Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais MDF-e

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais MDF-e"

Transcrição

1 Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais MDF-e DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Leandro Aprovado em: Novembro de Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados.

2 1. VISÃO GERAL 1.1 MOTIVAÇÃO: Para vincular os documentos fiscais utilizados nas operações e/ou prestação, à unidade de carga utilizada no transporte, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização. E assim agilizar o registro em lote de documentos fiscais em trânsito e identificar a unidade de carga utilizada e demais características do transporte. 1.2 ÍNDICE: 1. VISÃO GERAL MOTIVAÇÃO: ÍNDICE: INTRODUÇÃO: GERAL CONCEITO DO MDF-E DESCRIÇÃO SIMPLIFICADA DO MODELO OPERACIONAL DAMDF-E Cancelamento e Encerramento Contingência PRÉ-REQUISITOS SISTEMAS TEOREMA INSTRUÇÕES NO SISTEMA PRODEDIMENTO NO GESTÃO ADMINISTRATIVA ENCERRAMENTO CANCELAMENTO DEMAIS PROCEDIMENTOS DISPONÍVEIS REFERÊNCIAS ACRÔNIMOS E ABREVIATURAS Site: / / Fone: (42)

3 1.3 INTRODUÇÃO: Tratando-se do uso da ferramenta apresentada por este documento é necessário ao usuário, conhecimentos básicos de informática, algum treinamento prévio, presencial dos módulos que possuem a funcionalidade apresentada. Demais manuais e vídeos de processos para assistência de todos os agentes e usuários se encontram no Ambiente de Aprendizagem da área restrita do sítio Teorema. Para o correto funcionamento do sistema certifique-se de que o computador atende aos requisitos mínimos de hardware e sistema operacional solicitados: Processador Pentium IV ou superior AMD 2.0 ou superior; RAM 1GB ou mais; Disco Rígido de 120GB ou mais; Sistema Operacional (Windows XP /Windows 8); Resolução de vídeo igual a 1280 x 720 ou mais alta; Energia Elétrica: Filtrada, Estabilizada e Aterrada; Sendo imprescindível o uso de antivírus e rotina de backup. Este Manual tem por objetivo a definição das especificações e procedimentos quanto a utilização do procedimento MDF-e nos módulos Teorema atendendo as exigências do Fisco. Este documento foi confeccionado para atender aos usuários do sistema e para sanar eventuais dúvidas dos procedimentos disponíveis no sistema para atender as exigências. De início são abordados os motivos e conceitos com relação ao MDF-e incluindo a introdução, objetivos, pré-requisitos e o índice deste documento. Os assuntos pontuais foram divididos em duas (02) grandes partes, a primeira trata as implicações do modelo operacional, a segunda parte descreve as funcionalidades propriamente ditas pertencentes ao processo de MDF-e, tais como seus eventos disponíveis. As últimas seções tratam das referências consultadas para a composição deste documento, e as siglas e abreviaturas empregadas no decorrer dos apontamentos são detalhadas para melhor compreensão dos assuntos. Para situações especiais quanto a emissão de MDF-e consultar a Cartilha referenciada. Problemas com relação ao uso do sistema, deste documento ou sugestões de necessidades ou melhorias registrar abertura de Chamadas por meio do sistema, botão fornecendo o contato e uma descrição clara e objetiva. na barra de ferramentas, Site: / / Fone: (42)

4 2. GERAL Projeto desenvolvido em conjunto entre as secretarias responsáveis e representantes das transportadoras e Agências Reguladoras do segmento de transportes. O MDF-e deverá ser emitido pelos contribuintes emitentes de, no transporte de cargas fracionadas, assim entendida a que corresponda a mais de um conhecimento de transporte ou pelos contribuintes emitentes de no transporte de bens ou mercadorias acobertadas por mais de uma, realizado em veículos próprios ou arrendados, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. 2.1 CONCEITO DO MDF-E Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) é o documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, para vincular os documentos fiscais utilizados na operação e/ou prestação, à unidade de carga utilizada no transporte, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização de uso pela administração tributária da unidade federada do contribuinte. O MDF-e deverá ser emitido por empresas prestadoras de serviço de transporte para prestações com mais de um conhecimento de transporte ou pelas demais empresas nas operações, cujo transporte seja realizado em veículos próprios, arrendados, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas, com mais de uma nota fiscal. A finalidade do MDF-e é agilizar o registro em lote de documentos fiscais em trânsito e identificar a unidade de carga utilizada e demais características do transporte. Autorização de uso do MDF-e implicará em registro posterior dos eventos, nos documentos fiscais eletrônicos nele relacionados, conforme Conceito de MDF-e do Manual de Orientações do Contribuinte DESCRIÇÃO SIMPLIFICADA DO MODELO OPERACIONAL A empresa emissora do MDF-e gerará um arquivo eletrônico contendo as informações do veículo de carga, condutor, previsão de itinerário, valor e peso da carga e documentos fiscais, o qual deverá ser assinado digitalmente, de maneira a garantir a integridade dos dados e a autoria do emissor, com certificado ICP-Brasil. O arquivo eletrônico do MDF-e, será transmitido pela Internet, para o ambiente autorizador (1), que fará uma validação do arquivo (2) e devolverá uma mensagem eletrônica com o resultado da validação, podendo ser: rejeição ou autorização de uso (3). Sendo que só poderá iniciar o transporte, quando tiver a sua autorização de uso. Para acompanhar o transporte das mercadorias deverá ser impresso, em papel, um documento auxiliar do MDF-e de acordo com leiaute definido neste manual, o Documento Auxiliar de MDF-e DAMDFe (4). Site: / / Fone: (42)

5 O documento auxiliar em papel poderá ser substituído por um cartão com RFID no padrão Brasil-ID, conforme legislação específica. A empresa emitente deverá encerrar o MDF-e no final do percurso. Enquanto houver MDF-e pendente de encerramento não será possível autorizar novo MDF-e, para o mesmo par de UF de carregamento e UF de descarregamento, para o mesmo veículo. Se no decorrer do transporte houver qualquer alteração nas informações do MDF-e (veículos, carga, documentação, motorista, etc.), este deverá ser encerrado e ser emitido um novo MDF-e com a nova configuração. Entende-se como encerramento do MDF-e o ato de informar ao fisco, através de Web Service de registro de eventos o fim de sua vigência, que poderá ocorrer pelo término do trajeto acobertado ou pela alteração das informações do MDF-e através da emissão de um novo. O Ambiente Autorizador será o repositório nacional de todos os MDF-e emitidos e disponibilizará os documentos para as Secretarias de Fazenda das Unidades Federadas, RFB e SUFRAMA (6). O sistema MDF-e implementa o conceito de evento, que é o registro de uma ação ou situação relacionada com o manifesto, que ocorreu após a autorização de uso, como o registro de um cancelamento, por exemplo. Figura 1 Representação do Modelo Operacional do MDF-e. Site: / / Fone: (42)

6 A validação do MDF-e poderá resultar em: Rejeição o MDF-e será descartado, não sendo armazenado no Banco de Dados, podendo ser corrigido e novamente transmitido; Autorização de uso o MDF -e será armazenado no Banco de Dados; O resultado do processamento do MDF-e deverá ficar disponível na fila de saída por um período mínimo de 24 horas DAMDF-E Documento Auxiliar de MDF-e DAMDF-e é uma representação gráfica resumida do MDF-e, impressa em papel comum, para acompanhar o transporte da carga, permitindo o acesso ao arquivo do MDFe pela Fiscalização de Mercadorias em Trânsito. O DAMDF-e poderá ter tantas folhas quantas forem necessárias para discriminação da documentação fiscal eletrônica Cancelamento e Encerramento Após a concessão de Autorização do MDF-e, esse não mais deverá ser alterado, caso ocorra a necessidade de cancelamento do MDF-e após sua autorização é possível solicitar o cancelamento desde que não tenha ultrapassado o prazo de 24h após a sua autorização e o transporte não tenha sido iniciado. Diferentemente do e, no projeto MDF-e não houve previsão do evento de inutilização de número, por não ser exigido a sua escrituração. Entende-se como encerramento do MDF-e o ato de informar ao fisco, através de Web Service de registro de eventos, o fim de sua vigência, que poderá ocorrer pelo término do trajeto acobertado ou pela alteração das informações do MDF-e (veículos, carga, documentação, inclusão de mercadorias para a mesma UF de descarregamento e outros). Caso ocorra alteração nas informações do MDF-e, deverá ser emitido um novo documento acobertando o trecho restante do percurso Contingência Para tempo de resposta, informado pela SEFAZ no retorno da consulta de Status, superior a 3 (três) minutos ou ausência de retorno, caberá à empresa decidir pela utilização do processo de contingência ou aguardar pelo retorno do serviço. Também através deste método a empresa deverá identificar a saída do estado de contingência. Antes de entrar em contingência a empresa também deverá verificar o status operacional de sua rede interna. Quando em decorrência de problemas técnicos não for possível a emissão do MDF-e, o emitente do MDF-e deve imprimir o DAMDF-e em papel comum, observando que o documento foi emitido em contingência, sendo que nesse documento obrigatoriamente conterá a chave de acesso dos documentos eletrônicos que o manifesto agrega ou informações pertinentes aos documentos em papel. Site: / / Fone: (42)

7 A transmissão para o Ambiente Autorizador deverá ser feita logo que esteja cessada a contingência, observando o prazo limite de 168 horas a partir da emissão do documento. 2.3 PRÉ-REQUISITOS SISTEMAS TEOREMA O servidor Doc-e deve estar ativo para a geração e transmissão do MDF-e aos servidores da Receita Federal. Faz-se necessário o registro dos respectivos códigos do IBGE para os estados vinculados nos MDF-es, Figura 2. Utilizar a Tabela do IBGE de código de unidades da federação. A tabela de UF do IBGE está disponível em: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao/divisao_territorial/2006/dtb_2006.zip Informar EX para operações com o exterior e o respectivo código BACEN no cadastro de países. Figura 2 Menu Cadastro de Estados. A Figura 3 destaca o campo que deve ser preenchido com o respectivo código IBGE. Figura 3 Cadastro de Estados. Registro obrigatório do emitente do MDF-e junto à ANTT para exercer a atividade de transportador rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração, Figura 4. Site: / / Fone: (42)

8 Figura 4 Cadastro da Empresa. Registro obrigatório do proprietário, coproprietário ou arrendatário do veículo junto à ANTT para exercer a atividade de transportador rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração, Figura 5. Figura 5 Cadastro de Transportador. Site: / / Fone: (42)

9 3. INSTRUÇÕES NO SISTEMA Ideal para Conhecimentos ou Notas Fiscais eletrônicos para a mesma UF de destino, a Figura 6 exemplifica destacando quatro (04) Conhecimentos para a UF de destino PE. Figura 6 Consulta Conhecimentos - mesmo destino. 3.1 PRODEDIMENTO NO GESTÃO ADMINISTRATIVA Com o Servidor DOC-e ativo, no módulo de abrir o Gestão DOC-e, Figura 7. Figura 7 Menu Gestão DOC-e. Site: / / Fone: (42)

10 Pesquisar utilizando os Filtros disponíveis e localizar os respectivos s que comporão o MDF-e a ser gerado, Figura 8. O MDF-e deve vincular exclusivamente s ou s. Figura 8 Consulta Documentos Gestão DOC-e. Abrir o processo de MDF-e conforme indica a Figura 9. Figura 9 Geração de MDF-e. Clicar no botão Incluir para iniciar os lançamentos, Figura 10. Site: / / Fone: (42)

11 Figura 10 Tela do Gestão MDF-e. Incluir a série, a data de emissão e selecionar o Tipo de Emitente para Prestador de Serviço de Transporte ou de Carga Própria, Figura 11. Deve ser preenchido com Carga Própria para emitentes de e pelas transportadoras quando estiverem fazendo transporte de carga própria. Figura 11 Tipo Emitente. Na sequência adicionar a data para Previsão Fechamento que indicará uma suposição da última entrega. E utilizar o botão na lateral esquerda para incluir os documentos que serão vinculados no MDFe, caso não tenha sido selecionados anteriormente, Figura 12. Site: / / Fone: (42)

12 Figura 12 Adicionar os Documentos vinculados. O sistema habilitará uma tela específica para localização dos documentos a serem vinculados no MDF-e, saindo de um estado determinado para um estrado respectivo e conforme a carga, ou seja, mesmo caminhão. A Figura 13 exemplifica a localização dos documentos do tipo para a UF de destino PE destacados na Figura 6. Figura 13 Tela de importação de Documentos eletrônicos. 14. Selecionar na grid em Seleciona os documentos a serem importados e clicar em Importar, Figura Site: / / Fone: (42)

13 Figura 14 Seleção dos documentos eletrônicos a importar. Ao processar a importação os documentos selecionados são listados na grid da tela de Gestão MDFe, Figura 15. Figura 15 s vinculados. Incluir a Origem, estado em que será realizado o carregamento da carga e o Destino, local de descarregamento da carga, Figura 16, nos campos destacados da lateral direita da tela. Site: / / Fone: (42)

14 Figura 16 Origem e Destino. Incluir o veículo a ser utilizado no transporte, Figura 17. Lembrando que, enquanto houver MDF-e pendente de encerramento, não será possível autorizar novo MDF-e para o mesmo par UF de carregamento e UF de descarregamento, mesmo veículo de tração, em diferentes datas de emissão. Figura 17 Veículo utilizado para o transporte. Site: / / Fone: (42)

15 Incluir os motoristas que realizarão o trajeto, utilizando o botão selecionar os motoristas na tela de Consulta como indica a Figura 18. na seção Motoristas, e Figura 18 Seleção de Motoristas. Após iniciado o transporte, o emitente do MDF-e poderá informar novos condutores ao longo do percurso. A troca ou inclusão de motorista poderá ser efetuada por meio do evento "Inclusão de Condutor", que deverá ser realizado antes do evento de "Encerramento do MDF-e". Importante lembrar que durante a emissão do MDF-e, poderá ser informado até 10 (dez) condutores por MDF-e. No exemplo da Figura 19 foram incluídos os três (03) condutores setados na tela de seleção. Site: / / Fone: (42)

16 Figura 19 Motoristas para o trajeto. O grupo de informações de UF de percurso deverá ser preenchido na ordem Origem Destino sempre que existir pelo menos uma UF entre a UF de carregamento e UF de descarregamento. OBS.: A regra será aplicada considerando as divisas possíveis na ordem definida para o percurso. No sistema indicar o percurso na seção Roteiro como destaca a Figura 20. Site: / / Fone: (42)

17 Figura 20 Roteiro. Ao clicar sobre o botão o sistema ativa a tela de seleção de estados, Figura 21. Selecionar os estados em que o transporte atravessará entre a Origem Carregamento e o Destino - Descarregamento e clicar em Selecionar. No exemplo a entrega deve ser entre PARANÁ E PERNANBUCO, portanto os estados do roteiro devem ser: SÃO PAULO, MINAS GERAIS E BAHIA. Site: / / Fone: (42)

18 Figura 21 Seleção de Estados que compõem o trajeto. A Figura 22 demonstra em tracejado amarela o percurso conforme a rota acertada para o transporte, entretanto, caso a rota fosse transferida mais para leste seria necessário incluir também os estados de ALAGOAS E SERGIPE ou até mesmo ESPIRITO SANTO E RIO DE JANEIRO caso alguns destes fosse também atravessado. Site: / / Fone: (42)

19 Figura 22 Estados Federativos. A Figura 23 mostra a seção Roteiro com os estados do percurso selecionados a partir da tela de seleção organizados sequencialmente por ordem alfabética, essa configuração é própria de grid e poderia ser outra, tal como código. Site: / / Fone: (42)

20 Figura 23 Roteiro selecionado. Entretanto, é necessário deixar o sequenciamento conforme a ordem do trajeto a ser realizado, para isto utilizar os botões e. A Figura 24 demonstra que a linha SÃO PAULO foi selecionada e será utilizado o botão subir para deslocá-lo para cima. Figura 24 Roteiro a ser sequenciado. A seguir a mesma UF por já estar selecionada, o destaque azul da linha, é deslocada novamente para cima, Figura 25. Figura 25 Roteiro a ser sequenciado. O resultado do sequenciamento da primeira UF é apresentado na Figura 26. Site: / / Fone: (42)

21 Figura 26 Roteiro a ser sequenciado. Da mesma forma a segunda UF é sequenciada, Figura 27. Figura 27 Roteiro a ser sequenciado. de passagem. Na Figura 28 é possível observar os estados do trajeto sequenciados exatamente conforme a ordem Figura 28 Roteiro sequenciado conforme o trajeto. Realizadas o lançamento do MDF-e com todas as informações pertinentes é necessário salvar o movimento, Figura 29. Site: / / Fone: (42)

22 Figura 29 Salvar o MDF-e. As demais opções e eventos de MDF-e estão disponíveis em Processos, Figura 30. Figura 30 Gestão de MDF-e - Processos. Site: / / Fone: (42)

23 Na sequência clicar em Enviar MDF-e, Figura 31, e aguardar a resposta do webservice da Receita para o evento disparado. Figura 31 Processo de Envio de MDF-e. O sistema mostra a aba Principal mostrando a situação do MDF-e como D - Digitada e em modo Normal, até o momento do recebimento do retorno os demais campos permanecem em branco, Figura 32. Figura 32 Aguardando retorno da Receita Federal. A Figura 33 mostra o retorno de um MDF-e realizado conforme as instruções apresentadas. A situação passou a ser A - Autorizada e as demais informações tais como Nº do Protocolo, data, Nº do Recibo e Chave de Acesso são preenchidas no retorno, podendo assim prosseguir o transporte. Site: / / Fone: (42)

24 Figura 33 Retorno da Receita Federal. Quando o MDF-e contiver inconsistências, informações conflitantes, entre outros o Evento de Envio do MDF-e será travado, recebendo a referente Chave de Acesso, bem como a atualização da situação, Figura 34. Figura 34 Exemplo de MDF-e travada na SEFAZ. 35. Na aba Inf. XML é possível verificar o motivo do travamento do MDF-e e a possível correção, Figura Site: / / Fone: (42)

25 Figura 35 Motivo do travamento. Ressalta-se que os documentos s e s devem estar autorizados para a utilização em MDFe, caso contrário o MDF-e gerado vai apresentar ERRO de não autorizada, Figura 36. Figura 36 Erro especifico de não autorizada. A Figura 37 apresenta as informações de XML e o campo mensagem nulo, demonstrando que tal problema é perceptível somente pelo retorno na situação. Site: / / Fone: (42)

26 Figura 37 Informações do retorno para não autorizada. 3.2 ENCERRAMENTO Para realizar o evento de Encerramento é necessário abrir o respectivo MDF-e que foi realizado o descarregamento e nos Processo utilizar a opção Encerrar MDF-e, Figura 38. Figura 38 Processo de Encerramento de MDF-e. Site: / / Fone: (42)

27 O sistema habilita uma pequena tela para selecionar o município em que ocorreu a última descarga, Figura 39. Pois quando o MDF-e integra obrigatoriamente documentos para a mesma UF, mas não necessariamente para a mesma cidade. Figura 39 Seleção de Município de Descarga. Enquanto aguarda o retorno da SEFAZ, a situação é P Pedido de Finalização, com a respectiva data de fechamento e a indicação do município de descarga, Figura 40. Figura 40 Aguardando Evento de Encerramento. Site: / / Fone: (42)

28 Caso ocorra qualquer alteração nas informações do MDF-e (veículos, carga, documentação, inclusão de mercadorias para a mesma UF de descarregamento e outros) deverá ser encerrado e ser emitido um novo MDF-e com a nova configuração inclusive para acobertar o trecho restante do percurso. 3.3 CANCELAMENTO Caso ocorra a necessidade de cancelamento do MDF-e após sua autorização, é possível solicitar o cancelamento desde que não tenha ultrapassado o prazo de 24h após a sua autorização e não tenha iniciado o transporte, Figura 42. Figura 41 Processo de Cancelamento de MDF-e. Incluir o motivo do cancelamento do MDF-e, Figura 43, com no mínimo 15 caracteres. Figura 42 Inclusão de motivo para Cancelamento. Enquanto aguarda o retorno da SEFAZ aprovando o cancelamento, o MDF-e permanece com a situação Pedido de Cancelamento, como na Figura 43, ao ser efetivamente cancelado o MDF-e passa para a situação. Site: / / Fone: (42)

29 Figura 43 Aguardando Pedido de Cancelamento. Somente MDF-es em situação próprio sistema Teorema avisará, Figura 44. podem ser Cancelados, caso houver tentativas o Figura 44 Mensagem para impossibilidade de Cancelamento. 3.4 DEMAIS PROCEDIMENTOS DISPONÍVEIS Para inserir novos condutores é necessário habilitar a edição de MDF-e, por meio do botão Editar, Figura 45. Site: / / Fone: (42)

30 Figura 45 Editar MDF-e. Para imprimir o DAMDF-e, utilizar a opção Reimpressão de MDF-e em Processos, Figura 46. Figura 46 Reimpressão de MDF-e. Atentar que as configurações do Servidor de DOC-e devem estar corretas e funcionais, inclusive para impressão de MDF-e, Figura 47. Site: / / Fone: (42)

31 Figura 47 Configuração do Servidor DOC-e. Outra funcionalidade disponível no MDF-e é o Reenvio de para os condutores, Figura 48. As configurações de envio de para o usuário do sistema devem estar funcionais, bem como, ter um válido nos cadastros dos condutores. Figura 48 Processo de Reenvio de para Motoristas. Site: / / Fone: (42)

32 4. REFERÊNCIAS Sítio Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Documentos. Disponível em: Acesso em: dezembro de Manual de Orientação do Contribuinte - Padrões Técnicos de Comunicação do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais. Versão 1.00 de Junho, Cartilha Nacional de MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Disponível em: Acesso em: Fevereiro de ACRÔNIMOS E ABREVIATURAS AMD - Advanced Micro Devices. ANTT - Agência Nacional de Terrestres. BACEN Banco Central do Brasil. Conhecimento de Transporte Eletrônico. DAMDF-e Documento Auxiliar de MDF-e. DOC-e Documento Eletrônico. GB Gigabyte. GRU - Guia de Recolhimento da União. IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. ICP Brasil infraestrutura de Chaves Públicas e Privadas (ICP) oficialmente utilizada no Brasil. MDF-E Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais. Nota Fiscal Eletrônica. PE Pernambuco. RFB Receita Federal Brasileira. SEFAZ Secretaria da Fazenda do Estado. SUFRAMA - Superintendência da Zona Franca de Manaus. UF Unidade de Federação. *** Caso tenha dúvidas, por favor, entre em contato com seu Agente. Tenha um excelente uso do sistema e obrigado pela confiança! Site: / / Fone: (42)

33 Teorema Sistemas Rua Frei Caneca, Santana. Guarapuava Pr. CEP Fone (42) Site: / / Fone: (42)

Manifestação do Destinatário da NF-e

Manifestação do Destinatário da NF-e Manifestação do Destinatário da NF-e DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Gustavo Aprovado em: Novembro de 2014. Nota de copyright Copyright 2014 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: REPTEC TECNOLOGIA - Márcio Bertelli Doc. Vrs. 02 Revisão: TEOREMA SISTEMAS - Laila Maria Aprovado em: Abril de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática,

Leia mais

Manual Etiquetas OP DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Leandro Delgado de Souza Aprovado em: Setembro de 2013.

Manual Etiquetas OP DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Leandro Delgado de Souza Aprovado em: Setembro de 2013. Manual Etiquetas OP DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Leandro Delgado de Souza Aprovado em: Setembro de 2013. Nota de copyright Copyright 2013 Teorema Informática,

Leia mais

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Produto : RM NUCLEUS - 11.52.61 Processo Subprocesso : Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e : Integração com o TSS / TopConnect / CT-e Data

Leia mais

Ordens de Produção Vinculadas

Ordens de Produção Vinculadas Ordens de Produção Vinculadas DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Revisão: Marcelo Barby Aprovado em: Novembro de 2014. Nota de copyright Copyright 2014 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 02/2014

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 02/2014 Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 02/2014 Agenda 1. Requisitos gerais MDF-e 2. Contribuintes obrigados a emissão MDF-e 3. Encerramento MDF-e 4. DAMDF-e 5. Descrição Simplificada Modelo Operacional

Leia mais

Manual XML Center DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Aprovado em: Outubro de 2015.

Manual XML Center DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Aprovado em: Outubro de 2015. Manual XML Center DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Aprovado em: Outubro de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013 Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013 Agenda 1. Requisitos gerais MDF-e 2. Contribuintes obrigados a emissão MDF-e 3. Encerramento MDF-e 4. DAMDF-e 5. Descrição Simplificada

Leia mais

Manual Framework Daruma para ECF

Manual Framework Daruma para ECF Manual Framework Daruma para ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Leandro Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Março de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos

Leia mais

Manual Garantia e Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC

Manual Garantia e Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC Manual Garantia e Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Revisores: Aprovado em: Novembro de 2014 Nota de copyright Copyright 2014 Teorema

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Novidades da Versão 15.02a

Novidades da Versão 15.02a DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Aprovado em: Janeiro de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados. 1. VISÃO GERAL

Leia mais

Manual Fechamento Fiscal

Manual Fechamento Fiscal Manual Fechamento DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Silmara Rebeca e Mauro Martinelli Aprovado em: março de 2013 Copyright 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos

Leia mais

M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS

M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) é o documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, para vincular os documentos fiscais

Leia mais

Novidades da Versão 15.02a

Novidades da Versão 15.02a DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Aprovado em: Janeiro de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados. 1. VISÃO GERAL

Leia mais

DESENVOLVENDO SOLUÇÕES

DESENVOLVENDO SOLUÇÕES DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Aprovado em: setembro de 2013. Nota de copyright Copyright 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados. Manual

Leia mais

Manual Acordos Comerciais

Manual Acordos Comerciais Manual Acordos Comerciais DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Bruno Conrado Hertzel Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Junho de 2016. Nota de copyright Copyright 2016 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

MANIFESTO DE DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS MDF - E

MANIFESTO DE DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS MDF - E MANIFESTO DE DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS MDF - E RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para

Leia mais

Guia Prático. MDF-e. Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais. 2014 JL Assessoria Contábil e Jurídica

Guia Prático. MDF-e. Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais. 2014 JL Assessoria Contábil e Jurídica Guia Prático MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 2014 JL Assessoria Contábil e Jurídica Entenda o que é: O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) é o documento emitido e armazenado

Leia mais

Instruções para Remessa Bancária

Instruções para Remessa Bancária Bancária DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Aprovado em: novembro de 2012 Atualizado em: 24 de dezembro de 2012 Nota de copyright Copyright 2012 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

Manual CIAP Controle de Crédito de ICMS do Ativo Permanente.

Manual CIAP Controle de Crédito de ICMS do Ativo Permanente. Manual CIAP Controle de Crédito de. DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisão: Gustavo e Mauro Aprovado em: Março de 2014. Nota de copyright Copyright 2014 Teorema Informática,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL FAQ Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Pré-requisitos para ser emissor de MDF-e 02 FAQ - 02 { Obrigatoriedade do MDF-e: Para mais informações

Leia mais

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Palestra SINDISAN Sindicato das Empresas de Transporte

Leia mais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 2014 Apresentação O Projeto do () tem como objetivo a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico que venha substituir a sistemática atual de emissão do documento em papel, com validade

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas Manual de Registro de Saída Procedimentos e Especificações Técnicas Versão 1.0 Dezembro 2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO REGISTRO DE SAÍDA - SIARE... 3 2.1 SEGURANÇA... 4 2.2

Leia mais

MA020 - Manual de instalação MDFe

MA020 - Manual de instalação MDFe ' MA020 - Manual de instalação MDFe Procedimento MA020 Versão A de 26/02/2014 Manual de instalação MDFe Responsável: Fábio Pág.: 1 de 9 Instalação e configuração do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais

Leia mais

Boletim Técnico. Produto : EMS 2/TOTVS Faturamento (MFT) Chamado : THYQXQ Data da criação. : 24/10/2013 Data da revisão : 25/10/13

Boletim Técnico. Produto : EMS 2/TOTVS Faturamento (MFT) Chamado : THYQXQ Data da criação. : 24/10/2013 Data da revisão : 25/10/13 MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Produto : EMS 2/TOTVS Faturamento (MFT) Chamado : THYQXQ Data da criação : 24/10/2013 Data da revisão : 25/10/13 País : Brasil Bancos de Dados : Todos O

Leia mais

Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e)

Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e) Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônico (MDF-e) Os passos citados abaixo servem de documento auxiliar na emissão do manifesto eletrônico, que entrou em vigor no ano de 2015. Resumo das informações:

Leia mais

Cuidados com Banco de Dados

Cuidados com Banco de Dados Cuidados com Banco de Dados DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Aprovado em: agosto de 2011 Nota de copyright Copyright 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos

Leia mais

MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC

MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS (MDF-e) NO TRC 1 Conceito do MDF-e: MDF-e é o documento emitido e armazenado eletronicamente por contribuinte credenciado pela Secretaria da Fazenda como emitente

Leia mais

Manual de Ordem de Serviço de Montagem OSM

Manual de Ordem de Serviço de Montagem OSM Manual de Ordem de Serviço de OSM DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 03 Revisão: Marcelo Barby Aprovado em: Novembro de 2014. Nota de copyright Copyright 2014 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DO SISTEMA Versão 6.08 Introdução... 2 Requisitos para Utilização do Módulo NF-e... 2 Termo de Responsabilidade... 2 Certificados... 2 Criação de Séries... 2 Framework... 3 Teste de Comunicação...

Leia mais

Instruções para Instalação do PAF-ECF 2.1

Instruções para Instalação do PAF-ECF 2.1 Instruções para Instalação do PAF-ECF 2.1 DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Antonio Marcos Zampier Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Julho de 2014. Nota de copyright Copyright 2014 Teorema Informática,

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

Portaria CAT 102, de 10-10-2013

Portaria CAT 102, de 10-10-2013 Publicado no D.O.E. (SP) de 11/10/2013 Portaria CAT 102, de 10-10-2013 Dispõe sobre a emissão do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e, do Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8.

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8. Nota Fiscal Eletrônica Este módulo permite a integração do Shop Control 8 com o site da Secretaria da Fazenda dos Estados e Receita Federal para emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) : Este módulo é exclusivo

Leia mais

Autorização de uso do MDF-e implicará em registro posterior dos eventos, nos documentos fiscais eletrônicos nele relacionados.

Autorização de uso do MDF-e implicará em registro posterior dos eventos, nos documentos fiscais eletrônicos nele relacionados. MDF-e - Nota Técnica 2015.001 Produto : Datasul, MFT (Faturamento), TOTVS 12 Projeto : PCREQ-3414 Data da : 23/02/2015 Data da revisão : 23/02/2015 criação Banco(s) de País(es) : Brasil : Todos Dados Implementada

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

Boletim Técnico. É imprescindível a atualização do TSS para a versão 2.29 ou superior, para o funcionamento adequado da nova versão do MDF-e 2.0a.

Boletim Técnico. É imprescindível a atualização do TSS para a versão 2.29 ou superior, para o funcionamento adequado da nova versão do MDF-e 2.0a. Nova Versão do CTE 2.0 Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 10 Chamado : TI9545 Data da publicação : 03/12/13 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados Todos Disponibilizada na rotina Manifesto

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

EMISSÃO E GESTÃO MDFE ITR TR 0306

EMISSÃO E GESTÃO MDFE ITR TR 0306 EMISSÃO E GESTÃO MDFE ITR TR 0306 Sumário 1. O que é MDFe? 2. Quem deve emitir o MDFe? 3. Acesso ao sistema 4. Emissão MDFe 5. Gerenciando MDFe 6. Encerramento 7. Cancelamento 1. O que é MDFe? Manifesto

Leia mais

Instruções Servidor TeoremaEE

Instruções Servidor TeoremaEE Instruções Servidor TeoremaEE DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 01 Revisão: Bernardo Aprovado em: Fevereiro de 2016. Nota de copyright Copyright 2016 Teorema Informática, Guarapuava.

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 5: Certificado Digital e Nota

Leia mais

Manual Emissão de RPA

Manual Emissão de RPA Manual Emissão de RPA SUPERANDO DESAFIOS Identificação: 12.06a Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 1.0 Aprovado em: 21 de setembro de 2012 Revisora: Silmara C Rebeca Nota de copyright Copyright 2012 Teorema

Leia mais

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO 2014 - VALID Certificadora Digital Controle de Versões Autor Descrição Versão Data Lays Almeida Versão Inicial 1.0 06.11.2014 2014 - VALID Certificadora Digital

Leia mais

Lei da Transparência - Lei 12741/2012

Lei da Transparência - Lei 12741/2012 Lei da Transparência - Lei 12741/2012 DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Marcelo Barby Doc. Vrs. 02 Revisão: Laila M G Gechele e Gustavo Ribas Aprovado em: maio de 2013 Nota de copyright Copyright 2013 Teorema

Leia mais

Manual Tacógrafos DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Aprovado em: Julho de 2013.

Manual Tacógrafos DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Aprovado em: Julho de 2013. DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 01 Revisores: Aprovado em: Julho de 2013. Nota de copyright Copyright 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados. 1. VISÃO

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Ano I, nº 01, 22 de Setembro de 2010. UEDA Unidade Estratégica de Desenvolvimento Associativo Assessoria Legislativa

Ano I, nº 01, 22 de Setembro de 2010. UEDA Unidade Estratégica de Desenvolvimento Associativo Assessoria Legislativa PORTARIA N 145/2014-SEFAZ - Dispõe sobre a utilização do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais MDF-e e do Documento Auxiliar do MDF-e DAMDFE, e dá outras providências. NOTA EXPLICATIVA: A Portaria

Leia mais

Resumo para Geração e Emissão da MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais)

Resumo para Geração e Emissão da MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) Resumo para Geração e Emissão da MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) Requisito 1 - Ao ver mencionar no sistema VPN as palavras: Romaneio de Transporte Manifesto de Transporte E Manifesto

Leia mais

Manifesto de Carga Eletrônica (MDF-e) www.oobj.com.br

Manifesto de Carga Eletrônica (MDF-e) www.oobj.com.br Manifesto de Carga Eletrônica (MDF-e) www.oobj.com.br A Empresa A Oobj é uma empresa pioneira no desenvolvimento de soluções para o gerenciamento de Nota Fiscal Eletrônica (NFe) e Conhecimento de Tranporte

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Manual E-commerce DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autor: Vinicius Brodinhao Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Agosto de 2015.

Manual E-commerce DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autor: Vinicius Brodinhao Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Agosto de 2015. Manual E-commerce DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Vinicius Brodinhao Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Agosto de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. APRESENTAÇÃO...4 1 2. ACESSO AO APLICATIVO...5 3. GERAÇÃO DE NFS-e...6 3.1. Preenchimento dos dados para emissão da NFS-e...6

Leia mais

Emissor de Nota Fiscal Eletrônica. Novembro de 2007. Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Emissor de Nota Fiscal Eletrônica. Novembro de 2007. Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novembro de 2007 Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Índice I - Instalação do Software Emissor NF-e... 3 II Software Emissor NF-e

Leia mais

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO 1- Geração e Envio Normal: Quando estiver tudo pronto para a geração da NF-e, selecione a nota, clique com o botão direito do mouse,

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade Nota Fiscal Eletrônica Helder da Silva Andrade 23/08/2010 SPED SUBSISTEMAS Escrituração Contábil Digital EFD ECD Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica CTe Conhecimento Transporte Eletrônico

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Escrituração de CF-e-SAT

Escrituração de CF-e-SAT P á g i n a 1 Bem vindo ao Passo a Passo do Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e de SP para Escrituração de CF-e-SAT Atualizado em: 25/11/2014 Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais

Leia mais

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais GNRE é um documento para operações de vendas que são feitas para fora do estado de produção do produto, sujeitas à substituição

Leia mais

Manual SPED Contábil DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Aprovado em: Maio de 2013.

Manual SPED Contábil DESENVOLVENDO SOLUÇÕES. Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Aprovado em: Maio de 2013. DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila M G Gechele Doc. Vrs. 02 Aprovado em: Maio de 2013. Nota de copyright Copyright 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos reservados. 1. VISÃO GERAL 1.1

Leia mais

Manual de Utilização. Versão 1.0.0

Manual de Utilização. Versão 1.0.0 Manual de Utilização Versão 1.0.0 Sumário 1 Funções do Emissor... 3 1.1 Aba Sistema... 4 1.2 Aba Certificados... 4 1.3 Aba Recebimento de E-mail... 5 1.4 Aba Saída de Dados... 6 1.5 Aba Proxy... 7 1.6

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Fique ligado nas novidades desta semana! Olá Cliente Visual Software!

Fique ligado nas novidades desta semana! Olá Cliente Visual Software! 4ª Edição PARA CLIENTES Em 10/09/2012 Fique ligado nas novidades desta semana! Olá Cliente Visual Software! É com imensa satisfação que nós da equipe Visual Software enviamos o INFORMATIVO SEMANAL CÓDIGO

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e

MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e INICIANDO O SISTEMA Ao iniciar o sistema, selecione a empresa e clique no botão iniciar. CADASTRO DE CLIENTES O sistema utiliza um cadastro

Leia mais

Copyrigth 2011. ERSystem Sistemas de Informações e Tecnologia. Todos Direitos Reservados. visite nosso site www.ersystem.com.

Copyrigth 2011. ERSystem Sistemas de Informações e Tecnologia. Todos Direitos Reservados. visite nosso site www.ersystem.com. Manual do CT-e. (Conhecimento de Transporte Eletrônico) no SistranNet 3.0 Página 1 Índice Introdução 03 Conceitos do CT-e 04 Histórico do documento fiscal eletrônico 05 Descrição Simplificada do Modelo

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Desenvolvido o processo de geração e transmissão do MDFe, tanto para a forma manual quanto para a forma automática (Faturamento Saída e Viagem).

Desenvolvido o processo de geração e transmissão do MDFe, tanto para a forma manual quanto para a forma automática (Faturamento Saída e Viagem). Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDFe Desenvolvido o processo de geração e transmissão do MDFe, tanto para a forma manual quanto para a forma automática (Faturamento Saída e Viagem). 1 Manifesto

Leia mais

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e.

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. Conhecimento de Transporte Eletrônico OBJETIVO Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL. Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL. Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL 2014 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL Cidadão Contribuinte! Nos últimos anos, a SEFAZ/MS e seus servidores têm trabalhado para

Leia mais

CIRCULAR Nº 11/2016 São Paulo, 16 de Março de 2016. MDF-e

CIRCULAR Nº 11/2016 São Paulo, 16 de Março de 2016. MDF-e CIRCULAR Nº 11/2016 São Paulo, 16 de Março de 2016. MDF-e MANIFESTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS FISCAIS Prezado Cliente, A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo publicou no dia 09 de Março de 2016

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e Manual do Usuário Prestador Introdução Este manual tem como objetivo apresentar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) que será utilizado pelos contribuintes

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

1. Instalação e Registro

1. Instalação e Registro 1. Instalação e Registro 1.1. Instalando o Controle de Transportadoras Para instalar o Controle de Transportadoras, acesse o site da Bsoft (www.bsoft.com.br), entre na seção de Downloads e baixe o instalador

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA 1 NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA ANO 2012 2 Sumário 1 Nota Fiscal de Serviços eletrônica - NFS-e... 3 1.1 Considerações Iniciais... 3 1.2 Legislação... 3 1.3 Definição...

Leia mais

Manual Posto de Combustível

Manual Posto de Combustível Manual Posto de Combustível DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 04 Aprovado em: outubro de 2012 Revisores: Ernani Gelinski, Osni Marin e Silmara C. Rebeca Nota de copyright Copyright 2015

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE )

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Neste processo iremos utilizar o sistema Tecnocargas na versão WEB O que pode ser alterado em uma CC-e: Segue o modelo de um XML para melhor

Leia mais

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Hábil Empresarial 2014 by Ltda (0xx46) 3225-6234 I Hábil Empresarial NFC-e Índice 1 Cap. I Introdução 1 O que é... o Hábil NFC-e

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa

Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa 1 Manual para emissão de Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa Microempreendedor Individual 2014. INTRODUÇÃO A Nota Fiscal Eletrônica Avulsa (NF-e Avulsa)

Leia mais

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 Manual desenvolvido pela OASyS Informática, baseado na versão 2.0 da Nota Fiscal Eletrônica do SEFAZ. 1 Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Título

Leia mais

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Geração e transmissão de NF-e Após preencher os dados da nota fiscal, se não houver alguma informação faltando, o sistema sugere a geração do arquivo texto necessário

Leia mais

SEFAZ-MA. São Luís-Ma. 2.008

SEFAZ-MA. São Luís-Ma. 2.008 SEFAZ-MA SIISTEMA DE NOTA FIISCAL AVULSA NFA MANUAL PARA O AGENTE FIISCAL São Luís-Ma. 2.008 1 INTRODUÇÃO A Nota Fiscal Avulsa foi criada para substituir a Nota Fiscal Avulsa emitida através do Siat. Ela

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Orientação Contribuinte NF e (versão de testes) 1 Objetivos do Projeto: O Projeto NF-e teve como objetivo a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico visando

Leia mais