MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DAS FACULDADES SENAC-RS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DAS FACULDADES SENAC-RS"

Transcrição

1 MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DAS FACULDADES SENAC-RS Atualizado em: 01/08/2014 Publicado em: 01/08/2014

2 SUMÁRIO 1 FORMATURA ORGANIZAÇÃO DA FORMATURA Solenidade de Formatura Data para a Solenidade de Formatura Período do Sorteio de Datas Organização da Solenidade de Formatura Período das Solenidades de Formatura Local da Solenidade de Formatura e Custos Formatura Gabinete Data para a Colação por meio de requerimento e em Gabinete Período da Colação de Grau por meio de Requerimento e em Gabinete Local da Colação de Grau Por Meio de Requerimento e em Gabinete ORIENTAÇÕES PARA O FORMANDO Solicitação de Colação de Grau Enade Comissão de Formatura Solenidade de Formatura Colação de Grau em Gabinete PREPARATIVOS PARA A SOLENIDADE DE FORMATURA Ensaio para a Solenidade Formatura Indumentária Convites da Solenidade de Formatura Cerimonial e Protocolo Discursos Juramento Orador Paraninfo Patrono Professores e Funcionário Homenageado Música na Solenidade de Formatura Empresas Produtoras ATRIBUIÇÕES DAS COMISSÕES DE FORMATURAS E PRODUTORA ESCOLHIDA Da Comissão de Formatura Da Produtora ANEXO I COMUNICAÇÃO DOS NOMES DOS INTEGRANTES DA COMISSÃO DE FORMATURA ANEXO II COMUNICAÇÃO DOS NOMES DE PARANINFOS, PATRONO, PROFESSORES HOMENAGEADOS, FUNCIONÁRIO HOMENAGEADO, JURAMENTISTA E ORADOR DA TURMA ANEXO III CONVITE ANEXO IV REFERÊNCIAS PARA INDUMENTÁRIAS PARA A SOLENIDADE DE FORMATURA.. 16 ANEXO V FORMULÁRIO DE CONTATO DA GRÁFICA ANEXO VI COMUNICAÇÃO DO NOME DA EMPRESA PRODUTORA ANEXO VII MODELO DE INTRODUÇÃO DISCURSO DO ORADOR

3 ANEXO VIII JURAMENTOS JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS JURAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Produção Multimídia...23 Juramento do Curso Superior de Administração - Bacharelado em Administração...23 ANEXO IX SOLICITAÇÃO DE REALIZAÇÃO DE SOLENIDADE EM LOCAL ESCOLHIDO PELA COMISSÃO DE FORMATURA ANEXO X ROTEIRO DA CERIMÔNIA ANEXO XII SÍMBOLOS DOS CURSOS ANEXO XIII EXEMPLO DE CONVITE DE FORMATURA Capa e contra capa Miolo ANEXO XVI LOGOTIPOS SENAC-RS

4 1 FORMATURA A formatura, ato solene de colação de grau, é uma cerimônia acadêmica oficial, pública e obrigatória a todos os alunos concluintes de um curso superior de graduação. Realizada sob presidência do (a) Diretor (a) da Faculdade ou de quem ele expressamente designar, a solenidade de colação de grau, por ser o último ato acadêmico, deve ser planejada com responsabilidade para que transcorra com tranquilidade e alegria. 2 ORGANIZAÇÃO DA FORMATURA 2.1 Solenidade de Formatura A colação de grau poderá ocorrer: em sessão solene (solenidade de formatura), de acordo com o calendário acadêmico; em gabinete, mediante requerimento Data para a Solenidade de Formatura A data da solenidade de formatura é determinada pela Faculdade até a 2ª (segunda) semana de aula do último semestre do curso entre as turmas que tenham solicitado, através de requerimento, na secretaria, a colação de grau Período do Sorteio de Datas O horário das formaturas será por sorteio conforme as datas estipuladas pela Faculdade no Calendário Acadêmico Organização da Solenidade de Formatura As turmas do mesmo curso, mas de turnos diferentes, que concluírem o curso no mesmo período, terá a formatura realizada em conjunto, com data, local e horário comuns. Turmas de formandos de cursos diferentes, porém no mesmo semestre, a ordem e data das solenidades de formaturas serão definidas pela Faculdade, a partir do número de alunos formandos Período das Solenidades de Formatura Para as conclusões no 1º semestre: a partir da 1ª quinzena do mês de agosto; Para as conclusões no 2º semestre: a partir da 2ª quinzena de dezembro; As solenidades de formatura não podem ocorrer no mês de junho e na 1ª quinzena 2

5 de dezembro Local da Solenidade de Formatura e Custos Os custos da locação de espaço para realização da solenidade de formatura, quando não for possível realizá-la nas dependências da Faculdade por motivos alheios, serão de inteira responsabilidade da Instituição de Ensino Superior. Se a comissão de formatura optar por realizar a solenidade de formatura em outro local que não aquele designado pela Faculdade, deverá fazer uma solicitação, via protocolo conforme anexo IX. Dessa forma, o custo de locação é de responsabilidade da comissão. O local e data escolhida pelos formandos deverá ser aprovado pela Faculdade e deve ser em auditório ou local adequado para realizar a solenidade. OBS.: No caso da existência de recepção e baile de formatura, a Faculdade não se responsabiliza pelo custeio do local e organização do baile Formatura Gabinete Data para a Colação por meio de requerimento e em Gabinete As solenidades em gabinete e por meio de requerimento serão realizadas em data única previamente escolhida pela Faculdade para todos os cursos. Exceções serão avaliadas pela Direção da Faculdade Período da Colação de Grau por meio de Requerimento e em Gabinete O período é determinado conforme o regulamento interno da Faculdade e disponibilizado em calendário acadêmico Local da Colação de Grau Por Meio de Requerimento e em Gabinete A colação de grau será realizada nas dependências da Faculdade ou em local designado pela Direção da Faculdade. 3 ORIENTAÇÕES PARA O FORMANDO 3.1 Solicitação de Colação de Grau O acadêmico deve solicitar a colação de grau, através de requerimento específico na Secretaria Acadêmica. O período para solicitação é definido pela Faculdade e consta no Calendário Acadêmico, publicado no site da Instituição. Junto ao requerimento o aluno deverá entregar cópias autenticadas dos seguintes documentos: a) Carteira de Identidade 3

6 b) CPF c) Título Eleitoral e comprovante da última votação d) Documento de quitação militar (se for o caso) e) Certidão de Casamento ou Nascimento A documentação será analisada pela coordenação do curso, validando a solicitação do aluno, sempre que as atividades previstas e a carga horária total do curso estiverem cumpridas. Somente poderá participar da colação de grau o aluno que estiver com sua situação acadêmica regular, inclusive no que se refere ao ENADE (exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) Enade Não será permitida a colação de grau, bem como a expedição do Diploma e do Histórico Escolar, para quem não prestar prova do ENADE (Lei , de 14 de abril de 2005 Art 5, V) naqueles cursos relacionados entre os integrantes do exame obrigatório. É de responsabilidade do formando obter informações junto à Coordenação de seu curso mantendo-se atento aos prazos para realização da Prova. 3.2 Comissão de Formatura A primeira ação da turma de formandos é compor uma comissão que fará contato com a Faculdade e com a produtora a ser contratada pelos formandos. A comissão tem por objetivos planejar, decidir e representar os interesses e desejos dos formandos. O nome dos integrantes da Comissão de Formatura deve ser formalizado para a Faculdade, conforme anexo I. 3.3 Solenidade de Formatura A organização da solenidade de formatura é de responsabilidade da Faculdade e Coordenação do Curso. Em caso de dúvida, o formando poderá procurar a Secretaria Acadêmica da Faculdade. 3.4 Colação de Grau em Gabinete Em nenhuma hipótese a colação de grau será dispensada. Na impossibilidade de comparecimento do formando à solenidade oficial, o mesmo deverá solicitar, via requerimento na secretaria acadêmica da Faculdade, a colação de grau em gabinete, anexando ao requerimento os seguintes documentos: a) Carteira de Identidade b) CPF c) Título Eleitoral e comprovante da última votação d) Documento de quitação militar (se for o caso) e) Certidão de Casamento ou Nascimento 4

7 4 PREPARATIVOS PARA A SOLENIDADE DE FORMATURA 4.1 Ensaio para a Solenidade Formatura A Faculdade agenda e organiza, com o apoio da comissão de formatura, apenas um ensaio para cada solenidade de formatura, sendo obrigatória a presença de todos os formandos, de representantes do Senac (AMKT), da produtora e da Faculdade. A data do ensaio será definida conforme disponibilidade do local, e os alunos serão informados assim que definida a data. A participação dos homenageados, no ensaio, fica a critério da Comissão de Formatura Indumentária A indumentária adotada para solenidade de formatura será a beca (togas, faixa, capelo e barrete) na cor e especificações do curso, conforme anexo IV. A locação da beca é de responsabilidade dos alunos e da produtora contratada. Só será permitida a colocação de símbolos nas becas, nos convites e na decoração do evento se forem símbolos das Faculdades do Senac-RS (anexo XII) ou autorizados por entidades regulamentadoras (sindicatos, associações, conselhos, etc.) da profissão em que o aluno está colando grau. Outros símbolos não serão permitidos. A Instituição não se responsabiliza, sob hipótese alguma, pelas becas alugadas (cor errada, indumentária incompleta ou em más condições, etc.). As roupas usadas pelos formandos embaixo das becas e os sapatos devem ser de cor escura e devem estar em conformidade com a ocasião. As becas para o Presidente da Fecomércio-RS, Diretor da Faculdade, Coordenador de Curso, Paraninfo, Patrono, Professor Homenageado e demais autoridades convidadas pela instituição para compor a mesa serão disponibilizadas pela produtora, sempre considerando uma ou mais becas extras para casos excepcionais. Caso a produtora não possua becas de acordo com as exigências do Senac-RS, essas devem ser locadas e/ou compradas pela Faculdade. A comissão deverá avisar a Faculdade com no mínimo 30 dias de antecedência. As autoridades que comporão a mesa usarão a beca correspondente a cor do curso de sua primeira formação acadêmica. O Diretor da Faculdade usará a cor branca, uma vez que é responsável pelo ato de colação de grau. A Faculdade informará a produtora sobre as cores. Políticos empresários e demais pessoas participantes da mesa, que não sejam membros acadêmicos da universidade, deverão usar terno em cor escura, mulheres traje social, em tons discretos e suaves. 5

8 4.2 Convites da Solenidade de Formatura Nos convites de formatura deverão, obrigatoriamente, constar os seguintes dados: a) Logotipia da Mantenedora na contra capa (última capa); b) Nome da Faculdade na capa, conforme exemplos abaixo ou Logotipia das Faculdades do Senac-RS. Exemplos: Faculdade Senac Porto Alegre Faculdade de Tecnologia Senac Passo Fundo Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas c) Nome do curso e período de conclusão (ex. 2012/1) na capa; d) Local, data e horário da sessão solene da colação de grau; e) Relação nominal das autoridades diretivas da Mantenedora e da Faculdade (Presidente do Sistema Fecomércio, Diretor Regional do Senac-RS, Diretor da Faculdade, Coordenador do Curso e representante do Conselho Regional, se for o caso); f) Nome do Paraninfo e Patrono; g) Nomes dos professores e funcionário homenageados; h) Texto do juramento; i) Relação nominal dos concluintes do curso; j) Juramentista e Orador. OBS. 1: A inclusão de textos, de lemas e de homenagens é opcional e fica a cargo e critério da turma, mediante concordância da Faculdade. OBS. 2: Será validado apenas um convite oficial da turma, não podendo haver a produção separadamente de outros convites. OBS. 3: O símbolo do curso poderá ser utilizado no convite, conforme anexo XII ou conforme designação dos órgãos regulamentadores das profissões. Caso não seja utilizado, nenhum outro poderá substituí-lo. Exemplo de convite para Formaturas de Graduação com as informações obrigatórias, conforme anexo XIII. A comissão de formatura deverá: - Enviar modelo do convite para a aprovação da Direção da Faculdade, no mínimo 45 dias antes da data da colação de grau (essas aprovações devem ser registradas via ou outro). O convite somente será liberado para impressão após revisão do texto feito pelo Senac-RS. O convite não poderá ser impresso sem esta prévia autorização. A Faculdade devolverá o convite revisado em 10 dias úteis. Se houver alterações a serem feitas no convite, este deve retornar para aprovação do Senac- RS, que devolverá o mais rápido possível. - Providenciar o envio do modelo aprovado à gráfica para impressão, assumindo os encargos financeiros pertinentes. 6

9 - Entregar ao setor de Comunicação e Eventos quatro cópias impressas do convite, assumindo os encargos financeiros pertinentes. - Providenciar e entregar os convites ao paraninfo da turma e homenageados (professor homenageado, patrono, funcionário homenageado), assumindo os encargos financeiros pertinentes. 4.3 Cerimonial e Protocolo O(a) Diretor(a) da Faculdade presidirá o ato de colação de grau ou delegará tais poderes a quem ele expressamente designar. O protocolo das solenidades é estabelecido pela instituição, e fica sob a responsabilidade da Direção Regional do Senac-RS, por meio da AMKT. O formando será anunciado sempre pelo mestre de cerimônias e a ordem de chamada pode ser feita por afinidade ou ordem alfabética. As autoridades da mesa e os formandos devem retirar seus barretes no momento da execução dos hinos e recolocá-los ao final da execução. 4.4 Discursos Somente têm o poder da palavra, durante a solenidade, o Juramentista, o Orador da turma, o Paraninfo, o representante da Fecomércio-RS, e/ou autoridades designadas pela instituição. O tempo destinado para cada pronunciamento é de, no máximo, três minutos. 4.5 Juramento O texto-padrão do juramento, aprovado pelo Conselho Regional, no caso de profissão regulamentada, está no anexo VIII deste manual e deverá ser lido, na íntegra, pelo formando escolhido pela coordenação da comissão de formatura, designado pela turma como juramentista. Ao final da leitura, os demais formandos, de pé e com o braço direto estendido, declaram em conjunto: ASSIM O PROMETO. 4.6 Orador Deverá elaborar seu discurso com antecedência e a comissão de formatura irá submetê-lo ao conhecimento e aprovação da Faculdade, até 20 dias antes da solenidade formatura, para análise conjunta com a AMKT. Neste discurso deve estar previsto o momento das homenagens, que ocorre ao final do texto. Nas solenidades onde houver dois oradores de turmas de turnos diferentes, mas do mesmo curso, estes podem ler seus discursos separadamente, uma após o outro, e neste caso o mestre de cerimônias da solenidade de formatura conduzirá as homenagens ao final dos dois discursos, ou ainda, os oradores poderão ler seus discursos juntos, em forma de jogral, e ao final do discurso os mesmos conduzem as homenagens. O tempo total do discurso, independente do número de oradores, será de três minutos. 7

10 O modelo de introdução para o discurso do orador está no anexo VII. 4.7 Paraninfo Cada curso deverá escolher um paraninfo. Este irá compor a mesa no dia da Colação de Grau e lhe será concedido três minutos para o discurso de saudação aos formandos. Para solenidades que reúnam mais de um curso, e que optem por Paraninfos distintos, o tempo de três minutos será dividido. OBS.: Os discursos dos Paraninfos deverão ser submetidos à avaliação da Faculdade e do Senac RS com, no mínimo, 15 dias de antecedência à solenidade de formatura. 4.8 Patrono A escolha do Patrono caberá à Faculdade. Deverá ser um profissional referencia de mercado, formado na área. O convite oficial deverá ser feito pelo coordenador e por um representante da comissão de formatura (presencial) 4.9 Professores e Funcionário Homenageado À comissão caberá comunicar aos escolhidos a indicação do seu nome para as homenagens na solenidade de formatura. Os professores homenageados, um por curso, compõem a mesa de honra; Quanto ao funcionário homenageado, deverá ser escolhido um funcionário Técnico Administrativo da Faculdade, por curso, que no dia da solenidade, terá lugar reservado na primeira fila do auditório. As homenagens são realizadas após o discurso do orador. O roteiro da cerimônia de formatura encontra-se no anexo X Música na Solenidade de Formatura A música deve ser apropriada à cerimônia. Numa solenidade formal, músicas como hinos de agremiações esportivas, hinos de outras nações ou de outras Unidades Federativas do Brasil, além de músicas com letra de conteúdo agressivo ou pornográfico são proibidas. A produtora deverá disponibilizar ao Senac para aprovação, na data do ensaio oficial, as músicas escolhidas pelos formandos. Serão tocadas na solenidade apenas as músicas aprovadas no dia do ensaio geral. Não sendo aprovadas as músicas no ensaio geral, o Senac-RS definirá a música a ser tocada. Não é permitido fundo musical durante o juramento, a imposição de grau e 8

11 pronunciamentos Empresas Produtoras A contratação das empresas produtoras pelos alunos formandos somente poderá ser efetivada se a produtora estiver devidamente cadastrada no banco de fornecedores do Senac-RS conforme anexo VI e se sua avaliação estiver aprovada pela direção da Faculdade e pelo Senac-RS. No caso de turmas que se formam no mesmo dia e local, a produtora contratada deve ser a mesma para todas as solenidades de formatura. Com 30 dias de antecedência da solenidade de formatura, a produtora deve entregar ao Senac-RS um comprovante de quitação de débito com os formandos, no qual deve constar o valor quitado, número de formandos pagantes, data e assinatura do responsável pela empresa produtora. No caso, de algum formando não ter quitado o valor até o período acima citado, a produtora deverá emitir uma declaração informando que a solenidade irá ocorrer independente do pagamento. O Senac-RS disponibiliza material com logotipo para ser aplicado na decoração do palco. É de responsabilidade da produtora, junto com a comissão, a Coordenação do Curso, providenciar a logotipia do Senac-RS aplicada no cenário onde acontece o evento, para que as Faculdades sejam identificadas por meio de fotos, filmagens ou outras formas de registro. A sugestão é de que o logotipo do Senac-RS seja colocado em vos locais descrito abaixo: No fundo de palco Na mesa de honra No púlpito Em projeções fixas (ex.: moving head, telão de LED) A logotipia está no anexo XIII, e os arquivos são disponibilizados pela Faculdade. A produtora é responsável por disponibilizar à Faculdade, com dez dias de antecedência, os canudos que serão entregues aos formandos. A cor dos canudos deve respeitar a cor do curso. 5 ATRIBUIÇÕES DAS COMISSÕES DE FORMATURAS E PRODUTORA ESCOLHIDA 5.1 Da Comissão de Formatura A comissão de formatura deve ser criada até a segunda semana de aula do último semestre do curso. Sugere-se eleger entre a turma de formandos os seguintes cargos: Presidente; 9

12 Vice-Presidente; Secretário; Tesoureiro. O nome dos integrantes da Comissão de Formatura deve ser formalizado para a Faculdade, conforme anexo I. Cabe à comissão de formatura coordenar a escolha junto com a turma de formandos: do juramentista Aluno que vai ler o texto de juramento na solenidade de formatura. do orador Cada comissão de formatura, junto com a turma, deverá escolher, por intermédio de votação, um orador, aluno que fará o discurso em nome dos colegas. do paraninfo Professor que apadrinhará a turma de formandos. Poderá ser escolhido apenas um paraninfo por curso. do professor homenageado Professor que os alunos gostariam de homenagear. Poderá ser escolhido um professor para cada curso. do funcionário homenageado Funcionário que a turma gostaria de homenagear. Poderá ser escolhido apenas um funcionário técnico administrativo, sendo um por curso. Após a escolha, a comissão deverá informar à Faculdade, os nomes completos dos escolhidos, conforme anexo II. Caberá à Comissão de Formatura comunicar ao Paraninfo e Funcionário Homenageado a escolha de seus nomes, conforme anexo III. A contratação da empresa produtora para a formatura deverá ser feita pela comissão de formatura e pelos alunos em reuniões. Antes da assinatura do contrato, o mesmo deve ser avaliado pela Faculdade e AMKT, como forma de auxílio aos formandos. Responsabilidades da comissão de formatura: Realizar reuniões com os formandos sempre que necessário. Caso seja realizado nas dependências da faculdade, fora do horário habitual de aula ou em lugar que difere da usada para aula, comunicar ao coordenador e/ou área de eventos e comunicação. Informar o nome da produtora escolhida conforme anexo VI. O documento deve ser protocolado na secretaria. Encaminhar convite e confirmar presença com Paraninfo, Patrono e homenageados, informando o aceite ou não do convite à Faculdade. Protocolizar, na secretaria acadêmica, até 60 dias antes da data prevista para a solenidade, o formulário com os nomes do Paraninfo, Patrono, Professores 10

13 e Funcionários homenageados, Juramentista e Orador conforme anexo II. Informar aos demais formandos sobre os procedimentos e determinações da Faculdade. Informar a turma de formandos sobre a restrição absoluta da entrada e ingestão de bebidas alcoólicas na prova de toga, no ensaio e na solenidade de formatura. Providenciar flores e/ou lembranças para homenageados, pais, professores e funcionário, cujos custos competem à própria comissão. A compra de lembranças e as homenagens são opcionais, e pode ser feito por intermédio da produtora escolhida. Marcar a data da prova de toga, bem como os momentos para as fotos que constarão no convite. Quando os momentos referidos acontecerem nas dependências da instituição, a Faculdade deverá disponibilizar datas e horários para tal. Informar à produtora sobre a data disponibilizada pela Faculdade. Encaminhar à Faculdade, com uma semana de antecedência, lista com os nomes dos alunos, colaboradores e equipamentos da produtora que serão utilizados no dia das fotos e provas de toga, se este for realizado nas dependências da Faculdade. 5.2 Da Produtora Contratar fornecedores qualificados, conforme acordado com a comissão de formatura, e contatar a AMKT para obter informações a respeito das normas de utilização do local de realização da solenidade de formatura, quando for o caso, assim como das normas do cerimonial. Os contratados deverão cumprir e seguir as regras de normalização e organização regidas pelo cerimonial da instituição. Enviar com 10 dias de antecedência os canudos da solenidade de formatura para a Faculdade. Estes devem ser da cor do curso dos formandos. Enviar com 30 dias de antecedência a declaração de quitação de débito dos alunos. No caso, de algum formando não ter quitado o valor até o período acima citado, a produtora deverá emitir uma declaração informando que a solenidade irá ocorrer independente do pagamento. Enviar com 30 dias de antecedência o projeto de palco. Ter um coordenador da produtora em tempo integral da formatura, desde a montagem, até o término da cerimônia. Desmontar o material utilizado para a cerimônia ao final do mesmo dia. Caso isso não ocorra, poderá haver custo adicional na locação e deverá ser pago pela produtora. Atender as peculiaridades dos locais contratados pela IES, de acordo com os fornecedores que mantém contrato fixo para alguns serviços, como flores, sonorização e alimentação. Será permitida a presença de apenas uma equipe de cinegrafistas e fotógrafos à frente do palco. Os mesmos devem vestir apenas roupas de cor preta. Fornecer através de contratação um praticável (local onde os alunos permanecem durante a cerimônia). A produtora deverá encaminhar à Faculdade, em três vias, com 30 dias de antecedência, o projeto do evento (estruturas, palco, bancos, decoração com cores dos elementos) para aprovação da AMKT e Setor de Projetos do Senac-RS. Se o projeto contiver 11

14 estruturas a serem construídas no local do evento, este deve vir devidamente reconhecido e assinado por um arquiteto ou engenheiro com registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura). O praticável é importante para visualização dos formandos durante a solenidade e deve constar no projeto de palco, que deve passar por aprovação por motivos de segurança. Especificações do praticável: - Altura do degrau: 20 cm cada; - Proteção lateral e atrás dos formandos na última fila; - 1 m de largura cada anel/degrau; - +/- 60 cm ocupados por cada pessoa. Os casos omissos deste manual serão resolvidos pela direção da Instituição de Ensino Superior junto com os núcleos da mantenedora. 12

15 ANEXO I Comunicação dos Nomes dos integrantes da Comissão de Formatura Ao Sr(a) Coordenador(a) do Curso de das Faculdades do Senac- RS informamos o nome e o contato dos integrantes da comissão de formatura da turma de Formandos de de /. Presidente: Telefone: Vice-Presidente: Telefone: Secretário(a): Telefone: Tesoureiro(a): Telefone: , de de. Presidente da Comissão de Formatura 13

16 ANEXO II Comunicação dos Nomes de Paraninfos, Patrono*, Professores homenageados, Funcionário Homenageado, Juramentista e Orador das Turmas. A comissão de formatura informa o nome do Paraninfo, dos Homenageados, do Patrono, do Juramentista e do Orador das turmas de Formandos de de / turnos manhã e noite. Paraninfo(a): Telefone: Graduado em: Aluno que irá homenageá-lo (a): Professor(a) Homenageado(a): Telefone: Graduado em: Aluno que irá homenageá-lo(a): Patrono: Telefone: Graduado em: Aluno que irá homenageá-lo(a): Funcionário(a) Homenageado(a): Telefone: Aluno que irá homenageá-lo(a): Juramentista das Turmas: Telefone: Orador das Turmas: Telefone: *Mediante aprovação da Faculdade., de de. Presidente da Comissão de Formatura 14

17 ANEXO III Convite Sr(a) Os formandos do Curso de / têm a honra de convidá-lo para ser o (Paraninfo/Professor Homenageado/Funcionário Homenageado) da turma, na Colação de Grau a ser realizada às horas minutos, no dia / /, no(a), rua, nº, cidade, Estado. Porto Alegre, de de. Presidente da Comissão de Formatura 15

18 ANEXO IV Referências para indumentárias para a solenidade de formatura Capa Diretor Capa Mesa de Honra Barrete Diretor Barrete Diretor Barrete Mesa de Honra Barrete Mesa de Honra OBS.: A cor da capa e barretes das autoridades da mesa de honra varia conforme a formação acadêmica de cada um. 16

19 Indumentária do Formando Cores dos Cursos: Azul Bacharelado em Administração Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Comércio Exterior Tecnólogo em Design de Moda Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos Tecnólogo em Gestão Financeira Tecnólogo em Marketing Tecnólogo em Processos Gerenciais Tecnólogo em Redes de Computadores Tecnólogo em Produção Multimídia Lilás Tecnólogo em Hotelaria 17

20 ANEXO V Formulário de contato da gráfica 1.Nome da Gráfica: 2.Razão Social: 3.Inscrição no CNPJ: 4. Endereço: 5.Telefone : ( ) 6. Site: Nome do contato da Gráfica: 9 Valor do convite virtual R$ *O pagamento ao fornecedor é negociado diretamente com o Senac. 18

21 ANEXO VI Comunicação do nome da Empresa Produtora À Secretaria Acadêmica da Faculdade Informamos a Empresa Produtora de Eventos contratada para a solenidade da formatura da turma de Formandos dos Cursos de,, - a ser realizada no dia / /, às, e respectivamente, no local 1.Nome Fantasia: 2.Razão Social: 3.Inscrição no CNPJ: 4. Endereço: 5.Telefone : ( ) 6. Site: Nome do responsável e contato: 9. Anexos: - lista de clientes - apresentação de portfólio (impresso ou em CD) - lista de formaturas já realizadas, de de. Presidente da Comissão de Formatura 19

22 ANEXO VII Modelo de Introdução Discurso do Orador Senhor (a), Diretor(a) da Faculdade Senhor Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul. Senhor(a) Prof(a)., Coordenador(a) do Curso de, da Faculdade Senhor(a) Prof(a). nosso Paraninfo; Senhor(a) nosso Patrono; Professores Homenageados; Estimados colegas formandos, senhoras e senhores, (boa tarde ou boa noite) 20

23 ANEXO VIII JURAMENTOS Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Marketing "Na condição de profissional formado em Marketing prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria. Assim prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas "Prometo que no exercício profissional como Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas serei fiel aos preceitos da honra e da ciência, promovendo o uso e o desenvolvimento da informática em benefício do cidadão e da sociedade. Assim o prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior "Na condição de profissional formado em Comércio Exterior prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria. Assim o prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Prometo, no exercício de minha profissão, seguir os preceitos morais para, de forma incondicional, contribuir para o aprimoramento social, econômico e estético da sociedade. Assim o prometo." 21

24 Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria "Prometo exercer a profissão de Tecnólogo em Hotelaria com dignidade e competência, valendo-me da ciência hoteleira em benefício do bem estar do homem, sem discriminação de qualquer natureza. Prometo, ainda, empenhar-me pelo engrandecimento do fenômeno hoteleiro, no Brasil e no mundo; zelar pelos valores éticos da profissão; sendo fiel às leis do país, preservando e divulgando o patrimônio natural, promovendo o relacionamento entre os povos e proporcionando o desenvolvimento do meu país. Assim o prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos "Na condição de profissional formado em Gestão de Recursos Humanos prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria. Assim o prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira "Na condição de profissional formado em Gestão Financeira prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria. Assim o prometo." Juramento do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais "Na condição de profissional formado em Processos Gerenciais prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria. Assim o prometo." 22

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS...

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS... 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS... 3 2.1 DOCUMENTAÇÃO... 3 2.2 CERIMÔMIA... 4 2.3 ATRIBUIÇÕES... 4 2.3.1 DIREÇÃO... 4 2.3.2

Leia mais

GUIA DE FORMATURAS. Caros Formandos

GUIA DE FORMATURAS. Caros Formandos GUIA DE FORMATURAS Caros Formandos É com imensa satisfação que apresentamos o nosso Guia de Formatura. Este documento pretende oferecer aos alunos que estão em fase de conclusão de curso as informações

Leia mais

Solenidade de Colação de Grau

Solenidade de Colação de Grau FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO Solenidade de Colação de Grau Orientações Gerais para Sessões Solenes de Colação de Grau A colação de grau é obrigatória e faz

Leia mais

Série FACTO - Manuais. 2ª Edição

Série FACTO - Manuais. 2ª Edição Série FACTO - Manuais 2ª Edição Série FACTO - Manuais 'Manual de Colação de Grau'' Católica do Tocantins Abril de 2015 2ª Edição Diretor Geral Pe. José Romualdo Degasperi Vice Diretor Acadêmico Galileu

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS

REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS FACEL Este regulamento pretende servir

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2 MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2 UNIÃO BRASILIENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA Diretor Presidente: Pe. Décio Batista Teixeira Diretor Primeiro Vice-Presidente: Pe. Valdomiro Alves Barbosa Diretor Segundo

Leia mais

SOBRE A COLAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA OS FORMANDOS

SOBRE A COLAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA OS FORMANDOS Conteúdo SOBRE A COLAÇÃO... 1 ORIENTAÇÕES PARA OS FORMANDOS... 1 Solicitação de Colação de Grau... 1 Documentação... 1 ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes)... 2 ORIENTAÇÕES PARA AS COMISSÕES...

Leia mais

Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012

Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012 Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012 Comissão Institucional de Formatura FAHOR Aline de Mattos, Perceval Lautenschlager,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012.

RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Ibirubá RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012.

Leia mais

IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA ÍNDICE PALAVRA DA DIRETORA...03 APRESENTAÇÃO...03 PROVIDÊNCIAS LEGAIS...03 COMISSÃO DE FORMATURA...04

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS Este regulamento serve como instrumento informativo e orientador

Leia mais

MANUAL DE FORMATURAS 2007

MANUAL DE FORMATURAS 2007 MANUAL DE FORMATURAS 2007 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DEFINIÇÃO DAS DATAS... 3 3. DEFINIÇÃO DO LOCAL... 3 4. DOCUMENTAÇÃO DE CONCLUSÃO DE CURSO... 4 5. COMISSÃO DE FORMATURA... 4 6. FORMANDOS... 5 7.

Leia mais

MANUAL DE FORMATURA 2013

MANUAL DE FORMATURA 2013 MANUAL DE FORMATURA 2013 Manual de Formatura da FACIG 1 MANUAL DE FORMATURA DA FACIG FACULDADE DE CIÊNCIAS GERENCIAIS DE MANHUAÇU válido para turmas que Colarão Grau a partir de dezembro de 2012 1. FORMATURA

Leia mais

VI COMISSÃO DE FORMATURA

VI COMISSÃO DE FORMATURA MODALIDADE DE FORMATURA INTEGRADA UNISC I FORMATURA INTEGRADA É a modalidade de formatura que integra um ou mais cursos na realização do cerimonial e protocolo da colação de grau organizada pela UNISC,

Leia mais

MANUAL DE FORMATURA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL CLAUDINO FRANCIO FACULDADE CENTRO MATO-GROSSENSE SORRISO/MT

MANUAL DE FORMATURA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL CLAUDINO FRANCIO FACULDADE CENTRO MATO-GROSSENSE SORRISO/MT 2014 MANUAL DE FORMATURA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL CLAUDINO FRANCIO FACULDADE CENTRO MATO-GROSSENSE SORRISO/MT M A N U A L D E F O R M A T U R A 2 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OUTORGA DE GRAU... 4 2 ORIENTAÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR.

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR. REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR. Este regulamento pretende servir de instrumento informativo e orientador das cerimônias

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA 1 ÍNDICE PALAVRA DO DIRETOR... 3 APRESENTAÇÃO... 3 PROVIDÊNCIAS LEGAIS... 3 COMISSÃO DE FORMATURA... 3 ESCOLHA DO PATRONO... 4 ESCOLHA DO PARANINFO...

Leia mais

MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Profa. Dra. Fátima Ahmad Rabah Abido Diretora Silvia Regina Tedesco Rodella Diretora Acadêmica Luci Mieko Hirota Simas Assistente Técnico Administrativo I Profa.

Leia mais

Perguntas Frequentes Colação de Grau FURB

Perguntas Frequentes Colação de Grau FURB COLAÇÃO DE GRAU 1) Quem está apto a colar grau? O acadêmico que concluir, com assiduidade e aproveitamento, todos os componentes curriculares do curso em que se encontra matriculado, inclusive as atividades

Leia mais

NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA. CAPÍTULO I Da Solenidade

NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA. CAPÍTULO I Da Solenidade NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA CAPÍTULO I Da Solenidade Art. 1º A colação de grau da UFCSPA é o ato oficial, de caráter obrigatório, público e solene

Leia mais

MANUAL DE FORMATURAS FACULDADE DE TECNOLOGIA DA SERRA GAÚCHA

MANUAL DE FORMATURAS FACULDADE DE TECNOLOGIA DA SERRA GAÚCHA MANUAL DE FORMATURAS FACULDADE DE TECNOLOGIA DA SERRA GAÚCHA A conclusão de um curso superior é a celebração de uma grande conquista, portanto a cerimônia de formatura se transforma num momento especial

Leia mais

MANUAL. Porto Alegre, novembro de 2014

MANUAL. Porto Alegre, novembro de 2014 MANUAL COLAÇÃO DE GRAU Porto Alegre, novembro de 2014 INTRODUÇÃO A colação de grau é no mundo ocidental uma das mais importantes e tradicionais cerimônias acadêmicas. Como ato oficial obrigatório, é realizado

Leia mais

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA Coronel Fabriciano, Abril de 2010 1 SUMÁRIO TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3 TÍTULO II DA COMISSÃO PERMANENTE DE FORMATURA 3 TÍTULO III DA SOLENIDADE 5 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE FORMATURAS

MANUAL DE FORMATURAS MANUAL DE FORMATURAS I FORMATURA Formatura ou colação de grau é o ato oficial de conclusão de curso de graduação. Na UNISC, a cerimônia habitualmente é realizada em Auditório com a presença do conjunto

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA ÍNDICE PALAVRA DO DIRETOR... 2 APRESENTAÇÃO... 2 PROVIDÊNCIAS LEGAIS... 2 COMISSÃO DE FORMATURA... 3 A ESCOLHA DO PATRONO... 3 A ESCOLHA DO PARANINFO...

Leia mais

FORMATURAS Manual de procedimentos

FORMATURAS Manual de procedimentos FORMATURAS Manual de procedimentos Sumário 1. RESPONSABILIDADE DOS FORMANDOS... 3 1.1 Comissão de formatura... 3 1.2 Agendamento de data... 3 1.3 Contratação de empresa para cerimonial... 3 1.4 Convite...

Leia mais

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA Coronel Fabriciano, Abril de 2010 SUMÁRIO TITULO I TÍTULO II TÍTULO III DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DA COMISSÃO PERMANENTE DE FORMATURA DA SOLENIDADE 3 3 4 CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG CATÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA Art.1º A colação de grau ou formatura é ato

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU O presente manual tem por objetivo orientar os acadêmicos e as empresas do segmento de formatura, quanto às normas e procedimentos relativos à colação de grau dos cursos de graduação

Leia mais

REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CAMPUS BARBACENA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CAMPUS BARBACENA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CAMPUS BARBACENA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer as normas e procedimentos

Leia mais

Manual de Formatura Regulamento e Normas

Manual de Formatura Regulamento e Normas FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA Manual de Formatura Regulamento e Normas UBERLÂNDIA MG 1 Solenidade de Colação de Grau A conclusão do curso certamente é a celebração do estudante de uma grande conquista.

Leia mais

RESOLUÇÃO DE REITORIA Nº 109/2008, DE 05 DE MAIO DE 2008.

RESOLUÇÃO DE REITORIA Nº 109/2008, DE 05 DE MAIO DE 2008. RESOLUÇÃO DE REITORIA Nº 109/2008, DE 05 DE MAIO DE 2008. Institui Normas e Procedimentos para as Solenidades de Colação de Grau dos Cursos de Graduação e Graduação Tecnológica do Unilasalle. O Reitor

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS COLAÇÕES DE GRAU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UnirG CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO PARA AS COLAÇÕES DE GRAU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UnirG CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS E FINS MUNICÍPIO DE GURUPI ESTADO DO TOCANTINS FUNDAÇÃO UNIRG CENTRO UNIVERSIÁRIO UNIRG REITORIA REGULAMENTO PARA AS COLAÇÕES DE GRAU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UnirG CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º Este

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Colação de Grau Solene

APRESENTAÇÃO. Colação de Grau Solene 1 APRESENTAÇÃO A Solenidade de Colação de Grau ou Formatura é um dos momentos mais importantes para a comunidade acadêmica, pois concretiza o trabalho desenvolvido durante o período de estudos na faculdade

Leia mais

REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CEFET-BAMBUÍ CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CEFET-BAMBUÍ CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS SUPERIORES DO CEFET-BAMBUÍ CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer as normas e procedimentos

Leia mais

CHEFIA DE CERIMONIAL E EVENTOS

CHEFIA DE CERIMONIAL E EVENTOS CHEFIA DE CERIMONIAL E EVENTOS REGIMENTO PARA A SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU DOS CURSOS TÉCNICOS E DE GRADUAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ CAPÍTULO

Leia mais

Manual de Colação de Grau

Manual de Colação de Grau Manual de Colação de Grau Sumário INTRODUÇÃO...3 1 REGULAMENTO DAS SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU...3 2 SETOR DE FORMATURAS...3 3 ATRIBUIÇÕES DA SECRETARIA E COORDENAÇÃO ACADÊMICA...4 4 TIPOS DE SOLENIDADES

Leia mais

MANUAL DE FORMATURA 2015

MANUAL DE FORMATURA 2015 MANUAL DE FORMATURA 2015 MANUAL DE FORMATURA DA FACIG válido para turmas que Colarão Grau a partir de dezembro de 2015 1. FORMATURA A Formatura ou Colação de Grau é um ato oficial que marca o fim do curso

Leia mais

MANUAL DOS FORMANDOS

MANUAL DOS FORMANDOS MANUAL DOS FORMANDOS 2013 1 PARABÉNS! Você é um vencedor. Você está prestes a concluir a integralização curricular estabelecida para seu curso, está na hora de organizar a comemoração. Para tentar facilitar

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FACNOPAR 1 MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU Administração da Faculdade do Norte Novo de Apucarana MANTENEDOR: Umberto Bastos Sacchelli DIRETOR GERAL: Danilo Lemos Freire VICE- DIRETORA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERALDE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERALDE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERALDE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO legal. Art. 1º. NORMAS PARA COLAÇÕES DE GRAU Capítulo I DO ATO As cerimônias de colação de grau serão presididas pelo Reitor

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA SETOR DE FORMATURAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO Agosto de 2012 1 ÍNDICE Página 1. Regulamento das solenidades de Colação de

Leia mais

SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU

SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Por meio deste documento, a Faculdade Campo Limpo Paulista FACCAMP define critérios e regulamenta as seguintes diretrizes para o Cerimonial de Colação de Grau. A Cerimônia

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMATURA DA ESCOLA SUPERIOR BATISTA DO AMAZONAS

REGULAMENTO DE FORMATURA DA ESCOLA SUPERIOR BATISTA DO AMAZONAS RESOLUÇÃO Nº 14/2005 DG/ESBAM REGULAMENTO DE FORMATURA DA ESCOLA SUPERIOR BATISTA DO AMAZONAS CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º - O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer as normas e procedimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 130, de 18 de junho de 2014.

RESOLUÇÃO nº 130, de 18 de junho de 2014. RESOLUÇÃO nº 130, de 18 de junho de 2014. Estabelece normas para as Colações de Grau dos alunos que concluírem Cursos de Graduação na UNIPLAC e dá outras providências. O Reitor da Universidade do Planalto

Leia mais

CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO. Solenidade de Colação de Grau

CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO. Solenidade de Colação de Grau CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO Solenidade de Colação de Grau A cerimônia de colação de grau é o último ato institucional da Faculdade, quando, perante a comunidade acadêmica e representantes externos, é outorgado

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU O presente manual tem por objetivo orientar os acadêmicos e as empresas do segmento de formatura quanto às normas e procedimento relativos à colação de grau dos cursos de graduações

Leia mais

GUIA DO FORMANDO. Cerimônia de Colação de Grau UNINORTE / EVENTOS 1. GUIA DO FORMANDO Cerimônia de Colação de Grau

GUIA DO FORMANDO. Cerimônia de Colação de Grau UNINORTE / EVENTOS 1. GUIA DO FORMANDO Cerimônia de Colação de Grau UninorteOficial @uniorte @uniorte_manaus UNINORTE / EVENTOS 1 2 UNINORTE / EVENTOS Prezado Formando (a), Chegou tão esperada hora na vida de um (a) acadêmico (a). Iremos passar os procedimentos mais importantes

Leia mais

CAPÍTULO I DO OBJETIVO

CAPÍTULO I DO OBJETIVO REGULAMENTO PARA A SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E INTEGRADO CAPÍTULO I DO OBJETIVO Art. 1º. O presente regulamento tem por objetivo estabelecer as normas e procedimentos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 O Diretor Geral no uso de suas atribuições regimentais, ouvido o Conselho Acadêmico, RESOLVE: Regulamentar as Cerimônias de Colação de Grau dos Cursos de Graduação das Faculdades

Leia mais

Manual de Formatura/ FAEL. Manual de Formatura FAEL

Manual de Formatura/ FAEL. Manual de Formatura FAEL Manual de Formatura FAEL 1 I - DO ATO DA FORMATURA... 4 II ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS PARA OS FORMANDOS... 4 1 - Solicitação de Formatura... 4 III INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 4 1 - Da Comissão de Formatura...

Leia mais

- FACULDADES PROMOVE E INFÓRIUM - MANUAL DE INSTRUÇÕES COLAÇÃO DE GRAU

- FACULDADES PROMOVE E INFÓRIUM - MANUAL DE INSTRUÇÕES COLAÇÃO DE GRAU - FACULDADES PROMOVE E INFÓRIUM - MANUAL DE INSTRUÇÕES COLAÇÃO DE GRAU APRESENTAÇÃO A conclusão de um curso superior é a celebração de uma grande conquista na vida do acadêmico. Tem grande importância;

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 16, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 16, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 16, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 Estabelece o Manual de Formatura dos cursos de graduação das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão das Faculdades

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 161/CONSUN/2010.

RESOLUÇÃO Nº 161/CONSUN/2010. (Credenciada pelo Decreto Presidencial de 14 de agosto de 1996, publicado no DOU em 15 de agosto de 1996). RESOLUÇÃO Nº 161/CONSUN/2010. Normatiza os procedimentos para a solenidade de Outorga de Grau

Leia mais

Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU]

Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU] Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU] Regulamento de Colação de Grau Documento revisado em MARÇO/2012 APRESENTAÇÃO A conclusão de um curso superior é a celebração de uma grande conquista, portanto,

Leia mais

I. DO ATO DA FORMATURA

I. DO ATO DA FORMATURA 1 I. DO ATO DA FORMATURA...3 II. Orientações Específicas para os Formandos...3 1. Solicitação de Formatura...3 III. INFORMAÇÕES PRELIMINARES...3 1. Do Polo de Apoio Presencial...3 2. Das Atribuições da

Leia mais

RESOLUÇÃO CAS Nº 02/2012

RESOLUÇÃO CAS Nº 02/2012 RESOLUÇÃO CAS Nº 02/2012 Aprova o Regulamento de Colação de Grau da Faculdade Norte Paranaense. O Conselho Acadêmico Superior, em reunião ordinária realizada em 18 de maio de 2012, no uso de suas atribuições

Leia mais

Manual de Formatura TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Manual de Formatura TÉCNICO EM ENFERMAGEM Manual de Formatura TÉCNICO EM ENFERMAGEM A conclusão do curso certamente é a celebração de uma grande conquista para o estudante e sua família. A cerimônia de Formatura é um dos mais belos momentos da

Leia mais

ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 2/2015 DATA: 03/10/15. Horário: 11:00 às 13:00

ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 2/2015 DATA: 03/10/15. Horário: 11:00 às 13:00 ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 2/2015 DATA: 03/10/15 Horário: 11:00 às 13:00 1. Às onze horas do dia três de outubro de dois mil e quinze, reuniram-se na sala DS3 do bloco D,

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP Solenidade de Colação de Grau A Colação de grau é o ato Institucional que se realiza para conferir graus acadêmicos aos formandos, em dia e hora marcados.

Leia mais

MANUAL de FORMATURA UCPEL MANUAL DE FORMATURA

MANUAL de FORMATURA UCPEL MANUAL DE FORMATURA MANUAL DE FORMATURA INTRODUÇÃO Este manual tem por objetivo publicar normas e procedimentos para o planejamento, a organização e a execução das cerimônias de formatura da Universidade Católica de Pelotas

Leia mais

Manual de Formaturas

Manual de Formaturas Manual de Formaturas Rede Romano de Educação Manual de Formatura A conclusão do curso certamente é a celebração de uma grande conquista para o estudante e sua família. A cerimônia de Formatura é um dos

Leia mais

Faculdade Santa Terezinha - CEST

Faculdade Santa Terezinha - CEST 1. A COLAÇÃO DE GRAU A solenidade de outorga de grau, denominada Colação de Grau, é o ato oficial, público e obrigatório, em que o aluno, ao finalizar seu curso de graduação, recebe o grau ao qual tem

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO MANUAL DOS FORMANDOS ORIENTAÇÕES, PROCEDIMENTOS E NORMAS.

COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO MANUAL DOS FORMANDOS ORIENTAÇÕES, PROCEDIMENTOS E NORMAS. COORDENAÇÃO DO MANUAL DOS FORMANDOS ORIENTAÇÕES, PROCEDIMENTOS E NORMAS.. Pires do Rio Goiás, 2012. Flávia de Oliveira Fornari Coordenadora do Curso de Direito CORPO ADMINISTRATIVO FACULDADE DO SUDESTE

Leia mais

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU Cursos de Graduação Lucas do Rio Verde-MT Caro Graduando! 2015 Ao cumprir a integralização curricular estabelecida para seu curso, está na hora

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N 022/2014 DE 09 DE JULHO DE 2014 Regulamenta os procedimentos de realização das solenidades de Colação de Grau da Universidade Federal da Integração Latino- Americana (UNILA). O Conselho Universitário

Leia mais

Manual para Solenidades de Formatura do IFMS

Manual para Solenidades de Formatura do IFMS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Manual para Solenidades de Formatura do IFMS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Instituto

Leia mais

Manual de Formaturas. Faculdades Opet. Normas e procedimentos

Manual de Formaturas. Faculdades Opet. Normas e procedimentos Manual de Formaturas Faculdades Opet Normas e procedimentos 2014 0 Prof. José Antonio Karam Presidente do Grupo Educacional Opet Profª Adriana Veríssimo Karam Koleski Superintendente Educacional do Grupo

Leia mais

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU A Colação de Grau é um ato oficial, público e obrigatório e integra as atividades dos cursos superiores e do calendário acadêmico da Faculdade.

Leia mais

FORMATURA INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS 01 MANUAL DE

FORMATURA INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS 01 MANUAL DE 01 MANUAL DE FORMATURA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS INTRODUÇÃO Este manual tem por objetivo publicar normas e procedimentos para o planejamento, a organização e a execução das cerimônias de formatura

Leia mais

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT MANTIDA PELA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONTES CLAROS - FEMC TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente

Leia mais

- Local, data e horário da Sessão Solene da Colação de Grau;

- Local, data e horário da Sessão Solene da Colação de Grau; MANUAL DO FORMANDO A Colação de Grau é um ato oficial e obrigatório para Conclusão de Curso e obtenção de diploma realizado em Sessão Solene ou Colação Especial, em data, horário e local previamente autorizado

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO FACULDADE SALESIANA

COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO FACULDADE SALESIANA RESOLUÇÃO No. 01/2010 COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO Formaliza, regulamenta e disciplina os procedimentos para a solenidade de colação de grau dos Cursos Superiores da Faculdade Salesiana. O Diretor

Leia mais

FORMATURA MANUAL PARA COLAÇÃO DE GRAU

FORMATURA MANUAL PARA COLAÇÃO DE GRAU 1 FORMATURA MANUAL PARA COLAÇÃO DE GRAU ORIENTAÇÕES E NORMAS CATALÃO, 2011 2 ESTRUTURA ADMINISTRATIVA Diretora Geral Profa. Maria Eleonora de Oliveira Scalia Diretor Acadêmico Prof. Paulo Antônio de Lima

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU

REGULAMENTO PARA AS SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU REGULAMENTO PARA AS SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU Faculdade Cenecista de Joinville - FCJ Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC APRESENTAÇÃO A conclusão de um curso superior certamente é a celebração

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA AS COMISSÕES DE COLAÇÃO DE GRAU

ORIENTAÇÕES PARA AS COMISSÕES DE COLAÇÃO DE GRAU ORIENTAÇÕES PARA AS COMISSÕES DE COLAÇÃO DE GRAU 1 - A COLAÇÃO DE GRAU É uma Assembléia Universitária onde é conferido pela autoridade máxima da Universidade o grau acadêmico aos formandos da Instituição.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

Leia mais

PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008.

PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008. PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE, usando de suas atribuições legais e CONSIDERANDO o que

Leia mais

MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU. Cerimonial Acadêmico

MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU. Cerimonial Acadêmico MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Cerimonial Acadêmico Juína MT 1 Disposições Gerais A conclusão de um curso superior, certamente é o ápice da celebração do acadêmico - resultado de uma grande conquista.

Leia mais

PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST).

PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST). PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST). A DIRETORA GERAL da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST) no uso de suas prerrogativas,

Leia mais

GUIA DE FORMATURAS. É com imensa satisfação que apresentamos o nosso Guia de Formatura. Este breve

GUIA DE FORMATURAS. É com imensa satisfação que apresentamos o nosso Guia de Formatura. Este breve GUIA DE FORMATURAS Caros Formandos É com imensa satisfação que apresentamos o nosso Guia de Formatura. Este breve documento pretende oferecer aos alunos que estão em fase de conclusão de curso as informações

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS SECRETARIA ACADÊMICA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS SECRETARIA ACADÊMICA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS SECRETARIA ACADÊMICA I - Colação de Grau A Colação de Grau é um ato oficial e solene que marca a conclusão de curso de graduação. É pública e normalmente realizada em

Leia mais

Manual de Formatura/ Colação de Grau. ULBRA Manaus

Manual de Formatura/ Colação de Grau. ULBRA Manaus Manual de Formatura/ Colação de Grau ULBRA Manaus Prezado Formando, A Colação de Grau é um ato oficial, público e obrigatório da Universidade e, como tal, integra as atividades do curso e do calendário

Leia mais

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADOS E TECNOLÓGICOS)

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADOS E TECNOLÓGICOS) Faculdades Promove de Sete Lagoas REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (BACHARELADOS E TECNOLÓGICOS) APRESENTAÇÃO A conclusão de um curso superior é a celebração de uma grande conquista

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1280

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1280 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1280 Regulamenta os procedimentos para as cerimônias de Colação de Grau da Universidade Federal de Goiás e revoga a Resolução

Leia mais

Manual de Formatura. www.uergs.edu.br

Manual de Formatura. www.uergs.edu.br Manual de Formatura www.uergs.edu.br Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Direção Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins Vice-Reitor Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna Pró-Reitor de

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA

INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA Caros formandos A solenidade de outorga de grau, denominada Colação de Grau, é o ato oficial, público e obrigatório, por meio do qual o aluno, concluinte

Leia mais

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade Manual de Formatura Direção Diretora Executiva Renata Carla Castro Diretor Geral Pablo Bittencourt Diretor Acadêmico Ricardo Medeiros Ferreira Este manual tem a finalidade de orientar os procedimentos

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001 RESOLUÇÃO Nº.01/2010 Dispõe sobre Procedimentos para as Solenidades de Colação de Grau O Conselho

Leia mais

Manual de Formatura - FAEL. Manual de Formatura FAEL

Manual de Formatura - FAEL. Manual de Formatura FAEL 1 Manual de Formatura FAEL 2014 2 INTRODUÇÃO... 5 I. DO ATO DA FORMATURA... 5 II. DAS ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS PARA OS FORMANDOS... 5 1. Da Solicitação de Formatura...5 III. DAS INFORMAÇÕES PRELIMINARES...6

Leia mais

Do Ato. Da Competência. Art.2º - A outorga de grau compete ao Diretor Acadêmico das Faculdades Integradas de Itararé. Da Dispensa

Do Ato. Da Competência. Art.2º - A outorga de grau compete ao Diretor Acadêmico das Faculdades Integradas de Itararé. Da Dispensa Portaria 03/2008 Regulamento para a cerimônia de colação de Grau conferida aos concluintes dos cursos de graduação das Faculdades Integradas de Itararé. Do Ato Art.1º - A colação de grau nas Faculdades

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer as

Leia mais

FACULDADE EDUCACIONAL DE COLOMBO

FACULDADE EDUCACIONAL DE COLOMBO FACULDADE EDUCACIONAL DE COLOMBO FAEC Regulamento da Colação de Grau 2007 TÍTULO I Disposições Gerais Art. 1º Colação de grau é um ato acadêmico-administrativo de reconhecimento institucional da conclusão

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO. Data. Local. Horários. 28 de Julho de 2012. Teatro Bourbon Country Av. Túlio de Rose, 1000/2º andar.

MANUAL DO FORMANDO. Data. Local. Horários. 28 de Julho de 2012. Teatro Bourbon Country Av. Túlio de Rose, 1000/2º andar. MANUAL DO FORMANDO Data 28 de Julho de 2012 Local Teatro Bourbon Country Av. Túlio de Rose, 1000/2º andar. Horários 16h Design e Publicidade e Propaganda 19h Administração e Relações Internacionais 1.

Leia mais

MANUAL DA SOLENIDADE OFICIAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DA SOLENIDADE OFICIAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DA SOLENIDADE OFICIAL DE COLAÇÃO DE GRAU APRESENTAÇÃO Depois de dedicar anos de sua vida aos estudos, é chegada a hora da recompensa - a Colação de Grau é um momento único, especial, e por isso

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU INTRODUÇÃO A outorga de grau acadêmico é a confirmação de que o aluno formando completou todos os requisitos exigidos pela lei e pelos regulamentos do país para ter acesso ao

Leia mais

NORMAS PARA AS CERIMÔNIAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AUGUSTO MOTTA 2012/1

NORMAS PARA AS CERIMÔNIAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AUGUSTO MOTTA 2012/1 NORMAS PARA AS CERIMÔNIAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AUGUSTO MOTTA 2012/1 Abaixo, seguem as normas referentes à organização das cerimônias de colação de grau dos

Leia mais

I. DA COLAÇÃO DE GRAU E COMISSÃO DE FORMATURA 1) O

I. DA COLAÇÃO DE GRAU E COMISSÃO DE FORMATURA 1) O COLAÇÃO DE GRAU O presente documento tem por objetivo orientar os acadêmicos quanto as normas e procedimentos relativos a Colação de Grau dos Cursos de Graduação do Instituto de Ensino Superior de Londrina

Leia mais