Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo ISSN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais."

Transcrição

1 Especial Online ISSN DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Jornalismo

2 O PAPEL DO YOUTUBE NA CONSTRUÇÃO DE CELEBRIDADES INSTANTÂNEAS Aluno: Antonio, Adriana Orientador: Martins, Rogério. A partir de comparação, demonstrar o quanto a internet trabalha de forma a construir celebridades. O anseio de conquistar sucesso e fama transforma o indivíduo em mercadorias que querem estar expostas, querem ser vistas, cobiçadas, buscando trazer para si uma visibilidade. Um estudo sobre como os meios imediatos projetam celebridades imediatas. Palavras-chave: Celebridades, Instantaneidade, Interação, Visibilidade

3 JORNALISMO COMUNITÁRIO: ESTUDO DE CASO DO JORNAL A VOZ DA COMUNIDADE Alunos: PAGANINI, Andressa; Cezário. Orientador: MARCHI de, Leonardo. Este trabalho busca analisar a vertente do jornalismo tradicional conhecida como jornalismo comunitário, dentro do contexto das novas mídias e tecnologias e da convergência prevista por Jenkins. O objetivo é constatar as mudanças no fazer jornalístico desta vertente com o auxílio dos avanços tecnológicos especialmente das redes sociais, como o Twitter. Verificar a influência e impacto gerado nas produções comunitárias sob este aspécto, com análise do estudo de caso do Jornal A Voz da Comunidade do Complexo do Alemão Zona Norte do Rio de Janeiro, sob o evento de abrangência e repercussão que o tornou conhecido e difundido. Constatar se os impactos das novas mídias tornaram o jornalismo tradicional mais democrático ou menos centralizado com uma breve análise sob a perspectiva do Twitter como uma ferramenta que propões exposição de conteúdos sem intermediações ou interferências externas diretas e da internet como promoção de possibilidades de visibilidade e criação de novos atores sociais. Palavras-chave: Jornalismo Comunitário, Novas Mídias, Convergência

4 O PAPEL DA MÍDIA NO PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO DA INDÚSTRIA DA MÚSICA PROVOCADO PELA INTERNET E AS NOVAS TECNOLOGIAS DIGITAIS Alunos: JUNIOR, Antonio Mendes de Souza. Orientador: DE MACCHI, Leonardo Gabriel. O trabalho tem o objetivo de analisar o papel da mídia na indústria da música e entender qual a sua importância no contexto atual, onde a internet e as novas tecnologias trouxeram mudanças no panorama da cultura da música, no seu processo de produção e consumo. O trabalho busca analizar como vem a ser essa relação entre a mídia e o artista que busca uma colocação de evidência a indústria da música, e como ficou essa relação no processo da convergência. Apesar das inovações, da autonomia e da potencialização da disseminação de informações e obras, trazidos pela internet, os meios de comunicação de massa seguem pautando as paradas musicais no Brasil, e traçando os rumos da cultura da música. A internet reproduz esses sucessos ou servem de canal para que as obras cheguem aos grandes veículos de comunicação massiva (Rádio e TV), que vem a consolidar um artista e o tornam conhecido do grande público. Para fundamentar essa hipótese, artistas e profissionais da indústria da música foram entravistados e um estudo de caso foi realizado. O trabalho conta ainda com o suporte de referências bibliográficas e clippings que tratam do assunto. Palavras-chave: Mídia, Música e Internet.

5 ESQUENTA! A VOZ E A CARA DO EXCLUÍDO ESTÁ NO AR. Alunos: RAMIRO, Cássia Guimarães. Orientador: PEREIRA, Aline. A alta da periferia na mídia, sejam em minisséries, novelas, programas de auditório ou em outras produções televisivas, abre destaque para a glamourização do estilo de vida periférico. A partir deste contexto os produtos oriundos da periferia passam a ser considerados pelos meios como cultura, através de sua reprodução contínua. Atenta a essa crescente, a Rede Globo, passou a inserir em sua seleta grade programas destinados à periferia. O último projeto desse gênero da emissora carioca se deu através do programa Esquenta!, sendo este apresentado por Regina Casé em O objetivo desta monografia consiste em analisar a maneira com que a periferia é introduzida na TV aberta, a partir da idéia de que esta é estuda em termos de manipulação. Palavras-chave: Periferia; Esquenta; Regina Casé; Rede Globo.

6 A TELA MÁGICA: O PAPEL DA TV NA TRANSFORMAÇÃO DE HÁBITOS, COSTUMES E CRENÇAS NO MUNDO GLOBALIZADO O EXEMPLO DE VOLTA REDONDA Alunos: SILVA JUNIOR, Edison José. Orientador: HELLER, Reginaldo Jonas. O trabalho busca analisar a influência da televisão na mudança de hábitos, costumes e crenças dos moradores de Volta Redonda. O objetivo é avaliar se a globalização trazida pela TV modifica a vida dos moradores da cidade, inserindo novos comportamentos e formas de ver o mundo. Ainda hoje, a televisão é considerada o meio de comunicação mais influente na vida dos brasileiros. Embora a internet esteja em franco desenvolvimento, é na televisão que as pessoas procuram um manual de comportamento e pensamento. A imagem da televisão influencia as pessoas de tal forma, que é difícil imaginar a sociedade sem o impacto da televisão. Para fundamentar essa hipótese, foi realizada uma pesquisa bibliográfica em que constam importantes teóricos sociais e da comunicação. Além disso, foi feita uma pesquisa prática na cidade de Volta Redonda a fim de constatar se essa influência televisiva realmente ocorre. Palavras-chave: Televisão, Globalização, Influência

7 REVISTA GOLAÇO Alunos: SELVANI, Felipe Franco de Souza Orientador: SILVA, Heitor da Luz No dia 20 de fevereiro de 2005, o Volta Redonda Futebol Clube, time do interior do Estado do Rio de Janeiro, conquistou seu título mais importante de sua história de 35 anos: a Taça Guanabara, considerada como o primeiro turno do Campeonato Estadual de Futebol. Dois anos antes, o Voltaço, como é conhecido o time da cidadã do aço, havia sido rebaixado para a segunda divisão estadual, após terminar a competição na última posição. No ano seguinte, o time do interior teve seu estádio reinaugurado durante a disputa da série B e, como o apoio da imprensa, empolgava os torcedores a cada vitória, até a conquista do acesso de volta a primeira divisão. Em 2005, o time, acostumado a ambições modestas nas competições, se superou com vitórias convincentes e com o apoio em massa dos torcedores locais, que lotavam o Estádio Raulino de Oliveira. A mobilização foi tanta que resultou em uma das maiores invasões de uma torcida do interior no Maracanã, ocorrida na final da Taça Guanabara, contra o Americano. A partida, decidida nos pênaltes, deu ao Voltaço o maior título de sua história. Para tanto, a Revista Golaço busca abordar através de suas reportagens como nasceu o time e qual foi a participação da imprensa local no crescimento da equipe no ano de A publicação ainda apresenta como a grande imprensa reagiu como o sucesso de uma time do interior, algo incomum no futebol. Palavras-chave: voltaço, futebol, imprensa.

8 MÁGICO OU FEITICEIRO? JORNAL NACIONAL ALÉM DA NOTÍCIA Alunos: FERRÃO, Luís Filipe Folly Rocha. Orientador: HELLER, Reginaldo Jonas. Este trabalho tem por objetivo analisar o poder de encanto que o telejornal em especial o Jornal Nacional exerce sobre os telespectadores que o assistem diariamente. Por isso analisamos uma semana da programação do mesmo nos dias 24 a 29 de outubro de 2011 para confirmarmos se as hipóteses de que uma nova consciência está sendo implantada no telespectador bem como se a alienação dos mesmos é válida. Outro objetivo do trabalho é verificar se a forma como o telejornal é produzido influencia o telespectador. Com isso, espera-se que, com este trabalho, possa-se contribuir para uma melhor compreensão a respeito da discussão sobre o retrato da narrativa ficcional e o poder do telejornal para conquistar, encantar e fidelizar seus telespectadores. Palavras-chave: Jornal Nacional; cobertura jornalística; encantamento; ficção.

9 LINGUAGEM E DISCURSO: MIDIA, DOCUMENTÁRIO E FICÇÃO NO CASO 174 Alunos: ALVES, Jeansley dos Santos Orientador: DA SILVA, Heitor Luz Este trabalho tem por objetivo discutir duas linguagens cinematográficas, do documentário e da ficção, e sua relação com a mídia. Para tanto, foram tomadas como ponto de referência e estudo de caso a cobertura midiática e as versões cinematográficas a respeito do caso do ônibus 174, ocorrido no Rio de Janeiro em junho de Os filmes em questão são Ônibus 174 (2002), documentário de José Padilha e Última Parada 174 (2008), ficção de Bruno Barreto. As análises aqui desenvolvidas abordam a cobrança da mídia para com os dois diretores a respeito da fidelidade dos filmes àquilo que a mídia considera como real. Observou-se que, a despeito do que prega o senso comum, o filme ficcional recebeu da imprensa maior cobrança com relação à manutenção de fatos, personagens e outros aspectos originais do fato em questão, em comparação à abordagem feita ao diretor do documentário. Com isso, espera-se que este trabalho possa contribuir para uma melhor compreensão a respeito da conceituação de real, especialmente no cinema, e das diferentes formas que a mídia utiliza para abordar acontecimentos e fidelizar seu espectador. Palavras-chave: Ônibus 174; cobertura midiática; documentário; ficção.

10 O SENSACIONALISMO NA IMPRENSA SUL FLUMINENSE: UM ESTUDO DE CASO Alunos: EGALON, Joiva de Freitas. Orientador: HELLER, Reginaldo Jonas. O jornal trouxe aos leitores a busca pela informação e desde os primeiros exemplares, os folhetins, a necessidade de saber das notícias busca a curiosidade dos leitores. E com o passar das décadas essa procura tem se intensificado com as notícias de violência, assassinato e drogas. Essa foi à forma de atrair os leitores que os jornais encontraram, com as notícias chamativas ou sensacionalistas, são elas divulgadas em manchetes e se tornam atraentes aos leitores, que veremos a seguir, é na maioria das vezes pessoa de baixa renda, pouca escolaridade e vivem em áreas de risco de drogas e violência. O leitor se torna fiel aos jornais sensacionalistas como forma de saber o que acontece na vida dos outros, e o jornal usa o sensacionalismo para chamar a atenção desses leitores. Sendo assim, o trabalho apresentado procurou estudar o tema sensacionalismo, os leitores e também analisou durante alguns meses as manchetes de dois jornais de grande circulação de Volta Redonda, o Diário do Vale e o A Voz da Cidade. É através da pesquisa que será possível identificar se em Volta Redonda os jornais propostos trabalham com o sensacionalismo. Palavras-chave: Sensacionalismo; Jornal; Manchetes.

11 OS BASTIDORES DO TELEJORNALISMO: UM ESTUDO DE CASO SOBRE O PROFISSÃO REPÓRTER Aluno: ZANELLI, Lívia. Orientador: MARTINS, Rogério. Este trabalho busca analisar se o programa da Rede Globo, Profissão Repórter, é um exemplo das mudanças e transformações ocorridas no telejornalismo Brasileiro. O objetivo do trabalho é identificar e analisar quais foram essas inovações e de que forma elas foram inseridas no programa. O Profissão Repórter, mostra não só a reportagem em si, mas também todo o processo de apuração, assim como as dificuldades que cada repórter enfrenta no dia a dia da profissão. Além disso, questões presentes no episódio analisado, como espetacularização da notícia e entretenimento, serão abordadas. Como forma de embasar o estudo, foi realizada uma pesquisa bibliográfica com diversos teóricos da comunicação, principalmente da área de telejornalismo. Além disso, os episódios semanais do programa foram assistidos e analisados. Palavras-chave: Telejornalismo, bastidores da notícia, espetacularização.

12 A INFLUÊNCIA DAS MÍDIAS NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE ATLETAS PROFISSIONAIS NO CONTEXTO DA CULTURA PARTICIPATIVA Aluno: GONÇALVES, Patrícia. Orientador: SILVA, Heitor. O trabalho busca analisar a influência das mídias na construção da imagem de um atleta profissional, abordando o crescimento da repercussão deste mediante ao contexto midiático atual, marcado pela redefinição das mídias. Atualmente, os receptores de informações também se vêem capazes de produzi-las, devido ao fato de que a internet passou a ter um acesso menos complexo, ou seja, qualquer um consegue acessar, criar e atualizar blogs, sites amadores, entre outros. O objetivo é avaliar a complementaridade das mídias não oficiais e oficiais, analisando os conteúdos produzidos e reproduzidos por elas. A partir deste pensamento, onde são vistas diversas transformações na imprensa, percebe-se que o fator que motiva a participação de amadores em sites esportivos não-oficiais, é a paixão do torcedor, ou seja, quanto mais interesse for despertado nesses fãs, mais vezes trocarão informações. Diante desta realidade, pretendemos responder: até que ponto, com a idolatria dos torcedores - que por sua vez têm acesso a publicação de conteúdos e autoridade para escreverem o que quiserem sobre determinado jogador de futebol se tornar um ídolo do futebol é mais fácil no contexto atual no que no anterior, onde praticamente existiam apenas as mídias e jornalistas tradicionais? Palavras-chave: Internet, Cultura Participativa, Jornalismo Colaborativo, Novas Mídias e Esporte.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo 2010-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo 2010-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Jornalismo 2010-2 INDIVÍDUO BLASÉ: A RELAÇÃO DO JORNALISTA DE POLÍCIA COM A MORTE Aluna: CANUTO,

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

TV VE - uma experiência em webjornalismo participativo na produção de conteúdo audiovisual sob a ótica da comunidade da Vila Embratel 1

TV VE - uma experiência em webjornalismo participativo na produção de conteúdo audiovisual sob a ótica da comunidade da Vila Embratel 1 I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos TV VE - uma experiência em webjornalismo participativo na produção de conteúdo audiovisual sob a ótica da comunidade da Vila Embratel 1 Márcio Carneiro

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2012-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2012-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Publicidade e Propaganda 2012-2 REVITALIZAÇÃO DA IMAGEM DA MARCA DO CINE 9 DE ABRIL Alunos:

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1

Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Jornalismo cultural na internet e a proposta do site Movamente 1 Letícia BARROSO 2 Thaís PEIXOTO 3 Centro Universitário Fluminense Campus II- Campos/RJ RESUMO: A falta de espaço nos veículos convencionais

Leia mais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5.1 A Rede Globo A Rede Globo é uma das maiores redes de televisão do mundo, com milhões de espectadores

Leia mais

V Prêmio AMRIGS de Jornalismo

V Prêmio AMRIGS de Jornalismo 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.1 Conceitos V Prêmio AMRIGS de Jornalismo REGULAMENTO O Prêmio AMRIGS de Jornalismo, quinta edição, é uma iniciativa da Associação Médica do Rio Grande do Sul, com o apoio do

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO As emoções da Copa Espírito Santo de Futebol estão de volta. A Rede Vitória, pelo sexto ano consecutivo,

Leia mais

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!!

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!! A MVP é uma agência de Comunicação e Marketing Esportivo que atua de forma diferenciada no mercado, gerenciando a imagem de grandes atletas do esporte nacional desde 2006, passando pelos ciclos olímpicos

Leia mais

Regulamento 1. Objetivos do prêmio A Assembleia Legislativa da Paraíba lança o Prêmio ALPB de Jornalismo com o intuito de divulgar e estimular o

Regulamento 1. Objetivos do prêmio A Assembleia Legislativa da Paraíba lança o Prêmio ALPB de Jornalismo com o intuito de divulgar e estimular o Regulamento 1. Objetivos do prêmio A Assembleia Legislativa da Paraíba lança o Prêmio ALPB de Jornalismo com o intuito de divulgar e estimular o trabalho dos jornalistas que cobrem as atividades legislativas

Leia mais

Mídia e Região na Era Digital: Diversidade Cultural & Convergência Midiática. (org. Anamaria Fadul e Maria Cristina Gobbi)

Mídia e Região na Era Digital: Diversidade Cultural & Convergência Midiática. (org. Anamaria Fadul e Maria Cristina Gobbi) Mídia e Região na Era Digital: Diversidade Cultural & Convergência Midiática (org. Anamaria Fadul e Maria Cristina Gobbi) XI Colóquio Internacional de Comunicação para o Desenvolvimento Regional (9,10,11

Leia mais

IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO

IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO 1. Considerações gerais 1.1 Conceitos O Prêmio AMRIGS de Jornalismo, quarta edição, é uma iniciativa da Associação Médica do Rio Grande do Sul.

Leia mais

FACULDADE SATC CURSO DE JORNALISMO PROJETO EDITORIAL PORTAL SATC

FACULDADE SATC CURSO DE JORNALISMO PROJETO EDITORIAL PORTAL SATC FACULDADE SATC CURSO DE JORNALISMO PROJETO EDITORIAL PORTAL SATC 1. Contexto A transmissão e o acesso às informações é uma preocupação constante do ser humano. Ser bem informado e informar bem são, portanto,

Leia mais

A informação que você precisa!

A informação que você precisa! A informação que você precisa! Relatório atualizado em: Junho/13. Mídiakit O que é o PiraNOT.com O Portal de notícias de Piracicaba, PiraNOT, surgiu em Novembro de 2011 com o objetivo de ser o primeiro

Leia mais

O Torneio Gol de Letra

O Torneio Gol de Letra O Torneio Gol de Letra Um evento que promove uma disputa amistosa entre empresas comprometidas com a responsabilidade social Todos os recursos revertidos para a Fundação Gol de Letra 20 empresas participantes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL IV SEAD - SEMINÁRIO DE ESTUDOS EM ANÁLISE DO DISCURSO 1969-2009: Memória e história na/da Análise do Discurso Porto Alegre, de 10 a 13 de novembro de 2009 DO ACONTECIMENTO

Leia mais

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Índice Atividades: Pág. 03 Resultados 2012: Pág. 04 Imprensa Mídia/Origem Meses: Pág. 06 Imprensa Segmentos de imprensa: Pág. 07 Imprensa Qualidade dos espaços

Leia mais

Cotas Pra Quê? 1. PALAVRAS-CHAVE: Documentário; Educação; Sistema de Cotas; Ensino Superior.

Cotas Pra Quê? 1. PALAVRAS-CHAVE: Documentário; Educação; Sistema de Cotas; Ensino Superior. Cotas Pra Quê? 1 Sarah Rocha MARTINS 2 Luan Barbosa OLIVEIRA 3 Camilla Alves Ribeiro PAES LEME 4 Instituto de Ensino Superior de Rio Verde, Rio Verde, Goiás RESUMO Este documentário foi planejado e desenvolvido

Leia mais

CARTILHA MONTE SEU PERCURSO DE FORMAÇÃO LIVRE

CARTILHA MONTE SEU PERCURSO DE FORMAÇÃO LIVRE CARTILHA MONTE SEU PERCURSO DE FORMAÇÃO LIVRE Tutorial básico para realização de atividades de formação livre em campi temporários ÍNDICE Apresentação, 03 Como funcionam os campi temporários?, 04 O que

Leia mais

PROPOSTA DE PATROCÍNIO

PROPOSTA DE PATROCÍNIO PROPOSTA DE PATROCÍNIO PONTA GROSSA MARÇO/2011 1. O site OPERARIO.com 1.1 História da página O OPERARIO.COM Torcida do Fantasma na Net, foi até 2008 a única fonte de informação direta do torcedor do Operário

Leia mais

Big Brother Brasil Realidades espectacularizadas

Big Brother Brasil Realidades espectacularizadas Big Brother Brasil Realidades espectacularizadas Vanessa Curvello Índice 1 O Big Brother........... 1 2 O Big Brother Brasil....... 2 3 A estruturação do programa.... 2 4 As estratégias comunicativas da

Leia mais

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima.

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima. Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público Alexia Melo Clebin Quirino Michel Brasil Gracielle Fonseca Rafaela Lima Satiro Saone O projeto Rede Jovem de Cidadania é uma iniciativa da Associação

Leia mais

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião.

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma forma oral? Uma forma sonora? ou Uma forma visual/escrita?? Off-line: Revistas; Panfletos;

Leia mais

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo.

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo. O PROGRAMA Claquete, sua revista eletrônica de entretenimento. Claquete: Sua revista eletrônica de entretenimento. Com seu bom humor e curiosidade característicos, Otávio Mesquita apresenta os bastidores

Leia mais

A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011

A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011 Ciências Humanas e Sociais Comunicação A OFERTA DE CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA NA TELEVISÃO ABERTA BRASILEIRA ENTRE OS ANOS DE 2005 E 2011 Ingo A.F. von Ledebur 1 Thiago H. Ruotolo da Silva 2 Gabriela Rufino

Leia mais

Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo

Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo Comunicação Organizacional no Terceiro Setor: a experiência do Brasil Vivo Adalberto NUNES (Universidade de Brasília) 1 Élida SANTOS (Universidade de Brasília) 2 Gabriel PONTES (Universidade de Brasília)

Leia mais

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 A relevância e credibilidade dos resultados da pesquisa UPP: O que pensam os policiais foram, sem dúvida, pontos de partida

Leia mais

A Década Esportiva para o Brasil. Desafios Oportunidades Legados

A Década Esportiva para o Brasil. Desafios Oportunidades Legados A Década Esportiva para o Brasil Desafios Oportunidades Legados Por que o Esporte? Porque é a resposta para uma nova comunicação... Exposição Conteúdo Marketing Connecting Consumidor Quantidade Tribo Emoção

Leia mais

Imprensa esportiva e a construção da imagem do torcedor brasileiro

Imprensa esportiva e a construção da imagem do torcedor brasileiro Imprensa esportiva e a construção da imagem do torcedor brasileiro Vítor Quartezani 1 Imprensa esportiva e a construção da imagem do torcedor brasileiro Trabalho de Conclusão de Curso em Forma de Projeto

Leia mais

Elaboração de pauta para telejornal

Elaboração de pauta para telejornal Elaboração de pauta para telejornal Pauta é a orientação transmitida aos repórteres pelo pauteiro, profissional responsável por pensar de que forma a matéria será abordada no telejornal. No telejornalismo,

Leia mais

1 INSTITUIÇÕES E ENTIDADES ENVOLVIDAS NO PROJETO

1 INSTITUIÇÕES E ENTIDADES ENVOLVIDAS NO PROJETO TITULO: Assessoria de Comunicação às Instituições da UFSM no norte gaúcho EJE: Incorporación curricular de la extensión AUTORES: Mariana Cristina Raimondi, Bruna Occhi, Tássia Becker Alexandre. REFERENCIA

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

DEFESA SPORTV - INSTITUCIONAL

DEFESA SPORTV - INSTITUCIONAL DEFESA SPORTV - INSTITUCIONAL UMA MISTURA MAIS DO QUE CAMPEÃ! Produção de conteúdo esportivo 100% nacional somada à cobertura dos principais eventos internacionais. Atualmente, o canal transmite mais de

Leia mais

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo 17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo APRESENTAÇÃO O 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário acontecerá de 6 a 12 de agosto de 2012,

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

ducker.com.br O site da Torcida Tricolor MÍDIA KIT

ducker.com.br O site da Torcida Tricolor MÍDIA KIT ducker.com.br O site da Torcida Tricolor MÍDIA KIT O Site ducker.com.br foi criado em novembro de 2005, por Richard Eduard Ducker, atualmente conselheiro do Grêmio e colaborador do clube. É um veículo

Leia mais

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Marília DALENOGARE 2 Aline MARTINS 3 Camila Pilla de Azevedo e SOUZA 4 Dieison MARCONI 5 Josafá Lucas ROHDE 6 Luciano MIRANDA 7 Universidade Federal de

Leia mais

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015

São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 2015 REGULAMENTO I - AS CATEGORIAS São 30 as categorias do Prêmio Abril de Jornalismo 11 de Matéria Completa 3 de Texto 4 de Arte 4 de Fotografia 5 Digitais 2 Especiais Prêmio Roberto Civita Prêmio Matéria

Leia mais

CANAIS 14 UHF 22 da NET

CANAIS 14 UHF 22 da NET www.facebook.com/tvredepaulista www.twitter.com/tvredepaulista www.youtube.com/tvredepaulista www.projectocom.com.br tvredepaulista Fundação Cultural Anhanguera R. Dr. Leonardo Cavalcanti, 56 Centro Jundiaí/SP

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL E CRÍTICA DE ARTE NA WEB. ANÁLISE DA PRODUÇÃO TEXTUAL E PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO EM SITES

JORNALISMO CULTURAL E CRÍTICA DE ARTE NA WEB. ANÁLISE DA PRODUÇÃO TEXTUAL E PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO EM SITES Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2013, v. 17, n. 17, p. 01 06 JORNALISMO CULTURAL E CRÍTICA DE ARTE NA WEB. ANÁLISE DA PRODUÇÃO TEXTUAL E PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO EM SITES AGUIRRE, Alexandra 1 BASÍLIO,

Leia mais

CANAL SAÚDE REDE DE PARCEIROS OFICINAS DE MULTIPLICAÇÃO

CANAL SAÚDE REDE DE PARCEIROS OFICINAS DE MULTIPLICAÇÃO 1. Oficina de Produção CANAL SAÚDE REDE DE PARCEIROS OFICINAS DE MULTIPLICAÇÃO Duração: 03 dias Público ideal: grupos de até 15 pessoas Objetivo: Capacitar indivíduos ou grupos a produzirem pequenas peças

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 17/06/2015 17:31. Centro de Ciências Humanas e da Comunicação

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 17/06/2015 17:31. Centro de Ciências Humanas e da Comunicação 7/6/5 7: Centro de Ciências Humanas e da Comunicação Curso: 85 Jornalismo (Matutino) Currículo: / COM..- Teorias da Comunicação I Ementa: Conceituação e objetivo da Comunicação Social. História da comunicação.

Leia mais

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM JORNALISMO JO 01 Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/ série) Modalidade voltada a agências de jornalismo experimentais, criadas, desenvolvidas

Leia mais

Jornal O Norte - Página 08

Jornal O Norte - Página 08 CLIPPING - 9ªSC 07 de Junho de 2011 Jornal O Norte - Página 08 CLIPPING - 9ªSC 07 de Junho de 2011 Jornal O Norte - Página 11 CLIPPING - 9ªSC 07 de Junho de 2011 Jornal O Norte - Página 09 CLIPPING - 9ªSC

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1

A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1 A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1 Bárbara Fernandes Valente da Cunha 2 * Palavras-chaves: Comunicação

Leia mais

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing.

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing. Comunicação social Comunicação social A Comunicação Social é um campo de conhecimento académico que estuda a comunicação humana e as questões que envolvem a interação entre os sujeitos em sociedade. Os

Leia mais

Em 2009, a Fundação Padre Anchieta mais uma vez estará presente na Campus Party.

Em 2009, a Fundação Padre Anchieta mais uma vez estará presente na Campus Party. Mais uma vez, a cidade de São Paulo se prepara para receber a Campus Party entre os dias 19 e 25 de janeiro de 2009. Milhares de internautas vêm a cidade participar do evento, que é o maior encontro mundial

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 65, DE 11 DE MAIO DE 2012 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 257ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de maio de 2012, e considerando

Leia mais

Crack: o drama de uma escolha 1. Isadora Nicastro Schwanke JULIÃO 2 Ana Paula MIRA 3 Universidade Positivo, PR

Crack: o drama de uma escolha 1. Isadora Nicastro Schwanke JULIÃO 2 Ana Paula MIRA 3 Universidade Positivo, PR Crack: o drama de uma escolha 1 Isadora Nicastro Schwanke JULIÃO 2 Ana Paula MIRA 3 Universidade Positivo, PR RESUMO Esse trabalho se propõe a explicar o processo de produção da reportagem Crack: o drama

Leia mais

O Jornal. A Contagem TV. Distribuição. Estatísticas. Por quê? Público Alvo. Publicidade. Contatos

O Jornal. A Contagem TV. Distribuição. Estatísticas. Por quê? Público Alvo. Publicidade. Contatos w w w. d i a r i o d e c o n t a g e m. c o m. b r w w w. c o n t a g e m t v. c o m. b r O JORNAL DIÁRIO DE CONTAGEM ONLINE é um site de notícias atualizado diariamente e é o primeiro jornal da região

Leia mais

AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO

AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO Área: COMUNICAÇÃO SOCIAL Categoria: EXTENSÃO Michele Goulart Massuchin Universidade

Leia mais

Práticas Laboratoriais de uma Rede de Comunicação Acadêmica Rede Teia de Jornalismo

Práticas Laboratoriais de uma Rede de Comunicação Acadêmica Rede Teia de Jornalismo Práticas Laboratoriais de uma Rede de Comunicação Acadêmica Rede Teia de Jornalismo Autores: Maria Zaclis Veiga e Élson Faxina Docentes do Centro Universitário Positivo UnicenP Resumo: A Rede Teia de Jornalismo

Leia mais

Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros

Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros PLURI View Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Fernando

Leia mais

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo Anissa Ayala CAVALCANTE 1 - UFMA Jessica WERNZ 2 - UFMA Márcio CARNEIRO 3 - UFMA

Leia mais

O PROJETO PORQUE PATROCINAR

O PROJETO PORQUE PATROCINAR PAIXÃO NACIONAL O gosto pelo futebol parece ser uma das poucas unanimidades nacionais do Brasil. As diferenças sociais, políticas e econômicas, tão marcantes no dia a dia do país diluem-se quando a equipe

Leia mais

MÍDIA KIT ABRIL 2015

MÍDIA KIT ABRIL 2015 MÍDIA KIT ABRIL 2015 SOBRE O SALADA O Salada de Cinema busca informar, de maneira leve, sobre as novidades do cinema brasileiro e internacional por meio de notícias diárias, críticas dos lançamentos e

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO Instituto FA7 IBMEC MBA em Marketing Disciplina: Professor: Turma: Equipe: Marketing Eletrônico Renan Barroso Marketing II - Fortaleza Ana Hilda Sidrim, Ana Carolina Danziger PLANEJAMENTO DE MARKETING

Leia mais

O processo da pauta do Programa Ade!

O processo da pauta do Programa Ade! 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

O PAPEL MIDIÁTICO DA CRÍTICA NA MODA: DESFILES E REPERCUSSÃO CRÍTICA

O PAPEL MIDIÁTICO DA CRÍTICA NA MODA: DESFILES E REPERCUSSÃO CRÍTICA 11º Colóquio de Moda 8ª Edição Internacional 2º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda 2015 O PAPEL MIDIÁTICO DA CRÍTICA NA MODA: DESFILES E REPERCUSSÃO CRÍTICA The mediatic role

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 Redação final do Projeto de Lei da Câmara nº 79, de 2004 (nº 708, de 2003, na Casa de origem). A Comissão Diretora apresenta a redação final do Projeto de Lei da Câmara

Leia mais

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 Isabela LOURENÇO 2 Caio Cardoso de QUEIROZ 3 Francisco José Paoliello PIMENTA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE E DIVULGAÇÃO EM REDE DO SITE CULTURA PLURAL

PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE E DIVULGAÇÃO EM REDE DO SITE CULTURA PLURAL ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA E MÍDIAS DIGITAIS: ALCANCE

Leia mais

PORTAL É REFERÊNCIA DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO RÚGBI NO BRASIL 1

PORTAL É REFERÊNCIA DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO RÚGBI NO BRASIL 1 PORTAL É REFERÊNCIA DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO RÚGBI NO BRASIL 1 Projeto iniciado por estudantes universitários é o único a realizar a cobertura diária no país e ajuda esporte a retomar seu espaço na

Leia mais

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O Prêmio OAB-GO de Jornalismo é um concurso jornalístico instituído pela Seção de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil para premiar matérias

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES DATA Lançamento no site Encerramento das inscrições Anúncio oficial dos finalistas Cerimônia de premiação dos vencedores 03 de

Leia mais

Estágio em Comunicação: Processos em grandes veículos 1

Estágio em Comunicação: Processos em grandes veículos 1 Estágio em Comunicação: Processos em grandes veículos 1 Guilherme MILETTA 2 Isabella SARAFYAN 3 Thais GIANNA 4 Rafaela RIBEIRO 5 Beatriz CONSOLIN 6 Ana Carolina ALVES 7 Daniel Ladeira de ARAÚJO 8 ESPM,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente

Leia mais

1. Apresentação. 2. Tema. 3. Objetivos. 4. Categorias. 5. Requisitos de participação e habilitação

1. Apresentação. 2. Tema. 3. Objetivos. 4. Categorias. 5. Requisitos de participação e habilitação 1. Apresentação Por reconhecer a função social da mídia e sua importante ação como formadora de opinião e difusora de informações, o Ministério Público do Estado de Acre (MPAC), realiza, em 2014, a 5ª

Leia mais

Telejornal Sala 221 1

Telejornal Sala 221 1 Telejornal Sala 221 1 Thayane dos Santos MOREIRA 2 Gabriela Barbosa NEVES 3 Kamila Katrine Nascimento de FREITAS 4 Marcelo LIMA 5 Maryjane da Costa PEREIRA 6 Cogenes Felipe Silva de LIRA 7 Zulmira NÓBREGA

Leia mais

Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1

Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1 Portal Toque da Ciência: jornalismo científico em diferentes linguagens 1 Lydia Rodrigues SOUZA 2 Aline Ferreira PÁDUA 3 Gabriela Vanni ARROYO 4 Angela Maria Grossi de CARVALHO 5 Juliano Maurício de CARVALHO

Leia mais

Especialização como exigência do anúncio:

Especialização como exigência do anúncio: Marketing e Igreja. Especialização como exigência do anúncio: Formar profissionais globais; Competitividade do mercado; Nível de conhecimento diferenciado; Imagem, atendimento e valorização do elemento

Leia mais

ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) A CRIANÇA/ADOLESCENTE DO ESTUDO E A FAMÍLIA

ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) A CRIANÇA/ADOLESCENTE DO ESTUDO E A FAMÍLIA ESTUDO DE RECEPÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PORTUGUESES (ISCTE/ERC) Questionário Pai / Mãe / Encarregado/a de Educação Nota: Não deve escrever o nome e/ou morada em nenhuma das páginas deste questionário

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Juliana Paul MOSTARDEIRO 2 Rondon Martim Souza de CASTRO 3 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. RESUMO O Projeto Jornalismo

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

Mestres 1 RESUMO. 4. Palavras-chave: Comunicação; audiovisual; documentário. 1 INTRODUÇÃO

Mestres 1 RESUMO. 4. Palavras-chave: Comunicação; audiovisual; documentário. 1 INTRODUÇÃO Mestres 1 Tiago Fernandes 2 Marcelo de Miranda Noms 3 Mariane Freitas 4 Tatiane Moura 5 Felipe Valli 6 Bruno Moura 7 Roberto Salatino 8 Conrado Langer 9 Prof. Msc. Luciana Kraemer 10 Centro Universitário

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Comunicação - FACOM EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE JORNALISMO. Disciplinas Obrigatórias

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Comunicação - FACOM EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE JORNALISMO. Disciplinas Obrigatórias EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE JORNALISMO Disciplinas Obrigatórias Departamento de Comunicação e Artes 1) Teoria da Comunicação I: 1. Comunicação: conceito, objeto e objetivo. 2. Ciências da Informação.

Leia mais

REGULAMENTO. A decisão da comissão julgadora será incontestável.

REGULAMENTO. A decisão da comissão julgadora será incontestável. REGULAMENTO 1 - OBJETIVOS A 11ª Mostra Nacional de Audiovisual Universitário realizada em Mato Grosso visa: a) identificar, reunir, exibir e discutir a produção audiovisual e cinematográfica realizada

Leia mais

I Conferência Nacional de Comunicação CONFECOM. Marcelo Bechara Brasília, 21 de outubro de 2009

I Conferência Nacional de Comunicação CONFECOM. Marcelo Bechara Brasília, 21 de outubro de 2009 I Conferência Nacional de Comunicação CONFECOM Marcelo Bechara Brasília, 21 de outubro de 2009 1962 Lei nº 4.117, de 27 de agosto de 1962 Institui o Código Brasileiro de Telecomunicações CBT. 1963 Decreto

Leia mais

Avaliação dos hábitos de estudos, culturais e nível de inclusão digital dos professores da UNIGRANRIO. Fevereiro/2012

Avaliação dos hábitos de estudos, culturais e nível de inclusão digital dos professores da UNIGRANRIO. Fevereiro/2012 Avaliação dos hábitos de estudos, culturais e nível de inclusão digital dos professores da UNIGRANRIO Fevereiro/2012 UM POUCO SOBRE O PROFESSOR Negro 1% Etnia segundo classificação do ENADE Pardo/Mulato

Leia mais

INTERNET DESAFIO. Usuário navega organicamente em 20 sites por semana. Entender o perfil desse usuário e focar a comunicação

INTERNET DESAFIO. Usuário navega organicamente em 20 sites por semana. Entender o perfil desse usuário e focar a comunicação Versão Beta jan 14 INTERNET Usuário navega organicamente em 20 sites por semana DESAFIO Entender o perfil desse usuário e focar a comunicação Nielsen: Identifying Opportunity ESCALA E QUALIDADE DE DADOS

Leia mais

BEM VINDO AO MUNDO. Michael Schumacher

BEM VINDO AO MUNDO. Michael Schumacher BEM VINDO AO MUNDO GRUPO ESPN é o grupo de comunicação líder mundial em esportes, reunindo plataformas multimídia para cobrir todas as modalidades esportivas. São 34 canais de TV, emissoras de rádio, sites

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DIRETORIA DE PROJETOS ESPECIAIS MARKETING ESPORTIVO POR DENISE SALTARELLI

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DIRETORIA DE PROJETOS ESPECIAIS MARKETING ESPORTIVO POR DENISE SALTARELLI UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PRÓ REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DIRETORIA DE PROJETOS ESPECIAIS MARKETING ESPORTIVO POR DENISE SALTARELLI ORIENTADOR PROFº MARCO ANTONIO CHAVES Rio de Janeiro,

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA Globoesporte.com VS. Lancenet.com.br André Vinícius Bezerra Resumo Este artigo tem o intuito de analisar comparativamente as características dos websites esportivos

Leia mais

O Jornalista como divulgador das informações científicas: o caso do Programa Vida & Saúde

O Jornalista como divulgador das informações científicas: o caso do Programa Vida & Saúde O Jornalista como divulgador das informações científicas: o caso do Programa Vida & Saúde Resumo Priscila Mathias Rosa ¹ Paula Regina Puhl² Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS O artigo trata de que

Leia mais

ESCOLAS DE INGLÊS MTV

ESCOLAS DE INGLÊS MTV ESCOLAS DE INGLÊS MTV A MTV ON-AIR Mais de 12 milhões de assinantes. Potencial de impactar mais de 40MM pessoas. (Estimativa Viacom com base em 3.2 pessoas/domicílio. Com base no IBGE) A MTV GANHA CADA

Leia mais

Ocorrências por mídia:

Ocorrências por mídia: 1. OCORRÊNCIAS O mês de abril foi bastante positivo para o Secovi Rio em termos de exposição na mídia: foram 60 ocorrências em 32 veículos diferentes, 33% a mais que o registrado no mesmo mês do ano passado.

Leia mais

Novas arenas ampliam público, renda e até gols do Brasileirão

Novas arenas ampliam público, renda e até gols do Brasileirão B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 17 DE AGOSTO DE 2015 NÚMERO DO DIA R$ 2,3 mi o Palmeiras ganha em média por partida no Allianz Parque; é quem mais arrecada por jogo EDIÇÃO 319 Novas arenas ampliam

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

ALVES, Giovanni. MACEDO, Felipe. Cineclube, Cinema e Educação etrópolis: Vozes,

ALVES, Giovanni. MACEDO, Felipe. Cineclube, Cinema e Educação etrópolis: Vozes, ALVES, Giovanni. MACEDO, Felipe. Cineclube, Cinema e Educação etrópolis: Vozes, 2009. Editora Práxis, 2010. Autêntica 2003. 11 Selma Tavares Rebello 1 O livro Cineclube, Cinema e Educação se apresenta

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Publicidade e Propaganda 2011-2 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CAMPANHA DE POSICIONAMENTO

Leia mais

MÍDIA KIT ONLINE PUBLICIDADE

MÍDIA KIT ONLINE PUBLICIDADE MÍDIA KIT ONLINE PUBLICIDADE Índice Diário de S. Paulo 04 Noticiário 04 Dia a dia - Viva - Esportes 05 Classificados 06 Suplementos 06 Noticiário 07 Classificados 08 Viajar 09 Leilão & Oportunidade 10

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 93/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Jornalismo, Bacharelado,

Leia mais