Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC"

Transcrição

1 Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC Exame de Desempenho do Aluno de Graduação (EDAG) Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC Grupo de Trabalho da Graduação SALVADOR 2015

2

3 Sumário 1. SOBRE O ENADE SOBRE O EDAG... 4 a. Objetivo:... 4 b. Comissão EDAG: DISPOSIÇÕES GERAIS... 6 a. Regras:... 6 b. Cronograma:... Erro! Indicador não definido. 4. PROPOSTA DE MODELO PARA A CAPA DA PROVA... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO.

4 1. Sobre o ENADE O ENADE é o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, que tem como objetivo avaliar o desempenho do aluno de nível superior em relação aos conteúdos programáticos previstos nas DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais), habilidades e competências. Configura-se como um dos pilares de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da educação Superior (SINAES), em conjunto a com a avaliações de cursos e avaliação institucional. Coordenado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o exame ocorre anualmente, e os cursos habilitados a participarem do exame são divulgados por meio de Portaria. O ENADE equivale a um componente curricular obrigatório dos cursos superiores. Portanto, o estudante em fase de conclusão do curso deve fazer a prova. Ao participar da avaliação, o estudante passar ter a situação regular perante o exame, estando, então, apto a ser diplomado. A cada ano o MEC/INEP publica portaria específica, indicando os cursos que foram convocados para o próximo exame. Consulte a portaria equivalente ao ano vigente ou ainda procure o Núcleo de Graduação da Faculdade para se informar. 2. Sobre o EDAG a. Objetivo: O EDAG é o Exame de Desempenho dos Alunos da Graduação, criado pelo Comitê da Instituição de Ensino Superior (CIES) do SENAI. O EDAG é organizado pelo Grupo de Trabalho da Graduação (GT-GRD) e realizado anualmente, sendo aplicado para os cursos de graduação tecnológica, bacharelados e a licenciatura. Todo ano, o CIES estabelece os cursos participantes do EDAG e comunica aos alunos por meio da coordenação de cada curso. Os dois objetivos principais do EDAG são: a) avaliar anualmente o desempenho dos alunos e identificar pontos de melhoria na matriz do curso; b) conscientizar os alunos sobre a importância da avaliação contínua do curso e preparar os alunos para o ambiente e sistemática do ENADE.

5 Graduação. b. Comissão EDAG: A cada ano é constituída uma comissão para organização do EDAG sob a liderança do GT de Cabe a Comissão do EDAG as seguintes atividades: Coordenar as ações do exame; Executar o cronograma proposto pelo GT-GRD; Escolher a equipe de docentes dos cursos selecionados para elaboração das questões específicas; Desenvolver a matriz de especificações do perfil que fundamentará as questões específicas; Realizar a palestra de instrução aos docentes que irão elaborar as questões da prova; Aprovar as questões validadas juntos com os coordenadores dos cursos, analisando a aderência das questões específicas elaboradas à matriz de especificações do perfil; Desenvolver a capa da prova contendo: o Identificação do aluno, o Semestre em curso, o Instruções gerais; Conduzir a aplicação da prova. Cabe aos coordenadores dos cursos selecionados: Elaborar com apoio do GTR de Graduação as diretrizes que fundamentarão as questões do exame; Pesquisar questões aplicadas em provas anteriores do ENADE referentes aos seus cursos ou similares; Estruturar as diretrizes para elaboração das questões específicas do exame; Envolver os professores na elaboração das questões que deverão ter gabarito e padrão de resposta; Apoiar as ações da comissão mantendo atualizado o cronograma que envolve as etapas de elaboração das questões;

6 Promover a participação dos alunos apresentando em sala de aula, utilizando o slide padrão com a identidade visual do exame, o Projeto Piloto do EDAG e seus benefícios; Distribuir as provas entre os docentes para correção; Informar ao GT os resultados finais. c. Estrutura da Prova A prova será composta de: Partes Número das questões Formação Geral/Objetivas 5 Formação Geral/Discursivas 2 Componentes Específico/Objetivas 18 Componentes Específicos/Discursivas 2 Questionário de Percepção da Prova 9 (Padrão ENADE) 3. Disposições Gerais a. Regras: Estas são as regras gerais para o EDAG: Serão geradas sete questões gerais e nove questões específicas de cada curso; A participação dos alunos é voluntária; O aluno que obtiver nota igual ou superior a 5, terá a seguinte bonificação: Alunos que obtiverem nota entre 5 e 7,4 serão bonificados com 0,25 acrescidos na média das disciplinas do período letivo; Alunos que obtiverem nota entre 7,5 e 9,9 serão bonificados com 0,50 acrescidos na média das disciplinas do período letivo; Alunos com nota = 10 serão bonificados com 1,0 acrescidos na média das disciplinas do período letivo Atividade complementar equivalente a 4h. Dia da Prova: confira com o seu coordenador de curso o local, o dia e o horário da prova; Inscrições: via Site da Faculdade; Durante a prova, os celulares deverão ter a bateria retirada e ambos colocados em sacos plásticos (conforme prática corrente do ENADE);

7 Seguindo as orientações de vestuário já praticado pela instituição, não será permitido acesso com bonés, bermudas, chinelos e óculos escuros.

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES 1- ENADE INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 1- Desempenho de estudantes:

Leia mais

Quem são os alunos habilitados e que devem ser inscritos no ENADE de 2014: Para fins de inscrição no Enade 2014, consideram-se:

Quem são os alunos habilitados e que devem ser inscritos no ENADE de 2014: Para fins de inscrição no Enade 2014, consideram-se: As IES cujos cursos serão avaliados pelo Enade 2014 deverão encaminhar ao Inep, nos termos da legislação vigente, o cadastro de todos os estudantes habilitados (concluintes e ingressantes), assim como

Leia mais

ENADE. Aos estudantes cabe empenhar-se para que seu resultado individual e coletivo seja de fato representativo da formação recebida.

ENADE. Aos estudantes cabe empenhar-se para que seu resultado individual e coletivo seja de fato representativo da formação recebida. Sub-Reitoria de Graduação SR-1 Departamento de Orientação e Supervisão Pedagógica DEP O ENADE é obrigatório? Conforme disposição do art. 5º, 5º, da Lei nº. 10.861/2004, o ENADE constitui-se componente

Leia mais

O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)?

O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)? O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)? O Enade é componente curricular obrigatório aos cursos de graduação, conforme determina a Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. É aplicado

Leia mais

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Perguntas frequentes 1. ENADE 1.1. Qual a legislação pertinente ao ENADE? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você!

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você! Faculdade Senac Minas Enade 2012 Faça também por você! Prezado(a) aluno(a), Brevemente você será convocado para a realização de mais uma prova: o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -ENADE. Desenvolvido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECR ETARIA D E AVALIA ÇÃO INSTITUCIONAL FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECR ETARIA D E AVALIA ÇÃO INSTITUCIONAL FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE 1) O que é ENADE? O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES)

Leia mais

ENADE 2014. 7 - ATENDIMENTO ESPECIAL PARA REALIZAÇÃO DA PROVA...Pag. 07 8 - PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO DO ESTUDANTE...Pag. 07

ENADE 2014. 7 - ATENDIMENTO ESPECIAL PARA REALIZAÇÃO DA PROVA...Pag. 07 8 - PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO DO ESTUDANTE...Pag. 07 ENADE 2014 SUMÁRIO 1 - APRESENTAÇÃO...Pag. 02 2 - PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA ALUNOS INGRESSANTES... Pag. 02 3 - PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA ALUNOS CONCLUINTES... Pag. 03 4 - OFICIALIZAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO

Leia mais

Seminários Enade 2015

Seminários Enade 2015 Seminários Enade 2015 Coordenação-Geral de Controle de Qualidade da Educação Superior CGCQES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Diretoria de Avaliação da Educação Superior - DAES A Diretoria

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 O Centro Universitário do Distrito Federal - UDF, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover

Leia mais

Acesse aqui o questionário do coordenador. Assessoria de Comunicação Social do Inep

Acesse aqui o questionário do coordenador. Assessoria de Comunicação Social do Inep Informativo 28/11/2013 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Prezado Mantenedor, segue comunicado do INEP. Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra

Leia mais

Perguntas frequentes:

Perguntas frequentes: Perguntas frequentes: 1. Enade 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE

PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE Ministério da Educação PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição,

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E R A L P A Í S R

Leia mais

ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS

ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS APRESENTAÇÃO Apresentamos abaixo informações e instruções para que a participação dos estudantes do IFIBE no ENADE 2014 seja feita de forma consistente a fim de que todas

Leia mais

A prova; O questionário de impressões dos estudantes sobre a prova; O questionário do estudante; e O questionário do coordenador(a) do curso.

A prova; O questionário de impressões dos estudantes sobre a prova; O questionário do estudante; e O questionário do coordenador(a) do curso. aumentar fonte diminuir fonte Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Educação Superior Enade Perguntas Frequentes Página Inicial Enade Perguntas Frequentes Manual do

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes 1 PROVA TRADICIONAL 1.1 Dos Períodos de Inscrição, Horários e Locais: O Processo Seletivo do Centro

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013

PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013 PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 87, parágrafo único, inciso II da Constituição, e pelo art. 5º,

Leia mais

O QUE É O ENADE? Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP

O QUE É O ENADE? Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP O QUE É O ENADE? É um dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES, instituído pelo Decreto-Lei 10.861/04 Realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes 1 PROVA TRADICIONAL 1.1 Dos Períodos de Inscrição, Horários e Locais: O Processo Seletivo da Universidade Cidade

Leia mais

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 1. Quais são os tipos de instituições de ensino superior? De acordo com sua organização acadêmica, as instituições de ensino

Leia mais

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014)

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Site para os acessos: http://enade.inep.gov.br 04 a 10/06/2014 ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Data Assunto

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE 2015. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE 2015. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE 2015 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG O QUE É O ENADE? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é um dos instrumentos de avaliação institucional

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO DE 201 2

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO DE 201 2 Em circulação desde 1º de outubro de 1862 Ano CXLIX nº. 52 Brasília DF, quita-feira, 15 de março 20 1 2 P á g i n a 5 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº. 6, DE 1 4 DE MARÇO

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

P O R T A R I A. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento do Concurso ENADE 2015 da FAE Centro

P O R T A R I A. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento do Concurso ENADE 2015 da FAE Centro PORTARIA GR N.º 40/2015 APROVA O REGULAMENTO DO CONCURSO ENADE 2015 DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Reitor da FAE Centro Universitário, no uso da atribuição que lhe confere o art. 19, XVI, do Estatuto,

Leia mais

PROFLETRAS R E G I M E N T O

PROFLETRAS R E G I M E N T O PROFLETRAS R E G I M E N T O CAPÍTULO I - CAPITULO II - CAPÍTULO III - CAPÍTULO IV - CAPÍTULO V - CAPÍTULO VI - CAPÍTULO VII - CAPÍTULO VIII - Das Finalidades Das Instituições Associadas Da Organização

Leia mais

FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO

FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO Salvador 2010 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

Perguntas frequentes. 1. Enade. 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? 1.2. O Enade é obrigatório? 1.3. Qual o objetivo do Enade?

Perguntas frequentes. 1. Enade. 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? 1.2. O Enade é obrigatório? 1.3. Qual o objetivo do Enade? Perguntas frequentes 1. Enade 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS

HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS O processo de avaliação institucional foi desenvolvido pela comunidade acadêmica da Faculdade Atenas, com o intuito

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 O Diretor Acadêmico da Faculdade de Educação de Bom Despacho, em consonância com as Portarias Ministeriais que credenciam a Instituição,

Leia mais

A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração

A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração Administrador e Professor MAURO KREUZ Diretor da Câmara de Formação Profissional do Conselho Federal de Administração

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 - APRESENTAÇÃO As Faculdades Integradas da Vitória

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 O Centro Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo para ingresso no primeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 A Universidade Cidade de São Paulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL Nº01/2015. Curso de Administração, Ciências Contábeis, Direito e Psicologia.

EDITAL Nº01/2015. Curso de Administração, Ciências Contábeis, Direito e Psicologia. FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIREÇÃO DE ENSINO EDITAL Nº01/2015 A Faculdade Santo Agostinho por meio da Diretoria de Ensino e no uso de suas atribuições legais torna público, através do presente EDITAL,

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG Avaliação Institucional Processos de avaliação institucional Interna Relatórios da CPA Externa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA O Programa de Iniciação Científica da FACULDADE DE SOROCABA destinase a alunos de graduação para desenvolvimento de pesquisa científica

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE DE ESTUDOS Art. 1º O aproveitamento de estudos é o resultado do reconhecimento da equivalência de uma ou mais disciplinas, componente(s)

Leia mais

EDITAL N.º 131/2015 PRÉ-SELEÇÃO DE ALUNOS DA UNIPAMPA AO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PORTUGAL

EDITAL N.º 131/2015 PRÉ-SELEÇÃO DE ALUNOS DA UNIPAMPA AO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PORTUGAL PRÉ-SELEÇÃO DE ALUNOS DA UNIPAMPA AO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PORTUGAL A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que estarão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece as políticas da disciplina de Trabalho

Leia mais

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos XIX SEMINÁRIO

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE 2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA/UEPG Mary Ângela Teixeira Brandalise Cursos da UEPG avaliados em 2014 Bacharelado em Biologia Licenciatura em Biologia

Leia mais

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração Cursos de Administração: qualidade necessária XIV Fórum Internacional de Administração Rio de Janeiro, 18 de maio de 2015 ENSINAR, APRENDER, AVALIAR... TRAJETÓRIA DA AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO SUPERIOR CAPES avaliação

Leia mais

Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP

Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL 1.1. Histórico da Prática Eficaz descrever como surgiu o programa/prática e indicar a data de início das ações. O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PLI PORTUGAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PLI PORTUGAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE LICENCIATURAS INTERNACIONAIS PLI PORTUGAL EDITAL PLI N.º 01/2015 RETIFICADO EM 07/12/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PARTICIPAÇÃO EM GRADUAÇÃO SANDUÍCHE PARA

Leia mais

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE PROJETOS DE GRUPOS DE ESTUDOS DOS DOCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO BACHARELADO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLÓRIANÓPOLIS.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento regulamenta

Leia mais

Perguntas Frequentes. Quem é o aluno da UFPI?

Perguntas Frequentes. Quem é o aluno da UFPI? Perguntas Frequentes Quem é o aluno da UFPI? É o indivíduo que está regularmente matriculado em uma disciplina ou curso ou, ainda, que já ingressou na UFPI, embora não esteja cursando nenhuma disciplina

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento regulamenta as atividades do Estágio

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas

Leia mais

SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015

SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015 SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015 ROTEIRO SINAES Princípios e concepções Os Ciclos Avaliativos do Enade e os Indicadores de Qualidade Enade 2015 PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO SINAES Responsabilidade : responsabilidade

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira 5 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MANUAL DO ESTUDANTE - ENADE 2014 Brasília DF 01/07/2014 5 SUMÁRIO 1. O QUE É O ENADE... 5 2. ÁREAS AVALIADAS

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 6 DE MARÇO DE

PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 6 DE MARÇO DE PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 6 DE MARÇO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 3, DE 6 DE MARÇO DE 2015 Estabelece as regras do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes

Leia mais

PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO

PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO Dispõe sobre a forma de operacionalização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Direito. CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 1 REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 2015 2 SUMÁRIO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO... 3 CAPÍTULO I GENERALIZAÇÕES... 3 CAPÍTULO

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve:

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve: >PORTARIA Nº 2.051, DE 9 DE JULHO DE 2004 Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Iniciação Científica da FEFISO destina-se

Leia mais

O obje'vo do Enade é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programá'cos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de

O obje'vo do Enade é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programá'cos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de O obje'vo do Enade é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programá'cos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação, o desenvolvimento de competências e habilidades

Leia mais

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES (Lei 10.681/2004) tem o propósito de promover a melhoria da educação superior no Brasil....assegurar

Leia mais

PARECER. Justificativa

PARECER. Justificativa Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás IFG - Campus Anápolis Departamento das Áreas Acadêmicas Parecer: Do:

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO E LICENCIATURA

AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO E LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Porto Alegre Maio/2011

Porto Alegre Maio/2011 II Encontro Regional da ABRAFI A Influência do Censo nos resultados do CPC Porto Alegre Maio/2011 Matéria do Jornal da Globo de 23/05/2011 Série especial mostra desafios no crescimento do ensino superior

Leia mais

Nome do curso: Pedagogia

Nome do curso: Pedagogia Nome do curso: Pedagogia MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Artigo 1º - O ESTÁGIO SUPERVISIONADO, previsto na Lei nº 9394/96 de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 20 de dezembro de 1996, visa a complementar

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ACESSO AOS CURSOS DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC Processo Seletivo 2016

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ACESSO AOS CURSOS DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC Processo Seletivo 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ACESSO AOS CURSOS DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC Seletivo 2016 O Diretor do Departamento Regional da Bahia SENAI/DR/BA, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 1/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o aditamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL 07/2012 - PROEN (Processo Seletivo de Vagas Ociosas para Ingresso nos Cursos de Graduação em 1º/2012) A UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, por intermédio da Pró- Reitoria de Ensino (PROEN), com base

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior - DAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS

Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E

Leia mais

Título I Das Disposições Preliminares. TÍTULO II Do Processo Seletivo. TÍTULO III Da matrícula

Título I Das Disposições Preliminares. TÍTULO II Do Processo Seletivo. TÍTULO III Da matrícula Regulamento do Processo Seletivo para ingresso nos cursos de Graduação Bacharelado e Licenciatura e Graduação Tecnológica da Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação. Missão Institucional Promover

Leia mais

A META-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE SOROCABA - UNISO. Autores: Osmil Sampaio Leite; Rafael Ângelo Bunhi Pinto

A META-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE SOROCABA - UNISO. Autores: Osmil Sampaio Leite; Rafael Ângelo Bunhi Pinto A META-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE SOROCABA - UNISO Autores: Osmil Sampaio Leite; Rafael Ângelo Bunhi Pinto Este trabalho apresenta a análise e os resultados da meta-avaliação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015 O Reitor da Universidade Federal da Bahia, no uso das suas

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

Pró-reitoria de Graduação - PROGRAD Departamento de Assuntos Acadêmicos e Registro Geral - DAARG

Pró-reitoria de Graduação - PROGRAD Departamento de Assuntos Acadêmicos e Registro Geral - DAARG 2014 Pró-reitoria de Graduação - PROGRAD Em 2014 o ENADE será realizado no dia 24 de novembro, quando serão avaliados os estudantes dos cursos que: Bacharel em Arquitetura e Urbanismo, Sistema de Informação,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016 O Reitor da Universidade Federal da Bahia, no uso das suas

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Ibmec-MG é o órgão responsável pela

Leia mais

FACULDADE SANTA EMÍLIA DE RODAT

FACULDADE SANTA EMÍLIA DE RODAT FACULDADE SANTA EMÍLIA DE RODAT Mantida pela Escola de Enfermagem Santa Emília de Rodat Reconhecida pelo Governo Federal - Decreto nº 236, de 27/11/1961 Praça Caldas Brandão, s/n - Tambiá - João Pessoa-

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL A Faculdade Católica de Anápolis, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas

Leia mais

Leis Federais. LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências

Leis Federais. LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 O Instituto de Pesquisa e Ensino em Radiologia, Medicina Diagnóstica e Terapêutica - IPrad, torna público que realizará

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 1. SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (SINAES)... 3 1.1 Componentes principais do Sistema:... 4 1.1.

SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 1. SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (SINAES)... 3 1.1 Componentes principais do Sistema:... 4 1.1. 2 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 1. SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (SINAES)... 3 1.1 Componentes principais do Sistema:... 4 1.1.1 Avaliação Institucional... 4 1.1.2 Avaliação de Cursos...

Leia mais

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC RESOLUÇÃO DEC No 01/2013 Fixa normas para Elaboração e Apresentação dos Trabalhos de Conclusão do Curso de Graduação em Engenharia Civil. A Chefia do Departamento do Curso de Engenharia Civil, no uso de

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL N.º 01/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL N.º 01/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE TUTOR PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA, NA MODALIDADE A DISTÂNCIA. A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do Centro de Educação a Distância Cead, de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete do Reitor

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete do Reitor EDITAL Nº 005, de 9 de julho de 2007. A UFAM torna público para conhecimento geral, de acordo com o Decreto Presidencial nº 5.800, de 08 de junho de 2006, que serão abertas, no período de a 16/07 a 20/07/2007,

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos Superiores de Pedagogia

Instrumento de Avaliação de Cursos Superiores de Pedagogia MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior -

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE GOVERNADOR VALADARES-FAGV FUNDAÇÃO PADRE THEODORO ARAIZ EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO 2º SEMESTRE DE 2014

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE GOVERNADOR VALADARES-FAGV FUNDAÇÃO PADRE THEODORO ARAIZ EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO 2º SEMESTRE DE 2014 FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DE GOVERNADOR VALADARES-FAGV FUNDAÇÃO PADRE THEODORO ARAIZ EDITAL PROCESSO SELETIVO AGENDADO 2º SEMESTRE DE 2014 De ordem do Senhor Diretor e para conhecimento de todos os interessados,

Leia mais

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES No Curso de Direito as Atividades Complementares são obrigatórias e obedecem às Diretrizes Nacionais de Curso, Resolução CES/CNE

Leia mais

APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE.

APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE. APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE. A UNISA UNIVERSIDADE CIDADE DE SANTO AMARO, a fim de propiciar aos acadêmicos de Direito os meios

Leia mais