Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC"

Transcrição

1 Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC Exame de Desempenho do Aluno de Graduação (EDAG) Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC Grupo de Trabalho da Graduação SALVADOR 2015

2

3 Sumário 1. SOBRE O ENADE SOBRE O EDAG... 4 a. Objetivo:... 4 b. Comissão EDAG: DISPOSIÇÕES GERAIS... 6 a. Regras:... 6 b. Cronograma:... Erro! Indicador não definido. 4. PROPOSTA DE MODELO PARA A CAPA DA PROVA... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO.

4 1. Sobre o ENADE O ENADE é o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, que tem como objetivo avaliar o desempenho do aluno de nível superior em relação aos conteúdos programáticos previstos nas DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais), habilidades e competências. Configura-se como um dos pilares de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da educação Superior (SINAES), em conjunto a com a avaliações de cursos e avaliação institucional. Coordenado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o exame ocorre anualmente, e os cursos habilitados a participarem do exame são divulgados por meio de Portaria. O ENADE equivale a um componente curricular obrigatório dos cursos superiores. Portanto, o estudante em fase de conclusão do curso deve fazer a prova. Ao participar da avaliação, o estudante passar ter a situação regular perante o exame, estando, então, apto a ser diplomado. A cada ano o MEC/INEP publica portaria específica, indicando os cursos que foram convocados para o próximo exame. Consulte a portaria equivalente ao ano vigente ou ainda procure o Núcleo de Graduação da Faculdade para se informar. 2. Sobre o EDAG a. Objetivo: O EDAG é o Exame de Desempenho dos Alunos da Graduação, criado pelo Comitê da Instituição de Ensino Superior (CIES) do SENAI. O EDAG é organizado pelo Grupo de Trabalho da Graduação (GT-GRD) e realizado anualmente, sendo aplicado para os cursos de graduação tecnológica, bacharelados e a licenciatura. Todo ano, o CIES estabelece os cursos participantes do EDAG e comunica aos alunos por meio da coordenação de cada curso. Os dois objetivos principais do EDAG são: a) avaliar anualmente o desempenho dos alunos e identificar pontos de melhoria na matriz do curso; b) conscientizar os alunos sobre a importância da avaliação contínua do curso e preparar os alunos para o ambiente e sistemática do ENADE.

5 Graduação. b. Comissão EDAG: A cada ano é constituída uma comissão para organização do EDAG sob a liderança do GT de Cabe a Comissão do EDAG as seguintes atividades: Coordenar as ações do exame; Executar o cronograma proposto pelo GT-GRD; Escolher a equipe de docentes dos cursos selecionados para elaboração das questões específicas; Desenvolver a matriz de especificações do perfil que fundamentará as questões específicas; Realizar a palestra de instrução aos docentes que irão elaborar as questões da prova; Aprovar as questões validadas juntos com os coordenadores dos cursos, analisando a aderência das questões específicas elaboradas à matriz de especificações do perfil; Desenvolver a capa da prova contendo: o Identificação do aluno, o Semestre em curso, o Instruções gerais; Conduzir a aplicação da prova. Cabe aos coordenadores dos cursos selecionados: Elaborar com apoio do GTR de Graduação as diretrizes que fundamentarão as questões do exame; Pesquisar questões aplicadas em provas anteriores do ENADE referentes aos seus cursos ou similares; Estruturar as diretrizes para elaboração das questões específicas do exame; Envolver os professores na elaboração das questões que deverão ter gabarito e padrão de resposta; Apoiar as ações da comissão mantendo atualizado o cronograma que envolve as etapas de elaboração das questões;

6 Promover a participação dos alunos apresentando em sala de aula, utilizando o slide padrão com a identidade visual do exame, o Projeto Piloto do EDAG e seus benefícios; Distribuir as provas entre os docentes para correção; Informar ao GT os resultados finais. c. Estrutura da Prova A prova será composta de: Partes Número das questões Formação Geral/Objetivas 5 Formação Geral/Discursivas 2 Componentes Específico/Objetivas 18 Componentes Específicos/Discursivas 2 Questionário de Percepção da Prova 9 (Padrão ENADE) 3. Disposições Gerais a. Regras: Estas são as regras gerais para o EDAG: Serão geradas sete questões gerais e nove questões específicas de cada curso; A participação dos alunos é voluntária; O aluno que obtiver nota igual ou superior a 5, terá a seguinte bonificação: Alunos que obtiverem nota entre 5 e 7,4 serão bonificados com 0,25 acrescidos na média das disciplinas do período letivo; Alunos que obtiverem nota entre 7,5 e 9,9 serão bonificados com 0,50 acrescidos na média das disciplinas do período letivo; Alunos com nota = 10 serão bonificados com 1,0 acrescidos na média das disciplinas do período letivo Atividade complementar equivalente a 4h. Dia da Prova: confira com o seu coordenador de curso o local, o dia e o horário da prova; Inscrições: via Site da Faculdade; Durante a prova, os celulares deverão ter a bateria retirada e ambos colocados em sacos plásticos (conforme prática corrente do ENADE);

7 Seguindo as orientações de vestuário já praticado pela instituição, não será permitido acesso com bonés, bermudas, chinelos e óculos escuros.

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES

INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Conhecendo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES 1- ENADE INDICADORES DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 1- Desempenho de estudantes:

Leia mais

Quem são os alunos habilitados e que devem ser inscritos no ENADE de 2014: Para fins de inscrição no Enade 2014, consideram-se:

Quem são os alunos habilitados e que devem ser inscritos no ENADE de 2014: Para fins de inscrição no Enade 2014, consideram-se: As IES cujos cursos serão avaliados pelo Enade 2014 deverão encaminhar ao Inep, nos termos da legislação vigente, o cadastro de todos os estudantes habilitados (concluintes e ingressantes), assim como

Leia mais

O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)?

O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)? O que é Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)? O Enade é componente curricular obrigatório aos cursos de graduação, conforme determina a Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. É aplicado

Leia mais

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)

Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Perguntas frequentes 1. ENADE 1.1. Qual a legislação pertinente ao ENADE? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

ENADE. Aos estudantes cabe empenhar-se para que seu resultado individual e coletivo seja de fato representativo da formação recebida.

ENADE. Aos estudantes cabe empenhar-se para que seu resultado individual e coletivo seja de fato representativo da formação recebida. Sub-Reitoria de Graduação SR-1 Departamento de Orientação e Supervisão Pedagógica DEP O ENADE é obrigatório? Conforme disposição do art. 5º, 5º, da Lei nº. 10.861/2004, o ENADE constitui-se componente

Leia mais

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014)

ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Site para os acessos: http://enade.inep.gov.br 04 a 10/06/2014 ENADE 2014 CRONOGRAMA UNEB (Com fulcro na LEI Nº 10.861/ 2004 / PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 / PORTARIA NORMATIVA Nº 08/ 2014) Data Assunto

Leia mais

ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS

ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS ENADE 2014 ORIENTAÇÕES GERAIS APRESENTAÇÃO Apresentamos abaixo informações e instruções para que a participação dos estudantes do IFIBE no ENADE 2014 seja feita de forma consistente a fim de que todas

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim 7ª edição março 2015 Avaliação Institucional: um ato de consolidação para as universidades! Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL A Faculdade Católica de Anápolis, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas

Leia mais

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você!

Faculdade Senac Minas. Enade 2012. Faça também por você! Faculdade Senac Minas Enade 2012 Faça também por você! Prezado(a) aluno(a), Brevemente você será convocado para a realização de mais uma prova: o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -ENADE. Desenvolvido

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES GOIÁS UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E R A L P A Í S R

Leia mais

ENADE 2014. 7 - ATENDIMENTO ESPECIAL PARA REALIZAÇÃO DA PROVA...Pag. 07 8 - PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO DO ESTUDANTE...Pag. 07

ENADE 2014. 7 - ATENDIMENTO ESPECIAL PARA REALIZAÇÃO DA PROVA...Pag. 07 8 - PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO DO ESTUDANTE...Pag. 07 ENADE 2014 SUMÁRIO 1 - APRESENTAÇÃO...Pag. 02 2 - PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA ALUNOS INGRESSANTES... Pag. 02 3 - PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA ALUNOS CONCLUINTES... Pag. 03 4 - OFICIALIZAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO

Leia mais

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Ibmec-MG é o órgão responsável pela

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 1/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o aditamento

Leia mais

O QUE É O ENADE? Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP

O QUE É O ENADE? Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP O QUE É O ENADE? É um dos procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES, instituído pelo Decreto-Lei 10.861/04 Realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas

Leia mais

P O R T A R I A. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento do Concurso ENADE 2015 da FAE Centro

P O R T A R I A. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento do Concurso ENADE 2015 da FAE Centro PORTARIA GR N.º 40/2015 APROVA O REGULAMENTO DO CONCURSO ENADE 2015 DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Reitor da FAE Centro Universitário, no uso da atribuição que lhe confere o art. 19, XVI, do Estatuto,

Leia mais

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública EDITAL Nº 01/2014. Seleção Pública para Professores Executores, Orientadores de TCC e Tutores Virtuais do Curso de Bacharelado em Administração Pública e Professores Executores do Curso de Licenciatura

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEAcc BP 3/2004

RESOLUÇÃO CONSEAcc BP 3/2004 RESOLUÇÃO CONSEAcc BP 3/2004 APROVA O REGULAMENTO DA DISCIPLINA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, DO CURSO DE PEDAGOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento regulamenta

Leia mais

Faculdade Marista Regulamento de Monitoria

Faculdade Marista Regulamento de Monitoria Faculdade Marista Regulamento de Monitoria INTRODUÇÃO Art. 1º - O presente Regulamento regula e disciplina a atividade acadêmica da MONITORIA para estudantes do Cursos de Graduação da Faculdade Marista,

Leia mais

Nome do curso: Pedagogia

Nome do curso: Pedagogia Nome do curso: Pedagogia MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Artigo 1º - O ESTÁGIO SUPERVISIONADO, previsto na Lei nº 9394/96 de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 20 de dezembro de 1996, visa a complementar

Leia mais

FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO

FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO FACULDADE DOM PEDRO II REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO Salvador 2010 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

Perguntas frequentes:

Perguntas frequentes: Perguntas frequentes: 1. Enade 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

RESOLUÇÃO. São Paulo, 24 de junho de 2010. Prof. Héctor Edmundo Huanay Escobar Presidente

RESOLUÇÃO. São Paulo, 24 de junho de 2010. Prof. Héctor Edmundo Huanay Escobar Presidente RESOLUÇÃO CONSEPE 18/2010 APROVAÇÃO DO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, DO CAMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho

Leia mais

Seminários do Enade 2013

Seminários do Enade 2013 1 Seminários do Enade 2013 Introdução O processo de inscrição de estudantes habilitados ao Enade é a alma do Exame. As informações apresentadas pelo Inep sobre o Enade têm por base os dados apresentados

Leia mais

CENÁRIO DA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM

CENÁRIO DA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM CENÁRIO DA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM Nível Superior Profª Drª Márcia Barbieri Docente Depto Enfermagem/UNIFESP Membro da Comissão Assessora de Avaliação da área de Enfermagem INEP/MEC Quem

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO 1) UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE ITABERAÍ CURSO DE PEDAGOGIA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO Itaberaí/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE ITABERAÍ CURSO DE

Leia mais

Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP

Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP Programa de Educação Dinâmica Progressiva PEDP 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL 1.1. Histórico da Prática Eficaz descrever como surgiu o programa/prática e indicar a data de início das ações. O

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE UBERABA - CESUBE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve:

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve: >PORTARIA Nº 2.051, DE 9 DE JULHO DE 2004 Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECR ETARIA D E AVALIA ÇÃO INSTITUCIONAL FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL SECR ETARIA D E AVALIA ÇÃO INSTITUCIONAL FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE FAQ ENADE 2013 QUESTÕES FORMULADAS COM FREQÜÊNCIA SOBRE O ENADE 1) O que é ENADE? O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES)

Leia mais

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE BARRETOS Mantido pelo Centro de Educação e Idiomas de Barretos Autorizado pela Portaria 71 de 11/01/2005 DOU Pedagogia Reconhecido pela portaria nº 663 de 11/05/2009 DOU

Leia mais

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE PROJETOS DE GRUPOS DE ESTUDOS DOS DOCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO BACHARELADO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLÓRIANÓPOLIS.

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DE MOÇOS DE SOROCABA GRUPO DE PESQUISAS - FEFISO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Iniciação Científica da FEFISO destina-se

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO (Ato de Aprovação: Resolução do Reitor nº

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG Avaliação Institucional Processos de avaliação institucional Interna Relatórios da CPA Externa

Leia mais

EDITAL Nº01/2015. Curso de Administração, Ciências Contábeis, Direito e Psicologia.

EDITAL Nº01/2015. Curso de Administração, Ciências Contábeis, Direito e Psicologia. FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIREÇÃO DE ENSINO EDITAL Nº01/2015 A Faculdade Santo Agostinho por meio da Diretoria de Ensino e no uso de suas atribuições legais torna público, através do presente EDITAL,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas

Leia mais

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DIREITO CAMPUS LICEU SALESIANO - CAMPINAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES No Curso de Direito as Atividades Complementares são obrigatórias e obedecem às Diretrizes Nacionais de Curso, Resolução CES/CNE

Leia mais

ENADE: Perguntas e respostas

ENADE: Perguntas e respostas ENADE: Perguntas e respostas O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), Instituído pela Lei 10.861/2004 Lei do SINAES, sua realização é efetuada pelo INEP anualmente a estudantes das áreas selecionadas,

Leia mais

FACULDADE VISCONDE DE CAIRU FAVIC NÚCLEO DE EXTENSÃO PROJETO DE MONITORIA DO CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

FACULDADE VISCONDE DE CAIRU FAVIC NÚCLEO DE EXTENSÃO PROJETO DE MONITORIA DO CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS FACULDADE VISCONDE DE CAIRU FAVIC NÚCLEO DE EXTENSÃO PROJETO DE MONITORIA DO CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS SALVADOR AGO / 2015 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO...02 2. JUSTIFICATIVA...02 3. OBJETIVO

Leia mais

EDITAL N 0 15/2015 PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS

EDITAL N 0 15/2015 PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS O Diretor-Geral pro tempore (Portaria 531/2011) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul IFRS Câmpus Canoas, no uso das atribuições que lhe confere a Lei nº 11.892/2008,

Leia mais

PROFLETRAS R E G I M E N T O

PROFLETRAS R E G I M E N T O PROFLETRAS R E G I M E N T O CAPÍTULO I - CAPITULO II - CAPÍTULO III - CAPÍTULO IV - CAPÍTULO V - CAPÍTULO VI - CAPÍTULO VII - CAPÍTULO VIII - Das Finalidades Das Instituições Associadas Da Organização

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira 5 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MANUAL DO ESTUDANTE - ENADE 2014 Brasília DF 01/07/2014 5 SUMÁRIO 1. O QUE É O ENADE... 5 2. ÁREAS AVALIADAS

Leia mais

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL FACULDADE UNIGRAN CAPITAL PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA ACADÊMICA DE ENSINO E EXTENSÃO DOS CURSOS SUPERIORES DA FACULDADE UNIGRAN CAPITAL NA CATEGORIA DE MONITOR VOLUNTÁRIO EDITAL Nº 003/2014 O Diretor

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Campus Uruguaiana Curso de Graduação em Farmácia REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA MARÇO de 2013 CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES Art. 1º. As atividades complementares, no âmbito do Curso de Enfermagem,

Leia mais

HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS

HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS HISTÓRICO DAS AVALIAÇÕES INSTITUCIONAIS E DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS O processo de avaliação institucional foi desenvolvido pela comunidade acadêmica da Faculdade Atenas, com o intuito

Leia mais

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES Principais aspectos XIX SEMINÁRIO

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET EDITAL PET CURSO DE BIOMEDICINA

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET EDITAL PET CURSO DE BIOMEDICINA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET EDITAL PET CURSO DE BIOMEDICINA EDITAL n o. 02/2015 A Pós Graduação e Extensão juntamente com a Coordenação do curso de Biomedicina, da Escola Bahiana de Medicina e Saúde

Leia mais

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares são componentes curriculares que possibilitam

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica alterado o Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Psicologia, do. São Paulo, 26 de abril de 2012.

R E S O L U Ç Ã O. Fica alterado o Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Psicologia, do. São Paulo, 26 de abril de 2012. RESOLUÇÃO CONSEACC/SP 04/2012 ALTERA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PSICOLOGIA, DO CAMPUS SÃO PAULO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico de Campus

Leia mais

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 1. Quais são os tipos de instituições de ensino superior? De acordo com sua organização acadêmica, as instituições de ensino

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL A Faculdade Católica de Anápolis, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Do estágio curricular supervisionado A modalidade de Estágio Supervisionado é uma importante variável a ser considerada no contexto de perfil do egresso. A flexibilidade prevista

Leia mais

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1. A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Serviço Social o planejamento acadêmico do deve assegurar, em termos

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE

PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE Ministério da Educação PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 14 DE MARÇO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição,

Leia mais

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º. O Colegiado de Curso, previsto no Regimento Geral da Faculdade Guairacá é órgão da Coordenação Didática, destinado a

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE - NDE DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSV

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE - NDE DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSV CAPÍTULO I Das considerações preliminares Art. 1º. O presente Regulamento disciplina as atribuições e o funcionamento do Núcleo Docente Estruturante NDE dos Cursos Superiores Tecnológicos, de Bacharelado

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSAC 003/2012

RESOLUÇÃO CONSAC 003/2012 Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães, 222 Ponto Central CEP 44.032-620 RESOLUÇÃO

Leia mais

EDITAL 003/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1

EDITAL 003/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1 EDITAL 003/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1 A FACULDADE DOUTOR LEOCÁDIO JOSÉ CORREIA, mantida pelo Lar Escola Doutor Leocádio José Correia, torna público e declara abertas as inscrições para o Processo Seletivo

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I Seção I DISPOSIÇÕES GERAIS Da finalidade Art. 1 - As Atividade Complementares integram a grade curricular dos Cursos de Comunicação Social em conformidade

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração Cursos de Administração: qualidade necessária XIV Fórum Internacional de Administração Rio de Janeiro, 18 de maio de 2015 ENSINAR, APRENDER, AVALIAR... TRAJETÓRIA DA AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO SUPERIOR CAPES avaliação

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO E APERFEIÇOAMENTO PEDAGÓGICO AO DOCENTE

PROGRAMA DE APOIO E APERFEIÇOAMENTO PEDAGÓGICO AO DOCENTE PROGRAMA DE APOIO E APERFEIÇOAMENTO PEDAGÓGICO AO DOCENTE DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE - MT 2011 Apresentação Articulado com o novo Plano de Desenvolvimento Institucional (2011-2015)

Leia mais

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal.

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal. ENADE Exame Nacional de Desempenh ho de Estudantes O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO UNIFICADO PARA DOCENTE

EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO UNIFICADO PARA DOCENTE EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO UNIFICADO PARA DOCENTE A Direção Geral da, mantida pela Fundação Educacional do Baixo São Francisco Dr. Raimundo Marinho, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE 2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA/UEPG Mary Ângela Teixeira Brandalise Cursos da UEPG avaliados em 2014 Bacharelado em Biologia Licenciatura em Biologia

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE SOROCABA O Programa de Iniciação Científica da FACULDADE DE SOROCABA destinase a alunos de graduação para desenvolvimento de pesquisa científica

Leia mais

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS RELATIVOS A NÚCLEOS DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS E CONCESSÃO DE BOLSAS DE EXTENSÃO E INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA NEABI -

Leia mais

Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I

Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º O presente regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e julgamento de monografia,

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 022 01/06/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 022 01/06/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 022 01/06/2014 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados os requisitos

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE 2015. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE 2015. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE 2015 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG O QUE É O ENADE? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é um dos instrumentos de avaliação institucional

Leia mais

SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015

SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015 SEMINÁRIO DE GRADUAÇÃO ENADE 2015 ROTEIRO SINAES Princípios e concepções Os Ciclos Avaliativos do Enade e os Indicadores de Qualidade Enade 2015 PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO SINAES Responsabilidade : responsabilidade

Leia mais

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES 2013 INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES Este documento visa orientar as ações para a inscrição de estudantes irregulares no de anos anteriores e esclarecer as dúvidas que possam aparecer durante o processo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR EDITAL Nº 001/2015 A Faculdade do Vale do Araranguá, pessoa jurídica de direito privado, no uso de suas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG) UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG) EDITAL Nº 01/2014 A UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO do

Leia mais

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02

EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 EDITAL nº01/2012 CONVÊNIO UERGS/CAPES PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES Edição em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Cruz Alta 2012/02 A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Estadual do

Leia mais

Centro Universitário de Belo Horizonte - UniBH. Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde - ICBS

Centro Universitário de Belo Horizonte - UniBH. Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde - ICBS Centro Universitário de Belo Horizonte - UniBH Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde - ICBS Manual Atividades Complementares de Graduação - ACG Curso de Educação Física / Licenciatura e Bacharelado

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DOS PROJETOS DE SOFTWARE DA FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o desenvolvimento dos Projetos de Software do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Regulamento de Atividades Complementares

Regulamento de Atividades Complementares Regulamento de Atividades Complementares Regulamento do Registro de Atividades Complementares O presente regulamento normatiza o registro das Atividades Complementares em acordo com o artigo 3º, da Lei

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS O Conselho Acadêmico Superior (CAS), no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto da Universidade Positivo (UP), dispõe sobre as normas acadêmicas dos cursos

Leia mais

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES

Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES (Lei n o 10.861, de 14 de abril de 2004) OBJETIVO - Assegurar o processo nacional de:

Leia mais

A prova; O questionário de impressões dos estudantes sobre a prova; O questionário do estudante; e O questionário do coordenador(a) do curso.

A prova; O questionário de impressões dos estudantes sobre a prova; O questionário do estudante; e O questionário do coordenador(a) do curso. aumentar fonte diminuir fonte Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Educação Superior Enade Perguntas Frequentes Página Inicial Enade Perguntas Frequentes Manual do

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

Processo Seletivo SEBRAE Amapá nº 01/2013. Comunicado 02 - Errata 02/05/2013

Processo Seletivo SEBRAE Amapá nº 01/2013. Comunicado 02 - Errata 02/05/2013 Processo Seletivo SEBRAE Amapá nº 01/2013 Comunicado 02 - Errata 02/05/2013 O SEBRAE Amapá, assessorado pela FAPETEC Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura torna pública esta errata

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS -

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DOM BOSCO CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADES TEÓRICO-PRÁTICAS - NORMAS - Direção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco / AEDB Prof. Ms. Antonio Carlos Simon Esteves Coordenação do Curso de Pedagogia Profa. Ms. Sueli Sardinha Guedes 2 MISSÃO DA FFCLDB/AEDB Promover

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 3 ANEXO 5 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1.1 Disposições Preliminares Artigo 1 o - As atividades de Estágio Supervisionado que integram a Matriz Curricular do Curso de Administração, da Faculdade

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE MONITORIA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE MONITORIA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar a monitoria, no âmbito

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA

EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA A Diretora Acadêmica da Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas do

Leia mais

Faculdade de Educação de Alta Floresta FEAFLOR

Faculdade de Educação de Alta Floresta FEAFLOR REGIMENTO DE PRÁTICA DE FORMAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE ALTA FLORESTA - Alta Floresta/2009 SUMÁRIO 1 Apresentação... 3 2 DA DEFINIÇÃO... 3 3 DA FINALIDADE... 5 4 DAS DISPOSIÇOES

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA Av. Mamoré, nº 1520, Bairro Três Marias CEP: 78919-541 Tel: (69) 3733-5000 Porto Velho - RO 1 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração

A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração A inovação pedagógica e os impactos sobre os resultados do ENADE no curso de Administração Administrador e Professor MAURO KREUZ Diretor da Câmara de Formação Profissional do Conselho Federal de Administração

Leia mais