Poder de Compra Concelhio

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Poder de Compra Concelhio"

Transcrição

1 Poder de Compra Concelhio

2 Síntese A presente análise baseia-se no índice de poder de compra per capita retirado das últimas duas versões do Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio (EPCC). A versão do EPCC editada em 2004 reporta-se na sua grande maioria à informação estatística referente aos anos de 2001 e A versão recentemente publicada (Setembro de 2007) decorre da informação relativa aos anos de 2004 e O Índice de poder de compra per capita é um número índice com o valor 100 na média do país, que compara o poder de compra manifestado quotidianamente, em termos per capita, nos diferentes municípios e regiões. Como grandes destaques a nível de Regiões (Nuts II): Em 2005, Lisboa e Algarve são as únicas regiões do país que superam a média nacional. Entre as restantes cinco regiões, é na região Autónoma da Madeira que o indicador mais se aproxima da média nacional. Seguem-se as regiões do Alentejo, Norte, Centro e Açores. O valor do IPC das regiões Norte e Centro reflecte os fortes contrastes existentes no seio destas regiões, onde coexistem concelhos com elevado IPC (associados a territórios urbanos do litoral) e concelhos com valores mais baixos do país. Como grandes destaques a nível de Sub-Regiões (Nuts III): Em 2005, Grande Lisboa, Península de Setúbal, Grande Porto e Baixo Mondego são as únicas sub-regiões do país que superam a média nacional (anexo p.26) Pinhal Interior Sul continua a ser a sub-região com menor poder de compra (anexo p.26) Em relação a 2002, três sub-regiões vêem o seu poder de compra baixar: Grande Lisboa, Grande Porto e Serra da Estrela (anexo p.28) A sub-região da Lezíria do Tejo apresenta o maior aumento de poder de compra, quer em termos de crescimento percentual (15%) quer em termos de lugar no ranking: sobe quatro posições, passando do 10º lugar em 2002 para o 6º em (anexo p.28) A sub-região de Baixo Vouga vê a maior quebra de posição no ranking, baixando quatro lugares: de 6º lugar em 2002 passa para 10º em Como grandes destaques a nível de Concelhos: Lisboa é o município com maior poder de compra do país (116% acima daquela). Resende passou a ser o município com menor poder de compra do país (apesar do IPC ter crescido 6%) (anexo p.31). Seis municípios capital de distrito não atingem a média nacional de IPC: Guarda, Leiria Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu. Alcochete é o concelho que regista o maior crescimento de poder de compra (69%). (anexo p.35) Ribeira Grande é o município que mais sobe em termos de posição no ranking: sobe 105 lugares, passando de 292º para 187º. (anexo p.42) Corvo é o concelho que mais desce, quer em termos de índice de poder de compra quer em termos de lugar no ranking: baixa 29% e desde 172 posições, passando do 122º lugar para o 294º (anexo p.38/40). 3

3 Regiões NUTS e 2005 ÍNDICE PODER DE COMPRA PER CAPITA Portugal Lisboa Algarve R.A. Madeira Norte Centro R.A.Açores Lisboa Algarve R. A. Madeira Norte Centro R. A. Açores Em 2002 e 2005, apenas as regiões de Lisboa e Algarve apresentam um poder de compra per capita superior à média nacional. Lisboa tem, em 2005, um poder de compra per capita 37% acima da média do país e o Algarve 13%. Pelo contrário, a Região Autónoma dos Açores regista o menor poder de compra estando 18% abaixo da média do país. TAXA DE CRESCIMENTO DO PODER DE COMPRA PER CAPITA Entre (%) 15% 11% 6% 5% No entanto, Lisboa é a única região do país que apresenta uma quebra no poder de compra em relação a 2002: -15%. A Região Autónoma da Madeira apresenta o maior crescimento (15%) seguida da região Autónoma dos Açores (11%) 2% -8% R. A. Madeira R. A. Açores Centro Algarve Norte Lisboa 4

4 Distrito: BRAGA ÍNDICE PODER DE COMPRA PER CAPITA em O concelho de Braga apresenta o maior poder de compra do distrito sendo o único que se encontra acima da média nacional Terras de Bouro é o concelho com menor poder de compra do distrito e o 3º menor do país, situando-se 53% abaixo da média nacional Braga Vila N.Fam alicão Esposende Guim arães Vizela Barcelos Fafe Póvoa Lanhoso Am ares Vila Verde Vieira do Minho Cabeceiras Basto Celorico Basto T. Bouro TAXA DE CRESCIMENTO DO PODER DE COMPRA PER CAPITA Entre Esposende apresenta o maior crescimento de poder de compra do distrito. 18 % 16 % 14 % 12 % Terras de Bouro e Vizela são os únicos concelhos do distrito que registam decréscimos no poder de compra. O Concelho de Terras de Bouro que, em 2002, se posicionava em 286º lugar no ranking dos maiores concelhos com poder de compra do país, desce 20 lugares, posicionando-se em antepenúltimo (anexo p.42). Quanto a Celorico de Basto que em 2002 era o concelho que apresentava o menor poder de compra do país sobe 6 posições (16%) situando-se em 302ºlugar no ranking (anexo p. 40). 9% 8% 8% 7% 6% 5% 5% 5% -2% -4% Esposende Celorico Basto Barcelos V.N.Fam alicão Vila Verde Am ares Guim arães Braga Fafe Cabeceiras Basto Póvoa Lanhoso Vieira Minho Vizela Terras Bouro 7

5 Distrito: LISBOA ÍNDICE PODER DE COMPRA PER CAPITA em O concelho de Lisboa apresenta o maior poder de compra do distrito e do país, estando 116% acima da média nacional Cadaval é o concelho com menor poder de compra situando-se 34% abaixo da média nacional Lisboa Oeiras Cascais Loures Amadora Vila Franca de Xira Mafra Sintra Odivelas Alenquer Arruda dos Vinhos Torres Vedras Azambuja Lourinhã Sobral de Monte Agraço Cadaval TAXA DE CRESCIMENTO DO PODER DE COMPRA PER CAPITA Entre % 18% 17% 15% 14% 14% 11% Alenquer apresenta o maior crescimento de poder de compra do distrito. Subiu 22 lugares no ranking dos maiores concelhos com poder de compra do país, passando de 78º para 56º(anexo p.39). 8% 6% 0% -2% -3% -4% -9% Lisboa apresenta o maior decréscimo no poder de compra do distrito, mantendo, no entanto, o 1º lugar no ranking dos maiores IPC do país. Em termos de crescimento percentual desce 22%, colocando-se em 2º maior decréscimo de IPC do país, logo a seguir ao concelho de Corvo (anexo p.38). -13% -22% Alenquer Mafra Arruda dos Vinhos Azambuja Vila Franca de Xira Lourinhã Cadaval Torres Vedras Sobral de Monte Agraço Sintra Loures Cascais Oeiras Odivelas Amadora Lisboa 15

6 Distrito: PORTO ÍNDICE PODER DE COMPRA PER CAPITA em O concelho do Porto apresenta o maior poder de compra do distrito e o 3º do país, estando 64% acima da média nacional. Também os concelhos de Matosinhos e Maia superam a média nacional Baião é o concelho com menor poder de compra situando-se 51% abaixo da média nacional Porto Matosinhos Maia Vila Nova de Gaia Gondomar Vila do Conde Póvoa do Varzim Valongo Felgueiras Trofa Santo Tirso Paredes Paços de Ferreira Penafiel Amarante Marco de Canavezes Lousada Baião TAXA DE CRESCIMENTO DO PODER DE COMPRA PER CAPITA Entre % 24% 15% Felgueiras apresenta o maior crescimento de poder de compra do distrito: cresceu 27% sendo o 6º maior crescimento do país (anexo p.35). No ranking dos maiores concelhos com poder de compra do país, Felgueiras subiu 67 lugares, passando do 162º em 2002, para o 95º em 2005 (anexo p.40). Também Paredes cresce 24% apresentando o 10º maior crescimento do país. Em termos de posição no ranking sobe 80 lugares, de 251º para 171º (a 2º maior alteração). 10 % 8% 8% 6% 5% 5% 4% 4% 3% 3% 2% -2% -4% Porto apresenta o maior decréscimo (-17%) no poder de compra do distrito e o 3º a nível nacional logo a seguir aos concelhos de Corvo e Lisboa (anexo p.38). No ranking dos maiores IPC do país passa de 2º em 2002, para 3º em 2005, sendo ultrapassado pelo concelho de Oeiras (anexo p.42). -9% -17% Felgueiras Paredes Vila Conde Gondomar Maia Lousada Baião Penafiel Trofa Am arante Marco Canavezes Póvoa Varzim Santo Tirso Vila N Gaia Paços Ferreira M atosinhos Valongo Porto 17

7 2005 Ranking: ÍNDICE DE PODER DE COMPRA PER CAPITA Grande Lisboa 145,6 26 NUTS 3 Península de Setúbal 115,7 Grande Porto 111,4 Baixo M ondego 103,4 Pinhal Litoral 90,4 Lezíria do Tejo 89,9 Oeste Alentejo Central Beira Interior Sul Baixo Vouga Alentejo Litoral M édio Tejo Cávado 88,2 88,2 87,8 85,9 85,7 83,4 82,5 Índice - Portugal = 100 Alto Alentejo 81,9 Entre Douro e Vouga 79,5 Cova da Beira 77,4 Baixo Alentejo 77,0 Ave 74,6 Dão-Lafões 71,6 M inho-lima 70,7 Beira Interior Norte 70,4 Alto Trás-os-M ontes 69,1 Douro 67,5 Pinhal Interior Norte 63,2 Serra da Estrela 61,7 Tâmega 61,6 Pinhal Interior Sul 57,

8 Ranking: ÍNDICE DE PODER DE COMPRA PER CAPITA 2002 Grande Lisboa 167,1 27 NUTS 3 Grande Porto 117,4 Península de Setúbal 101,5 Baixo M ondego 99,1 Pinhal Litoral 84,8 Baixo Vouga 83 Alentejo Central Beira Interior Sul Oeste Lezíria do Tejo Alentejo Litoral M édio Tejo Alto Alentejo 81,6 79,3 79,2 78,4 77,9 76,6 75,3 Índice - Portugal = 100 Cávado 75 Cova da Beira 73 Entre Douro e Vouga 72,3 Ave 69,6 Dão-Lafões 68,3 Baixo Alentejo 68,1 Beira Interior Norte 68 M inho-lima 67,1 Alto Trás-os-M ontes 65 Douro 64,7 Serra da Estrela 62,8 Pinhal Interior Norte 60,5 Tâmega 55,8 Pinhal Interior Sul

PORTA 65 JOVEM RESULTADOS DO 2 E 3º PERÍODOS DE CANDIDATURAS (15 Abril 15 Maio 08)

PORTA 65 JOVEM RESULTADOS DO 2 E 3º PERÍODOS DE CANDIDATURAS (15 Abril 15 Maio 08) PORTA 65 JOVEM RESULTADOS DO 2 E 3º PERÍODOS DE CANDIDATURAS (15 Abril 15 Maio 08) Candidaturas submetidas na plataforma 5 508 Candidaturas aprovadas 4 156 1. Situação das 5508 candidaturas submetidas

Leia mais

Protocolos firmados no âmbito das Autarquias: Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens

Protocolos firmados no âmbito das Autarquias: Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens 1 Abrantes Santarém 2 Águeda Aveiro 3 Albufeira Faro 4 Alcanena Santarém 5 Alcobaça Leiria 6 Alcoutim Faro 7 Alenquer Lisboa 8 Alfândega da Fé Bragança 9 Aljustrel Beja 10 Almada Setúbal 11 Almodôvar Beja

Leia mais

RESULTADOS PRELIMINARES DOS CENSOS DE 2001 UMA ANÁLISE

RESULTADOS PRELIMINARES DOS CENSOS DE 2001 UMA ANÁLISE RESULTADOS PRELIMINARES DOS CENSOS DE 2001 UMA ANÁLISE Organização e Execução do Trabalho de Campo Em Março de 2001 decorreu o XIV Recenseamento Geral da População e o IV Recenseamento Geral da Habitação.

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ ACES/ CONCELHO. Administração Regional de Saúde do Norte, I.P.

IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ ACES/ CONCELHO. Administração Regional de Saúde do Norte, I.P. IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ ACES/ CONCELHO Administração Regional de Saúde do Norte, I.P. Entre Douro e Vouga II Aveiro Norte Oliveira de Azeméis 4 Porto I St Tirso/ Trofa Trofa 1

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ ACES/ CONCELHO,

IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ ACES/ CONCELHO, IDENTIFICAÇÃO DOS 774 POSTOS DE TRABALHO POR ARS/ / CONCELHO, para efeitos de ordenação, por ordem, decrescente das preferências dos candidatos abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 29/2001, ou seja, com incapacidade

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos Rede Oferta de Adultos 2017-2018 Formação de Português para Falantes de Outras Línguas () _julho 18 DSR CIM / AM NUT III Distrito Concelho Entidade Promotora Alentejo Alentejo Central Alentejo Central

Leia mais

Centro Norte Litoral que (des) continuidades

Centro Norte Litoral que (des) continuidades Centro Norte Litoral. que (des) continuidades no norte centro litoral? 1 Evolução da População Residente 1991 Norte 3472715 3687293 3689713 Norte Litoral 1830979 1981427 1992779 Norte interior 473936 445186

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos Rede Oferta de Adultos 2017-2018 Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA ESCOLAR DSR CIM / AM NUT III Distrito Concelho Entidade Promotora Alentejo Alentejo Central Alentejo Central Évora Estremoz

Leia mais

Poder de compra mais elevado associado aos territórios urbanos, destacando-se a Grande Área Metropolitana de Lisboa, o Algarve e o Grande Porto

Poder de compra mais elevado associado aos territórios urbanos, destacando-se a Grande Área Metropolitana de Lisboa, o Algarve e o Grande Porto Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2005 Número VII Edição de 2007 14 de Setembro de 2007 Poder de compra mais elevado associado aos territórios urbanos, destacando-se a Grande Área Metropolitana

Leia mais

ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO

ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO Quadro 1. Inquérito ao Consumo de Substâncias Psicoactivas na População Geral CEOS/IDT 2007: Distribuição da Amostra por Região NUTS II -A- População Total

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos DSR CIM / AM NUT III Distrito Concelho Entidade Promotora Código UO (Unidade Orgânica) Código DGEEC A1 A1 + A2 PFOL B1 B1 + B2 TOTAL Oferta de adultos em continuidade Sim Não Alentejo Alentejo Central

Leia mais

EXECUÇÃO do PRODER. Jovens Agricultores (Ação 1.1.3) , , , ,69

EXECUÇÃO do PRODER. Jovens Agricultores (Ação 1.1.3) , , , ,69 EXECUÇÃO do PRODER AÇÃO Nº (só Prémio) JOVENS AGRICULTORES Nº (com Investimento) Nº BENEFICIÁRIOS PRÉMIO APROVADO INVESTIMENTO MONTANTES APROVADOS SUBSÍDIO DESPESA PÚBLICA REALIZADA (PRÉMIO + SUBSÍDIO)

Leia mais

Juízes a considerar Movimento PGD Comarca Município Secções Amares Local 1 DIAP Família e Menores 2 Barcelos

Juízes a considerar Movimento PGD Comarca Município Secções Amares Local 1 DIAP Família e Menores 2 Barcelos PGD Comarca Município Secções Juízes a considerar Movimento 2016-2017 Efetivos Auxiliares Aveiro Águeda / Execução 1 Albergaria a Velha Anadia Local 1 Arouca Local 1 / 1 Central Cível 3 Aveiro Central

Leia mais

ESTUDO SOBRE O PODER DE COMPRA CONCELHIO Análise Sumária dos Resultados para a Região Norte

ESTUDO SOBRE O PODER DE COMPRA CONCELHIO Análise Sumária dos Resultados para a Região Norte ESTUDO SOBRE O PODER DE COMPRA CONCELHIO Análise Sumária dos Resultados para a Região Norte ANTÓNIO EDUARDO PEREIRA* Sendo a terceira região do país com maior nível de poder de compra per capita, o Norte

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos Rede Oferta de Adultos 2017-2018 Formação de Português para Falantes de Outras Línguas () Rede homologada _ Atualização _ 17 abril Alentejo Alentejo Central Alentejo Central Évora Évora Agrupamento de

Leia mais

Mapa de Vagas para ingresso em área de especialização - Concurso IM 2015

Mapa de Vagas para ingresso em área de especialização - Concurso IM 2015 23.11.2015 Mapa de Vagas para ingresso em área de especialização - Concurso IM 2015 Anatomia Patológica Centro Hospitalar de São João, EPE 2 Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil,

Leia mais

EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL

EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2009 Em 2009, dos 308 municípios portugueses, 39 apresentavam, relativamente

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos Rede Oferta de Adultos 2017-2018 Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA ESCOLAR - DSR - Atualizada a 07 de novembro DSR CIM / AM NUT III Distrito Concelho Entidade Promotora Alentejo Alentejo Central

Leia mais

Uma nova métrica da. lista de utentes baseada em Unidades Ponderadas e Ajustadas (UPA)

Uma nova métrica da. lista de utentes baseada em Unidades Ponderadas e Ajustadas (UPA) Uma nova métrica da lista de utentes baseada em Unidades Ponderadas e Ajustadas (UPA) Adequar a dimensão da lista de utentes para garantir a qualidade dos cuidados e a segurança dos doentes APMGF 2018

Leia mais

Mapa de Vagas - Concurso IM2009-A (ingresso na formação específica) Medicina Geral e Familiar

Mapa de Vagas - Concurso IM2009-A (ingresso na formação específica) Medicina Geral e Familiar Instituição de Colocação Administração Regional de Saúde do Norte (ACES/ULS) Alto Trás os Montes I - Nordeste (sede Bragança) Normal Centro de Saúde de Miranda do Douro 1 Centro de Saúde de Mirandela 3

Leia mais

Mapa de Vagas - IM B

Mapa de Vagas - IM B Mapa de s - IM 2013- B Anestesiologia Centro Hospitalar de São João, EPE 1 Cardiologia Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, EPE 1 05-03-2013 / 17:04 1 / 17 Cirurgia Geral Hospital de Braga 1 Centro Hospitalar

Leia mais

Em 2009, 39 Municípios apresentavam um Poder de Compra per capita acima da média nacional

Em 2009, 39 Municípios apresentavam um Poder de Compra per capita acima da média nacional Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2009 10 de novembro de 2011 Em 2009, 39 Municípios apresentavam um Poder de Compra per capita acima da média nacional Em 2009, dos 308 municípios portugueses, 39

Leia mais

Rede Oferta de Adultos

Rede Oferta de Adultos Rede Adultos 2017-2018 Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA ESCOLAR - 31 agosto 2017 Alentejo Alentejo Central Alentejo Central Évora Estremoz ES Rainha Santa Isabel, Estremoz 402643 704665 0

Leia mais

1.1 Municípios por NUTS III, distrito/ra e CCR/RA (2001, Municípios por ordenação alfabética)

1.1 Municípios por NUTS III, distrito/ra e CCR/RA (2001, Municípios por ordenação alfabética) 1.1 Municípios por NUTS III, distrito/ra e CCR/RA ABRANTES Médio Tejo Santarém Lisboa e Vale do Tejo Continente ÁGUEDA Baixo Vouga Aveiro Centro Continente AGUIAR DA BEIRA Dão-Lafões Guarda Centro Continente

Leia mais

Mapas de Ruído e equipamento de medição - apoio financeiro

Mapas de Ruído e equipamento de medição - apoio financeiro Mapas de Ruído e equipamento de medição - apoio financeiro O ex-instituto do Ambiente e actualmente a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) tem vindo a comparticipar os Municípios e as Associações de Municípios

Leia mais

A COMPETITIVIDADE DA REGIÃO DO NORTE: EXPORTAÇÕES E TERRITÓRIO

A COMPETITIVIDADE DA REGIÃO DO NORTE: EXPORTAÇÕES E TERRITÓRIO A COMPETITIVIDADE DA REGIÃO DO NORTE: EXPORTAÇÕES E TERRITÓRIO Exportações excecionais, investimento sofrível Exportações a pesar 45% no PIB: a grande transformação A economia só regressa a 2008 em

Leia mais

A diversidade das famílias com descendência numerosa. Vasco Ramos ICS-UL / OFAP

A diversidade das famílias com descendência numerosa. Vasco Ramos ICS-UL / OFAP 1 A diversidade das famílias com descendência numerosa Vasco Ramos ICS-UL / OFAP 2 Objectivos Definição de famílias com descendência numerosa Como definir famílias com descendência numerosa? Linhas de

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLÓGICA Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, E.P.E. Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Compromisso de Formação 1 ANATOMIA PATOLÓGICA Hospital Divino Espirito Santo - Ponta Delgada

Leia mais

Promoção da Mobilidade, Transportes e Logística na Região do Norte CONCRETA REABILITAR/ HABITAR EXPONOR 21 OUT 2009 ANTÓNIO PÉREZ BABO

Promoção da Mobilidade, Transportes e Logística na Região do Norte CONCRETA REABILITAR/ HABITAR EXPONOR 21 OUT 2009 ANTÓNIO PÉREZ BABO Promoção da Mobilidade, Transportes e Logística na Região do Norte Nº Viagens / pessoa. dia INDICADORES 1 padrão de mobilidade RN antes do metro na AMP Repartição das Viagens Diárias por Modo de Transporte

Leia mais

ANEXOS 79. As doenças são referidas e ordenadas pelos respectivos códigos da CID-10.

ANEXOS 79. As doenças são referidas e ordenadas pelos respectivos códigos da CID-10. ANEXOS 79 O Anexo 1 é constituído por quadros que apresentam as taxas de incidência, por 100 000 habitantes, das doenças de declaração obrigatória com casos notificados em 2000, por Regiões de Saúde e

Leia mais

ANO LETIVO 2018/2019 Agrupamento de Escolas ou Escolas não Agrupadas com atribuição de Nível III

ANO LETIVO 2018/2019 Agrupamento de Escolas ou Escolas não Agrupadas com atribuição de Nível III Escolas de Amares Escola Secundária de Amares Norte Braga Voleibol Iniciado Masculino Escolas D. Maria II, Vila Nova de Famalicão Escola Básica D. Maria II Norte Braga Atletismo Iniciado Masculino Escolas

Leia mais

Comissões da Qualidade e Segurança 2ª Reunião (fevereiro 2014) Alexandre Diniz Anabela Coelho Artur Paiva Filipa Homem Christo

Comissões da Qualidade e Segurança 2ª Reunião (fevereiro 2014) Alexandre Diniz Anabela Coelho Artur Paiva Filipa Homem Christo Comissões da Qualidade e Segurança 2ª Reunião (fevereiro 2014) Alexandre Diniz Anabela Coelho Artur Paiva Filipa Homem Christo Avaliação da Cultura de Segurança do Doente nos Hospitais É necessário que

Leia mais

REDE DE GABINETES DE INSERÇÃO PROFISSIONAL VAGAS A APROVAR

REDE DE GABINETES DE INSERÇÃO PROFISSIONAL VAGAS A APROVAR REDE DE GABINETES DE INSERÇÃO PROFISSIONAL 2019-2021 VAGAS A APROVAR DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE e CTEF ALTO TÂMEGA CTEF BRAGA CTEF BRAGANÇA CHAVES BRAGA BRAGANÇA MACEDO DE CAVALEIROS BOTICAS 1 MONTALEGRE

Leia mais

Alojamentos Cablados por Regiões

Alojamentos Cablados por Regiões 10 R E D E S D E D I S T R I B U I Ç Ã O P O R C A B O Penetração das Redes de Distribuição por Cabo Regiões(Dec-Lei nº 244/2002) Assinantes TV em % do total de alojamentos 1 Aloj. cablados em % do total

Leia mais

Plataformas Supraconcelhias Norte Atualizado em:

Plataformas Supraconcelhias Norte Atualizado em: SEGURANÇA SOCIAL Plataformas Supraconcelhias Norte Atualizado em: 17-11-2014 Plataformas Supraconcelhias As Plataformas Territoriais, como órgão da Rede Social, foram criadas com o objetivo de reforçar

Leia mais

Tempos Máximos de Resposta Garantidos no SNS

Tempos Máximos de Resposta Garantidos no SNS Tempos Máximos de Resposta Garantidos no SNS NACIONAL Percentagem de 1 a Consulta Hospitalar e de realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) As entidades hospitalares com percentagens

Leia mais

Em 2011, dos 308 municípios portugueses, 36 apresentavam, relativamente ao indicador do poder de compra per

Em 2011, dos 308 municípios portugueses, 36 apresentavam, relativamente ao indicador do poder de compra per Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2011 08 de novembro de 2013 36 municípios com um poder de compra per capita acima da média nacional e mais de metade do poder de compra do país concentrado nas

Leia mais

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO MARÇO-2018 URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO 05-04-2018 CONTEÚDO EVOLUÇÃO DAS URGÊNCIAS HOSPITALARES... 3 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR E PERÍODO HOMÓLOGO)... 4 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR

Leia mais

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO DEZEMBRO-2017 URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO 05-01-2018 CONTEÚDO EVOLUÇÃO DAS URGÊNCIAS HOSPITALARES... 3 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR E PERÍODO HOMÓLOGO)... 4 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO

Leia mais

Código Escola/Agrupamento Concelho Zona Pedagógica Tipo de Necessidade Grupo de Recrutamento Número de Horas

Código Escola/Agrupamento Concelho Zona Pedagógica Tipo de Necessidade Grupo de Recrutamento Número de Horas Código Escola/Agrupamento Concelho Zona Pedagógica Tipo de Necessidade Grupo de Recrutamento Número de Horas Data Final Colocação Data final de candidatura 403192 Escola Secundária Poeta Al Berto, Sines

Leia mais

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS COM INÍCIO EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS COM INÍCIO EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS COM INÍCIO EM 2016/2017 - REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS DSR CIM Concelho Entidade Promotora/Formadora Alentejo Baixo Alentejo Moura Escola Profissional de Moura

Leia mais

PCP. Partido Comunista Português CDS-PP. CDS Partido Popular PPD/PSD. Partido Social Democrata. Partido Socialista PCTP/MRPP

PCP. Partido Comunista Português CDS-PP. CDS Partido Popular PPD/PSD. Partido Social Democrata. Partido Socialista PCTP/MRPP 29 - setembro - 2013 Símbolos dos órgãos autárquicos e denominações, siglas e símbolos dos partidos políticos, coligações permanentes de partidos e coligações de partidos para fins eleitorais legalizados

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLÓGICA ANATOMIA PATOLÓGICA Hospital Garcia de Orta, GENETICA MEDICA Centro Hospitalar Lisboa Central, HEMATOLOGIA CLINICA Hospital Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, Hospital Divino Espírito

Leia mais

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO AGOSTO-2018 URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO 05-09-2018 CONTEÚDO EVOLUÇÃO DAS URGÊNCIAS HOSPITALARES... 3 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR E PERÍODO HOMÓLOGO)... 4 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR

Leia mais

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO JULHO-2018 URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO 05-08-2018 CONTEÚDO EVOLUÇÃO DAS URGÊNCIAS HOSPITALARES... 3 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR E PERÍODO HOMÓLOGO)... 4 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR

Leia mais

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO

URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO FEVEREIRO-2019 URGÊNCIA HOSPITALAR - SONHO 05-03-2019 CONTEÚDO EVOLUÇÃO DAS URGÊNCIAS HOSPITALARES... 3 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO ANTERIOR E PERÍODO HOMÓLOGO)... 4 URGÊNCIAS HOSPITALARES (PERÍODO

Leia mais

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2014 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO)

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2014 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO) ABRANTES MÉDIO TEJO 335,00 469,00 590,00 AGUEDA BAIXO VOUGA 369,00 502,00 647,00 AGUIAR DA BEIRA DÃO LAFÕES 335,00 469,00 590,00 ALANDROAL ALENTEJO CENTRAL 369,00 502,00 647,00 ALBERGARIA-A-VELHA BAIXO

Leia mais

Coesão e Demografia Um olhar para o futuro. José Manuel Martins, Eduardo Castro Universidade de Aveiro

Coesão e Demografia Um olhar para o futuro. José Manuel Martins, Eduardo Castro Universidade de Aveiro Coesão e Demografia Um olhar para o futuro José Manuel Martins, Eduardo Castro Universidade de Aveiro 1 Tendências demográficas O que devemos esperar Previsões obtidas considerando Cenários de crescimento

Leia mais

Censos População residente que trabalha ou estuda, segundo as entradas, saídas e sexo, por municipio

Censos População residente que trabalha ou estuda, segundo as entradas, saídas e sexo, por municipio Censos 2011 - População residente que trabalha ou estuda, segundo as entradas, saídas e sexo, por municipio NUTS1 COD NUT1 DSG NUTS2 NUT2 DSG NUTS3 NUT3 DSG MUNICIPIO COD MUNICIPIO DSG POPULAÇÃO QUE ENTRA

Leia mais

Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2015

Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2015 Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2015 10 de novembro de 2017 Poder de Compra per capita acima da média nacional em 33 dos 308 municípios portugueses e nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto

Leia mais

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2017 DE ACORDO COM O DISPOSTO NA PORTARIA N.º 277-A/2010, DE 21 DE MAIO (ORDENADA POR MUNICÍPIO)

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2017 DE ACORDO COM O DISPOSTO NA PORTARIA N.º 277-A/2010, DE 21 DE MAIO (ORDENADA POR MUNICÍPIO) ABRANTES MÉDIO TEJO 337,00 472,00 594,00 AGUEDA BAIXO VOUGA 371,00 505,00 651,00 AGUIAR DA BEIRA DÃO LAFÕES 337,00 472,00 594,00 ALANDROAL ALENTEJO CENTRAL 371,00 505,00 651,00 ALBERGARIA-A-VELHA BAIXO

Leia mais

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2013 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO)

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2013 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO) ABRANTES MÉDIO TEJO 331,00 464,00 584,00 AGUEDA BAIXO VOUGA 365,00 497,00 640,00 AGUIAR DA BEIRA DÃO LAFÕES 331,00 464,00 584,00 ALANDROAL ALENTEJO CENTRAL 365,00 497,00 640,00 ALBERGARIA-A-VELHA BAIXO

Leia mais

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2018 DE ACORDO COM O DISPOSTO NA PORTARIA N.º 277-A/2010, DE 21 DE MAIO (ORDENADA POR MUNICÍPIO)

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2018 DE ACORDO COM O DISPOSTO NA PORTARIA N.º 277-A/2010, DE 21 DE MAIO (ORDENADA POR MUNICÍPIO) ABRANTES MÉDIO TEJO 341 478 601 AGUEDA BAIXO VOUGA 376 511 659 AGUIAR DA BEIRA DÃO LAFÕES 341 478 601 ALANDROAL ALENTEJO CENTRAL 376 511 659 ALBERGARIA-A-VELHA BAIXO VOUGA 376 511 659 ALBUFEIRA ALGARVE

Leia mais

CENSOS 2001 Resultados Preliminares para a Região do Norte

CENSOS 2001 Resultados Preliminares para a Região do Norte Informação à Comunicação Social 26 de Junho de 2001 CENSOS 2001 Resultados Preliminares para a Região do Norte De acordo com resultados preliminares dos Censos 2001, a população residente na Região Norte

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLÓGICA Centro Hospitalar da Cova da Beira, E.P.E. Instituto Português Oncologia de Coimbra Francisco Gentil, E.P.E. ANATOMIA PATOLÓGICA Hospitais Universidade de Coimbra - E.P.E. ANATOMIA

Leia mais

Zona Norte. Estágio Duração Local do Estágio Pediatria Geral I 13 meses Serviço de Pediatria

Zona Norte. Estágio Duração Local do Estágio Pediatria Geral I 13 meses Serviço de Pediatria Pediatria Médica Idoneidade e Capacidade Formativa de Serviços, para os Estágios do Internato Complementar de Pediatria no ano 2019, atribuídas pela Direcção do Colégio de Especialidade de Pediatria Setembro

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLÓGICA IMUNOHEMOTERAPIA IMUNOHEMOTERAPIA Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, E.P.E. Centro Hospitalar de Lisboa Norte (Santa Maria, E.P.E. e Pulido Valente, E.P.E.) Centro Hospitalar

Leia mais

Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE

Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE Idoneidade e de Serviços, para os Estágios do Internato Complementar de Pediatria no ano 2019, atribuídas pela Direcção do Colégio de Especialidade

Leia mais

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/2017 - REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS DSR CIM Concelho Entidade Promotora/Formadora Alentejo Alentejo Litoral Odemira Escola Profissional de

Leia mais

Total de Atendimentos nos Serviços de Urgência. junho 2015 junho

Total de Atendimentos nos Serviços de Urgência. junho 2015 junho Total de Atendimentos nos Nacional 1.064.998 1.180.473 588.372 188.456 173.229 ARS Norte ARS Centro ARS Lisboa e Vale do Tejo ARS Alentejo ARS Algarve Grupo B 93.208 65.173 70.966 56.880 54.209 49.614

Leia mais

Municípios por distrito (entre 15/09/1998 e 10/08/1999) - NUTS 1998 (nível II e III) Municípios por distrito NUTS 1998

Municípios por distrito (entre 15/09/1998 e 10/08/1999) - NUTS 1998 (nível II e III) Municípios por distrito NUTS 1998 Municípios por distrito (entre 15/09/1998 e 10/08/1999) - NUTS 1998 (nível II e III) Municípios por distrito NUTS 1998 01 Aveiro 0101 Águeda 102 Centro 10 Baixo Vouga 01 Aveiro 0102 Albergaria-a-Velha

Leia mais

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP 121617 Agrupamento de Escolas de Aquilino Ribeiro Porto Salvo 400 História 20 400 22 08 2011 Oeiras Lisboa Ocidental 170719 Agrupamento

Leia mais

ANO LETIVO 2018/2019 Agrupamento de Escolas ou Escolas não Agrupadas com atribuição de Nível III

ANO LETIVO 2018/2019 Agrupamento de Escolas ou Escolas não Agrupadas com atribuição de Nível III Escolas Alberto Sampaio, Braga Escola Secundária de Alberto Sampaio Norte Braga Desportos Gímnicos Vários Misto Escolas António Correia de Oliveira, Esposende Escola Básica António Correia de Oliveira

Leia mais

SNS Eficiência. Dados a setembro de Nacional

SNS Eficiência. Dados a setembro de Nacional Custos Operacionais por doente padrão Nacional Média Nacional de Custos por doente padrão (2.821 ) ARS Norte ARS Centro ARS Lisboa e Vale do Tejo ARS Alentejo ARS Algarve 2.642 2.793 2.975 2.991 3.057

Leia mais

Custos Operacionais por doente padrão. Custos por doente padrão (euros) n.d. n.d

Custos Operacionais por doente padrão. Custos por doente padrão (euros) n.d. n.d Custos Operacionais por doente padrão Nacional Média Nacional de Custos por doente padrão (2.845 ) ARS Norte ARS Centro ARS Lisboa e Vale do Tejo ARS Alentejo ARS Algarve 2.658 2.820 3.000 3.013 3.133

Leia mais

Máquinas Colectivas Parkeon Lista de Instalações em Portugal

Máquinas Colectivas Parkeon Lista de Instalações em Portugal Total de Máquinas Instaladas Ano de Instalação Nº Máquinas 5345 1992 2 1993 41 Número de Explorações 1994 20 128 1995 171 1996 187 1997 271 1998 281 1999 346 2000 254 2001 178 2002 208 2003 265 2004 211

Leia mais

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/ REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE JOVENS A INICIAR EM 2016/2017 - REDE DE OFERTA - ESCOLAS PRIVADAS DSR CIM Concelho Entidade Promotora/Formadora Alentejo Baixo Alentejo Moura Escola Profissional de Moura

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLÓGICA ANATOMIA PATOLÓGICA Hospital Garcia de Orta, ESTOMATOLOGIA GENETICA MEDICA Centro Hospitalar de Lisboa Norte, GENETICA MEDICA Centro Hospitalar Lisboa Central, HEMATOLOGIA CLINICA Hospital

Leia mais

Competição Europeia da Estatística Fase Nacional

Competição Europeia da Estatística Fase Nacional Competição Europeia da Estatística Fase Nacional Nome da equipa: SétimoTOP Escola: Externato Santa Joana Região: Norte Categoria: B Objetivos da exploração/análise Este trabalho pretende caracterizar o

Leia mais

O RATING MUNICIPAL PORTUGUÊS (RMP) 2019

O RATING MUNICIPAL PORTUGUÊS (RMP) 2019 O RATING MUNICIPAL PORTUGUÊS (RMP) 2019 PAULO CALDAS O RATING MUNICIPAL PORTUGUÊS (RMP) 2019 Os Resultados e Implicações Políticas do RMP São apresentados de seguida os resultados obtidos na avaliação

Leia mais

Relatório de monitorização trimestral de energia, água e resíduos

Relatório de monitorização trimestral de energia, água e resíduos 4º Trimestre de Despacho n.º 4860/, de 9 de abril Elaborado por: Grupo de Trabalho do PEBC-ECO.AP Índice 1 Introdução... 4 2 Enquadramento... 4 3 Metodologia... 5 4 Informação Recebida... 5 5 Monitorização

Leia mais

Municípios por distrito (entre 12/07/ /11/2002) - NUTS 2001 (nível II e III) Municípios por distrito NUTS 1998

Municípios por distrito (entre 12/07/ /11/2002) - NUTS 2001 (nível II e III) Municípios por distrito NUTS 1998 01 Aveiro 0101 Águeda 102 Centro 10 Baixo Vouga 01 Aveiro 0102 Albergaria-a-Velha 102 Centro 10 Baixo Vouga 01 Aveiro 0103 Anadia 102 Centro 10 Baixo Vouga 01 Aveiro 0104 Arouca 101 Norte 10106 Entre Douro

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ANATOMIA PATOLOGICA Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Normal 1 ESTOMATOLOGIA Centro Hospitalar de São João, E.P.E. Normal 1 ESTOMATOLOGIA Centro Hospitalar Lisboa Central, E.P.E. Normal 2 FARMACOLOGIA

Leia mais

MUNICÍPIOS PORTUGUESES

MUNICÍPIOS PORTUGUESES ANUÁRIO FINANCEIRO DOS MUNICÍPIOS PORTUGUESES 2016 ANÁLISE AOS MUNICÍPIOS DE LISBOA JOÃO CARVALHO MARIA JOSÉ FERNANDES PEDRO CAMÕES Apoios: SUSANA JORGE ÍNDICE 1. ANÁLISE ORÇAMENTAL - Estrutura da Receita

Leia mais

PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS

PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS As graves assimetrias entre as diferentes regiões tornam Portugal um país muito desigual Pág. 1 PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS RESUMO O INE divulgou já em 2011 as Contas Regionais Preliminares

Leia mais

Municípios da Região do Norte Fundos municipais em 2019

Municípios da Região do Norte Fundos municipais em 2019 Municípios da Região do Norte Fundos municipais em 2019 A participação dos municípios nos impostos do Estado encontra-se definida no regime financeiro das autarquias locais e das entidades intermunicipais,

Leia mais

Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2007

Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2007 Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 27 27 de Novembro de 29 Em 27, 39 municípios superavam o poder de compra per capita médio nacional Em 27, dos 38 municípios portugueses, 39 superavam o poder de

Leia mais

Em 2013, dos 308 municípios portugueses, 32 apresentavam, relativamente ao indicador do poder de compra per

Em 2013, dos 308 municípios portugueses, 32 apresentavam, relativamente ao indicador do poder de compra per Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2013 09 de novembro de 2015 32 municípios com um poder de compra per capita acima da média nacional e mais de metade do poder de compra do país concentrado nas

Leia mais

ZA6649. Flash Eurobarometer 427 (Public Opinion in the EU Regions) Country Questionnaire Portugal

ZA6649. Flash Eurobarometer 427 (Public Opinion in the EU Regions) Country Questionnaire Portugal ZA669 Flash Eurobarometer 7 (Public Opinion in the EU Regions) Country Questionnaire Portugal FL7 - FLASH SURVEY IN NUTS I AND NUTS II REGIONS - nd wave PT D Poderia dizer-me a sua idade? (ESCREVER - SE

Leia mais

Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE

Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE Pediatria Médica ORDEM DOS MÉDICOS SECÇÃO REGIONAL DO NORTE Idoneidade e de Serviços, para os Estágios do Internato Complementar de Pediatria no ano 2017, atribuídas pela Direcção do Colégio de Especialidade

Leia mais

SNS Eficiência. Dados de maio de Nacional. Grupo B H V.F. Xira H Figueira da Foz H Santa Maria Maior CH Médio Ave CH Póvoa Varzim/Vila do Conde

SNS Eficiência. Dados de maio de Nacional. Grupo B H V.F. Xira H Figueira da Foz H Santa Maria Maior CH Médio Ave CH Póvoa Varzim/Vila do Conde Custos Operacionais por doente padrão Nacional Média Nacional de Custos por doente padrão (2.743 ) ARS Norte ARS Centro ARS Lisboa e Vale do Tejo ARS Alentejo ARS Algarve 2.638 2.712 2.910 2.946 3.000

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Sabóia Artes Visuais Odemira Baixo Alentejo / Alentejo Litoral

Agrupamento de Escolas de Sabóia Artes Visuais Odemira Baixo Alentejo / Alentejo Litoral Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP 121502 Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Fernandes 350 - Espanhol 22 350 11-10-2011 Abrantes Lezíria e Médio Tejo 121617 Agrupamento

Leia mais

1. Lista de Municípios onde se detetou a existência de Vespa velutina pela primeira vez em 2018

1. Lista de Municípios onde se detetou a existência de Vespa velutina pela primeira vez em 2018 1. Lista de s onde se detetou a existência de Vespa velutina pela primeira vez em 2018 Mirandela Mogadouro Vinhais Vila Flor Oleiros Fundão Covilhã Sertã Miranda do Corvo Trancoso Celorico da Beira Batalha

Leia mais

Estudantes à saída do secundário em 2012/2013 taxas de participação. Escolas

Estudantes à saída do secundário em 2012/2013 taxas de participação. Escolas Estudantes à saída do secundário em 2012/2013 taxas de participação Neste processo de inquirição foram convidadas a participar todas as escolas públicas e privadas de Portugal continental (807 escolas,

Leia mais

n DRE CLDE DES_CONC DES_ESCOLA MOD ESCALAO

n DRE CLDE DES_CONC DES_ESCOLA MOD ESCALAO n DRE CLDE DES_CONC DES_ESCOLA MOD ESCALAO 1 DREA CLDE Alentejo Central Évora Escola Básica André de Resende, Évora Golfe Vários 1 DREA CLDE Baixo Alentejo e Alentejo Litoral Grândola Escola Básica D.

Leia mais

OE 30 Setembro horas

OE 30 Setembro horas Código Nome Tipo de Necessidade Horas Gruponal Candidatu Concelho QZP 121265 Agrupamento de Escolas da Marateca e Poceirão 110-1º Ciclo do Ensino Básico 25 110 02-10-2011 Palmela Península de Setúbal 130000

Leia mais

Censos Resultados Preliminares. Região de Lisboa e Vale do Tejo POPULAÇÃO RESIDENTE. Informação à Comunicação Social 26 de Junho de 2001

Censos Resultados Preliminares. Região de Lisboa e Vale do Tejo POPULAÇÃO RESIDENTE. Informação à Comunicação Social 26 de Junho de 2001 Informação à Comunicação Social 26 de Junho de 2001 Censos 2001 Resultados Preliminares Região de Lisboa e Vale do Tejo POPULAÇÃO RESIDENTE A População Residente da Região de Lisboa e Vale do Tejo, cerca

Leia mais

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP www.arlindovsky.net Ofertas de Escola às 15:00 do dia 12-01-2011 Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP 130140 Agrupamento de Escolas de Portel 110-1º Ciclo do Ensino

Leia mais

Adequação dos indicadores à nova organização territorial NUTS III / Entidades Intermunicipais

Adequação dos indicadores à nova organização territorial NUTS III / Entidades Intermunicipais Adequação dos indicadores à nova organização territorial NUTS III / Entidades Intermunicipais Conselho Superior de Estatística Secção Permanente de Estatísticas de Base Territorial INE GET 18 de março,

Leia mais

ESTIMATIVA DO PARQUE HABITACIONAL

ESTIMATIVA DO PARQUE HABITACIONAL Informação à Comunicação Social 7 de Agosto de 2000 ESTIMATIVA DO PARQUE HABITACIONAL 1991-1999 O INE apresenta os principais resultados da Estimativa do Parque Habitacional, para o período 1991-1999,

Leia mais

ANEXO 4 - Consultas e Listagens

ANEXO 4 - Consultas e Listagens ANEXO 4 - Consultas e Listagens Neste ANEXO apresentamos o desenho detalhado de cada mapa, indicando para cada um, os parâmetros a introduzir e as condições a verificar para a extracção dos dados. M1 Acções

Leia mais

Estimativas Provisórias de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios

Estimativas Provisórias de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios Estimativas Provisórias de População Residente, 2008 Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios ficha técnica Título Estimativas provisórias de população residente, 2008 Portugal, NUTS II, NUTS III e municípios

Leia mais

Lista das Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo

Lista das Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo Lista das Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo (ao abrigo da Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro) - CENTROS DE ARBITRAGEM DE COMPETÊNCIA GENÉRICA Centro Nacional de Informação e Arbitragem

Leia mais

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP

Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP Código Nome Tipo de Necessidade Horas Grupo Final Candidatura Concelho QZP 121423 Agrupamento de Escolas de Venda do Pinheiro 550 Informática 10 550 10 10 2011 Mafra Oeste 135252 Agrupamento de Escolas

Leia mais

Caixas de Crédito Agrícola Mútuo associadas da FENACAM

Caixas de Crédito Agrícola Mútuo associadas da FENACAM Caixas de Crédito Agrícola Mútuo associadas da FENACAM ALENQUER RUA SACADURA CABRAL, 53 2580 371 ALENQUER Tel.: 263 730220 Fax.: 263 730229 ALBERGARIA E SEVER RUA ALMIRANTE REIS, Nº 22 3850 121 ALBERGARIA-A-VELHA

Leia mais

tecnologias, artes visuais, ciências socioeconómicas e línguas e humanidades),

tecnologias, artes visuais, ciências socioeconómicas e línguas e humanidades), tecnologias, artes visuais, ciências socioeconómicas e línguas e humanidades), Estudantes à saída do secundário em 2012/2013 taxas de participação Susana Fernandes, Joana Duarte e Luísa Canto e Castro

Leia mais

CENTROS DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA. Todo o tipo de conflitos de consumo

CENTROS DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA. Todo o tipo de conflitos de consumo CENTROS DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE COMPETÊNCIA GENÉRICA Todo o tipo de conflitos de consumo Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo Atuação em todo o território

Leia mais

TIPO MUNICÍPIOS COM SERVIÇOS CRO OBSERVAÇÃO - OUTRAS AUTORIZAÇÕES. ABRANTES LVT INTERMUNICIPAL S PT CGM in situ

TIPO MUNICÍPIOS COM SERVIÇOS CRO OBSERVAÇÃO - OUTRAS AUTORIZAÇÕES. ABRANTES LVT INTERMUNICIPAL S PT CGM in situ ABRANTES LVT INTERMUNICIPAL S PT 05 002 CGM in situ ÁGUEDA C MUNICIPAL PT 03 004 CGM AGUIAR DA BEIRA C INTERMUNICIPAL PT 03 005 CGM SÁTÃO ALCANENA LVT INTERMUNICIPAL PT 05 005 CGM TORRES NOVAS ALCOBAÇA

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM A Formação Específica ESTOMATOLOGIA Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, E.P.E. Normal 2 ESTOMATOLOGIA Centro Hospitalar Lisboa Central, E.P.E. Normal 2 IMUNOHEMOTERAPIA Centro Hospitalar de Lisboa Norte, E.P.E. IMUNOHEMOTERAPIA

Leia mais

Rede Oferta de Adultos NUT III

Rede Oferta de Adultos NUT III Rede Oferta de Adultos 2016-2017 - NUT III Cursos de Educação e Formação de Adultos - EFA ESCOLAR Nível Básico Alentejo Évora Arraiolos AE de Arraiolos 0 1 1 1 Alentejo Évora Estremoz ES Rainha Santa Isabel

Leia mais