Criamos sites de todos os tamanhos e para todas as necessidades!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criamos sites de todos os tamanhos e para todas as necessidades!"

Transcrição

1 Criamos s de todos os tamanhos e para todas as necessidades! - Homepages para Profissionais Liberais ou Páginas Pessoais; - Sites para Empresas - Criação de Sites Institucionais, Empresariais; - Criação de Sites automatizados com Gerenciador de conteúdos; - Criação de Lojas Virtuais - Sistemas E-commerce; - Criação de pequenos, médios e grandes portais, Sites Notícias, Sites para Jornal Online, Portal de Empregos, Sites de Relacionamentos, Classificados, Sites de Baladas, Festas Eventos, Sites para Imobiliárias, Agências de Veículos Online, etc; - Desenvolvimento B2B (Business to Business) e B2C (Business to Consumers); - Criação de Web Softwares especificos, exclusivamente para o seu negócio; WEBDESIGNER Criação de Layouts Exclusivos e com a cara de sua empresa: Navegação leve e fácil, design clean ou design forte e arrojado, você é quem define e nós fazemos! - Criação de Layouts para páginas HTML; - Introdução de aplicações PHP, ASP, ASP.Net, CGI-PERL e Java Applets em Layouts gráficos para web; - Criação de Sites em Flash; - Introduções para Sites em Flash; - Incorporação de Flash em Páginas Web; - Criação de Peças Publicitárias para vinculação de anúncios na internet: Banners em Jpgs, Gifs animados, Animações em Flash; - Criação de Cartas Eletrônicas para Newslleters; O que é um Site? Um ou sítio é um conjunto de páginas Web, isto é, de hipertextos acessíveis geralmente pelo protocolo HTTP na Internet. O conjunto de todos os s públicos existentes compõe a World Wide Web. As páginas num são organizadas a partir de um URL básico, onde fica a página principal, e geralmente residem no mesmo diretório de um servidor. As páginas são organizadas dentro do numa hierarquia observável no URL, embora as hipeligações entre elas controlem o modo 1 / 10

2 como o leitor se apercebe da estrutura global, modo esse que pode ter pouco a ver com a estrutura hierárquica dos arquivos do. Alguns s, ou partes de s, exigem uma subscrição, com o pagamento de uma taxa, por exemplo, mensal, ou então apenas um registo gratuito. Os exemplos incluem muitos s pornográficos, partes dos s de notícias, s que fornecem dados do mercado financeiro em tempo real e a Enciclopédia Britânica. CATEGORIAS DE SITES Existem numerosos tipos de s, cada um especializado em um serviço ou uso em particular. De forma geral, pode-se dividir os s quanto ao conteúdo da seguinte forma: - Institucionais: servem como ponto de contato entre uma instituição e seus stakeholders (clientes, fornecedores etc.). No caso de instituições comerciais, são usados geralmente para comércio eletrônico, recrutamento de funcionários etc. No caso de instituições sem fins lucrativos, servem principalmente para divulgarem seus trabalhos, informarem a respeito de eventos etc. É o tipo de mais comum na Internet. Podem ainda ser s pessoais, geralmente mantidos por profissionais liberais. - Midiáticos: são s informativos com atualizações freqüentes e periódicas. Nem sempre o conteúdo é baseado em texto puro, podendo conter variados elementos multimédia. Muitos deles podem ser "assinados" por meio de feeds RSS, que servem para notificar as atualizações, e muitos deles incluem espaços para comentários dos leitores. Nesta categoria também se incluem s não necessariamente vinculados à informação, como s de entretenimento e s de conteúdo adulto. Podem ser de cinco tipos: - Noticiários: são s de jornais, revistas e agências de notícia, com conteúdo constantemente atualizado. Alguns exemplos são os jornais online mantidos pela Folha de S. Paulo ou pelo Globo. - Blogues: em geral são mantidos por apenas uma pessoa, com ou sem colaboradores, cujo conteúdo pode incluir dissertações, poesias, relatos pessoais, comentários sobre assuntos diversos etc. - Flogs: semelhante aos blogs, mas com fotos em vez de texto. Na maioria das vezes são 2 / 10

3 produzidos como forma de entretenimento por jovens ou modelos fotográficos, ou usados para divulgar trabalhos de artes plásticas, como fotografia e pintura. - Podcasts: distribuem conteúdo de áudio, funcionando de maneira semelhante a estações de rádio. - Vlogs: distribuem conteúdo de vídeo, funcionando de maneira similar a emissoras de TV. - Aplicativos: são s interativos cujo conteúdo consiste de ferramentas de automatização, produtividade e compartilhamento, substituindo aplicações de desktop. Podem ser processadores de texto, planilhas eletrônicas, editores de imagem, softwares de correio eletrônico, agendas, etc. - Bancos de dados: servem para catalogar registros e efetuar buscas, podendo incluir áudio, vídeo, imagens, softwares, mercadorias, ou mesmo outros s. Podem ser de dois tipos: - Estáticos: as entradas são realizadas em via única, disponíveis apenas para consulta. - Dinâmicos: as entradas são realizadas em via dupla, tanto para consulta quanto para edição. Nessa categoria se enquadram os wikis. - Comunitários: são os s que servem para a comunicação de usuários com outros usuários da rede. Nesta categoria se encontram os chats, fóruns e s de relacionamento. - Portais: servem para congregar conteúdos de diversos tipos entre os demais tipos, geralmente fornecidos por uma mesma empresa. Recebem esse nome por congregarem a grande maioria dos serviços da Internet num mesmo local. E quanto à forma de acesso, podem ser classificados como: - Abertos: podem ser acessados livremente, por qualquer usuário. - Restritos: só podem ser acessados mediante o pagamento de uma assinatura ao mantenedor. Originalmente composto quase sempre por s de conteúdo pornográfico, também incluem hoje em dia s jornalísticos, revistas virtuais e serviços de consultoria. - Por cadastro: podem ser acessados por qualquer usuário, mas necessitam do preenchimento de um cadastro gratuito para acessar o conteúdo. É o caso de quase todos os s de aplicativos. - Fechados: só podem ser acessado por algumas pessoas devidamente autorizadas pelo proprietário do e não permitem cadastro por qualquer pessoa. - Mistos: são os s com partes de conteúdo cuja modalidade acesso pode variar - com áreas abertas e outras fechadas, etc. 3 / 10

4 Origem do nome A palavra em inglês tem exatamente o mesmo significado de sítio em português, pois ambas derivam do latim situs ("lugar demarcado, local, posição") e, primariamente, designa qualquer lugar ou local delimitado (sítio arquitetônico, sítio paisagístico, sítio histórico, entre outros). No português do Brasil, a palavra sítio designa, com maior frequência, uma propriedade rural de área modesta, frequentemente usada para lazer ou lavoura. Porém, em inglês, surgiu o termo web (às vezes web ) para designar um sítio virtual, um conjunto de páginas virtualmente localizado em algum ponto da Web. Acontece que, com poucos anos de uso, o termo web ganhou a forma abreviada, que passou a ser uma segunda acepção do termo original. Site, portanto, em inglês, passou a designar alternativamente um lugar real (no campo) ou virtual (na Web). Em português, surgiram duas vertentes para a tradução do conceito. A mais difundida em Portugal respeita a dualidade do termo original, e traduz por sítio - ou, se o contexto não for suficiente para o entendimento, por sítio na Internet ou sítio na Web ou ainda websítio (exatamente como no inglês). A segunda vertente, mais comum no Brasil, adotou simplesmente o estrangeirismo, sem alterações, para se referir aos sítios virtuais, mantendo sítio para os reais. Uma terceira opção que começa a ser sugerida, utilizada pelo escritor brasileiro Millôr Fernandes, é saite. 4 / 10

5 Quando a World Wide Web foi criada, ela recebeu esse nome de seu criador Tim Berners-Lee. [1] Ele comparou a sua criação com uma teia, "web" em inglês. Cada nó dessa teia é um local (virtual) onde há hipertextos. Como a palavra inglesa para local é (também derivada do latim situs: "lugar, local"), quando as pessoas queriam se referir a um local da teia, elas falavam, web. Assim um novo nome surgiu para designar esse novo conceito de nó onde há um conjunto de hipertextos: Web. Batizada desta forma, a Web e seus Web s tornaram-se mundialmente famosos e seus nomes empregados em diversas línguas. Em inglês foi necessário usar o qualificativo Web antes de, para diferenciar de outros usos que a palavra tem nesta língua, onde significa local. Mas quando o contexto deixava claro que se estava falando da Web, dizia-se apenas "". Já na língua portuguesa, esse qualificativo não é necessário em momento algum, pois a palavra é um anglicismo novo em nosso vocabulário e tem o único e mesmo significado de Web. A pronúncia de, tanto em inglês quanto em português, é /sait/ pelo sistema SAMPA. Visão geral Um normalmente é o trabalho de um único indivíduo, empresa ou organização, ou é dedicado a um tópico ou propósito em particular. É difícil dizer com clareza até onde vai um dada a natureza de hipertexto da Web. Por exemplo, toda a Wikipédia forma um, mas se as páginas Meta-Wikipédia são parte do mesmo 5 / 10

6 ou um irmão, é uma questão aberta para debate. Sites são escritos em, ou dinamicamente convertidos para HTML e acessados usando um software cliente chamado web browser ou navegador. Sites consistem de páginas HTML estáticas ou páginas criadas dinamicamente usando tecnologias como JSP, PHP ou ASP. Um também requer um software conhecido como servidor web, como o Apache, o mais usado, ou o IIS. Frequentemente s possuem também conteúdo armazenado em banco de dados (base de dados). Plugins estão disponíveis para os browsers, o que os capacita a exibir objetos adicionais aos suportados nativamente. Exemplos incluem Flash, Shockwave e applets Java. O Dynamic HTML permite interatividade e modificação do conteúdo dentro da página sem precisar recarregar a página, usando principalmente o Document Object Model e JavaScript, suportado internamente pela maioria dos navegadores modernos. Sites são restritos por limites de recursos (por exemplo, a largura de banda dedicada ao ). Sites muito grandes, como Yahoo!, Apple e Google, usam vários servidores e equipamentos de balanceamento de carga, como o Cisco Content Services Switch ou o F5 BigIP solutions. Instrumento de publicidade O é um dos instrumentos de publicidade mais eficientes que existem. Servem de apoio a campanhas de publicidade de outros meios de comunicação como o rádio, televisão, jornal, placas, folhetos, etc., podem constituir um empreendimento completo ou parcial prestando serviços, vendendo produtos ou simplesmente informando com custos reduzidos em relação ao negócio "não virtual". É importante observar que os s precisam estar referenciados em buscadores globais ou guia de busca local para que obtenham os desejados acessos. Sem eles, dificilmente um seria acessado por novos usuários ou clientes. 6 / 10

7 Para relacionar um em um buscador, o precisa ter vários outros s apontando para ele, a quantidade de ligações (links) apontando para um e a importância dos s que apontam para ele definem em que posição ele ficará no buscador. Para divulgar um e ter links em vários outros s é comum o uso de mecanismos de troca de links. A troca de banners não servem para efeito de buscadores. Prêmios Os Webby Awards são um conjunto de prêmios dados aos "melhores" s do mundo. Problemas de segurança - Mousetrapping é uma técnica que age como uma ratoeira aplicado por alguns s comerciais "agressivos" (especialmente os pornográficos) que dificulta a saída dele, dependendo das configurações do navegador. WEBDESIGN O web design pode ser visto como uma extensão da prática do design, onde o foco do projeto é a criação de web s e documentos disponíveis no ambiente da web. O web design tende à multidisciplinaridade, uma vez que a construção de páginas web requer subsídios de diversas áreas técnicas, além do design propriamente dito. Áreas como a arquitetura da informação, programação, usabilidade, acessibilidade entre outros. A preocupação fundamental do web designer é agregar os conceitos de usabilidade com o planejamento da interface, garantindo que o usuário final atinja seus objetivos de forma agradável e intuitiva. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 7 / 10

8 Como todo trabalho de design, ele é um projeto, e necessita uma análise informacional, a partir de um briefing. Detectar corretamente o objetivo do projeto é essencial para um bom planejamento, de modo que as ações sejam tomadas de forma correta. É sempre necessário definir o público alvo do, o objetivo, os serviços oferecidos, o diferencial para o público. A partir desses e de outros elementos que sejam específicamente relevantes ao projeto, será definida a estrutura do (Arquitetura de informação), a tecnologia empregada e o layout. De uma forma geral, embora usualmente possa parecer que a primeira impressão que se tem de um é o visual, na verdade o visitante busca o conteúdo, por esse motivo o primeiro passo estratégico é definir bem todas as informações que o terá, definir claramente a arquitetura de informação do e por último, o design visual do, que não precisa pular, girar e piscar, a não ser que o que se esteja vendendo é design/imagem (que não se aplica ao meio informacional que é a Web), mas ter um aspecto profissional seguindo pelo menos os conceitos básicos do design como aproximação, contraste, alinhamento, dentre outros. Há uma diferença conceitual marcante entre design nos meios tradicionais, como no gráfico e o design aplicado na web. Na web, a estética deve ser moldada ao dispositivo que acessa ao ou mesmo desabilitada caso não seja necessária no contexto de utilização. No meio gráfico é possível prever como o usuário final verá a estética do produto, já na web isto não é possível, pois a aparência pode e deve mudar radicalmente de acordo com o sistema operacional utilizado, configurações pessoais, navegadores, resoluções de tela e dispositivos, como celular, TV, impressora, leitores de telas etc. Por este motivo, a informação (HTML) deve trabalhar independente da formatação (CSS) e do comportamento (scripts), que são recomendações do W3C. Estrutura A estrutura, também conhecida como arquitetura de informação, do deve contemplar seu objetivo, tornando a experiência do usuário a mais confortável e fácil possível, chamamos isso de usabilidade. Deve-se planejar a estrutura de forma que o usuário obtenha facilmente a informação ou serviço desejado. Hoje em dia são inúmeras as formas que um pode adquirir e a criatividade continua ser o grande diferencial na produção de web. Layout 8 / 10

9 O layout precisa transmitir a informação desejada com eficiência. É preciso que o layout seja um elo de comunicação com o usuário, que sua linguagem seja condizente com o objetivo do. Conhecer heurísticas de usabilidade é fundamental para se gerar layouts para a web. Cada elemento inserido em um web deve ter um objetivo, a perfeição de um web se atinge quando não há nada a ser retirado e não quando não há nada mais a ser inserido. A maioria dos layouts antigos dos s da Web eram feitos com tabelas na linguagem HTML, porém esta forma é inapropriada pois tabelas devem ser utilizadas apenas para exibir dados tabulados. Entretanto existem layouts que são completamente produzidos sem a presença de tabelas, sao os famosos "tableless" e esta sim é a melhor forma de estrutura para layouts. Navegadores São programas responsáveis por interpretar o conteúdo de um web, disponibilizando assim a interface com a qual o usuário final irá interagir. O navegador está para o web design assim como o papel está para o jornal. A grande variedade de navegadores e discrepância entre os recursos fez seus próprios criadores caminharem em direção a um padrão comum. Atualmente é indispensável criar s seguindo os padrões da W3C. No desenvolvimento do, o HTML deve ser criado seguindo os padrões do W3C (Web Standards) de forma que fique funcional, independente dos dispositivos (TV, celular, impressora, monitor etc). Apesar de em tese não haver a necessidade de testar em diversos navegadores, é um bom hábito testar em mais de um navegador (Firefox, Internet Explorer, Netscape, Opera, Safari, Chrome e outros), pois o layout do pode apresentar diferenças em determinados navegadores, e o usuário que navega não entenderá o que está acontecendo. Padrões 9 / 10

10 A World Wide Web Consortium (W3C) é o órgão responsável por recomendar padrões de desenvolvimento para a internet. Por meio destes padrões se pode classificar: web s de acordo com suas características técnicas, indo além do visual e; navegadores, de acordo com sua capacidade em atender aos padrões definidos. O grande objetivo de seguir os padrões do W3C é de possibilitar que a informação veiculada pelo permaneça independente do dispositivo utilizado pelo visitante e que seja acessível. Programas utilizados Existe um leque enorme de programas usados pelos web designer. Para construção do código, por se tratar de simples texto, qualquer editor de texto pode servir de suporte para a criação do código. Entretanto, há programas tanto gratuitos como de uso comercial, com interface WYSIWYG, que são amplamente utilizados no mercado tanto para gerenciar s, quanto para apenas editar códigos, como é o caso do Dreamweaver, Aptana, Frontpage (pouco aconselhável por gerar HTML exclusivamente para o Internet Explorer, além de gerar código com possiveis erros de sintaxe), na parte visual, os editores gráficos vetoriais Corel Draw, Illustrator ou o Inkscape), de bitmap GIMP, Photoshop ou o Fireworks. Para animações e recursos dinâmicos, o Flash é o mais utilizado. Em relação ao Flash, deve-se ter o cuidado de usá-lo apenas onde a solução seja impossível de ser reproduzida em HTML, jamais se usa em menus e áreas de conteúdo por ser um arquivo binário, não ser acessível e estar em desarcordo com as recomendações do W3C. 10 / 10

ESTRUTURAS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ON- LINE

ESTRUTURAS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ON- LINE ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL PROF. FAUSTO MAZZOLA CURSO DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA PARA INTERNET ESTRUTURAS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ON- LINE PROF LUIZ ANGELO DE OLIVEIRA COMPONENTE CURRICULAR: PROJETOS DE

Leia mais

Design Web Introduçao

Design Web Introduçao Design Web Introduçao TSI Elisa Maria Pivetta elisapivetta@hotmail.com Sinto, penso, logo desenho Comunicação olfato, paladar, tato, visão e audição, Geralmente lembramos: 10% do que lemos 20% do que ouvimos

Leia mais

Design e multimédia. O Design. Escola Superior de Tecnologia de Abrantes E.S.T.A. Tecnologias de Comunicação e Informação Design e Multimédia

Design e multimédia. O Design. Escola Superior de Tecnologia de Abrantes E.S.T.A. Tecnologias de Comunicação e Informação Design e Multimédia 1010110100 1101011010 0100011010 1101010110 1011011010 1101110111 Design e multimédia O Design Http://www.estadesign.no.sapo.pt Resumo 2. ATITUDE PROJECTUAL DO DESIGN... 3 3. ÁREAS DO DESIGN... 3 3.1.

Leia mais

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Objetivos da Disciplina Conhecer os limites de atuação profissional em Web

Leia mais

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Desenvolvimento Andrique web Amorim II www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Sites e Aplicações Web Normalmente, as pessoas utilizam o termo SITE quando se referem a blogs, sites

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS PROFESSOR: Itair Pereira da Silva DISCENTES: Maria das Graças João Vieira Rafael Vitor ORGANOGRAMA PRESIDENTE GERENTE

Leia mais

Proposta Comercial. ITS Inovação Tecnologia Soluções. Responsável Rafael Fernandes de Aquino. Cliente: Faculdade de Engenharia Civil

Proposta Comercial. ITS Inovação Tecnologia Soluções. Responsável Rafael Fernandes de Aquino. Cliente: Faculdade de Engenharia Civil Proposta Comercial ITS Inovação Tecnologia Soluções Responsável Rafael Fernandes de Aquino Cliente: Faculdade de Engenharia Civil Projeto: WebSite Institucional Contato Comercial: E-mail: rafael@its-servicos.com

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento e Design de Websites

Introdução ao Desenvolvimento e Design de Websites Introdução ao Desenvolvimento e Design de Websites Prof.: Salustiano Rodrigues de Oliveira Email: saluorodrigues@gmail.com Site: www.profsalu.wordpress.com Introdução ao Desenvolvimento e Design de Websites

Leia mais

Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia. Unidade I:

Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia. Unidade I: Unidade I: 0 Unidade: Sistemas Hipermidia Multimidia Engenharia de Websites Por que realizar uma Engenharia de websites: Devemos seguir Princípios básicos de Engenharia (passos bem definidos); Websites

Leia mais

SURGIMENTOE CRESCIMENTO

SURGIMENTOE CRESCIMENTO INTERNET Wagner de Oliveira SURGIMENTOE CRESCIMENTO Grande teia que integra máquinas/redes de todosostiposetamanhos; Interliga redes distintas ligadas por roteadores através doprotocolotcp/ippara compartilhar

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br

Introdução à Tecnologia Web. Tipos de Sites. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br IntroduçãoàTecnologiaWeb TiposdeSites ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br TiposdeSites Índice 1 Sites... 2 2 Tipos de Sites... 2 a) Site

Leia mais

Produção de Websites. Composição Web. Artur M. Arsénio. Engenharia Informá:ca / Informá:ca Web 2014/15

Produção de Websites. Composição Web. Artur M. Arsénio. Engenharia Informá:ca / Informá:ca Web 2014/15 Produção de Websites Composição Web Engenharia Informá:ca / Informá:ca Web 2014/15 Artur M. Arsénio Planeamento Estratégico Análise da informação, a par:r de um briefing com o cliente Detectar corretamente

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO.

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO. BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. O OBJETIVO DO BRANDING É ENTRE OUTROS, AUMENTAR O ATIVO E O VALOR MONETÁRIO DA MARCA, E ASSIM AUMENTAR O

Leia mais

1.2.4. Organizar a estrutura do site

1.2.4. Organizar a estrutura do site 1.2.4. Organizar a estrutura do site 1 Organizar a estrutura do site A organização da estrutura do site passa pela definição das ligações entre as páginas que o compõem Esta organização deve ser intuitiva

Leia mais

Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet.

Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet. TERMINOLOGIA Navegador ou Browser Navegador ou browser, é um programa de computador que permite a seus usuários a interagirem com documentos virtuais da Internet. Os Browsers se comunicam com servidores

Leia mais

Afinal o que é HTML?

Afinal o que é HTML? Aluno : Jakson Nunes Tavares Gestão e tecnologia da informacão Afinal o que é HTML? HTML é a sigla de HyperText Markup Language, expressão inglesa que significa "Linguagem de Marcação de Hipertexto". Consiste

Leia mais

APRESENTAÇÃO. É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa.

APRESENTAÇÃO. É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa. APRESENTAÇÃO É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa. A proposta consiste em um website com uma área administrativa que permite a você

Leia mais

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale A Associação Pró Ensino Superior em Novo Hamburgo ASPEUR, mantenedora do Centro Universitário Feevale, com sede na

Leia mais

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar Muitos empresários e profissionais liberais gostariam de estar na Internet, mas, na maioria dos casos, não sabem muito bem por que e nem mesmo sabem a diferença

Leia mais

Desenvolvimento Web. Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas. http://www.saymonyury.com.br

Desenvolvimento Web. Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas. http://www.saymonyury.com.br Desenvolvimento Web Saymon Yury C. Silva Analista de Sistemas http://www.saymonyury.com.br Vantagens Informação em qualquer hora e lugar; Rápidos resultados; Portabilidade absoluta; Manutenção facilitada

Leia mais

Internet Visão Geral. O que é a Internet? Ong Ação Cidadã

Internet Visão Geral. O que é a Internet? Ong Ação Cidadã Internet Visão Geral Ong Ação Cidadã O que é a Internet? INTERNET é o conjunto de computadores conectados em escala mundial, utilizando o protocolo TCP/IP para comunicar entre si. Nasceu em 1969 com a

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Ferramentas e Tecnologias de Desenvolvimento Web. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.

Introdução à Tecnologia Web. Ferramentas e Tecnologias de Desenvolvimento Web. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com. IntroduçãoàTecnologiaWeb FerramentaseTecnologiasde DesenvolvimentoWeb ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br FerramentaseTecnologiasde DesenvolvimentoWeb

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Através do presente documento, a agência ACNBRASIL tem como objetivo apresentar uma proposta de criação e desenvolvimento de Website para COOPERATIVA DE

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e Usina de Site em número Uma agência, uma equipe, uma unidade. São vários membros, estilos diferentes e inúmeras habilidades que se complementam e dão um novo sentido à publicidade e propaganda, guiados

Leia mais

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro 10 de setembro JCL Tecnologia 2009 Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website 1 Hamilton Junior Multimídia Designer APRESENTAÇÃO Meu trabalho consiste em criar conceitos e a partir

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

2. Introdução 4. Missão e Valores. 5. Visão 6. Serviços 7. Diferenciais. 11. Clientes 12. Contatos

2. Introdução 4. Missão e Valores. 5. Visão 6. Serviços 7. Diferenciais. 11. Clientes 12. Contatos 2. Introdução 4. Missão e Valores 5. Visão 6. Serviços 7. Diferenciais 11. Clientes 12. Contatos Introdução New Trend Projects é uma agência de publicidade que atua nas mais diversas áreas da comunicação.

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

Ferramentas para Internet CST Sistemas para Internet

Ferramentas para Internet CST Sistemas para Internet Ferramentas para Internet CST Sistemas para Internet Marx Gomes Van der Linden ( Material baseado no original de Marcelo José Siqueira Coutinho de Almeida ) Ferramentas para Internet Web design: HTML CSS

Leia mais

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Aula 1 Desenvolvimento Web Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Plano de Aula Ementa Avaliação Ementa Noções sobre Internet. HTML

Leia mais

Médio Integrado Aula 01 2014 Thatiane de Oliveira Rosa

Médio Integrado Aula 01 2014 Thatiane de Oliveira Rosa Aplicativos Web e Webdesign Aula 01 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Roteiro Apresentação da disciplina e Introdução ao HTML Desenvolvimento de Web sites e Sistemas Web; Projeto de sites web; 2 Quem é

Leia mais

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição

Web. Web. Web. Web. Unidade 4. Conceitos básicosb. Publicação. Web: Frontpage Programa de animação gráfica. Programa de edição Criação de páginas p Unidade 4 UNIDADE 4: Criação de Páginas P Conceitos básicosb Técnicas de implantação de páginas p Criação de páginas p Programa de edição : Frontpage Programa de animação gráfica :

Leia mais

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA INTEGRAL (CATI) PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL MICROBACIAS II ACESSO AO MERCADO SELEÇÃO DE CONSULTORES PELOS

Leia mais

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites I. Web e Internet Web design Tecnologias de apresentação. Rev.: CWS1-03-2000/01 A4

Helder da Rocha. Criação de. Web Sites I. Web e Internet Web design Tecnologias de apresentação. Rev.: CWS1-03-2000/01 A4 Helder da Rocha Criação de Web Sites I Web e Internet Web design Tecnologias de apresentação Rev.: CWS1-03-2000/01 A4 Copyright 2000 por Helder Lima Santos da Rocha. Todos os direitos reservados. Os direitos

Leia mais

Programação WEB Introdução

Programação WEB Introdução Programação WEB Introdução Rafael Vieira Coelho IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Farroupilha rafael.coelho@farroupilha.ifrs.edu.br Roteiro 1) Conceitos

Leia mais

WWW - World Wide Web

WWW - World Wide Web WWW World Wide Web WWW Cap. 9.1 WWW - World Wide Web Idéia básica do WWW: Estratégia de acesso a uma teia (WEB) de documentos referenciados (linked) em computadores na Internet (ou Rede TCP/IP privada)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o que é uma Aplicação Rica para Internet Contextualizar tais aplicações na Web e os desafios

Leia mais

Centro Digital Aula 1

Centro Digital Aula 1 Centro Digital Aula 1 A oficina de Criação de website visa capacitar o aluno a criar e hospedar uma página simples na internet, com moldes predeterminados para divulgação de seu negócio. A internet surgiu

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01

Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0. Tutorial HTML. versão 4.01 Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HTM3.0 Tutorial HTML versão 4.01 K O M Σ D I Copyright by Editora Komedi, 2007 Dados para Catalogação Rimoli, Monica Alvarez Chaves,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas;

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas; APRESENTAÇÃO O Myself é um sistema de gerenciamento de conteúdo para websites desenvolvido pela Genial Box Propaganda. Seu grande diferencial é permitir que o conteúdo de seu website possa ser modificado

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Consultoria sobre Joomla!

Consultoria sobre Joomla! Consultoria sobre Joomla! Joomla! (pronuncia-se djumla) é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e roda no servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL.

Leia mais

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 03 Internet Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Internet O que é a Internet? A Internet é: Rede mundial de computadores interconectados; Serve

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

Gestão de Conteúdo de Websites

Gestão de Conteúdo de Websites Gestão de Conteúdo de Websites Sandra Regina da Luz, diretora da DS Consultoria, PhD em administração de empresas pela Flórida Christian University (EUA), Mestre em Administração de Empresas pela USP O

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Programação para a Internet. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr sbacala@gmail.com www.facom.ufu.br/~bacala

Programação para a Internet. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr sbacala@gmail.com www.facom.ufu.br/~bacala Programação para a Internet Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr sbacala@gmail.com www.facom.ufu.br/~bacala A plataforma WEB Baseada em HTTP (RFC 2068) Protocolo simples de transferência de arquivos Sem estado

Leia mais

World Wide Web e Aplicações

World Wide Web e Aplicações World Wide Web e Aplicações Módulo H O que é a WWW Permite a criação, manipulação e recuperação de informações Padrão de fato para navegação, publicação de informações e execução de transações na Internet

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Renata A. Trocoli São Paulo - SP. » Dados pessoais. » Resumo das qualificações. » Educação e formação. » Experiência profissional

Renata A. Trocoli São Paulo - SP. » Dados pessoais. » Resumo das qualificações. » Educação e formação. » Experiência profissional Renata A. Trocoli São Paulo - SP Portfólio virtual: www.renataatrocoli.com.br» Dados pessoais Data e local de nascimento: 09/05/1973, São Paulo - SP Nacionalidade: Brasileiro E-mail: retrocoli@gmail.com

Leia mais

Programação e Designer para WEB

Programação e Designer para WEB Programação e Designer para WEB Introdução Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Ementa I t d ã hi t t Introdução a hipertexto. A

Leia mais

História e Evolução da Web. Aécio Costa

História e Evolução da Web. Aécio Costa Aécio Costa A História da Web O que estamos estudando? Período em anos que a tecnologia demorou para atingir 50 milhões de usuários 3 As dez tecnologias mais promissoras 4 A evolução da Web Web 1.0- Passado

Leia mais

* Técnicas Avançadas. Desenvolvimento de SOFTWARES. Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento

* Técnicas Avançadas. Desenvolvimento de SOFTWARES. Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento * Técnicas Avançadas Desenvolvimento de SOFTWARES Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo com Joomla e Magento * Tópicos Sistema de Gerenciamento de Conteúdo CMS. Fron-end Back-end Instalando Site e Lojas

Leia mais

A DOCPIX É UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA EM DESENVOLVIMENTO WEB & MARKETING DIGITAL E SOFTWARES, DESDE 2012.

A DOCPIX É UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA EM DESENVOLVIMENTO WEB & MARKETING DIGITAL E SOFTWARES, DESDE 2012. quem SOMOS A DOCPIX É UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA EM DESENVOLVIMENTO WEB & MARKETING DIGITAL E SOFTWARES, DESDE 2012. Nossa agência surgiu com o conceito de atender as micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

Alexandre Capozzoli. Resumo

Alexandre Capozzoli. Resumo Alexandre Capozzoli Designer Digital alexandrecgduarte@gmail.com Resumo Portfólio online: http://www.alexandrecgd.com Bacharel em Design, habilitado em Design para Mídias Digitais e Interativas pela Universidade

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Josemeire Machado Dias Uma Novas visão atividades, Geral novas sobre funções Webdesign e Interfaces A Internet comercial provocou o

Leia mais

Introdução ao Web Design. Aspectos gerais para um bom web design

Introdução ao Web Design. Aspectos gerais para um bom web design Introdução ao Web Design Aspectos gerais para um bom web design Conteúdo programático Projeto Briefing Montando o layout Hierarquia da informação Acessibilidade Projeto Um projeto é um esforço temporário

Leia mais

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos Sumário Tecnologias de Informação e Comunicação Introdução ao módulo III. Importância das Páginas Web. Conceitos básicos. Bases de funcionamento de um sistema WWW. Técnicas de implantação e regras básicas

Leia mais

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Sumário HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Linguagem HTML HTML é a abreviação de HyperText Markup Language, que pode ser traduzido como Linguagem de Marcação de Hipertexto. Não é uma linguagem

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria UFSM Departamento de Eletrônica e Computação Alunos: Cássio Forgiarini Martins Leandro Ramos de Oliveira Marília Guterres Ferreira Patrick Pivotto Viera Disciplina:

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

1ª Edição. Vivaldo Armelin Júnior

1ª Edição. Vivaldo Armelin Júnior 1ª Edição 2014 Comparando Editores de Imagem - FotoMBoé - 2014... 2 Introdução Está saindo do forno mais um e-livro grátis oferecido pelo Site FotoMBoé. Neste serão feitas comparações entre os diversos

Leia mais

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente 1. Quais os componentes de um sistema cliente-servidor? Clientes e servidores 2. Na visão do hardware, defina o que é cliente e o que é servidor: Clientes. Qualquer computador conectado ao sistema via

Leia mais

Formação em WEB DESIGN: Projeto 01 - layout (aula 01 & 02*) Em nosso primeiro projeto criaremos um layout para web utilizando um software gráfico.

Formação em WEB DESIGN: Projeto 01 - layout (aula 01 & 02*) Em nosso primeiro projeto criaremos um layout para web utilizando um software gráfico. Formação em WEB DESIGN: O Curso de WebDesign da Imagine School tem duração de 06 meses e se destina a todos aqueles que desejam conhecer o mundo de desenvolvimento para a web. Durante o curso, veremos

Leia mais

R.A. MKT. Soluções em Mídias Sociais, E-Marketing, Branding e Design

R.A. MKT. Soluções em Mídias Sociais, E-Marketing, Branding e Design R.A. MKT Soluções em Mídias Sociais, E-Marketing, Branding e Design Soluções em Mídias Sociais, E-Marketing, Branding e Design Principais serviços que realizamos: Criação da Identidade Visual, desde Logo

Leia mais

milenaresende@fimes.edu.br

milenaresende@fimes.edu.br Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior Sistemas de Informação A Internet, Intranets e Extranets milenaresende@fimes.edu.br Uso e funcionamento da Internet Os dados da pesquisa de TIC reforçam

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

11/06/2013. O que é Software Aplicativo? Suítes de Software. Adquirindo Software SOFTWARES APLICATIVOS

11/06/2013. O que é Software Aplicativo? Suítes de Software. Adquirindo Software SOFTWARES APLICATIVOS 2 O que é Software Aplicativo? SOFTWARES APLICATIVOS Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Software que realiza tarefa útil específica Suítes de aplicativos Softwares empresariais Softwares

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 23 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 23-07/12/2007 1 Histórico da Internet Início dos anos 60 Um professor do MIT (J.C.R. Licklider) propõe a idéia de uma Rede

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. ANTECEDENTES:

TERMO DE REFERÊNCIA 1. ANTECEDENTES: TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA OU PROFISSIONAL CONSULTOR PARA O DESENHO, HABILITAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PORTAL NA WEB DO INSTITUTO SOCIAL DO MERCOSUL. 1. ANTECEDENTES: Atualmente o site do Instituto

Leia mais

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Tópicos da Aula 1. Design 2. Importância do

Leia mais

Facilidade e flexibilidade na web

Facilidade e flexibilidade na web Facilidade e flexibilidade na web palavras-chave: acessibilidade, usabilidade, web 2.0 Tersis Zonato www.tersis.com.br Web 2.0 o termo de marketing x a nova forma de conhecimento Web 2.0 O conceito começou

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09 FACULDADE CAMÕES PORTARIA 4.059 PROGRAMA DE ADAPTAÇÃO DE DISCIPLINAS AO AMBIENTE ON-LINE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL DOCENTE: ANTONIO SIEMSEN MUNHOZ, MSC. ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: FEVEREIRO DE 2007. Internet,

Leia mais

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico DWEB Design para Web Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico Fundamentos Web I E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual

Leia mais

Curso de Joomla na Prática

Curso de Joomla na Prática Curso de Joomla na Prática Joomla! (pronuncia-se djumla) é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e roda no servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL.

Leia mais

O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos

O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos O que você está lendo? Prêmio para leitoras e leitores de 15 a 17 anos CONVOCATÓRIA 2015 A Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), com o apoio dos Ministérios

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 O SESI/SENAI - PR, torna pública a RETIFICAÇÃO referente ao Edital de CREDENCIAMENTO N.º 502/2009, conforme segue: Fica Incluído no ANEXO III - ÁREAS

Leia mais

Apresentação. E-commerce de Sucesso. da plataforma para o seu. www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br

Apresentação. E-commerce de Sucesso. da plataforma para o seu. www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br Apresentação da plataforma para o seu E-commerce de Sucesso www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br Assuntos nessa apresentação: - A loja virtual (acesso dos seus clientes para

Leia mais

O que é a BuenitStore

O que é a BuenitStore O que é a A é a plataforma desenvolvida pela Buenit para projetos de comércio eletrônico, baseada no modelo SaaS, onde é possível criar lojas virtuais de forma rápida, prática e funcional, com foco total

Leia mais

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL 2 + 67.500.000 + 67,5 MILHÕES DE INTERNAUTAS NO BRASIL FONTE: IBOPE/NIELSEN 58.290.000 58,2 MILHOES DE INTERNAUTAS NO BRASIL ACESSAM A INTERNET SEMANALMENTE -87% FONTE:

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

Aplicativos para Internet Aula 01

Aplicativos para Internet Aula 01 Aplicativos para Internet Aula 01 Arquitetura cliente/servidor Introdução ao HTML, CSS e JavaScript Prof. Erika Miranda Universidade de Mogi das Cruzes Uso da Internet http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/paginas/world-wide-web-ou-www-completa-22-anos-nesta-terca-feira.aspx

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Currículo. Wildiney Fernando Pimentel Di Masi. Formação Acadêmica. Cursos. Experiência Profissional

Currículo. Wildiney Fernando Pimentel Di Masi. Formação Acadêmica. Cursos. Experiência Profissional Wildiney Fernando Pimentel Di Masi 29 anos - solteiro celular: 11.8159-1082 email: wildiney@gmail.com Currículo Formação Acadêmica Pós-graduando em Criação Visual e Multimídia (Gráfica, Vídeo, Cinema,

Leia mais

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução A Web oferece uma enorme liberdade de escolha e movimentação Qualquer coisa

Leia mais

Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4

Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4 Análise Comparativa dos Recursos e Diferenças das Tecnologias de Programação HTML5 e HTML4 Guilherme Miranda Martins 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE PROJETO DE WEB SITE EAP Estrutura Analitica de Projeto Preparação Estudar as particularidades do serviço e do cliente; Observar projetos semelhantes (Beanchmark); Definir metas e estratégias; Elaborar

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo WEBJORNALISMO Aula 04: Características do Webjornalismo Prof. Breno Brito Características do webjornalismo O webjornalismo apresenta algumas características específicas em relação a aspectos que quase

Leia mais

sensitives). Os endereços Internet (E-mail) são comumente escritos em 1 - INTERNET:

sensitives). Os endereços Internet (E-mail) são comumente escritos em 1 - INTERNET: 1 - INTERNET: 1.1 - Conceitos: 1.1.1 - A Internet Uma definição mais formal sobre o que é a Internet pode ser resumida como uma rede de computadores, de abrangência mundial e pública, através da qual estão

Leia mais