LIGEIRINHO Gestão 2012/2014 CONTINUIDADE DE COMPROMISSO CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LIGEIRINHO Gestão 2012/2014 CONTINUIDADE DE COMPROMISSO CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES"

Transcrição

1 BRASIL Sindical LIGEIRINHO Gestão 2012/2014 CONTINUIDADE DE COMPROMISSO CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES R Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU) Edição nº de março de 2012 ASSEMBLEIA IMPRESSO PODE SER ABERTO PELA ECT DIA 28 MARÇO Anfiteatro Bloco 2A - Campus Umuarama 1 CONVOCAÇÃO ÀS 14H NOSSO FUTURO ESTÁ EM JOGO!!! Ser representado pelo seu sindicato significa participar também dos fóruns convocados pela coordenação do sindicato. É necessário que todos/as participem das ASSEMBLEIAS, dos CON- GRESSOS, das REUNIÕES nos locais de trabalho, assim como das demais atividades. Além da importância de cada sindicalizado/a em toda e qualquer assembleia, em especial, a do próximo dia 28 de março é muito importante, pois, por meio dela, serão eleitos os delegados que irão representar os trabalhadores da UFU no XXI CONFASUBRA (Congresso da nossa Federação que abrange cerca de 180 mil trabalhadores) e no qual será definido nosso futuro, sobretudo: a política salarial e os benefícios da categoria. Este é um momento de muita responsabilidade. Participe e escolha seus representantes!!!!! Foto: Flávia Arantes Por quê participar desta e de todas as ASSEMBLEIAS?????? Precisamos escolher delegados que tenham comprometimento com a defesa dos interesses de nossos trabalhadores técnico-administrativos e fundacionais da UFU, e não apenas com os interesses de grupos partidários.

2 Nesta 3ª edição de 2012 do nosso LIGEIRINHO, a Coordenação Colegiada do SINTET-UFU conclama todos os servidores a participarem da Assembleia Geral da categoria, no dia 28 de março de 2012, às 14h00, no Anfiteatro 2A Campus Umuarama, para a eleição de delegados para o XXI CONFASUBRA. Nosso Futuro está em Jogo! Para sentir-se representado pelo seu sindicato é preciso participar das atividades convocadas pela Coordenação, tais como: Assembleias, Congressos, Seminários e reuniões nos locais de trabalho. Qual a importância em participar das Assembleias? A instância máxima da entidade é o Congresso de delegados da categoria, mas é na Assembléia que os trabalhadores podem definir a pauta de reivindicação e o processo de renovação dos instrumentos normativos de trabalho. Nesta Assembleia do dia 28 de março serão eleitos os delegados que irão representar os trabalhadores da UFU no XXI CONFASUBRA, Congresso da nossa Federação que abrange cerca de 180 mil trabalhadores, onde será definido nosso futuro, sobretudo, a política salarial e os benefícios da categoria. EDITORIAL A FASUBRA é a federação que congrega as entidades sindicais dos trabalhadores técnico-administrativos das universidades brasileiras, em cuja base está o nosso SINTET-UFU. Historicamente, a FASUBRA sempre defendeu os interesses dos trabalhadores, sendo co-responsável pela elaboração e acompanhamento do nosso plano de carreira, dentre outras ações, tornando-se, inclusive, referência para outras entidades sindicais pela sua capacidade de formular e conduzir o plano de lutas dos trabalhadores de sua base. Lamentavelmente, desde o último Congresso da nossa federação, quando tendências, grupos políticos, motivados pela voracidade do poder, travestidos de representantes dos trabalhadores, erroneamente ou descompromissadamente com a categoria que deveriam representar, impuseram à FASU- BRA a desfiliação da CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES (CUT), num retrocesso histórico. Desde então, a FASUBRA não foi mais capaz de encampar, com a mesma eficiência, os projetos de política salarial e de política de benefícios para os trabalhadores, como auxílio alimentação, saúde suplementar, auxílio pré-escolar, dentre outros. Daí, a importância e a responsabilidade dos trabalhadores para com o XXI CONFASUBRA. É, pois, o fórum adequado e a oportunidade única para que possamos fortalecer a nossa federação e fazer com que a FASUBRA volte a ser uma entidade representativa dos trabalhadores, na vanguarda das negociações da nossa pauta de reivindicações, sem vinculação a grupos político-partidários, resgatando, assim, a sua história de lutas. Nesta Assembleia precisamos escolher delegados que tenham responsabilidade em defender os interesses dos trabalhadores técnicos administrativos e fundacionais da UFU e não interesses de grupos partidários. É um momento de muita responsabilidade. Venham participar! Escolham seus representantes! A força do sindicato está na sua base. O sindicato sou eu mais você. JUNTOS SOMOS FORTES! EXPEDIENTE LIGEIRINHO é o jornal informativo do SINTET-UFU. Distribuição gratuita aos seus filiados. Tiragem: exemplares. Redação: Rua Salvador, 995 B. Aparecida - Uberlândia - MG. Fone/Fax: 0 xx (34) org Home page: COORDENAÇÃO COLEGIADA - GESTÃO COORDENAÇÃO GERAL JOSE DOS REIS OLIVEIRA JOSÉ VERIDIANO DE OLIVEIRA SÉRGIO DOS SANTOS NEVES COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS LAZARO MANOEL RODRIGUES VICTOR FERREIRA MARTINS COORDENAÇÃO DE FORMAÇÃO E RELAÇÕES SINDICAIS CARMEN LUCIA BARBOSA MARIA DO NAZARE LIMA ALVES COORDENAÇÃO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO ANTÔNIO DE ARAÚJO LUIZ CARLOS LEITE COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS DAS FUNDAÇÕES FERNANDA ROSA DOS SANTOS MARIA LUIZA NUNES DE SOUZA CARVALHO COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS DE APOSENTADOS DORALICE CORREA MARÇAL LAURA FERREIRA COORDENAÇÃO DE ESPORTE, CULTURA E LAZER MARIA LAUDEMIRA DA SILVA REZENDE PEDRO GOMES DA SILVA COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS SOCIAIS ANTI-RACISTA MAGNA SOARES DOS REIS ROSELI FERREIRA DOS SANTOS COORDENAÇÃO DE AS. JURÍDICOS E RELAÇÃO DE TRABALHO ABAPORANG PAES LEME ALBERTO EURIPEDES PIO FIRMIANO COORDENADORES SUPLENTES PAULO CARLOS SOBRINHO ROBSON LUIZ CARNEIRO RUBENS ANTÔNIO PEREIRA WALDEMAR VENTURA DE LIMA ZILDA MARIA DE OLIVEIRA CONSELHO FISCAL Efetivos : CELSO ANTONIO DA SILVA MAURICIO ANSEL- MO ALVES WALTERSON BERNARDES AMORIM Suplentes: JOAO GOMES DA CRUZ MARIA APARECIDA ALVES DA SILVA QUINTINO CAMPOS DA ROCHA Assessoria de Comunicação, Edição: Jornalista:Pérola Cristhina Novais Editoração Eletrônica e Artes: Jordana Lara

3 SINTET realiza baile em homenagem à Mulher Trabalhadora Noite de muito glamour, romance e compromisso com nossas sindicalizadas. Dia Internacional da Mulher é comemorado em grande estilo pelas nossas sindicalizadas, seus amigos e familiares. SEMINÁRIO INTERNA- CIONAL CONTUA Encerrado a semana em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, o SINTET-UFU promoveu o Baile Anos Dourados, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O baile foi realizado no último dia 10 de março na Acrópole, onde sindicalizados/ as, amigos e familiares tiveram a oportunidade de usufruírem de um momento de lazer e descontração, além de interação com todos presentes. Para abrir oficialmente o baile, os nossos coordenadores, José Reis Oliveira (Coordenação Geral do SINTET-UFU) e Maria Laudemira da S. Resende, responsável pela coordenação de Cultura, Esporte e Lazer deram as boas-vindas a todos os presentes, relembrando a todos que o Baile teve como principal objetivo homenagear a todas nossas sindicalizadas pelo Dia Internacional da Mulher e, ainda, aproveitaram SINTET-UFU (34) Sindicalizadas, amigos e familiares durante Baile Anos Dourados /Foto: Acrópole a oportunidade para reforçar o convite para a Assembleia do dia 28 de março que irá escolher os delegados que irão representar a categoria no XXI CONFASU- BRA. Estiveram presentes ao baile cerca de 1200 pessoas, que animadas pela Banda Engenho Novo, dançaram ao som de todos os estilos musicais. Ainda durante o baile foram sorteados diversos brindes. Viviane Ramos da pediatria recebendo a máquina de lavar que ganhou durante o sorteio realizado no Baile Anos Dourados Participantes durante realização do Seminário Internacional em Brasília (DF) Foto: Ronaldo Barroso Aconteceu nos dias 01 e 02 de março, no plenário I da Câmara dos Deputados em Brasília, o Seminário Internacional Autonomia e Democracia nas Universidades e o papel dos Hospitais Universitários, promovido pela CONTUA Confederação de Trabalhadores das Universidades da América Latina. O principal tema debatido foi o modelo e formas de gestão dos hospitais universitários. O SINTET-UFU esteve presente representando os trabalhadores da UFU, por meio de suas coordenações geral, comunicação e de formação e relações sindicais. FIQUE DE OLHO VOCÊ TAMBÉM FOLHA DE PONTO: Deve ser assinada de forma correta, caso você precise sair mais cedo ou se ausentar em algum período, afinal, mesmo que alguns se esqueçam disso, ainda somos humanos, seu chefe tem autonomia para abonar este período preenchendo o campo observação na frente. (Mais informações confirme na DIRAP) Visite nosso site : Ouça a rádio: FM Universitária - 107,5 Quarta - feira às 7:30 da manhã LIGEIRINHO 3

4 APRESENTAÇÃO DO DEPARTAMENTO JURÍDICO DO SINTET-UFU O Departamento Jurídico do SIN- TET-UFU informa que está à disposição dos trabalhadores para prestar atendimento jurídico, na área de relações de trabalho, dentro da Universidade Federal de Uberlândia; atuando em defesa de direitos individuais e coletivos de sua categoria. O horário e dia de funcionamento é de 9:00 às 17:00 horas, de segunda a sexta. O Departamento conta, hoje, com três profissionais habilitadas para atender ao servidor, sendo: duas DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA INSTRUÇÕES PARA O SERVIDOR QUE RECEBEU PRO- CESSO JUDICIAL, NO ANO DE O SINTET-UFU informa que, o servidor que recebeu Processo Judicial, seja Processo de 3,17% ou 28,86%, ou outro processo através da Justiça Federal, no ano de 2011, deve declarar tal recebimento junto à Receita Federal, em sua Declaração de Imposto de Renda 2011/2012, da seguinte forma: Para fazer a declaração, o servidor deve possuir em mãos, o comprovante de Imposto de Renda e Depósitos Judiciais, emitido pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, entregue no ato de recebimento do processo. Se o servidor recebeu o Processo no Banco do Brasil, a fonte pagadora é o Banco do Brasil, cujo CNPJ é: Já se o servidor recebeu o Processo na Caixa Econômica Federal, a fonte pagadora é a Caixa, cujo CNPJ é: / funcionárias Bacharéis em Direito e uma advogada responsável pelo Setor. Devido ao grande volume de trabalho, cerca de dois mil processos em tramitação, para consulta com a advogada é necessário agendar horário de atendimento; já para informações, sobre andamento de processos, esclarece-se que há atendimento via telefone e pessoalmente, no horário e dias mencionados acima. O servidor deve informar o recebimento do processo, por meio da opção Rendimentos Recebidos Acumuladamente, declarando o valor bruto recebido e, na forma de tributação, deve-se marcar a opção Exclusivamente na Fonte. Deve-se informar, ainda, o valor da alíquota de 3% de Imposto de Renda (Imposto de Renda retido na Fonte) e valor do PSS (Contribuição Previdenciária Oficial), que ficaram retidos no ato de recebimento do processo, junto à instituição bancária. Períodos solicitados, referente aos calendários anteriores: Processo de 3,17%: janeiro de 1995 a maio de 2001, devendo-se considerar o décimo terceiro salário de cada ano. Processo de 28,86%: janeiro de 1993 a julho de 1998, devendo-se considerar o décimo terceiro salário de cada ano. RECIBOS DOS HONORÁ- RIOS DO PROCESSO DE 3,17% O SINTET-UFU informa, ainda, aos servidores que receberam o processo de 3,17% e pagaram os honorários advocatícios ao Escritório Alino e Roberto Advogados, que o recibo encontra-se à disposição, no Departamento Jurídico do Sindicato. PROCESSO COLETIVO DO REAJUSTE SALARIAL DE 3,17% MAIORIA DOS SERVI- DORES RECEBERÃO EM 2012 O SINTET-UFU ajuizou, no mês de março de 2001, um processo coletivo, requerendo o pagamento do retroativo salarial do reajuste de 3,17%, para os servidores sindicalizados e que não possuíam processo individual. O processo foi ganho e o Sindicato já ingressou com ações de execuções para mais de OITOCENTOS SERVIDORES. O trabalho é muito grande, porém, conforme o Departamento de Pessoal da UFU fornece as fichas financeiras dos servidores e o contador efetua o respectivo cálculo, as execuções são ajuizadas. Na maioria das execuções ajuizadas, a UFU tem concordado com o cálculo apresentado. Diante disso, o juiz homologa o cálculo e determina a expedição da ordem de pagamento. Portanto, a maioria dos servidores inclusos neste processo receberão os valores, ainda neste ano. 4 LIGEIRINHO SINTET-UFU (34)

5 MANDADO DE INJUNÇÃO APOSENTADORIA ESPECIAL Como é de conhecimento de todos, a FASUBRA-SINDICAL conseguiu, através de decisão em Mandado de Injunção Coletivo, a concessão de Aposentadoria Especial ou contagem especial de tempo de serviço, em área insalubre, para os servidores. Diante disso, o SINTET-UFU enviou requerimento ao Reitor da UFU, solicitando a aplicação da decisão proferida pelo STF, a qual vem sendo cumprida. Já foram realizadas várias contagens e recontagens de tempo de serviço especial para os servidores, o que propiciou o recebimento de benefícios, como o abono permanência, bem como a revisão de aposentadoria de servidores aposentados. Em relação ao retroativo salarial PROCESSO COLETIVO CONTRA DESCONTO DO PSS No ano de 2000, o SINTET-UFU ajuizou um Processo Coletivo, para os servidores sindicalizados naquela época, requerendo a não incidência do PSS (contribuição previdenciária) sobre um terço de férias, horas extras e adicional noturno. O processo teve decisão final favorável e, desde o mês de outubro de 2010, os servidores beneficiados pela decisão, não estão sofrendo a incidência do PSS (contribuição previdenciária) sobre o adicional noturno e de hora extra; e a partir do mês de janeiro de 2011, não há incidência da vantagem sobre um SINTET-UFU (34) gerado, em virtude das novas contagens de tempo de serviço, por se tratar de pagamentos de exercícios anteriores, aguarda-se a liberação dos valores pelo Governo Federal, para a UFU realizar o pagamento. Em relação aos servidores que sindicalizaram posteriormente à data da decisão judicial (fevereiro de 2010), e que não são beneficiados, o SINTET-UFU enviou requerimento à UFU solicitando o cumprimento da decisão para todos os atuais filiados. Aguarda-se uma resposta da UFU e, no caso de negativa, o Sindicato vai impetrar um Mandado de Segurança Coletivo, junto à Justiça Federal, requerendo o cumprimento da decisão para todos os seus filiados. terço de férias. Quanto ao pagamento do retroativo dos valores, o Sindicato faz questão de esclarecer que, por se tratar de ação de inconstitucionalidade de lei, o retroativo é devido, somente a contar da data da decisão final do processo, ou seja, a partir de 23 de fevereiro de Na data de 08 de fevereiro de 2012, o SINTET-UFU requereu ao juiz da causa, a intimação da UFU, para comprovar nos autos do processo, o pagamento do retroativo aos servidores. INCIDÊNCIA DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A APH O Departamento Jurídico do SIN- TET-UFU está fazendo um estudo sobre a legalidade da incidência da contribuição previdenciária PSS, sobre o pagamento da rubrica do Adicional de Plantão Hospital. Posteriormente, enviará requerimento à UFU sobre tal assunto e, dependendo de sua resposta, será ajuizado Processo Coletivo, perante a Justiça Federal, requerendo a não incidência do PSS sobre a APH. Texto: Departamento Jurídico SINTET-UFU ESTAMOS DE OLHO! Não bastasse ao trabalhador da UFU a intransigência do governo federal em negociar nossa reposição, reajuste salarial e demais benefícios, nos intranquilizar em relação ao nosso futuro quanto às aposentadorias, como já vimos denunciando (vide ligeirinho anterior) diversas chefias e setores da administração da UFU parecem sentir prazer em perseguir e maltratar os trabalhadores. Em diversas reuniões setoriais realizadas, foram muitos problemas encontrados. Vejam a situação a que os trabalhadores estão sendo submetidos: Diretoria da PROGRAD: Várias denúncias de verticalização do poder; perseguição velada aos servidores que aderiram à greve; coação; vigilância exagerada; pressão psicológica; implantação de PONTO disfarçado de sistema de comunicação chamado PANDION (que também monitora os horários de trabalho); mudanças de layouts sem concordância dos trabalhadores que são diretamente atingidos; imposição de estrutura administrativa exigindo a mudança repentina da forma de trabalho e falta de tolerância ao erro que é cometido em função dessa mudança repentina; reforma do espaço físico de tal forma que os servidores ficam presos dentro do prédio, com apenas uma porta de acesso (isso é gravíssimo), que é controlada eletronicamente. Pergunta: em caso de incêndio, por exemplo, com impedimento de acesso a ÚNICA porta, como fica o servidor? Isso para não dizer se acaso esta porta sofrer uma avaria ou for obstruída por qualquer pessoa ou fator físico? Ao que parece, o controle do servidor é prioridade sobre a vida! LIGEIRINHO 5

6 31 de março - 48 ANOS DO GOLPE MILITAR O general Olímpio Mourão Filho( ), chefe da 4ª Região Militar em Minas Gerais, divulga uma proclamação contra João Goulart ( ) e a ameaça comunista que ele representava. Precipitando a marcha de suas tropas em direção ao Rio de Janeiro, recebe a adesão da maioria dos comandos militares. Da conspiração contra Goulart, participaram setores civis, partidos como PSD e UDN e governadores influentes, como Carlos Lacerda ( ), da Guanabara, e Adhemar de Barros ( ), de São Paulo. O governo cai em 48 horas. Em 11 de abril, o Congresso expurgado elege presidente o general Humberto de Castelo Branco ( ). Após a deposição de Goulart, entra em cena uma legislação baseada em atos institucionais. O objetivo é neutralizar lideranças e organizações sociais e políticas da esquerda em geral. Foram quatro atos até a posse do general Costa e Silva ( ), em 1967, quando entra em vigor nova Constituição. O conflito político cresce. Em 1968, começam a pipocar manifestações e greves reprimidas pela polícia. Em setembro, o deputado Márcio Moreira Alves propõe o repúdio popular ao militares e o boicote às comemorações da Semana da Pátria. Os militares pedem licença ao Congresso para processá-lo, mas têm o pedido negado, fornecendo ao regime o pretexto para implementar medidas de exceção. Em 13 de dezembro, o governo anuncia a edição do AI-5, que fecha o Congresso por tempo indeterminado (só voltaria a funcionar em 22 de outubro de 1969) e dá amplos poderes ao chefe do Estado intervir no Legislativo, Estados e municípios, cassar mandatos e suspender direitos, decretar confisco de bens e suspender a garantia dehabeas corpus. Seguem-se prisões em massa de opositores e dezenas de cassações. Nos meses seguintes, Costa e Silva e a Junta Militar que o sucedeu editam outros 12 atos institucionais, 59 atos complementares e 8 emendas constitucionais. Ao assumir o governo, em outubro de 1969, o general Emílio Garrastazu Médici ( ) dispunha de instrumentos que permitiam ao governo usar a força para solucionar conflitos políticos. O país mergulha nos anos de chumbo. Desaparecem em consequência da repressão política 144 pessoas; 240, no mínimo, foram mortas pelo regime; 98 foram mortas pelos grupos de esquerda. O AI-5 só seria revogado em 13 de outubro de Fonte: Folha de São Paulo VITÓRIAS PARA OS SERVIDORES A APOSENTADORIA POR INVALIDEZ VOLTA A SER IN- TEGRAL E COM PARIDADE O Senado aprovou, no dia 20 de março de 2012 a Proposta de Emenda à Constituição Federal, a PEC 05/12, que garante proventos integrais a servidores públicos, aposentados por invalidez, se a aposentadoria for decorrente de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável, na forma da lei. A matéria transitou em regime de urgência na Casa. Agora, será promulgada em uma sessão solene do Congresso Nacional, em data a ser agendada, uma vez que o projeto original veio da Câmara. A PEC 05/2012 assegura ao servidor, que tenha ingressado no serviço público, até 31 de dezembro de 2003, o direito de se aposentar por invalidez, com proventos integrais e com a garantia de paridade. Ela determina que a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, com suas respectivas autarquias e fundações, procedam, no prazo de 180 dias da entrada em vigor da emenda, a revisão das aposentadorias e pensões delas decorrentes, concedidas a partir de 1º de janeiro de Em resumo, esta mudança na Lei garante aos servidores aposentados por invalidez, o direito a ter o valor de aposentadoria equivalente ao salário integral de quando em atividade, e os seus proventos passarão a ser reajustados de acordo com o vencimento dos colegas da ativa. A regra vale para servidores públicos federais que tiverem se aposentado por invalidez a partir de 1º de janeiro de Atualmente a aposentadoria de quem se torna inválido para o trabalho no serviço público é calculada com base no tempo de contribuição, ou seja, o valor do provento é proporcional. Assim que houver a promulgação desta Emenda Constitucional o SIN- TET-UFU enviará requerimento à UFU, solicitando a sua aplicação e a revisão das aposentadorias por invalidez dos servidores, concedidas a partir de janeiro de Texto: Setor Jurídico SINTET-UFU 6 LIGEIRINHO SINTET-UFU (34)

7 Coordenadores do SINTET-UFU presentes no 2 Encontro Regional de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria Convidados compõem a mesa durante o 2 Encontro de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria. Foto: Assessoria de Comunicação do 2 Encontro de Aposentados Nos dias 08, 09 e 10 de março foi realizado, na cidade de Juiz de Fora (MG), O 2 Encontro Regional de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria. Representando o SINTET-UFU estiveram presentes durante o encontro os coordenadores: Carmem Lúcia (Formação e Relações Sindicais); Laura Ferreira e Doralice Marçal (Assuntos de Aposentados) e Eurípedes Firmiano (Assuntos Jurídicos e Relações de Trabalho). Os principais temas discutidos foram: Acessibilidade: um direito de todos; Qualidade de Vida; Criação da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público (FUNPRESP) e as principais mudanças nas Regras da Previdência. Você, aposentado/a sindicalizado ao SINTET-UFU, que tenha qualquer dúvida a respeito das questões acima mencionadas e que fez parte das discussões do 2 Encontro Regional de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria, pode entrar em contato com um de nossos coordenadores que estão sempre à disposição para conversar, trocar ideias e tirar suas dúvidas. APOSENTADOS - Atenção: vem aí a nova identidade digital (crachá) A UFU está confeccionando as novas identidades digitais. Conforme uma luta antiga do SINTET-UFU, agora os aposentados também terão direito a um novo crachá digital que lhes permitirá um acesso livre às dependências da UFU. Os mesmos serão feitos a partir do dia 20 de abril nas dependências da UFU em local a ser definido. Aguardem a convocação a ser feita pela PROREH e, enquanto isso, nossa sugestão é a de que possam providenciar fotos atualizadas. Fiquem atentos! O casal Agostinho e Ivone que participaram do encontro, juntos com Laura Ferreira da Coordenação de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria Público feminino presente em Seminário do Dia Internacional da Mulher Convidadas debatem sobre a história da mulher durante o Seminário Foto: Pérola Novais No Dia Internacional da Mulher, o SINTET-UFU organizou um seminário dedicado especialmente às mulheres. Durante o evento que reuniou SINTET-UFU (34) em sua grande parte um público predominantemente feminino, os participantes, juntamente com as três palestrantes convidadas, tiveram a oportunidade de compartilhar histórias de vidas e de superação. Entre as convidadas para compor a mesa de debates, duas assistentes sociais focaram suas falas na evolução da mulher na história da humanidade, assim como a história da mulher negra dentro da sociedade. Houve uma grande interação entre participantes e palestrantes e, ao final, um delicioso café da tarde foi oferecido aos presentes no evento. Na saída, cada mulher recebeu ainda um lindo botão de rosa. Participantes recebem um botão de rosa ao final do Seminário Foto: Pérola Novais LIGEIRINHO 7

8 SINTET-UFU presente em inauguração do novo campus da UFU em Ituiutaba (Campus do Pontal) ESTAMOS DE OLHO! O coordenador de assuntos jurídicos e relações do trabalho, Abaporang, fala durante a inauguração do campus do Pontal. Crédito: Milton (Dirco - UFU) No último dia 09 de março foi oficialmente inaugurado o Campus do Pontal. O SINTET-UFU esteve presente na mesa de abertura. O coordenador de Assuntos Jurídicos e Relações do Trabalho, Abaporang Paes Leme Alberto, em depoimento aos presentes afirmou que lembro perfeitamente da alegria que vivi no dia 05 de abril de 2007 quando fui empossado junto com os primeiros técnicos que fizeram concurso para Ituiutaba, pois sou do primeiro concurso, primeira posse e consequentemente dos primeiros técnicos que aqui chegaram, sou filho de Ituiutaba e me orgulho de dizer, com muita alegria, EU TRABALHO AQUI. Alberto também lembrou aos presentes que é com muita alegria que o SINTET-UFU estava presente na inauguração, pois historicamente sempre defendemos e participamos da luta pela expansão das Universidades. Defendemos sempre um ensino público, gratuito e de qualidade. Lutamos para que mais cidadãos pudessem ter acesso às universidades federais. É preciso relembrar que quando ainda no governo do ex-presidente Lula houve esse processo de expansão nós estivemos juntos, defendendo a expansão nos Conselhos Universitários, junto a parlamentares, na comunidade, nos debates, ou seja, no espaço físico que se inaugurou, isso quer dizer que o SINTET-UFU possui muitos tijolos assentados. Infelizmente a alegria pela inauguração só não foi maior porque a situação atual dos trabalhadores técnico-administrativos não permite uma alegria completa pela inauguração. Estamos nos sentindo desamparados pelo governo federal. Nossa ultima negociação salarial efetiva, deu-se em 2007, quando houve a recomposição das Tabelas Salariais do Plano de carreira dos Cargos Técnicos Administrativos em Educação PCCTAE -, parcelada por três anos, 2008, 2009 e Reconhecemos que houve a realização de diversos concursos públicos, mas ainda em número insuficiente. O campus do pontal foi inaugurado com laboratórios fechados por falta de técnicos. Esperamos que a solução não seja a contratação de mão de obra terceirizada ou de estagiários. Esperamos, também, que não se crie empresas ditas públicas, para gerir os serviços públicos, sob a égide da eficiência administrativa, como está sendo imposto aos Hospitais Universitários. O Regime Jurídico Único é o regime de trabalho por nós conquistado. Levantaremos continuamente a bandeira concursos públicos já. Servidores do campus do Pontal: Abuso de autoridade, trabalhadores sobrecarregados de atividades e com isso, diversos problemas de saúde agravados. E o atendimento da UNIMED, onde está? E os recursos destinados a capacitação, a qualificação de Tecnicos Administrativos (TA s), para não dizer das FG s não distribuídas. E o sumiço de 25 TA s que tem como consequencia laboratórios fechados e o mal funcionamento da biblioteca. Hospital Universitário: (Nosso sempre recordista) Muitas denúncias de demonstração vertical do poder, falta de comunicação e transparência das chefias, e as chefias justificam que a ordem vem engessada da diretoria e não se pode dialogar e sim apenas cumprir determinações que as vezes são contrárias as próprias publicações. E ainda querem que acreditemos nisso. Estamos também buscando respostas para a seguinte pergunta: Os médicos receberam atenção diferenciada em negociação com alegação que eles ganham mal, mas os demais trabalhadores ganham bem? FIQUE DE OLHO VOCÊ TAMBÉM FÉRIAS: Só assine as férias se realmente for gozar das mesmas, não cometa o erro de fazer acordo de gaveta, assinar as férias hoje para gozar depois, isso pode trazer graves problemas a sua carreira (isso tem acontecido). 8 LIGEIRINHO SINTET-UFU (34)

Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU)

Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU) LIGEIRINHO Gestão 2014/2016 TRABALHADOR, JUNTOS SOMOS FORTES! Edição nº 475 Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia

Leia mais

LIGEIRINHO. Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU)

LIGEIRINHO. Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU) BRASIL Sindical LIGEIRINHO Gestão 2014/2016 TRABALHADOR, JUNTOS SOMOS FORTES! Edição nº 462 CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS

TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS TIPOS E REGRAS DE APOSENTADORIAS O SINTFUB entende que o servidor que está para aposentar tem de ter esclarecimento sobre os tipos e regras para aposentadorias hoje vigentes antes de requerer esse direito.

Leia mais

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz - Jornalista, analista político e diretor de Documentação do Diap Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas

Leia mais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais Carlos Alberto Pereira de Castro Curitiba, junho de 2008 Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores públicos passou a ser relevante com as reformas

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

Brasília, 29 de janeiro de 2014 NOTA JURÍDICA. Assunto: Aposentadoria Especial. Abono de permanência. Orientações Normativas n. 15 e n. 16 do MPOG.

Brasília, 29 de janeiro de 2014 NOTA JURÍDICA. Assunto: Aposentadoria Especial. Abono de permanência. Orientações Normativas n. 15 e n. 16 do MPOG. Brasília, 29 de janeiro de 2014 NOTA JURÍDICA Assunto: Aposentadoria Especial. Abono de permanência. Orientações Normativas n. 15 e n. 16 do MPOG. Com o objetivo de assessorar juridicamente a ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Reforma da Previdência em perguntas e respostas

Reforma da Previdência em perguntas e respostas Reforma da Previdência em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas a respeito da reforma da Previdência (Emenda à Constituição nº 41, de 2003 e

Leia mais

LIGEIRINHO. Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU)

LIGEIRINHO. Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições Federais de Ensino Superior de Uberlândia (SINTET-UFU) BRASIL Sindical LIGEIRINHO Gestão 2014/2016 TRABALHADOR, JUNTOS SOMOS FORTES! Edição nº 464 CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES Informativo do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Capítulo. A ditadura militar no Brasil

Capítulo. A ditadura militar no Brasil Capítulo A ditadura militar no Brasil ARQUIVO/O GLOBO 1 Do golpe militar ao AI-5 O golpe militar de 1964 João Goulart é derrubado pelos militares, em 31 de março de 1964, por meio de um golpe, apoiado

Leia mais

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão.

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 37º FONAI Maceió-AL Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 26 a 30/11/2012 Oficina Técnica Regras de Aposentadoria no Setor Público Pessoal Civil Cleison Faé Aposentadoria no Setor Público

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES.

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. Fortalecendo o Futuro! PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. ======================== Informações aos Segurados. ======================== 1 Apresentação Este manual foi elaborado

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações

Senado Federal Subsecretaria de Informações Senado Federal Subsecretaria de Informações Data 19/12/2003 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41 Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do 3º do art. 142 da

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais A Aposentadoria dos Agentes Públicos P depois das Emendas Constitucionais Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho Mestre em Direito Previdenciário rio Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores

Leia mais

I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007

I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007 I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007 8:00 Entrega de credenciais 8:30 Sessão Solene de Abertura 9:00 Conferência: Terceirização trabalhista e subordinação

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 Santa Maria Belo

Leia mais

Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015. Conjuntura. Conjuntura Nacional e Internacional

Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015. Conjuntura. Conjuntura Nacional e Internacional Plano de lutas do XXIII CONSINTET-UFU 2015 Conjuntura Que o SINTET-UFU e a FASUBRA inclua no seu calendário anual atividade esportiva para a sua categoria e Base. Que o SINTET-UFU garanta em seus fóruns

Leia mais

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior.

4. Intensificar as visitas e reuniões com os colegas das unidades descentralizadas, nas capitais e no interior. APRESENTAÇÃO A chapa Experiência e trabalho: a luta continua" tem como marca principal a soma. Policiais e dirigentes sindicais experientes juntam esforços com os colegas mais novos, para trabalhar por

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO DA FESSP/MT

BOLETIM INFORMATIVO DA FESSP/MT BOLETIM INFORMATIVO DA FESSP/MT Ano 2015 abril/maio edição 1 INAUGURAÇÃO DO COMPER CPA E INÍCIO DAS OBRAS DA NOVA SEDE No dia 25 de fevereiro de 2015 foi inaugurada o supermercado COMPER no terreno da

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL

APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL APOSENTADORIA ESPECIAL DO POLICIAL CIVIL José Heitor dos Santos Promotor de Justiça/SP Silvio Carlos Alves dos Santos Advogado/SP A Lei Complementar Paulista nº. 1.062/08, que disciplina a aposentadoria

Leia mais

GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS

GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS GUIA DA APOSENTADORIA DO SERVIDOR MUNICIPAL FILIADO AO INSS Guia da Aposentadoria do Servidor Público: 1. A Aposentadoria do Servidor Público...03 2. Regras do INSS para concessão de aposentadoria...08

Leia mais

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO Simulador de aposentadoria do Servidor Público? A Controladoria-Geral da União (CGU) disponibiliza, em seu site (http://www.cgu.gov.br/simulador/index.asp), um simulador

Leia mais

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015.

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG SINDICATO, REALIZADA EM 05/08/2015. ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DA ADUFG, REALIZADA EM 05/08/2015. Aos dias oito do mês de agosto de dois mil e quinze, no Centro de Cultura e Eventos Prof. Ricardo Freua Bufaiçal, localizado no Campus Samambaia,

Leia mais

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP

Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento do DAP LEGISLAÇÃO DE PESSOAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais Lei nº. 8.112/90 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS

REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS REGRAS DE APOSENTADORIA DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - RPPS INTRODUÇÃO Como o objetivo de facilitar o entendimento da matéria relacionada à reforma previdenciária, teceremos alguns comentários

Leia mais

O regime complementar do servidor público

O regime complementar do servidor público O regime complementar do servidor público Leandro Madureira* RESUMO: O servidor que ingressou ou venha a ingressar no serviço publico a partir de 4 de fevereiro de 2013 tem a aposentadoria limitada ao

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS

REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS João Dado Deputado Federal Solidariedade/SP Julho - 2014 Até Junho/98 EC-19/98 Jun EC-20/98 - Dez EC-41/03 EC-47/05 Lei 12.618/12 Estabilidade no Emprego Irredutibilidade Salarial

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE

CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE CONHEÇA MELHOR SEU CONTRACHEQUE DIPES/PROGP 2013 Para esclarecer dúvidas sobre seu pagamento, procure imediatamente sua unidade pagadora. COMPROVANTE DE RENDIMENTOS - FOLHA NORMAL FUND. UNIVERSIDADE DE

Leia mais

Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF

Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF Número e descrição do tema no STF Paradigma Relator 246 - Responsabilidade subsidiária da Administração Pública por encargos

Leia mais

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Comissão: Ana Maria Coelho Laurenti Elisângela Rodrigues Carrijo José Francisco Gregoracci Marco Antonio Zanni Maria Helena Pereira Rosalini Prof. Dr Mauro Rocha Côrtes

Leia mais

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO ALTERAÇÕES NORMATIVAS DECORRENTES DE REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS IMPLEMENTADAS OU PROPOSTAS, CLASSIFICADAS POR ASSUNTO, A PARTIR DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20/98 - QUADRO COMPARATIVO - MAGNO ANTÔNIO CORREIA

Leia mais

CARTA DE SANTA MARIA

CARTA DE SANTA MARIA CARTA DE SANTA MARIA ANDES-SN: Sindicato de luta, ampliando a organização da categoria e a unidade classista dos trabalhadores. Sob a égide desse tema, realizou-se o 58º CONAD do ANDES SINDICATO NACIONAL,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEAP Nº 5, DE 28 DE ABRIL DE 1999 Estabelece orientação aos órgãos setoriais e seccionais do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - SIPEC quanto aos procedimentos operacionais

Leia mais

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER

PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER PLANO DE AÇÕES SINDICAIS 2012 anexo ata de 03 de fevereiro de 2012 DEMANDA AÇÃO QUANDO FAZER COMO FAZER 1.1-Reunião com a diretoria 1.1.1 03/02 ( sexta feira ) 17h 1.1.1.1 Convocar membros da diretoria

Leia mais

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Página 01 Paranaguá Previdência Lei Complementar do Município Nº 53/2006 Página 02 PREZADO SEGURADO Com início das atividades

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Regulamenta o inciso II do 4º do art. 40 da Constituição, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial a servidores públicos que exerçam atividade de risco. O CONGRESSO

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 330, DE 2006 (Apensos: PLP nº 554, de 2010, e PLP nº 80, de 2011) Dispõe sobre a aposentadoria do servidor público

Leia mais

VOTO EM SEPARADO DA DEPUTADA ANDRÉIA ZITO

VOTO EM SEPARADO DA DEPUTADA ANDRÉIA ZITO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 6.708, DE 2009. Acrescenta Capítulo III-A ao Título V da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei nº

Leia mais

Informações sobre Aposentadoria

Informações sobre Aposentadoria MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral do Serviço Exterior Departamento do Serviço Exterior Informações sobre Aposentadoria Departamento do Serviço Exterior Divisão de Pagamentos Esplanada

Leia mais

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém Superintendente: Luciano Moura dos Santos Diretor Adm. Financeiro: Olavo Lopes Perez Diretor de Benefícios: Karine Vecci Rua

Leia mais

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008

NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR. novembro de 2008 NO SEU TEMPO CRITÉRIOS E REGRAS PARA SE APOSENTAR O sistema de previdência dos servidores públicos após as emendas constitucionais nº 20/1998, 41/2003 e 47/2007 novembro de 2008 Crescendo a cada luta.

Leia mais

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS A REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS A REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento dos Regimes de Previdência no Serviço Público Coordenação-Geral de Normatização e Acompanhamento Legal REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA

Leia mais

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO SALVADOR-BA, 17 DE JULHO DE 2004 PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO RPPS INSTITUÍDOS NO BRASIL Possibilidade

Leia mais

Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária

Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária Edital de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária De acordo com o Estatuto do ASMETRO-SN ficam os sindicalizados, convocados a participar da Assembleia Geral Extraordinária do Sindicato. Data: 30

Leia mais

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1- DEFINIÇÃO APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 1.1 Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos calculados de acordo com a média aritmética das maiores remunerações,

Leia mais

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1 Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais Alda Maria Santarosa 1 Resumo Nos últimos 25 anos, desde a promulgação da Constituição Federal do Brasil, em 1988, nota-se

Leia mais

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF RELATÓRIO DO IV ENCONTRO JURÍDICO DO SINASEFE Data: 11 e 12 de junho de 2010 Local: Hotel San Marco - Brasília/DF SEXTA-FEIRA 11 de junho 09h00 Abertura 09h15 - Apresentação dos participantes 09h30 Aprovação

Leia mais

Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013

Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013 Informe Especial Nº 13 Janeiro de 2013 Jurídico em ação Luta judicial do Sindicato Acompanhe nesta edição a situação das ações desde 2010 Sem abrir mão da luta por meio da mobilização sindical e mantendo

Leia mais

BRUNO PENA & ADVOGADOS ASSOCIADOS S/S

BRUNO PENA & ADVOGADOS ASSOCIADOS S/S PARECER Interessado: Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás - SINPOL. SERVIDOR PÚBLICO. INGRESSO EM 2004. APOSENTADORIA. PARIDADE. INTEGRALIDADE DE PROVENTOS. RELATÓRIO Trata-se de consulta feita

Leia mais

REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL

REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL REUNIÃO DO FÓRUM DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS DATA: 28/06/2015 LOCAL: BRASÍLIA IMPERIAL HOTEL PAUTA: (1) INFORME; (2) AVALIAÇÃO DA CONJUNTURA RECENTE; (3) ENCAMINHAMENTOS. Fórum das Entidades Nacionais

Leia mais

FAQ. Participante Ativo Alternativo

FAQ. Participante Ativo Alternativo FAQ Participante Ativo Alternativo O que mudou na Previdência do Servidor Público Federal? A previdência do servidor público passou por mudanças nos últimos anos a partir da emenda 41, da Constituição

Leia mais

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA CICLO 2012 TEXTO X A Previdência Social do Servidor Público Valéria Porto Ciclos de Debates - Direito e Gestão Pública A Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

RELATÓRIO DAS AÇÕES ANPAF

RELATÓRIO DAS AÇÕES ANPAF RELATÓRIO DAS AÇÕES ANPAF Mandado de Segurança Objeto: evitar descontos dos dias não trabalhados em razão de greve Processo nº: MS 2006.34.00.016937-4 Impetrante: ANPAF, ANAJUR E ANAUNI Impetrado: Procurador-Geral

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. Dispõe sobre a organização sindical no setor público, afastamento de dirigentes sindicais, negociação coletiva, aplicação do direito de greve e sobre o custeio da organização

Leia mais

Aposentadoria. Especial

Aposentadoria. Especial MANDADO DE INJUNÇÃO Nº. 880 Aposentadoria Especial Em 21 respostas, o que você precisa saber após a decisão do STF que assegura contagem especial de tempo de serviço e aposentadoria especial para servidores

Leia mais

Diretriz 5: A função das entidades de grau superior é de coordenar os interesses das suas filiadas.

Diretriz 5: A função das entidades de grau superior é de coordenar os interesses das suas filiadas. DIRETRIZES NORMATIVAS ELABORADAS PELO GRUPO DE TRABALHO DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SOBRE ORGANIZAÇÃO SINDICAL, NEGOCIAÇÃO COLETIVA, APLICAÇÃO DO DIREITO DE GREVE, CUSTEIO E LIBERAÇÃO DE DIRIGENTE

Leia mais

Boletim 05/2014. Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014

Boletim 05/2014. Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014 Boletim 05/2014 Assembleia do SINASEFE realizada no dia 28/11/2014 A gestão 2013/2015 do SINASEFE Seção Local de Muzambinho, realizou no ultimo dia 28 de Novembro de 2014 (sexta-feira), às 10 horas no

Leia mais

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014

LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 LEI Nº 10.753, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 Concede reajustes remuneratórios aos servidores e empregados públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo e dá outras providências. O Povo do

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS Palestra Tema: Formalização de Processo Administrativo na Gestão de Pessoas Aposentadoria é a contraprestação assistencial por serviços prestados, nos termos da

Leia mais

PLANO DE AÇÃO SINDICAL

PLANO DE AÇÃO SINDICAL PLANO DE LUTAS 1. Plano de carreira - Continua em pauta, reiniciar a discussão como TJ. ISONOMIA; 2. URV das pensionistas - Continua em pauta, TJ não aceita responsabilidade, ajuizamos ação; 3. Reajustes

Leia mais

PORTARIAS DA REITORIA - 2015

PORTARIAS DA REITORIA - 2015 PORTARIAS DA REITORIA - 2015 PORTARIA R Nº 195, de 27/02/2015 Determinar a interrupção das férias, de 2015, programadas para o período de 24/02/2015 à 24/02/2015, relativo a primeira parcela, do(a) servidor(a)

Leia mais

1ª REGRA APOSENTADORIA POR IDADE E TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

1ª REGRA APOSENTADORIA POR IDADE E TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO 5.1.1.Aposentadoria As informações aqui explicitam de forma objetiva os benefícios previdenciários dos RPPS Regimes Próprios de Previdência Social, em especial os do IPMB Instituto de Previdência do Município

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam.

Leia mais

Brasília (DF), 6 de julho de 2005.

Brasília (DF), 6 de julho de 2005. Brasília (DF), 6 de julho de 2005. Ilmo. Sr. Prof. LUIZ HENRIQUE SCHUCH, DD. Diretor Encarregado do Jurídico do SINDICATO NACIONAL DOS DOCENTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR ANDES Sindicato Nacional.

Leia mais

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS AO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI - IPREM -

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS AO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI - IPREM - REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS AO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE CAPIVARI - IPREM - Resumos Esquematizados dos Critérios de Concessão, Cálculo e Reajustamento

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009 As Reformas da Previdência Social IV encontro do FUNSEMA Seminário de Previdência da Região Metropolitana Emenda Constitucional 47/05 Outubro/2009 Daisson Portanova ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

Relatório da Plenária Nacional Setorial dos Servidores Civis dos Órgãos Militares - DOMC

Relatório da Plenária Nacional Setorial dos Servidores Civis dos Órgãos Militares - DOMC Relatório da Plenária Nacional Setorial dos Servidores Civis dos Órgãos Militares - DOMC Data: 24 e 25 de Fevereiro de 2007. Local: Auditório Luiz Fernando A. Campis (sede da CONDSEF) Estados Presentes:

Leia mais

- Estudo técnico - Art. 67...

- Estudo técnico - Art. 67... Aposentadoria especial para diretores, coordenadores e assessores pedagógicos - Estudo técnico - A Lei nº 11.301, de 10 de maio de 2006, publicada no Diário 0ficial da União de 11 de maio do mesmo ano,

Leia mais

ETEC JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA

ETEC JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA MANUAL DE INTEGRAÇÃO ENDEREÇO Escola Técnica Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira Rua Guarani, 735 - Bairro Conceição Cidade Diadema - SP CEP:09991-060 Telefone:4044-6431 Fax: 4056-1302 Site: EQUIPE

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

ATA DA 105ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE) DA ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA A D C E F E T - R J ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA SEÇÃO SINDICAL DA A N D E S - SINDICATO NACIONAL Av. Maracanã 229 - Rio de Janeiro - RJ - CEP

Leia mais

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ APOSENTADORIA ESPECIAL APOSENTADORIA DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA. São Bernardo do Campo, setembro de 2013

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ APOSENTADORIA ESPECIAL APOSENTADORIA DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA. São Bernardo do Campo, setembro de 2013 APOSENTADORIA POR INVALIDEZ APOSENTADORIA ESPECIAL APOSENTADORIA DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA São Bernardo do Campo, setembro de 2013 As regras constitucionais sobre aposentadoria por invalidez EC 41/2003:

Leia mais

Sindicato dos Executores de Metrologia do Estado de São Paulo. GAZETA SIEMESP Junho 2015

Sindicato dos Executores de Metrologia do Estado de São Paulo. GAZETA SIEMESP Junho 2015 Sindicato dos Executores de Metrologia do Estado de São Paulo GAZETA SIEMESP Junho 2015 SIEMESP Sindicato dos Executores de Metrologia do Estado de São Paulo CNPJ: 50.680.719/0001-99 Fundado em 09.02.90

Leia mais

PDE não é discutido com Servidores da Educação

PDE não é discutido com Servidores da Educação EDITORIAL PDE não é discutido com Servidores da Educação O Governo lançou seu novo Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) com muito alarde na mídia, falando sobre os milhões que vai gastar para a melhoria

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio

A data base dos Servidores da Prefeitura Municipal de Sapezal será sempre em 1º de maio S.I.M.S SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS SAPEZAL/MT PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL -20013 INTRODUÇÃO O Sindicato dos Servidores Municipais de Sapezal-SIMS/MT,

Leia mais

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP

E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP APOSENTADORIAS E PENSÕES Seminário Nacional Preparação para Aposentadoria - ANFIP Valéria Porto Diretora do Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Brasília, 26 de outubro de 2010 Regras de Aposentadorias

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS O SISTEMA APÓS AS EMENDAS CONSTITUCIONAIS Nº 20/1998, 41/2003 E 47/2005 SINASEFE 27.2.2013 O SISTEMA DE PREVIDÊNCIA SOCIAL BRASILEIRO Regime Geral de Previdência Social

Leia mais

Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho

Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho Diagnóstico Qualitativo e Propostas para o Regime Previdenciário dos Servidores Públicos por Gilberto Guerzoni Filho 1. REGIME PREVIDENCIÁRIO OU ADMINISTRATIVO O principal problema do regime previdenciário

Leia mais

Criação da Associação

Criação da Associação Primeira Edição 02/08/2013 ASPREVIC ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA PREVIC BOLETIM INFORMATIVO Nesta edição: Associe-se 2 Prestação de Contas 2 CNPJ 3 Desconto em Folha 3 Festa de final de ano 3 Site em Construção

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº 06/2013 DO CONSELHO DIRETOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Institui o Programa de Apoio à Qualificação (QUALI-UFU) mediante o custeio de ações de qualificação para os servidores efetivos: docentes

Leia mais

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e administrativa, e nos órgãos suplementares da administração

Leia mais

Regras de aposentadoria dos servidores públicos.

Regras de aposentadoria dos servidores públicos. Regras de aposentadoria dos servidores públicos. HOMEM QUADRO NORMAL INGRESSO NO SERVIÇO PÚBLICO ANTERIOR À 15/12/1998 Regras vigentes até 15/12/1998 Aposentadoria integral por tempo de serviço Comprovar

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br A isenção da contribuição previdenciária dos servidores públicos (abono de permanência) Luís Carlos Lomba Júnior* O presente estudo tem como objetivo traçar breves considerações

Leia mais

CARTILHA DO SUBSÍDIO

CARTILHA DO SUBSÍDIO CARTILHA DO SUBSÍDIO Cléa da Rosa Pinheiro Vera Mirna Schmorantz A Direção do SINAL atenta às questões que dizem com a possibilidade de alteração da estrutura remuneratória das carreiras de Especialista

Leia mais

A REGULAMENTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA DOS S ERVIDORES: PROBLEMAS E ALTERNATIVAS. Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho 2007

A REGULAMENTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA DOS S ERVIDORES: PROBLEMAS E ALTERNATIVAS. Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho 2007 A REGULAMENTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA DOS S ERVIDORES: PROBLEMAS E ALTERNATIVAS Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho 2007 Tópicos Problemas do regime antigo e da Previdência em geral O sistema vigente

Leia mais

PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA

PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA PARECER SOBRE O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NA BAHIA I. Intróito Na qualidade de Professor de Servidor Público da UESB e de advogado da ADUSB, nos fora solicitado pela Diretoria desta entidade sindical

Leia mais