Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014"

Transcrição

1 Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet Marabá / PA 15 de abril de 2014

2 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário

3 Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES N o de operações ,1 milhão MPMEs: 96% Instituição Financeira Credenciada Desembolsos 2013 Informação e Relacionamento R$ 190 bilhões MPMEs: 63,5 bi = 33% Empresário

4 Informações gerais Requisitos Mínimos BNDES Agente Financeiro Em dia obrigações fiscais e previdenciárias; Legislação ambiental; Não estar em regime de recuperação de crédito. Análise cadastral; Capacidade de pagamento; Garantias: normas Banco Central. O BNDES não exige tempo mínimo de faturamento!

5 Fluxo Operacional no Ag. Financeiro Cadastro Limite de Crédito Faturamento Patrimônio Setor Risco Operações Capacidade Pagamento Garantias

6 Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

7 Quem são as MPMEs? Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual Micro até R$ 2,4 milhões Pequena até R$ 16 milhões Média até R$ 90 milhões

8 Formas de apoio do BNDES Projetos de Investimento BNDES Automático Máquinas e Equipamentos BNDES Finame Máquinas / Equip + Insumos e Serviços Cartão BNDES Investimentos para Inovação BNDES MPME Inovadora Capital de Giro BNDES Progeren

9 Projetos de Investimento

10 Projetos de Investimento BNDES Automático O que pode ser financiado? Obras civis, montagem e instalações Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Móveis e utensílios Despesas pré-operacionais Pesquisa e Desenvolvimento / Certificação Máquinas e equipamentos nacionais Novos Usados - Microempresa Capital de Giro até 40% do investimento financiável

11 Projetos de Investimento BNDES Automático Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente; 1 - Qual é a participação Pode ser máxima utilizado o BNDES? Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI). 2 - Quais são as garantias exigidas? O financiamento pode chegar até 90% do valor do investimento. Aquisições de terrenos e imóveis; Compra de empresas; Aquisição 3 - Qual de é software o prazo produzido total? no exterior. Os prazos de carência e amortização são definidos 4 O que pelo não agente pode financeiro. ser financiado? Prazo total: até 240 meses.

12 Projetos de Investimento BNDES MPME Inovadora O que pode ser financiado? Investimentos complementares em processos inovadores Desenvolvimento de novos produtos/processos Implantação/modernização das instalações das MPMEs de base tecnológica Possibilidade de Recursos na forma de CAPITAL DE GIRO isolado

13 BNDES MPME Inovadora BNDES MPME Inovadora Condições de enquadramento Tenham financiado, a partir de 2011, a contratação de um dos serviços tecnológicos no âmbito do Produto Cartão BNDES: Serviços de avaliação de software: Inovação e extensão tecnológica: Depósitos de propriedade intelectual junto ao INPI Tenham sido apoiadas (contratação a partir de 2011) por um dos seguintes Programas: Sistema Brasileiro de Tecnologia (SIBRATEC); Programa SEBRAETEC Serviços em Inovação e Tecnologia; Edital SENAI SESI de Inovação.

14 BNDES MPME Inovadora BNDES MPME Inovadora Condições de enquadramento Tenham patente concedida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) no mesmo ano do protocolo da proposta de financiamento ou nos dois anos anteriores Sejam residentes ou tenham sido aprovadas em processo de seleção de Parques Tecnológicos estruturados conforme Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal Inova Empresa PNI / Parques Tecnológicos 02/2013. Estejam incubadas ou tenham sido graduadas, no exercício do protocolo da proposta de financiamento ou nos dois anteriores, nas incubadoras nucleadoras classificadas conforme a aplicação do modelo CERNE e selecionadas por meio do Edital SEBRAE/ANPROTEC 01/2011.

15 BNDES MPME Inovadora BNDES MPME Inovadora Condições de enquadramento Investidas por Fundos de Investimento em Participações e/ ou Fundos Mútuos de Investimento em Empresas Emergentes. Relação de Fundos de Investimento no site do BNDES

16 Projetos de Investimento BNDES MPME Inovadora Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente; 1 - Qual é a participação máxima do BNDES? Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI). 2 - Quais são as garantias exigidas? O financiamento pode chegar até 100% do valor do investimento. Aplicam-se as restrições do BNDES 3 - Qual Automático é o prazo total? Os prazos de carência e amortização são definidos pelo agente financeiro. 4 O que não pode ser financiado? Prazo total: até 120 meses (invest); até 36 meses (giro).

17 Máquinas e Equipamentos

18 Máquinas e Equipamentos BNDES Finame O que pode ser financiado? Máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional e listados no CFI (Credenciamento de Fabricantes Informatizado BNDES); Capital de giro associado ao investimento fixo. Microempresa até 50% Pequena e Média até 30%

19 BNDES PSI BNDES PSI Condições especiais para o financiamento à produção e à aquisição de máquinas e equipamentos O que pode ser financiado? Aquisição de máquinas e equipamentos de fabricação nacional e listados no Credenciamento de Fabricantes Informatizado, disponível no Portal BNDES; Capital de giro associado à aquisição de máquinas e equipamentos; Aquisição de ônibus, caminhões, chassis, caminhões-trator, carretas, cavalos-mecânicos, reboques, semirreboques, tanques e afins novos, de fabricação nacional e constantes no CFI.

20 Máquinas e Equipamentos BNDES Finame/BNDES PSI A garantia mínima é o próprio equipamento financiado; 1 - Qual é o prazo do O agente poderá exigir garantias financiamento? adicionais; Pode ser utilizado o BNDES FGI. 2 - Quais são as garantias Os prazos de carência e amortização são definidos pelo agente; Prazo exigidas? total: até 120 meses. Máquinas e equipamentos que NÃO estejam 3 - Qual no CFI é a (Credenciamento participação de Fabricantes máxima Informatizado BNDES? BNDES); Máquinas e equipamentos usados. 4 O que não pode ser financiado? Pode chegar a 100% do valor do investimento (PSI);

21 BNDES FINAME para cabos de fibra óptica

22 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica 2013: Associações de provedores de Internet solicitam ao BNDES inclusão de cabos de fibra óptica no CFI (Cadastro FINAME); BNDES credencia fabricantes nacionais de cabos de fibra óptica: FIBRACEM FURUKAWA PRYSMIAN Inclusão no programa BNDES PSI: Financiamento de até R$ 1,5 milhão por CNPJ, limitado a, no máximo, R$ 200 milhões por grupo econômico; Pedidos de financiamento à aquisição de cabos de fibra óptica não poderão conter outro tipo de bem.

23 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Cabos de fibra óptica fabricados no Brasil Taxa de juros: 4,5% ao ano para micro, pequenas e médias empresas; 6,0% ao ano para demais empresas. Prazo de financiamento: até 60 meses, incluindo até 24 meses de carência Cabos de fibra óptica fabricados no Brasil com tecnologia brasileira: Taxa de juros: 4,0% ao ano para todos os portes de empresas; Prazo de financiamento: até 96 meses, incluindo até 36 meses de carência 23

24 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

25 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

26 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

27 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

28 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

29 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

30 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

31 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

32 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

33 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica Consulta a fabricantes e produtos credenciados

34 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica com tecnologia nacional no arquivo: listasno.zip

35 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica com tecnologia nacional no arquivo: listasno.zip

36 BNDES FINAME Cabos de Fibra Óptica com tecnologia nacional no arquivo: listasno.zip

37 Capital de Giro

38 Capital de Giro BNDES Progeren O que pode ser financiado? Capital de giro isolado Quem pode solicitar? Porte Setor Micro, pequena e média Localizadas em municípios abrangidos pela área de atuação do Fundo Constitucional do Norte (FNO) ou Fundo Constitucional do Nordeste (FNE)

39 Capital de Giro BNDES Progeren Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente; 1 - Qual o limite do Pode ser utilizado o Fundo Garantidor financiamento? para Investimentos (BNDES FGI). Até 20% da Receita Operacional Bruta (ROB) da empresa; 2 - Quais são as garantias exigidas? Limitado a R$ 20 milhões por cliente a cada 12 meses. 3 - Qual o prazo do financiamento? Empresas que não sejam dos segmentos contemplados. 4 - Quem não pode solicitar o Até 36 meses, incluído o prazo de carência de financiamento? até 12 meses.

40 Custo das Operações Indiretas Custo Financeiro + Remuneração Básica do BNDES + Remuneração do Agente Financeiro = Taxa final Representa o custo de captação dos recursos utilizados pelo BNDES Remunera a atividade operacional do BNDES Remunera a atividade operacional do agente financeiro Custo total do financiamento para o beneficiário

41 *Fonte: AOI/DESCO - média 2013 Condições - MPME BNDES Automático BNDES Finame BNDES PSI Fibra Óptica Fibra Óptica Tec.Nacional Referencial de Custo Financeiro TJLP 5% a.a. TJLP 5% a.a. + + Remuneração BNDES 1,0% a.a. 1,0% a.a ,5% a.a. 4,5% a.a. 4,0% a.a. Taxa de Intermed. Financeira 0,10% a.a. 0,10% a.a. + + Remuneração Agente Financeiro (*) Negociada 3,4% a.a. Negociada 3,0% a.a. Taxa Final = +/- 0,79% a.m. = +/- 0,76% a.m. = 0,37% a.m. = 0,37% a.m. = 0,33% a.m. Prazo Negociado Até 120 meses Até 120 meses Até 60 meses Até 96 meses Carência Negociada De 3 a 24 meses De 3 a 24 meses De 3 a 24 meses De 3 a 36 meses

42 *Fonte: AOI/DESCO média 2013 Condições - MPME BNDES Automático BNDES MPME Inovadora BNDES Finame BNDES PSI BNDES Progeren Custo Financeiro TJLP 5% a.a. TJLP 5% a.a. SELIC 11% a.a. Remuneração BNDES 0,9% a.a. 4% a.a. 0,9% a.a. (Exceto Giro) 4,5% a.a. 0,4% a.a. Remuneração Agente Financeiro* Negociada 3,1% a.a. Negociada 3,2% a.a. Negociada 3% a.a. Taxa Final +/- 0,72% a.m. +/- 0,3% a.m. +/- 0,73% a.m. 0,37% a.m. +/- 1,2% a.m. Prazo Até 240 meses Até 120 meses Até 120 meses Até 120 meses Até 36 meses Carência Negociado De 3 a 48 meses De 3 a 24 meses De 3 a 24 meses Até 12 meses

43 Como solicitar o financiamento? Micro, Pequena e Média Empresa Agente Financeiro 1º Passo 2º Passo 3º Passo Dirigir-se à instituição financeira credenciada de sua preferência Apresentação da documentação necessária; Análise da possibilidade de concessão do crédito; Negociação das garantias; Aprovação da operação. Homologação da operação; Liberação dos recursos.

44 Cartão BNDES

45 Cartão BNDES Ambiente de Negócios 637 mil Compradores MPMEs R$ 37,3 bilhões de crédito pré-aprovado Parceiros 54 mil Fornecedores credenciados 231 mil produtos

46 Vantagens Compradores Limite de até R$ 1 milhão, por banco emissor Prestações fixas em até 48 meses Taxa de juros atrativa: 0,99% a.m. (abr/14) Acesso a cerca de 55 mil Fornecedores Credenciados Crédito rotativo e pré-aprovado; uso automático Fornecedores 637 mil potenciais clientes com R$ 37,3 bilhões de crédito préaprovado Financiamento automático para o cliente Sem risco de crédito Fabricantes podem indicar distribuidores Exposição do catálogo de produtos gratuita

47 Cartão BNDES O que pode ser financiado? Mais de 236 mil itens, incluindo: Máquinas, equipamentos, computadores, móveis, motocicletas, veículos pesados e softwares Peças e componentes de bens de capital, informática e automação Insumos industriais (têxtil, coureirocalçadista, moveleiro, resinas, laminados metálicos ou plásticos), embalagens Materiais para construção civil Inovação Serviços tecnológicos Qualificação profissional para o turismo

48 Como solicitar o Cartão BNDES? Solicite seu Cartão BNDES

49 Como solicitar seu credenciamento? Seja um Fornecedor Credenciado

50 Cartão BNDES Informações: Dúvidas Manuais

51 Mais BNDES

52 Mais BNDES Ferramenta de consulta online das opções de financiamento disponíveis pelo BNDES

53 Mais BNDES Passo 1: Escolha seu perfil ou área de atuação

54 Mais BNDES Resultado Acesse as informações básicas sobre o apoio financeiro

55 Mais BNDES Resultado

56 Canais de comunicação Atendimento Empresarial B N D E S Ouvidoria DEREG: (61) Redes Sociais twitter.com/bndes_imprensa

57 Posto de Informações 46 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 21 estados FIEPA Fábio Contente e Cassandra Lobato Tel. (91) PARÁ

58 Posto de Informações 46 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 21 estados FIEAC Sérgio Barroso da Silva Tel. (68) ACRE

59 Posto de Informações 46 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 21 estados FIEAM José Marcelo Lima e Tereza Oliveira Tel. (92) / e AMAZONAS

60 Posto de Informações 46 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 21 estados FIER Maria Lúcia Teixeira e Izaura Coelho Tel. (95) RORAIMA

61 Posto de Informações 46 Postos de Informações Presente em todas as regiões e em 21 estados FIETO Carlos Junior e Cristiane dos Anjos Tel. (63) TOCANTINS

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Curitiba / PR 17 de março de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba, 05 de novembro de 2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba, 05 de novembro de 2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba, 05 de novembro de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas - SP 17.mar.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014*

Leia mais

O que pode ser financiado?

O que pode ser financiado? BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Automático Obras civis, montagem e instalações Móveis e Utensílios Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015 Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços São Paulo - SP 24.jun.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba - SP 08/10/2013 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Formas de apoio do BNDES ABIMAQ

Formas de apoio do BNDES ABIMAQ Formas de apoio do BNDES ABIMAQ São Paulo/SP 04 de junho de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições financeiras

Leia mais

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga São Paulo - SP 16.abr.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte

Leia mais

11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem

11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem 11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem São Paulo / SP 02 de outubro de 2015 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Situação atual do mercado nacional de fertilizantes minerais: altamente dependente

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM O BNDES Mais Perto de Você Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM 25 de novembro de 2009 Como apoiamos Operações Diretas Contratadas t diretamente t com o BNDES Operações Indiretas Instituições i

Leia mais

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M

Leia mais

Palestra MPME. 30 de junho de 2011

Palestra MPME. 30 de junho de 2011 Palestra MPME 30 de junho de 2011 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Empresário Informação e Relacionamento

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. Santos - SP 22 de maio de 2014

O BNDES Mais Perto de Você. Santos - SP 22 de maio de 2014 O BNDES Mais Perto de Você Santos - SP 22 de maio de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Encontro Provedores Regionais Bauru BNDES / P&D Brasil Luís Otávio Reiff Assessor da Presidência BNDES/GP Brasília, 17 Novembro de 2015 Histórico Programa

Leia mais

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 BNDES Turismo BNDES Turismo Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 Agenda Informações Institucionais Apoio ao Turismo Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas - Projetos de Investimento; - Aquisição

Leia mais

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Leia mais

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação http://www.bndes.gov.br O objetivo do BNDES é fomentar e apoiar operações associadas à formação de capacitações e ao desenvolvimento

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009 O BNDES Mais Perto de Você julho de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Subsidiárias BNDESPar

Leia mais

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora PROMOTORES: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES OBJETIVOS: Aumentar a competitividade das

Leia mais

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Volta Redonda RJ 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente

Leia mais

Apoio à Inovação. Agosto, 2015

Apoio à Inovação. Agosto, 2015 Apoio à Inovação Agosto, 2015 Quem somos vídeo institucional Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M Es Micro Pequena Média Até R$ 2,4 milhões Até R$ 16

Leia mais

Linhas de Financiamento para a Construção Civil

Linhas de Financiamento para a Construção Civil Linhas de Financiamento para a Construção Civil Câmara Brasileira da Indústria de Construção 16 de dezembro de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Cuiabá MT 26/02/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Cuiabá MT 26/02/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Cuiabá MT 26/02/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2013 R$ 1,1

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Recife PE 08/10/2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Recife PE 08/10/2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Recife PE 08/10/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? N o de operações 2013 R$ 1,1 milhões Instituição

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Vitória ES 08/04/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014 1,14

Leia mais

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento 1 Paulo Sérgio Sodré Departamento de Credenciamento e Financiamento Máquinas áqu as e equipamentos equ pa e tos 2 BNDES Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira,

Leia mais

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG www.bndes.gov.br LINHAS DE CRÉDITO BNDES Automático

Leia mais

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013 APOIO ÀS MPME s CIESP Campinas SP 28/05/2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital de

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você

O BNDES Mais Perto de Você O BNDES Mais Perto de Você Rio de Janeiro - RJ 11 de março de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Federal Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA LINHAS DE FINANCIAMENTO E ACESSO AO CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO 13 / 4 / 09 ACESSO AO CRÉDITO PARA AS MICROS E

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Feira de Santana BA 30/09/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? No de operações 2013 R$ 1,1 milhões

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO LINHAS DE CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESAS Novembro 2008 FUNGETUR Fundo Geral de Turismo Fomentar e prover recursos para o financiamento de atividades

Leia mais

QUEM SOMOS. Fundada em março de 2009 com capital integralizado de R$ 1 bilhão

QUEM SOMOS. Fundada em março de 2009 com capital integralizado de R$ 1 bilhão QUEM SOMOS A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo que promove o crescimento sustentável das pequenas e médias empresas e municípios paulistas. Nosso objetivo é colaborar

Leia mais

Apoio do BNDES às MPME

Apoio do BNDES às MPME Apoio do BNDES às MPME Simpósio Polo Gesseiro do Araripe Recife, 12 de Agosto de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Financiamentos Acima de R$20 milhões Como apoiamos?

Leia mais

Linhas de Financiamento e Programas Complementares. Montes Claros, 15 de abril de 2010

Linhas de Financiamento e Programas Complementares. Montes Claros, 15 de abril de 2010 BNDES - Linhas de Financiamento e Programas Complementares Montes Claros, 15 de abril de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal

Leia mais

LINHAS ATIVAS FINAME BK FINAME ÔNIBUS E CAMINHÕES FINAME EVENTOS FINAME AGRÍCOLA BNDES INOVAGRO

LINHAS ATIVAS FINAME BK FINAME ÔNIBUS E CAMINHÕES FINAME EVENTOS FINAME AGRÍCOLA BNDES INOVAGRO FINANCIAMENTOS 2014 LINHAS ATIVAS FINAME BK PSI (taxa fixa) FINAME ÔNIBUS E CAMINHÕES FINAME EVENTOS FINAME AGRÍCOLA BNDES INOVAGRO PADRÃO (taxa pós fixada-tjlp) FINAME BK FINAME ÔNIBUS E CAMINHÕES FINAME

Leia mais

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado QUEM SOMOS A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo. Atua como banco de desenvolvimento apoiando financeiramente às iniciativas que estimulam o crescimento da economia

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 27/03/2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 27/03/2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba SP 27/03/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia

XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia Financiamento aos pequenos negócios como Estratégia de Desenvolvimento Formas de Operação Operações Diretas Contratadas diretamente com

Leia mais

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado QUEM SOMOS A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo. Atua como banco de desenvolvimento apoiando financeiramente às iniciativas que estimulam o crescimento da economia

Leia mais

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Instrumento de apoio à competitividade Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009 Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009 BH COPA 2014 Agenda Resumo Institucional Os Projetos que Apoiamos Formas de Atuação Condições de Financiamento Fechamento Agenda Resumo

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 04/06/2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba SP 04/06/2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba SP 04/06/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO 31.03.2009 Slide 1 MP8 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Apoiar de forma ágil, com uma linha de crédito automática e pré-aprovada, as Micro, Pequenas e Médias Empresas.

Leia mais

Propostas do BNDES para o Desenvolvimento da Aquicultura Brasileira

Propostas do BNDES para o Desenvolvimento da Aquicultura Brasileira Propostas do BNDES para o Desenvolvimento da Aquicultura Brasileira Jaldir Freire Lima Maio/2014 Diagnóstico Linhas de crédito convencionais são pouco adequadas à realidade do setor Principais dificuldades:

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ fevereiro de 2014 Principais Linhas para o setor de BK FINAME: produção e comercialização de máquinas, equipamentos, bens de informática

Leia mais

Financiamento à Inovação

Financiamento à Inovação Financiamento à Inovação Slide 1 MP1 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como funciona? As

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014 BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada Outubro de 2014 Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Formas de Atuação 3. Indústria de Base Florestal Plantada 1. Aspectos Institucionais Linha

Leia mais

ABIFER. (julho/2010)

ABIFER. (julho/2010) ABIFER (julho/2010) QUADRO COMPARATIVO Em US$ bilhões BNDES BID BIRD CAF Data de Apuração 31/12/2009 31/12/2009 30/06/2009 31/12/2009 Ativos Totais 222 84 275,4 15,8 Patrimônio Líquido 15,8 20,6 40 5,3

Leia mais

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo BRDE INOVA Joaçaba, 12 de maio de 2014 Apresentador: Paulo César Antoniollo Contextualização Primeiro Agente Financeiro do País credenciado junto ao BNDES Primeiro Agente Financeiro do País credenciado

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Novembro 2009 DEPARTAMENTO REGIONAL NORDESTE - DENOR O que apoiamos Projetos de investimento em indústria, comércio e serviços aumento da capacidade

Leia mais

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Apoio à Inovação Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo prazo para investimento

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Aracaju-SE 14.março.2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada

Leia mais

Apoio ao Exportador: mecanismos de financiamento

Apoio ao Exportador: mecanismos de financiamento Apoio ao Exportador: mecanismos de financiamento Apresentação do BNDES no ENCOMEX Empresarial Vitória Vitória, 09.08.2012 Política de Privacidade: Documento Reservado Empresas do Sistema BNDES - Unidade

Leia mais

Apoio do BNDES à Inovação

Apoio do BNDES à Inovação Atribuição-Sem Derivações-Sem Derivados CC BY-NC-SA Apoio do BNDES à Inovação 28 de Abril de 2015 Missão e Visão Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com

Leia mais

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável.

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. INOVAR PARA CRESCER O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. Além disso, damos todo suporte

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Londrina - PR 26.janeiro.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações

Leia mais

Prazo: 6 meses (a partir publicação da medida provisória em

Prazo: 6 meses (a partir publicação da medida provisória em LINHAS DE CAPITAL INFORME DE GIRO DEMPI e SIMPLES 1/2009 NACIONAL São Paulo, 04 de fevereiro de 2009. Prezado O Departamento Presidente encontro ampliar com as suas da Micro, propostas Pequena e objetivos,

Leia mais

Operações com o BNDES

Operações com o BNDES Operações com o BNDES EXIGÊNCIAS AO BENEFICIÁRIO Capacidade de pagamento Estar em dia com obrigações fiscais, tributárias e sociais Não estar em regime de recuperação de crédito Ter a posse do terreno/imóvel

Leia mais

Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras. Florianópolis, 09 de abril de 2010

Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras. Florianópolis, 09 de abril de 2010 Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras Florianópolis, 09 de abril de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal

Leia mais

Abinee. Área de Operações Indiretas

Abinee. Área de Operações Indiretas Abinee Área de Operações Indiretas Operações Indiretas Automáticas Formas de apoio do BNDES Projetos de Investimento BNDES Automático Máquinas e Equipamentos BNDES Finame Máquinas / Equip + Insumos e Serviços

Leia mais

Seminário Abinee-NE/SECTI-PE Recife, 26/11/2015. Área de Operações Indiretas

Seminário Abinee-NE/SECTI-PE Recife, 26/11/2015. Área de Operações Indiretas Seminário Abinee-NE/SECTI-PE Recife, 26/11/2015 Área de Operações Indiretas Operações Indiretas Automáticas Formas de apoio do BNDES Projetos de Investimento BNDES Automático Máquinas / Equip + Insumos

Leia mais

Seminário Cresce Brasil/São Paulo

Seminário Cresce Brasil/São Paulo Seminário Cresce Brasil/São Paulo Apoio financeiro do BNDES à Região Metropolitana de São Paulo Tibor Greif Chefe do DESUL (Departamento Regional Sul do BNDES) Av Juscelino Kubitscheck, 510-5 fone: (11)

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 39/2012-BNDES Rio de Janeiro, 05 de junho de 2012. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet São José do Rio Preto - SP 29.setembro.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas

Leia mais

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012 O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário dezembro de 2012 Apoio ao setor rural Ministério da Agricultura Pecuária e Abatecimento - MAPA Programas Agropecuários do Governo Federal Operacionalizados pelo

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. Rio de Janeiro - RJ 29 de setembro de 2015

O BNDES Mais Perto de Você. Rio de Janeiro - RJ 29 de setembro de 2015 O BNDES Mais Perto de Você Rio de Janeiro - RJ 29 de setembro de 2015 Agenda 1. 2. 3. 4. 5. Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Exportação Projetos de Investimento e Inovação

Leia mais

Crédito para o Desenvolvimento

Crédito para o Desenvolvimento Crédito para o Desenvolvimento O BADESUL Agência de Fomento, controlada pelo Governo Estadual, integra o Sistema de Desenvolvimento do Estado coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do

Leia mais

CIRCULAR Nº 64/2009. Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009. Ref.: BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL

CIRCULAR Nº 64/2009. Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009. Ref.: BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL CIRCULAR Nº 64/2009 Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução do BNDES, COMUNICA

Leia mais

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas As MPE s como eixo central de cadeias produtivas Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Madrid Outubro 2012 MPEs Importância, Desafios e Contribuições

Leia mais

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ Fevereiro de 2015 Os indicadores demonstram as dificuldades que as empresas de BK vêm encontrando... 2 3 Em um cenário adverso no

Leia mais

APRESENTAÇÃO ABRIL 2011

APRESENTAÇÃO ABRIL 2011 APRESENTAÇÃO ABRIL 2011 QUEM SOMOS NOSSA CAIXA DESENVOLVIMENTO AGÊNCIA DE FOMENTO DO ESTADO DE SÃO PAULO ÉUMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA CONTROLADA PELO ESTADO DE SÃO PAULO E ATUA COMO BANCO DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Criado em 1952, o BNDES é uma empresa pública federal, sendo o principal instrumento de financiamento de longo prazo da economia brasileira

Criado em 1952, o BNDES é uma empresa pública federal, sendo o principal instrumento de financiamento de longo prazo da economia brasileira BNDES Criado em 1952, o BNDES é uma empresa pública federal, sendo o principal instrumento de financiamento de longo prazo da economia brasileira Missão: Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 06/2014-BNDES Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2014. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena

Leia mais

Senado Federal. O BNDES e o Apoio ao Setor de Software

Senado Federal. O BNDES e o Apoio ao Setor de Software Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática O BNDES e o Apoio ao Setor de Software Alan Fischler Área Industrial Depto das Industrias de TICs 11/04/2012 Brasília

Leia mais

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee 08/10/2015 Margarida Baptista BNDES Focos de Apoio Financeiro Indústria e Infraestrutura Projetos de Investimento Máquinas e Equipamentos

Leia mais

Richer de Andrade Matos Coordenador de Expansão Regional Área de Mercado Ago/2014

Richer de Andrade Matos Coordenador de Expansão Regional Área de Mercado Ago/2014 Richer de Andrade Matos Coordenador de Expansão Regional Área de Mercado Ago/2014 Agências de Fomento São instituições estaduais com fins específicos. Não podem captar depósitos à vista (não tem correntistas)

Leia mais

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Recife, 26/11/2015 Margarida Baptista BNDES Focos de Apoio Financeiro Indústria e Infraestrutura Projetos de Investimento Máquinas

Leia mais

InovaCamp. Dezembro / 2014

InovaCamp. Dezembro / 2014 InovaCamp Dezembro / 2014 O Programa São Paulo Inova é uma iniciativa do Estado de São Paulo para apoiar empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador em estágio inicial ou em processo. O

Leia mais

Instituição Financeira do Governo do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009.

Instituição Financeira do Governo do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009. Presidência 1 Instituição Financeira do Governo do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009. Instrumento institucional de apoio à execução de políticas de

Leia mais

Seminário ABNT/BID Gestão dos Gases de Efeito Estufa. São Paulo, 04 de setembro de 2013

Seminário ABNT/BID Gestão dos Gases de Efeito Estufa. São Paulo, 04 de setembro de 2013 Seminário ABNT/BID Gestão dos Gases de Efeito Estufa São Paulo, 04 de setembro de 2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição

Leia mais

Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas. O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação

Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas. O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação São Paulo, 09 de Agosto de 2012 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Goiânia - GO 24.fevereiro.2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira

Leia mais

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços SEDEIS

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços SEDEIS Apresentação Criada em 2002 e autorizada a funcionar pelo Banco Central em 2003, entrou em operação em 2004. É uma sociedade anônima de economia mista vinculada à. Atualmente conta com um patrimônio líquido

Leia mais

CIRCULAR SUP/AOI Nº 26/2015-BNDES. Rio de Janeiro, 03 de julho de 2015. Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing

CIRCULAR SUP/AOI Nº 26/2015-BNDES. Rio de Janeiro, 03 de julho de 2015. Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 26/2015-BNDES Rio de Janeiro, 03 de julho de 2015 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Refinanciamento de

Leia mais

O que é o PMAT e qual o seu objetivo

O que é o PMAT e qual o seu objetivo BNDES PMAT O que é o PMAT e qual o seu objetivo É uma modalidade de financiamento do BNDES, que tem como objetivo auxiliar na modernização da administração tributária e a melhoria da qualidade do gasto

Leia mais

Os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem adotados no Programa são definidos a seguir.

Os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem adotados no Programa são definidos a seguir. Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 30/2015-BNDES Rio de Janeiro, 24 de julho de 2015 Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Capital

Leia mais

Viabilizando o Crédito

Viabilizando o Crédito Palestra: Viabilizando o Crédito Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br O que é CRÉDITO? Credare: Confiar, acreditar. Percepção externa baseada

Leia mais

Ass.: Programa de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BK USADOS

Ass.: Programa de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BK USADOS CIRCULAR N 21/2009 Rio de Janeiro, 12 de março de 2009. Ref.: FINAME e FINAME LEASING Ass.: Programa de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BK USADOS O Superintendente da Área de Operações Indiretas,

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada Informação

Leia mais

Ass.: Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Farmacêutica PROFARMA - Produção

Ass.: Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Farmacêutica PROFARMA - Produção CARTA-CIRCULAR Nº 65/2005 Rio de Janeiro, 08 de novembro de 2005 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Farmacêutica PROFARMA - Produção O Superintendente

Leia mais

Seminário FIESP. São Paulo / SP. 17 de novembro de 2014

Seminário FIESP. São Paulo / SP. 17 de novembro de 2014 Seminário FIESP São Paulo / SP 17 de novembro de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Aquisição de Máquinas e Equipamentos Projetos de Investimento MPME Inovadora

Leia mais

Agenda. Política de Inovação do BNDES. Instrumentos de Apoio à Inovação. Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação

Agenda. Política de Inovação do BNDES. Instrumentos de Apoio à Inovação. Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação O BNDES e Inovação Agenda Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação Perguntas e Respostas Política de Inovação do BNDES

Leia mais

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO BDMG Linhas de financiamento para INOVAÇÃO Setembro/2015 Portfólio BDMG em Inovação Participação em fundos de investimento BDMG TEC Estruturação de parques tecnológicos Financiamentos a projetos inovadores

Leia mais