A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA"

Transcrição

1

2

3 A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA A prática da atividade física teve seu começo nos primórdios da humanidade, épocas em que o homem ainda não tinha desenvolvido meios clássicos para deixar registros dos acontecimentos e fatos que marcariam todo um período histórico da raça humana. Sabe-se que algumas evoluções aconteceram em momentos de difícil e baixa qualidade de comunicação. Algumas dessas evoluções viriam a ser a prática da atividade física, ainda como uma forma de sobrevivência, por exemplo, atirar lanças em animais, atravessar rios em momentos de mudanças de regiões (raças nômades), preparo de áreas agrícolas e etc. Com o decorrer dos séculos a humanidade evoluiu sistematizando vários movimentos praticados na vida diária, transformando-os em exercícios físicos com o objetivo de dar um melhor condicionamento físico, formação de exércitos, atividades de que buscavam equilíbrio entre corpo e mente (atividades marciais da Ásia Oriental) e etc. Os gregos foram grandes protagonistas de uma mudança no caráter da prática da atividade física, quando criaram os primeiros jogos olímpicos da humanidade. Foi um momento da história humana no qual a atividade física passou a ter outro foco, passou a ser observada como um método de treinamento para disputas esportivas, disputas essas que visavam a socialização e a harmonização entre culturas diferentes. Em regiões do mundo sabe-se que existiam outras formas de atividades físicas que buscavam um objetivo diferente, buscavam o lazer, dentro de comunidades de diferentes estilos de vida e faixas etárias, era mais uma forma e objetivo diferente da prática da atividade física. A educação física está muito ligada à cultura de uma determinada população, ela se insere no contexto através de laços existentes historicamente entre cultura e população. A história da atividade física na humanidade mostra isso, o surgimento de diferentes formas de práticas físicas, se dá de acordo com necessidades de comunidades (sobrevivência, saúde, guerra, socialização, lazer). Então o conceito de 02

4 atividade física é também cultural, devido a grande força que essa exerce na atividade física. Em dias modernos a educação física na escola também não difere em nenhum momento dos conceitos culturais, sabendo de qual forma é praticada, de qual forma é desenvolvida, quais seus objetivos, que com certeza devem seguir as necessidades e culturas das comunidades ao seu redor. Dentro da escola a educação física pode atuar por diversas áreas, como lazer, saúde, esporte de rendimento, esporte participativo, e conceitos teóricos. O educador físico deve buscar mesclar esses itens dentro de uma grade de conteúdos e objetivos, em prol de dar ao aluno a certeza de que a educação física que ele pratica na escola faz parte de um conjunto de conhecimentos que devem estar inseridos na sua base comum de conhecimentos. Hoje o olhar da humanidade sobre o ser humano é holístico, procura-se equilibrar todo o potencial de conhecimentos, raciocínio mental, com um bom potencial físico, uma qualidade de vida que dê melhores condições de serem desenvolvidas as demais áreas de atuação na vida diária. Na educação física escolar, se fazem importantes os saberes e conteúdos da área. A atividade física no meio educacional não está restrita somente a conteúdos a serem trabalhados de forma prática ou teórica, sabe-se que dentro das formas de aula os dois métodos estão ligados e são inseparáveis. Dentro de um saber, um conteúdo, vários objetivos podem ser trabalhados em dimensões amplas de conhecimentos, como a dimensão histórica e técnica do conteúdo, a dimensão da atividade física, das habilidades motoras que esse pode desenvolver, a dimensão de valores e atitudes que serão apresentadas aos alunos e por eles deverão ser assimiladas e levadas para sua vida social junto à comunidade, assim legitima-se a discussão que a educação física faz parte da base comum de conhecimento, base essa que se retirado algum item de conteúdo, não dará um pleno desenvolvimento na formação do aluno. Hoje a educação física está dentro do conjunto de leis que regem a 03

5 educação escolar brasileira (LDB Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional). A escola é responsável pelos processos formativos na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e etc. A Legislação Nacional incluiu de forma legal a disciplina de Educação Física nesse processo formativo, portanto dentro da escola. A LDB Infiltrou na Base Nacional Comum a disciplina de educação física, dando assim legalidade à disciplina que por todo um contexto histórico-cultural e de importância na humanidade já havia conseguido sua legitimidade. Assim conseguimos estabelecer toda a importância da magnífica, atraente e socializadora disciplina de Educação Física, entendendo sua importância cultural e social, importância na qualidade de vida e nos valores transmitidos por ela. Entendendo também, ainda mais, a seriedade na transmissão do seu conhecimento, tanto por gestores como pelo seu principal transmissor, o educador físico. COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO PROGRAMA ANUAL FUTSAL 2010 PROF. ADÍLIO MOREIRA DE MORAES PROF. ANDRESSON COSTA JANEIRO: Período de transição, Planejamento anual, Iniciação ao desporto. FEVEREIRO: Iniciação ao desporto, desenvolvimento das técnicas do Futsal como: chute, passe e condução da bola. Algumas qualidades físicas como: resistência aeróbica, resistência anaeróbica, força e velocidade. MARÇO: Processo seletivo para definir as seleções que irão representar a escola nas competições municipais e escolares. Aprofundamento das técnicas do Futsal como: recepção, retomada, lançamentos, finta, cabeceio, arremessos, técnica do goleiro. E algumas qualidades físicas como: flexibilidade, agilidade e habilidade. 04

6 ABRIL: Definição das seleções, montagem do programa de treinamento específico, adaptação do sistema de jogo, (Jogos do campeonato) Período de preparação I. MAIO: Treino técnico-tático, reunião preparatória, fundamentos ataque e defesa (específico), saída de bola, jogadas ensaiadas, definição do tipo de marcação e amistosos (Jogos do campeonato) Período de preparação I. JUNHO: Treino técnico-tático, reunião preparatória, exercícios gerais e recreação (individual ou grupos), aprofundamento das técnicas do Futsal, jogadas ensaiadas e qualidades físicas (Jogos do campeonato) Período de preparação I. JULHO: Período de transição, trabalho de manutenção, conversas, jogos lúdicos (específico). Jogos do campeonato. AGOSTO: Aprofundamento das valências físicas e técnicas, exercícios gerais e específicos do desporto, (Jogos do campeonato) Período de preparação II. SETEMBRO: Treino técnico -tático, reunião preparatória, desenvolvimento de jogadas ensaiadas, trabalhos de fundamentos, amistosos e (Jogos do campeonato) Período de preparação II. OUTUBRO: Treino técnico-tático, trabalhos de fundamentos, treinos específicos (individual ou grupos), reunião preparatória, (Jogos do campeonato) Período de preparação II. NOVEMBRO: Treino técnico-tático, conversas, jogos lúdicos específicos, reuniões preparatórias, treinos específicos e (Jogos do campeonato) Período de preparação II. DEZEMBRO: Período de transição, trabalho de manutenção, jogos lúdicos específicos, (Jogos do campeonato) e final da temporada. 05

7 PERÍODO DE PREPARAÇÃO I E II Valências desenvolvidas: resistência geral ou aeróbica, resistência anaeróbica, velocidade, força, flexibilidade, agilidade e habilidade. Fundamentos trabalhados: chute, passe, recepção, condução, retomada, lançamentos, arremessos, cabeceio, finta e técnica do goleiro. Jogadas ensaiadas: faltas, escanteios, saída de bolas e marcação. Metodologia: aulas teóricas, aulas práticas (demonstração) e aulas com recurso áudio-visual. Aperfeiçoamento da técnica: amistosos e competições. O trabalho é desenvolvido para todo o Futsal da Escola: Futsal Masculino escolinha, pré-mirim, mirim, infantil, infantojuvenil e adulto Futsal Feminino pré-mirim, mirim, infantil, infanto-juvenil e adulto Calendário das competições: Campeonato Sobralense; JES (Jogos Escolares de Sobral); Circuito (Jogos abertos de Sobral); Copas (Convites). 06

8 COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO PROGRAMA ANUAL BASQUETEBOL 2010 PROF: ÁULUS LÚCIUS RIBEIRO CORDEIRO JANEIRO: Período de transição, Planejamento anual, Iniciação ao desporto. FEVEREIRO: Iniciação ao desporto, desenvolvimento das técnicas do Basquete como: drible, passe, recepção de bola, bandeja e arremesso. Algumas valências físicas como: capacidades coordenativas, flexibilidade, resistência, força e velocidade. MARÇO: Processo seletivo para definir as seleções que irão representar a escola nas competições municipais e escolares. Aprofundamento das técnicas do Basquete como: fintas, bloqueios, giros, pick and roll. E algumas valências físicas como: flexibilidade, agilidade e velocidade. ABRIL: Definição das seleções, início do programa de treinamento específico, iniciação aos sistemas táticos (ataque, defesa e transição), jogos do campeonato. MAIO: Treino técnico-tático, aprimoramentos de fundamentos e implantação dos sistemas de contra-ataque, jogos do campeonato. JUNHO: Treino técnico-tático, aprimoramentos de fundamentos e implantação dos sistemas de contra-ataque, jogos do campeonato. Preparação final para os Jogos Escolares Sobralenses. JULHO: Jogos Escolares Sobralenses JES, período de transição, trabalho de manutenção, conversas, jogos lúdicos (específico). Jogos do campeonato. AGOSTO: Aprofundamento das valências físicas e técnicas, exercícios gerais e específicos do desporto, reta final da Liga Sobralense de Basquetebol. 07

9 SETEMBRO: Manutenção dos Fundamentos físicos e táticos, competições e massificação do esporte na escola. OUTUBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, competições e aperfeiçoamento da massificação. NOVEMBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, competições e aperfeiçoamento da massificação. DEZEMBRO: Período de transição, trabalho de manutenção, jogos lúdicos específicos, (Jogos do campeonato) e final da temporada. COMPETIÇÕES Jogos Escolares Sobralenses - JES; Associação Sobralense de Basketball; Copas (convites); Amistosos e torneios (convites) intermunicipais; CATEGORIAS Escolinha Mirim Infantil Juvenil - Adulto. Femininas e Masculinas. 08

10 COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO PROGRAMA ANUAL VOLEIBOL 2010 PROF: WAL MAGALHÃES JANEIRO: Período de transição, Planejamento anual, Iniciação ao desporto. FEVEREIRO: Avaliação física, iniciação ao desporto, desenvolvimento dos fundamentos técnicos do voleibol como: saque, passe, recepção, toque e manchete. Algumas valências físicas como: resistência aeróbica, resistência anaeróbica, habilidade e agilidade. MARÇO: Processo seletivo para definir as seleções que irão representar a escola nas competições municipais e escolares. Aprofundamento dos fundamentos técnicos do voleibol como: saque, recepção, levantamento, ataque, bloqueio e defesa. E algumas valências físicas como: coordenação, flexibilidade e força. ABRIL: Definição das seleções, montagem do programa de treinamento específico, continuação do desenvolvimento dos fundamentos, iniciação dos sistemas táticos (ataque e defesa) e jogos amistosos. MAIO: Treino técnico-tático, aprimoramento de fundamentos técnicos, implantação dos sistemas de contra-ataque e jogos amistosos. JUNHO: Treino técnico-tático, aprimoramento de fundamentos técnicos, implantação de sistemas de contra-ataque e de transição, jogos amistosos (preparação para os Jogos Escolares Sobralenses JES). JULHO: Jogos Escolares Sobralenses JES, período de transição, trabalho de manutenção, conversas, jogos lúdicos (específico). Jogos do campeonato. AGOSTO: Aprofundamento das valências físicas e técnicas, exercícios gerais e específicos do desporto. 09

11 SETEMBRO: Manutenção dos Fundamentos físicos e táticos, jogos amistosos (preparação para jogos da Liga Sobralense de Voleibol Circuito). OUTUBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, aperfeiçoamento de valências físicas e competições e Liga Sobralense de Voleibol Circuito. NOVEMBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, reta final da Liga Sobralense de Voleibol Circuito, e, massificação do esporte na escola. DEZEMBRO: Período de transição, trabalho de manutenção, jogos lúdicos específicos, e final da temporada. COMPETIÇÕES Jogos Escolares Sobralenses - JES; Circuito de Voleibol - Liga Sobralense de Voleibol; Copas (convites); Amistosos e torneios (convites) intermunicipais; CATEGORIAS 2010 Escolinha Mirim Infantil Juvenil. Femininas e Masculinas. 10

12 COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO PROGRAMA ANUAL HANDEBOL 2010 PROF: WAL MAGALHÃES JANEIRO: Período de transição, Planejamento anual, Iniciação ao desporto. FEVEREIRO: Avaliação física, iniciação ao desporto, desenvolvimento dos fundamentos técnicos do Handebol como: empunhadura, passe/recepção, arremesso simples. Início da preparação para goleiro. Algumas valências físicas como: resistência aeróbica, resistência anaeróbica, força e velocidade. MARÇO: Processo seletivo para definir as seleções que irão representar a escola. Aprofundamento dos fundamentos técnicos do Handebol como: dribles, fintas, arremesso em suspensão e em progressão, reversão com rolamento. E algumas valências físicas como: agilidade, habilidade, flexibilidade. ABRIL: Definição das seleções, montagem do programa de treinamento específico, continuação do desenvolvimento dos fundamentos, iniciação dos sistemas táticos (ataque e defesa) e jogos amistosos. MAIO: Treino técnico-tático, aprimoramento de fundamentos técnicos, implantação dos sistemas de contra-ataque e jogos amistosos. JUNHO: Treino técnico-tático, aprimoramento de fundamentos técnicos, implantação de sistemas de contra-ataque e de transição, jogos amistosos (preparação para os Jogos Escolares Sobralenses JES). Assimilar dentro dos treinamentos a importância do trabalho coletivo e ser solidário. JULHO: Jogos Escolares Sobralenses JES, período de transição, trabalho de manutenção, conversas, jogos lúdicos (específico). Jogos do campeonato. 11

13 AGOSTO: Aprofundamento das valências físicas e técnicas, exercícios gerais e específicos do desporto. SETEMBRO: Manutenção dos Fundamentos físicos e táticos, jogos amistosos e jogos do campeonato. OUTUBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, aperfeiçoamento de valências físicas, massificação do esporte na escola. Jogos do campeonato. NOVEMBRO: Manutenção dos fundamentos físicos e táticos, reta final do campeonato, e, massificação do esporte na escola. DEZEMBRO: Período de transição, trabalho de manutenção, jogos lúdicos específicos, e final da temporada. COMPETIÇÕES Jogos Escolares Sobralenses - JES; Copas (convites); Amistosos e torneios (convites) intermunicipais; Circuitos. CATEGORIAS 2010 Escolinha Mirim Infantil Juvenil. Todas femininas e masculinas. 12

14 JANEIRO / FEVEREIRO: 2010 PROGRAMA ANUAL 2010 PRÉ-ESCOLA (INFANTIL II, III, IV,V e 1 º ano) PROFª DHEYNE BORGES INFANTIL II: Atividades recreativas de socialização; Corporeidade. Atividades rítmicas (Carnaval) INFANTIL III: Introdução à Educação Física; Atividades recreativas de socialização; Corporeidade; Brinquedos cantados. Atividades rítmicas (Carnaval) INFANTIL IV: Introdução à Educação Física; Atividades recreativas de integração e socialização; Corporeidade; Brinquedos cantados. Atividades rítmicas (Carnaval) INFANTIL V: Introdução à Educação Física; Atividades recreativas de integração e socialização; Corporeidade; Brinquedos cantados. Atividades rítmicas (Carnaval) 13

15 1º ANO: Introdução à Educação Física; Atividades recreativas de integração e socialização; Corporeidade; Brinquedos cantados. Atividades rítmicas (Carnaval) MARÇO / ABRIL: 2010 INFANTIL II: Atividades recreativas com elementos; Coordenação motora; Saúde e preservação ambiental. INFANTIL III: Habilidades motoras básicas: locomoção e manipulação; Saúde e preservação ambiental. INFANTIL IV: Habilidades motoras básicas: locomoção, manipulação e dimensões de espaço; Saúde e preservação ambiental. INFANTIL V: Habilidades motoras básicas: locomoção, manipulação, dimensões de espaço, tempo, esforço e relacionamento (pessoas e objetos); Saúde e preservação ambiental. 1º ANO: Habilidades motoras básicas: locomoção, manipulação, dimensões de espaço, tempo, esforço e relacionamento (pessoas e objetos); Saúde e preservação ambiental. 14

16 MAIO / JUNHO: INFANTIL II: Brinquedos cantados; Atividades rítmicas; Expressão corporal; Danças juninas. INFANTIL III: Jogos afetivos; Brinquedos cantados; Expressão corporal; Atividades rítmicas e danças juninas. INFANTIL IV: Ginástica escolar; Jogos motores; Expressão corporal; Atividades rítmicas e danças juninas. INFANTIL V: Coordenação motora; Expressão corporal; Atividades rítmicas e danças juninas. 1º ANO: Coordenação motora; Expressão corporal; Atividades rítmicas e danças juninas. JULHO: Período de transição; Férias. 15

17 AGOSTO / SETEMBRO: INFANTIL II: Habilidades motoras básicas: deslocamento; Jogos afetivos; Jogos adaptados com regras simples. INFANTIL III: Ginástica escolar; Atividades recreativas com elementos; Coordenação motora; A importância das regras; Jogos adaptados com regras simples. INFANTIL IV: Brincadeiras populares; Coordenação motora; Agilidade; A importância das regras; Jogos adaptados com regras simples. INFANTIL V: Brincadeiras populares; Habilidades motoras básicas: velocidade, agilidade e equilíbrio; Jogos cooperativos; A importância das regras; Jogos adaptados com regras simples. 1º ANO: Brincadeiras populares; Habilidades motoras básicas: velocidade, agilidade, equilíbrio e flexibilidade; A importância das regras; Jogos adaptados com regras simples. 16

18 OUTUBRO / NOVEMBRO: INFANTIL II: Copa-baby; Brincadeiras envolvendo equilíbrio dinâmico e estático; Atividades recreativas. INFANTIL III: Copa-baby; Habilidades motoras: equilíbrio e flexibilidade; Jogos motores e sensoriais. INFANTIL IV: Copa-baby; Jogos recreativos; Atividades recreativas com elementos; Atividades de equilíbrio. INFANTIL V: Copa-baby; Ginástica escolar; Atividades recreativas com formação em grupo; Resgate de conteúdos. 1º ANO: Copa-baby; Ginástica escolar; Jogos cooperativos; Atividades recreativas com formação em grupo; Gincana de resgate de conteúdos. DEZEMBRO: Período de transição; Férias

19 PROGRAMA ANUAL FUNDAMENTAL I (2º, 3º, 4º E 5º ANO) PROF: WAL MAGALHÃES 1ª ETAPA: 2º ANO Introdução à Educação Física Exame biométrico; Atividades Recreativas de Socialização; Coordenação motora ampla. 3º ANO Introdução à Educação Física Exame biométrico; Atividades Recreativas de Socialização; Coordenação motora ampla. 4º ANO: Introdução à Educação Física Exame biométrico; Coordenação motora ampla; Iniciação ao Basquete: - Jogos educativos e pré-desportivos; - Mini-basquete. 5º ANO Introdução à Educação Física Exame biométrico; Coordenação motora ampla; Iniciação ao Basquete: - Jogos educativos e pré-desportivos; - Mini-basquete. 18

20 2ª ETAPA: 2º ANO: Coordenação Espacial; Agilidade e flexibilidade; Jogos educativos; - Mini-Voleibol. 3º ANO Coordenação Espacial; Agilidade e flexibilidade; Jogos educativos; - Mini-Voleibol. 4º ANO: Coordenação Espacial; Agilidade e flexibilidade; Iniciação ao Voleibol: - Jogos educativos e Pré-desportivos; - Mini-Voleibol. 5º ANO Coordenação Espacial; Agilidade e flexibilidade; Iniciação ao Voleibol: - Jogos educativos e Pré-desportivos; - Mini-Voleibol. 3ª ETAPA: º ANO: Percepção Audiovisual e Tátil; Lateralidade e Equilíbrio; Atividade Física e Saúde: - Higiene; - Hábitos Alimentares. 19

21 3º ANO: Percepção Audiovisual e Tátil; Lateralidade e Equilíbrio; Atividade Física e Saúde: - Higiene; - Hábitos Alimentares; Iniciação ao Mini-handebol 4º ANO Percepção Audiovisual e Tátil; Lateralidade e Equilíbrio; Atividade Física e Saúde: - Higiene; - Hábitos Alimentares; I Festival de Mini-voleibol e Mini-basquete 5º ANO Percepção Audiovisual e Tátil; Lateralidade e Equilíbrio; Atividade Física e Saúde: - Higiene; - Hábitos Alimentares; I Festival de Mini-voleibol e Mini-basquete 4ª ETAPA: 2º ANO Expressão corporal: - Atividades Rítmicas - Festa Junina. Noções de atletismo; Copa do Mundo

22 3º ANO Expressão corporal: - Atividades Rítmicas - Festa Junina. Noções de atletismo; Copa do Mundo. 4º ANO Expressão corporal: - Atividades Rítmicas - Festa Junina. Noções de atletismo; Copa do Mundo. 5º ANO Expressão corporal: - Atividades Rítmicas - Festa Junina. Noções de atletismo; Copa do Mundo. 5ª ETAPA: 2º ANO Folclore: - Jogos populares de rua;- Capoeira Iniciação ao futsal. 3º ANO Folclore: - Jogos populares de rua; - Capoeira Iniciação ao futsal. 21

23 4º ANO Folclore: - Jogos populares de rua; - Capoeira Iniciação ao futsal: - Fundamentos; - Jogos Educativos e pré-desportivos. 5º ANO Folclore: - Jogos populares de rua; - Capoeira Iniciação ao futsal: - Fundamentos; - Jogos Educativos e pré-desportivos. 6ª ETAPA: º ANO Mini Copa: - Jogos Inter-classes de Futsal Iniciação ao Mini-handebol; Atividade Física e Saúde: - Posturas Corretivas e Preventivas. 3º ANO: Mini Copa: - Jogos Inter-classes de Futsal e Handebol Iniciação ao Handebol; Atividade Física e Saúde: - Posturas Corretivas e Preventivas. 22

24 4º ANO Mini Copa: - Jogos Inter-classes de Futsal Iniciação ao Handebol: - Jogos Educativos e Pré-desportivos - Mini-handebol Atividade Física e Saúde: - Posturas Corretivas e Preventivas. 5º ANO Mini Copa: - Jogos Inter-classes de Futsal Iniciação ao Handebol: - Jogos Educativos e Pré-desportivos - Mini-handebol Atividade Física e Saúde: - Posturas Corretivas e Preventivas. 7ª ETAPA: º ANO Exame biométrico; Revisão dos desportos trabalhados ao longo do ano; Jogos Cooperativos e Reconhecimento. 3º ANO Exame biométrico; Revisão dos desportos trabalhados ao longo do ano; Jogos Cooperativos e Reconhecimento. 4º ANO Exame biométrico; Revisão dos desportos trabalhados ao longo do ano; Jogos Cooperativos e de Raciocínio Lógico. 23

25 5º ANO Exame biométrico; Revisão dos desportos trabalhados ao longo do ano; Jogos Cooperativos e de Raciocínio Lógico. 24

26 TEMAS DOS TRABALHOS: 2010 PROGRAMA ANUAL FUNDAMENTAL II (6º, 7º, 8º E 9º ANO) ENSINO MÉDIO (1º E 2º ANO) PROF: ÁULUS LÚCIUS 1º ETAPA: A importância da educação física na escola. 2º ETAPA: A relação Interdisciplinar (Ed. Física, Nutrição, Fisioterapia, Psicologia e a Medicina) dentro do esporte. 3º ETAPA: O esporte como prevenção de lesões e problemas posturais. 4º ETAPA: A História das Copas do Mundo. 5º ETAPA: A História e Evolução do Futsal, Basquetebol, Voleibol e Handebol. 6º ETAPA: As novas tecnologias utilizadas no esporte atual. 7º ETAPA: O Processo Histórico do Esporte Sobralense. 25

27 PLANO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA Rodízio dos desportos e suas variações (Prática) PROF.: ÁULUS LÚCIUS JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO Período de transição, planejamento anual, iniciação ao desporto. Futsal Volei Basquete Handebol Volei Futsal Basquete Handebol Basquete Volei Futsal Handebol Handebol Basquete Volei Futsal Futsal Volei Basquete Handebol (variações) (variações) (variações) (variações) (variações) Jogos Escolares de Sobral JES Volei Futsal (variações) Basquete Handebol SETEMBRO Basquete Volei (variações) Futsal Handebol OUTUBRO Handebol Basquete (variações) Volei Futsal NOVEMBRO Futsal Volei (variações) Basquete Handebol DEZEMBRO Volei Futsal (variações) Basquete Handebol Variações: jogos recreativos, circuitos esportivos, jogos educativos e pré-desportivos. 26

28 FUTSAL Prof. Andreson Costa Sexta 17h40min às 18h20min BASQUETE Prof. Áulus Lúcius? Segunda 17h às 17h40min Quarta 17h às 17h40min VOLEIBOL Profª. Wal Magalhães? Segunda 18h20min às 19h? Quarta 17h40min às 18h20min HANDEBOL Profª Wal Magalhães? Terça 17h às 17h40min? Quinta 16h15min às17h Taxa Semestral: R$ 60,00 Pagamento na Tesouraria da Escola ESCOLINHAS DESPORTIVAS MODALIDADES Obs: O fardamento da Educação Física será obrigatório nas escolinhas. O prazo para a aquisição do fardamento nas aulas práticas será até o dia 01 de março. Qualquer dúvida, procurar a Coordenação de Educação Física da Escola. EQUIPE DE ESPORTES: Áulus Lúcius Wal Magalhães Andreson Costa Dheyne Borges Coordenação: Adílio Moraes 27 OSG _Halley

29 COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO Avenida Dom José, 325 Sobral - Ceará - Brasil - CEP Fone: (0 88)

Calendário de Educação Física

Calendário de Educação Física PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA Calendário de Educação Física ANDRESON COSTA Graduado em Educação Física Especialista em Docência do Ensino Superior Doutorando em Ciências da Educação CREF5-6720-G/CE AULUS

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN GENERAL CARNEIRO 2010 OBJETIVOS GERAIS DA DISCÍPLINA Proporcionar ao aluno a cultura corporal

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

COLETIVO VOLEIBOL e FUTSAL ESPORTE AVALIAÇÃO CONTEÚDO BÁSICO CONTEÚDOS ESPECÍFICOS CONTEÚDOS ESTRUTURAN TES METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professora: PAULA LUÍZA SCHAFER KARPINSKI Disciplina: Educação Física Ano: 2015 Período: 1ºTRIMESTRE Série: 9º Ano C e D ESTRUTURAN TES CONTEÚDO BÁSICO ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 6º ANO PROFESSORA:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Educação Física

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Educação Física EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS Disciplina: BIOLOGIA Características gerais dos seres vivos. Química da célula. Citologia. Microscopia. Divisão celular. Formas de reprodução. Histologia. Disciplina: ANATOMIA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL

PLANO DE TRABALHO FUTEBOL PLANO DE TRABALHO FUTEBOL Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO Docente: André Luiz Sponhardi ANO:2013 INTRODUCÃO Há muitos benefícios provenientes das aulas de educação física para os alunos

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2012.2 BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA... 4 02 BIOLOGIA HUMANA... 4 03 NATAÇÃO... 4 04 ESPORTE

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2014 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVO GERAL Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, consolidar hábitos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

Confederação Brasileira de Voleibol PREPARAÇÃO FÍSICA Prof. Rommel Milagres SAQUAREMA Dezembro 2013

Confederação Brasileira de Voleibol PREPARAÇÃO FÍSICA Prof. Rommel Milagres SAQUAREMA Dezembro 2013 Confederação Brasileira de Voleibol PREPARAÇÃO FÍSICA Prof. Rommel Milagres SAQUAREMA Dezembro 2013 CURRICULUM VITAE Chefe do Departamento e Preparação Física do Minas Tênis Clube desde 1978 Preparador

Leia mais

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva

Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva Ciclo de Vida das atividades esportivas nos clubes da implantação ao encerramento Case Esperia: Reestruturação de atividade esportiva O PIDE - Programa de Iniciação Desportiva do Clube Esperia foi criado

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

RESOLUÇÃO. Bragança Paulista, 30 de maio de 2005. Prof. Milton Mayer Presidente

RESOLUÇÃO. Bragança Paulista, 30 de maio de 2005. Prof. Milton Mayer Presidente RESOLUÇÃO CONSEAcc-BP 9/2005 ALTERA AS EMENTAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho Acadêmico por Câmpus, do câmpus de Bragança

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1. ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO 99-7233-02 MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA SERIADO ANUAL - MATUTINO/NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS

Leia mais

salto em distância. Os resultados tiveram diferenças bem significativas.

salto em distância. Os resultados tiveram diferenças bem significativas. 1 Análise de comparação dos resultados dos alunos/atletas do Atletismo, categoria infanto, nos Jogos Escolares Brasiliense & Olimpíadas Escolares Brasileira. Autora: Betânia Pereira Feitosa Orientador:

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula. As turmas das Atividades Extraclasse, para cada modalidade, são divididas de acordo

Leia mais

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAÇÃO DO PROFESSOR no Nível de Habilidade no Nível de Desempenho DIVERSIDADE DE CONTEÚDO Inserção no Grupo na Auto-estima CONCEITOS E INFORMAÇÕES Comportamentos e Atitudes

Leia mais

Educação Física Escolar: uma proposta inovadora

Educação Física Escolar: uma proposta inovadora REVISTA CIÊNCIA E CONHECIMENTO VOL. 07, 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA D.1 1 Educação Física Escolar: uma proposta inovadora Giovani Luiz Della Nina Professor do Curso de Educação Física da ULBRA São Jerônimo. Especialista

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Assunção, o estudante também descobre novos conhecimentos além da sala de aula. Crianças e jovens desenvolvem talentos por meio de atividades artísticas, esportivas e

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL MOVIMENTO SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II Desenvolver reações físicas - rítmicas à música (palmas, marchas, etc); Representar, com movimentos corporais elementos e objetos do meio circundante; Deslocar com

Leia mais

ESTRUTURA DE MATRIZ CURRICULAR. 1 ANO 1 Bimestre 2 Bimestre 3 Bimestre 4 Bimestre Diagnóstico - fevereiro Ginástica. Jogo

ESTRUTURA DE MATRIZ CURRICULAR. 1 ANO 1 Bimestre 2 Bimestre 3 Bimestre 4 Bimestre Diagnóstico - fevereiro Ginástica. Jogo 1 ANO Diagnóstico - fevereiro Habilidades Motoras Brincadeiras Populares Habilidades Motoras Básicas - Locomoção Básicas - Manipulação Brinquedos Cantados Brincadeiras Populares Danças folclóricas Infantis

Leia mais

AS ATIVIDADES RÍTMICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

AS ATIVIDADES RÍTMICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL AS ATIVIDADES RÍTMICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Profª Doutora Daisy Barros Especialização em Ginástica Rítmica e Dança Ritmo é vida e está particularmente ligado à necessidade do mundo moderno. Cada indivíduo,

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO. PROFESSOR: Thiago Rosario da Cruz

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO. PROFESSOR: Thiago Rosario da Cruz COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO PROFESSOR: Thiago

Leia mais

Educação Física: Futsal

Educação Física: Futsal FUTSAL Apresentação do Plano de Trabalho História e evolução do futebol de salão Regras Oficiais Métodos de Ensino Progressivo Repetitivo/Parcial Situacional/Global Fundamentos Técnicos Controle Proteção

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

METODOLOGIA COMPARTILHAR DE INICIAÇÃO AO VOLEIBOL

METODOLOGIA COMPARTILHAR DE INICIAÇÃO AO VOLEIBOL METODOLOGIA COMPARTILHAR DE INICIAÇÃO AO VOLEIBOL 2012 Todo material didático-pedagógico contido neste documento é fruto da experiência de diversos profissionais, principalmente professores de educação

Leia mais

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC Atividade Física e Desportiva Orientações pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico A proposta de trabalho que se segue resulta de uma adaptação

Leia mais

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016 PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade de

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: PLANO DE CURSO Curso: Educação Física Disciplina: Teoria e Metodologia das Modalidades Coletivas - II Professor: Renan José Guedes Alcoforado Pereira Código: Carga Horária: 100

Leia mais

Desenvolver a socialização do educando construindo as relações inter e intrapessoais importantes para o seu desenvolvimento integral.

Desenvolver a socialização do educando construindo as relações inter e intrapessoais importantes para o seu desenvolvimento integral. EDUCAÇÃO INTEGRAL Orientações Filosóficas e Pedagógicas A Educação Integral do Colégio e Faculdade Modelo exige mais do que compromisso impõe também e principalmente um projeto pedagógico cujo objetivo

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA 1 CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) Atualizado em 15 de janeiro de 2015 pela 2014 Assessoria de Desenvolvimento, conforme Parecer 2 SUMÁRIO 1ª FASE...

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2º/2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Série / Ano 6º A Carga Horária Semanal: 4 horas Semestral: 80 horas Anual:

PLANO DE ENSINO 2º/2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Série / Ano 6º A Carga Horária Semanal: 4 horas Semestral: 80 horas Anual: Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) PLANO DE ENSINO 2º/2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( x ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Pedagogia Disciplina

Leia mais

CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO

CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS REFERENCIAIS PARA O ENSINO MÉDIO Área de Conhecimento: Linguagens Componente Curricular: Educação Física Ementa A Educação Física no Ensino Médio tratará da cultura corporal, sistematicamente

Leia mais

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Currículo nº 1

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Currículo nº 1 CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Turno: INTEGRAL Currículo nº 1 Autorizado pela Resolução CEPE nº 180 de 25 de agosto de 2009. Para completar o currículo pleno do curso superior de

Leia mais

DESCRIÇÃO DO PROJETO

DESCRIÇÃO DO PROJETO DESCRIÇÃO DO PROJETO I. NÚMERO DE CADASTRO DO PROPONENTE (login) 02SP016702007 Proponente: Secretaria de Esportes de São Sebastião CNPJ: 46.482.832/0001-92 E-mail: segov@saosebastiao.sp.gov.br Endereço:

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.

Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA. COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv. 88 Currículos dos Cursos do CCB UFV EDUCAÇÃO FÍSICA COORDENADORA DO CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA Maria Aparecida Cordeiro Sperancini speranci@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO A formação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC PROF MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ/SP Área de conhecimento: LINGUAGEM, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS. Componente Curricular: EDUCAÇÃO FÍSICA

Leia mais

O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro

O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro O esporte no PST: estímulo e prática prazerosa para um futuro esportivo emancipado O Esporte como meio pedagógico... Por que? O Que? COMO? Ensinar Onde? Quando? Quem? Perguntas que definem o método: Incidental

Leia mais

INFORMATIVO CURSOS EXTRACURRICULARES 2015 - I PARTE (Alemão, Ballet Clássico, Ponta e Solo, Jazz, Judô, Música, Teatro e Xadrez)

INFORMATIVO CURSOS EXTRACURRICULARES 2015 - I PARTE (Alemão, Ballet Clássico, Ponta e Solo, Jazz, Judô, Música, Teatro e Xadrez) 1 COLÉGIO BENJAMIN CONSTANT Mantido pela Associação Escolar Benjamin Constant Declarada de Utilidade Pública Federal em 21.07.99 Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio São Paulo, 11 de dezembro

Leia mais

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO 31157-04 Anatomia Humana NÍVEL I Estudo sobre a estruturação do organismo humano com ênfase nas características morfológicas dos sistemas anatômicos respiratório, cardiovascular,

Leia mais

adolescente, jovem...

adolescente, jovem... O ALUNO: criança, a, pré-adolescente, adolescente, jovem... A construção histórica do conceito de criança: História social da criança e da família, Philippe Ariés. Rio de Janeiro: LTC, 1981. As idades

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ANATOMIA DO MOVIMENTO I 72 CRESCIMENTO, DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA 36 ENADE INGRESSANTE 0 GINÁSTICA E SAÚDE I 36 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA E DO ESPORTE I 36 PRÁTICA DE

Leia mais

CONTEÚDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE EDUCAÇÃO FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Ricardo

Leia mais

O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues

O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO FÍSICA: TER OU NÃO SER Sonia Maria Soares Barbosa de Sousa Ana Maria da Silva Rodrigues RESUMO: O conteúdo voleibol, enquanto prática desportiva nas escolas

Leia mais

PLANO DE TRABALHO IDOSO

PLANO DE TRABALHO IDOSO PLANO DE TRABALHO IDOSO Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER Afonso

Leia mais

Educação Física - 6º AO 9º ANO

Educação Física - 6º AO 9º ANO Conteúdos Programáticos Propostos para a Disciplina: Bimestre 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1º bimestre Jogo e : Competição e cooperação Jogos populares Jogos pré-desportivos Jogos cooperativos : modalidade

Leia mais

LABORATÓRIO DE EDUCAÇAO FÍSICA LEF PROJETO PEDAGÓGICO- ESPORTIVO

LABORATÓRIO DE EDUCAÇAO FÍSICA LEF PROJETO PEDAGÓGICO- ESPORTIVO PROJETO PEDAGÓGICO- ESPORTIVO INTRODUÇÃO Com o crescimento da utilização de aparelhos eletrônicos no mercado, a atividade física não tem o mesmo atrativo e protagonismo de tempos atrás. As crianças hoje

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO COLÉGIO ESTADUAL DR.JOÃO CÂNDIDO FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Plano de Trabalho Docente 2014 Curso: Ensino Médio e Profissional Série: 7 B Disciplina: Educação Física Bimestre: 1-2 -3-4 Professor:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2014

PLANEJAMENTO ANUAL 2014 PLANEJAMENTO ANUAL 2014 Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA Período: Anual Professor: THIAGO BAPTISTA Série e segmento: 6º ANO 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE Objetivo Geral Estimular a participação de

Leia mais

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA

FP 108501 FUNDAMENTOS DA GINÁSTICA Ementas das Disciplinas de Educação Física Estão relacionadas abaixo, as ementas e a bibliografia dos diferentes eixos curriculares do Curso, identificadas conforme os ciclos de formação: Ciclo de Formação

Leia mais

DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Educação Física PROFESSORES: Isabel Terra/Marcelo Paiva DATA: VALOR:20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 2ª EM TURMA: NOME COMPLETO: Nº: QUESTÃO 01 O sedentarismo já

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Educação Física - Licenciatura

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Educação Física - Licenciatura EMENTÁRIO ANATOMIA I Ementa:. Estudo da forma, estrutura, função e localização de órgãos que compõem os sistemas que formam o aparelho locomotor: sistema esquelético, sistema articular, sistema muscular

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula, através de atividades esportivas, artísticas e culturais. Conheça cada uma das modalidades

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º CICLO EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO Documento(s) Orientador(es): Programas nacionais de Educação Física; legislação em vigor

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES ESPORTIVAS E CULTURAIS 2015

CADERNO DE ATIVIDADES ESPORTIVAS E CULTURAIS 2015 1 ESPORTIVAS E CULTURAIS 2015 A seguir apresentamos os horários das atividades esportivas e culturais do. Os horários, bem como as modalidades poderão sofrer alterações sem prévio aviso. As inscrições

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2015 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: EDUCAÇÃO FÍSICA MATRIZ CURRICULAR LICENCIATURA SERIADO ANUAL - NOTURNO Duração: 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado)

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) Missão Sua missão é tornar-se referência na formação de profissionais para atuar nos diferentes segmentos humanos e sociais, considerando a atividade física e promoção

Leia mais

Recreação e jogos esportivos.

Recreação e jogos esportivos. Recreação e jogos esportivos. Recreação e Jogos Esportivos O Jogo Relação entre pessoas ou grupos de pessoas, que interagem entre si, procurando alcançar objetivos esportivos e/ou lúdicos, com regras socialmente

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA 1 CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 BRUSQUE (SC) Atualizado em 26 de agosto de 2014 2014 pela Assessoria de Desenvolvimento. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

CURSO: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA EMENTA DAS DISCIPLINAS

CURSO: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA EMENTA DAS DISCIPLINAS CURSO: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA EMENTA DAS DISCIPLINAS BIOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA Estudo dos processos biológicos adaptados à situação do movimento corpóreo: biologia, desenvolvimento histórico

Leia mais

Matriz 2008... 02. Matriz 2010... 04. Matriz 2013... 06

Matriz 2008... 02. Matriz 2010... 04. Matriz 2013... 06 Página 1 EMENTAS Sumário Matriz 2008... 02 Matriz 2010... 04 Matriz 2013... 06 Página 2 MATRIZ CURRICULAR 2008 1º Período Anatomia do Aparelho Locomotor 72 72 Coletivas I Bases Teórico-Metodológicas da

Leia mais

Desenvolvimento da criança e o Desporto

Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto DESPORTO ENSINO TREINO CRIANÇAS E JOVENS I - O QUÊ? II - QUANDO? III - COMO? Desenvolvimento da criança e o Desporto I Capacidades

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria da

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com. ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.br Resumo A Educação Física, como disciplina escolar, deve estar inserida

Leia mais

PROJETO: OLIMPÍADAS ANTARES

PROJETO: OLIMPÍADAS ANTARES FAEC Fundação Antares de Educação e Cultura Colégio Antares Educação Infantil, Ensino Fundamental, Médio, Pré-Vestibular e Educação Profissional PROJETO: OLIMPÍADAS ANTARES Americana SP Educação Física

Leia mais

A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR RESUMO

A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR RESUMO 440 A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR *Josiane Camargo **Luciano Leal Loureiro RESUMO Antigamente a Educação Física tinha objetivo de formar homens para guerra, que pudessem suportar a nova ordem de política econômica

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) ANATOMIA HUMANA C/H 102 3248 Estudo da estrutura e função dos órgãos em seus respectivos sistemas no corpo

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA

EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente:

Leia mais

ACADEMIA CAPIXABA DE FUTEBOL

ACADEMIA CAPIXABA DE FUTEBOL ACADEMIA CAPIXABA DE FUTEBOL ACADEMIA CAPIXABA DE FUTEBOL OBJETIVOS Criar uma academia de futebol infanto-juvenil para atender crianças e adolescentes de Rio Bananal. Proporcionar as crianças de Rio Bananal

Leia mais

PROJETO VOLEIBOL 2013

PROJETO VOLEIBOL 2013 PROJETO VOLEIBOL 2013 CATEGORIAS PRÉ MIRIM MIRIM INFANTIL IFANTO JUVENIL 10 / 11 anos 12 /13 anos 14 /15 anos 16 /17 anos PROJETO VOLEIBOL DA ESCOLA BARÃO EM 2013 INTRODUÇÃO A Escola Barão do Rio Branco,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO KUNG FU

PLANO DE TRABALHO KUNG FU PLANO DE TRABALHO KUNG FU Avenida Duque de Caias, 1368 - anea ao Ginásio de Esportes Chico Netto, Vila Olímpica Maringá/PR. Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES ESPORTIVAS E CULTURAIS 2012

CADERNO DE ATIVIDADES ESPORTIVAS E CULTURAIS 2012 1 ESPORTIVAS E CULTURAIS 2012 A seguir apresentamos os horários das atividades esportivas e culturais do. Os horários, bem como as modalidades poderão sofrer alterações sem prévio aviso. As inscrições

Leia mais

Calendário Esportivo 2015

Calendário Esportivo 2015 www.mottafilho.com.br mottafilho.103@uol.com.br contato@mottafilho.com.br Calendário Esportivo 2015 REALIZAÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ORGANIZAÇÃO: SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE ESPORTES GESTÃO:

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1 ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA GRUPOS: EFI 100 EFI 200 EFI 300 EFI 400 INGRESSOS 2014-1 Ampliada. Específica. Pedagógica Aplicada. Unidades de Ensino de Estágio Supervisionado e Outras

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO 7º ANO METAS ATIVIDADES DESPORTIVAS O aluno cumpre o nível INTRODUÇÃO de cinco matérias diferentes distribuídas da seguinte

Leia mais

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo SNEAR/ME DEZ/14 Objetivo: orientar os entes selecionados a desenvolver o Plano de Gestão. IMPORTÂNCIA PLANO DE GESTÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

Leia mais

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - FAPEPE APRESENTAÇÃO DO CURSO O curso de licenciatura em Educação Física da FAPEPE tem como objetivo formar profissionais que estejam aptos a atuarem no contexto escolar,

Leia mais

2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA

2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA 2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA Plano Anual de Atividades da Atividade Física e Desportiva Ano Lectivo 2012/2013 Introdução A Actividade Física e Desportiva é, preferencialmente,

Leia mais

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann Esporte na Educação Olimpismo O Olimpismo é uma filosofia de vida que defende a formação de uma consciência pacifista, democrática, humanitária, cultural e ecológica por meio da prática esportiva. COB

Leia mais

O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS

O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS O ENSINO DO HANDEBOL NA ESCOLA: UMA PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS Resumo Scheila Medina 1 - PUCPR Luís Rogério de Albuquerque 2 - PUCPR Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Conceição, o estudante aprende e desenvolve habilidades dentro e fora da sala de aula, por meio de atividades esportivas, artísticas, culturais, científicas e de solidariedade.

Leia mais

PIBID E O DESAFIO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: QUAL METODOLOGIA DEVE SER UTILIZADA NAS AULAS?

PIBID E O DESAFIO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: QUAL METODOLOGIA DEVE SER UTILIZADA NAS AULAS? 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PIBID E O

Leia mais

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL Número de cadastro do proponente: 01SP025312008 UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL É uma instituição de ensino superior, com sede no Município de, Estado de São Paulo, mantendo diversos cursos

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR 2014 EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇÃO FÍSICA PRODUÇÃO CULTURAL DA SOCIEDADE EXPRESSADA ATRAVÉS DO MOVIMENTO EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA EIXOS ESPORTE

Leia mais

HORÁRIO LOCAL MODALIDADE CATEGORIA M/F ATIVIDADE M ETA SAÍDA 07:00 / 19:00 GINÁSIO 01 FECHADO M/F FECHADO

HORÁRIO LOCAL MODALIDADE CATEGORIA M/F ATIVIDADE M ETA SAÍDA 07:00 / 19:00 GINÁSIO 01 FECHADO M/F FECHADO SEGUNDA - FEIRA 08 DE FEVEREIRO 07:00 / 19:00 GINÁSIO 01 FECHADO M/F FECHADO 07:00 / 19:00 GINÁSIO 02 ASSOCIADOS M/F RECREAÇÃO 07:00 / 19:00 GINÁSIO 03 ASSOCIADOS M/F RECREAÇÃO 07:00 / 19:00 ARTES MARCIAIS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ponte Alta Processo Seletivo Edital 001/2014 Monitor Desportivo

Prefeitura Municipal de Ponte Alta Processo Seletivo Edital 001/2014 Monitor Desportivo 1 CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. Em seu Artigo 1º, a Lei Orgânica da Assistência Social LOAS, explica que a assistência social é: a. Uma política de seguridade social que provê os mínimos sociais

Leia mais

veja o nosso menu de atividades

veja o nosso menu de atividades veja o nosso menu de atividades Voltada para o treinamento e motivação de pessoas, a Dinâmica é especializada em atividades de interação lúdica para o desenvolvimento humano das organizações. SEIS ÁREAS

Leia mais

LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. MSc. Paulo José dos Santos de Morais

LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. MSc. Paulo José dos Santos de Morais LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA MSc. Paulo José dos Santos de Morais LAZER, EDUCAÇÃO FÍSICA E FORMAÇÃO DESPORTIVA. Lazer Grande variedade de ações e atuações humanas nos mais diversificados

Leia mais

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais.

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais. ABIG / JEQUIÁ BASQUETE * Localizado na Ilha do Governador * Há 40 anos participando das competições de Basquete no Estado do Rio de Janeiro * Equipes participando de 5 categorias nesta temporada Crianças

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO FÍSICA

PROPOSTA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO FÍSICA PROPOSTA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO FÍSICA SMED / 2015 Coordenador Equipe Pedagógica: Prof. Theodorico M. dos Santos. Coordenadora de área de Ed. Física: Profª Rosane A. B. Alves. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA

Leia mais

Ementário do Curso de Educação Física com Habilitação em Licenciatura 2010.2

Ementário do Curso de Educação Física com Habilitação em Licenciatura 2010.2 ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Fase: -x- Carga Horária: 200h Prática: -x- Créditos: -x- Desenvolvidas durante o curso, o acadêmico poderá buscá-las dentro ou fora da instituição. Os certificados

Leia mais

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015

SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 SEMANA DA INTEGRAÇÃO FISMA/FCAA 2015 16 a 20 de março de 2015 EVENTO ESPORTIVO E CULTURAL COM OBJETIVO DE INTEGRAR OS CALOUROS AO AMBIENTE ACADÊMICO DA FISMA/FCAA PROGRAMAÇÃO Dia 16/03 Ginásio de Esportes

Leia mais

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental

Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Conteúdo de prova 2ª etapa 6º ano Fundamental Jogos Populares Os jogos populares buscam resgatar jogos culturais e tradicionais de várias regiões do mundo. Vários costumes e acontecimentos na antiguidade

Leia mais