Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation"

Transcrição

1 Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Substitui a edição 01 do VBI de As alterações estão marcadas com um traço vertical (l) na margem. Nota: Sempre verifique a versão mais atualizada no site do VBI. Generalidades Cálculos e Especificações de Carga VM Cálculos e Especificações de Carga VM BRA62001 Data Edição 02 Pág. 1(8) All Rights Reserved

2 Instruções para Implementadores (8) Cálculos e Especificações de Carga Dados para cálculos Os implementos e equipamentos operacionais devem ser construídos observando as características de capacidade de carga e dimensões adequadas às especificações de cada modelo de veículo, para satisfazer as necessidades dos clientes, atender as legislações e garantir o bom desempenho e longevidade dos veículos. Os seguintes dados são necessários para o cálculo de cargas: Carga útil Distância entre-eixos Sempre verificar se as medidas finais de projeto, tais como peso, balanço traseiro e comprimento total, estão de acordo com os requisitos aprovados na legislação. C RA = carga útil no eixo traseiro WB = distância entre-eixos C RA = carga útil no eixo traseiro

3 Instruções para Implementadores (8) Carga útil A carga útil permitida sobre os eixos é calculada através da diferença entre a carga permitida e a tara: Carga útil no eixo dianteiro (FA) Carga útil no eixo traseiro (RA) Carga útil total (L) = carga permitida dianteira - tara dianteira = carga permitida traseira - tara traseira = FA + RA Carga permitida no eixo dianteiro e traseiro As cargas permitidas no eixo dianteiro e traseiro são limitadas pela legislação e pelas cargas técnicas especificadas pela Volvo. Sendo assim, quando efetuar os cálculos deve-se utilizar o menor valor. Nota! Não utilizar 100 % da capacidade de carga do eixo dianteiro. No entanto, para veículos rígidos deve-se fornecer uma capacidade de carga reserva ao eixo dianteiro para prevenir sobrecarga durante a descarga pela parte traseira do veículo. AVISO Os valores de capacidade de carga técnica permitidas no eixo dianteiro e traseiro podem ser encontrados nas Instruções para Implementadores - Cabina e Chassi. Tara A tara do veículo determina o peso sobre o eixo dianteiro e traseiro. Peso em Ordem de Marcha do veículo abastecido de todos os seus líquidos, óleos e fluídos, tanque de combustível cheio, caixa de ferramentas e extintor, com o peso do implemento ou equipamento operacional e sem ajudante e motorista. Nota! Quando o veículo for fornecido pela fábrica com implemento ou quando for um veículo Trator este valor já estará preenchido na plaqueta do CONTRAN. Para mais informações consultar as Instruções para Implementadores - Identificação VM. Nota! Quando o veículo for fornecido pela fábrica sem implemento este valor deverá ser encontrado pelo implementador através da pesagem do veículo após implementado, conforme condições acima.

4 Instruções para Implementadores (8) Distância entre-eixos Para os cálculos devem ser considerados a distâncias entre-eixos da seguinte forma: Veículos 4x2 considerar a própria distância entreeixos C WB = distância entre-eixos Veículos 6x2, 6x4, 8x2 e 8x4 considerar a distância entre-eixos teórica C C C

5 Instruções para Implementadores (8) Cálculo para veículo trator Para veículo trator é essencial determinar o posicionamento da quinta roda que deve estar montada a uma distância correta S do eixo traseiro, uma vez que a carga a ser aplicada ao pino rei será igual à carga útil total do veículo (dianteira + traseira). O valor de S também pode ser calculado utilizando a carga útil RA. Se for necessário fornecer uma tolerância de carga sobre os eixos para FA e RA, deve-se dividir pela metade a diferença entre os dois valores de S obtidos nos dois cálculos. Nota! Considerar os requisitos da legislação que influenciam os cálculos do balanço traseiro, comprimento total, etc. C S = Posicionamento da quinta roda WB = distância entre-eixos

6 Instruções para Implementadores (8) Cálculo para veículo rígido Para um veículo rígido é essencial determinar o comprimento B do implemento. Primeiramente, decidir qual a distância A entre o eixo dianteiro e a extremidade dianteira do implemento. Nota! Esta distância deve estar conforme os Desenhos do chassi do veículo e/ou as folhas de especificação para permitir a movimentação da cabina. Além disso, considerar os requisitos da legislação que influenciam os cálculos do balanço traseiro, comprimento total, etc. Em seguida efetuar o cálculo da distância S: Veículos 4x2 C S = distância da carga ao eixo traseiro WB = distância entre-eixos Veículos 6x2, 6x4, 8x2 e 8x4

7 Instruções para Implementadores (8) C S = distância da carga até entre os eixos traseiros C C S = distância da carga até entre os eixos traseiros Presume-se que a carga seja uniformemente distribuída e igual à carga útil total L. Sendo assim, o centro de gravidade da carga estará localizado em B/2 entre o início do implemento e a distância S, conforme ilustração. Então, metade do comprimento do implemento será: B/2 = WB - A - S (para veículos 4x2) B/2 = TWB - A - S (para veículos 6x2, 6x4, 8x2 e 8x4) Nota! Arredondar o comprimento calculado B para casa decimal do metro mais próxima.

8 Instruções para Implementadores (8) C Distribuição de cargas Cargas estáticas C C As cargas no quadro do chassi dependem do tipo de implemento. Como regra, a carga deve ser uniformemente distribuída, concentrada em uma distância curta, ou distribuída por vários pontos. Uma plataforma rígida, corretamente instalada, geralmente distribui a carga uniformemente sobre o quadro do chassi. A curva do momento de flexão da carga indica que os valores máximos estão no meio da distância entre eixos e entre os eixos traseiros. Se o veículo for 4x2 estará no meio da distância entre eixos e próximo ao eixo traseiro. C Cargas dinâmicas Durante a condução, o quadro do chassi é afetado por cargas dinâmicas provenientes da estrada e das manobras. A curva do momento de flexão é alterada e aumenta os valores máximos. Além disso, o chassi é influenciado por cargas laterais e torções. As cargas dinâmicas variam continuamente. T

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 12.05 95 01 1(6) Generalidades Cálculos e Especificações de Carga VM BRA18870 20 041552 Portuguese/Brazil

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 10.2011 95 01 1( 8 ) Características Construtivas Cabina e Chassi VM BRA50589 89034684 Portuguese/Brazil

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Substitui a edição 01 do VBI de 12.2005. As alterações estão marcadas com um traço vertical (l) na margem. Nota! Sempre verifique a versão mais atualizada

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 8.2011 95 02 1( 5 ) Generalidades Inspeção Final VM BRA49905 89028788 Portuguese/Brazil Printed in Brazil

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Substitui a edição 03 do VBI de 03.2012. As alterações estão marcadas com um traço vertical (l) na margem. Nota: Sempre verifique a versão mais atualizada

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Outros FM (4), FH (4) VM Instalação do tanque de combustível suplementar, página 2 BRA72445 Data 8.15 Edição 02 Pág. 1(7) All Rights Reserved Instalação

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Características Construtivas Tomada de Força VM Contents Generalidades, página 2 Tomada de força montada na caixa de mudanças, página 2 Tomada de

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 12.05 95 01 1(6) Instalações, Veículo Trator Quinta roda VM BRA18859 20 041541 Portuguese/Brazil Printed

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Volvo Trucks. Driving Progress Novo Volvo VM VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Força e capacidade acima da sua meta. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 12.05 95 01 1(11) Generalidades Identificação VM BRA18856 20 041538 Portuguese/Brazil Printed in Brazil Instruções

Leia mais

Sistema Cadastro Taras SCT

Sistema Cadastro Taras SCT Sistema Cadastro Taras SCT CONSIDERAÇÕES INICIAIS Senhor Contribuinte/Contador A Secretaria de Fazenda do Estado de Mato Grosso está implementando em seus principais pontos de fiscalização, inclusive Postos

Leia mais

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados,

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados, RESOLUÇÃO N o 323, DE 17 DE JULHO DE 2009 Estabelece os requisitos técnicos de fabricação e instalação de protetor lateral para veículos de carga. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados, resolve:

Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos de carga nacionais e importados, resolve: RESOLUÇÃO N o 152, DE 29 DE OUTUBRO DE 2003 Estabelece os requisitos técnicos de fabricação e instalação de pára-choque traseiro para veículos de carga. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando

Leia mais

DESCRIÇÃO VALOR UNIDADE Comprimento máximo

DESCRIÇÃO VALOR UNIDADE Comprimento máximo CAPA Na capa da Ficha Técnica devem estar claramente as informações para identificação da equipe, escola, número do carro, semelhante às capas utilizadas nos relatórios de projeto da competição nacional.

Leia mais

New Holland TL exitus

New Holland TL exitus New Holland TL exitus TL6OE TL75E TL85E TL95E 2 3 4 A agricultura está cada vez mais diversificada. A agricultura está cada vez mais New Holland. AS Máquinas new holland estão prontas para trabalhar com

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Volvo Trucks. Driving Progress novo Volvo VM DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Entregas garantidas e economia sempre. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

DESPACHO DATA SUBSTITUIÇÃO DE CERTIFICADO DE MATRÍCULA HOMOLOGAÇÃO CERTIDÃO APREENSÃO NIF EMISSOR ASSINATURA. Marca

DESPACHO DATA SUBSTITUIÇÃO DE CERTIFICADO DE MATRÍCULA HOMOLOGAÇÃO CERTIDÃO APREENSÃO NIF EMISSOR ASSINATURA. Marca DESPACHO ÁREA RESERVADA AOS SERVIÇOS DATA ano mês dia (RUBRICA) OS DADOS RECOLHIDOS SÃO DE PREENCHIMENTO OBRIGATÓRIO E PROCESSADOS AUTOMATICAMENTE DESTINANDO-SE À PROSSECUÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES LEGALMENTE

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

Estrada de Rodagem Lei de Balança

Estrada de Rodagem Lei de Balança Estrada de Rodagem Lei de Balança Prof. Dr. Rodrigo de Alvarenga Rosa rodrigoalvarengarosa@gmail.com (27) 9941-3300 1 Modo Rodoviário - Pesos e Dimensões A legislação vigente para pesos e dimensões dos

Leia mais

Introdução ao estudo dos tratores agrícolas

Introdução ao estudo dos tratores agrícolas Instituto de Tecnologia-Departamento de Engenharia IT 154 Motores e Tratores Introdução ao estudo dos tratores agrícolas Professor: Carlos Alberto Alves Varella Doutor em Engenharia Agrícola E-mail: varella.caa@gmail.com

Leia mais

OPERAÇÃO DE TRANSITO EM EVENTOS

OPERAÇÃO DE TRANSITO EM EVENTOS OPERAÇÃO DE TRANSITO EM EVENTOS OPERAÇÃO DE TRANSITO EM EVENTOS Definição e Responsabilidades Em conformidade com a LEI nº 14.072 de 18 de outubro de 2005, qualquer EVENTO somente poderá ser iniciado após

Leia mais

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código Pará Pag.: 1 001835 LOCAÇÃO DE VEICULO UTILITÁRIO CAMIONETE 1.500,0000 DIA PICK-UP 4X4 Cabine Dupla, Potência Mínima de 120 CV, Direção Hidráulica, Ar-Condicionado,Bancos Reclináveis, Freio a Disco nas

Leia mais

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial - INMETRO Portaria nº 70, de 08 de maio de 1996 O Presidente do Instituto Nacional

Leia mais

Art. 4º A responsabilidade pela inscrição e conteúdo dos pesos e capacidades, conforme estabelecido no Anexo desta Resolução será:

Art. 4º A responsabilidade pela inscrição e conteúdo dos pesos e capacidades, conforme estabelecido no Anexo desta Resolução será: RESOLUÇÃO Nº 290, DE 29 DE AGOSTO DE 2008 Disciplina a inscrição de pesos e capacidades em veículos de tração, de carga e de transporte coletivo de passageiros, de acordo com os artigos 117, 230- XXI,

Leia mais

Caminhões basculantes. Design PGRT

Caminhões basculantes. Design PGRT Informações gerais sobre caminhões basculantes Informações gerais sobre caminhões basculantes Os caminhões basculantes são considerados como uma carroceria sujeita à torção. Os caminhões basculantes são

Leia mais

Valtra Vol. Linha Média 10/1/09 11:27 AM Page 1. www.valtra.com.br BM 100. Foto meramente ilustrativa. Valtra é uma marca mundial da AGCO.

Valtra Vol. Linha Média 10/1/09 11:27 AM Page 1. www.valtra.com.br BM 100. Foto meramente ilustrativa. Valtra é uma marca mundial da AGCO. Valtra Vol. Linha Média 10/1/09 11:27 AM Page 1 www.valtra.com.br BM 100 Valtra é uma marca mundial da AGCO. Foto meramente ilustrativa. Valtra Vol. Linha Média 10/1/09 11:27 AM Page 2 Características

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995

CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995 CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 805, DE 24 DE OUTUBRO DE 1995 Estabelece os requisitos técnicos mínimos do pára-choque traseiro dos veículos de carga O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO, usando

Leia mais

Caminhões de coleta de lixo. Informações gerais sobre caminhões de coleta de lixo. Design PGRT

Caminhões de coleta de lixo. Informações gerais sobre caminhões de coleta de lixo. Design PGRT Informações gerais sobre caminhões de coleta de lixo Informações gerais sobre caminhões de coleta de lixo Os caminhões de coleta de lixo podem ser construídos como carregadores traseiros, laterais ou dianteiros.

Leia mais

RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO

RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO RTQ 32 - PÁRA-CHOQUE TRASEIRO DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS - CONSTRUÇÃO, ENSAIO E INSTALAÇÃO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Siglas e Abreviaturas

Leia mais

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial-INMETRO

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial-INMETRO Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial-INMETRO Portaria nº 059, de 19 de março de 1993. O Presidente do Instituto Nacional

Leia mais

SISTEMA DE CADASTRO DE TARAS - SCT

SISTEMA DE CADASTRO DE TARAS - SCT SISTEMA DE CADASTRO DE TARAS - SCT 1 O contribuinte e o contabilista terão acesso ao Sistema de Cadastro de Taras SCT, através do Menu Principal conforme tela abaixo: Figura 1 2 Posteriormente, ao clicar

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 8.2011 95 01 1( 6 ) Eletricidade Instalação de sistemas de rastreamento/monitoramento não instalados/desenvolvidos

Leia mais

Gerência de Compra GERÊNCIA DN FORNECEDOR

Gerência de Compra GERÊNCIA DN FORNECEDOR 1 1 12/01116 NOMENCLATURA: CAMINHÃO 4X2, DESTINADO AO TRANSPORTE DE CARGAS RODOVIÁRIAS EM ÁREAS URBANAS DE CURTA E MÉDIA DISTÂNCIAS A SER IMPLEMENTADO COM CARROCERIA FECHADO TIPO FURGAO (BAÚ), EM DURALUMINIO/FIBRA

Leia mais

Lastragem do trator Agrícola Lastragem Prof. Luiz Atilio

Lastragem do trator Agrícola Lastragem Prof. Luiz Atilio do trator Agrícola FORMAS PARA AUMENTAR A ADERÊNCIA ENTRE O RODADO E O SOLO: - Aumento da área de contato: - Pneu mais largo - Rodagem dupla -: - Lastro Líquido ( água nos pneus) - Lastro metálico ( pesos

Leia mais

Tipos de tratores agrícolas

Tipos de tratores agrícolas Tratores Agrícolas Tipos de tratores agrícolas Tratores agrícolas São máquinas projetadas para tracionar, transportar e fornecer potência para máquinas e implementos agrícolas. O desenvolvimento de tratores

Leia mais

Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s

Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s Que competências, dados e informações são necessárias para estruturar e fazer funcionar um departamento de obtenção de AET`s Competências Dimensionamento do veículo É o ato de deminar a melhor combinação

Leia mais

PORTARIA Nº 127 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008

PORTARIA Nº 127 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 PORTARIA Nº 127 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 Estabelece procedimento adicional à concessão de código marca/modelo/versão a veículos classificados na espécie misto, tipo utilitário, carroçaria jipe, com motores

Leia mais

Recomendações de Segurança do Trabalho

Recomendações de Segurança do Trabalho Recomendações de Segurança do Trabalho Localização e Sinalização dos Extintores Recomendações de Segurança do Trabalho Localização e Sinalização dos Extintores: Apresentação As recomendações aqui descritas

Leia mais

GP18-050LX. Fabricadas no Brasil. As empilhadeiras ideais para as mais variadas operações com carga de 1.800 até 2.500kg

GP18-050LX. Fabricadas no Brasil. As empilhadeiras ideais para as mais variadas operações com carga de 1.800 até 2.500kg GP18-050LX As empilhadeiras ideais para as mais variadas operações com carga de 1.800 até 2.500 Fabricadas no Brasil Empilhadeiras Contrabalançadas Nova família Yale LX contrabalançada com operador sentado

Leia mais

RAMPAS NIVELADORAS E PONTES DE LIGAÇÃO

RAMPAS NIVELADORAS E PONTES DE LIGAÇÃO RAMPAS NIVELADORAS E PONTES DE LIGAÇÃO RAMPA NIVELADORA REFRAL / OPG ELECTROHIDÁULICA LÁBIO REBATÍVEL Rampa niveladora electrohidráulica REFRAL / OPG para uso intensivo. Fabricada em conformidade EN 1398.

Leia mais

PORTA-PALETES PARA APLICAÇÕES ESPECÍFICAS

PORTA-PALETES PARA APLICAÇÕES ESPECÍFICAS Porta-Paletes Manuais Porta-Paletes Elétricos Porta-Paletes de Tesoura Porta-Paletes em Inox Porta-Paletes com Balança Porta-Paletes TODO-O-TERRENO Porta-Paletes Aplicações Específicas Compre Produtos

Leia mais

UMA CENTRAL DE FORÇA CLARAMENTE MAIS EFICAZ PONSSE BUFFALO

UMA CENTRAL DE FORÇA CLARAMENTE MAIS EFICAZ PONSSE BUFFALO UMA CENTRAL DE FORÇA CLARAMENTE MAIS EFICAZ PONSSE BUFFALO UMA FORÇA INCOMPARÁVEL TRAÇÃO EM TODOS OS TIPOS DE TERRENO Além da atualização do motor, o PONSSE Buffalo 2015 trás muitas outras melhorias. Otimizamos

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total ANEXO III 1 ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013 Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total 1 CAMINHÃO TOCO COM CAPACIDADE DE CARGA ÚTIL VARIANDO DE 10.000 A 12.000KG. DEVERÁ COMPOR

Leia mais

HELI. MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100

HELI. MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100 HELI MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t Painel de Instrumentos Digital Limpo e fácil de ler Leitura instantânea ao ligar Layout ergonômico CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100 Torre de ampla visão As empilhadeiras

Leia mais

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial- INMETRO

Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial- INMETRO Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial- INMETRO Portaria nº 059, de 19 de março de 1993 O Presidente do Instituto Nacional

Leia mais

Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários

Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários Ônibus Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários Informação à imprensa 22 de setembro de 2014 Mercedes-Benz para renovação de frota Dos mais de 1.000 ônibus da frota do grupo Cometa, cerca de 85% são

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA Manual de Operação e Manutenção LG958L/LG959 ADVERTÊNCIA Os operadores e o pessoal de manutenção devem ler este manual com cuidado e entender as instruções antes de usar a carregadeira de rodas, para evitar

Leia mais

A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA

A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA A BICICLETA E O EQUIPAMENTO DO CICLISTA NOVAS REGRAS DE POSICIONAMENTO PARA 2014 - Apenas a bike será verificada (Não é mais necessário o ciclista); - O ciclista estará livre para escolher uma das duas

Leia mais

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Lançamento de ônibus Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Informação à imprensa 26 de agosto de 2014 Chassis O 500 RSD 6x2 e RSDD 8x2, com 2º eixo direcional de

Leia mais

c Publicada no DOU de 2-9-2003.

c Publicada no DOU de 2-9-2003. RESOLUÇÃO DO CONTRAN N o 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de

Leia mais

Segurança dos Pneus. Data de validade

Segurança dos Pneus. Data de validade Segurança dos Pneus Dirigimos diariamente e quase nunca prestamos atenção a uma das partes mais importantes do automóvel, O PNEU. Veja a seguir como ler e entender a fabricação e o uso correto de um pneu.

Leia mais

Manual de Instruções e Catálogo de Peças

Manual de Instruções e Catálogo de Peças 1 Manual de Instruções e Catálogo de Peças Mk-GT 800 2 ÍNDICE Apresentação... 03 Normas de Segurança... 04 Componentes... 07 Engate / Montagem... 08 Preparação p/trabalho... 09 Cuidados... 10 Manutenção...11

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO XXIV PROVA DE ARRANCADA INTERNACIONAL DE CAMINHÕES EM BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA / SC 1 - DAS INSCRIÇÕES DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2014 REGULAMENTO GERAL 1.1 - As inscrições poderão

Leia mais

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Carregadeira LW300K Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Qualidade, confiabilidade e força, aliada ao baixo consumo de combustível. A Pá-carregadeira LW300K

Leia mais

Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água

Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água Veículos destinados ao combate a incêndio, irrigação do solo, lavagem e transporte de água Transporte eficaz de água potável ou não potável. Usado no abastecimento residencial, reservas ambientais, obras,

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 210 DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 210 DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 210 DE 13 DE NOVEMBRO DE 2006 Estabelece os limites de peso e dimensões para veículos que transitem por vias terrestres e dá outras providências.

Leia mais

LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 8T CS 4X2

LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 8T CS 4X2 LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 8T CS 4X2 SUMÁRIO 1 OBJETO... 3 2 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS DO VEÍCULO... 3 3 OBSERVAÇÕES NA PROPOSTA...4 4 FORNECIMENTO...5 5 GARANTIA...6 2/6 1 OBJETO Caminhão

Leia mais

MINI USE A IMAGINAÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO.

MINI USE A IMAGINAÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. USE A IMAGINAÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. Fundada em 1862, a Changan foi uma das pioneiras da industrialização moderna na China. A Changan tem uma história de mais de um século e é uma empresa de primeira linha

Leia mais

Maksolo Implementos e Peças Agrícolas Manual Pá Carregadeira. Manual de Instruções e Catálogo de Peças

Maksolo Implementos e Peças Agrícolas Manual Pá Carregadeira. Manual de Instruções e Catálogo de Peças 1 Manual de Instruções e Catálogo de Peças 2 ÍNDICE Apresentação... 03 Normas de Segurança... 04 Componentes... 06 Engate / Regulagens... 07 Operação... 08 Cuidados... 10 Identificação... 11 Certificado

Leia mais

KIT HIDRÁULICO CARREGA TUDO

KIT HIDRÁULICO CARREGA TUDO KIT HIDRÁULICO CARREGA TUDO MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. APRESENTAÇÃO PARABÉNS! Você acaba de adquirir um produto Lycos. Desenvolvido e fabricado para atender todos os requisitos de ergonomia

Leia mais

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR * Algumas fotos podem incluir equipamentos opcionais. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado HSL650 7A/HSL850-7A NOVAS Minicarregadeiras Hyundai HSL650-7A/HSL850-7A

Leia mais

b) veículos com reboque ou semi-reboque, exceto caminhões: 39,5 t;

b) veículos com reboque ou semi-reboque, exceto caminhões: 39,5 t; Limites de peso bruto em função do comprimento: O peso bruto total ou peso bruto total combinado, respeitando os limites da capacidade máxima de tração - CMT da unidade tratora determinada pelo fabricante

Leia mais

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON MF 86 HS Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON 2 www.massey.com.br 4 tipos de versões e o maior número de vantagens Alavanca de múltipla ação no carregador frontal Plataforma para o operador

Leia mais

CONTROLE DA POLUIÇÃO DO AR - PROCONVE/PROMOT RESOLUÇÃO CONAMA nº 15 de 1995

CONTROLE DA POLUIÇÃO DO AR - PROCONVE/PROMOT RESOLUÇÃO CONAMA nº 15 de 1995 RESOLUÇÃO CONAMA nº 15, de 13 de dezembro de 1995 Publicada no DOU n o 249, de 29 de dezembro de 1995, Seção 1, páginas 22876-22877 Correlações: Altera a Resolução n os 18/86 e 3/89 para os limites de

Leia mais

Laudo Técnico. Belo Horizonte, 22 de outubro de 2014. Retificação ao Laudo Técnico emitido no dia 18 de setembro de 2014. Considerar o presente laudo.

Laudo Técnico. Belo Horizonte, 22 de outubro de 2014. Retificação ao Laudo Técnico emitido no dia 18 de setembro de 2014. Considerar o presente laudo. Laudo Técnico Belo Horizonte, 22 de outubro de 2014 Retificação ao Laudo Técnico emitido no dia 18 de setembro de 2014. Considerar o presente laudo. 1) Solicitante: Associação Brasileira de Frigoríficos

Leia mais

FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID. Green light for efficiency

FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID. Green light for efficiency FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID Green light for efficiency RENTABILIDADE E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL Quando os desafios e tarefas dos transportes modernos se juntam às exigências europeias

Leia mais

Plaina Frontal VALTRA VL. 60-190 cv. sua máquina. *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA.

Plaina Frontal VALTRA VL. 60-190 cv. sua máquina. *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA. Plaina Frontal VALTRA VL 60-190 cv *FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA. sua máquina. de trabalho. TECNOLOGIA E EFICIÊNCIA NA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS Menor concentração de massa (peso) na parte frontal gera menor

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira.

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. 1 OBJETIVO: Definir requisitos mínimos para: Operação; Inspeção; Qualificação do operador. 2 INTRODUÇÃO GENERALIDADES Existem basicamente

Leia mais

Análise da pesagem de veículos em movimento com cargas líquidas

Análise da pesagem de veículos em movimento com cargas líquidas Análise da pesagem de veículos em movimento com cargas líquidas Authors: Luciano Bruno Faruolo, MSc. Inmetro - Divisão de Instrumentos de Medição de Massa. Realization: Introdução Transporte de carga líquida,

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE TERRAPLENAGEM

EQUIPAMENTOS DE TERRAPLENAGEM EQUIPAMENTOS DE TERRAPLENAGEM Unidades de tração ou tratores Representa a máquina matriz da terraplenagem. Trator: Unidade autônoma. Executa a tração ou empurra outros equipamentos para o aumento da tração

Leia mais

PLANILHA DE PROPOSTA

PLANILHA DE PROPOSTA 0001 010360 CAMINHAO 150 CV PBT 8.000 KG cilindros, potência mínima de 150 CV, peso bruto total (PBT) homologado de no mínimo 8.000 kg, capacidade de carga útil mais carroceria de no mínimo, 4.700 kg,

Leia mais

Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação)

Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação) Resolução 363/2010 (processo administrativo autuação) SEM ALTERAÇÕES (VIDE COMENTÁRIOS EM www.bizuario.blogspot.com E www.bizuario.com ). Resolução 364/2010 (dispositivo antifurto) Capítulo 1.12 696-31

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS

MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS ALTOSUL INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA Fone /Fax (47) 3533-5330 Rua Presidente Nereu, 1300 Ituporanga-sc - Cep 88400-000 Sumario Sumario... 1 A Empresa... 2 Contatos... 2

Leia mais

DIRETORIA DE INFRA-ESTRUTURA RODOVIÁRIA COORDENAÇÃO GERAL DE OPERAÇÕES RODOVIÁRIAS

DIRETORIA DE INFRA-ESTRUTURA RODOVIÁRIA COORDENAÇÃO GERAL DE OPERAÇÕES RODOVIÁRIAS DIRETORIA DE INFRA-ESTRUTURA RODOVIÁRIA COORDENAÇÃO GERAL DE OPERAÇÕES RODOVIÁRIAS QUADRO DE FABRICANTES DE VEÍCULOS 2008 ÍNDICE: ITEM DESCRIÇÃO 01. Introdução... 02. Classificação de Veículos... 03. Definições...

Leia mais

a) Peso Bruto Total Combinado - PBTC igual ou inferior a 74 toneladas;

a) Peso Bruto Total Combinado - PBTC igual ou inferior a 74 toneladas; RESOLUÇÃO CONTRAN Nº 211, de 13/11/2006 Requisitos necessários à circulação de Combinações de Veículos de Carga - CVC, a que se referem os arts. 97, 99 e 314 do Código de Trânsito Brasileiro - CTB. O CONSELHO

Leia mais

Colhedora de cana A4000

Colhedora de cana A4000 Colhedora de cana A4000 Inovação sem limites. Uma marca registrada da case ih. A Case IH é referência mundial no segmento sucroenergético. Com mais de 50 anos de conhecimento e experiência no setor, a

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E TRANSPORTES GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS Disciplina: Logística

Leia mais

Sugerimos cada IMPLEMENTADOR ter cópia do texto original das leis, resoluções e normas referentes ao tipo de implementação que executa.

Sugerimos cada IMPLEMENTADOR ter cópia do texto original das leis, resoluções e normas referentes ao tipo de implementação que executa. Cap. 3 - Regulamentação ÍNDICE 01 - Introdução 02 - Lei da Balança 03 - Lei 9.503/97 Código de Trânsito Brasileiro de 23/09/97 04 - Como andar dentro da lei 05 - PBT (Peso Bruto Total) 06 - PBTC (Peso

Leia mais

CORPOS RÍGIDOS: As forças que actuam num corpo rígido podem ser divididas em dois grupos:

CORPOS RÍGIDOS: As forças que actuam num corpo rígido podem ser divididas em dois grupos: CORPOS RÍGIDOS: As forças que actuam num corpo rígido podem ser divididas em dois grupos: 1. Forças externas (que representam as acções externas sobre o corpo rígido) 2. Forças internas (que representam

Leia mais

Nova versão Actros 2546 6x2 Estradeiro

Nova versão Actros 2546 6x2 Estradeiro Nova versão Actros 2546 6x2 Estradeiro São Bernardo do Campo, Dezembro 2012 Equipe VCM T internal 1 Mercado Extrapesados Rodoviários (1/2) Mercado de extrapesados rodoviários amadurece e segmento 6x2 ganha

Leia mais

Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações. Pavimentadora de Concreto SP 850

Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações. Pavimentadora de Concreto SP 850 Pavimentadora da classe de 10 m com uma ampla gama de aplicações Pavimentadora de Concreto SP 850 Pavimentadora de concreto SP 850 para uma pavimentação em concreto com qualidade superior Ampla variedade

Leia mais

Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual

Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual Especificação Técnica para Aquisição e Locação de Veículos, no âmbito da Administração Estadual REPRESENTAÇÃO - Veículo sedan, zero quilômetro, fabricação nacional, ano 2013, modelo 2013 ou posterior,

Leia mais

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO O mais novo caminhão militar brasileiro é o Mercedes-Benz 1720 A, versão militarizada do modelo civil recentemente lançado no Brasil. O

Leia mais

LOTE 01 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CAMINHONETE DE CARGA MÉDIA CD 4X4 CARROCERIA ORIGINAL

LOTE 01 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CAMINHONETE DE CARGA MÉDIA CD 4X4 CARROCERIA ORIGINAL LOTE 01 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CAMINHONETE DE CARGA MÉDIA CD 4X4 CARROCERIA ORIGINAL SUMÁRIO 1 OBJETO... 3 2 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS DO VEÍCULO... 3 3 OBSERVAÇÕES NA PROPOSTA... 5 4 FORNECIMENTO...

Leia mais

21.12.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 353/31

21.12.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 353/31 21.12.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 353/31 REGULAMENTO (UE) N. o 1230/2012 DA COMISSÃO de 12 de dezembro de 2012 que dá execução ao Regulamento (CE) n. o 661/2009 do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

CARREGADORAS DE RODAS VOLVO MANUSEIO DE BLOCOS

CARREGADORAS DE RODAS VOLVO MANUSEIO DE BLOCOS CARREGADORAS DE RODAS VOLVO MANUSEIO DE BLOCOS A VOLVO PROCESSA BLOCOS HÁ MUITO TEMPO Com a ajuda da Volvo é fácil movimentar grandes e pesados blocos com facilidade e efi cácia. Com efeito, as manuseadoras

Leia mais

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS

GERENCIAMENTO DE VEÍCULOS 1. OBJETIVO Estabelecer o procedimento padrão a ser implementado na Irapuru Transportes Ltda quanto ao gerenciamento (solicitação e programação) de veículos (carretas e cavalos) da frota própria bem como

Leia mais

Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM

Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM Dispositivo de ancoragem com braço giratório SkyORB TM Descrição O Miller SkyORB TM é um dispositivo de ancoragem portátil com braço giratório especialmente projetado para sistemas de elonamento, carregamento/

Leia mais

LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 4T CS 4X2

LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 4T CS 4X2 LOTE 01 CAMINHÃO LEVE PBT MÍNIMO DE 4T CS 4X2 SUMÁRIO 1 OBJETO...3 2 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS DO VEÍCULO...3 3 OBSERVAÇÕES NA PROPOSTA...5 4 FORNECIMENTO...5 5 GARANTIA...6 2/6 1 OBJETO Caminhão

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº258. 30 DE NOVEMBRO DE 2007

RESOLUÇÃO Nº258. 30 DE NOVEMBRO DE 2007 RESOLUÇÃO Nº258. 30 DE NOVEMBRO DE 2007 Regulamenta os artigos 231, X e 323 do Código Trânsito Brasileiro, fixa metodologia de aferição de peso de veículos, estabelece percentuais de tolerância e dá outras

Leia mais

Artigo Descrição Núm. do artigo Cabo de conexão universal Cabo de conexão, fêmea-fêmea, universal

Artigo Descrição Núm. do artigo Cabo de conexão universal Cabo de conexão, fêmea-fêmea, universal Cabos Os cabos de tomada que se utilizam são especialmente robustos, fabricados por Amphenol (serie C 16 1/7pin) ou Binder (serie 693/7pin) para as balanças WL 103 e Fischer (tipo 104/4pin) para a WL 104.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. Mensagem de veto Vide texto compilado Institui o Código de Trânsito Brasileiro. O PRESIDENTE

Leia mais

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

METALÚRGICA MORAIS & FILHOS, S.A.

METALÚRGICA MORAIS & FILHOS, S.A. POLIBENNE PLB20 METALÚRGICA MORAIS & FILHOS, S.A. CONSTRUÇÃO O POLIBENNE Este equipamento foi desenvolvido para o manuseamento de cargas, dos mais variados tipos e que se encontram acondicionados nos mais

Leia mais

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,,

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, http://www.mercedistas.com/forum/index.php?topic=2123.0 (1 sur 9) [18/02/2009 22:47:31] Accelo O Mercedinho que toda a cidade quer Os caminhões leves Accelo,

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA REABILITAÇÃO/AMPLIAÇÃO DAS ESCOLAS BÁSICAS DO 1º CICLO E PRÉ-ESCOLAR DE PORTO DE MÓS PARA CENTRO ESCOLAR PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETROMECÂNICAS DE TRANSPORTE DE PESSOAS_PLATAFORMA Projeto de Instalações

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E TRANSPORTES GESTÃO DE FROTAS E OPERAÇÃO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS Disciplina: Logística

Leia mais