Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Arquitectura. 6º CURSO DE MESTRADO em REABILITAÇÃO DA ARQUITECTURA E NÚCLEOS URBANOS (MRANU)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Arquitectura. 6º CURSO DE MESTRADO em REABILITAÇÃO DA ARQUITECTURA E NÚCLEOS URBANOS (MRANU)"

Transcrição

1 Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Arquitectura 6º CURSO DE MESTRADO em REABILITAÇÃO DA ARQUITECTURA E NÚCLEOS URBANOS (MRANU) Módulo 1º semestre 2006/07: 20h Docente responsável Prof. Doutora Isabel Raposo Disciplina Qualificação de Bairros Críticos Objectivos Pretende-se nesta disciplina direccionar a reflexão crítica para a qualificação dos núcleos urbanos emergentes, especificamente dos bairros críticos recentes, de génese ilegal ou pública, centrais ou periféricos. Aborda-se o contexto de emergência destas áreas em Portugal, nos países desenvolvidos e em desenvolvimento e procede-se ao seu diagnóstico numa perspectiva multidisciplinar. Abordam-se as teorias urbanísticas e os programas recentes visando a qualificação de bairros críticos. Competências a adquirir Desenvolver a capacidade de realizar diagnósticos socio-urbanísticos, expeditos e participados dos bairros críticos recentes Conhecer e saber aplicar instrumentos e técnicas de qualificação dos bairros críticos Conteúdos Breve contextualização histórica da emergência de bairros críticos e sua caracterização: cidade industrial, urbanização acelerada, novas acepções do conceito de urbanização, os subúrbios, os bairros operários, os slums, os bairros clandestinos e os bairros sociais. Centro e periferia. Antigo e novo. Teorias e práticas urbanísticas: das visões utópicas e paternalistas à carta de Atenas de 1933, das reconstruções do pós-guerra e da renovação urbana à reabilitação; a nova carta de Atenas de A qualificação de bairros críticos. Programas recentes em Portugal: de uma visão sectorial a uma visão integrada, do realojamento à qualificação e reinserção urbana. A legalização, qualificação e integração dos assentamentos informais no Brasil e em África. Os subúrbios em França e sua qualificação: dos bairros operários às cités; da reabilitação ao renouvellement dos grands ensembles (Prof. Doutor Daniel Pinson, Université Paul Cézanne Aix-MarseilleIII). Os bairros clandestinos ou Áreas Urbanas de Génese Ilegal na AML: contexto de aparecimento, caracterização, legislação, o processo de legalização e reconversão urbanística; uma visão estratégica para intervenção nos bairros críticos (Drª Teresa Craveiro, CML/DPE) O PROQUAL da Brandoa: a qualificação de uma área urbana de génese ilegal; virtudes e fragilidades do programa; impacto urbanístico e social (Doutora Marina Antunes, CMA/PROQUAL) 1

2 Dos paradoxos do realojamento ao Programa de qualificação e reinserção urbana de bairros críticos (investigadora Maria João Freitas, LNEC/INH) A qualificação do Bairro do Alto da Cova da Moura. Actores de um processo conflituoso. A complexidade da participação pública. Avaliação Procede-se à avaliação contínua do desempenho do mestrando nas aulas e à avaliação do trabalho. Tema do trabalho: diagnóstico de um bairro crítico a escolher pelo mestrando e esboço de uma proposta de qualificação. Formato de apresentação: em papel, formato A4, num máximo de 10 páginas de texto e em formato digital São tidos em conta os seguintes critérios: curiosidade, empenho, capacidade de investigação e rigor científico, capacidade de síntese, de comunicação (oral, escrita e gráfica), de argumentação e de fundamentação dos pontos de vista. Bibliografia ABRANTES, Teresa (1994) Efeitos perversos dos bairros sociais. Observações e sugestões, Sociedade e Território, nº 20, pp ASCHER, François (2001) Les nouveaux principes de l urbanisme. La fin des villes n est pas à l ordre du jour, Paris, Éditions de l Aube. ASCHER, François (1998) Metapolis: Acerca do futuro da Cidade, Oeiras, Celta (ed. francesa 1995). AYMONIO, Carlos (1984, ed. port.; ed. it. 1975) O significado das cidades, Lisboa, Editorial Presença, Colecção Dimensões. JAIROCH, Paul (1984) De Jéricho à Mexico, villes et économie dans l histoire, Paris, Gallimard. BENEVOLO, L. (1993) Histoire de La Ville, Paris, Parenthèses. BENEVOLO, L. (1979 ; 1ª e dit 1963) Origenes del urbanismo moderno, Madrid, H. Blume Ediciones. BONETTI, M. ; SÉCHET, P. (2002) Démarches de développement. La participation des habitants, Cidades, Comunidades e Território, 4, pp BONETTI, M. (1994) «Revalorisation des quartiers en crise: de la réhabilitation à la gestion urbaine intégrée», Sociedade e Território, nº 20, pp BORJA, Jordi e CASTELLS, Manuel (1997) Local y global. La gestión de las ciudades en la era de la información, Madrid, UNCHS/Grupo Santillana de Ediciones (ed. inglesa 1996). BOURDIEU, Pierre (dir.) (1993) La misère du monde, Paris, Seuil. BRANCO, Inês; PRUDÊNCIO, Paula (1994) Da recuperação do edificado à reabilitação do tecido social: uma nova perspectiva de intervenção urbanística o caso da cidade de Lisboa, in Actas do Encontro Dinâmicas Culturais, Cidadania e Desenvolvimento Local, Lisboa, Associação Portuguesa de Sociologia. CABRAL, J.; MARQUES, T. (2002) Do planeamento estratégico ao desenvolvimento sustentável Experiência em Portugal, Inforgeo, nº 11. CAEIRO, Mário Jorge (coord.) (2002) Lisboa capital do nada, Marvila 2001, criar, debater, intervir no espaço público, Lisboa, Extramuros. CARDOSO, Ana (1993) A outra face da cidade Pobreza em bairros degradados de Lisboa, Lisboa, Câmara Municipal de Lisboa. CARMONA, M.; BURGESS, R. (2001) Strategic Planning & Urban Projects. Responses to globalisation from 15 cities, The Netherlands, Delft University Press. CASTELLS, Manuel (1989) The informational city, Cambridge, Mass., Basil Blackwell. CHOAY, Françoise (1965) Urbanisme, utopies et réalités, Paris, Le Seuil. CHOAY, Françoise (1999) «De la ville à l urbain», Urbanisme, nº 309. COELHO, António B. (1994) É preciso integrar a Habitação Social na continuidade urbana, Sociedade e Território, nº 20, pp CONSELHO EUROPEU DE URBANISTAS (2003) A nova Carta de Atenas (ed. port. editada por P. Correia e Isabel C. Lobo, DGOTDU, Associação de Urbanistas Portugueses), Lisboa. 2

3 (versão francesa: COMISSÃO EUROPEIA / GRUPO DE PERITOS SOBRE O AMBIENTE URBANO (1994) Projecto de Cidades Sustentáveis - Cidades Europeias Sustentáveis, Primeiro Relatório, Lisboa, MEPAT. COING, Henri, (1966) Rénovation urbaine et changement sociale, Paris, Les Éditions Ouvrières CRAVEIRO, Mª T. (2001) Benfica na coroa periférica de Lisboa. Assimetrias estruturais e contributos de requalificação, in Pinheiro, M., Baptista, L. e Vaz Mª J. (orgs.), Cidade e Metrópole Centralidades e Marginalidades, Oeiras, Celta, pp CÂNCIO, Fernanda; ABÍLIO, Leilão (2005) Cidades sem nome crónica da condição suburbana, Lisboa, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo. CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA (2005) Sentir Lisboa, Lisboa. CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA (Jun 1995) Plano de Urbanização. Alto do Lumiar. Versão definitiva, Lisboa. CÂMARA MUNICIPAL DE SEIXAL (2001) Áreas urbanas de génese ilegal, Seixal. CHOAY, Françoise (2006) Pour une anthropologie de l espace, Paris, Seuil DIRECÇÃO GERAL DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL (1996) Programas URBAN e Reabilitação Urbana: Coesão Social e revitalização Urbana, Porto. DIRECÇÃO GERAL DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL (1996) Programas URBAN e Reabilitação Urbana: Revitalização de áreas urbanas em crise, Lisboa. FERREIRA, A. Fonseca (1987) Por uma nova política de habitação, Porto, Edições Afrontamento. FERREIRA, A. Fonseca (1989) PIMP O realojamento tardio, lento e desastrado, Sociedade e Território, nº 10/11, pp FERREIRA, V. M.; CASTRO, A. (2000) Espaços públicos e verde urbano em Lisboa, Cidades, Comunidades e Território, nº 1, pp FERREIRA, A. F.; GUERRA, Isabel; MATIAS, Nelson; STUSSI, Robert (1985) Perfil social e estratégias do clandestino. Estudo sociológico da habitação clandestina na Área Metropolitana de Lisboa, Lisboa, Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) /ISCTE. FREITAS, Mª João (1994) Os paradoxos do realojamento, Sociedade e Território, nº 20, pp FRIEDMANN, John (1996) Empowerment. Uma política de desenvolvimento alternativo, Oeiras, Celta. GASPAR, J. (coord.) (1989) Clandestinos em Portuga: leituras, Lisboa, Livros Horizonte. GEHL, Jan; GEMZOE, Lars (2002) Novos espaços urbanos, Barcelona, Gustavo Gili (1ª ed. dinam. 2001) GOITIA, Fernando C. (1982) Breve história do urbanismo, Lisboa, Editorial Presença. GUERRA, Isabel (Dez 2000) Planeamento estratégico de cidades. Organização do espaço e acção colectiva, Cidades, Comunidades e Território, nº 1, Lisboa, CET/ISCTE, pp GUERRA, Isabel (1994) As pessoas não são coisas que se ponham em gavetas, Sociedade e Território, nº 20, pp GROS, Marielle C. (1994) «Pequena história do alojamento social em Portugal», Sociedade e Território, nº 20, pp HEITOR, Teresa Valsassina (s/d) Olivais e Chelas, operações urbanísticos de grande escala. in HALL, Peter (2002, 4ª ed) Urban and Regional Planning, New York, Routledge. HOWARD, Ebenezer (1898/1969) Les cités-jardins de demain, Paris, Dunod. JACOBS, Jane (1961) The death and Life of Great American Cities, Random, Nova York. KANASHIRO, Milena (2004) Da antiga à nova Carta de Atenas em busca de um paradigma especial de sustentabilidade in Desenvolvimento e Meio Ambiente, 9, pp , Editora UFPR. in KAUFMANN, Vincent (2002) 21 projets de villa urbaine durables, Urbanisme, nº 324, pp KRIER, Robert (1975) L'Espace de Bâtir les Villes, Bruxelas, Ed. Archives d'architecture Moderne. LAMAS, José Garcia (2000, 2ª ed.) Morfologia urbana e desenho da cidade, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian / Fundação para a Ciência e Tecnologia. 3

4 LE CORBUSIER (1957) La Charte d Athènes, Paris, Les Editions de Minuit. LE CORBUSIER (1929) The city of tomorrow, London, The Architectural Press. LEFEBVRE, Henri (1974) La Production de l'espace, Paris, Anthropos LEFEBVRE, Henri (1970) La Révolution urbaine, Paris, Gallimard. LÉVI-STRAUSS, Claude (1955) Tristes tropiques, Paris, Plon. LNEC (Jan 2001) Habitat e minorias. Limites e potencialidades da promoção pública de habitação em processos de integração sócio-urbanística, Grupo de Ecologia Social, Lisboa, LNEC. LÔBO, Margarida Souza (1995) Planos de Urbanização. A época de Duarte Pacheco, DGOTDU, Porto, FAUP Publicações. MADANIPOUR, Ali (2003) Public and private space, New York, Routledge. MAIO, Fernanda (Out 2006) "Vidas reais, gente real": A re-presentação de outros na arte no espaço público, Revista Crítica de Ciências Sociais, 75. MALHEIROS, Jorge M. (2000) Segregação socio-étnica na região metropolitana de Lisboa, Sociedade e Território, nº 30, pp MERLIN, Pierre (1988) Dictionnaire de l'urbanisme et de l'aménagement", Paris, Presses Universitaires de France. MOITA, Irisalva (coord.) (1994) O Livro de Lisboa, Lisboa, Livros Horizonte. NEUTELINGS, Willem (1992) Patchwork city, Roterdão, 010 Publishers. PANERAY, Ph.; DEPAULE, J.-Ch ; DEMORGON, M. (1999) Analyse Urbaine, Marseille, Éd. Parenthèses. PANERAI, Ph.; CASTEX, J.; DEPAULE, J.-Ch. (1997) Formes Urbaines - de l îlot à la barre, Marseille, Éditions Parenthèses. PEREIRA, Maria da Luz Valente (1994) A leitura da Imagem de uma Área Urbana como preparação para o Planeamento/Acção da sua reabilitação, Lisboa, LNEC. PEREIRA, N. Teotónio e BUARQUE, I. (1995) Prédios e vilas de Lisboa, Lisboa, Livros Horizonte. PINHEIRO, M; BAPTISTA, L.; VAZ Mª J. (orgs.) (2001) Cidade e Metrópole Centralidades e Marginalidades, Oeiras, Celta. PINSON, Daniel (1996) «L Architecture des ZUP comme culture ou la monumentalisation do logement», Les Cahiers de la recherche Architecturale, 38-39, Marseille, Parenthèses. PINSON, Daniel «Le renouvellement urbain des grands ensembles : pour quelles formes urbaines et avec quelle place pour l habitat», in : PINSON, Daniel (1992) Des Banlieues et des villes. Dérive et eurocompétition, Paris, Les Editions Ouvrières. PINTO, Teresa Costa (1994) A apropriação do espaço em Bairros Sociais: o gosto pela casa e o desgosto pelo bairro, Sociedade e Território, nº 20, pp POLANYI, Karl (1983 ; 1ª ed. 1944) La grande transformation, aux origines politiques et économiques de notre temps, Paris, Gallimard. PORTAS, N.; Domingues, A.; Cabral, J. (2004) Políticas urbanas. Tendências, estratégias e oportunidades, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian RIO, Vicente del (2001, 6ª tir.) Introdução ao desenho urbano no processo de planejamento, S. Paulo, Editora Pini. RODRIGUES, C. Macedo; GUERRA, Isabel; CABRAL, João et al (1989) Clandestinos em Portugal Leituras, Lisboa, Col. Horizonte Universitário, 50, Livros Horizonte. RAPOSO, Isabel (coord.) (2007) Guia de reabilitação e construção da Cidade de Loulé, Loulé, Câmara Municipal de Loulé. RAPOSO, Isabel (1999) Urbaniser villages et maisons. Projets politiques et réalités sociales. Manica (Mozambique) et Alte (Portugal), tese de doutoramento defendida na Universidade de Paris XII Val de Marne e divulgada por Presses Universitaires du Septentrion. ROGERS, Richard (2001 ed. port.; 1ª ed. ing. 1997) Cidades para um pequeno planeta, Barcelona, Editorial Gustavo Gili. SALGUEIRO, Teresa Barata (2001) Lisboa, periferia e centralidades, Oeiras, Celta. SANTOS, Boaventura de Sousa (2002) Democracia e participação. O caso do orçamento participativo de Porto Alegre, Porto, Afrontamento. SANTOS, Boaventura de SOUSA (1994) Pela mão de Alice; o social e o político na pósmodernidade, Porto, Afrontamento. 4

5 SOLA-MORALES; RUBIÓ, Manuel de (1997) Las Formas de Crecimiento Urbano, Barcelona, Ed. UPC. TEIXEIRA, Manuel C. (1994) A habitação popular no Porto no século XIX características morfológicas, e transmissão de modelos: as ilhas do Porto e os cortiços do rio de Janeiro, Análise social, nº 127, 4ª sére, vol. XXIX, pp VIEILLARD-BARON, Hervé (2001) Les Banlieues. Des singularités françaises aux réalités mondiales, Paris, Hachette. Web sites Instituto Nacional de Habitação Grupo Habitar APPQH Associação Portuguesa para a Promoção da Qualidade Habitacional Daniel Pinson Project for public spaces Revistas Análise social, Habitação na cidade industrial , nº 127, 4ª sére, vol. XXIX, 1994 Architecture d aujourd hui, nº 185, 1976 (SAAL) (reeditado em 2006) Cadernos Municipais, nº 59, 1993, Abril. Câmara Municipal de Lisboa, DCH-Departamento de Construção de Habitação, boletins nºs 52, 53, 54, 55, 56, 57 (2001) Cidades, Comunidades e Territórios, Centro de Estudos Territoriais, ISCTE GTH, Boletim Gabinete Técnico da Habitação da Câmara Municipal de Lisboa, nºs 5, 6, 14, 20, 27, 39/40 Espaces et Sociétés, Les échelles de l espace social, nº 82/83, Sociedade e Território, Clandestinos e outros destinos, nº 1, Março Sociedade e Território, As pessoas não são coisas que se metam em gavetas, nº 20, Maio Sociedade e Território, Marginalidades e exclusão, nº 30, Março Urbanisme, Illégalités et urbanisation, nº 318, Maio-Junho Urbanisme, Le grand ensemble : histoire et devenir, nº 322, Janeiro-Fevereiro Urbanisme, Tranquillité/sécurité, nº 323, Março-Abril

Diagnóstico Social Santo Tirso Referências bibliográficas 426

Diagnóstico Social Santo Tirso Referências bibliográficas 426 Diagnóstico Social Santo Tirso Referências bibliográficas 425 Referências Bibliográficas Diagnóstico Social Santo Tirso Referências bibliográficas 426 Diagnóstico Social Santo Tirso Referências bibliográficas

Leia mais

SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO

SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO Ano Lectivo 2008/2009 SOCIOLOGIA OBJECTO E MÉTODO Cursos: Licenciatura em Sociologia e Licenciatura em Sociologia e Planeamento (1º ciclo) Unidade Curricular: Sociologia Objecto e Método Localização no

Leia mais

Câmara Municipal de Lisboa

Câmara Municipal de Lisboa Câmara Municipal de Lisboa Uma Experiência em Realojamentos Sociais XXXI Programa Iberoamericano de Formación Municipal de la UCCI L i s b o a, 30 de Junho de 2009 Índice de Apresentação 00 Estrutura da

Leia mais

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A partir de meados do século xx a actividade de planeamento passou a estar intimamente relacionada com o modelo racional. Uma das propostas que distinguia este do anterior paradigma era a integração

Leia mais

Curso Desenho Urbano Sustentável em Portugal: teoria e prática 07 e 25 de julho

Curso Desenho Urbano Sustentável em Portugal: teoria e prática 07 e 25 de julho Curso Desenho Urbano Sustentável em Portugal: teoria e prática 07 e 25 de julho Teoria do Desenho Urbano e Estudos de Casos portugueses 20 horas aula. Docente: Prof Doutor Diogo Mateus O objetivo será

Leia mais

IST Mestrado em Urbanismo e Ordenamento do Território Programa de Planeamento Estratégico e Governância urbana 2014 2015. 1.

IST Mestrado em Urbanismo e Ordenamento do Território Programa de Planeamento Estratégico e Governância urbana 2014 2015. 1. IST Mestrado em Urbanismo e Ordenamento do Território Programa de Planeamento Estratégico e Governância urbana 2014 2015 "Os seres humanos ligados por um projeto concertado têm superioridade em relação

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Disciplina: Projeto Urbano e Paisagístico I PUP I Carga horária: 80 horas Ano Letivo: 2012 Série: 2ª Série Justificativa da Inclusão da Disciplina

Leia mais

Laboratório de Arquitectura III Mestrado Integrado em Arquitectura com especialização em Gestão Urbanística. Ano lectivo 2009/2010

Laboratório de Arquitectura III Mestrado Integrado em Arquitectura com especialização em Gestão Urbanística. Ano lectivo 2009/2010 Laboratório de Arquitectura III Mestrado Integrado em Arquitectura com especialização em Gestão Urbanística. Ano lectivo 2009/2010 Docente responsável: Professora Doutora Catarina Teles Ferreira Camarinhas

Leia mais

Curso de Mestrado em Arquivos, Bibliotecas e Ciências da Informação Ano Lectivo de 2006/2007- Ramo Bibliotecas

Curso de Mestrado em Arquivos, Bibliotecas e Ciências da Informação Ano Lectivo de 2006/2007- Ramo Bibliotecas 1 UNIVERSIDADE DE ÉVORA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Curso de Mestrado em Arquivos, Bibliotecas e Ciências da Informação Ano Lectivo de 2006/2007- Ramo Bibliotecas Seminário de Bibliotecas Prof. Dr. Francisco

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular AMBIENTE

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Educação e Comunicação

UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Educação e Comunicação UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Educação e Comunicação Ano Letivo 2014-2015 Designação do Curso Mestrado em Educação Social Unidade Curricular «Racismo e Etnicidade» Área Científica Sociologia

Leia mais

Biblioteca Nacional : exterior : interior ; Ana Tostões... [et al.]. - Lisboa : Biblioteca Nacional, 2004. - 128 p.

Biblioteca Nacional : exterior : interior ; Ana Tostões... [et al.]. - Lisboa : Biblioteca Nacional, 2004. - 128 p. MONOGRAFIAS TOSTÕES, Ana Biblioteca Nacional : exterior : interior ; Ana Tostões... [et al.]. - Lisboa : Biblioteca Nacional, 2004. - 128 p. Monteiro, Porfírio Pardal, 1897-1957 / Costa, Daciano da, 1930-2005

Leia mais

I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO

I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO I CURSO PÓS-GRADUADO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO DO URBANISMO E DA CONSTRUÇÃO Coordenação Científica: Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, Prof. Doutora Carla Amado Gomes, Prof. Doutor João Miranda

Leia mais

Fernando Correia. Principais atividades e funções atuais

Fernando Correia. Principais atividades e funções atuais 1 Fernando Correia Fernando António Pinheiro Correia nasceu em Coimbra em 1942. Jornalista. Docente universitário, com o grau de Professor Associado Convidado. Investigador em Sociologia, História e Socioeconomia

Leia mais

FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009. Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009

FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009. Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009 FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009 Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009 EMPRESAS E INOVAÇÃO Luísa Oliveira luisa.oliveira@iscte.pt Luísa Veloso

Leia mais

Planeamento Urbano Urbanização e Cidade Planeamento e Planos JOÃO CABRAL FA/UTL

Planeamento Urbano Urbanização e Cidade Planeamento e Planos JOÃO CABRAL FA/UTL Planeamento Urbano Urbanização e Cidade Planeamento e Planos JOÃO CABRAL FA/UTL Cidade de Chaves em DOMINGUES, A. (2006), Cidade & Democracia, 30 anos de transformação urbana em Portugal, Ed. Argumentum,

Leia mais

15. Outros Temas. LIVROS E OUTRAS PUBLICAÇÕES: Campos, Ezequiel de (1915),

15. Outros Temas. LIVROS E OUTRAS PUBLICAÇÕES: Campos, Ezequiel de (1915), 15. Outros Temas ATÉ Á DÉCADA DE 40 Campos, Ezequiel de (1915), Carvalho, Augusto da Silva (1903), Martins, João Lopes da Silva (1897), Sousa, Francisco Luíz Pereira (1919), A grei: subsídios para a demografia

Leia mais

Planificación Cultural

Planificación Cultural FACULTADE DE FILOLOXÍA DEPARTAMENTO DE FILOLOXÍA GALEGA Planificación Cultural Elias J. Feijó Torres M. Felisa Rodríguez Prado GUÍA DOCENTE E MATERIAL DIDÁCTICO 2015/2016 FACULTADE DE FILOLOXÍA. DEPARTAMENTO

Leia mais

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas.

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas. Doc 5. Proposta de Projecto de Lei Sobre a Profissão, a Prática e a Formação do Urbanista A necessidade de implementar uma política consistente de Ordenamento do Território e Urbanismo, tem determinado

Leia mais

ESCOLA EB 2,3 DE GUEIFÃES 5ºANO

ESCOLA EB 2,3 DE GUEIFÃES 5ºANO 5ºANO Língua Portuguesa Diálogos 5 Fernanda Costa e Luísa Mendonça História e Geografia Saber em Acção 5 Ana Isabel Gonçalves, Eliseu Alves, Manuela Mendes Ciências da Natureza Educação Musical Tween 5

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular COOPERAÇÃO POLÍCIAL Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Ágata Dourado Sequeira CURRICULUM VITAE

Ágata Dourado Sequeira CURRICULUM VITAE Ágata Dourado Sequeira CURRICULUM VITAE Almada 2014 CURRICULUM VITAE Maio, 2014 1 DADOS PESSOAIS Nome: Nome de citação bibliográfica preferencial: Sexo: Nascimento: Ágata Dourado Sequeira Sequeira, Ágata

Leia mais

7. BIBLIOGRAFIA GERAL. Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa.

7. BIBLIOGRAFIA GERAL. Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa. 7. BIBLIOGRAFIA GERAL Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa. Alcoforado, M.J. et al. (1993), Domínios bioclimáticos em Portugal: definidos por comparação

Leia mais

Curso(s): Licenciaturas em Engenharia Total de horas Aulas Teórico-Práticas 60 h

Curso(s): Licenciaturas em Engenharia Total de horas Aulas Teórico-Práticas 60 h UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA F A C U L D A D E D E E NGE N H ARIA Disciplina de DESENHO Contexto da Disciplina Horas de Trabalho do Aluno Curso(s): Licenciaturas em Engenharia Total de horas Aulas

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular 0x08 graphic Programa de Unidade Curricular Faculdade de Arquitectura e Artes Mestrado Integrado em Arquitectura Unidade Curricular : PROJECTO III Recuperação Arqcª e Urbana Planeamento Urbano Semestres:

Leia mais

Bela Vista CORTA MATO ESCOLAR. AG. Escolas D. Dinis (47) - 1º ESCALÃO

Bela Vista CORTA MATO ESCOLAR. AG. Escolas D. Dinis (47) - 1º ESCALÃO AG. Escolas D. Dinis (47) - 1º 76 Lúcia Fonseca 1 INFBF 77 Jessica Vitorino 8 INFBF 79 Ana Barros 11 INFBF 80 Joana Branquinho 27 INFBF Liceu Frances Charles Lepierre (117) - 2º 1355 Maria Gonçalves 15

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS:

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: Bairro da Laje, freguesia de Porto Salvo: - Parque Urbano Fase IV Os Arranjos Exteriores do Parque Urbano Fase IV do bairro da Laje, inserem-se num vasto plano de reconversão

Leia mais

Universidade de Évora

Universidade de Évora S E M I N Á R I O Avaliação Externa das Escolas: que futuro? 21 outubro2 0 1 1 Impacto e efeitos da avaliação externa nas escolas Universidade de Évora José Saragoça 1. APRESENTAÇÃO 2. EXPERIÊNCIASNAAVALIAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA INSTITUTO DE ESTUDOS POLÍTICOS Curso de Licenciatura em Ciência Política

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA INSTITUTO DE ESTUDOS POLÍTICOS Curso de Licenciatura em Ciência Política Programa I Introdução Razão de ser: a União Europeia (UE), o sistema político internacional e a geoestratégia da UE. O alargamento. O que é a UE. O factor democrático. Ideais, Valores, Princípios e Objectivos

Leia mais

EB2,3 LUÍS DE STTAU MONTEIRO MANUAIS ESCOLARES 2014/2015

EB2,3 LUÍS DE STTAU MONTEIRO MANUAIS ESCOLARES 2014/2015 EB2,3 LUÍS DE STTAU MONTEIRO MANUAIS ESCOLARES 2014/2015 DISCIPLINA ANO ISBN TÍTULO EDITORA AUTORES Ciências Naturais Física ** Moral e Religiosa Católica Musical Tecnológica 5º Ano 978-972-0-20659-6 Páginas

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA. Gabinete da Qualidade Observatório da Qualidade Agosto 2008

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA. Gabinete da Qualidade Observatório da Qualidade Agosto 2008 AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO E DESIGN MULTIMÉDIA Agosto 08 de Comunicação e Design Multimédia 08 ÍNDICE 1. Introdução 5 2. População e Amostra 5 3. Apresentação de Resultados 6 3.1. Opinião dos alunos

Leia mais

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Curriculum Vitae Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Dados pessoais Morada: Rua Dona Estefânia nº 3, 4º. 1150-129 Lisboa Contactos: 91 4359997 jmgfoliveira@hotmail.com Local e data de nascimento:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular Demografia e Dinâmicas Territoriais Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARQUITECTURA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARQUITECTURA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARQUITECTURA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular HISTÓRIA

Leia mais

Escolas em Grande Plano

Escolas em Grande Plano Escolas em Grande Plano Integração do Vídeo na Educação e na Escola Trabalho realizado por: Elisa Castro e Fátima Chavarria Mestrado em Educação Tecnologia Educativa Tecnologia do Vídeo Docente: Doutor

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n.33, v.2, p.170-175, ago./dez.2011. RESENHA:

Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n.33, v.2, p.170-175, ago./dez.2011. RESENHA: RESENHA: FERRÃO, João. O ordenamento do território como política pública. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011. 146p. Hélio Carlos Miranda de Oliveira Prof. do Curso de Geografia da Faculdade de

Leia mais

o papel das dinâmicas e estratégias residenciais no desenvolvimento territorial da área metropolitana de lisboa 1

o papel das dinâmicas e estratégias residenciais no desenvolvimento territorial da área metropolitana de lisboa 1 o papel das dinâmicas e estratégias residenciais no desenvolvimento territorial da área metropolitana de lisboa 1 Maria Júlia Ferreira 2 Resumo: Palavras-chave Estratégias habitacionais; territórios residenciais;

Leia mais

FORMAÇÃO DA SOCIEDADE PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA

FORMAÇÃO DA SOCIEDADE PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA David Justino Professor Associado Jorge Pedreira Professor Auxiliar CURSO DO 1º CICLO EM SOCIOLOGIA Ano Lectivo de 2014-2015 OBJECTIVOS E REQUISITOS DA DISCIPLINA

Leia mais

FASCÍCULO VII BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA

FASCÍCULO VII BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA Com a colaboração de: BIBLIOGRAFIA AMÂNCIO, Lígia, Masculino e feminino: a construção social da diferença. Porto, Edições Afrontamento, 1994 ALMEIDA, Ana Nunes et

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO Área Científica Gestão Ciclo de Estudos Licenciatura em Som e Imagem Ramo de Vídeo e ramo de som Carácter: Obrigatória

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores Informação Pessoal Nome Nuno Miguel Fernandes Aires Data de Nascimento 24 de Julho de 1971 Morada Avenida 5 Outubro, 25 6º andar 8000 Faro Nacionalidade Portuguesa Telemóvel 915 333 112 E-mail naires@msn.com

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM PORTUGAL

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM PORTUGAL ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM PORTUGAL PESQUISA NO CATÁLOGO BIBLIOGRÁFICO Administração pública AND Portugal ALMEIDA, António Henrique Gomes de - A aplicação do balanced scorecard às agências Públicas : um

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA PROFISSIONAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA PROFISSIONAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ÉTICA PROFISSIONAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Serviço Social (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular ÉTICA

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

Ficha Técnica Edição CM Lourinhã Sector de Acção Social CM Torres Vedras Sector de Assuntos Sociais, Saúde e Habitação

Ficha Técnica Edição CM Lourinhã Sector de Acção Social CM Torres Vedras Sector de Assuntos Sociais, Saúde e Habitação Ficha Técnica Edição CM Lourinhã Sector de Acção Social CM Torres Vedras Sector de Assuntos Sociais, Saúde e Habitação Coordenação Mafalda Teixeira Coordenadora da Rede Social da Lourinhã Nélia Feliciano

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Évora, Universidade de Évora, 24 de Abril de 2012 Programa Preliminar Tema Intervenientes 9h30 Receção aos Participantes 9h45 Boas Vindas e Abertura

Leia mais

Do Risco à Catástrofe Um Desafio para a Protecção Civil O Risco Sísmico no Município da Amadora

Do Risco à Catástrofe Um Desafio para a Protecção Civil O Risco Sísmico no Município da Amadora Do Risco à Catástrofe Um Desafio para a Protecção Civil O Risco Sísmico no Município da Amadora Luís Carvalho Geógrafo Câmara Municipal da Amadora Serviço Municipal de Protecção Civil luis.carvalho@cm

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003740A - Arquitetura V - Aspectos Sociais da Habitação Docente(s) Silvana Aparecida Alves Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes

Leia mais

Instituto Superior de Ciências da Educação. - Complementaridade e interdependência nas Ciências Sociais

Instituto Superior de Ciências da Educação. - Complementaridade e interdependência nas Ciências Sociais Instituto Superior de Ciências da Educação DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE LICENCIATURA EM ENSINO DE SOCIOLOGIA Tópicos de matérias para a prova de exame de admissão 1- As Ciências Sociais no

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

1. Estudos globais sobre a população portuguesa

1. Estudos globais sobre a população portuguesa 1. Estudos globais sobre a população portuguesa ATÉ Á DÉCADA DE 40 Guedes, Armando Marques (1936), Mota, Pinto da (1904), Demografia Portuguesa, Lisboa, [sn] Elementos de demografia Lusitana, Lisboa, [sn]

Leia mais

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO

2014/2015 Lista de manuais escolares adotados 5.º ANO 5.º ANO Inglês História e Geografia de Portugal Ciências Naturais Pretextos 5 Caderno de Atividades - Pretextos 5 Tween 5 - Inglês - 5.º Ano - Nível 1 Tween 5 - Workbook Saber em Ação 5 - História e Geografia

Leia mais

No âmbito desta colaboração participou, nomeadamente, nos seguintes estudos:

No âmbito desta colaboração participou, nomeadamente, nos seguintes estudos: Nome- Álvaro António Gomes Domingues Data de nascimento- 11/10/1959 Habilitações académicas: Curso de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP). Licenciatura concluída em 1981 com

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados 5.º Ano Páginas da 978-972-0-20659-6 Catarina Rosa Peralta, Porto, Lda. 18.55 180 Terra 5 - Maria Beleza Calhau, Ciências da Maria Fernanda Sousa Natureza Física Em movimento 978-989-23-1905-6 Avelino

Leia mais

CURSO DE TEMAS CLÍNICOS PARA GESTORES DA SAÚDE

CURSO DE TEMAS CLÍNICOS PARA GESTORES DA SAÚDE CURSO DE TEMAS CLÍNICOS PARA GESTORES DA SAÚDE PÓS-GRADUAÇÃO DE CAPACITAÇÃO 20 novembro a 4 março O diálogo entre gestores e clínicos é fundamental para a implementação das melhores soluções organizacionais

Leia mais

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS

7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS UMA INICIATIVA INTEGRADA NA: URBAVERDE FEIRA DAS CIDADES SUSTENTÁVEIS ª 7.ª GRANDE CONFERÊNCIA DO JORNAL ARQUITECTURAS ARRENDAMENTO E REABILITAÇÃO: DINAMIZAR O MERCADO, REGENERAR A CIDADE 12 de Abril de

Leia mais

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09)

Relatório de Licença Sabática. de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes. (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Relatório de Licença Sabática de Maria Antónia da Silva Figueiredo Lopes (2º semestre do ano lectivo de 2007-08 e 1º semestre de 2008-09) Por despacho do Senhor Vice-Reitor de 16 de Março de 2007, gozei

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ÉTICA, DEONTOLOGIA E LEGISLAÇÃO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular HISTÓRIA DA ARTE MODERNA Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular HISTÓRIA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

A GESTÃO RISCO NO TERRITÓRIO, O CONTRIBUTO DOS PLANOS REGIONAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO

A GESTÃO RISCO NO TERRITÓRIO, O CONTRIBUTO DOS PLANOS REGIONAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO A GESTÃO RISCO NO TERRITÓRIO, O CONTRIBUTO DOS PLANOS REGIONAIS DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO Painel 4 - Aplicação do planeamento/planejamento e ordenamento do território à gestão de riscos Teresa Cravo

Leia mais

REFERÊNCIAS DA BMFC. Ciclo de Exposições Documentais Temáticas Leituras sobre Migrações: mobilidades populacionais no continente europeu 1 5

REFERÊNCIAS DA BMFC. Ciclo de Exposições Documentais Temáticas Leituras sobre Migrações: mobilidades populacionais no continente europeu 1 5 1 5 REFERÊNCIAS DA BMFC ANDRADE, Humberta de Histórias de emigrantes. Lisboa: Universitária, 1988. 150 p. Assunto: Literatura portuguesa Cota: FG LP(CL) ANDR-H. his ANTUNES, Manuel Repensar a Europa e

Leia mais

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL JESSICA KICK-OFF MEETING FÁTIMA FERREIRA mrferreira@ihru.pt POLÍTICA DE CIDADES NO ÂMBITO DO QREN - PORTUGAL PO Regional Programas integrados de regeneração

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES

PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2006 [aprovado em reunião do CC em 11 de Novembro 2005] Introdução O IPRI-UNL definiu como objectivo fundamental para a sua actividade constituir-se como uma estrutura institucional

Leia mais

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Prova de: GEOGRAFIA Conteúdos: 1. A posição de Portugal na Europa e no Mundo 1.1. A constituição do território nacional 1.2.

Leia mais

2013/2014 Lista de manuais escolares adotados

2013/2014 Lista de manuais escolares adotados Pág. 1 Portugal Inglês 5º Ano 978-972-0-20222-2 Way to Go 5 Porto Editora Cláudia Regina Abreu, Natália Sofia Cardoso, Neil Mason 17.62 50 Matemática 5º Ano 978-989-647- MSI 5 - Matemática Sob Areal Editores,

Leia mais

Projeto de Monitoria. do Desenho Urbanos. Plano de Trabalho 2012

Projeto de Monitoria. do Desenho Urbanos. Plano de Trabalho 2012 Projeto de Monitoria para a disciplina Fundamentos do Planejamento e do Desenho Urbanos Plano de Trabalho 2012 Plano de Trabalho para composição do Projeto de Monitoria do CTRN, em cumprimento às exigências

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados

Ano Letivo 2014/2015 - Lista de manuais escolares adotados 5.º Ano Ciências Naturais DESAFIOS 978-989-708-489-8 Isabel Caldas, Isabel SANTILLANA 18.53 0 Terra Viva Pestana Ciências Naturais 5.º Ano Física Hoje Há 978-972-47-4731-6 João Barata, Olímpio Texto Editores,

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

Do Jornalismo aos Media

Do Jornalismo aos Media Do Jornalismo aos Media Estudos sobre a realidade portuguesa Rogério Santos Universidade Católica Editora Índice Introdução 7 Parte I Elementos para a história dos media em Portugal Jornalismo português

Leia mais

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL programa Ao evocar os 260 anos do Terramoto de 1755, a Câmara Municipal de Lisboa, através do Programa que agora se apresenta, pretende levar a cabo um conjunto de atividades e manifestações alusivas à

Leia mais

EQUIPA DE INVESTIGAÇÃO

EQUIPA DE INVESTIGAÇÃO O Núcleo de Estudos Urbanos e Territoriais EQUIPA DE INVESTIGAÇÃO (atualizado em dezembro de 2015) CONSTITUIÇÃO A equipa de investigação compreende: um núcleo permanente de investigadores pertencentes

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FUNDAMENTOS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular FUNDAMENTOS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular FUNDAMENTOS DO DESENHO DE COMUNICAÇÃO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

2.º Colóquio Internacional Ler e Ser: pontes para o futuro

2.º Colóquio Internacional Ler e Ser: pontes para o futuro 2.º Colóquio Internacional Ler e Ser: pontes para o futuro Programa I30 de Outubro 2015 13h00-14h00 Receção dos participantes e entrega da documentação Momento musical com o Colégio EFANOR* 14h15-15h15

Leia mais

2013/2014 Lista de manuais escolares adotados

2013/2014 Lista de manuais escolares adotados Ciências Naturais 5º Ano 978-989-647- Natura 5 - Ciências da Areal Editores, SA Osório Da Cunha Matias 18.08 101 160-6 Natureza - 5.º Ano Santos, Pedro Nuno Gomes Bastos Martins Musical 5º Ano 978-972-680-

Leia mais

MORFOLOGIA URBANA DAS ÁREAS DE FUNDO DE VALE DO CÓRREGO DO VEADO EM PRESIDENTE PRUDENTE, SP

MORFOLOGIA URBANA DAS ÁREAS DE FUNDO DE VALE DO CÓRREGO DO VEADO EM PRESIDENTE PRUDENTE, SP 361 MORFOLOGIA URBANA DAS ÁREAS DE FUNDO DE VALE DO CÓRREGO DO VEADO EM PRESIDENTE PRUDENTE, SP Andressa Mastroldi Ferrarezi, Arlete Maria Francisco Curso de Arquitetura e Urbanismo; Departamento de Planejamento,

Leia mais

um espaço de partilha e de conhecimento

um espaço de partilha e de conhecimento um espaço de partilha e de conhecimento Durante o mês de Junho está a decorrer na Livraria Sociedade e Trabalho a exposição bibliográfica: Carta da criança hospitalizada : comentários / ed. lit. Leonor

Leia mais

qualificação de bairros críticos / 1

qualificação de bairros críticos / 1 qualificação de bairros críticos / 1 Isabel Raposo FAUTL. MRANU. 2006/07 dos bairros operários aos bairros críticos pr(oblem)áticas, planos e programas FAUTL. MRANU. 2006/07. Qualificação de bairros críticos.

Leia mais

MANUAIS ESCOLARES 2015/2016 7 0(cont) 80, 92 e 100ano

MANUAIS ESCOLARES 2015/2016 7 0(cont) 80, 92 e 100ano MANUAIS ESCOLARES 2015/2016 7 0(cont) 80, 92 e 100ano Ano Letivo 2015/2016 Lista de manuais escolares adotados Escola: Escola Básica e Secundária da Chamusca Código: 1407450 Endereço Avenida Dr. Carlos

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 1º SEMESTRE DE 2015 Disciplina Projeto: Movimentos Identitários de Professores VII Docente: Profª Drª Vera Maria Nigro de Souza Placco Nível: ME / DO Créditos: 03 Horário: 5ª feira das 9h às 12h Ementa:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular Empreendedorismo Social e Empregabilidade Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO À GESTÃO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IMIGRAÇÃO E SEGURANÇA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IMIGRAÇÃO E SEGURANÇA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular IMIGRAÇÃO E SEGURANÇA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Iflfl flfl 5 95 12 39

Iflfl flfl 5 95 12 39 Ano Escolar 0 1 PORTUGAL 0 Ano de Escolaridade Turma D Estabelecimento de Ensino 0 Escola Básica de Vale de Milhaços 05 0 0 1 1 5 110 0 pg irncpp 51 105 0 1 01 001 0 1 01 05 001 11 1 055 ALINE VALENCE

Leia mais

Potencialidades da simulação no ensino da reanimação Miguel Félix (Presidente do Conselho Português de Ressuscitação)

Potencialidades da simulação no ensino da reanimação Miguel Félix (Presidente do Conselho Português de Ressuscitação) Programa Científico Dia 16 de Novembro, Sexta-feira Auditório 1 10:30 (30 minutos) Sessão de abertura e apresentação do congresso 11:00 (90 minutos) Simulação em Medicina de Emergência Moderadores: Álvaro

Leia mais

SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA

SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA ACESSO AOS TEXTOS INTEGRAIS DOS N.º 34-54 (http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?script=sci_issues&pid=0873-6529&lng=pt&nrm=iso)

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Política Social e Exclusão Social Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Política Social e Exclusão Social Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular Política Social e Exclusão Social Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados 1 CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados http://cidadessustentaveis.dcea.fct.unl.pt 1. Área Científica Predominante do Curso: Ambiente, urbanismo e desenvolvimento sustentável 2. Porquê

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL. Questões Avançadas em Serviço Social

FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL. Questões Avançadas em Serviço Social FICHA DE DISCIPLINAS: ANO LECTIVO DE 2008/09 SERVIÇO SOCIAL Nome da disciplina Questões Avançadas em Serviço Social Ciclo de estudos 2º Equipa docente com breve resenha curricular dos docentes (1) Nº de

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO. DIA MUNDIAL DA TELEVISÃO 21 de Novembro

BOLETIM INFORMATIVO. DIA MUNDIAL DA TELEVISÃO 21 de Novembro BOLETIM INFORMATIVO DIA MUNDIAL DA TELEVISÃO 21 de Novembro Mostra Bibliográfica Biblioteca Central Porto, Novembro 2011 1 Ficha Técnica: Teixeira, Rosa Maria Boletim informativo: mostra bibliográfica:

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

(in)fusão de territórios

(in)fusão de territórios (in)fusão de territórios luís pinto de faria mestre assistente, faculdade de ciência e tecnologia, universidade fernando pessoa lpintof@ufp.pt RESUMO Este artigo questiona a legitimidade metodológica de

Leia mais

Professor Auxiliar Convidado Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP)

Professor Auxiliar Convidado Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Nacionalidade VALDEZ FERREIRA MATIAS, VASCO JORGE Portuguesa Data de nascimento 28/09/1953 Endereço Electrónico vjvaldez@gmail.com Contacto Telefónico

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação Marketing de bens culturais Área Científica MAC Ciclo de Estudos 1º Ciclo Carácter: Opcional Semestre 5º ECTS 3 Créditos Tempo de Trabalho: Horas

Leia mais