ABORDAGEM E IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO XMPP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ABORDAGEM E IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO XMPP"

Transcrição

1 ABORDAGEM E IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO XMPP Nilson Mori Douglas Pires Ineia 2009 Unipar

2 2 ABORDAGEM E IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO XMPP Nilson Mori** Douglas Pires Ineia* Resumo A utilização de comunicadores de mensagens instantâneas em redes corporativas tem ganhado respaldo e gerado interesse pelas classes administrativas de várias empresas, porém a falta de controle sobre as redes sociais que se utilizam de protocolos proprietários como o MSN, ICQ ou Yahoo, para conversas particulares desviando a atenção dos funcionários e atrapalhando o desempenhar de suas funções acabam denegrindo a imagem deste tipo de comunicação e criando um descontentamento por parte destas classes. Este artigo tem como foco a apresentação, implementação e utilização do Protocolo XMPP, muito difundido entre as comunidades pró software livre como uma solução corporativa para substituição dos comuns meios de telecomunicações focando a integração de matriz-filial. Palavras-chave: Servidor, Jabber,XMPP, Comunicador Instantâneo. **Diretor da Coordenadoria de Tecnologia da Informação Prefeitura de Guaíra Tecnólogo em Informática UNIPAR Universidade Paranaense Campus Guaíra Técnico em Informática Colegio Estadual Mendes Gonçalves *Auxiliar de Informática - UNIPAR Universidade Paranaense Campus Guaíra *Técnico em Informática - F1 Informática Tecnólogo em Informática UNIPAR Universidade Paranaense Campus Guaíra

3 3 INTRODUÇÃO Através de aplicativos de mensagens instantâneas podemos gerenciar uma lista de pessoas com as quais pretendemos manter em contato através do intercâmbio de mensagens instantâneas. Além da conversa em tempo real existem benefícios, tais como: chat rooms, transferência de arquivo, shared whiteboard para a visualização de desenhos feitos por um interlocutor, conexão simultânea com dispositivos de prioridades diferentes (a partir do celular e do computador dando preferência a um para a recepção de mensagens). Jabber / XMPP que é um conjunto de protocolos e tecnologias que permitem o desenvolvimento de sistemas distribuídos de mensagens. Este protocolo é público, aberto, flexível, extensível, distribuído e seguro, tão confiável que é utilizado pela Google, seu serviço de mensagens o Google Talk.

4 4 História dos Comunicadores Instantâneos Os comunicadores instantâneos (Instant Messages) são mais antigos que a própria internet, pois os mesmos tiveram início em meados dos anos 60. Inicialmente utilizados para envio de mensagens de impressão, logo tiveram um grande salto na utilização para a comunicação entre usuários de um mesmo computador (utilização entre usuários de terminais de Mainframe). Com o desenvolvimento das redes de computadores os protocolos utilizados por Comunicadores Instantâneos começaram a evoluírem, alguns ainda eram pontoa-ponto e alguns já se apresentavam com implementações de servidores para disponibilização do serviço. Curiosamente o primeiro software de comunicação instantânea não foi nem o tão conhecido MSN Messenger ou o Lendário ICQ, mas sim um software chamado PowWow (termo utilizado na América do Norte para reunião dos povos nativos, evento de onde indígenas e não indígenas se reúnem para celebrar a cultura dos povos indígenas norte-americanos) desenvolvido pela Tribal Voice empresa do milionário John McAfee. O PowWow, foi o primeiro software com interface gráfica pra Windows, além de implementar características encontradas nos comunicadores contemporâneos o mesmo já trazia ideias inovadoras tais como comunicação de voz entre os usuários, sintetizador de voz, transmissão de mensagens offline, etc. Em 17 de novembro de 1996 quatro jovens israelenses, donos de uma empresa chamada Mirabilis conceberam o ICQ, alterando para sempre a maneira de se comunicar pela internet. Uma febre virtual foi à utilização deste que fora o mais simpático dos comunicadores de tempo real de todos os tempos. Então em 22 de Julho de 1999, a gigante Microsoft Corporation entra em cena apresentando o MSN Messenger atualmente Windows Live Messenger, que obtivera uma quantidade estratosférica de usuários. Tal sucesso teve como base a integração com o serviço de Hotmail, onde o usuário passou automaticamente a ter uma conta de MSN apartir do momento que possui uma conta de e aqueles que não possuem conta no hotmail podem criar um Passaport.net passando a fazer parte da rede.

5 5 Em 1998 Jeremie Miller inicia o projeto Jabber que passa a ser público em Maio de 2000, este projeto possibilita a criação de uma rede privada utilizando o protocolo XMPP, o grande foco do projeto foi à criação de uma alternativa aos protocolos fechados predominantes no mercado naquela época (ICQ e MSN). Um conceito interessante apresentado neste projeto é a conceito de gateways que permite que os usuários possam entrar nesta rede utilizando outros protocolos. Finalmente em 24 de agosto de 2005 a Google apresenta o Google Talk, comunicador baseado no protocolo XMPP trazendo uma popularização para o protocolo. Utilização de mensagens instantâneas em âmbito corporativo Como uma grande parte dos usuários de computadores por todo o mundo passaram a utilizar softwares de comunicação instantânea, as empresas viram uma oportunidade de economia para os gastos com telecomunicações tanto com clientes, como entre matriz e filiais. Um estudo publicado em 2008 no Journal of Computer Mediated Communication por Garrett Danziger aponta que as pessoas que usam mensagens instantâneas no trabalho relataram menos interrupção do que os colegas que não a fazem. A pesquisa mostrou que as mensagens instantâneas são usadas como um substituto para outras formas mais perturbadoras de comunicação como o telefone e conversas pessoais. Descobriu-se que as conversas são mais curtas ao usar mensagens instantâneas do que com as outras formas de comunicação. Devido à sua configuração original, estes softwares permitem aos usuários controlar como e quando se comunicam com seus colegas de trabalho dando às pessoas a capacidade para sinalizar a sua disponibilidade ou adiar as respostas para um momento mais conveniente. Apesar de inúmeras vantagens apresentadas pela utilização de Mensageiros Instantâneos nas organizações empresariais, este recurso apresenta também uma gama de riscos que podem ser apontados em ordem de importância.

6 6 Segurança: Estes mecanismos têm servido a crackes como meio de distribuição de códigos maliciosos em técnicas de phishing (uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sigilosas, tais como senhas e números de cartão de crédito, ao se fazer passar como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial. Na prática do Phishing surgem artimanhas cada vez mais sofisticadas para "pescar" (do inglês fish) as informações sigilosas dos usuários.) Uso Inadequado: Sua natureza informal, imediata e ostensivamente anônima de mensagens instantâneas torna-se uma ferramenta para diversos tipos de abusos no trabalho. O tema do uso inadequado deste mecanismo tornou-se notícia de destaque em outubro de 2006, quando o congressista Mark Adam Foley renunciou a sua cadeira após admitir o envio de mensagens instantâneas de natureza sexualmente ofensiva para menores de idade de seu microcomputador do escritório do Congresso norteamericano. O escândalo Mark Foley serviu para alertar os riscos da utilização de mensageiros instantâneos de forma inadequada nos locais de trabalho. Na maioria dos países, as corporações têm uma responsabilidade legal de inibir o assédio no ambiente de trabalho. O uso de computadores de propriedade da empresa, redes e/ou softwares para assediar, denegrir ou propagar linguagem inadequada, cria uma responsabilidade não só do ofensor, mas também do empregador. Uma pesquisa feita em março de 2007 pelo provedor de segurança Akonix Systems Inc., mostrou que 31% destes casos tinham sido realizados através de mensagens instantâneas. Companhias agora incluem mensagens instantâneas como parte integrante de suas políticas sobre o uso adequado de computadores, internet, e outros ativos corporativos.

7 7 Roubo de Informações Além dos problemas supra apontados existe ainda a possibilidade dos utilizadores de Comunicadores Instantâneos vazarem informações confidenciais e estratégicas de suas empresas, devido uma série de motivos que vão desde insatisfação salarial até mau-caráter do próprio usuário. Este motivo gerou uma corrida no desenvolvimento de aplicativos para controle, armazenamento e monitoramento as Mensagens trafegantes em redes corporativas. Que mantém tal nicho de mercado sempre aquecido, pois qualquer diretoria de uma empresa de médio porte está preocupada com as informações que seus funcionários permutam através deste mecanismo de comunicação.

8 8 O protocolo XMPP O protocolo XMPP (Extensible Messaging and Presence Protocol), também conhecido como Jabber é um protocolo aberto, extensível, baseado em XML, para sistemas de mensagens instantâneas, desenvolvido originalmente por solicitação do IETF (Internet Engineering Task Force, uma comunidade internacional de técnicos, agências, fabricantes, fornecedores, e pesquisadores, preocupados com a evolução da arquitetura da Internet e seu perfeito funcionamento, descrita pela RFC 3160). Jeremie Miller iniciou o projeto Jabber em O produto principal do projeto é o jabberd, um servidor em que os clientes XMPP se conectam para intercomunicar-se. Este serviço pode ser usado tanto em uma rede privada, como também juntar-se à rede XMPP global. O XMPP (RFC3920) surgiu como alternativa aos protocolos fechados de comunicação predominantemente utilizados em aplicações com ICQ e MSN Messenger. Por ser um protocolo que se baseia em Licença GNU GPL (Licença idealizada por Richard Stallman no final da década de A GPL é a licença com maior utilização por parte de projetos de software livre, em grande parte devido à sua adoção para o projeto GNU e o sistema operacional GNU/Linux), sua utilização pode ser feita sem a necessidade de permissões especiais ou pagamento de royalties. Um conceito chave do sistema XMPP são os transportes, também conhecido como gateways, que permite aos utilizadores acederem a redes usando outros protocolos - tais como o AIM, o ICQ, MSN Messenger, etc. Ao contrário dos clientes de multiprotocolo, como o Trillian ou Pidgin, XMPP fornece este acesso no nível de servidor comunicando via serviços especiais de gateway em um computador remoto. Qualquer utilizador XMPP pode se registrar com um destes gateways fornecendo a informação necessária para aceder a essa rede, e pode então comunicar-se com os utilizadores dessa rede como se fossem utilizadores de XMPP. Isto significa que qualquer cliente que suportar inteiramente o protocolo XMPP pode ser usado para aceder a qualquer rede em que exista um gateway, sem necessitar de código extra no cliente.

9 9 Usuários podem escolher a aplicação que mais lhe convém desde que ela compreenda o protocolo. Existem diversas aplicações que usam XMPP como Pidgin, Miranda, Kopete, Adium, etc. Em agosto de 2005, a empresa Google lançou o Google Talk, baseado em XMPP, o que ajudou a popularizar o protocolo, em função da grande quantidade de usuários deste produto. Mais tarde o protocolo continuou sendo usado nos outros serviços de comunicação da empresa, mais precisamente, os serviços de comunicação instantânea embutidos no Gmail e Orkut. O protocolo XMPP tende a ganhar grande respaldo, pois as aplicações web de tempo real para comunicação de Help Desk passaram por um aumento de demanda, juntamente com o amadurecimento do protocolo BOSH (Streams Bidirecionais Sobre HTTP Síncrono), acoplado com o ressurgimento de bibliotecas Javascript. O que levará as empresas de médio porte a oferecer serviços, suporte e consultoria através destes mecanismos embarcados em seus portais.

10 10 Configurando um servidor Jabber / XMPP com ebox ebox Platform é um servidor de rede unificada que proporciona uma administração simples e eficiente de redes de computadores para pequenas e médias empresas. Esta plataforma auxilia no gerenciamento da infra-estrutura de rede, como gateway de Internet, servidor de arquivos, servidor comunicações com jabber/xmpp dentre outras funcionabilidades. Todas suas características são integradas, automatizando as tarefas, evitando erros e economizando tempo do administrador dos sistemas. Todos esses serviços de redes são gerenciados através de uma interface web precisa e intuitiva, desenvolvido modularmente o ebox Plataform pode ser utilizado apenas para os serviços necessários de situação onde será implantado. Também é publicado sob uma licença de software livre (GPL), o que garante a autonomia do usuário sem necessidade de pagamento de royalties e/ou mensalidades para seu uso. Suas principais características destacam-se em administração unificada e eficiente de serviços, automatização de tarefas e integração de serviços. Instalação O Ebox plataform foi projetado para ser instalado em um computador real ou virtualizado (EX: VMware, xen, virtualbox etc.), isso não impede que sejam instalado a outros serviços não gerenciados através da interface web. Ele funciona sob o sistema operacional GNU/Linux Ubuntu 8.04 Server Edtion LTS (Long Term Support). A instalação pode ser feita de duas maneiras, adicionado em uma instalação pré existente do Ubuntu 8.04 Server, ou através de um cd de instalação que pode ser obtido diretamente no site do projeto. Iremos apresentar a instalação através do cd de instalação, conforme segue.

11 11 EBox Platform Installer EBox Platform Installer é baseado no instalador do Ubuntu, o processo de instalação é muito familiar para quem está acostumado. Tela de inicialização Installer Depois de instalar o sistema base e reiniciar, começará a instalação da plataforma ebox. Existem dois métodos para selecionar características do sistema. Seleção do método de instalação Simples: Instala um conjunto de pacotes que reúnem uma grande variedade de recursos, dependendo da tarefa que está a usar o servidor. Avançado:

12 12 Os pacotes serão selecionados individualmente. Se um pacote depende de outra unidade, será selecionado automaticamente. Se a escolha é simples, a lista de perfis estará disponível. Seleção de perfil Gateway ebox: E a porta de entrada para a rede local, oferecendo acesso à Internet segura e controlada. ebox Unified Threat Manager: Protege a rede local de ataques externos, invasões, ameaças à segurança interna e permite a interconexão entre redes locais seguras através da Internet ou de rede externo. Infra-estrutura ebox: Administra a infra-estrutura de rede local com serviços básicos: DHCP, DNS, NTP, HTTP, etc. Office ebox: E um servidor de recursos de compartilhamento para rede local: arquivos, impressoras, calendários e contatos, autenticação e perfis de usuários e grupos, etc. ebox Unified Communications: Torna-se o centro de comunicações da sua organização, incluindo correio eletrônico, mensagens instantâneas e voz sobre IP. Podemos selecionar perfis e combinar suas funcionalidades. Além disso, a escolha não é definitiva e você pode instalar e desinstalar pacotes quando necessário.

13 13 Módulo de seleção Após selecionar os componentes a instalar, começa a instalação que mostra sua situação com uma barra de progresso: Instalação da plataforma ebox Após a instalação, ele pede a senha para acessar a interface de administração web da plataforma ebox: Você precisa confirmar a senha.

14 14 O instalador tratará de pré-configurar alguns parâmetros importantes dentro da configuração, primeiro, se uma das interfaces de rede está fora da rede local, ou seja, se você for usar para se conectar a Internet. Serão Aplicadas as políticas estritas para todo o tráfego através das interfaces de rede externa. Pode não haver interface externa, dependendo da função de servidor. Selecionando a interface de rede externa Em segundo lugar, se módulo de for instalado, será solicitado para configurar domínio virtual, por padrão como sistema principal.

15 15 Domínio virtual de primário Depois de respondidas estas questões, haverá a pré-definição de cada um dos módulos instalados pronto para uso a partir da interface web. Progresso da configuração Quando esse processo for concluído, uma mensagem informando como se conectar a interface web da plataforma ebox.

16 16 Instalação concluída O processo de instalação está completo e o ebox Platform System Console aparecerá onde você pode autenticar com o usuário criado durante a instalação do Ubuntu. A senha para plataforma ebox é exclusivo para a interface web e não tem nada a ver com o usuário administrador desta máquina.

17 17 A interface web de administração Depois de instalado ebox Platform, acessamos a interface de administração web através de um navegador qualquer no seguinte endereço https://endereçoipdoservidor/ebox/ A primeira tela que aparece é para digitar a senha do usuário ebox: Depois de autenticar, aparece a interface de administração, que é divida em três partes fundamentais. Tela Principal Lado Esquerdo Menu:

18 18 Contém links para todos os serviços que podem ser configuradas usando plataforma ebox, separados por categoria. Quando um serviço é selecionado neste menu você poderá ver um menu para configurar questões específicas desse serviço. Menu Topo: Contém as ações para salvar as alterações no conteúdo e torná-los eficazes e também logout. Ativação Do Modulo Jabber Primeiro, precisamos ativar o módulo. Para fazer isso vá para o módulo menu modulo stats e marque a caixa de Jabber. Se não tiver habilitado o modulo usuários e grupos, deve ser ativado anteriormente, porque o jabber depende dele.

19 19 Configurações Gerais do Serviço Jabber A configuração geral do servidor é acessado através do menu de serviço Jabber, uma vez que só precisamos configurar os seguintes parâmetros: Nome do domínio: Especifica o nome do servidor, isto fará com que as contas de utilizador são da forma domínio, onde nome de domínio qualquer nome de domínio que nós determinamos. Conectar a outros servidores: Temos que marcar esta caixa se quer que os nossos clientes possam entrar em contato com usuários de outros servidores externos. Se em vez disso, queremos um servidor privado, apenas para a nossa rede interna, deve deixar desmarcada. Habilitar MUC (Multi User Chat): Habilita salas de conferências, para que existem salas onde há mais de dois usuários. Dando possibilidade de convites, moderação e administração do espaço, tipos de salas especializadas, entrada com senha, etc. Estas salas podem ser criadas em caráter permanente ou temporário no servidor. Suporte SSL: Especifica se a comunicação com o servidor será criptografada. Nós podemos desligá-lo, tornando-se uma exigência ou deixá-lo como opcional. Se deixá-lo como opcional é na configuração do cliente onde você especifica se você quer usar SSL. Para registrar os usuários no serviço Jabber / XMPP faremos diretamente na página de edição das propriedades do usuário. Simplesmente temos que ir para o menu usuários, e adicionar o usuário e criar uma nova conta de utilizador no servidor Jabber, ou editar o usuário se você quiser ativar conta Jabber para alguns dos usuários existentes.

20 20 Configurando uma conta de usuário no Jabber Na figura acima, vemos uma seção chamada conta Jabber, onde podemos selecionar se a conta esta ativada ou desativada. Também podemos especificar se o usuário em questão deve ter privilégios de administrador no servidor Jabber marcando a caixa. Privilégio de administrador pode ver os usuários conectados ao servidor, enviar mensagens, configurar a mensagem exibida quando conectar (MOTD, Message Of The Day) e enviar um aviso a todos os usuários (broadcast). Conectando-se a um servidor Jabber/XMPP Utilizaremos como cliente de conexão o pidgin, que é um cliente multiprotocolo para gerenciar várias contas de uma vez. Além do Jabber / XMPP ele suporta a muitos outros protocolos como IRC, MSN, Yahoo, e outros. Ao iniciar o pidgin, se nós não temos nenhuma conta criada, vamos ver a janela de gerenciamento de conta, como mostrado na foto.

21 21 A partir desta janela você pode adicionar contas, como modificar e apagar contas existentes. Ao clicar no botão Adicionar janela de configuração aparece na conta, que é dividido em dois guias de configuração básica e avançado. Para a configuração básica do nosso próprio Jabber / XMPP, devemos primeiro selecionar o protocolo XMPP. O nome de usuário e senha devem corresponder aos dados de qualquer um dos usuários que ativou a conta Jabber a partir da interface ebox. O domínio deve ser o mesmo que temos selecionado na configuração do serviço Jabber no ebox. No campo Data colocamos o nome que queremos mostrar os nossos contactos. Na guia Avançado no campo Connect to Server, colocamos o domínio ou IP do servidor. Se também definir o serviço para exigir SSL Jabber, devemos marcar as caixas Requer SSL / TLS e Forçar SSL Legado, e alterar a porta de conexão para Aqui está uma imagem da tela de conversação:

22 22 Aqui uma tela com lista de contatos:.

23 23 Conclusão: Através deste artigo apresentamos de forma prática e rápida a implantação de um servidor XMPP e um breve histórico da comunicação instantânea. o Protocolo XMPP é uma alternativa aos protocolos proprietários vigentes, possuindo uma robustez digna de um software livre devido sua participação colaborativa da comunidade de desenvolvedores e uma instalação e configuração simples, objetiva e segura, levada a prova todos os dias por milhares de utilizadores pelo mundo todo, sendo através da rede jabber pública ou provedores de acesso que embarcaram esta solução.

24 24 Bibliografia:

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Edição 1.0 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos Microsoft oferecem aplicativos corporativos Microsoft para o

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet Ebook Como configurar e-mails no seu celular Este e-book irá mostrar como configurar e-mails, no seu celular. Sistemas operacionais: Android, Apple, BlackBerry, Nokia e Windows Phone Há muitos modelos

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO GEINFO Gerência de Tecnologia da Informação E-mail geinfo@sejus.ro.gov.br Página 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ACESSANDO O SPARK... 4 3 INICIANDO UMA CONVERSAÇÃO...

Leia mais

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O Microsoft Office 365 é a suíte de Produtividade da Microsoft, que oferece as vantagens da Nuvem a empresas de todos os tamanhos, ajudando-as

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet

Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet FIREWALL BOX Via Prática Firewall Box Gateway O acesso à Internet Via Prática Firewall Box Gateway pode tornar sua rede mais confiável, otimizar sua largura de banda e ajudar você a controlar o que está

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

Operador de Computador. Informática Básica

Operador de Computador. Informática Básica Operador de Computador Informática Básica Instalação de Software e Periféricos Podemos ter diversos tipos de software que nos auxiliam no desenvolvimento das nossas tarefas diárias, seja ela em casa, no

Leia mais

HP Mobile Printing para Pocket PC

HP Mobile Printing para Pocket PC HP Mobile Printing para Pocket PC Guia de Iniciação Rápida O HP Mobile Printing para Pocket PC permite imprimir mensagens de e-mail, anexos e arquivos em uma impressora Bluetooth, de infravermelho ou de

Leia mais

Implementação do Office365. O365 Migração de usuários. Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central

Implementação do Office365. O365 Migração de usuários. Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central Implementação do Office365 O365 Migração de usuários Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central Abril de 2015 Controle de Versões Registro Data Autor Versão Histórico

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol. icmp série 1.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol. icmp série 1.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol icmp série 1.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server

Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server Este documento é fornecido no estado em que se encontra. As informações e exibições expressas

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Instalação e utilização do Document Distributor

Instalação e utilização do Document Distributor Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Instalação e utilização do Document Distributor O Lexmark Document Distributor é composto por pacotes

Leia mais

GABARITO - B. manuel@carioca.br

GABARITO - B. manuel@carioca.br NOÇÕES DE INFORMÁTICA EDITORA FERREIRA PROVA MPRJ -TÉCNICO ADMINISTRATIVO - TADM NCE-UFRJ CORREÇÃO - GABARITO COMENTADO Considere que as questões a seguir referem-se a computadores com uma instalação padrão

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais PRERELEASE 03/07/2011 Avisos legais Avisos legais Para consultar avisos legais, acesse o site http://help.adobe.com/pt_br/legalnotices/index.html.

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7.

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7. Instalando os Pré-Requisitos Os arquivos dos 'Pré-Requisitos' estão localizados na pasta Pré-Requisitos do CD HyTracks que você recebeu. Os arquivos também podem ser encontrados no servidor. (www.hytracks.com.br/pre-requisitos.zip).

Leia mais

Procedimento de Acesso VPN

Procedimento de Acesso VPN Procedimento de Acesso Departamento de Tecnologia e Infraestrutura Este procedimento tem por objetivo definir as configurações básicas para acessar a rede corporativa do Esporte Clube Pinheiros via. Esporte

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Buffer de Quadro Remoto (Buffer de Quadro Remoto) 6 3 Usando o Remote Desktop

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Maio de 2012 Conteúdo Capítulo 1: Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Introdução ao Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Instalando

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Usando um firewall para ajudar a proteger o computador A conexão à Internet pode representar um perigo para o usuário de computador desatento. Um firewall ajuda a proteger o computador impedindo que usuários

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO BOA VISTA/RR NOVEMBRO DE 2011 Este manual tem por finalidade esclarecer o funcionamento do SPARK ao servidor interessado em usar este comunicador instantâneo.

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR

MANUAL DO ADMINISTRADOR WinShare Proxy admin MANUAL DO ADMINISTRADOR Instalação do WinShare Índice 1. Instalação 2. Licenciamento 3. Atribuindo uma senha de acesso ao sistema. 4. Configurações de rede 5. Configurações do SMTP

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1 Manual de instalação Certificado Digital A1 ou S1 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª configuração: Hierarquias

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas

Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas Faça a migração O Microsoft Outlook 2013 pode parecer diferente do Lotus Notes 8.5, mas você rapidamente descobrirá que o Outlook permite fazer tudo o que

Leia mais

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20

Índice. Para encerrar um atendimento (suporte)... 17. Conversa... 17. Adicionar Pessoa (na mesma conversa)... 20 Guia de utilização Índice Introdução... 3 O que é o sistema BlueTalk... 3 Quem vai utilizar?... 3 A utilização do BlueTalk pelo estagiário do Programa Acessa Escola... 5 A arquitetura do sistema BlueTalk...

Leia mais

BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO

BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO 1 BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO Este guia foi desenvolvido com a finalidade de explicar de forma simples e dinâmica os procedimentos básicos de utilização de nossa rede e seus recursos.

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

Tutorial de alteração de configurações no Instant Messenger do Governo do Estado de Santa Catarina - Software: Pidgin - http://www.pidgin.

Tutorial de alteração de configurações no Instant Messenger do Governo do Estado de Santa Catarina - Software: Pidgin - http://www.pidgin. Tutorial de alteração de configurações no Instant Messenger do Governo do Estado de Santa Catarina - Software: Pidgin - http://www.pidgin.im/ TUTORIAL REVISADO 21/06/2010 Prezados(as) Usuários do Pidgin

Leia mais

TRBOnet MDC Console. Manual de Operação

TRBOnet MDC Console. Manual de Operação TRBOnet MDC Console Manual de Operação Versão 1.8 ÍNDICE NEOCOM Ltd 1. VISÃO GERAL DA CONSOLE...3 2. TELA DE RÁDIO...4 2.1 COMANDOS AVANÇADOS...5 2.2 BARRA DE FERRAMENTAS...5 3. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS...6

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N

Leia mais

Memeo Instant Backup Guia de Referência Rápida

Memeo Instant Backup Guia de Referência Rápida Introdução O Memeo Instant Backup é uma solução de backup simples para um mundo digital complexo. Fazendo backup automático e contínuo de seus valiosos arquivos na sua unidade C, o Memeo Instant Backup

Leia mais

Guia de Conexão à Web

Guia de Conexão à Web Guia de Conexão à Web Versão 0 BRA-POR Modelos aplicáveis Este Guia do Usuário aplica-se aos modelos a seguir: ADS-2500W e ADS-2600W Definições das observações O ícone a seguir é utilizado ao longo deste

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Versão 1.2 3725-69877-001 Rev.A Novembro de 2013 Neste guia, você aprenderá a compartilhar e visualizar conteúdos durante uma conferência

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede

Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede Xerox WorkCentre M118/M118i Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede 701P42689 Este guia contém instruções para: Navegação pelas telas do visor na página 2 Configuração da rede usando o servidor

Leia mais

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.2. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com.

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.2. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com. Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.2 Copyright GVT 2014 https://backuponlinegvt.com.br 1 Backup Online... Erro! Indicador não definido. 2 Instalação do Backup Online... 4 3 Configurações... 7 3.1

Leia mais

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Podemos acessar nossos e-mails pelo webmail, que é um endereço na internet. Os domínios que hospedam com a W3alpha, acessam os e-mails

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP. ldap_response série 1.3

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP. ldap_response série 1.3 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta do servidor LDAP ldap_response série 1.3 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente

Leia mais

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Diagnóstico de problemas Avaliação dos dados da máquina Pesquisa de defeitos Segurança garantida do cliente 701P41699 Visão geral dos Serviços Remotos Sobre

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás. Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores. Goiânia, 16 de novembro de 2014.

Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás. Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores. Goiânia, 16 de novembro de 2014. Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores : Goiânia, 16 de novembro de 2014. Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás Professor: Marissol Martins Alunos: Edy Laus,

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configurações... 7 3.1 Geral... 9 3.2 Fotos... 11 3.2.1 UpLoad:...

Leia mais

Guia de instalação Command WorkStation 5.5 com o Fiery Extended Applications 4.1

Guia de instalação Command WorkStation 5.5 com o Fiery Extended Applications 4.1 Guia de instalação Command WorkStation 5.5 com o Fiery Extended Applications 4.1 Sobre o Fiery Extended Applications O Fiery Extended Applications (FEA) 4.1 é um pacote dos seguintes aplicativos para uso

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

HP Mobile Printing para Pocket PC

HP Mobile Printing para Pocket PC HP Mobile Printing para Pocket PC Guia de Iniciação Rápida Português HP Mobile Printing para Pocket PC Visão geral O HP Mobile Printing para Pocket PC traz a experiência de impressão do computador de mesa

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E Unidade III TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM EDUCAÇÃO Prof. Me. Eduardo Fernando Mendes Google: um mundo de oportunidades Os conteúdos abordados neste modulo são: Google: Um mundo de oportunidades;

Leia mais

INICIANDO A INSTALAÇÃO

INICIANDO A INSTALAÇÃO INICIANDO A INSTALAÇÃO Abra o leitor de CD do computador que será dedicado ao ÚnicoNET. Coloque o CD que acabamos de gravar com o NERO EXPRESS e reinicie o HARDWARE (CTRL+ALT+DEL), caso não consiga reiniciar

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3

Manual de. instalação. Certificado Digital A3 ou S3 Manual de instalação Certificado Digital A3 ou S3 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª Execute o CD de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Openfire em Ação nos meios Corporativos

Openfire em Ação nos meios Corporativos Openfire em Ação nos meios Corporativos Hoje Empresas incorporam cada vez mais redes sociais e conhecimento de fácil acesso via internet, para que seus funcionários sejam aptos a lidar com tendências de

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Usar o Office 365 no iphone ou ipad

Usar o Office 365 no iphone ou ipad Usar o Office 365 no iphone ou ipad Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu iphone ou ipad para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde quer

Leia mais

Product Architecture. Product Architecture. Aranda 360 ENDPOINT SECURITY. Conteúdos STANDARD & ENTERPRISE EDITION

Product Architecture. Product Architecture. Aranda 360 ENDPOINT SECURITY. Conteúdos STANDARD & ENTERPRISE EDITION Conteúdos Product Architecture Product Architecture Introdução Ambiente RedesdeTrabalho Configurações Políticas Servidores Componentes Agente Servidor Base de Dados Console Comunicação Console Servidor

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Março de 2015 Introdução O acesso móvel ao site do Novell Vibe pode ser desativado por seu administrador do Vibe. Se não conseguir acessar a interface móvel do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

SMART Sync 2010 Guia prático

SMART Sync 2010 Guia prático SMART Sync 2010 Guia prático Simplificando o extraordinário Registro do produto Se você registrar o seu produto SMART, receberá notificações sobre novos recursos e atualizações de software. Registre-se

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1 Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.1 Copyright GVT 2014 1 BACKUP ONLINE... 3 2 Instalação do BACKUP ONLINE... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8 3.2 Fotos... 11 3.2.1 UpLoad:...

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais