Plataforma GeoPantanal: uma ferramenta para a conservação ambiental

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plataforma GeoPantanal: uma ferramenta para a conservação ambiental"

Transcrição

1 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p Plataforma GeoPantanal: uma ferramenta para a conservação ambiental Angelo Pacelli Cipriano Rabelo 1 Ricardo Rodrigues Leite Filho 1 André Giovanni de Almeida Coelho 1 Viviane Fonseca Moreira 1 Fernando Azevedo Mendes 2 1 Instituto Homem Pantaneiro - IHP Ladeira José Bonifácio, 171 Porto Geral Corumbá - MS, Brasil {angelo, ricardo, andre, 2 Agrotools R. Fidêncio Ramos, Cobertura São Paulo - SP, Brasil Resumo. Este artigo objetiva apresentar a Plataforma GeoPantanal, uma ferramenta web de visualização geográfica, criada para disponibilização de informações de forma espacializada, através de um site (www.geopantanal. org.br), destinado a contribuir para a conservação dos recursos naturais inseridos na Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai (BAP). Com base na geotecnologia dos softwares da família ArcGIS, sua finalidade é fornecer subsídios para projetos de diminuição dos impactos ambientais na BAP, principalmente, no bioma Pantanal. A plataforma, também, irá hospedar bancos de imagens e fornecer dados sobre questões socioeconômicas e de segurança na região de fronteira do Brasil com os países da Bolívia e do Paraguai. Criada através de um convênio envolvendo o Instituto Homem Pantaneiro (IHP), com sede em Corumbá/MS/Brasil, e as empresas Agrotools e Imagem/ESRI, a ideia principal envolvendo a ferramenta é o de elaboração, mapeamento, hospedagem e disponibilização de projetos de conservação ambiental, compartilhados entre seus usuários a partir do conceito de geocolaboração, o que requer, necessariamente, a construção de parcerias com órgãos e instituições com atividades e objetivos comuns na área objeto de estudo. Palavras-chave: Pantanal, ambiente, geoprocessamento, conservação, geocolaboração. 755

2 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p Abstract. This article presents the GeoPantanal Platform, a web tool designed for the provision of information spatialized way through a site (www.geopantanal.org.br), designed to contribute to the conservation of natural resources entered in the Alto Paraguay Watershed (BAP). Based on geotechnology the ArcGIS family of software, its purpose is to provide grants for projects to reduce environmental impacts on BAP, mainly in the Pantanal biome. The platform will also host image banks and provide data on socioeconomic and security issues in the border region between Brazil and the countries of Bolivia and Paraguay. Created through a partnership involving the Homem Pantaneiro Institute (IHP), based in Corumbá/MS/Brazil, and Agrotools and Image/ESRI companies, the main idea involving the tool is the drafting, mapping, hosting and delivery of projects environmental conservation, shared among its users based on the concept of geocollaboration which necessarily requires building partnerships with agencies and institutions with common goals and activities in the study area. Key-words: Pantanal, environment, geoprocessing, conservation, geocollaboration. 1. Introdução A Plataforma GeoPantanal é uma ferramenta web de visualização e compartilhamento de mapas e dados, tendo a geotecnologia dos softwares ArcGis como suporte e a geocolaboração como ideia central. Ela foi criada para disponibilização de informações de forma espacializada, como produtos da elaboração de projetos voltados para a conservação dos recursos naturais da Bacia do Alto Paraguai (BAP) e com a finalidade de diminuir os impactos no bioma Pantanal. Preocupações locais de ordem socioeconômica e de segurança em região de fronteira, também, são objetos de demandas da ferramenta. O conceito Plataforma GeoPantanal tem origem em um convênio técnico-científico envolvendo o Instituto Homem Pantaneiro (IHP) e as empresas Agrotools e Imagem/ESRI, idealizado para privilegiar a visualização geográfica de propostas de conservação ambiental em áreas a serem protegidas, permitindo uma melhor interpretação das variáveis a serem monitoradas, de acordo com regras de sustentabilidade definidas pelas instituições parceiras. Criado em 2002, na cidade de Corumbá/MS - Brasil, o Instituto Homem Pantaneiro é uma organização não governamental com a missão de contribuir para a preservação e conservação do Pantanal, através de gestão de áreas protegidas, pesquisas científicas e incentivo às parcerias institucionais voltadas para a sustentabilidade ambiental. A parceria é completada pelas empresas AgroTools e Imagem/ESRI, envolvidas, respectivamente, com geotecnologias nas áreas de agroindústria e geoinformação. Em setembro de 2012, o produto foi concretizado no evento EU ESRI, simpósio que reuniu profissionais do setor de geotecnologias de todo o Brasil, realizado em São Paulo/SP, através da assinatura de um convênio, firmado entre as instituições parceiras. Posteriormente, o site foi criado e passou a hospedar os resultados dos projetos ambientais do IHP. 2. Objetivos A Plataforma GeoPantanal objetiva ser uma plataforma de informação geográfica, enquanto ferramenta auxiliar de projetos ambientais com atuação na Bacia do Alto Paraguai (BAP), hospedando informações sobre as ações naturais e antrópicas nas áreas contempladas pelos projetos. Outro grande objetivo é hospedar um banco de dados com informações e dados sistematizados de diferentes áreas institucionais, com inserção nas áreas da Bacia do Alto Paraguai. A iniciativa tem por base a disponibilização de informações em um único local, viabilizando ações e decisões mais eficazes nos processos de conservação ambiental, a partir da prática da geocolaboração entre usuários parceiros e demais participantes. 3. Material e Métodos 756

3 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p A geocolaboração é um conceito recente, que envolve o compartilhamento entre usuários que consomem e contribuem com informações afins em sistemas web de mapeamento geográfico. Ela permite gerar dados por parte de mapeadores voluntários, utilizando navegadores, sensores e plataformas de mapeamento online, como o Google Maps. Ela emprega computação em nuvem, mapeamento colaborativo e modelização virtual. (Meneguette, 2013) As Plataformas de Mapeamento Colaborativo, como a Plataforma GeoPantanal, permitem a edição e adição de elementos sobre uma base cartográfica. Existem vários exemplos dessas ferramentas à disposição dos mais diversos usuários, como o I3GEO (Interface Integrada para Internet de Ferramentas de Geoprocessamento) e o SISLA/MS (Sistema Interativo de Suporte ao Licenciamento Ambiental - Projeto GeoMS), softwares públicos, desenvolvidos, respectivamente, pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, que disponibilizam informações geográficas georreferenciadas, via web. A exemplo de outras ferramentas semelhantes, são desenvolvidas, em sua maioria, por instituições públicas e utilizadas para difundir o uso do geoprocessamento como instrumento de acesso aos dados geográficos existentes em instituições públicas ou privadas e organizações não governamentais, possibilitando a análise e tomada de decisões. Elas podem ser utilizadas por qualquer instituição interessada, uma vez que se baseiam em softwares livres, o que diminui consideravelmente os custos de seu desenvolvimento. A Plataforma GeoPantanal, por sua vez, se assenta sobre a tecnologia ArcGIS da empresa ESRI Inc., com a utilização dos seguintes produtos (Mendes, 2014): ArcGIS for Desktop (software de produção dos conteúdos a serem hospedados no servidor, transformando dados crus em informações operacionais); ArcGIS for Server (ambiente servidor de hospedagem de dados e que disponibiliza um Sistema de Informação Geográfica como suporte a processos de tomada de decisão); Banco de Dados em PostGres com ArcGIS SDE Spatial Data Base Engine (gerenciador de dados espaciais em um sistema de banco de dados relacional, RDBMS), desenvolvida com a API ESRI Java Script. ArcGIS Online for Organization (plataforma de mapas em tecnologia de nuvem, que disponibiliza mapas online, para compartilhamento de conteúdos de geoprocessamento). Em resumo, os dados a serem incorporados na Plataforma GeoPantanal são gerados no ArcGIS for Desktop, através do geoprocessamento de informações dos projetos. Em seguida, os dados serão alocados em um geodatabase, banco de dados relacional que armazena um conjunto de feições vetoriais, a ser enviado ao ArcGIS for Server, que irá armazenar os arquivos para disponibilização online. A arquitetura do sistema está demonstrada na Figura 1. O banco de dados no ArcGIS for Server constará, também, de metadados, ou seja, conjunto de informações referentes à origem dos dados, utilizados para resguardar as fontes dos mesmos, através da identificação, autoria, datação, conteúdo, entre outras informações armazenadas nos próprios geodatabases dos projetos. Isso é justificado porque muitos dados brutos, como infraestrutura, socioeconomia e recursos naturais, são compostos de informações obtidas em sites de órgãos públicos, como IBGE, Ministério do Meio ambiente e Agência Nacional das Águas, entre outros. 757

4 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p Figura 1. Arquitetura de operação da Plataforma GeoPantanal 3.1 Funcionalidade Ao acessar o site da Plataforma GeoPantanal (www.geopantanal.org.br), o usuário será apresentado ao layout da ferramenta e poderá acessar os projetos hospedados, clicando nos banners dos mapas apresentados na tela inicial (Figura 2). Figura 2. Layout da Plataforma GeoPantanal. Em seguida, o usuário será transportado para um visualizador de mapas, com o projeto específico escolhido inicialmente. Um mapa base (basemap) irá fornecer, automaticamente, um plano de fundo para a visualização geográfica do conteúdo, podendo ser alterado pelo usuário, que irá dispor de uma galeria de mapas base dispostos no canto superior direito do visualizador. No canto esquerdo, há um menu com as opções de edição e produção, e outro menu com as 758

5 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p legendas do conteúdo do projeto visualizado (Figura 3). Figura 3. Layout do projeto Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar. Os recursos de geoprocessamento da Plataforma GeoPantanal permitem, ao usuário, desfrutar do poder de um Sistema de Informação Geográfica enquanto suporte aos processos de tomada de decisão. Os mapas gerados pelo usuário poderão ser objetos de download e partilhado em qualquer lugar, a qualquer hora e a partir de qualquer dispositivo. 4. Resultados e Discussão O site da Plataforma GeoPantanal (www.geopantanal.org.br) está apto a hospedar dados e informações de projetos de sustentabilidade e parcerias institucionais, unindo, assim, várias iniciativas de diferentes origens, mas com finalidades comuns. Contribuições individuais de usuários comuns, também, serão bem vindas. O IHP possui projetos no território brasileiro da Bacia do Alto Paraguai, especialmente na Serra do Amolar, onde desenvolve ações, com resultados a serem incorporados na Plataforma GeoPantanal. Atualmente, a Plataforma hospeda informações dos seguintes projetos: RPCSA: Unidades de Conservação e Terras Indígenas, Mapa Social (famílias ribeirinhas e escolas públicas no Pantanal), Monitoramento do rio Paraguai e Cobertura Vegetal da Serra do Amolar; IHP/RPCSA: Cabeceiras do Pantanal - cursos d água, uso do solo e impactos ambientais; Plataforma de Diálogo: Indústrias mineradoras de Corumbá/MS; Governo MS: Macrozoneamento Geoambiental do MS; Instituto SOS Pantanal: Expedição Pantanal ; PCBAP/Ministério do Meio Ambiente: Plano de Conservação da Bacia do Alto Paraguai. A Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar (RPCSA) é um dos principais projetos do IHP, em parceria com as instituições: Instituto Acaia Pantanal, Fazenda Santa Tereza, Fundação Ecotrópica e Parque Nacional do Pantanal Matogrossense. A Polícia Militar Ambiental contribui na fiscalização, segurança e apoio em campo. (Moreira, 2010) A RPCSA ampara a atividade de proteção e conservação ambiental ao longo do rio Para- 759

6 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p guai, na região da Serra do Amolar, localizada no norte da planície pantaneira, na fronteira entre Brasil e Bolívia, abrangendo os municípios de Corumbá (MS) e Poconé (MT). A região inclui o Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, quatro áreas protegidas por legislação ambiental e duas propriedades privadas que apoiam e participam da iniciativa. As áreas da RPCSA constituem um mosaico de terras protegidas, envolvendo hectares, das quais hectares são legalmente declaradas como áreas protegidas e classificadas, pelo Ministério do Meio Ambiente/Brasil, como de alta prioridade e de importância extremamente alta para a conservação da biodiversidade. O objetivo maior é proteger e conservar a biodiversidade da região, aumentando a área de proteção em torno do Parque Nacional do Pantanal Matogrossense. Com a otimização de recursos financeiros, técnicos e logísticos, a RPCSA busca: Implementar ações que contribuam para a proteção de áreas protegidas no Pantanal; Fomentar pesquisas científicas como ferramenta para conservação da biodiversidade; Assegurar a presença e a ação do poder público na região, por meio de parcerias institucionais e ações específicas para assegurar a qualidade de vida da população local; Desenvolver programas de monitoramento, prevenção e combate a incêndios florestais; Promover a integração harmônica entre conservação e desenvolvimento humano; O Monitoramento Ambiental é uma das ações da RPCSA. Executado desde 2008, é realizado mensalmente pelos técnicos do IHP e da Fundação Ecotrópica, envolvendo a coleta, registro visual e análise de parâmetros ambientais, como fauna e flora, qualidade da água (ph), além de ações antrópicas e de diversos tipos de embarcações presentes rio Paraguai, no trecho entre a Serra do Amolar e a cidade de Corumbá. (Moreira, 2010) A RPCSA elaborou, em 2010, o Projeto Cabeceiras, onde o IHP é responsável pelos levantamentos técnicos e propostas de ações emergenciais no Planalto de entorno do Pantanal, onde se localizam as nascentes. A delimitação da área e das ações do projeto segue os estudos do Projeto GEF Alto Paraguai. (ANA/GEF/PNUMA/OES, 2004) O projeto Cabeceiras do Pantanal representa um esforço de conservação ambiental por parte da RPCSA. O conceito está focado na questão do uso do solo e dos impactos ambientais nas nascentes do rio Paraguai, responsável pela operação de todo o fluxo hidrológico da planície pantaneira (Figura 4). A Plataforma de Diálogo é um formato de interlocução, iniciado em 2006, sobre o polo minero industrial de Corumbá (MS), em uma iniciativa constituída pelas ONGs Instituto Homem Pantaneiro, ECOA, Fundação Ecotrópica, Fundação Neotrópica, Fundação Boticário, CI Brasil e Fundação AVINA, e empresas Petrobras, MMX, MSGAS, Vetorial Siderurgia e Vale. Seu objetivo é buscar soluções para conciliar as necessidades do crescimento econômico e a sustentabilidade socioambiental no Pantanal, através de um processo que promova transparência, o debate e participação da sociedade. (Plataforma de Diálogo, 2010) O Macrozoneamento Geoambiental é um projeto composto de mapas temáticos dos recursos naturais do Estado de Mato Grosso do Sul, para mensuração do seu potencial socioeconômico. (Mato Grosso do Sul Seplan, 1989) A Expedição Pantanal é um projeto do Instituto SOS Pantanal, que percorreu km da planície pantaneira, mapeando iniciativas conservacionistas na Bacia do Alto Paraguai. (Instituto Socioambiental SOS Pantanal, 2012) O PCBAP foi uma iniciativa das Secretarias de Meio Ambiente dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, para a elaboração de um trabalho técnico-científico no contexto socioambiental, para definição de diretrizes para a conservação ambiental da Bacia do Alto Paraguai. (Ross, 2006) 760

7 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p Figura 4. Detalhe do projeto Cabeceiras do Pantanal, hospedado na Plataforma GeoPantanal Próximas ações A Plataforma GeoPantanal tem como próximos desafios hospedar, gerar e fornecer dados e informações sobre os seguintes projetos elencados na Tabela 1. Tabela 1. Ações a serem desenvolvidas na Plataforma GeoPantanal Projeto Informações a serem disponibilizadas Diagnóstico Social e Mapa de Distribuição da comunidade ribeirinha; RPCSA Escolas públicas e distribuição da moradia de alunos no Pantanal; Mapa Social, com dados dos alunos das escolas ribeirinhas. Cabeceiras do Pantanal Plataforma de Diálogo Conservação Outros Uso do solo e impactos ambientais nas cabeceiras dos rios do Pantanal; Estado de conservação dos principais rios tributários do rio Paraguai. Identificação de áreas e impactos de mineração e siderurgia; Impactos ambientais em Corumbá e Ladário; Áreas prioritárias de conservação e biodiversidade do Maciço do Urucum; Recursos Hídricos e áreas de vegetação suprimidas. Ativos naturais (espécies ameaçadas, raras e bioindicadoras). Pontos estratégicos para segurança nacional na fronteira Brasil/Bolívia; Banco de Dados com informações estratégicas (áreas protegidas, áreas indígenas, desmatamento, agronegócio, infraestrutura, entre outras); Propriedades privadas e infraestrutura na faixa de fronteira; Meios de transportes nos recursos hidricos da fronteira Brasil/Bolívia. 761

8 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p Na Tabela 2, estão relacionados os resultados a serem alcançados pelos projetos em desenvolvimento, com auxílio da Plataforma GeoPantanal. Tabela 2. Resultados a serem alcançados com auxílio da Plataforma GeoPantanal Tema Conservação Social Educação Segurança Pública Atividades Industriais Resultados Implantação de um Planejamento Sistemático de Conservação da biodiversidade do Pantanal; Banco de Dados, com informações de livre acesso a sociedade, para um monitoramento transparente das áreas de interesse público e avaliação dos usos de recursos naturais. Acesso a políticas públicas, saúde, educação e programas sociais; Apoio ao Poder Público no fornecimento de dados espaciais da região. Acesso às escolas mais próximas aos alunos; Apoio ao Poder Público para controle da população estudantil; Auxílio no planejamento do acesso à educação da população ribeirinha. Contribuir para redução do tráfico de drogas e de animais silvestres; Contribuir para redução do roubo de gado; Parceria com as Forças Armadas, Polícia Federal e Polícia Militar Ambiental. Auxiliar na implantação do Monitoramento das nascentes e qualidade da água nos córregos dentro e no entorno das áreas de mineradoras; Auxiliar na implantação dos programas de recuperação das áreas utilizadas para lavra de minério; Auxiliar na identificação e monitoramento da biodiversidade nas áreas industriais. 5. Conclusões A Plataforma GeoPantanal é uma ferramenta web geocolaborativa, criada para viabilizar uma solução integrada que possibilita aos usuários visualizar informações espaciais e a criação de novos mapas e análises, com diversas possibilidades de interação de dados, com a finalidade de um efetivo monitoramento ambiental para fins de preservação do bioma pantaneiro, harmonizando as forças da natureza com toda a atividade humana nas áreas protegidas. É uma ferramenta de Solução Geográfica altamente configurável e dinâmica, que permite a executar desde o trabalho em campo até a publicação dos resultados alcançados. Concebida para projetos e ações desenvolvidos na BAP, em particular, no bioma Pantanal e seu planalto de entorno, tem como insumos os mapeamentos de dados e informações dos projetos, levantamentos de campo e demais informações geradas nas atividades cotidianas das instituições parceiras, produzidos no software ArcGIS. Com o recurso à utilização de uma Plataforma Informação Geográfica será possível monitorar e acompanhar a evolução do bioma Pantanal, antecipando ações e medidas para a sua preservação e conservação, de acordo com os objetivos e estratégias definidos pelas instituições parceiras do projeto. Nesse contexto, a Plataforma permite hospedar produtos de geoprocessamento, com amostragem dos resultados obtidos, transformando dados em informações espaciais e permitindo a visualização, análise geográfica e a integração dos projetos desenvolvidos, num único modelo de dados operacionais. Permite, também, a partilha dos resultados, através da geocolaboração, gerando conhecimento e uma maior compreensão coletiva e aumentando a capacidade de ação, reação e interação entre todos que interagem com a ferramenta. Permite, ainda, trabalhar de uma forma holística, integrando num único modelo de dados 762

9 Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p operacionais, toda a informação de fauna, flora, clima, atividade industrial, etc., relevante para uma melhor conservação e proteção das áreas protegidas do Pantanal. Em médio prazo, a meta é incluir as informações dos projetos desenvolvidos pelo IHP e demais parceiros. Para tanto, fica ao alcance dos colaboradores e seus parceiros a utilização da Plataforma GeoPantanal como ferramenta-base para consolidação e comparação de dados de diferentes origens e áreas operacionais, disponibilizando uma apresentação geográfica dos resultados em diferentes formatos de visualização e sobre diferentes mapas base. Considerando as informações elencadas, a Plataforma GeoPantanal deverá se tornar uma ferramenta em permanente evolução. Seu banco de dados georreferenciado será atualizado cotidianamente, de acordo com os conteúdos gerados pelas atividades desenvolvidas e demais contribuições de instituições parceiras que vierem a somar no projeto. 6. Referências ANA/GEF/Pnuma/OEA. Programa de ações estratégicas para o gerenciamento integrado do Pantanal e da Bacia do Alto Paraguai: Relatório Final. Agência Nacional das Águas (ANA), Fundo Para o Meio Ambiente Mundial (GEF), Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Organização dos Estados Americanos (OEA). Brasília: TDA Desenho & Arte Ltda, Instituto Socioambiental SOS Pantanal. Expedição Pantanal: um olhar sobre as práticas sustentáveis. Relatório Técnico. Campo Grande: Instituto SOS Pantanal, p. Disponível em < Acesso: 22 ago Mato Grosso do Sul - Secretaria de Planejamento e Controle e Coordenação Geral. Macrozoneamento Geoambiental do Estado de Mato Grosso do Sul. Campo Grande-MS: Seplan/MS, Disponível em <http://www. servicos.ms.gov.br/semac_download/macrozoneamentogeoambientaldems.pdf>. Acesso: 22 ago Mendes, F. A.; Branco, P. Manual de Acesso da Plataforma GeoPantanal. São Paulo: AgroTools, p. Mendes, F. A.; Branco, P. Manual de Gestão da Plataforma GeoPantanal. São Paulo: AgroTools, p. Meneguette, A. Conheça o conceito de geocolaboração. Presidente Prudente: FCT/Unesp, Disponível em Acesso: 22 ago Ministério do Meio Ambiente. Caderno da Região Hidrográfica do Paraguai. MMA/Secretaria de Recursos Hídricos. Brasília: MMA, Ministério do Meio-Ambiente. BM Pnud. Plano de Conservação da Bacia do Alto Paraguai Pcbap. 3 volumes, 8 tomos. Brasília, Moreira, V. F.; Bertassoni, A.; Rabelo, A. P. C.; Porfirio, G. E. O.; Rabelo, F. A.; Leal, S. P. S.; Xavier-Filho, N. L. Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar: Esforço de Conservação dos Recursos Naturais. In: Simpósio sobre Recursos Naturais e Socioeconômicos do Pantanal Simpan, 5. Corumbá: Anais... Corumbá: Embrapa Pantanal, Plataforma de Diálogo. Estratégias de Sustentabilidade para o Polo Minero Industrial no Pantanal. Campo Grande: Gibim Ed., Ross, J. L. S. Pcbap Plano de Conservação da Bacia do Alto Paraguai e o zoneamento ecológicoeconômico para o Brasil. In; Anais do I Simpósio de Geotecnologias no Pantanal. Campo Grande: Embrapa Informática/Inpe, P Disponível em Acesso: 22 ago Silva, J. S. V.; Abdon, M. M.; Souza, I.M. Elaboração do mosaico do bioma Pantanal. In: Congresso Brasileiro de Agroinformática - SBIAgro, 6., 2007a. São Pedro, 08 a 11 de outubro de Anais... Campinas: Embrapa Informática Agropecuária, p (CD-ROM) 763

SERRA DO AMOLAR. A vida que bate no lado esquerdo do Pantanal

SERRA DO AMOLAR. A vida que bate no lado esquerdo do Pantanal SERRA DO AMOLAR A vida que bate no lado esquerdo do Pantanal 2015 O CAMINHO DAS ÁGUAS Quando adentram a planície, as águas diminuem de velocidade por conta da baixa declividade e dão origem a grandes

Leia mais

O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão

O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão MundoGEO#Connect LatinAmerica 2013 Seminário Gestores Públicos da Geoinformação São Paulo, 19 de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Serviços para geração de sistema de monitoramento territorial integrado em terras indígenas

TERMO DE REFERÊNCIA Serviços para geração de sistema de monitoramento territorial integrado em terras indígenas TERMO DE REFERÊNCIA Serviços para geração de sistema de monitoramento territorial integrado em terras indígenas 1. APRESENTAÇÃO A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização sem fins lucrativos que

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal

Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO - IMAGENS Abril de 2011 DETALHAMENTO DO TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 172 MA

FICHA PROJETO - nº 172 MA FICHA PROJETO - nº 172 MA Mata Atlântica Pequeno Projeto 1) TÍTULO: Morro do Caçador Uma Proposta de Unidade de Conservação. 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Florianópolis, Ilha de Santa Catarina.

Leia mais

"Protegendo as nascentes do Pantanal"

Protegendo as nascentes do Pantanal "Protegendo as nascentes do Pantanal" Diagnóstico da Paisagem: Região das Cabeceiras do Rio Paraguai Apresentação O ciclo de garimpo mecanizado (ocorrido nas décadas de 80 e 90), sucedido pelo avanço das

Leia mais

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências.

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências. TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS Tecnologia Geoprocessamento Sistemas de Informações Geográficas Sensoriamento Remoto Geociências Geofísica www.hexgis.com PIONEIRISMO E INOVAÇÃO Idealizada a partir

Leia mais

- Local para a disposição final de lixo e esgoto gerados a bordo da embarcação identificada;

- Local para a disposição final de lixo e esgoto gerados a bordo da embarcação identificada; 413 - Escritório de apoio administrativo e Posto de Informação implantado; - Visitantes informados sobre o Parque, seus objetivos e atividades de visitação disponíveis; - Local para a disposição final

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Plataforma Ambiental para o Brasil A Plataforma Ambiental para o Brasil é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e traz os princípios básicos e alguns dos temas que deverão ser enfrentados na próxima

Leia mais

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Paula Bernasconi Ricardo Abad Laurent Micol Maio de 2008 Introdução O município de Alta Floresta está localizado na região norte do estado de Mato

Leia mais

Apresentação. Maio de 2014

Apresentação. Maio de 2014 Apresentação Maio de 2014 Desafios para a disponibilização da geoinformação para o Monitoramento Ambiental Moderno Case: Ibama Objeto Auxiliar a promoção de um Monitoramento Ambiental Moderno apoiado por

Leia mais

Visão integrada. da conservação

Visão integrada. da conservação para sempre Em busca do equilíbrio entre a produção econômica e a conservação do Pantanal, o WWF-Brasil atua na Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai em uma perspectiva transfronteiriça e em articulação

Leia mais

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS, EM LABORATÓRIO DO UNIFESO José Roberto de C. Andrade Professor do Centro de Ciências e Tecnologia, UNIFESO Sergio Santrovitsch

Leia mais

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT

04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT 04 a 06 de Novembro de 2015 Cuiabá - MT Padrões de evolução de atividades agropecuárias em regiões adjacentes ao Pantanal: o caso da série histórica da agricultura e da produção animal na bacia do Rio

Leia mais

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Conceito de Tecnologia Social aplicada a Municípios Sustentáveis: "Compreende técnicas, metodologias e experiências

Leia mais

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Autores: Milton Satoshi Matsushita 1 e Reinaldo Tadeu O. Rocha 2 1 Engenheiro

Leia mais

Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite

Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite Leonardo Mariano Gravina Fonseca 1, Myriam Maia Nobre 1, Denis Teixeira da Rocha 1, Elizabeth Nogueira

Leia mais

Período: 13/09/2013 a 31/12/2013. Publico Alvo: 51 Gestores Governamentais

Período: 13/09/2013 a 31/12/2013. Publico Alvo: 51 Gestores Governamentais Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral Unidade de Apoio a Projetos Especiais Projeto de Inserção dos Gestores Governamentais Programa de Qualificação Profissional para os Gestores Governamentais

Leia mais

1.1. Fonte: Elaborado por STCP Engenharia de Projetos Ltda., 2011.

1.1. Fonte: Elaborado por STCP Engenharia de Projetos Ltda., 2011. 1 - APRESENTAÇÃO A Área de Proteção Ambiental (APA) Serra Dona Francisca, localizada no município de Joinville/SC, com área mapeada de 40.177,71 ha, foi criada através do Decreto n 8.055 de 15 de março

Leia mais

http://mapas.ipea.gov.br/i3geo/

http://mapas.ipea.gov.br/i3geo/ IPEAMAPAS Disponibilização de forma espacializada dos dados publicados pelo IPEA; Permite interatividade com outros dados disponíveis (infraestrutura, assistência social, saúde, educação, cultura e dados

Leia mais

Diagnóstico Ambiental Município de Apiacás MT

Diagnóstico Ambiental Município de Apiacás MT Diagnóstico Ambiental Município de Apiacás MT 2011 Diagnóstico Ambiental do Município de Apiacás MT Carolina de Oliveira Jordão Vinícius Freitas Silgueiro Leandro Ribeiro Teixeira Ricardo Abad Meireles

Leia mais

LEVANTAMENTO E MONITORAMENTO DOS RECURSOS FLORESTAIS DOS TABULEIROS COSTEIROS DO NORDESTE DO BRASIL*

LEVANTAMENTO E MONITORAMENTO DOS RECURSOS FLORESTAIS DOS TABULEIROS COSTEIROS DO NORDESTE DO BRASIL* LEVANTAMENTO E MONITORAMENTO DOS RECURSOS FLORESTAIS DOS TABULEIROS COSTEIROS DO NORDESTE DO BRASIL* BOLFE, É. L. 1 I. INTRODUÇÃO A necessidade de conhecer os modelos atuais de uso da terra e as modificações

Leia mais

Infraestrutura de informações geoespaciais e georreferenciadas

Infraestrutura de informações geoespaciais e georreferenciadas Infraestrutura de informações geoespaciais e georreferenciadas 1. Apresentação do Problema Epitácio José Paes Brunet É cada vez mais expressiva, hoje, nas cidades brasileiras, uma nova cultura que passa

Leia mais

ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS

ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS ANEXO CHAMADA III DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES PARA GESTÃO E AVALIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS OBJETIVO Esta chamada tem por objetivo financiar projetos relacionados a ações de gestão e avaliação

Leia mais

FICHA PROJETO - nº383-mapp

FICHA PROJETO - nº383-mapp FICHA PROJETO - nº383-mapp Mata Atlântica Pequeno Projeto 1) TÍTULO: Restauração da Região Serrana RJ: assistência técnica para consolidar uma rede de produtores rurais e viveiros comunitários. 2) MUNICÍPIOS

Leia mais

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento Ações de Prevenção e Controle do Desmatamento no Brasil: Amazônia, Cerrado e Caatinga Brasília, setembro

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA OBSERVATÓRIO SÓCIO-AMBIENTAL FICHA DE APRESENTAÇÃO SISTEMA INTERATIVO DE MONITORAÇÃO E PARTICIPAÇÃO PARA O APOIO À IMPLEMENTAÇÃO DA PLATAFORMA DE C O O P E R A Ç Ã O A M B I

Leia mais

Município de Colíder MT

Município de Colíder MT Diagnóstico da Cobertura e Uso do Solo e das Áreas de Preservação Permanente Município de Colíder MT Paula Bernasconi Ricardo Abad Laurent Micol Julho de 2008 Introdução O município de Colíder está localizado

Leia mais

1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal

1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal 1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal Ações do Governo Federal Visando à Valorização e Conservação da Biodiversidade Vegetal João de Deus Medeiros joao.medeiros@mma.gov.br Departamento

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programa Águas de Araucária

Mostra de Projetos 2011. Programa Águas de Araucária Mostra de Projetos 2011 Programa Águas de Araucária Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria Municipal

Leia mais

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa PMS-MT Cartilha Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes Fortalecimento da gestão ambiental municipal Contexto e benefícios Tarefas Regularização ambiental e fundiária

Leia mais

Anexo II - Termo de Referência

Anexo II - Termo de Referência Aneo II - Termo de Referência 1. Antecedentes O projeto BRA/11/001 tem como objetivo cooperar, por meio de suporte técnico ao Ministério do Meio Ambiente, para a implementação dos dispositivos da Convenção

Leia mais

Jonathan J. Campos, Jefferson de Faria, William de O. Sant Ana

Jonathan J. Campos, Jefferson de Faria, William de O. Sant Ana APLICAÇÕES GEOGRÁFICAS NA WEB PARA INTEGRACÃO DE DADOS DO MONITORAMENTO AMBIENTAL DE ÁREAS DEGRADADAS PELA MINERAÇÃO DE CARVÃO NA BACIA CARBONÍFERA DO SUL DO ESTADO DE SANTA CATARINA Jonathan J. Campos,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PLANO DE TRABALHO 123: GEOPROCESSAMENTO E CADASTRAMENTO DE PROPRIEDADES DO OESTE BAIANO

TERMO DE REFERÊNCIA PLANO DE TRABALHO 123: GEOPROCESSAMENTO E CADASTRAMENTO DE PROPRIEDADES DO OESTE BAIANO TERMO DE REFERÊNCIA PLANO DE TRABALHO 123: GEOPROCESSAMENTO E CADASTRAMENTO DE PROPRIEDADES DO OESTE BAIANO 1 - Identificação da Consultoria GEO 1 Prestação de serviço especializado de consultoria pessoa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PÁGINA WEB DO LAPIG WANESSA CAMPOS SILVA Goiânia Junho

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007 INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007 Consultoria especializada (pessoa física) para elaborar e implantar novas metodologias

Leia mais

Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção

Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção Programa 0508 Biodiversidade e Recursos Genéticos - BIOVIDA Objetivo Promover o conhecimento, a conservação e o uso sustentável da biodiversidade e dos recursos genéticos e a repartição justa e eqüitativa

Leia mais

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território SEMINÁRIO VALOR ECONÔMICO AGRICULTURA COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território Gestão da propriedade e governança do território

Leia mais

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade N T I Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Uma Visão Simplificada das Atividades Um Breve Resumo Histórico Situação da Informação em 1995

Leia mais

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos - Criação e Estruturação da Moratória da Soja - Realizações da Moratória da Soja - A Prorrogação da Moratória - Ações Prioritárias Relatório Apresentado pelo

Leia mais

Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global

Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global II Congresso de Mineração da Amazônia Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global Vânia Somavilla Vale - Diretora de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Novembro de

Leia mais

Documento de Projeto. Monitoramento do Desmatamento nos Biomas Brasileiros por Satélite

Documento de Projeto. Monitoramento do Desmatamento nos Biomas Brasileiros por Satélite Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Documento de Projeto Projeto Número: 00061740 BRA/08/011 Monitoramento do Desmatamento nos Biomas Brasileiros por Satélite Este projeto tem como objetivo

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate

TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate Workshop Divisão Tributária 18.04.2013 CIESP - CAMPINAS PROGRAMA 1. BREVE INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS PARA O COMBATE AO DESMATAMENTO

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS PARA O COMBATE AO DESMATAMENTO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS PARA O COMBATE AO DESMATAMENTO Resposta ao Observatório do Clima sobre suas considerações ao Sumário de informações sobre como

Leia mais

ATIVIDADES DO NGEO. As atividades do NGEO se dividem em basicamente duas linhas principais:

ATIVIDADES DO NGEO. As atividades do NGEO se dividem em basicamente duas linhas principais: O NGEO O Núcleo de Geoprocessamento NGEO, inaugurado oficialmente em 02 de dezembro de 2004, está subordinado à gerência de Tecnologia e é o local na Agência Ambiental responsável pela verificação da qualidade

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 3º Encontro Planejando intervenções Polo 6 P.E. Serra do Mar Núcleo Caraguatatuba Algo que pode provocar ou, também, inspirar...

Leia mais

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Distribuição dos Recursos entre Áreas de Aplicação Área de Aplicação Limite de ção do total dos recursos

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA BACIA DO RIO TAQUARI

PROGRAMA DE AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA BACIA DO RIO TAQUARI Manutenção e recuperação da capacidade produtiva da região do Médio e Baixo Apoiar o desenvolvimento de atividades produtivas com espécies adaptadas a região (fauna e flora) Identificar as potencialidades

Leia mais

Workshop sobre o Corredores de Biodiversidade do Escudo da Guiana para agilizar o suporte à realização das metas de Aichi de Biodiversidade

Workshop sobre o Corredores de Biodiversidade do Escudo da Guiana para agilizar o suporte à realização das metas de Aichi de Biodiversidade Workshop sobre o Corredores de Biodiversidade do Escudo da Guiana para agilizar o suporte à realização das metas de Aichi de Biodiversidade PLANO DE AÇÃO Preâmbulo: Nós, os participantes do workshop chamado

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 075-MA

FICHA PROJETO - nº 075-MA FICHA PROJETO - nº 075-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: CENTRO DE REFERÊNCIA EM BIODIVERSIDADE DA SERRA DOS ÓRGÃOS: UMA ALIANÇA ENTRE EDUCAÇÃO, TURISMO E CONSERVAÇÃO. 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO

Leia mais

Secretaria do Meio Ambiente. Fundação Florestal

Secretaria do Meio Ambiente. Fundação Florestal Secretaria do Meio Ambiente Fundação Florestal Governo do Estado de São Paulo Sistema Ambiental Paulista Projeto DataGEO Implantação de uma Infraestrutura de Dados Espaciais Ambientais do Estado de São

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS.

GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS. GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS. CÁSSIO SILVEIRA BARUFFI(1) Acadêmico de Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Católica

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS Alice Nardoni Marteli, Edson Luís Piroli Unesp Campus de Ourinhos Geografia alicenmart@gmail.com;

Leia mais

Compilar, organizar e disponibilizar os resultados das pesquisas científicas sobre a Unidade de Conservação;

Compilar, organizar e disponibilizar os resultados das pesquisas científicas sobre a Unidade de Conservação; 4. PROGRAMAS DE MANEJO 4.1 PROGRAMA DE PESQUISA Objetivo Geral Visa dar suporte, estimular a geração e o aprofundamento dos conhecimentos científicos sobre os aspectos bióticos, abióticos, sócio-econômicos,

Leia mais

ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2)

ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2) ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2) Duração: 3 dias (24 horas) Versão do ArcGIS: 10.2 Material didático: Inglês Descrição Projetado para administradores, este curso ensina como

Leia mais

ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT

ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT Elaine Barbosa da SILVA¹ Laerte Guimarães FERREIRA JÚNIOR¹ Antonio Fernandes dos ANJOS¹ Genival Fernandes

Leia mais

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Setembro/2013 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A CRIAÇÃO DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO 1. O que são unidades de conservação (UC)?

Leia mais

Apresentações do evento GGP 2013

Apresentações do evento GGP 2013 Apresentações do evento GGP 2013 Acesse outras apresentações e vídeos das palestras no site: http://www.ggp.uerj.br Processos GIS: Benefícios e Progressos para a Gestão José Augusto da Silva Machado Gerente

Leia mais

Desenvolvimento de Mapas Interativos Utilizando Tecnologias Livres 1

Desenvolvimento de Mapas Interativos Utilizando Tecnologias Livres 1 Desenvolvimento de Mapas Interativos Utilizando Tecnologias Livres 1 Fernando Martins Pimenta 2, Elena Charlotte Landau 3, André Hirsch 4 e Daniel Pereira Guimarães 3 1 Projeto financiado pela FAPEMIG

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ TRIBUTAÇÃO NA NUVEM Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ PROGRAMA 1. INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS APLICÁVEIS 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS INTRODUÇÃO À

Leia mais

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL Porto Velho/RO 20 a 22 de março de 2014 INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 10/03/2014 Porto

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II. Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010

Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II. Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010 Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010 COMPONENTE 1 Integração da biodiversidade em setores públicos e econômicos

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI (2013-2015) - UFPel

Planejamento Estratégico de TI (2013-2015) - UFPel Planejamento Estratégico de TI (2013-2015) - UFPel 1 Missão Prover soluções de TI, com qualidade, à comunidade da UFPel. 2 Visão Ser referência em governança de TI para a comunidade da UFPel até 2015.

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência

Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Sistema de Gestão Estratégica. Documento de Referência Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial Sistema de Gestão Estratégica Brasília - 2010 SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO 3 II. OBJETIVOS DO SGE 4 III. MARCO DO SGE 4 IV. ATORES

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Adriano Peixoto Panazzolo (*), Augusto Gattermann Leipnitz, Daniela Viegas, Társio Onofrio Cardoso da Silva, Thiago

Leia mais

A Política de Meio Ambiente do Acre tendo como base o Zoneamento Ecológico. gico-econômico

A Política de Meio Ambiente do Acre tendo como base o Zoneamento Ecológico. gico-econômico A Política de Meio Ambiente do Acre tendo como base o Zoneamento Ecológico gico-econômico Diversidade Biológica www.animalzoom.org Diversidade Biológica www.animalzoom.org Diversidade Étnica Stuckert Cardeal,

Leia mais

SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica

SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica Objetivo Geral O objetivo do desenvolvimento de um sistema de informações geográficas para a bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul é integrar

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP

ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP INTRODUÇÃO A Agenda 21 Local é um instrumento de planejamento de políticas públicas que envolve tanto a sociedade

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental Reunião com Conselho do P. E. Lagamar de Cananéia e convidados 27 de agosto de 2013 Programa da reunião 8h30-9h00 Café com

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor e conservação de água mediante adequação ambiental em propriedades rurais na Região Metropolitana

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TNC PROJETO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA MONITORAMENTO E CONTROLE AMBIENTAL DE ESTABELECIMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA

TERMO DE REFERÊNCIA - TNC PROJETO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA MONITORAMENTO E CONTROLE AMBIENTAL DE ESTABELECIMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA SERVIÇOS DE AJUSTE CARTOGRÁFICO DE DADOS GEORREFERENCIADOS DE PROPRIEDADES RURAIS E IDENTIFICAÇÃO DE INCONSISTÊNCIAS BASEADO EM IMAGEM DE ALTA RESOLUÇÃO DOS MUNICÍPIOS DE FELIZ NATAL, BRASNORTE E JUINA

Leia mais

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Governo Federal / Governo Estadual Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Plenária Desafios comuns Governança de dados espaciais; Informação geográfica é um ativo

Leia mais

Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica

Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica Realização: Patrocínio: Execução Técnica: PRIMEIRO MAPEAMENTO DA MATA ATLÂNTICA SOS Mata Atlântica INPE e IBAMA Escala: 1:1.000.000 CONCLUÍDO:

Leia mais

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG EIXOS E PROGRAMAS EIXO 1 - Uso sustentável dos recursos naturais Programa de fortalecimento do sistema de gestão ambiental Programa de formação e manutenção

Leia mais

OFICINA USO DO I3GEO. Levindo Cardoso Medeiros. levindocm@gmail.com

OFICINA USO DO I3GEO. Levindo Cardoso Medeiros. levindocm@gmail.com OFICINA USO DO I3GEO Levindo Cardoso Medeiros levindocm@gmail.com ESTRUTURA INTRODUÇÃO UTILIZANDO O I3GEO Aprendendo a navegar pelo I3Geo Propriedades do mapa ADICIONANDO E MANIPULANDO CAMADAS Adicionando

Leia mais

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades:

As ações do Pacto serão delineadas de acordo com as seguintes prioridades: Finalidade A conservação da biodiversidade e de demais atributos da Mata Atlântica depende de um conjunto articulado de estratégias, incluindo a criação e a implantação de Unidades de Conservação, Mosaicos

Leia mais

Código Florestal. Pantanal. Walfrido Moraes Tomas Pesquisador tomasw@cpap.embrapa.br. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Código Florestal. Pantanal. Walfrido Moraes Tomas Pesquisador tomasw@cpap.embrapa.br. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Código Florestal Pantanal Walfrido Moraes Tomas Pesquisador tomasw@cpap.embrapa.br Ministério da Agricultura, O Código Florestal atual apresenta sérias dificuldades para sua aplicação no Pantanal. A Embrapa

Leia mais

Fundação O Boticário de Proteção à Natureza PROJETO OÁSIS

Fundação O Boticário de Proteção à Natureza PROJETO OÁSIS Fundação O Boticário de Proteção à Natureza PROJETO OÁSIS Instituição privada e sem fins lucrativos. Criada em 1990. É uma das organizações que mais financia projetos de conservação da natureza no Brasil.

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Sistema de Cadastro Ambiental Rural. Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas

Sistema de Cadastro Ambiental Rural. Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas Sistema de Cadastro Ambiental Rural Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas CAR - Lei 12.651/2012: Cadastro Ambiental Rural Lei 12.651/2012 É criado o Cadastro Ambiental Rural - CAR,

Leia mais

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO ROGER TORLAY 1 ; OSVALDO T. OSHIRO 2 N 10502 RESUMO O sensoriamento remoto e o geoprocessamento trouxeram importantes avanços

Leia mais

Centro de Trabalho Indigenista CTI

Centro de Trabalho Indigenista CTI Centro de Trabalho Indigenista CTI Termo de Referência para Contratação de Consultoria Técnica Junho de 2015 Projeto Proteção Etnoambiental de Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato na Amazônia

Leia mais

ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO FLORESTAL NA AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS. Paulo Rogério Soares de OLIVEIRA Universidade Federal de Viçosa

ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO FLORESTAL NA AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS. Paulo Rogério Soares de OLIVEIRA Universidade Federal de Viçosa REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE ENGENHARIA FLORESTAL - ISSN 1678-3867 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE A GRONOMIA E E NGENHARIA F LORESTAL DE G ARÇA/FAEF A NO IV, NÚMERO, 07, FEVEREIRO DE 2006.

Leia mais

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO Conciliando Biodiversidade e Agricultura DESAFIO Compatibilizar a Conservação e a Agricultura O crescimento da população global e a melhoria dos padrões de vida aumentaram

Leia mais

Recursos Naturais e Biodiversidade

Recursos Naturais e Biodiversidade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Florestas Gestão dos Recursos Hídricos Qualidade e Ocupação do Solo Proteção da Atmosfera e Qualidade

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE MAPAS AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA FAUNA BRASILEIRA

PADRONIZAÇÃO DE MAPAS AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA FAUNA BRASILEIRA ANEXO 4 PADRONIZAÇÃO DE MAPAS AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA FAUNA BRASILEIRA Este roteiro visa orientar a metodologia para delimitar área de ocorrência/extensão e padronizar a apresentação dos

Leia mais

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará.

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. TERMO DE REFERÊNCIA Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. 1. Título: Diagnóstico de oportunidades para

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. Reserva Extrativista Chico Mendes

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE. Reserva Extrativista Chico Mendes MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE Reserva Extrativista Chico Mendes Termo de Referência 2013.0729.00042-4 1 - Identificação Contratação de Serviço Pessoa

Leia mais

Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER

Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER Murilo R. D. Cardoso Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Sócio-Ambientais/GO

Leia mais

CARTOGRAFIA DIDÁTICA DO PISF

CARTOGRAFIA DIDÁTICA DO PISF Universidade Federal do Vale do São Francisco UNIVASF Centro de Referência para Recuperação de Áreas Degradadas CRAD CARTOGRAFIA DIDÁTICA DO PISF Agosto de 2009 PETROLINA MSc. Jefferson Rodrigues Maciel

Leia mais

PLANO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM CURSOS TÉCNICOS. Walter André de Almeida Pires. Silveira

PLANO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM CURSOS TÉCNICOS. Walter André de Almeida Pires. Silveira PLANO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM CURSOS TÉCNICOS 1. Identificação Curso Técnico em Informática Unidade São José Coordenador da S.A Walter André de Almeida Pires Unidade(s) Curricular(es) Envolvida(s)

Leia mais

com parceiros na produção de informações e conhecimento, compartilhamento de trabalhos com vistas a alavancar os resultados e abolir duplicidades.

com parceiros na produção de informações e conhecimento, compartilhamento de trabalhos com vistas a alavancar os resultados e abolir duplicidades. TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de consultoria especializada para desenvolvimento dos serviços técnicos necessários à elaboração da metodologia para a estruturação da Rede de Parceiros para o

Leia mais

EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ

EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ Resumo Patrícia Ladeira Pinheiro¹ Gabriel Pereira² (patricia.ladeira@gmail.com; pereira@ufsj.edu.br) Graduanda em Geografia - UFSJ

Leia mais

EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável

EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável EXO ANEXO TEMÁTICO 2: Tema Prioritário II Manejo de Paisagem Linha de Ação Temática 2.1 Manejo Florestal Sustentável 1. Objetivos da Chamada de Projetos para esta Linha de Ação Temática O objetivo da chamada

Leia mais

ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO

ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO Requisitos: graduação em qualquer curso da área de Tecnologia da Informação - Elaborar

Leia mais

Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações de Pesca por Satélite

Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações de Pesca por Satélite Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações de Pesca por Satélite O programa foi instituído por meio da Instrução Normativa Interministerial n.º 02, de 04 de setembro de 2006 e criado em virtude do

Leia mais