DIT Diretoria de DFS DIT DPE DFS DPE DRD DRD ORGANOGRAMA GERAL. Conselho Fiscal. Conselho de Administração Conselho de. Administração.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIT Diretoria de DFS DIT DPE DFS DPE DRD DRD ORGANOGRAMA GERAL. Conselho Fiscal. Conselho de Administração Conselho de. Administração."

Transcrição

1 ORGANOGRAMA GERAL Diretrizes gerais negocio Aprovação orçamentos e programas Fiscalização da execução administrativa CA CA Conselho Administração Conselho Administração CF CF Conselho Fiscal Conselho Fiscal Fiscalização do cumprimento dos veres legais e estatutários Acompanhamento da execução financeira,fiscal e orçamentária Auditoria Interna Auditoria Interna PR PR Presidência Presidência Planejamento empresarial Desenvolvimento organizacional Representação institucional Consultoria jurídica Comunicação social Segurança da informação DFS DFS Finanças Diretoria e Serviços Finanças Logísticos e Serviços Logísticos DIT DIT Tecnologia e Operações Tecnologia e Operações DPE DPE Pessoas Pessoas DRD DRD Relacionamento, Desenvolvimento Relacionamento, e Desenvolvimento Informações e Informações Financeira Logística Contabilida Orçamentação Controladoria Suprimentos Gestão da TI interna Planejamento da produção Operacionalização sistemas informação Telecomunicações Suporte à produção Gestão do conhecimento Comercial Desenvolvimento pessoas Desenvolvimento sistemas Responsabilida socioambiental Relacionamento com clientes Relações sindicais Gestão informação Administração pessoal Atendimento operacional Saú, Qualida Vida e Bem-estar Legenda: Vinculação Subordinação

2 ORGANOGRAMA PRESIDÊNCIA PR Presidência SECE Vinculada ao Conselho Administração Secretaria Executiva CGAU CGSI Coornação Geral Auditoria Interna Coornação Geral Segurança da Informação CJUR CGPO Consultoria Jurídica Coornação Geral Planejamento e Organização CGCO Coornação Geral Comunicação Social

3 ORGANOGRAMA DFS DFS Finanças e Serviços Logísticos SUSL Superintendência Serviços Logísticos DECP DECO Compras Controladoria DETI DEGC Soluções TIC para Uso Interno Gestão Contábil DESG DEFI Serviços Gerais Financeiro DEGD Gestão Administrativa DEEN Engenharia

4 ORGANOGRAMA DRD DRD Relacionamento, Desenvolvimento e Informações CGPP CGIM Coornação Geral Projetos e Processos Coornação Geral Integração e Monitoramento SUDS SURL SUAT Superintendência Desenvolvimento Software Superintendência Relacionamento com Clientes e Informações Superintendência Atendimento

5 ORGANOGRAMA DRD SUDS Superintendência Desenvolvimento Software CGDE DETS Coornação Geral Gestão Desenvolvimento Software Testes Software UDPB (PB) UDCE (CE) Unida Desenvolvimento Software Paraíba Unida Desenvolvimento Software Ceará UDRJ UDSC (sc) Unida Desenvolvimento Software Rio Janeiro Unida Desenvolvimento Software Santa Catarina UDRN (RN) Unida Desenvolvimento Software Rio Gran do Norte

6 ORGANOGRAMA DRD SURL Superintendência Relacionamento com Clientes e Informações CGMC CGII Coornação Geral Monitoramento e Gestão Contratos com Clientes Coornação Geral Inteligência da Informação DEFT DEMP DEIN DESC Serviços da Fazenda e do Trabalho Serviços do MPS e PREVIC Serviços do INSS Gestão Serviços Compartilhados do TI

7 ORGANOGRAMA DRD SUAT Superintendência Atendimento CGCD DECS DETT Coornação Geral Planejamento da Capacida Atendimento e Gestão Demandas Central Serviços Atendimento

8 ORGANOGRAMA DIT DIT Tecnologia e Operações SUOP Superintendência Operações CGGT Coornação Geral Governança TIC SUAS Superintendência Arquitetura e Serviços Infraestrutura TIC CPRJ DEAT Centro Processamento Rio Janeiro Arquitetura Técnica CPDF DEGS Centro Processamento Distrito Feral Gestão Serviços TIC CPSP (SP) DEPS Centro Processamento São Paulo Planejamento e Serviços Infraestrutura TIC CGOS Coornação Geral Operação e Serviços TIC

9 ORGANOGRAMA DPE DPE Pessoas CGTS Coornação Geral Relações do Trabalho e Responsabilida Socioambiental CGQV Coornação Geral Promoção Saú, Qualida Vida e Bem-estar DEPE Administração Pessoas DECR Gestão Carreira

DIT Diretoria de Infraestrutura de TIC DFS DPE DIT DFS DPE DRD DRD ORGANOGRAMA GERAL. Conselho Fiscal. Conselho de Administração Conselho de

DIT Diretoria de Infraestrutura de TIC DFS DPE DIT DFS DPE DRD DRD ORGANOGRAMA GERAL. Conselho Fiscal. Conselho de Administração Conselho de ORGANOGRAMA GERAL Diretrizes gerais negocio Aprovação orçamentos e programas Fiscalização da execução administrativa CA CA Conselho Administração Conselho Administração CF CF Conselho Fiscal Conselho Fiscal

Leia mais

ORGANOGRAMA DA PETROS (1º NÍVEL)

ORGANOGRAMA DA PETROS (1º NÍVEL) ORGANOGRAMA DA PETROS (1º NÍVEL) CONSELHO DELIBERATIVO CONSELHO FISCAL OUVIDORIA AUDITORIA EXECUTIVA COMITÊS PRESIDÊNCIA DE SEGURIDADE DE SECRETARIA GERAL DE INOVAÇÃO E PROJETOS DE DE JURÍDICA DE DE TECNOLOGIA

Leia mais

TABELA SALARIAL - JORNADA MENSAL DE 200 HORAS

TABELA SALARIAL - JORNADA MENSAL DE 200 HORAS CARGO REMUNERAÇÃO Administrador de Banco de Dados JR 4.206,69 Administrador de Banco de Dados PL 5.367,94 Administrador de Banco de Dados SR 7.930,60 Advogado JR 4.206,69 Advogado PL 5.367,94 Advogado

Leia mais

TABELA SALARIAL - JORNADA MENSAL DE 200 HORAS

TABELA SALARIAL - JORNADA MENSAL DE 200 HORAS TABELA SALARIAL - JORNADA MENSAL DE 200 HORAS CARGOS DE GRATIFICAÇÃO (40%) CARGO REMUNERAÇÃO Administrador de Banco de Dados JR 3.882,86 Administrador de Banco de Dados PL 4.954,72 Administrador de Banco

Leia mais

Petrobras Biocombustível S.A.

Petrobras Biocombustível S.A. Petrobras Biocombustível S.A. Ouvidoria* CF CA Diretoria Executiva Presidente Auditoria Interna Planejamento, Desempenho e de Negócios (2) Secretário Geral Relações Institucionais Gestão de Pesquisa e

Leia mais

AÇÕES INFALÍVEIS PARA MELHORAR RESULTADOS E SUPERAR CRISES. Tancredo Otaviano Dias

AÇÕES INFALÍVEIS PARA MELHORAR RESULTADOS E SUPERAR CRISES. Tancredo Otaviano Dias AÇÕES INFALÍVEIS PARA MELHORAR RESULTADOS E SUPERAR CRISES Tancredo Otaviano Dias OBJETIVO Apresentar, de maneira geral e resumida, um conjunto de ações capazes de melhorar significativamente os resultados

Leia mais

Estrutura Remuneratória SESI e SENAI (PCCR*) Cargo Grupo Salário Auxiliar de Cozinha 1 Auxiliar de Disciplina 1 Contínuo 1

Estrutura Remuneratória SESI e SENAI (PCCR*) Cargo Grupo Salário Auxiliar de Cozinha 1 Auxiliar de Disciplina 1 Contínuo 1 Auxiliar de Cozinha 1 Auxiliar de Disciplina 1 Contínuo 1 660 Garçom 1 Afiador de Ferramentas 2 Assistente da Central de Laudos 2 Atendende de Programa de Relacionamento 2 Atendente de Telemarketing 2

Leia mais

PLANO BÁSICO DE ORGANIZAÇÃO

PLANO BÁSICO DE ORGANIZAÇÃO Conforme 97ª reunião do Conselho de Administração, Pauta 041/11 de 30/11/11 PLANO BÁSICO DE ORGANIZAÇÃO 1. OBJETIVO 1.1. O Plano Básico de Organização tem por objetivo estabelecer a estrutura geral de

Leia mais

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Informações Básicas Recursos Humanos Foram pesquisadas as pessoas que trabalhavam na administração direta e indireta por vínculo empregatício e escolaridade;

Leia mais

ESTRUTURA REMUNERATÓRIA SESI E SENAI

ESTRUTURA REMUNERATÓRIA SESI E SENAI Superintendente Corporativo Superintendente do Diretor Regional do Executivo Superintendentes e Diretoria Regional 18.734,00 Gerente Corporativo de Adm. Controle Gerente Corporativo de Finanças Gerências

Leia mais

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV Certificação ISO/IEC 27001 SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação A Experiência da DATAPREV DATAPREV Quem somos? Empresa pública vinculada ao Ministério da Previdência Social, com personalidade

Leia mais

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL a) formulação, implantação e avaliação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sócio-econômico e

Leia mais

Contexto do BI (Business Intelligence) para uma EFPC. Palestrantes: Luzimar Azevedo Lucas Leal

Contexto do BI (Business Intelligence) para uma EFPC. Palestrantes: Luzimar Azevedo Lucas Leal Contexto do BI (Business Intelligence) para uma EFPC Palestrantes: Luzimar Azevedo Lucas Leal 2 Qual o valor da informação para uma EFPC? Como gerenciar toda a informação de uma entidade? Qual o seu modelo

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS O PREFEITO DE MANAUS LEI DELEGADA N 10, DE 31 DE JULHO DE 2013 (D.O.M. 31.07.2013 N. 3221 Ano XIV) DISPÕE sobre a estrutura organizacional da SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS, TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE

CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 GRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE ÁREA DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA Recesso: 19 a de julho de 2016 29 de junho a 13 de julho de 2016 Legenda: Programa Pós-Flex Gestão e Negócios

Leia mais

Dataprev - Concurso Publico 2014 Edital nº 01/2014

Dataprev - Concurso Publico 2014 Edital nº 01/2014 1 / 5 Dataprev Concurso Publico 2014 Edital nº 01/2014 Até o momento a Dataprev convocou os perfis abaixo especificados, nas seguintes localidades: TÉRMINO DA VALIDADE DO CONCURSO: 12/03/2017 Atualizado

Leia mais

MARKETING RECURSOS HUMANOS. 11 Ética e Responsabilidade social 11 Ética e Responsabilidade social 12 Monografia 12 Monografia

MARKETING RECURSOS HUMANOS. 11 Ética e Responsabilidade social 11 Ética e Responsabilidade social 12 Monografia 12 Monografia RECURSOS HUMANOS MARKETING Jacques Miranda Especialização em Criação Publicitária e Planejamento de Propaganda Daniel Serrano Especialização em Propaganda e Marketing 1. Metodologia da Pesquisa Científica

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 ÁREAS DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA O Programa Pós-Flex da Universidade Positivo possui 15 cursos voltados para

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Tecnologia a serviço da cidadania

Tecnologia a serviço da cidadania Tecnologia a serviço da cidadania Quem somos A Dataprev fornece soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação para o aprimoramento e execução de políticas sociais do Estado brasileiro. É a empresa

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N º 36/2008

INSTRUÇÃO NORMATIVA N º 36/2008 INSTRUÇÃO NORMATIVA N º 36/2008 * Publicada no DOE em 22/12/2008. Estabelece no âmbito da Secretaria da Fazenda os procedimentos a serem adotados relativamente ao acompanhamento dos projetos do Planejamento

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Presidência Comercial Infraestrutura Operações Finanças Créd Serv Financeiros Gente, Gestão e Sustentabilidade MKT Intelig Mercado Jurídico Móveis Riscos Dir Reg Interior SP RI

Leia mais

Gestão Financeira e Econômica (Administração); Gestão Empresarial (Administração);

Gestão Financeira e Econômica (Administração); Gestão Empresarial (Administração); Gestão Financeira e Econômica (); - Habilitação em Gestão da Informação - Ênfase em Análise de Sistemas - Habilitação em de Empresas - Habilitação em Geral - Habilitação em Agronegócios - Habilitação em

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ REQUISITOS PARA INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 065/06/2015 de 19/10/2015. 1. Gestão da

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 2.054, DE 29 DE OUTUBRO DE 2015 (D.O.M. 29.10.2015 N. 3.763 Ano XVI) DISPÕE sobre a estrutura organizacional da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno Semef,

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Atualização: 26/outubro Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO (turmas em andamento) - LOCAL DAS AULAS

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO (turmas em andamento) - LOCAL DAS AULAS Administração de Marketing J 2ª - 4ª BLACKFORD 63 Administração de Negócios C 3ª - 5ª BLACKFORD 48 Administração de Negócios D 3ª - 5ª BLACKFORD 61 Administração de Negócios K 2ª - 4ª Mª ANTONIA 108 Administração

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Recursos Humanos

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Recursos Humanos Habilitação: Recursos Humanos Aviso: Este catálogo é constantemente atualizado pelo Centro Paula Souza para obter informações atualizadas consulte o site: www.cpscetec.com.br/crt Recursos Humanos Aplicativos

Leia mais

CAMPUS SÃO PAULO - 1º 2012 TURMAS EM ANDAMENTO CURSO TURMA PRÉDIO SALA 1º DIA ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING E JOÃO CALVINO 59 06/fev ADMINISTRAÇÃO DE

CAMPUS SÃO PAULO - 1º 2012 TURMAS EM ANDAMENTO CURSO TURMA PRÉDIO SALA 1º DIA ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING E JOÃO CALVINO 59 06/fev ADMINISTRAÇÃO DE CAMPUS SÃO PAULO - 1º 2012 TURMAS EM ANDAMENTO CURSO TURMA PRÉDIO SALA 1º DIA ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING E JOÃO CALVINO 59 06/fev ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING F BLACKFORD 58 06/fev ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança Metodologia Seleção

Leia mais

GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO PARA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR CNEN

GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO PARA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR CNEN GABARITO PRELIMINAR CONCURSO PÚBLICO PARA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR CNEN CARGO: TL1 TECNOLOGISTA EM ANÁLISE DE SEGURANÇA 01 D 26 C 51 B 76 D 02

Leia mais

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio)

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) 1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) Administração Administração (EII) Administração - Habilitação em Administração de Empresas Administração - Habilitação em Administração

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Cálculo I 40 Cálculo II 40 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos I 80 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos II 80 Matemática 40 Lógica Matemática 40 Probabilidade

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira Agenda Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira ITIL Publicação dos Livros revisados 2011 ITIL Correções ortográficas e concordâncias gramaticais; Ajustes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV CARGO: Analista de Tecnologia da Informação / Segurança da Informação E B B D E E D E B E A C A A B C C A C B D A A E B A B A B E D D C D C D C C D E CARGO: Analista de Tecnologia da Informação / Governança

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL S.A

TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL S.A TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIABRASIL S.A. TBG PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO Edital PSPGEPE01/2007 De 16/10/2007 A

Leia mais

COCAMAR ESTRATÉGIA E GOVERNANÇA

COCAMAR ESTRATÉGIA E GOVERNANÇA COCAMAR ESTRATÉGIA E GOVERNANÇA Cocamar - Números 2013 2,65 BILHÕES FATURAMENTO 11.800 ASSOCIADOS 56 UNIDADES OPERACIONAIS 2.300 COLABORADORES 103 AGRÔNOMOS 1,1 MILHÕES DE t CAPACIDADE ARMAZENADORA 2 MILHÕES

Leia mais

...informações transparentes, processos inteligentes...

...informações transparentes, processos inteligentes... ...informações transparentes, processos inteligentes... Objetivo do Evento Discutir a importância da gestão da informação corporativa no âmbito da Administração Pública; Fortalecer as áreas de gestão da

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 552, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2015.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 552, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2015. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 552, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2015. Altera os artigos 31 e 34, bem como os Anexos I e II, da Lei Complementar Estadual nº 446, de 29 de novembro de 2010, e dá outras

Leia mais

METODOLOGIA MASTER MIND 3C

METODOLOGIA MASTER MIND 3C APRESENTAÇÃO Coaching Consultoria METODOLOGIA MASTER MIND 3C Competência Master Pro Finanças Negócios Marketing Pessoas Master Mind 3C Coaching Consultoria Competência Master Profissional DIFERENCIAIS

Leia mais

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA Capítulo I - DA

Leia mais

TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO

TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO LEGENDAS: LP (LICENCIATURA PLENA) EII (ESQUEMA II) 01 - Projeto de Redes I (Redes de Computadores) de Sistemas de Informação Análise de Sistemas Análise de Sistemas Administrativos

Leia mais

PETROBRAS 01/2010 - PROVA 16/05/2010 - QUANTITATIVO DE INSCRITOS

PETROBRAS 01/2010 - PROVA 16/05/2010 - QUANTITATIVO DE INSCRITOS ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DA BAHIA 973 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DE SÃO PAULO 643 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DO AMAZONAS 256 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DO ESPÍRITO SANTO 565 ADMINISTRADOR(A)

Leia mais

Missão Salesiana de Mato Grosso Universidade Católica Dom Bosco Pró-reitoria de Ensino e Desenvolvimento

Missão Salesiana de Mato Grosso Universidade Católica Dom Bosco Pró-reitoria de Ensino e Desenvolvimento OFERECIMENTO DE DISCIPLINAS A DISTÂNCIA 2011B (27/06/2011) Calendário das disciplinas Tipo Início Término MODULO I 18/07/2011 10/09/2011 MODULO II 12/09/2011 12/11/2011 SEMESTRAL 18/07/2011 12/11/2011

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO Nº 1/2013 EXTRATO DO EDITAL

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO Nº 1/2013 EXTRATO DO EDITAL Extrato do edital normativo publicado no Diário Oficial da União n o 183, 20 setembro 2013, Seção 3, páginas 203 a 205. CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO

Leia mais

Seminário de Governança de Tecnologia da Informação das Empresas Estatais

Seminário de Governança de Tecnologia da Informação das Empresas Estatais Seminário de Governança de Tecnologia da Informação das Empresas Estatais Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) Rodrigo Assumpção Presidente Dataprev Principais serviços

Leia mais

Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor

Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor / Contábil Administrativo - Diretor Administrativo - R$ 19.321 / Contábil Administrativo - Gerente Administrativo - R$ 7.532 / Contábil Administrativo

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação ATIVIDADE

Leia mais

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES

MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES MANUAL DE DESCRIÇÃO E FUNÇÕES TÍTULO DO CARGO: Diretor Comercial Garantir as melhores condições de rentabilidade para a empresa, na prospecção, desenvolvimento, contratação de obras e serviços. Superior

Leia mais

Comando Geral Secretária do Comandante Geral 3910-1302 Ajudante de ordens do CMT Geral 3910-1303 Fax Gab. CMT Geral 3910-1308

Comando Geral Secretária do Comandante Geral 3910-1302 Ajudante de ordens do CMT Geral 3910-1303 Fax Gab. CMT Geral 3910-1308 Comando Geral Secretária do Comandante Geral 3910-1302 Ajudante de ordens do CMT Geral 3910-1303 Fax Gab. CMT Geral 3910-1308 Sub Comando Geral Secretária do Sub - Comandante Geral 3910-1304 Ajudante de

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI CHEFE DA SEÇÃO DE GOVERNANÇA DE TIC (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação ATIVIDADE PRINCIPAL

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO PARÁ MPCM CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO PARÁ MPCM CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015 DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO 1 / 5 ANEXO 03 INFORMAÇÕES DOS CARGOS 1. CARGOS DE NÍVEL MÉDIO Cargo 01 Técnico em Administração Realizar atividades que envolvam a aplicação das

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) Atualizado em 15 de janeiro de 2015 pela 2015 Assessoria

Leia mais

ETEC DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ

ETEC DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ REQUISITOS PARA INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 065/03/2013 de 16/05/2013. 1. Cálculo Financeiros

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Marketing

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Marketing Habilitação: Aviso: Este catálogo é constantemente atualizado pelo Centro Paula Souza para obter informações atualizadas consulte o site: www.cpscetec.com.br/crt Financeira (EII) - Ênfase em Análise de

Leia mais

Secretaria de Estado da Administração e da Previdência Departamento de Recursos Humanos Escola de Governo do Paraná SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS

Secretaria de Estado da Administração e da Previdência Departamento de Recursos Humanos Escola de Governo do Paraná SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS 1º MÓDULO: SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS Economia e Sociedade do Conhecimento: Conceitos básicos: economia da informação e conhecimento. Investimentos tangíveis e intangíveis. Gestão do Conhecimento e

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise CUSTOMER SUCCESS STORY Dezembro 2013 Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise PERFIL DO CLIENTE Indústria: Setor público Companhia: Dataprev Empregados: 3.000+

Leia mais

Visão estratégica e projetos futuros

Visão estratégica e projetos futuros Visão estratégica e projetos futuros 4 Encontro de Secretários Executivos de Sindicatos - FIESC 15 de setembro de 2010 PDA Visão Estratégica Panorama SC Projetos 2011 Objetivos Visão Estratégica 1/9 Mapa

Leia mais

Ministério da Previdência Social Redução de Gastos Julho - 2015 DESPESA 2012 2013 2014 2015 2016 DATAPREV DESPESA 2012 2013 2014 EXEC 1º SEM PROJEÇÃO Diárias e Passagens 562.609.894 587.443.620 609.750.166

Leia mais

Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.02.2013 Processo 4219/2013

Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.02.2013 Processo 4219/2013 Etec Professor Horácio Augusto da Silveira Requisitos de Titulação para Inscrição no Processo Seletivo de Docentes Aviso 064.02.2013 Processo 4219/2013 Para a Inscrição no Processo Seletivo, é necessário

Leia mais

CONCLUSÃO. Atenciosamente

CONCLUSÃO. Atenciosamente CONCLUSÃO O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, no terceiro trimestre de 2004, ampliou seus esforços no desenvolvimento de vínculos inter-institucionais com outros Poderes e instituições dos

Leia mais

PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO

PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO AULA 12 PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO OBJETIVOS: Explicar os princípios e as etapas do processo de organizar. Definir responsabilidade e autoridade e suas implicações especialização,

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA

GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA CORPORATIVA Os valores que lastreiam as práticas da Companhia são: transparência, prestação de contas, conformidade e equidade. Transparência refere-se em particular às informações que têm reflexo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO P O R T A R I A N. º 5 0 8 D E 1 5 D E J U L H O D E 2 0 1 1. O Reitor do Instituto Federal do Paraná, no uso da competência que lhe confere o Decreto de 13 de junho de 2011, da Presidência da República,

Leia mais

GRUPOS Sistema FIEB Cargo Grupo

GRUPOS Sistema FIEB Cargo Grupo GRUPOS Sistema FIEB Cargo Grupo Auxiliar de Cozinha 1 Auxiliar de Disciplina 1 Contínuo 1 Garçom 1 Afiador de Ferramentas 2 Assistente da Central de Laudos 2 Atendende de Programa de Relacionamento 2 Atendente

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS

CATÁLOGO DE REQUISITOS 1 Habilitação Componente Titulação CATÁLOGO DE REQUISITOS em (EII) - Habilitação em de Empresas - Habilitação em Agronegócios - Habilitação em Gestão de Negócios Agroindustriais - Habilitação em Gestão

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE ANO II Nº 003 Editado pela Secretaria Geral das FIPAR Faculdades Integradas de Paranaíba FIPAR Paranaíba, 08 de agosto de 2008. AVISO DE PUBLICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DE MATRIZ

Leia mais

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral TIControle Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal Doris Peixoto Diretora Geral 11/04/2012 Tópicos para nossa conversa de hoje A migração da Governança de TI para o nível corporativo

Leia mais

CURSO: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROVAS N2 1º PERÍODO

CURSO: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROVAS N2 1º PERÍODO CURSO: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1º PERÍODO 17/06/16 - Teoria Geral da Administração (TGA) - Comunicação Organizacional - Língua Portuguesa - Contabilidade Geral - Economia - Psicologia - Matemática

Leia mais

40 ANOS DATAPREV ESPECIAL. Revista Dataprev Ano 5 Nº 10 TENDÊNCIAS E NOVAS TECNOLOGIAS PARA APLICAÇÕES SOCIAIS

40 ANOS DATAPREV ESPECIAL. Revista Dataprev Ano 5 Nº 10 TENDÊNCIAS E NOVAS TECNOLOGIAS PARA APLICAÇÕES SOCIAIS Revista Dataprev Ano 5 Nº 10 40 anos: conquistas, desafios e perspectivas ESPECIAL DATAPREV 40 ANOS TENDÊNCIAS E NOVAS TECNOLOGIAS PARA APLICAÇÕES SOCIAIS 40 ANOS DE ORGULHO Dizem que a vida começa aos

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

Formação necessária por componente curricular

Formação necessária por componente curricular 1.Contabilidade Pública (Contabilidade) 2.Programação de Computadores I (Informática) Administração de Sistemas de Informação Análise de Sistemas / Sistemas de Informação Análise de Sistemas Administrativos

Leia mais

RELAÇÃO DE "EMPRESAS CREDENCIADAS" POR SUBÁREA

RELAÇÃO DE EMPRESAS CREDENCIADAS POR SUBÁREA RELAÇÃO DE "EMPRESAS CREDENCIADAS" POR SUBÁREA 1. Administração Geral Subárea 1.1 Rotinas Administrativas Subárea 1.2 Técnicas administrativas I Subárea 1.3 Técnicas administrativas II Subárea 1.4 Técnicas

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE

CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE CALENDÁRIO GERAL 2016 VERSÃO 1.0 GRAMA PÓS-FLEX 2016 CÂMPUS ECOVILLE ÁREA DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA Recesso: 18 a 31 de julho de 2016 29 de junho a 20 de julho de 2016 Legenda: Programa Pós-Flex Gestão

Leia mais

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO OBJETIVO Incrementar a economia digital do Estado de Alagoas e seus benefícios para a economia local, através de ações para qualificação, aumento de competitividade e integração das empresas e organizações

Leia mais

Parágrafo único. O valor do programa será cobrado nas parcelas dos meses de setembro a dezembro de 2012, com vencimento no dia 10 de cada mês.

Parágrafo único. O valor do programa será cobrado nas parcelas dos meses de setembro a dezembro de 2012, com vencimento no dia 10 de cada mês. EDITAL DA N.º 02/2012 DEFINE A OFERTA DE DISCIPLINAS DE TRATAMENTO ESPECIAL DTE PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE BLUMENAU. O Diretor Acadêmico da Faculdade FAE Blumenau, no uso de suas atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 336/2014

RESOLUÇÃO N.º 336/2014 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 336/2014 EMENTA: Estabelece o currículo do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, MBA em Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

mba MBA EMPRESARIAL Coordenação Profª. Carolina Macagnani dos Santos, Prof. Eduardo Garbes Cicconi e Profª. Paula Bulamah

mba MBA EMPRESARIAL Coordenação Profª. Carolina Macagnani dos Santos, Prof. Eduardo Garbes Cicconi e Profª. Paula Bulamah Vinculação Faculdade de Administração Coordenação Profª. Carolina Macagnani dos Santos, Prof. Eduardo Garbes Cicconi e Profª. Paula Bulamah Campus Ribeirão Preto Dias e Horários Sextas Feiras das 19h15

Leia mais

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1.1. Diretoria Executiva (DEX) À Diretora Executiva, além de planejar, organizar, coordenar, dirigir e controlar as atividades da Fundação, bem como cumprir e fazer cumprir

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2013.1 Atualizado em 7 de agosto BRUSQUE de 2013 pela Assessoria (SC) de Desenvolvimento 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO

Leia mais

Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios. Administração de Sistema de Informação I

Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios. Administração de Sistema de Informação I Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios Administração de Sistema de Informação I Contabilidade Os contadores contam cada vez mais com os sistemas de informação para

Leia mais

Relatório de Gestão do Exercício 2014

Relatório de Gestão do Exercício 2014 Relatório de Gestão do Exercício 2014 Vinculada ao Ministério da Previdência Social Brasília DF 2015 Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social Dataprev Vinculada ao Ministério da Previdência

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI Plano de Trabalho Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (FC-6) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

Empresa de Tecnologia. e Informações da. Previdência Social

Empresa de Tecnologia. e Informações da. Previdência Social Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social Apresentação Institucional Maio e Junho/2015 Coordenação Geral de Planejamento e Organização CGPO SUMÁRIO Competência Legal Dataprev Diretoria

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5627/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5627/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5627/2015 1. Aplicativos Informatizados () (EII) - Ênfase em Análise de Sistemas - Habilitação em de Empresas - Habilitação em Hoteleira - Habilitação

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL No início do ano 2000 foi constituída a sociedade Giongo Advogados, estabelecida com o propósito de prestar consultoria e assessoria jurídica a empresas. Passados alguns anos,

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5628/2015 1. Biologia (Base Nacional Comum Ensino Médio; Automação Industrial Integrado ao Ensino Médio) Biologia (LP) Ciências Biológicas (LP) Ciências

Leia mais

TURNO: MANHÃ CONHECIMENTOS BÁSICOS

TURNO: MANHÃ CONHECIMENTOS BÁSICOS GABARITO NÍVEL MÉDIO PROVA DIA 16/05/2010 TURNO: MANHÃ CONHECIMENTOS BÁSICOS LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA 1 - C 26 - C 2 - D 27 - B 3 - E 28 - E 4 - E 29 - A 5 - D 30 - E 6 - B 31 - A 7 - A 32 - A 8 -

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais