South Australian Government Schools (Escolas Públicas da Austrália do Sul) Termos e Condições da Matrícula Visto de estudante

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "South Australian Government Schools (Escolas Públicas da Austrália do Sul) Termos e Condições da Matrícula Visto de estudante"

Transcrição

1 Suth Australian Gvernment Schls (Esclas Públicas da Austrália d Sul) Terms e Cndições da Matrícula Vist de estudante Cancelament de um curs d Department fr Educatin and Child Develpment (DECD, Departament de Educaçã e Desenvlviment Infantil) N imprvável cas d DECD nã pder entregar um curs em que estudante tenha se matriculad e pag as taxas, estudante receberá as seguintes pções: Reembls ttal de tdas as taxas se curs nã huver cmeçad Reembls de taxas pré-pagas de ensin remanescentes Transferência para um curs alternativ d DECD Transferência para um curs alternativ ferecid pr uma utra instituiçã de ensin. Se estudante pta pela clcaçã em utr curs u utra instituiçã de ensin, eles serã brigads a assinar um dcument atestand que aceitam a clcaçã. Se estudante pta pel ttal reembls, este será prcessad dentr de 14 dias após recebiment d pedid pr escrit. Adiament u cancelament da matrícula Um estudante pde slicitar adiament de sua matrícula nas seguintes situações: Dença cmprvada pr médic certificad Faleciment cmprvad de familiar Circunstâncias financeiras, transtrn n país de rigem / desastre. Tds s pedids de adiament devem ser feits pr escrit e cmprvad cm dcuments. Será necessári a revisã da Letter f Offer (LOO, Carta de Oferta) e Cnfirmatin f Enrlment (COE, Cnfirmaçã de Matrícula) se a chegada tardia d alun traz alguma mudança na data final de seu curs(s). DECD pde iniciar cancelament da matrícula d estudante nas seguintes circunstâncias: Vilaçã pr parte d estudante de alguma cndiçã d vist Mau cmprtament d estudante Se estudante nã pagar as taxas Nã declarar alguma cndiçã médica préexistente Se infrmações frnecidas n pedid de matrícula u durante prcess frem incrretas, incmpletas u engansas. Cas iss crra estudante será ntificad pr escrit antes de ser reprtad a Department f Immigratin and Citizenship (DIAC, Departament de Imigraçã e Cidadania) e terá 20 dias para recrrer à decisã Plítica de Reembls d DECD Tds s reemblss serã prcessads de acrd cm as exigências da Educatin Services fr Overseas Students (ESOS) Act (Lei sbre Serviçs Educacinais para Estudantes Estrangeirs) e plíticas e prcediments d DECD. O quadr nas páginas seguintes define as circunstâncias em que s reemblss serã aplicads e s valres a serem pags em cada situaçã. Prcess de reembls Tdas as slicitações de taxas devem ser feitas pr escrit e acmpanhadas de evidências. Se estudante é menr de 18 ans, pedid deve ser assinad pel pai/respnsável legal d estudante. O reembls será pag n nme d pai/respnsável legal, a mens que uma ntificaçã seja recebida d pai/respnsável legal indicand utra pessa/entidade respnsável pel pagament das taxas. O pedid de reembls será prcessad dentr de quatr semanas a partir da data de recebiment da slicitaçã pr escrit, excet se DECD nã puder entregar curs. Neste cas, reembls será prcessad dentr de 14 dias. O estudante/pai receberá um cmunicad explicand cm valr d reembls fi elabrad. Pagament de taxas Cm intuit de calcular as taxas de matrículas, um Períd de Estud é definid cm 2 trimestres u um ttal de nã mais de 23 semanas de duraçã. Efetiv a partir d dia primeir de julh de 2012, cálcul da taxa de matrícula n Pagament Inicial será basead na duraçã d curs(s) d estudante. Pr exempl: 1. Um curs da CRICOS: (a) 2 trimestres u mens: 100% da taxa de matrícula (b) Entre 2 e 8 trimestres: 50% da taxa de matrícula (c) 8 trimestres u mais: 4 trimestres da taxa de matrícula 2. Dis u mais curss da CRICOS: Smente as taxas de matrículas para primeir curs da CRICOS serã cletadas inicialmente, cnfrme s cálculs descrits n númer (1) acima Para estudantes cm uma LOO para um curs cm uma duraçã mair que 6 meses e menr de 23 meses, sald ds primeirs 12 meses terã que ser pags em uma nta feita psterirmente. As taxas devem ser pagas dentr d praz, cas cntrári haverá uma multa. O nã pagament das taxas exigidas dentr d praz pde cnstituir na vilaçã das cndições d vist d estudante e resultar n iníci de prcesss feits pel DECD para recuperar as taxas e/u ntificar DIAC. Pde também ser necessári que DECD exclua estudante da escla. CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 1

2 Segur Médic O DECD pde rganizar Overseas Student Health Cver (OSHC, Segur Saúde d Estudante Estrangeir) para estudantes que estã fazend pedids para vist de estudante. Efetiv a partir d dia 10 de julh de 2010, Departament de Imigraçã e Cidadania exige que tds estudantes paguem as taxas para a duraçã prpsta pel seu vist de estudante. Estas taxas estarã dispníveis na Declaraçã de Oferta e devem ser pagas antes da cncessã d vist. Os estudantes que nã tiverem segur médic rganizad pel Internatinal Educatin Services (IES, Serviçs de Educaçã Internacinal) terã que frnecer uma cópia d segur médic prvidenciad. Ns primeirs dze meses de seu prgrama, s estudantes cm qualquer cndiçã médica pré-existente devem cbrir s custs d tratament de suas cndições pré-existentes Cas s aluns cancelem sua matrícula após a data de iníci e antes da data de términ d curs, as famílias pdem pedir um reembls d Segur Saúde d Estudante Estrangeir nã usad diretamente cm a cmpanhia de segurs. DECD nã é respnsável pr nenhuma despesa médica u de viagem incrridas pel estudante durante sua viagem para u da Austrália, u durante sua estadia. Dan, perda u cntas nã pagas Estudantes e seus pais sã respnsáveis pr cbrirem s custs de qualquer dan, perda u cntas nã pagas na escla u na casa de família. Em tds s cass, estudante é brigad a pagar direta e prntamente para a escla u casa de família. Divulgaçã de infrmações d estudante O DECD cleta infrmações sbre s estudantes antes e durante a inscriçã para dar suprte enquant estudam e vivem na Austrália. A autrizaçã de cletar estas infrmações é frnecida pela lei ds Serviçs Educacinais para Estudantes Estrangeirs. Quand necessári, as infrmações pdem ser frnecidas a gvern australian, gvern da Austrália d Sul e utras autridades relevantes. Quand brigad pr lei, também pdem ser divulgadas sem cnsentiment ds estudantes. Frneciment da ficha ds estudantes Tds estudantes sã brigads pela lei ds Serviçs Educacinais para Estudantes Estrangeirs a frnecer infrmações para cntat, incluind telefnes celulares e s regularmente a DECD. CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 2

3 Plítica de reembls d DECD O quadr a seguir define as circunstâncias em que s reemblss serã aplicads e s valres a serem pags em cada situaçã. Prgrama Circunstância Estudante Levad a Retirar Vist d Estudante/Respnsável recusad (dcumentaçã a ser frnecida) Prgrama de Ensin Fundamental Prgramas de Graduaçã n Ensin Médi Reembls integral de tdas as taxas, mens a taxa de Serviçs de Administraçã e Suprte (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp) Prgrama de Ensin Fundamental n Exterir Prgramas de Ensin Médi n Exterir Prgrama Reginal de Estud n Exterir Valres a serem reemblsads Reembls integral de tdas as taxas, mens a taxa de Serviçs de Administraçã e Suprte (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp) Retirada d estudante antes d iníci d curs 6 semanas u mais antes da data de iníci d curs As seguintes taxas serã reemblsadas: As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): Para tds utrs pedids: As seguintes taxas serã reemblsadas: As seguintes taxas serã reemblsadas: Tdas as taxas de ensin pré-pagas Taxas da estadia em casa de família pagas (se Taxas d OSHCpagas (se As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Serviçs de Administraçã e Suprte Taxa de clcaçã em casa de família (se Recepçã n aerprt (se Taxas de ensin pagas além d trimestre atual e seguintes trimestres* Serviçs de Administraçã e Suprte Taxas d OSHC nã usad (se Taxas administrativas da casa de família (se Taxa de clcaçã em casa de família (se Cancelament d estudante após iníci d curs Para estudantes n primeir an de curs As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): Taxas de ensin pagas além d trimestre atual e seguintes trimestres* OSHC nã usad (se Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas (se As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas para trimestre atual e seguintes trimestres* Serviçs de Administraçã e Suprte Taxas administrativas da casa de família (se Taxa de clcaçã em casa de família (se As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): OSHC nã usad (se Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas Serviçs de Administraçã e Suprte Recepçã n aerprt (se Taxa de clcaçã em casa de família (se. Para tds estudantes que cntinuarã curs As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): OSHC nã usad (se CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 3

4 Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas (se As seguintes taxas nã serã pagas Taxas de ensin pagas Administraçã Anual (ans subsequentes) Taxas administrativas da casa de família (se Taxa de clcaçã em casa de família (se * Para fins de reembls, trimestre atual cmeça n primeir dia d calendári esclar após últim dia d trimestre anterir CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 4

5 Prgrama Prgrama de Ensin Fundamental Prgramas de Graduaçã n Ensin Médi Prgrama de Ensin Fundamental n Exterir Prgramas de Ensin Médi n Exterir Prgrama Reginal de Estud n Exterir Circunstância Estudante Levad a Retirar Valres a serem reemblsads Alteraçã d status d vist após iníci d curs As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): Taxas de ensin pagas além d trimestre atual e seguintes trimestres* OSHC nã usad (se Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas (se As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas para atual trimestre* Serviçs de Administraçã e Suprte Administraçã anual (ans subsequentes) Taxas administrativas da casa de família (se Taxa de clcaçã em casa de família (se. * Para fins de reembls, trimestre atual cmeça n primeir dia d calendári esclar após últim dia d trimestre anterir As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas Serviçs de Administraçã e Suprte Recepçã n aerprt (se Taxa de clcaçã em casa de família (se. Adiament d prgrama (pel estudante) Taxas transferidas (pr máxim de um an) Se mais d que um an, reembls integral mens taxa de Serviçs de Administraçã e Suprte Taxas transferidas (pr máxim de um an) Se mais d que um an, reembls integral mens taxa de Serviçs de Administraçã e Suprte Circunstância DECD/Cancelament de Escla Iniciada Valres a serem reemblsads Prgrama de cancelament d ECD após iníci d curs (cnsulte: Nrma de Adiament, Suspensã u Cancelament de Matrícula de Estudante ) As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): OSHC nã usad (se Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas Serviçs de Administraçã e Suprte Administraçã anual (ans subsequentes) Taxa administrativa da casa de família (se Taxa de clcaçã em casa de família (se. As seguintes taxas serã reemblsadas, mens $500 de cbrança de administraçã (pr família se s pedids de reembls sã recebids a mesm temp): OSHC nã usad (se Taxas de estadia em casa de família pagas nã usadas As seguintes taxas nã serã reemblsadas: Taxas de ensin pagas Serviçs de Administraçã e Suprte Recepçã n aerprt (se Taxa de clcaçã em casa de família (se. Circunstância DECD nã pde entregar curs Valres a serem reemblsads Se DECD nã puder entregar curs, as seguintes pções estarã dispníveis para estudante: Reembls integral d dinheir pag pel curs dentr de 14 dias cas curs nã tenha iniciad Reembls das taxas pré-pagas de ensin remanescentes, OSHC nã usad (se e taxas de estadia em casa de família nã usadas se curs tiver iniciad Mudança para um curs d DECD alternativ sem cust extra. Reembls integral d dinheir pag pel curs dentr de 14 dias cas curs nã tenha iniciad Reembls das taxas pré-pagas de ensin remanescentes, OSHC nã usad (se e taxas de estadia em casa de família nã usadas se curs tiver iniciad Mudança para um curs d DECD alternativ sem cust extra. CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 5

6 REQUISITOS PARA ESTUDAR NAS ESCOLAS PÚBLICAS DA AUSTRÁLIA DO SUL (Vist de Turista/Visitante) Pr favr, leia atentamente. A vilaçã de algum desses requisits pde resultar n cancelament da matrícula d estudante em uma Escla Pública da Austrália d Sul. Chegada na Austrália Pais devem assegurar que estudantes menres de 18 ans nã cheguem à Austrália antes que s acrds de seu bem estar cmecem pis estarã viland as cndições de seu vist. A data está escrita na Cnfirmatin f Apprpriate Accmmdatin and Welfare Letter (CAAW, Certificad de Acmdaçã e Assistência Adequadas) a qual é emitida pel DECD juntamente cm COE. Se um estudante menr de 18 ans deseja viajar à Austrália antes dessa data, eles devem estar acmpanhads de um ds pais u parente adequad que irá garantir bem estar até que s acrds feits para bem estar d estudantes, aprvads pel DECD, cmecem. Para mais infrmações, entre em cntat cm Departament de Imigraçã e Cidadania n site Cndições para mrar Tds s estudantes de ensin primári menres de 12 ans devem mrar cm um ds pais u parente nmead cnfrme definid pel DIAC. Estudantes entre 12 e 18 ans devem viver em um ds seguintes arranjs: Em uma casa de família prvidenciada pel DECD Cm um parente mair de 25 ans nmead e apt a slicitar a DIAC status de respnsável legal pel estudante Cm uma família nmeada pels pais d estudante. Sujeit a cndições. Estudantes maires de 18 ans pdem slicitar para mrar de frma independente sb cndições estritas. Uma taxa pde ser cbrada em cas de mudança de casa de família. Quand s arranjs de mradia mudam, estudante/pai deve frnecer a DECD e à escla s detalhes residenciais atualizads. Prgress acadêmic satisfatóri Estudantes sã brigads a cumprir a plítica d DECD para prgress d curs e manter um nível satisfatóri de perfrmance acadêmica. Os estudantes só irã prgredir para próxim curs se cmpletarem cm êxit seu curs inicial u seguinte e cm a recmendaçã d diretr. Em cass nde estudante nã passar para próxim nível dentr d praz especificad e data de términ d curs, uma nva Carta de Oferta e Certificad de Matrícula serã emitids. O estudante terá entã que fazer uma nva slictaçã para vist de estudante para cbrir prgrama de estud que será revisad. Presença satisfatória Estudantes sã brigads a cumprir a plítica d DECD para presença e manter a carga hraria cnfrme estipulad nas cndições de seu vist. Trabalhand em períd parcial Estudantes matriculads ns Prgramas de Estuds n Exterir de duraçã de um an u mens nã têm permissã para trabalhar. Estudantes d Prgramas de Graduaçã n Ensin Médi que terminaram Curs Intensiv de Inglês n Ensin Médi pdem receber a autrizaçã de trabalharem em períd parcial, e devem bedecer às cndições de seu vist em relaçã a trabalh em períd parcial. Viagem Estudantes têm permissã para viajar smente durante s intervals entre s terms, nas férias de verã e a final de seus curss. Tdas as viagens devem ser aprvadas cnjuntamente pels pais e a escla pel mens duas semanas antes da partida. N cas ds estudantes vltarem a seu país de rigem para visitar sua família, eles têm que apresentar uma cópia da passagem aérea para a escla. Cas estejam hspedads em uma casa de família, s estudantes devem pagar uma taxa para reservar quart antes de sair d país. Essa taxa garante que ninguém mais cupe seu quart e seus bens estejam segurs na sua ausência. Estudantes devem vltar a temp de retmar seus estuds u entã estarã viland as cndições de seu vist de estudante. CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 6

7 Cndições d vist de estudante Vists sã emitids cm cndições impstas pel gvern australian para estudantes estrangeirs estudarem na Austrália. É de respnsabilidade ds estudantes cumprirem tdas as cndições impstas a vist e DECD tem a brigaçã de reprtar qualquer vilaçã das cndições d vist pr parte ds estudantes matriculads nas Esclas Públicas da Austrália d Sul. A seguir, um resum de tdas as cndições impstas para vist de estudante: Númer da Descriçã (d website d DIAC, agst de 2009) Cndiçã d Vist 8105 Vcê nã pde trabalhar mais de 20 hras pr semana quand seu curs está em andament Vcê deve se manter matriculad em um curs registrad. Vcê deve manter presença e desempenh satisfatóris em cada períd d seu curs, cnfrme requerid pr sua instituiçã de ensin (DECD) Vcê deve manter OSHC durante a sua estadia na Austrália Vcê deve cntinuar a satisfazer s requisits para a cncessã d seu vist de estudante. Iss significa, pr exempl, que vcê deve manter capacidade financeira suficiente para bancar seu estud e sua permanência na Austrália Se vcê ainda nã tem 18 ans, vcê deve ficar na Austrália cm: Um de seus pais u respnsável legal, u Um parente nmead pr seus pais u respnsável mair de 21 ans de bm caráter, u Acmdaçã, suprte e arranjs gerais de bem estar que devem ser aprvads pela sua instituiçã de ensin (DECD). Vcê nã pde mudar esses arranjs sem a aprvaçã pr escrit d DECD. Se s seus arranjs de bem estar sã aprvads pel DECD, vcê nã pde viajar para a Austrália enquant eles nã cmeçam Vcê deve ntificar a sua instituiçã de ensin (DECD) sbre: Seu endereç residencial dentr de sete dias após a chegada Qualquer mudança d seu endereç residencial dentr de sete dias após a mudança. Vcê deve cntatar DECD para permissã cas queira mudar de instituiçã de ensin antes de cmpletar s primeirs seis meses d curs principal para qual seu vist fi cncedid. 8303* Vcê nã deve se envlver em quaisquer atividades que sã perturbadras, u em vilência que clque em perig u prejudique a cmunidade australiana u um grup dentr da cmunidade australiana. * cndiçã discricinária que pde ser anexada a um vist de estudante Para mais infrmações sbre as cndições deste e utrs vists cnsulte Cnsentiment para acessar status d vist d estudante O Visa Entitlement Verficatin Online (VEVO) Service (Serviç de Verificaçã de Elegibilidade para Vist Online), através d DIAC, permite a DECD verificar status d vist e ds estuds ds estudantes estrangeirs. Os pais/respnsáveis legais sã requisitads a cncrdar em dar seu cnsentiment para DECD acessar essas infrmações através d Serviç VEVO. Cnsentiment para fins prmcinais Para fins de cmunicaçã u prmçã, DECD pde rganizar gravações / filmagens / ftgrafias / utras imagens ds estudantes a serem captadas pel DECD u agências/cntratads d DECD endssads pel gvern. Esse material pde ser usad pr períd indefinid de temp. Os pais/respnsáveis legais sã requisitads a dar seu cnsentiment para seus filhs participarem de quaisquer gravações / filmagens / ftgrafias / utras imagens para tais fins, e para aceitar que qualquer gravaçã u imagem feita para prmçã d DECD é de prpriedade d DECD e será usada a critéri d DECD. Se vcê nã der seu cnsentiment para seu filh participar de nenhuma gravaçã / filmagens / ftgrafias / utras imagens para fins prmcinais, pr favr, indique iss n frmulári de Acceptance f Offer (Cnfirmaçã de slicitaçã de matrícula) quand vcê retrná-l a escritóri aprpriad d DECD. Reclamações e slicitações Se um estudante u pai nã estiver satisfeit cm qualquer aspect de seu prgrama d DECD, eles devem cntatar s Serviçs de Educaçã Internacinal u Diretr d Prgramas para Estudantes Estrangeirs da escla para assistência. Uma cópia da Nrma de Reclamações e Slicitações d DECD é frnecida a estudante durante seu prgrama de rientaçã. Estrutura ds Serviçs Educacinais para Estudantes Estrangeirs (ESOS) Tdas as instituições de ensin australianas sã brigadas a cumprir a Lei sbre ESOS que estabelece padrões nacinalmente cnsistentes para prteger s interesses ds estudantes estrangeirs e garantir a prestaçã de serviçs de educaçã de qualidade. Para infrmações sbre a estrutura ds ESOS, cnsulte Apprved n: Updated n: Apprved by: Directr, IE CRICOS Prvider Name: Department fr Educatin and Child Develpment T/A Suth Australian Gvernment Schls CRICOS Prvider Number: 00018A 7

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem.

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem. Aluns de Pós-Graduaçã de Instituições Estrangeiras Visa apiar visitas de n máxim 30 dias, de dutrands de instituições estrangeiras, qualificads, e prcedentes de Centrs de Excelência para estudarem, pesquisarem

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO Prezad(a) Alun(a) A mbilidade acadêmica internacinal é uma prtunidade valisa para seu cresciment individual, acadêmic e prfissinal. Nã permita que a falta de

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO POLÍTICA SOBRE PRESENTESE ENTRETENIMENTO Oferecer u receber presentes cmerciais e entreteniment é frequentemente uma frma aprpriada

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

EDITAL Nº 01/NIC/ 2014

EDITAL Nº 01/NIC/ 2014 Núcle de Intercâmbi e Cperaçã Institucinal EDITAL Nº 01/NIC/ 2014 Seleçã de acadêmics para Intercâmbi n primeir semestre de 2015 d Prgrama de Blsas Iber-Americanas Santander Universidades 2014 A Universidade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP I - AJUDA DE CUSTO A ALUNOS DE DOUTORADO DA CAP, PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS FORA DO PAÍS Eligibilidade Aluns de dutrad da CAP que preencham,

Leia mais

MANUAL DOS GESTORES DAA

MANUAL DOS GESTORES DAA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI MANUAL DOS GESTORES DAA MÓDULOS: M atrícula e P rgramas e C DP [Digite resum d dcument aqui. Em geral, um resum é um apanhad

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014 EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA Seleçã de Blsistas para Prgrama de Blsa Sciecnômica para períd de 2014 O Reitr d Centr Universitári Tled Unitled, ns terms d Regulament aprvad pel CONSEPE, cm vistas à seleçã

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas Perguntas frequentes sbre Prgrama Banda Larga nas Esclas 1. Qual bjetiv d Prgrama Banda Larga nas Esclas? O Prgrama Banda Larga nas Esclas tem cm bjetiv cnectar tdas as esclas públicas à internet, rede

Leia mais

REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL

REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL SECRETARIA MUNICIPAL DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E FEDERATIVAS DA PREFEITURA DE SÃO

Leia mais

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril Sã Paul, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Cmitê Organizadr Lcal Cmitê Paralímpic Brasileir (CPB) 1.1. Cntats Nme: Ricard Mel Fernand Partelli Email:

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco Orientações e Recmendações Orientações relativas à infrmaçã periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de ntaçã de risc 23/06/15 ESMA/2015/609 Índice 1 Âmbit de aplicaçã... 3 2 Definições... 3 3 Objetiv

Leia mais

NORMATIVA ADMINISTRATIVA

NORMATIVA ADMINISTRATIVA Assunt: DIRETRIZES PARA COMPRA E APROVEITAMENTO DE Data de Emissã: Data de Revisã: De: 18/12/2013 Assunts Estratégics Tdas as áreas d 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estabelecer regras e parâmetrs que

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

REQUISITOS PRINCIPAIS: Regulamentação final sobre controles preventivos de alimentos para consumo humano Visão rápida

REQUISITOS PRINCIPAIS: Regulamentação final sobre controles preventivos de alimentos para consumo humano Visão rápida O FDA ferece esta traduçã cm um serviç para um grande públic internacinal. Esperams que vcê a ache útil. Embra a agência tenha tentad bter uma traduçã mais fiel pssível à versã em inglês, recnhecems que

Leia mais

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA Prgrama de Blsas de Estuds d GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA O Prgrama de Blsas de Estuds faz parte da Plítica Scial d Ganep e se faz essencial para realizaçã da sua missã, a qual é Prmver cm excelência ações

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 023/2013 DE 30 DE SETEMBRO DE 2013 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.:

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA

Programa de Bolsas de Estudos do GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA Prgrama de Blsas de Estuds d GANEP NUTRIÇÃO HUMANA LTDA O Prgrama de Blsas de Estuds faz parte da Plítica Scial d Ganep e se faz essencial para realizaçã da sua missã, a qual é Prmver cm excelência ações

Leia mais

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO:

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PROUMIN BOLSA UNIVERSITÁRIA DE MINEIROS FOTO 3X4 INCLUSÃO RENOVAÇÃO 1 INFORMAÇÕES SOBRE O(A) CANDIDATO(A) SEXO CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE:

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 010/ DE 11 DE JUNHO DE VESTIBULAR /02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505, Telefne:

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1 Sã Paul, 26 de dezembr de 2005 Plan Prmcinal de Frneciment de Infra-estrutura de Acess a Serviçs Internet de Banda Estreita Dial Prvider 1 Telecmunicações de Sã Paul S.A - TELESP. ( Telesp ), tend em vista

Leia mais

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play Prgrama Agra Nós Vluntariad Jvem Namrar cm Fair Play INTRODUÇÃO A vilência na intimidade nã se circunscreve às relações cnjugais, estand presente quer nas relações de namr, quer nas relações juvenis casinais.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 INTRODUÇÃO Prject educativ dcument que cnsagra a rientaçã educativa da escla, elabrad e aprvad pels órgãs de administraçã e gestã, n qual se explicitam s princípis,

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 7/2015 DE 27 DE ABRIL DE 2015 VESTIBULAR 2015/02 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários.

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários. OBJETIVO Este dcument tem cm bjetiv definir as plíticas referentes à relaçã entre a Siux e seus funcináris. A Siux se reserva direit de alterar suas plíticas em funçã ds nvs cenáris da empresa sem avis

Leia mais

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30 ^i * aesíqn e=> ~munícc3ç:c30 CONTRATO DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA - SUBMIT CMS Web Site da Prefeitura de Frei Martinh - Paraíba 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE Prefeitura Municipal de Frei Martinh

Leia mais

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Prcess/Instruções de Pagament para Aplicaçã n Prgrama de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Requisits de Elegibilidade 1. A empresa deve estar lcalizada em znas de cnstruçã activa na Alum Rck Avenue

Leia mais

O projeto Key for Schools PORTUGAL

O projeto Key for Schools PORTUGAL O prjet Key fr Schls PORTUGAL O teste Key fr Schls O teste Key fr Schls é cncebid para aplicaçã em cntext esclar e está de acrd cm Quadr Eurpeu Cmum de Referência para as Línguas O teste Key fr Schls permite

Leia mais

Código: MAN-VCIV-002 Versão: 00 Data de Aprovação: 18/01/2011 Elaborado por: Magistrados e servidores das 8ª e 14ª varas cíveis

Código: MAN-VCIV-002 Versão: 00 Data de Aprovação: 18/01/2011 Elaborado por: Magistrados e servidores das 8ª e 14ª varas cíveis Códig: MAN-VCIV-002 Versã: 00 Data de Aprvaçã: 18/01/2011 Elabrad pr: Magistrads e servidres das 8ª e 14ª varas cíveis Aprvad pr: Presidente d TJPB 1 Objetiv Estabelecer critéris e prcediments para recebiment

Leia mais

Apresentamos abaixo, os procedimentos que deverão ser seguidos por todos os (as) Professores (as) durante este semestre:

Apresentamos abaixo, os procedimentos que deverão ser seguidos por todos os (as) Professores (as) durante este semestre: Circular / (CA) nº 18 / 2015 Unaí-(MG), 03 de agst de 2015. ASSUNTO: Faculdade CNEC Unaí Prcediments necessáris para iníci d 2º Semestre de 2015. Prezads (as) Prfessres (as), Apresentams abaix, s prcediments

Leia mais

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA MANUAL ds LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA Objetiv 1. Oferecer as aluns a infra-estrutura e suprte necessári à execuçã de tarefas práticas, slicitadas pels prfessres, bservand s prazs estabelecids. 2. Oferecer

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO MINISTRADOS NO IPP NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS

REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO MINISTRADOS NO IPP NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS REGULAMENTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR NOS CURSOS MINISTRADOS NO IPP JULHO 2010 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS Object... 3 Âmbit bjectiv... 3 Âmbit subjectiv...

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli.

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli. ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI... 8 PARTICIPANTES... 8 Participante Ativ... 8 Participante Assistid...

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO Term de Referência Anex I - Especificaçã técnica Cntrataçã de Empresa para prestaçã de Serviçs de Treinament na suíte Libreffice TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUITE LIBREOFFICE: CONTRATAÇÃO

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo O FDA ferece esta traduçã cm um serviç para um grande públic internacinal. Esperams que vcê a ache útil. Embra a agência tenha tentad bter uma traduçã mais fiel pssível à versã em inglês, recnhecems que

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO 01. Instruções para recadastrament Pessa Física IN CVM 301/2001 e 463/2008 1. Pr favr preencha tds s camps ds frmuláris, aqueles que nã frem preenchids, pr gentileza, bliterá-ls u invalidá-ls; 2. Imprima

Leia mais

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral Mdel de Cmunicaçã Prgrama Nacinal para a Prmçã da Saúde Oral Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e utilizadres d Sistema de Infrmaçã para a Saúde Oral

Leia mais

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede Prcesss de Api d Grup Cnsultiv 5.5 Suprte Infrmátic Direit de Acess à Rede Suprte Infrmátic - Dcuments 5.5 Âmbit e Objectiv Frmuláris aplicáveis Obrigatóris Obrigatóris, se aplicável Frmulári de Mapa de

Leia mais

FIES - Documentação comprobatória

FIES - Documentação comprobatória FIES - Dcumentaçã cmprbatória OBS: Devem ser apresentads riginais e cópias ds dcuments relacinads. COMPROVANTES DE RESIDÊNCIA DO ESTUDANTE: O estudante deverá cmparecer à CPSA e psterirmente a agente financeir

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL Códig: MAP-DILOG-002 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Gerência de Instalações Aprvad pr: Diretria de Lgística 1 OBJETIVO Estabelecer cicl d prcess para a manutençã predial crretiva e preventiva,

Leia mais

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows SDK (Sftware Develpment Kit) d Micrsft Kinect para Windws Os presentes terms de licença cnstituem um acrd entre a Micrsft Crpratin (u, dependend d lcal n qual vcê esteja dmiciliad, uma de suas afiliadas)

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR Este srtei nã se enquadra nas dispsições da Lei 5.768/71 e suas respectivas regulamentações e, prtant, nã está sujeita as seus terms, inclusive n que

Leia mais

Regras para Anulações e Devoluções 2014

Regras para Anulações e Devoluções 2014 Regras para Anulações e Devluções 2014 1. Regras Glbais 1. A anulaçã de uma reserva, pde implicar, quand bilhete se encntra emitid, a devluçã d preç u de parte d preç d bilhete, de acrd as regras descritas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER

PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE, CULTURA E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER CAMPEONATO MUNICIPAL ESTUDANTIL DE FUTEBOL DE CAMPO BOM DE BOLA, BOM NA ESCOLA. 2008

Leia mais

Tutorial Sistema Porto Sem Papel

Tutorial Sistema Porto Sem Papel Tutrial Sistema Prt Sem Papel 8 ESTADIA CONVENCIONAL: A estadia cnvencinal é aquela em que a embarcaçã deseja executar uma peraçã de carga, descarga, carga/descarga, embarque/desembarque de passageirs

Leia mais

Controle de Atendimento de Cobrança

Controle de Atendimento de Cobrança Cntrle de Atendiment de Cbrança Intrduçã Visand criar um gerenciament n prcess d cntrle de atendiment de cbrança d sistema TCar, fi aprimrad pela Tecinc Infrmática prcess de atendiment, incluind s títuls

Leia mais

Política de Privacidade Qrush Cards

Política de Privacidade Qrush Cards Plítica de Privacidade Qrush Cards Última atualizaçã em 21/09/2013 A Qrush Tecnlgia e Serviçs Ltda repeita a privacidade de seus clientes e usuáris e desenvlveu esta Plítica de Privacidade para demnstrar

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão FMUSP - HC. Faculdade de Medicina da USP Diretoria Executiva da FMUSP e Diretoria Executiva dos LIMs

Procedimento Operacional Padrão FMUSP - HC. Faculdade de Medicina da USP Diretoria Executiva da FMUSP e Diretoria Executiva dos LIMs 1. OBJETIVOS: fixar nrma para realizaçã ds prcediments de cleta interna de carcaças de animais de experimentaçã n Sistema FMUSP-HC, bservand-se as devidas cndições de higiene e segurança. 2. ABRANGÊNCIA:

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 027/ DE 19 DE NOVEMBRO DE VESTIBULAR 16/01 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Prgrama Ciência sem Frnteiras, lançad n dia 26 de julh de 2011, é um prgrama d Gvern Federal que busca prmver a cnslidaçã, a expansã e a internacinalizaçã

Leia mais

Todos os direitos reservados Versão 1.2

Todos os direitos reservados Versão 1.2 Guia de Relatóris Tds s direits reservads Versã 1.2 1 Guia de Relatóris Índice 1 Pedids... 3 1.1 Mnitr de Pedids... 3 1.2 Pedids... 4 1.3 Estatísticas de Pedids... 5 1.4 Acess e Cnsum... 7 1.5 Pedids pr

Leia mais

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente Sistema de Cmercializaçã de Radifármacs - Manual d Cliente O IEN está dispnibilizand para s seus clientes um nv sistema para a slicitaçã ds radifármacs. Este nv sistema permitirá a cliente nã só fazer

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇAO DE CONTRATO DE LEILÃO DE VENDA EDITAL DE LEILÃO Nº 001 / 2002 - MAE PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designaçã d Curs... 2 Duraçã Ttal d Curs de Frmaçã... 2 Destinatáris... 2 Objetiv Geral... 2 Objetivs Específics... 2 Estrutura mdular e respectiva carga hrária...

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

INFORMATIVO. Assunto: Informações sobre o Programa Banda Larga nas Escolas, listagem de previsão de instalação do 2 o trimestre de 2010.

INFORMATIVO. Assunto: Informações sobre o Programa Banda Larga nas Escolas, listagem de previsão de instalação do 2 o trimestre de 2010. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Esplanada ds Ministéris, Blc L, Ed. Sede, 1º andar, Sala 119 Asa Nrte Brasília/DF - CEP: 70047-900 INFORMATIVO Brasília, 02 de març de 2010. Assunt:

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF)

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF) Wrkshp Nva Legislaçã que regula a aplicaçã de Prduts Fitfarmacêutics (PF) Quinta d Vallad, Vilarinh ds Freires Branca Teixeira 23 de mai de 2013 Nva Legislaçã Lei nº26/2013 de 11 de abril Regula as actividades

Leia mais

Excluídas as seguintes definições:

Excluídas as seguintes definições: Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Entre PM AM.08 APLICAÇÃO DE PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE CONTRATAÇÃO E PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE LASTRO DE VENDA & PdC AM.10 MONITORAMENTO DE INFRAÇÃO

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT GRUPO HISPASAT Mai de 2014 PRIVADO PRIVADO E CONFIDENCIAL E Dcument Dcument prpriedade prpriedade HISPASAT,S.A. da 1 Prcess de atendiment a cliente

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição Julh 2010 Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids à EDP Distribuiçã DGF/Departament Gestã de Materiais e Equipaments Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids

Leia mais