Oportunidades de Negócio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Oportunidades de Negócio"

Transcrição

1 Oportunidades de Negócio Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira Referência PARCER/6/pr/BR Filtro Camarão em Cativeiro Carcinicultura Procura parceria, joint-venture Referência INFORMA/2/pr/BR Filtro Software serviços: desenvolve sistemas, da treinamento e assessoria para gestão de conhecimento e centrais de help desk procura empresa no ramo informatica/tecnologia da informação interessada em firmar parceria para a distribuição em Portugal de software de helpdesk-3, sistema p/gerenciamento de bases de conhecimento e centrais de help desk. Referência AUTO/1/pr/BR Filtro Buchas, pinos p/molas, peças de suspensão Industrial: fabricação de peças para suspensão de camiões (buchas, pinos, grampos, abraçadeiras, etc). Procura: Desenvolver parceria comercial com empresas portuguesas, grandes distibuidores de peças para camiões e postos de molas para manutenção. terça-feira, 24 de Julho de 2007 Página 1 de 5

2 Referência REPRESENT/1/pr/B Filtro R Representação comercial Representação Comercial - electrónico(paineis de leds internos e externos);financeiro (cartões de crédito,comunicação visual (fachadas de lojas, luminosos); construção civil (vidros temperados, estruturas metálicas) e vestuário. Procura importar e representar produtos no sector electrónico, financeiro, comunicação visual, construção civil e vestuário. Referência MAQ/1/pr/Br Filtro Maquinas Comércio de máquinas e equipamentos para padarias, mercados e supermercados e varejistas do ramo de alimentação. Procura: parceiro comercial para ampliar operações na região sul de produtos e equipamentos voltados para o ramo de alimentação, mais especificamente, padarias, mercados, restaurantes e similares do varejo alimentício. Referência PLAST/2/pr/Br Filtro Utilidades plásticas de uso doméstico Utilidades plásticas de uso doméstico - Fabricação canecas, taças sobremesa, copos,saboneteira,porta-guardanapos,saladeiras,baldes,jarras,potes para conservação,escovas sanitárias,vasos,pá do lixo e brindes promocionais Procura: representante comercial ou importador/distribuidor directo terça-feira, 24 de Julho de 2007 Página 2 de 5

3 Referência ALIMENT/2/pr/Br Filtro Exportação de morangos Produção de morangos Parceiro - Empresa sediada na cidade com maior produção de morangos no Brasil, procura um parceiro que saiba exportar o seu produto (de qualidade e baixo uso de defensivos), com produção o ano todo. Referência PLAST/1/pr/BR Filtro Plasticos INDUSTRIAL - Transformação: Injecção de peças técnicas plásticas (segmento baterias automóveis) procura sucata de polipropileno (PO) Referência PARCER/9/pr/Br Filtro Servicos SERVIÇOS: venda de software de engenharia e medicina. Local próprio, com internetbanda larga, telemarketing, 10 microcomputadores Procura empresas/parceria de produtos ou congéneres portugueses terça-feira, 24 de Julho de 2007 Página 3 de 5

4 Referência PARCER/10/pr/BR Filtro máquinas p/fabricação de blocos e pavimentos Sector de construção, especificamente máquinas para fabricação de blocos para construção e para pavimentação de concreto em vários portes: betoneiras, e mesas vibratórias para fabricação de vigas de lajes. Procura importadores interessados em adquirir este tipo de máquinas, seja para uso das próprias construções ou para montagens de pequenas fábricas. Ou empresas interessadas em distribuir/comercializar estas máquinas em Portugal ou Países Africanos. Referência PARCER12/pr/BR Filtro tapetes fibra de coco para automoveis Desenvolvimento de projectos, produtos e indústrias. Procura: parceria portuguesa, utilizando um galpão disponível numa das tecelagens, para ai implementar a produção industrial dos referidos tapetes e exportá-los para Portugal, de onde serão distribuidos para toda a Europa. patenteado. Referência TRADE/1/pr/BR Filtro Consultoria em mercado internacional s: carcinicultura(camarão), aquicultura(tilápia), artesanato, bebidas destiladas, calçados, confecções. E oferta de serviços: projectos de adequação de produtos e internacionalização, prospecção e pesquisa de mercado e intermediação de negociação. Procura: parceria de negócios com comercial importadora portuguesa, interessada em negociar produtos Cearenses: carcinicultura, agricultura, artesanato, bebidas destiladas, calçados, confecções e outros, no mercado Português e Ibérico terça-feira, 24 de Julho de 2007 Página 4 de 5

5 Referência ARTESAN/1/pr/BR Filtro s Artesanais s artesanais brasileiros, pedras semi preciosas, bijouterias em pedras e sementes/intercooperação Procura:Empresários que comercializem produtos brasileiros; cooperativas para estabelecer intercooperação. s: bolsas,bijouteria,artesanato material reciclavel,esculturas pedra,bonecos tecido,mosaicos,porcelana,artesanato mineral Referência TEXT/1/pr/BR Filtro Moda praia Moda Praia - NCM 62111/200 Procura: importadores, distribuidores e lojistas. terça-feira, 24 de Julho de 2007 Página 5 de 5

Oportunidades de Negócio

Oportunidades de Negócio Oportunidades de Negócio Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira Referência PARCER/6/pr/BR Filtro Camarão em Cativeiro Carcinicultura Procura parceria, joint-venture Referência INFORMA/2/of/BR Filtro

Leia mais

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO OUTUBRO Envie-nos um e-mail para EEN-Portugal@aip.pt a solicitar informação detalhada, indicando o código de Referência Nacional. Referência DE-2015-305 CZ-2015-306 Retalhista

Leia mais

Laboratórios - Aparelhos, artigos e equipamentos

Laboratórios - Aparelhos, artigos e equipamentos RELAÇÃO DE EMPRESAS QUE GASTAM BASTANTE EM TELEFONIA Abraçadeiras Fábricas e indústrias em geral Abrasivos Esquadrias de alumínio, madeira e metálicas Aço (de todos os tipos de empresas) Estamparia Acrilico

Leia mais

Com algum detalhe destaca-se e reforça-se algumas considerações, como segue:

Com algum detalhe destaca-se e reforça-se algumas considerações, como segue: A proposta das micro-missões é de grande interesse e dinamizadora da actividade comercial/internacionalização das empresas portuguesas que querem abordar melhor as diferentes regiões espanholas, com destaque

Leia mais

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO NA BACIA DE CONTRIBUIÇÃO INDIRETA CÓD. ATIVIDADES EM ÁREA COM IMPLANTADO EM ÁREA SEM COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS 10101 AÇOUGUE E PEIXARIA 10102 BOMBONIÈRE E CONFEITARIA 10103 CONDIMENTOS

Leia mais

Rigor, rapidez e qualidade de execução.

Rigor, rapidez e qualidade de execução. Rigor, rapidez e qualidade de execução. FAUSTINO E FERREIRA CONSTRUÇÕES METÁLICAS, SA 04 COMPONENTES E CONSTRUÇÕES METÁLICAS Somos uma empresa da indústria metalomecânica, especializada na concepção e

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros Empresa #1 A empresa oferece a gama completa de serviços de engenharia, do design ao fornecimento de peças de protótipos. Entre os serviços prestados, estão o desenvolvimento e a construção, simulação,

Leia mais

Apoio à Internacionalização

Apoio à Internacionalização Apoio à Internacionalização Incentivos QREN Castelo Branco, 4 de outubro 2012 YUNIT Corporate: João Esmeraldo QREN - Sistema Incentivos Empresas I&DT - Investigação e Desenvolvimento Qualificação - Investimentos

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2013 INDICADOR SANTA CATARINA BR % % acumulado 2013/2012 % acumulado 2012/2011 acumulado 2013/2012 Produção Ind. (jan-ago)

Leia mais

Rodada de negócios com empresários de Rheinland-Pfalz Rio Grande do Sul e Natal 20-27 de outubro

Rodada de negócios com empresários de Rheinland-Pfalz Rio Grande do Sul e Natal 20-27 de outubro 1 Segurança / POLÍCIA / MILITAR Equipamentos de proteção individual para a polícia e militares: Tonfas Sistemas de algemas Aparelhos de busca e localização Proteção para o corpo (especial) Equipamento

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO

PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO 1 PROPOSTA DE TRABALHO DA FACTORCUBO Destinatários: Empresários do sector do comércio enquadrados nas CAEs definidas na medida Comércio Investe. Projecto: Comércio Investe. Prazo de execução: Candidatura

Leia mais

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Procura-se investidor para a produção e desenvolvimento de linha inovadora de produtos feitos de peixe.

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Procura-se investidor para a produção e desenvolvimento de linha inovadora de produtos feitos de peixe. Tipo de parceria: Investimento Procura-se investidor para a produção e desenvolvimento de linha inovadora de produtos feitos de peixe. Empresa húngara desenvolveu uma linha de alimentos a base de peixe

Leia mais

Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões. Diretor-Presidente Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho

Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões. Diretor-Presidente Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho brasília-df 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação

Leia mais

CALENDÁRIO DE EVENTOS CONFIRMADOS 2007

CALENDÁRIO DE EVENTOS CONFIRMADOS 2007 CALENDÁRIO DE EVENTOS CONFIRMADOS 1 RODADAS DE NEGÓCIOS EVENTOS Mês / Data Público Alvo Unidade Local EPCOS - ENCONTRO DE PROFISSIONAIS DE COMPRAS DE SUPRIMENTOS PARA HOTÉIS MOTÉIS RESTAURANTES BARES E

Leia mais

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 Comércio Varejista 2000 Comércio a Varejo e por Atacado de VeículosAutomotores 50 Manutenção e Reparação de VeículosAutomotores

Leia mais

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema

Leia mais

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda?

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda? 1 - Existe algum tipo de estudo setorial e/ou diagnóstico socioeconômico do estado que tenha sido realizado no período entre 2010 e 2014? 1 Sim 1.1 - Ano do diagnóstico: Não (passe para 2 o quesito 3)

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema tem solução e que cada

Leia mais

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº Anexo 1 Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº empresas C.A.E. Sector terciário 46 41200 Construção de edifícios (residenciais e não residenciais). 37 56301

Leia mais

(PROGRAMA LEONARDO DA VINCI)

(PROGRAMA LEONARDO DA VINCI) ANGLIA UNIVERSITY PROGRAMA LEONARDO DA VINCI GROUP ESC PAU GROUP ESC TOULOUSE PRIORIDADES PARA EL DESARROLLO DIRECTIVO INSTITUTO SUPERIOR SUPERIOR DE GESTAO MIDDLESEX UNIVERSITY INSTITUTO DE EMPRESA UNIÓN

Leia mais

Divisão Alimentícia I. PRODUTOS

Divisão Alimentícia I. PRODUTOS Divisão Alimentícia I. PRODUTOS No segmento alimentício a Saggio oferece uma linha de produtos solúveis, instantâneos e outros produtos diferenciados, verdadeiras especialidades, aliando a mais moderna

Leia mais

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura,

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, exceto morango 0122-9/00 Cultivo de flores e plantas

Leia mais

O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA

O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA VAREJO Julho - 2012 O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA Fonte imagem: Disponível em:< http://4.bp.blogspot.com/_caqa6tpillu/tjevn_ah_ei/ AAAAAAAAAAM/3dTp5VPhJ9E/s1600/69589_Papel-de-Parede-Todos-juntos_1280x800.

Leia mais

FICHA DE CANDIDATURA

FICHA DE CANDIDATURA FICHA DE CANDIDATURA 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1. Dados pessoais Nome: Morada Localidade Concelho Telefone Fax Código Postal Distrito Telemóvel Email: 1.2. Situação Profissional Desempregado há menos de um ano

Leia mais

LC nº 16/2005 TABELA I USOS COMERCIAIS

LC nº 16/2005 TABELA I USOS COMERCIAIS LC nº 16/2005 TABELA I USOS COMERCIAIS COM. VICINAL 1 OBS. 1 COM. DE BAIRRO OBS. 2 GRUPO A OBS. 3 GRUPO B GRUPO C COM. SETORIAL OBS. 4 e 5 COM. GERAL OBS. 5 GERAL 1 GERAL 2 GRUPO A COM. ESPECÍFICO OBS.

Leia mais

A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico. Estrutura e desafios

A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico. Estrutura e desafios A Transformação e a Reciclagem de Material Plástico Estrutura e desafios 14 - Estados representados 21 - Sindicatos Associados Representa : 100% dos Estados do Sul e Sudeste e 65% dos Estados do Nordeste

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS O número de empregos formais no estado alcançou 1,514 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Salão de Negócios e. Fabricação de Acessórios do Vestuário, exceto para segurança e proteção.

Salão de Negócios e. Fabricação de Acessórios do Vestuário, exceto para segurança e proteção. Salão de Negócios e Empreendedorismo Inovador Fabricação de Acessórios do Vestuário, exceto para ç, p segurança e proteção. A MARCA Missão Oferecer aos seus clientes adornos a partir da fabricação, comercialização

Leia mais

SEGMENTO EMPRESA PRODUTOS OBJETIVOS

SEGMENTO EMPRESA PRODUTOS OBJETIVOS SEGMENTO EMPRESA PRODUTOS OBJETIVOS OFERECE PRODUTOS E SERVIÇOS NA ÁREA DE COMUNICAÇÃO, SEGURANÇA E ENERGIA SOLAR. SEUS PRINCIPAIS PRODUTOS SÃO: - CENTRAIS DE ATENDIMENTO; COMUNICAÇÃO / ENERGIA / SEGURANÇA

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Março, 2012

CURRICULUM VITAE. Março, 2012 CURRICULUM VITAE Março, 2012 Serafim Jacques Filho Rua Otto Weber, 115 Bairro Erica 98280-000 Panambi-RS Brasileiro Fones: Res. (55) 3375-7680 Casado Celular: (55) 9981-9985 43 anos E-mail: jacquesserafim@gmail.com

Leia mais

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA

Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA Se você procura uma franquia, pense numa marca MAIS Q BÁSICA: LUCRATIVA A MARCA A MAIS Q BÁSICA nasceu no verão de 2007, uma inspiração da designer Maria Alejandra Rizzo. Com um estilo muito próprio, suas

Leia mais

Grupo 1. Oportunidades

Grupo 1. Oportunidades Grupo Todos nós, de forma direta ou indireta, possuímos relação com atividades, fornecendo produtos e/ou serviços a elas Aumento da carteira de clientes; Possibilidade de oferecer novos serviços/produtos

Leia mais

Produção Industrial Março de 2015

Produção Industrial Março de 2015 Produção Industrial Março de 201 PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE SANTA CATARINA - MARÇO/1 Em março, a indústria de Santa Catarina produziu 4,0% menos na comparação com o mesmo mês do ano anterior, sexto resultado

Leia mais

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas Comentários gerais Pesquisa Anual de Comércio - PAC investiga a estrutura produtiva do A segmento empresarial do comércio brasileiro, sendo os resultados referentes a 2012 divulgados neste volume. A pesquisa

Leia mais

Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP

Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP Junho/2011 1 Tipos de Exportação: Direta : A própria empresa vende diretamente ao exterior. Brasil Exterior 2 Indireta : Mercadoria é exportada

Leia mais

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V Prefeitura da Estância de Atibaia 201 Comércio - Precário Definição: Edificações inacabadas, deficiências aparentes, construídas com tijolos ou blocos. Coberta de telha ou laje pré moldada sem acabamento,

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Inovação Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 02/SI/2012 1 Índice Tipologias de Investimento... 3 Condições de Elegibilidade

Leia mais

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria;

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; CATEGORIAS E PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; 2.- Os atestados deverão: 2.1.- Ser apresentados rigorosamente de acordo com

Leia mais

História de Sucesso. Your Gateway to US Markets

História de Sucesso. Your Gateway to US Markets Sua porta de entrada para o Mercado dos Estados Unidos. Al Hamman, Presidente, Hamman Marketing Associates Com mais de 30 anos de experiência em marketing de produto e vendas no Mercado doméstico e extrangeiro,

Leia mais

4/10/2013. Sorocaba SP Parque Tecnológico. Sorocaba SP - Ciclovias. Sumário. Seminário Brasil-Japão Reciclagem de Resíduos Eletroeletrônicos

4/10/2013. Sorocaba SP Parque Tecnológico. Sorocaba SP - Ciclovias. Sumário. Seminário Brasil-Japão Reciclagem de Resíduos Eletroeletrônicos Sumário -SP Coleta Seletiva de Seminário Brasil-Japão Reciclagem de - Parceria Gislaine Vilas Boas PREFEITURA DE SOROCABA - SP Brasília, março 2013 - SP - SP Localizada a 100 km da capital paulista, com

Leia mais

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA

SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ETICOM: ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA ASSOCIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÕES DA ANDALUZIA SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO 1 SERVIÇOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

América Latina. Diferentes oportunidades

América Latina. Diferentes oportunidades América Latina Diferentes oportunidades Casa da América Latina Missão: estreitar relações culturais, cientificas e económicas entre AL e Portugal e vice-versa. Fundada em 1998, como uma divisão da Câmara

Leia mais

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98)

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, d, da IN/DRP nº 045/98) Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98) A) COMÉRCIO VAREJISTA: C A E DESCRIÇÃO DO C A E 801000000 AÇOUGUES E PEIXARIAS 801010000 Açougues

Leia mais

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118)

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) Nota: A redação atual do Anexo 96 foi dada pela Alteração nº 84 (Decreto nº 10.223, de 02/02/07,

Leia mais

Projecto Restaurante do Futuro - Apresentação Pública - Mário Pereira Gonçalves Presidente da Direcção da ARESP

Projecto Restaurante do Futuro - Apresentação Pública - Mário Pereira Gonçalves Presidente da Direcção da ARESP Projecto Restaurante do Futuro - Apresentação Pública - Mário Pereira Gonçalves Presidente da Direcção da ARESP PROJECTO RESTAURANTE DO FUTURO Agradecimento CCDRN Aprovação Candidatura Fomento da Inovação

Leia mais

Proposta de Parceria. Documento Confidencial

Proposta de Parceria. Documento Confidencial Proposta de Parceria Quem Somos Uma empresa criada em 2011 com objetivo de prestar serviços e oferecer produtos para o mercado financeiro e de meios eletrônicos de pagamento. Criada por executivos de larga

Leia mais

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente 0116-4/99 Cultivo de outras

Leia mais

Marketing de Serviços

Marketing de Serviços Marketing de Serviços Distribuição de Serviços 1 Objectivos Discutir as formas de distribuição de serviços e os seus desafios Avaliar as implicações da distribuição de serviços através de canais físicos

Leia mais

Áreas e Sub-Áreas de Formação CIME

Áreas e Sub-Áreas de Formação CIME de Formação CIME e Sub- de Formação CIME Sub- 09. Desenvolvimento Pessoal 090. Desenvolvimento Pessoal 14.Formação de Professores/Formadores e Ciências da Educação 141.Formação de Professores e Formadores

Leia mais

Relação de (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) cujos contribuintes estão obrigados à Escrituração A partir desta competência, os contribuintes que iniciarem atividades ou que mudarem a atividade

Leia mais

Rodada de negócios com empresários alemães do setor têxtil

Rodada de negócios com empresários alemães do setor têxtil 01 Fabricante de correias transportadoras e de a- cionamento. O programa de produtos abrange mais de 400 tipos diferentes de correias de acionamento e de transporte. Estes produtos são utilizados em muitas

Leia mais

Contatos: (61)3395-6081/ 9500-0038 / 8218-1838 / 9608-1803

Contatos: (61)3395-6081/ 9500-0038 / 8218-1838 / 9608-1803 A PLANARH: Empresa voltada para o desenvolvimento e gerenciamento de projetos, processos de coaching, orientações vocacionais e profissionais, treinamentos, vivências integrativas e motivacionais, e desenvolvimento

Leia mais

O indicador de sentimento económico melhorou em Novembro, quer na União Europeia (+2.0 pontos), quer na Área Euro (+1.4 pontos).

O indicador de sentimento económico melhorou em Novembro, quer na União Europeia (+2.0 pontos), quer na Área Euro (+1.4 pontos). Nov-02 Nov-03 Nov-04 Nov-05 Nov-06 Nov-07 Nov-08 Nov-09 Nov-10 Nov-12 Análise de Conjuntura Dezembro 2012 Indicador de Sentimento Económico O indicador de sentimento económico melhorou em Novembro, quer

Leia mais

Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Relatório de Benchmarking sobre Retalhistas no

Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Relatório de Benchmarking sobre Retalhistas no Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Relatório de Benchmarking sobre Retalhistas no âmbito do PORTUGAL SOU EU Abril 2014 Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Enquadramento... 2 3. Objetivos

Leia mais

Gestão de Projetos. Prof: Fernando Souza, PMP

Gestão de Projetos. Prof: Fernando Souza, PMP Gestão de Projetos Projetos Vs. Processos Processos: contínuos e repetitivos certezas Projetos: temporários e exclusivos incertezas A visão de futuro de uma empresa só pode ser alcançada por meio de Projetos

Leia mais

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista ampliado

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista ampliado COMENTÁRIOS Em maio, o Comércio Varejista do País apresentou variações em relação ao mês anterior ajustadas sazonalmente, de 0,5% para o volume de vendas e de 1,0% para a receita nominal. Quanto à média

Leia mais

O Sistema de Franquia

O Sistema de Franquia O Sistema de Franquia simples e inteligente Preste atenção nas informações a seguir e venha fazer parte da nossa história de sucesso A Empresa A MÍDIA PANE é uma empresa do grupo Eco² Mídia, especializada

Leia mais

APOIO: AGRADECIMENTOS:

APOIO: AGRADECIMENTOS: RELATÓRIO ANUAL - 2013 APOIO: AGRADECIMENTOS: BOLETIM DO COMÉRCIO Relatório Anual - 2013 Pág. 2 RELATÓRIO ANUAL - 2013 Prezados Comerciantes, Esse boletim é uma edição especial sobre o comportamento do

Leia mais

Castelo de Vide 16.02.2009. Mais eco. Mais futuro.

Castelo de Vide 16.02.2009. Mais eco. Mais futuro. Castelo de Vide 16.02.2009 Mais eco. Mais futuro. O mundo está nas nossas mãos... 1 O consumo energético mundial tem registado forte crescimento nos últimos anos, agravando o volume de emissões de CO 2

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

LOCALIZAÇÃO. Av. D. João II 4.47.01 D RC C, 1990-098 Parque das Nações, Lisboa, Portugal

LOCALIZAÇÃO. Av. D. João II 4.47.01 D RC C, 1990-098 Parque das Nações, Lisboa, Portugal LOCALIZAÇÃO Av. D. João II 4.47.01 D RC C, 1990-098 Parque das Nações, Lisboa, Portugal Exportech a empresa EXPORTECH A EMPRESA A Exportech Portugal é uma empresa de Importação e Exportação que actua no

Leia mais

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação. Construção Civil 1 Mecânico de manutenção de máquinas, em geral C.L.T. Cubatão Curso Técnico 6

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação. Construção Civil 1 Mecânico de manutenção de máquinas, em geral C.L.T. Cubatão Curso Técnico 6 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Outros 1 Motociclista no transporte de documentos e pequenos volumes Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) C.L.T. Bertioga Médio

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line Boletim 853/2015 Ano VII 15/10/2015 Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line O impacto das novas plataformas deve ser maior no médio e longo prazo, principalmente com a

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA 580 5.3 EXPORTAÇÃO: ESTRUTURA E DESEMPENHO RECENTE José Antônio Nicolau * As vendas no mercado externo são um tradicional indicador de competitividade de empresas e setores produtivos. Ainda que seja resultado

Leia mais

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Rochele de Quadros Rodrigues Nutricionista e Especialista em Qualidade de Alimentos Mestranda em Ciência e Tecnologia de

Leia mais

CONCEITO. O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas:

CONCEITO. O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas: Parceria com: CONCEITO O conceito BI Soluções PME foi inspirado em três premissas: Reunir empresários de um mesmo setor afim de cooperar esforços para atingir resultados maiores e melhores com mais economia.

Leia mais

APRESENTAÇÃO: SUPERBAHIA

APRESENTAÇÃO: SUPERBAHIA APRESENTAÇÃO: A sexta edição da SUPERBAHIA - Feira e Convenção Baiana de Supermercados, Atacados e Distribuidores, será realizada no período de 20 a 22 de julho de 2015, na Arena Fonte Nova. Esse evento

Leia mais

O indicador de sentimento económico em Junho manteve-se inalterado na União Europeia e desceu 0.6 pontos na Área Euro.

O indicador de sentimento económico em Junho manteve-se inalterado na União Europeia e desceu 0.6 pontos na Área Euro. Julho 2012 Jun-02 Jun-03 Jun-04 Jun-05 Jun-06 Jun-07 Jun-08 Jun-09 Jun-10 Jun-11 Jun-12 Indicador de Sentimento Económico O indicador de sentimento económico em Junho manteve-se inalterado na União Europeia

Leia mais

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR PLANO DE AÇÃO DO CLUSTER CONTATOS PARCEIROS 1 INTRODUÇÃO O desafio

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice Índice Desemprego Registado de Estrangeiros por Continente de Origem e Principais Nacionalidades - Situação no fim do mês de Dezembro, de 2003 a 2009... 2 Desemprego Registado de Estrangeiros por Continente

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA

MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA 03 A 06 DE NOVEMBRO DE 2008 RELATÓRIO FINAL MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA 03 A 06 DE NOVEMBRO DE 2008 1. Introdução À semelhança de iniciativas anteriores, a Nersant organizou

Leia mais

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE 1 Março 2008 A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE Ângela da Matta Silveira Martins * Esta nota técnica apresenta algumas considerações sobre a inserção da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho

Leia mais

ÁFRICA DO SUL AERLIS - Oeiras 31.03.2011

ÁFRICA DO SUL AERLIS - Oeiras 31.03.2011 ÁFRICA DO SUL AERLIS - Oeiras 31.03.2011 Alguns factos históricos 1487 Bartolomeu Dias chega ao Cabo da Boa Esperança 1652 Holandeses, ao serviço da Dutch East India Company, instalam-se no Cabo. Colónia

Leia mais

ANEXO 11 Usos e Atividades

ANEXO 11 Usos e Atividades Usos e s omércio varejista de mercado- 52.13-2 omércio varejista de mercadorias em geral, com rias em geral com predominância predominância de produtos alimentícios, com área de de produtos alimentícios.

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais

Portugal o parceiro económico da Polónia 2015-10-25 17:26:25

Portugal o parceiro económico da Polónia 2015-10-25 17:26:25 Portugal o parceiro económico da Polónia 2015-10-25 17:26:25 2 Portugal o parceiro económico da Polónia Quadro legal de relações económicas luso-polacas - Tratado de Adesão da Polónia com as Comunidades

Leia mais

ANEXO 3 INDICADORES SETORIAIS SOBRE MODA E TÊXTIL

ANEXO 3 INDICADORES SETORIAIS SOBRE MODA E TÊXTIL ANEXO 3 INDICADORES SETORIAIS SOBRE MODA E TÊXTIL PRINCIPAIS FONTES DE DADOS: CONCLA (Comissão nacional de classificação) Órgão administrado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão criado em

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas 7 de Novembro de 2014 Internacionalização - Desafios Diversificar Mercados Alargar a Base Exportadora Enquadramento Evolução Recente Comércio

Leia mais

SOLUÇÕES ELETRÔNICAS EM COMÉRCIO EXTERIOR BALCÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR

SOLUÇÕES ELETRÔNICAS EM COMÉRCIO EXTERIOR BALCÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR SOLUÇÕES ELETRÔNICAS EM COMÉRCIO EXTERIOR BALCÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Salvador-BA, Julho/2008 Site de comércio exterior eletrônico onde empresas realizam

Leia mais

Apêndice A: Algumas Tabelas Usadas no Texto

Apêndice A: Algumas Tabelas Usadas no Texto Apêndice A: Algumas Tabelas Usadas no Texto Tabela 1 alança Tecnológica Sectorial de Portugal Período 1996-98 Fonte: anco de Portugal CAE Total Direitos de utilização e Propriedade Industrial Serv. assistência

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Reciclando com Arte

Mostra de Projetos 2011. Reciclando com Arte Mostra de Projetos 2011 Reciclando com Arte Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria Municipal de

Leia mais

PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB)

PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB) PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB) A Delegação Pernambuco e Paraíba, representada pela Carbone & Vicenzi Consulting, é um ponto de assistência oficia da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio.

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio. F R A N Q U I A Benefícios do Modelo Uma das marcas mais fortes e reconhecidas do país. A marca faz parte de um conglomerado que se consolida como um dos maiores do país (Alpargatas - Grupo Camargo Corrêa).

Leia mais

Volume de Negócios do setor do Comércio estabilizou, mas o número de empresas e pessoal ao serviço diminuíram

Volume de Negócios do setor do Comércio estabilizou, mas o número de empresas e pessoal ao serviço diminuíram Estatísticas do Comércio 2013 26 de dezembro de 2014 Volume de Negócios do setor do Comércio estabilizou, mas o número de empresas e pessoal ao serviço diminuíram Em 2013 o setor do Comércio era constituído

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO Objetivo: Contratação de empresa para fornecimento de peças e serviços, para manutenção da frota de veículos desta municipalidade, confome Termo de Referência e Anexo I deste Edital. Lote: 00001 Item(*)

Leia mais

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT O que é CF-e-SAT? O SAT-CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais

Leia mais

Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios

Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios Internacionalização ÍNDICE Breve Introdução da Visabeira Ambições e Objetivos na Internacionalização Prospeção e Desenvolvimento de Novos Negócios Implementação de Negócios Internacionais Modelo de Criação

Leia mais

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT O que é CF-e-SAT? O SAT-CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais

Leia mais

TRANSFORME INFORMAÇÕES EM RESULTADOS

TRANSFORME INFORMAÇÕES EM RESULTADOS TRANSFORME INFORMAÇÕES EM RESULTADOS Hoje, mais do que nunca, o conhecimento é o maior diferencial de uma organização, mas somente quando administrado e integrado com eficácia. Para melhor atender os seus

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2015 Regulamentação do descarte de resíduos comuns, recicláveis, pilhas e baterias e lâmpadas no Centro de Ciências da Saúde da UFRJ - CCS-UFRJ. 1 Objetivo e aplicação Com o

Leia mais

ANEXO 1 Regras aplicáveis aos modelos de documentos fiscais

ANEXO 1 Regras aplicáveis aos modelos de documentos fiscais Padrão Mínimo Tipo de Impresso Emissão Operação Série Subsérie Nota Fiscal, modelo 1 Bloco Manual *, 1 a N 4 3 Nota Fiscal, modelo 1 Jogo Solto Mecanizado *, 1 a N 4 3 Nota Fiscal, modelo 1 Jogo Solto

Leia mais

91% das empresas com 10 e mais pessoas ao serviço utilizam Internet de banda larga

91% das empresas com 10 e mais pessoas ao serviço utilizam Internet de banda larga 06 de novembro de 2012 Sociedade da Informação Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas 2012 91% das empresas com 10 e mais pessoas ao serviço utilizam Internet

Leia mais

Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa

Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa Será que é resistente? Aceita qualquer revestimento? E se molhar? Esse mar de dúvidas invade

Leia mais

A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações no mercado externo.

A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações no mercado externo. NEGÓCIOS : : Operações Internacionais : : Soluções e Automações : : Informática : : Serviços A Itautec continuará direcionando esforços no lançamento de produtos inovadores, e no crescimento das operações

Leia mais