ANÁLISE DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (BLOCO 3) DA SEFAZ-RS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (BLOCO 3) DA SEFAZ-RS PROFESSOR ALBERT IGLÉSIA (albert@pontodosconcursos.com.br)"

Transcrição

1 1. D A imprensa não omite o número. Ela procura expor a causa da violência: a corrupção. Acredita-se que a descrição dela cumpre papel informativo em relação a outros aspectos. As demais alternativas encontram fundamento no texto, sobretudo no terceiro parágrafo. 2. C A linha argumentativa do texto indica que empreguisino, salários desproporcionais, atos secretos, desvios dos três Poderes e dos nossos governantes contribuem para a má distribuição de renda. 3. B O texto apresenta características de linguagem popular (ou coloquial), que se confunde com a linguagem formal (culta ou padrão). Esta rejeita, por exemplo, o uso de gírias e chavões, ao contrário daquela. O texto jornalístico normalmente segue as regras da gramática normativa, emprega palavras com sentido literal, real, denotativo e evita a linguagem figurada. Entretanto, o texto apresentado possui marcas que revelam o uso de coloquialismo: a gente, barbas de molho. Apesar disso, não há desvios da correção gramatical nem prejuízo para a compreensão da mensagem. 4. A O vocábulo nos tem papel inclusivo, ou seja, arrola o próprio leitor e a sociedade em geral no compartilhamento da opinião sustentada pela jornalista. 5. B O que da linha 18 é conjunção integrante e introduz oração subordinada substantiva predicativa. 6. Possibilidade de recurso (anulação de questão) A sexta questão apresenta mais de uma possibilidade de resposta. Conforme o consagrado dicionário Houaiss (versão eletrônica), são sinônimas palavras como as apresentadas nas seguintes alternativas dessa questão: b) barbaridade e crueldade Barbaridade substantivo feminino 1 ato próprio de bárbaro; barbaria, crueldade, desumanidade (grifo nosso) c) desmandos e desobediências Desmando substantivo masculino ato ou efeito de desmandar(-se) 1 imoderação, excesso na maneira de proceder ou de tratar (algo); exagero, abuso Ex.: <d. nos gastos> <seus d. preciosísticos tornaram-no ininteligível> 2 desregramento moral, dissolução de costumes; devassidão 3 quebra ou violação de ordens, infração de ordens; indisciplina, desobediência (grifo nosso) d) tendência e propensão

2 Tendência substantivo feminino 1 aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma; predisposição, propensão (grifo nosso) Ex.: <t. para o alcoolismo> <t. gregária> 2 disposição natural; inclinação, vocação Ex.: t. para a pintura 3 orientação comum de uma categoria determinada de pessoas; movimento Ex.: <exposição de pinturas de todas as t.> <político de t. liberal> 4 evolução de algo num determinado sentido; direção, orientação Ex.: a juventude influencia a t. da moda 5 força ou ação pela qual um corpo é levado a mover-se num determinado sentido Ex.: a t. de atração e repulsão dos átomos Verifica-se, portanto, que as substituições sugeridas pela banca examinadora nas alternativas B, C e D não alteram o sentido do texto e, por isso mesmo, a questão deve ser anulada. 7. Possibilidade de recurso (anulação de questão) Apenas a substituição do ponto após a palavra indignam (linha 18) por ponto e vírgula não é suficiente para que a correção do segmento textual seja mantida. Com essa mudança somente, o fragmento ficaria assim reescrito: Primeiro, as pessoas se informam e se indignam; Depois, a tendência é que todos ponham as barbas de molho e velhas práticas sejam trocadas por novas e limpas. (linhas 18 e 19). Evanildo Bechara (Moderna gramática portuguesa 37ª edição revista, ampliada e atualizada conforme o novo Acordo Ortográfico Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009, página 103) ensina que a letra inicial maiúscula deve ser empregada No começo do período, condição que a palavra Depois perde após a substituição, como se verifica acima. Para que a passagem aludida permanecesse correta, a questão deveria propor, além da alteração entre os sinais de pontuação, a mudança da inicial maiúscula ( Depois ) para minúscula ( depois ). Ou indicar algo semelhante ao que foi dito na questão 26 da mesma prova: desconsiderando o uso de letras maiúsculas ou minúsculas. Portanto, a questão deve ser anulada. 8. C Questão fácil. As palavras são proparoxítonas e, portanto, devem ser acentuadas. 9. D Questão fácil. Típico caso de emprego do verbo HAVER com sentido de EXISTIR, o que o torna impessoal e o mantém flexionado na terceira pessoa do singular. 10. B As expressões as pessoas e a tendência exercem função sintática de sujeito dos verbos informam e é, respectivamente. As expressões de fogo e dos jovens relacionam-se, respectivamente, aos substantivos arma e mortalidade. 11. B O operador argumentativo também indica que tanto o personagem alguém quanto o leitor (indicado pelo pronome Você, na linha 2) estavam sem fazer nada.

3 12. D A expressão em destaque não tem sentido literal. Associada à área Financeira, qualquer virada de tempo alude a variações no mercado financeiro, mudanças no câmbio, na bolsa, alta e queda do dólar etc. 13. E No item II, a primeira expressão denota comparação; a segunda exprime circunstância de lugar. Elas estabelecem relações sintáticas diferentes. 14. Questão já anulada pela própria Fundatec. 15. E O vocábulo concreto significa que ou o que é real, existente, verdadeiro e não guarda relação semântica com concentrado (= que ou o que foi resumido ao essencial). 16. D Palavras como mar, sol, ar, é, hoje, lápis e simples não se podem dividir em formas menores significativas porque só possuem um elemento mórfico chamado radical. 17. C A oração iniciada pela conjunção entretanto estabelece com a anterior uma relação de contraste ou adversidade. 18. B No item II, faltou a preposição em, o que afetou a regência e a coesão. No item IV, a ausência da preposição em acarretou problemas de regência e coesão. Além disso, a intercalação da expressão se a sua resposta for depende prejudica o sentido da mensagem. 19. E O que se enuncia no período é tomado em caráter hipotético. Nada melhor do que o verbo acabe vir empregado no subjuntivo. O emprego da forma acaba (presente do indicativo) confere certeza ao que se transmite e prejudica a linha argumentativa do texto. 20. D Para se referir a um termo antecedente, o que deve ser um pronome relativo. Nesse caso, estará iniciando oração subordinada adjetiva. Isso só não acontece na quarta alternativa. Nela, o que é conjunção integrante e introduz oração subordinada substantiva que serve do objeto direto do verbo acham. 21. A A única alternativa que encontra amparo no texto é a primeira (cf. linhas 21 e 22). 22. B Ironia é a figura de linguagem por meio da qual dizemos o contrário do que pensamos, quase sempre com intenção sarcástica. Apesar de empregar expressões metafóricas, a autora faz uma crítica declarada, objetiva aos que consideram a linguagem dos chats uma ameaça ao bem falar e escrever. 23. E

4 Os códigos de ética pautam nossa conduta moral e permitem, por exemplo, que formulemos juízos sobre falcatruas variadas e graves e que a Justiça condene culpados e absolva inocentes. Os códigos de comunicação são instrumentos de interação verbal e não verbal entre os seres humanos. 24. C O uso figurado da linguagem é um recurso especial de que se vale quem fala ou escreve, a fim de conferir à expressão mais força e colorido. Notem que o enunciado trouxe o vocábulo apenas, de sentido excludente. Portanto, ficam de fora as alternativa I ( cenas hilariantes e tristes = linguagem literal) e IV ( esfregando pedrinhas = linguagem literal). 25. Possibilidade de recurso (mudança de gabarito) A alternativa C, apontada como o gabarito preliminar, considera que o termo com habilidade (linha 20) completa um nome. No entanto, a análise da oração à qual pertence...e transitar entre elas com habilidade e até elegância em certos casos. revela que esse termo exprime a circunstância de modo ou maneira da ação verbal indicada pela forma transitar. Com efeito, poderia ser substituído por outros advérbios de valor semântico semelhante: bem (...transitar bem entre elas...), devagar (...transitar entre elas devagar...) etc. A análise das demais opções da mesma questão indica que a alternativa D é a única resposta que satisfaz ao que é pedido no enunciado. Corroboram essa conclusão a notória predominância do uso de verbos no presente do indicativo e as lições extraídas de gramáticos consagrados sobre a finalidade do emprego desse tempo e modo verbal: a) Cunha e Cintra (Nova gramática do português contemporâneo 5ª edição Rio de Janeiro: Leiikon, 2008, página 462): 2º) para indicar ações e estados permanentes ou assim considerados, como seja uma verdade científica, um dogma, um artigo de lei (PRESENTE DURATIVO): A Terra gira em torno do próprio eixo. b) Cegalla (Novíssima gramática da língua portuguesa 48ª edição revista São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008, página 584) b) Indica um fato permanente, um verdade científica, religiosa ou filosófica: O fim não justifica os meios. c) Bechara (Moderna gramática portuguesa 37ª edição revista, ampliada e atualizada conforme o novo Acordo Ortográfico Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009, página 276) c) que representa uma verdade universal ( o presente eterno ): O interesse adota e defende opiniões que a consciência reprova [MM]. Como a linha argumentativa do texto desenvolve-se no mesmo sentido que os autores acima citados defendem ao tratarem do emprego do presente do indicativo, conclui-se que a resposta correta da questão 25 é encontra-se na alternativa D. 26. B Típico caso de substituição de mas por no entanto, duas conjunções que se equivalem semanticamente. 27. Possibilidade de recurso (anulação de questão) O emprego da primeira oração indicada pelas aspas no item IV ( Este receio é infundado. ) em lugar de Receio infundado (linha 19) ocasionaria prejuízo à correção do texto. Comparem-se:

5 Receio infundado: somos capazes de dominar, na fala e na escrita, várias linguagens ao mesmo tempo e transitar entre elas com habilidade e até elegância em certos casos. (linhas 19 a 21) segmento original. Este receio é infundado.: somos capazes de dominar, na fala e na escrita, várias linguagens ao mesmo tempo e transitar entre elas com habilidade e até elegância em certos casos. (linhas 19 a 21) segmento modificado conforme instruções do item IV. Originalmente, o segmento destacado acima se compõe de apenas um período, razão pela qual o vocábulo somos surge com letra inicial minúscula. Essa estrutura sintática desaparece após a modificação proposta no quarto item. Em virtude do ponto final usado logo após o adjetivo infundado, o segmento agora passa a ter dois períodos. O segundo deveria iniciar-se com letra maiúscula. É isso que nos ensina, por exemplo, mestre Bechara em sua Moderna gramática portuguesa (37ª edição revista, ampliada e atualizada conforme o novo Acordo Ortográfico Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009, página 103), ao estabelecer que a letra inicial maiúscula deve ser empregada No começo do período. A banca examinadora deveria propor a mudança da inicial minúscula em somos para maiúscula ( Somos ). Ou indicar algo semelhante ao que foi dito na questão 26 da mesma prova: desconsiderando o uso de letras maiúsculas ou minúsculas. Não obstante, a justaposição do ponto final e dos dois pontos (não houve indicação expressa para que este fosse retirado do texto original) na forma em que o examinador sugere não encontra amparo nos estudos das regras de pontuação da gramática normativa. Portanto, a questão não tem resposta correta e, por isso mesmo, deve ser anulada. 28. A Pronome de tratamento leva o verbo e o pronome possessivo a ele relacionado para a terceira pessoa. Era para mim entregar... o pronome oblíquo mim não pode ser o sujeito do verbo entregar...há pessoas que manifestam-se... o pronome relativo que atrai o pronome oblíquo se ; é um caso de próclise obrigatória....informou-lhes de que não havia mais vagas. a preposição de foi empregada erroneamente, está sobrando....pronunciado-se... ênclise descabida; o particípio não a tolera. 29. D Êxito paralisação siso beneficente 30. Possibilidade de recurso (anulação de questão) O gabarito preliminar divulgado apontou a alternativa B. No que se refere à pronúncia correta da palavra rubrica, Cegalla (Novíssima gramática da língua portuguesa 48ª edição revista São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008) preceitua que a pronúncia correta de tal palavra é rubrica (brí) e repudia a expressão rubrica (rú) páginas 45 e 46. Portanto, a tonicidade correta repousa na penúltima sílaba, e não na antepenúltima (caso em que seria uma proparoxítona, obrigatoriamente acentuada). O gramático reafirma essa posição ao elencar no rol das palavras paroxítonas página 47 o mesmo vocábulo. Juntam-se a Cegalla os mestres Cunha e Cintra (Nova gramática do português contemporâneo 5ª edição Rio de Janeiro: Leiikon, 2008). Ao fazerem observações sobre a pronúncia culta página 70 de alguns vocábulos, a fim de se evitar uma silabada, eles em seguida relacionam a palavra rubrica no grupo daquelas que são paroxítonas, cujo acento recai na penúltima sílaba. Logo, não há resposta correta para a questão 30, que deve ser anulada.

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV PARECER Língua Portuguesa Questão 02 A questão dois aborda o item 2.1. do Programa: referência. É correta a alternativa (E). Tanto o termo holandês (linha 21) como o termo primatólogo (linha 31) se referem a Frans

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: alternativa

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS (INFRARRELACIONADOS) I DOS RECURSOS Trata-se de recursos interpostos pelos candidatos infrarrelacionados concorrentes ao

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS Prezado aluno, O maior diferencial deste projeto pedagógico é o desenvolvimento da autonomia do estudante durante sua formação. O currículo acadêmico do seu

Leia mais

PONTUAÇÃO EXERCÍCIO. Há quatro sinais que são empregados: 1) Vírgula (, ): como na nossa gramática (,);

PONTUAÇÃO EXERCÍCIO. Há quatro sinais que são empregados: 1) Vírgula (, ): como na nossa gramática (,); PONTUAÇÃO 11 Há quatro sinais que são empregados: 1) Vírgula (, ): como na nossa gramática (,); 2) Ponto Final (. ): semelhante ao nosso ponto (.); 3) Ponto Medial ( ): acima da linha e pode tanto ser

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Neste texto, vamos delinear o que se espera do participante do ENEM na situação específica de produção de textos. Para isso, nada melhor

Leia mais

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Crase. No trecho... não existem referências

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer a Escola e inscrever seus filhos para o processo

Leia mais

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras)

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras) ABEU COLÉGIOS Disciplina: Língua Portuguesa Série: 1 ano / Fundamental I 1 Caderno 1 Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 Símbolos e Mensagens - Diferenciação de letra, palavra e número - Placas

Leia mais

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova ANEXO II Conteúdo Programático da Prova CONHECIMENTOS GERAIS: ATUALIDADES Assuntos de interesse geral nas esferas: Municipal, Estadual e Nacional, Internacional, amplamente veiculados na imprensa escrita

Leia mais

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio 1. Substitua as palavras destacadas e copie as frases, tornando os fragmentos abaixo mais elegantes, além de mais próximos à língua padrão e à proposta

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO COMENTÁRIOS À PROVA DO TJRS OFICIAL DE JUSTIÇA Questão 01 Crase As três lacunas devem ser preenchidas exclusivamente com artigos definidos femininos. Observe-se cada caso: na primeira lacuna, o verbo contemplar

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Colégio I.L. Peretz Sistema Anglo de Ensino ORAÇÃO SUBORDINADA E ORAÇÃO PRINCIPAL No período: Todos desejavam sua recuperação. verbo complemento do verbo (objeto direto) observamos que: * o verbo, por

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA EMENTA: A Língua Portuguesa priorizará os conteúdos estruturantes (ouvir, falar, ler e escrever) tendo como fundamentação teórica o sociointeracionismo. APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA 1. ano - 1. volume UNIDADE 1 Símbolos Letras do alfabeto UNIDADE 2 Alfabeto (vogais e consoantes) Crachá Letras do próprio nome, do nome do professor e dos colegas

Leia mais

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura)

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) 4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA LEITURA A

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto.

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto. Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso da Polícia Civil para Escrivão e Inspetor de Polícia pela FDRH Concurso ocorrido no dia 18 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Ortografia

Leia mais

Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha:

Leia a letra da música Fico Assim Sem Você, de Claudinho e Buchecha: Leia a letra da música "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha: Avião sem asa, Fogueira sem brasa, Sou eu assim, sem você Futebol sem bola, Piu-piu sem Frajola, Sou eu assim, sem você... Porque

Leia mais

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é que o aluno NÃO DECORE NADA em Língua Portuguesa. Se

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO DE BREJO DO PIAUÍ.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO DE BREJO DO PIAUÍ. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO DE BREJO DO PIAUÍ. 1) Recursos Contra as Questões de Português Nível Fundamental para os cargos de: Motorista Categoria D, Motorista

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada wwwconcurseirosocialnet PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA Questões numeradas de 01 a 15 INSTRUÇÃO: Leia, com atenção, o texto abaixo e responda

Leia mais

2 Revisão de literatura

2 Revisão de literatura 21 2 Revisão de literatura Realizaremos nessa primeira parte deste capítulo a apresentação disponível para alunos e professores em livros didáticos de PL2E e em Gramáticas (não apenas nas tradicionais,

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está recebendo o programa das provas. BOLSÃO 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS ORALIDADE Elementos constitutivos do texto publicitário. Ouvinte. Informação. Princípios reguladores

Leia mais

5 Sintaxe dos verbos haver e existir

5 Sintaxe dos verbos haver e existir 5 Sintaxe dos verbos haver e existir Há aspectos envolvidos em construções com haver e existir que são muito importantes, para encontrar as raízes das dificuldades que se apresentam no uso desses dois

Leia mais

3 A ASSIMÉTRICA CATEGORIA DO SUBJUNTIVO EM PORTUGUÊS

3 A ASSIMÉTRICA CATEGORIA DO SUBJUNTIVO EM PORTUGUÊS 41 3 A ASSIMÉTRICA CATEGORIA DO SUBJUNTIVO EM PORTUGUÊS Vários gramáticos e também lingüistas de correntes diversas se ocuparam e ainda têm se ocupado com a questão do subjuntivo em português; entretanto,

Leia mais

Por ser um tópico gramatical abordado de modo estritamente normativo, a

Por ser um tópico gramatical abordado de modo estritamente normativo, a 72 Os pronomes pessoais átonos e sua sintaxe de colocação nos livros didáticos Francisco Eduardo Vieira da Silva* Resumo: Neste artigo é verificada a forma como os livros didáticos abordam os pronomes

Leia mais

Assinale a alternativa correta. a) De acordo com o texto, algumas civilizações e cidades desapareceram: ( ) pelo excesso de água.

Assinale a alternativa correta. a) De acordo com o texto, algumas civilizações e cidades desapareceram: ( ) pelo excesso de água. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2011 Prova bimestral 4 o Bimestre 4 o ano Língua portuguesa Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia um trecho do texto jornalístico,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

Sistema Verbal da Língua Portuguesa

Sistema Verbal da Língua Portuguesa Sistema Verbal da Língua Portuguesa Segundo Celso Cunha em seu livro Nova Gramática do Português Contemporâneo, verbo é uma palavra de forma variável que exprime o que se passa, ou seja, um acontecimento

Leia mais

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º

EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO DE DIREITO - 2014 EDITAL N.º /2013 O Reitor do Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ASPECTOS MICROESTRUTURAIS DAS REDAÇÕES E DAS QUESTÕES DO TIPO D DO 1. VESTIBULAR DE 2013 DA UnB

AVALIAÇÃO DE ASPECTOS MICROESTRUTURAIS DAS REDAÇÕES E DAS QUESTÕES DO TIPO D DO 1. VESTIBULAR DE 2013 DA UnB SUMÁRIO A) Introdução...2 B) Procedimentos gerais de avaliação...2 C) Aspectos avaliados...3 D) Critérios de avaliação dos aspectos microestruturais...3 I. Grafia/Acentuação Gráfica...3 1 Legibilidade...4

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades.

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades. ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende que as avaliações do processo

Leia mais

Língua Portuguesa. Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa

Língua Portuguesa. Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Língua Portuguesa A proposta O ensino da língua materna no Material Didático Positivo é entendido como uma interação viva com as forças

Leia mais

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO

JUNHO. Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 VESPERTINO JUNHO Dia 01 02 MATUTINO Estudo dirigido de Espanhol: 301 03 04 05 06 07 08 MATUTINO Avaliação de História: 9º Ano C, 101, 201, 202, 301, 3012 Avaliação de CFB: 9º Anos Cap.19. Trabalho de Geografia: 3º

Leia mais

Classes Gramaticais: Pronome

Classes Gramaticais: Pronome Classes Gramaticais: Pronome Conceito É a palavra que representa uma pessoa do discurso. Pode se referir a um substantivo ou simplesmente substituí-lo. Ex.: Maria, vi os teus lábios, mas não os beijei.

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López FUNDAMENTACIÓN: IDIOMA: PORTUGUÊS CONTENIDO TEMÁTICO Llevando en consideración las directrices del Marco Europeo Común de Referencia, el examen será encuadrado en un nivel Intermedio Superior. En este

Leia mais

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 Sumário Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 1 Variação lingüística / 15 1.1 Os níveis de linguagem / 17 1.1.1 O nível informal /17 1.1.2 O nível semiformal /1 7 1.1.3 O nível formal/18

Leia mais

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I Content Area Grade Quarter Língua 6ª Serie Unidade I Texto: parágrafos: descritivo/comparativo; reconto; resenha crítica, anedota, cartum, revista em quadrinhos Linguística: comunicação: elementos/códigos;

Leia mais

Será de acordo com a vaga que concorre e será divulgado na próxima quinta-feira.

Será de acordo com a vaga que concorre e será divulgado na próxima quinta-feira. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA O CONCURSO PÚBLICO DA SUSER Nível Superior CONTADOR LÍNGUA PORTUGUESA O conteúdo a ser utilizado na prova do Concurso será disponibilizado na Próxima 5ª feira CONHECIMENTO ESPECÍFICO

Leia mais

Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. LÍNGUA PORTUGUESA FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 6 Tema: Tecnologia: corpo, movimento e linguagem na era da informação. 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula

Leia mais

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO.

ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. ANEXO I FUNÇÕES, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, VENCIMENTOS, JORNADA DE TRABALHO E LOTAÇÃO. Cargos/ Área de Atuação Hs/ Sem Nº de Vagas Nº de Vagas LOTAÇÃO Pré-Requisitos/ Escolaridade Vencimento Básico R$ Comuns

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33.

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. Disciplina: Português Período: 1º Unidade 1 Eu me comunico Linguagem : formal e informal Variação regional de vocabulário Usando diferentes linguagens Ortografia: L e U,A/AI; E/I; O/OU; Usando diferentes

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

Provão. Português 4 o ano. Vida da gente. Texto

Provão. Português 4 o ano. Vida da gente. Texto Provão Português 4 o ano Texto Vida da gente Todos os dias nós jogamos fora muitas coisas de que não precisamos mais. Para onde será que elas vão? Será que daria para usá-las novamente? Todo dia da nossa

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 PARTE II ACENTUAÇÃO... 25 ORTOGRAFIA E SEMÂNTICA... 43. Sumário 5

Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 PARTE II ACENTUAÇÃO... 25 ORTOGRAFIA E SEMÂNTICA... 43. Sumário 5 Sumário 5 Sumário APRESENTAÇÃO... 15 PARTE I ENTENDA AS BANCAS... 19 1. Introdução... 19 2. Entenda as bancas... 19 3. Editais... 19 3.1. TRT 2 São Paulo FCC (prova aplicada em 2014)... 19 3.2. TRF 1 FCC

Leia mais

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS DO ESTADO DE SERGIPE RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA OBJETIVA CARGO: Executor de Serviços Básicos QUESTÃO NÚMERO: 18A DA LETRA PARA A LETRA O candidato

Leia mais

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de:

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de: 2º ANO de: reconhecer letras; reconhecer sílabas; estabelecer relação entre unidades sonoras e suas representações gráficas; ler palavras; ler frases; localizar informação explícita em textos; reconhecer

Leia mais

SIMULADO DE PORTUGUÊS

SIMULADO DE PORTUGUÊS SIMULADO DE PORTUGUÊS Professora: Fabyana Muniz Texto I O desafio da qualidade É uma conquista civilizatória para o Brasil ter a imensa maioria das crianças em idade escolar com acesso às salas de aula,

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG T exto dissertativo: ponto de vista acerca de um tema Profa. Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br Algumas perguntas O quê? Por quê? Para quê?

Leia mais

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana.

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. 25.2 Conteúdo: Gênero dissertativo-argumentativo. Habilidade: Reconhecer a tese defendida em um texto. (D19) REVISÃO A REDAÇÃO DO ENEM 1 Domínio da

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 C U R S O D E E N G E N H A R I A C I V I L Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 Componente Curricular: PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Código: ENG. 000 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

Biblioteca Escolar. O Dicionário

Biblioteca Escolar. O Dicionário O Dicionário O que é um dicionário? Livro de referência onde se encontram palavras e expressões de uma língua, por ordem alfabética, com a respetiva significação ou tradução para outra língua e ainda,

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPRETADOS POR CANDIDATOS DO VESTIBULAR 2012 1º DIA Prova de Língua Portuguesa Questão 2 Na questão 2, o enunciado diz claramente que o que se está avaliando é o significado que

Leia mais

Lição 4 A Revisão do Texto

Lição 4 A Revisão do Texto Redação Técnica 65 Ao fi nal desta lição, esperamos que você possa: reconhecer alguns cuidados para a revisão de um texto; reconhecer os vícios de linguagem mais frequentes. Conteúdo desta lição: Técnicas

Leia mais

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR CORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 058/2013 COGEPS PUBLICAÇÃO DO DA ANÁLISE DOS RECURSOS CONTRA OS S DA PROVA ESCRITA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO ESPECIAL 2013 PARA

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S C ONCURSO PÚBLICO 03 / JUNHO / 2012 CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 7 CARGOS: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS RECEPCIONISTA E TELEFONISTA PROVAS: PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016 Planificação anual Período: 1.º Ano Número total de aulas previstas: 75-78 Competências Compreensão oral: seleção da mensagens emitidas em situação de presença, sobre temas familiares para os alunos e

Leia mais

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista...

4.6 Argumento ab exemplo... 4.7 Argumento sistemático... 4.8 Argumentação naturalista... SUMÁRIO Capítulo I Teoria da comunicação jurídica 1. Introdução 2. Aspectos gerais sobre a comunicação 3. Elementos da comunicação jurídica 4. A linguagem forense 5. A língua e a fala 6. As funções da

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO Leia a charge a seguir e responda as questões 01, 02 e 03 propostas. Disponível em: .

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2013 TURMA 311. Professora Grace

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2013 TURMA 311. Professora Grace TURMA 311 Professora Grace 01 Artes: Projeto Boa Alimentação. 02 03 04 05 06 07 08 Matemática: Leitura de gráficos e calendário dia, semana, mês e ano. 09 10 11 12 13 14 Prova de Natureza e Sociedade:

Leia mais