MARKETING HOSPITALAR. Marketing e Marketing de Saúde: Iguais, porém diferentes. Carlos Frederico Silva Habel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARKETING HOSPITALAR. Marketing e Marketing de Saúde: Iguais, porém diferentes. Carlos Frederico Silva Habel"

Transcrição

1 Marketing e Marketing de Saúde: Iguais, porém diferentes. Carlos Frederico Silva Habel

2 Carlos Frederico Silva Habel Pós-graduado em Administração Mercadológica / Marketing pela UNA MG, especialista em Marketing pela Concordia University Wisconsin. Graduado em Comunicação Social pela PUC MG com especialização em Publicidade e Propaganda. Consultor empresarial em serviços com ampla experiência nas áreas de saúde e educação, desenvolvendo planejamento estratégico de marketing, comunicação interna, qualidade no atendimento, cultura organizacional e treinamentos. Professor de Gestão de Qualidade em Serviços, Gestão Estratégica de Serviços, Gestão de Marcas, Marketing de Relacionamento e Marketing de Produtos, Administração Mercadológica e Administração de Serviços. Professor no IBS/FGV. Professor de pós-graduação Faculdade São Camilo, Faculdade Victor Hugo.

3 Hoje, a medicina além de sacerdócio, cio, exige ser vista como um negócio. cio. YAMAMOTO, Edson. Os novos médicos-administradores. São Paulo. Futura, 2001

4 EMPRESAS COMO SISTEMA ABERTO... o futuro era um espelho do passado ou o domínio obscuro de oráculos e adivinhos que detinham o monopólio sobre o conhecimento dos eventos previstos. Bernstein, 1997 Afetadas por fatores externos que independem dela e podem interferir em seu desempenho.

5 ANTES: PACIENTE HOJE: PACIENTE-CLIENTE CLIENTE CARACTERÍSTICAS PASSADO - PACIENTE HOJE PACIENTE-CLIENTE Pessoa mais importante na relação Médico O cliente Dependência Alto grau de dependência Aumento da autonomia-escolha Postura Médico como referencia Respeito mútuo/decisão compartilhada Informação Conhecimento hermético Cliente bem informado Pós-atendimento Sem muita importância Fundamental para fidelização Maior o leque de opções, maior o ÍNDICE DE INFIDELIDADE

6 MENAGED CARE Gerenciamento no cuidado à saúde, voltado para o controle de gastos e melhoria da eficiência econômica dos hospitais Aplicação de teorias da administração no campo da saúde NOVA POSTURA Gerência Médica Gerência da Atividade Médica YAMAMOTO, Edson. Os novos médicos-administradores. São Paulo. Futura, 2001

7 Marketing é a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, oferecer e trocar ofertas que tenham valores para consumidores, clientes, parceiros e a para a sociedade como um todo American Marketing Association, 2008

8 Marketing não é útil; é indispensável; Marketing não é despesa; é investimento; Marketing é um processo permanente; Marketing não pode ser isolado; é sistêmico

9 CRIAR, CONQUISTAR E DOMINAR MERCADOS GERENCIAR RELACIONAMENTOS POSICIONAMENTO ADMINISTRAR MARCA PROPORCIONAR ACESSO E EXPERIÊNCIA AOS CLIENTES AGREGAR VALOR

10 O MARKETING DE SERVIÇOS DE SAÚDE NECESSITA E POSSUI UMA VISÃO MUITO MAIS AMPLIADA DEVIDO A SUA COMPLEXIDADE E CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS A forma que o cliente usa para comprar um PRODUTO édiferenteda que usa para ESCOLHER UM PRESTADOR DE SERVIÇO.

11 Hospital Primeiro a ser realizado em hospitais Marketing Interno Marketing Externo O que vemos é o Marketing Externo, sem o cuidado INTERNO Funcionários MARKETING INTERATIVO Clientes O Marketing de Serviços de Saúde tem como ponto-chave a integração das ações internas com as externas para a captação, manutenção e fidelização do paciente Adaptado de: Zeithaml e Bitner Marketing de Serviços: a empresa com foco no cliente. Artmed. Porto Alegre. 2002

12 SERVIÇOS SERVIÇOS SÃO INTANGÍVEIS VARIABILIDADE INDIVISÍVEIS VARIABILIDADE MAIOR DIFICULDADE DE AVALIAÇÃO TEMPO REAL PERECÍVEIS CANAIS ELETRÔNICOS /COMBINAÇÃO O CLIENTE COMPRA UMA PROMESSA DE SATISFAÇÃO

13 MARKETING HOSPITALAR É DE ALTO CONTATO PESSOAS Demandam presença física para receber o benefício; Ações tangíveis nos corpos das pessoas; Cenário afeta a percepção de qualidade cenografia/aparência Público influencia mutuamente a experiência de serviço e a percepção Lovelock, Christian. Serviços: marketing e gestão. São Paulo. Saraiva, 2004

14 PRINCIPAIS PONTOS DE ATUAÇÃO DO MARKETING HOSPITALAR 1. Tornar tangível a promessa de satisfação; 2. Atender, exceder as expectativas do cliente e fidelizá-lo; 3. Trabalhar o Marketing Interno; 4. Dar informações suficientes ao ambiente externo para que o cliente possa comparar o recebido e o esperado 65% do faturamento é proveniente de clientes que já utilizaram o produto ou serviço. Adaptado de: KOTLER, Philip, BLOOM, Paul N. Marketing de Serviços Profissionais: estratégias inovadoras para impulsionar sua atividade, sua imagem e seus lucros. Barueri. Manole, 2002

15 1. Responsabilidade de terceiros 2. Incerteza do cliente 3. Experiência 4. Diferenciação DESAFIOS DO MARKETING HOSPITALAR 5. Manutenção do Controle da Qualidade 6. Tornar realizadores em Vendedores consultores 7. Pressão para agir em vez de antecipar 8. Limitação dos conhecimentos de Marketing 9. Visões conflitantes em relação à propaganda Adaptado de: KOTLER, Philip, BLOOM, Paul N. Marketing de Serviços Profissionais: estratégias inovadoras para impulsionar sua atividade, sua imagem e seus lucros. Barueri. Manole, 2002

16 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.701/2003 Estabelece os critérios norteadores da propaganda em Medicina, conceituando os anúncios, a divulgação de assuntos médicos, o sensacionalismo, a autopromoção e as proibições referentes à matéria. Art. 2º - Os anúncios médicos deverão conter, obrigatoriamente, os seguintes dados: a) Nome do profissional; b) Especialidade e/ou área de atuação quando devidamente registrada no Conselho Regional de Medicina; c) Número da inscrição no Conselho Regional de Medicina.

17 Art. 3º - É vedado ao médico: a) anunciar que trata de sistemas orgânicos, órgãos ou doenças específicas, por induzir a confusão com divulgação de especialidade; b) anunciar aparelhagem de forma a que lhe atribua capacidade privilegiada; c) participar de anúncios de empresas ou produtos ligados à Medicina; d) permitir que seu nome seja incluído em propaganda enganosa de qualquer natureza; e) permitir que seu nome circule em qualquer mídia, inclusive na Internet, em matérias desprovidas de rigor científico; f) fazer propaganda de método ou técnica não aceitos pela comunidade científica; g) expor a figura de paciente seu como forma de divulgar técnica, método ou resultado de tratamento, ainda que com a autorização expressa deste, ressalvado o disposto no artigo 10 desta resolução. h) anunciar a utilização de técnicas exclusivas; i) oferecer seus serviços através de consórcio ou similares.

18 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.701/2003 Art. 9º - Por ocasião das entrevistas, comunicações, publicações de artigos e informações ao público, o médico deve evitar sua autopromoção e sensacionalismo, preservando, sempre, o decoro da profissão. Parágrafo 1º - Entende-se por autopromoção a utilização de entrevistas, informações ao público e publicações de artigos com forma ou intenção de: a) angariar clientela; b) fazer concorrência desleal; c) pleitear exclusividade de métodos diagnósticos e terapêuticos; d) auferir lucros de qualquer espécie; e) permitir a divulgação de endereço e telefone de consultório, clínica ou serviço.

19 PRODUCT ELEMENTS PLACE AND TIME 8 P S P S PARA MARKETING HOSPITALAR PROCESS PRODUCTIVITY AND QUALITY PEOPLE PROMOTION AND EDUCATION PHYSICAL EVIDENCE PRICE AND OTHER SERVICE COSTS Lovelock, Christian. Serviços: marketing e gestão. São Paulo. Saraiva, 2004

20 O CLIENTE ESPERA QUE SUA EMPRESA GERENCIE O RELACIONAMENTO COM ELE. O QUE O CLIENTE ESPERA Detalhes do relacionamento entre eles e empresa disponíveis; Informação dada referente às necessidades resultem em mudança adequação; Sinergia dos envolvidos no atendimento; Considere as necessidades para RELACIONAMENTO e não transações específicas dentro do relacionamento; Relacionamentos anteriores sejam, levados em consideração; Lealdade; Stone, Marlin. Woodcock, Neil. Marketing de Relacionamento.

21 7 EXIGÊNCIAS DOS CLIENTES 1. Acesso facilitado 2. Facilidade de uso 3. Garantia de freqüência de abastecimento 4. Direito a suporte 5. Comunicação a qualquer hora e lugar 6. Prontidão da empresa 7. Ser tratado com importância e atenção ECONOMIZAR PARA O SEU CLIENTE TEMPO DINHEIRO ESFORÇO RISCO FRUSTRAÇÃO

22 ENDOMARKETING

23 OS COLABORADORES SÃO O PRIMEIRO MERCADO INTERNO PARA AS ORGANIZAÇÕES Vender um produto ou serviço, uma idéia ou um posicionamento passou a ser tão importante para o cliente interno quanto para o cliente externo. Se os bens, serviços e as campanhas de comunicação externa não conseguirem ser vendidos ao público interno, o marketing tampouco poderá ser bem sucedido junto aos clientes externos

24 Ações gerenciadas de marketing eticamente dirigidas ao público interno das organizações e empresas, sejam elas públicas ou privadas. PROCESSO FOCO Alinhar Sintonizar Sincronizar Implementar e Operacionalizar a estrutura organizacional

25 OBJETIVO Facilitar e realizar trocas; Construir lealdade; Compartilhar objetivos da organização; Reforçar valores e filosofias da empresa; Trabalhar a cultura organizacional; Criar um clima favorável para a organização; Motivação; Qualidade de vida Qualidade de trabalho; Atrair e reter os melhores profissionais; Melhores resultados;

26 RELAÇÕES INSTITUCIONAIS CONVÊNIOS Maioria dos pacientes das clínicas e hospitais. Visitas aos convênios Informações sobre a clínica/hospital Mailing list Mala direta Palestras de Prevenção em empresas Catálogos de convênios Visita a empresas Apoio ao usuário

27 Promoção Qualquer esforço feito para comunicar e promover empresas ou produtos SEM USAR A MÍDIA CONVENCIONAL Ação ou conjunto de ações Eventos Patrocínio de eventos Mensagem objetiva de comunicação

28 Era digital Comunicação Eventos Promoção Ações Informação Comunicação Eventos Promoção Ações Informação Vídeos Fotos Pesquisas Grupos de discussão Comunidades Divulgação de eventos Postagem de vídeos de alunos Promoção da instituição Pesquisa Promoções Propaganda Relacionamento profissional Contato com outros profissionais Contatos com outras escolas Troca de experiências Grupos de discussão

29 Carlos Frederico S. Habel (31) Skype: Fred Habel1 Facebook: Fred Habel

Termo de Compromisso para Publicidade

Termo de Compromisso para Publicidade Termo de Compromisso para Publicidade Eu,, responsável técnico da pessoa jurídica, (RAZÃO SOZIAL) CNPJ declaro que o nome a ser utilizado para publicidade será. (NOME FANTASIA) Declaro ainda, que tomei

Leia mais

Marketing. Entender e Atender o Mercado. Vendas Propaganda

Marketing. Entender e Atender o Mercado. Vendas Propaganda Cláudio Silvestre Marketing Vendas Propaganda Pesquisa Experimentação Design Definição de Preço Estratégia de distribuição Estabelecimento de Parcerias Etc... Entender e Atender o Mercado Razões do Marketing

Leia mais

Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h

Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h PUBLICIDADE MÉDICA QUAIS SÃO OS LIMITES ÉTICOS? Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h DR. LAVÍNIO NILTON CAMARIM Salvador - Bahia A melhor cidade para se viver do mundo Na Medicina seria ético

Leia mais

PUBLICIDADE E MARKETING MÉDICO NA ERA ELETRÔNICA: QUAIS OS LIMITES?

PUBLICIDADE E MARKETING MÉDICO NA ERA ELETRÔNICA: QUAIS OS LIMITES? VIII SIMPÓSIO MINEIRO DE INTERCORRÊNCIAS EM CIRURGIA PLÁSTICA OURO PRETO, 04 de abril de 2014 PUBLICIDADE E MARKETING MÉDICO NA ERA ELETRÔNICA: QUAIS OS LIMITES? EDUARDO SUCUPIRA Comissão de Marketing

Leia mais

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames

As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames As 6 Práticas Essenciais de Marketing para Clínicas de Exames Introdução Fique atento aos padrões do CFM ÍNDICE As 6 práticas essenciais de marketing para clínicas de exames Aposte em uma consultoria de

Leia mais

MANUAL DE PUBLICIDADE

MANUAL DE PUBLICIDADE MANUAL DE PUBLICIDADE DO MÉDICO VETERINÁRIO Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná Manual de Publicidade do Médico Veterinário 2015 www.crmv-pr.org.br MANUAL DE PUBLICIDADE DO MÉDICO

Leia mais

Local: Marília Data: 25/06/2015 (20:00h)

Local: Marília Data: 25/06/2015 (20:00h) PUBLICIDADE MÉDICA QUAIS SÃO OS LIMITES ÉTICOS? Local: Marília Data: 25/06/2015 (20:00h) DR. LAVÍNIO NILTON CAMARIM Marília/SP A melhor cidade para se viver do mundo Na Medicina seria ético dizer isso?

Leia mais

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta.

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta. ESPE/Un SERE plicação: 2014 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS CATEGORIA:

Leia mais

A Resolução CFM nº 1.974/2011

A Resolução CFM nº 1.974/2011 A Resolução CFM nº 1.974/2011 A Resolução CFM nº 1.974/2011 Publicada no Diário Oficial da União em 19/8/2011. Entra em vigor 180 dias após sua publicação. Ementa: Estabelece os critérios norteadores da

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO Prof. Marcelo Mello Unidade I GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Objetivos gerenciamento de serviços Utilizar modelos de gestão e desenvolvimento voltados para o segmento de prestação de serviços em empresas de

Leia mais

CARLOS CAIXETA. Vendas e Gestão Estratégica

CARLOS CAIXETA. Vendas e Gestão Estratégica CARLOS CAIXETA Vendas e Gestão Estratégica PERFIL Carlos Caixeta é um palestrante de destaque nacional por convergir conceito e prática em estratégias empresariais, vendas, performance e negociação. Essa

Leia mais

Publicidade na Odontologia: como fazer. Um guia de como evitar penalidades e divulgar seus serviços de acordo com a legislação.

Publicidade na Odontologia: como fazer. Um guia de como evitar penalidades e divulgar seus serviços de acordo com a legislação. Publicidade na Odontologia: como fazer Um guia de como evitar penalidades e divulgar seus serviços de acordo com a legislação. Você sabia que nos anúncios, placas e impressos publicitários, por exemplo,

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS

MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS MANUAL DE CONDUTA EM REDES SOCIAIS AS MÍDIAS SOCIAIS SÃO HOJE AS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE INTERAÇÃO SOCIAL E DE COMPARTILHAMENTO DE IDEIAS E INFORMAÇÕES. O Sistema de Saúde Mãe de Deus (SSMD), sabendo

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

MARKETING JURÍDICO Gestão & Ética. Prof. Msc. Luiz Fernando Mello Leitão

MARKETING JURÍDICO Gestão & Ética. Prof. Msc. Luiz Fernando Mello Leitão MARKETING JURÍDICO Gestão & Ética Prof. Msc. Luiz Fernando Mello Leitão CED (Código de Ética e Disciplina). Capítulo IV Da Publicidade. Art. 28. O advogado pode anunciar os seus serviços profissionais,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

A In Company 16/10/2015. Missão Gerar e agregar valor às marcas e aos negócios dos clientes. Assessoria de marketing para sociedade de advogados.

A In Company 16/10/2015. Missão Gerar e agregar valor às marcas e aos negócios dos clientes. Assessoria de marketing para sociedade de advogados. A In Company Assessoria de marketing para sociedade de advogados. A In Company atua desde 2005 com um conceito inovador: É especialista em projetos customizados de marketing jurídico e gestão, desde o

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04

Introdução 02. A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03. A Definição do Negócio 03. Imagem 03. Objetivos Financeiros 04 ESTUDO DE CASO A construção do BSC na ESPM do Rio de Janeiro Alexandre Mathias Diretor da ESPM do Rio de Janeiro INDICE Introdução 02 A Estratégia Corporativa ESPM Brasil 03 A Definição do Negócio 03 Imagem

Leia mais

I REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT

I REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT I REUNIÃO CIENTÍFICA - APAMT A NR-04 e a Obrigatoriedade da Especialidade de Medicina do Trabalho Dia 28 de fevereiro Associação Médica do Paraná, Curitiba/PR João Anastacio Dias Diretor de Título de Especialista

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Felipe Bornier)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Felipe Bornier) PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Felipe Bornier) Regulamenta o exercício do Profissional de Marketing, e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1 0 - Quem é o que faz o profissional

Leia mais

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DA PARAÍBA MARKETING E PUBLICIDADE MÉDICA MARIO TOSCANO DE BRITO FILHO

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DA PARAÍBA MARKETING E PUBLICIDADE MÉDICA MARIO TOSCANO DE BRITO FILHO ASSOCIAÇÃO MÉDICA DA PARAÍBA MARKETING E PUBLICIDADE MÉDICA MARIO TOSCANO DE BRITO FILHO AGRADECIMENTOS Conselho Regional de Medicina da Paraíba Conselho Regional de Medicina da Bahia Conselho Federal

Leia mais

Seus resultados nas alturas. Sem cair.

Seus resultados nas alturas. Sem cair. Seus resultados nas alturas. Sem cair. Apresentação da Agência SOBRE a agência A Grão Comunicação Empresarial é uma agência de consultoria e marketing com um formato diferenciado e inovador. Dispondo de

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING PÓS-GRADUAÇÃO / FIB-2009 Prof. Paulo Neto O QUE É MARKETING? Marketing: palavra em inglês derivada de market que significa: mercado. Entende-se que a empresa que pratica

Leia mais

Como as empresas estão (ou não) comunicando a RSE

Como as empresas estão (ou não) comunicando a RSE Como as empresas estão (ou não) comunicando a RSE Uma rápida reflexão Ricardo Voltolini/Natal-Agosto07 Melhor começar pelos porquês Alguns porquês Por que as empresas estão comunicando a RSE Se estão comunicando

Leia mais

MARKETING CARE NEWSLETTER

MARKETING CARE NEWSLETTER MARKETING CARE NEWSLETTER Destaques desta Edição Por José Maria de Carvalho C o n t e Ú d o Conhecimento MARKETING DIGITAL O que é Marketing Digital? Quais as aplicações na área da Saúde? BRANDING & MARCA

Leia mais

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de Pessoas) na Gestão Empresarial Marketing Interno Licenciatura de Comunicação Empresarial 3º Ano Docente: Dr. Jorge Remondes / Discente: Ana Teresa Cardoso

Leia mais

WWW.ELLOCONSULTORES.COM.BR

WWW.ELLOCONSULTORES.COM.BR WWW WWW.ELLOCONSULTORES.COM.BR CONSULTORIA DE MARKETING MARKETING INDUSTRIAL MARKTING PARA TERCEIRO SETOR ENDOMARKETING Metodologia Ello Primeiro, é realizado um diagnóstico da empresa ou instituição

Leia mais

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Comunicação Organizacional

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB III Fórum de Publicidade Médica 24 de agosto de 2012 Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos

Leia mais

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Metodologia de Ensino 1) Noções de Marketing 2) Marketing de Serviço 3) Marketing de Relacionamento 1 2 1) Noções de Marketing 3 4 5 6 www.lacconcursos.com.br

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda PUBLICIDADE X PROPAGANDA PUBLICIDADE Deriva de público (latim: publicus) Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda

Leia mais

ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO

ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO 1 ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO Por Regina Stela Almeida Dias Mendes NOVEMBRO 2004 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA 2 ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

Palavras-chave: Endomarketing, colaboradores, comunicação, clima organizacional.

Palavras-chave: Endomarketing, colaboradores, comunicação, clima organizacional. 2 ENDOMARKETING: uma gestão estratégica do desenvolvimento humano. Camila Mariê BELINASSI¹ RGM 070258 Juliene Muniz de AGUIAR¹ RGM 069119 Tatiane Cristina GAVIOLI¹ RGM 072907 Thaiane Acosta SPINARDI¹ RGM

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Público - alvo Pós Graduação em Organizacional Integrada Indicado para profissionais de comunicação organizacional, relações públicas, assessores de comunicação, gestores de comunicação, bem como para

Leia mais

Empreender 360º - Apoios ao Empreendedorismo! 23-05-2014. http://www.strongautomotive.com/step-back-evaluate-2014-marketing-plan/

Empreender 360º - Apoios ao Empreendedorismo! 23-05-2014. http://www.strongautomotive.com/step-back-evaluate-2014-marketing-plan/ Empreender 360º - Apoios ao Empreendedorismo! 23-05-2014 http://www.strongautomotive.com/step-back-evaluate-2014-marketing-plan/ Estrutura possível de um plano de marketing 1. Sumário Executivo 7. Marketing-mix

Leia mais

MARKETING NAATIVIDADE TURÍSTICA

MARKETING NAATIVIDADE TURÍSTICA MARKETING NAATIVIDADE TURÍSTICA Mestre em turismo e hotelaria-univali Professora do curso de turismo da Universidade de Uberaba-MG Trata-se nesse artigo da teoria e da prática do marketing no turismo.

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO

CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA: PROTEÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO Resende, J.M.; Nascimento Filho, W.G.; Costa S.R.R. INEAGRO/UFRuralRJ INTRODUÇÃO O patrimônio de uma empresa é formado por ativos tangíveis

Leia mais

Marketing. - Fatos históricos.

Marketing. - Fatos históricos. Marketing - Fatos históricos. Escambo. Produção e consumo baixos. Crescimento do consumo. Crescimento da produção = paridade. Explosão da produção. Marketing é o desempenho das atividades de negócios que

Leia mais

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto CURRÍCULO DO PROFESSOR Administradora com mestrado e doutorado em engenharia de produção

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

ANÁLISE DA QUALIDADE DE SERVIÇO PERCEBIDA: aplicação do modelo SERVQUAL em uma Instituição de Ensino.

ANÁLISE DA QUALIDADE DE SERVIÇO PERCEBIDA: aplicação do modelo SERVQUAL em uma Instituição de Ensino. 1 ANÁLISE DA QUALIDADE DE SERVIÇO PERCEBIDA: aplicação do modelo SERVQUAL em uma Instituição de Ensino. RESUMO Camila Rezende Bambirra 1 Ronaldo Maciel Guimarães 2 Este artigo tem como objetivo Identificar

Leia mais

17 e 18 de Março de 2009 São Paulo SP. 1 A Profissionalização da Gestão das IES para Impulsionar Resultados para a Instituição

17 e 18 de Março de 2009 São Paulo SP. 1 A Profissionalização da Gestão das IES para Impulsionar Resultados para a Instituição 4ª Conferência Anual Estratégias e Tendências do Mercado em Gestão para IES Privadas Garanta Excelência Através de Alternativas para Conciliar as Visões Acadêmica, Financeira e Administrativa 17 e 18 de

Leia mais

www.boaspraticasnet.com.br

www.boaspraticasnet.com.br Destaque sua empresa no primeiro SISTEMA 360º DE COMUNICAÇÃO do país voltado exclusivamente para o controle de qualidade nos mercados farmacêuticos, veterinários, cosméticos e correlatos: o SISTEMA BOAS

Leia mais

GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA

GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA GESTÃO DE SUPRIMENTO TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA Gestão da Cadeia de Suprimento Compras Integração Transporte Distribuição Estoque Tirlê C. Silva 2 Gestão de Suprimento Dentro das organizações, industriais,

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005

http://www.bvs.br/ Projeto 4 Plano de Marketing e Divulgação da BVS-SP Brasil 18 de janeiro de 2005 http://www.bvs.br/ Projeto 4 18 de janeiro de 2005 Introdução Diante dos novos desafios e contínuas mudanças, as organizações precisam ser ágeis na tomada de decisão. Coordenar esforços de comunicação

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA.

SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA. 93 SCHOOL CHEF S: ESCOLA DE CULINÁRIA DE PRATOS TÍPICOS LTDA. ¹Camila Silveira, ¹Giseli Lima ¹Silvana Massoni ²Amilto Müller RESUMO O presente artigo tem como objetivo apresentar os estudos realizados

Leia mais

Musculação e Treinamento Personalizado: Marketing Pessoal & Fidelização de Clientes

Musculação e Treinamento Personalizado: Marketing Pessoal & Fidelização de Clientes Musculação e Treinamento Personalizado: Marketing Pessoal & Fidelização de Clientes Copyright 2011 Edvaldo de Farias Prof. Edvaldo de Farias, MSc. material disponível em www.edvaldodefarias.com Minha expectativa

Leia mais

Por que ouvir é fundamental.

Por que ouvir é fundamental. Por que ouvir é fundamental. Apresentação GRUPO ATTITUDE SA Líder na América Latina em comunicação de negócios e construção de relacionamentos para incremento da reputação Atuação no âmbito estratégico

Leia mais

PESQUISA INÉDITA DO CREMESP. 93% dos médicos recebem brindes e benefícios das empresas farmacêuticas e de equipamentos

PESQUISA INÉDITA DO CREMESP. 93% dos médicos recebem brindes e benefícios das empresas farmacêuticas e de equipamentos PESQUISA INÉDITA DO CREMESP 93% dos médicos recebem brindes e benefícios das empresas farmacêuticas e de equipamentos 80% dos médicos recebem visitas de representantes da indústria de medicamentos Estudo

Leia mais

GERENCIAMENTO DE CLÍNICAS

GERENCIAMENTO DE CLÍNICAS GERENCIAMENTO DE CLÍNICAS A administração eficiente de qualquer negócio requer alguns requisitos básicos: domínio da tecnologia, uma equipe de trabalho competente, rigoroso controle de qualidade, sistema

Leia mais

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno O Guia do Relacionamento para o corretor moderno Introdução 3 O que é marketing de relacionamento 6 Como montar uma estratégia de relacionamento 9 Crie canais de relacionamento com o cliente 16 A importância

Leia mais

Mídia Kit Conteúdo Digit@l. www.recriativi.com.br - www.facebook.com/recriativi - Curta!

Mídia Kit Conteúdo Digit@l. www.recriativi.com.br - www.facebook.com/recriativi - Curta! A Mídia Kit www.recriativi.com.br - www.facebook.com/recriativi - Curta! A Mídia Kit Inovação A Recriativi inovou e está trazendo um veículo de mídia que vai atrair mais pessoas para conhecer o seu negócio:

Leia mais

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes Unidade IV Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas Prof a. Daniela Menezes Tipos de Mercado Os mercados podem ser divididos em mercado de consumo e mercado organizacional. Mercado de consumo: o consumidor

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Logística e Distribuição

Logística e Distribuição Logística e Distribuição 02 Disciplina: LOGÍSTICA E DISTRIBUIÇÃO Plano de curso PLANO DE CURSO Objetivos Proporcionar aos alunos os conhecimentos básicos sobre logística e distribuição como elemento essencial

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

Plano de Negócio EON. Escola Digital

Plano de Negócio EON. Escola Digital Plano de Negócio EON Escola Digital Resumo Executivo A EON é uma startup de educação que tem como principal objetivo capacitar profissionais do mundo digital, levando conhecimento específico, relevante

Leia mais

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente MÍDIA KIT 2014 Índice 03 A Empresa 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente A empresa Fundada em 2007, a empresa possui uma grade anual com diversos

Leia mais

INFORMAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS a pesquisa empírica em Portais Corporativos

INFORMAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS a pesquisa empírica em Portais Corporativos INFORMAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS a pesquisa empírica em Portais Corporativos Cláudia Peixoto de Moura Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PUCRS E-mail: cpmoura@pucrs.br Resumo do Trabalho:

Leia mais

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Resumo: A finalidade desse documento é apresentar o projeto de planejamento

Leia mais

Marketing Direto faz bem para a saúde

Marketing Direto faz bem para a saúde capa Marketing Direto faz bem para a saúde Hospitais e laboratórios têm encontrado no Marketing Direto uma forma eficaz de comunicação, sem cair nas restrições da Anvisa. Levando-se em consideração que

Leia mais

EMENTA: Auditoria Hospitalar Relação Contratual entre Hospitais e Operadoras de Saúde CONSULTA

EMENTA: Auditoria Hospitalar Relação Contratual entre Hospitais e Operadoras de Saúde CONSULTA PARECER Nº 2442/2014 CRM-PR PROCESSO CONSULTA N. º 157/2010 PROTOCOLO N. º 20097/2010 ASSUNTO: AUDITORIA HOSPITALAR RELAÇÃO CONTRATUAL ENTRE HOSPITAIS E OPERADORAS DE SAÚDE PARECERISTA: CONS.º DONIZETTI

Leia mais

PADRÕES DE BUIÇÃO. Acordo de. Distribuição. a agir em seu em nosso nome sejam. você solicite. os nossos. & Nephew. Smith.

PADRÕES DE BUIÇÃO. Acordo de. Distribuição. a agir em seu em nosso nome sejam. você solicite. os nossos. & Nephew. Smith. PADRÕES DE CONFORMIDADE ADICIONAIS AO CONTRATO DE DISTRIB BUIÇÃO Estes padrões de conformidade fazem parte dos requisitoss detalhados referidos na cláusula 16.3 do Acordo de Distribuição ("TSA") entre

Leia mais

I Seminário de Gestão do Corpo Clínico

I Seminário de Gestão do Corpo Clínico I Seminário de Gestão do Corpo Clínico AMMG e FEDERASSANTAS Experiências e Modelos de Gestão de Corpo Clínico. Henrique Salvador 27.11.13 Dados Gerais Corpo Clínico Gestão do Corpo Clínico O HOSPITAL MATER

Leia mais

Qualidade na Saúde. Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Gestão Hospitalar - Administração Hospital Universitário - UFJF

Qualidade na Saúde. Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Gestão Hospitalar - Administração Hospital Universitário - UFJF Qualidade na Saúde Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Gestão Hospitalar - Administração Hospital Universitário - UFJF De acordo com o Dicionário Aurélio, QUALIDADE consiste na: * Maneira de ser, boa

Leia mais

Item 2- Marketing. Atendimento

Item 2- Marketing. Atendimento Item 2- Marketing Atendimento Item 2- Marketing Atendimento Processo usado para determinar quais produtos ou serviços poderão interessar aos consumidores e qual a melhor estratégia a ser utilizada nas

Leia mais

POSICIONAMENTO. A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR

POSICIONAMENTO. A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR POSICIONAMENTO A mesma linguagem entre clientes e advogados ADVOCACIA COMO INSTRUMENTO PARA FACILITAR NEGÓCIOS E AGREGAR VALOR RONALDO MARTINS & Advogados, fundado em março de 1990, objetivou criar um

Leia mais

www.elloconsultores.com.br www.ellomkt.com.br www.feirasindustriais.com.br O portal Feiras Industriais É de propriedade da Ello Consultores

www.elloconsultores.com.br www.ellomkt.com.br www.feirasindustriais.com.br O portal Feiras Industriais É de propriedade da Ello Consultores www.elloconsultores.com.br www.ellomkt.com.br www.feirasindustriais.com.br O portal Feiras Industriais É de propriedade da Ello Consultores WWW.ELLOCONSULTORES.COM.BR CONSULTORIA DE MARKETING MARKETING

Leia mais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais SDL Campaign Management & Analytics Introdução Prezado profissional de marketing, A ideia de

Leia mais

A relevância do marketing de relacionamento como diferencial estratégico. Célia Dugaich. marketing de relacionamento

A relevância do marketing de relacionamento como diferencial estratégico. Célia Dugaich. marketing de relacionamento A relevância do como diferencial estratégico Célia Dugaich Definição "Marketing de Relacionamento é o processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes e o compartilhamento de

Leia mais

MARKETING: UMA FERRAMENTA DA ADMINISTRAÇÃO APLICADA EM UMA ESCOLA DE INFORMÁTICA DE PEQUENO PORTE

MARKETING: UMA FERRAMENTA DA ADMINISTRAÇÃO APLICADA EM UMA ESCOLA DE INFORMÁTICA DE PEQUENO PORTE Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 118 MARKETING: UMA FERRAMENTA DA ADMINISTRAÇÃO APLICADA EM UMA ESCOLA DE INFORMÁTICA DE PEQUENO PORTE Diogo Xavier

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO: UM ESTUDO DE CASO NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS

MARKETING DE RELACIONAMENTO: UM ESTUDO DE CASO NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS MARKETING DE RELACIONAMENTO: UM ESTUDO DE CASO NO COMÉRCIO DE TRÊS LAGOAS ADRIELI DA COSTA FERNANDES Aluna da Pós-Graduação em Administração Estratégica: Marketing e Recursos Humanos da AEMS PATRICIA LUCIANA

Leia mais

O que e Como fazemos

O que e Como fazemos www.libbra.net O que e Como fazemos O que fazemos DIGNÓSTICO & CONSULTORIA MARKETING & COMUNICAÇÃO TREINAMENTO IMPLANTAÇÃO & GESTÃO Diagnóstico & Consultoria ESTRATÉGIA COM FOCO EM RESULTADOS Diagnóstico,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Administração Mercadológica II Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6 1 - Ementa (sumário, resumo) Administração dos canais

Leia mais

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Início em 28 de Abril de 2016 Aulas as terças e quintas, das 7h às 9h30 Valor do curso: R$ 18.130,00 À vista com desconto: R$ 16.679,00 Consultar planos de parcelamento.

Leia mais

Como Atrair Clientes

Como Atrair Clientes COMO ATRAIR CLIENTES QUESTÕES BÁSICAS Quem são os meus clientes? Quantos sãos? Onde estão? Como fazer para falar com eles? DEFINIÇÃO SEGMENTO DE MERCADO Significa um grupo de consumidores com necessidades

Leia mais

ÉTICA NAS MÍDIAS SOCIAIS A internet a favor do nutricionista

ÉTICA NAS MÍDIAS SOCIAIS A internet a favor do nutricionista ÉTICA NAS MÍDIAS SOCIAIS A internet a favor do nutricionista 4º Encontro em Comemoração ao Dia do Nutricionista - Sineg Nut. Ju Tolêdo Certificada em Marketing Digital #agradecimentos Deus Sineg Equipe,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR Suzano PROJETO INTEGRADOR 1. Introdução O mercado atual de trabalho exige dos profissionais a capacidade de aplicar os conhecimentos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG.

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Bambuí/MG - 2008 A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Ana Cristina Teixeira AMARAL (1); Wemerton Luis EVANGELISTA

Leia mais

PARECER CREMEC Nº 01/2011 21/01/2011

PARECER CREMEC Nº 01/2011 21/01/2011 PARECER CREMEC Nº 01/2011 21/01/2011 PROCESSO-CONSULTA - Protocolos CREMEC Nºs 8433/10 e 9612/10 INTERESSADO Sra. Teonia Ferreira de Castro Gerência administrativa da CliniCamed Dra Adoneide Crispim da

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

Cremesp lança manual de ética para sites de medicina e saúde na Internet

Cremesp lança manual de ética para sites de medicina e saúde na Internet Cremesp lança manual de ética para sites de medicina e saúde na Internet Foi publicada nesta sexta-feira, dia 9 de março, no Diário Oficial do Estado, a Resolução nº 097/2001 do Conselho Regional de Medicina

Leia mais

FIDELIZAÇÃO: DICAS PARA SEUS CLIENTES VOLTAREM E COMPRAREM MAIS

FIDELIZAÇÃO: DICAS PARA SEUS CLIENTES VOLTAREM E COMPRAREM MAIS Como conquistar e manter clientes Marketing de Relacionamento Visa a orientar como utilizar as ferramentas do marketing de relacionamento para aumentar as vendas e fidelizar clientes. Público-alvo: empresários

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

As pessoas são a base de tudo.

As pessoas são a base de tudo. As pessoas são a base de tudo. Em tempos difíceis como os que estamos a viver, é o momento ideal para que a sua empresa obtenha dos seus colaboradores o máximo do seu desempenho, e logo, de sua motivação.

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

EMENTA: Não é permitida, em peças publicitárias, a determinação de prescrição de estabelecimentos para realização de exames complementares.

EMENTA: Não é permitida, em peças publicitárias, a determinação de prescrição de estabelecimentos para realização de exames complementares. PROCESSO-CONSULTA CFM nº 50/12 PARECER CFM nº 12/13 INTERESSADO: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial ASSUNTO: Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos. Publicidade.

Leia mais

Centro Universitário de Volta Redonda UniFOA Bases Humanísticas Prof. Marcos Antonio Ribeiro Andrade - MSc O Marketing e os Médicos :

Centro Universitário de Volta Redonda UniFOA Bases Humanísticas Prof. Marcos Antonio Ribeiro Andrade - MSc O Marketing e os Médicos : Centro Universitário de Volta Redonda UniFOA Bases Humanísticas Prof. Marcos Antonio Ribeiro Andrade - MSc O Marketing e os Médicos :Petrucio Chalegre Em Epidauro, no interior da Grécia, o teatro da cidade

Leia mais