UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO"

Transcrição

1 PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS II ETAPA 4 CH 02 ANO 2011 OBJETIVO Proporcionar conhecimentos técnicos básicos, práticos e teóricos, que possibilitem a compreensão do processo de criação e viabilização de peças gráficas, principalmente no que se refere à pré-impressão e a aspectos da tipografia. Capacitar o aluno a entender os processos gráficos, a partir dos conhecimentos adquiridos em MPGI, aliados aos conteúdos desta disciplina, para que possa eleger critérios qualitativos na produção e elaboração de peças gráficas. EMENTA A pré-impressão na produção gráfica: técnicas, processos e adequação ao projeto. Arte-finalização digital, DTP (desktop publishing). Originais a traço e tom contínuo, seleção de cores, sistemas de padronização de cores, fotolito, provas digitais e analógicas. Tipografia: histórico, tipologia, tipometria, fontes digitais; composição de textos, legibilidade e leiturabilidade ; seleção de família tipográfica e adequação ao conceito do projeto. METODOLOGIA Aulas expositivas utilizando textos de apoio e material ilustrativo. Exercícios, visando a aplicação dos conceitos apresentados. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Exercício de especificações técnicas (A) Exercício de análise de impressos (sistemas de padronização de cores) (B) Exercício de criação e especificações técnicas (pesquisa tipográfica e de recursos gráficos) (C) A avaliação do exercício de criação ocorre com a apresentação de todos os estudos e do produto final, junto às especificações técnicas de pré-impressão e impressão. Os trabalhos são expostos e debatidos em sala de aula. A nota semestral será obtida a partir da seguinte fórmula: (A + B + C)/3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1.Revisão de Materiais e Processos Gráficos I. 2. Elementos de uma peça gráfica, textuais e não textuais Elementos não-textuais: conceito de original Fluxograma de reprodução de um original (até o impresso) 2.2. Originais convencionais Classificação quanto às características da imagem: traço e tom-contínuo Classificação quanto ao suporte: opaco e transparente 3. Imagem digital 3.1. Resolução 3.2. Bitmap e Vetor 3.3. Pixel 3.4. Interpolação 3.4. Profundidade de bit 4. Retícula 4.1. Formato de ponto Estocástica

2 4.2. Lineatura 5. Seleção de cores 5.1. Definição de cor 5.2. Luz e espectro visível Síntese aditiva (luminosa) Síntese subtrativa (pigmentária) UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 5.3. Princípios de funcionamento de um scanner 5.4. Reticulagem Valor percentual do ponto Reticulagem digital Inclinação de retícula Formação da cor combinada Cores especiais: Pantone e fabricantes de tintas. 6. Ferramentas de pré-impressão digital: hardware e software 6.1. Hardware Conceito de plataforma: PC e MAC Equipamentos de digitalização de imagens: scanners e máquinas fotográficas digitais Impressoras para provas de conferência (impressoras de desktop) Equipamentos de saída PostScript: imagesetters e platesetters. 6.2 Software Software de editoração Software de desenho vetorial Software de tratamento de imagem 7. Fechamento de arquivos em envio para gráficas e bureaus de pré-impressão. 8. Tipografia 8.1. Histórico 8.2. Tipologia 8.3. Tipometria 8.4. Fontes digitais 8.5. Composição de textos 8.6. Legibilidade e leiturabilidade 8.7. Seleção de família tipográfica e adequação ao conceito do projeto. BIBLIOGRAFIA BÁSICA BAER, Lorenzo. Produção Gráfica. São Paulo: Senac, BRINGHURST, Robert; STOLARSKI, André. Elementos do estilo tipográfico. São Paulo: Cosac & Naify, LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estudantes. São Paulo: Cosac & Naify, MARTINS, Nelson. A imagem digital na editoração manipulação, conversão e fechamento de arquivos. Rio de Janeiro: Ed. Senac, HORIE, Ricardo Minoru. Arte-finalização: preparação e fechamento de arquivos PDF. São Paulo: Érica, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ARAÚJO, Emanuel. A Construção do Livro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

3 FARIAS, Priscila. Tipografia Digital. Rio de Janeiro: 2AB, FERLAUTO, Cláudio A. da Rosa. O Livro da Gráfica. São Paulo: Rosari, HORIE, Ricardo Minoru; PEREIRA, Ricardo Pagemarker. 300 superdicas de editoração, design e artes gráficas. São Paulo: Ed. SENAC São Paulo, HULBURT, Allen. Layout: O design da página impressa. São Paulo: Nobel, McLEAN, Ruari. Typography. Londres: Thames & Hudson, NIEMEYER, Lucy. Tipografia: uma apresentação. Rio de Janeiro: 2AB, PIPES, Alan. Production for Graphic Designers. Londres: Laurence King, SAMARA, Timothy; BOTTMANN, Denise. Grid: construção e desconstrução. São Paulo: Cosac & Naify, Periódicos: Graphis, Communication Arts, Novum, Caractère Nöel, Idea, U&LC The International Journal of Graphic Design and Digital Media, Gráfica, Revista da Abigraf, Publish, Revista da ADG, Design Gráfico, A Revista. PLANEJAMENTO SEMANAL SEMANA TEÓRICA PRÁTICA 1ª Apresentação do programa e cronograma Localização da pré-impressão no processo de produção gráfica. 2ª Revisão de MPG I: processos de impressão, suportes, acabamentos. 3ª Revisão de MPG I: processos de impressão, suportes, acabamentos. 4ª 2. Os elementos de uma peça gráfica, textuais e não-textuais Elementos não-textuais: conceito de original Fluxograma de reprodução de um original (até o impresso) 2.2. Originais convencionais Classificação quanto às características da imagem: traço e tom-contínuo Classificação quanto ao suporte: opaco e transparente 5ª 3. Retículas 3.1. Formato de ponto Estocástica 3.2. Lineatura

4 6ª 4.Seleção de cores 4.1. Definição de cor 4.2. Luz e espectro visível Síntese auditiva (luminosa) síntese subtrativa (pigmentaria) 4.3. Filtragem (separação) da cor 4.4. Princípios de funcionamento de um scanner 7ª Exercício 1: revisão de MPG I. Especificações técnicas de peça gráfica para encaminhamento a bureau de serviços e impressão. 8ª 4.5. Reticulagem Valor percentual do ponto Reticulagem digital Inclinação de retícula Formação da cor combinada 5. Cores especiais: Pantone e fabricantes de tintas 9ª 6. Ferramentas de pré-impressão digital: hardware e software 6.1. Hardware Conceito de Plataforma: PC e MAC Equipamentos de digitalização de imagens: scanners e máquinas fotográficas digitais Impressoras para provas de conferência (impressoras de desktop) Equipamentos de saída PostScript: imagestters e platesetters. 10ª 11ª 6.2. Software Software de editoração Software de desenho vetorial Software de tratamento de imagem Exercício 2. Exercício de análise de impressos (sistemas de padronização de cores) Exercício 3 Criação e especificações técnicas de peça gráfica, incluindo pesquisa tipográfica e possibilidade de matérias primas e recursos gráficos. Criação de dois modelos de cartazes, um com utilização de imagens e textos e outro AllType. 12ª Atendimento: pesquisa e conceito. 13ª Atendimento: estudos.

5 14ª 7. Fechamento de arquivos em envio para gráficas e bureaus de pré-impressão Atendimento: layout e especificações técnicas. 15ª Exercício 3 Apresentação e discussão. 16ª Organização de arquivos digitais. 17ª 18ª 19ª Tipografia 8.1. Histórico 8.2. Tipologia 8.3. Tipometria 8.4. Fontes digitais 8.5. Composição de textos 8.6. Legibilidade e leiturabilidade 8.7.Seleção de família tipográfica e adequação ao conceito do projeto. Revisão Devolução dos trabalhos 20ª Prova escrita 21ª Vista de Provas

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA 170.345.23 MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS II CRÉDITOS ETAPA 4

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH ANO 170.345.23 Materiais e Processos Gráficos II 4ª 2010

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42226 CÓD. DISC. 092.2734.2 PROFESSOR PLANO DE ENSINO UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO Letras Produção Editorial Gráfica Marcos Nepomuceno ETAPA 7 CH 04 T 04 P 00 ANO

Leia mais

EGR 7137. Turma 04454A. Segundas - 13:30/15:10 Sala 133 Quartas - 13:30/15:10 Sala 133

EGR 7137. Turma 04454A. Segundas - 13:30/15:10 Sala 133 Quartas - 13:30/15:10 Sala 133 EGR 7137 Turma 04454A Segundas - 13:30/15:10 Sala 133 Quartas - 13:30/15:10 Sala 133 Docente Carlos Antonio Ramirez Righi Designer (produto), FUMA, 1976 Mestrado Eng. de Produção, UFSC, 1991 Doutorado

Leia mais

Ementa Introdução aos fundamentos. Estudo e experimentação de técnicas e de instrumentos da computação gráfica aplicados ao design.

Ementa Introdução aos fundamentos. Estudo e experimentação de técnicas e de instrumentos da computação gráfica aplicados ao design. Unidade Universitária Centro de Comunicação e Letras Curso Publicidade e Propaganda 4 495 Eixo Disciplinar Disciplina Introdução à Computação Gráfica Ementa Introdução aos fundamentos. Estudo e experimentação

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 04035356 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE ETAPA 3 Período

Leia mais

2 Editoração Eletrônica

2 Editoração Eletrônica 8 2 Editoração Eletrônica A década de 80 foi um marco na história da computação. Foi quando a maioria dos esforços dos desenvolvedores, tanto de equipamentos, quanto de programas, foram direcionados para

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3107.5 TRATAMENTO DE IMAGEM 1ª 02 34 1º/2011 PROFESSOR (A) THIAGO PEREIRA DA COSTA / FERNANDO

Leia mais

Centro Universitário Senac Bacharelado em Design. Programa de Disciplina. Tipografia. Profa. Dra. Anna Paula Silva Gouveia

Centro Universitário Senac Bacharelado em Design. Programa de Disciplina. Tipografia. Profa. Dra. Anna Paula Silva Gouveia Centro Universitário Senac Bacharelado em Design Programa de Disciplina Tipografia Profa. Dra. Anna Paula Silva Gouveia Ementa A história da tipografia sob uma perspectiva ampla, que vai desde a concepção

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Resolução CNE/CEB 5154/04) Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Gráfica Qualificação

Leia mais

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S -

FORMATOS DE ARQUIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS NATIVOS FORMATOS DE ARQUIVOS GENÉRICOS. Produção Gráfica 2 A R Q U I V O S D I G I T A I S - Produção Gráfica 2 FORMATOS DE ARQUIVOS A R Q U I V O S D I G I T A I S - FORMATOS DE ARQUIVOS PARA IMAGEM BITMAPEADAS Uma imagem bitmapeada, uma ilustração vetorial ou um texto são armazenados no computador

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 170.3348.9 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA MATERIAIS E PROCESSOS GRÁFICOS I ETAPA 3ª CH ANO 2011 OBJETIVO

Leia mais

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total.

INSTRUÇÕES. O tempo disponível para a realização das duas provas e o preenchimento da Folha de Respostas é de 5 (cinco) horas no total. INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões. 1. Caderno de Questões Verifique se este Caderno de Questões contém a prova de Conhecimentos Específicos referente ao cargo

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE CONHECIMENTOS

Leia mais

P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e

P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e eventual correção anteriormente à impressão final. Existem vários tipos de prova de impressão e cada tipo recebe um nome

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Curso: 42501 Jornalismo Disciplina: Fotografia e Tratamento de Imagem Núcleo Temático: Aplicação processual Código da Disciplina: ENEX00474 Professor(es):

Leia mais

PUBLICIDADE GLOSSÁRIO DIAGRAMAÇÃO E PRODUÇÃO GRÁFICA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

PUBLICIDADE GLOSSÁRIO DIAGRAMAÇÃO E PRODUÇÃO GRÁFICA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA PUBLICIDADE DIAGRAMAÇÃO E PRODUÇÃO GRÁFICA GLOSSÁRIO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA GLOSSÁRIO PRODUÇÃO GRÁFICA A B C D Alceamento - arranjo de folhas ou cadernos na seqüência adequada para que as páginas fiquem

Leia mais

Sidnei Costa Souza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO

Sidnei Costa Souza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO Sidnei Costa Sza sid.nat@zaz.com.br RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO A imagem está em alta baixa resolução? Vai serrilhar/pixealizar a imagem? Estas são perguntas muito comuns em um bureau de saída de fotolito. Estas

Leia mais

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K

Configurando Color Sttings - no CS3 Shift + Ctrl + K GCR Photoshop CS3 Cores Digitais Primeiramente, vamos entender como é possível substituir o CMY por preto apenas nas áreas cinzas e escuras sem influenciar nas outras cores da foto. Quando um scanner captura

Leia mais

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA PUBLICIDADE & PROPAGANDA Prova Semestral --> 50% da nota final. Sistema de avaliação Atividades em laboratório --> 25% da nota final Exercícios de práticos feitos nos Laboratórios de informática.

Leia mais

ferramentas da imagem digital

ferramentas da imagem digital ferramentas da imagem digital illustrator X photoshop aplicativo ilustração vetorial aplicativo imagem digital 02. 16 imagem vetorial X imagem de rastreio imagem vetorial traduz a imagem recorrendo a instrumentos

Leia mais

Imagens Digitais Tratamento de Imagens

Imagens Digitais Tratamento de Imagens Imagens Digitais Imagens de Bitmap Bitmap = Mapa de Bits ou Imagens Raster São as imagens formadas por pixels em oposição às imagens vetoriais. Imagens de Bitmap Imagem de bitmap Imagem vetorial Imagens

Leia mais

CMs - Gestão de cor. josé gomes ferreira

CMs - Gestão de cor. josé gomes ferreira josé gomes ferreira CMs - Gestão de cor APRESENTAÇÃO A Gestão de Cor da captura à impressão! Conhecer e compreender a teoria da cor para a gestão de cor. A Luz e a sua natureza, os espaços de cor, etc.

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES PROVA ESCRITA

CADERNO DE QUESTÕES PROVA ESCRITA ETEC Prof. Alfredo de Barros Santos Guaratinguetá CONCURSO PÚBLICO DE PROFESSOR DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO - EDITAL Nº 026/03/2016 PROCESSO Nº 3101/2016 CADERNO DE QUESTÕES PROVA ESCRITA Nome do(a) candidato(a):

Leia mais

Desenvolver a capacidade do estudante de realizar projetos de design visual gráfico relacionados ao edifício e à cidade.

Desenvolver a capacidade do estudante de realizar projetos de design visual gráfico relacionados ao edifício e à cidade. AUP0340 PROJETO VISUAL GRÁFICO 2 o Semestre de 2015 Docente Profa. Dra. Daniela Kutschat Hanns Horaŕio Quartas-feiras,14:00 18:00 Cre ditos : 4 Créditos Trabalho: 1 Tipo: Semestral Ementa Desenvolver a

Leia mais

PROJETO GRÁFICO DE LIVRO SOBRE DICAS DE DESIGN EDITORIAL

PROJETO GRÁFICO DE LIVRO SOBRE DICAS DE DESIGN EDITORIAL UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC CAMPUS DE XANXERÊ DEZEMBRO DE 2010 EZEQUIEL BRUNETTO HABILITAÇÃO EM DESIGN GRÁFICO ORIENTADOR: PROF. CARLOS DAVI MATIUZZI DA SILVA TEMAPROBLEMA Desenvolver

Leia mais

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica A natureza da imagem fotográfica PRODUÇÃO GRÁFICA 2 Imagem digital - 1 Antes do desenvolvimento das câmeras digitais, tínhamos a fotografia convencional, registrada em papel ou filme, através de um processo

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Comunicação Social - Jornalismo Professor: Rodrigo Morais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Comunicação Social - Jornalismo Professor: Rodrigo Morais PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Comunicação Social - Jornalismo Professor: Rodrigo Morais agenciaoccam@gmail.com Período/ Fase: 4ª Semestre:

Leia mais

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 3)

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 3) Prof. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 3) Introdução A possibilidade de utilizarmos imagens, gráficos, desenhos e textos artísticos

Leia mais

CURSO DE DESIGN E TECNOLOGIA DAS ARTES GRÁFICAS ADEQUAÇÃO A BOLONHA

CURSO DE DESIGN E TECNOLOGIA DAS ARTES GRÁFICAS ADEQUAÇÃO A BOLONHA CURSO DE DESIGN E TECNOLOGIA DAS ARTES GRÁFICAS ADEQUAÇÃO A BOLONHA 1.º ANO Desenho 1.º Semestre A cadeira de Desenho visa dotar os alunos de uma sólida base de conhecimentos e promover acções específicas

Leia mais

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009

a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. Dezembro de 2009 16 a marca bematech Tudo o que você precisa para usar a marca. 17 Marca Dinâmica e evolutiva, a marca Bematech é formada pelo símbolo e logotipo. Suas elipses simbolizam a essência de uma empresa empreendedora.

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2013

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2013 PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2013 ENSINO TÉCNICO Escola Técnica de Carapicuíba Código: 0144 Município: Carapicuíba Eixo Tecnológico: Produção Cultural e Design Habilitação Profissional: Técnico em Comunicação

Leia mais

Quais são os modelos de copos?

Quais são os modelos de copos? Quais são os modelos de copos? Meucopo Eco 550ml Meucopo Eco 400ml Ref. MCE 550 Ref. MCE 400 81 mm 75 mm 160 mm 140 mm Matéria Prima: Polipropileno (PP 5) 100% (Isento de Bisfenol A) Acabamento: Fosco

Leia mais

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner 1 2 Qualidade na reprodução Originais Qualidade do original Separação de cores Fotolitos Chapas Tinta Papel Esse itens são fundamentais para que as cores não sejam modificadas na reprodução. 1- opacos

Leia mais

Taxa de Gravação da Memória RAM (MegaBytes / segundo) G5 2.7 Ghz (Mac) Linux Kernel 2.6 2799 1575

Taxa de Gravação da Memória RAM (MegaBytes / segundo) G5 2.7 Ghz (Mac) Linux Kernel 2.6 2799 1575 21 4 Análise É necessária uma análise criteriosa, que busque retornar as questões primordiais sobre o que é realmente preciso para a aquisição de uma plataforma de produção gráfica digital profissional.

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO. Unidade

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO. Unidade Código Unidade 042 Cód. Curso Curso 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL Habilitação Etapa Sem/Ano JORNALISMO 6ª 2º / 2009 Cód. Disc. Disciplina Créditos CH Sem Teoria Prática 121.3604.2 PLANEJAMENTO GRÁFICO EM JORNALISMO

Leia mais

Mídia Impressa X Mídia Eletrônica

Mídia Impressa X Mídia Eletrônica Diferenças entre Mídia Impressa e Eletrônica Resolução Web >> 72dpi Impressão >> 300dpi Padrão de cores Web >> RGB Impressão >> CMYK Tipos de Arquivos Web >> GIF / JPEG Impressão >> TIF / EPS Tamanho dos

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Curso PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO Disciplina PRODUÇÃO GRÁFICA I Código da Disciplina 120.3341.3 Professor(es) Norberto Gaudêncio Junior José Luiz

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

A cor e o computador. Teoria e Tecnologia da Cor. Unidade VII Pág. 1 /5

A cor e o computador. Teoria e Tecnologia da Cor. Unidade VII Pág. 1 /5 A cor e o computador Introdução A formação da imagem num Computador depende de dois factores: do Hardware, componentes físicas que processam a imagem e nos permitem vê-la, e do Software, aplicações que

Leia mais

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA Editores vetoriais são frequentemente contrastadas com editores de bitmap, e as suas capacidades se complementam. Eles são melhores para leiaute

Leia mais

alcuni blog e siti di tipografia algum blog e dominios da tipográfia

alcuni blog e siti di tipografia algum blog e dominios da tipográfia alcuni blog e siti di tipografia algum blog e dominios da tipográfia Italiano: Giò Fuga Type blog http://blog.giofugatype.com Progetto Italic http://www.progetto-italic.org/?feed=atom Type Tour Italia

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003647A - Projeto II

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003647A - Projeto II Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003647A - Projeto II Docente(s) Cassia Leticia Carrara Domiciano Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento de Design

Leia mais

Quadricromia. e as Retículas AM e FM

Quadricromia. e as Retículas AM e FM Quadricromia e as Retículas AM e FM A retícula A retícula tradicional ou convencional AM (Amplitude Modulada) é composta de pontos eqüidistantes e com dimensões variáveis. A retícula A retícula tradicional

Leia mais

Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa

Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa Centro de Formação de Associação de Escolas da Terceira São Jorge e Graciosa Ação n.º 31/12 «Tratamento de Imagem e Animação em Photoshop» (Registo de acreditação - DREFAçores/AAFCM/011/2012) 1. OBJETIVOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CÓDIGO NOME ( T - P ) COM 3001 PLANEJAMENTO GRÁFICO (3-1) OBJETIVOS - ao término

Leia mais

PLANO DE ENSINO I EMENTA

PLANO DE ENSINO I EMENTA PLANO DE ENSINO CURSO: Comunicação Social Publicidade e Propaganda Série: 4º semestre TURNO: Diurno e Noturno DISCIPLINA: Oficina De Criação E Redação CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4h/aula I EMENTA O curso instruirá

Leia mais

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010 Oficina de Multimédia B ESEQ 12º i 2009/2010 Conceitos gerais Multimédia Hipertexto Hipermédia Texto Tipografia Vídeo Áudio Animação Interface Interacção Multimédia: É uma tecnologia digital de comunicação,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de São Paulo PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES MESTRADO/DOUTORADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de São Paulo PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES MESTRADO/DOUTORADO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES MESTRADO/DOUTORADO PLANO DE ENSINO - 2014 DISCIPLINA: Relações entre Arte e Design na Contemporaneidade: diálogos, hibridismos e conflitos. PROFESSOR RESPONSÁVEL : Mônica

Leia mais

Aula 6 Fundamentos da fotografia digital

Aula 6 Fundamentos da fotografia digital Aula 6 Fundamentos da fotografia digital Fundamentos da fotografia digital: Câmeras digitais CCD e CMOS Resolução Armazenamento Softwares para edição e manipulação de imagens digitais: Photoshop e Lightroom

Leia mais

Imagem digital 2. Resolução x dimensão da imagem

Imagem digital 2. Resolução x dimensão da imagem Uma imagem bitmapeada é formada por um conjunto de pixels. gerados no momento da digitalização da imagem (através do scanner ou câmera digital). PRODUÇÃO GRÁFICA 2 Imagem digital 2 Resolução x dimensão

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B PLANIFICAÇÕES SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B 12º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Introdução à Programação Introdução Linguagens naturais e formais Algoritmos

Leia mais

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO 40 Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO A AmericaSkills, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta

Leia mais

Alguns métodos utilizados

Alguns métodos utilizados Alguns métodos utilizados TIF Algumas pessoas exportam o trabalho feito no Corel em formato TIF,que é um procedimento comum para impressão em jornais e publicações impressas. Para exportar desta forma

Leia mais

Referência de cores Fiery

Referência de cores Fiery 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. 11 de junho de 2014 Conteúdo 3 Conteúdo Introdução à referência de cores

Leia mais

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 1)

APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 1) Prof. Breno Leonardo G. de M. Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br APLICATIVOS GRÁFICOS (AULA 1) Com o advento dos sistemas operacionais utilizando-se de interfaces gráficas, ricas

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB. Professora Andréia Freitas

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB. Professora Andréia Freitas TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB Professora Andréia Freitas 2012 3 semestre Aula 03 MEMORIA, F. Design para a Internet. 1ª Edição. Rio de Janeiro:

Leia mais

Soluções Corel Transferência de Tecnologias

Soluções Corel Transferência de Tecnologias SP I PR I DF Soluções Corel Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos. STRATEGIC PARTNER Soluções Corel na ENG Suite de aplicativos gráficos CorelDRAW X5 A Suíte

Leia mais

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA.

UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. UM POUCO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA. Imagem digital é a representação de uma imagem bidimensional usando números binários codificados de modo a permitir seu armazenamento, transferência, impressão ou reprodução,

Leia mais

Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8

Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8 Sphinx Scanner Informações gerais V 5.1.0.8 Pré-requisitos: Possuir modalidade scanner no software Sphinx A SPHINX Brasil propõe uma solução de leitura automática de questionários por scanner. O Sphinx

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular TECNOLOGIAS DIGITAIS Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Design 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TECNOLOGIAS DIGITAIS

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO JANEIRO/2012 Introdução Este guia descreve os padrões, formatos e procedimentos a serem adotados na preparação e fechamento de

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013 Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Extensão E.E Índia Vanuíre Código: 9136 Município: Tupã (SP) Área profissional: Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio

Leia mais

Figura 74: No Inkscape é muito simples obter um conjunto base de objetos para compôr o rótulo

Figura 74: No Inkscape é muito simples obter um conjunto base de objetos para compôr o rótulo 94 5.3.4 Rótulos Rótulos podem ser classificados como etiquetas que são transferidas para os mais diversos tipos de produtos, como garrafas, latas, frascos, dentre uma infinidade de aplicações diferentes.

Leia mais

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO gráfica e editora MARGENS DE SEGURANÇA Utilize este QRcode para me adicionar à agenda de contatos do seu celular. Malires Gráfica 41 3346.6498 malires@malires.com.br www.malires.com.br

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Instalar o Software da Impressora... 2. Consulte o Manual do Usuário para obter informações e instruções detalhadas não abordadas neste manual.

Instalar o Software da Impressora... 2. Consulte o Manual do Usuário para obter informações e instruções detalhadas não abordadas neste manual. GUIA RÁPIDO para o utilizador do Windows Vista ÍNDICE Capítulo 1: REQUISITOS DO SISTEMA... 1 Capítulo 2:... 2 Instalar o Software da Impressora... 2 Instalar o Software para a Impressão em Rede... 5 Capítulo

Leia mais

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático.

19/11/2015. Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA. James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. Prof. Reginaldo Brito Um pouco de história antes... A FOTOGRAFIA Joseph-Nicéphore Niepce * França, (1765-1833) James Clerk Maxwell (1831 1879) Escócia (Reino Unido) físico, filósofo e matemático. 1826,

Leia mais

Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Glossário

Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Glossário Fiery Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Glossário 2004 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos das Avisos de caráter legal deste produto. 45044849

Leia mais

one year DESIGN GRÁFICO E INFOGRAFIA Coordenação Pedro Segreto Início 05/10/2015 Término 06/2016

one year DESIGN GRÁFICO E INFOGRAFIA Coordenação Pedro Segreto Início 05/10/2015 Término 06/2016 one year DESIGN GRÁFICO E INFOGRAFIA Coordenação Pedro Segreto Início 05/10/2015 Término 06/2016 Carga horária 200 horas Idioma Português Aulas Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 + alguns sábados das

Leia mais

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.: Lillian Alvares Aspectos Gerais O uso da tecnologia digital traz grandes perspectivas de trabalho para os arquivos

Leia mais

EMPRESAS. FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas

EMPRESAS. FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas EMPRESAS FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas ENQUADRAMENTO 1.1. DESIGNAÇÃO DA AÇÃO Adobe MUSE CC 2014 páginação WEB para esktop e dispositivos móveis. 1.2. PÚBLICO-ALVO - PME s das áreas criativas

Leia mais

PCP (Planejamento e Controle da Produção) para Indústria Gráfica segmento promocional e comercial

PCP (Planejamento e Controle da Produção) para Indústria Gráfica segmento promocional e comercial PCP (Planejamento e Controle da Produção) para Indústria Gráfica segmento promocional e comercial Publico Alvo: Gerentes de produção, profissionais de PCP e vendas e interessados em conhecer sobre o Planejamento

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO. Planificação anual

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO. Planificação anual Agrupamento de Escolas Júlio Dantas 1515 ESCOLA SECUNDÁRIA JÚLIO DANTAS LAGOS (00312) CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE DESIGN GRÁFICO Disciplina: sign Gráfico - 10ºH Professores: Mara Taquelim, Rui Calmeiro.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade Rubens de Souza Designer gráfico O designer gráfico desenvolve projetos ou planejamentos a partir de elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade específica de atingir

Leia mais

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão 1 Diferenças entre o CCD e o Filme: O filme como já vimos, é uma película de poliéster, coberta em um dos lados por uma gelatina de origem animal com partículas

Leia mais

CURSO ONLINE CORELDRAW ILUSTRAÇÃO DIGITAL PLANO DE CURSO

CURSO ONLINE CORELDRAW ILUSTRAÇÃO DIGITAL PLANO DE CURSO CURSO ONLINE CORELDRAW ILUSTRAÇÃO DIGITAL PLANO DE CURSO Objetivo: O Curso EAD - CorelDRAW - Ilustração digita tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a criação de desenhos, logotipos

Leia mais

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Professora Andréia Freitas 2012 7 semestre Aula 02 (1)AZEVEDO, Eduardo. Computação Gráfica, Rio de Janeiro: Campus, 2005 (*0) (2) MENEZES, Marco Antonio

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 5 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores ajuda você a entender como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida. Menu

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL GERENCIAMENTO DE COR CONFORME ISO 12647-2:2004 Buscando qualidade, agilidade e fidelidade nas cores dos materiais impressos aos nossos clientes, a Dinâmica

Leia mais

Ano letivo 2014/2015. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º

Ano letivo 2014/2015. Planificação Anual. Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B - Ano: 12º Código 401470 Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico Dr. Joaquim de Carvalho DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO Ano letivo 2014/2015 Planificação Anual Disciplina: APLICAÇÕES INFORMÁTICAS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 91 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE GED. MÁJORY MIRANDA majory.oliv@ufpe.br. VILDEANE BORBA vildeane.borba@gmail.com

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE GED. MÁJORY MIRANDA majory.oliv@ufpe.br. VILDEANE BORBA vildeane.borba@gmail.com UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CURSO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS GED MÁJORY MIRANDA majory.oliv@ufpe.br

Leia mais

PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO

PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO PORTAL PROCESSUAL E AJUIZAMENTO ELETRÔNICO A partir do dia 17/09/2012 foi disponibilizado, no site da SJES, o acesso ao Portal Processual, que consolida as principais funcionalidades do sistema de acompanhamento

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS TÉCNICOS CÓD. 04

PROVA DE CONHECIMENTOS TÉCNICOS CÓD. 04 8 PROVA DE CONHECIMENTOS TÉCNICOS CÓD. 04 QUESTÃO 21: Windows e MAC OS são: a) Sistemas operacionais b) Aplicativos c) Programas d) Utilitários QUESTÃO 22: A título de manutenção, é recomendado que se

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 5 Apresentação da Marca A marca completa, com slogan, deve ser a versão utilizada preferencialmente. Já a versão marca simplificada, sem o slogan, só será utilizada quando não

Leia mais

Mala-Direta Digital UpDate 29.09.2005 16:12 Page 1 REALIZAÇÃO

Mala-Direta Digital UpDate 29.09.2005 16:12 Page 1 REALIZAÇÃO Mala-Direta Digital UpDate 29.09.2005 16:12 Page 1 REALIZAÇÃO Mala-Direta Digital UpDate 29.09.2005 16:12 Page 2 DIGITAL UPDATE - 2005 Manter-se permanentemente atualizado em um mercado dinâmico, inovador

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: TÉCNICO EM PROGRAMAÇÃO DE JOGOS

Leia mais

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. 2 REFERENCIAL DE FORMAÇÃO O r g a n i z a ç ã o e m U n i d a d e s C a p i t a l i z á v e i s Área de Formação 213. Audiovisuais e Produção dos Media Itinerário de Formação 21301. Pré-impressão Saída

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO

DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO 40 A, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta ocupação na Competição.

Leia mais

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material MANUAL DE ENVIO DE MATERIAL 2013 Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material Resolução Formatos Conteúdo Prova de cor Layout Marcas de corte Cores Clique no número

Leia mais

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 2 - Conceitos básicos de produção gráfica professor Rafael Hoffmann Cor Modelos cromáticos - Síntese aditiva/cor-luz Isaac Newton foi o responsável pelo desenvolvimento da teoria das cores. Em

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012

FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012 FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Fotografia Digital e Pós-produção de imagem. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER O "Curso de Fotografia

Leia mais

Pré-Requisitos: Os alunos deverão ter conhecimentos aprofundados de desenho técnico e médios de aplicações de desenho vectorial e edição de imagem.

Pré-Requisitos: Os alunos deverão ter conhecimentos aprofundados de desenho técnico e médios de aplicações de desenho vectorial e edição de imagem. Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação: Técnicas de Representação Digital II Área Científica: Desenho (DES) Ciclo de Estudos: Licenciatura Carácter: Obrigatória Semestre: 4º ECTS: 6

Leia mais

Especificações Técnicas - Dicas, evitando erros

Especificações Técnicas - Dicas, evitando erros Especificações Técnicas - Dicas, evitando erros Recomendações que evitam os erros mais freqüentes Nunca utilize quadricromia para textos em preto, para evitar problemas de registro na impressão. Evite

Leia mais

DESIGNER GRÁFICO DIRETOR DE ARTE

DESIGNER GRÁFICO DIRETOR DE ARTE DESIGNER GRÁFICO DIRETOR DE ARTE OLÁ! Sou o Rodrigo Longo, paulista, pai de um molequinho que ama dinossauros, são paulino de coração, assistente de paisagista nas horas vagas e designer gráfico formado

Leia mais

Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão

Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão Provas com a mesma tecnologia, integridade de pontos e retículas do seu processo de impressão Com Chromedot você tem provas com pontos idênticos aos do CTP, fotocompositora ou clichê com lineatura de até

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP.

PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. PROCEDIMENTOS PARA CONVERSÃO DE IMAGENS DIGITALIZADAS EM DOCUMENTO PDF ÚNICO UTILIZANDO A IMPRESSORA FREEPDF XP. O objetivo deste manual é orientar os usuários do sistema de Processo Eletrônico a transformar

Leia mais