HISTÓRIA DA FILOSOFIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HISTÓRIA DA FILOSOFIA"

Transcrição

1 HISTÓRIA DA FILOSOFIA

2 Períodos da história da filosofia Antiga Patrística Escolástica Renascimento Moderna Iluminismo Contemporânea

3 Filosofia grega

4

5 Períodos da filosofia grega Cosmológico Antropológico Sistemático Helenístico

6 Cosmólogos

7 Períodos da filosofia grega Cosmológico Origem, ordem e transformação da natureza Absurdo da criação ex nihilo O real é imperceptível aos sentidos, mas perceptível ao espírito A physis como substrato e princípio de transformação A physis imperecível gera os seres perecíveis e mutáveis: devir

8 Jônicos Tales, de Mileto (585) Matéria prima: água Anaximandro, de Mileto (545) Matéria prima: apeiron Anaxímenes, de Mileto (525) Matéria prima: ar (pneuma)

9 Jônicos Xenófanes, de Colofão (580) Monoteismo abstrato; Predicados da matéria e faculdades anímicas Heráclito, de Éfeso (580) Fluxo; Fogo; Conflito; Logos

10 Pitagóricos Pitágoras, de Samos (500) Todas as coisas são números

11 Eleatas Parmênides, de Eléia (c. 500) Monismo radical Zenão, de Eléia (c. 464) Aporias Empédocles, de Agrigento (430) Inf. Pitagórica e órfica; 4 elementos; amor e ódio Anaxágoras, de Clazomena (428) Nous Dualidade mat/esp. Dif. qualitativa

12 Atomistas Leucipo, de Abdera (c. 450) Demócrito, de Abdera (c. 300) Mecanicismo Átomos Dif. quantitativa

13 Antropólogos

14 Períodos da filosofia grega Cosmológico Origem, ordem e transformação da natureza Absurdo da criação ex nihilo O real é imperceptível aos sentidos, mas perceptível ao espírito A physis como substrato e princípio de transformação A physis imperecível gera os seres perecíveis e mutáveis: devir Antropológico O verdadeiro sentido de aretê A nova paideia Busca das essências Separação entre conceito e opinião Temas: questões morais e políticas Método: reflexão, racionalidade Critérios de legitimação Episteme e doxa: o mito da caverna

15 Sofistas Protágoras, de Abdera ( ) Górgias, de Leontinos ( )

16 Filósofos clássicos Sócrates a. C. Platão a. C. Aristóteles a. C.

17 Filósofos clássicos Cínicos Antístenes, de Atenas ( ) Diógenes, de Sinope ( )

18 Períodos da filosofia grega Cosmológico Origem, ordem e transformação da natureza Absurdo da criação ex nihilo O real é imperceptível aos sentidos, mas perceptível ao espírito A physis como substrato e princípio de transformação A physis imperecível gera os seres perecíveis e mutáveis: devir Antropológico O verdadeiro sentido de aretê A nova paideia Busca das essências Separação entre conceito e opinião Temas: questões morais e políticas Método: reflexão, racionalidade Critérios de legitimação Episteme e doxa: o mito da caverna

19 Período sistemático

20 Períodos da filosofia grega Sistemático Filosofia como conhecimento total Ordenação do saber; objeto e método na episteme Leis gerais do pensamento: lógica Saberes epistêmicos Produtivos Práticos ética e política Teoréticos O devir natural A natureza imutável Conhecimento do ser Teologia

21 Período helenístico

22 Megalexandros

23 Mundo helenístico

24 Períodos da filosofia grega Sistemático Helenístico Filosofia como conhecimento total Ordenação do saber; objeto e método na episteme Leis gerais do pensamento: lógica Saberes epistêmicos Doutrinas totalizantes Temas: ética, física, teologia e religião Escolas Estoicismo Epicurismo Ceticismo Neoplatonismo Produtivos Práticos ética e política Teoréticos O devir natural A natureza imutável Conhecimento do ser Teologia

25 O mundo neoplatônico

26 O Uno ou o Bem Emanações Ser O mundo das formas ou idéias Inteligência Alma do Mundo O mundo sensível

27 O mundo dos estoicos

28 Providência Razão universal Ação moral O mundo (sensível)

29 Períodos da história da filosofia Antiga Patrística (Filosofia greco-romana) (Questões religiosas; origem do mal; razão x fé) Escolástica Renascimento Moderna Iluminismo Contemporânea

30 Filosofia patrística

31 Arius de Alexandria Atanásio de Alexandria

32 Ambrósio de Milão Agostinho de Hipona

33 O Uno ou o Bem DEUS UNO DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS Ser PAI O mundo das formas ou idéias SS TRINDADE FILHO Alma do Mundo Emanações Inteligência ESPÍRITO SANTO O mundo sensível

34 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS Mundo sensível

35 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS Mundo sensível

36 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS Mundo sensível

37 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS Mundo sensível

38 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS/DEMÔNIO Mundo sensível

39 DEUS DEUS UNO EM TRÊS PESSOAS PAI ESPÍRITO SANTO Providência divina FILHO Concurso ordinário Concurso extraordinário ANJOS/DEMÔNIO Mundo sensível

40 Filosofia escolástica

41 Períodos da história da filosofia Antiga Patrística Escolástica (Filosofia greco-romana) (Questões religiosas; origem do mal; razão x fé) Temas: os da patrística + infinito x finito; hierarquia; Universais Método: disputatio; princípio da autoridade Renascimento Moderna Iluminismo Contemporânea

42 Anselm of Canterbury Pedro Abelardo Bernard de Clairvaux

43 Albertus Magnus 1193? Tomaz de Aquino OP

44 Fundador da escola franciscana de Oxford Método da resolução e composição, base da ciência experimental. Robert Grosseteste Método científico, constituído de observação, hipótese, experimentação e verificação independente Roger Bacon

45 Boaventura de Bagnoregio John Duns Scotus

46 Princípio da simplicidade (navalha de Ockham) William of Ockham

47 Jean Buridan Nicolas de Oresme

48 Filosofia moderna

49 Períodos da história da filosofia Antiga (Filosofia greco-romana) Patrística Escolástica Renascimento Moderna (Questões religiosas; origem do mal; razão x fé) Temas: os da patrística + infinito x finito; hierarquia; Universais Método: disputatio; princípio da autoridade Platão redescoberto, neoplatonismo, hermetismo: magia natural Liberdade política x império e papado Humanista: homem artífice do seu destino Sujeito do conhecimento Conhecimento como representação intelectual racional Surgimento da ciência Iluminismo Contemporânea

50 Visão cognitiva Capacidade de conhecer Razão Visão estratégica Adequação dos meios aos fins.

51 Inatismo Empirismo

52 Razão pura Formas a priori da sensibilidade Espaço e tempo Formas a priori do entendimento Qualidade, quantidade, causalidade, finalidade, verdade, falsidade, universalidade, particularidade. Razão prática Categorias Imperativos hipotéticos Se queres... então faz... RAZÃO CONHECIMENTO EXPERIÊNCIA Imperativo categórico Age segundo a máxima que, por tua vontade, Se tornasse uma lei da natureza

53 Períodos da história da filosofia Antiga (Filosofia greco-romana) Patrística Escolástica Renascimento Moderna Iluminismo Contemporânea (Questões religiosas; origem do mal; razão x fé) Temas: os da patrística + infinito x finito; hierarquia; Universais Método: disputatio; princípio da autoridade Platão redescoberto, neoplatonismo, hermetismo: magia natural Liberdade política x império e papado Humanista: homem artífice do seu destino Sujeito do conhecimento Conhecimento como representação intelectual racional Surgimento da ciência Razão fonte de liberdade e felicicidade social e política Razão fonte de evolução e progresso Aprimoramento da razão e progresso das civilizações Natureza e civilização

54 Razão objetiva A história é a razão

55

56 Razão fenomenológica doadora de sentido Edmund Husserl

57 Escola de Frankfurt Adorno Benjamin Jürgen Habermas Razão instrumental x razão crítica

58 Progresso e historicidade Cientismo e desenvolvimento tecnológico Razão instrumental x razão crítica Utopias revolucionárias Pluralidade cultural Ideologia Finitude

O Surgimento da filosofia

O Surgimento da filosofia O Surgimento da filosofia Prof. Victor Creti Bruzadelli Prof. Deivid O surgimento da filosofia Conceitos de Mito: O mito conta uma história sagrada; ele relata um acontecimento ocorrido no tempo primordial,

Leia mais

marcelo@sombraealegria.com.br Aula 03 Filosofia 3 Colegial

marcelo@sombraealegria.com.br Aula 03 Filosofia 3 Colegial Aula 03 Filosofia 3 Colegial Os Primeiros Filósofos Busca por uma explicação racional do mundo Filósofos Físicos Explicação na própria natureza Substância básica que formariam todas as coisas: Arkhé A

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

Vamos compreender a História na linha do tempo...

Vamos compreender a História na linha do tempo... Vamos compreender a História na linha do tempo... Idade Idade Idade Idade Antiga Média Moderna Contemp L i n h a d o T e m p o 1. Antes da Idade Antiga, a Pré-História: antes dos registros escritos. 2.

Leia mais

FILOSOFIA. a) Tales de Mileto; b) Anaximandro de Mileto; c) Pitágoras de Samos; d) Anaxímenes de Mileto; e) Zenão de Eléia

FILOSOFIA. a) Tales de Mileto; b) Anaximandro de Mileto; c) Pitágoras de Samos; d) Anaxímenes de Mileto; e) Zenão de Eléia FILOSOFIA 01 - Nem a água nem algum dos elementos, mas alguma substancia diferente, ilimitada e dela, nascem os céus e os mundos neles contidos. In Fundamentos da Filosofia. O texto acima se refere à busca

Leia mais

162 vídeos de Filosofia e Teologia - ContraImpugnantes http://contraimpugnantes.blogspot.com.br/

162 vídeos de Filosofia e Teologia - ContraImpugnantes http://contraimpugnantes.blogspot.com.br/ 162 vídeos de Filosofia e Teologia - ContraImpugnantes http://contraimpugnantes.blogspot.com.br/ (dica importante: use o programa VDownloader para baixar os vídeos abaixo listados!) MAIS RECENTES: A Candeia

Leia mais

Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles. Profa. Ms. Luciana Codognoto

Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles. Profa. Ms. Luciana Codognoto Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles Profa. Ms. Luciana Codognoto Períodos da Filosofia Grega 1- Período pré-socrático: (VII e VI a.c): início do processo de desligamento entre

Leia mais

Pré-socráticos - Questões de Vestibulares - Gabarito

Pré-socráticos - Questões de Vestibulares - Gabarito Pré-socráticos - Questões de Vestibulares - Gabarito 1. (Uncisal 2012) O período pré-socrático é o ponto inicial das reflexões filosóficas. Suas discussões se prendem a Cosmologia, sendo a determinação

Leia mais

Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera. Pércio Augusto Mardini Farias

Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera. Pércio Augusto Mardini Farias Pércio Augusto Mardini Farias Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 2.5 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/

Leia mais

Processo de compreensão da realidade. Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano

Processo de compreensão da realidade. Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano Processo de compreensão da realidade Não é lenda Verdade Explicação do misterioso Expressão fundamental do viver humano Homero Ilíada Hesíodo Teogonia Odisseia A invenção da escrita Nova idade mental Surgimento

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus VII - Unidade Timóteo - Engenharia da Computação. Filosofia Antiga

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus VII - Unidade Timóteo - Engenharia da Computação. Filosofia Antiga Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Campus VII - Unidade Timóteo - Engenharia da Computação Filosofia Antiga Leandro de Oliveira Pinto; Gabriela Campos Gama. Orientador: Prof. RIVALDO

Leia mais

Os períodos da Filosofia grega.

Os períodos da Filosofia grega. Os períodos da Filosofia grega. Marilena Chauí A Filosofia terá, no correr dos séculos, um conjunto de preocupações, indagações e interesses que lhe vieram de seu nascimento na Grécia. Assim, antes de

Leia mais

Filosofia Clássica Sócrates: A mosca da madeira; O moral; A maiêutica; A dialética; A negação socrática do conhecimento; O julgamento Filosofia Clássica Platão: O mito da caverna; A república (teoria do

Leia mais

15/03/2016. História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira

15/03/2016. História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira Pré-socráticos História da Filosofia Antiga: Aula 2 Prof. Rafael de Lima Oliveira 1 Os primeiros filósofos: os pré-socráticos Séculos VII-VI a.c.; Restam apenas fragmentos de suas obras e comentários doxográficos;

Leia mais

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução 1 4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval Introdução O último período da Filosofia Grega é o Helenístico (Sec. III a.c.-vi d.c.). É um período

Leia mais

História da Filosofia: Uma Síntese, por Sérgio Biagi Gregório

História da Filosofia: Uma Síntese, por Sérgio Biagi Gregório História da Filosofia: Uma Síntese, por Sérgio Biagi Gregório 1. INTRODUÇÃO O objetivo deste trabalho é sintetizar a história da filosofia, salientando os aspectos relevantes em cada um de seus períodos:

Leia mais

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão.

dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. dóxa e epistéme. sensível e inteligível. fé e razaão. Senso comum... aranha caranguejeira ou aranha-marrom? Epistemologia Moderna e Contemporânea EPISTEMOLOGIA investiga o conhecimento. limites. possibilidades.

Leia mais

HISTÓRIA DO PENSAMENTO

HISTÓRIA DO PENSAMENTO Unidade I HISTÓRIA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO Prof. Me. Jefferson Peixoto Objetivos da disciplina Entender o conhecimento filosófico compreendendo sua história, seus principais conceitos e possibilidades

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito)

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito) TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SOCIOLOGIA - 1 ANO 2014 (manuscrito) 1- EXPLIQUE o que argumenta a Teoria do Conflito Social. 2- Em que consiste as teses defendidas pelo interacionismo simbólico? 3- O que

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina FIS91 Evolução dos Conceitos da Física I Departamento de Física - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas

Leia mais

ESCOLAS FILOSÓFICAS JÔNICA

ESCOLAS FILOSÓFICAS JÔNICA ESCOLAS FILOSÓFICAS Depois das reflexões iniciais sobre ética, moral e suas relações, vejamos resumidamente as escolas filosóficas. A melhor forma de se compreender a história do pensamento humano, é através

Leia mais

3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental.

3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental. 1 3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental. 1. A origem da palavra Filosofia é grega e composta por: Philo: amizade, amor fraterno Sophia: sabedoria

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO FILOSOFIA

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO FILOSOFIA PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO FILOSOFIA P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Assinalar a alternativa correta: A) Com seu giro linguístico hermenêutico, Gadamer mostra que o processo hermenêutico é unitário,

Leia mais

DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA

DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA DO MITO A RAZÃO: O NASCIMENTO DA FILOSOFIA A palavra Filosofia é grega. É composta por duas outras: PHILO e SOPHIA. PHILO significa amizade, amor fraterno, respeito entre os iguais; SOPHIA, sabedoria,

Leia mais

SIMULADO DE FILOSOFIA

SIMULADO DE FILOSOFIA NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE FILOSOFIA 1) A Filosofia é uma disciplina, ou uma área de estudo que envolve: a) ( ) investigação, análise, discussão, formação e reflexão de idéias em uma situação

Leia mais

A HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA E A FORMAÇÃO DO PENSAMENTO OCIDENTAL

A HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA E A FORMAÇÃO DO PENSAMENTO OCIDENTAL A HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA E A FORMAÇÃO DO PENSAMENTO OCIDENTAL Cláudia Alves Fernandes Aluna do Curso de Filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora. clafer@nextwave.com.br Ricardo de Oliveira

Leia mais

Tales de Mileto. Tudo é água. Tales

Tales de Mileto. Tudo é água. Tales precisa. Afinal, nunca houve, na Antigüidade, um Estado grego unificado. O que chamamos de Grécia nada mais é que o conjunto de muitas cidades-estado gregas (pólis), independentes umas das outras, e muitas

Leia mais

REVISÃO DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE

REVISÃO DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DISCIPLINA DE FILOSOFIA PROFESSOR: ADRIANO RODRIGUES SÉRIE: 1º ANO DO ENSINO MÉDIO TEORIA DO CONHECIMENTO (GNOSIOLOGIA) REVISÃO DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE + O que é o Conhecimento? É a tomada de consciência

Leia mais

A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos. Antônio Roque USP Ribeirão Preto

A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos. Antônio Roque USP Ribeirão Preto A Física na Grécia Antiga Primeira Parte: Os Pré-Socráticos Antônio Roque USP Ribeirão Preto Grécia antiga Etapas da Filosofia Grega Período pré-socrático (c. 630 a.c. a 450 a.c.). Período clássico: Sócrates

Leia mais

Filosofia. Professor Mardônio 30/01/2014. Aluno (a): PARTE I: FILOSOFIA ANTIGA

Filosofia. Professor Mardônio 30/01/2014. Aluno (a): PARTE I: FILOSOFIA ANTIGA Filosofia Professor Mardônio Aluno (a): 30/01/2014 AS ORIGENS PARTE I: FILOSOFIA ANTIGA 1. O SURGIMENTO DA FILOSOFIA NA GRÉCIA ANTIGA A. A PASSAGEM DO PENSAMENTO MÍTICO PARA O FILOSÓFICO- CIENTÍFICO Um

Leia mais

Sumário. Prefácio, xix. INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4

Sumário. Prefácio, xix. INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4 Sumário Prefácio, xix INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4 3 A urgência do pensar: a inserção contextual da filosofia na sociedade contemporânea,

Leia mais

Origem e definição de Filosofia

Origem e definição de Filosofia Filosofia Origem e definição de Filosofia Prof. João Epifânio Regis Lima Objetivo Explicitar a origem da filosofia e delimitar seu conceito a partir da distinção entre filosofia e sabedoria. Então vejamos...

Leia mais

Unidade: Aspectos da filosofia Antiga e Medieval. Unidade I:

Unidade: Aspectos da filosofia Antiga e Medieval. Unidade I: Unidade: Aspectos da filosofia Antiga e Medieval Unidade I: 0 Unidade: Aspectos da filosofia Antiga e Medieval A Filosofia Grega A Civilização grega foi uma das civilizações mais marcantes da tradição

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum.

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum. 1º ano A Filosofia e suas origens na Grécia Clássica: mito e logos, o pensamento filosófico -Quais as rupturas e continuidades entre mito e Filosofia? -Há algum tipo de raciocínio no mito? -Os mitos ainda

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores.

LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO. 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO 1. Quais foram as principais características da escolástica? Cite alguns de seus pensadores. 2. Como acontecia a aprendizagem nas escolas no período medieval? Quem era apto

Leia mais

HOMEM-NATUREZA: UMA RELAÇÃO CONFLITANTE AO LONGO DA HISTÓRIA

HOMEM-NATUREZA: UMA RELAÇÃO CONFLITANTE AO LONGO DA HISTÓRIA 171 HOMEM-NATUREZA: UMA RELAÇÃO CONFLITANTE AO LONGO DA HISTÓRIA GONÇALVES, Júlio César 1 Este texto surgiu como resultado de uma pesquisa pessoal na tentativa de buscar algumas respostas a diversos questionamentos

Leia mais

Como surgiram os MITOS?

Como surgiram os MITOS? PENSAMENTO MÍTICO MITO MITO Nasce do desejo de entender o mundo para afugentar o medo e a insegurança. é um relato de algo fabuloso que se supõe ter acontecido num passado remoto e quase sempre impreciso.

Leia mais

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS São chamados de filósofos da natureza. Buscavam a arché, isto é, o elemento ou substância primordial que originava todas as coisas da natureza. Dirigiram sua atenção e suas

Leia mais

INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO PRÉ-SOCRÁTICO 1. Carlos Copelli Neto

INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO PRÉ-SOCRÁTICO 1. Carlos Copelli Neto 1 INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO PRÉ-SOCRÁTICO 1 Carlos Copelli Neto Quando se fala do pensamento pré-socrático, automaticamente remonta-se à própria formação da Filosofia no Ocidente, enquanto um sistema de

Leia mais

Aula 4 - Teorias políticas da Idade Média. (Santo Agostinho e São Tomás de Aquino) Cap 23, pag 292 a 295 (Itens 7 a 10)

Aula 4 - Teorias políticas da Idade Média. (Santo Agostinho e São Tomás de Aquino) Cap 23, pag 292 a 295 (Itens 7 a 10) Aula 4 - Teorias políticas da Idade Média (Santo Agostinho e São Tomás de Aquino) Cap 23, pag 292 a 295 (Itens 7 a 10) Aula 04 Teorias políticas da Idade Média O b j e t i v o s : - Entender a evolução

Leia mais

FILOSOFIA Do mito à f ilosofia filosofia M edieval Medieval

FILOSOFIA Do mito à f ilosofia filosofia M edieval Medieval FILOSOFIA Do mito à filosofia Medieval Avisos Observem: Muita calma... 1.O mural... Observem os 2. Entrem na sala prazos de entrega de bate-papo das atividades. 3. Dúvidas: utilizem o Correio 4. Material

Leia mais

"Ft L.OSD Flfi ~RÇ)"". CR~S

Ft L.OSD Flfi ~RÇ). CR~S "Ft LOSD Flfi ~RÇ)"" CR~S 1 Pré-soerátícos Ori em: Wikipédia,a enciclopédia livre Os filósofos pré-socráticos são, como sugere o nome,osfilósofos anteriores a Sócrates Contudo essa divisão se dá mais propriamente

Leia mais

FILOSOFIA. 1. O nascimento da Filosofia 1.1 Do pensamento mitológico ao filosófico

FILOSOFIA. 1. O nascimento da Filosofia 1.1 Do pensamento mitológico ao filosófico FILOSOFIA 1. O nascimento da Filosofia 1.1 Do pensamento mitológico ao filosófico A Filosofia se constitui por meio de uma passagem do mito ao logos (razão). Mas como a Filosofia chegou a se tornar um

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA FILOSOFIA COMO DISCIPLINA FILOSÓFICA

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA FILOSOFIA COMO DISCIPLINA FILOSÓFICA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA DA FILOSOFIA COMO DISCIPLINA FILOSÓFICA Juliana da Silva Valle (G-CCHE-UENP/CJ) Fábio Antônio Gabriel (Orientador-CCHE-UENP/CJ) RESUMO: Esta comunicação refere-se a resultados

Leia mais

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica

Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica Filosofia - Introdução à Reflexão Filosófica 0 O que é Filosofia? Essa pergunta permite muitas respostas... Alguns podem apontar que a Filosofia é o estudo de tudo ou o nada que pretende abarcar tudo.

Leia mais

INSTITUTO DE TREINAMENTO E PESQUISA EM GESTALT TERAPIA DE GOIÂNIA-ITGT

INSTITUTO DE TREINAMENTO E PESQUISA EM GESTALT TERAPIA DE GOIÂNIA-ITGT 1 EMPIRISMO E RACIONALISMO Teoria do Conhecimento Profª Marisete Malaguth Mendonça Gr. XXIV de Especialização em GT-Módulos Data: 26 de Outubro de 2012 Resumido de Ricardo Ernesto Rose Prof. Licenciado

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

SUMÁRIO O MUNDO ANTIGO

SUMÁRIO O MUNDO ANTIGO SUMÁRIO Apresentação Prefácio Introdução 1. Da história da pedagogia à história da educação 2. Três revoluções em historiografia 3. As muitas histórias educativas 4. Descontinuidade na pesquisa e conflito

Leia mais

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP MITO E FILOSOFIA 1 SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP QUAL O SIGINIFICADO DA PALAVRA FILOSOFIA? QUAL A ORIGEM DA FILOSOFIA? E O QUE HAVIA ANTES DA FILOSOFIA? OS MITOS A palavra

Leia mais

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP FILOSOFIA E OS PRÉ-SOCRÁTICOS TERCEIRÃO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O CONCEITO E A ORIGEM DA FILOSOFIA A ruptura com o pensamento mítico não se dá de forma imediata, mas de forma progressiva,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO HISTÓRICA À PSICOLOGIA Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO HISTÓRICA À PSICOLOGIA Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO HISTÓRICA À PSICOLOGIA Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

TEMA 3 CIÊNCIA: ENTRE A RAZÃO E A FÉ

TEMA 3 CIÊNCIA: ENTRE A RAZÃO E A FÉ A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA A TEMA 3 42 A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA A Iniciando nosso diálogo Prezado aluno, No tema 1 FILOSOFIAS E FILOSOFIA enfatizamos as diferentes

Leia mais

A PSICOLOGIA NA GRÉCIA ANTIGA I Os Pré-Socráticos

A PSICOLOGIA NA GRÉCIA ANTIGA I Os Pré-Socráticos História da Psicologia UFMG/FAFICH/D Psi 9 História da Psicologia William B. Gomes Aula 2 A PSICOLOGIA NA GRÉCIA ANTIGA I Os Pré-Socráticos Resumo Relata as primeiras manifestações de vida inteligente,

Leia mais

Tipos de Conhecimento

Tipos de Conhecimento Conhecer = incorporação de um conceito novo ou original sobre algo (fato ou fenômeno) CONHECIMENTO surge: de experiências acumuladas na vida cotidiana; de relacionamento interpessoais; de outros instrumentos

Leia mais

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio Tomás de Aquino (1221-1274) Tomás de Aquino - Tommaso d Aquino

Leia mais

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses.

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses. Trabalho de Filosofia Mito e Filosofia na Grécia Antiga Texto 1 1- (0,3) Democracia quer dizer poder do povo. De acordo com o texto, quem era considerado povo em Atenas Antiga? Explique com suas palavras.

Leia mais

A FILOSOFIA HELENÍSTICA A FILOSOFIA APÓS A CONQUISTA DA GRÉCIA PELA MACEDÔNIA

A FILOSOFIA HELENÍSTICA A FILOSOFIA APÓS A CONQUISTA DA GRÉCIA PELA MACEDÔNIA A FILOSOFIA HELENÍSTICA A FILOSOFIA APÓS A CONQUISTA DA GRÉCIA PELA MACEDÔNIA O IMPÉRIO ALEXANDRINO A FILOSOFIA ESTOICA PARTE DA SEGUINTE PERGUNTA: COMO DEVO AGIR PARA VIVER BEM? COMO POSSO VIVER BEM E,

Leia mais

índice geral PARTE I - A SABEDORIA DO ORIENTE, 15

índice geral PARTE I - A SABEDORIA DO ORIENTE, 15 Sumário, 7 Introdução, 9 PARTE I - A SABEDORIA DO ORIENTE, 15 1. A filosofia da índia Antiga, 17 I. O período védico, 18 1. Cultura e religião no tempo dos hinos, 20 2. O tempo da mística sacrificial o

Leia mais

UNIVERSIDADE TIRADENTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA AULAS DA DISCIPLINA ANÁLISE FILOSÓFICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE TIRADENTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA AULAS DA DISCIPLINA ANÁLISE FILOSÓFICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA 1 UNIVERSIDADE TIRADENTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA AULAS DA DISCIPLINA ANÁLISE FILOSÓFICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSORA MSc LISANE TEIXEIRA DANTAS MENEZES 2007 2 ASPECTOS FUNDAMENTAIS DA FILOSOFIA A NECESSIDADE

Leia mais

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA SOBRE FILOSOFIA DEFINIÇÃO TRADICIONAL (segundo a perspectiva ocidental) TEOLOGIA CIÊNCIA certezas dúvidas Bertrand Russell (1872-1970) utiliza seus temas

Leia mais

Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS. Encontrar explicações naturais para os processos da natureza.

Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS. Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os filósofos pré-socráticos OBJETIVOS DOS PRIMEIROS FILÓSOFOS Encontrar explicações naturais para os processos da natureza. Os pré-socráticos são os filósofos da natureza. A pergunta que os orienta é:

Leia mais

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) -

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) - EXERCICÍOS DE FILOSOFIA I O QUE É FILOSOFIA, ETIMOLOGIA, ONDE SURGIU, QUANDO, PARA QUE SERVE.( 1º ASSUNTO ) Questão (1) - Analise os itens abaixo e marque a alternativa CORRETA em relação ao significado

Leia mais

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS

CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DE TEXTOS Lingüística Textual : Recepção e Produção de Textos Visão Sistemática e Particular. Gêneros e Estruturas

Leia mais

História 6A Aula 17. A Cultura Medieval

História 6A Aula 17. A Cultura Medieval História 6A Aula 17 A Cultura Medieval Cultura Medieval Síntese de elementos grecoromanos, cristãos e germânicos, reformulados com novas experiências. IGREJA CATÓLICA Instituição mais poderosa do mundo

Leia mais

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico

UNIDADE 2. Período Pré-socrático. Cosmológico UNIDADE 2 Período Pré-socrático Cosmológico PRÉ-SOCRÁTICOS FILÓSOFOS DA NATUREZA RODA VIVA Chico Buarque Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo

Leia mais

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Na orientação dessa semana faremos questões objetivas sobre filosofia política. II. Questões sobre Filosofia Política 1. Foi na Grécia de Homero que

Leia mais

Tales de Mileto (c a.c.)

Tales de Mileto (c a.c.) Tales de Mileto (c. 624-546 a.c.) Tales foi considerado por Aristóteles como o primeiro filósofo, por ter sido o primeiro a buscar uma explicação racional de mundo. Com esse pensador, ele foi o fundador

Leia mais

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita;

MÉTODO CIENTÍFICO. BENEFÍCIOS DO MÉTODO: execução de atividade de forma mais segura, mais econômica e mais perfeita; MÉTODO CIENTÍFICO CONCEITO: palavra de origem grega, significa o conjunto de etapas e processos a serem vencidos ordenadamente na investigação da verdade; IMPORTÃNCIA DO MÉTODO: pode validar ou invalidar

Leia mais

OS PERÍODOS DA FILOSOFIA GREGA. 3ª aula Karina Oliveira Bezerra Unidade 1: Capitulo 03 Unidade 8: Capítulo 05 p.436-440

OS PERÍODOS DA FILOSOFIA GREGA. 3ª aula Karina Oliveira Bezerra Unidade 1: Capitulo 03 Unidade 8: Capítulo 05 p.436-440 OS PERÍODOS DA FILOSOFIA GREGA 3ª aula Karina Oliveira Bezerra Unidade 1: Capitulo 03 Unidade 8: Capítulo 05 p.436-440 Physis (o elemento primordial eterno) O fundo eterno, perene, imortal e imperecível

Leia mais

FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS

FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS FILÓSOFOS PRÉ PROF. ANDRÉ TEIXEIRA SOCRÁTICOS FILOSOFIA -1ª Série Índice 1. A Origem da Filosofia 2. Os Filósofos Pré-Socráticos 2.1. Escola Jônica: Tales, Anaximandro, Anaxímenes 2.2. Escola Pitagórica:

Leia mais

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira MESTRADO EM EDUCAÇÃO Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira TEMA A CONCEPÇÃO DO SAGRADO DO PROFESSOR DE ENSINO RELIGIOSO PROBLEMA Que concepção

Leia mais

Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia. I Natureza Humana

Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia. I Natureza Humana Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia I Natureza Humana * Qual a natureza humana? Ou seja, qual é a ontologia humana? - Uma teoria da natureza humana busca especificar

Leia mais

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL THOMAS HOBBES LEVIATÃ ou MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL Thomas Hobbes é um contratualista teoria do contrato social; O homem natural / em estado de natureza para Hobbes não é

Leia mais

ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO

ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO Ao longo da aventura em busca do conhecimento, vamos nos deparar com diferentes correntes de pensamento. Conhece-las é o caminho para podermos conhecer o mundo

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO Sistema de Ensino CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO UNO Ensino Médio Filosofia 1 Conteúdo programático Filosofia MÓDULO 1 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA Capítulo 1 A reflexão filosófica 2. O que é Filosofia?

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO 1 Conteúdos conceituais ANEXO VI CURSO DE PSICOLOGIA 1º PERÍODO CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO PSICOLÓGICO Definição dos conceitos de conhecimento científico e de senso comum; Estudo do processo de obtenção

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01 FILOSOFIA QUESTÃO 01 Leia atentamente o seguinte verso do fragmento atribuído a Parmênides. Assim ou totalmente é necessário ser ou não. SIMPLÍCIO, Física, 114, 29, Os Pré-Socráticos. Coleção Os Pensadores.

Leia mais

ONTOLOGIA NA ANTIGUIDADE: A VIA PARA A DESCOBERTA DO SER DE TALES DE MILETO A ARISTÓTELES

ONTOLOGIA NA ANTIGUIDADE: A VIA PARA A DESCOBERTA DO SER DE TALES DE MILETO A ARISTÓTELES ONTOLOGIA NA ANTIGUIDADE: A VIA PARA A DESCOBERTA DO SER DE TALES DE MILETO A ARISTÓTELES DIAS, Diego Carvalho 1 SOUZA, Franciscarlo de 2 1 INTRODUÇÃO A procedência da filosofia está intrinsecamente ligada

Leia mais

PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO

PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO PERÍODO PRÉ-SOCRÁTICO OU COSMOLÓGICO Os primeiros filósofos gregos No século VII a.c., o comércio se intensificava na Grécia, gerando riquezas que favoreceram importantes progressos materiais e culturais.

Leia mais

Breve Histórico do Raciocínio Lógico

Breve Histórico do Raciocínio Lógico Breve Histórico do Raciocínio Lógico Enquanto muitas culturas tenham usado complicados sistemas de raciocínio, somente na China, Índia e Grécia os métodos de raciocínio tiveram um desenvolvimento sustentável.

Leia mais

Tópico para o exame de admissão 2016

Tópico para o exame de admissão 2016 . INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO-ISCED/Luanda DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE FILOSOFIA Tópico para o exame de admissão 2016 1. EMERGÊNCIA DE FILOSOFIA As diversas maneiras de definir

Leia mais

FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP

FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP FILOSOFIA CURSINHO COLÉGIO DRUMMOND 2017 PROF. DOUGLAS PHILIP O CONCEITO DE MITO UNIDADE 1 Mythos: contar e/ou narrar. Os mitos são uma tentativa de entender a realidade a partir de explicações referidas

Leia mais

OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS)

OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS) OS PRIMEIROS FILÓSOFOS (NATURALISTAS) Celito Meier 1. A busca do princípio primeiro (arché) Vamos considerar, brevemente, os primeiros passos da filosofia em nossa cultura ocidental. O primeiro período

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND ECONOMIA, SOCIEDADE E RELIGIÃO NA GRÉCIA ANTIGA: O HOMEM GREGO Prof.

Leia mais

ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR

ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR Claudio C. Conti www.ccconti.com Congresso Espiritismo 150 de O Evangelho Segundo o Espiritismo ESPIRITISMO, CIÊNCIA E AMOR Como funcionamos A mente é a ferramenta para compreender questões que transcendem

Leia mais

O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO

O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO O CONCEITO DE DEUS NA DOUTRINA ESPÍRITA À LUZ DO PENSAMENTO ARISTOTÉLICO Ao longo da história da humanidade, crer na existência de Deus sempre esteve na preocupação do ser pensante, e foi no campo da metafísica

Leia mais

A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920)

A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920) A Sociologia Compreensiva de Max Weber (1864-1920) Curso de Ciências Sociais IFISP/UFPel Disciplina: Fundamentos de Sociologia Professor: Francisco E. B. Vargas Pelotas, abril de 2015. I. Contexto histórico

Leia mais

O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS

O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS O SURGIMENTO DA FILOSOFIA E OS PRÉ- SOCRÁTICOS Prof. Thiago C. Almeida Bibliografia: D. Marcondes, Iniciação à História da Filosofia Origem da Filosofia Tales de Mileto Grécia Antiga, VI a.c. Pensamento

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave fenomenologia; método; mística

RESUMO. Palavras-chave fenomenologia; método; mística RESUMO FENOMENOLOGIA E MÍSTICA Uma abordagem metodológica Elton Moreira Quadros Professor substituto na Univ. Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Faculdade Juvência Terra (FJT) Instituto de Filosofia

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 008/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 008/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Ciências Sociais e Filosofia -

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino HISTÓRIA DA ESCOLA Quando e como surgiram as escolas? ESCOLA, do grego SKHOLE que significa LAZER EDUCAR, do latim

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino HISTÓRIA DA ESCOLA Quando e como surgiram as escolas? ESCOLA, do grego SKHOLE que significa LAZER EDUCAR, do latim

Leia mais

FILOSOFIA. Fernando Pessoa FILOSOFIA

FILOSOFIA. Fernando Pessoa FILOSOFIA Fernando Pessoa FILOSOFIA FILOSOFIA Se há um assunto eminentemente filosófico é a classificação das ciências. Pertence à filosofia e a nenhuma outra ciência. É só no ponto de vista mais genérico que podemos

Leia mais

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à subsistência do ser humano à época. Tinha autonomia política

Leia mais

Palavras-chave: Filosofia da educação. Conhecimento. Subjetividade. Educação.

Palavras-chave: Filosofia da educação. Conhecimento. Subjetividade. Educação. GT 21 Filosofia da Educação CONHECIMENTO, EDUCAÇÃO E SUBJETIVIDADE: REFLEXÕES FILOSÓFICAS SOBRE O PERÍODO CLÁSSICO, MODERNO E PÓS- MODERNO Fernanda Antônia Barbosa da Mota / UFPI RESUMO Partimos do princípio

Leia mais

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO)

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) PERÍODOS DA FILOSOFIA MEDIEVAL 1º Patrística: século II (ou do V) ao VIII (Agostinho de Hipona). 2º Escolástica: século IX ao XV (Tomás

Leia mais

Antropologia, História e Filosofia

Antropologia, História e Filosofia Antropologia, História e Filosofia Breve história do pensamento acerca do homem Um voo panorâmico na história ocidental Cosmológicos 1. Embora o objeto não seja propriamente o homem já encontramos indícios

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Estudos filosóficos em educação I - JP0003 PROFESSOR: Dr. Lúcio Jorge Hammes I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60 (4 créditos) II EMENTA Aborda os pressupostos

Leia mais