WEBDESIGN A USABILIDADE E A PERCEPÇÃO VISUAL DA INTERNET APLICADA AO WEBDESIGN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "WEBDESIGN A USABILIDADE E A PERCEPÇÃO VISUAL DA INTERNET APLICADA AO WEBDESIGN"

Transcrição

1 WEBDESIGN A USABILIDADE E A PERCEPÇÃO VISUAL DA INTERNET APLICADA AO WEBDESIGN Aline Yuri Ieiri (IC) e Ariane Daniela Cole (Orientadora) Apoio: PIVIC Mackenzie Resumo O projeto consiste na elaboração de uma pesquisa acadêmica cujo foco principal é como a usabilidade e a percepção visual da Internet pode influenciar no desenvolvimento de um projeto de um website chamado Webbee: uma rede de informações sobre a biodiversidade das abelhas brasileiras. Este portal possui sérios problemas de design e de usabilidade, e necessita ser estudado para que possa ser projetado um novo desenho do mesmo, sempre almejando um bom resultado do produto final. Neste projeto, o webdesign desempenhará em sua função muito mais do que um papel estético. Serão utilizados conceitos de arquitetura de informação, percepção visual e usabilidade, compreendendo as ferramentas que a Internet disponibiliza, bem como suas tecnologias, com a finalidade de chegarmos a um resultado satisfatório que proporcione uma boa experiência visual e funcional ao usuário final. Palavras-chave: Webdesign, usabilidade, percepção visual. Abstract The project consistis in the development of an academic research whose primary focus is how the usability and visual perception of the Internet can influence the development of a website s project called Webbee: an information network on Biodiversity of Brazilian-bees.This portal has serious design and usability s problems and needs to be studied so it can be projected a new design of it, always aiming for a goodoutcome of the it. In this design, web design play in their role much more than an aesthetic role. Will be used concepts of information architecture, usability and visual perception, knowing the tools the Internet provides, as well as their technologies, in order to reach satisfactory result that provides a good visual and functional experience to the final user. Key-words: Webdesign, usability, visual perception. 1

2 VII Jornada de Iniciação Científica Introdução: O presente projeto de pesquisa partiu, em Janeiro de 2010, da intenção de investigar a usabilidade dos websites e, a partir destes estudos e parâmetros estabelecidos na investigação, propor a elaboração de um portal. Ao longo do curso de Desenho Industrial na Universidade Presbiteriana Mackenzie, busquei aprofundar os conhecimentos que se condensam na elaboração de websites. Em fevereiro de 2010, iniciei minhas atividades como web-designer no Laboratório de Automação Agrícola da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - Depto de Computação e Sistemas Digitais, aonde tive a oportunidade de trabalhar em um projeto do website Webbee. Deste modo, apresentou-se a oportunidade de realizar um estudo sobre este portal na busca de elaborar um novo projeto de website, na época muito desatualizado. Atualmente, a Internet é a ferramenta de comunicação mais eficiente e poderosa, mas também apresenta-se como grande desafio para os usuários, por apresentar certas dificuldades, tais como: problemas de navegabilidade, dificuldade de encontrar o conteúdo desejado entre outros. Desde a sua criação, datada desde o surgimento da Guerra Fria, quando era usada apenas para fins militares, até hoje, têm sido de suma importância para o nosso uso cotidiano. Porém, a Internet se popularizou a tal ponto que atualmente, vemos um aumento desenfreado de websites disponíveis na web. Com o aumento da quantidade de websites de todos os tipos sendo publicados pela Internet mundo afora, viu-se a necessidade em tornálos mais limpos, dinâmicos, bonitos e leves, ou seja, fáceis e simples de usar. Tal exigência surgiu devido ao fato de que, segundo Nielsen (2000), tal aumento pode ser considerado um problema pois nem todos sabem construir websites da forma correta. Segundo Terra e Gordon (2002) apesar de existirem diversos tipos de portais, como os informativos, portais Business to Business (B2B), workplaces, redes sociais (como Orkut, Facebook, etc), e muitos outros, as necessidades básicas de todos eles são as mesmas. O objetivo deste trabalho é fazer uma análise sobre a relação da Usabilidade e a Percepção Visual da Internet aplicada ao webdesign, utilizando como exemplo um portal chamado Webbee que apesar de estar online há anos, há muito tempo, estava demandando uma atualização. Para isso, foi necessário desenvolver um estudo sobre os seguintes tópicos, todos coerentes com o projeto que propomos apresentar: 2

3 Usabilidade Arquitetura da Informação Percepção Visual Gestalt aplicada O resultado desejado dessa pesquisa será um website capaz de integrar o equilíbrio entre o que é belo, agradável, envolvente e ao mesmo tempo expresse e apresente funcionalidade e facilidade em sua navegação. Para alcançar estes requisitos buscamos na Gestalt e nos estudos de Percepção Visual, assim como nos parâmetros de Usabilidade e na Arquitetura da Informação, fundamentos para a sua elaboração, aonde o design dará suporte à comunicação eficiente de um portal na web. 1.2 Usabilidade Segundo Nielsen (2001), a usabilidade implica em simplicidade e objetividade. Um website simples, bem organizado, interessante e útil é o que os usuários, procuram e esperam encontrar. Embora o visitante busque o conteúdo, a primeira impressão que se tem de um website é o visual. Será fundamental para a relação que o usuário estabelecerá com este site. 1.3 Arquitetura da Informação A Arquitetura da Informação, segundo Jakob Nielsen e outros especialistas da área como Jesse James Garrett, é o ponto de partida que devemos considerar como uma etapa estratégica e necessária quando pensarmos em criar um projeto para a Internet, pois ela tem como principal função, organizar uma estrutura de navegação aonde os usuários sejam capazes de navegar intuitivamente. Define-se como Arquitetura da Informação tudo o que é elaborado para ser tornar um sistema de navegação funcional e fácil de utilizar na qual o usuário deve trafegar pelo site com facilidade nos vários níveis de informações ali disponíveis. 3

4 VII Jornada de Iniciação Científica Forma A Gestalt tem origem nos estudos da psicologia e da percepção e pode ser definida, segundo especialistas, como um processo de dar forma ou configuração, aonde o todo é maior que a soma das partes percebidas. Arheim (2001) colabora no estudo das questões teóricas sobre a percepção visual que podemos aplicar no projeto através de sua definição de como um objeto pode ser destacado de modo elegante, inteligente e sutil. Tudo depende de como o objeto será distribuído sob determinado espaço em um plano. De acordo com a Gestalt, a arte se funda no princípio da pregnância da forma Ou seja, na formação de imagens, os fatores de equilíbrio, clareza e harmonia visual constituem para o ser humano uma necessidade e, por isso, considerados indispensáveis seja numa obra de arte, num produto industrial, numa peça gráfica, num edifício, numa escultura ou em qualquer outro tipo de manifestação visual, conforme se verá no corpo desta obra. ( GOMES, 2000, p. 17 ) A aplicação destes conceitos no projeto será fundamental, pois por se tratar de uma peça gráfica (um Website na Web), há a necessidade de existir uma forma adequada, um equilíbrio que possa auxiliar o usuário a localizar as informações contidas no portal, exercendo assim, um papel funcional além da busca pela unidade estética. A Gestalt no Webdesign é aplicada através de 5 leis: A Lei da Semelhança, a Lei da Proximidade, Lei da Continuidade, Lei da Pregnância/ Simplicidade e Lei do Fechamento. 2.1 Lei da Semelhança: Defende que eventos que são similares se agruparão entre si. Essa similaridade pode ser dada através da cor, da forma ou do tamanho. No exemplo abaixo, vemos colunas verticais ao invés de esferas e quadrados: Figura 1- Lei da Semelhança. Fonte: Arquivo pessoal 4

5 Na web, neste caso, vemos as cores e fontes similares que, mesmo estando dispersas pela página, parecem apresentar certa unidade. Figura 2- Exemplo de página com a lei da semelhança aplicada. Fonte: Site Globo.com 2.2 Lei da Proximidade: Implica na teoria de que, quando algo está perto de alguma coisa similar, ambos parecem formar um grupo só. No exemplo abaixo, vemos uma linha vertical e outra horizontal ao invés de esferas: Figura 3- Lei da Proximidade. Fonte: Arquivo pessoal Neste exemplo de website, veja como ítens similares são agrupados uns aos outros, para dar maior fluidez à leitura na tela. 5

6 VII Jornada de Iniciação Científica Figura 4- Exemplo de página com a lei da proximidade aplicada. Fonte: <http://uiopme.com> 2.3 Lei da Continuidade: Implica que um elemento cuja forma apresenta-se dando continuidade à um certo movimento, faz com que pareça que o mesmo está conectado por uma certa ordem ou disposição. No exemplo abaixo, vemos uma linha contínua ( na segunda figura), ao invés de um percurso pontilhado: Figura 5- Lei da Continuidade. Fonte: Arquivo pessoal Observe como a indentação sugere um movimento, além de sugerir que o link localizado a direita faz parte do de cima. O restante do site também é contínuo: de cima para baixo. 6

7 Figura 6- Exemplo de página com a lei da continuidade aplicada. Fonte: página do Google 2.4 Lei da Pregnância/Simplicidade: A Lei da Pregnância/Simplicidade defende que objetos em um determinado ambiente são vistos de modo que se constituam o mais simples possível, de maneira que as tornem simples a complexas, como pode ser exemplificado nas figuras abaixo: Figura 7- Lei da Pregnância/Simplicidade. Fonte: Arquivo pessoal Aqui dá pra notar que a simplicidade facilita o entendimento do site. Informações descritivas, porém dispostas de maneira simples. 7

8 VII Jornada de Iniciação Científica Figura 8- Exemplo de página com a lei da pregnância/simplicidade. aplicada. Fonte: Xcakeblogs.com 2.5 Lei do Fechamento: A Lei do Fechamento implica que, quando elementos são agrupados se eles se parecem completar, como podemos ver abaixo no exemplo abaixo : Figura 9- Lei do fechamento. Fonte: Arquivo pessoal Neste portal, os blocos são fechados para reforçar a idéia de separação de conteúdo. 8

9 Figura 10- Exemplo de página com a lei do fechamento aplicada. Fonte: Blogblogs.com 3. Percepção Visual - Cor Segundo Fraser (2007), a cor influencia tudo, modelando acidentalmente ou intencionalmente, nossa percepção. Pode comunicar complexas interações de associação e simbolismo ou uma simples mensagem, mais clara que as palavras. O papel da cor é também muito importante para o Webdesign, porque direciona o olhar do observador ao longo da página e atrai a sua atenção. Ela serve para dar expressividade ao Website também assim como organizar e informar que tipo de conteúdo possui através de sua paleta cromática. Arheim, refere-se à cor como um fenômeno que nos atinge de modo intenso e direto. Ainda com base no principio da percepção visual, podemos citar a importância da cor. ninguém nega que as cores carregam intensa expressividade, mas ninguém sabe como tal expressividade ocorre. Admite-se, é amplamente aceito que a expressividade se baseia na associação. Diz-se que o vermelho é excitante porque nos faz lembrar fogo,sangue e revolução. O verde suscita os pensamentos restauradores da natureza, e o azul é refrescante como a água. Mas a teoria da associação não é, neste caso, mais esclarecedora do que em outras áreas. O efeito da cor é demasiadamente direto e espontâneo para ser apenas o produto de uma interpretação ligada ao que se percebe pelo conhecimento. (ARNHEIM, 2002, pg. 358). 9

10 VII Jornada de Iniciação Científica Dessa forma, podemos associar que a idéia da composição equilibrada será reforçada através da disposição da forma e das cores. Dentro da proposta do nosso projeto, em relação à cor, será utilizada em especial, a paleta cromática alaranjada e tons amarelos. Pois esses tons nos remetem à abelhas, mel e flores, e dessa forma irá condizer com o que o autor disserta em sobre a cor e sua dissertação. 4. Redesign do Logotipo da Webbee Na Grécia Antiga as abelhas eram símbolos de obediência e trabalho Na linguagem hieróglifa do Egito, a figura da abelha estava relacionada com os atributos da realeza, em parte por causa da organização de tipo monárquico da sociedade desses insetos. O redesign do logo se baseou na forma e nas cores da abelha. A figura da abelha possui diversos significados. É um símbolo relacionado com diversas qualidades, tais como aplicação e organização. De acordo com Fraser (2007), um dos significados da cor amarela e dourada são energia, leveza, além de transmitir vivacidade e alegria. Foi escolhida e utilizada essa cor para o logotipo de modo que se destacasse em meio aos tons esverdeados e amarronzados da paleta cromática do novo layout da Webbee. Para o projeto do novo portal, redesenhamos o logo para um modelo moderno e que enfatizasse a forma e as cores da abelha. Figura 11 Logo em cor original. Fonte: Arquivo pessoal 10

11 5. Projeto Para o desenvolvimento do projeto foi elaborado um mapa do portal para transmitir melhor a idéia de sua estrutura e navegação. Esta estrutura refere-se ao novo layout. Figura 12 Mapa do portal. Fonte: Arquivo pessoal Houve uma preocupação em projetar a árvore do portal de maneira que a organização e distribuição de seu conteúdo obedecessem a estrutura. Esse planejamento foi baseado no conceito objetivo da usabilidade na web, uma vez que ela está intimamente ligada com a navegabilidade do portal. Neste sentido redesenhamos o atual portal da Webbee com base nos estudos e análises realizadas anteriormente, e para isso, reorganizamos suas informações, levando em conta os conceitos da Usabilidade e Arquitetura da Informação, da Percepção Visual e Gestalt na web assim como conceito da estética na distribuição dos elementos do portal. Uma etapa importante na concepção de um novo layout é a elaboração de um wireframe. Wireframe pode ser definido como uma espécie de esqueleto do site, onde se organizam 11

12 VII Jornada de Iniciação Científica os elementos da interface e deve retratar a arquitetura da informação e usabilidade do sistema desejado. Nesta etapa, o objetivo principal não é ter o layout com o seu visual totalmente pronto, pois a idéia principal do wireframe é ser um rascunho de uma tela que posiciona a ordem dos elementos, da navegação, informação e principalmente a hierarquia de conteúdo de uma interface. Esteticamente falando, propõe-se definir um novo design que possua o equilíbrio entre o belo e o funcional. O equilíbrio não deve ser estudado somente quanto ao tamanho de itens relacionados, mas também quanto a todos os aspectos visuais de um layout. Um design de website é equilibrado quando possui a correta combinação de cores, proporção ideal entre imagens e textos, hierarquização correta de elementos e também quando confere fácil identificação de todos os componentes aos usuários ( DAMASCENO, Anielle. Webdesign Teoria e Prática, São Paulo, 2004, p.15 ) Na figura abaixo, eis o modelo de wireframe com grid que servirá como base para a concepção final gráfica do novo layout da Webbee: Figura 13 Grid aplicado ao Wireframe da nova proposta do Layout. Fonte: Arquivo pessoal 12

13 Figura 14 Grid e estudo da distribuição dos elementos. Fonte: Arquivo pessoal Na figura 14, eis o modelo de wireframe cujas formas coloridas servem para demonstrar como ficará a distribuição dos elementos na página. Note que como a Gestalt é aplicada em um estudo de interface para web, a questão do equilíbrio é fundamental. Figura 15 Wireframe da nova proposta do Layout. Fonte: Arquivo pessoal 13

14 VII Jornada de Iniciação Científica Proposta Final Neste ensaio abaixo, podemos discernir a estrutura proposta para a nova interface do portal da Webbee : Figura 16 Proposta final. Fonte: Arquivo pessoal A comunicação para com o usuário é simples, pois o mesmo tem facilidade em interpretar o portal e o faz de forma quase que intuitiva, independente de qual perfil o seu usuário pertença. Na home, o destaque visual fica por conta do slideshow feito em Flash. Ele possui cinco tempos, isto é, possui cinco fases de fotos de abelhas. É também interativo, o usuário pode pausar a transição ou selecionar a foto que deseja visualizar com o controle situado à esquerda inferior. Figura 17- Slideshow feito no Adobe Flash presente na home do portal. Fonte: Arquivo pessoal 14

15 Ainda no slideshow, há o login form ( também conhecido como caixa de validação de usuário ), onde o usuário inclui o seu nome ( username ) e sua senha ( password ) para ter acesso a certos privilégios do portal, como, por exemplo, o manuseio da ferramenta de banco de dados. O login form foi posicionado na direita superior a fim de ser facilmente localizado. Figura 18- Login Form. Fonte: Arquivo pessoal Além disso, na home, temos um menu lateral localizado à direita que serve para direcionar os usuários que desejam acessar a ferramenta de banco de dados objetivamente, ou visitar o portal Webbee Kids, que é um portal relacionado com o projeto principal. Figura 19- Menu lateral localizado à direita. Fonte: Arquivo pessoal 15

16 VII Jornada de Iniciação Científica As demais páginas do portal não possuirão este menu de navegação. Este menu deve ser visualizado somente na home, dando-se a ele certo destaque, facilitando assim sua acessibilidade. A retirada do menu de navegação à direita presente na home do portal não aparecerá nas demais páginas do portal pelo seguinte motivo : o conteúdo (como informações ou imagens) deve ser priorizado neste momento. Por essa razão, uma maior área com espaços em branco facilita a leitura de textos e possibilita uma melhor distribuição de imagens. Outro detalhe importante em relação a essas páginas é que o slideshow será substituído por imagens estáticas, no caso fotos que representem determinada categoria do menu que o usuário está acessando. Por exemplo: se o usuário estiver acessando Abelhas, a foto que surge é a de uma abelha em seu habitat natural, interagindo, voando etc. Por ser intuitivo, o usuário não encontra quase nenhuma dificuldade em navegar pelo portal. É uma página bem organizada, possui uma combinação simples de categorias para pesquisar, que podem ser acessadas através do menu de navegação à esquerda. O grid em 3 colunas foi projetado de maneira que as informações sejam distribuídas de forma esteticamente equilibrada, além de facilitar a sua leitura. O mesmo pode ser acessado através do link : Conclusão Na concepção deste projeto pude perceber a complexidade de elaborar uma pesquisa acadêmica através de muitos fatores. Um desses fatores é a necessidade de se projetar um roteiro inicial do que deve ser feito antes de iniciar qualquer coisa, com a finalidade de organização para as etapas seguintes de sua pesquisa. Outro fator interessante a ser citado é a respeito das inúmeras mudanças que podem ocorrer no planejamento de uma pesquisa desde seu início até a sua concepção final, devido à imprevistos, novas idéias que podem ser acrescentadas ou até mesmo novas descobertas que possam enriquecer o conteúdo. Em suma, todas as etapas de uma pesquisa possuem igual importância porque é possível aprender muito durante este processo. 16

17 Referências ARHNEIM,Rudolf. Arte e percepção visual Uma Psicologia da Visão Criadora.São Paulo:Editora Pioneira Thomson Learning,2002. DAMASCENO, Anielle. Webdesign:Teoria e Prática. São Paulo: Visual Books, 2004 FRASER, Tom. O guia completo da cor. São Paulo : Editora Senac, GOLDING, Mordy. Pantone Web Color Resource Kit Guia de cores para webdesigners. São Paulo:Editora Quark do Brasil,2003. LEXICON, Helder. Dicionário de Símbolos. São Paulo: Editora Cutrix LTDA, MANDEL, Theo. The elements of user interface. New York: W. Computer; J. Wiley, NIELSEN, Jakob. Projetando Websites Designing Web Usability. São Paulo: Editora Campus, WIEDEMANN, Julius. Web Design:Studios.Hohenzollernring:Editora ICONS,?. Sites consultados: Contato: e 17

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Tópicos da Aula 1. Design 2. Importância do

Leia mais

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução 1 Ivan Ferrer Maia Pós-Graduação em Multimeios / Unicamp Disciplina Multimeios e Educação Prof. Dr. José Armando Valente Avaliação Do Site EducaRede Introdução A quantidade de Websites encontrada no universo

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL WEBDESIGN CAMPUS PRAÇA XI - NOITE VICTOR YAMAMOTO DE SOUZA 200901191267

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL WEBDESIGN CAMPUS PRAÇA XI - NOITE VICTOR YAMAMOTO DE SOUZA 200901191267 UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL WEBDESIGN CAMPUS PRAÇA XI - NOITE VICTOR YAMAMOTO DE SOUZA 200901191267 Rio de Janeiro 2013 INTRODUÇÃO O presente projeto visa o desenvolvimento de

Leia mais

Interface para o ambiente hipermídia Fundamentos da Cor do projeto AVA_ AD

Interface para o ambiente hipermídia Fundamentos da Cor do projeto AVA_ AD Interface para o ambiente hipermídia Fundamentos da Cor do projeto AVA_ AD The graphical interface of the color basis hypermedia of the virtual learning environment for architecture and design Alice C.

Leia mais

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC)

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) Definição do conceito O que é Usabilidade? Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem

Leia mais

Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign

Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Apresentação, Fluxo de Desenvolvimento e Arquitetura da Informação Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net

Leia mais

REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO

REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO 56 :: Webdesign REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO Fundado há mais de 110 anos, o IPT (www.ipt.br), Instituto de Pesquisas Tecnológicas, é uma das fundações mais tradicionais no país. Diante da

Leia mais

Ferramentas de Desenvolvimento do Webdesign

Ferramentas de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Ferramentas de Desenvolvimento do Webdesign Ferramentas de Desenvolvimento, design, cores e Posicionamento de Elementos Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão

Leia mais

Interface Homem-Computador

Interface Homem-Computador Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Interface Homem-Computador Aula: Percepção Visual e de Cores - Parte I Professor: M.Sc. Flávio Barros flathbarros@gmail.com Conteúdo Percepção Visual e de

Leia mais

Análise de usabilidade de menus de navegação em portal com grande quantidade de informação e vários níveis hierárquicos

Análise de usabilidade de menus de navegação em portal com grande quantidade de informação e vários níveis hierárquicos Análise de usabilidade de menus de navegação em portal com grande quantidade de informação e vários níveis hierárquicos Marcia Maia Outubro/2007 Vamos ver nesta apresentação Análise de usabilidade de menus

Leia mais

Técnicas de Exposição de Produtos CONCEITO DE EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS A idéia básica: Mostrar ou destacar alguma coisa. Mostrar também significa: Comunicar O produto deve atrair, seduzir, mexer com os sentidos

Leia mais

Voltado para novos usuários, este capítulo fornece uma instrução para edição de Leiaute do SILAS e suas funções.

Voltado para novos usuários, este capítulo fornece uma instrução para edição de Leiaute do SILAS e suas funções. 13. Editor de leiautes Voltado para novos usuários, este capítulo fornece uma instrução para edição de Leiaute do SILAS e suas funções. Neste capítulo uma breve explicação será apresentada sobre a organização

Leia mais

5 th Brazilian Conference of In form ation Design

5 th Brazilian Conference of In form ation Design CIDI 2013 6TH CIDI 5TH InfoDesign 6TH CONGIC 6 th Inform ation Design International Conference 5 th Brazilian Conference of In form ation Design 6 th Inform ation Design Student Conference Blucher Design

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

CONSIDERAÇÕES FINAIS

CONSIDERAÇÕES FINAIS CONSIDERAÇÕES FINAIS As considerações finais da pesquisa, bem como suas contribuições e sugestões para trabalhos futuros são aqui apresentadas, ressaltando algumas reflexões acerca do tema estudado, sem,

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

E se exis/sse um método ou processo que pudesse ser aplicado em qualquer website para aumentar as vendas?

E se exis/sse um método ou processo que pudesse ser aplicado em qualquer website para aumentar as vendas? 16 May 2013 1 E se exis/sse um método ou processo que pudesse ser aplicado em qualquer website para aumentar as vendas? Esse método existe e funciona para todos os segmentos, não importa o /po de negócio

Leia mais

Apresentação 3. Conceitos Básicos 4. Conceito da Marca 6

Apresentação 3. Conceitos Básicos 4. Conceito da Marca 6 Sumário Apresentação 3 Conceitos Básicos 4 O Clube 5 Conceito da Marca 6 Versões da Marca Assinatura Principal 7 Assinatura Secundária 8 Escala de Cinza 9 Colorida 9 Preto e Branco positivo 9 Preto e Branco

Leia mais

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Josemeire Machado Dias Uma Novas visão atividades, Geral novas sobre funções Webdesign e Interfaces A Internet comercial provocou o

Leia mais

Análise Gráfica de Rótulos de Vinho

Análise Gráfica de Rótulos de Vinho Análise Gráfica de Rótulos de Vinhos Análise Gráfica de Rótulos de Vinho Visual Analysis of Wine Labels Ranzolin, Michele; Universidade de Caxias do Sul micheleranzolin@hotmail.com Vieceli, Liliane; Universidade

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS 1 2 Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS Login é a área de autenticação do sistema. Por questões de segurança, é necessário que o usuário se identifique, impedindo a entrada de pessoas

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia Relatório Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Docente: Leonel Cunha Rui Espírito Santo Laboratório

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

Sumário Prefácio 1 1 Apresentação 1 1 1 Introdução 1 1 2 Entendendo o Webdesign 2 1 2 1 A Evolução da Internet 4 1 3 Design de Internet 8 1 3 1 Harmonia 10 1 3 2 As Formas e suas Funções 11 1 3 3 Equilíbrio

Leia mais

Análise sobre projeto Passo Certo

Análise sobre projeto Passo Certo UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO UNIVERSIDADE VIRTUAL SISTEMAS E MÍDIAS DIGITAIS Disciplina de Cognição e Tecnologias Digitais Professor Dr. José Aires de Castro Filho Análise sobre projeto Passo

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

Teoria de Gestalt aplicada a IHM

Teoria de Gestalt aplicada a IHM Teoria de Gestalt aplicada a IHM José Gustavo de Souza Paiva Introdução [1] Gestalt: teoria de estudo de como os seres humanos percebem as coisas Percepção: visão de TODO, e não de PONTOS ISOLADOS Relações,

Leia mais

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive Google Drive um sistema de armazenagem de arquivos ligado à sua conta Google e acessível via Internet, desta forma você pode acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet.

Leia mais

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex REVISÃO GESTALT Viviane Aiex 1. Leitura Visual do Objeto pelas Leis da Gestalt 1) Unidades: que são os elementos que configuram a forma; 2) Segregação: que é o ato se separar, perceber ou identificar as

Leia mais

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV ÍNDICE 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES 3.1 - Dados Cadastrais 3.2 - Noticias 3.3 Redes Sociais 3.4 - Player 4. DESIGN

Leia mais

REFORMULAÇÃO SITE ARCA BRASIL

REFORMULAÇÃO SITE ARCA BRASIL REFORMULAÇÃO SITE ARCA BRASIL Equipe A³ Elton Sacramento Eveline Almeida Gabriela Yu 1 1. Introdução O site escolhido foi o ARCA Brasil (http://www.arcabrasil.org.br/), uma ONG que promove o bem-estar

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Introdução -Apesar de IHC ser uma área bastante prática, muitos métodos, modelos

Leia mais

3 - Projeto de Site:

3 - Projeto de Site: 3 - Projeto de Site: O site de uma empresa é como um cartão de visita que apresenta sua área de negócios e sua identidade no mercado, ou ainda, como uma vitrine virtual em que é possível, em muitos casos,

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica Composição fotográfica É a seleção e os arranjos agradáveis dos assuntos dentro da área a ser fotografada. Os arranjos são feitos colocando-se figuras ou objetos em determinadas posições. Às vezes, na

Leia mais

Sitegrama e Fluxo das Transações

Sitegrama e Fluxo das Transações Sitegrama e Fluxo das Transações Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 Definição Sitegrama Diagrama que representa a organização hierárquica de um website. Contém todas as páginas de conteúdo e a entrada

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DOS SITES DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Índice 1. Introdução 03 2. Elementos Padronizados 2.1. Topo 2.2. Rodapé 2.3. Menu 2.4. Cores e Fontes 2.5. Títulos 2.6. Banners 04 04

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design Uma das empresas de comunicação e marketing mais destacadas de Ottawa, Canadá, o gordongroup oferece um design premiado para uma oferta completa de produtos de comunicação de identidades

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com Sistema de Navegação 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 O que é navegar? Navegar é alcançar um destino que está fora do alcance de campo de visão do ponto de partida. Para alcançar seu destino, o

Leia mais

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired

Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Design de navegação para tablet : Abordagem projetual da revista digital Wired Gabriel da Costa Patrocínio Universidade Anhembi Morumbi patrocínio.design@gmail.com O presente artigo tem como proposta analisar

Leia mais

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO Análise do professor: Parâmetros para avaliação Ao navegar por Web sites é importante observar alguns tópicos para determinar se um site é bom ou não. Navegação, design, conteúdo, velocidade de acesso,

Leia mais

Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução Nossa inteligência pode ser caracterizada pela nossa capacidade de identificar padrões, e o sistema visual é o nosso

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção À urgência Manual de Identidade Visual Versão 1.0 / Abr. 2012 As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população

Leia mais

Conceitos básicos do Painel

Conceitos básicos do Painel Básico Wordpress Conceitos básicos do Painel Logando no Painel de Controle Para acessar o painel de controle do Wordpress do seu servidor siga o exemplo abaixo: http://www.seusite.com.br/wp-admin Entrando

Leia mais

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2.

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. 1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. Editando um Artigo 4.3. Excluindo um Artigo 4.4. Publicar

Leia mais

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro 10 de setembro JCL Tecnologia 2009 Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website 1 Hamilton Junior Multimídia Designer APRESENTAÇÃO Meu trabalho consiste em criar conceitos e a partir

Leia mais

Anderson Corrêa Carraro 1, Fernando Alves Rodrigues 2, Silvio Francisco dos Santos 3

Anderson Corrêa Carraro 1, Fernando Alves Rodrigues 2, Silvio Francisco dos Santos 3 DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INFORMATIZADO PARA O CONTROLE DE PROCESSOS DA QUALIDADE NA DIRETORIA DE METROLOGIA CIENTÍFICA E INDUSTRIAL DIMCI/INMETRO. Anderson Corrêa Carraro 1, Fernando

Leia mais

Curso de Design Linguagem Visual. Luciano Pedroza

Curso de Design Linguagem Visual. Luciano Pedroza Curso de Design Linguagem Visual Luciano Pedroza O Designer O designer, ao contrário do pensamento comum não é artista, mas utiliza elementos da arte no desenvolvimento do projeto. O artista, por definição,

Leia mais

Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho

Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho Karina Duarte Bittencourt¹, Joe Jackson Sangali Vidor¹, Fabricio Roulin Bittncourt¹ ¹Fundação Comunitária de Ensino Superior

Leia mais

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br!

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br! UX USER EXPERIENCE Luis Felipe Fernandes UX Academy UX Como criar websites e aplicativos que, além de atraentes, são fáceis de usar e atendem às necessidades do usuário. LUIS FELIPE FERNANDES o Alto Alegre

Leia mais

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB.

Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. Uma nova maneira de interagir com a Gráfica Art3! A mais nova tecnologia em aprovação de arquivos via WEB. O Portal Art3 é um sistema que permite uma grande flexibilidade na entrega e aprovação de seus

Leia mais

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO]

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Câmara de Dirigentes Lojistas [SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Sumário 1. Controle de versão... 3 2. Objetivo... 4 3. Site fácil... 4 4. Acessando o sistema de gestão de conteúdo (SGC)... 5 5. Páginas

Leia mais

NTI Núcleo de Tecnologia de Informação / UNIFAL-MG Drupal Manual do Usuário DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO

NTI Núcleo de Tecnologia de Informação / UNIFAL-MG Drupal Manual do Usuário DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO DRUPAL MANUAL DO USUÁRIO Primeiros passos para inserir conteúdo no site. 1. Logar-se no site através de seu usuário e senha. 2. Criar um novo menu. 3. Ativar o menu criado, colocando-o em alguma região

Leia mais

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB SUMÁRIO 1. ACESSANDO PELA PÁGINA DEFAULT... 3 2. ACESSANDO PELA PÁGINA DE LOGIN... 3 3. ACESSANDO PELO MENU PRINCIPAL... 4 3.1. EFETUAR CADASTRO... 5 3.2. ALTERAR CADASTRO...

Leia mais

Programação e Designer para WEB

Programação e Designer para WEB Programação e Designer para WEB Introdução Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Ementa I t d ã hi t t Introdução a hipertexto. A

Leia mais

I COMO CONSULTAR O ACERVO DA BIBLIOTECA DO IBCCRIM POR MEIO DO LINK PESQUISA ON-LINE:

I COMO CONSULTAR O ACERVO DA BIBLIOTECA DO IBCCRIM POR MEIO DO LINK PESQUISA ON-LINE: I COMO CONSULTAR O ACERVO DA BIBLIOTECA DO IBCCRIM POR MEIO DO LINK PESQUISA ON-LINE: 1 1º) Em nossa home page, o associado deverá clicar no link Biblioteca, localizado na barra de menu vertical, à esquerda

Leia mais

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário

Requerimento: Digitador de Pedidos ProfarmaNet. Manual de Apoio. Preparado por: Versão: 1.0. Sumário Vanderlei Manual de Apoio Resumo Módulo Básico Especifico para Instalação e Usabilidade Lista de Distribuição Nome Área / Função Histórico de modificações Versão Data Descrição Responsável 13/12/2013 Versão

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução A Web oferece uma enorme liberdade de escolha e movimentação Qualquer coisa

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação

Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Faculdade de Tecnologia Senac (Pelotas) Análise e desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação Investigando Sistemas de Informação PHP-Nuke Maxwell Rodrigues Laner Sumário 1. Introdução...3 2. 1

Leia mais

VALE INOVE: ANÁLISE DE USO E PROPOSTA DE REFORMULAÇÃO DA INTERFACE DE PROGRAMA DE E-LEARNING

VALE INOVE: ANÁLISE DE USO E PROPOSTA DE REFORMULAÇÃO DA INTERFACE DE PROGRAMA DE E-LEARNING VALE INOVE: ANÁLISE DE USO E PROPOSTA DE REFORMULAÇÃO DA INTERFACE DE PROGRAMA DE E-LEARNING VALE INOVE: INTERFACE EVALUATION AND PROPOSAL OF REDESIGN OF AN E-LEARNING PROGRAM Lucena, C. A. P. 1, Moraes,

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Indice. 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1. 3.1- Categorias de produtos 2. 3.2- Variações de produtos 2. 05- Banners de topo 5

Indice. 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1. 3.1- Categorias de produtos 2. 3.2- Variações de produtos 2. 05- Banners de topo 5 Indice 01- Alterando o visual da loja 1 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1 03- Produtos 2 3.1- Categorias de produtos 2 3.2- Variações de produtos 2 3.3- Inserindo Produtos 3 3.4- Produtos

Leia mais

Introdução. Como adquirir o FrontPage?

Introdução. Como adquirir o FrontPage? Introdução O software FrontPage é muito utilizado para a criação, gerenciamento e publicação de páginas (sites) na Internet. Sendo um produto da Microsoft Corporation, ele apresenta uma interface bastante

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD-EJEF Programa EAD-EJEF Manual do Estudante Versão

Leia mais

Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta

Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta Design Web - Percepção Elisa Maria Pivetta GESTALT Percepção Visual Elisa Maria Pivetta Percepção visual No sentido da psicologia e das ciências cognitivas é uma de várias formas de percepção associadas

Leia mais

Gestalt. Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma.

Gestalt. Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma. Gestalt 29 de setembro de 2006 Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma. '''ORIGEM DA PSICOLOGIA DA FORMA''' Durante o

Leia mais

Manual de Uso Wordpress

Manual de Uso Wordpress Manual de Uso Wordpress Olá! Seja bem vindo ao igual. Agora você pode transmitir todas as notícias importantes da sua comunidade de forma mais simples e eficiente. Mas para que isso aconteça, primeiro

Leia mais

TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO

TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO O Google Docs é um recurso do Google Apps que funciona como um HD VIRTUAL, proporcionandonos criar e compartilhar trabalhos de modo on-line. Trata-se

Leia mais

SEU SITE FUNCIONA? Teste rápido de Usabilidade e Comunicação Web

SEU SITE FUNCIONA? Teste rápido de Usabilidade e Comunicação Web SEU SITE FUNCIONA? Teste rápido de Usabilidade e Comunicação Web Não é mais segredo para ninguém: ter um site de sua empresa na Web já se tornou obrigatório. Mas ter um site não basta. Este site deve agregar

Leia mais

4. Aplicação da Marca 22 a. O site www.umov.me 22 b. Publicidade 23 c. Estande de eventos 24 d. Flyers e lâminas 25

4. Aplicação da Marca 22 a. O site www.umov.me 22 b. Publicidade 23 c. Estande de eventos 24 d. Flyers e lâminas 25 Versão 1.0 Índice 1. Introdução 3 2. Elementos da Identidade Visual da umov.me 4 a. Logomarca 4 b. Cores e Fundos 5 c. Tipologia 12 d. Como usar a tipologia 15 e. As formas de escrita da marca umov.me

Leia mais

REBELDES Com Causa Direitos reservados Brivo Comunicação 2014

REBELDES Com Causa Direitos reservados Brivo Comunicação 2014 REBELDES Com Causa Direitos reservados Brivo Comunicação 204 O Conceito Com Causa O reposicionamento da Reserva se baseia na identificação que a marca já possui com o tema Causas Sociais, enfatizando projetos

Leia mais

USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade

USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Pós-Graduação em Eng. e Gestão do Conhecimento USABILIDADE NA WEB : Projetando Websites com Qualidade Jakob Nielsen Hoa Loranger Rafael Tezza SOBRE A

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção básica Manual de Identidade Visual As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população e suas novas redes foram

Leia mais

DOWNLOAD DO APLICATIVO: INSTALAÇÃO DO APLICATIVO

DOWNLOAD DO APLICATIVO: INSTALAÇÃO DO APLICATIVO DOWNLOAD DO APLICATIVO: O aplicativo deve ser baixado pelo endereço: http://www.estudeadistancia.com/avamobile/ A partir do dia 03/06 será disponibilizado dois links para download: 1 download do aplicativo

Leia mais

Manual de uso da marca do Governo Federal. SECOM / PR Janeiro de 2015

Manual de uso da marca do Governo Federal. SECOM / PR Janeiro de 2015 Manual de uso da marca do Governo Federal SECOM / PR Manual de uso da marca do Governo Federal 1.1 Introdução 3 1.2 Logomarca do Governo Federal 4 1.3 Proporções e medições 5 1.4 Zona de eclusão 6 1.5

Leia mais

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos Design Web Estrutura e estética: Organiação, layout, cores e tipos Apresentação: Estrutura e Estética Organiação Navegação Layout Cores e Tipografia! " Representação e Apresentação Representação Utiliar

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 05/2005 137-TC-C5 Sergio Ferreira do Amaral Faculdade de Educação da UNICAMP

Leia mais

A seguir voce vai poder acompanhar, em 10 passos, como gerenciar o conteúdo das páginas pelas quais voce é responsável.

A seguir voce vai poder acompanhar, em 10 passos, como gerenciar o conteúdo das páginas pelas quais voce é responsável. A seguir voce vai poder acompanhar, em 10 passos, como gerenciar o conteúdo das páginas pelas quais voce é responsável. Índice Geral TULogarUT 3 TUConhecer e VisualizarUT 6 TUÁrea de Edição / Blocos e

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Relatório referente ao período de 24 de abril de 2007 a 29 de maio de 2007.

Relatório referente ao período de 24 de abril de 2007 a 29 de maio de 2007. Relatório do GPES Relatório referente ao período de 24 de abril de 2007 a 29 de maio de 2007. Objetivo O objetivo desse relatório é expor alguns padrões de interface para Web que foram definidos pela Coleção

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital.

A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. Elementos de Diagramação Comunicação Visual A diagramação é o ato de distribuir os elementos gráficos pontos, linhas, formas, textos, cores, em uma representação gráfica ou digital. É construir, estruturar

Leia mais

Jonatha Jünge Graduando em Comunicação e Expressão Visual habilitação Design Gráfico UFSC Pesquisador PIBIC-CNPq Eugenio Merino Dr.

Jonatha Jünge Graduando em Comunicação e Expressão Visual habilitação Design Gráfico UFSC Pesquisador PIBIC-CNPq Eugenio Merino Dr. Design e Usabilidade: A Internet como apoio para disponibilizar material didático via rede Design and Usability: The Internet as support to didactic material sharing through net Jonatha Jünge Graduando

Leia mais

M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r

M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r M a n u a l d o R e c u r s o Q m o n i t o r i t i l advanced Todos os direitos reservados à Constat. Uso autorizado mediante licenciamento Qualitor Porto Alegre RS Av. Ceará, 1652 São João 90240-512

Leia mais

REVISTA CIENTÍFICA DO ITPAC

REVISTA CIENTÍFICA DO ITPAC ANÁLISE COMPARATIVA DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA PROTOTIPAÇÃO DE INTERFACES Silvio Sanches da Silva (Acadêmico de Sistema de Informação pela FAHESA/ITPAC) Márcia Maria Savoine (Mestra. Docente do

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE MENSAGERIA EXPRESSA DOS CORREIOS

MANUAL DO SISTEMA DE MENSAGERIA EXPRESSA DOS CORREIOS VIG: XX.XX.XXXX 1 MANUAL DO SISTEMA DE MENSAGERIA 1 ACESSO 1.1 Digitar na barra de endereço: https://apps.correios.com.br/simex e realizar o login com o nome de usuário e senha enviados. 2 PREPARAR POSTAGEM

Leia mais

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Manual do Usuário Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Índice 1. Visão Geral... 3 2. Acessar o sistema... 3 3. Módulo Inicial... 6 3.1. Cabeçalho do sistema... 6 3.2. Fale Conosco... 6 3.3. Meu Cadastro...

Leia mais

Memorial Descritivo. Faculdade de Tecnologia Senac Goiás Larissa Rocha Suriani Produção Multimídia. Goiânia, 09 de Junho de 2014.

Memorial Descritivo. Faculdade de Tecnologia Senac Goiás Larissa Rocha Suriani Produção Multimídia. Goiânia, 09 de Junho de 2014. Memorial Descritivo Faculdade de Tecnologia Senac Goiás Larissa Rocha Suriani Produção Multimídia Goiânia, 09 de Junho de 2014. Introdução Ao longo do semestre, nos foram apresentadas carga e mais carga

Leia mais

Design e criação em e-mail marketing

Design e criação em e-mail marketing Design e criação em e-mail marketing 17 de junho de 2008, 07:34 E-commerce obteve sucesso em uma campanha de e-mail marketing, que repetiu este ano em versão aperfeiçoada Conheça as decisões de design

Leia mais