Chants de capoeira. page 1 Quem vem la, sou eu Canarinho da Alemanha Luanda ê Pomba avuô

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Chants de capoeira. page 1 Quem vem la, sou eu Canarinho da Alemanha Luanda ê Pomba avuô"

Transcrição

1 Chants de capoeira page 1 Quem vem la, sou eu Canarinho da Alemanha Luanda ê page 2 São Bento me chama Angola ê, ê ê Dá no nêgo page 3 Dona Maria como vai você u Meu berimbau, instrumento genial Ligeiro, ô ligeiro Sai, sai, Catarina page 4 Capoeira é bom Capoeira de São Salvador page 5 Ben-ti-vi botou A canoa virou marinheiro page 6 Sim e não É legal, é legal Capoeira é defesa, ataque Boa viagem Berimbau chora Idalina tá me chamando page 7 Meu bem viola Tim, tim tim aruandê Eu pisei na folha seca Xô, xô meu canario Capoeira tu quer me matar Beira mar page 8 1

2 Quem vem la, sou eu Berimbau bateu Capoeira sou eu Berimbau mais eu Capoeira sou eu Eu venho de longe Venho de Itabuna Jogo capoeira Meu nome é Suassuna Berimbau mais eu Capoeira sou eu Mas sou eu, sou eu Quem vem lá Mas sou eu Brevenuto Quem vem lá ô montando a cavalo Quem vem lá Mas fumando charuto Quem vem lá Canarinho da Alemanha Canarinho da Alemanha Eu jogo capoeira Mestre Bimba é o maior, eh... Na roda da capoeira Quero ver quem é o melhor, eh... Eu jogo Capoeira e Pastinha é meihor, eh... Eu jogo Capoeira na Bahia e Maceió, eh... Eu jogo Capoeira, Canjiquinha é meihor, eh... Na roda da capoeira Quero ver quem é o melhor, eh... Luanda ê Luanda ê, pandeiro Oh, luanda ê, Pará Oh Tereza samba deitada Oh Marina samba de pé Ê lá no cais da Bahia Não tem lelê não tem nada Oh não tem lelê nem lalá. Oh laê laê lá Oh lelê Oh laê laê lá Oh lelê Oh lelê laialá Oh lelê Oh laê laê lá Oh lelê Gavião pegou Ê vou me embora dessa terra E porque já disse que vou 1

3 E se eu não sou querido aqui São Bento me chama São Bento me chama São Bento me quer São Bento me leva São Bento me pega São Bento me prende São Bento chamou Angola ê, ê ê Angola ê, ê ê Angola a, a a Meu berimbau está chamando pra jogar Angola ê, ê ê Angola a, a a Capoeira prá estrangeiro, meu irmão, é mato Capoeira brasileira, meu compare, é de mata Capoeira prá estrangeiro, meu irmão, é mato Capoeira brasileira, meu compare, é de mata Berimbau tá chamando Olha a roda formando Vá se benzendo para entrar O toque é de Angola São Bento Pequeno Cavalaria, Iúna A mandinga do jogo O molejo da esquiva É prá não cochilar Capoeira é ligeira, ela é brasileira Ela é de mata Ela é de mata Capoeira prá estrangeiro, meu irmão, é mato Capoeira brasileira, meu compare, é de mata Capoeira prá estrangeiro, meu irmão, é mato Capoeira brasileira, meu compare, é de mata Olha o rabo de arraia Olha aí a ponteira E a meia-lua prá matar O mortal e o aú O macaco e a rasteira E o arrastão prá derrubar Galopante faceiro Vai se preparando para voar Ela é de mata Ela é de mata Dá no nêgo No nêgo você não dá Mas se der vai apanhar Mas no nêgo você não dá Você diz que dá no nêgo Mas no nêgo você não dá Mas se der vai apanhar 2

4 Dona Maria como vai você Ê vai você, vai você Dona Maria como vai você Olha joga bonito qu eu quero aprender Dona Maria como vai você Ê vai você, como vai você Dona Maria como vai você Capoeira capu Ô, não é karaté nem também kung-fu Ô mas eu fui na Bahia comer carurú E comer caruru e não comer angu Oi, meu filho quando nascer Vou perguntar prá parteira O que é que meu filho vai ser O meu filho vai ser Capoeira Capoeira capú u Eu não sou daqui Eu não tenho amor Eu sou da Bahia De São Salvador Oh marinheiro marinheiro Quem te ensinou a nadar Oh foi tombo do navio Oh foi a balanço do mar Lá vem, lá vem Ele vem faceiro Todo de branco Com seu bonezinho Meu berimbau, instrumento genial Ê berimbau instrumento genial Ê berimbau você é fenomenal Ê berimbau instrumento genial Ê berimbau você é fenomenal Berimbau, instrumento que tem som Toca a paz, toca a guerra E também chula de amor Entro na roda, logo vou te encarinhdo Com a baqueta e com a ruela Minha chula eu vou cantando Ê berimbau instrumento genial Ê berimbau você é fenomenal Ligeiro, ô ligeiro Ô ligeiro, ô ligeiro Paranà Eu também sou ligeiro Paranà Ô ligeiro, ô ligeiro Paranà Sai, sai, Catarina Saia do mar venha ver Idalina 3

5 Ô, Catarina, venha ver Saia do mar venha ver venha ver Catarina meu amor Mas deixou jogo bonito Deve estar jogando agora Numa roda no infinito Mestre de capoeira Existe muitos por ai Mas igual ao Mestre Bimba Nunca mais vai existir Para nunca mais voltar Disse adeus á capoeira E foi pro céu descansar Atencão capoeirista Por favor tire o chapéu Que Mestre Bimba está jogando Numa roda lá no céu No dia da sua morte Berimbau silenciou Sete dias de luto Toda Bahia ficou Capoeira é bom Capoeria é bom, ai ai ai não sei porque Capoeira é bom para mim Capoeira é bom prá você Eh eh eh, o que bonito ê pra se ver Capoeira de São Salvador Ê meu mano, o que foi que tu viu lá Eu vi capoeira matando Também vi maculêlê Eu sou discipulo que aprendo E o mestre que dá lição Na roda de Capoeira Nunca dei meu golpe em vão É Manuel do Rei Machado Ele é fenomenal Ele é o Mestre Bimba Criador da Regional 4

6 Ê Capoeira é luta nossa Da era colonial E nasceu foi na Bahia Angola e Regional Ê no dia que eu amanheço Danado da minha vida Planto cana descascada Com seis días está nascida A baiana me pega Me leva pro samba Eu sou do samba Eu vim sambá Minha baiana que deu o sinal Pra dançar o carnaval Tambem jogar capoiera Angola e Regional Porque ontem meu mestre falou Quem não joga certo vai entrar no pau Foi o meu mestre que disse Quem não joga limpo vai entrar no pau Tocar atabaquè e também berimbau Ben-ti-vi botou Ben-ti-vi bogou Gamelera no chão Bentivi bogou Gamelera no chão Oh botou botou Gamelera no chão Ben-ti-vi bogou Gamelera no chão Oh menino chorou Cala a boca menino Ê porque não mamou Oh menino chorão A canoa virou marinheiro A canoa virou, marinheiro Eh, no fundo do mar tem dinheiro A canoa virou, marinheiro Eh, no fundo do mar tem dinheiro A canoa virou, marinheiro Pode ser angola e também regional 5

7 Sim e não Oi sim sim sim Oi não não não Oi sim sim sim Oi não não não Mas hoje tem, amanhã não Mas hoje tem, amanhã não Oi sim sim sim Oi não não não Mas hoje tem amanhã não Olha a pisada de lampião Oi sim sim sim Oi não não não É legal, é legal Jogar capoeira e sair no jornal Jogar capoeira e não ser marginal Jogar capoeira e dar salto mortal Tocar o pandeiro e também berimbau Capoeira é defesa, ataque Capoeira É defesa, ataque, ginga do corpo, é malandragem Capoeira É defesa, ataque, ginga do corpo, é malandragem Oh Maculelê é a dança do pau Na capoeira, quem comanda É o berimbau Capoeira É defesa, ataque, ginga do corpo, é malandragem Ela é ginga de corpo, é malandragem Ela é brincadeira e também liberdade Capoeira É defesa, ataque, ginga do corpo, é malandragem Boa viagem Adeus, Adeus Boa Viagem Eu vou, eu vou Boa Viagem Adeus Boa Viagem Berimbau chora Quando eu pego no meu berimbau, camará Berimbau chora. Jogo bonito meu compadre, É Angola Seu Pastinha falôu pra Bimba assim, É Angola, se você é regional, mestre Bimba, eu sou Angola Quando eu pego Quando eu pego no meu berimbau, camará Berimbau chora Jogo bonito meu compadre É Angola Idalina tá me chamando Idalina tem o costume de chamá e sair andando Idalina meu amor, Idalina tá me esperando Idalina tem o costume De mandar a gente sair andando Idalina tem o costume Danado de falar de homem Idalina meu amor Idalina tá me chamado 6

8 Meu bem viola Tim Tim Tim lá vai viola Oh viola, meu bem viola Tim Tim Tim lá vai viola Tim, tim tim aruandê Tim Tim Tim Aluandê Aluandê Aluandê Aluandê Tim Tim Tim Aluandê Aluandê cabôclo é mungunjê Tim Tim Tim Aluandê Aluandê hoje é ferro de bater Tim Tim Tim Aluandê Eu pisei na folha seca Eu pisei na folha seca Eu vi fazer chuê, chuá Chuê, chuê, chuê, chuá Eu vi fazer chuê, chuá Chuê, chuê, chuê, chuá Eu vi fazer chuê, chuá Xô, xô meu canario Xô, Xô meu canario Meu canario é cantador Xô, Xô meu canario Bateu asa é vou Xô, Xô meu canario Meu canario é d Alemanha Xô, Xô meu canario Que no meu dinheiro Ninguém põe a mão Que eu dou uma rasteira Capoeira tu quer me matar tu quer me matar joga lá que eu jogo cá tu quer me matar joga lá que eu jogo cá Já joguei com Mestre Bimba Já lutei com Lampião Já joguei com Seu Besouro E também com Riachão tu quer me matar joga lá que eu jogo cá Aprendi a capoeira Angola e Regional E depois vim prá São Paulo Prá poder ensinar tu quer me matar joga lá que eu jogo cá Beira mar Oh beira-mar, auê, beira-mar É o riacho que corre pro rio É o rio que corre pro mar O mar é morada de peixe Eu quero ver quem vai jogar Na corda de ouro Minha mãe chama Maria Da ladeira de maré Em vez de cantar Maria 7

9 Minha mãe não sei quem é Mas quero saber prá lhe ver, prá lhe ver, prá lhe ver, prá lhe ver. Prá lhe ver, prá lhe ver, prá lhe ver, prá lhe ver, prá lhe ver. Auê, auê, auê, ê Lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, ô Auê, auê, auê, ê Lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, ô Tá no sangue da raça brasileira capoeira Berimbau Caxixi Atabaque Auê, auê, auê, ê Lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, ô Auê, auê, auê, ê Lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, lê, ô 8

Sai sai Catarina saia do mar venha ver Idalina Sai sai Catarina Catarina venha ver...

Sai sai Catarina saia do mar venha ver Idalina Sai sai Catarina Catarina venha ver... Sai sai Catarina saia do mar venha ver Idalina Sai sai Catarina Catarina venha ver Ai ai Aide Joga bonito que eu quero aprender Ai ai Aide Joga bonito que eu quero ver Ai ai ai ai Sao Bento me chama Ai

Leia mais

Indice. Esse nome que eu trago no peito É uma luta que tem tradição Entro na roda e canto bem alto Sou beribazu Beribazu coro

Indice. Esse nome que eu trago no peito É uma luta que tem tradição Entro na roda e canto bem alto Sou beribazu Beribazu coro Indice Beribazu Me ensinou a bater no pandeiro A tocar o berimbau Me ensinou a fazer dessa luta Uma luta leal Beribazu Me ensinou a bater no pandeiro A tocar o berimbau Me ensinou a fazer dessa luta Uma

Leia mais

01 - Minha Luz. 02 - Sal e Pimenta

01 - Minha Luz. 02 - Sal e Pimenta 01 - Minha Luz Eu cheguei com minha luz Eu cheguei com minha luz Eu vou te encandear Minha luz é muito forte Tu não pode suportar E a minha energia Não tem como é comparar Eu vim pra fazer o bem E não

Leia mais

CANTIGAS DE CAPOEIRA DOMINIO POPULAR

CANTIGAS DE CAPOEIRA DOMINIO POPULAR CANTIGAS DE CAPOEIRA DOMINIO POPULAR ABALOU CAPOEIRA, ABALOU Abalou capoeira, abalou Abalou, deixa abalar Abalou capoeira, abalou Oi, quem quiser moça bonita Abalou capoeira, abalou Oi, vá na Ilha de Maré

Leia mais

ÍNDICE ALFABÉTICO. Vou dizer ao meu senhor Que a manteiga derramou Vou dizer ao meu senhor. A manteiga não é minha

ÍNDICE ALFABÉTICO. Vou dizer ao meu senhor Que a manteiga derramou Vou dizer ao meu senhor. A manteiga não é minha Cantigas de Capoeira www.kapoeira.de 4. Fevereiro 2006 Página 1 de 8 ÍNDICE ALFABÉTICO 1. 2. A Capoeira tem que ter 3. A manteiga derramou 4. A pisada do Caboclo 5. Bahia Axé 6. Bahia, Bahia ê 7. 8. 9.

Leia mais

Aidê Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero ver Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero aprender Ai ai Aidê Eu venci a batalha do Camujerê Ai ai Aidê...

Aidê Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero ver Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero aprender Ai ai Aidê Eu venci a batalha do Camujerê Ai ai Aidê... Aidê Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero ver Ai ai Aidê Joga bonito que eu quero aprender Ai ai Aidê Eu venci a batalha do Camujerê Ai ai Aidê... Cara de gato, nariz de sarigue São Bento me Chama Ai, ai,

Leia mais

Capoeira. A Capoeira e o Maculelê. A Canoa Virou

Capoeira. A Capoeira e o Maculelê. A Canoa Virou Capoeira A Canoa Virou A Capoeira É A Capoeira e o Maculelê A Capoeira, Meu Amor A Hora É Essa A Manteiga Derramou A Maré Tá Cheia A Onda Rolou na Praia A Palma de Bimba Abalou Capoeira Abalou Adão, Adão

Leia mais

Musica de Capoeira Geração africana volume 2

Musica de Capoeira Geração africana volume 2 Musica de Capoeira Geração africana volume 2 1 - Filho d'ogum Vale me Deus do céu Vale me Deus do céu Colega velho, vale me nossa senhora Vou jogar a Capoeira, jogo de dentro e de fora Sou filho de Ogûm,

Leia mais

Geração Capoeira Song Book

Geração Capoeira Song Book Geração Capoeira Song Book www.arte-capoeira.com sept 02 Paranà ê, Paranà ê, Paranà Vou dizer minha mulher, Paranà Capoeira me venceu, Paranà Paranà ê, Paranà ê, Paranà Ela quis bater pè firme, Paranà

Leia mais

Chulas Per chula si intende un componimento in cui la parte solista è di molto superiore al coro che comunque, risponde.

Chulas Per chula si intende un componimento in cui la parte solista è di molto superiore al coro che comunque, risponde. Ass. Cult. Sport. Dilettantistica Palmares Chulas Per chula si intende un componimento in cui la parte solista è di molto superiore al coro che comunque, risponde. Luanda é Luanda é pandeiro Luanda é para

Leia mais

Album Capoeira Antiga Geração Africana volume 4 CD1. 2 Água doce

Album Capoeira Antiga Geração Africana volume 4 CD1. 2 Água doce Album Capoeira Antiga Geração Africana volume 4 CD1 1 - Guarda Prisional Iê Verdade faz o olho vermelho mas não fura Tu gosta de cão, tu gosta de pulga (Bis) Folha que cai não apodrece no mesmo dia O mau

Leia mais

1. Regional. 1.1 Ai Ai Aide. 1.2 A mare ta cheia

1. Regional. 1.1 Ai Ai Aide. 1.2 A mare ta cheia 1. Regional...2 1.1 Ai Ai Aide...2 1.2 A mare ta cheia...2 1.3 Aue aue aue...3 1.4 Bamba na capoeira...3 1.5 Berimbau tocou...3 1.6 Capoeira - e defasa ataque...4 1.7 Cordão de ouro é Besouro Manganga...5

Leia mais

Cantigas, Ladainhas, Maculelê

Cantigas, Ladainhas, Maculelê Cantigas, Ladainhas, Maculelê Abalou capoeira, abalou A benguela chamou pra jogar A canoa virou, marinheiro A capoeira me ensinou o quê é a vida Adão, Adão Adeus (Boa Viagem) Ai ai ai ai Ai ai ai ai, doutor

Leia mais

Cantigas...4. Ai ai ai ai...7. Ai ai ai ai doutor...7 Ai ai ai ai, doutor...7 Aí, ai, ai, ai, Doutor...7 Ai ai, aidê...8

Cantigas...4. Ai ai ai ai...7. Ai ai ai ai doutor...7 Ai ai ai ai, doutor...7 Aí, ai, ai, ai, Doutor...7 Ai ai, aidê...8 Cantigas...4 Abalou capoeira, abalou...4 Abalou capoeira, abalou...4 A benguela chamou pra jogar...4 A canoa virou, marinheiro...5 A capoeira me ensinou o quê é a vida...5 Adão, Adão...5 Adeus (Boa Viagem)...6

Leia mais

Vas-y toi, vas-y toi ur : Dona Maria comment tu vas Oh vas y toi au vas y toi ur : Dona Maria Fait un bon jeu car je veux apprendre

Vas-y toi, vas-y toi ur : Dona Maria comment tu vas Oh vas y toi au vas y toi ur : Dona Maria Fait un bon jeu car je veux apprendre O vai você, vai você Coro: Dona Maria como vai você O vai você vai você Coro: Dona Maria... Joga bonito que eu quero aprender Coro: Dona Maria... Eu pisei na folha seca De fazer chuê chuà Coro: chuê chuê

Leia mais

Sou movido pela capoeira

Sou movido pela capoeira A mare, a mare A mare, a mare me leva ao céu A mare, a mare me leva ao céu A jangada me leva pra outro lugar eu não sei onde eu vou nas ondas do mar O chicote me corta me faz chorar eu não quero mais isso

Leia mais

Manhã de Preto Velho. Casei Meu Sangue Com Deus

Manhã de Preto Velho. Casei Meu Sangue Com Deus 1 Manhã de Preto Velho Capoeira manhã de preto velho Nascida no tempo da escravidão Capoeira levou raça negra ao caminho de sua libertação Eu vou dizer a você E digo do fundo do meu coração Essa dança

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

Para Roda Capoeira Coro: Para roda capoeira Para vai ter que parar Eu não paro ja disse que não So paro essa roda se o Mestre mandar

Para Roda Capoeira Coro: Para roda capoeira Para vai ter que parar Eu não paro ja disse que não So paro essa roda se o Mestre mandar Para Roda Capoeira Para roda capoeira Para vai ter que parar Eu não paro ja disse que não So paro essa roda se o Mestre mandar Aí eu jogo capoeira Aquí e em qualquer lugar O meu mestre foi seu Bimba Criador

Leia mais

Ass. Cult. Sport. Dilettantistica Capoeira Palmares. Corridos

Ass. Cult. Sport. Dilettantistica Capoeira Palmares. Corridos Corridos Per corrido si intende una composizione in cui alla parte solista risponde subito il coro. La parte solista è passibile di variazioni e, improvvisazioni Viajei Viajei viajei viajei, Viajei viajei

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

Liedersammlung: Stand

Liedersammlung: Stand Liedersammlung: Stand 17.06.2005 A Capoeira tem que ter molejo Adeus [Boa Viagem] Ai, Ai, Ai, Ai São Bento me Chama Ai, Ai, Aidê Aruanda ê Boa Viagem Camunjerê Canarinho da Alemanha Capoeira de São Salvador

Leia mais

RUEDA DE SOL TESTI CANZONI

RUEDA DE SOL TESTI CANZONI RUEDA DE SOL TESTI CANZONI A cura del gruppo Rueda de Sol Treviso 2005/2008 INDICE ANGELA LAIDAINHA... 5 ABALOU CAPOEIRA... 5 A BANANEIRA CAIU...6 A BANANEIRA CAIU 2...6 A CANOA VIROU... 7 AI AI AI AI,

Leia mais

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público Pedro, Tiago, João no barquinho Os três no barquinho no mar da Galiléia Jogaram a rede Mas não pegaram nada Tentaram outra vez E nada

Leia mais

Il coro è indicato in grassetto...

Il coro è indicato in grassetto... Il coro è indicato in grassetto... A CANOA VIROU MARINHEIRO A canoa virou marinheiro No fundo do mar tem dinheiro A canoa virou marinheiro Oi no fundo do mar tem segredo A canoa virou marinheiro A MANTEIGA

Leia mais

YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS)

YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS) YEMANJA 01 MÃE DÁGUÁ RAIMHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR MÃE DÁGUA SEU CANTO É BONITO QUANDO FAZ LUAR..(.BIS) YEMANJA, YEMANJA...(BIS) RAINHA DAS ONDAS SEREIA DO MAR...BIS É BONITO O CANTO DE YEMANJA SEMPRE

Leia mais

APÊNDICE A - Músicas

APÊNDICE A - Músicas APÊNDICE A - Músicas Músicas 1 GUT GUT SEM PARAR Adaptação ao meio líquido Bebeu a água da piscina toda Fui ver quem era, era o João Ele bebia a água da piscina Ele fazia gut gut gut gut gut sem parar

Leia mais

ŚPIEWNIK IE GALO CANTOU OPRACOWAŁA:

ŚPIEWNIK IE GALO CANTOU OPRACOWAŁA: ŚPIEWNIK IE GALO CANTOU OPRACOWAŁA: WROCŁAW 2014 ALFABETYCZNY SPIS PIOSENEK EU FOI NA MATA PEGAR... 23 A BANANEIRA CAIU... 3 A BRISA QUE VEM LA DO MAR... 16 A CANOA VIROU MARINEIRO... 1 A HORA E ESSA...

Leia mais

O PEQUENO LIVRO DE LETRAS

O PEQUENO LIVRO DE LETRAS O PEQUENO LIVRO DE LETRAS Introduction This little book of songs has been made in order for my students to not have to go through the 'Grande livro de letras' to find the songs which we most commonly

Leia mais

VII FESTIVAL DE CANTIGAS

VII FESTIVAL DE CANTIGAS VII FESTIVAL DE CANTIGAS Novembro 2010 VII Festival de Cantigas da Companhia Pernas Pro Ar O VII Festival de Cantigas da CPPA aconteceu no dia 18 de novembro de 2010, no Clube Mineiro da Cachaça, em Belo

Leia mais

Músicas de Capoeira www.matissa.org 2/138

Músicas de Capoeira www.matissa.org 2/138 MÚSICAS DE CAPOEIRA HINOS ABADÁ 7 Abadá Capoeira 7 Capoeira Abadá 7 Sou abadá capoeira 8 LADAINHA 10 Cem anos do Mestre Bimba 10 Homenagem a Zumbi de Palmares 11 Mestre dos Mestres 12 O berimbau (Brucutu)

Leia mais

Tenda de Umbanda Caboclo Ubirajara e Vovó Tereza PONTOS CANTADOS DE YORI COSME E DAMIÃO

Tenda de Umbanda Caboclo Ubirajara e Vovó Tereza PONTOS CANTADOS DE YORI COSME E DAMIÃO PONTOS CANTADOS DE YORI COSME E DAMIÃO 2012 Saravá Cosme, Damião e Doum! Amibejá PONTOS CANTADOS DE YORI Têm festa na rua e no coração; Crianças correndo com balas na mão; Daí me sua graça e devoção; É

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

SARAVÁ SEU ZÉ, SARAVA SEU ZÉ, SARAVÁ SEU ZÉ ELE SEMPRE AJUDA QUEM NELE TEM FÉ (BIS)

SARAVÁ SEU ZÉ, SARAVA SEU ZÉ, SARAVÁ SEU ZÉ ELE SEMPRE AJUDA QUEM NELE TEM FÉ (BIS) ZÉ PILINTRA SEU ZÉ (ANGOLA) SEU ZÉ ELE É MESTRE NA ARUANDA SARAVÁ A SUA BANDA VEM CHEGANDO DEVAGAR (BIS) QUANDO ELE CHEGA CHEGA SEMPRE SORRIDENTE UM CIGARRO ENTRE OS DENTES DE BRANCO PARA AMENIZAR OI O

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

1. A ESTRELA E A LUA

1. A ESTRELA E A LUA 1. A ESTRELA E A LUA A ESTRELA E A LUA ERAM DUAS IRMÃS COSME E DAMIÃO TAMBÉM SÃO DOIS IRMÃOS OXALÁ E OGUM GUIA NOSSOS PASSOS SOMOS FILHOS DE UMBANDA QUE BALANÇA MAIS NÃO C 2. CADE DOUM COSME E DAMIÃO,

Leia mais

2009 Gilberto Gonçalves

2009 Gilberto Gonçalves No ano de 2004, um grupo de amigos pertencentes aos Bombeiros Voluntários de Fafe decidiu juntar-se para preparar uma pequena brincadeira para a festa de aniversário da Associação Humanitária, recorrendo

Leia mais

*LADAINHAS O MEU BERIMBAU DE OURO

*LADAINHAS O MEU BERIMBAU DE OURO *LADAINHAS ANU NAO CANTA EM GAIOLA Anu năo canto em gaiola Nem bem dentro, nem bem fora Só canta em formiguero Quando vę formiga fora, camarado... BAHIA AXE! Que bom Estar com vocês Aqui nesta roda Com

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Autor: Lampréia e Macaco. Vou lhe dizer o que me alegra numa roda De Capoeira Quando eu començo a tocar

Autor: Lampréia e Macaco. Vou lhe dizer o que me alegra numa roda De Capoeira Quando eu començo a tocar Capoeira ABADÁ Autor: Lampréia e Macaco Cantador: Camisa Vou lhe dizer o que me alegra numa roda De Capoeira Quando eu començo a tocar Três berimbaus Gunga, médio e uma viola Atabaque e o pandero E dois

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia CD 02 Bom Jesus da Cana Verde [ai bom Jesus da Cana Verde é nosso pai, é nosso Deus (bis)] ai graças a Deus para sempre que tornamos a voltar ai com o mesmo Pombo Divino da glória celestial ai Meu Divino

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas.

1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas. Todos os dias Gramática: atividades RESPOSTAS De olho no mercado 1. Ouça o depoimento de Diana, sem acompanhar a transcrição, e complete as lacunas. Diana: E o meu trabalho, eu trabalho numa empresa chamada

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

Eu Vou Ler O Bê- A- Ba... 15. Igreja Do Bomfim... 15. Maior É Deus... 15. Malandragem... 15. Mestre Bimba... 16. Mestre Dos Mestres...

Eu Vou Ler O Bê- A- Ba... 15. Igreja Do Bomfim... 15. Maior É Deus... 15. Malandragem... 15. Mestre Bimba... 16. Mestre Dos Mestres... Table of Contents Welcome to the Capoeira Lyrics Project.... 1 Table of Contents... 2 Ladainhas... 10 A Força De Um Capoeira... 10 Arte Secular... 10 Bahia Axé... 10 Capenga... 11 Cem Anos De Mestre Bimba...

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Time Code. Sugestão (conexões externas)

Time Code. Sugestão (conexões externas) Número da fita: 0047 Título: Entrevista com Geraldo Abel Mídia: Mini DV Time Code in out 00 20 00 06 11 S. Abel e esposa sentados, rodeados pelos instrumentos da folia e pela bandeira. S. Abel mostra passo

Leia mais

01- NA CACHOEIRA. Eu vi Mamãe Oxum na Cachoeira, Sentada na beira do rio! (bis)

01- NA CACHOEIRA. Eu vi Mamãe Oxum na Cachoeira, Sentada na beira do rio! (bis) 01- NA CACHOEIRA Eu vi Mamãe Oxum na Cachoeira, Sentada na beira do rio! (bis) Colhendo lírio, lírio ê... Colhendo lírio, lírio a... Colhendo lírios, P'ra enfeitar nosso congá. (bis) 02- BRADO DE MAMÃE

Leia mais

FICHA DE AVALIAÇÃO TÉCNICA DOS SAMBAS. Autor Samba Melodia Letra Enredo Total

FICHA DE AVALIAÇÃO TÉCNICA DOS SAMBAS. Autor Samba Melodia Letra Enredo Total FICHA DE AVALIAÇÃO TÉCNICA DOS SAMBAS Autor Samba Melodia Letra Enredo Total Cosminho Santa Marta Grupo Bom Clima Jorginho, Luizão e Paulo Sunga Mauro Montezuma e Tota Nego Wando e Sidimar Paulo e Rafael

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Capoeira Lieder. Agua que cai do céu (Mestre Museu, Capoeira Minha vida) Água que cai do céu é pra molhar Água que cai do céu é pra molhar

Capoeira Lieder. Agua que cai do céu (Mestre Museu, Capoeira Minha vida) Água que cai do céu é pra molhar Água que cai do céu é pra molhar Capoeira Lieder E berimbau (Mestre Muzeu, Capoeira minha vida) Meu berimbau é uma beleza Foi na mata que eu achei assim Madeira lisa que não dá caroso Madeira boa que não dá cupim Meu berimbau é uma beleza

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

by Companhia Pernas Pro Ar 2005, www.capoeira.de

by Companhia Pernas Pro Ar 2005, www.capoeira.de Cantigas da Companhia Pernas Pro Ar A amizade que não se trai 04 A batida do seu coração 04 A linguagem misteriosa da Capoeira 04 A menina chorava 04 A Roda 05 Bahia Sentimento 05 Balanço 05 Balanço da

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

Paródia 1ªA. Música Fugidinha Michel Teló. Cheguei na escola não consegui entender. Mas depois de um tempo tudo foi se resolver

Paródia 1ªA. Música Fugidinha Michel Teló. Cheguei na escola não consegui entender. Mas depois de um tempo tudo foi se resolver Paródia 1ªA Música Fugidinha Michel Teló Cheguei na escola não consegui entender Mas depois de um tempo tudo foi se resolver Tudo dando certo eu vou ficar esperto E vestibular eu vou fazer Sempre tem aquele

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

IANSÃ PONTOS DE LINHA. 1. Oh, Iansã menina é do cabelo loiro Sua espada é de prata Sua coroa é de ouro

IANSÃ PONTOS DE LINHA. 1. Oh, Iansã menina é do cabelo loiro Sua espada é de prata Sua coroa é de ouro IANSÃ PONTOS DE LINHA 1. Oh, Iansã menina é do cabelo loiro Sua espada é de prata Sua coroa é de ouro 2. Iansã mãe virgem Do cabelo louro Ela desceu do céu Num cordel de ouro 3. Ventou nas matas Ventou

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

ANINHÁ VAGURETÊ. Ô senhô dono da casa Licença quero pedir Meia-hora de relógio Para nós se divertir Mas ô vevê tem manibóia

ANINHÁ VAGURETÊ. Ô senhô dono da casa Licença quero pedir Meia-hora de relógio Para nós se divertir Mas ô vevê tem manibóia ANINHÁ VAGURETÊ Ô senhô dono da casa Licença quero pedir Meia-hora de relógio Para nós se divertir Mas ô vevê tem manibóia Aninha vaguretê Aninha vaguretê Quando eu aqui cheguei Nesta casa de alegria Se

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

coro coro coro coro coro

coro coro coro coro coro CANÇÕES DE CAPOEIRA A benguela chamou pra jogar...24 Lenda viva...39 Aidê Nega Africana... 6 Lei aurea...38 A Hora É Essa / Um Dia na Senzala... 4 LUANDA meu boi... 3 Aruanda...13 Maculelê... 33-34 Ás

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

CANÇOES DE CAPOEIRA. Faca de Tucum...15. Hora Grande/Catarina...17 COMENÇOU A RODA...17

CANÇOES DE CAPOEIRA. Faca de Tucum...15. Hora Grande/Catarina...17 COMENÇOU A RODA...17 CANÇOES DE CAPOEIRA IAA IOO... 2 de verdade...19 Maré Me Leva... 2 Fogo de Palha...20 Berimbau Chorou... 3 Ginga menina...20 Beijo na Boca... 3 Que barulho é esse...21 LUANDA meu boi... 3 Saudade de Eziquiel...21

Leia mais

Tá na hora de jogar. Eu vou trainando

Tá na hora de jogar. Eu vou trainando Eu vou trainando Eu vou treinando querendo melhorar Eu vou treinando querendo aprender E não se explica esse vicio de treinar Tem gente que tem e gente querendo ter Eu vou treinando querendo melhorar Eu

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO

ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO ROTEIRO: O LUGAR ONDE EU VIVO Ideia: Produção realizada a partir de um fato marcante e em algumas situações ocorre a mesclagem entre narrações e demonstrações de cenas. Personagens: A filha da doméstica

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches

Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches Anexo XXXIII Peça teatral com fantoches Amanda (entra procurando os amigos) Lucas!? Juninho!? Chico!? Onde estão vocês? Ai meu Deus. Preciso encontrar alguém por aqui. (para o público) Ei pessoal, vocês

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Jogando as capoeiras... Berimbau já deu chamada vem pra roda jogar. Carin, Marcos Ribeiro, Ronaldo, Tiago

Jogando as capoeiras... Berimbau já deu chamada vem pra roda jogar. Carin, Marcos Ribeiro, Ronaldo, Tiago Jogando as capoeiras... Berimbau já deu chamada vem pra roda jogar Carin, Marcos Ribeiro, Ronaldo, Tiago Sr. Delegado eu vi uma briga onde um homem morre foi um negro malvado que matou o homem e depois

Leia mais

FRATERNIDADE TABAJARA

FRATERNIDADE TABAJARA 1. Hino Oficial da Linha de Ogum: Vamos saravá Ogum no Terreiro! bis Ogum de noite e no dia inteiro! bis Ogum quando chega lá de Aruanda! bis Vem de Humaitá, Ogum! Já venceu demanda! bis Ogum Naruê, Ogum,

Leia mais

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA letreiro 1: Sem o modernismo dos tempos atuais, o samba sertanejo era uma espécie de baile rústico, que ia noite à dentro até o raiar do dia, com seus matutos dançando e entoando

Leia mais

por futebol profissional ou amador?

por futebol profissional ou amador? Tabela 3 - Síntese das entrevistas com torcedores I O que é o futebol pra você? Uma paixão. É um esporte que eu pratico, que gosto. O meu time de futebol é a razão do meu viver. Você se interessa mais

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Letras Álbum Amanhecer João da Ilha (2011) «Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Já sei que és buliçoso Trazes

Leia mais