Sumário do Volume. Linguagens e Códigos Digitais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário do Volume. Linguagens e Códigos Digitais"

Transcrição

1

2 Linguagens e ódigos igitais Sumário do Volume 1. Gráfios de geografia Homotetia ivisão Áurea Sequênia de Fionai Fratais álulo de área de figuras planas Semana de arte moderna Semelhanças entre triângulos Parodiando uma músia Impatos amientais e redução da iodiversidade 38

3 VOLUME 1 Sumário ompleto 1. Gráfios de geografia 2. Homotetia 3. ivisão Áurea 4. Sequenia de Fionai 5. Fratais 6. álulos de área de figuras planas 7. Semana de arte moderna 8. Semelhanças entre triângulos 9. Parodiando uma músia 10. Impatos amientais e redução da iodiversidade VOLUME produção agropeuária no mundo desenvolvido 12. glomerações uranas 13. Área de losango, trapézio e paralelogramo 14. Triângulo retângulo elementos e Teorema de Pitágoras 15. vida omo ela é riando um onto 16. Uma pesquisa sore a arte surrealista 17. Gráfio de uma função onstante 18. Gráfio de uma função quadrátia VOLUME Razões trigonomértrias do triângulo retângulo 20. Relações métrias num triângulo 21. Polígonos regulares 22. irunferênia 23. onheendo mais a nanotenologia 24. O teatro de rena e o inema no rasil 25. O exemplo japonês para o mundo 26. Um anúnio puliitário tema: aminhando ontra o vento

4

5 Linguagens e ódigos igitais Gráfios de geografia 5 1. gráfios de geografia Voê se lemra... Para se riar gráfios om qualidade a partir de uma série de dados o melhor programa é a planilha eletrônia. ra a planilha em seu omputador e faça uma revisão de omo voê deverá taular os dados nas élulas para oter uma melhor formatação dos gráfios, em omo qual tipo de gráfio é mais viável para o tipo de dado que deseja mostrar grafiamente. Para riar um gráfio na planilha al voê deve seguir alguns proedimentos que são pratiamente os mesmos para a planilha Exel. Voê deve ter os dados digitados na planilha e a partir daí seleionar a região onde estão os valores que servirão omo referênia para o gráfio e iniiar o proesso a partir da arra de menus ou da arra de ferramentas om a função Inserir gráfio. Quera manual élulas... Linhas olunas Folha... Folha do arquivo... trl ++ Vinular a dados externos... aratere espeial... Mara de formatação Hiperlink Função... Lista de funções trl+f2 Nomes Nota 1 Figura Filme e som Ojeto Gráfio... Quadro flutuante partir daí surgirá na sua tela a primeira etapa onde voê seleionará o tipo de gráfio. Esta é uma etapa importante pois voê deverá saer o melhor tipo de gráfio a ser riado para os seus dados e que permitirão uma melhor leitura posteriormente. ssistente de gráfio Etapas 1. Tipo de gráfio 2. Intervalo de dados 3. Série de dados 4. Elementos do grafio Esolher um tipo de gráfio oluna arra Pizza Área Linha XY (ispersão) Rede ções oluna e linha parênia 3 Forma arra ilindro one Pirâmide Normal Simples juda << Voltar Próximo >> onluir anelar

6 6 Linguagens e ódigos igitais Gráfios de geografia epois que voê liar em próximo surgirá a tela onde deverá ser esolhido a região de dados que farão parte do gráfio. Se voê seleionou antes, esta é uma etapa que deve ser pulada. ssistente de gráfio Etapas 1. Tipo de gráfio 2. Intervalo de dados 3. Série de dados 4. Elementos do gráfio Esolher um intervalo de dados Intervalo de dados $Planilha1.$a$1:$$6 Série de dados em linhas Série de dados em olunas Primeira linha omo rótulo Primeira oluna omo rótulo juda << Voltar Próximo >> onluir anelar Na próxima etapa é aquela onde voê pode alterar alguns títulos para olunas, linhas. ssistente de gráfio Etapas 1. Tipo de gráfio 2. Intervalo de dados 3. Série de dados 4. Elementos do grafio Personalizar intervalos de dados de séries de dados individuais Série de dados 1989 oluna Intervalos de dados Nome Valores de Y Intervalo para Nome 1 $Planilha1.$$1 $Planilha1.$$1:$6 diionar Remover ategorias $Planilha1.$$1:$6 juda << Voltar Próximo >> onluir anelar Finalmente, na última etapa voê poderá dar títulos, sutítulos, esolher se quer ou não mostrar legenda, exiir ou não a grade. ssistente de gráfio Etapas 1. Tipo de gráfio 2. Intervalo de dados 3. Série de dados 4. Elementos do grafio Esolher títulos, legendas e onfigurações de grade Título... Sustítulo asteimento de água por mun Regiões / 2000 Exiir legenda Esquerda Eixo X ireita Superior Eixo Y Inferior Eixo Z Exiir grandes Eixo X Eixo Y Eixo Z juda << Voltar Próximo >> onluir anelar

7 Linguagens e ódigos igitais Gráfios de geografia 7 Exeríios de sala 1 disiplina de Geografi a nos dá muitos susídios para a onstrução de gráfi os e taelas em função dela estudar o desenvolvimento eonômio das nações. Para esta atividade gostaríamos que voê pesquisasse na Internet dados relativos aos indiadores listados a seguir para os países da méria do Sul e depois os transformassem em gráfi os de olunas, arras ou linhas. diione na taela a seguir os dados pesquisados. Não se esqueça de anotar a fonte de onde voê onseguiu as informações em omo a data de referênia do dado. Isto é muito importante para dar rediilidade ao seu traalho. País PI* IH** IPH*** rgentina olívia rasil hile olômia Equador Ilhas Malvinas Guiana Franesa Guiana Paraguai Peru Suriname Uruguai Venezuela * Produto interno ruto PI ** Índie de desenvolvimento humano - IH *** Índie de poreza humana - IPH 2 gora é om voê. rie um gráfi o de olunas, um de arras e de linhas para ada um dos índies.

8 8 Linguagens e ódigos igitais 2. Homotetia Homotetia Saia mais onheendo o software matemátio GeoGera Introdução omo muitas de suas atividades são relaionadas à disiplina Matemátia, é interessante que voê tenha antes de tudo um reve onheimento sore o software que será utilizado. O GeoGera é um software gratuito de matemátia dinâmia que reúne reursos de geometria, álgera e álulo. Ele possui todas as ferramentas tradiionais de um software de geometria dinâmia: pontos, segmentos, retas e seções ônias. Graças à sua versatilidade, equações e oordenas podem ser inseridas diretamente. ssim, o GeoGera tem a vantagem didátia de apresentar, ao mesmo tempo, duas representações diferentes de um mesmo ojeto que interagem entre si: sua representação geométria e sua representação algéria. Esta introdução sore o GeoGera tem o ojetivo de fazer om que voê, alunos do Sistema de Ensino NE se atualize ou onheça uma importante ferramenta de estudo que estamos inserindo no material didátio e onsequentemente nas aulas de Linguagens e ódigos igitais omo um elemento de apoio pedagógio à disiplina de Matemátia. onheendo o GeoGera Para realizar todas as suas atividades é importante onheer as ino grandes áreas de traalho do programa: Menu prinipal arra de ferramentas Janela de álgera Janela de visualização ampo de entrada Menu prinipal É importante que voê onheça em a arra do menu prinipal, pois todas as onfigurações das janelas são feitas através dela. Para onheer melhor ara o programa e lique em ada uma das opções que o menu prinipal oferee, para quando for neessário utilizar voê já saia onde loalizar o reurso. arra de ferramentas Oserve que voê tem onze otões disponíveis na arra de ferramentas. Em ada um deles existe uma setinha rana na parte inferior dele que lhe permitirá esolher o tipo de operação que deseja fazer. Janela de álgera É a janela onde voê oserva os dados algérios, as fórmulas de funções do desenho que está sendo desenvolvido.

9 Linguagens e ódigos igitais Homotetia 9 Janela de visualização É a janela onde voê desenha todas as figuras, retas, urvas, et. Oserve que os dados são valorizados pelo plano artesiano (x,y). ampo de entrada É o loal onde voê pode realizar álulos utilizando de funções previamente riadas ou suas próprias fórmulas. Importante Sempre que voê terminar de inserir uma figura, tela ES para que o programa assuma a função de MOVER, e desta forma, evitará que se adiione uma nova função ao que já está pronto. ownload Para ter o programa instalado em seu omputador asta aessar e fazer o download. Práxis 1 esenhando um polígono qualquer - Triângulo Para omeçar esolha o modo Novo ponto na arra de ferramentas e dê três liques na área de traalho para riar os três vérties, e do triângulo. Esolha o modo Polígono e dê um lique sore os pontos,,, e, novamente, sore para riar o triângulo P. janela algéria mostrará a área do triângulo. Novo ponto α Polígono a

10 10 Linguagens e ódigos igitais Homotetia ia: Sempre que voê terminar de desenhar qualquer fi gura, tele ES para que o GeoGera assuma a função MOVER. om isto voê não orrerá nenhum riso de desenhar novas fi guras, inserir novos pontos que não sejam neessários. ntes de iniiar algumas atividades é om que ara o programa e navegue pela arra de menus e pela arra de ferramentas e veja quais são as opções ofereidas a voê para traalhar om o programa. Exeríios de sala esenhe no GeoGera as seguintes fi guras geométrias planas: 2 esenhe um segmento defi nido por dois pontos om tamanho igual a 6. epois desura o ponto médio para este segmento. Finalizando trae uma reta perpendiular ao segmento que passe pelo ponto médio. Para omprovar que sua atividade está orreta movimente um dos dois pontos do segmento e veja se a reta aompanha a perpendiularidade. 3 esenhe um polígono (quadrado) que tenha lado igual a 4. epois desenhe um outro quadrado dentro do primeiro que tenha exatamente a metade da área do primeiro. 4 esenhe um triângulo qualquer. epois determine a issetriz do mesmo. Para que voê possa onstruir vários exemplos de Homotetia vamos utilizar o programa GeoGera. 5 Exemplo 1 rie um ponto e um ponto onforme a fi gura a seguir: Na linha de entrada digite o seguinte omando para riar a Homotetia do ponto em relação ao ponto. Entrada: Homotetia[,2,] gora, veja o resultado: Utilize a ferramenta istânia, omprimento ou perímetro e meça a distânia entre e e entre e. Veja que para a razão que determinamos na fórmula, o valor será igual. = 4.75 = 4.75

11 Linguagens e ódigos igitais Homotetia 11 Finalizando, movimente o ponto ou o ponto e veja se é mantida a relação de Homotetia entre os pontos. 6 Exemplo 2 rie um ponto e uma reta a. a Esreva na linha de entrada o seguinte omando: Homotetia[a,2,] Entrada: Homotetia[a,2,] a a gora é só voê movimentar os pontos, ou e ver omo se mantém as regras de Homotetia na fi gura. 7 Exemplo 3 rie um ponto e um triângulo. d

12 12 Linguagens e ódigos igitais Homotetia Trae uma reta defi nida por dois pontos entre e, e, e. d Na linha de entrada entre om o omando para fazer a Homotetia Homotetia [polígono1,2,] Entrada: Homotetia[polígono1,2,] alule as distânias entre os pontos. epois mova os pontos e omprove se as regras para Homotetia estão sendo mantidas. = 3.79 = 3.79 d = 2.54 = 5.01 d = 2.54 = Vamos mostrar agora um exemplo que o programa não fi a restrito somente a onstruir relações matemátias om fi guras planas. Voê poderá ver a Homotetia de uma fi gura de uma ola

13 Linguagens e ódigos igitais ivisão Áurea divisão áurea Exeríios de sala 1 Para estudarmos divisão áurea voê deverá desenhar um pentágono om a ferramenta Polígono Regular. Polígono Regular Seleione primeiro dois ponto e, depois, digite o número de vérties d E e a gora om a ferramenta Segmento una os pontos. d E f h g e i j a

14 14 Linguagens e ódigos igitais Sequênia de Fionai 4. sequênia de Fionai Exeríios de sala 1 Para se desenhar uma Sequenia de Fionai no GeoGera voê deve iniialmente oultar os eixos liando no menu Exiir Eixos. epois lique no mesmo menu na opção Malha. rquivo Editar Exiir Opções Ferramentas Eixos Malha Janela juda gora om a ferramenta Polígono desenhe um quadrado om tamanho de lado igual a 1. Polígono Seleione os vérties formando um ilo d a

15 Linguagens e ódigos igitais Sequênia de Fionai 15 gora om a ferramenta Setor irular dados o entro e dois pontos voê vai traçar um quarto de írulo dentro deste quadrado. ordem de liques nos pontos om o mouse é:. Setor irular dados o entro e dois pontos Seleione o entro e, depois, dois pontos a d e gora desenhe um novo quadrado om tamanho de lado igual a 1. epois trae um novo quarto de írulo. Lemre-se que para traçar um quarto de írulo voê deverá sempre liar nos pontos oedeendo ao sentido anti-horário. E e 1 f g a 1 d e F 1 Trae agora um quadrado om tamanho de lado igual a 2 epois trae um novo quarto de írulo. E f F H g e f k 1 h a 1 d e g 1 G gora trae um quadrado om tamanho de lado igual a 3. epois trae novo quarto de írulo. E f F H g f e k 1 h a 1 d e d 1 g 1 G j p g 2 J i I

16 Prezado leitor, gradeemos o interesse em nosso material. Entretanto, essa é somente uma amostra gratuita. aso haja interesse, todos os materiais do Sistema de Ensino NE estão disponíveis para aquisição através de nossa loja virtual. loja.needua.om.r

Dica : Para resolver esse exercício pegue o arquivo pontosm.txt, na página do professor.

Dica : Para resolver esse exercício pegue o arquivo pontosm.txt, na página do professor. Colégio Ténio Antônio Teieira Fernandes Disiplina ICG Computação Gráfia - 3º Anos (Informátia) (Lista de Eeríios I - Bimestre) Data: 10/03/2015 Eeríios 1) Elabore um proedimento em C++ que passe os pares

Leia mais

Resolvido por Jorge Lagoa, tendo em atenção os Critérios de Classificação do Exame.

Resolvido por Jorge Lagoa, tendo em atenção os Critérios de Classificação do Exame. 1. Na esola da Rita, fez-se um estudo sobre o gosto dos alunos pela leitura. Um inquérito realizado inluía a questão seguinte. COTAÇÕES «Quantos livros leste desde o iníio do ano letivo?» As respostas

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 05 - Desvendando o GeoGebra PARTE 04 - COMO APAGAR OBJETOS. Ao iniciar o GeoGebra,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática Introdução ao GeoGebra software livre 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS Curso de Matemática Primeiros Passos Com o Software Livre GeoGebra Março de 2010 Prof. Ilydio Pereira de Sá Introdução ao

Leia mais

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Vestibular ITA 2016 MATEMÁTICA 01.

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Vestibular ITA 2016 MATEMÁTICA 01. POVA COMENTADA PELOS Vestibular ITA 6 Questão esposta: B POVA COMENTADA PELOS Vestibular ITA 6 I Verdadeira ( ) log log D( ) / Portanto, é resent resente II Verdadeira log / III Falsa Considere que ()

Leia mais

COEFICIENTES DE ATRITO

COEFICIENTES DE ATRITO Físia Geral I EF, ESI, MAT, FQ, Q, BQ, OCE, EAm Protoolos das Aulas Prátias 003 / 004 COEFICIENTES DE ATRITO 1. Resumo Corpos de diferentes materiais são deixados, sem veloidade iniial, sobre um plano

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH Conteúdos: Geometria, espaço e forma, grandezas e medidas. Tempo: 2 aulas de 50 minutos. Objetivos: Desenvolver a análise de espaço e forma dentro de ambientes simulados,

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Engenharia de Controle e Automação 9ª Série Controle e Servomeanismos I A atividade prátia supervisionada (ATPS) é um proedimento metodológio de ensino-aprendizagem

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 9. Curso de Geometria - Nível 3. Prof. Cícero Thiago

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 9. Curso de Geometria - Nível 3. Prof. Cícero Thiago Polos Olímpios de Treinamento urso de Geometria - Nível 3 Prof. íero Thiago ula 9 Relações métrias no triângulo. Teorema 1. (Lei dos Senos) Seja um triângulo tal que = a, = b e =. Seja R o raio da irunferênia

Leia mais

Início. Guia de Instalação Rápida FAX-2840 / FAX-2845 FAX-2940. o equipamento da embalagem e verificar os componentes. Observação

Início. Guia de Instalação Rápida FAX-2840 / FAX-2845 FAX-2940. o equipamento da embalagem e verificar os componentes. Observação Guia de Instalação Rápida Iníio FAX-2840 / FAX-2845 FAX-2940 Leia o Guia de Segurança de Produto primeiro e, em seguida, leia este Guia de Instalação Rápida para oter o proedimento de onfiguração e instalação

Leia mais

Linguagens e Códigos Digitais 1

Linguagens e Códigos Digitais 1 Linguagens e Códigos Digitais Linguagens e Códigos Digitais SUMÁRIO DO VOLUME LINGUGENS E CÓDIGOS DIGITIS. Matemática Financeira porcentagens, juros, descontos e aumentos 5. Revolução Francesa sob o ponto

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 Desenvolver juntamente aos professores, alunos, equipe diretiva e demais participantes atividades que auxiliem no uso do aplicativo KlogoTurtle e KPresenter assim os

Leia mais

Microsoft PowerPoint

Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint é utilizado para desenvolver apresentações. Os trabalhos desenvolvidos com este aplicativo normalmente são apresentados com o auxílio de um datashow. Apresentações

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL.

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. Um gráfico no Excel é uma representação gráfica dos números de sua planilha - números transformados em imagens. O Excel examina um grupo de células que tenham sido selecionadas.

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

DOSAGEM DE TRAÇOS DE CONCRETO PARA OBRAS DE PEQUENO PORTE, PELO MÉTODO ACI/ABCP E MODELO PROPOSTO POR CAMPITELI. Junio de Matos Torres

DOSAGEM DE TRAÇOS DE CONCRETO PARA OBRAS DE PEQUENO PORTE, PELO MÉTODO ACI/ABCP E MODELO PROPOSTO POR CAMPITELI. Junio de Matos Torres 0 DOSAGE DE TRAÇOS DE ONRETO PARA OBRAS DE PEQUENO PORTE, PELO ÉTODO AI/ABP E ODELO PROPOSTO POR APITELI. Junio de atos Torres Garanhuns setembro de 2015 1 ONRETO DEFINIÇÃO onreto é basiamente o resultado

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora usando o CD de Software e documentação. Guia de conexão

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora usando o CD de Software e documentação. Guia de conexão Página 1 e 6 Guia e onexão Sistemas operaionais suportaos Com o CD o software, voê poe instalar o software a impressora nos seguintes sistemas operaionais: Winows 8.1 Winows Server 2012 R2 Winows 7 SP1

Leia mais

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos.

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Fórmulas e Funções Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Operadores matemáticos O Excel usa algumas convenções

Leia mais

SUMÁRIO VOLUME 1 LINGUAGENS E CÓDIGOS DIGITAIS

SUMÁRIO VOLUME 1 LINGUAGENS E CÓDIGOS DIGITAIS SUMÁRIO VOLUME 1 "A Terra é azul" Yuri Gagarin Capítulo 1 - Redescobrindo as palavras 05 Capítulo 2 Reconstruindo os fatos 05 Capítulo 3 Movimentos da Terra 07 Capítulo 4 - Os planetas no Universo 09 Capítulo

Leia mais

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 UPE Campus III Petrolina 4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 GT-Paisagem Prof. Dr. Lucas Costa de Souza Cavalcanti 1 INTRODUÇÃO Este tutorial ensina como elaborar o layout de mapas no QGIS 2.0. O layout é

Leia mais

Microsoft Office 2007

Microsoft Office 2007 Your Quick Reference Expert Visão geral Microsoft Office 2007 A Word B Excel A B E PowerPoint O Microsoft Office 2007 é um sistema integrado de programas para a criação de documentos, comunicação, gerenciamento

Leia mais

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index.

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index. Applets no Geogebra Sonia Regina Soares Ferreira UFBA Applet é um software aplicativo que é executado no contexto de outro programa. Os applets geralmente tem algum tipo de interface de usuário, ou fazem

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g

Banco de Dados Oracle 10g 2010 Banco de Dados II Líder: George Petz... 19 Bruno Aparecido Pereira... 07 Gustavo da Silva Oliveira... 24 Luis Felipe Martins Alarcon... 32 Rubens Gondek... 41 Professor: Gilberto Braga de Oliveira

Leia mais

AVISO indica uma situação potencialmente perigosa que, se não evitada, pode resultar em morte ou ferimentos graves.

AVISO indica uma situação potencialmente perigosa que, se não evitada, pode resultar em morte ou ferimentos graves. Guia de Configuração Rápida Iníio MFC-7860DW Antes de instalar este equipamento, leia a seção de Segurança e Questões Legais. Em seguida, utilize o Guia de Configuração Rápida, que ontém instruções para

Leia mais

Curso de Data Mining

Curso de Data Mining Aula 7 - Os algoritmos SPIRIT Curso de Data Mining Sandra de Amo O esquema geral dos algoritmos SPIRIT é o seguinte: ETAPA 1 : Etapa do relaxamento R Calula-se o onjunto L das sequênias frequentes que

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

MICROSOFT VISIO 2013 MODELOS ELABORANDO ORGANOGRAMAS

MICROSOFT VISIO 2013 MODELOS ELABORANDO ORGANOGRAMAS MODELOS O Microsoft Office Visio 2013 possui uma ampla variedade de modelos pré-definidos para agilizar a produção de diagramas. A vantagem de escolhermos um modelo é a praticidade de que as formas que

Leia mais

Guia de conexão. Instalando a impressora localmente (Windows) O que é impressão local? Instalando a impressora usando o CD de Software e documentação

Guia de conexão. Instalando a impressora localmente (Windows) O que é impressão local? Instalando a impressora usando o CD de Software e documentação Página 1 de 6 Guia de onexão Instalando a impressora loalmente (Windows) Nota: se o sistema operaional não for suportado pelo CD Software e doumentação, será neessário usar o Assistente Adiionar impressora.

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

SuperLogo: aprendendo com a sua criatividade

SuperLogo: aprendendo com a sua criatividade SuperLogo: aprendendo com a sua criatividade O SuperLogo é um programa computacional que utiliza linguagem de programação Logo. Esta linguagem foi desenvolvida na década de 60 nos Estados Unidos no Instituto

Leia mais

PROCESSAMENTO DOS DADOS DE DIFRAÇÃO DE RAIOS X PARA MEDIÇÃO DE TENSÕES

PROCESSAMENTO DOS DADOS DE DIFRAÇÃO DE RAIOS X PARA MEDIÇÃO DE TENSÕES PROCESSAMENTO DOS DADOS DE DIFRAÇÃO DE RAIOS X PARA MEDIÇÃO DE TENSÕES J.T.Assis joaquim@iprj.uerj.br V.I.Monin monin@iprj.uerj.br Souza, P. S. Weidlih, M. C. Instituto Politénio IPRJ/UERJ Caixa Postal

Leia mais

Trabalhando com funções envolvendo operações financeiras no EXCEL

Trabalhando com funções envolvendo operações financeiras no EXCEL Trabalhando com funções envolvendo operações financeiras no EXCEL Material elaborado por: Leandra Anversa Fioreze Professora de Matemática do Centro Universitário Franciscano 1. Iniciando uma planilha

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Geogebra, uma ferramenta genial

Geogebra, uma ferramenta genial Geogebra, uma ferramenta genial Eduardo Antônio Soares Júnior Jéssica Amorim Mamed Paulo Tarso Farias Teixeira Roberta Layra Faragó Jardim Jaime Batista de Souza Deborah Faragó Jardim 9 de abril de 2013

Leia mais

Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce

Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce Tutorial do Usuário para utilização do Magento e commerce Sumário Introdução...3 Página inicial (Home Page)...3 Criar uma conta ou Entrar (Login)...4 Criar uma Conta...5 Entrar (Login)...6 Minha Conta...7

Leia mais

Projeto para Sala de Aula

Projeto para Sala de Aula Projeto para Sala de Aula I IDENTIFIAÇÃO Título: álculo de juros simples e compostos utilizando o Excel. Série: 3ª série do ensino médio. Descrição: O aluno irá criar uma planilha para encontrar os valores

Leia mais

Sua mais nova e completa ferramenta

Sua mais nova e completa ferramenta TUTORIAL PORTAL CLIENTE LUCIOS Sua mais nova e completa ferramenta SOLICITE SEU ACESSO PRÉ-REQUISITO NAVEGADOR IE MICROSOFT O Navegador IE - Internet Explore, vem instalado como padrão em qualquer distribuição

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice AULA 1: Windows - Apresentação... 3 EXERCÍCIOS:... 5 Anotações... 6 2 AULA 1: Windows - Apresentação A primeira tela que aparece

Leia mais

Questão - 01. Essência do Excel 2003...

Questão - 01. Essência do Excel 2003... Valdir Questão - 01 Como deve proceder o usuário do Microsoft para que sejam atualizados os cálculos das funções ou fórmulas utilizadas nas planilhas? a) Pressionar a tecla F9 no teclado b) Pressionar

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB I Semana de Educação Matemática: Discutindo o trabalho docente aliado às novas tendências educacionais 25 a 29 de maio de 2009 Minicurso: GEOGEBRA UM FORTE

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica 1 5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica Cristina Cerri IME USP Cada vez mais estamos incorporando o computador

Leia mais

A escolha do consumidor sob incerteza

A escolha do consumidor sob incerteza UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS - UFPEL Departamento de Eonomia - DECON A esolha do onsumidor sob inerteza Professor Rodrigo Nobre Fernandez Pelotas 2015 1 Introdução A inerteza faz parte da vida, nos

Leia mais

Impressão Simples de Desenhos no AutoCAD

Impressão Simples de Desenhos no AutoCAD Impressão Simples de esenhos no uto INTROUÇÃO Pretende-se, neste artigo, detalhar de maneira simples a impressão de um desenho técnico elaborado com o software gráfico uto. Esse método é de fácil assimilação,

Leia mais

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela Aula 01 - Formatações prontas e Sumário Formatar como Tabela Formatar como Tabela (cont.) Alterando as formatações aplicadas e adicionando novos itens Removendo a formatação de tabela aplicada Formatação

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 Fazendo Gráficos de Seus Dados Uma planilha calcula e apresenta as diferenças e semelhanças entre os números e suas modificações ao longo do tempo. Mas os dados em si não

Leia mais

A B C Para colocar letras nas figuras, escrevem-se as letras segundo o sentido contrário ao dos ponteiros do relógio.

A B C Para colocar letras nas figuras, escrevem-se as letras segundo o sentido contrário ao dos ponteiros do relógio. Ângulos e triângulos Unidde 6 PLIR 1. Oserv figur. Nos pontos e estão plntds árvores. Pretende-se plntr um árvore num ponto de modo que os pontos, e pertençm à mesm ret. z três desenhos indindo o ponto

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

BrOffice Módulo 01 ÍNDICE

BrOffice Módulo 01 ÍNDICE ÍNDICE Vídeo 01: Introdução ao BrOffice Vídeo 02: Componentes Vídeo 03: Outras funções Vídeo 04: Formato de arquivo Vídeo 05: Uso Vídeo 06: Multiplataforma Vídeo 07: Conhecendo a interface Vídeo 08: Experimentando

Leia mais

5910179 Biofísica I Turma de Biologia FFCLRP USP Prof. Antônio C. Roque Segunda lista de exercícios

5910179 Biofísica I Turma de Biologia FFCLRP USP Prof. Antônio C. Roque Segunda lista de exercícios Lista sobre funções no Excel A ideia desta lista surgiu em sala de aula, para ajudar os alunos a conhecer de modo prático as principais funções matemáticas que aparecem em biologia. Inicialmente, para

Leia mais

Acordo Ortográfico no Linux Educacional

Acordo Ortográfico no Linux Educacional Acordo Ortográfico no Linux Educacional Por: Rafael Nink de Carvalho Neste artigo irei abordar como atualizar o Vero - Corretor Ortográfico do BrOffice.org na distribuição Linux Educacional. Mas antes

Leia mais

A aparição. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito de logaritmo 2. Mostrar algumas aplicações e utilidades do logaritmo

A aparição. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir o conceito de logaritmo 2. Mostrar algumas aplicações e utilidades do logaritmo A aparição Série Matemátia na Esola Ojetivos 1. Introduzir o oneito de logaritmo 2. Mostrar algumas apliações e utilidades do logaritmo A aparição Série Matemátia na Esola Conteúdos Logaritmo: álulo e

Leia mais

Compositor de Impressão do QGIS

Compositor de Impressão do QGIS Compositor de Impressão do QGIS 1. Introdução O Compositor de Impressão é uma ferramenta oferecida pelo QGIS para elaborar a versão final dos mapas que serão impressos. Permite a definição de escala e

Leia mais

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS Autodesk 360 é a nuvem da Autodesk, podendo ser acessada pela sua conta da Autodesk Education Community (estudantes) ou Autodesk Academic Resource

Leia mais

BREVE TUTORIAL DO PAINT PARTE I Prof. Reginaldo Brito - Informática

BREVE TUTORIAL DO PAINT PARTE I Prof. Reginaldo Brito - Informática BREVE TUTORIAL DO PAINT PARTE I Prof. Reginaldo Brito - Informática O Paint é o programa de edição de imagens padrão do Windows, ao instalar o sistema o Paint é instalado automaticamente. Provavelmente,

Leia mais

GESTÃO DE INTERSECÇÕES RODOVIÁRIAS FUNCIONAMENTO EM MODELOS DE ROTUNDA

GESTÃO DE INTERSECÇÕES RODOVIÁRIAS FUNCIONAMENTO EM MODELOS DE ROTUNDA GESTÃO DE INTERSECÇÕES RODOVIÁRIAS FUNCIONAMENTO EM MODELOS DE ROTUNDA PAULO MATOS MARTINS PROF. ADJUNTO, ISEL. EDUARDO NABAIS ENCARREGADO DE TRABALHOS, ISEL RUI CABRAL TÉCNICO SUPERIOR, IEP - SANTARÉM

Leia mais

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Aluno: Turma Aula 1: Objetivos Aprender quais são as partes principais do computador, e quais suas funcoes. Aprender a ligar e desligar o computador

Leia mais

PROJETO SALA DE AULA

PROJETO SALA DE AULA PROJETO SALA DE AULA 1. Identificação: Título: APRENDENDO FUNÇÕES BRINCANDO Série: 1º série do Ensino Fundamental Softwares Necessários: Cabri-Géomètre, Jogos de Funções e Graphmatica Tempo previsto: Seis

Leia mais

Exercício - Power Point 4.0

Exercício - Power Point 4.0 Exercício - Power Point 4.0 1 Cenário:Você é um Gerente de Contas da Empresa Ferguson and Bardell e irá criar uma apresentação de investimento. Este é o primeiro exercício de uma série de 5, os exercício

Leia mais

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice

Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE. Índice CAPA Universidade Federal do Mato Grosso - STI-CAE Índice 1. Página da área administrativa... 1.1 Botões e campo iniciais... 2. Explicar como funcionam as seções... 2.1. Seções dinâmicos... 2.1.1 Como

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA SBB ON-LINE

MANUAL DO PROGRAMA SBB ON-LINE T.I. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DO PROGRAMA SBB ON-LINE ABCPCC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DO CAVALO DE CORRIDA SÃO PAULO 2011 Sumário INTRODUÇÃO... 3 INSTALAÇÃO... 4 COMUNICANDO

Leia mais

Como criar formulário com o Google Drive

Como criar formulário com o Google Drive Como criar formulário com o Google Drive Lembre-se que uma das maiores dificuldades em questionários e pesquisas é a árdua tarefa de consolidar os dados para análise. Com o Google Formulários é possível

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

Topo para a loja virtual Brasmarket com imagens

Topo para a loja virtual Brasmarket com imagens Topo para a loja virtual Brasmarket com imagens Este tutorial é para orienta-lo na criação do topo da sua loja virtual Brasmarket usando o programa Paintnet que é gratuito e simples de usar Primeiro faça

Leia mais

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano Formatação condicional utilizando o valor da célula O que é? Algumas vezes é preciso destacar os valores, ou seja, como colocar em vermelho ou entre parênteses, os negativos, e de outra cor os positivos,

Leia mais

canal 1 canal 2 t t 2 T

canal 1 canal 2 t t 2 T ircuito L (Prova ) --7 f [khz] L T [s] s canal canal t t T Fig. ircuito usado Tarefas: ) Monte o circuito da figura usando o gerador de funções com sinais harmônicos como força eletromotriz. Use um resistor

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Boletim Técnico. CT-e 1.04c - Seguradora PROCEDIMENTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO. Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 10

Boletim Técnico. CT-e 1.04c - Seguradora PROCEDIMENTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO. Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 10 T-e 1.04c - eguradora Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 10 hamado : TFOKJH Data da publicação : 09/10/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : DbAccess Esta melhoria depende de

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon MDaemon GroupWare plugin para o Microsoft Outlook Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon Versão 1 Manual do Usuário MDaemon GroupWare Plugin for Microsoft Outlook Conteúdo 2003 Alt-N Technologies.

Leia mais

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir Sólidos Geométricos As figuras geométricas espaciais também recebem o nome de sólidos geométricos, que são divididos em: poliedros e corpos redondos. Vamos abordar as definições e propriedades dos poliedros.

Leia mais

ESCALAS. Escala numérica objeto. é a razão entre a dimensão gráfica e a dimensão real de um determinado. d/d = 1/Q

ESCALAS. Escala numérica objeto. é a razão entre a dimensão gráfica e a dimensão real de um determinado. d/d = 1/Q ESCLS Importância da escala: O uso de uma escala é indispensável quando se faz necessário representar um objeto graficamente mantendo a proporção entre suas partes ou em relação a outros objetos. Escala

Leia mais

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Apucarana Projeto Novos Talentos Edital CAPES 55/12 Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA Professor Responsável: Ivan José Coser

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 4 Fazendo Gráficos de Seus Dados Uma planilha calcula e apresenta as diferenças e semelhanças entre os números e suas modificações ao longo do tempo. Mas os dados em si não

Leia mais

Um Pequeno Manual. Adelmo Ribeiro de Jesus

Um Pequeno Manual. Adelmo Ribeiro de Jesus Um Pequeno Manual do Winplot Adelmo Ribeiro de Jesus O WINPLOT é um programa de domínio público, produzido por Richard Parris, da Phillips Exeter Academy, em New Hampshire. Recentemente traduzido para

Leia mais

Osmometria de Membrana. Ricardo Cunha Michel sala J-210 e J-126 (LAFIQ) 2562-7228 rmichel@ima.ufrj.br

Osmometria de Membrana. Ricardo Cunha Michel sala J-210 e J-126 (LAFIQ) 2562-7228 rmichel@ima.ufrj.br Osmometria de Membrana Riardo Cunha Mihel sala J-210 e J-126 (LAFIQ) 2562-7228 rmihel@ima.ufrj.br O Fenômeno da Osmose * A osmose pode ser desrita omo sendo o resultado da tendênia do solvente em meslar-se

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

AULA 2 Planos, Vistas e Temas

AULA 2 Planos, Vistas e Temas 2.1 AULA 2 Planos, Vistas e Temas Essa aula apresenta os conceitos de Plano de Informação, Vista e Tema e suas manipulações no TerraView. Para isso será usado o banco de dados criado na AULA 1. Abra o

Leia mais

AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView

AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView 1.1 AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView Essa aula apresenta o software TerraView apresentando sua interface e sua utilização básica. Todos os arquivos de dados mencionados neste documento bem como o executável

Leia mais

Composição de Layout no Terraview

Composição de Layout no Terraview MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice

Apostilas OBJETIVA Escrevente Técnico Judiciário TJ Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. Índice Índice Caderno 2 PG. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão,

Leia mais

Planilha (2ª parte) Capítulo 15

Planilha (2ª parte) Capítulo 15 Capítulo 15 Planilha (2ª parte) 15.1 Cortando Copiando e Colando Dados Você pode copiar informações de uma célula para a outra de várias maneiras. Selecione a célula que contém a informação que deseja

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

Bem-vindo ao Connect Bank do HSBC. A ferramenta online para a gestão financeira da sua empresa.

Bem-vindo ao Connect Bank do HSBC. A ferramenta online para a gestão financeira da sua empresa. Bem-vindo ao Connect Bank do HSBC. A ferramenta online para a gestão financeira da sua empresa. Siga este passo a passo para realizar seu cadastro e começar a aproveitar todos os benefícios do Connect

Leia mais

6.10 Exercício...38 7 ORDENAÇÃO OU CLASSIFICAÇÃO DE DADOS...39 7.1 Autofiltro...39 7.2 Filtro padrão...39 7.3 Exercício...39 8 GRÁFICO...40 8.

6.10 Exercício...38 7 ORDENAÇÃO OU CLASSIFICAÇÃO DE DADOS...39 7.1 Autofiltro...39 7.2 Filtro padrão...39 7.3 Exercício...39 8 GRÁFICO...40 8. Sumário 1 INTRODUÇÃO...5 1.1 O que é uma planilha...5 1.2 Importância do uso de planilhas eletrônica...5 1.3 Quais os Software disponíveis...5 1.4 O que é BrOffice.org Calc?...5 1.5 Exercício...5 2 APRESENTANDO

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna O que é uma planilha eletrônica? É um aplicativo que oferece recursos para manipular dados organizados em tabelas. A partir deles pode-se gerar gráficos facilitando a análise e interpretação dos dados

Leia mais

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS Este tutorial tem como objetivo instruir passo à passo como criar templates de peças, utilizar os novos recursos de cadastro de propriedade de peças e criação de legenda. 1-

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL LEVANTAMENTOS QUANTITATIVOS EM PLANTAS LIGANDO O EXCEL AO AUTOCAD Para que possamos estudar os custos em uma construção, além de estarmos municiados com um bom

Leia mais