Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas"

Transcrição

1 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Instituição Portuguesa Instituição Cubana Objectivos / áreas de cooperação Validade Universidade do Algarve Universidade de Pinar del Rio Intercâmbio nas áreas da docência, investigação e cultura Universidade de Aveiro Universidade de Coimbra Universidade de la Habana Universidade Central Marta Abreu de Las Villas Instituto Superior Politécnico José António Echeverría Universidade Central Marta Abreu de Las Villas Universidade de la Habana Universidade de Ciego de Avila Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Nucleares Facilitar a cooperação nos domínios de ensino e da investigação nas áreas das Ciências Naturais, Ciências Exactas, Ciências Sociais e Ciências Económicas Desenvolvimento das relações académicas, culturais e cientificas Estabelecer as bases de uma cooperação recíproca, na promoção e realização de actividades tais como Intercâmbio no âmbito académico e estudantil, projectos de investigação e intercâmbio de informação. Desenvolvimento das relações académicas, culturais e cientificas. Facilitar a cooperação nos domínios de ensino e da investigação nas áreas das Ciências Naturais, Ciências Exactas, Ciências Sociais e Ciências Económicas Intercâmbio do corpo docente e de estudantes Intercâmbio recíproco de informação sobre temas de investigação, cursos de pósgraduação, publicações e outras materiais de apoio à formação, investigação e extensão universitária Colaboração quer no domínio da docência (licenciatura e pós-graduação) quer no domínio da investigação. Assinado: s/d Duração: tempo indeterminado Assinado: s/d Assinado: 1999 Duração: tempo indeterminado Assinado: 2003 Duração: tempo indeterminado

2 Universidade de Évora Universidade de Pinar del Rio Intercâmbio nas áreas da docência, investigação e cultura. Universidad de Holguin Óscar Lucero Moya Universidade de La Havana Universidade de Pinar del Rio Universidade Central Marta Abreu de Las Villas Intercâmbio de experiências e conhecimentos científicos entre docentes, alunos e pessoal administrativo. Facilitar a cooperação nos domínios de ensino e da investigação nas áreas das Ciências Naturais, Ciências Exactas, Ciências Sociais e Ciências Económicas Intercâmbio nas áreas da docência, investigação e cultura. Desenvolvimento das relações académicas, culturais e cientificas. Universidade de Granma Organizar anualmente actividades conjuntas em particular no âmbito das ciências empresariais ou de outras áreas científicas. Universidade de Lisboa Universidade de Havana Facilitar a cooperação nos domínios de ensino e da investigação nas áreas das Ciências Naturais, Ciências Exactas, Ciências Sociais e Ciências Universidade Técnica de Lisboa Universidade Central Marta Abreu de Las Villas Universidade de Pinar del Rio Instituto de Ciência Animal de la Habana Económicas, nomeadamente. Desenvolvimento das relações académicas, culturais e cientificas. Intercâmbio nas áreas da docência, investigação e cultura. Intercâmbio de experiências no campo da docência, investigação e cultura. Intercâmbio de estudantes, docentes e investigadores e especialistas.nas áreas da Medicina Veterinária e Pecuária. Colaboração em assessoria e assistência técnica. Intercâmbio de publicações e outros materiais Assinado: 2001 Assinado: 1997 Assinado: 2001 Assinado: 2001 Assinado2004

3

4 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e chilenas Instituição Portuguesa Instituição Chilena Objectivo/Áreas de cooperação Vigência Universidade de Lisboa (Faculdade de Belas Artes) Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso do Chile (Centro de Estúdios Patrimoniales y Museísticos) Prestação de assessoria e apoio cientifico e cultural mútuo e intercâmbio de pessoal docente e de estudantes na área museologia. Universidade do Porto Pontifícia Universidade Católica do Chile Desenvolver um programa de mútua cooperação e intercâmbio académico, científico e cultural Intercâmbio de informação e de materiais, nomeadamente, no: Intercâmbio de informação e de materiais que sejam de interesse mútuo; Intercâmbio de pessoal académico, de investigação, especialistas visitantes, estudantes e outro tipo de pessoal; Acesso a serviços de informação por parte dos visitantes da instituição parceira; Outras formas de cooperação que as duas universidades possam organizarem conjuntamente. Assinado: s/d

5 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e mexicanas Instituição Portuguesa Instituição Mexicana Áreas de cooperação Vigência Universidade do Algarve Universidade Nacional Autónoma de México Actividades conjuntas enquadradas no estudo da ecologia trófica de sistemas lagunares e de estuários de zonas subtropicais (Laguna de Términos, México) e temperadas (Ria Formosa, Portugal) tendo em vista a alimentação entre as espécies bivalves, nomeadamente: Desenvolvimento em projectos conjuntos Intercâmbio académico e formação de pessoal Intercâmbio de estudantes para a realização de estudos de pós-graduação ou projectos de investigação Universidade Técnica de Lisboa Universidade Nacional Autónoma de México Cooperação nas áreas de Arquitectura, Arte e Design, Biologia, Ciências Agrárias, Ciências Médico-Veterinárias, Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Humanas, Economia, Engenharia e Tecnologia, Física, Matemática, Química e Urbanismo. Assinado: 2003 Assinado: 2003 Duração: Indeterminada

6 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e argentinas Instituição Portuguesa Instituição argentina Objectivo /Áreas Vigência Universidade de Coimbra Universidade de Córdoba Intercâmbio de estudantes, investigadores, Assinado: 2001 docentes e pessoal de administração e serviços. Realização de projectos conjuntos de docência, investigação, organização de reuniões e seminários, assim como, qualquer outro programa de interesse para ambas as instituições, incluindo publicações bilingues dos ditos eventos

7 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e colombianas Instituição Portuguesa Instituição Colombianas Objectivos/Áreas de cooperação Vigência Universidade do Porto Universidade de Pamplona Formação de pessoal Intercâmbio de pessoal Projectos de investigação e desenvolvimento tecnológico Formação em pós-graduações: Mestrado e doutoramento Projectos de cursos e actividades de pósgraduação Estudos sobre gestão institucional em áreas de interesse Edições e publicações sobre temas de interesse mútuo Consultorias inter-institucionais Programas de alunos estagiários Intercâmbio de documentação e informação Formação de redes temáticas Projectos de desenvolvimento para comunidades de influência com tecnologia de processo /produto nas quais as instituições detenham experiência Universidade Colégio Mayor de Nuestra Señora del Rosario Realização de pesquisas em campos específicos, delimitados oportunamente por meio de convénios específicos Realização de cursos, seminários e encontros de trabalho Desenvolvimento de programas conjuntos de graduação e de pós-graduação Assinado em 2004 Assinado em 2004

8 Cooperação entre instituições portuguesas e espanholas na área de ensino superior Instituição Portuguesa Instituição Espanhola Objectivos/Áreas de cooperação Vigência Universidade dos Açores Universidade de Múrcia Intercâmbio de investigadores, pessoal docente e estudantes, realização de investigação, organização de actividades docentes Universidade do Algarve Universidade de Sevilha Troca de experiências e de pessoal nos domínios da docência, da investigação e da cultura Universidade de Huelva Colaboração mútua no que se refere a programas de intercâmbio de professores e alunos e ao desenvolvimento de projectos de ensino, investigação e extensão universitária Universidade de Huelva Em colaboração com a universidade de Columbia do Paraguay organizar um programa de estudos de investigação no sector do turismo e da hotelaria Universidade de Cádiz Cooperação em matéria de investigação e ensino. Universidade de Aveiro Universidad de Castilla-La Mancha Intercâmbio de investigadores e pessoal docente e estudantes, publicações conjuntas, permuta de publicações Universidade das Ilhas Baleares Protecção de trabalhos realizados por investigadores de ambas as parte Universidade Autonoma de Puebla Organizar e desenvolver projectos de actividades de interesse nas áreas da docência, da investigação e da extensão Universidade Técnica da Catalunha Desenvolvimento académico, cientifico e cultural Universidade Autónoma de Nuevo León Intercâmbio de material bibliográfico, participação conjunta em projectos de investigação, intercâmbio de professores e teses Assinado: 2001 Assinado: 1999 Assinado: 1995 Duração: Indefinida Assinado: s/d Assinado: 1999 Assinado: 2002 Duração: 2 anos Assinado: 2005 Assinado: 1997

9 Universidade Autónoma de Barcelona Universidade de Valladolid Universidade de Valência para cursos e ou trabalho experimental Promover as relações de carácter científico e académico Intercâmbios de investigadores, de informações, organização de seminários, participação em projectos e programas de investigação. Facilitar a cooperação interuniversitária nos campos do ensino e da pesquisa nas áreas juridica Universidade de Évora Universidade de Granada Troca de informações sobre cursos, planos de estudo, projectos de pesquisa Universidade de Lisboa (Centro de Linguística) Universidade de Santiago de Compostela Universidade de Sevilha Facilitar a circulação de informação, promover a mobilidade e o contacto entre os respectivos alunos, docentes, investigadores e funcionários, valorizar e rentabilizar recursos humanos e materiais na elaboração e execução de projectos educativos ou de investigação, promover acções conjuntas para o espaço Ibero Americano Troca de experiências e de pessoal nos domínios da docência, da investigação e da cultura Fundação Xavier de Salas Desenvolver acções de colaboração na organização de seminários, congressos, cursos, publicação de obras Universidade Pompeu Fabra (Instituto Universitário de Linguística) Universidade das Ilhas Baleares Colaboração no âmbito da informação, ciência e investigação e promover contactos entre estudantes e docentes e favorecer um maior conhecimento dos sistemas académicos respectivos. Envio de missões, intercâmbio de professores e investigadores, organização de colóquios, seminários e reuniões de carácter cientifico,permuta de documentação e desenvolvimento de programas e ciclos de ensino.. Assinado: 1992 Duração: 1ano Assinado: 1991 Duração: 1ano Duração: 1 ano Assinado: 1995 Assinado: 2002 Assinado: 2000 Assinado: 1995 Duração: 5anos

10 Universidade de Verano de Maspalomas Reconhecimento de cursos Assinado: 1993 Universidade Complutense de Madrid Intercâmbio de professores para fins docentes, de desenvolvimento de curricula, intercâmbio de estudantes, desenvolv.de projectos invest. Assinado: 1995 Duração: 5anos Universidade de Extremadura Universidade de Múrcia Universidade de Salamanca e Fundação Duques de Soria Universidade de Valladolid Estabelecer relações de complementação e de cooperação académica, científica e cultural Intercâmbio de investigadores, pessoal docente e estudantes, realização de edições conjuntas, realização de projectos de investigação e organização de colóquios internacionais Instituir a Cátedra Don Juan de Borbón, conde de Barcelona nas duas universidades com o objectivo de fomentar e desenvolver o conhecimento recíproco entre as realidades culturais e sócio-económicas de ambos os países. Intercâmbio de professores, realização de investigação conjunta, intercâmbio de publicações, experiências pedagógicas e planos de estudos Assinado: 1996 Assinado: 1997 Assinado: 1994 Duração: Indefinida Assinado: 1995 Xunta da Galicia Difundir um fundo bibliográfico galego Assinado: Duração: 1 ano Universidade do Porto Universidade de Valência Facilitar a cooperação inter universitária nos campos do ensino e da pesquisa nas áreas jurídica, económica, científica e humanística Universidade da Coruña Desenvolvimento de trabalhos conjuntos entre a Faculdade de ciências do desporto e de Educação física e o Instituto de Educação Física da Galiza nas vertentes mobilidade de estudantes, experiências docentes e colaboração institucional Assinado: 1996 Duração: 1 ano Universidade de Valladolid Estreitar as relações entre as duas instituições Assinado: 1994

11 Instituto Politécnico de Bragança Universidade de Santiago de Compostela Promover as acções de informação, de formação, de especialização e de investigação. Universidade de León Promover o intercâmbio de estudantes, de professores e intercâmbio de informação Universidade Europea de Madrid Intercâmbio de alunos, assessoria ou investigação Universidade de Castilla La Mancha Promover o intercâmbio de estudantes, de professores e intercâmbio de informação Universidade de Salamanca Promover o intercâmbio de estudantes, de professores e intercâmbio de informação Instituto Politécnico de Leiria Universidade da Extremadura Colaboração na execução de projectos e programas comuns na formação de pessoal docente, investigador e técnico, organização conjunta de cursos, seminários, conferências e outras actividades culturais. Assinado: 1981 Duração: s/d Assinado: Assinado: 1996 Duração: 1 ano NOTA: A cooperação entre instituições de ensino portuguesas e espanholas não se encontra completa.

12 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e uruguaias Instituição Portuguesa Instituição Uruguaia Objectivos/Áreas de cooperação Vigência Universidade do Algarve Universidade da República (Faculdade de Ciências e (Faculdade de Ciências e Tecnologia) Tecnologia) Intercâmbio de publicações cientificas Seminários ou cursos de pós-graduação organizados conjuntamente Visitas de investigadores e estudantes Investigação e projectos desenvolvidos em comum Assinado em 2002

13 Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e peruanas Instituição Portuguesa Instituição Peruana Objectivos/Áreas de cooperação Vigência Universidade Técnica de Lisboa Universidad Nacioanl del Altiplano Intercambio académico, cientifico e cultural na área de Engenharia de Minas Assinado: 1999 Duração: 2 anos

UNIVERSIDADE ZAMBEZE GABINETE DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TABELA DESCRITIVA DOS ACORDOS DE COOPERACÃO ASSINADOS EM 2014-2015

UNIVERSIDADE ZAMBEZE GABINETE DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TABELA DESCRITIVA DOS ACORDOS DE COOPERACÃO ASSINADOS EM 2014-2015 ORDEM ACORDO/CONVENIO/MEMORANDO/PROT OCOLO ENTRE UNIZAMBEZE E OBJECTIVO/ÁREAS DE COOPERAÇÃO INSTITUIÇÕES NACIONAIS 1 Total Moçambique SARL -Realização de palestras, cursos académicos, apresentações por

Leia mais

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição,

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012 Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012 O Diretor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas

Leia mais

University of Pretoria

University of Pretoria Universidade Cursos Convênio AFRICA DO SUL University of Pretoria Licenciatura ou Bacharelado Educação Física - Licenciatura ou Bacharelado Engenharia Química Fisioterapia Geografia - Licenciatura ou Bacharelado

Leia mais

Curriculum Vitae. António José Rocha Martins da Silva. (súmula) ajsilva@utad.pt

Curriculum Vitae. António José Rocha Martins da Silva. (súmula) ajsilva@utad.pt Curriculum Vitae (súmula) António José Rocha Martins da Silva ajsilva@utad.pt Setembro de 2013 IDENTIFICAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DADOS PESSOAIS Natural de Chimoio em Vila Pery (Moçambique), 23 de outubro de

Leia mais

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação Decreto n.º 25/2002 Acordo de Cooperação na Área da Educação e Cultura entre a República Portuguesa e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, assinado em Lisboa, em 29

Leia mais

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único Decreto n.º 18/97 Acordo de Cooperação no Domínio do Turismo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo dos Estados Unidos Mexicanos, assinado na Cidade do México em 6 de Novembro de 1996 Nos

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa Programa de Licenciaturas Internacionais / (23 Dezembro de 2011) 1. Introdução 2. Objectivos 3. Organização e procedimentos 4. Regime de Titulação do Programa de Licenciaturas Internacionais /UL 5. Regime

Leia mais

Instituição da R.A. dos Açores Curso Superior. Instituição de Ensino Superior Curso Superior Congénere. 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Instituição da R.A. dos Açores Curso Superior. Instituição de Ensino Superior Curso Superior Congénere. 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0201 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais 9219 Psicologia 9219 Psicologia 0203 0203 0203 0204 0204 0204 0300 0300 0300 0300 0300 0300 0300 0300 Universidade do Algarve - Faculdade

Leia mais

EDITAL Nº 051/2013 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS DO SANTANDER UNIVERSIDADES

EDITAL Nº 051/2013 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS DO SANTANDER UNIVERSIDADES 1 EDITAL Nº 051/2013 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS DO SANTANDER UNIVERSIDADES Nos termos do art. 38, inciso IV, do Estatuto da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

CURRICULUM VITAE ANTÓNIO JORGE PERES MATIAS

CURRICULUM VITAE ANTÓNIO JORGE PERES MATIAS ANTÓNIO JORGE PERES MATIAS Professor Auxiliar Faro, Dezembro 2010 Faculda Economia Universida do Algarve Campus Gambelas, Edifício 9 8005-139 Faro ÍNDICE 1. DADOS BIOGRÁFICOS... 1 2. FORMAÇÃO ACADÉMICA...

Leia mais

PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015

PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015 PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015 A Diretoria de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços de

Leia mais

Calendário. Como critérios de desempate: a) melhor currículo (quantidade e qualidade da produção científica) ; b) maior tempo de serviço na UFSC;

Calendário. Como critérios de desempate: a) melhor currículo (quantidade e qualidade da produção científica) ; b) maior tempo de serviço na UFSC; EDITAL CONJUNTO PROPESQ-PROPG-SINTER CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2012 Apresentação A Universidade Federal de

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013 Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013 O Diretor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas

Leia mais

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015 RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO NOTA 1. Encontra se concluída a colocação na primeira fase do 39.º concurso nacional de acesso, tendo sido admitidos,

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2011

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA AGRICULTURA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA AGRICULTURA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Decreto n.º 6/96 Protocolo de Cooperação nos Domínios da Agricultura entre a República Portuguesa e a República de Moçambique, assinado em Maputo em 28 de Julho de 1995 Nos termos da alínea c) do n.º 1

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU NOS DOMÍNIOS DO EQUIPAMENTO, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES.

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU NOS DOMÍNIOS DO EQUIPAMENTO, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Decreto n.º 28/98 de 12 de Agosto Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República da Guiné-Bissau nos Domínios do Equipamento, Transportes e Comunicações, assinado em Bissau em 11 de

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA. Decreto n.º 29/2002 Acordo entre a República Portuguesa e a República da Letónia sobre Cooperação nos Domínios da Educação, da Cultura e da Ciência e da Tecnologia, assinado em Lisboa em 17 de Outubro

Leia mais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais 0201 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais 9219 Psicologia 9219 Psicologia 0203 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia 0110 Universidade dos Açores - Angra

Leia mais

Plano de Actividades do CEA para 2006

Plano de Actividades do CEA para 2006 Plano de Actividades do CEA para 2006 A Direcção do CEA propõe-se preparar as condições para atingir diferentes objectivos e procurar apoios para a sua realização. 1. Objectivos Prioritários 1.1 Redesenhar

Leia mais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade

Leia mais

A USC E O ESPAÇO EUROPEU DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

A USC E O ESPAÇO EUROPEU DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A USC E O ESPAÇO EUROPEU DE EDUCAÇÃO SUPERIOR est udos of erecem CALENDÁRIO ACADÉMICO Início do curso: Setembro Primeiro quadrimestre: Setembro a Janeiro Segundo quadrimestre: Fevereiro a Junho 2 Ciências

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa coletiva n.º 503692310 com sede na Av.ª Barbosa du Bocage, 45 em LISBOA, representado pelo seu

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA)

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) Análise e Processamento de Imagens Antropologia Ciência e Tecnologia dos

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações 0130 0130 0130 0130 0130 0130 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina Universidade dos Açores - Ponta Delgada Universidade dos Açores -

Leia mais

Decreto n.º 118/80 Acordo Económico e Comercial entre o Governo da República Portuguesa e o Governo dos Estados Unidos Mexicanos

Decreto n.º 118/80 Acordo Económico e Comercial entre o Governo da República Portuguesa e o Governo dos Estados Unidos Mexicanos Decreto n.º 118/80 Acordo Económico e Comercial entre o Governo da República Portuguesa e o Governo dos Estados Unidos Mexicanos O Governo decreta, nos termos da alínea c) do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores

Licenciatura em Ciências da Comunicação, Vertente Jornalismo, pela Universidade Autónoma de Lisboa, completada com média final de 13 valores Informação Pessoal Nome Nuno Miguel Fernandes Aires Data de Nascimento 24 de Julho de 1971 Morada Avenida 5 Outubro, 25 6º andar 8000 Faro Nacionalidade Portuguesa Telemóvel 915 333 112 E-mail naires@msn.com

Leia mais

VI ENCONTRO IBÉRICO EDICIC 2013. 4 a 6 de novembro

VI ENCONTRO IBÉRICO EDICIC 2013. 4 a 6 de novembro VI ENCONTRO IBÉRICO EDICIC 2013 4 a 6 de novembro CETAC.MEDIA Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação e UNIVERSIDADE DE LÉON (org.) Globalização, Ciência, Informação Programa Faculdade

Leia mais

Estrutura Acadêmica e Administrativa da PUC Goiás

Estrutura Acadêmica e Administrativa da PUC Goiás Estrutura Acadêmica e Administrativa da PUC Goiás Estruturas Organizacionais da Instituição: histórico 1950 1960 Universidade de Goiás Incorporadas: - Faculdade de Filosofia (1948) - Faculdade de Ciências

Leia mais

António Garcia Pereira Advogado Professor do Instituto Superior de Economia e Gestão

António Garcia Pereira Advogado Professor do Instituto Superior de Economia e Gestão CURRICULUM VITAE 1. Licenciatura no curso de Direito, pela Faculdade de Direito de Lisboa, em 19 de Fevereiro de 1975,com a informação final de 16 valores. 2. Mestrado em Ciências Jurídicas, em 12 de Novembro

Leia mais

CURRICULUM VITAE SÍNTESE JORGE JÚLIO LANDEIRO DE VAZ

CURRICULUM VITAE SÍNTESE JORGE JÚLIO LANDEIRO DE VAZ CURRICULUM VITAE SÍNTESE JORGE JÚLIO LANDEIRO DE VAZ MAIO DE 2012 1. DADOS PESSOAIS Nome: JORGE JÚLIO LANDEIRO DE VAZ 2. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 2011 Auditor de Defesa Nacional Curso de Defesa Nacional

Leia mais

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA E A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO À CRIAÇÃO DE UMA CÁTEDRA UNESCO EM PATRIMÓNIO IMATERIAL E SABER-FAZER TRADICIONAL:

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

A atividade do Instituto Camões na Extremadura

A atividade do Instituto Camões na Extremadura A atividade do Instituto Camões na Extremadura Teresa Jorge Ferreira Leitora do Instituto Camões na Universidade da Extremadura tjorgeferreira@instituto-camoes.pt 122 P á g i n a I S S N : 1988-8430 Tejuelo,

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações Congénere 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Leia mais

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Coimbra, 18 de Março de 2004 As métricas O Projecto TIM, globalmente,

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003 RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003 A justificação da proposta de orçamento da Faculdade de Ciências Médicas para 2003 começava com uma nota introdutória na qual se reforçava de novo,

Leia mais

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz Curriculum Vitae João António de Sampaio Rodrigues Queiroz 1. Dados Biográficos Data de nascimento: 29 de setembro de 1964; Cartão de Cidadão nº 6500257; Nacionalidade: Portuguesa; Filiação: Francisco

Leia mais

1. QUEM SOU 2. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

1. QUEM SOU 2. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1. QUEM SOU Nome: Cristina Alexandra Marques Fernandes Morada: Estrada de Benfica, nº 446, 7º Dtº, Lisboa Telemóvel: +351 919 426 797 Data e Local de Nascimento: 13.01.1967, em Lisboa Email: cristina@cristinafernandes.com

Leia mais

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é Célio Alberto Alves Sousa Licenciado em Relações Internacionais, Ramo Ciências Económicas e Políticas, pela Universidade do Minho (1994), pós graduado em Gestão Empresarial (1998) e doutorado em Management

Leia mais

EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ

EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ - PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER

Leia mais

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

UNIVERSIDAD CATÓLICA DE CÓRDOBA (http://www.ucc.edu.ar/portalnuevo/interna_ucc.php?sec=11&pag=326)

UNIVERSIDAD CATÓLICA DE CÓRDOBA (http://www.ucc.edu.ar/portalnuevo/interna_ucc.php?sec=11&pag=326) ALEMANHA HOCHSCHULE FÜR MUSIK KARLSRUHE (http://www.hfm-karlsruhe.de/) ARGENTINA UNIVERSIDAD CATÓLICA DE CÓRDOBA (http://www.ucc.edu.ar/portalnuevo/interna_ucc.php?sec=11&pag=326) Data para envio da documentação:

Leia mais

Em diversas organizações de Portugal, Angola e Brasil

Em diversas organizações de Portugal, Angola e Brasil Curriculum Vitae Informação pessoal Nome completo Cristina Fernandes Data de nascimento 13/01/1967 Experiência profissional Em ambiente empresarial Datas Desde 2011 Consultora e Formadora Freelancer Em

Leia mais

Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior

Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior Foro Internacional sobre Modelos de Gestión de Investigación Científica para la Educación Superior Primer Encuentro Internacional em América Latina de Las Redes AUIP, RECLA Y RUEPEP Manta, Ecuador, 24

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome GONÇALVES, RUI MANUEL DA SILVA Morada (1) TRAVESSA DA SANTA QUITÉRIA, 32 3º 1250-212 LISBOA Morada (2) RUA FERNANDO NAMORA, 147 3º DTº, 4425-651 MAIA

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Informação Pessoal. Formação Académica e Profissional Membro n.º 25 832 da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas

CURRICULUM VITAE. Informação Pessoal. Formação Académica e Profissional Membro n.º 25 832 da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas CURRICULUM VITAE Informação Pessoal Nome Maria de Fátima Ramos de Araújo Morada Vila do Conde Telemóvel 962589177 Correio Electrónico mfatima@esce.ipvc.pt Nacionalidade Portuguesa Naturalidade Vila do

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Artigo único Decreto n.º 12/98, de 17 de Abril Protocolo de Cooperação entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Moçambique no Domínio da Administração Pública, assinado em Maputo aos 28 de

Leia mais

II. Atividades de Extensão

II. Atividades de Extensão REGULAMENTO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO I. Objetivos A extensão tem por objetivo geral tornar acessível, à sociedade, o conhecimento de domínio da Faculdade Gama e Souza, seja por sua própria produção, seja

Leia mais

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação 4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação Maria José Madeira Silva 1, Jorge Simões 2, Gastão Sousa

Leia mais

Notas Biobibliográficas

Notas Biobibliográficas Guião de educação. Género e cidadania. Notas Biobibliográficas 333 Guião de Educação. Género e Cidadania 3 ciclo 334 Lisboa, CIG, 2009 NOTAS BIOBIBLIOGRÁFICAS Ângela Rodrigues é doutorada em Ciências da

Leia mais

Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas

Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE FUNDAÇÃO RUI CUNHA E 0 ISCTE - INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA PREÂMBULO Considerando que a FUNDAÇÃO RUI CUNHA (FRC) foi constituída em 2012, com sede em Macau, tendo como

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

EDITAL Nº 012/2008 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA ESPANHOLA

EDITAL Nº 012/2008 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA ESPANHOLA 1 EDITAL Nº 012/2008 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA ESPANHOLA Nos termos do art. 44, inciso IV, do Estatuto da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

CURSOS DE UNIVERSIDADES ESTRANGEIRAS NO BRASIL

CURSOS DE UNIVERSIDADES ESTRANGEIRAS NO BRASIL CURSOS DE UNIVERSIDADES ESTRANGEIRAS NO BRASIL GEORGE DE CERQUEIRA LEITE ZARUR Consultor Legislativo da Área XV Educação, Desporto, Bens Culturais, Diversões e Espetáculos Públicos AGOSTO/2001 2 2001 Câmara

Leia mais

Acesso ao curso de Licenciatura em ENGENHARIA DO AMBIENTE (ESTGV/IPV) para titulares de CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA*

Acesso ao curso de Licenciatura em ENGENHARIA DO AMBIENTE (ESTGV/IPV) para titulares de CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA* Acesso ao curso de Licenciatura em ENGENHARIA DO AMBIENTE (ESTGV/IPV) para titulares de CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA* * CETs referenciados pelo Conselho Técnico-Científico da ESTGV para acesso

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

Ano Lectivo 2007/2008. Junho de 2009

Ano Lectivo 2007/2008. Junho de 2009 RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA Ano Lectivo 2007/2008 Junho de 2009 ÍNDICE Objectivos do Relatório Fases de Elaboração do Relatório Universo do Relatório

Leia mais

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005

DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 DADOS DO INEP Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Ministério da Educação UDESC/ 2005 Número total de Programas 1 e seus respectivos projetos vinculados, público atendido

Leia mais

CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E...

CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E... CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E... O Reitor da Universidade de Santiago de Compostela com CIF Q1518001A, e domicilio na Praza do Obradoiro, s/n, 15706 Santiago de Compostela,

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Observatório Juventudes Tipo de Projeto:

Leia mais

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa 2 de dezembro (09h-14h) Carlos Guervós Maíllo (Moderador) Subdirector General de Propiedad Intelectual (Secretaría de Estado de Cultura)

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento

Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento Título da comunicação: A Situação Profissional de Ex-Bolseiros de Doutoramento Evento: Local: Data: CONFERÊNCIA REGIONAL DE LISBOA E VALE DO TEJO Centro de Formação Profissional de Santarém 10 de Março

Leia mais

ÍNDICE [Resumido] 2.Implementação do Sistema de Gestão Ambiental Introdução

ÍNDICE [Resumido] 2.Implementação do Sistema de Gestão Ambiental Introdução CONTEÚDOS Este livro escrito em parceria por 9 co-autores, de entre académicos e profissionais de engenharia, fornece uma ajuda preciosa na aquisição de conhecimentos e de competências, tidas como necessárias

Leia mais

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Colocados CONCURSO NACIONAL DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Etapa 1: colocação dos candidatos às vagas

Leia mais

O Conceito de Cluster

O Conceito de Cluster O Conceito de Cluster Conjunto de empresas, relacionadas entre si, que desenvolvem competências específicas, formando um pólo produtivo especializado e com vantagens competitivas. Antecedentes As empresas

Leia mais

Curso de Especialização em Sociologia Mobilidades e Identidades

Curso de Especialização em Sociologia Mobilidades e Identidades Curso de Especialização em Sociologia Mobilidades e Identidades Objectivos O Curso de Especialização em Sociologia Mobilidades e Identidades pretende fornecer aos futuros profissionais da área da Sociologia

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Formador Profissional / Coordenador Pedagógico / Consultor de Formação Nome POEIRAS, VITOR JOAQUIM GALRITO Naturalidade Sumbe, Quanza Sul, Angola

Leia mais

EDITAL N.º 10/SANTANDER UNIVERSIDADES/SINTER/2015

EDITAL N.º 10/SANTANDER UNIVERSIDADES/SINTER/2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS AVENIDA DESEMBARGADOR VITOR LIMA, N.º 222 TRINDADE CEP: 88.040-400 - FLORIANÓPOLIS - SC TELEFONE: +55

Leia mais

Nome da instituição Nome do curso Grau Vagas iniciais de 2013

Nome da instituição Nome do curso Grau Vagas iniciais de 2013 Nome da instituição Nome do Grau na 1.ª fase de pelo 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) Prep. Mestrado Integrado 15 15 155,8 0110 8085 Universidade

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Administração Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de

Leia mais

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade

Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Memória descritiva do projecto Sanjonet Rede de Inovação e Competitividade Candidatura aprovada ao Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação Síntese A cidade de S.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015 Seleção para o PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA JOVENS

Leia mais

Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado:

Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Departamento de Educação Física F e Desporto SEMINÁRIO Educação Física e Desporto O Processo Bolonha, Estágios e Saídas Profissionais 26 de Junho de 2007 Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Jorge

Leia mais

DECLARAÇÃO CONJUNTA. Feito em São Tomé, em 30 de Maio de 1992. Pelo Governo da República Portuguesa:

DECLARAÇÃO CONJUNTA. Feito em São Tomé, em 30 de Maio de 1992. Pelo Governo da República Portuguesa: Decreto n.º 2/93 Protocolo de Cooperação no Âmbito da Administração Local entre a República Portuguesa e a República Democrática de São Tomé e Príncipe Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

DECLARAÇÃO DE HAVANA 15 AÇÕES DE LITERACIA DA INFORMAÇÃO / ALFIN...

DECLARAÇÃO DE HAVANA 15 AÇÕES DE LITERACIA DA INFORMAÇÃO / ALFIN... DECLARAÇÃO DE HAVANA 15 AÇÕES DE LITERACIA DA INFORMAÇÃO / ALFIN... por um trabalho colaborativo e de geração de redes para o crescimento da literacia da informação 1 no contexto dos países ibero-americanos

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO

CURRICULUM VITAE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO PROF. DOUTOR J. OLIVEIRA ASCENSÃO CURRICULUM VITAE DE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO Professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa e advogado, nascido em Luanda a 13 de Novembro de 1932 PROF. DOUTOR

Leia mais

Carlos Rui Taveira Madeira

Carlos Rui Taveira Madeira CURRICULUM VITAE de Carlos Rui Taveira Madeira Vila Real Dezembro, 2006 ÍNDICE 1. FORMAÇÃO ACADÉMICA 2. ACTIVIDADE PROFISSIONAL 2.1 Percurso Profissional 2.2. Disciplinas Leccionadas na UTAD 2.2.1. Licenciatura

Leia mais

IF SUDESTE MG ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Rua Delfim Moreira, 285 Grambery Juiz de Fora MG - BRASIL Telefax (32) 3216-2611

IF SUDESTE MG ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Rua Delfim Moreira, 285 Grambery Juiz de Fora MG - BRASIL Telefax (32) 3216-2611 IF SUDESTE MG ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Rua Delfim Moreira, 285 Grambery Juiz de Fora MG - BRASIL Telefax (32) 3216-2611 Relatório de Gestão 2012 Reitoria do IFSudesteMG Dezembro de 2012 Estimados

Leia mais

Em seguida, prestam-se breves esclarecimentos sobre algumas questões frequentes sobre o acordo mencionado acima:

Em seguida, prestam-se breves esclarecimentos sobre algumas questões frequentes sobre o acordo mencionado acima: Acordo Ibérico entre Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) e Universidade Alfonso X El Sabio de Madrid permite o ingresso de alunos licenciados em Ciências Biomédicas pela

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA

PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA APRESENTAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL DE COOPERAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA 2007-2013 ÁREA: GALIZA NORTE DE PORTUGAL PARCEIROS: UNIVERSIDADE DE VIGO (UVIGO) CHEFE DE FILA CONFEDERAÇÃO DE EMPRESÁRIOS DE PONTEVEDRA

Leia mais

OUTGOING 2015 UNIVERISIDAES COM RESTRIÇÕES DE VAGAS OU CONDIÇÕES ESPECIAIS DE INSCRIÇÃO

OUTGOING 2015 UNIVERISIDAES COM RESTRIÇÕES DE VAGAS OU CONDIÇÕES ESPECIAIS DE INSCRIÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS AVENIDA DESEMBARGADOR VITOR LIMA, N.º 222 TRINDADE CEP: 88.040-400 - FLORIANÓPOLIS

Leia mais

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade 2 Sphera Castris centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade O projeto procura responder à necessidade de criar uma infraestrutura de cultura e património, produção

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS

MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS O PNFQ E O MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR Ministério do Ensino Superior é responsável pela formação de quadros superiores altamente especializados

Leia mais

Decreto n.º 87/81 Acordo de Cooperação Cultural, Científica e Técnica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Árabe do Egipto

Decreto n.º 87/81 Acordo de Cooperação Cultural, Científica e Técnica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Árabe do Egipto Decreto n.º 87/81 Acordo de Cooperação Cultural, Científica e Técnica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Árabe do Egipto O Governo decreta, nos termos da alínea c) do artigo

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4

ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4 ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO... 4 1.1- DOCENTES:... 4 1.2- NÃO DOCENTES:... 5 1.2.1- TÉCNICAS SUPERIORES EM EXERCÍCIO DE FUNÇÕES... 5 1.2.2- ASSISTENTES OPERACIONAIS EM EXERCÍCIO

Leia mais