Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio"

Transcrição

1 Capítulo Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio 1 Henrique Mascarenhas Villela Andréa Lacerda Santos Sampaio Évelin Rocha Limoeiro Introdução Dentre as anomalias dentárias tratadas pelos ortodontistas, a má oclusão de Classe II é a de maior prevalência, e aspectos importantes no seu diagnóstico e plano de tratamento devem ser considerados. Em relação ao diagnóstico, é imprescindível que se determine se essa Classe II é dentária ou esquelética, e, ainda, se o problema tem origem na maxila, na mandíbula ou na sua associação. Em relação ao tratamento, vários aspectos têm que ser considerados. O primeiro deles seria quanto à melhor época para iniciar o tratamento. Embora seja evidente uma redução na discrepância esquelética nos tratamentos precoces, estudos comprovam que o tratamento em duas fases não diminui a sua complexidade nem altera o seu resultado. 11 Desta forma, o tratamento precoce está indicado apenas nos casos onde beneficia de forma significativa a aparência estética do paciente. 10,11 Outra questão ainda mais discutida, em relação ao plano de tratamento, é a necessidade de realizar exodontias ou não, e a sua localização. Alguns estudos comprovam que não há diferenças no resultado do perfil facial dos tecidos moles de pacientes portadores de má oclusão Classe II tratados com ou sem extrações. 2,4,5,18 Por isso, é importante considerar aspectos oclusais e biomecânicos individuais na escolha da melhor opção de tratamento. No tratamento da Classe II com sobremordida, a exodontia, principalmente na arcada inferior, pode dificultar a sua correção. 1,6 A má oclusão de Classe II divisão 2 é geralmente transformada em Classe II divisão 1, pela protrusão dos incisivos superiores, e depois tratada desta forma. No entanto, devido às suas características específicas como: retroinclinação de incisivos superiores, mordida profunda, padrão braquifacial e perfil pobre dos tecidos moles, o tratamento sem extrações está recomendado, sendo que a combinação Ortodontia- Cirurgia Ortognática pode ser necessária para se obter um resultado estético e funcional melhor. 17 O tratamento da Classe II sem extrações requer um movimento da arcada superior para trás, da arcada inferior para a frente ou a combinação de ambos. 8 Durante as últimas duas décadas, o uso de tratamentos sem extrações cresceu e muitos métodos de distalização dos molares superiores foram desenvolvidos e utilizados. Aparelhos distalizadores, à exceção dos extrabucais, sempre geram efeitos colaterais adversos. Os dentes anteriores tendem a protruir durante a distalização e precisam ser retraídos em direção aos molares distalizados mais tarde, o que pode gerar o movimento destas unidades para anterior, prejudicando o resultado do tratamento. 8,9 A ancoragem esquelética utilizando implantes dentários, miniplacas ou microparafusos tornou possível a distalização de dentes posteriores ou anteriores, sem perda de ancoragem. 3,7,9 Os microparafusos, devido ao seu tamanho reduzido, apresentam-se como uma opção bastante versátil, pois podem ser instalados em áreas que, usualmente, não seriam aceitas para implantes osteointegrados. Além disso, possuem outras vantagens, como: baixo custo, fácil instalação e remoção, e redução do tempo de tratamento. 7-9,

2 146 Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares Os microparafusos podem fornecer benefícios especiais para tratamentos sem extrações, como uma ancoragem absoluta. A sua capacidade de retrair toda a arcada pode eliminar movimentos recíprocos indesejados e maximizar a eficiência do tratamento. 7,8 As inúmeras possibilidades de tratamento para a Classe II, divisão 1 ou 2, sempre despertaram o interesse dos ortodontistas. Muitos fatores devem ser considerados no momento da escolha do tipo de tratamento a ser executado, mas a individualização de cada caso é o fator determinante para o seu sucesso. Diversos estudos têm sido realizados neste sentido, mas o uso da ancoragem esquelética vem se expandindo e desperta cada vez mais o interesse da Ortodontia e áreas afins. Este capítulo tem como objetivo abordar o tratamento da má oclusão Classe II com microparafusos para distalizar o arco superior, em casos que não se beneficiam de exodontias. Utilização da Ancoragem Esquelética A mecânica ortodôntica promove forças de ação para efetuar o movimento dentário e nem sempre o componente de reação da força é desejado. A ancoragem é o controle das forças de reação da mecânica ortodôntica. O controle eficiente da ancoragem é um dos fatores determinantes para o sucesso do tratamento ortodôntico. 14,15 Aparelhos de ancoragem extrabucais são excelentes dispositivos para controlar os componentes de reação da mecânica, bem como para efetuar movimentos dentários, contudo, seus resultados ficam limitados à colaboração do paciente, que pode facilmente rejeitar seu uso, devido ao seu comprometimento estético. Os elásticos intermaxilares, além de dependerem da colaboração do paciente, também podem gerar efeitos colaterais indesejados no arco oposto. Os aparelhos de ancoragem intramaxilares como o arco lingual, barra transpalatina e botão de Nance têm uma eficiência muito limitada. Com o uso dos implantes de titânio osteointegrados como sistema de ancoragem criou-se uma nova perspectiva para os tratamentos ortodônticos. A possibilidade de se promoverem movimentos dentários, apoiados em pontos fixos na cavidade bucal, sem gerar efeitos colaterais indesejados, tornou os tratamentos mais eficientes e previsíveis, minimizando a necessidade de colaboração do paciente e diminuindo o tempo global de tratamento. 16 Os microparafusos ortodônticos de titânio vêm ganhando popularidade entre os ortodontistas devido a vários fatores como: grande diversidade de aplicação clínica, baixo custo, técnica de instalação simplificada, alto índice de sucesso, além de suportar bem as cargas de forças ortodônticas e ter boa aceitação por parte dos pacientes. 13 O uso da ancoragem esquelética por meio de microparafusos ortodônticos possibilitou efetuar distalizações de molares com mais eficiência, reduzindo o número de extrações más oclusões de Classe II. Os padrões mesofaciais e braquifaciais, que não apresentam grandes discrepâncias negativas entre volume dentário e espaço presente, em geral não se beneficiam das exodontias para efetuar sua correção. A ancoragem esquelética com microparafusos proporciona uma ancoragem estável que pode ser utilizada no tratamento da Classe II com o objetivo de distalizar o arco superior de forma simples, sem a necessidade de se efetuarem passos laboratoriais ou uso de sistemas pré-fabricados. Vários autores descreveram sua aplicação associada a aparelhos de distalização, com a finalidade de ancorar um dispositivo no palato para promover o movimento dos dentes superiores para distal. 3,8 Será abordada uma nova estratégia de distalização do arco superior, de até 3,0 mm, utilizando uma mecânica convencional ancorada diretamente nos microparafusos sem o auxílio de cursores ou dispositivos pré-fabricados. Para a sua execução correta, faz-se necessária a compreensão da biomecânica voltada ao uso dos microparafuso e o rompimento de paradigmas de abordagens convencionais. Correção da Classe II sem Extração O tratamento ortodôntico da Classe II sem extrações pode ser efetuado através do movimento do arco superior para distal, da movimentação do arco inferior para mesial ou a combinação de ambos. A distalização dos dentes superiores, na maioria das vezes, é mais requerida do que a mesialização dos dentes inferiores, devido a remodelação da cortical vestibular óssea ser limitada na região dos incisivos inferiores. Vários tipos de aparelhos são utilizados para efetuar a distalização do arco superior com bons resultados. No entanto, os resultados ficam dependentes da colaboração do paciente e promovem efeitos colaterais como vestibularização dos incisivos inferiores, extrusão dos pré-

3 Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio 147 molares e vestibularização dos incisivos superiores. Estes efeitos colaterais indesejados podem ser evitados quando a ancoragem esquelética é utilizada. 3,7,8 Os microparafusos quando comparados com os implantes osteointegrados apresentam diversas vantagens como: baixo custo, técnica cirúrgica menos invasiva, carga imediata e podem ser instalados em diversas áreas do osso basal e alveolar Os MPOs são capazes de oferecer ancoragem suficiente para distalizar todo o arco superior com eficiência. 8 Biomecânica aplicada aos microparafusos O movimento ortodôntico resulta da ação da força sobre o dente. Para efetuar o planejamento deste movimento é necessário determinar a relação da linha de ação de força em relação ao centro de resistência do dente ou grupo de dentes, a serem movimentados. 13 A correção da Classe II sem extrações, utilizando microparafusos ortodônticos, efetua a retração dos dentes anteriores, que por sua vez promovem a distalização dos demais dentes do arco. Para aplicar esta mecânica de forma adequada, é necessário compreender sua biomecânica que se diferencia de tratamento com extrações. A retração anterior com extração de pré-molares apresenta um rompimento dos pontos de contatos entre o canino e segundo pré-molar. Para fazer esta retração é necessário localizar o centro de resistência deste grupo de dentes e planejar a passagem da linha de ação de força de acordo com o tipo de movimento desejado. 12 O centro de resistência dos seis dentes anteriores supõe-se estar localizado em um ponto médio entre os caninos e incisivos laterais, a uma distância, em média, de 10,0 mm apicalmente ao arco ortodôntico. A linha de ação de força é determinada por dois pontos: origem da força e pelo ponto de aplicação da força. Estes dois pontos em uma mecânica de retração são representados pelo microparafuso e pelo ponto de conexão da mola com o gancho ou arco respectivamente. A linha de ação de força é representada por uma linha imaginária que coincide com a mola de retração. Ao realizar uma mecânica de retração anterior de translação é necessário planejar a passagem da linha de ação de força o mais próximo possível do centro de resistência dos dentes anteriores. Para isso será necessário instalar o microparafuso numa distância média de 7,0 mm em relação à linha do arco e confeccionar um gancho soldado ao arco com o comprimento de 5,0 a 6,0 mm. O microparafuso, preferencialmente, deve ser instalado em mucosa ceratinizada. Desta forma, a linha de ação de força, representada pela mola, deverá ficar o mais paralelo ao arco possível. Para localizarmos o centro de resistência nos casos de retração anterior sem extração, primeiramente precisamos conceituá-lo. O centro de resistência é um ponto no dente ou grupo de dentes que oferece mais resistência ao movimento dentário. Sendo assim, quando não se efetuam as extrações, o ponto que oferecerá mais resistência ao movimento de retração dos dentes anteriores será o ponto de contato nas coroas, e não mais um ponto localizado mais para apical. Partindo deste conceito, se a retração dos dentes anteriores for feita com ganchos altos no arco, a linha de ação de força passará apical ao centro de resistência. Desta forma, haverá maior movimentação das raízes para distal em relação às coroas, promovendo um aumento da inclinação dos incisivos. Este movimento é desejado nas retrações onde os dentes anteriores apresentam uma inclinação diminuída. Quando os incisivos apresentam inclinação normal ou aumentada este movimento deve ser evitado, aplicando a força na coroa dos dentes, que por sua vez, transmitirá a força distal através dos pontos de contatos. Para conseguir a distalização do segmento posterior, aplica-se a força diretamente na coroa do canino, por meio de uma mola ou elástico ancorada no microparafuso 8 (Fig. 1). A magnitude desta distalização é limitada devido o microparafuso estar localizado entre as raízes do primeiro molar e segundo pré-molar. Pode-se efetuar um movimento prévio, de divergência de raízes, com o objetivo de aumentar o espaço inter-radicular. Isto pode ser feito com um posicionamento, do braquete do pré-molar, um Fig. 1 Desenho esquemático da biomecânica de retração da arcada superior sem extrações.

4 148 Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares pouco contra-angulado. Este tipo de abordagem pode ser utilizado nas correções que exigem distalizações de até 3,0 mm. A vantagem desta estratégia é possibilitar a correção da Classe II com a mecânica convencional, de forma simples e sem a necessidade da colaboração do paciente. Quando existe a necessidade de distalizações maiores, acima de 3,0 mm, então, pode-se recorrer ao uso de cursores e efetuar este movimento em duas etapas. Caso clínico Paciente do gênero feminino, 34 anos de idade. A análise facial apresentou o terço inferior suavemente diminuído, boa convexidade facial, selamento labial passivo e sorriso harmonioso. Características de um padrão braquifacial (Figs. 2 a 4). A análise das arcadas dentárias revelou uma má oclusão Classe II-2 de Angle, com relação de ½ de classe II dos caninos e pré-molares do lado esquerdo, e ¼ de Classe II dos caninos e pré-molares do lado direito. Incisivos superiores extruídos e com retroinclinação. Do lado esquerdo, os segundos molares encontravamse cruzados (Figs. 5 a 7). A análise cefalométrica inicial revelou um bom posicionamento da maxila e da mandíbula, altura do terço inferior da face diminuída, incisivos superiores retroinclinados e incisivos inferiores bem posicionados (Fig. 8). Os pacientes que apresentam um padrão de crescimento mais horizontal, braquifacial, normalmente não se beneficiam de tratamentos com extrações. O plano de tratamento ortodôntico consistiu em nivelamento e alinhamento dos arcos e retração do arco superior ancorada diretamente sobre os microparafusos. No lado esquerdo, foi planejada a correção da mordida cruzada, por meio da intrusão e vestibularização do segundo molar superior. Após o alinhamento e nivelamento dos arcos, foi iniciada a retração anterior utilizando microparafusos, por vestibular, na região posterior do arco superior. No lado direito, o microparafuso foi posicionado entre o primeiro molar e segundo pré-molar. No lado esquerdo, dois microparafusos foram instalados, na mesial e distal do segundo molar (Figs. 9 e 10). Os MPOs serviram de ancoragem para a retração anterior e intrusão do segundo molar, com vestibularização (Fig. 11). O segundo molar inferior foi incluído na mecânica para a correção da sua inclinação após o segundo molar superior ter sido intruído (Fig. 12). Com o fechamento dos espaços anteriores, a retração do arco superior, para a correção da Classe II, foi efetuada diretamente no canino ancorado nos microparafusos (Fig. 13). Após a correção da inclinação do segundo molar inferior esquerdo, foi removido o elástico do segundo molar superior, para que este pudesse extruir e entrar em oclusão (Fig. 14). Ao final do tratamento, a relação de molares foi corrigida para Classe I, juntamente com a relação de pré-molares e caninos. Os trespasses horizontal e vertical dos incisivos foram normalizado (Figs. 15 a 17). Facialmente, não houve modificações significativas, permanecendo e harmonia dos terços faciais e boa relação dos lábios com os incisivos (Figs. 18 a 20). Cefalometricamente, as alterações mais relevantes envolveram modificações dentárias. Os incisivos superiores retraíram e aumentaram suas inclinações, deixando a face vestibular das coroas muito próxima da posição inicial. Os incisivos inferiores intruíram sem alterar a inclinação, e os molares superiores distalizaram (Figs. 21 e 22). A correção da má oclusão Classe II-2 foi efetuada eficientemente, sem o uso de elásticos intermaxilares, ou qualquer outro dispositivo que envolvesse a necessidade de colaboração da paciente ou que comprometesse sua estética. Conclusão O uso dos microparafusos, como ancoragem esquelética, para efetuar distalizações do arco superior na correção da Classe II, mostrou-se eficiente. Esta nova abordagem é fácil de utilizar e pode ser aplicada à mecânica ortodôntica convencional. Apresentam, ainda, vantagens como: ausência de efeitos colaterais indesejados, eliminação da necessidade de colaboração do paciente, redução do tempo global de tratamento e dispensa passos laboratoriais. O sucesso desta nova abordagem necessita de entendimento deste novo conceito de biomecânica e conhecimentos específicos que norteiam o uso dos microparafusos como elemento de ancoragem.

5 Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio 149 Fig. 2 Fig. 3 Fig. 4 Figs. 2 a 4 Imagens iniciais da face: frente, perfil e sorriso. Fig. 5 Fig. 6 Fig. 7 Figs. 5 a 7 Imagens iniciais intrabucais da má oclusão Classe II-2. Relação de ¼ de Classe II, lado direito, e metade Classe II lado esquerdo. Fig. 8 Fig. 9 Fig. 10 Fig. 8 Telerradiografia de perfil inicial. Figs. 9 e 10 Retração anterior superior ancorada nos microparafusos.

6 150 Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares Fig. 11 MPOs instalados na mesial e distal do primeiro molar superior para efetuar a retração anterior e a intrusão do segundo molar. Fig. 12 O segundo molar inferior foi incorporado na mecânica após a intrusão do segundo molar superior. Fig. 13 A retração do arco superior é efetuada diretamente no canino apoiada nos microparafusos. Fig. 14 A relação dos segundos molares foi normalizada após a extrusão do segundo molar superior. Isto ocorreu após a remoção do elástico de intrusão. Fig. 15 Fig. 16 Fig. 17 Figs. 15 a 17 Imagens finais intrabucais pós-tratamento com a relação de molares e caninos em Classe I.

7 Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio 151 Fig. 18 Fig. 19 Fig. 20 Figs. 18 a 20 Imagens finais da face: frente, perfil do sorriso. Fig. 21 Telerradiografia de perfil final. Fig. 22 Superposição dos traçados inicial (vermelho) e final (azul).

8 152 Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares Referências 1. ASAKAWA, S.; AL-MUSAALLAM, T.; HANDELMANC, C.S. Nonextraction treatment of a Class II deepbite malocclusion with severe mandibular crowding: Visualized treatment objectives for selecting treatment options. Am J Orthod Dentofac Orthop 2008; 133: BASCIFTCI, F.A.; USUMEZ, S. Effects of Extraction and Nonextraction Treatment on Class I and Class II Subjects. Angle Orthod 2003; 73: CORNELISA, M.A.; CLERCKB, H.J. Maxillary molar distalization with miniplates assessed on digital models: A prospective clinical trial. Am J Orthod Dentofac Orthop 2007; 132: HORIUCHI, Y.; HORIUCHI, M.; SOMAC, K. Treatment of severe Class II Division 1 deep overbite malocclusion without extractions in an adult. Am J Orthod Dentofac Orthop 2008; 133:S JANSON, G.; FUZIY, A.; FREITAS, M.R.; HENRIQUES, J.F.C.; ALMEIDA, R.R. Soft-tissue treatment changes in Class II Division 1 malocclusion with and without extraction of maxillary premolars. Am J Orthod Dentofac Orthop 2007; 132:729.e1-729.e8. 6. PAIK, C.; AHN, S.; NAHMC, D. Correction of Class II deep overbite and dental and skeletal asymmetry with 2 types of palatal miniscrews. Am J Orthod Dentofac Orthop 2007; 131: PARK, H.; KWON, T. Sliding Mechanics with Microscrew Implant Anchorage. Angle Orthod 2004; 74: PARK, H.; KWON, T.; SUNG, J. Nonextraction Treatment with Microscrew Implants. Angle Orthod 2004; 74: PARK, H.; LEE, S. KWON, O. Group Distal Movement of Teeth Using Microscrew Implant Anchorage. Angle Orthod 2005; 75: TULLOCH, J.F.C.; PROFFIT, W.R.; PHILLIPS, C. Influences of the outcome of early treatment for Class II malocclusion. Am J Orthod Dentofac Orthop 1997; 111: TULLOCH, J.F.C.; PROFFIT, W.R. PHILLIPS, C. Outcomes in a 2-phase randomized clinical trial of early Class II treatment. Am J Orthod Dentofac Orthop 2004; 125: VILLELA, H.; VILLELA, P.; BEZERRA, F.; LABOISSIÉRE Jr, M; SOARES, A.P. Utilização de mini-implantes para ancoragem ortodôntica direta. Rev Innovations Journal. 8(1):5-12, VILLELA, H.; BEZERRA, F.; LABOISSIÉRE Jr., M. Microparafuso ortodôntico de titânio auto-perfurante (MPO): novo protocolo cirúrgico e atuais perspectivas clínicas. Innovations Implant Journal. 1(1):46-53, VILLELA, H.; BEZERRA, F.; LABOISSIÉRE Jr., M.; ME- NEZES, P; VILLELA, F. Microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes: mudando os paradigmas da ancoragem esquelética em Ortodontia. Rev Implant News. 3(4):45-51, VILLELA, H.; BEZERRA, F.; LABOISSIÉRE Jr., M. Ancoragem esquelética utilizando microparafusos ortodônticos autoperfurantes: planejamento, protocolo cirúrgico e principais complicações clínicas. In: Gerenciando os Riscos e Complicações em Implantodotia. São Paulo: Ed. Santos, 73-85, VILLELA, H.; BEZERRA, F.; LEMOS, L.; PESSOA, S. Intrusão de molares superiores utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes. Ver. Clín. de Ortodon. Dental Press, Maringá, 7(2):52-64, YOUSEFIAN, J.; TRIMBLE, D.; ISSAQUAH, G.F.B. A new look at the treatment of Class II Division 2 malocclusions. Am J Orthod Dentofac Orthop 2006; 130: ZIERHUT, E.C.; JOONDEPH, D.R.; ARTUN, J.; LITTLE, R.M. Long-Term Profile Changes Associated with Successfully Treated Extraction and Nonextraction Class II Division 1 Malocclusions. Angle Orthod 2002; 70:

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3 Série Aparelhos Ortodônticos EXTRABUCAL INTRODUÇÃO A ancoragem extrabucal ainda é um dos recursos mais utilizados e recomendados no tratamento da má oclusão de Classe II, primeira divisão, caracterizada

Leia mais

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL Montagem das Pastas As pastas devem estar organizadas na seguinte ordem: I- Externo Página Título: colocar na capa frontal da pasta (a capa tem um envelope plástico para esta finalidade). BOARD BRASILEIRO

Leia mais

Reginaldo César Zanelato

Reginaldo César Zanelato Reginaldo César Zanelato Nos pacientes portadores da má oclusão de Classe II dentária, além das opções tradicionais de tratamento, como as extrações de pré-molares superiores e a distalização dos primeiros

Leia mais

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical Mordida Profunda Definição Trespasse vertical Mordida Profunda Diagnóstico Os fatores que contribuem variam de acordo com a oclusão: u Em boas oclusões é determinda por fatores dentários: t Comprimento

Leia mais

Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes

Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes Caso Clínico Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes Henrique Mascarenhas Villela*, Andréa Lacerda Santos Sampaio**, Leandro Neiva Lemos***, Évelin Rocha

Leia mais

Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica

Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica Absolute anchorage with mini-implants: improving the concepts of the orthodontic mechanics Leonardo Alcântara Cunha

Leia mais

Resumo. Abstract. Orthodontic Science and Practice. 2012; 5(19):416-423. Relato de caso (Case Report) Guilherme Marigo 1 Marcelo Marigo 2

Resumo. Abstract. Orthodontic Science and Practice. 2012; 5(19):416-423. Relato de caso (Case Report) Guilherme Marigo 1 Marcelo Marigo 2 416 Orthodontic Science and Practice. 2012; 5(19):416-423. Tratamento da Classe II, divisão 1 com auxílio de ancoragem esquelética - relato de caso. Treatment of Class II, division 1 with the aid of skeletal

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO 474 UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO Fábio André Werlang 1 Marcos Massaro Takemoto 2 Prof Elton Zeni 3 RESUMO

Leia mais

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente,

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente, Série Aparelhos Ortodônticos MÁSCARA FACIAL INTRODUÇÃO Inúmeras formas de tratamento têm sido relatadas para a correção precoce da má oclusão de Classe III. No entanto, talvez por muitos casos necessitarem

Leia mais

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso Caso Clínico Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso José Euclides Nascimento* Luciano da Silva

Leia mais

EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA.

EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA. 1 EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA. EWALDO LUIZ DE ANDRADE Especialista em Ortodontia Mestre em Diagnóstico Bucal

Leia mais

Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética

Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética Caso Clínico BBO Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética Ione Helena Vieira Portella Brunharo 1 O preparo ortodôntico para tratamento cirúrgico do padrão esquelético de

Leia mais

Má oclusão Classe I de Angle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes*

Má oclusão Classe I de Angle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes* C a s o C l í n i c o O Má oclusão Classe I de ngle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes* Marco ntônio Schroeder** Resumo Este relato de caso descreve o tratamento de

Leia mais

Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior

Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior A RTIGO DE D IVULGA ÇÃO Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior Roberto M. A. LIMA FILHO*, Anna Carolina LIMA**, José H. G. de OLIVEIRA***, Antonio C. de

Leia mais

CRONOGRAMA CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA. APROVADO: MEC e CFO

CRONOGRAMA CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA. APROVADO: MEC e CFO CRONOGRAMA CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA APROVADO: MEC e CFO 1º. MÓDULO: 1º. DIA: Apresentação da Especialização / Aula teórica de Classificação das Más-oclusões 2º. DIA: Aula teórica de Etiologia

Leia mais

Mini-implantes ortodônticos como auxiliares da fase de retração anterior

Mini-implantes ortodônticos como auxiliares da fase de retração anterior A r t i g o In é d i t o Mini-implantes ortodônticos como auxiliares da fase de retração anterior Carlo Marassi*, Cesar Marassi** Resumo Introdução: os mini-implantes ortodônticos se estabeleceram como

Leia mais

O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo

O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo çã APARELHO DE HERBST COM CANTILEVER (CBJ) MAYES, 1994 Utiliza quatro coroas de açoa o nos primeiros molares e um cantilever,, a partir dos primeiros

Leia mais

Borracha Natural - conservação amônia. vulcanizado. Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais TIPOS DE ELÁSTICOS

Borracha Natural - conservação amônia. vulcanizado. Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais TIPOS DE ELÁSTICOS Curso de Aperfeiçoamento em Ortodontia Elásticos TIPOS DE ELÁSTICOS Borracha Natural - conservação amônia sensível ao ozônio vulcanizado Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais Elasticidade é a propriedade

Leia mais

Hugo Trevisi Reginaldo Trevisi Zanelato. O Estado da arte na. Ortodontia APARELHO AUTOLIGADO, MINI-IMPLANTE E EXTRAÇÕES DE SEGUNDOS MOLARES

Hugo Trevisi Reginaldo Trevisi Zanelato. O Estado da arte na. Ortodontia APARELHO AUTOLIGADO, MINI-IMPLANTE E EXTRAÇÕES DE SEGUNDOS MOLARES Hugo Trevisi Reginaldo Trevisi Zanelato O Estado da arte na Ortodontia APARELHO AUTOLIGADO, MINI-IMPLANTE E EXTRAÇÕES DE SEGUNDOS MOLARES O estado da arte na Ortodontia o estado da arte na Ortodontia

Leia mais

Programa Laboratorial (hands on em Manequim)

Programa Laboratorial (hands on em Manequim) PROGRAMA DE CURSO DE EXCELÊNCIA EM ORTODONTIA COM 8 MÓDULOS DE 2 DIAS MENSAIS Prof. ROQUE JOSÉ MUELLER - Tratamento Ortodôntico de alta complexidade em adultos : diagnóstico, planejamento e plano de tratamento.

Leia mais

Aplicação clínica dos microimplantes para ancoragem

Aplicação clínica dos microimplantes para ancoragem rtigo Traduzido plicação clínica dos microimplantes para ancoragem linical application of micro-implant anchorage Seong-Min ae* Hyo-Sang Park** Hee-Moon Kyung*** Oh-Won Kwon**** Jae-Hyun Sung***** Resumo

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES PARA TRATAMENTO DA MÁ-OCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE: RELATO DE CASO CLÍNICO 1

UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES PARA TRATAMENTO DA MÁ-OCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE: RELATO DE CASO CLÍNICO 1 UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES PARA TRATAMENTO DA MÁ-OCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE: RELATO DE CASO CLÍNICO 1 Mezomo, Mauricio 3 ; Estivalet, Ariane; 2 Gertz, Andressa 2 ; Grossi, Thiago 2 ; Mota, Humberto 2

Leia mais

FECHAMENTO DE ESPAÇOS

FECHAMENTO DE ESPAÇOS FECHAMENTO DE ESPAÇOS Rua 144, n 77 - Setor Marista - Goiânia (GO) - CEP 74170-030 - PABX: (62) 278-4123 - 1 - Introdução Podemos definir essa etapa do tratamento ortodôntico como aquela onde o principal

Leia mais

APLICAÇÕES CLÍNICAS DOS MINI-IMPLANTES ORTODÔNTICOS NO TRATAMENTO ORTODÔNTICO

APLICAÇÕES CLÍNICAS DOS MINI-IMPLANTES ORTODÔNTICOS NO TRATAMENTO ORTODÔNTICO APLICAÇÕES CLÍNICAS DOS MINI-IMPLANTES ORTODÔNTICOS NO TRATAMENTO ORTODÔNTICO CLINICAL APPLICATIONS OF ORTHODONTIC MINI-IMPLANTS IN ORTHODONTIC TREATMENT André Pinheiro de Magalhães BERTOZ 1 Felipe Melhado

Leia mais

Extrações estratégicas de segundos pré-molares superiores na má-oclusão de Classe II

Extrações estratégicas de segundos pré-molares superiores na má-oclusão de Classe II Trabalho original Ortoclínica Extrações estratégicas de segundos pré-molares superiores na má-oclusão de Classe II Strategic second pre-molar extraction in Class II malocclusion treatment Fabrício Pinelli

Leia mais

Extração atípica de incisivos centrais superiores: relato de caso clínico Atypical extraction of maxillary central incisors: case report

Extração atípica de incisivos centrais superiores: relato de caso clínico Atypical extraction of maxillary central incisors: case report RELATO DE CASO Extração atípica de incisivos centrais superiores: relato de caso clínico Atypical extraction of maxillary central incisors: case report MARCOS VALÉRIO FERRARI 1 JOSÉ RICARDO SCANAVINI 2

Leia mais

FACULDADE DE PINDAMONHANGABA Andrea Dória Garcia Juliana Monteiro Gadioli UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES COMO ANCORAGEM ORTODÔNTICA

FACULDADE DE PINDAMONHANGABA Andrea Dória Garcia Juliana Monteiro Gadioli UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES COMO ANCORAGEM ORTODÔNTICA FACULDADE DE PINDAMONHANGABA Andrea Dória Garcia Juliana Monteiro Gadioli UTILIZAÇÃO DE MINI-IMPLANTES COMO ANCORAGEM ORTODÔNTICA Pindamonhangaba SP 2012 Andrea Dória Garcia Juliana Monteiro Gadioli UTILIZAÇÃO

Leia mais

Inter-relação ortoimplante na. reabilitação oral.

Inter-relação ortoimplante na. reabilitação oral. Paulo Adriano Ferreira de Mendonça Inter-relação ortoimplante na reabilitação oral. Relato de caso Monografia apresentada para obtenção do título de Especialista em Implantodontia, junto a Faculdades Unidas

Leia mais

TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO.

TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO. TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO....Tip-Edge é um braquete com um slot edgewise modificado, pré-ajustado, que permite inclinação da coroa em uma direção e ainda cria ancoragem através de movimento

Leia mais

KELYANE VERLY MORAES

KELYANE VERLY MORAES 1 KELYANE VERLY MORAES ANCORAGEM ESQUELÉTICA COM MINI-IMPLANTES NITERÓI - RJ 2011 2 KELYANE VERLY MORAES ANCORAGEM ESQUELÉTICA COM MINI-IMPLANTES Monografia entregue à Faculdade Redentor, como requisito

Leia mais

DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES USANDO A ANCORAGEM ESQUELÉTICA: REVISÃO DE LITERATURA

DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES USANDO A ANCORAGEM ESQUELÉTICA: REVISÃO DE LITERATURA 1 Faculdades Unidas do Norte de Minas Instituto de Ciências da Saúde JULIA ELIS JOHANN PIGOSSO DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES USANDO A ANCORAGEM ESQUELÉTICA: REVISÃO DE LITERATURA SANTA CRUZ DO SUL-RS

Leia mais

TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS

TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS Jorge Ferreira Rodrigues 1 Marcella Maria Ribeiro do Amaral Andrade 2 Ernesto Dutra Rodrigues 3 Resumo O tratamento ortodôntico da

Leia mais

Verticalização de Molares

Verticalização de Molares Curso de Aperfeiçoamento em Ortodontia Verticalização de Molares Prof.: Paulo César Principais causas 1. Perdas precoce de molares decíduos Principais causas 2. Anodontia de 2 pré-molares !"#$"$%&'()*(+,($%-"%.+/0.+"123!

Leia mais

O uso de distalizadores para a correção da má oclusão de. The use of distalization for the correction of Class II malocclusion

O uso de distalizadores para a correção da má oclusão de. The use of distalization for the correction of Class II malocclusion para a correção da má oclusão de Classe II * The use of distalization for the correction of Class II malocclusion Milene Azevedo Portela Lopes** Dênis Clay Lopes Santos*** Daniel Negrete**** Everton Flaiban*****

Leia mais

TRATAMENTO DE UMA CLASSE II COM IMPACTAÇÃO DE CANINO E DE PRÉ-MOLAR

TRATAMENTO DE UMA CLASSE II COM IMPACTAÇÃO DE CANINO E DE PRÉ-MOLAR Miguel da Nóbrega Médico Especialista em Estomatologia DUO Faculdade de Cirurgia Dentária Universidade Toulouse miguel.nobrega@ortofunchal.com TRATAMENTO DE UMA CLASSE II COM IMPACTAÇÃO DE CANINO E DE

Leia mais

Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores

Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores Adriano César Trevisi Zanelato Coordenador do curso de especialização em Ortodontia pela Escola de Odontologia Cuiabá (MT).

Leia mais

Breve Panorama Histórico

Breve Panorama Histórico Análise Facial Breve Panorama Histórico Norman Kingsley Kingsley (final do séc.xix): s a articulação dos dentes secundária à aparência facial. Breve Panorama Histórico Edward Angle (in (início séc. s XX)

Leia mais

microparafusos de titânio

microparafusos de titânio Utilização dos microparafusos de titânio autoperfurantes como ancoragem na Ortodontia Henrique Mascarenhas Villela Antônio Nilton Leite dos Santos Introdução O planejamento da movimentação ortodôntica

Leia mais

Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção

Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção Um novo conceito de ver e atuar com os aparelhos ortodônticos removíveis José Roberto Ramos Na maioria dos casos, o emprego dos aparelhos ortodônticos

Leia mais

Ciência e prática. Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral

Ciência e prática. Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral 36 MAXILLARIS OUTUBRO 2015 Ciência e prática : Margarida Malta Médica dentista. Licenciada no Instituto Superior de Ciencias da Saúde

Leia mais

Palavras-Chave: Osseointegração, Implantes dentários, mini-implantes

Palavras-Chave: Osseointegração, Implantes dentários, mini-implantes MINIIMPLANTES PARA ANCORAGEM ORTODONTICA: REVISÃO DE LITERATURA 1 Blaya, Diego³; Ferreira, Juliana 2 ; Gertz, Andressa 2 ; Grossi, Thiago²; Mota, Humberto²; Rosa, Ronildo²; Souza, Eliezer 2 ; ¹- Trabalho

Leia mais

Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação

Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Dica Clínica Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Adriana Simoni Lucato* Eloísa Marcantônio Boeck* Silvia Amelia Scudeler Vedovello* João Sarmento Pereira Neto** Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani***

Leia mais

Série Aparelhos Ortodônticos

Série Aparelhos Ortodônticos Série Aparelhos Ortodônticos Em geral, o protocolo de tratamento nos casos de Classe III, principalmente naqueles com deficiência maxilar, tem sido a disjunção, seguida pela protração da ma-xila. De acordo

Leia mais

(VTO dentário) Resumo Este presente artigo teve por finalidade demonstrar, simplificadamente, o manejo

(VTO dentário) Resumo Este presente artigo teve por finalidade demonstrar, simplificadamente, o manejo iagnóstico Análise da Movimentação entária (VTO dentário) Adriano César Trevisi Zanelato*, Hugo José Trevisi**, Reginaldo César Trevisi Zanelato***, André César Trevisi Zanelato*, Renata Chicarelli Trevisi****

Leia mais

Aparelho Arco E-1886E. Partes do aparelho

Aparelho Arco E-1886E. Partes do aparelho BRÁQUETES Aparelho Arco E-1886E Partes do aparelho Aparelho Arco E -1886 APARELHO PINO E TUBO - 1912 Arco Cinta -1915 Aparelho Edgewise - 1925 Braquete original Os primeiros bráquetes eram.022 de uma liga

Leia mais

Prosthes. Lab. Sci. 2013; 2(6):149-154.

Prosthes. Lab. Sci. 2013; 2(6):149-154. PROSTHESIS L A B O R A T O R Y i n Cristiane Barros André 1 Walter Iared 2 Renato Bigliazzi 3 Prosthes. Lab. Sci. 2013; 2(6):149-154. Planejamento e individualização da aparatologia ortodôntica conjugada

Leia mais

Utilização do APM no tratamento da má oclusão de Classe II, 2ª divisão, em paciente adulto

Utilização do APM no tratamento da má oclusão de Classe II, 2ª divisão, em paciente adulto Caso Clínico Utilização do APM no tratamento da má oclusão de Classe II, 2ª divisão, em paciente adulto Jaime Sampaio Bicalho*, Rafael de Faria Bicalho** Resumo Relato de caso clínico de paciente com 51

Leia mais

Extração Seriada, uma Alternativa

Extração Seriada, uma Alternativa Artigo de Divulgação Extração Seriada, uma Alternativa Serial Extraction, an Alternative Procedure Evandro Bronzi Resumo A extração seriada é um procedimento ortodôntico que visa harmonizar

Leia mais

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações 1 INTRODUÇÃO Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações desse padrão. Vale a pena relembrarmos a definição

Leia mais

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico.

manter um dente recém- período suficientemente prolongado correção ortodôntica que se conceito polêmico. Introdução CONTENÇÕES EM ORTODONTIA em ortodontia é o procedimento para manter um dente recém- movimentado em posição por um período suficientemente prolongado para assegurar a manutenção da correção ortodôntica

Leia mais

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal MÁ-OCLUSÃO Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal Sanitarista: Inconveniente estético ou funcional de grande magnitude que possa interferir no relacionamento do indivíduo

Leia mais

Barra palatina assimétrica em L : ancoragem em casos de Classe II subdivisão tipo 2 tratados com extração de um pré-molar superior

Barra palatina assimétrica em L : ancoragem em casos de Classe II subdivisão tipo 2 tratados com extração de um pré-molar superior caso clínico Barra palatina assimétrica em L : ancoragem em casos de Classe II subdivisão tipo 2 tratados com extração de um pré-molar superior L-shaped asymmetrical palatal bar: anchorage in Class II

Leia mais

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1)

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Artigo de Divulgação Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Treatment of a Class III, Subdivision Malocclusion: A Case Report (Part 1) Guilherme R.

Leia mais

Sistema de Apoio Ósseo para Mecânica Ortodôntica (SAO ) miniplacas para ancoragem ortodôntica. Parte I: tratamento da mordida aberta

Sistema de Apoio Ósseo para Mecânica Ortodôntica (SAO ) miniplacas para ancoragem ortodôntica. Parte I: tratamento da mordida aberta A r t i g o In é d i t o Sistema de Apoio Ósseo para Mecânica Ortodôntica (SAO ) miniplacas para ancoragem ortodôntica. Parte I: tratamento da mordida aberta Maurício Tatsuei Sakima*, Armando Amorim de

Leia mais

Boa leitura a todos e aguardamos seus comentários e sugestões. Ricardo Moresca

Boa leitura a todos e aguardamos seus comentários e sugestões. Ricardo Moresca Orthodontic Science and Practice. 2012; 5(19):261-274. 261 A Classe II é uma das más oclusões mais frequentes entre os pacientes que buscam pelo tratamento ortodôntico e a sua correção pode representar

Leia mais

UNINGÁ Review. 2010 Abr. N o 02. p. 69-77 MINIIMPLANTE EM ORTODONTIA

UNINGÁ Review. 2010 Abr. N o 02. p. 69-77 MINIIMPLANTE EM ORTODONTIA UNINGÁ Review. 2010 Abr. N o 02. p. 69-77 MINIIMPLANTE EM ORTODONTIA SCREWS IN THE ORTHODONTIC FABRÍCIO LARA JARDIM. Cirurgião Dentista, Graduado na Universidade Paranaense (UNIPAR), Pós- Graduado em Ortodontia

Leia mais

Tratamento Ortodôntico da Má Oclusão de Classe II, Primeira Divisão. SAULO BORDIN MARIA

Tratamento Ortodôntico da Má Oclusão de Classe II, Primeira Divisão. SAULO BORDIN MARIA Tratamento Ortodôntico da Má Oclusão de Classe II, Primeira Divisão. SAULO BORDIN MARIA Londrina 2013 SAULO BORDIN MARIA TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II, PRIMEIRA DIVISÃO Trabalho de

Leia mais

Ancoragem esquelética em Ortodontia com miniimplantes

Ancoragem esquelética em Ortodontia com miniimplantes T ó p i c o E s p e c i a l ncoragem esquelética em Ortodontia com miniimplantes Telma Martins de raújo*, Mauro Henrique ndrade Nascimento**, Fábio ezerra***, Márcio Costa Sobral**** Resumo utilização

Leia mais

MARCOS PRADEBON TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II: REVISÃO DE LITERATURA

MARCOS PRADEBON TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II: REVISÃO DE LITERATURA FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS- FUNORTE INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MARCOS PRADEBON TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II: REVISÃO DE LITERATURA Santa Cruz do Sul 2013 MARCOS PRADEBON TRATAMENTO DA

Leia mais

Miniplacas de ancoragem no tratamento da mordida aberta anterior

Miniplacas de ancoragem no tratamento da mordida aberta anterior A r t i g o In é d i t o Miniplacas de ancoragem no tratamento da mordida aberta anterior Adilson Luiz Ramos*, Sabrina Elisa Zange**, Hélio Hissashi Terada***, Fernando Toshihiro Hoshina**** Resumo Introdução:

Leia mais

Má oclusão Classe III de Angle com discrepância anteroposterior acentuada

Má oclusão Classe III de Angle com discrepância anteroposterior acentuada C ASO CLÍNIC O BBO Má oclusão Classe III de Angle com discrepância anteroposterior acentuada Carlos Alexandre Câmara* Resumo O caso clínico apresentado refere-se ao tratamento de uma paciente com 36 anos,

Leia mais

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada?

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? A avaliação da estética facial, bem como sua relação com a comunicação e expressão da emoção, é parte importante no

Leia mais

MANTENEDORES DE ESPAÇO

MANTENEDORES DE ESPAÇO MANTENEDORES DE ESPAÇO Conceito São aparelhos ortodônticos usados para manter o espaço nas arcadas dentárias, por perda precoce de dentes decíduos. Classificação Quanto ao uso: fixos semifixos removíveis

Leia mais

A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão

A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão Angle C l a s s I I malocclusion, s u b d i v i s i o n c o r r e c t i o n with Carriorr D

Leia mais

FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA

FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA JI-PARANÁ- RO 2013 MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA Trabalho

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso

Trabalho de Conclusão de Curso Trabalho de Conclusão de Curso O uso de mini-implantes como ancoragem ortodôntica. Sérgio Schlickmann Universidade Federal de Santa Catarina Curso de Graduação em Odontologia UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Leia mais

Exodontia dos Segundos Molares Superiores para o Tratamento da Maloclusão de Classe II

Exodontia dos Segundos Molares Superiores para o Tratamento da Maloclusão de Classe II ORTODONTIA Capítulo 11 Exodontia dos Segundos Molares Superiores para o Tratamento da Maloclusão de Classe II Antonio Aparecido Celória Ivana Uglik Garbui 1. Histórico A deficiência ântero-posterior das

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO Feira de Santana- Ba 2015 MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES

Leia mais

A UTILIZAÇÃO CLÍNICA DO APARELHO PROPULSOR MANDIBULAR FORSUS NA

A UTILIZAÇÃO CLÍNICA DO APARELHO PROPULSOR MANDIBULAR FORSUS NA A UTILIZAÇÃO CLÍNICA DO APARELHO PROPULSOR MANDIBULAR FORSUS NA CLÍNICA ORTODÔNTICA Mario Cappellette Jr, Paulo Sergio Kozara, Carolina M F Costa RESUMO Palavras-chave: Forsus. Crescimento mandibular.

Leia mais

Araki AT. Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo a terapia bioprogressiva.

Araki AT. Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo a terapia bioprogressiva. caso clínico 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA EDUARDO GIANONI FRIZZO

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA EDUARDO GIANONI FRIZZO 1 UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA EDUARDO GIANONI FRIZZO UTILIZAÇÃO DAS MINIPLACAS PARA A MOVIMENTAÇÃO DE MOLARES PASSO FUNDO 2010 2 EDUARDO

Leia mais

Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso

Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso Caso Clínico Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso Yasushi Inoue Miyahira*, Liliana Ávila Maltagliati**, Danilo Furquim

Leia mais

A versatilidade clínica do arco utilidade

A versatilidade clínica do arco utilidade T ÓPICO ESPECIL versatilidade clínica do arco utilidade Márcio ntonio de Figueiredo*, Claudia Tebet Peyres de Figueiredo**, Masato Nobuyasu***, Gervásio Yoshio Gondo****, Danilo Furquim Siqueira***** Resumo

Leia mais

JAIME JOSÉ FERNANDES GRILLO

JAIME JOSÉ FERNANDES GRILLO JAIME JOSÉ FERNANDES GRILLO TRATAMENTO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR POR MEIO DE INTRUSÃO DE DENTES POSTERIORES COM MINI-PARAFUSOS ORTODONTICOS: RELATO DE CASO CLÍNICO Londrina 2013 JAIME JOSÉ FERNANDES GRILLO

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Ortho In Lab. Resumo PROSTHESIS

Ortho In Lab. Resumo PROSTHESIS Planejamento e individualização da aparatologia ortodôntica conjugada aos mini-implantes ( DATs) Parte I Sítios de instalação uma área de risco controlado. Individualization of planning and orthodontic

Leia mais

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa o superiores e splint removível vel inferior MORO, A.; et al. Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de aço superiores

Leia mais

INTRUSÃO DE MOLARES: O USO DOS MINI-IMPLANTES

INTRUSÃO DE MOLARES: O USO DOS MINI-IMPLANTES Vol.4,n.3,pp.21-26 (Set-Nov 2013) Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research - INTRUSÃO DE MOLARES: O USO DOS MINI-IMPLANTES MOLAR INTRUSION: THE USE OF MINIIMPLANTS ALESSANDRA LUVISA 1, FABRÍCIO

Leia mais

Prosthesis Laboratory in Science. 2011; 1(1).

Prosthesis Laboratory in Science. 2011; 1(1). PROSTHESIS SCREW-DIS (DISPOSITIVO COM PARAFUSO DISTALIZADOR E ANCORAGEM ESQUELÉTICA) PARA O TRATAMENTO DA CLASSE II Cristiane Barros André 1 Juliana Cunha Georgevich 2 Jefferson Vinicius Bozelli 3 Rodolfo

Leia mais

Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico

Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico Caso Clínico Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico Matheus Melo Pithon*, Luiz Antônio Alves Bernardes** Resumo Com o maior acesso da população aos serviços de saúde bucal houve

Leia mais

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Caso Clínico O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Alexandre de Almeida Ribeiro* Resumo A morfologia do arco dentário está relacionada diretamente com as demais partes

Leia mais

FACULDADES PROMOVE Fernando Rodrigues da Cunha MINI-IMPLANTES NA ORTODONTIA

FACULDADES PROMOVE Fernando Rodrigues da Cunha MINI-IMPLANTES NA ORTODONTIA FACULDADES PROMOVE Fernando Rodrigues da Cunha MINI-IMPLANTES NA ORTODONTIA Uberlândia - MG 2013 Fernando Rodrigues da Cunha MINI-IMPLANTES NA ORTODONTIA Monografia a ser defendida como parte dos requisitos

Leia mais

Mini Implante parte VII

Mini Implante parte VII Mini Implante parte VII Correção da Mordida Cruzada Dentária com Mini-implantes Mordida cruzada posterior Mordida cruzada vestibular (Brodie) Expansão Lenta da Maxila e Expansão Rápida da Maxila Paciente

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS

CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS 31) Sobre a reabsorção localizada severa, é correto afirmar que a) os dentes com dilaceração são fatores de risco. b) o tratamento ortodôntico não é o principal fator etiológico.

Leia mais

IGC - Índice do Grau de Complexidade

IGC - Índice do Grau de Complexidade IGC - Índice do Grau de Complexidade Uma medida da complexidade do caso DI -American Board of Orthodontics Autorização American Board of Orthodon1cs- ABO Atualização: 13.05.2013 12. Outros Itens pontuados

Leia mais

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual Universidade de Brasília Departamento de Odontologia OCLUSÃO! NOÇÕES DE OCLUSÃO! Estudo das relações estáticas e dinâmicas entre as estruturas do sistema mastigatório!! Movimentos mandibulares Disciplina

Leia mais

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL. http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL. http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL http://www.bbo.org.br [acesso em 15/02/2009, 07h30] Especificação dos Casos quanto às Categorias A escolha dos casos a serem apresentados deverá seguir

Leia mais

ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA

ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA 1 ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA INTRODUÇÃO O período da dentição mista inicia-se por volta dos 6 anos de idade com a erupção dos primeiros molares permanentes, e termina ao redor dos 12 anos de idade, com

Leia mais

WALDIR FERREIRA DE CARVALHO IMPLANTES ORTODÔNTICOS PASSA QUATRO MG

WALDIR FERREIRA DE CARVALHO IMPLANTES ORTODÔNTICOS PASSA QUATRO MG WALDIR FERREIRA DE CARVALHO IMPLANTES ORTODÔNTICOS PASSA QUATRO MG 2 0 1 0 WALDIR FERREIRA DE CARVALHO IMPLANTES ORTODONTICOS Monografia elaborada com a finalidade de aprimoramento dos conhecimentos científicos

Leia mais

REVISTA GESTÃO & SAÚDE (ISSN 1984-8153) EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR EM ORTODONTIA LOWER INCISOR EXTRACTION IN ORTHODONTICS

REVISTA GESTÃO & SAÚDE (ISSN 1984-8153) EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR EM ORTODONTIA LOWER INCISOR EXTRACTION IN ORTHODONTICS 1 EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR EM ORTODONTIA LOWER INCISOR EXTRACTION IN ORTHODONTICS Tatiana Leite Moroz LESSA 1 Elcy ARRUDA 2 Roberley Araújo ASSAD 3 Fabiano Sfier de MELLO 4 Andrea Malluf Dabul de

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS Efeitos dentoalveolares e esqueléticos do tratamento da má oclusão Classe II com os aparelhos Herbst, Jasper Jumper e o Aparelho de Protração Mandibular

Leia mais

Padrões cefalométricos de Ricketts aplicados a indivíduos brasileiros com oclusão excelente

Padrões cefalométricos de Ricketts aplicados a indivíduos brasileiros com oclusão excelente T ÓPICO ESPECIAL Padrões cefalométricos de Ricketts aplicados a indivíduos brasileiros com oclusão excelente Masato Nobuyasu**, Minol Myahara***, Tieo Takahashi****, Adélqui Attizzani****, Hiroshi Maruo*****,

Leia mais

Intrusão dentária utilizando mini-implantes

Intrusão dentária utilizando mini-implantes r t i g o In é d i t o Intrusão dentária utilizando mini-implantes Telma Martins de raújo*, Mauro Henrique ndrade Nascimento**, Fernanda Catharino Menezes Franco***, Marcos lan Vieira ittencourt**** Resumo

Leia mais

APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR.

APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR. INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR. RODRIGO LOPES ROCHA Monografia apresentada ao Programa de Especialização em Ortodontia do ICS FUNORTE/SOEBRÁS NÚCLEO

Leia mais

PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR

PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR FUNORTE-FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS NÚCLEO NITERÓI-SMILE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA TRATAMENTO DA SOBREMORDIDA: RELATO DE CASO CLÍNICO PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR Monografia

Leia mais

APARELHOS ORTODÔNTICOS. e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES. Ortodontia & Ortopedia Facial. Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117

APARELHOS ORTODÔNTICOS. e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES. Ortodontia & Ortopedia Facial. Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117 APARELHOS ORTODÔNTICOS e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117 Ortodontia & Ortopedia Facial ORTODONTIA E Ortopedia Facial CUI CURI DADOS & OSIDADES Dr. Guilherme Thiesen

Leia mais

TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO

TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO FUNORTE-FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS NÚCLEO NITERÓI-SMILE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO

Leia mais

Orientação para interessados em tratamento ortodôntico

Orientação para interessados em tratamento ortodôntico 1 Orientação para interessados em tratamento ortodôntico Dras. Rosana Gerab Tramontina e Ana Carolina Muzete de Paula Ortodontia é a ciência que estuda o crescimento e o desenvolvimento da face e das dentições

Leia mais

Abordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: Biomecânica do Arco Base de Três Peças

Abordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: Biomecânica do Arco Base de Três Peças rtigo Traduzido bordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: iomecânica do rco ase de Três Peças Segmented pproach to Simultaneous Intrusion and Space Closure: iomechanics of the

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA SECÇÃO PIAUÍ ESCOLA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA SECÇÃO PIAUÍ ESCOLA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA SECÇÃO PIAUÍ ESCOLA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA MINI-IMPLANTES DE TITÂNIO AUTOPERFURANTES COMO ANCORAGEM ABSOLUTA PEDRO RICARDO

Leia mais