotossíntese

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

ANO LECTIVO 2011-12 WORKSHOPS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES

ANO LECTIVO 2011-12 WORKSHOPS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES ANO LECTIVO 2011-12 WORKSHOPS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES 1 3º CICLO a quente e a frio Técnicas de gelificação a quente e a frio e esferificação de líquidos.

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

Termos Técnicos Ácidos Classe de substâncias que têm ph igual ou maior que 1 e menor que 7. Exemplo: sumo do limão. Átomos Todos os materiais são formados por pequenas partículas. Estas partículas chamam-se

Leia mais

Parâmetros de qualidade da água. Variáveis Físicas Variáveis Químicas Variáveis Microbiológicas Variáveis Hidrobiológicas Variáveis Ecotoxicológicas

Parâmetros de qualidade da água. Variáveis Físicas Variáveis Químicas Variáveis Microbiológicas Variáveis Hidrobiológicas Variáveis Ecotoxicológicas Parâmetros de qualidade da água Variáveis Físicas Variáveis Químicas Variáveis Microbiológicas Variáveis Hidrobiológicas Variáveis Ecotoxicológicas Coloração - COR Variáveis Físicas associada à presença

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Educação para a Ciência para o 1.º e 2.º Ciclos

Educação para a Ciência para o 1.º e 2.º Ciclos Educação para a Ciência para o 1.º e 2.º Ciclos por ÍNDICE ENQUADRAMENTO CURRICULAR 2 ACTIVIDADES 3 ACTIVIDADES EM MONSANTO 3 ACTIVIDADES NA ESCOLA 5 FUN SCIENCE 6 DURAÇÃO 9 ORÇAMENTO 9 CONTACTOS 9 1 Natureza

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 8.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

LABORATÓRIOS MINI LABS OFICINAS MINI OFICINAS OVERNIGHTS

LABORATÓRIOS MINI LABS OFICINAS MINI OFICINAS OVERNIGHTS 2º CICLO LABORATÓRIOS MINI LABS OFICINAS MINI OFICINAS OVERNIGHTS EXPOSIÇÃO PERMANENTE EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA CAMPO CINÉTICO VIAGENS CIENTÍFICAS Visionarium Centro de Ciência do Europarque 4520 153 Santa

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: O ciclo do pão Autoras: Cristina Quental e Mariana Magalhães Currículo das autoras: Cristina Quental é educadora infantil e alterna o trabalho na escola

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Msc.Anna Carolina A. Ribeiro PROPRIEDADES DA MATÉRIA RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

UTILIZAÇÃO DOS NOVOS LABORATÓRIOS ESCOLARES

UTILIZAÇÃO DOS NOVOS LABORATÓRIOS ESCOLARES ESCOLA SECUNDÁRIA CAMILO CASTELO BRANCO V. N. FAMALICÃO ACÇÃO DE FORMAÇÃO UTILIZAÇÃO DOS NOVOS LABORATÓRIOS ESCOLARES Correcção Formador: Professor Vítor Duarte Teodoro Formanda: Maria do Céu da Mota Rocha

Leia mais

International Space Station - ISS

International Space Station - ISS International Space Station - ISS International Space Station - ISS Agenda O que é a Estação Espacial Internacional (ISS)? O kit da ISS: Propostas de integração no currículo do 3.º ciclo - Algumas questões

Leia mais

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) Componente Específica de

Leia mais

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 Este programa aborda os temas da Biodiversidade, da Gestão de Recursos Naturais e da Monitorização Ambiental. Em articulação

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III 1ª ETAPA COMPONENTE CURRICULAR - BRINCAR Objetos e Significados na brincadeira Participar das brincadeiras exploradas. Utilizar os brinquedos de maneira cuidadosa. Participar de jogos com ou sem a intervenção

Leia mais

O mundo da energia...9 1. Uma presença universal... 10

O mundo da energia...9 1. Uma presença universal... 10 S UNIDADE 1 U M Á R I O O mundo da energia...9 1. Uma presença universal... 10 ENERGIA, SEMPRE MUDANDO DE FORMA...11 ENERGIA AO LONGO DA HISTÓRIA...16 NA VIDA MODERNA...18 Buscando a sustentabilidade...20

Leia mais

Início 15.09.11 03.01.12 10.04.12 Final 16.12.11 23.03.12 08.06.12 Interrupções - 20 22 Fev 2012 -

Início 15.09.11 03.01.12 10.04.12 Final 16.12.11 23.03.12 08.06.12 Interrupções - 20 22 Fev 2012 - TOTAL Outras Atividades Tema B: Terra em Transformação Tema A: Terra no Espaço Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANIFICAÇÃO 7º Ano de Ciências Físico-Químicas Ano Letivo 2011 / 2012

Leia mais

SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS. (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido

SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS. (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido SEPARAÇÃO DE MISTURAS HETEROGÊNEAS (Processos mecânicos de separação) Sistema sólido - sólido Separação magnética: Separa misturas do tipo sólido-sólido nas quais um dos componentes tem propriedades magnéticas

Leia mais

Beja com Ciência Relatório 1. Beja com Ciência

Beja com Ciência Relatório 1. Beja com Ciência Relatório Tema: Iniciação à ciência Atividade Data Horas despendidas 27/0/4 2 28/0/4 3 Regras básicas de comportamento em laboratório. 29/0/4 Saber ler e identificar os rótulos presentes em 30/0/4 5 laboratório

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro

PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro À DESCOBERTA DE SI MESMO: O meu passado mais longínquo Reconhecer datas e factos importantes da sua vida Localizar datas e factos importantes numa linha

Leia mais

Os microrganismos e suas funções

Os microrganismos e suas funções ós na ala de Aula - Ciências 6º ao 9º ano - unidade 3 essa unidade, as atividades propostas visam colaborar para desenvolver novas perspectivas sobre a fermentação, processo realizado por fungos e bactérias.

Leia mais

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS Turma: A / B / C / D /E SÉRIE/ANO: 8ª / 9º Turno: MATUTINO Bimestral: 1º / 2º / 3º / 4º Anual: 2013 Professor: MÁRIO CÉSAR CASTRO E-mail:

Leia mais

CRIANÇAS QUÍMICOS SABICHÕES À DESCOBERTA DA FLORA. Actividades de Verão. 11:00 13:00 (excepto aos fins de semana) 16:30 18:00

CRIANÇAS QUÍMICOS SABICHÕES À DESCOBERTA DA FLORA. Actividades de Verão. 11:00 13:00 (excepto aos fins de semana) 16:30 18:00 CRIANÇAS Actividades de Verão 11:00 13:00 (excepto aos fins de semana) 16:30 18:00 QUÍMICOS SABICHÕES Durante esta actividade os participantes contactam com experiências que lhes permitirão compreender

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

A Matéria Química Geral

A Matéria Química Geral Química Geral A Matéria Tudo o que ocupa lugar no espaço e tem massa. A matéria nem sempre é visível Noções Preliminares Prof. Patrícia Andrade Mestre em Agricultura Tropical Massa, Inércia e Peso Massa:

Leia mais

Uma receita de iogurte

Uma receita de iogurte A U A UL LA Uma receita de iogurte O iogurte, um alimento comum em vários países do mundo, é produzido a partir do leite. Na industrialização desse produto empregam-se técnicas diversas para dar a consistência,

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES 1

MANUAL DE ATIVIDADES 1 1 ÍNDICE Atividades para o público em geral Visita à Exposição Cafetaria Termal Laboratório com Vida Ateliê de Pintura Safari Microbiano Passeio de Degustação das Águas Mineromedicinais de Furnas 2 Atividades

Leia mais

Planificação Anual 1º Ciclo 3º ano

Planificação Anual 1º Ciclo 3º ano Planificação Anual 1º Ciclo ano Planificação do Período Língua Portuguesa Descritores de desempenho Compreensão do oral Prestar atenção ao que ouve de modo a tornar possível:, responder a questões sobre

Leia mais

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm A biodiversidade em diferentes ambientes http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm Unidade básica da vida a célula Quem foi Robert Hooke? Por volta de 1667, o cientista inglês

Leia mais

Divirta-se com o Clube da Química

Divirta-se com o Clube da Química Divirta-se com o Clube da Química Produzido por Genilson Pereira Santana www.clubedaquimica.com A idéia é associar a Química ao cotidiano do aluno usando as palavras cruzadas, o jogo do erro, o domino,

Leia mais

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM?

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? As Áreas de Conteúdo são áreas em que se manifesta o desenvolvimento humano ao longo da vida e são comuns a todos os graus de ensino. Na educação pré-escolar

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO Unidade Didática: Terra Ambiente de Vida METODOLOGIAS/ SITUAÇÕES DE.Antes de começar.como trabalhar em Ciências Terra Ambiente de Vida.Onde existe vida.primeira abordagem ao conceito de biosfera.salientar

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1) Geração e Transferência de Tecnologia 1.1) Estudo de viabilidade técnico-econômica de projetos Princípios fundamentais de aplicação de capital. Mecanismos de aplicação. Investimentos.

Leia mais

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular.

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular. Irradiação térmica È o processo de troca de calor que ocorre através da radiação eletromagnética, que não necessitam de um meio material para isso. Ondas eletromagnéticas é uma mistura de campo elétrico

Leia mais

Ciclo: 3º Ano: 7º Disciplina: Físico-Química. Atividades / Estratégias. Nº aulas previstas. Avaliação

Ciclo: 3º Ano: 7º Disciplina: Físico-Química. Atividades / Estratégias. Nº aulas previstas. Avaliação código 171608 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DOMINGOS JARDO Direção Regional de Educação de Lisboa Ciclo: º Ano: 7º Disciplina: Físico-Química Conteúdos I - O Universo 1. O que existe no Universo 1.1 Estrutura

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno é capaz de: o Conhecer e compreender a constituição do Universo, localizando a Terra, e reconhecer o papel da observação e dos instrumentos

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA Nome: Nº Ano: 6º Data: 14/11/2012 Bimestre: 4 Professor: Vanildo Disciplina: Química Orientações para estudo: Esta atividade deverá ser entregue no dia da avaliação de recuperação,

Leia mais

BIOCOMBUSTÍVEIS AVIAÇÃO

BIOCOMBUSTÍVEIS AVIAÇÃO BIOCOMBUSTÍVEIS PARA AVIAÇÃO PONTO DE SITUAÇÃO JORGE LUCAS MAIO 2014 1 O processo de produção de biocombustíveis pode dividir-se em 3 grandes áreas: 1. Matérias-primas; 2. Tecnologias de transformação

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM:

METAS DE APRENDIZAGEM: ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLAS do 1.ºCICLO: N.º1 de Abrantes, Alvega, Alvega/Concavada, Bemposta, Carvalhal, Mouriscas, Maria Lucília Moita, Pego e Rossio ao Sul do Tejo

Leia mais

CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS ESTRATÉGIAS/ACTIVIDADES Articulação com

CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS ESTRATÉGIAS/ACTIVIDADES Articulação com PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 7ºANO Ano letivo 2012-2013 CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS ESTRATÉGIAS/ACTIVIDADES Articulação com Apresentação 1.1. O Universo 1.1.1. O que existe no Universo: Estrelas

Leia mais

PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO Temas Unidades/Conteúdos Para resolver Tempos 45 Calendarização

PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO Temas Unidades/Conteúdos Para resolver Tempos 45 Calendarização PLANIFICAÇÃO - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 5º ANO 0. Terra, ambiente de vida Onde existe vida? Primeira abordagem ao conceito de biosfera. 5 + 3 Como é a forma dos animais? 1.Variedade de formas e Como é revestido

Leia mais

ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS

ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS Ana Paula Santos; António Fernandes; Berta Bemhaja; Cristina Fernandes;

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 03 Síntese do Oxalato de Bário UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 03 Síntese do Oxalato

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Domínio/Objetivos Descritores de Desempenho Atividades/Estratégias Avaliação Matéria

Leia mais

CONSTRUIR UM BARCO VELOZ

CONSTRUIR UM BARCO VELOZ CONSTRUIR UM BARCO VELOZ Propostas de atividades de Ciência e Matemática Público-alvo: alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico (3º e 4º anos) Autores: Claus Auning & Ida Guldager, University College South

Leia mais

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Frederico

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular

Leia mais

CIÊNCIAS DESCRITORES

CIÊNCIAS DESCRITORES CIÊNCIAS DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO Identificar a permeabilidade nos diferentes tipos de solo. Identificar a presença de água no interior do corpo dos seres vivos. Identificar as condições

Leia mais

Como é que os cientistas observam?

Como é que os cientistas observam? PARSEL teaching learning materials compiled by the consortium as part of an EC FP6 funded project (SAS6-CT-2006-042922-PARSEL). Como é que os cientistas observam? Disciplina: Diferentes disciplinas da

Leia mais

DESCUBRA a evolução do conteúdo educacional

DESCUBRA a evolução do conteúdo educacional DESCUBRA a evolução do conteúdo educacional Química Aprenda química de forma super interativa e inovadora. Explore diversos conteúdos da disciplina: os elementos químicos, tabela periódica, modelos atômicos

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida

Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida Ficha de trabalho de Biologia - 12º Ano Fermentação e actividade enzimática Nome: N º: Turma: Data: 1. A figura 1 representa um tipo de fermentação. Figura

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 1.1 Materiais 1.1.1 Materiais

Leia mais

FAZ A TUA PASTA DE DENTES

FAZ A TUA PASTA DE DENTES LABORATÓRIO FAZ A TUA PASTA DE DENTES Palavras-chave: infusão, plantas, higiene oral Descrição: abordar os conceitos científicos relacionados com a higiene oral pode ser tão divertido quanto científico.

Leia mais

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2

- A velocidade da reação direta (V1) é igual à velocidade da reação inversa (V2) V 1 = V 2 EQUILÍBRIO QUÍMICO Equilíbrio Químico - Equilíbrio químico é a parte da físico-química que estuda as reações reversíveis e as condições para o estabelecimento desta atividade equilibrada. A + B C + D -

Leia mais

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas)

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015 / 2016 Área Curricular: ESTUDO DO MEIO - 4º ANO

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA DADOS 01. (ENEM 2004) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio Grande

Leia mais

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo.

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo. ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 7.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código interno: Empresa: FLEXOTOM INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PRODUTOS QUÍMICOS PARA CONSTRUÇÃO

Leia mais

Atividade de Reforço2

Atividade de Reforço2 Professor(a): Eliane Korn Disciplina: Física Aluno(a): Ano: 1º Nº: Bimestre: 2º Atividade de Reforço2 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A ATIVIDADE I. Leia atentamente o resumo da teoria. II. Imprima a folha com

Leia mais

PROJECTO PEDAGÓGICO Sala 1-2 anos

PROJECTO PEDAGÓGICO Sala 1-2 anos PROJECTO PEDAGÓGICO Sala 1-2 anos Ano letivo 2015/2016 «Onde nos leva uma obra de arte» Fundamentação teórica (justificação do projeto): As crianças nesta faixa etária (1-2 anos) aprendem com todo o seu

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3.º CICLO DE CAMARATE Planificação de Ciências Naturais 8.º ano Ano letivo 2014/2015

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3.º CICLO DE CAMARATE Planificação de Ciências Naturais 8.º ano Ano letivo 2014/2015 Domínio: Terra em transformação Subdomínio: Dinâmica externa da Terra ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3.º CICLO DE CAMARATE Identificar os minerais constituintes de rochas, considerando as suas propriedades físicas

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Marcelly da Silva Sampaio RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura Nutrientes - o que são Funções dos nutrientes ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE Apresentar

Leia mais

Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância

Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância 1 Reflexão: Abordagem ao domínio da matemática, comunicação oral e escrita na Educação de Infância Mariana Atanásio, Nº 2036909. Universidade da Madeira, Centro de Competência das Ciências Sociais, Departamento

Leia mais

FÍSICA-2012. Da análise da figura e supondo que a onda se propaga sem nenhuma perda de energia, calcule

FÍSICA-2012. Da análise da figura e supondo que a onda se propaga sem nenhuma perda de energia, calcule -2012 UFBA UFBA - 2ª - 2ª FASE 2012 Questão 01 Ilustração esquemática (fora de escala) da formação da grande onda Em 11 de março de 2011, após um abalo de magnitude 8,9 na escala Richter, ondas com amplitudes

Leia mais

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009)

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) Nome do Candidato Classificação Leia as seguintes informações com atenção. 1. O exame é constituído

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá distinguir e recriar

Leia mais

DQ de Portas Abertas

DQ de Portas Abertas 1 2 A Universidade e as Profissões DQ de Portas Abertas Experimentando a Ciência ORQ Olimpíada Regional de Química 3 Universidade Pública FUVEST Oportunidades 4 Bolsa Livro Auxílio Moradia Auxílio Transporte

Leia mais

3 conversão térmica da energia solar ÍNDICE

3 conversão térmica da energia solar ÍNDICE ÍNDICE balanço de energia -2 ganho térmico - perdas térmicas -4 aplicações -7 para saber mais... -8-1 balanço de energia A consiste na absorção de radiação numa superfície absorsora e na transferência

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2007 www.planetabio.com 1-O gráfico a seguir mostra como variou o percentual de cepas produtoras de penicilinase da bactéria Neisseria gonorrhoeae obtidas de indivíduos com gonorréia no período de 1980 a 1990. A penicilinase

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 II A Jogos As crianças da Turma dos Amigos, desde os primeiros dias de aula, têm incluídos em sua rotina as brincadeiras com jogos de encaixe. Vários jogos estão disponíveis

Leia mais

COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA

COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA Elizabeth Cristina Tavares Veloso 1, Juracy Regis de Lucena Junior 2. 1 Departamento de Química, Universidade Estadual da Paraíba -UEPB,

Leia mais

Ficha Informativa n.º 4 Materiais

Ficha Informativa n.º 4 Materiais AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAZÃO ESCOLA E.B. 2,3 DE FRAZÃO CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9º ANO DE ESCOLARIDADE ANO LETIVO 2011/2012 Ficha Informativa n.º 4 Materiais Nome: Data: / /2012 INTRODUÇÃO

Leia mais