DIREITO DAS SUCESSÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIREITO DAS SUCESSÕES"

Transcrição

1 Direito Civil Aula 3 Delegado Civil Sandro Gaspar Amaral DIREITO DAS SUCESSÕES PRINCÍPIO DE SAISINE (art. 1784, CC): transmissão da propriedade e da posse no exato momento da morte. NORMA VIGENTE (art. 1787): cuidado com a data do óbito e a recepção constitucional. LUGAR (art. 1785): último domicílio. ESPÉCIES DE SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA: a origem é a vontade. LEGÍTIMA: origem é a lei (suplementar à testamentária, conforme art e 1789, CC) SOMENTE HAVERÁ SUCESSÃO LEGÍTIMA: a) não houver testamento (ab intestato) b) testamento inválido ou ineficaz c) testamento não envolver todos os bens d) houver herdeiros necessário. 1

2 SUCESSORES LEGÍTIMOS HERDEIROS NECESSÁRIOS (art. 1845, CC): descendentes, ascendentes e cônjuge (este somente para sucessões abertas a partir do Código Civil de 2002) RESTRIÇÃO À PARTE DISPONÍVEL (art. 1846, CC). HERDEIROS LEGÍTIMOS FACULTATIVOS (controvérsia acerca dos companheiros) ESPÉCIES DE SUCESSÃO UNIVERSAL (HERANÇA): sucessor tem direito a todo o monte em porcentagem. SINGULAR (LEGADO): sucessor somente tem um direito certo, determinado pelo testador. NATUREZA JURÍDICA DA HERANÇA IMÓVEL (art. 80, II, CC) UNITÁRIO (art. 1791, CC) INDIVISÍVEL (até a partilha art. 1791, parágrafo único, CC) EQUIPARAÇÃO AO CONDOMÍNIO HERANÇA E MEAÇÃO 2

3 CESSÃO DIREITOS HEREDITÁRIOS HERDEIRO: proprietário da herança desde a morte (art. 1784, CC). PROPRIETÁRIO: direito de dispor do que tem (art. 1228, CC). RESULTADO: herdeiro pode celebrar contrato que implique na transferência do seu direito. PREFERÊNCIA: tal qual o condômino (art. 504, CC), o coerdeiro tem de oferecer aos demais o direito hereditário antes de transferi-lo (art e 1795, CC). CESSÃO DIREITOS HEREDITÁRIOS FORMALIDADE (art. 1793, CC): escritura pública, pois é negócio translativo de imóvel. VÊNIA CONJUGAL (art. 1647, I e 1656, CC). INEFICÁCIA: não pode o objeto versar sobre bem particular por causa da natureza indivisível da herança (art. 1793, 2º, CC). DISPOSIÇÃO DE BEM SINGULAR: autorização judicial por alvará (art. 1793, 2º, CC). VOCAÇÃO HEREDITÁRIA REGRA (art. 1798, CC): pessoa viva ao tempo da abertura da sucessão (sobrevivência ainda que por breve momento). PREMORIENTE e COMORIENTE: ausência de vocação hereditária. NASCITURO: aguardar o nascimento para aquisição do direito (art. 2º, CC) 3

4 MODOS DE SUCEDER E PARTILHAR SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA: sucede somente quem estiver nomeado e limitado à disposição SUCESSÃO LEGÍTIMA: a) SUCEDER: direito próprio ou representação (art. 1851, CC). b) PARTILHAR: cabeça ou estirpe. REPRODUÇÃO ASSISTIDA Enunciado 267, III Jornada de Direito Civil: A regra do art do Código Civil deve ser estendida aos embriões formados mediante o uso de técnicas de reprodução assistida, abrangendo, assim, a vocação hereditária da pessoa humana a nascer cujos efeitos patrimoniais se submetem às regras previstas para a petição da herança. SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA PROLE EVENTUAL: concepção ocorrida até 2 anos da abertura da sucessão (art. 1800, 4º, CC). Até se saber quem é o sucessor, administração tocará ao genitor, salvo se o testador dispuser diferente (art e 1º) PESSOA JURÍDICA: pública ou privada, regular ou irregular. 4

5 SUCESSÃO LEGÍTIMA ORDEM DA VOCAÇÃO HEREDITÁRIA (art. 1829, CC): norma cogente, indiferente a vontade dos sujeitos. MEAÇÃO: a herança é identificada somente após a partilha dos bens do cônjuge (meação decorre do regime de bens) meação não é herança! SUCESSÃO DOS DESCENDENTES DESCENDENTES: identificar se direito próprio ou representação. CONCORRÊNCIA COM O CÔNJUGE (art. 1829, I, CC): não ocorrerá se, ao tempo do óbito, o regime de bens era: A) comunhão universal B) separação obrigatória (art. 1641, CC) C) comunhão parcial SEM bens particulares INFORMATIVO STJ 0418 A questão resume-se em definir se o cônjuge sobrevivente que fora casado com o autor da herança sob o regime da separação convencional de bens participa da sucessão como herdeiro necessário em concorrência com os descendentes do falecido. (...) Não remanesce, para o cônjuge casado mediante separação de bens, direito à meação tampouco à concorrência sucessória, respeitando-se o regime de bens estipulado, que obriga as partes na vida e na morte. (...) 5

6 ENUNCIADO 270, III JORNADA DE DIREITO CIVIL O art , inc. I, só assegura ao cônjuge sobrevivente o direito de concorrência com os descendentes do autor da herança quando casados no regime da separação convencional de bens ou, se casados nos regimes da comunhão parcial ou participação final nos aqüestos, o falecido possuísse bens particulares, hipóteses em que a concorrência se restringe a tais bens, devendo os bens comuns (meação) ser partilhados exclusivamente entre os descendentes. PARTILHA CÔNJUGE E DESCENDENTES PARTILHA (art. 1832): cônjuge recebe o mesmo que o herdeiro que partilhar por cabeça. Se ascendente dos herdeiros, não receberá menos de 25% dos bens que tiver direito de suceder. Enunciado 527, V Jornada de Direito Civil: Na concorrência entre o cônjuge e os herdeiros do de cujus, não será reservada a quarta parte da herança para o sobrevivente no caso de filiação híbrida. SUCESSÃO DOS ASCENDENTES APENAS NA ABSOLUTA AUSÊNCIA DE DESCENDENTES NÃO SE ADMITE REPRESENTAÇÃO PARTILHA POR LINHA CONCORRÊNCIA COM O CÔNJUGE SOBREVIVENTE PARTILHA 6

7 DIREITO REAL DE HABITAÇÃO Somente para o único imóvel que sirva de residência para a família relacionado no inventário Enunciado 117, I Jornada de Direito Civil: o direito real de habitação deve ser estendido ao companheiro, seja por não ter sido revogada a previsão da Lei n /96, seja em razão da interpretação analógica do art , informado pelo art. 6º, caput, da CF/88. SUCESSÃO DO CÔNJUGE SUCEDE TODA A HERANÇA SE NÃO HOUVER DESCENDENTES OU ASCENDENTES (art. 1838, CC): jamais partilha herança legítima com colaterais. PERDA DO DIREITO SUCESSÓRIO (art. 1830, CC) SUCESSÃO DOS COMPANHEIROS AQUISIÇÃO ONEROSA DURANTE A UNIÃO: companheiros não tem direito sucessórios sobre os bens anteriores à união, tampouco os adquiridos gratuitamente (art. 1790, CC). CONTROVÉRSIA INCONSTITUCIONALIDADE: não obstante a discussão, o STJ aplica o art. 1790, CC, normalmente. 7

8 PARTILHA COM DESCENDENTES DESCENDENTES COMUNS: mesmo quinhão que tocar a quem partilhar por cabeça. DESCENDENTES SÓ DO FALECIDO: metade do que tocar a cada descendente. Enunciado 266, III Jornada de Direito Civil: Aplica-se o inc. I do art também na hipótese de concorrência do companheiro sobrevivente com outros descendentes comuns, e não apenas na concorrência com filhos comuns. INFORMATIVO STJ 0474 (...) discussão cinge-se à possibilidade de a companheira ainda não reconhecida por sentença como tal receber por herança verbas advindas do trabalho pessoal do falecido e, em caso positivo, concorrendo com o único filho dele, à proporção correspondente ao seu direito. A Turma, ao prosseguir o julgamento, após sua renovação, por maioria, entendeu que, em se tratando de direito sucessório, incide o mandamento do art , II, do CC/2002. (...) AUSÊNCIA DE DESCENDENTES CONCORRÊNCIA COM OUTROS PARENTES SUCESSÍVEIS (ascendentes ou colaterais até 4º grau): reserva-se 1/3 dos bens em sucessão para o companheiro, sendo o restante dividido entre os parentes do falecido. AUSÊNCIA DE PARENTES SUCESSÍVEIS: totalidade da herança para o companheiro (não haverá jacência). 8

9 SUCESSÃO DOS COLATERAIS LIMITAÇÃO AO 4º GRAU DE PARENTESCO: irmãos 2º grau / sobrinhos e tios 3º grau / primos, sobrinhos-netos e tios-avós 4º grau DISCRIMINAÇÃO ENTRE IRMÃOS E SOBRINHOS (art e 1843, 2º, CC): cada unilateral recebe a metade que tocar a cada bilateral COLATERAIS REPRESENTAÇÃO LIMITADA (somente os filhos de irmãos) SOBRINHOS: preferência sobre os tios (art. 1843, cc) COLATERIAIS DE 4º GRAU: igual tratamento por ausência de previsão legal de discriminação. ACEITAÇÃO E RENÚNCIA CONCEITOS RETROATIVIDADE IRREVOGABILIDADE ACEITAÇÃO: expressa, tácita (art , CC) e presumida (art , CC). RENÚNCIA: abdicativa (art , CC) e translativa (art ). 9

10 RENÚNCIA E SUCESSÃO LEGÍTIMA Acresce os quinhões das pessoas da mesma classe. Enunciado 575, VI Jornada de Direito Civil: Concorrendo herdeiros de classes diversas, a renúncia de qualquer deles devolve sua parte aos que integram a mesma ordem dos chamados. REPRESENTAÇÃO: não se admite quanto ao renunciante. ACEITAÇÃO E RENÚNCIA CARACTERÍSTICAS TRANSMISSÃO EFEITOS CREDOR DO RENUNCIANTE EXCLUSÃO DA SUCESSÃO NATUREZA PUNITIVA: prática de um ato de indignidade (art , CC) ou de deserdação (art , CC). Necessidade de procedimento judicial (art , CC). PRAZOS (art e 1965, CC) 10

11 INDIGNIDADE Indignidade: qualquer sucessor, herdeiro ou legatário. Atos: art , CC Reabilitação: caráter privado; direito patrimonial. INDIGNIDADE E LEGITIMIDADE Enunciado 116, I Jornada de Direito Civil: o Ministério Público, por força do art do novo Código Civil, desde que presente o interesse público, tem legitimidade para promover ação visando à declaração da indignidade de herdeiro ou legatário. DESERDAÇÃO Deserdação: somente para os herdeiros necessários. Efeitos Deserdação: existência de testamento. 11

12 HERANÇA NECESSÁRIA REDUÇÃO TESTAMENTÁRIA: sempre que o testamento ultrapassar o monte disponível (art a 1968, CC). Proibição de estabelecer restrições e gravames sobre a legítima (art. 1957, 1º, CC) Cláusulas de inalienabilidade, impenhorabilidade e incomunicabilidade: somente se houver justo motivo (art e 2042, CC). ROMPIMENTO DE TESTAMENTO DESCENDENTES: inexistência ou ignorância ao tempo em que é elaborado o testamento (art , CC). OUTROS HERDEIROS NECESSÁRIOS: ignorância quanto à existência ao tempo da elaboração do testamento (art , CC). OBS.: para ocorrer o rompimento, é preciso que o herdeiro necessários inexistente ou ignorado sobreviva ao testador. (art CC) FIDEICOMISSO (art a 1960) ESPÉCIE DE SUBSTITUIÇÃO TESTAMENTÁRIA: primeiramente, a propriedade da herança é do fiduciário (bem fideicometido); após, ocorrida a hipótese prevista no testamento, é transferida para o fideicomissário. USUFRUTO DO FIDUCIÁRIO: caso o fideicomissário tenha vocação hereditária ao tempo da morte do testador. 12

13 AINDA FIDEICOMISSO... SE O FIDEICOMISSÁRIO NÃO PUDER OU NÃO QUISER SUBSTITUIR O FIDUCIÁRIO: propriedade consolida-se perpétua (art e 1958, CC) OBSERVAÇÃO: não se pode estabelecer mais de uma substituição fideicomissária (art , CC). 37 /10 DIREITO DE ACRESCER DISPOSIÇÃO DE QUINHÃO HEREDITÁRIO PARA UM GRUPO SEM ESPECIFICAR O QUANTO TOCA A CADA UM (art , CC): caso haja indicação de quinhão especificado, não haverá direito de acrescer. OBS.: cuidado com a ressalva relativa à substituição (depende da redação da cláusula) ACRESCER E COLEGATÁRIOS MESMA REGRA DOS COERDEIROS: especificação elimina o direito de acrescer. BENS DIVISÍVEIS: somente se a divisão da coisa implicar em desvalorização (art. 1942) OBS.: direito de acrescer entre colegatários de usufruto (art. 1946, CC) acréscimo entre usufrutuário (art. 1411, CC) 13

14 PETIÇÃO DE HERANÇA INVENTÁRIO NÃO-INICIADO: basta requerer a abertura. INVENTÁRIO NÃO-ENCERRADO: basta comprovar qualidade de sucessor e requerer habilitação. PARTILHA ENCERRADA: petição de herança. PRAZO: 10 anos, a contar da abertura da sucessão (direito patrimonial). PETIÇÃO DE HERANÇA: EFEITOS NOVA PARTILHA: herdeiros legítimos a mesma vocação hereditária (sem ofensa à coisa julgada). CUMULAÇÃO COM INVESTIGAÇÃO: competência da vara de família (atenção a eventual rompimento de testamento). ADJUDICAÇÃO: herdeiros legítimos de classe diversa. EFEITOS DA POSSE (art e 1827, CC) 14

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva Direito Civil VI - Sucessões Prof. Marcos Alves da Silva Direito das Sucessões Sucessão: alteração de titulares em uma dada relação jurídica Sucessão (sentido estrito): causa mortis A sucessão engloba

Leia mais

PONTO 1: Sucessões. SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA art. 1845 do CC. A dispensa tem que ser no ato da liberalidade ou no testamento.

PONTO 1: Sucessões. SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA art. 1845 do CC. A dispensa tem que ser no ato da liberalidade ou no testamento. 1 DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL PONTO 1: Sucessões SUCESSÃO LEGÍTIMA SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA art. 1845 do CC. A dispensa tem que ser no ato da liberalidade ou no testamento. Colação não significa devolução

Leia mais

Professora Alessandra Vieira

Professora Alessandra Vieira Sucessão Legítima Conceito: A sucessão legítima ou ab intestato, é a que se opera por força de lei e ocorre quando o de cujus tem herdeiros necessários que, de pleno direito, fazem jus a recolher a cota

Leia mais

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha EDUARDO MACHADO ROCHA Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões da Comarca de Dourados (MS). Pós-graduado - Especialização em Direito Processual Civil. Professor de Direito Civil na Unigran - Universidade

Leia mais

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83 1 Noções introdutórias, 1 1.1 Sucessão. Compreensão do vocábulo. O direito das sucessões, 1 1.2 Direito das sucessões no direito romano, 2 1.3 Ideia central do direito das sucessões, 4 1.4 Noção de herança,

Leia mais

OAB 139º - 1ª Fase Regular Modulo II Disciplina: Direito Civil Professor João Aguirre Data: 24/07/2009

OAB 139º - 1ª Fase Regular Modulo II Disciplina: Direito Civil Professor João Aguirre Data: 24/07/2009 TEMAS ABORDADOS EM AULA 9ª Aula: Sucessão SUCESSÃO 1. Tipos 1.1. Sucessão Legítima: surgiu pela lei (legislador deu a lei) 1.2. Sucessão Testamentária: Surgiu o testamento Em regra vale a legítima quando

Leia mais

DIREITO CIVIL EXERCÍCIOS SUCESSÕES DISCURSIVAS:

DIREITO CIVIL EXERCÍCIOS SUCESSÕES DISCURSIVAS: DIREITO CIVIL EXERCÍCIOS SUCESSÕES DISCURSIVAS: 1. Capacidade para suceder é a aptidão da pessoa para receber os bens deixados pelo de cujus no tempo da abertura da sucessão. Considerando tal afirmação

Leia mais

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva Direito Civil VI - Sucessões Prof. Marcos Alves da Silva SUCESSÃO DO CÔNJUGE Herdeiro necessário e concorrente ( concorrente, conforme o regime de bens) Os regimes de matrimoniais de bens e suas implicações

Leia mais

PONTO 1: Sucessões. I descendentes concorrendo com o cônjuge;

PONTO 1: Sucessões. I descendentes concorrendo com o cônjuge; 1 DIREITO CIVIL PONTO 1: Sucessões CONCORRÊNCIA NO NCC herdeiros. Art. 1829 do CC É a primeira vez que o código enfrenta a concorrência entre I descendentes concorrendo com o cônjuge; Indignidade: art.

Leia mais

DIREITO FAMÍLIA SUCESSÃO PRINCÍPIOS ORIENTADORES

DIREITO FAMÍLIA SUCESSÃO PRINCÍPIOS ORIENTADORES DIREITO FAMÍLIA SUCESSÃO DE DIREITO FAMÍLIA PONTO 1: SUCESSÃO PONTO 2: PRINCÍPIOS ORIENTADORES; SUCESSÃO LEGÍTIMA E TESTAMENTÁRIA, EXCLUSÃO DOS HERDEIROS; PONTO 3: ESPÉCIES DE HERDEIROS, CESSÃO DE DIREITOS;

Leia mais

Processos de Regularização de Imóveis

Processos de Regularização de Imóveis Processos de Regularização de Imóveis Prof. Weliton Martins Rodrigues ensinar@me.com www.vivadireito.net 5 5.1. Copyright 2013. Todos os direitos reservados. 1 2 A aquisição da propriedade é forma pela

Leia mais

Direito das Sucessões Parte I. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Direito das Sucessões Parte I. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Direito das Sucessões Parte I Sucessão - Etimologia Sucessão Successio, de succedere. Relação de ordem, de continuidade. Uma sequência de fato e de coisas. O que vem em certa ordem ou em certo tempo. Sucessão

Leia mais

Caderno Eletrônico de Exercícos Direito das Sucessões

Caderno Eletrônico de Exercícos Direito das Sucessões 1) Que é herança jacente: a) Herança que não existe herdeiros, salvo o estado b) Herança que tem que ser dividida entre os pais e cônjuge c) Herança que tem que ser dividida entre irmãos d) Herança deixada

Leia mais

Inovações e desacertos no novo Direito Sucessório

Inovações e desacertos no novo Direito Sucessório Inovações e desacertos no novo Direito Sucessório Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka Doutora e Livre Docente em Direito pela Faculdade de Direito da USP Professora Associada ao Departamento de Direito

Leia mais

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Toda a sucessão legítima observará uma ordem de vocação hereditária que, no Código Civil, está prevista no artigo 1.829. Art. 1.829.

Leia mais

É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2

É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2 Sucessão dos Descendentes (art. 1833, CC) É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2 Neto 1 Neto

Leia mais

Direitos das Sucessões

Direitos das Sucessões Há 4 títulos do capítulo das sucessões: Sucessões em geral: aplicada a qualquer hipótese; Sucessão Legítima: prevista em lei; Sucessão testamentária: disposições de vontade; Inventário e partilha: regras

Leia mais

HERDEIROS, LEGATÁRIOS E CÔNJUGE

HERDEIROS, LEGATÁRIOS E CÔNJUGE HERDEIROS, LEGATÁRIOS E CÔNJUGE Luiz Alberto Rossi (*) SUMÁRIO DISTINÇÃO ENTRE HERDEIROS E LEGATÁRIOS. SAISINE. CÔNJUGE: HERDEIRO NECESSÁRIO. QUINHÃO DO CÔNJUGE. TIPOS DE CONCORRÊNCIA. BENS PARTICULARES.

Leia mais

O DIREITO DAS Sucessões na Contemporaneidade. http://patriciafontanella.adv.br

O DIREITO DAS Sucessões na Contemporaneidade. http://patriciafontanella.adv.br O DIREITO DAS Sucessões na Contemporaneidade http://patriciafontanella.adv.br Viés Constitucional Assento constitucional (art. 5º XXX, CF/88). Mudança dos poderes individuais da propriedade, trazendo a

Leia mais

Direito das Sucessões

Direito das Sucessões Direito das Sucessões OBJETIVO Compreender as consequências da ordem de vocação hereditária. ROTEIRO! Da ordem de vocação hereditária! Ordem de vocação hereditária no Código de 1916! Nova ordem de vocação

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação)

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação) Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO SUMÁRIO (continuação) I. DIREITO DE FAMÍLIA 5. FILIAÇÃO 5.2. Tipos de reconhecimento 5.3. Ação investigatória de paternidade 5.3.1.

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES CONCEITO

DIREITO DAS SUCESSÕES CONCEITO DIREITO DAS SUCESSÕES CONCEITO Direito das sucessões é o conjunto de princípios e normas que regem a transferência da herança, ou do legado, ao herdeiro ou legatário, em razão da morte de alguém. O direito

Leia mais

Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV. Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar. Apresentação 10.08.

Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV. Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar. Apresentação 10.08. Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar Apresentação 10.08.10 Luiz Kignel Karime Costalunga F 1 F 2 F 3 F 1 F 2 F 3 F 4 Fundador

Leia mais

Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO

Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO 2010 A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO Para se obter um bom entendimento como se processa

Leia mais

1. Princípios Orientadores: - a herança é uma universalidade de direito - indivisível até a partilha;

1. Princípios Orientadores: - a herança é uma universalidade de direito - indivisível até a partilha; 1 PONTO 1: Princípios Orientadores PONTO 2: Sucessão Legítima e Testamentária PONTO 3: Morte PONTO 4: Cessão e Direitos Hereditários PONTO 5: Exclusão da Herança PONTO 6: Herança Jacente e Vacante 1. Princípios

Leia mais

DIREITO CIVIL VI Direito das Sucessões

DIREITO CIVIL VI Direito das Sucessões DIREITO CIVIL VI Direito das Sucessões O conhecimento quando compartilhado é muito melhor, pois, todos são beneficiados com novas formas de enxergar o mundo Paulo Henrique 2015 1 DIREITO CIVIL 6 Conteúdo

Leia mais

4.5 Oposição das causas suspensivas. 5 Do processo de habilitação para o casamento. 5.1 Documentos exigidos. 5.2 Do processo de habilitação. 5.

4.5 Oposição das causas suspensivas. 5 Do processo de habilitação para o casamento. 5.1 Documentos exigidos. 5.2 Do processo de habilitação. 5. Disciplina: Direito Civil V Departamento: Direito Privado FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 Docente Responsável: William Bedone Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 5º ano Objetivos: Finalizar

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO TABELIÃO (PRESTADOR DE SERVIÇO PÚBLICO EM CARÁTER PRIVADO)... 5 1.3 NOVA LEI HOMENAGEIA

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista

Faculdade de Direito da Alta Paulista PLANO DE ENSINO DISCIPLINA SÉRIE PERÍODO LETIVO CARGA HORÁRIA DIREITO CIVIL V (Direitos de família e das sucessões) QUINTA 2015 136 I EMENTA Direito de Família. Casamento. Efeitos jurídicos do casamento.

Leia mais

CURSO DE RETA FINAL - MAGISTRATURA DE SÃO PAULO Prof. André Barros

CURSO DE RETA FINAL - MAGISTRATURA DE SÃO PAULO Prof. André Barros MATERIAL DE APOIO PROFESSOR CURSO DE RETA FINAL - MAGISTRATURA DE SÃO PAULO Prof. André Barros 3a AULA: DIREITO DAS SUCESSÕES: Do direito das Sucessões (artigos 1.784 a 1.828 do Código Civil). Sucessão

Leia mais

Regime de bens e divisão da herança

Regime de bens e divisão da herança Regime de bens e divisão da herança Antes da celebração do casamento, os noivos têm a possibilidade de escolher o regime de bens a ser adotado, que determinará se haverá ou não a comunicação (compartilhamento)

Leia mais

Direito das Sucessões Parte II. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Direito das Sucessões Parte II. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Direito das Sucessões Parte II Abertura da Sucessão Momento da morte do de cujus, devidamente comprovada. Com a abertura da sucessão os herdeiros, legítimos ou testamentários, adquirem, de imediato, a

Leia mais

A SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE EM CONCORRÊNCIA COM OS DESCENDENTES OCORRENDO A HIBRIDEZ FAMILIAR RESUMO

A SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE EM CONCORRÊNCIA COM OS DESCENDENTES OCORRENDO A HIBRIDEZ FAMILIAR RESUMO A SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE EM CONCORRÊNCIA COM OS DESCENDENTES OCORRENDO A HIBRIDEZ FAMILIAR Rodrigo Schenckel da Silva 1 Rachel Marques da Silva 2 RESUMO Com a entrada em vigor do Código Civil

Leia mais

SUCESSÃO LEGÍTIMA DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NO NOVO CÓDIGO CIVIL

SUCESSÃO LEGÍTIMA DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NO NOVO CÓDIGO CIVIL DIMAS MESSIAS DE CARVALHO Promotor de Justiça no Estado de Minas Gerais. Autor do Livro Direito de Família, publicado em 2005, pela Editora Atenas. Professor de Direito de Família e Sucessões na Unifenas,

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO

ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO CAPÍTULO I DIREITO DAS SUCESSÕES 1. Conceituação 2. Elementos históricos 3. Espécies de sucessões 4. Acepções de sucessão 5. Fundamentos jurídicos das sucessões

Leia mais

~ ~ McTODO SÃO PAULO

~ ~ McTODO SÃO PAULO Flávio Tartuce :C I.. 'r1'i Direito das Sucessões B. a edição revista, atualizada e ampliada *** ~ ~ McTODO SÃO PAULO ~~::;'S 1: STJ00100365 A EDITORA Mt::TODO se responsabiliza pelos vlcios do produto

Leia mais

EXERCÍCIOS SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA

EXERCÍCIOS SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA Universidade do Sul de Santa Catarina Unidade Ilha Centro Curso: Direito Disciplina: Direito das Sucessões Professor: MSc. Patrícia Fontanella Acadêmico (a): EXERCÍCIOS SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA 01. (MP/SC

Leia mais

N e w s l e t t e r AAPS

N e w s l e t t e r AAPS Caros Associados, A AAPS interessada nos temas que possam ser de utilidade aos associados, tem participado em eventos sobre o assunto em questão. No contexto das atividades desenvolvidas pelo GEPS (Grupo

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - UNIPAC FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS

UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - UNIPAC FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - UNIPAC FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DIREITO CIVIL VIII DIREITO DAS SUCESSÕES QUADROS ESQUEMÁTICOS MARCOS ALVES DE ANDRADE BARBACENA JULHO DE 2007 Direito

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES. RECURSO ESPECIAL. PACTO ANTENUPCIAL. SEPARAÇÃO DE BENS. MORTE DO VARÃO. VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL. ATO JURÍDICO PERFEITO.

DIREITO DAS SUCESSÕES. RECURSO ESPECIAL. PACTO ANTENUPCIAL. SEPARAÇÃO DE BENS. MORTE DO VARÃO. VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL. ATO JURÍDICO PERFEITO. SUCESSÕES Direito das sucessões. Recurso especial. Inventário. De cujus que, após o falecimento de sua esposa, com quem tivera uma filha, vivia, em união estável, há mais de trinta anos, com sua companheira,

Leia mais

(I) O CADASTRO PARA BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING E O DIREITO DO CONSUMIDOR

(I) O CADASTRO PARA BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING E O DIREITO DO CONSUMIDOR Ano III nº 12 (I) O CADASTRO PARA BLOQUEIO DE RECEBIMENTO DE LIGAÇÕES DE TELEMARKETING E O DIREITO DO CONSUMIDOR Barbara Brentani Lameirão Roncolatto Luiz Henrique Cruz Azevedo 01. Em 7 de outubro de 2008,

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES REGIME DE BENS

DIREITO DAS SUCESSÕES REGIME DE BENS DIREITO DAS SUCESSÕES REGIME DE BENS Prof.Dicler Direito das Sucessões é o conjunto de normas que disciplinam a transferência do patrimônio (ativo e passivo créditos e débitos) de alguém, depois de sua

Leia mais

Direito das Sucessões

Direito das Sucessões Direito das Sucessões Eduardo Domingues 12/02 A matéria é dividida em quatro partes. Primeiro temos a sucessão em geral traz uma série regras que permeiam todo o conteúdo que será tratado nesta disciplina.

Leia mais

Livro V Do Direito das Sucessões. Introdução: Mudança trazidas pelo CC/02 no direito civil nos campos: sucessões e família. Cônjuge Companheiro

Livro V Do Direito das Sucessões. Introdução: Mudança trazidas pelo CC/02 no direito civil nos campos: sucessões e família. Cônjuge Companheiro Livro V Do Direito das Sucessões Introdução: Mudança trazidas pelo CC/02 no direito civil nos campos: sucessões e família. Cônjuge Companheiro Sucessão substituição CAPÍTULO I Disposições Gerais Da Sucessão

Leia mais

1959 Direito de Família e Sucessões Parte 1 Do Direito de Família 1. Família. Conceito. Família e sociedade. Suas diferentes formas. Constituição de 1946 a espeito. Direito de Família. 2. Esponsais. Breve

Leia mais

Aula 008 Da Sucessão Testamentária

Aula 008 Da Sucessão Testamentária Aula 008 Da Sucessão Testamentária 3.5 Disposições Testamentárias 3.5.1 Regras gerais 3.5.2 Espécies de disposições 3.5.2.1 Simples 3.5.2.2 Condicional 3.5.2.3 A Termo ou a prazo 3.5.2.4 Modal 3.5.2.5

Leia mais

Profª Helisia Góes Disciplina: DIREITO CIVIL VI SUCESSÕES Turmas: 8ºDIV, 8DIN-1 e 8DIN-2 Data: 08/08/2012 AULA 04

Profª Helisia Góes Disciplina: DIREITO CIVIL VI SUCESSÕES Turmas: 8ºDIV, 8DIN-1 e 8DIN-2 Data: 08/08/2012 AULA 04 01 Profª Helisia Góes Disciplina: DIREITO CIVIL VI SUCESSÕES Turmas: 8ºDIV, 8DIN-1 e 8DIN-2 Data: 08/08/2012 AULA 04 II - SUCESSÃO EM GERAL (Cont...) 7. Aceitação e Renúncia da Herança (arts. 1.804 a 1.813,

Leia mais

OAB. OAB. DIREITO CIVIL. Glauka Archangelo. - ESPÉCIES DE SUCESSÃO. Dispõe o artigo 1.786 do Código Civil que:

OAB. OAB. DIREITO CIVIL. Glauka Archangelo. - ESPÉCIES DE SUCESSÃO. Dispõe o artigo 1.786 do Código Civil que: OAB. DIREITO CIVIL.. DISPOSIÇÕES GERAIS. DIREITO SUCESSÓRIO: Em regra geral na sucessão existe uma substituição do titular de um direito. Etimologicamente sub cedere alguém tomar o lugar de outrem. A expressão

Leia mais

União estável e a separação obrigatória de bens

União estável e a separação obrigatória de bens União estável e a separação obrigatória de bens Quando um casal desenvolve uma relação afetiva contínua e duradoura, conhecida publicamente e estabelece a vontade de constituir uma família, essa relação

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013 Disciplina: Direito Civil V Departamento II Direito Privado Docente Responsável: Clineu Ferreira Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 5º ano Objetivos: Terminar

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-44 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL VI NOME DO CURSO: DIREITO 2.

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-44 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL VI NOME DO CURSO: DIREITO 2. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-44 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CIVIL VI NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Direito das

Leia mais

IV. 1 DIREITO DE FAMÍLIA INTRODUÇÃO

IV. 1 DIREITO DE FAMÍLIA INTRODUÇÃO PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso: DIREITO Disciplina:

Leia mais

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES DIREITO DAS SUCESSÕES I. SUCESSÃO EM GERAL II. SUCESSÃO LEGÍTIMA III. SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA IV. INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÃO LEGÍTIMA 1. Conceito 2. Parentesco 3. Sucessão por direito próprio e por

Leia mais

SEÇÃO III DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL SUBSEÇÃO I DIREITO CIVIL 1. ARTIGOS 1.1 SUCESSÃO LEGÍTIMA DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NO NOVO CÓDIGO CIVIL

SEÇÃO III DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL SUBSEÇÃO I DIREITO CIVIL 1. ARTIGOS 1.1 SUCESSÃO LEGÍTIMA DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NO NOVO CÓDIGO CIVIL SEÇÃO III DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL SUBSEÇÃO I DIREITO CIVIL 1. ARTIGOS 1.1 SUCESSÃO LEGÍTIMA DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NO NOVO CÓDIGO CIVIL DIMAS MESSIAS DE CARVALHO Promotor de Justiça no Estado

Leia mais

ESPÉCIES DE RENÚNCIA AO DIREITO HEREDITÁRIO E EFEITOS TRIBUTÁRIOS. Artur Francisco Mori Rodrigues Motta

ESPÉCIES DE RENÚNCIA AO DIREITO HEREDITÁRIO E EFEITOS TRIBUTÁRIOS. Artur Francisco Mori Rodrigues Motta ESPÉCIES DE RENÚNCIA AO DIREITO HEREDITÁRIO E EFEITOS TRIBUTÁRIOS Artur Francisco Mori Rodrigues Motta ESPÉCIES DE RENÚNCIA AO DIREITO HEREDITÁRIO E EFEITOS TRIBUTÁRIOS Artur Francisco Mori Rodrigues Motta

Leia mais

http://www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/irpf/2008/perguntas/espolio.htm

http://www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/irpf/2008/perguntas/espolio.htm Page 1 of 9 Espólio - Contribuinte Falecido CONCEITO 085 O que é espólio? Espólio é o conjunto de bens, direitos e obrigações da pessoa falecida. É contribuinte distinto do meeiro, herdeiros e legatários.

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Planejamento Sucessório. Bens localizados no Exterior

Planejamento Sucessório. Bens localizados no Exterior Planejamento Sucessório Bens localizados no Exterior Regras de Sucessão Parcela Legítima x Parcela Disponível 50% Legítima Obrigatoriamente dos Herdeiros Necessários 50% Disponível Pode dispor como desejar

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES

DIREITO DAS SUCESSÕES 05/08/2014 DIREITO DAS SUCESSÕES BIBLIOGRAFIA: 1. Instituições de Direito Civil Direito das Sucessões; Caio Mario da Silva Pereira, Ed. Forense, Rio de Janeiro; 2. Direito Civil Direitos das Sucessões,

Leia mais

Declaração de Espólio

Declaração de Espólio SUMÁRIO 1. Considerações Iniciais 2. Conceito de Espólio 3. Declarações de Espólio 3.1. Declaração inicial 3.2. Declarações intermediárias 3.3. Declaração final 4. Declaração de Bens 5. Prazo para Apresentação

Leia mais

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva Direito Civil VI - Sucessões Prof. Marcos Alves da Silva INVENTÁRIO Dois sentidos para o mesmo vocábulo: Liquidação do acervo hereditário (registro, descrição, catalogação dos bens). Procedimento especial

Leia mais

Sucessão Testamento Público

Sucessão Testamento Público Sucessão Testamento Público O que acontece quando eu morro? A herança é uma universalidade imóvel Sucessão legítima ou testamentaria Planejamento sucessório Se a morte é inevitável... Planeje-a! Pacificar

Leia mais

duas fases anteriores, dá-se a aquisição, onde o herdeiro torna-se titular das relações jurídicas que têm por objeto o patrimônio do extinto.

duas fases anteriores, dá-se a aquisição, onde o herdeiro torna-se titular das relações jurídicas que têm por objeto o patrimônio do extinto. Direito das Sucessões 1 - Conceito No aspecto subjetivo, implica a continuação de uma pessoa em relação jurídica que cessou para o anterior sujeito e continua em outro. É a capacidade para suceder; no

Leia mais

ENUNCIADOS DAS I, III E IV JORNADAS DE DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES

ENUNCIADOS DAS I, III E IV JORNADAS DE DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES As Jornadas de Direito Civil são uma realização do Conselho da Justiça Federal - CJF e do Centro de Estudos Jurídicos do CJF. Nestas jornadas, compostas por especialistas e convidados do mais notório saber

Leia mais

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS PACTO ANTENUPCIAL O Código Civil dita, em seu art. 1.639, que é lícito aos nubentes, antes de celebrado o casamento, estipular, quanto aos seus bens, o que lhes aprouver. Por oportuno, anote-se que segundo

Leia mais

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010 1 Registro Civil Registro de Pessoas Jurídicas Registro de Títulos e Documentos Regime de bens no casamento 14/dez/2010 Noções gerais, administração e disponibilidade de bens, pacto antenupcial, regime

Leia mais

Novembro/2010. Prof a. Esp. Helisia Góes

Novembro/2010. Prof a. Esp. Helisia Góes DIREITO CIVIL VI - SUCESSÕES SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA Testemunhas Testamentárias Novembro/2010 Prof a. Esp. Helisia Góes Definição: é a pessoa que tem capacidade para assegurar a veracidade do testamento.

Leia mais

Sumário PARTE I DIREITO DAS FAMÍLIAS

Sumário PARTE I DIREITO DAS FAMÍLIAS PARTE I DIREITO DAS FAMÍLIAS Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS FAMÍLIAS... 27 1. Conceito Dinamizado pela Perspectiva Histórico-Axiológica... 27 1.1. Qual a Natureza Jurídica da Família? Seria Pessoa

Leia mais

PROF. MS. FABIO TRUBILHANO

PROF. MS. FABIO TRUBILHANO 3 PROF. MS. FABIO TRUBILHANO ASPECTOS POLÊMICOS DA SUCESSÃO DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO A primeira questão polêmica sobre a qual nos debruçaremos envolve os arts. 1.641, 1.687 e 1.829 do Código Civil brasileiro.

Leia mais

- Doação a incapaz, terá de o ser sem encargos (puras) e produz efeitos independentemente da aceitação (presumida). (951. nº. 1 e 2 CC).

- Doação a incapaz, terá de o ser sem encargos (puras) e produz efeitos independentemente da aceitação (presumida). (951. nº. 1 e 2 CC). Noção Contrato pelo qual uma Pessoa Jurídica, por espírito de liberalidade e à custa do seu património, dispõe gratuitamente de uma coisa ou de um direito, ou assume uma obrigação, em benefício do outro

Leia mais

a) O autor (ou defunto) Usualmente denominado de cujus. b) O sucessor Termo genérico que abrange as espécies, herdeiro e legatário

a) O autor (ou defunto) Usualmente denominado de cujus. b) O sucessor Termo genérico que abrange as espécies, herdeiro e legatário RESUMO DIREITO DAS SUCESSÕES 1. DO DIREITO DAS SUCESSÕES Conceito: Sucessão, do latim succedere, significa vir no lugar de alguém. A palavra sucessão tem um duplo sentido na linguagem jurídica. Em sentido

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA - FDV DIREITO DAS SUCESSÕES PROF. AUGUSTO PASSAMANI BUFULIN

FACULDADE DE DIREITO DE VITÓRIA - FDV DIREITO DAS SUCESSÕES PROF. AUGUSTO PASSAMANI BUFULIN 1. Acerca do testamento, analise as afirmativas a seguir: I. O testamento nuncupativo faz-se ordinariamente, na forma oral, caso o testador corra risco de vida. II. O testador que não possuir herdeiros

Leia mais

ORDEM DE VOCAÇÃO HEREDITÁRIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL: OS DIREITOS SUCESSÓRIOS DO CÔNJUGE ALICE DE SOUZA BIRCHAL 1 - INTRODUÇÃO: A questão primordial a

ORDEM DE VOCAÇÃO HEREDITÁRIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL: OS DIREITOS SUCESSÓRIOS DO CÔNJUGE ALICE DE SOUZA BIRCHAL 1 - INTRODUÇÃO: A questão primordial a ORDEM DE VOCAÇÃO HEREDITÁRIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL: OS DIREITOS SUCESSÓRIOS DO CÔNJUGE ALICE DE SOUZA BIRCHAL 1 - INTRODUÇÃO: A questão primordial a que se pretende responder através deste estudo refere-se

Leia mais

CARLOS JORGE SAMPAIO ADVOGADO PARECER

CARLOS JORGE SAMPAIO ADVOGADO PARECER CARLOS JORGE SAMPAIO ADVOGADO COSTA PARECER Direito das Sucessões. Situação jurídica do companheiro ou companheira comparada com o status jurídico dos cônjuges. Constitucionalidade da distinção entre os

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS SUCESSÕES

QUESTÕES OBJETIVAS SUCESSÕES QUESTÕES OBJETIVAS SUCESSÕES 1. Heitor, solteiro e pai de dois filhos também solteiros (Roberto, com trinta anos de idade, e Leonardo, com vinte e oito anos de idade), vem a falecer, sem deixar testamento.

Leia mais

CONTRATO DE CONVIVÊNCIA E SUAS REPERCUSSÕES NO DIREITO SUCESSÓRIO

CONTRATO DE CONVIVÊNCIA E SUAS REPERCUSSÕES NO DIREITO SUCESSÓRIO CONTRATO DE CONVIVÊNCIA E SUAS REPERCUSSÕES NO DIREITO SUCESSÓRIO Edgard Borba Fróes Neto 1 Resumo A possibilidade dos companheiros livremente estipularem regras de cunho patrimonial, mediante celebração

Leia mais

SUCESSÃO DO CÔNJUGE NO NOVO CÓDIGO CIVIL

SUCESSÃO DO CÔNJUGE NO NOVO CÓDIGO CIVIL SUCESSÃO DO CÔNJUGE NO NOVO CÓDIGO CIVIL Zeno Veloso 1 No palco em que se desenrolam as relações jurídicas da sucessão legítima, um personagem ganhou papel de grande destaque, podendo-se afirmar que é

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES

DIREITO DAS SUCESSÕES DIREITO DAS SUCESSÕES 2.º Ano Turma A (Dia) Exame de Coincidência Professor Doutor Luís Menezes Leitão 26 de junho de 2015 Duração da prova: 90 minutos GRELHA DE CORREÇÃO A morte de A desencadeia a abertura

Leia mais

A sucessão do cônjuge e do companheiro no novo código civil

A sucessão do cônjuge e do companheiro no novo código civil A sucessão do cônjuge e do companheiro no novo código civil 1. Intróito Inacio de Carvalho Neto Professor de Direito Civil da Unifoz, da Unipar, do CIES, da Escola do Ministério Público e da Escola da

Leia mais

A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL

A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL 76 A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL CLAUDIA NASCIMENTO VIEIRA¹ O artigo 226 da Constituição Federal equiparou a união estável entre homem e mulher ao casamento, dispondo em seu parágrafo 3º que é reconhecida

Leia mais

Art. 1.784. Aberta a sucessão, a herança transmite-se, desde logo, aos herdeiros legítimos e testamentários.

Art. 1.784. Aberta a sucessão, a herança transmite-se, desde logo, aos herdeiros legítimos e testamentários. Código Civil Parte Especial - Arts. 1784 a 1896 LIVRO V Do Direito das Sucessões TÍTULO I Da Sucessão em Geral CAPÍTULO I Disposições Gerais Art. 1.784. Aberta a sucessão, a herança transmite-se, desde

Leia mais

Direito Civil. Sucessão em Geral. Professora Alessandra Vieira.

Direito Civil. Sucessão em Geral. Professora Alessandra Vieira. Direito Civil Sucessão em Geral Professora Alessandra Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX DO DIREITO SUCESSÓRIO Considerações Gerais: A abertura da sucessão se dá no exato instante

Leia mais

DOAÇÃO E SEUS IMPACTOS NO DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÃO. http://patriciafontanella.adv.br

DOAÇÃO E SEUS IMPACTOS NO DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÃO. http://patriciafontanella.adv.br DOAÇÃO E SEUS IMPACTOS NO DIREITO DE FAMÍLIA E SUCESSÃO doação Conceito: é negócio jurídico unilateral inter vivos, em que uma pessoa, por liberalidade, transfere do seu patrimônio bens ou vantagens para

Leia mais

FIDEICOMISSO NO DIREITO DAS SUCESSÕES

FIDEICOMISSO NO DIREITO DAS SUCESSÕES 1 UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E JURÍDICAS - CEJURPS CURSO DE DIREITO FIDEICOMISSO NO DIREITO DAS SUCESSÕES PEDRO IRINEU VIEIRA JÚNIOR Itajaí/SC, Novembro de 2009 2

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE: LEI COMPLEMENTAR Nº 21, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1988 Institui o Imposto sobre a Transmissão causa mortis e Doação de Bens ou Direitos. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE: seguinte Lei: FAÇO SABER que o Poder

Leia mais

A COLAÇÃO DOS BENS DOADOS A HERDEIROS: ANÁLISE DO ACÓRDÃO Nº 70050981836 JULGADO PELO TJRS

A COLAÇÃO DOS BENS DOADOS A HERDEIROS: ANÁLISE DO ACÓRDÃO Nº 70050981836 JULGADO PELO TJRS 23 A COLAÇÃO DOS BENS DOADOS A HERDEIROS: ANÁLISE DO ACÓRDÃO Nº 70050981836 JULGADO PELO TJRS Adrieli Aline Frias 1 Daniele Garcia 2 Niagara Sabrina 3 Ynaia Medina Long 4 Orientadora: Profª. Mª. Ana Cleusa

Leia mais

A Reforma do Código Civil Repercussões na Administração Pública e no Controle Externo De 07 a 11 de abril de 2003

A Reforma do Código Civil Repercussões na Administração Pública e no Controle Externo De 07 a 11 de abril de 2003 A Reforma do Código Civil Repercussões na Administração Pública e no Controle Externo De 07 a 11 de abril de 2003 10/04 DIREITO DAS SUCESSÕES DIREITO DE HERANÇA SUCESSÃO LEGITIMA E TESTAMENTÁRIA Dr. Euclides

Leia mais

CONCEITO DE INVENTÁRIO

CONCEITO DE INVENTÁRIO DIREITO CIVIL Inventário e Partilha CONCEITO DE INVENTÁRIO Inventárioéoprocedimentojudicialatravésdoqual será realizado o levantamento dos bens, valores, dívidas e sucessores do autor da herança. OBJETIVO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE DIREITO SAMANTA DOS SANTOS ZANETTA

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE DIREITO SAMANTA DOS SANTOS ZANETTA UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE DIREITO SAMANTA DOS SANTOS ZANETTA O DIREITO À HERANÇA NA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL HOMÓLOGA PÓSTUMA: NO ESTUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE O PRINCÍPIO DA

Leia mais

As Partes na Escritura de Inventário e Partilha Reinaldo Velloso dos Santos

As Partes na Escritura de Inventário e Partilha Reinaldo Velloso dos Santos As Partes na Escritura de Inventário e Partilha Reinaldo Velloso dos Santos Versão digital do artigo, publicado originalmente em 2008 na obra Separação, Divórcio e Inventário em Cartório: Aspectos Jurídicos

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES Profa. Juliana Leite Ribeiro do Vale I DISPOSIÇÕES GERAIS

DIREITO DAS SUCESSÕES Profa. Juliana Leite Ribeiro do Vale I DISPOSIÇÕES GERAIS DIREITO DAS SUCESSÕES Profa. Juliana Leite Ribeiro do Vale I DISPOSIÇÕES GERAIS 1 Conceito Suceder é substituir, tomar o lugar de outrem no campo dos fenômenos jurídicos. SUBSTITUIÇÃO DO TITULAR DE UM

Leia mais

Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões.

Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões. Resumo Aula-tema 05: Direito de Família e das Sucessões. Para o autor do nosso livro-texto, o Direito de família consiste num complexo de normas que regulam a celebração do casamento e o reconhecimento

Leia mais

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO ASPECTOS DO DIREITO CIVIL E TRIBUTÁRIO

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO ASPECTOS DO DIREITO CIVIL E TRIBUTÁRIO PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO ASPECTOS DO DIREITO CIVIL E TRIBUTÁRIO Ricardo Lacaz Martins 20/03/2012 Sumário da aula 1. Objetivos a serem alcançados com o Planejamento Sucessório 2. Regime de bens e sucessão

Leia mais

SUMÁRIO. Apresentação da 3ª Edição... XVII. Apresentação da 2ª Edição... XIX. Apresentação da 1ª Edição... XXI. Prefácio... XXV

SUMÁRIO. Apresentação da 3ª Edição... XVII. Apresentação da 2ª Edição... XIX. Apresentação da 1ª Edição... XXI. Prefácio... XXV SUMÁRIO Apresentação da 3ª Edição... XVII Apresentação da 2ª Edição... XIX Apresentação da 1ª Edição... XXI Prefácio... XXV 1. INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO 1 1.1. O conto de fadas da empresa familiar...

Leia mais

ITCMD. Perguntas mais frequentes:

ITCMD. Perguntas mais frequentes: ITCMD Perguntas mais frequentes: 1. Quando nasce a obrigação de pagar o ITCMD? O ITCMD é o imposto estadual incidente sobre a transmissão de quaisquer bens ou direitos a título gratuito (ato não oneroso).

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES. Brasília, 2011.

DIREITO DAS SUCESSÕES. Brasília, 2011. DIREITO DAS SUCESSÕES Brasília, 2011. Elaboração Carlos Augusto de Machado Faria Júnior Produção Equipe Técnica de Avaliação, Revisão Linguística e Editoração Todos os direitos reservados. W Educacional

Leia mais

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS DIREITO CIVIL REGIME DE BENS 1 1. Princípios a) P. da autonomia da vontade (1.639); b) P. da garantia da ordem pública (1.640); c) P. da definitividade do regime (1.639); d) P. da vedação ao enriquecimento.

Leia mais

ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO

ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO IGUALDADE ENTRE SEXOS - Em conformidade com a Constituição Federal de 1988, ao estabelecer que "homens e mulheres são iguais em direitos e

Leia mais

. CURSO: DIREITO Turma: DISCIPLINA: Direito Civil VII Profª Ms. Tatyane Karen VALOR: 6 H/A NOTA: ALUNO(A):

. CURSO: DIREITO Turma: DISCIPLINA: Direito Civil VII Profª Ms. Tatyane Karen VALOR: 6 H/A NOTA: ALUNO(A): . CURSO: DIREITO Turma: DISCIPLINA: Direito Civil VII Profª Ms. Tatyane Karen Data: / / VALOR: 6 H/A NOTA: ALUNO(A): Questão 1 ( VUNESP - 2011 - TJ-SP Juiz) Assinale a alternativa correta. a) Na falta

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.908, DE 2012 (Do Sr. Takayama)

PROJETO DE LEI N.º 4.908, DE 2012 (Do Sr. Takayama) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.908, DE 2012 (Do Sr. Takayama) Dá nova redação aos arts. 544, 1.561, 1.723, 1.789, 1.797, 1.829, 1.830, 1.831, 1.832, 1.836, 1.837, 1.838, 1.839, 1.845, 1.846

Leia mais