LANÇAMENTO DE LIVROS: XI CONGRESSO INTERNACIONAL DA APCG. A CRÍTICA GENÉTICA NA AMÉRICA DO SUL: PESQUISAS E PERSPECTIVAS.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LANÇAMENTO DE LIVROS: XI CONGRESSO INTERNACIONAL DA APCG. A CRÍTICA GENÉTICA NA AMÉRICA DO SUL: PESQUISAS E PERSPECTIVAS."

Transcrição

1 LANÇAMENTO DE LIVROS: XI CONGRESSO INTERNACIONAL DA APCG. A CRÍTICA GENÉTICA NA AMÉRICA DO SUL: PESQUISAS E PERSPECTIVAS. 18 A 21 DE JUNHO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS SC Un résumé succinct de Journal d une lycéenne sous l Occupation «En 1944, j avais 17 ans, dit Aline et le sentiment de vivre au cœur de l Histoire, avec un grand «H». Quand on le vit à l adolescence, on le ressent plus fortement. Ça s imprime plus durablement. Je tenais mon journal de manière épisodique. Au départ, il me servait à noter mes dépenses. Ma mère avait elle aussi un carnet dans lequel elle notait les siennes. Avec ma bourse d entretien, je disposais d un peu d argent. Mon père m a encouragée à tenir ce livre de comptes. Il m a donné son agenda. Sur les bords de pages, il y avait des motifs égyptiens. Je m y étais attachée. C était d abord un livre de dépenses puis j y ai rajouté des faits. J étais gamine encore. Je comprenais que nous vivions une période exceptionnelle et qu il fallait noter ces souvenirs. C est probablement Madame Badiou [résistante, enseignante, épouse du Maire de Toulouse à la Libération], ma professeure de Français qui m a conseillé d écrire». Comment ne pas écrire un journal sous l Occupation et la dictature, quand on a 17 ans? Comment ne pas décrire la vie comme elle vient, quand on est une future enseignante, élève à l École Normale des Instituteurs? Comment vivre sous la contrainte lorsque l on rêve de liberté? Aline, décrit les aléas du ravitaillement, les colis destinés aux prisonniers, les collectes pour sinistrés, les vols de vêtements, la cousine de son père déportée à Ravensbrück, les bombardements et les tirs de D.C.A., les sorties au théâtre, au cinéma... C est aussi cela la

2 guerre. Erudite, la pétillante lycéenne se nourrit de Montaigne et d Hugo remparts contre la morosité d une époque où les pourfendeurs de la République et de l esprit laïque tiennent le haut du pavé. Puis, comme les violettes annoncent le printemps, la liberté reprend ses droits. Aline commente les combats du faubourg, la Libération de Toulouse et l arrivée du général de Gaulle au Capitole. Histoire conjuguée des forces démocratiques libératrices. L élève devient enseignante, la ville occupée se libère, la société se modernise, l adolescente devient femme. Au sortir de la guerre, une amie lui confie qu elle avait été repérée par la Résistance pour intégrer les réseaux. Plus de 70 ans après sa rédaction, Aline replonge dans son journal. Le «texte-mère» fait des petits L écrit de 1944 s accompagne du commentaire oral d Aline. Le manuscrit s enrichit d un texte de vulgarisation historique, d un texte de vulgarisation sociologique, des portraits, d extraits de correspondances Ils sont le fruit de rencontres, de réflexions, d une mise au travail. Histoire vivante et transmission.

3 Bernadete Andrade: por entre pinturas e cidades imaginárias trata da vida e da obra desta artista plástica amazonense, que nasceu em Barreirinha, em 1953, e faleceu em Manaus, em Conhecer o seu processo criativo, percorrendo a história de sua vida, acompanhando suas descobertas e experiências, é uma forma de adentrar no seu universo artístico e compartilhar de sua obra. Rico em imagens coloridas, o livro contém texto de Priscila Pinto, palavras da própria artista, além de reportagens e comentários de jornalistas, escritores e artistas. DADOS DA AUTORA/ORGANIZADORA PRISCILA PINTO (Manaus, 1978) é artista visual, ilustradora e poetisa, licenciada em Artes Plásticas e Direito. Atualmente é mestranda no Programa Sociedade e Cultura na Amazônia, e professora do Departamento de Artes da Universidade Federal do Amazonas. Pesquisa sobre processo de criação artística e história das artes visuais no Amazonas. Entre outros, é autora e organizadora do livro Bernadete Andrade por entre pinturas e cidades imaginárias, publicado pela Editora da Universidade Federal do Amazonas; e do livro Bichos da Amazônia, vencedor dos Prêmios Literários Cidade de Manaus 2011, na categoria infantil.

4 DADOS DOS AUTORES: Alícia Duhá Lose é professora adjunta da Universidade Federal da Bahia, Coordenadora Acadêmica da Faculdade São Bento da Bahia e Coordenador Geral de Pesquisa do Centro de Pesquisa e Documentação do Livro Raro Dr. Norberto Odebrecht, do Mosteiro de São Bento da Bahia. É filóloga, especialista em manuscritos. Pós-doutora pela Universidade Federal da Bahia em Letras e Linguística. Jorge Augusto Alves da Silva é professor titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Doutor em Linguística Histórica. Professor de Latim, Português Afro-Brasileiro e Português Popular. Vanilda Salignac de Sousa Mazzoni é professora da Faculdade São Bento da Bahia. RESUMO: O livro conta como se desenvolveu o processo de revitalização da Biblioteca Monsenhor Manoel de Aquino Barbosa, situada no interior da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, em Salvador, Bahia. Além da descrição das ações, também traz a história da formação da biblioteca (os impressos e manuscritos), da construção da Igreja, da Irmandade do Santíssimo Sacramento e o inventário que contempla as obras do século XVIII e XIX encontradas no acervo.

5 AUTOR: Carlos Eduardo de Moura, doutorando em Filosofia na UFSCar Sabe-se que Sartre não nos deu a sua moral, mas fez melhor: nos empurrou cada vez mais, à sua maneira, a tomar posições. É neste aspecto que se poderá colocar a importância deste trabalho àqueles que se interessam pelo tema da moral e, especificamente, aos pesquisadores do existencialismo sartriano, posto que o foco central dessa obra é defender um pensamento moral em Sartre que possa ser elaborado por conceitos que percorram desde La transcendance de l ego até o emblemático e pouco estudado Cahiers pour une morale. Com esse trabalho, revelar-se-á, pouco a pouco, aos olhos do leitor, a ampla trajetória de Sartre voltada para questões éticas e políticas compreendidas enquanto problemas existenciais. Longe de ser uma obra infensa às críticas, o que se quer apresentar aqui é o enriquecimento que o tema poderá oferecer ao debate sobre as reflexões acerca da ética, da moral e da filosofia sartriana e, sobretudo, proporcionar indicações teóricas e provocações ao pesquisador de filosofia que se interessa por tais temas.

6 Gênese de um processo tradutório: Sergio Romanelli, neste livro, reconstitui a trilha teórica que guiou seus passos na pesquisa que durou mais de dez anos entre Itália e Brasil e que, talvez, ainda não esteja encerrada, tendo em vista a densidade do material genético disponível. Se, por um lado, o recurso teórico de Gênese de um processo tradutório se embasa nas teorias dos Estudos Descritivos da Tradução e da Teoria dos Polissistemas, por outro lado, o autor adentra um campo novo - o campo da Crítica Genética. Para isso, Romanelli logo reivindica o Novo Paradigma da Ciência, delineado pela especialista em estudos sistêmicos, Maria José Esteves. Eis uma perspectiva instigante, pois se trata de adotar uma nova visão do mundo, o que implica estar disposto a levar a reflexão além dos padrões. Em outras palavras, implica se arriscar, ter coragem de adentrar novas abordagens e propor novos resultados de pesquisa. É o que faz Sergio Romanelli, quando interliga de forma transdisciplinar, Tradução Literária e Crítica Genética.

7

8 Da crítica genérica à tradução literária: Marie-Hélène Paret Passos, neste seu livro de estreia Da crítica genética a tradução literária: uma interdisciplinaridade -, teceu de maneira brilhante e inédita a rede teórica para um processo de tradução que leva em conta a tradução teórica e prática, fundamentalmente aliada a crítica genética, o que permite ao leitor-tradutor-escritor abranger também o processo criativo do original, trazendo para o texto literário a escritura, o estilo, a cultura e a própria singularidade da obra. Todo o aparato teórico elaborado pela autora à aplicado nas Anotações para uma estória de amor, encontradas no acervo de Caio Fernando Abreu, a fim de demonstrar pela crítica genética o processo criativo e escritural do conto inédito Uma estória de amor, o que exigiu ainda maior critério para a compreensão da gênese do texto. Este livro é altamente recomendado para todos os que usam a tradução, a literatura e crítica genética como ferramenta de trabalho e de estudo.

CAFEZINHO BRASILEIRO A5

CAFEZINHO BRASILEIRO A5 1 PRONOMES (adjetivo) DEMONSTRATIVOS Déterminant Démonstratifs Oi Paulo, esse bola é do seu filho? Salut Paulo, ce balon est à ton fils? Sim, é dele. Oui, c est à lui. Les déterminants démonstratifs (pronomes

Leia mais

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica.

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. 2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. Cinq mémoires sur l instruc1on publique (1791). Présenta@on, notes, bi- bliographie et chronologie part Charles Coutel et Catherine

Leia mais

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Ce qui ne change pas O que não se altera entre o pré-escolar e o 1º ano no LFIP L organisation administrative/a organização administrativa -Les contacts

Leia mais

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Ses objectifs / OBJECTIVOS Éduquer pour vivre ensemble -> Educar para viver juntos Portugais Português Instruire pour comprendre aujourd hui, construire

Leia mais

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7

Índices para catálogo sistemático: Ordens religiosas e igrejas locais 250 Cristianismo 261.7 Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi Profa. Dra. Benedita Cássia Sant anna Prof. Dr. Carlos Bauer Profa. Dra. Cristianne Famer

Leia mais

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês

Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Interferência do português língua materna vs supergeneralização na escrita em francês Pablo Diego Niederauer Bernardi * (UFPel) Isabella Mozzilo (UFPel) Aprender línguas pressupõe o desenvolvimento de

Leia mais

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire.

A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Caros pais, A Associação de Pais do LFIP tem o prazer de vos anunciar que no dia 29 de Novembro de 2014 irá realizar-se o 3º Marché de Noël Solidaire. Esta iniciativa insere-se no âmbito de um projeto

Leia mais

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E FRANCÊS 12.ºANO NÍVEL DE CONTINUAÇÃO PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 20 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência

Leia mais

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL A: Tous les acteurs de la filière du Commerce Equitable certifiés pour la mangue, la banane, la pulpe d araza / Produtores e Comerciantes certificados da manga, da banana e da polpa de araza de CJ Tous

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

CADERNO DE PROVA 1.ª FASE

CADERNO DE PROVA 1.ª FASE AZUL CADERNO DE PROVA 1.ª FASE Francês Nome do candidato Nome do curso / Turno Local de oferta do curso N.º de inscrição Assinatura do candidato Coordenação de Exames Vestibulares I N S T R U Ç Õ E S LEIA

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo Questão Internet: . Acesso em: abr. 0. Considerando a figura acima apresentada, redija um texto dissertativo que atenda, necessariamente, ao que se pede a seguir. Identifique a

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E)

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CONTEÚDOS DISCIPLINA:Francês 7ºAno Nível I (Turmas A/B/C/D/E) Ano Letivo 2012/2013 Temáticos Unité 0 JE COMMENCE Os pronomes pessoais Os números cardinais (1) ( 0-19) Conteúdos Nº

Leia mais

Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família. Tese de Doutorado

Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família. Tese de Doutorado Carolina de Campos Borges PERMANÊNCIAS E MUDANÇAS: Individualismo, trajetórias de vida e família Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica da PUC-Rio como requisito

Leia mais

FRANCÊS INSTRUÇÕES 1 - ESTA PROVA CONTÉM 1 (UM) TEXTO SEGUIDO DE QUESTÕES DE COMPREENSÃO 2 - ESCOLHA E ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA, SEMPRE DE ACORDO COM O TEXTO EXISTE-T-IL DES RECETTES POUR ÊTRE HEUREUX?

Leia mais

Parlez-vous européen?

Parlez-vous européen? Parlez-vous européen? A BONECA BRAILLIN 1. Résumé Parece uma boneca normal mas não é. A Braillin possui seis botões em relevo correspondentes aos seis pontos base da linguagem braille (P.) / braile (B.).

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

Instituto Marista Hoje. Armando Luiz Bortolini

Instituto Marista Hoje. Armando Luiz Bortolini Instituto Marista Hoje Armando Luiz Bortolini IRMÃOS MARISTAS HOJE DIMENSÃO EDUCATIVA E MARIAL INSTITUTO DOS IRMÃOS MARISTAS INSTITUTO DOS IRMÃOS MARISTAS Fundador: S. Marcelino J. B. Champagnat Fundação

Leia mais

Prova Escrita de Francês

Prova Escrita de Francês Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Francês 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho Prova 17/1.ª Fase Critérios de Classificação 7 Páginas

Leia mais

Língua : Português e Francês Tradução simultânea. Sinopses das Intervenções :

Língua : Português e Francês Tradução simultânea. Sinopses das Intervenções : Encontro - Debate «Jóia, Espelho da Sociedade» Instituto Franco Português 25 de Fevereiro 2010 15h - 18h Parceria : IFP Ar.Co Comissariado e Moderação: Cristina Filipe Língua : Português e Francês Tradução

Leia mais

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009

Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Provas orais em Língua Estrangeira Ensino Secundário Francês 11º ano, Nível de Continuação Janeiro 2009 Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 15-20 minutos para cada grupo

Leia mais

Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens

Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens Je remercie Mme Narvaez-Goldstein et M. Fourneyron d avoir accepté de suivre ce travail. Je remercie les personnes qui m ont accordé des entretiens et m ont fait partager leurs connaissances et leurs expériences

Leia mais

Aviso... Esta compilação excombatentes para França nasce da trilogia de 2009 com o mesmo nome. residente na altura da criação destes 3 níveis de pensamento e abordagens musicais diferentes na Avenida comandante

Leia mais

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ

PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ PRÉSENTATION DE LA SOCIÉTÉ LA SOCIÉTÉ Première société portugaise de traitement et de récupération "in situ" des huiles industrielles ans d'expérience PURIFICADORA avec sa propre technologie de procédé

Leia mais

Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987)

Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987) Le maître ignorant : cinq lessons sur l émancipation intellectuelle (1987) de Jacques Rancière O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual, de Jacques Rancière Grupo de leitura em

Leia mais

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional

de manuais concebidos segundo a Perspectiva Acional 1. NOME COMPLETO: HYANNA C. DIAS DE MEDEIROS 2. E-MAIL: hyanna.medeiros@usp.br 3. ALUNO: X EX-ALUNO: 4. PESQUISA : X INICIAÇÃO CIENTÍFICA MESTRADO DOUTORADO 5. ÁREA DE PESQUISA: X LÍNGUA, LINGUÍSTICA E

Leia mais

PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO

PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO O Lycée Français International de Porto, localizado num local excecional, com amplos espaços verdes, não tem parado

Leia mais

CONCEPÇÕES DE ENSINO DE GEOGRAFIA E HISTÓRIA EM ESCOLAS CAMPINENSES Danielle Gomes de Sousa Raquel Nobre Santos Melânia Mendonça Rodrigues

CONCEPÇÕES DE ENSINO DE GEOGRAFIA E HISTÓRIA EM ESCOLAS CAMPINENSES Danielle Gomes de Sousa Raquel Nobre Santos Melânia Mendonça Rodrigues CONCEPÇÕES DE ENSINO DE GEOGRAFIA E HISTÓRIA EM ESCOLAS CAMPINENSES Danielle Gomes de Sousa Raquel Nobre Santos Melânia Mendonça Rodrigues Resumo: O artigo decorre de uma pesquisa, realizada em uma escola

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FRANCÊS 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém quatro questões, constituídas de itens e

Leia mais

O corpo como imagem poética na paisagem urbana

O corpo como imagem poética na paisagem urbana BRITO, Marcelo Sousa. O corpo como imagem poética na paisagem urbana. Salvador: Universidade Federal da Bahia (UFBA); Capes; Bolsa de Doutorado; Doutorando em Artes Cênicas; Orientação: Eliene Benício;

Leia mais

A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12

A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12 Maria da Conceição Vieira A pedagogia da luz na recriação do cego de nascença Jo 9,1-12 Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em Teologia PUC-Rio, como requisito

Leia mais

Importância do desenvolvimento da competência ética nos estudantes de enfermagem

Importância do desenvolvimento da competência ética nos estudantes de enfermagem Importância do desenvolvimento da competência ética nos estudantes de enfermagem Importance du développement de la compétence éthique chez les étudiants infirmiers Maria Susana Pacheco (Escola Superior

Leia mais

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 ESCOLA PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 I Lisez attentivement le texte ci-dessous et les questions pour avoir une vision globale de ce qu'on vous demande. Une eau pas très écolo!

Leia mais

Escola Básica António Feijó - Ponte de Lima

Escola Básica António Feijó - Ponte de Lima Meta 1º período Salut! On se présente Ma vie en classe - Semelhança de vocabulário entre o português e o francês (palavras que passam por transferência, galicismos e falsos amigos) A França e os franceses:

Leia mais

UM TÁXI PARA VIENA D ÁUSTRIA: um réquiem na contramão da cidade

UM TÁXI PARA VIENA D ÁUSTRIA: um réquiem na contramão da cidade UM TÁXI PARA VIENA D ÁUSTRIA: um réquiem na contramão da cidade por Raquel Queiroz de Araújo Fernandes Dissertação apresentada ao programa de Pós-Gradução em Letras da Universidade Federal Fluminense para

Leia mais

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011

DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 DIÁRIO DE BORDO CONTINGENTE PORTUGUÊS. 22 a 25 de Abril de 2011 2 MENSAGEM DO CHEFE DE CONTINGENTE Meus caros Caminheiros, Companheiros e Dirigentes... Mais uma vez, uns quantos de nós, terão oportunidade

Leia mais

Michel Pêcheux e a Análise de Discurso

Michel Pêcheux e a Análise de Discurso Estudos da Língua(gem) Michel Pêcheux e a Análise de Discurso Michel Pêcheux e a Análise de Discurso Michel Pêcheux et l Analyse de Discours Eni P. ORLANDI * UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS (Unicamp)

Leia mais

CAFEZINHO BRASILEIRO A1-A5 REVISÃO

CAFEZINHO BRASILEIRO A1-A5 REVISÃO PRONOMES PESSOAIS je tu il elle on nous vous informel vous formel ils elles eu você ele ela a gente nós vocês o senhor a senhora os senhores as senhoras eles elas mon, ma, mes ton, ta, tes notre, nos votre,

Leia mais

Joseph Monier Parte I O inventor do cimento armado. Notas de aula. Prof. Eduardo C. S. Thomaz. pág. 2/14. Bois de Boulogne.

Joseph Monier Parte I O inventor do cimento armado. Notas de aula. Prof. Eduardo C. S. Thomaz. pág. 2/14. Bois de Boulogne. pág. 1/14 '' Le jardinier Joseph Monier inventeur du béton armé (1823-1906)''. O JARDINEIRO JOSEPH MONIER INVENTOR DO CONCRETO ARMADO http://en.wikipedia.org/wiki/joseph_monier http://www.scoop.it/t/what-s-going-on-in-the-sigalon-valley/p/106869709/conference-joseph-monier-inventeur-du-beton-arme-uzes

Leia mais

PÚBLIO, Marcelo Abilio

PÚBLIO, Marcelo Abilio PÚBLIO, Marcelo Abilio Né le 10 juin 1975 à Sorocaba-SP (Brésil) m.publio@gmail.com Situation actuelle Depuis 2013 : Enseignant-Chercheur en photographie, audiovisuel et cinéma d animation à l'université

Leia mais

MÚTUAS IMPLICAÇÕES: PRAZER E INTELECTO NO FILEBO

MÚTUAS IMPLICAÇÕES: PRAZER E INTELECTO NO FILEBO MÚTUAS IMPLICAÇÕES: PRAZER E INTELECTO NO FILEBO Sonia Maria Maciel * 1 Distinções e graus de valor O prazer e o intelecto são dois elementos que perpassam todas as reflexões feitas por Platão no Filebo.

Leia mais

3. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração de 01 (um) mês.

3. QUANTIDADE E DURAÇÃO DA BOLSA Será concedida 01 (uma) bolsa, com duração de 01 (um) mês. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO IPEA/PROCIN Nº 008/2015 - CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência

Leia mais

ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA

ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL: PRINCÍPIOS EXTRAÍDOS DE UMA ANÁLISE DA PRÁTICA (luizgustavolfreire@ug.com.br) 1 RESUMO Cresce no Brasil a necessidade de pensar a escola como ambiente privilegiado para o desenvolvimento

Leia mais

Dia 7 Local: auditório do prédio anexo do MAST

Dia 7 Local: auditório do prédio anexo do MAST PROGRAMAÇÃO Dia 7 Local: auditório do prédio anexo do MAST 9h - Credenciamento 9h 30min - Solenidade de abertura Maria Margaret Lopes (Diretora do Museu de Astronomia e Ciências Afins) Mesa-redonda de

Leia mais

RESUMO ABSTRACT RÉSUMÉ

RESUMO ABSTRACT RÉSUMÉ ACOLHENDO A ALFABETIZAÇÃO NOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA REVISTA ELETRÔNICA ISSN: 1980-7686 Equipe: Grupo Acolhendo Alunos em Situação de Exclusão Social da Faculdade de Educação da Universidade de São

Leia mais

Verbos transitivos indiretos em francês: proposta de base de dados

Verbos transitivos indiretos em francês: proposta de base de dados Verbos transitivos indiretos em francês: proposta de base de dados Aline Vasconcelos Sabrina Salaberry Isasa Cleci Regina Bevilacqua Patrícia Chittoni Ramos Reuillard UFRGS Resumo: Uma das maiores dificuldades

Leia mais

Maria Ines Saadi de Tozatto. TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento

Maria Ines Saadi de Tozatto. TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento Maria Ines Saadi de Tozatto TRANSMISSÃO PSÍQUICA Metamorfoses teórico-clínicas de um campo em movimento Tese de Doutorado DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica Rio

Leia mais

284 AUTORES palíndromo Teoria e História da arte 2010 / no3 285

284 AUTORES palíndromo Teoria e História da arte 2010 / no3 285 284 AUTORES apresentação dos autores Almerinda da Silva Lopes é doutora em Comunicação e Semiótica (1997, PUC/SP), com pós-doutorado (2002) na Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne), na área de Linguística,

Leia mais

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2

BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE. Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 BACCALAURÉAT GÉNÉRAL ET TECHNOLOGIQUE Session 2011 PORTUGAIS LANGUE VIVANTE 2 Série L : 3 heures coefficient 4 Série S : 2 heures coefficient 2 Série STG (sauf CGRH) : 2 heures coefficient 2 Série STG

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO DISCIPLINA: Francês ANO: 7º Nível 1 Curso: Ensino Básico Total de aulas previstas: 99 Manual adotado: Mots Clés Porto Editora 1º PERÍODO - AULAS PREVISTAS: 41 Competências

Leia mais

A experiência do ser humano cartesiano

A experiência do ser humano cartesiano A experiência do ser humano cartesiano Juliana da Silveira Pinheiro Data de submissão: 30 maio 2011 Data de aprovação: 18 jul. 2011 Resumo O presente artigo pretende apresentar a idéia de que o ser humano

Leia mais

SOFIA E SUAS LÍNGUAS. Sophie et ses langues. Texto Christine Hélot Ilustrações Uxue Arbelbide Lete Tradução Eva Gutjahr

SOFIA E SUAS LÍNGUAS. Sophie et ses langues. Texto Christine Hélot Ilustrações Uxue Arbelbide Lete Tradução Eva Gutjahr SOFIA E SUAS LÍNGUAS Sophie et ses langues Texto Christine Hélot Ilustrações Uxue Arbelbide Lete Tradução Eva Gutjahr SOFIA E SUAS LÍNGUAS Sophie et ses langues A associação DULALA foi criada para promover

Leia mais

7114 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 241 19 de Dezembro de 2005 MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL TÍTULO I. Disposições gerais

7114 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 241 19 de Dezembro de 2005 MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL TÍTULO I. Disposições gerais 7114 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 241 19 de Dezembro de 2005 Aux fins de l application de l article 6, paragraphe 5, les autorités compétentes sont le commandant en chef de la police («Komendant

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV2 - HOSPEDAGEM

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV2 - HOSPEDAGEM Jericoacoara Ceará 1 TIPOS DE HOSPEDAGEM Qual é o melhor tipo de hospedagem? Bom, isso depende do viajante. Hotéis são mais confortáveis e têm mais opções de lazer. Normalmente, grandes hotéis têm quartos

Leia mais

Giseli Barreto da Cruz. O Curso de Pedagogia no Brasil na visão de pedagogos primordiais. Tese de Doutorado

Giseli Barreto da Cruz. O Curso de Pedagogia no Brasil na visão de pedagogos primordiais. Tese de Doutorado Giseli Barreto da Cruz O Curso de Pedagogia no Brasil na visão de pedagogos primordiais Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Educação da PUC-Rio como requisito parcial para

Leia mais

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS O USO E A IMPORTÂNCIA DA CANÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM EM CURSOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Manoela Salles Nery de Castro Eriton Rodrigues de França Departamento de Letras - UFRN RESUMO: O artigo

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

A literatura uma viagem inesgotável e sem fronteiras *

A literatura uma viagem inesgotável e sem fronteiras * A literatura uma viagem inesgotável e sem fronteiras * Irene de Paula Resumo: O objetivo deste artigo é fazer uma análise dos temas que foram essenciais na elaboração e na trajetória literária do escritor

Leia mais

ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL

ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL A empresa ARTEBR desenvolve projetos em arte, educação e literatura para diversas instituições culturais brasileiras. Atua nas áreas de consultoria e assessoria em arte e

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

LÉXICO E SEMÂNTICA. AS CONVENÇÕES LINGÜÍSTICAS: AXIOLOGIAS DO LÉXICO Maria Aparecida Barbosa (USP) mabarbosa@uol.com.br

LÉXICO E SEMÂNTICA. AS CONVENÇÕES LINGÜÍSTICAS: AXIOLOGIAS DO LÉXICO Maria Aparecida Barbosa (USP) mabarbosa@uol.com.br LÉXICO E SEMÂNTICA AS CONVENÇÕES LINGÜÍSTICAS: AXIOLOGIAS DO LÉXICO Maria Aparecida Barbosa (USP) mabarbosa@uol.com.br Tribo da Amazônia que não conhece os números desafia as teorias sobre a formação dos

Leia mais

CAFEZINHO BRASILEIRO A7

CAFEZINHO BRASILEIRO A7 1 VERBOS REGULARES -ER e -IR Verbes Réguliers -ER et -IR COMER ASSISTIR eu como assisto você come assiste nós comemos assistimos vocês comem assistem BEBER boire DEVER devoir VENDER vendre VIVER vivre

Leia mais

MODALIDADES DE FINANCIAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL Como mobilizar os recursos do setor privado?

MODALIDADES DE FINANCIAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL Como mobilizar os recursos do setor privado? MODALIDADES DE FINANCIAMENTO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL Como mobilizar os recursos do setor privado? Apresentação Marc Ziegler / Instituições e desenvolvimento REFERÊNCIA ÀS PRINCIPAIS FONTES DE FINANCIAMENTO

Leia mais

A cidade como personagem: um estudo sobre passado e vanguarda na Buenos Aires do escritor Jorge Luis Borges

A cidade como personagem: um estudo sobre passado e vanguarda na Buenos Aires do escritor Jorge Luis Borges Alessandro Ventura da Silva A cidade como personagem: um estudo sobre passado e vanguarda na Buenos Aires do escritor Jorge Luis Borges Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV3 - RESTAURANTE A

PORTUGUÊS DE VIAGEM PV3 - RESTAURANTE A 1 TIPOS DE RESTAURANTES PORTUGUÊS DE VIAGEM Falar sobre a comida é uma delícia! Mas falar sobre a comida no Brasil é assunto extenso! Existem muitas variações entre as regiões brasileiras. Então, vamos

Leia mais

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a

V O T O - V I S T A. SEPÚLVEDA PERTENCE, negou provimento ao agravo. Entendeu que a AG.REG.NA RECLAMAÇÃO 3.034-2 PARAÍBA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) INTERESSADO(A/S) : MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE : ESTADO DA PARAÍBA : PGE-PB - LUCIANO JOSÉ NÓBREGA PIRES : RODRIGO DE SÁ QUEIROGA E OUTRO(A/S)

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES METODOLOGIA DA PESQUISA EM LETRAS MINISTRANTE : Girlene Lima Portela

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES METODOLOGIA DA PESQUISA EM LETRAS MINISTRANTE : Girlene Lima Portela UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES METODOLOGIA DA PESQUISA EM LETRAS MINISTRANTE : Girlene Lima Portela ABORDAGENS TEÓRICO-METODOLÓGICAS Pesquisa quantitativa ou qualitativa?

Leia mais

Projeto Expondo Cultura em Pernambuco: novo espaço para um museu

Projeto Expondo Cultura em Pernambuco: novo espaço para um museu Projeto Expondo Cultura em Pernambuco: novo espaço para um museu Larissa Carla Oliveira da Silva 1 Ana Lúcia do Nascimento Oliveira 2 RESUMO Fugindo da ótica de que o abrigo para um museu são necessariamente

Leia mais

Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault

Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault Fabiane Marques de Carvalho Souza Da Arqueologia à Genealogia a questão do sujeito no percurso filosófico de Michel Foucault Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós-graduação em Filosofia

Leia mais

TUTORIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA:

TUTORIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA: TUTORIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA: COMPETÊNCIAS, SEUS FATORES PROPULSORES E SUAS LIMITAÇÕES MASCARENHAS, Rosana (mmascarenhas@facinter.br) FACINTER e Universidade Tuiuti Do Paraná MASCARENHAS, Marcelo

Leia mais

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour

1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada 1 par chambre, par séjour 1 por quarto, por estada Desde 2012 que depositamos anualmente 10 000 na conta Small Gestures Big Hopes. Adicionalmente, contamos com os nossos hóspedes

Leia mais

COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS?

COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS? COOPERATIVA DE TRABALHO DOMÉSTICO: MECANISMO ALTERNATIVO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DIARISTAS? COOPERATIVE DE TRAVAIL DOMESTIQUE: AUTRE MÉCANISME DE PROTECTION SOCIALE POUR LES

Leia mais

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016.

FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. FR Appel à participation : Micro-résidence de production et d affichage, Porto, Portugal 18 Avril-28 Avril 2016. L association In Extenso est historiquement liée aux projets «hors les murs» puisque sa

Leia mais

Télécommande standard non polarisée 0 039 01

Télécommande standard non polarisée 0 039 01 01 Télécommande standard non polarisée R Caractéristiques techniques Alimentation...:230 V± 50/60 Hz 10 ma Capacité des bornes : 2 X 1,5 mm 2 Fixation...:surrailoméga Encombrement.... : 4 modules (70 mm)

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

ENTRE NÓS I ENTRE NOUS De Hélène Veiga Gomes & Pauliana Valente Pimentel

ENTRE NÓS I ENTRE NOUS De Hélène Veiga Gomes & Pauliana Valente Pimentel ENTRE NÓS I ENTRE NOUS De 52', cores couleurs, 2014 Partenaires Parceiros DgArtes, Instituto Camões, LARGO Residências, Galeria das Salgadeiras ENTRE NÓS explora a vida urbana de duas ruas : a Rua do Benformoso,

Leia mais

Testemunhos Comentários

Testemunhos Comentários O que algumas personalidades disseram sobre o CIEJD Testemunhos Comentários No âmbito de: Seminários Debates Conferências Visitas Lançamento de publicações Dr. Jorge Sampaio Presidente da República Portuguesa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular CICLO GERAL OU CICLO BÁSICO AR081- FOLCLORE BRASILEIRO OBRIGATÓRIO 1 30 30 60 3 Fórmula: AR280 AR280- FOLCLORE BRASILEIRO FOLCLORE, ORIGENS, CAMPOS DE ATUAÇÃO E INTERLIGAÇÃO COM OUTRAS CIÊNCIAS, INFLUÊNCIA

Leia mais

A tradução, segundo Mounin (1963), consiste em reproduzir, na língua de

A tradução, segundo Mounin (1963), consiste em reproduzir, na língua de Problemas tradutórios em um poema de Carlos Drummond de Andrade 51 Ivaldete de A. Passerieux * Resumo: Em qualquer atividade humana, por mais simples que ela seja, os problemas geralmente aparecem: simples

Leia mais

INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA

INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA INVESTIGADORA DO CPIHTS DEFENDE TESE DE MESTRADO EM COIMBRA A Dra. Sónia Maria dos Santos, Assistente Social, docente do Instituto Superior Miguel Torga, Investigadora do Centro Português de Investigação

Leia mais

ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 54-8 DISTRITO FEDERAL

ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 54-8 DISTRITO FEDERAL ARGÜIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL 54-8 DISTRITO FEDERAL RELATOR ARGUENTE(S) ADVOGADO(A/S) : MIN. MARCO AURÉLIO : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NA SAÚDE - CNTS : LUÍS ROBERTO

Leia mais

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION

ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT PARTIE RESERVEE A LA CORRECTION Coller votre code barre ci-dessous ADMISSION AU COLLEGE UNIVERSITAIRE Samedi 1 mars 2014 PORTUGAIS durée de l épreuve : 1h30 coefficient 1 IMPORTANT Le sujet est paginé de 1 à 3. Veuillez vérifier que

Leia mais

RESUMO. Palavras Chave: dança: gesto: corpo-leitor: corpo paradoxal. Resumé

RESUMO. Palavras Chave: dança: gesto: corpo-leitor: corpo paradoxal. Resumé CARVALHO, Eliane. O Corpo- Leitor: agenciamentos entre a palavra poética e o gesto dançado. Rio de Janeiro: UFF. Mestranda; PPGCA- UFF; dissertação em preparação para qualificação; orientação Beatriz Cerbino;

Leia mais

LETRAMENTO LITERÁRIO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: ATIVIDADES COM GÊNEROS LITERÁRIOS PARA O ENSINO DE FLE

LETRAMENTO LITERÁRIO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: ATIVIDADES COM GÊNEROS LITERÁRIOS PARA O ENSINO DE FLE LETRAMENTO LITERÁRIO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: ATIVIDADES COM GÊNEROS LITERÁRIOS PARA O ENSINO DE FLE Divaneide Cruz ROCHA-LUNA Dra. Josilene PINHEIRO-MARIZ Universidade Federal de Campina Grande-PB Programa

Leia mais

A ESCOLA E O LIVRO INFANTIL NA FORMAÇÃO DO GOSTO LITERÁRIO

A ESCOLA E O LIVRO INFANTIL NA FORMAÇÃO DO GOSTO LITERÁRIO A ESCOLA E O LIVRO INFANTIL NA FORMAÇÃO DO GOSTO LITERÁRIO Sílvia Cristina Fernandes Paiva 1 Ana Arlinda Oliveira 2 A leitura literária na escola Podemos afirmar que a leitura é fundamental para construção

Leia mais

HISTÓRIA DE PORTUGAL DE COR

HISTÓRIA DE PORTUGAL DE COR HISTÓRIA DE PORTUGAL DE COR Ilustrada com as cores nacionais por Almada de cor, quer dizer é o coração que se lembra Paris 1919 Dedicatória perpétua: Para Ti, para que não penses que o vou dedicar a uma

Leia mais

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac L - LV2 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos

Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e. Direitos Humanos 1 Universidade Metodista de Piracicaba Faculdade de Direito Neemias Moretti Prudente Justiça Restaurativa, Experiências Brasileiras, Propostas e Direitos Humanos Piracicaba Fevereiro de 2009 2 Universidade

Leia mais

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 VISTOS PARA MENORES O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 Taxa do visto ( não reembolsável) : Paga em Reais (espece),

Leia mais

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando *

Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * Biblioteca Hilda Hilst (na República Dominicana) Cristiane Grando * São Domingos, março de 2012 Escrito especialmente para o blog de Sônia Mara: http://www.aventurasdasonia.blogspot.com/2012/03/brasileiro-doseculo-o-homem-livro.html

Leia mais

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO

ÉCOLE D HIVER ESCOLA DE INVERNO 2013 (DES)ENGAGEMENTS POLITIQUES ET CULTURELS PROGRAMME PROGRAMA. De 14 a 18 de Janeiro ORGANISATION ORGANIZAÇÃO ÉCOLED HIVER ESCOLADEINVERNO2013 PROGRAMME PROGRAMA De14a18deJaneiro (DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS ORGANISATION ORGANIZAÇÃO PARTENAIRES PARCEIROS DES)ENGAGEMENTSPOLITIQUESETCULTURELS SCIENCESPO

Leia mais

157 spectrum RESUMO PALAVRAS-CHAVE

157 spectrum RESUMO PALAVRAS-CHAVE 157 DA INADEQUAÇÃO DO TERMO ANALFABETISMO E DA NECESSIDADE DE NOVOS CONCEITOS PARA A COMPREENSÃO DO APRENDIZADO DA LEITURA E DA ESCRITA EM LÍNGUA PORTUGUESA NILCE DA SILVA * RESUMO O presente artigo apresenta

Leia mais

Mestrado em Tradução. Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES. Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR DOUTOR PIERRE LEJEUNE

Mestrado em Tradução. Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES. Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR DOUTOR PIERRE LEJEUNE Mestrado em Tradução Tradução da primeira parte de Droit de la Famille de Dominique Fenouillet Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR

Leia mais

Convivência. Revista do PEN Clube do Brasil. 2ª Fase - 1º Semestre 2012 - Número 2 - Rio de Janeiro Brasil / ISSN 1518-9996 ESPECIAL

Convivência. Revista do PEN Clube do Brasil. 2ª Fase - 1º Semestre 2012 - Número 2 - Rio de Janeiro Brasil / ISSN 1518-9996 ESPECIAL Convivência Revista do PEN Clube do Brasil 2ª Fase - 1º Semestre 2012 - Número 2 - Rio de Janeiro Brasil / ISSN 1518-9996 ESPECIAL PEN CLUBE DO BRASIL: 76 ANOS (1936-2012) Cláudio Aguiar O sentido de qualquer

Leia mais

... events MADEIRA. MADÈRE

... events MADEIRA. MADÈRE ... events MADEIRA. MADÈRE exclusivo porto bay. exclusif porto bay evento oficial do destino. événement officiel de la destination {madeira} madère ESCOLHA A PRÓXIMA EXPERIÊNCIA A ilha da Madeira é um

Leia mais

TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: UM ESTUDO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DO RECIFE

TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: UM ESTUDO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DO RECIFE 2 TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: UM ESTUDO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DO RECIFE Viviane de Bona Marco Aurélio Benedetti Rodrigues Resumo: O presente trabalho apresenta um olhar sobre a sociedade contemporânea

Leia mais