PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERGUNTAS MAIS FREQUENTES"

Transcrição

1 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES Quais os documentos que tenho de entregar? Os documentos a entregar são os solicitados através da notificação enviada para o ou morada do candidato. Poderá consultar Listagem de Documentos disponível em Procedimentos de candidatura do sítio na internet dos SASUTAD, onde refere quais os documentos habitualmente solicitados, que variam de acordo com a situação socioeconómica de cada candidato. Os originais de todos os documentos entregues devem ser guardados, pois poderão ser solicitados pelos SASUTAD no âmbito de inspecções. O que é o NISS e o NIF? O NISS é o Número de Identificação da Segurança Social e todos os elementos possuem este número, incluindo o Candidato e Irmãos, com a excepção dos beneficiários de outros regimes de protecção social (ADSE, ADMG, etc.). O NISS tem 11 dígitos, os números antigos possuem apenas 9, para o converter em 11 dígitos deverá consultar a página Web da Segurança Social, em Segurança Social. O NIF é o número de identificação fiscal ou número de contribuinte. O que é o código de validação de IRS e o número de contribuinte da declaração? O código de validação de IRS encontra-se no canto superior direito do Modelo 3 de IRS, entregue através da internet no Portal das Finanças, e o código da declaração encontra-se imediatamente antes. Habitualmente é o n.º de contribuinte do sujeito passivo A do IRS. Ver exemplos: Código de validação de IRS (imagem 1) e n.º de contribuinte da declaração (imagem 2). Atenção, o código de validação de IRS não é a senha ou palavra-chave de acesso ao Portal das Finanças.

2 Imagem 1 Imagem 2

3 Não sei qual é o tipo de IRS dos meus Pais? Na plataforma de candidatura a bolsa de estudo existem 4 opções de declarações de IRS: Declaração Electrónica Individual quando a declaração de IRS é entregue pela internet no Portal das Finanças e apenas contém um sujeito passivo A. Casos concretos de declarações electrónicas individuais - quando o Candidato concorre sozinho à bolsa de estudo e apenas ele consta do IRS ou quando um irmão trabalha e faz o IRS sozinho. Exemplo de Declaração Electrónica Individual (imagem 3). Imagem 3 Declaração Electrónica Conjunta quando a declaração de IRS é entregue pela internet no Portal das Finanças e contém mais do que um sujeito passivo e eventualmente dependentes, ou apenas um sujeito passivo e dependentes. Todos os elementos que constam deste IRS, como por exemplo o Pai (sujeito A), a Mãe (sujeito B), o Candidato e os Irmãos como elementos dependentes, possuem declaração electrónica conjunta. Neste caso deverá inserir o respectivo número de contribuinte da declaração e código de validação em cada elemento do agregado familiar. Exemplo de Declaração Electrónica Conjunta (imagem 4).

4 Imagem 4 Declaração Manual sempre que a declaração de IRS é entregue em papel na Repartição de Finanças, independentemente do número de sujeitos passivos e dependentes ou ascendentes. O NIF da declaração é o número de contribuinte do sujeito passivo A. Exemplo de Declaração Manual (imagem 5) e exemplo de NIF da Declaração (imagem 6).

5 Imagem 5 Imagem 6

6 Não tem Declaração Sempre que qualquer dos elementos do agregado familiar não entregou declaração de IRS no ano civil em causa. Não consigo acrescentar os restantes elementos do meu agregado familiar? Se ainda não submeteu a candidatura: no separador Agregado Familiar tem de referir o número de elementos que constitui o mesmo. De seguida, acrescente os elementos um a um, preenchendo todos os dados solicitados referentes a cada elemento e gravando no final de cada elemento do agregado familiar em ver (imagem 7). Depois de inserir cada elemento do agregado deve guardar os dados do separador, no final da página em. Imagem 7

7 Se já submeteu a candidatura: redige uma exposição, pode utilizar a minuta ou num documento do Word, preenchendo tantas páginas quantas as necessárias, descrevendo os elemento do agregado familiar em falta, referindo os seguintes dados da cada um: o Nome; o Parentesco; o Idade e data de nascimento; o Estado civil; o Habilitações literárias; o Profissão (se estudante: referir ano curricular e se é deslocado ou não); o NIF (número de identificação fiscal); o NISS (número de identificação da segurança social); e o Tipo de declaração de IRS ( Não Tem Declaração, Declaração Manual, Declaração Electrónica Individual : referir NIF da declaração e código de validação ou Declaração Electrónica Conjunta : referir NIF da declaração e código de validação). Para inserir os diferentes elementos do agregado familiar é obrigatório inserir o NIF de cada elemento do agregado familiar. No caso de algum elemento do agregado familiar não ser titular de número de contribuinte, terá de o requerer na Repartição de Finanças, visto que sem o NIF não é possível inserir o respectivo elemento do agregado familiar. Como e quando devo digitalizar os documentos? Os documentos solicitados devem ser digitalizados apenas em formato de imagem (JPEG, TIFF, GIF ou PNG), preferencialmente em JPEG (Microsoft Office Picture Manager), cada página num documento e cada documento com um tamanho nunca inferior a 5 kb e nunca superior a 200Kb. Não entregar documentos no formato PDF. Os processos com documentos ilegíveis são indeferidos por instrução incompleta.

8 A que período dizem respeito os rendimentos considerados para efeitos de bolsa de estudo? O rendimento anual do agregado familiar do estudante reporta-se ao ano civil anterior ao da data da apresentação do requerimento. As alterações socioeconómicas registadas a partir do inicio do ano lectivo apenas terão efeitos a partir do ano lectivo seguinte. Como posso enviar o contrato de arrendamento e o 1.º recibo mensal de renda? Deverá anexar os respectivos documentos da mesma forma e no mesmo local que os restantes documentos depois de receber a notificação para anexar os documentos. Quando e onde são apresentadas as candidaturas? Os prazos de candidatura são fixados pelo Director-Geral do Ensino Superior e divulgados no sítio da internet dos SASUTAD em Como se submete a candidatura? O candidato deve submeter a candidatura na página pessoal, após preencher na íntegra o formulário, e enviar os documentos indicados no final da operação, através da área de documentos da mesma página. Quando e onde são divulgados os resultados? Notificação de documentos em falta: depois de estudado o processo, no caso de haver documentos em falta, o candidato recebe uma notificação, enviada para o do candidato ou por correio (CTT) para a morada do candidato, onde são indicados os documentos em falta. O prazo para entregar os documentos é de 5 dias úteis, a contar do dia em que recebeu a notificação, para os anexar;

9 Resultado: o resultado é publicado na página pessoal do candidato, indicando se foi deferido e o montante da bolsa de estudo ou se foi indeferido e o respectivo motivo de indeferimento. O resultado é publicado como Audiência de interessados onde o candidato toma conhecimento do sentido provável da decisão, para que conheça os fundamentos da mesma e terá o prazo de 10 dias úteis, a contar do dia da consulta do resultado para que se possa pronunciar e ainda, se necessário, anexar ainda documentos. Se não se pronunciar no prazo referido o resultado mantém-se como indicado na Audiência de Interessados ; Reclamação: após publicação do resultado final tem o prazo o prazo de 15 dias úteis para efectuar a reclamação. Porque é que não tive bolsa de estudo? Os motivos de indeferimento estão indicados na página pessoal, no menu Estado do Processo/Consulta de Resultados". Em caso de indeferimento por Instrução Incompleta, a consulta no site dá acesso à lista de Documentos em falta na candidatura. Quando se pode reclamar do resultado da candidatura? No menu Estado do Processo /Consulta de Resultados na página pessoal após divulgação do resultado. O que é a Autorização da Segurança Social e onde posso obter esse documento? A Autorização da Segurança Social é um documento que tem de ser assinado por todos os elementos do agregado familiar com NISS, para autorizar os SASUTAD a consultar os dados da Segurança Social de cada elemento.

10 O presente documento deve ser impresso no menu "Ficha do Candidato", separador "Documentos", assinado por todos os elementos do agregado familiar, digitalizado em jpg e anexo ao seu processo de candidatura à Bolsa de Estudo no mesmo local onde o imprimiu. Perdi as minhas credencias de acesso, o que devo fazer para recuperar as credenciais? Pode recuperar o seu nome de utilizador e/ou Palavra-passe em Esqueceu a sua Palavra-passe?. Submeti a candidatura à bolsa de estudo e esqueci-me de declarar um ou mais elementos do agregado familiar, o que devo fazer para os inserir? Deverá anexar um documento ao seu processo de candidatura à bolsa de estudo, no mesmo local onde anexou os restantes documentos após receber a notificação para entregar os documentos em falta, referindo os seguintes dados de cada elemento do agregado em falta: Nome; Parentesco; Idade e data de nascimento; Estado civil; Habilitações literárias; Profissão (se estudante: referir ano curricular e se é deslocado ou não); NIF (número de identificação fiscal); NISS (número de identificação da segurança social); e Tipo de declaração de IRS ( Não Tem Declaração, Declaração Manual, Declaração Electrónica Individual : referir NIF da declaração e código de validação ou Declaração Electrónica Conjunta : referir NIF da declaração e código de validação).

11 O que é a condição de recursos? A condição de recursos é o conjunto de condições que o agregado familiar deve reunir para poder ter acesso à bolsa de estudo, bem como de outros subsídios e apoios do Estado. Define o limite máximo de rendimentos até ao qual as pessoas têm direito a estas prestações sociais. Tem como objectivo possibilitar a atribuição das prestações sociais às pessoas que realmente necessitam delas, de forma mais rigorosa e eficiente, e combater a fraude no acesso às prestações sociais. Já submeti a candidatura, no entanto, enganei-me a preencher alguns campos, o que devo fazer para rectificar os dados? Após submeter a candidatura não é possível efectuar alterações ao formulário, com a excepção do separador Dados Pessoais. Para rectificar as declarações prestadas, deve fazê-lo por escrito, ou em minuta e imprimi-lo. O documento deve ser anexo ao processo a quando da notificação dos documentos em falta ou a quando da publicação do resultado, pois serão os únicos momentos em que poderá anexar documentos.

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013 1. Que documentos tenho de entregar? Os documentos a entregar são os solicitados no separador Documentos, em Documentos em Falta, da sua página pessoal de candidatura

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015. Credenciais de Acesso Documentos Necessários Preenchimento da Candidatura

Ano Letivo 2014/2015. Credenciais de Acesso Documentos Necessários Preenchimento da Candidatura Ano Letivo 2014/2015 Credenciais de Acesso Documentos Necessários Preenchimento da Candidatura As Bolsas de Estudo são cofinanciadas pelo Fundo Social Europeu (FSE) e pelo Estado Português no âmbito do

Leia mais

01 Posso enviar a minha candidatura sem anexar primeiro os documentos?

01 Posso enviar a minha candidatura sem anexar primeiro os documentos? 1 Candidatura a bolsa de estudo 2012-2013 QUESTÕES FREQUENTES 01 Posso enviar a minha candidatura sem anexar primeiro os documentos? Não, não pode. 02 Fiz o meu pré registo há mais de 48 horas e ainda

Leia mais

Candidatura a bolsa de estudo 2012-2013

Candidatura a bolsa de estudo 2012-2013 QUESTÕES FREQUENTES Candidatura a bolsa de estudo 2012-2013 Índice 01 Fiz o meu pré registo há mais de 48 horas e ainda não recebi as credenciais. O que fazer?... 2 02 Esqueci-me das credenciais de acesso

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura Para o correto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os seguintes documentos,

Leia mais

FAQ - Perguntas Mais Frequentes

FAQ - Perguntas Mais Frequentes FAQ - Perguntas Mais Frequentes I-Bolsas de Estudo 1. Que legislação regulamenta a atribuição de bolsas de estudo? Relativamente ao ano letivo 2012-2013, o Despacho nº 8442-A/2012, de 22 junho, que se

Leia mais

GUIA DE APOIO CANDIDATURA

GUIA DE APOIO CANDIDATURA Ano 2013 Câmara Municipal de Lisboa Direção Municipal Habitação e Desenvolvimento Social GUIA DE APOIO CANDIDATURA Indice RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA... 3 SIMULADOR...

Leia mais

Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à. Bolsa de Estudo 2015/2016

Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à. Bolsa de Estudo 2015/2016 Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à Bolsa de Estudo 2015/2016 O que é? A bolsa de estudo é uma prestação pecuniária anual para comparticipação nos encargos com a frequência

Leia mais

Candidatura a Bolsa de Estudo 2012-2013

Candidatura a Bolsa de Estudo 2012-2013 Candidatura a Bolsa de Estudo 2012-2013 Candidatura através da plataforma informática da DGES Endereço: http://www.dges.mctes.pt/dges/pt Prazo De 25 de junhoa 30 de setembro de 2012* * Prazo alterado pela

Leia mais

FAQ - Perguntas Mais Frequentes

FAQ - Perguntas Mais Frequentes FAQ - Perguntas Mais Frequentes I-Bolsas de Estudo 1. Que legislação regulamenta a atribuição de bolsas de estudo? Relativamente ao ano letivo 2013-2014, o Despacho nº 8442-A/2012, de 22 junho, que se

Leia mais

Documentos. Para instrução da candidatura a Bolsa de Estudo. Ano Lectivo 2010/2011. Serviços de Acção Social. Instituto Politécnico da Guarda

Documentos. Para instrução da candidatura a Bolsa de Estudo. Ano Lectivo 2010/2011. Serviços de Acção Social. Instituto Politécnico da Guarda Serviços de Acção Social Ano Lectivo 2010/2011 Instituto Politécnico da Guarda Documentos Para instrução da candidatura a Bolsa de Estudo As Bolsas de Estudo são co-financiadas pelo Fundo Social Europeu

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20

BOLSAS DE ESTUDO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20 Nº da candidatura / FORMULÁRIO DE CANDIDATURA ANO LETIVO 20 / 20 1. IDENTIFICAÇÃO DO/A CANDIDATO/A Nome: Data de nascimento (aa/mm/dd): / / BI ou Cartão do Cidadão nº: válido até (aa/mm/dd) / / NIF (n.º

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Atribuição de Bolsas de Estudo a alunos do Ensino Superior Ano letivo 2014/2015 1. IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Nome Completo Data de Nascimento / / Filiação Pai Mãe Nacionalidade

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 2014 CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA Direcção Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social [DOCUMENTO DE APOIO À CANDIDATURA ON LINE ] Para mais esclarecimentos, ligue para 21 798 86 01/ 86 55 ou através

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

IPGuarda 10/11 PRAZOS E PROCEDIMENTOS

IPGuarda 10/11 PRAZOS E PROCEDIMENTOS CANDIDATURA A BENEFÍCIOS SOCIAIS BOLSAS DE ESTUDO E ALOJAMENTO S E PROCEDIMENTOS S E PROCEDIMENTOS CONCORRER LEGISLAÇÃO APLICVEL FORMALIZAÇÃO CANDIDATURA Antes de formalizar a candidatura deve ler com

Leia mais

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto

Leia mais

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: ANTES do preenchimento da candidatura: o que precisa saber/ fazer? Reunir informação: Consultar as Normas

Leia mais

Contributos para a agilização do processo de atribuição de bolsas de estudo a estudantes do ensino superior

Contributos para a agilização do processo de atribuição de bolsas de estudo a estudantes do ensino superior Contributos para a agilização do processo de atribuição de bolsas de estudo a estudantes do ensino superior 1. Contexto A atribuição de bolsas de estudo a estudantes de ensino superior encontra-se actualmente

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO E ALOJAMENTO. IPGuarda 09/10 PRAZOS E PROCEDIMENTOS

BOLSAS DE ESTUDO E ALOJAMENTO. IPGuarda 09/10 PRAZOS E PROCEDIMENTOS BOLSAS DE ESTUDO E ALOJAMENTO CANDIDATURA A BENEFÍCIOS SOCIAIS CANDIDATURA A BENEFÍCIOS SOCIAIS S E PROCEDIMENTOS COMO CONCORRER LEGISLAÇÃO APLICVEL FORMALIZAÇÃO CANDIDATURA Antes de formalizar a candidatura

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 1.1 Candidaturas Online Para iniciar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do IGOT http://www.igot.ulisboa.pt e clicar no separador «CANDIDATURAS»: Para

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

FAQS ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES

FAQS ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES FAQS ATRIBUIÇÃO DE HABITAÇÕES 1 Onde é que posso obter o Regulamento do concurso? O Regulamento do concurso pode ser obtido: a) Nos escritórios da SPRHI, SA: - Rua Carvalho Araújo n.º38-b, em Ponta Delgada

Leia mais

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário Versão 1.0 Data última alteração 15-11-2014 Página 1/28 Índice 1 Introdução... 5 1.1 Organização do manual... 5 2 Acesso ao Balcão... 5 3 Registo de entidade...

Leia mais

Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS

Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS Leões de Portugal Associação de Solidariedade Sportinguista, IPSS Boletim de Inscrição Instruções de Preenchimento e Entrega 1 - Este boletim é constituído por 4 páginas, sem contar com a presente. 2 -

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade dos Açores Regras Técnicas 2008-2009/2009-2010

Serviços de Acção Social da Universidade dos Açores Regras Técnicas 2008-2009/2009-2010 Regras Técnicas 2008-2009/2009-2010 Considerando o regime de atribuição de bolsas de estudo a estudantes do Ensino Superior Público, determino os critérios e procedimentos técnicos a adoptar pelos Serviços

Leia mais

BOLETIM DE CANDIDATURA. Bolsas de Estudo Ensino Superior

BOLETIM DE CANDIDATURA. Bolsas de Estudo Ensino Superior Responda a todos os itens de forma mais completa possível. Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Barcelos 1. Estabelecimento de Ensino Estabelecimento de ensino Localidade Telefone Fax E-mail

Leia mais

Câmara Municipal de Cuba

Câmara Municipal de Cuba Câmara Municipal de Cuba Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo para Cursos do Ensino Superior CAPITULO 1 Artigo 1 Âmbito 1. O presente Regulamento tem como lei habilitante a Lei n 169/99,

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra torna pública a abertura de concurso para a atribuição de uma Bolsa de

Leia mais

Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq. Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B.

Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq. Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B. Manual PASEP Controlo do documento Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B. Elisa Decq Mota Regina Bento PASEP v.1.01

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE MORA REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE MORA REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE MORA REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO No âmbito da sua ação sócio-cultural e educacional, a Santa Casa da Misericórdia de Mora decidiu atribuir bolsas de estudo

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

Nome completo Data de Nascimento (dd-mm-aaaa) Morada Familiar Código Postal Freguesia. B.I. NIF (Contribuinte) Telefone Telemóvel

Nome completo Data de Nascimento (dd-mm-aaaa) Morada Familiar Código Postal Freguesia. B.I. NIF (Contribuinte) Telefone Telemóvel Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Barcelos C A N D I D A T U R A A B O L S A D E E S T U D O E N S I N O S U P E R I O R Responda a todos os itens de forma mais completa possível. 1. Estabelecimento

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Para efectuar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do ICS e clicar na informação com a

Leia mais

Candidatura a Bolsa de Estudo

Candidatura a Bolsa de Estudo N.º Entrada Data / / Despacho: Funcionário: FORMULÁRIO DE CANDIDATURA 1.IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Oleiros Nome: Morada (rua, praça, av.): Nº/Lote: Localidade:

Leia mais

ANO LETIVO 2014/2015 QUESTIONÁRIO

ANO LETIVO 2014/2015 QUESTIONÁRIO Município de Pombal CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE DUAS BOLSAS DE ESTUDO A ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR E RENOVAÇÃO DAS BOLSAS DE ESTUDO ATRIBUIDAS A ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR ANO LETIVO 0/0 QUESTIONÁRIO

Leia mais

MUNICÍPIO DE CHAVES REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR

MUNICÍPIO DE CHAVES REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA O ENSINO SUPERIOR Artigo 1.º Âmbito 1. O presente Regulamento estabelece as normas de atribuição de bolsas de estudo, por parte da Câmara Municipal de

Leia mais

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo /

Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Campus de Gualtar 4710-057 Braga P I - identificação e residência Nome: Formulário de Candidatura ao Fundo Social de Emergência (FSE) do ano letivo / Nº de aluno: Data de nascimento / / Estado civil: Sexo:

Leia mais

MANUAL Sistema de Envio de Documentos Digitalizados

MANUAL Sistema de Envio de Documentos Digitalizados MANUAL Sistema de Envio de Documentos Digitalizados Setembro de 2015 Sumario Envio de Documento Digitalizados 03 Parecer 06 Histórico de atualização 08 Manual do Prestador Envio de Documentos Digitalizados

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PROGRAMA

PROGRAMA DE CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PROGRAMA PROGRAMA ARTIGO 1º (OBJECTO) O presente programa tem por objecto o concurso para atribuição, pela Câmara Municipal de Alcobaça, de 25 bolsas de estudo, durante o ano lectivo de 2014/2015, a estudantes

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

de Ofertas de Emprego REGULAMENTO ESPECÍFICO

de Ofertas de Emprego REGULAMENTO ESPECÍFICO Incentivo à Aceitação de Ofertas de Emprego REGULAMENTO ESPECÍFICO Incentivo à aceitação de Ofertas de Emprego Regulamento Específico Página 1 de 20 Incentivo à aceitação de Ofertas de Emprego Regulamento

Leia mais

1. Passo-a-passo para validar as despesas no E-fatura. A partir deste ano, o contribuinte pode consultar on-line todas as deduções que

1. Passo-a-passo para validar as despesas no E-fatura. A partir deste ano, o contribuinte pode consultar on-line todas as deduções que Guia IRS 2015 E-Factura 1. Passo-a-passo para validar as despesas no E-fatura A partir deste ano, o contribuinte pode consultar on-line todas as deduções que vão constar no seu IRS referente ao ano de

Leia mais

REGULAMENTO DA BOLSA DE ALIMENTAÇÃO 2013/14 1.º SEMESTRE

REGULAMENTO DA BOLSA DE ALIMENTAÇÃO 2013/14 1.º SEMESTRE REGULAMENTO DA BOLSA DE ALIMENTAÇÃO 2013/14 1.º SEMESTRE 1 PREÂMBULO A Associação Académica da Universidade da Madeira (AAUMa) tem uma missão ampla e variada, onde está prevista a participação na definição

Leia mais

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador -

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador - Registo do utilizador no Portal IFAP - Manual do Utilizador - Registo do beneficiário no Portal IFAP Manual do Utilizador 1. Introdução... 2 2. Pressupostos... 2 3. Informação necessária para o registo

Leia mais

REGULAMENTO AÇÃO SOCIAL DO ISVOUGA

REGULAMENTO AÇÃO SOCIAL DO ISVOUGA Página 1 de 5 Artigo 1.º (objeto) Num contexto económico e social com elevados níveis de competitividade e em que o processo de escolarização se revela fundamental para a aquisição/reforço de competências

Leia mais

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA Página 1 de 6 Preâmbulo O presente regulamento define as regras de acesso e ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais do e institui os critérios pelos quais se pautam as provas de avaliação

Leia mais

Manual do Utilizador

Manual do Utilizador Manual do Utilizador Índice Índice... 2 1. Registo de Utilizadores Individuais... 3 2. Alteração da Senha de Acesso... 5 3. Recuperação da Senha de Acesso... 5 4. Dados do Utilizador... 6 4.1 Perfil pessoal...

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Este manual é um documento de passo a passo de como efetuar a sua candidatura. As imagens apresentadas são exemplos do processo de candidaturas. De acordo com o regime de candidatura

Leia mais

Candidatura 2011/12 SPO - ESMAIA

Candidatura 2011/12 SPO - ESMAIA Candidatura 2011/12 IMPORTANTE: ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI A CONSULTA DOS DOCUMENTOS OFICIAIS RELATIVAMENTE AOS ASPECTOS RELATIVOS AO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR, E POR ISSO, NÃO DISPENSA A CONSULTA PERIÓDICA

Leia mais

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados Acesso ao Direito Portal da Ordem dos Advogados Manual de Utilizador Versão 3.2 Fevereiro de 2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 2 DESCRIÇÃO FUNCIONAL 2.1 ESCALAS

Leia mais

1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20. Data de Emissão. Contribuinte Fiscal Nº de Eleitor Residente no Concelho desde

1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20. Data de Emissão. Contribuinte Fiscal Nº de Eleitor Residente no Concelho desde CÂMARA MUNICIPAL CENTRO DE INTERVENÇÃO SOCIAL gabinete de educação BOLSA DE ESTUDO AO ENSINO SUPERIOR: CANDIDATURA 1ª vez Renovação Ano Lectivo 20 /20 IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Morada Código Postal Natural

Leia mais

A. ENQUADRAMENTO B. CANDIDATURA. Portal Mercado Social de Arrendamento http://www.mercadosocialarrendamento.msss.pt

A. ENQUADRAMENTO B. CANDIDATURA. Portal Mercado Social de Arrendamento http://www.mercadosocialarrendamento.msss.pt A. ENQUADRAMENTO 1. O que é o Mercado Social de Arrendamento? 2. A iniciativa Mercado Social de Arrendamento enquadra-se no chamado Arrendamento Social? 3. Qual o objectivo do Mercado Social de Arrendamento?

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Centro Ciência Viva de Constância torna pública a abertura de concurso para a atribuição de uma Bolsa de Gestão de Ciência

Leia mais

REQUERIMENTO DE CANDIDATURA BOLSAS DE ESTUDO - ENSINO SUPERIOR - ANO LETIVO 2014-2015-

REQUERIMENTO DE CANDIDATURA BOLSAS DE ESTUDO - ENSINO SUPERIOR - ANO LETIVO 2014-2015- MUNICÍPIO DE MÊDA DESC- Divisão Educativa e Sócio Cultural Largo do Município 6430 197 Meda Telefone: 279.880040 Fax: 279.888290 E-mail: divisaosociocultural@cm-meda.pt REQUERIMENTO DE CANDIDATURA BOLSAS

Leia mais

CANDIDATURAS ON LINE CSS NET FMV-ULISBOA. 1.1 Candidaturas on-line

CANDIDATURAS ON LINE CSS NET FMV-ULISBOA. 1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line css net Para efectuar o processo de candidatura o candidato deverá aceder à pagina de internet da Faculdade http://www.fmv.ulisboa.pt e aceder através de candidatos/condições de

Leia mais

- Ano Lectivo 2010/2011

- Ano Lectivo 2010/2011 - Ano Lectivo 2010/2011 CANDIDATURA A BOLSA DE ESTUDO Serviços de Acção Social Recebido por: Nº MECANOGRÁFICO Nº ALUNO ENTRADA Nº Data de Entrada FOTO (Colada) OBRIGATÓRIO I IDENTIFICAÇÃO E RESIDÊNCIA

Leia mais

ARRENDAMENTO JOVEM Mais e melhores oportunidades

ARRENDAMENTO JOVEM Mais e melhores oportunidades Mais e melhores oportunidades 2 3 PREENCHIMENTO DOS RENDIMENTOS COM BASE NA DECLARAÇÃO DE IRS DESTE ANO APOIO ATÉ 50% DAS RENDAS O Programa Porta 65 Jovem tem como objectivo regular os incentivos a atribuir

Leia mais

IEFP, I.P. Apoios e Serviços Prestados Programa de Estágios Profissionais PAULA AGOSTINHO (Centro de Emprego de Montemor-o-Novo do IEFP, IP)

IEFP, I.P. Apoios e Serviços Prestados Programa de Estágios Profissionais PAULA AGOSTINHO (Centro de Emprego de Montemor-o-Novo do IEFP, IP) IEFP, I.P. Apoios e Serviços Prestados Programa de Estágios Profissionais PAULA AGOSTINHO (Centro de Emprego de Montemor-o-Novo do IEFP, IP) Montemor, 27 de janeiro de 2012 1. QUEM SOMOS O IEFP - MISSÃO

Leia mais

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO WEB POR FORMULÁRIO

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO WEB POR FORMULÁRIO Este manual tem o objetivo de orientar o preenchimento do formulário de Movimentação Web disponibilizado na área de Movimentação de beneficiários por formulário que fica na área restrita da empresa no

Leia mais

- Ano Lectivo 2010/2011

- Ano Lectivo 2010/2011 - Ano Lectivo 2010/2011 CANDIDATURA A BOLSA DE ESTUDO Serviços de Acção Social Recebido por: Nº MECANOGRÁFICO Nº ALUNO ENTRADA Nº Data de Entrada FOTO (Colada) OBRIGATÓRIO I IDENTIFICAÇÃO E RESIDÊNCIA

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Bolsas de Estudo e Novas Regras

Serviços de Acção Social da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Bolsas de Estudo e Novas Regras Serviços de Acção Social da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Bolsas de Estudo e Novas Regras Missão dos SASUTAD Apoios Directos Apoios Indirectos Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE) Sector de

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

Estágio Clínico do 6º Ano, 2015/2016. I. Caracterização Geral

Estágio Clínico do 6º Ano, 2015/2016. I. Caracterização Geral Estágio Clínico do 6º Ano, 2015/2016 I. Caracterização Geral 1. O Estágio Clínico do 6º Ano tem a duração de 36 semanas e decorre em Hospitais e Centros de Saúde associados ao ensino clínico, nas seguintes

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

EoL Empresa Online Manual de Utilização

EoL Empresa Online Manual de Utilização EoL Empresa Online Manual de Utilização Procedimentos da Empresa Online 1. Reservar o Nome da Empresa 2. Inserir informação da Empresa 3. Inserir informação da Empresa (Participantes da Sociedade) 4. Aderir

Leia mais

ISEC SGAP Paula Mexia Paulo Oliveira

ISEC SGAP Paula Mexia Paulo Oliveira Secretaria Virtual INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA MANUAL DE MATRÍCULA / INSCRIÇÃO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO CONCURSOS ESPECIAIS REINGRESSOS MUDANÇAS DE CURSO E TRANSFERÊNCIAS CTESP Revisão

Leia mais

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador -

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador - Registo do utilizador no Portal IFAP - Manual do Utilizador - Registo do beneficiário no Portal IFAP Manual do Utilizador 1. Introdução... 2 2. Pressupostos... 2 3. Informação necessária para o registo

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra torna pública a abertura de concurso para a atribuição

Leia mais

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIFICAÇÃO Centro Nacional de Qualificação de Formadores Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 Índice Índice... 2 1. Introdução... 4

Leia mais

ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa. Manual de Apoios Sociais

ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa. Manual de Apoios Sociais Instituto Universitário de Lisboa Manual de Apoios Sociais Índice Serviços de Ação Social 2 Serviço de Ação Social do ISCTE-IUL 3 Conceitos 4 Bolsa de Estudo 4 Agregado Familiar 4 Património Mobiliário

Leia mais

Preâmbulo. José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938.

Preâmbulo. José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938. BOLSA DE ESTUDO PROF. DOUTOR JOSÉ VIEIRA DE CARVALHO REGULAMENTO Preâmbulo José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938. Licenciou-se em Ciências

Leia mais

Manual do Fénix. Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0)

Manual do Fénix. Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0) Manual do Fénix Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0) Este manual tem como objectivo auxiliar a inscrição nas unidades curriculares. Índice 1. Entrar no Fénix...

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efectuar o processo de candidatura deverá aceder ao site abaixo indicado. Link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Para iniciar o processo é necessário clicar no tipo de curso que se pretende candidatar,

Leia mais

U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento. Preâmbulo

U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento. Preâmbulo U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento Preâmbulo O Programa Escolhas, tutelado pela Presidência do Conselho de Ministros e integrado no Alto Comissariado para as Migrações, I.P., tem como um

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR 6090-543 PENAMACOR Contribuinte nº 506 192 164

CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR 6090-543 PENAMACOR Contribuinte nº 506 192 164 CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR 6090-543 PENAMACOR Contribuinte nº 506 192 164 Regulamento de Concessão de Alimentação e Auxílios Económicos a Estudantes PREÂMBULO A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro, estabelece

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Mensal Vitalício (4004 v4.16) PROPRIEDADE

Leia mais

APOIO MUNICIPAL À FORMULAÇÃO DE CANDIDATURAS

APOIO MUNICIPAL À FORMULAÇÃO DE CANDIDATURAS APOIO MUNICIPAL À FORMULAÇÃO DE CANDIDATURAS 3.ª FASE BALANÇO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. ENQUADRAMENTO 3. RESULTADOS 1. INTRODUÇÃO O Município de Évora assinou com o Instituto da Habitação e Reabilitação

Leia mais

BOLSA DE ESTUDO PARA ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR

BOLSA DE ESTUDO PARA ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR 1 IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO BOLSA DE ESTUDO PARA ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR Nome: NIF: Data de nascimento / / Estado Civil: NISS: Cartão Cidadão n.º Válido até: / / Nacionalidade: Natural de: Filiação:

Leia mais

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS Este documento destina-se a apoiar os serviços processadores na elaboração dos protocolos dos documentos de despesa em

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL PLANO DE EMERGÊNCIA SOCIAL CAMINHA SOLIDÁRIA

REGULAMENTO MUNICIPAL PLANO DE EMERGÊNCIA SOCIAL CAMINHA SOLIDÁRIA REGULAMENTO MUNICIPAL PLANO DE EMERGÊNCIA SOCIAL CAMINHA SOLIDÁRIA APROVADO EM REUNIÃO DE CÂMARA DE 12 DE JUNHO DE 2013 ÍNDICE Preâmbulo Artigo 1.º - Âmbito Artigo 2.º - Objetivo Artigo 3.º - Condições

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS PREÂMBULO Na sequência da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Directiva n.º 2006/43/CE, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

Descrição de Funcionalidades

Descrição de Funcionalidades Gestão Integrada de Documentos Descrição de Funcionalidades Registo de documentos externos e internos O registo de documentos (externos, internos ou saídos) pode ser efectuado de uma forma célere, através

Leia mais

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / /

NOME MORADA TELEFONE TELEMÓVEL E-MAIL DATA DE NASCIMENTO / / NATURALIDADE NACIONALIDADE Nº DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO (BI/CC) DATA DE VALIDADE / / Página 1 de 5 MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS - SERVIÇO DE INTERVENÇÃO SOCIAL FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A HABITAÇÃO MUNICIPAL Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas 1 - IDENTIFICAÇÃO DO/A

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES O que é o Programa RENDA CONVENCIONADA? O programa renda convencionada tem como objeto o arrendamento de fogos municipais em bom estado de conservação ou a necessitar de pequenas reparações

Leia mais

ALTERAÇÕES AO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO A PARTICULARES

ALTERAÇÕES AO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO A PARTICULARES ALTERAÇÕES AO REGULAMENTO MUNICIPAL DO PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO A PARTICULARES na sequência de Parecer da Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Municipal de Sintra 23.NOV.2011 APROVADO PELA ASSEMBLEIA

Leia mais

CRECHESINTEGRAÇÃO DE CRIANÇAS EM CRECHES

CRECHESINTEGRAÇÃO DE CRIANÇAS EM CRECHES CRECHESINTEGRAÇÃO DE CRIANÇAS EM CRECHES BOLSAS SOCIAIS DA REDE PRIVADA 2015/2016 ENQUADRAMENTO E CRITÉRIOS DE ATRIBUIÇÃO 1 Enquadramento O presente documento enquadra a atribuição das Bolsas Sociais destinadas

Leia mais

Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura

Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura ANTES do preenchimento da candidatura: o que precisa saber/fazer? Consultar as Normas do Programa e as Perguntas mais Frequentes disponíveis

Leia mais

ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA

ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO DOMÍNIO DA MÚSICA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: Todos os campos são de preenchimento obrigatório. O Anexo ao formulário de candidatura deverá

Leia mais

GUIA PRÁTICO SEGURANÇA SOCIAL DIRETA

GUIA PRÁTICO SEGURANÇA SOCIAL DIRETA GUIA PRÁTICO SEGURANÇA SOCIAL DIRETA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/60 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Segurança Social Direta (N47 v6.07) PROPRIEDADE Instituto

Leia mais

MOD.3. Peça a sua senha em:

MOD.3. Peça a sua senha em: MOD.3 2 008 Envie a declaração de rendimentos pela internet: > É gratuito > É disponibilizada ajuda no preenchimento, evitando erros > Evita filas de espera e deslocações Peça a sua senha em: www.e-financas.gov.pt

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web MANUAL OPERACIONAL PTU Web Versão 8.0 24/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 PTU Web... 4 O que é o PTU Web?... 4 Como acessar o PTU Web?... 4 Listagem de arquivos enviados e recebidos... 5 Unimeds disponíveis

Leia mais

Sistema de Certificação de Competências TIC

Sistema de Certificação de Competências TIC Sistema de Certificação de Competências TIC Portal das Escolas Manual de Utilizador INDICE 1 Introdução... 5 1.1 Sistema de formação e certificação de competências TIC...6 1.1.1 Processo de certificação

Leia mais