Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 2 Ano Professora: Lusia Raquel. Orações Subordinadas Adverbiais.

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 2 Ano Professora: Lusia Raquel. Orações Subordinadas Adverbiais."

Transcrição

1 Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 2 Ano Professora: Lusia Raquel Orações Subordinadas Adverbiais Caicó RN 2018

2 CLASSIFICAÇÃO

3 CLASSIFICAÇÃO

4 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS SÃO ORAÇÕES QUE EXERCEM A FUNÇÃO DE ADJUNTO ADVERBIAL DO VERBO DA ORAÇÃO PRINCIPAL, TENDO A MESMA FUNÇÃO QUE UM ADVÉRBIO NA ESTRUTURA FRÁSICA. ACRESCENTAM À ORAÇÃO CIRCUNSTÂNCIAS DE TEMPO, MODO, FIM, CAUSA, CONSEQUÊNCIA, CONDIÇÃO,, SENDO INICIADAS POR CONJUNÇÕES OU LOCUÇÕES CONJUNTIVAS.

5 TIPOS DE ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS AS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS SÃO CLASSIFICADAS CONFORME A CIRCUNSTÂNCIA QUE EXPRESSAM.

6 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL CAUSAL APRESENTA A CAUSA DO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES CAUSAIS: PORQUE, QUE, PORQUANTO, VISTO QUE, UMA VEZ QUE, JÁ QUE, POIS QUE, POR ISSO QUE, COMO, COMO QUE, VISTO COMO, NÃO VOU TRABALHAR HOJE PORQUE VOU AO MÉDICO. JÁ QUE ESTÁ CALOR, VAMOS TOMAR BANHO DE PISCINA.

7 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL CONSECUTIVA APRESENTA A CONSEQUÊNCIA DO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES CONSECUTIVAS: QUE, TANTO QUE, TÃO QUE, TAL QUE, TAMANHO QUE, DE FORMA QUE, DE MODO QUE, DE SORTE QUE, DE TAL FORMA QUE, AS PESSOAS DA TORCIDA GRITARAM TANTO QUE FICARAM ROUCAS. MARIANA DESISTIU DE SER PERFEITA, DE MODO QUE ACABOU SENDO FELIZ.

8 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL FINAL APRESENTA O FIM OU FINALIDADE DO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES FINAIS: A FIM DE QUE, PARA QUE, QUE, TODOS SE ESFORÇARAM PARA QUE TUDO DESSE CERTO. A ALUNA ESTUDOU DURANTE MUITAS HORAS A FIM DE QUE NÃO REPROVASSE.

9 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL TEMPORAL APRESENTA UMA CIRCUNSTÂNCIA DE TEMPO AO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES TEMPORAIS: QUANDO, ENQUANTO, AGORA QUE, LOGO QUE, DESDE QUE, ASSIM QUE, TANTO QUE, APENAS, ANTES QUE, ATÉ QUE, SEMPRE QUE, DEPOIS QUE, CADA VEZ QUE, MAL, QUANDO OUÇO ESTA MÚSICA, PENSO EM VOCÊ. MAL ENTREI NO BANHO, O TELEFONE TOCOU.

10 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL CONDICIONAL APRESENTA UMA CONDIÇÃO PARA A REALIZAÇÃO OU NÃO DO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES CONDICIONAIS: SE, SALVO SE, DESDE QUE, EXCETO SE, CASO, DESDE, CONTANDO QUE, SEM QUE, A MENOS QUE, UMA VEZ QUE, SEMPRE QUE, A NÃO SER QUE, SE ELE CUMPRIR SUA PARTE DO ACORDO, PODEREMOS SEGUIR CONFORME PLANEJADO. CASO VOCÊ NÃO SAIA DE CASA, PASSO POR LÁ PARA TE VER.

11 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL CONCESSIVA APRESENTA UMA CONCESSÃO AO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL, OU SEJA, APRESENTA UMA IDEIA DE CONTRASTE E CONTRADIÇÃO. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES CONCESSIVAS: EMBORA, CONQUANTO, AINDA QUE, MESMO QUE, SE BEM QUE, POSTO QUE, APESAR DE QUE, POR MAIS QUE, POR POUCO QUE, POR MUITO QUE, EMBORA SEJA DE RISCO, CONCORDO COM A REALIZAÇÃO DO NEGÓCIO. FAREI O QUE ACHO CORRETO, MESMO QUE VOCÊ SEJA CONTRA.

12 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL COMPARATIVA APRESENTA UMA COMPARAÇÃO COM O ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES COMPARATIVAS: COMO, MAIS DO QUE, MENOS DO QUE, ASSIM COMO, BEM COMO, QUE NEM, TANTO QUANTO, É TÃO DESGASTANTE CORRER ATRÁS COMO FICAR ESPERANDO. MEU PAI AGE COMO JÁ AGIA MEU AVÔ.

13 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL CONFORMATIVA APRESENTA UMA IDEIA DE CONFORMIDADE, DE CONCORDÂNCIA E REGRA EM RELAÇÃO AO ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES CONFORMATIVAS: CONFORME, COMO, CONSOANTE, SEGUNDO, FAÇO RABANADAS CONFORME MINHA AVÓ ME ENSINOU. O CAMPEONATO SERÁ DISPUTADO SEGUNDO AS REGRAS ESTABELECIDAS PELO COMITÊ.

14 ORAÇÃO SUBORDINADA ADVERBIAL PROPORCIONAL APRESENTA UMA IDEIA DE PROPORCIONALIDADE COM O ACONTECIMENTO DA ORAÇÃO PRINCIPAL. PODE SER INICIADA PELAS SEGUINTES CONJUNÇÕES E LOCUÇÕES PROPORCIONAIS: À PROPORÇÃO QUE, À MEDIDA QUE, AO PASSO QUE, QUANTO MAIS MAIS, QUANTO MENOS MENOS, QUANTO MAIOR MAIOR, QUANTO MAIOR MENOR, QUANTO MAIS INDEPENDENTE A FILHA FICAVA, MAIS SOZINHA A MÃE SE SENTIA. ELE MELHORAVA SUA FORMA FÍSICA À MEDIDA QUE TREINAVA.

15 ORAÇÕES DESENVOLVIDAS E REDUZIDAS AS ORAÇÕES SUBORDINADAS PODEM SER DESENVOLVIDAS OU REDUZIDAS. AS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS QUE AQUI FORAM APRESENTADAS SÃO DESENVOLVIDAS, OU SEJA, SÃO INTRODUZIDAS POR PRONOMES, CONJUNÇÕES OU LOCUÇÕES CONJUNTIVAS E SÃO FORMADAS POR UM VERBO NO MODO INDICATIVO OU SUBJUNTIVO. DIFERENTEMENTE DAS ORAÇÕES DESENVOLVIDAS, AS ORAÇÕES REDUZIDAS NÃO SÃO INICIADAS COM CONJUNÇÕES OU PRONOMES E OS SEUS VERBOS ESTÃO CONJUGADOS NUMA DAS

16

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal.

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA SUBJETIVA Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. É necessário que você se apresente ao serviço amanhã. Foi anunciado que

Leia mais

Patrícia Rocha Lopes

Patrícia Rocha Lopes Patrícia Rocha Lopes Uma oração subordinada adverbial é aquela que exerce a função de adjunto adverbial do verbo da oração principal. Dessa forma, pode exprimir circunstância de tempo, finalidade, causa,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS LINGUAGENS GRAMÁTTICA: PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PROF.º PAULO SCARDUA APOSTILA 3: CAPÍTULO 11 DEFINIÇÃO Uma oração subordinada adverbial é aquela que exerce a função de adjunto

Leia mais

Adjetivo (Adjunto Adnominal)

Adjetivo (Adjunto Adnominal) PROFESSOR(A): DISCIPLINA: ALUNO(A): Nº SÉRIE: TURMA: TURNO: DATA: / /2017. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Uma oração subordinada adjetiva é aquela que possui valor e função de adjetivo, ou seja, que a

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

Podem ser: causais, comparativas, concessivas, condicionais, conformativas, consecutivas, finais, proporcionais e temporais.

Podem ser: causais, comparativas, concessivas, condicionais, conformativas, consecutivas, finais, proporcionais e temporais. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS Uma oração é considerada subordinada adverbial quando se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. São orações introduzidas pelas conjunções subordinativas

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais A oração subordinada adverbial desempenha a função de adjunto adverbial: indica uma circunstância em que ocorre a ação do verbo da oração à qual se liga. Observe: Normalmente

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Período Composto Período Composto Coordenação Subordinação Orações subordinadas São orações sintaticamente dependentes uma das outras. As orações subordinadas

Leia mais

Conjunções Subordinativas

Conjunções Subordinativas Conjunções Subordinativas Conjunções Subordinativas São aquelas que ligam duas orações, sendo uma delas dependente da outra. A oração dependente, introduzida pelas conjunções subordinativas, recebe o nome

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 10 Sintaxe III A SUBORDINAÇÃO No período composto por subordinação, há uma que traz presa a si, como dependente, outra ou outras. Dependentes porque cada

Leia mais

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período Língua Portuguesa Sintaxe do Período Orações Subordinadas Substantivas É necessário o seu auxílio. 1) Subjetivas: É necessário que me auxilie. Convém que me auxilie. Observou-se que foi um golpe de mestre.

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1 PERÍODO COMPOSTO PROFESSORA: FERNANDA SANTOS 1 CONJUNÇÃO É a palavra ou locução invariável que liga orações ou termos semelhantes da mesma oração. Exemplos: ANÁLISE DO QUE Todos os alunos disseram que

Leia mais

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Conjunção é a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. Locução Conjuntiva - Duas ou mais palavras empregadas com

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M. PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO Cheguei atrasado, PORQUE o trânsito estava caótico. Oração assindética Conjunção coordenativa Oração coordenada

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração.

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. CONJUNÇÃO É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. De acordo com o tipo de relação que estabelecem, as conjunções podem ser classificadas em coordenativas

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto.

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Conjunção As conjunções são vocábulos de função estritamente gramatical

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais

Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas adverbiais São aquelas que exercem a função de adjunto adverbial do verbo da oração principal Naquele momento, senti uma das maiores emoções da minha vida. Adjunto adverbial de tempo

Leia mais

As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma

As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma CONJUNÇÕES As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma relação de dependência ou de simples coordenação.

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FRENTE B PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel Freitas Sampaio ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. FRASE NOMINAL: enunciado sem verbo. Pois não, senhor... ; senhoras e senhores,... FRASE VERBAL/ORAÇÃO: enunciado COM verbo. Ivo viu a uva.... O

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação Bárbara da Silva Português Aula 13 Período composto por subordinação No período composto por subordinação existe pelo menos uma oração principal e uma subordinada. A oração principal é sempre incompleta,

Leia mais

Drummond escreveu poemas e entrou para a história.

Drummond escreveu poemas e entrou para a história. Conjunção Pode-se definir a conjunção como um termo invariável, de natureza conectiva que pode criar relações de sentido (nexos) entre palavras ou orações. Usualmente, as provas costumam cobrar as relações

Leia mais

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles:

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles: PERÍODO SIMPLES Período simples é um enunciado de sentido completo construído com uma oração absoluta, ou seja, apenas um verbo. O período é um enunciado de sentido completo formado por duas ou mais orações.

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração.

Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração. Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração. Veja: Ex.1: Você quer açúcar ou adoçante? Ex.2: Preste atenção ou saia da sala. Classificação: a- Conjunções coordenativas:

Leia mais

Artigo, Preposição, Conjunção

Artigo, Preposição, Conjunção Língua Portuguesa Artigo, Preposição, Conjunção Artigo Certa vez, ao passar por uma rua, encontrei uma menina chorando. A rua estava muito movimentada e a menina, sozinha, pediu-me auxílio. Definidos:

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS Prof. Marcos Lima Língua portuguesa, 9ºano FRASE COMPLEXA Numa frase complexa há duas (ou mais) orações ligadas por uma conjunção (ou locução conjuncional). Ex: Fui à

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS FRASE SIMPLES E FRASE COMPLEXA A frase pode ser constituída por uma ou mais orações. Uma oração é a unidade gramatical organizada à volta de um verbo. FRASE SIMPLES E

Leia mais

EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS 1- Classifique as Orações Subordinadas Adverbiais em destaque abaixo: a) À medida que crescia, mais bobo ficava. b) Choveu tanto que ficamos assustados. c)

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais Finitas Consoante a natureza da relação existente entre a oração subordinada e a subordinante, aquela pode ser: 1. Temporal situa um acontecimento anterior ou posterior

Leia mais

Frase simples e frase complexa

Frase simples e frase complexa Frase simples e frase complexa Orações coordenadas e subordinadas 1 I. Frase simples O O José telefonou à Joana. A A senhora traz umas flores. Eu saio. O O meu vizinho foi ao médico. Cada uma destas frases

Leia mais

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas que indicam circunstâncias de : causa, consequência, condição,

Leia mais

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração.

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. SINTAXE Período Composto Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. O período composto pode ser período composto por coordenação ou subordinação. Período composto por subordinação No período

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS 1) (I) Certo: o pronome relativo refere-se ao substantivo anterior. (II) Errado: nesse caso, LOGO é adjunto adverbial de tempo, e PORTANTO, conjunção conclusiva. (III) Certo: o sentido permaneceria igual,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira ORAÇÕES SUBORDINADAS Exercem função sintática sobre as outras. Oração principal, orações desenvolvidas ou reduzidas. ORAÇÕES SUBORDINADAS

Leia mais

Língua Portuguesa. Mara Rúbia

Língua Portuguesa. Mara Rúbia Língua Portuguesa Mara Rúbia Atenção! Pare! Um vulto cresce na escuridão. Clarissa se encolhe. É Vasco. Convém que te apresses. Período Composto por Coordenação - Orações sintaticamente independentes.

Leia mais

O Presente do Conjuntivo

O Presente do Conjuntivo O Presente do Conjuntivo Universidade de Coimbra. Faculdade de letras Sara Pratas (sara.pratas@uc.pt) A Conjugação A origem: Eu - Presente do Indicativo ex. Falo, posso Retirar a terminação - o: Ex. Fal-,

Leia mais

Português. Sintaxe do Período. Professor Carlos Zambeli.

Português. Sintaxe do Período. Professor Carlos Zambeli. Português Sintaxe do Período Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português SINTAXE DO PERÍODO Coordenativas: Ligam orações independentes, ou seja, que possuem sentido completo. 1. Aditivas:

Leia mais

Alternativas Introduzem uma ideia de opção, alternância. As conjunções mais comuns são OU...OU, ORA...ORA, QUER...QUER, SEJA...SEJA. Ex.

Alternativas Introduzem uma ideia de opção, alternância. As conjunções mais comuns são OU...OU, ORA...ORA, QUER...QUER, SEJA...SEJA. Ex. Alternativas Introduzem uma ideia de opção, alternância. As conjunções mais comuns são OU...OU, ORA...ORA, QUER...QUER, SEJA...SEJA. Ex.: "Ou paga ou eu mando sangrá-lo devagarinho" (Graciliano Ramos).

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue os itens subsequentes. 1) Não haveria prejuízo à correção gramatical ou alteração o sentido

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS GRAMÁTICA ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS As orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto, ou seja, o período em que temos duas ou mais orações.

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

@profdecioterror Décio Terror Filho (32)

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) @profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981 Compreensão de texto contemporâneo. Reconhecimento de modos de organização de diferentes gêneros de texto. Reconhecimento do uso significativo dos diferentes

Leia mais

Português. Orações Subordinadas Adverbiais: Causal, Comparativa, Consecutiva, Concessiva e Condicional. Professor Arthur Scandelari

Português. Orações Subordinadas Adverbiais: Causal, Comparativa, Consecutiva, Concessiva e Condicional. Professor Arthur Scandelari Português Orações Subordinadas Adverbiais: Causal, Comparativa, Consecutiva, Concessiva e Condicional Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS:

Leia mais

PRONOMES RELATIVOS Caicó RN 2018

PRONOMES RELATIVOS Caicó RN 2018 Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Lusia Raquel PRONOMES RELATIVOS Caicó RN 2018 PRONOMES RELATIVOS: PRONOMES RELATIVOS: O pronome "que" é o relativo de mais largo emprego,

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves EMPREGO DO VERBO Para que possamos iniciar a segunda parte do tutorial Emprego do verbo, vamos relembrar alguns aspectos do tutorial passado: MODO INDICATIVO É o modo verbal que expressa um fato real,

Leia mais

CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS ADVERBIAIS

CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS ADVERBIAIS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS ADVERBIAIS Causais Introduzem uma ideia de CAUSA. É fundamental relatar que aqui se inicia a relação causa-efeito. Toda causa representa o fato anterior. Já o efeito, o fato posterior.

Leia mais

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos 9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos indivíduos são controlados por um sistema de televisão.

Leia mais

Emprego de palavras e expressões

Emprego de palavras e expressões Emprego de palavras e expressões Livro 01 Prof. Eugênio Torres Módulo 02 POR QUE POR QUÊ PORQUE PORQUÊ o Por que- Emprega-se quando equivale a por qual motivo ou a pelo qual. Usado também no início ou

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais: principais casos Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais I - Como identificá-las? São introduzidas por conjunções subordinativas que expressam circunstâncias (causa,

Leia mais

PROF. RENATO PORPINO VALORES SEMÂNTICOS SUBORDINATIVOS

PROF. RENATO PORPINO VALORES SEMÂNTICOS SUBORDINATIVOS PROF. RENATO PORPINO VALORES SEMÂNTICOS SUBORDINATIVOS As orações subordinadas adverbiais desempenham a função sintática de adjunto adverbial e são introduzidas por conjunções subordinativas adverbiais.

Leia mais

NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS

NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; APOSTO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS ORAÇÕES DESLOCADAS OU OU ADJUNTOS. INTERCALADAS;

Leia mais

A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio.

A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio. A oração subordinada é aquela que equivale a um advérbio. 1) TEMPORAL 2) CONDICIONAL 3) COMPARATIVA 4) FINAL 5) CAUSAL 6) CONSECUTIVA 7) CONCESSIVA 8) CONFORMATIVA 9) PROPORCIONAL Orações Adverbiais TEMPORAIS

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Língua Portuguesa Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Analise as orações: 1. Triste estou: o amigo comigo não está. 2. Ele começou a rir todos gargalharam. 3. Acordei: cinco estações tinham ficado

Leia mais

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari.

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari. Português Conjunções Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português CONJUNÇÕES PARTE 1 1. (CESPE SDS-PE 2016) É importante, pois, que o médico estabeleça o momento de ocorrência do

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento.

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. COERÊNCIA Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. Subi a porta e fechei a escada. Tirei minhas orações e recitei meus sapatos.

Leia mais

ALUNO(a): NOTA: 02. Reescreva as frases a seguir, estabelecendo entre as orações a relação de significado indicada entre parênteses:

ALUNO(a): NOTA: 02. Reescreva as frases a seguir, estabelecendo entre as orações a relação de significado indicada entre parênteses: GOIÂNIA, / / 2017. PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Gramática SÉRIE: 2 ano ALUNO(a): Valor: 4,0 NOTA: No Anhanguera você é + Enem P2-4 BIMESTRE 01. Empregando o processo subordinativo, forme dois períodos

Leia mais

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano Preparação para a Prova de Aferição Português Oo 8.º ano 72 II. Leitura Entrevista A entrevista é um texto conversacional, em que o jornalista, através de perguntas previamente elaboradas (em guião), procura

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 1 Ano Professora: Lusia Raquel OS PORQUÊS. Caicó RN 2018

Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 1 Ano Professora: Lusia Raquel OS PORQUÊS. Caicó RN 2018 Colégio Diocesano Seridoense Disciplina: Língua Portuguesa / 1 Ano Professora: Lusia Raquel OS PORQUÊS Caicó RN 2018 POR QUE O POR QUE TEM DOIS EMPREGOS DIFERENCIADOS: QUANDO FOR A JUNÇÃO DA PREPOSIÇÃO

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO

CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO Classificação Aditivas (adição, soma): e, nem, mas, também. Adversativas ( oposição, contraste): mas, porém, contudo, todavia, entretanto. Classificação Alternativas (

Leia mais

Sintaxe do Período Composto

Sintaxe do Período Composto Sintaxe do Período Composto Gramática Material Complementar Saudações, guerreiro (a) do concurso, tudo bem? Aqui é o professor Pablo Jamilk. Nós teremos alguns momentos juntos doravante. Por isso, segure

Leia mais

Período Composto por Subordinação

Período Composto por Subordinação Período Composto por Subordinação Todo período composto por subordinação contém uma oração principal, acompanhada de uma ou mais orações subordinadas. A oração principal é a que encerra o sentido fundamental

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I Bárbara da Silva Português Aula 39 Conjunções I Conjunção Além da preposição, há outra palavra que, na frase, é usada como elemento de ligação: a conjunção. Por exemplo: A menina segurou a bola e mostrou

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS As orações subordinadas adverbiais exercem a função sintática de adjunto adverbial da oração principal. Exemplo: Eles chegaram quando amanhecia.

Leia mais

Orações coordenadas. As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa o espetáculo. As luzes apagam-se; abrem-se as cortinas; e começa o espetáculo.

Orações coordenadas. As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa o espetáculo. As luzes apagam-se; abrem-se as cortinas; e começa o espetáculo. Orações coordenadas Observe: As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa o espetáculo. O período é composto de três orações: As luzes apagam-se; abrem-se as cortinas; e começa o espetáculo. As orações,

Leia mais

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição 1. Grupo relacional: preposição e conjunção PREPOSIÇÃ O CONJUNÇÃO Características comuns: Ligam palavras ou orações, por isso, são elementos coesivos,

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO:

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO: DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM 1) Balanceamento pelo método das tentativas; 2) Leis de Lavoisier e Proust; 3) Cálculo estequiométrico; 4) Estudo dos gases; 5) Soluções Estudo das concentrações;

Leia mais

26. Lista das conjunções (Aulas 2 e 3: conjunções) Pelo seu significado e pelo nome da conjunção Conjunções são palavras usadas para ligar duas orações na mesma frase. Coordenativas As conjunções coordenativas

Leia mais

No período composto por subordinação sempre aparecem dois tipos de oração: oração principal e oração subordinada.

No período composto por subordinação sempre aparecem dois tipos de oração: oração principal e oração subordinada. Período composto por subordinação No período composto por subordinação sempre aparecem dois tipos de oração: oração principal e oração subordinada. O período: Todos esperam sua volta. É um período simples,

Leia mais

Quando desprovidas de conjunções coordenativas, são denominadas orações coordenadas assindéticas:

Quando desprovidas de conjunções coordenativas, são denominadas orações coordenadas assindéticas: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR JEAN AQUINO ORAÇÕES COORDENADAS E CONJUNÇÕES COORDENATIVAS O período composto por coordenação é formado por orações sintaticamente independentes, denominadas orações coordenadas:

Leia mais

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação Tutora: Ariana de Carvalho Orações coordenadas As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS

PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS Conjunções Subordinativas Observe as principais conjunções e locuções. 1) Causais (orações subordinadas adverbiais): porque, como (porque), pois, pois que, por isso

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

Português Parte 2 Prof. Carlos Zambeli

Português Parte 2 Prof. Carlos Zambeli Escrivão + Inspetor Português Parte 2 Prof. Carlos Zambeli Aula XX X 3 PRONOMES RELATIVOS X REGÊNCIA VERBAL A regência verbal estuda a relação que se estabelece entre os verbos e os termos que os complementam

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Frações decimais e números decimais; Operações com frações; Operações com

Leia mais

Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja)

Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja) Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja) PERÍODO COMPOSTO 1. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Oração principal (incompleta) Oração subordinada substantiva (aquilo que falta na or. Principal)

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III)

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III) INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III) Veja como as preposições influenciam os sentidos atribuídos pelos verbos: Vender ao mercado/vender no mercado Lutar contra/lutar por Brotar

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS REDUZIDAS

ORAÇÕES SUBORDINADAS REDUZIDAS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FRENTE B ORAÇÕES SUBORDINADAS REDUZIDAS Profª. Raquel Freitas Sampaio PERÍODOS COMPOSTOS ORAÇÕES DESENVOLVIDAS ORAÇÕES REDUZIDAS Com conjunção e com verbo conjugado. Sem conjunção

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA 1 - VUNESP Assinale a alternativa em que a forma verbal em destaque expressa a probabilidade de um fato ou um evento ocorrer. a) Quando meu instrumento de trabalho era

Leia mais

Lista de exercícios de LP 4-6º ano

Lista de exercícios de LP 4-6º ano DATA DE ENTREGA: 30 DE OUTUBRO 1) Conectivos: preposições p. 174 2) Conectivos: conjunções p. 199 Lista de exercícios de LP 4-6º ano CONECTIVOS: PREPOSIÇÃO E CONJUNÇÃO PREPOSIÇÃO Preposições: ligam palavras

Leia mais

Funções do que e do se

Funções do que e do se Funções do que e do se Há muitas dúvidas quanto ao emprego do que e do se, pois podem ser empregados em várias funções morfossintáticas. Portanto, iremos analisar cada termo individualmente, a fim de que

Leia mais

CONECTORES DISCURSIVOS. Como fazer

CONECTORES DISCURSIVOS. Como fazer CONECTORES DISCURSIVOS Como fazer Biblioteca 2017 Os conectores ou articuladores de discurso Os conectores ou articuladores de discurso que seguidamente apresentamos (em quadro) são um auxiliar excelente

Leia mais

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO.

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO. 3º ANO FORMAS NOMINAIS Para falarmos sobre as formas nominais do verbo, é importante sabermos o porquê desta denominação, ou seja, em certas circunstâncias, este verbo pode assumir o papel de um nome :

Leia mais

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia 1. Gabarito: A. O terceiro parágrafo já se inicia com um conectivo que corrobora o valor semântico de finalidade. No 10º parágrafo, o autor diz o contrário. O Brasil se desdobra em planos individuais.

Leia mais

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) Décio Terror

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) Décio Terror @profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981 Décio Terror Português: Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Emprego

Leia mais

Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Complexo de Ensino Renato Saraiva  (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

CONCURSO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE/2014 FORMULÁRIO DE RESPOSTA AOS RECURSOS - DA LETRA PARA A LETRA

CONCURSO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE/2014 FORMULÁRIO DE RESPOSTA AOS RECURSOS - DA LETRA PARA A LETRA QUESTÃO: 01 Todas as alternativas apresentadas na questão contêm, é inegável, afirmativas que, de um modo ou de outro, se sustentam com base no texto. Afirmativas pode-se dizer que são mesmo paráfrases

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 46 Anulação da questão 4 da prova de língua

Leia mais