Crescer em LISBOA. Bairro do Condado ABRE AS PORTAS À ARTE GASPARZINHO Um robot social na pediatria do IPO. Programa ESCOLA NOVA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Crescer em LISBOA. Bairro do Condado ABRE AS PORTAS À ARTE GASPARZINHO Um robot social na pediatria do IPO. Programa ESCOLA NOVA"

Transcrição

1 REVISTA MUNICIPAL n.º 13 ABRIL 2015 GRATUITA Crescer em LISBOA Programa ESCOLA NOVA Bairro do Condado ABRE AS PORTAS À ARTE GASPARZINHO Um robot social na pediatria do IPO Bailarinos do Conservatório Nacional entre os melhores VOLVO OCEAN RACE regressa a LISBOA À conversa com D no Skate Park Terreiro dos Radicais

2 LISBOA Revista Municipal abril 2015 número descobrir 2 Crescer em LISBOA 3 Educar para Crescer Programa Escola Nova Passaporte Escolar 4 Alfacinhas Incursões pela Arte Urbana ComArte 5 Refeições Escolares Saudáveis 6 LX Jovem um espaço de criação 7 A creche B.a.Bá do Areeiro 8 Bairro do Condado abre as portas à arte 10 Academia de Código Júnior Aprender a falar com os computadores 12 Empreendedorismo jovem Semear o Futuro 13 Gasparzinho um robot social na pediatria do IPO 14 Um dia na Quinta Pedagógica dos Olivais 16 Museu das Crianças 18 Bailarinos do Conservatório Nacional entre os melhores 20 Guia dos Parques Radicais 22 conhecer 22 Olisipíadas estão em movimento 23 Melhor Meia Maratona do Mundo celebra 25 anos Dia Internacional do Yoga em Lisboa Lisboa recebe fase final da Taça UEFA Futsal 24 Espaço a Brincar Conheces os teus Direitos? 26 Centro de Inovação da Mouraria Mouraria Creative Hub Subsídio Municipal ao Arrendamento 27 Sapateiro expresso Para tudo e mais um par de botas Lisboa uma cidade boa para viver Unidade de Atendimento à Pessoa Sem-Abrigo 28 Casa Grande apoia jovens com Asperger 30 Espaço União Manual para Descobrir Lugares II Mini-Hangar arte contemporânea para todos 31 Uma Praça em cada Bairro 3ª fase Concurso Público para o parque Ribeirinho Oriente Museu do Aljube Resistência e Liberdade 32 1ª Conferência Internacional da Monocle Lisboa é Capital Europeia do Voluntariado ª Reunião dos Países da Ásia e da Europa decorrerá em Lisboa 33 sentir 33 Lisboa na Imprensa Internacional 34 Lojas com Alma Casa Xangai 36 Rostos de Lisboa Karley Aida a filha do circo 38 Orquestra Jovem Municipal Geração Lisboa 40 IndieJúnior 2015 Ludopolis Festival dos Jogos e da Diversão Exposição de Desenhos e Pinturas A Cidade de Lisboa 42 olhar 43 Volvo Ocean Race regressa a Lisboa 44 Lisboa à prova 2014 Mostra dos Premiados Festival de Lusofonia de Lisboa Casamentos de Santo António Eventos em destaque 46 À conversa com D no Skate Park Terreiro dos Radicais 48 Correio dos Leitores FICHA TÉCNICA Edição Câmara Municipal de Lisboa Pelouro da Economia, Educação e Inovação Secretaria-Geral Departamento de Marca e Comunicação Diretora Fátima Madureira Diretor Adjunto Luís Miguel Carneiro Editora Sofia Velez Redação Anabela Guedes Carla Teixeira Filomena Proença Isabel Forte José Manuel Marques Luís Figueiredo Luís Miguel Carneiro Mafalda Ferraz Manuela Azevedo Marta Rodrigues Rosário Figueiredo Rui Baptista Rui Martins Sara Inácio Sofia Godinho Sofia Velez Teresa Ribeiro Fotografia Américo Simas Ana Luísa Alvim Armindo Ribeiro José Barbosa Luís Ponte Manuel Levita Nuno Correia Arquivo DMC Design, Ilustração e Paginação Catarina Amaro da Costa João Ferreira José Carrapatoso Maria João Martins Pardal Marta Barata Impressão Multiponto, S.A. Tiragem ex. Depósito Legal /12 ISSN Inscrição na ERC Anotada Periodicidade Trimestral Distribuição Gratuita CONTACTOS Rua Nova do Almada, 53, 1º Lisboa telefone

3 editorial LISBOA revista municipal Lisboa tem todas as condições para se afirmar como uma cidade onde é bom crescer. Bem crescer é bem educar, garantindo o acesso ao conhecimento e à cultura. Para que tal possa acontecer, com igualdade de oportunidades, a Escola Pública ganha uma importância incontornável. Do mesmo modo, todas as iniciativas públicas e da sociedade civil que proporcionem educação e instrumentos de intervenção cívica são achegas preciosas para que uma cidade se rejuvenesça e se saiba perpetuar no tempo. Nos tempos atuais, ao contrário do que acontece na generalidade das grandes metrópoles de todo o mundo, uma cidade que pode dar-se ao luxo de ter as suas crianças a brincar na rua é um lugar onde é bom crescer. Não fosse só por este motivo e já se justifica cuidar do espaço público priorizando o interesse dos peões e de quantos procuram a mobilidade suave para se deslocar. Lisboa tem todas as condições para se afirmar como uma cidade onde é bom crescer. A reabilitação urbana não tem que ver só com o edificado. Tem que ver com a regeneração do tecido social e económico e com tudo o que se pode oferecer para a fixação dos casais jovens e o desenvolvimento saudável dos mais novos. Lisboa é uma cidade que, com o contributo responsável de todos, sabe encontrar os caminhos para se projetar no futuro. CONVIDÁMOS para a capa deste mês João Ferreira (Fritz) é um ilustrador e designer gráfico que, na qualidade de funcionário da Câmara Municipal, colabora desde o início na revista Lisboa. A capa e as ilustrações que acompanham o atual número, dedicado ao tema do crescimento saudável das novas gerações, pretendem mostrar a diversidade do que Lisboa tem para lhes oferecer. É também o autor da capa da revista n.º 8, janeiro de 2014 (Lisboa, cidade da inovação e da criatividade). 1

4 descobrir LISBOA revista municipal Crescer em Lisboa Contrariando o processo de desertificação e envelhecimento da cidade nas décadas precedentes, os dados do último recenseamento revelam já o aumento do número de casais jovens e crianças em algumas zonas da cidade. Apesar da crise, Lisboa soube oferecer condições capazes de atrair população jovem e assim rejuvenescer o seu tecido demográfico, social e económico. A oferta educativa é essencial para que os jovens casais possam escolher a nossa cidade para criar os filhos. No âmbito das suas competências, a autarquia realizou um enorme esforço de construção de novas creches (Programa B.a.Bá), jardins de infância e escolas para os primeiros ciclos, a par da renovação e equipamento de muitas outras (Programa Escola Nova). Quando o Ensino Público em Portugal sofre um preocupante desinvestimento, é responsabilidade municipal investir na Escola Pública não só como garante do acesso democrático à instrução, mas também como fator de fixação dos casais jovens e dos seus filhos. Para se crescer em Lisboa é também necessário que a cidade ofereça um ambiente seguro e saudável. A ocupação dos tempos livres num meio que proporciona o acesso ao conhecimento e à cultura, ao desporto e ao lazer, é uma das grandes conquistas da cidade nos últimos anos. Poder local e sociedade civil proporcionam hoje uma grande diversidade de equipamentos e de atividades culturais, educativas e desportivas, vocacionadas para a infância e a juventude, para pais e filhos, como nunca antes houvera. Também a contínua requalificação do espaço público, as medidas de acalmia do tráfego, de pedonalização e mobilidade suave, a disponibilização de espaços verdes, parques infantis e equipamentos desportivos fazem com que brincar na rua seja hoje, de novo, uma realidade, e não apenas uma vaga lembrança na memória dos mais velhos. 2

5 Educar para Crescer [texto de Rui Martins] LISBOA revista municipal Programa Escola Nova Desde 2008 que, através do programa Escola Nova, foi feito um avultado investimento no desenvolvimento e melhoria do parque escolar da cidade. Ao todo, estão previstas 111 intervenções, das quais foram já realizadas 61, num investimento global de cerca de 102 milhões de euros. Assim, foram já construídas 9 escolas de raiz, outras 10 escolas receberam beneficiações gerais, 12 receberam novas cozinhas e melhorias nos refeitórios - fazendo subir para 50 as escolas com capacidade de confecionar refeições próprias. Outros melhoramentos passaram por intervenções nas coberturas e na qualificação dos espaços exteriores, a que acrescem beneficiações parciais em mais de 30 escolas. A atribuição de equipamentos didáticos, como quadros digitais, o alargamento da rede de bibliotecas escolares e o apoio social para aquisição de manuais, material escolar e transporte de alunos, são outras intervenções para garantir mais e melhor educação na cidade. descobrir Passaporte Escolar Extraordinário caso de sucesso e prestes a cumprir seis anos de existência, possibilitou a dezenas de milhar de crianças o contacto com equipamentos, atividades, cultura, aprendizagens, experiências junto de instituições da cidade como museus, teatros, cinemas, equipamentos desportivos, parques, etc. Inicialmente dirigido aos alunos do ensino básico, em 2013 foi alargado ao pré-escolar e passou a abranger cerca de crianças de 98 estabelecimentos da rede pública da cidade, garantindo que cada criança, em média, participe entre três a quatro atividades por ano letivo. A grande novidade que aí vem é que o passaporte irá passar a contemplar também o 2.º e 3.º ciclos de ensino, abrangendo um universo de cerca de alunos, estando também previsto o alargamento do número de protocolos com entidades com oferta de atividades para estas idades. 3

6 LISBOA revista municipal Alfacinhas Os Alfacinhas são já uma marca na cidade. É vê-los andar, incansáveis, pela cidade a levar crianças de um lado para o outro. Para além da vertente casa-escola, em que se garante o transporte diário de cerca de meio milhar de alunos, é sobretudo no apoio às atividades do Passaporte Escolar e do Programa de Natação Curricular dos alunos do ensino básico que os Alfacinhas são uma chave para o seu sucesso. No ano letivo passado, os Alfacinhas transportaram crianças participantes naquelas atividades. Este ano a previsão é a de que este número venha a ser superado. descobrir Incursões pela Arte Urbana Este é um projeto de educação pela arte, dirigido a crianças do 4º ano do ensino básico, que pretende estimular a criatividade, desenvolver a cultura visual, a compreensão do mundo que as rodeia e as capacidades de expressão. Estão previstas visitas a obras de arte urbana da cidade, realização de workshops com artistas e a participação na criação de uma obra de arte pública na cidade, como seja a pintura de um mural a ser designado para o efeito. O projeto inicia-se este ano letivo com seis turmas, a que correspondem 150 alunos, e irá sendo alargado ao longo dos próximos anos. ComArte Ainda no campo da componente artística, o projeto ComArte foi aprovado no âmbito do Orçamento Participativo para a realização de trabalhos de teatro e dança com crianças do ensino pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico da rede pública da cidade. As ações desenrolam-se em contexto de sala de aula e de sala de espetáculo, promovendo o encontro entre as crianças e os artistas para o conhecimento do espaço artístico e das suas linguagens contemporâneas, bem como o cruzamento com outras formas de expressão como sejam as artes plásticas, música ou artes circenses. Deste modo, as crianças vão poder ver como se cria de raiz um espetáculo, que ferramentas e que soluções criativas são utilizadas e, por fim, vão poder ver e contribuir para o resultado final. 4

7 Refeições Escolares Saudáveis LISBOA revista municipal A introdução de hábitos alimentares saudáveis, junto dos mais novos, tem um efeito protetor ao longo da vida e ainda um papel de sensibilizar os adultos à sua volta para a necessidade de uma alimentação racional como um dos aspetos integrantes de uma vida saudável. Além disso, a aquisição de bons hábitos alimentares previne a obesidade infantil e protege contra doenças a longo prazo. Ciente destas preocupações, a CML deu o primeiro passo dotando as escolas de condições para confecionar localmente as refeições escolares, com a instalação de cozinhas adequadas. No âmbito da Escola Nova, foram instaladas 12 novas cozinhas. Neste momento ascendem já a 50 as escolas que confecionam as suas próprias refeições. Deste modo surge a necessidade de implementar um novo plano alimentar para as escolas da cidade. Este plano pretende envolver produtores e cooperativas nacionais como fornecedores de produtos e alimentos de qualidade; tornar as escolas em locais de exploração de novas receitas e estilos de cozinha saudáveis; diminuir o desperdício alimentar racionalizando as sobras alimentares e consciencializando as crianças para esta temática. Para tal convidou o chef de Cozinha Nuno Queiroz Ribeiro para desenvolver ementas adequadas às escolas do ensino básico, utilizando produtos frescos de origem nacional e privilegiando os produtores locais, formulando receitas que privilegiem vegetais e frutas e que promovam o contacto com sabores e receitas de outros países. A escola do Convento do Desagravo vai ser das primeiras a arrancar com este projeto, estando a sua gestão a cargo da CML. Integrado neste projeto surgem projetos associados como a fruta feia, que se integra no âmbito do combate ao desperdício alimentar, e que visa mostrar que nem sempre a fruta calibrada, brilhante e encerada é mais saborosa e nutritiva que a fruta pequena e imperfeita. A intervenção é feita na sala de aula através de workshops e espera-se que a mesma tenha efeitos replicadores junto das gerações dos pais e avós. Outra atividade prevista em colaboração com a Portugal Fresh é um dia numa quinta onde as crianças podem experimentar o contacto com a natureza e o ambiente rural, ficando a conhecer a origem dos alimentos que consomem, bem como as diversas etapas de produção agrícola. No passado dia 19 de março, cerca de 100 alunos do 1º ciclo do ensino básico rumaram a uma quinta da Cooperativa de Agricultores Portugal Fresh, no Alentejo, numa experiência que resultou muito enriquecedora para todos os participantes. descobrir Coleção de livros contra o desperdício alimentar Está em curso a produção da coleção de quatro livros infantis, destinados a crianças dos 6 aos 10 anos, dedicados ao tema do desperdício alimentar, onde participam os autores Marta Hugon, Isabel Zambujal, José Luís Peixoto, Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães e os ilustradores António Jorge Gonçalves, Rodrigo Sousa, Catarina Bakker e Carla Nazareth. Serão entregues cinco conjuntos por cada sala de aula de cada escola da cidade. 5

8 descobrir LISBOA revista municipal um espaço de criação No Espaço Lx Jovem é possível compor, ensaiar, criar, partilhar ideias e desenvolver projetos. Tem as portas abertas no bairro do Armador, em Marvila, e destina-se a todos os jovens da cidade de Lisboa. Vários instrumentos de música aguardam pela inspiração dos jovens na sala João Aguardela. Mais ao lado, o auditório Sam the Kid está pronto para acolher todo o tipo de ensaios e atuações. São duas das muitas valências que integram o Espaço Lx Jovem, um novo local direcionado para a juventude de Lisboa. O Espaço, apresentado oficialmente no Dia do Estudante, pretende ser um pólo de produção e incremento de projetos por parte da juventude. Com acesso gratuito, o local tem uma área com computadores e acesso à internet; uma pequena biblioteca; salas para reuniões e exposições; um pequeno auditório e um compartimento para ensaios. No dia da apresentação do Lx Jovem, Sam the Kid, como é conhecido Samuel Mira no mundo do hip-hop, descerrou a placa que dá o seu próprio nome ao auditório. Também os familiares de João Aguardela agradeceram o tributo prestado ao músico e compositor, com a atribuição do nome à sala onde a partir de agora os jovens poderão ensaiar e desenvolver projetos musicais. O Lx Jovem apadrinha ainda outro tipo de projetos na área da juventude. Neste momento apoia a Associação para o Planeamento da Família, que desenvolve trabalho no Bairro do Armador; o grupo de teatro 9Arte e a banda Manifesto. Expaço LX Jovem Av. Vergílio Ferreira, lt 745 Edifício Lápis Bairro do Armador Tel.:

9 revista municipal LISBOA a creche do Areeiro Associação Caminhos da Infância nasceu em 2012 de um projeto vocacionado para a promoção e proteção da criança nas suas valências bio-psico-afetiva e espiritual independentemente dos constrangimentos socioeconómicos e culturais que lhe estão adstritas. O nascimento da creche foi o passo seguinte após a associação ter sido selecionada para o estabelecimento do protocolo com uma das creches B.a.Bá. O Centro Infantil Maria Monserrate, encontra-se instalado na creche modular ao Areeiro, que hoje serve 66 crianças e conta com 18 colaboradores. As duas coordenadoras Inês Poeiras e Francisca Carneiro, querem este projeto com uma identidade própria, distintiva, na certeza de que uma intervenção desde cedo na infância, é fundamental e protetora no desenvolvimento ao longo da vida. Em termos pedagógicos a orientação é essencialmente humanista com especial descobrir O Centro Infantil Maria Monserrate é um exemplo de uma aposta conseguida de excelência e de serviço à comunidade. No mês escolhido para sensibilizar para a Prevenção dos Maus-Tratos na Infância fomos conhecer o trabalho desenvolvido por este centro, gerido pela Associação Caminhos da Infância. atenção à promoção da interioridade, pela regulação dos afetos, pelo contacto com o ar livre, pelas expressões e partilha. Num outro campo de ação, a Caminhos de Infância desenvolveu, pelo segundo ano consecutivo, a campanha A Infância Não se Repete, que se inscreve no Mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância onde apela à consciencialização, para o debate público, para a mudança de comportamentos e combate à negligência infantil (fenómeno que, como definem as responsáveis, não escolhe estrato socioeconómico). Esta iniciativa, que conta com o apoio da CML, inscreve-se ao lado de outras que assinalam o mês e de que fazem parte conferências subordinadas ao tema Promoção e Proteção dos Direitos Humanos da Criança, ações de sensibilização no Espaço a Brincar, ciclo de cinema nas escolas e exposições no Museu da Eletricidade (Fotografia a Famílias). 7

10 descobrir LISBOA revista municipal Bairro do Condado abre as portas à Arte O Há Arte no Bairro é um projeto que pretende intervir de forma artística nos bairros de Lisboa, envolvendo e motivando os moradores para cuidarem do espaço onde residem, dissuadindo a prática abusiva de rabiscos e desenhos desregrados nas paredes. No Bairro do Condado, em Marvila, os jovens já estão em polvorosa. [texto de Isabel Forte fotografia de Américo Simas e Luís Ponte] Sobre a mesa, as folhas passam freneticamente de mão em mão: Estes jovens quiseram fazer um resumo das ações que têm vindo a desenvolver no âmbito do projeto, para o explicarem à revista Lisboa, sorri Elsa Vicente, diretora técnica do Centro Social Paroquial de S. Maximiliano Kolbe (CSPSMK). Débora Monteiro, Selma Butt, Carolina Couto, Maria Silva, Cecília Jallon e João Monteiro dão a cara pelo grupo de adolescentes empenhados em mudar o Bairro do Condado: Estão entusiasmados e com muita expectativa, diz. Estão felizes. Querem todos falar, querem agir e querem assumir, publicamente, que estão dispostos a dar o primeiro passo para a mudança: O nosso mural vai deixar o bairro mais alegre, antecipa a Selma. Alguns idosos responderam-nos nos inquéritos que fizemos que gostavam de ler no mural frases de paz, continua a Carolina. Vamos desenhar paisagens e a evolução do bairro, adianta o João. O projeto Há Arte no Bairro partiu da Gebalis, que lançou o desafio ao CSPSMK e à Galeria de Arte Urbana (GAU) da autarquia lisboeta. Está a ser desenvolvido há alguns meses e tem o ponto alto nas férias escolares da Páscoa, com a pintura de um mural na Avenida João Paulo II. Era um espaço que estava a ser alvo de atos de vandalismo e que se decidiu fechar, transformando-o numa grande parede branca, explica Carla Vicente, da Gebalis. Posteriormente surgiu a ideia de criarmos ali um mural, pelo que lançamos o desafio ao Centro e à GAU. A intervenção, com motivos paisagísticos, históricos e de vivências locais, será executada pelos jovens utentes do Centro, acompanhados pelo writer Smile, cuja carreira se tem vindo a destacar no panorama nacional, quer pelo seu talento artístico, como pela preocupação social que revela 8

11 descobrir LISBOA revista municipal nos seus projetos. A UNICEF é uma das organizações que apoia a iniciativa, tal como a Junta de Freguesia de Marvila, que pretende recuperar os canteiros junto ao local da intervenção. Tendo a inclusão social destes territórios como objetivo, esclarece a Gebalis, a arte urbana é uma estratégia de atuação, na medida em que nos bairros municipais abundam práticas desregradas e sistemáticas de tags, rabiscos, frases, que vandalizam e desvalorizam os edifícios e equipamentos municipais e que em nada valorizam a sua imagem e a integração na malha urbana. Subjacente à parceria com a GAU, avança a empresa municipal, existe o propósito de levar para os bairros intervenções artísticas que envolvam e motivem os residentes a cuidar dos espaços. A arte urbana, complementa Inês Machado, da GAU, constitui uma ferramenta importante para a inclusão social, para atenuar tensões sociais e culturais e para a promoção do diálogo entre gerações. Além disso, diz, os bairros municipais são locais onde habitualmente não existem muitas intervenções artísticas, pelo que a realização de peças de arte urbana, como a concebida para o Bairro do Condado, proporciona uma mais-valia à paisagem urbana. Caracterização do bairro O Bairro do Condado, localizado na freguesia de Marvila, foi construído entre 1981 e Está disperso por 79 lotes, num total de fogos habitacionais, com uma população estimada de pessoas. Oriunda do Alentejo e das Beiras, a população originária trabalhava para a indústria existente na freguesia. Os níveis de escolaridade e qualificações são básicos, mas a 3ª geração já frequenta o ensino superior.

12 descobrir LISBOA revista municipal Academia de Código Júnior Aprender a falar com os computadores De pequenino se torce o pepino, diz o velho adágio, e a confirmá-lo está a Academia de Código Júnior, um programa para ensino da programação informática no ensino básico. As aulas começaram em janeiro e são já um sucesso nas três escolas em que o projeto decorre (Bairro do Armador, S. João de Deus e Aida Vieira). Se os objetivos forem cumpridos (ver caixa na página seguinte), é para alargar a toda a rede escolar. [texto de José Manuel Marques fotografia de Manuel Levita] Vamos agora ver o robot? pergunta Filipe Moreira, um dos formadores, quase no final da aula do 2.º e 3.º B da Escola Básica Bairro do Armador. O entusiasmo cresce e o sim é em coro, a turma corre para a bancada onde o estranho e circular objeto se encontra. Os olhos dos miúdos são pequenas bolas a pular de contentamento, rodopiam e seguem o percurso ligeiro do robot sobre a grossa linha negra. Nunca sai do risco a não ser quando uma das mãos mais ousadas lhe toca, perde-se pelo branco do papel mas volta rapidamente a encontrar a ziguezagueante estrada. Como se pensasse, o estranho bicho de metal e circuitos. E não é que pensa mesmo? A miudagem percebe-o, agora melhor, porque as aulas ensinam a animar objetos no computador - afinal a base do funcionamento dos robots. São as linhas de código, que Stella, Matilde e Aron vão dominando sem grande dificuldade. Estiveram a construir figuras geométricas e a fazer andar o boneco, explica Aron, orgulhoso e determinado. E esclarece, repetindo as linhas de comando: anda 1 0

13 descobrir LISBOA revista municipal 240 passos, gira 90 graus, anda 120 passos. cada linha é um comando para os movimentos do Scratch, o nome do gato alaranjado e do software utilizado no projeto. Stella, a delegada de turma, procura com a sua companheira de carteira descobrir e resolver os problemas na elaboração de um quadrado. Podia fazer muitas coisas, diz-nos. Já o grupo de Matilde procurava construir uma festa de pijama e a azáfama era grande na escolha dos cenários. Filipe Moreira explica que o processo tem várias etapas, sempre numa lógica de grupo. Os cálculos são feitos numa folha e as linhas de código são introduzidas por outro, que corrige o trabalho dos colegas anteriores, se necessário. Trata-se do debugging, como todos já aprenderam. O mais difícil dos exercícios terá sido a construção de coordenadas, porque é matéria que eles ainda não dominam, diz-nos a professora Olívia Ferreira. Stella, nove anos, Matilde e Aron, oito, têm computador em casa mas agora encaram-no de outra forma e até já pensaram em criar jogos, embora nenhum afirme que quer ser informático. É cedo ainda e de resto não é esse o objetivo do projeto. Também entusiasmada anda Olívia Ferreira, já que as aulas ajudam os alunos a pensar matematicamente, sentindo-os muito mais autónomos. Título de impacto social O programa é financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, na forma de Título de Impacto Social - o primeiro em Portugal na área da educação. Tem a duração de 20 meses e ascende a 120 mil euros, que serão reembolsados pela autarquia caso os objetivos sejam atingidos: reduzir as taxas de retenção e melhorar os rendimentos em matemática e português. Vídeo em: https://vimeo.com/

14 LISBOA revista municipal Empreendedorismo jovem semear o futuro descobrir Intrínseca ao desenvolvimento das sociedades em qualquer dos seus estágios, a economia manifesta-se no quotidiano da cidade e dos seus habitantes, particularmente num período em que os efeitos da globalização se fazem sentir a todos os níveis e os tradicionais modos de produção se alteraram profundamente. Empreendedorismo é um novo paradigma e, também em Lisboa, não podemos perder a oportunidade de, com os mais novos, lançar as sementes para o futuro. Não, não se trata de criar empresários em ponto pequenino, comerciantes ou banqueiros, como à partida poderíamos ser tentados a deduzir pelo nome do projeto. O objetivo é bem diferente. Trata-se de promover junto dos jovens uma atitude proativa, alicerçada em valores de responsabilidade cívica e cidadania. É uma iniciativa que entronca na estratégia do município para a cidade - Lisboa empreendedora e inovadora - e vem sendo desenvolvida há quatro anos em parceria com a Junior Achievement Portugal (JAP), uma associação sem fins lucrativos. Assente na metodologia aprender-fazendo, o projeto recorre a voluntários oriundos das empresas parceiras da JAP e professores, que mobilizam conhecimentos e experiências na interação com as crianças e os jovens. Começou no ano letivo 2011/2012 e envolveu então cerca de alunos com idades compreendidas entre os 6 e os 15 anos, através de quatro programas dirigidos ao ensino básico e secundário: A Família; A Comunidade; Economia para o Sucesso; A Empresa. O número cresceu no ano letivo seguinte para quase alunos, atingindo 25 por cento das escolas básicas e secundárias de Lisboa. Nesse ano foram também lançados dois novos programas: A Europa e Eu; É o Meu Negócio. Em ascensão, o projeto atingiu quatro mil alunos de 51 escolas no passado ano letivo, envolvendo no leque de voluntários 12 trabalhadores da autarquia. E este ano, ainda sem dados definitivos, é certo que continuará a crescer. Microempreendedores para crianças O programa Lisboa Empreende tem apoiado centenas de empresas, algumas delas com produtos para crianças. Como a Coolis, uma marca de sapatos fabricados em Portugal, ou a Menino-Árvore, que comercializa produtos ecológicos. 1 2

15 descobrir LISBOA revista municipal Gasparzinho Um robot social na pediatria do IPO Não se trata de ficção, as imagens revelam a materialização do imaginário. No Instituto Português de Oncologia de Lisboa é o centro das atenções há dois anos, fruto de um projeto europeu dirigido pelo Instituto Superior Técnico e desenvolvido pelas empresas IDMind e SelfTech para criar um robot que interaja com as crianças. Olá ou até já são algumas das palavras dirigidas pelo carinhoso boneco branco e cintilante mas a intenção é que possa vir a estabelecer diálogos e acompanhar as crianças pelos corredores do IPO, explica João Sequeira, coordenador do projeto e professor no IST. Jogos e interação em salas de aula são outras das suas valências. Tem o nome técnico de MOnarCH mas é Gasparzinho que lhe chamam, e não se pense que faz apenas as delícias das crianças. Também os adultos tentam falar com o robot e o professor revela que até já viu alguns saltar à sua frente. A ideia não é substituir o fator humano no hospital, diz-nos, mas sim complementar, através de um papel social, didático e lúdico. Opinião partilhada por Filomena Pereira, diretora do serviço de pediatria: a vertente positiva da tecnologia é reunir crianças e não isolar cada uma no seu pequeno ecrã, diz. O projeto tem a duração de três anos e a intenção é que Gasparzinho passe a estar em permanência no IPO, mas por enquanto é ainda um protótipo. Que tem sido alvo de diversas alterações, como lembra Margarida, mãe de Sofia, pois no princípio não piscava os olhos nem sorria. E, enquanto falava connosco, percebia-se o entusiasmo da filha, que vindo de correr atrás de Gasparzinho se lamentava: ó mãe, ele estava a fugir Vídeo em: https://vimeo.com/

16 descobrir LISBOA revista municipal Um dia na Quinta Pedagógica dos Olivais O campo dentro da cidade. Quando as crianças entram pelo portão da Quinta Pedagógica dos Olivais esquecem de imediato o bulício citadino e começam a experienciar o mundo rural cheio de atividades aliciantes. Farrusco, o simpático gato preto, recebe os meninos logo à entrada da Quinta, como que a dar as boas-vindas. [texto de Mafalda Ferraz fotografia de Manuel Levita] As crianças do Jardim de Infância nº6, da Escola Básica Paulino Montez, já conhecem o Farrusco. Somos de uma escola perto daqui e por isso temos o privilégio de conseguirmos visitar a Quinta Pedagógica muitas vezes. Eles adoram cá vir, explica a educadora Sandra Mateus. Depois de comerem umas bolachinhas, as crianças, com idades entre os 3 e os 5 anos, já se sentem preparadas para uma aula da oficina de cerâmica do professor José Carlos Fonseca. A excitação dos meninos é tanta que o professor alerta: esqueçam as galinhas e todos os animais que estão lá fora. Quando saírem da oficina garanto-vos que eles ainda lá estão. Mas não é fácil, principalmente para os mais pequeninos, cujos olhos brilham de curiosidade ao som de um cacarejar ou um de relinchar. O professor José Carlos já está tão acostumado aos mais pequenos que pouco depois conseguiu roubar-lhes toda a atenção para o seu mundo do barro. 1 4

17 Os meninos do jardim de infância saíram da oficina a saber o nome dos utensílios de olaria e como se molda o barro para fazer o objeto que se desejar. No caso, cada aluno fez uma bonita peça para colar no frigorífico. Depois da oficina de cerâmica, o grupo de crianças foi passear pela Quinta e fazer o que tanto gostam: brincar à vontade naquele espaço que os transporta para um mundo que não é o seu, habitualmente. Entretanto chega à Quinta mais um grupo de crianças, o dos meninos do Jardim de Infância nº1, de Casal de Cambra, para participarem na atividade do Ciclo do Pão. Quando entram na cozinha sentem-se de imediato confortáveis, pelo quentinho que se faz sentir. Algum dos meninos tem um forno a lenha como este nas vossas cozinhas?, pergunta Ana Cristina, responsável por esta atividade. Fez-se silêncio. É lá que vamos cozer o nosso pão, mas antes vou explicar-vos como tudo começa, com o cereal. Todos os meninos ouviram com atenção e amassaram o seu pedaço que mais tarde se transformou em pão. Enquanto o pão ficou a cozer no tradicional forno a lenha, Ana Filipa Gaspar, engenheira do ambiente, acompanha os meninos numa visita pela Quinta. Alimentaram e fizeram festas à burra Pestana, passaram pelo bode Marafado, exemplar de raça algarvia, aproveitando para o parabenizar pelo nascimento dos seus dois filhotes gémeos. De seguida, foram espreitar a mãe com os seus recém-nascidos cabritos, só com dois dias de vida, que fizeram as suas delícias. Deram festas a um coelho, que todos acharam muito fofinho, passaram pelos porcos de raça alentejana, pelo Buxo, o burro de raça mirandesa, pelo Lanceiro, o cavalo lusitano, pelas vacas de raças frísia e mertolenga, a Rafaela e a Valéria, pelas ovelhas e pelos carneiros e aproveitaram ainda para dar uns mimos a um dos dois cães que estão a viver na Quinta. Chegou a hora das crianças irem buscar o seu pão. Que cheirinho! O ar do campo abre o apetite e, depois de um passeio tão animado pela Quinta, um pão quentinho acabado de fazer não podia saber melhor. Quinta Pedagógica dos Olivais Rua Cidade do Lobito, Olivais Sul Tel.: Site: Facebook: https://www.facebook.com/quinta. Pedagogica.dos.Olivais LISBOA revista municipal descobrir 1 5

18 LISBOA revista municipal descobrir A professora está a brilhar, gritam as crianças no escuro, ao passar pelo labirinto mágico que as conduz à primeira sala da exposição, Vermelho Uma viagem através da cor. Foi muito gira esta viagem, diz, animada, uma das meninas. E a viagem ainda agora vai começar. Henrique e Ana Maria, monitores do Museu das Crianças, dividem a turma e cada um fica com um grupo mais reduzido para que todos consigam aproveitar tudo o que o Museu tem para oferecer. Inaugurado em 1994, o Museu das Crianças, antes instalado no Museu de Marinha, ocupa desde 2005 um espaço no Jardim Zoológico de Lisboa. Nasceu de um sonho de Margarida de Lancastre, diretora da Associação Acordar a História Adormecida / Museu das Crianças, em criar um novo conceito de museu interativo e onde aprender seja algo divertido. Repare na animação destas crianças. Isto é maravilhoso, é mágico, afirma a fundadora do museu sem conseguir esconder a sua emoção enquanto as crianças se divertem. O Museu das Crianças aposta na aprendizagem através da emoção. Tudo aqui se pode tocar, mexer, brincar. Nesta exposição, o vermelho é o fio-condutor que nos guia por diversos espaços, em que os cenários e os diferentes jogos interativos apresentados espelham e valorizam temas que nos são muito queridos, como o conhecimento de si próprio, dos outros, da descoberta dos talentos, da tolerância, da curiosidade e dos valores humanos. No final do percurso surge um labirinto que acaba num espelho antes de virar abruptamente para a direita. Resultado? Todos se atrapalham e batem com o nariz no espelho. As gargalhadas ressoam e Margarida junta-se a elas. Um local ideal para as crianças desenvolverem a sensibilidade cultural e artística, de uma forma moderna e divertida, onde a imaginação e a curiosidade as desperta para a descoberta dos seus talentos e do mundo que as rodeia. Museu das Crianças (no Jardim Zoológico de Lisboa) Tel.: Site: 1 6

19

20 descobrir LISBOA revista municipal Bailarinos do Conservatório Nacional entre os melhores Depois de Marcelino Sambé - o jovem bailarino de 20 anos que, depois de ganhar diversos prémios internacionais, voou para Londres onde é primeiro bailarino no Royal Ballet e foi recentemente considerado pelo jornal The Independent como um dos dez jovens artistas de todo o mundo a seguir com atenção em 2015 chegou a vez de outros bailarinos, formados na Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa, lhe seguirem os voos. A velha escola do Bairro Alto, que há tanto tempo vem sendo esquecida pelo poder central, continua a formar jovens artistas de excelência. Fomos conhecer Miguel Pinheiro e Mitsuro Ito. [texto de Luís Miguel Carneiro fotografia de Nuno Correia] 1 8

Empreender para Crescer

Empreender para Crescer Empreender para Crescer R. Miguel Coelho Chief EntusiastPersonalBrands Caros Pais e Encarregados de Educação, este ano lectivo, por iniciativa da Assoc. Pais do Colégio, vai iniciar-se em Novembro uma

Leia mais

para um novo ano lectivo

para um novo ano lectivo Ano Lectivo 2008/09 20 medidas de política para um novo ano lectivo Este documento apresenta algumas medidas para 2008/09: Apoios para as famílias e para os alunos Modernização das escolas Plano Tecnológico

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Uma Cidade para Todos Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Colaboração Nuno Oliveira, coordenador do Serviço de Psicologia do 1º ciclo do Ensino Básico da EMEC - Empresa Municipal

Leia mais

1º Trabalho Listas de Discussão

1º Trabalho Listas de Discussão 1º Trabalho Listas de Discussão Catarina Santos Meios Computacionais no Ensino 05-03-2013 Índice Introdução... 3 Resumo e análise da mensagem da lista Matemática no secundário... 4 Resumo e análise da

Leia mais

O dia foi dos mais novos

O dia foi dos mais novos O dia foi dos mais novos Diversas atividades marcaram ontem as comemorações do Dia da Criança em Ponta Delgada, com cerca de 3050 meninos. Cidade ganhou colorido especial PÂGINAS2E3 Diversas atividades

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave

NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave NEWSLETTER#5 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave Sistema de Aprendizagem Com uma vasta experiência nesta modalidade de formação, a Sol do Ave tem vindo a desenvolver

Leia mais

Projeto Viva a Alameda

Projeto Viva a Alameda Projeto Viva a Alameda Janeiro 2012 I. Enquadramento a. Política de Cidades o instrumento PRU b. Sessões Temáticas II. A PRU de Oliveira do Bairro a. Visão b. Prioridades Estratégicas c. Área de Intervenção

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação

Projeto Pedagógico e de Animação Projeto Pedagógico e de Animação 1 - Memória Descritiva 2 Identificação e Caracterização da Instituição Promotora 3 - Objetivos Gerais 4 - Objetivos Específicos 5 - Princípios educacionais 6 Metodologias

Leia mais

BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS

BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS TUTORIAL DE APOIO BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS NESTE DOCUMENTO PODERÁS INSPIRAR-TE EM ALGUNS BONS EXEMPLOS DE PROJETOS DESENVOLVIDOS NO ÂMBITO DO PROGRAMA ESCOLHAS, ASSIM

Leia mais

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO newsletter copywright Escola Intercultural, empresa municipal E I P D A ENSINO INTERVENÇÃO PARCERIAS DESENVOLVIMENTO AGENDA 01 EDITORIAL Somos o que fazemos É tempo de férias

Leia mais

>>>>>>>>>>>>>>>> passeio fotográfico. as nossas cidades retratadas por crianças

>>>>>>>>>>>>>>>> passeio fotográfico. as nossas cidades retratadas por crianças >>>>>>>>>>>>>>>> passeio fotográfico as nossas cidades retratadas por crianças ----------------------------------------------------------- departamento de promoção da arquitectura educação pela arquitectura

Leia mais

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956).

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956). 1. INTRODUÇÃO 1.1. MINHA RELAÇÃO COM A FOTOGRAFIA Meu pai tinha uma câmara fotográfica. Ele não era fotógrafo profissional, apenas gostava de fotografar a família e os amigos (vide Foto 1). Nunca estudou

Leia mais

Campos de Férias. Férias Escolares 2011

Campos de Férias. Férias Escolares 2011 Campos de Férias Férias Escolares 2011 1. A Praznik Somos uma empresa licenciada pelo Instituto Português da Juventude - alvará nº 319 - para organizar e dinamizar Campos de Férias, atribuições que incluem

Leia mais

de CriAtividade ABRINDO PORTAS PARA O FUTURO!

de CriAtividade ABRINDO PORTAS PARA O FUTURO! ABRINDO PORTAS PARA O FUTURO! PROMOTOR O Torrance Center (www.tcportugal.org) é uma associação científico-pedagógica, sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover o desenvolvimento da criatividade

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

CATÁLOGO DE ATIVIDADES

CATÁLOGO DE ATIVIDADES 2015 CATÁLOGO DE ATIVIDADES 2 1 1 Fotografia da Capa: Architectural Concepts By Roman Vlasov com Wendy F. Strange In 3dfirstaid Visual Architecture INTRODUÇÃO A SENTIDO DIRECTO desenvolve, de forma sistemática,

Leia mais

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas

Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA. A equipa de jornalistas Centro de Transição para a Vida Adulta e Activa JORNAL VIDA ACTIVA A equipa de jornalistas Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Tiago Videira, Albino Silva, Mafalda Celeste, Maria do Carmo

Leia mais

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro Programação de Actividades Julho 02 (4ª) 15h00 Edifício Américo Marinho Hum! Hum! Hum! Que delícia!, sessão I 04 (6ª) 15h00 Auditório Municipal Augusto Cabrita Atelier de Movimento, sessão I 07 (2ª) 15h00

Leia mais

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS)

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Relatório de Actividades do ano letivo 2014/15 A Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS), tutelada pela API e apoiada pelo Ministério da Educação,

Leia mais

Regulamento das Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) Jardim de Infância António José de Almeida

Regulamento das Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) Jardim de Infância António José de Almeida Regulamento das Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) Jardim de Infância António José de Almeida Artigo 1º Enquadramento As atividades letivas com as educadoras no Jardim de Infância António

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015. Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis

PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015. Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015 Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis CAPÍTULO I AETP: A INSTITUIÇÃO 1. Introdução No decorrer do ano de 2015 prevê-se que a AETP

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2 BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL abril 2013 DIA 2 COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL ERA UMA VEZ!... ATELIER DE CONSTRUÇÃO DE HISTÓRIA No Dia Internacional

Leia mais

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro O Rio de Janeiro se prepara para fazer da Olimpíada um momento inesquecível em sua história. Cariocas e milhões de visitantes terão a oportunidade de conhecer o bem mais valioso da Cidade Olímpica: a riqueza

Leia mais

Crescer com. Histórias... Magusto. 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito. www.ahma.pt

Crescer com. Histórias... Magusto. 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito. www.ahma.pt 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito Av. Bernardino Máximo Albuquerque, nº 35 3850-017 Albergaria-a-Velha Tel.: 234 525 545 Fax: 234 523 381 e-mail: ahma_ipss@sapo.pt www.ahma.pt

Leia mais

Empreendedorismo e Tradição

Empreendedorismo e Tradição Plano de Promoção de Empreendedorismo nas Escolas do Baixo Alentejo Empreendedorismo e Tradição Proposta de Projeto Agrupamento de Escolas de Cuba OBJETIVOS Desenvolver ações que contribuam para preparar

Leia mais

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

NEWSLETTER#2 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave

NEWSLETTER#2 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave NEWSLETTER#2 Sol do Ave - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave Projeto Social Angels O projeto Social Angels Comunidade Empreendedora é promovido pela Sol do Ave em parceria com o

Leia mais

Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Gabinete de Promoção do Voluntariado Diretora Luísa Godinho EVOLUÇÃO HISTÓRICA VOLUNTARIADO na SCML 1498 Fundação Compromisso assumido por 100 homens bons 1998 Publicação

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo

Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa EB1/JI Vasco Martins Rebolo Era uma vez a família Rebolo, muito simpática e feliz que vivia na Amadora. Essa família era constituída por quatro pessoas, os pais Miguel e Natália e os seus dois filhos Diana e Nuno. Estávamos nas férias

Leia mais

Apoio Institucional:

Apoio Institucional: Apoio Institucional: YA ENTREPRENEURSHIP SCHOOL Enquadramento Os Parceiros A YA Entrepreneurship School é um projeto fruto de uma parceria entre o Audax e a UPAJE que pretende fomentar o empreendedorismo

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 ESCOLA DE Pedal Batatais Histórico da Entidade e Descritivo de Atividades Fundada em 1999 por JOSÈ REGINALDO

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições Sementes para a Criatividade É uma acção de formação constituída por duas oficinas, uma de escrita criativa e outra de artes plásticas, em que se prevê: a criação de uma narrativa ilustrada que será submetida

Leia mais

Programa de Férias verão 2013

Programa de Férias verão 2013 Programa de Férias verão 2013 Data: 3 de Junho 2013 Assunto: Programa de Férias de Verão Caros pais, Vimos, por este meio, dar-lhes a conhecer o Programa de Férias de Verão que será oferecido às crianças

Leia mais

Olhar de Novo. Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying. Dirigido ao ensino secundário. 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro

Olhar de Novo. Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying. Dirigido ao ensino secundário. 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro Olhar de Novo Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying Dirigido ao ensino secundário 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro Olhar de Novo - Sinopse e ficha técnica Na vida, como no Facebook, os gostos

Leia mais

Caderno de Apresentação Franquia

Caderno de Apresentação Franquia Caderno de Apresentação Franquia A Empresa A Genial Books iniciou suas actividades em dez/95 depois de um dos sócios conhecer o "Livro Personalizado", numa viagem de férias aos Estados Unidos. Vislumbrando

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA FAMÍLIAS Grelha Resumo por Sector Sector Rios/Espaços Verdes Animais Dias comemorativos Férias Datas

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA Olhar a Cidade REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO O CONCURSO DE FOTOGRAFIA Olhar a Cidade é um concurso integrado no I ENCONTRO NACIONAL DE FOTOGRAFIA a decorrer nos dias 19 (em Lisboa),

Leia mais

Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil

Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil - Justificativa: O projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil iniciou no segundo semestre

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Nesta edição, poderá consultar o programa de Oficinas de páscoa e primavera e escolher entre 13 propostas diferentes.

Nesta edição, poderá consultar o programa de Oficinas de páscoa e primavera e escolher entre 13 propostas diferentes. O ficinas Sazonais P E L O U R O D A I N O V A Ç Ã O E Procurando alargar as atividades de educação ambiental aos períodos de férias escolares, em particular às famílias, o Pelouro da Inovação e Ambiente

Leia mais

O Fórum Económico de Marvila

O Fórum Económico de Marvila Agenda O Fórum Económico de Marvila A iniciativa Cidadania e voluntariado: um desafio para Marvila A Sair da Casca O voluntariado empresarial e as políticas de envolvimento com a comunidade Tipos de voluntariado

Leia mais

ESTIMADO(A) ASSOCIADO(A) E CLIENTE,

ESTIMADO(A) ASSOCIADO(A) E CLIENTE, edição 35 AGO 13 O MEU MONTEPIO e-newsletter ESTIMADO(A) ASSOCIADO(A) E CLIENTE, Na preparação da rentrée e enquanto ainda se saboreiam as agradáveis temperaturas de verão, é momento de retomar contacto

Leia mais

Escolas de Pentatlo Moderno

Escolas de Pentatlo Moderno Escolas de Pentatlo Moderno ÍNDICE O que é o franchising PENTAKID? 3 Serviços PENTAKID 5 Marketing 6 Recursos Humanos 7 Financiamento 8 Processo de aquisição 9 Ficha técnica 10 Carta de resposta 11 2 O

Leia mais

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas magazine DESTAQUES Junho 2012 Santos populares Amera 3.0 Planos ambiciosos de animação edição 34 90 exemplares www.amera.com.pt 21 444 75 30 SANTOS POPULARES A inaugurar a época de bom tempo e de boas

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC ENTREVISTA MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES MALBA FUNDACIÓN CONSTANTINI Entrevista realizada com a educadora Florencia González de Langarica que coordenou o educativo do Malba até 2012, concedida

Leia mais

5ª Edição do Projeto "Energia com vida"

5ª Edição do Projeto Energia com vida 5ª Edição do Projeto "Energia com vida" Maria Isabel Junceiro Agrupamento de Escolas de Marvão No presente ano letivo 2014-15, quatro turmas do Agrupamento de Escolas do Concelho de Marvão (8º e 9º anos),

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

SINOPSE DA ACTIVIDADE:

SINOPSE DA ACTIVIDADE: LOCAL: Bib. da Penha de França NOME DA ACTIVIDADE: Histórias divertidas_oficina SINOPSE DA ACTIVIDADE: A partir de um jogo de cartões com personagens, locais e objetos mágicos, serão construídas histórias

Leia mais

INTRODUÇÃO A 5ª edição Greenfest 2012 vai realizar-se de 26 a 30 de Setembro, no Centro de Congressos do Estoril.

INTRODUÇÃO A 5ª edição Greenfest 2012 vai realizar-se de 26 a 30 de Setembro, no Centro de Congressos do Estoril. Programa Escolas INTRODUÇÃO A 5ª edição Greenfest 2012 vai realizar-se de 26 a 30 de Setembro, no Centro de Congressos do Estoril. O Festival é o evento de referência para a sustentabilidade que celebra

Leia mais

Projeto Intervir em Marvila Responsável do Executivo: Jorge Máximo (Secretário e Responsável do Pelouro da Economia e Sociedade)

Projeto Intervir em Marvila Responsável do Executivo: Jorge Máximo (Secretário e Responsável do Pelouro da Economia e Sociedade) Projeto Intervir em Marvila Responsável do Executivo: Jorge Máximo (Secretário e Responsável do Pelouro da Economia e Sociedade) Coordenadora: Joana Gonçalves Equipa Técnica: David Rodrigues Marina Fernandes;

Leia mais

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i

O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i O legado de AGOSTINHO DA SILVA 15 anos após a sua morte i LUÍS CARLOS SANTOS luis.santos@ese.ips.pt Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal 1- Agostinho da Silva, um adepto da Educação

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO E/27562/2012 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL 2012 REGULAMENTO ENQUADRAMENTO O I Concurso de Fotografia sobre Agricultura Sustentável é uma iniciativa da Câmara Municipal de Loures,

Leia mais

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Ao décimo primeiro dia do mês de março de dois mil e treze, pelas nove horas e trinta minutos, no edifício da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, reuniu o Conselho

Leia mais

JORNAL DA EREBAS. Editorial. Quem foi Vergílio Ferreira? Lançamento do JORNAL DA EREBAS!

JORNAL DA EREBAS. Editorial. Quem foi Vergílio Ferreira? Lançamento do JORNAL DA EREBAS! 1 JORNAL DA EREBAS (Escola de Referência para a Educação Bilingue de Alunos Surdos) V O L U M E 1, E D I Ç Ã O 1 I 6 D E Z E M B R O 2 0 1 5 Trimestral JORNAL DA EREBAS Escola Secundária Vergílio Ferreira

Leia mais

Federação Portuguesa de Canoagem

Federação Portuguesa de Canoagem Federação Portuguesa de Canoagem Eleições Ciclo Olímpico 2012 a 2016 Carlos Cunha de Sousa Este documento serve para apresentar a todos, as linhas orientadoras para o mandato que me proponho fazer enquanto

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

Câmara Municipal de Portalegre

Câmara Municipal de Portalegre 1 O projeto Cidades Amigas dos Estudantes tem como objetivo unir um conjunto de parceiros regionais, para criar condições mais favoráveis para o acolhimento, a integração e o bem-estar dos estudantes do

Leia mais

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL

CATÁSTROFES E GRANDES DESASTRES IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DA PROTEÇÃO CIVIL programa Ao evocar os 260 anos do Terramoto de 1755, a Câmara Municipal de Lisboa, através do Programa que agora se apresenta, pretende levar a cabo um conjunto de atividades e manifestações alusivas à

Leia mais

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS A Expo Celebrar Oeiras passado, presente e futuro, que irá estar patente ao público entre Maio e Dezembro, procura dar a conhecer aos visitantes o desenvolvimento

Leia mais

VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA

VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA Setembro 2014 VISEU PRIMEIRO, VISEU EDUCA O lançamento de um programa pedagógico e de desenvolvimento educativo de crianças e jovens, partilhado por todos os agentes do sistema escolar e educativo local,

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL OUTUBRO 2012 1 de outubro COMEMORAÇÃO DO DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA A Biblioteca assinala esta data com a realização de uma ação cultural

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

Junta de Freguesia da Misericórdia PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA

Junta de Freguesia da Misericórdia PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA ÍNDICE pág. PREÂMBULO 3 HABITAÇÃO E OBRAS, ESPAÇO PÚBLICO, TRÂNSITO, ESTACIONAMENTO E SEGURANÇA 3 Habitação e Obras 3 Espaço Público, Trânsito, Estacionamento

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO. NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO. NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NOME: Serviço Voluntário Europeu (SVE) EMAIL: info@euromedp.org WEBSITES: Serviço de Voluntariado Europeu: http://www.sve.pt http://www.facebook.com/l.php?u=http%3a%2f%2fwww.sve.pt%2f&h=z

Leia mais

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós! Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!.turma: 1º Período A Professora

Leia mais

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M. Câmara Municipal Presidência Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.M de Sines Bem vindos à nossa grande festa

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004 MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Acta n.º3/2004 Aos dez dias do mês de Maio do ano de 2004, no Auditório Municipal da Quinta das Pratas, reuniu o Conselho Municipal de Educação do Concelho

Leia mais

RELATÓRIO. Oficina de Formação

RELATÓRIO. Oficina de Formação RELATÓRIO Oficina de Formação Exploração e construção de situações de aprendizagem da matemática com programação em Scratch no pré escolar e no 1º ciclo do ensino básico Formadores: Miguel Figueiredo e

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

Projecto Integrado da Baixa da Banheira

Projecto Integrado da Baixa da Banheira Projecto Integrado da Baixa da Banheira 1. INTRODUÇÃO O Projecto Integrado da Baixa da Banheira nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal da Moita e o ICE tendo em vista induzir as Associações da

Leia mais

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS...

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS... As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Reggio Emília Cooperação e Colaboração

Reggio Emília Cooperação e Colaboração Reggio Emília Cooperação e Colaboração Trabalho realizado por: Alexandra Marques nº4423 Ana Sofia Ferreira nº4268 Ana Rita Laginha nª4270 Dina Malveiro nº3834 Prof. Docente: José Espírito Santo Princípios

Leia mais

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro O estudo Educação Infantil em Debate - a Experiência de e a Realidade eira faz um paralelo entre as soluções encontradas

Leia mais

Dia Mundial da Criança

Dia Mundial da Criança Ficha Técnica Título Turminhas de Al-bai-zir Preço Grátis Redação Vários Edição Prof.ª Sandra Prof.ª Sílvia Fotografia Vários Periodicidade Trimestral Tiragem 300 exemplares Design Prof.ª Sandra Prof.ª

Leia mais

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Arraiolos Outubro 2008 Introdução O presente documento apresenta

Leia mais

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Leiria, 30 de Abril de 2013 Tivemos um mês de Abril muito animado! No dia 20 participámos na 3ª Edição do LudoApta, um evento organizado pela Associação OASIS e pela Escola

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA OLHAR PARA VER OBJECTIVOS O desafio passa por analisar o meio construído segundo as suas

Leia mais

agenda de junho férias de verão no museu

agenda de junho férias de verão no museu agenda de junho férias de verão no museu :: um chapéu por um sorriso Moda solidária no Museu da Chapelaria O Museu da Chapelaria comemora o seu terceiro aniversário no mês de Junho e a data vai ser assinalada

Leia mais

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015)

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Guia Informativo 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Objectivo do Prémio: O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem como objectivo central o

Leia mais

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORDEM DE TRABALHOS.6ª reunião CME Leitura e aprovação da ata da reunião anterior; Balanço do 1º período do ano letivo 2011/12; Intervenção do representante do Ministério

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

Convívio de Adultos- Centro Comunitário António Aleixo

Convívio de Adultos- Centro Comunitário António Aleixo Convívio de Adultos- Centro Comunitário António Aleixo A Horta da AVÓ No inicio de Fevereiro, o Grupo de Convívio de Adultos do Centro Comunitário António Aleixo começou os trabalhos de limpeza de um canteiro

Leia mais

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida.

Cada utente é um ser Humano único, pelo que respeitamos a sua pessoa, os seus ideais, as suas crenças, a sua história e o seu projecto de vida. 1. APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A Casa do Povo de Alvalade foi criada em 1943, por grupo informal de pessoas, na tentativa de dar resposta às necessidades das pessoas que a esta se iam associando. Com o

Leia mais